A nova redação da Súmula 277 do TST e a integração das cláusulas normativas dos acordos coletivos ou convenções coletivas nos contratos de trabalho.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A nova redação da Súmula 277 do TST e a integração das cláusulas normativas dos acordos coletivos ou convenções coletivas nos contratos de trabalho."

Transcrição

1 A nova redação da Súmula 277 do TST e a integração das cláusulas normativas dos acordos coletivos ou convenções coletivas nos contratos de trabalho.

2 Convenção Coletiva de Trabalho É um ato jurídico pactuado entre Sindicatos de empregados e empregadores, no qual são estabelecidas regras para as relações de trabalho em todo o âmbito das respectivas categorias (econômica e profissional).

3 Acordo Coletivo de Trabalho É um ato jurídico celebrado entre uma entidade Sindical laboral e uma ou mais empresas, no qual se estabelecem regras na relação trabalhista existente entre as partes pactuantes. É limitada apenas às empresas acordantes e seus respectivos empregados, não se estendendo para toda a categoria representada.

4 Súmula Denomina-se Súmula um conjunto de decisões tido como jurisprudência. É a linha que um determinado Tribunal segue a respeito de um tema específico. A finalidade é tornar público o posicionamento e buscar a uniformidade entre as decisões dos Juízes ou Ministros.

5 Redação anterior da Súmula 277 SENTENÇA NORMATIVA. CONVENÇÃO OU ACORDO COLETIVOS. VIGÊNCIA. REPERCUSSÃO NOS CONTRATOS DE TRABALHO. I As condições de trabalho alcançadas por força de sentença normativa, convenção ou acordos coletivos vigoram no prazo assinado, não integrando, de forma definitiva, os contratos individuais de trabalho. II Ressalva-se da regra enunciada no item I o período compreendido entre e , em que vigorou a Lei n.º 8.542, revogada pela Medida Provisória n.º 1.709, convertida na Lei n.º

6 Ou seja, antes da nova redação da Súmula, a Justiça do Trabalho posicionava-se no sentido de que as convenções ou acordos coletivos de trabalho não integravam, de forma definitiva, os contratos de trabalho. A sua aplicação estava ligada ao prazo de vigência da norma coletiva de trabalho.

7 Nova redação da Súmula 277 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO OU ACORDO COLETIVO DE TRABALHO. EFICÁCIA. ULTRATIVIDADE. As cláusulas normativas dos acordos coletivos ou convenções coletivas integram os contratos individuais de trabalho e somente poderão ser modificadas ou suprimidas mediante negociação coletiva de trabalho.

8 A questão da ultratividade Ultratividade é um princípio do direito que garante a aplicabilidade de uma norma mesmo após o término de sua vigência, podendo ser esta norma ser uma lei, e no presente caso uma Súmula (no caso a S. 277 do TST). Ou seja, segundo a teoria da ultratividade, a norma coletiva terá sua eficácia estendida mesmo após o prazo de vigência da norma, quando não houver outra para substituí-la.

9 Polêmica: A Constituição Federal de 1988, no artigo 7º, inciso XXVI, estipula o reconhecimento das convenções e acordos coletivos de Trabalho. O artigo 613, inciso II e o artigo 614, 3º da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), definem que é requisito para a validade das convenções ou acordos coletivos o prazo de vigência, que não poderá ser superior a dois anos. Ainda, o artigo 868, único da CLT, menciona que no caso de dissídio coletivo, o prazo de vigência não poderá ser superior a quatro anos.

10 Os Ministros, ao aprovar a nova redação da Súmula 277, não levaram em conta os dispositivos constitucionais e legais antes mencionados, que limitam o prazo de vigência do acordo ou convenção coletiva de trabalho, totalmente contrário ao princípio da ultratividade que traz a nova redação. Este novo cenário poderá a vir engessar as negociações coletivas, na medida em que por integrarem de maneira definitiva os contratos de trabalho, haverá resistência dos empregadores em conceder novos benefícios.

11 A Súmula desconsidera um aspecto fundamental, qual seja, de que toda e qualquer negociação coletiva é fruto de uma realidade econômica momentânea, que pode e deve ser alterada com o passar do tempo.

12 Vigência da nova redação da S. 277 RECURSO DE REVISTA - FERROVIÁRIO - HORAS DE JANELA - CONDIÇÃO ESTABELECIDA EM NORMA COLETIVA - SÚMULA Nº 277 DO TST - SOPESAMENTO - PRINCÍPIO DA SEGURANÇA JURÍDICA. A evolução do entendimento jurisprudencial consolidado na Súmula nº 277 do TST, quanto à aderência das normas coletivas aos contratos de trabalho, deve ser sopesada com o princípio da segurança jurídica, motivo pelo qual a alteração do entendimento deve ter seus efeitos aplicados às situações ocorridas a partir de sua publicação, e não retroativamente às situações já consolidadas sob o entendimento anterior. Dessa forma, uma vez que a pretensão tem origem em norma estabelecida no regulamento da empresa, Plano de Cargos e Salários, posteriormente suprimida, por meio de acordo coletivo, cuja cláusula foi posteriormente submetida à apreciação em dissídio coletivo, não se há de falar em alteração deste, restando intacto o art. 468 da CLT. Recurso de revista não conhecido. ( RR, Relator Ministro: Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, Data de Julgamento: 28/11/2012, 4ª Turma, Data de Publicação: 07/12/2012). (Grifo nosso)

13 Jurisprudência: EMENTA. NORMA COLETIVA. OBRIGAÇÃO DE FAZER. TÉRMINO DA VIGÊNCIA. SÚMULA 277 DO TST. De acordo com a nova redação da Súmula 277 do TST, a cláusula normativa permanece em vigor até nova negociação coletiva que a modifique ou suprima. Assim, demonstrada a existência de norma coletiva que estabelece a obrigação da empregadora de contratar seguro de vida aos empregados, esta prevalece, mesmo após o término da vigência da norma coletiva que a instituiu, por se tratar de condição mais benéfica aos substituídos e inexistir prova de que tenha sido suprimida ou modificada nas negociações coletivas posteriores. (Processo (RO), Redatora: Maria Helena Lisot, Data: 28/11/2012 Origem: 1ª Vara do Trabalho de Porto Alegre).

14 Pontos Positivos Para os Sindicatos dos Empregadores: Uma maior segurança jurídica com relação as negociações coletivas e sua data-base, de vez que agora, a partir da nova redação da Súmula, se não houver acordo ou convenção, continuam vigendo as normas coletivas anteriores. Um reconhecimento da eficácia e validade do que restar negociado, pois passará a integrar o contrato de trabalho, por força da nova redação da Súmula.

15 Uma melhor possibilidade de defesa judicial dos empregadores em dissídios individuais, com relação a períodos que antes da nova redação da Súmula, poderiam estar a descoberto, por não ter sido concluída a negociação coletiva, exemplo clássico da compensação de jornada de trabalho.

16 Conclusão Desde a promulgação da Constituição Federal de 1988, que já previa, no artigo 7ª, XXVI, a plena validade e eficácia das normas e convenções coletivas de trabalho, o fato concreto e objetivo é que o referido dispositivo constitucional nunca foi implementado em sua plenitude. Prova maior disso, são inúmeras decisões judiciais, negando vigência a normas de acordos e convenções coletivas de trabalho, ocasionando com isto, evidente insegurança jurídica para as partes envolvidas.

17 Neste cenário, a impressão que se tem é que a Súmula 277 do TST procurou corrigir esta distorção, pecando no entanto, pelo mesmo motivo daquelas decisões judiciais ao não levar em conta peculiaridades que são próprias das mais diversas categorias profissionais, interesses sociais e econômicos envolvidos numa negociação coletiva de trabalho. Em linhas gerais, portanto, o que se defende muito mais do que a jurisdicionalização das relações de trabalho é que seja promovida uma reforma sindical de maneira a consagrar aquele princípio constitucional, deixando que empregadores e empregados negociem livremente seus acordos e convenções coletivas, com a certeza de que o negociado será cumprido e respeitado, tendo validade jurídica perante o judiciário.

O balizamento das negociações coletivas frente a Súmula 277 do TST. São Paulo, 28 de agosto de 2014

O balizamento das negociações coletivas frente a Súmula 277 do TST. São Paulo, 28 de agosto de 2014 O balizamento das negociações coletivas frente a Súmula 277 do TST São Paulo, 28 de agosto de 2014 Vigência das normas coletivas na CLT Prevê a CLT sobre a eficácia das normas coletivas: Art. 613, II:

Leia mais

Disciplina: Direito e Processo do Trabalho 3º Semestre Professor Donizete Aparecido Gaeta Resumo de Aula

Disciplina: Direito e Processo do Trabalho 3º Semestre Professor Donizete Aparecido Gaeta Resumo de Aula 1. Fontes materiais e formais. 2. Normas Jurídicas de Direito do Trabalho. Constituição, Leis, Atos do Poder Executivo, Sentença normativa, Convenções e Acordos Coletivos, Regulamentos de empresa, Disposições

Leia mais

7º Congresso Brasileiro de Sociedades de Advogados. Uniformização de jurisprudência

7º Congresso Brasileiro de Sociedades de Advogados. Uniformização de jurisprudência 7º Congresso Brasileiro de Sociedades de Advogados Uniformização de jurisprudência Estêvão Mallet Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo CLT: 922 artigos. Súmulas TST: 462 OJs SDI I: 421 OJs

Leia mais

1. O C. TST aprovou a Resolução 159/2009 que alterou a OJ 342 nos seguintes termos: RESOLUÇÃO TST Nº 159 DE DJe

1. O C. TST aprovou a Resolução 159/2009 que alterou a OJ 342 nos seguintes termos: RESOLUÇÃO TST Nº 159 DE DJe BOLETIM SINDICAL 10 DE 2009 TEMA: Decisões TST. ENVIADO EM 25 de novembro de 2009 1. O C. TST aprovou a Resolução 159/2009 que alterou a OJ 342 nos seguintes termos: RESOLUÇÃO TST Nº 159 DE 16.11.2009

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos)

DIREITO DO TRABALHO. Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos) DIREITO DO TRABALHO FONTES DO DIREITO DO TRABALHO: MATERIAIS: FORMAIS: Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos) Convenções coletivas

Leia mais

BOLETIM SINDICAL 04 DE TEMA: Acordo coletivo de trabalho. ENVIADO EM 26 de maio de 2009

BOLETIM SINDICAL 04 DE TEMA: Acordo coletivo de trabalho. ENVIADO EM 26 de maio de 2009 BOLETIM SINDICAL 04 DE 2009 TEMA: Acordo coletivo de trabalho ENVIADO EM 26 de maio de 2009 1. Dando continuidade ao boletim sindical nº 003/2009 no qual abordamos a convenção coletiva de trabalho, vamos

Leia mais

São Paulo, 03 de abril de Ao Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui. Prezados Senhores,

São Paulo, 03 de abril de Ao Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui. Prezados Senhores, São Paulo, 03 de abril de 2013. Ao Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui Prezados Senhores, Em resposta à consulta de V.Sas., no tocante à constitucionalidade do art. 2º, da Lei nº

Leia mais

Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos

Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos Palestrante: Estabilidade gestante Estabilidade Acidentária Jornada 12 x 36 Períodos de Intervalo Insalubridade Prof. Cristiano Magalhães 1

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO

RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 2ª REGIÃO PROCESSO Nº 0001174-17.2012.5.02.0075 5ª TURMA PROCESSO Nº 0001174-17.2012.5.02.0075 RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA

Leia mais

PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO. Davi Furtado Meirelles

PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO. Davi Furtado Meirelles PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO Davi Furtado Meirelles Resultado Negativo da Negociação - Mediação - é mais uma tentativa de conciliação, após o insucesso da negociação direta, porém, desta feita,

Leia mais

A INAPLICABILIDADE DO EFEITO RETROATIVO DA SÚMULA 277 DO TST NAS CONVENÇÕES E ACORDOS COLETIVOS DE TRABALHO. Roberto Lopes Advogado

A INAPLICABILIDADE DO EFEITO RETROATIVO DA SÚMULA 277 DO TST NAS CONVENÇÕES E ACORDOS COLETIVOS DE TRABALHO. Roberto Lopes Advogado TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A INAPLICABILIDADE DO EFEITO RETROATIVO DA SÚMULA 277 DO TST NAS CONVENÇÕES E ACORDOS COLETIVOS DE TRABALHO Roberto Lopes Advogado Logo após a divulgação da nova redação

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DISSÍDIO COLETIVO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DISSÍDIO COLETIVO DISSÍDIO COLETIVO 1. Conceito - Dissídio coletivo é o processo que vai dirimir os conflitos coletivos do trabalho, por meio do pronunciamento do Poder Judiciário, criando ou modificando condições de trabalho

Leia mais

ACORDO COLETIVO. Palavras-chave: Acordo Coletivo- Convenção Coletiva- Celebração de Contrato de Trabalho.

ACORDO COLETIVO. Palavras-chave: Acordo Coletivo- Convenção Coletiva- Celebração de Contrato de Trabalho. ACORDO COLETIVO Roberta da Silva Ramos RADTKE 1 RESUMO As negociações em nível de empresa resultam acordos coletivos cujo âmbito de aplicação é menor; é a empresa ou as empresas que participaram da negociação,

Leia mais

Perguntas e Respostas. Sobre a proposta de modernização da legislação trabalhista

Perguntas e Respostas. Sobre a proposta de modernização da legislação trabalhista Perguntas e Respostas Sobre a proposta de modernização da legislação trabalhista Caminho para o diálogo e a pacificação das relações de trabalho Esta cartilha apresenta o detalhamento de cada ponto do

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 15ª Região 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

Leia mais

A CLT cuidou de definir expressamente o conceito de uma Convenção Coletiva de Trabalho, em seu artigo 611:

A CLT cuidou de definir expressamente o conceito de uma Convenção Coletiva de Trabalho, em seu artigo 611: Conceito Entende-se por Convenção Coletiva de Trabalho como sendo um acordo de caráter normativo, pactuado entre dois ou mais sindicatos representativos de categorias econômicas e profissionais, com o

Leia mais

FONTE. Fontes materiais DIREITO DO TRABALHO 24/02/2016 FONTES E PRINCÍPIOS MATERIAL

FONTE. Fontes materiais DIREITO DO TRABALHO 24/02/2016 FONTES E PRINCÍPIOS MATERIAL FONTES E PRINCÍPIOS DIREITO DO TRABALHO Msc. Roseniura Santos CLT - Art. 8º - As autoridades administrativas e a Justiça do Trabalho, na falta de disposições legais ou contratuais, decidirão, conforme

Leia mais

FONTES DO DIREITO DIREITO DO TRABALHO FONTES FORMAIS DO DIREITO DO TRABALHO FONTES FORMAIS DO DIREITO DO TRABALHO 2

FONTES DO DIREITO DIREITO DO TRABALHO FONTES FORMAIS DO DIREITO DO TRABALHO FONTES FORMAIS DO DIREITO DO TRABALHO 2 FONTES DO DIREITO Fontes materiais referem-se aos fatores sociais, econômicos, políticos, filosóficos e históricos que deram origem ao Direito, DIREITO DO TRABALHO influenciando na criação das normas jurídicas;

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO PROCESSO nº 0000073-50.2016.5.12.0034 (ROPS) RECORRENTE: VES COMERCIO DE ALIMENTOS EIRELI - ME RECORRIDO: SIND DE HOTEIS

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA. Reunião UGT

REFORMA TRABALHISTA. Reunião UGT REFORMA TRABALHISTA Reunião UGT Aumento da multa pelo não registro de trabalhadores: CLT PL 6787/2016 O valor da multa administrativa para as empresas que não registram seus empregados é de um salário

Leia mais

O TRT da 15ª Região, pelo acórdão de fls. 1313/1324, deu provimento parcial aos Recursos Ordinários do Reclamante e da Reclamada.

O TRT da 15ª Região, pelo acórdão de fls. 1313/1324, deu provimento parcial aos Recursos Ordinários do Reclamante e da Reclamada. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMEA/apm RECURSO DE REVISTA - HORAS IN ITINERE. ALTERAÇÃO DA BASE DE CÁLCULO. NEGOCIAÇÃO COLETIVA. IMPOSSIBILIDADE. É inválida a norma coletiva que, em prejuízo ao trabalhador,

Leia mais

Direito do Trabalho A Professora Simone Batista

Direito do Trabalho A Professora Simone Batista AULA: FONTES DO DIREITO DO TRABALHO FONTE = ( FONS) LATIM, NASCENTE, MANANCIAL. SENTIDO COMUM= Significa origem, procedência, nascente, mina manancial. SENTIDO JURÍDICO = FONTE sugere o meio de criação

Leia mais

RECURSOS TRABALHISTAS MONITOR JEAN LUIZ

RECURSOS TRABALHISTAS MONITOR JEAN LUIZ TRABALHISTAS MONITOR JEAN LUIZ Efeitos dos recursos Conceito- é a forma pela qual a parte pode obter o reexame de uma decisão. Efeitos: Devolutivo- é inerente a todos recurso. Suspensivo- suspende os efeitos

Leia mais

PARECER JURÍDICO COOPERATIVAS DE CRÉDITO. EMPREGADOS. NATUREZA DA RELAÇÃO EMPREGATÍCIA. INAPLICABILIDADE DO ART. 224 DA CLT

PARECER JURÍDICO COOPERATIVAS DE CRÉDITO. EMPREGADOS. NATUREZA DA RELAÇÃO EMPREGATÍCIA. INAPLICABILIDADE DO ART. 224 DA CLT PARECER JURÍDICO COOPERATIVAS DE CRÉDITO. EMPREGADOS. NATUREZA DA RELAÇÃO EMPREGATÍCIA. INAPLICABILIDADE DO ART. 224 DA CLT Reginaldo Ferreira Lima Filho Um dos grandes questionamentos das cooperativas

Leia mais

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016 Funcionamento do comércio e questões trabalhistas 2 7 / 0 9 /

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016 Funcionamento do comércio e questões trabalhistas 2 7 / 0 9 / ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016 Funcionamento do comércio e questões trabalhistas 2 7 / 0 9 / 2 0 1 6 ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016 PRIMEIRO TURNO: 02 de outubro de 2016 (primeiro domingo de outubro) SEGUNDO TURNO:

Leia mais

Modernização das Leis Trabalhistas

Modernização das Leis Trabalhistas Modernização das Leis Trabalhistas Legislação trabalhista marcada por seu caráter protetivo e por sua rigidez. A CLT DE 1943 cumpriu o seu papel na proteção do trabalhador. Conflitos tirados das ruas,

Leia mais

Justifica-se a regressão de direitos trabalhistas na Europa diante da crise?

Justifica-se a regressão de direitos trabalhistas na Europa diante da crise? 1 6º Painel-A crise europeia e o Direito do Trabalho do 53º Congresso Brasileiro de Direito do Trabalho promovido pela LTr. Editora de 24 a 26 de junho de 2013 em São Paulo Justifica-se a regressão de

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. ROBERTO BALESTRA) Altera os parágrafos 2º e 3º do art. 58 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, a fim

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Direito Coletivo do Trabalho. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Direito Coletivo do Trabalho. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Direito Coletivo do Trabalho Prof. Hermes Cramacon Conceito: complexo de institutos, princípios e regras jurídicas que regulam as relações laborais de empregados e empregadores e outros

Leia mais

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PROCURADORIA-GERAL FEDERAL Procuradoria Federal junto ao IF Sudeste MG

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PROCURADORIA-GERAL FEDERAL Procuradoria Federal junto ao IF Sudeste MG DESPACHO nº 52/2013-AGU/PGF/PFE IF SUDETE MG 1 Ref.: Processo administrativo: nº 23355.000114/2013-68 2 Consulente: Diretoria Geral do câmpus Barbacena Autos processuais recebidos em gabinete: 11/03/2013

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO PELA UNIÃO (PGF), EM FACE DE DECISÃO PUBLICADA ANTES DA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014. PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO. ACORDO HOMOLOGADO

Leia mais

Indicações de bibliográficas: CLT. Leis e artigos importantes: OJ até 421 SÚMULAS TST até 444

Indicações de bibliográficas: CLT. Leis e artigos importantes: OJ até 421 SÚMULAS TST até 444 CURSO: OAB X EXAME - NOITE DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO PROFESSOR: JULIANA MONTEIRO AULA 01 BLOCO: 01- MATÉRIA: INTRODUÇÃO (LEI TRABALHISTA NO TEMPO E ESPAÇO, FONTES, EMPREGADO). Indicações de bibliográficas:

Leia mais

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADORA MARIA INÊS CUNHA DORNELLES Órgão Julgador: 6ª Turma

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADORA MARIA INÊS CUNHA DORNELLES Órgão Julgador: 6ª Turma 0000522-83.2011.5.04.0461 RO Fl. 1 DESEMBARGADORA MARIA INÊS CUNHA DORNELLES Órgão Julgador: 6ª Turma Recorrente: Recorrido: Origem: Prolator da Sentença: SINDICATO DOS TRABALHADORES DO ENSINO PRIVADO

Leia mais

REGIMES DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO DE TRABALHO

REGIMES DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO DE TRABALHO REGIMES DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO DE TRABALHO 1 1. EMENTA - Parecer sintético sobre COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO DE TRABALHO abrangendo aspectos gerais dos regimes de "BANCO DE HORAS", "SEMANA INGLESA" e "SEMANA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA EMENTA ADMINISTRATIVO. FGTS. DEMISSÃO SEM JUSTA CAUSA. LEVANTAMENTO DOS DEPÓSITOS. ARBITRAGEM. DIREITO TRABALHISTA. 1. Configurada a demissão sem justa causa, não há como

Leia mais

Prioridades e Recomendações ( ) Relações do Trabalho

Prioridades e Recomendações ( ) Relações do Trabalho Prioridades e Recomendações (2011-2014) Relações do Trabalho Documento de Trabalho SESSÃO TEMÁTICA Relações do Trabalho Indicador de importância das prioridades (Resultado da pesquisa de opinião realizada

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A AUTONOMIA PRIVADA COLETIVA NA JUSTIÇA DO TRABALHO. Guilherme Brandão Advogado

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A AUTONOMIA PRIVADA COLETIVA NA JUSTIÇA DO TRABALHO. Guilherme Brandão Advogado TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A AUTONOMIA PRIVADA COLETIVA NA JUSTIÇA DO TRABALHO Guilherme Brandão Advogado A autonomia privada coletiva complementa o princípio da liberdade sindical. É a manifestação

Leia mais

QUAL O INTERESSE DA PESSOA NUM CONFLITO? ADVERSÁRIO OU A SOLUÇÃO QUE LHE PAREÇA JUSTA.

QUAL O INTERESSE DA PESSOA NUM CONFLITO? ADVERSÁRIO OU A SOLUÇÃO QUE LHE PAREÇA JUSTA. O ACESSO À JUSTIÇA QUAL O INTERESSE DA PESSOA NUM CONFLITO? ADVERSÁRIO OU A SOLUÇÃO QUE LHE PAREÇA JUSTA. A CONDENAÇÃO DO NO PRIMEIRO CASO, TÍPICO DE MATÉRIA PENAL, SOMENTE O ESTADO PODE PRODUZIR O RESULTADO

Leia mais

A C Ó R D Ã O 6ª T U R M A E M E N T A

A C Ó R D Ã O 6ª T U R M A E M E N T A A C Ó R D Ã O 6ª T U R M A E M E N T A CONTRIBUIÇÃO SINDICAL INDEVIDA PELAS MICROEMPRESAS INSCRITAS NO SIMPLES, CONFORME ARTIGO 149 DA CRFB C/C ARTIGO 3º, 4º, DA LEI 9.317/1996 E ARTIGO 5º, 8º, DA INSTRUÇÃO

Leia mais

PEDIDO DE VISTA NA INDICAÇÃO Nº 019/2010, DO PROJETO DE LEI Nº 7.327/2010, DE RELATORIA DO DR. SILVÉRIO SANTOS.

PEDIDO DE VISTA NA INDICAÇÃO Nº 019/2010, DO PROJETO DE LEI Nº 7.327/2010, DE RELATORIA DO DR. SILVÉRIO SANTOS. PEDIDO DE VISTA NA INDICAÇÃO Nº 019/2010, DO PROJETO DE LEI Nº 7.327/2010, DE RELATORIA DO DR. SILVÉRIO SANTOS. VOTO DE VISTA: FAUZI AMIM SALMEM PELA APROVAÇÃO DO CONTEÚDO DO PROJETO DE LEI E PARCIALMENTE

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO

DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO Atualizado em 13/01/2016 PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIO PROTETOR Nas relações empregatícios sempre existe o conflito entre o detentor

Leia mais

Interpretação ampla do conceito pela Justiça do Trabalho.

Interpretação ampla do conceito pela Justiça do Trabalho. Grupo Econômico Interpretação ampla do conceito pela Justiça do Trabalho. Necessário interesse integrado, efetiva comunhão de interesses e atuação integrada das empresas. Art.2º, 2 e 3. Horas Extras (tempo

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 7a TURMA REEXAME NECESSÁRIO EM DUPLO GRAU DE JURISDIÇÃO. ECT. NÃO CONHECIMENTO. A sentença proferida contra a ECT não está sujeita ao duplo grau de jurisdição, porquanto referida empresa não integra

Leia mais

Brasília, 09 de julho de 2013 NOTA JURÍDICA. Assunto: Publicação do Ofício-Circular nº 5/2013/SEGEP-MP

Brasília, 09 de julho de 2013 NOTA JURÍDICA. Assunto: Publicação do Ofício-Circular nº 5/2013/SEGEP-MP Brasília, 09 de julho de 2013 NOTA JURÍDICA Assunto: Publicação do Ofício-Circular nº 5/2013/SEGEP-MP A título de consulta, o ANFFA Sindical, SINDICATO NACIONAL DOS FISCAIS FEDERAIS AGROPECUÁRIOS, solicita

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO 00232-2007-101-04-00-5 RO Fl.1 EMENTA: CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL. TRABALHADORES ASSOCIADOS E NÃO-ASSOCIADOS. Na expressão do art. 513, e, da CLT, os sindicatos podem "impor contribuições a todos aqueles

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Horas In Itinere

Orientações Consultoria de Segmentos Horas In Itinere 28/07/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 8 6. Referências... 8 7.

Leia mais

1. PRINCÍPIOS E FONTES DO DIREITO DO TRABALHO

1. PRINCÍPIOS E FONTES DO DIREITO DO TRABALHO 1. PRINCÍPIOS E FONTES DO DIREITO DO TRABALHO (AJAJ TRT da 19ª Região FCC 2014) 001 A relação objetiva evidenciada pelos fatos define a verdadeira relação jurídica estipulada pelos contratantes, ainda

Leia mais

1. CONTRIBUIÇÃO SINDICAL: art. 8º, inciso IV, parte final, CF c/c arts. 578 e seguintes da CLT; 2. CONTRIBUIÇÃO CONFEDERATIVA: art.

1. CONTRIBUIÇÃO SINDICAL: art. 8º, inciso IV, parte final, CF c/c arts. 578 e seguintes da CLT; 2. CONTRIBUIÇÃO CONFEDERATIVA: art. 1 1. CONTRIBUIÇÃO SINDICAL: art. 8º, inciso IV, parte final, CF c/c arts. 578 e seguintes da CLT; 2. CONTRIBUIÇÃO CONFEDERATIVA: art.8º, inciso IV, CF; 3. CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL: art. 513, l, e, da

Leia mais

AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL

AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL OUTUBRO DE 2011 NOTA TÉCNICA AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL A Lei 12.506/11, publicada no Diário Oficial da União do dia 13 de outubro de 2011, amplia o aviso prévio dos atuais 30 dias para até 90 dias. Esta

Leia mais

Participação nos Lucros e Resultados Lei10.101/2000. João Roberto Liébana Costa

Participação nos Lucros e Resultados Lei10.101/2000. João Roberto Liébana Costa Participação nos Lucros e Resultados Lei10.101/2000 João Roberto Liébana Costa jcosta@viseu.com.br Constituição Federal, de 1988. CONCEITOS Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além

Leia mais

1. Dissídio Coletivo: - Acordo coletivo: negociação coletiva pelo sindicato dos empregados de uma determinada categoria, diretamente com uma empresa.

1. Dissídio Coletivo: - Acordo coletivo: negociação coletiva pelo sindicato dos empregados de uma determinada categoria, diretamente com uma empresa. 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Dissídio Coletivo PONTO 2: Dissídio Coletivo do Trabalho PONTO 3: Competência para Julgamento do Dissídio Coletivo 1. Dissídio Coletivo: - Acordo coletivo: negociação

Leia mais

Acórdão-6ªC RO

Acórdão-6ªC RO Acórdão-6ªC RO 03277-2009-038-12-00-8 TROCA DE UNIFORME. TEMPO À DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR. Os minutos despendidos pelo empregado para troca de uniforme, por se destinarem ao preparo para a execução dos

Leia mais

SENTENÇA. Diretor de Pessoal da Polícia Militar do Estado de São Paulo e outro

SENTENÇA. Diretor de Pessoal da Polícia Militar do Estado de São Paulo e outro fls. 71 SENTENÇA Processo Digital nº: 1027787-03.2015.8.26.0053 Classe - Assunto Mandado de Segurança - Reforma Impetrante: Celso Antonio dos Santos Impetrado: Diretor de Pessoal da Polícia Militar do

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/01 DISCIPLINA: DIREITO DO II PROFESSOR: FRANCISCA JEANE PEREIRA DA SILVA MARTINS TURMAS: 8

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 12ª

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 12ª PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 12ª Vara do Trabalho de Belém Travessa Dom Pedro I, 750, Praça Brasil, Umarizal, BELEM - PA - CEP: 66050-100 TEL.: (91) 40087177

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PARECER N

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PARECER N PARECER N 14.396 FADERS. Empregados Públicos. Função Gratificada. Incorporação. Súmula 372 TST. O presente expediente administrativo EA 556-1955/05-1 - tem origem em requerimento apresentado por JORGE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 15ª REGIÃO 02ª Vara do Trabalho de Bauru Processo nº:

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 15ª REGIÃO 02ª Vara do Trabalho de Bauru Processo nº: SENTENÇA Página: 1 Vistos etc. I. Relatório SINDICATO DOS TRABALHADORES, INSTRUTORES, DIRETORES EM AUTO ESCOLAS, CENTROS DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES A E B, DESPACHANTES, ASSOCIAÇÃO DE AUTO ESCOLAS E DESPACHANTES

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO E DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO DO TRABALHO E DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO EMENTA DIREITO DO TRABALHO E DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO DISCIPLINA: Teoria Geral do Direito do Trabalho CARGA-HORÁRIA: 10 horas EMENTA: Estudo sobre a introdução ao direito do trabalho, analisando

Leia mais

V JORNADA JURÍDICA CNTQ Nova Iguaçu RJ - 30 e 31/10 e 1/11/2014

V JORNADA JURÍDICA CNTQ Nova Iguaçu RJ - 30 e 31/10 e 1/11/2014 V JORNADA JURÍDICA CNTQ Nova Iguaçu RJ - 30 e 31/10 e 1/11/2014 1) Precedente Normativo 119 do TST Sumula 666, do STF 2) Orientação Jurisprudencial n 419, da SDC 1 3) A terceirização e a ação em trâmite

Leia mais

AULA 12 RECURSOS TRABALHISTAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 12 RECURSOS TRABALHISTAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 12 RECURSOS TRABALHISTAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO RECURSO ORDINÁRIO Art. 895, CLT - Cabe recurso ordinário para a instância superior: I - das decisões

Leia mais

Homologação no Processo Trabalhista

Homologação no Processo Trabalhista Homologação no Processo Trabalhista CÉLIO GO Y AT A Professor Catedrátioo de Direito do Trabalho da Faculdade de Direito da UFMG o Pequeno Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa registra:1 homologação,

Leia mais

Sindicato e Organização das OCEMG

Sindicato e Organização das OCEMG Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de MG - OCEMG Funções do sindicato patronal: Assistencial: no âmbito dos sindicatos patronais, essencialmente, e a assessoria na área jurídica e econômica.

Leia mais

Eis um breve relatório.

Eis um breve relatório. Brasília, 18 de Setembro de 2008. À Federação Nacional dos Médicos- FENAM. A/C EMENTA: Salário mínimo, vedação, base de cálculo, pagamento, adicional de insalubridade. Trata-se de parecer requerido pela

Leia mais

Modernização da Lei Trabalhista Brasileira

Modernização da Lei Trabalhista Brasileira Modernização da Lei Trabalhista Brasileira Liberdade, Segurança Jurídica e Simplificação SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI N. 6.787 DE 2016 DEPUTADO ROGÉRIO MARINHO (PSDB/RN) RELATOR Súmulas do TST Interpretações

Leia mais

PROCESSO Nº TST-AIRR A C Ó R D Ã O 4ª Turma GMFEO/BRF/CLJ/iap

PROCESSO Nº TST-AIRR A C Ó R D Ã O 4ª Turma GMFEO/BRF/CLJ/iap A C Ó R D Ã O 4ª Turma GMFEO/BRF/CLJ/iap AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. PROCESSO DE ALÇADA. VALOR ATRIBUÍDO À CAUSA INFERIOR AO DOBRO DO SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE À ÉPOCA. PROPORCIONALIDADE DO

Leia mais

Palestra: A função negocial das entidades sindicais sob a ótica do TST.

Palestra: A função negocial das entidades sindicais sob a ótica do TST. Palestra: A função negocial das entidades sindicais sob a ótica do TST. César Augusto de Mello: Consultor Jurídico da CNTQ Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Químico Presidente da Comissão

Leia mais

José Alberto Couto Maciel

José Alberto Couto Maciel SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PROÍBE A DISPENSA IMOTIVADA EM EMPRESAS PÚBLICAS ESTATAIS, SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA DA UNIÃO E DOS ESTADOS, MUNICÍPIOS E DISTRITO FEDERAL. José Alberto Couto Maciel Da Academia

Leia mais

CCT - CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CCT - CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CCT - CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO e FENATRACOOP - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES CELETISTAS NAS COOPERATIVAS NO BRASIL 01.11.2010 a 31.05.2011 CCT - CONVENÇÃO COLETIVA

Leia mais

1. COTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. COTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. COTEÚDO PROGRAMÁTICO Direito Individual do Trabalho 16h/a (4 encontros) Princípios do Direito do Trabalho Empregado ( art3, CLT) Empregados Bancários (art. 224, CLT e súmula 102, TST) Empregado Rural

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL-SP COMISSÃO DE DIREITO DESPORTIVO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL-SP COMISSÃO DE DIREITO DESPORTIVO ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL-SP COMISSÃO DE DIREITO DESPORTIVO JURISPRUDÊNCIA RECURSO DE REVISTA. CLÁUSULA PENAL. LEI Nº 9.615/98 (LEI PELÉ). INDENIZAÇÃO PREVISTA NO ART. 479 DA CLT. RESCISÃO

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A TRANSFERÊNCIA DEFINITIVA DE EMPREGADO PARA EMPRESA DO MESMO GRUPO ECONÔMICO E O SEU ENQUADRAMENTO SINDICAL

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A TRANSFERÊNCIA DEFINITIVA DE EMPREGADO PARA EMPRESA DO MESMO GRUPO ECONÔMICO E O SEU ENQUADRAMENTO SINDICAL TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A TRANSFERÊNCIA DEFINITIVA DE EMPREGADO PARA EMPRESA DO MESMO GRUPO ECONÔMICO E O SEU ENQUADRAMENTO SINDICAL Alain Alpin Mac Gregor Advogado É possível a transferência

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Jorge Fernando Gonçalves da Fonte Avenida Presidente Antonio Carlos 251 10o andar - Gabinete 17 Castelo RIO

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (6ª Turma) GMACC/rzm/m

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (6ª Turma) GMACC/rzm/m A C Ó R D Ã O (6ª Turma) GMACC/rzm/m RECURSO DE REVISTA. INDENIZAÇÃO PREVISTA NO ART. 14 DA LEI 5.889/73. REGIME DO FGTS. COMPATIBILIDADE. A jurisprudência desta Corte Superior firmou-se no sentido de

Leia mais

Processo: IRR Decisão do TST Nos termos do voto do Exmo. Ministro Relator, definir as teses jurídicas para o Tema Repetitivo

Processo: IRR Decisão do TST Nos termos do voto do Exmo. Ministro Relator, definir as teses jurídicas para o Tema Repetitivo Processo: IRR - 849-83.2013.5.03.0138 Decisão do TST Nos termos do voto do Exmo. Ministro Relator, definir as teses jurídicas para o Tema Repetitivo Nº 0001 - BANCÁRIO. SALÁRIO-HORA. DIVISOR. FORMA DE

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical ASPECTOS QUE ENVOLVEM A NEGOCIAÇÃO COLETIVA À LUZ DA LEGISLAÇÃO E CONFORME JURISPRUDÊNCIA DO TST

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical ASPECTOS QUE ENVOLVEM A NEGOCIAÇÃO COLETIVA À LUZ DA LEGISLAÇÃO E CONFORME JURISPRUDÊNCIA DO TST TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical ASPECTOS QUE ENVOLVEM A NEGOCIAÇÃO COLETIVA À LUZ DA LEGISLAÇÃO E CONFORME JURISPRUDÊNCIA DO TST Alain Alpin Mac Gregor Advogado A negociação coletiva é um processo

Leia mais

TURNOS INITERRUPTOS DE REVESAMENTO REFLEXOS DE PARCELAS SALARIAIS.

TURNOS INITERRUPTOS DE REVESAMENTO REFLEXOS DE PARCELAS SALARIAIS. IV JORNADA JURÍDICA CNTQ Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Químico TURNOS INITERRUPTOS DE REVESAMENTO REFLEXOS DE PARCELAS SALARIAIS. Gabriel Lopes Coutinho Filho Outubro/2013 Camboriú -

Leia mais

O TRT da 13ª Região, por meio do acórdão de fls. 427/432, negou provimento ao recurso ordinário interposto pelo

O TRT da 13ª Região, por meio do acórdão de fls. 427/432, negou provimento ao recurso ordinário interposto pelo Justiça do Trabalho Tribunal A C Ó R D Ã O (5ª Turma) GMABL/pmno RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO SOB A ÉGIDE DA LEI Nº 13015/2014. EMPREGADO ELEITO MEMBRO DA CIPA. ESTABILIDADE PROVISÓRIA. CONTRATO DE EXPERIÊNCIA.

Leia mais

PRESCRIÇÃO TRABALHISTA E A PROBLEMÁTICA DO AVISO-PRÉVIO INDENIZADO

PRESCRIÇÃO TRABALHISTA E A PROBLEMÁTICA DO AVISO-PRÉVIO INDENIZADO PRESCRIÇÃO TRABALHISTA E A PROBLEMÁTICA DO AVISO-PRÉVIO INDENIZADO Geandre Bucair Santos 1 A Constituição Federal/88, em seu artigo 7º, inciso XXIX, determina o prazo prescricional para que o empregado

Leia mais

Reforma Trabalhista: o que muda na vida do trabalhador?

Reforma Trabalhista: o que muda na vida do trabalhador? Reforma Trabalhista: o que muda na vida do trabalhador? O presidente Michel Temer sancionou nessa quinta feira, 13.07, a proposta de reforma trabalhista que havia sido aprovada pelas duas casas do Congresso

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO DE 2011

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO DE 2011 Page 1 of 6 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO DE 2011 06/12/2011 SALÁRIOS 07/12/2011 Pagamento de salários - mês de NOVEMBRO/2011 Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT.

Leia mais

RECURSO DE REVISTA. RITO SUMARÍSSIMO. HORAS EXTRAS. PERÍODO DESTINADO À TROCA DE UNIFORME. TEMPO À DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR. SÚMULA 366 DO TST.

RECURSO DE REVISTA. RITO SUMARÍSSIMO. HORAS EXTRAS. PERÍODO DESTINADO À TROCA DE UNIFORME. TEMPO À DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR. SÚMULA 366 DO TST. A C Ó R D Ã O 7.ª Turma GMDMA/LPS/eo RECURSO DE REVISTA. RITO SUMARÍSSIMO. HORAS EXTRAS. PERÍODO DESTINADO À TROCA DE UNIFORME. TEMPO À DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR. SÚMULA 366 DO TST. 1.1. Hipótese em que

Leia mais

DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA NA JUSTIÇA DO TRABALHO

DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA NA JUSTIÇA DO TRABALHO DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA NA JUSTIÇA DO TRABALHO Se negativa a providência supra, diante da responsabilidade dos sócios conforme artigos 592 e 596 do C.P.C c/c o inciso V do artigo 4º da

Leia mais

DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. INTERVALO INTRAJORNADA NÃO GOZADO - NORMA COLETIVA PREVENDO O PAGAMENTO APENAS DE ADICIONAL.

DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. INTERVALO INTRAJORNADA NÃO GOZADO - NORMA COLETIVA PREVENDO O PAGAMENTO APENAS DE ADICIONAL. A C Ó R D Ã O 2ª Turma GMRLP/nz/mme/th AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. INTERVALO INTRAJORNADA NÃO GOZADO - NORMA COLETIVA PREVENDO O PAGAMENTO APENAS DE ADICIONAL. Ante a razoabilidade da tese

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0022300-36.2009.5.01.0341 - RTOrd ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. BASE DE CÁLCULO. O STF há muito, repudia a adoção do salário mínimo como base de cálculo para qualquer outra relação

Leia mais

Wanda Pinho de Oliveira. Serviço Federal de Processamento de Dados SERPRO

Wanda Pinho de Oliveira. Serviço Federal de Processamento de Dados SERPRO ACÓRDÃO 6ª TURMA ANISTIA LEI 8878/94. A anistia concedida pela Lei 8878/94 em nenhum momento deferiu aos exempregados demitidos o direito à reintegração, mas sim a mera readmissão, sem qualquer efeito

Leia mais

PONTO 1: Fontes do Direito do Trabalho PONTO 2: Princípios 1. FONTES DO DIREITO DO TRABALHO. b.1) HETERÔNOMAS dispostas pelo legislador.

PONTO 1: Fontes do Direito do Trabalho PONTO 2: Princípios 1. FONTES DO DIREITO DO TRABALHO. b.1) HETERÔNOMAS dispostas pelo legislador. 1 DIREITO DO TRABALHO PONTO 1: Fontes do Direito do Trabalho PONTO 2: Princípios 1. FONTES DO a) MATERIAIS OU INFORMAIS São as fontes históricas. b) FORMAIS Há documentos. b.1) HETERÔNOMAS dispostas pelo

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 SUMÁRIO Capítulo I CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 1. Previsão normativa... 23 1.1. A tradição individualista na tutela dos direitos... 23 1.2. Surgimento e consolidação da tutela

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO

ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO 1.VARAs DO TRABALHO ÓRGÃO DE 1ª INSTÂNCIA. A Vara do Trabalho é a primeira instância das ações de competência da Justiça do Trabalho, sendo competente para julgar conflitos

Leia mais

: MIN. TEORI ZAVASCKI

: MIN. TEORI ZAVASCKI RECURSO EXTRAORDINÁRIO 895.759 PERNAMBUCO RELATOR RECTE.(S) RECDO.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :USINA CENTRAL OLHO D'AGUA S/A :CARLOS MÁRIO DA SILVA VELLOSO :SÉRGIO CARVALHO :MOISÉS LOURENÇO DA SILVA :JAIR

Leia mais

Capacitação de Lideranças Empresariais Sindicais. Módulo VI. Legislação Sindical

Capacitação de Lideranças Empresariais Sindicais. Módulo VI. Legislação Sindical 2009 Capacitação de Lideranças Empresariais Sindicais Módulo VI Legislação Sindical Iconografia: Conceitos e pontos de vista Organograma e Fluxograma Exemplos e exposições Comparação Atores e responsáveis

Leia mais

RELATÓRIO VOTO. Conhecimento. Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do recurso. Fundamentação

RELATÓRIO VOTO. Conhecimento. Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do recurso. Fundamentação PROCESSO TRT/SP Nº0007100-96.2009.5.02.0361 10ª TURMA Fls. 1 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: RECORRIDOS: ORIGEM: MARIA HELENA BARBOSA FERRAZ SCHIMIT IND COM IMP E EXPORTAÇÃO LTDA. E OUTRO 1ª Vara do Trabalho

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS JANEIRO DE Pagamento de salários - mês de DEZEMBRO/2010

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS JANEIRO DE Pagamento de salários - mês de DEZEMBRO/2010 Page 1 of 5 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS JANEIRO DE 2011 07/01/2011 SALÁRIOS Pagamento de salários - mês de DEZEMBRO/2010 Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT. FGTS Recolhimento

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (4.ª Turma) GMMAC/r4/rjr/r/h/j

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (4.ª Turma) GMMAC/r4/rjr/r/h/j A C Ó R D Ã O (4.ª Turma) GMMAC/r4/rjr/r/h/j RECURSO DE REVISTA. CONTRIBUIÇÕES SINDICAIS. A contribuição assistencial patronal constante de cláusula coletiva, imposta a toda a categoria econômica, viola

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 01. Dentre os aspectos peculiares aos órgãos jurisdicionais trabalhistas no Brasil, não se encontra: I - Não existem Varas do Trabalho especializadas em determinadas matérias,

Leia mais

NOVO TRCT Portaria 2.685/2011;

NOVO TRCT Portaria 2.685/2011; SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO NOVO TRCT Portaria 2.685/2011; Portaria 1.621/2010; Portaria 1.057/2012 Portaria 1.057/2012 (altera e complementa a Portaria 1.621/10, que instituiu os novos modelos do TRCT)

Leia mais

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula 001-005 Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Fontes Hierarquia (ordem de graduação) Autonomia (entre os diversos ramos) Aplicação (conflitos entre

Leia mais

Processo do Trabalho I

Processo do Trabalho I Processo do Trabalho I»Aula 5 Jurisdição e Competência Parte 1 Introdução Jurisdição Competência Em razão da Matéria Competência Funcional Jurisdição e competência da Justiça a do Trabalho I Introdução

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A nova Lei nº 11.442/2007 e a legislação trabalhista Alcio Antonio Vieira* Na data de 05 de janeiro de 2007, entrou em vigor a Lei nº 11.442/2007, revogando a Lei nº 6.813/1980 e

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (5ª Turma) GMCB/ean

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (5ª Turma) GMCB/ean A C Ó R D Ã O (5ª Turma) GMCB/ean RECURSO DE REVISTA. RITO SUMARÍSSIMO. GARANTIA CONSTITUCIONAL DE ESTABILIDADE PROVISÓRIA DA GESTANTE. PROTEÇÃO DA MATERNIDADE E DO NASCITURO. DEMORA NO AJUIZAMENTO DA

Leia mais

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: Nosso ordenamento jurídico estabelece a supremacia da Constituição Federal e, para que esta supremacia

Leia mais