INSTITUTO CIMAS DE IMAGEM E SAÚDE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO CIMAS DE IMAGEM E SAÚDE"

Transcrição

1 INSTITUTO CIMAS DE IMAGEM E SAÚDE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E MEDICINA NUCLEAR ANÁLISE DE IMAGENS RADIOLÓGICAS E DE EXAMES ODONTOLÓGICOS COM E SEM RADIAÇÃO IONIZANTE PARA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR. Maria José Vieira Duarte Tecnóloga em Radiologia Medica e pós-graduada do Curso de especialização em Tomografia Computadorizada e Medicina Nuclear do Instituto Cimas Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso de Pós Graduação em Tomografia Computadorizada e Medicina Nuclear, como parte dos requisitos exigidos para a conclusão do curso. Aluna: Maria José Vieira Duarte Orientadores: Prof. Marcelo Benedito Musciônico Prof.ª Me Vera Lucia Troiano Bognar Julho/2012

2 Resumo: O objetivo deste estudo é de realizar uma revisão sobre a Articulação Temporomandibular, sobre os novos métodos e das diferentes técnicas de imagens empregadas para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento, incluindo informações concernentes à aquisição de imagens, dose de radiação, procedimento e interpretação do exame para uma melhor avaliação para determinadas patologias orofaciais. Algumas pesquisas estão sendo realizadas para comprovar se o beneficio da imagem da tomografia computadorizada odontológica é valido em relação a outros exames de imagens devido à exposição do paciente a altas doses de radiação e/ou qual o melhor exame para avaliar tal patologia, já que o exame deve ser criterioso a fim de obter imagens confiáveis para um bom diagnóstico, ter baixo Custo, qualidade de imagem, menor dose de radiação, melhor avaliação e bem estar do paciente para um melhor planejamento de tratamento. Palavra Chave: ARTICULAÇÃO TEMPOROMANDIBULAR, TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA ODONTOLÓGICA, DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR. Abstract: The objective of this study is to perform a revision are on the Temporomandibular Joint, on new methods and different imaging techniques used for diagnosis, treatment and monitoring, including information related to imaging, radiation dose, procedure and interpretation of studies to better assess certain to orofacial pathology. Some research is being carried out to prove the benefit of dental CT image is valid in relation to other imaging exams due to patient exposure to high doses of radiation and or what the best test to evaluate this pathology, since the examination should be careful to obtain reliable images for a proper diagnosis, have a low cost, image quality, lower radiation dose, better assessment and welfare of the patient for better treatment planning. 1

3 1- INTRODUÇÃO 1.1 ARTICULAÇÕES TEMPOROMANDIBULAR (ATM) A ATM é a articulação que permite o movimento de abertura e fechamento da boca, assim como a lateralização e protrusão da mandíbula. Durante a fala, mastigação ou deglutição a ATM se movimenta. 20 Os principais ossos são: Maxila; Mandíbula; Temporal e o Sistema estomatognático que são formados pelos Ossos do crânio, mandíbula, maxila, hióide, clavícula, esterno, cintura escapular e vértebras cervicais. Alterações em qualquer um dos componentes desse sistema provocam reações e adaptações nos outros componentes. Como na ATM, ARTICULAÇÕES DENTO ALVEOLARES (ARTICULAÇÃO DOS DENTES), DENTES, COLUNA CERVICAL, ÁREA DOS SISTEMAS VASCULAR, LINFÁTICO E NERVOSO, MÚSCULOS E TECIDOS MOLES DA CABEÇA E DO PESCOÇO E MÚSCULOS DAS BOCHECHAS, DOS LÁBIOS E DA LÍNGUA 23 (Os músculos que agem diretamente na ATM são os abaixadores e elevadores da mandíbula. Os elevadoressão o Pterigóideo medial, o masseter e o temporal. Os abaixadores diretos são o pterigóideo lateral e o digástrico. Os músculos supra-hioideos são também abaixadores, mas não diretamente e exercem função secundária neste quesito. Dentre os supra-hioideos inclui-se, além do digástrico, o miloioideo, o genioglosso e o genioideo.) As estruturas passivas ou estáticas são representas por dois ossos bases, um superior fixo chamado maxilar e outro móvel denominado mandíbula, os quais se relacionam entre si através das ATMs, assim como por seus respectivos arcos dentários. Aos componentes ósseo-articulares temos que adicionar o osso hióide e certos ossos craniais, que correspondem em conjunto a estruturas sem motricidade própria. As estruturas ativas ou dinâmicas são estruturas que correspondem aos músculos esqueléticos ou voluntários com seu comando nervoso (componente neuromuscular), que representam aos verdadeiros motores do sistema. Ao entrar em atividade contráctil, põem em movimento as estruturas passivas potencialmente móveis (a mandíbula), através dos músculos mandibulares ou mastigatórios (conjunto muscular mandibular) e o hióide, através dos músculos infra e supra-hioideos (conjunto muscular hioideo). Além do mais existem grupos musculares localizados tanto por fora dos arcos ósseo-dentários (lábios e bochechas) como 2

4 por dentro (língua), os quais desempenham um trabalho muito importante nas diferentes funções que desenvolve o Sistema Estomatognático (conjunto muscular língua-lábiobochecha). Também se deve mencionar os músculos do pescoço (especialmente o grupo posterior), estes são músculos anti-gravitacionais que ajudam à adaptação postural do crânio sobre a coluna cervical durante as diferentes atividades funcionais do sistema (conjunto muscular crânio-cervical). As estruturas anexas correspondem às glândulas salivares, assim como aos componentes vasculares e linfáticos associados. Como se pode perceber trata-se de um sistema biológico caracterizado por uma heterogeneidade de tecidos e órgãos, que apresentam diferente composição histológica e embrionária, assim como distintas funções. No entanto, mais importante que considerar o funcionamento isolado de cada componente ou estrutura, é o enfoque integrativo de todo o sistema, que constitui uma unidade morfofuncional bem organizada e sincronizada. Esta ação de integração está a cargo do sistema nervoso mediante suas complexas vias e mecanismos de integração e controle. Funcionalmente então, se deve reconhecer o sistema estomatognático como uma unidade morfofuncional que é perfeitamente definível e indivisível com respeito ao resto do organismo e que, como tal, se deve compreender, diagnosticar e tratar. A figura 1 mostra a posição do disco articular que fica junto à cabeça da mandíbula (côndilo mandibular) e próximo ao ligamento, a função do disco é de agir como um amortecedor, entre o crânio e o côndilo. Figura 1: Imagem do côndilo, disco articular e ligamento. Fonte: 3

5 A função do disco é de fundamental importância para evitar contato entre as partes ósseas. A ATM é constantemente lubrificada pelo líquido sinovial (figura 2) Figura 2imagem da cabeça da mandíbula, fossa mandibular, disco articular e músculo pterigóideo. Fonte: 2 - Fatores Causais das Disfunções da ATM São muitos os fatores etiológicos da DTM (disfunção Temporomandibular) 24. As causas mais frequentes são: Má oclusão, Traumatismos (macro e micro traumas), Aceleração e desaceleração cervical (hiplash), Excessiva abertura de boca, Hábitos parafuncionais, Lassidão ligamentar. 25 e 26 A figura 3 mostra quando os dentes superiores (A) entram em contato com os dentes inferiores (B) formam a oclusão dental, responsável pela estabilidade da ATM no temporal (C) 22. Essa inadequação provocará dor tanto nas ATMs como nos músculos mastigadores, dificuldade de falar, de movimentar a mandíbula, dor de cabeça, ruídos nas ATMs, entre outros sinais e sintomas. 21 4

6 Figura 3 Músculos da ATM, dentes superiores, dentes inferiores e osso temporal. Fonte: 3 - Sintomas: Barros 14 relata que quando existe a disfunção o paciente apresenta sintomas, como dor na própria ATM, cefaléia (dores de cabeça), estalos ao abrir a boca, otalgia (dor no ouvido), dor articular, dor em região de face (muscular), limitação da abertura bucal, dor na coluna cervical, cansaço crônico ao acordar, dor durante a mastigação (principalmente de alimentos mais rígidos), zumbido, vertigens ou tonturas, sensação de ouvido tapado, sensação que não está escutando direito, ou ainda dor na mandíbula, etc.(figura 4). A disfunção da ATM está relacionada a hábitos comuns, como o apertamento dentário e o bruxismo (prender ou ranger), morder objetos estranhos, roer unhas, mastigar chicletes, postura da cabeça (para frente), o de prender o telefone com o queixo ou ainda apresentar fatores relacionados com o estresse, depressão e ansiedade ou eventos traumáticos. 14 Estes pacientes apresentam um quadro clínico muitas vezes obscuro, devido à complexidade anatomo-funcional da cabeça e o comprometimento emocional, envolvendo, no estudo desta doença vários especialistas como médico clínico, ORL, neurologista, cirurgião buco-maxilo-facial, dentista clínico, médico fisiatra, fonoaudiólogo, psiquiatra e também o psicólogo, pelo constante estresse e tensão emocional, já que a dor muscular causa tensão e depressão, criando-se assim um ciclo vicioso de dor-depressão, característico nos pacientes com dores crônicas.(prof. Dr. Nicolas Tenório Cabezas) 15 5

7 Figura 4 imagem de esforço sobre o disco articular Fonte: Patrícia Vieira - Fisioterapeuta Niterói, RJ, Brasil. 4 - Imagenologia da ATM: A obtenção de imagens confiáveis das estruturas que formam a ATM, sempre foi um desafio para os profissionais que trabalham no estudo e tratamento dos problemas que acometem essa articulação. As características anatômicas e as estruturas vizinhas que se superpõem na imagem são citadas como as principais causas das dificuldades de nítida visualização, não permitindo, muitas vezes, um diagnóstico correto e conclusivo. 11 Os exames radiológicos da ATM são destinados a: reconhecer ou confirmar as anomalias morfológicas ou funcionais; trazer elementos de diagnóstico para as estruturas discais; evitar tratamentos inadequados ou inúteis. 2 As imagens podem ser classificadas em as que utilizam radiação ionizante (radiografias, tomografias e artrografias); que não utilizam nenhum tipo de radiação (imagem por ressonância magnética) e que utilizam radioisótopos (cintilografia). 9 O grau de Desordens Temporomandibulares (DTM) é analisado a partir de um índice anamnésico do grau de abertura bucal e dos movimentos excêntricos (laterais e protrusivos) e do uso de um questionário preconizado sobre os sinais e sintomas de DTM (por Da Fonseca DM et al 1994)como exame complementar para a avaliação do grau de DTM, permitindo classificar o indivíduo, ainda em estágio precoce. 13 6

8 4.1- Radiografia Panorâmica: A técnica radiográfica convencional mais usada é a radiografia panorâmica (figura 5) e sua solicitação é anterior as técnicas mais sofisticadas, pela simplicidade, fácil acesso e baixo custo, embora com informações limitadas Tem uma grande importância como auxiliar de diagnóstico e é indicada quando se deseja ampla visão da maxila e mandíbula (os dois ramos ascendentes e côndilos podem ser vistos simultaneamente) e para analise das dimensões e formas anatômicas, ou quando a suspeita de processo degenerativo ou outras patologias ósseas, porem é contra indicada para interpretação funcional da ATM. Figura 5 radiografia panorâmica mostra a mandíbula, maxila e arcos dentários. Fonte: Figura 6: Comparando radiografia panorâmica e anatomia da face (c1, c2, c3 e c4: são as cervicais, numero 1: são os ramos da mandíbula e numero 2: osso hioideo) Fonte: 7

9 4.2 Radiografia em projeção Transcraniana: Este é o exame mais solicitado para avaliação das imagens da ATM quando se suspeita de desordem intra-articular, ou para verificar a capacidade de translação condilar. Possui custo relativo, porém tem como desvantagens a sobre posição das porções condilares (central e medial) a outras estruturas. 9 Para que se consiga a projeção mais adequada dos côndilos da mandíbula, será necessário que o ponto de entrada dos raios X seja acima das estruturas altamente radiopacas dos rochedos e na direção do longo eixo do côndilo (7 cm acima e 7cm atrás da articulação do lado oposto) isto permite que efetue-se três exposições (uma boca fechada (M.I.B), outra em repouso, e a terceira em abertura máxima), para a ATM dos lado direito e lado esquerdo. 1 (figura 7) O que se vê realmente da ATM são as estruturas intrinsecamente relacionadas com esta articulação, como: forame auditivo externo, o côndilo, a cavidade glenóidea e o tubérculo articular do temporal. A vantagem é a aceitação por todos os grupos de pacientes, devido às facilidades oferecidas. Entre as desvantagens estão: sobreposição de imagens e simulação de patologias inexistentes. 15 Tempo de exposição longo, o qual pode propiciar movimentação do paciente durante a realização da técnica. 7 O relacionamento do côndilo na fossa mandibular é distorcido porque a mandíbula é protruída quando é feita a exposição. 4 e 17 8

10 Figura 7 Radiografias de projeção Transcraniana de ATM 3 posições (frontal e lateral) imagens A,B,e C. As figuras abaixo representam o grau de abertura em cada tempo. Em A com a boca fechada, em B com a boca desencostada e em C maxima abertura. Estas radiografias mostram estruturas anatomicas normais. O estalo ocorre no instante em q o côndilo da mandibula se choca contra a eminência articular do osso temporal. Fonte: Tomografia Linear ou Planigrafia: Este exame mostra "fatias" da articulação (figura 8). Melhor visualização que nas radiografias convencionais. As principais desvantagens da tomografia são o tempo e o custo elevado e, como as radiografias convencionais mostram somente o osso. 9

11 Figura 8: imagem de uma tomografia linear ou planigrafia no plano sagital com boca fechada (A), plano coronal com boca fechada (B) e plano sagital da cabeça da mandíbula com a boca fechada (C). A - B - C - Fonte: Tomografia computadorizada É um método radiológico que permite obter a reprodução de uma secção do corpo humano, com finalidade diagnóstica. 19 A Tomografia Computadorizada (TC) representa a segunda revolução destes últimos anos em matéria de exploração da ATM em 2 posições, paciente boca fechada e boca aberta (figura 8). Este efeito é conseguido com um mecanismo que movimenta simultaneamente tubo de raios-x e filme, que são ligados por meio de uma haste rígida, em direções contrárias. Este método permite obter imagens de partes em cortes ou secções de um objeto enquanto só tecidos vizinhos são barrados propositalmente, livres de estruturas sobrepostas. 4 e 17 Apesar de nos anos 70 ser considerada um exame ideal para todas as estruturas da ATM, hoje ela tem sua indicação direcionada à pesquisa de detalhes da anatomia esquelética, delimitação de pequenas modificações ósseas, determinação da posição condilar e da forma e dimensões das estruturas esqueléticas dessa articulação, livres de superposição de qualquer outra estrutura. Ela tem as vantagens de fornecer uma imagem tridimensional da ATM e que corresponde à realidade com precisão, além de não ser invasiva. 5 Devido à posição da cabeça do paciente no aparelho, não é possível a tomada sagital, principal plano de interesse para avaliações funcionais da ATM. 11 Além disso, tem alto custo e o paciente é exposto a considerável radiação ionizante. 10

12 Figura 9: Imagens de Tomografia Computadorizada Odontológico da Articulação Temporomandibular Fonte:http://www.odontoimagem.odo.br Ressonância Magnética A Ressonância Magnética (RM) tem as vantagens de visualizar todos os tecidos (discos, músculos, vasos, etc.), ter ponderações diferentes e estudo direcional sem deslocamento do paciente, ela não causa efeitos secundários conhecidos no organismo, tendo um campo magnético muito intenso 2 e18 e faz em 2 posições: boca fechada (figura 9) e boca aberta (figura 10) 11

13 A RM tem sido aceita como uma modalidade precisa para a avaliação de várias anormalidades da ATM como: avaliação da displasia do disco articular. 6 degeneração, inflamatórias no ligamento posterior do disco, entre outras. 10 As indicações clínicas da RM seriam: patologias intercapsulares, visualização do disco, luxações discais anteriores irredutíveis, patologia articular, derrames intrarticulares, artropatias inflamatórias, artrose, osteófitos, desaparecimento da cortical óssea subcondreal. 2 Figura 10 e 11: imagens de Ressonância Magnética da ATM com a boca fechada e boca aberta Fonte: Cintilografia Óssea Para o diagnóstico, tratamento e investigação de determinadas doenças, a medicina nuclear utiliza-se da aplicação de diferentes isótopos radioativos. O elemento químico fixa-se onde houver maior atividade osteoblástica e é localizado por um aparelho mapeador. 9 Apresenta as vantagens de não ser invasivo, não ter riscos e ser capaz de detectar lesões muito antes que as radiografias. A radiação que o paciente recebe é muito menor em relação às radiografias convencionais 9 A desvantagem é de não ser específica, requerendo freqüentemente outro exame para confirmação da natureza do problema e posterior plano de tratamento 9 12

14 4.7 - Eletromiografia de superfície A eletromiografia é a técnica em que agravação dos potenciais de ação das fibras musculares em contração é colocada em um meio de exibição; ela representa um novo paradigma para avaliar e tratar a energia dos músculos. 12 O estudo do paciente, antes do início de qualquer terapia deve ser medido e gravado para comparação de seu estado antes, durante e após o tratamento, o que determina a efetividade da nossa intervenção terapêutica. 12 Tendo a vantagem de ter a capacidade de regular, contar e analisar os movimentos grosseiros e refinados da mandíbula, monitorando os sons da articulação e a atividade dos músculos mastigatórios, permitindo ao cirurgião-dentista adotar uma posição oclusal medida com o conhecimento das implicações dos músculos mastigatórios na própria oclusão, além de ser uma técnica não invasiva e não interferir na função natural. 12 O teste de SEMG funcional permite quantificar assimetrias musculares e atividade muscular em abertura e fechamento. Lembrando sempre que a eletromiografia é um elemento a mais para o estabelecimento do diagnóstico e não deve ser usado isoladamente Artrografia A artroscopia da ATM pode ser dividida em duas categorias: diagnostica e operativa (americanassociationof oral e maxilofacial surgeons apud mazzonetto). A artroscopia diagnostica nada mais é do que a visualização direta dos tecidos articulares e é usada para diagnosticar mudanças patológicas nas articulações. Indicações dores articulares persistentes e inexplicáveis que não respondem ao tratamento conservador; para confirmar a presença de uma alteração detectada clinicamente e que não pode ser diagnosticada por outro de avaliação; quando necessita de biopsia de uma lesão ou doença. 8 O objetivo primário do artrograma é avaliar o disco, a extensão do movimento discal e a sua integridade. 4 Consiste na injeção de um meio de contraste no espaço supra ou infra discal da ATM é seguida de avaliação radiográfica simples ou tomográfica para visualização do contorno do disco e superfícies articulares (figura 11). 9 13

15 Durante o exame se houver extravasamento do contraste para outro compartimento diagnostica-se uma perfuração no disco ou nos ligamentos retrodiscais. 8 Porém existem relatos que os resultados podem ser falso-positivos. 9 Apresenta as desvantagens de o paciente poder apresentar desconforto local por alguns dias após o procedimento, não poder ser realizado em presença de infecção aguda ou em pacientes com hipersensibilidade ao contraste iodado. Somente a artrografia pode estabelecer com exatidão suas relações tanto com a boca fechada, como durante os movimentos de abertura. Infelizmente, os diversos inconvenientes deste exame limitam sua utilização. 2 Figura 12 imagens de Artrografia da ATM de boca aberta (A) e boca fechada (B) A - B - Fonte: 5 DISCUSSÃO As imagens da ATM devem ser sempre bilaterais para haver comparação entre os lados. O ideal seria que uma única modalidade de exame pudesse fornecer todas as informações para todos os casos e situações A RM é um ótimo exame para os tecidos da ATM, tendo as vantagens de não ser um exame invasivo e produzir imagens de excelente qualidade e resolução, não se conhecendo efeitos colaterais e tendo como sua desvantagem o alto custo 5,11 e 18. Apesar da não ser 14

16 invasivo, este exame é contraindicado para pacientes portadores de clips vasculares intracerebrais ferromagnético; corpos estranhos ferromagnéticos intracerebrais e ocular; clips cardíacos; bombas implantadas, pacientes claustrófobos; gravidez nos três primeiros meses, eletrodos implantados, aparelhos ortodônticos, próteses com ligas não preciosas podem provocar artefatos nas imagens. 2 Para o exame da ATM, a TC é específica para os tecidos duros, não é invasiva e dá riqueza de detalhes em imagens tridimensionais. 5 Comparando-a com a ressonância magnética vê se que esta retrata a anatomia dos tecidos moles da articulação temporomandibular com maior riqueza de detalhes, enquanto a TC tem a sua indicação específica para estrutura óssea. A artografia é uma técnica que nos mostra a perfuração de disco e ligamentos retro discais e também o deslocamento de disco com auxílio de contrastes. 8 e 9 Porém, existem relatos de falso positivos, além de causar desconforto local por alguns dias após o procedimento. 9 A artrografia apresentou-se superior no diagnóstico do deslocamento do disco articular. 8 As radiografias simples nos dão poucos detalhes da região, não sendo muito indicadas para o estudo das DTMs. 9 A cintilografia estuda o metabolismo ósseo, não sendo específica para a região da ATM, requerendo outra técnica para confirmação do diagnóstico. Apresenta as vantagens de não ser invasiva, não ter riscos e ser capaz de detectar lesões muito antes das radiografias. 9 A eletromiografia estuda os músculos da mastigação, porém não deve ser usada isoladamente. 6 - Conclusão: O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão comparativa entre os exames de imagem para melhor visualização de ATM (Articulação Temporomandibular / Disfunção temporomandibular) evidenciando quais dos métodos de imagem apresentam mais vantagens para o diagnostico, tratamento e acompanhamento da patologia. Mesmo com as Inovações em imagens digitais que estão mudando métodos comuns e com os avanços na geração de equipamentos odontológicos que dão confiabilidade e precisão 15

17 no diagnóstico com imagens de alto padrão, qualidade, sem sobreposição de estruturas e sem distorções ajudam muito no tratamento ortodôntico, mas ainda há a preocupação com o alto custo e alta dose no paciente. Com a Tomografia Computadorizada Odontológica é possível obter reconstruções de todas as tomadas radiográficas convencionais odontológicas (panorâmica, telerradiografias em norma lateral e frontal, oclusal, periapicais e Atms), que são somadas às reconstruções multiplanares e em 3D e foi desenvolvido para obtenção de imagens com alto padrão de qualidade, menor dose de radiação, menor custo e aplicação na Odontologia, uma vez que obtém imagens de áreas pequenas, e isso é muito importante para qualquer profissional da área. Apesar do alto custo dos aparelhos, a tendência é que a tomografia computadorizada odontológica seja cada vez mais solicitada para exames imaginologicos na Odontologia. Pode-se concluir que com o avanço tecnológico, a redução da exposição à radiação e a ótima qualidade da imagem, apontam para uma utilização mais abrangente dando ênfase ao exame de Tomografia Computadorizada Odontológica que tem maior potencial para fornecer informações complementares em 3D. Mas ainda é um método novo, não há muitos estudos ou artigos na área de Radiologia odontológica afirmando qual o melhor método de diagnostico para disfunção temporomandibular, mas as pesquisas mostram a eficiência do equipamento e o interesse dos profissionais em aperfeiçoar o diagnostico de ATM / DTM na área odontológica sempre preocupados com o bem estar do paciente e o custo do exame. 7 Referências: 1 - ALVARES, L.C; TAVANO, O. Curso de radiologiaem odontologia. 2. ed. São Paulo; Santos,1990.P ARELLANO, J.C.V. Ressonância nuclearmagnética no diagnostico e controle dotratamento das disfunções da articulaçãotemporomandibular.jbras Oclusão, ATM,Dor Orofacial,Curitiba, v.1, n.3, p jul/set,

18 3 - ARELLANO, J.C.V. Tomografia Computadorizada(T.C) no diagnostico e controle do tratamentodas disfunções da articulaçãotemporomandibular. J Bras Oclusão, ATM,Dor Orofacial, Curitiba, v.1,p ,out/dez, FREITAS, A; ROSA, J.E; SOUZA, I.F. RadiologiaOdontológica. 5. Ed.São Paulo; artesmedicas, 2000.p GORGU,M; ERDOGAN,B; AKOZ,T; KOSAR,U;DAG,F. Three-dimensional computedtomography in evaluation of ankylosis of thetemporomandibular joint. Scand J PlastReconstr Hand Surg, 2000; 34: KOYAMA, J; ITO, J; HAYASHI, T; KOBAYASHI, F.Synovial chondromatosis in thetemporomandibular joint complicated bydisplacement and calcification of the articulardisk: report of two cases. Am J Neuroradiol,2001; 22: MAGALHÃES,J.C, A; PEREIRA, M.F; FREITAS, C;VAROLI, O.J. A radiografia panorâmica esua importância nos diagnósticos dasfraturas mandibulares. RPG, v.2, n.2,p.66-71,abr/maio/jun, MAZZONETTO, R.; SPAGNOLI, D.B. Artroscopiapara o tratamento dos desarranjos emtermos da articulação temporomandibular.revassoc Paul CirDent. São Paulo,v.55, n.5, p , set/out, MORAES, L.C; DUARTE, M.S. R; MEDICI FILHO, E;MORAES, M.E. L Imagens da ATM-Técnicas deexame. J BrasOrtopFacial, Curitiba, v.6, n.36, p , nov/dez, SUENAGA, S; ABEYAMA, K; INDO, H;SHIGETA, K; NOIKURA, T.Temporomandibular disorders: MRassessment of inflamatory changes inposterior disk attachment during themenstrual cycle. J ComputAssistTomogr,Philadelphia, v.25, n.3,p ,

19 11 - VITRAL, R.W. F; TELLES, C.S. A utilização datomografia computadorizada na articulaçãotemporomandibular. J Bras Oclusão, ATM,DorOrofacial, Curitiba, v.1, n.1,p.76-79, jan/mar, YAVICH, L.G. Eletromiografia de superfície nodiagnóstico e controle do tratamento dasdisfunções temporomandibulares. J BrasOclusão, ATM, DorOrofacial, Curitiba,v.1,n.3, p , jul/set, Da Fonseca DM, Bonfante G, Valle AL, de Freitas SFT. Diagnóstico pela anamnese da disfunção craniomandibular.revgauch de Odontol. et al 1994;4(1): Dra. Ivanise Barros, formação acadêmica na Universidade Federal de Alagoas (1993) especialista em Clínica de Dor na UNIFACS e Mestre na área de Estomatologia (tema: patologias da ATM em indivíduos com doença falciforme. Mais precisamente à presença de necrose da cabeça da mandíbula) 15 - Prof. Dr. Nicolas TenorioCabezasEspecialista em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial pelo Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial e em Dor Oro-facial e Disfunção da ATM pelo Conselho Federal de Odontologia CAVALCANTI, M. G.; LEW, D.; ISHIMARU, T.; RUPRECHT, A. M R imaging of temporomandibular joint: a validation experiment in vitro. Acad. Radiol., Reston, v., BARCLAY, P.; HOLLENDER, L.; MARAVILLA. K. R.; TRUELOVE, E.L. Comparison of clinical and magnetic resonance imaging diagnoses in patients with disk displacement in temporomandibular joint. Oral Surg. Oral Med. Oral Pathol.Oral Radiol.Endod, St. Louis 18

20 19-CROWLEY, C.; WILKINSON, T.; PIEHSLINGER, E.; WILSON, D.; CZERNY, C. Correlations between anatomic and MRI sections of human cadaver temporomandibular joints in the coronal and sagittal planes. J. Orofac. Pain, Carol Stream, 20- DWORKIN, S. F.; LERESCHE, L.; FRICTON, J. R.; HOLLENDER, L.; HUGGINS, K. H.; MOHL, N. D. et al. Research diagnostic criteria for temporomandibular disorders: review, criteria, examinations and specifications, critique. J. Craniomand Dis. Fac. Oral Pain, Carol Stream, 21-Goodfriend DJ. 1. Symptomatology and treatment of abnormalitiesof the mandibular articulation. Dent Cosmos Monson GS. Occlusion as applied to crown and bridge work.natl Dent AssocJ. 23-Costen JB. A syndrome of ear and sinus symptoms dependentupon disturbed function of the temporomandibular joint Ann OtolRhinolLaryngol. 1997; 24- SHORE, N.A. Occlusal equilibration and temporomandibular joint dysfunction. Philadelphia: Lippincott, NORKIN, C.; WHITE, J. Manual de goniometria. ARTICULAÇÕES ESTRUTURA E FUNÇÃO Ed.Revinter, 2 edição, BELL, W.E. Clinical Management of temporomandibular disorders classification, diagnosis, management. Chicago, Year Book Medical, SCHWARTZ, L. Disorders of the temporomandibular joint Philadelfia: W.B. Saunders,

21 DERKSEN, A.A.D.; BOSMAN, F. Enigeaspectenbetreffende het pijn-dysfunctioesyndroom.nederlandstijdschriftvoortandheelkunde, v.72, n.102, 1965 apud DE WIJER, A. Distúrbios temporomandibulares e da região cervical. São Paulo: Santos, LEE, W.Y.; OKESON, J.P.The relationship between forward head posture and temporomandibular disorders.j Orofac Pain HANSSON, T.; HONÉE, W.; HESSE, J. Craniomandibulairedysfunctie.Alphenaan de Rijn/Brussel: SamsonStafleu, 1985 apud DE WIJER, A. Distúrbios temporomandibulares e da região cervical. São Paulo: Santos, Santos, 1998 DE WIJER, A. Distúrbios temporomandibulares e da região cervical. São Paulo: Santos, WIJER, A. Distúrbios temporomandibulares e da região cervical. São Paulo: Reis SSPM, Carvalho PL, Reis HSM. Processo estilóide alongado relato de dois casos. J BrasOclus ATM & Dor Orofac 2001 Arellano JCV. Metodologia no diagnóstico da disfunção da articulação temporomandibular. J BrasOclus ATM & Dor Orofac 2002 Trevisan DRS. Análise dos aspectos do complexo estilohióideo na radiografia panorâmica. J BrasOclus ATM & Dor Orofac 2002 Arellano JCV. Metodologia no diagnóstico da disfunção da articulação temporomandibular. J BrasOclus ATM & Dor Orofac (Departamento Científico: Endodontia - Douglas G. Negreiros Cortez, Estomatologia - Antônio Carrilho Neto, Implantodontia - JurandyrAlvino da Silva Junior, 20

MEIOS DE DIAGNÓSTICO DAS DESORDENS TEMPOROMANDIBULARES DIAGNOSTIC METHODS FOR THE EVALUATION OF TEMPOROMANDIBULAR DISORDERS

MEIOS DE DIAGNÓSTICO DAS DESORDENS TEMPOROMANDIBULARES DIAGNOSTIC METHODS FOR THE EVALUATION OF TEMPOROMANDIBULAR DISORDERS Rev. Cir. Traumat. Buco-Maxilo-Facial, v.2, n.1, P. 49-57, Jan/jun - 2002 MEIOS DE DIAGNÓSTICO DAS DESORDENS TEMPOROMANDIBULARES DIAGNOSTIC METHODS FOR THE EVALUATION OF TEMPOROMANDIBULAR DISORDERS Belmiro

Leia mais

* Disfunção da Articulação Temporo-Mandibular (ATM) e Dores Faciais *

* Disfunção da Articulação Temporo-Mandibular (ATM) e Dores Faciais * * Disfunção da Articulação Temporo-Mandibular (ATM) e Dores Faciais * Para ajudá-lo a tomar decisões corretas sobre sua saúde, saiba um pouco mais sobre esta disfunção. A Disfunção da ATM é o funcionamento

Leia mais

DTM - Aspectos Clínicos: Odontologia e Fisioterapia

DTM - Aspectos Clínicos: Odontologia e Fisioterapia DTM - Aspectos Clínicos: Odontologia e Fisioterapia Uma parcela da população sempre procura os serviços odontológicos pela presença de dores, porém muitas dessas dores não são de origem dentária, mas sim

Leia mais

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs Ana Carla Rios O Exame do Sistema Estomatognático utilizando a análise oclusal é parte importante do processo diagnóstico

Leia mais

HIPERMOBILIDADE X DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR: CASO CLÍNICO

HIPERMOBILIDADE X DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR: CASO CLÍNICO HIPERMOBILIDADE X DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR: CASO CLÍNICO Gustavo Dias Gomes da Silva(1); Alieny Cristina Duarte Ferreira (2); Ana Isabella Arruda Meira Ribeiro (3); Alcione Barbosa Lira de Farias (4);

Leia mais

Semiologia Ortopédica Pericial

Semiologia Ortopédica Pericial Semiologia Ortopédica Pericial Prof. Dr. José Heitor Machado Fernandes 2ª V E R S Ã O DO H I P E R T E X T O Para acessar os módulos do hipertexto Para acessar cada módulo do hipertexto clique no link

Leia mais

Relato de um Caso Clínico atendido no Projeto ATM

Relato de um Caso Clínico atendido no Projeto ATM Relato de um Caso Clínico atendido no Projeto ATM Paciente: J. B. L. Idade: 27anos Sexo: feminino Profissão: desempregada Tipo Facial : Braquifacial Classificação de Angle: classe I Leucoderma Queixa Principal

Leia mais

Princípios de OCLUSÃO

Princípios de OCLUSÃO Aperfeiçoamento em Prótese Convencional e sobre Implantes Bibliografia Recomendada HOBO, S. et al. Osseointegração e Reabilitação Oclusal. 1 ed. São Paulo: Quintessence, 1997. Princípios de OCLUSÃO Princípios

Leia mais

ANALISE DO ÍNDICE DE DISFUNÇÕES TEMPOROMADIBULARES NOS ALUNOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA FAP

ANALISE DO ÍNDICE DE DISFUNÇÕES TEMPOROMADIBULARES NOS ALUNOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA FAP ANALISE DO ÍNDICE DE DISFUNÇÕES TEMPOROMADIBULARES NOS ALUNOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA FAP ALMEIDA, A.A; FELIPE, D.M. RESUMO A síndrome da disfunção da ATM causada por processos multifatoriais, entre

Leia mais

- ADITEME - Atendimento Especial de Pacientes com Disfunção da Articulação Temporomandibular. Conceitos Restauradores de Oclusão: - Relação Cêntrica;

- ADITEME - Atendimento Especial de Pacientes com Disfunção da Articulação Temporomandibular. Conceitos Restauradores de Oclusão: - Relação Cêntrica; Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Odontologia Extensão Universitária - ADITEME - Atendimento Especial de Pacientes com Disfunção da Articulação Temporomandibular Conceitos Restauradores de Oclusão:

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso

Trabalho de Conclusão de Curso Trabalho de Conclusão de Curso Conhecimento dos cirurgiões-dentistas da Grande Florianópolis sobre a Disfunção Temporomandibular em crianças. Ana Carolina Teixeira Fonseca Ferreira Universidade Federal

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA CETASE

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA CETASE FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA CETASE CENTRO DE ESTUDOS E TRATAMENTO DAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS DO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO Área de Prótese Fixa e Escultura Dental FICHA CLÍNICA 1 - Dados Pessoais

Leia mais

DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR: UMA ABORDAGEM FISIOTERAPEUTICA RESUMO

DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR: UMA ABORDAGEM FISIOTERAPEUTICA RESUMO DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR: UMA ABORDAGEM FISIOTERAPEUTICA ADRIELE FERNANDA BARBERA BASSI adrielebassi@hotmail.com REGIANE SAYURI MORIMOTO regiane_sayuri@hotmail.com RESUMO ANA CLÁUDIA DE SOUZA COSTA

Leia mais

Importância do exame radiográfico

Importância do exame radiográfico Exames e Indicações Importância do exame radiográfico O exame radiográfico de rotina associado ao exame clínico é a maneira mais efetiva de se obter o índice diagnóstico de 100% de cárie (segundo Estevam

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA RELAÇÃO DE RESUMOS DE MONOGRAFIAS E ARTIGOS DE PÓS- GRADUAÇÃO Lato sensu - Daniela Cristina dos Santos Alves O Uso do Spray de Fluorometano no Tratamento Prof. D. Sc.

Leia mais

Caso clínico: DTM articular

Caso clínico: DTM articular Caso clínico: DTM articular Profa. Ana Cristina Lotaif. São Paulo, SP http://www.clinicaacl.com Descrição: Paciente BXM, sexo feminino, 25 anos, advogada, apresentou-se para exame com queixa de dificuldade

Leia mais

LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO

LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO PUC MINAS FAC. DE ODONTOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO - 2007 LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ESTOMATOLOGIA Profª. Franca Arenare Jeunon (Coordenadora) - Mestre Prof. Carlos Roberto Martins - Doutor

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL SUB- PATOLOGIA GERAL E ORAL Estomatologia Métodos de Diagnóstico I e II Processos Patológicos PROGRAMA SUGERIDO (PROVA ESCRITA / DIDÁTICA / PRÁTICA) - TEMAS 1. Cistos dos maxilares. 2. Neoplasias benignas

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Dentistas-Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia-Alteração RESOLUÇÃO

Leia mais

Hérnia de Disco: diagnóstico e tratamento

Hérnia de Disco: diagnóstico e tratamento ANO 2 Hérnia de Disco: diagnóstico e tratamento Direção: Dr José Goés Instituto da Dor Criação e Diagramação: Rubenio Lima 85 8540.9836 Impressão: NewGraf Tiragem: 40.000 ANO 2 Rua: Henriqueta Galeno,

Leia mais

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Cervical Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Cervical Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Cervical Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada A coluna cervical consiste em diversas

Leia mais

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: RADIOLOGIA Código: ODO-14 Pré-requisito: ANATOMIA

Leia mais

Especialidades Odontológicas

Especialidades Odontológicas Especialidades Odontológicas Urubatan Medeiros Doutor (USP) - Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária (UERJ/UFRJ) - Consultor do Ministério da Saúde I - Introdução A Odontologia

Leia mais

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES 21/06/2014 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE PLACAS MIORRELAXANTE NO TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES TEMPOROMANDIBULARES

A UTILIZAÇÃO DE PLACAS MIORRELAXANTE NO TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES TEMPOROMANDIBULARES 5 A UTILIZAÇÃO DE PLACAS MIORRELAXANTE NO TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES TEMPOROMANDIBULARES USE OF MYORELAXANT PLATES ON TREATMENT OF TEMPOROMANDIBULAR DISORDENS VIANA SILVA, Jéssika Pereira 1 ; MIGUITA, Fernanda

Leia mais

ANEXO IV CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ANEXO IV CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Curso de Especialização em: Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial Disciplina: Diagnóstico por Imagem da Articulação Temporomandibular. : I. Conceituar radiografias da ATM, explicando-as; II. Identificar

Leia mais

LINK CATÁLOGO DE EXAMES

LINK CATÁLOGO DE EXAMES Porque pedir um exame radiográfico? LINK CATÁLOGO DE EXAMES O exame radiográfico é solicitado para a visualização clinica das estruturas ósseas da cavidade bucal. Para isso, existem as mais diversas técnicas

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista

Assessoria ao Cirurgião Dentista Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna a Papaiz edição IV agosto de 2014 Escrito por: Dr. André Simões, radiologista da Papaiz Diagnósticos Odontológicos por Imagem 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas.

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA RESOLUÇÃO CFO-160, DE 2 DE OUTUBRO DE 2015 Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. O presidente do Conselho Federal

Leia mais

Radiografia Panorâmica

Radiografia Panorâmica Unidade Clínica I Radiografia Panorâmica 18.10.2012 1 Introdução A radiografia panorâmica (também chamada de ortopantomografia) produz uma só imagem, tomográfica, das estruturas da face, incluindo as arcadas

Leia mais

I - Criação das especialidades: 1. ACUPUNTURA Aprovado. 2. HOMEOPATIA Aprovado. 3. HIPNOSE Aprovado. 4. TERAPIA FLORAL Aprovado

I - Criação das especialidades: 1. ACUPUNTURA Aprovado. 2. HOMEOPATIA Aprovado. 3. HIPNOSE Aprovado. 4. TERAPIA FLORAL Aprovado I - Criação das especialidades: 1. ACUPUNTURA Aprovado 2. HOMEOPATIA Aprovado 3. HIPNOSE Aprovado 4. TERAPIA FLORAL Aprovado 5. FITOTERAPIA Aprovado 6. ODONTOLOGIA DO ESPORTE Aprovado II - CRIAÇÃO DE PRÁTICAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA RECAPTURA DE DISCO ARTICULAR VISUALIZADA POR MEIO RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Leia mais

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha MANUAL DE DIREITOS E RESPONSABILIDADES DOS PACIENTES www.ocm.mar.mil.br MARINHA DA BRASIL ODONTOCLÍNICA

Leia mais

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS MÓDULO MÊS DATAS I OUTUBRO/NOVEMBRO/07 29, 30, 31/10, 01/11 II DEZEMBRO/07

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS

Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS Autora: Profª. Rosana da Silva Berticelli Edição: Luana Christ e Bruna Reuter Lesões Periodontais Doença inflamatória dos tecidos de suporte dos

Leia mais

PROTOCOLO PARA EXAME DE ATM UTILIZANDO TC E RECONSTRUÇÃO 3D-VR 1 PROTOCOL FOR ATM EXAM USING TC AND 3D-VR RECONSTRUCTION

PROTOCOLO PARA EXAME DE ATM UTILIZANDO TC E RECONSTRUÇÃO 3D-VR 1 PROTOCOL FOR ATM EXAM USING TC AND 3D-VR RECONSTRUCTION Disc. Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 11, n. 1, p. 79-88, 2010. 79 ISSN 21773335 PROTOCOLO PARA EXAME DE ATM UTILIZANDO TC E RECONSTRUÇÃO 3D-VR 1 PROTOCOL FOR ATM EXAM USING TC AND

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

MOVIMENTOS MANDIBULARES

MOVIMENTOS MANDIBULARES MOVIMENTOS MANDIBULARES Alfredo Julio Fernandes Neto, et al. Univ. Fed. Uberlândia - 2006 Para o entendimento da dinâmica dos movimentos mandibulares, além dos quatro determinantes anatômicos do aparelho

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

TRATAMENTOS UTILIZADOS NO SERVIÇO DE CONTROLE DA DOR OROFACIAL HULW/UFPB, BASEADO EM EVIDÊNCIAS

TRATAMENTOS UTILIZADOS NO SERVIÇO DE CONTROLE DA DOR OROFACIAL HULW/UFPB, BASEADO EM EVIDÊNCIAS TRATAMENTOS UTILIZADOS NO SERVIÇO DE CONTROLE DA DOR OROFACIAL HULW/UFPB, BASEADO EM EVIDÊNCIAS ¹LUCENA, Luciana Barbosa Sousa ; ²DANTAS, Alana Moura Xavier Centro de Ciências da Saúde - CCS, Departamento

Leia mais

RADIOLOGIA EM ORTODONTIA

RADIOLOGIA EM ORTODONTIA RADIOLOGIA EM ORTODONTIA Sem dúvida alguma, o descobrimento do RX em 1.895, veio revolucionar o diagnóstico de diversas anomalias no campo da Medicina. A Odontologia, sendo área da saúde, como não poderia

Leia mais

1 INTRODUÇÃO. Diante do exposto, este trabalho reuniu a opinião de diversos pesquisadores para elucidar esse tema.

1 INTRODUÇÃO. Diante do exposto, este trabalho reuniu a opinião de diversos pesquisadores para elucidar esse tema. 10 1 INTRODUÇÃO Uma grande parte da população, inclusive a mais jovem, em alguma fase da vida desenvolve algum sinal ou sintoma relacionado com a Disfunção Temporomandibular (DTM). A avaliação inicial

Leia mais

A investigação da dor no paciente idoso e ardência bucal. Paulo Pimentel

A investigação da dor no paciente idoso e ardência bucal. Paulo Pimentel A investigação da dor no paciente idoso e ardência bucal Paulo Pimentel Sistema Estomatognático Mastigação, fala, digestão e deglutição Paladar, respiração Defesa e reconhecimento imunológico Estética,

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE DA ESPESSURA DOS MÚSCULOS MASTIGATÓRIOS POR MEIO DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA HELICOIDAL

TÍTULO: ANÁLISE DA ESPESSURA DOS MÚSCULOS MASTIGATÓRIOS POR MEIO DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA HELICOIDAL Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ANÁLISE DA ESPESSURA DOS MÚSCULOS MASTIGATÓRIOS POR MEIO DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA HELICOIDAL

Leia mais

DISTÚRBIOS DA ATM. Dra.SUSANA C. FOGAÇA Prof. Faculdade Medicina da Universidade de Passo Fundo

DISTÚRBIOS DA ATM. Dra.SUSANA C. FOGAÇA Prof. Faculdade Medicina da Universidade de Passo Fundo Dra.SUSANA C. FOGAÇA Prof. Faculdade Medicina da Universidade de Passo Fundo SINAIS E SINTOMAS 3 SINAIS CARDINAIS DA DTM: DOR OROFACIAL BARULHOS NA ATM RESTRIÇÃO FC. MANDIBULAR OUTROS SINTOMAS CEFALÉIA

Leia mais

POSTURA CERVICAL E CLASSES OCLUSAIS EM BRUXISTAS E INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS DE DTM.

POSTURA CERVICAL E CLASSES OCLUSAIS EM BRUXISTAS E INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS DE DTM. Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo 2006 maio-ago; 18(2)155-60 POSTURA CERVICAL E CLASSES OCLUSAIS EM BRUXISTAS E INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS DE DTM. CERVICAL POSTURE AND OCCLUSAL

Leia mais

Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa. subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações

Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa. subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações 1 INTRODUÇÃO Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações desse padrão. Vale a pena relembrarmos a definição

Leia mais

Posturologia e Método Rocabado (ATM)

Posturologia e Método Rocabado (ATM) Posturologia e Método Rocabado (ATM) Josiane de Oliveira Delgado Fisioterapeuta Crefito5/19762F Av. Pres. Franklin Roosevelt, 1461. São Geraldo. POA/RS. Fone: 3222.4005 Artigo: Postura normal e posturas

Leia mais

BRUXISMO EXCÊNTRICO COMO FATOR ETIOLÓGICO DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR

BRUXISMO EXCÊNTRICO COMO FATOR ETIOLÓGICO DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR BRUXISMO EXCÊNTRICO COMO FATOR ETIOLÓGICO DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR Gustavo Dias Gomes da Silva(1); Anna Kássia Tavares Alves Chaves Santiago Ana Isabella Arruda Meira Ribeiro (3); Alcione Barbosa

Leia mais

Disfunção têmporo-mandibular. Aspectos clínicos de interesse do cefaliatra

Disfunção têmporo-mandibular. Aspectos clínicos de interesse do cefaliatra ARTIGO ORIGINAL Disfunção têmporo-mandibular. Aspectos clínicos de interesse do cefaliatra Temporomandibular disfunction. Clinical features that interest physicians Marco Aurelio Domingues Bruno Cirurgião-dentista;

Leia mais

Como Indicar (bem) Tomografia Computadorizada (TC) e Ressonância Magnética (RM)

Como Indicar (bem) Tomografia Computadorizada (TC) e Ressonância Magnética (RM) Como Indicar (bem) Tomografia Computadorizada (TC) e Ressonância Magnética (RM) Dra. Luciana Baptista Artigo originalmente publicado no caderno Application do Jornal Interação Diagnóstica n.01, abril/maio

Leia mais

1. Fisioterapia nas Disfunções Temporomandibular (DTM) ou Disfuções Crâniomandibular (DCM)

1. Fisioterapia nas Disfunções Temporomandibular (DTM) ou Disfuções Crâniomandibular (DCM) 1. Fisioterapia nas Disfunções Temporomandibular (DTM) ou Disfuções Crâniomandibular (DCM) O papel da fisioterapia é imprescindível nestes casos por se tratar de uma afecção que envolve o indivíduo como

Leia mais

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL Autora: Nelma Maria de Freitas Agradecimentos: Imagem Radiologia de Itajaí, Dr. Élio Giácomo Papaiz (in memorian). Dr.

Leia mais

INTRODUÇÃO À RADIOLOGIA MUSCULO-ESQUELÉTICA

INTRODUÇÃO À RADIOLOGIA MUSCULO-ESQUELÉTICA INTRODUÇÃO À RADIOLOGIA MUSCULO-ESQUELÉTICA Prof. Rodrigo Aguiar O sistema músculo-esquelético é formado por ossos, articulações, músculos, tendões, nervos periféricos e partes moles adjacentes. Em grande

Leia mais

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas

Técnicas radiográficas. Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia. Técnicas Radiográficas Intraorais. Técnicas Radiográficas Técnicas Radiográficas Intraorais em Odontologia Técnicas radiográficas Divididas em dois grandes grupos: Técnicas Intraorais Profª Paula Christensen Técnicas Radiográficas Técnicas Extraorais Técnicas

Leia mais

TÉCNICA EM RADIOLOGIA

TÉCNICA EM RADIOLOGIA UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CCM CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS HUAP HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO Hospital Universitário TÉCNICA EM RADIOLOGIA Parte I: Múltipla Escolha Hospital Universitário

Leia mais

Artrocentese com lise e lavagem na disfunção temporomandibular. Resultados preliminares

Artrocentese com lise e lavagem na disfunção temporomandibular. Resultados preliminares Artrocentese com lise e lavagem na disfunção temporomandibular. Resultados preliminares Premiado como melhor póster científico da I Reunião de Medicina Oral da Faculdade de Medicina de Lisboa (com o patrocínio

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós-

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós- FOUSP Avaliação da precisão da tomografia computadorizada por feixe cônico (cone beam) como método de medição do volume ósseo vestibular em implantes dentários Dissertação apresentada à Faculdade de Odontologia

Leia mais

Quiropraxia. Tratamento da Coluna Vertebral. Resumo. 5, 6 e 7 de Julho de 2014 Inscrições Limitadas até 5 de Junho

Quiropraxia. Tratamento da Coluna Vertebral. Resumo. 5, 6 e 7 de Julho de 2014 Inscrições Limitadas até 5 de Junho Quiropraxia Tratamento da Coluna Vertebral 5, 6 e 7 de Julho de 2014 Inscrições Limitadas até 5 de Junho Resumo A Quiropraxia é uma técnica de terapia manual, eficaz, segura e com reconhecimento científico,

Leia mais

Palavras chaves: Traumatismos dentários ; Dentes decíduos ; Dentes permanentes

Palavras chaves: Traumatismos dentários ; Dentes decíduos ; Dentes permanentes TRAUMATISMO EM DENTES DECÍDUOS E SUA REPERCUSSÃO EM DENTES PERMANENTES JOVENS: RELATO DE CASO Márcia Cançado FIGUEIREDO 1 ;Sérgio Estelita Cavalcante BARROS 1 ;Deise PONZONI 1 Raissa Nsensele NYARWAYA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL. Caio Abner Leite

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL. Caio Abner Leite UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL Caio Abner Leite Letra legível História resumida Queixa e duração, antecedentes pessoais relacionados ao caso ou às contra-indicações.

Leia mais

OCLUSÃO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO ODONTOLOGIA COMPLETA ODONTOLOGIA COMPLETA SISTEMA MASTIGATÓRIO ANATOMIA FUNCIONAL 22/03/2009

OCLUSÃO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO ODONTOLOGIA COMPLETA ODONTOLOGIA COMPLETA SISTEMA MASTIGATÓRIO ANATOMIA FUNCIONAL 22/03/2009 SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO OCLUSÃO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO É uma entidade fisiológica e funcional perfeitamente definida e integrada por um conjunto heterogêneo de órgãos e tecidos cuja biologia e fisiopatologia

Leia mais

HISTÓRIA - QUESTIONÁRIO

HISTÓRIA - QUESTIONÁRIO Ambulatório DTM Neurologia Reumatologia Diagnóstico DTM Neurologia Reumatologia UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO PROF. JOSÉ DE SOUZA HERDY ESCOLA DE ODONTOLOGIA POLICLÍNICA ODONTOLÓGICA CLÍNICA DE DOR OROFACIAL

Leia mais

Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL

Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL Técnicas Radiográficas Periapical Exame do dente e osso alveolar que o rodeia; Interproximal Diagnóstico de cáries proximais, excessos marginais de restaurações;

Leia mais

Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são

Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são fundamentais no processo de um laboratório, levando até cada

Leia mais

Signs and symptons in the patients with disfuntion temporomandibular

Signs and symptons in the patients with disfuntion temporomandibular Sintomas nas disfunções temporomandibulares SINAIS E SINTOMAS DE PACIENTES COM DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR Signs and symptons in the patients with disfuntion temporomandibular Kelli Nogueira Ferraz Pereira

Leia mais

Avaliação Goniométrica no contexto do Exame Fisioterapêutico

Avaliação Goniométrica no contexto do Exame Fisioterapêutico Avaliação Goniométrica no contexto do Exame Fisioterapêutico Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Visão Global de uma Avaliação Musculoesquelética

Leia mais

Harmonia Oclusal para a Promoção de Saúde

Harmonia Oclusal para a Promoção de Saúde 17 Harmonia Oclusal para a Promoção de Saúde ALFREDO JÚLIO FERNANDES NETO FLÁVIO DOMINGUES NEVES Boa parte das ações do homem na sociedade, objetivam fazer a vida melhor para a humanidade, ou despertá-la

Leia mais

INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NO SERVIÇO DE CONTROLE DA DOR OROFACIAL E DEFORMIDADES DENTOFACIAIS DO HULW/UFPB

INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NO SERVIÇO DE CONTROLE DA DOR OROFACIAL E DEFORMIDADES DENTOFACIAIS DO HULW/UFPB INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NO SERVIÇO DE CONTROLE DA DOR OROFACIAL E DEFORMIDADES DENTOFACIAIS DO HULW/UFPB ALVES, Giorvan Ânderson dos santos Alves LOPES SOBRINHO, Paulo Naati LUNA, Anibal Henrique Barbosa

Leia mais

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período Matriz Curricular Período 1º Unidades Acadêmicas UAI: Introdução ao Estudo da Odontologia Conhecer a estrutura do indivíduo nas suas bases biomoleculares e celulares quanto às propriedades e interrelações

Leia mais

TRATAMENTO DE BRUXISMO COM A CORRENTE INTERFERENCIAL UM ESTUDO DE CASO Daniela Ramos Bulzing 1 Mara Inês Baptistella Ferão 2

TRATAMENTO DE BRUXISMO COM A CORRENTE INTERFERENCIAL UM ESTUDO DE CASO Daniela Ramos Bulzing 1 Mara Inês Baptistella Ferão 2 TRATAMENTO DE BRUXISMO COM A CORRENTE INTERFERENCIAL UM ESTUDO DE CASO Daniela Ramos Bulzing 1 Mara Inês Baptistella Ferão 2 RESUMO A presente pesquisa trata-se de um estudo de caso (RUDIO, 1998, p. 57)

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 51/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ODONTOLOGIA, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada Existem 2 tipos de artic. encontradas

Leia mais

Imagem da Semana: Radiografia e Ressonância Magnética (RM)

Imagem da Semana: Radiografia e Ressonância Magnética (RM) Imagem da Semana: Radiografia e Ressonância Magnética (RM) Imagem 01. Radiografia anteroposterior do terço proximal da perna esquerda. Imagem 02. Ressonância magnética do mesmo paciente, no plano coronal

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA Imagenologia: Técnicas Radiológicas II Prof. Msc Ana Paula de Souza Paixão Biomedicina 5º P Método de diagnóstico

Leia mais

AVISO: O conteúdo do Caso Clínico a seguir foi cedido gentilmente pelo Prof. Douglas Benedecti, para a publicação no website www.bioart.com.

AVISO: O conteúdo do Caso Clínico a seguir foi cedido gentilmente pelo Prof. Douglas Benedecti, para a publicação no website www.bioart.com. AVISO: O conteúdo do Caso Clínico a seguir foi cedido gentilmente pelo Prof. Douglas Benedecti, para a publicação no website www.bioart.com.br, sendo o mesmo autor e detentor dos Direitos Autorais do conteúdo

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR - FADBA Período Núcleos Componente curricular Créditos Anatomia geral 1º período Básica Bioquímica Citologia, Histologia e Embriologia Humanas 5 72 18 90 Políticas de Saúde Anatomia e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Semestre: 2011/2 Nome da disciplina Departamentos: ODT

Leia mais

DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS. Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM

DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS. Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM LOMBALGIA EPIDEMIOLOGIA 65-80% da população, em alguma fase da vida, terá dor nas costas. 30-50% das queixas reumáticas

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista

Assessoria ao Cirurgião Dentista Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna a Papaiz edição V setembro de 2014 Escrito por: Dr. André Simões, radiologista da Papaiz Diagnósticos Odontológicos por Imagem 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Leia mais

Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João

Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João Avaliação Fisioterapêutica do Quadril Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada Articulação do Quadril: É uma articulação

Leia mais

O COMPLEXO DO OMBRO TENDINITE DE OMBRO. Dra. Nathália C. F. Guazeli

O COMPLEXO DO OMBRO TENDINITE DE OMBRO. Dra. Nathália C. F. Guazeli 3 Março/2013 TENDINITE DE OMBRO Dra. Nathália C. F. Guazeli GALERIA CREFITO 3 / 78.186 F O COMPLEXO DO OMBRO Para entender o que é Tendinite de Ombro, vale a pena conhecer um pouquinho como ele é composto,

Leia mais

DISPLASIA CLEIDOCRANIANA - RELATO DE CASO Rhaiza Carla Longo* Róger Reche* Claiton Tirello** Fabiane Schreiner***

DISPLASIA CLEIDOCRANIANA - RELATO DE CASO Rhaiza Carla Longo* Róger Reche* Claiton Tirello** Fabiane Schreiner*** DISPLASIA CLEIDOCRANIANA - RELATO DE CASO Rhaiza Carla Longo* Róger Reche* Claiton Tirello** Fabiane Schreiner*** *Acadêmicos do curso de Odontologia da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai

Leia mais

AVALIAÇÃO PREVENTIVA DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR

AVALIAÇÃO PREVENTIVA DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR 11 AVALIAÇÃO PREVENTIVA DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR Letícia Stadela da Silva¹, Lisyara Helena Tori Barra 1, Célia Aparecida Stellutti Pachioni 1, Dalva Minonroze Albuquerque

Leia mais

Sandro Reginaldo Presidente da SBOT-GO

Sandro Reginaldo Presidente da SBOT-GO ORTOPÉDICA PARA O JORNALISTA ESPORTIVO AGRADECIMENTOS Secretaria Municipal de Esporte e Lazer Agradecemos o apoio imprescindível do presidente da Associação Brasileira de Traumatologia Desportiva e médico

Leia mais

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada?

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? A avaliação da estética facial, bem como sua relação com a comunicação e expressão da emoção, é parte importante no

Leia mais

ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR

ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR ODONTOLOGIA Coordenadores: Paulo César Ribeiro Campus I Elias Daruis Assad Neto Campus V Duração: 8 semestres Carga Horária Total: 4700 Situação Legal: Reconhecido Dec. Federal Nº 963/1992 MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR

DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR Alfredo Julio Fernandes Neto, et al. Univ. Fed. Uberlândia - 2006 Na presença de distúrbios oclusais, os pacientes suscetíveis à disfunção temporo-mandibular (DTM) apresentam

Leia mais

DISFUNÇÃO TÊMPORO-MANDIBULAR: ESTUDO INTRODUTÓRIO VISANDO ESTRUTURAÇÃO DE PRONTUÁRIO ODONTOLÓGICO

DISFUNÇÃO TÊMPORO-MANDIBULAR: ESTUDO INTRODUTÓRIO VISANDO ESTRUTURAÇÃO DE PRONTUÁRIO ODONTOLÓGICO CDD: 617.522 DISFUNÇÃO TÊMPORO-MANDIBULAR: ESTUDO INTRODUTÓRIO VISANDO ESTRUTURAÇÃO DE PRONTUÁRIO ODONTOLÓGICO TEMPOROMANDIBULAR JOINT DYSFUNCTION: INTRODUCTORY STUDY STRUCTURING DENTISTRY RECORDINGS Denise

Leia mais

Introdução. Introdução. Luciano Ambrosio Ferreira Josemar Parreira Guimarães

Introdução. Introdução. Luciano Ambrosio Ferreira Josemar Parreira Guimarães Introdução Introdução Luciano Ambrosio Ferreira Josemar Parreira Guimarães INTRODUÇÃO O termo Desordem Temporomandibular é utilizado abrangendo várias situações clínicas que envolvem a musculatura mastigatória,

Leia mais

OS HÁBITOS PARAFUNCIONAIS NA DISFUNÇÃO DA ARTICULAÇÃO TÊMPORO-MANDIBULAR

OS HÁBITOS PARAFUNCIONAIS NA DISFUNÇÃO DA ARTICULAÇÃO TÊMPORO-MANDIBULAR CEFAC CENTRO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA CLÍNICA MOTRICIDADE ORAL OS HÁBITOS PARAFUNCIONAIS NA DISFUNÇÃO DA ARTICULAÇÃO TÊMPORO-MANDIBULAR CLAUDIA FERNANDES COSTA ZANINI PORTO ALEGRE 1999 CEFAC

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL Analisando-se a imagem de um dente íntegro, todas as suas partes são facilmente identificáveis, pois já conhecemos sua escala de radiopacidade e posição

Leia mais

VIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ

VIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ VIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Disfunção da Articulação Temporomandibular: características do indivíduo relacionadas à sua atuação social José Ivan de Lima

Leia mais

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 01. Definição A escoliose é uma disfunção da coluna vertebral que provoca uma angulação lateral desta. A coluna é torcida, de modo que cada vértebra gira em torno de seu próprio eixo, causando

Leia mais

Lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP)

Lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP) Lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP) INTRODUÇÃO O ligamento cruzado posterior (LCP) é um dos ligamentos menos lesados do joelho. A compreensão dessa lesão e o desenvolvimento de novos tratamentos

Leia mais

DISCIPLINA DE RADIOLOGIA UFPR

DISCIPLINA DE RADIOLOGIA UFPR DISCIPLINA DE RADIOLOGIA UFPR MÓDULO ABDOME AULA 2 AVALIAÇÃO INTESTINAL POR TC E RM Prof. Mauricio Zapparoli Neste texto abordaremos protocolos de imagem dedicados para avaliação do intestino delgado através

Leia mais