INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES"

Transcrição

1 INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES 21/06/2014

2 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde responsável pelo setor de planos de saúde no Brasil.

3 O que é Regulação? De forma simplificada, a regulação pode ser entendida como um conjunto de medidas e ações do Governo que envolvem a criação de normas, o controle e a fiscalização de segmentos de mercado explorados por empresas para assegurar o interesse público.

4 Missão Promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde, regular as operadoras setoriais - inclusive quanto às suas relações com prestadores e consumidores - e contribuir para o desenvolvimento das ações de saúde no país.

5 Visão Contribuir para a construção de um setor de saúde suplementar, cujo principal interesse seja a produção da saúde e que: seja centrado no cidadão; realize ações de promoção da saúde e prevenção de doenças;

6 observe os princípios de qualidade, integralidade e resolutividade; inclua todos os profissionais de saúde; respeite a participação da sociedade e esteja adequadamente articulado com o Ministério da Saúde.

7 Valores A ANS tem por valores institucionais a transparência dos atos, que são imparciais e éticos, o conhecimento como fonte da ação, o espírito de cooperação e o compromisso com os resultados.

8

9 A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as trocas eletrônicas de dados de atenção à saúde dos beneficiários de planos, entre os agentes da Saúde Suplementar. O objetivo é padronizar as ações administrativas, subsidiar as ações de avaliação e acompanhamento econômico, financeiro e assistencial das operadoras de planos privados de assistência à saúde e compor o Registro Eletrônico de Saúde.

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34 No consultório o Cooperado colherá assinatura por procedimento executado na GUIA TISS.

35

36 NA GUIA TISS NÃO DEVE HAVER RASURAS

37 PADRÃO TISS Versão Troca de Informações na Saúde Suplementar Diretoria de Desenvolvimento Setorial DIDES Gerência-Geral de Integração Setorial GGISE Gerência de Padronização e Interoperabilidade - GERPI Padrão TISS - Versão

38 Padrão de Troca de Informações da Saúde Suplementar Resolução Normativa nº 305 Estabelece o Padrão obrigatório de Troca de Informação na Saúde Suplementar Art. 1º Esta Resolução estabelece o Padrão obrigatório para Troca de Informações na Saúde Suplementar - Padrão TISS dos dados de atenção à saúde dos beneficiários de plano privado de assistência à saúde entre os agentes definidos no art. 4 ; Art. 4º O Padrão TISS abrange as trocas dos dados de atenção à saúde entre os seguintes agentes da saúde suplementar: I - operadora de planos privados de assistência à saúde; II - prestador de serviços de saúde; III - contratante de plano privado de assistência à saúde familiar/individual, coletivo por adesão e coletivo empresarial; IV - beneficiário de plano privado de assistência à saúde ou seu responsável legal ou ainda terceiros formalmente autorizados por ele; e V - ANS. Art. 7º. A troca dos dados do Padrão TISS deverá ser eletrônica e obrigatoriamente na versão vigente. Art Limite para adoção 30 de novembro de Parágrafo único facultado adotar antes. RN 341 Prorroga PRAZO para 31 de maio de 2014 Art Dados para ANS mensal cronograma a ser disposto pela DIDES no site ANS Padrão TISS - Versão

39

40 TABELA TUSS

41 TABELA DE ATOS

42 ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS CLÍNICA GERAL CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCO MAXILO FACIAL: Tem como objetivo o diagnóstico e o tratamento cirúrgico e coadjuvante das doenças, traumatismos, lesões e anomalias congênitas e adquiridas do aparelho mastigatório e anexos, e estruturas crânio-faciais associadas. DENTÍSTICA RESTAURADORA: Prevenção e tratamento das doenças e defeitos que afetam os dentes naturais. É a parte da Odontologia que cuida das restaurações dentárias. DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR E DOR OROFACIAL: Tem por objetivo promover e desenvolver uma base de conhecimentos científicos para melhor compreensão no diagnóstico e no tratamento de dores e desordens do aparelho mastigatório, região orofacial e outras estruturas relacionadas. ENDODONTIA: Tem como objetivo a preservação do dente por meio de prevenção, diagnóstico, prognóstico, tratamento e controle das alterações da polpa e dos tecidos peri-radiculares. É o tratamento de canal.

43 ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS ESTOMATOLOGIA: Tem como objetivo a prevenção, o diagnóstico, o prognóstico e o tratamento das doenças próprias da boca e suas estruturas anexas, das manifestações bucais de doenças sistêmicas. IMPLANTODONTIA: Tem como objetivo a implantação na mandíbula e na maxila, de materiais aloplásticos destinados a suportar próteses unitárias, parciais ou removíveis e prótese totais. ODONTOPEDIATRIA: Tem como objetivo o diagnóstico, a prevenção, o tratamento e controle dos problemas de saúde bucal da criança. ORTODONTIA: Tem como objetivo a prevenção, a supervisão e a orientação do desenvolvimento do aparelho mastigatório e a correção das estruturas dentro-faciais.

44 ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES: Diagnostica, previne, controla e trata os problemas de crescimento e desenvolvimento que afetam os arcos dentários e suas bases. PERIODONTIA: Tem como objetivo o estudo, o diagnóstico, a prevenção e o tratamento das doenças gengivais e periodontais. PRÓTESE DENTAL: tem como objetivo o restabelecimento e a manutenção das funções do sistema estomatognático, visando a proporcionar conforto, estética e saúde pela recolocação dos dentes destruídos ou perdidos. RADIOLOGIA: tem como objetivo a aplicação dos métodos exploratórios por imagem com a finalidade de diagnóstico, acompanhamento e documentação buco-maxilo-facial e estruturas anexas.

45 ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS Odontologia Legal: Tem como objetivo a pesquisa de fenômenos psíquicos, físicos, químicos e biológicos que podem atingir ou ter atingido o homem, vivo, morto ou assada, e mesmo fragmentos ou vestígios, resultando lesões parciais ou totais reversíveis ou irreversíveis. Odontogeriatria: Concentra no estudo dos fenômenos decorrentes do envelhecimento que também têm repercussão na boca e suas estruturas associadas. Odontologia do Trabalho: Tem como objetivo a busca permanente da compatibilidade entre a atividade laboral e a preservação da saúde bucal do trabalhador. Odontologia para Pacientes Especiais: tem por objetivo o diagnóstico, a preservação, o tratamento e o controle dos problemas de saúde bucal dos pacientes que apresentam uma complexidade no seu sistema biológico e/ou psicológico e/ou social.

46 ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS Patologia Bucal: Tem como objetivo o estudo laboratorial das alterações da cavidade bucal e estruturas anexas, visando ao diagnóstico final e ao prognóstico dessas alterações. Prótese Buco Maxilo Facial: Tem como objetivo a reabilitação anatômica, funcional e estética, de regiões da maxila, da mandíbula e da face ausentes ou defeituosas, como seqüelas da cirurgia, do traumatismo ou em razão de malformações congênitas ou de distúrbios do desenvolvimento. Saúde Coletiva: Tem como objetivo o estudo dos fenômenos que interferem na saúde bucal coletiva, por meio de análise, organização, planejamento, execução e avaliação de serviços, projetos ou programas de saúde bucal, dirigidos a grupos populacionais, com ênfase nos aspectos preventivos.

47 HABILITAÇÕES ODONTOLÓGICAS ACUPUNTURA: Sua eficácia tem sido comprovada nos procedimentos odontológicos, como analgésico e em caso de dores na articulação temporomandibular (ATM). ATENDIMENTO DOMICILIAR (HOME CARE): Esse atendimento é indicado para pacientes com necessidades especiais, que por dificuldades de locomoção, permanentes ou temporárias, estejam impossibilitados de se transportarem ao consultório odontológico.

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Dentistas-Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia-Alteração RESOLUÇÃO

Leia mais

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha MANUAL DE DIREITOS E RESPONSABILIDADES DOS PACIENTES www.ocm.mar.mil.br MARINHA DA BRASIL ODONTOCLÍNICA

Leia mais

Especialidades Odontológicas

Especialidades Odontológicas Especialidades Odontológicas Urubatan Medeiros Doutor (USP) - Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária (UERJ/UFRJ) - Consultor do Ministério da Saúde I - Introdução A Odontologia

Leia mais

Conselho Federal de Odontologia. Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil

Conselho Federal de Odontologia. Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Luciano M Sampaio Barreto ( Gerente de Tecnologia e Informação ) Conselho Federal de Odontologia - CFO Dezembro/2013 Histórico das Especialidades

Leia mais

Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil

Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil José Mário Morais Mateus Conselheiro Federal - MG Julho/2014 Histórico das Especialidades Odontológicas Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas.

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA RESOLUÇÃO CFO-160, DE 2 DE OUTUBRO DE 2015 Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. O presidente do Conselho Federal

Leia mais

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada.

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. Manual do Cliente IDENTIFICAÇÃO ODONTOGROUP Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. No seu cartão de acesso personalizado,

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO E-mail: odontologia@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 228 Objetivos do Curso Formar Odontólogo para atuar em todos os níveis de atenção

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) OBRIGATÓRIAS: 264 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS

MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) OBRIGATÓRIAS: 264 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) TOTAL DE CRÉDITOS: 278 TOTAL DE HORAS: 4448 HORAS OBRIGATÓRIAS: 2 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS SEMESTRE 01 Módulo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL SUB- PATOLOGIA GERAL E ORAL Estomatologia Métodos de Diagnóstico I e II Processos Patológicos PROGRAMA SUGERIDO (PROVA ESCRITA / DIDÁTICA / PRÁTICA) - TEMAS 1. Cistos dos maxilares. 2. Neoplasias benignas

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no

Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no processo saúde/doença, com sólida formação técnico-científica,

Leia mais

TÍTULO I DO EXERCÍCIO LEGAL

TÍTULO I DO EXERCÍCIO LEGAL CONSOLIDAÇÃO DAS NORMAS PARA PROCEDIMENTOS NOS CONSELHOS DE ODONTOLOGIA Aprovada pela Resolução CFO-63/2005 TÍTULO I DO EXERCÍCIO LEGAL - 2 - TÍTULO I - DO EXERCÍCIO LEGAL CAPÍTULO I - Disposições Preliminares

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 51/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ODONTOLOGIA, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

INCLUSÃO E ALTERAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS

INCLUSÃO E ALTERAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS Circular 275/2013 São Paulo, 3 de Julho de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) INCLUSÃO E ALTERAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS Diário Oficial da União Nº 126,

Leia mais

I - Criação das especialidades: 1. ACUPUNTURA Aprovado. 2. HOMEOPATIA Aprovado. 3. HIPNOSE Aprovado. 4. TERAPIA FLORAL Aprovado

I - Criação das especialidades: 1. ACUPUNTURA Aprovado. 2. HOMEOPATIA Aprovado. 3. HIPNOSE Aprovado. 4. TERAPIA FLORAL Aprovado I - Criação das especialidades: 1. ACUPUNTURA Aprovado 2. HOMEOPATIA Aprovado 3. HIPNOSE Aprovado 4. TERAPIA FLORAL Aprovado 5. FITOTERAPIA Aprovado 6. ODONTOLOGIA DO ESPORTE Aprovado II - CRIAÇÃO DE PRÁTICAS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR- CONCURSO

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR - FADBA Período Núcleos Componente curricular Créditos Anatomia geral 1º período Básica Bioquímica Citologia, Histologia e Embriologia Humanas 5 72 18 90 Políticas de Saúde Anatomia e

Leia mais

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA FÍSICA

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA FÍSICA INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA FÍSICA OPERADORA: LIFE EMPRESARIAL SAÚDE LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 04.558.034/0001-57, registrada na Agência Nacional de Saúde

Leia mais

Apresentação do Plano de Saúde -2013

Apresentação do Plano de Saúde -2013 Apresentação do Plano de Saúde -2013 Planos Modulares H L Hospitais Laboratórios R Reembolso Diferenciais de serviços Acomodação em apartamento Reembolso desburocratizado e ágil Rede credenciada diferenciada

Leia mais

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA JURÍDICA

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA JURÍDICA INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA JURÍDICA OPERADORA: LIFE EMPRESARIAL SAÚDE LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 04.558.034/0001-57, registrada na Agência Nacional de Saúde

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL PERFIL E MISSÃO CORPORATIVA COMPROMISSO INPAO DENTAL Superar as expectativas e garantir a total satisfação de seus clientes; Ser sinônimo de credibilidade e excelência na prestação

Leia mais

DESTINATÁRIO: BEM VINDO À UNIODONTO

DESTINATÁRIO: BEM VINDO À UNIODONTO DESTINATÁRIO: BEM VINDO À UNIODONTO Sumário Apresentação Apresentação Bem vindo à Uniodonto... 03 Como Utilizar?... 03 Como aprovar seu tratamento?... 03 Orientações sobre o seu cartão... 04 Tipos de Contratação...

Leia mais

PADRÃO TISS Versão 3.00.00 Troca de Informações na Saúde Suplementar

PADRÃO TISS Versão 3.00.00 Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS Versão 3.00.00 Troca de Informações na Saúde Suplementar Diretoria de Desenvolvimento Setorial - DIDES Gerência-Geral de Integração Setorial - GGISE Gerência de Padronização e Interoperabilidade

Leia mais

Atualizado em 30/06/2005

Atualizado em 30/06/2005 Atualizado em 30/06/2005 1 CONSOLIDAÇÃO DAS NORMAS PARA PROCEDIMENTOS NOS CONSELHOS DE ODONTOLOGIA Aprovada pela Resolução CFO-63/2005 TÍTULO I DO EXERCÍCIO LEGAL CAPÍTULO I - Disposições Preliminares

Leia mais

1 O que é a TISS 3.02.00?

1 O que é a TISS 3.02.00? 1 O que é a TISS 3.02.00? O Padrão TISS possui padrão obrigatório para trocas eletrônicas de dados de atenção à saúde dos beneficiários de planos, entre os agentes da Saúde Suplementar. Tem por finalidade

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ODONTOLOGIA Atividades Complementares Atividades extracurriculares desenvolvidades pelo aluno durante os 10 semestres do curso, nas áreas de ensino, pesquisa

Leia mais

Indique Anuncie Assine Contato Central de Relacionamento Login Novo cadastro

Indique Anuncie Assine Contato Central de Relacionamento Login Novo cadastro Indique Anuncie Assine Contato Central de Relacionamento Login Novo cadastro home Seções Beleza e Estética Cabelos Celulite Cirurgia Plástica Envelhecimento Estética Corporal Estética Facial Fisioterapia

Leia mais

A EMPRESA. Visão. Missão

A EMPRESA. Visão. Missão MANUAL DE RH 2015 A EMPRESA Com mais de 18 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado odontológico pela qualidade nos serviços prestados e por promover e manter

Leia mais

SUMÁRIO. Resolução CFO-63/2005s...6 TÍTULO I...7 DO EXERCÍCIO LEGAL...7. CAPÍTULO I - Disposições Preliminares... 8

SUMÁRIO. Resolução CFO-63/2005s...6 TÍTULO I...7 DO EXERCÍCIO LEGAL...7. CAPÍTULO I - Disposições Preliminares... 8 1 SUMÁRIO Resolução CFO-63/2005s...6 TÍTULO I...7 DO EXERCÍCIO LEGAL...7 CAPÍTULO I - Disposições Preliminares... 8 CAPÍTULO II - Atividades Privativas do Cirurgião-Dentista... 8 CAPÍTULO III - Atividades

Leia mais

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período Matriz Curricular Período 1º Unidades Acadêmicas UAI: Introdução ao Estudo da Odontologia Conhecer a estrutura do indivíduo nas suas bases biomoleculares e celulares quanto às propriedades e interrelações

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

SulAmérica Odonto Empresarial

SulAmérica Odonto Empresarial SulAmérica Odonto Empresarial O sorriso dos seus colaboradores está em nossos planos. A partir de 100 vidas sulamerica.com.br Sobre a SulAmérica A SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos, com 116

Leia mais

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Prezados (as) Cooperados (as), A presentamos a edição 2014 da Tabela de Atos Odontológicos Local e Intercâmbio, de acordo com a Terminologia Unificada em Saúde

Leia mais

SUMÁRIO RESOLUÇÃO CFO-63/2005 -------------------------------------------------------------------------------- 6

SUMÁRIO RESOLUÇÃO CFO-63/2005 -------------------------------------------------------------------------------- 6 1 SUMÁRIO RESOLUÇÃO CFO-63/2005 -------------------------------------------------------------------------------- 6 TÍTULO I--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Incorporação de Tecnologias na Saúde Suplementar Revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2015-2016. Janeiro de 2015

Incorporação de Tecnologias na Saúde Suplementar Revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2015-2016. Janeiro de 2015 Incorporação de Tecnologias na Saúde Suplementar Revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2015-2016 Janeiro de 2015 1 Agência Nacional de Saúde Suplementar É a agência reguladora do Governo Federal,

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção.

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção. RESOLUÇÃO CONSEPE 91/2000 ATERA O CURRÍCULO DO CURSO DE ODONTOLOGIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CCBS. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014 PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS Agosto/2014 PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÕES NA SAÚDE SUPLEMENTAR Padrão TISS Histórico e Consulta Pública nº 43 Padrão TISS - Versão 3.0 3 Histórico RN 305 09/10/2012 - Termo

Leia mais

Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.

Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02. Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 SUMÁRIO 1. Divulgação 3.02.00 - Unimed Taubaté/ANS...2 3.2.1. Guias

Leia mais

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo!

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Sorria! Assim como cerca de 6,2 milhões de brasileiros, você agora poderá contar com os melhores serviços odontológicos do país. Este Plano, resultado de uma

Leia mais

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: ODONTOGERIATRIA Código: Pré-requisito: - Período Letivo: 2015.1

Leia mais

SUMÁRIO RESOLUÇÃO CFO-63/2005 -------------------------------------------------------------------------------- 6

SUMÁRIO RESOLUÇÃO CFO-63/2005 -------------------------------------------------------------------------------- 6 1 SUMÁRIO RESOLUÇÃO CFO-63/2005 -------------------------------------------------------------------------------- 6 TÍTULO I--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd Conselho Universitário - CONSUNI Câmara de Ensino Curso de Graduação em Odontologia da UNIPLAC Quadro de Equivalência para Fins de Aproveitamento de Estudos entre duas Estruturas Curriculares Modulares

Leia mais

RESOLUÇÃO CFO-185/93. Aprova a Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia e revoga a Resolução CFO-155/84.

RESOLUÇÃO CFO-185/93. Aprova a Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia e revoga a Resolução CFO-155/84. RESOLUÇÃO CFO-185/93 Aprova a Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia e revoga a Resolução CFO-155/84. RESOLUÇÃO CFO-185/93 Aprova a Consolidação das Normas para Procedimentos

Leia mais

A Troca de Informações na Saúde Suplementar

A Troca de Informações na Saúde Suplementar 3.00.01 A Troca de Informações na Saúde Suplementar A TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as trocas eletrônicas de dados de atenção à saúde dos beneficiários de planos, entre os agentes

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01

TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01 TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01 Coordenadoras TISS: Elisandra Baldissera e Roseli Fistarol Colaboradores: Cesar Paz, Denise Bertoldo e Patrique Hedlund 1 Organização do evento Os slides estão disponíveis

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA MANUAL DO ALUNO

CURSO DE ODONTOLOGIA MANUAL DO ALUNO Trata-se de admissão solicitada por pessoas já graduadas para ingresso em novo curso, cujo deferimento depende da existência de vagas no curso pretendido e de processo seletivo. CURSO DE ODONTOLOGIA MANUAL

Leia mais

LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO

LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO PUC MINAS FAC. DE ODONTOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO - 2007 LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ESTOMATOLOGIA Profª. Franca Arenare Jeunon (Coordenadora) - Mestre Prof. Carlos Roberto Martins - Doutor

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 Define o currículo do Curso de Graduação em Odontologia. O REITOR

Leia mais

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP. Ano Letivo de 2013 (segundo semestre)

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP. Ano Letivo de 2013 (segundo semestre) EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP Recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, de acordo com

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia Brasília/DF - 2007 1 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 099/CAEn/2013. RESOLVE:

RESOLUÇÃO Nº 099/CAEn/2013. RESOLVE: RESOLUÇÃO Nº 099/CAEn/2013. Dispõe sobre Adequação da Descrição dos Estágios Curriculares na Matriz Curricular Curso de Retroativo ao ano de 2010. O Reitor da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista

Assessoria ao Cirurgião Dentista Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna a Papaiz edição IV agosto de 2014 Escrito por: Dr. André Simões, radiologista da Papaiz Diagnósticos Odontológicos por Imagem 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Leia mais

Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424 ncguerra@terra.com.br

Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424 ncguerra@terra.com.br Currículo Natalia Comerlato Guerra Hecher Cirurgiã Dentista Especialista em Dentística Restauradora Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A Invest Oral Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 12 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE AGOSTO/2014 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Orientações Gerais... 4 2.1 Entrega de guias... 4 2.2 Numeração de guias... 4 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança...

Leia mais

Treinamento. Gerência Técnica Especializada consultoria@bolsin.net. Janis Kotke consultoria@bolsin.net

Treinamento. Gerência Técnica Especializada consultoria@bolsin.net. Janis Kotke consultoria@bolsin.net Apresentação: Janis Kotke O objetivo deste boletim informativo técnicos é esclarecer alguns detalhes da Resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar. Todo o conteúdo foi extraído da sua própria fonte

Leia mais

Tabela 5.88 - Distribuição numérica dos estudantes matriculados nos cursos de especialização da UFJF no 2º semestre, 1999-2008

Tabela 5.88 - Distribuição numérica dos estudantes matriculados nos cursos de especialização da UFJF no 2º semestre, 1999-2008 Nível / Curso 1999 Ações Institucionais e Saúde Pública Coletiva 27 Administração Hoteleira 33 Alfabetização e Linguagem 22 Área da Infância e da Juventude 40 Arte em Educação Infantil 86 Ativ. Motoras

Leia mais

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM Caro dentista, agora você faz parte da Turma do Bem! É com grande satisfação que preparamos esse manual com informações sobre o Projeto DENTISTA DO BEM.

Leia mais

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2014 ERRATA Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar

Leia mais

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs Ana Carla Rios O Exame do Sistema Estomatognático utilizando a análise oclusal é parte importante do processo diagnóstico

Leia mais

Curso de Especialização em Endodontia

Curso de Especialização em Endodontia Curso de Especialização em Endodontia Coordenador: Prof. Nilton Vivacqua EndodontiaAvancada.com OBJETIVOS DO CURSO Este curso tem como objetivos colocar à disposição de clínicos gerais, a oportunidade

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 1 CONHEÇA A PRODENT Nosso objetivo é garantir a plena satisfação dos nossos beneficiários, empresas clientes e parceiros, por meio da prestação de serviços altamente qualificados.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA 1. ODONTOPEDIATRIA PROFESSOR RESPONSÁVEL:

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA RESOLUÇÃO Nº 53, DE 20 DE MAIO DE 2004

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA <!ID111838-0> RESOLUÇÃO Nº 53, DE 20 DE MAIO DE 2004 Diário Oficial Imprensa Nacional N.º 101 DOU de 27/05/04 seção 1 CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL BRASÍLIA - DF RESOLUÇÃO Nº 53, DE 20 DE MAIO DE 2004 Altera

Leia mais

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR Março/2014 NORMAS DE PROCEDIMENTOS O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS E ESTATUTÁRIAS RESOLVE ALTERAR AS NORMAS DE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Profª Márcia Rendeiro

Profª Márcia Rendeiro Profª Márcia Rendeiro CONHECIMENTO CIENTÍFICO TECNOLOGIAS PRÁTICA ODONTOLÓGICA AMBIENTES INSTRUMENTOS MATERIAIS RECURSOS HUMANOS O PROCESSO DE TRABALHO ODONTOLÓGICO VEM SOFRENDO TRANSFORMAÇÕES AO LONGO

Leia mais

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO Equipe: Coordenador Geral: Prof. Dr. Rafael Pinelli Henriques Doutor pela FOB USP Bauru S.P. Diretor COPH Bauru Coordenadora Específica: Profa. Dra. Gabriela Gennaro Especialista

Leia mais

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL CURSO DE ODONTOLOGIA Turno: INTEGRAL Currículo n 10 Reconhecido pelo Decreto n 40.445, de 30.11.56, D.O.U. nº 275 de 30.11.56. Renovação de Reconhecimento Decreto nº. 868, de 24.03.11. D.O.E. nº 8431 de

Leia mais

Consultório Online Maio 2014

Consultório Online Maio 2014 Consultório Online Maio 2014 O que é? O Consultório Online é uma recurso operacional utilizado diretamente nos consultórios médicos ou prestadores por meio de uma interface web (internet) em conformidade

Leia mais

LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas

LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas APRESENTAÇÃO A Federação Baiana de Hospitais e a Associação de Hospitais e Serviços de Saúde do Estado da Bahia, cumprindo com a função de orientar e assessorar hospitais,

Leia mais

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS INSTRUÇÕES PARA PREPARAÇÃO DO RESUMO (PAINEL E COMUNICAÇÃO ORAL)

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS INSTRUÇÕES PARA PREPARAÇÃO DO RESUMO (PAINEL E COMUNICAÇÃO ORAL) NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS 1- REGRAS GERAIS: SERÃO ACEITOS TRABALHOS EM DUAS CATEGORIAS: - Painel: Poderão concorrer pesquisas científicas, relatos de caso e revisão de literatura. - Comunicação oral:

Leia mais

F.A.Q. ( FREQUENTLY ASKED QUESTIONS)

F.A.Q. ( FREQUENTLY ASKED QUESTIONS) F.A.Q. ( FREQUENTLY ASKED QUESTIONS) Cobertura dos planos e procedimentos. PLANO FIRST Rol ANS Consultas e Diagnóstio; Urgência/Emergência; Radiologia (Radiografias Intraorais e Rx Panorâmica); Odontopediatria;

Leia mais

Semestre: 2 Quantidade de Módulos:8 Unidade de Ensino:Núcleo de Saúde

Semestre: 2 Quantidade de Módulos:8 Unidade de Ensino:Núcleo de Saúde 212 Semestre: 2 Módulo: 8º Período e Mês Início do Módulo:216/1 Numero da Página: 1 Impresso em:16/12/215 11:48:45 5697 TÉCNICAS DE PESQUISA EM ODONTOLOGIA II DCOP(N/C)APS 2 1 Estudo dos tipos de trabalhos

Leia mais

Graduação em Odontologia pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações - INCOR. Conclusão do curso: 1993

Graduação em Odontologia pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações - INCOR. Conclusão do curso: 1993 Graciene Mesquita Odontologia Estética G Formada em Odontologia pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações (INCOR) em dezembro de 1993, aos 21 anos de idade, a Dra. Graciene Mesquita

Leia mais

Cobertura assistencial. Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde OPME

Cobertura assistencial. Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde OPME Cobertura assistencial Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde OPME Agência Nacional de Saúde Suplementar Marcos Regulatórios Lei 9656, de 03/06/1998 Dispõe sobre a regulamentação dos planos e seguros

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO Dra. Thaissa Taques A responsabilidade civil tem o seu nascimento sempre que houver violação de um dever jurídico preexistente, e dessa violação resultar um certo dano

Leia mais

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANALISTA EM SAÚDE/ ASSISTENTE SOCIAL PLANTONISTA REQUISITOS: Certificado ou Declaração de conclusão do Curso de Serviço Social, registrado no MEC; E

Leia mais

Reconhecido pelo Decreto n 40.445, de 30.11.56, D.O.U. de 30.11.56. Renovação de Reconhecimento Decreto nº. 868, de 24.03.11. D.O.E. de 24.03.

Reconhecido pelo Decreto n 40.445, de 30.11.56, D.O.U. de 30.11.56. Renovação de Reconhecimento Decreto nº. 868, de 24.03.11. D.O.E. de 24.03. CURSO DE ODONTOLOGIA Turno: INTEGRAL Currículo n 10 Reconhecido pelo Decreto n 40.445, de 30.11.56, D.O.U. de 30.11.56. Renovação de Reconhecimento Decreto nº. 868, de 24.03.11. D.O.E. de 24.03.11 Para

Leia mais

CARAMÊS ADVANCED EDUCATION CENTER

CARAMÊS ADVANCED EDUCATION CENTER NOVO PROGRAMA [Revisto & Atualizado] CARAMÊS ADVANCED EDUCATION CENTER CURSO MODULAR DE FORMAÇÃO DE ASSISTENTES DENTÁRIOS 6.ª edição Início a 21 de novembro de 2015 ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DESCRIÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ. ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO n. o 001/2007-PMC CARREIRAS/CARGOS/ÁREAS DE CONHECIMENTO/REQUISTOS BÁSICOS/VAGAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ. ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO n. o 001/2007-PMC CARREIRAS/CARGOS/ÁREAS DE CONHECIMENTO/REQUISTOS BÁSICOS/VAGAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO n. o 001/2007-PMC CARREIRAS/CARGOS/ÁREAS DE CONHECIMENTO/REQUISTOS BÁSICOS/VAGAS Carreira: Regulação e Fiscalização Especialista em

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA PORTARIA DEPENS Nº 150-T/DE-2, DE 26 DE ABRIL DE 2012. Protocolo COMAER nº 67500.013024/2012-19 Altera dispositivos nas

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 56, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a assistência odontológica indireta aos beneficiários do Programa

Leia mais

perfazendo carga horária semanal de 120 hs. semanais + 1 Auxiliar em Saúde Bucal (ASB) por CD *

perfazendo carga horária semanal de 120 hs. semanais + 1 Auxiliar em Saúde Bucal (ASB) por CD * A Política Nacional de Saúde Bucal, intitulada Brasil Sorridente, propicia a ampliação e a qualificação da Atenção Especializada em Saúde Bucal, através de uma de suas principais linhas de atuação, com

Leia mais

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA E IMAGINOLOGIA UNIVERSIDADE PAULISTA CAMPUS DE BRASÍLIA CRONOGRAMA DOS MÓDULOS MÓDULO MÊS DATAS I OUTUBRO/NOVEMBRO/07 29, 30, 31/10, 01/11 II DEZEMBRO/07

Leia mais

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 SUMÁRIO Questão 1 - Valor dos eventos de atenção à saúde, por grupo e origem... 4 Questão 2 Quantitativo e valor dos eventos de atenção à saúde por prestador...

Leia mais

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA Escola Superior de Ciências da Saúde Período de Inscrição: 18 de janeiro de 2010 a 19 de fevereiro de 2010. Local de Inscrição:

Leia mais

TISS. I Implanta TISS Prestadores e Operadoras em direção à padronização

TISS. I Implanta TISS Prestadores e Operadoras em direção à padronização TISS I Implanta TISS Prestadores e Operadoras em direção à padronização Roteiro Panorama da Saúde Padrão TISS Reflexões Avanços (tecnológico e científico) na Saúde Maior conhecimento sobre os determinantes

Leia mais

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO 1 1. PROPÓSITO Efetuar controle da Guias de Encaminhamentos Odontológicos em conformidade com a Circular 006/2007 da DSM e DGPM-401

Leia mais

Liberação de procedimentos de forma direta.

Liberação de procedimentos de forma direta. Novos diferenciais. Novas formas de fazer o cliente sorrir. Atuação em todo território Nacional de forma direta. Liberação de procedimentos de forma direta. Ainda mais profissionais para atendimento. Cooperativa

Leia mais

UNIDAS. Angélica Villa Nova de Avellar Du Rocher Carvalho Gerente-Geral de Análise Técnica da Presidência Brasília, 28 de abril de 2014

UNIDAS. Angélica Villa Nova de Avellar Du Rocher Carvalho Gerente-Geral de Análise Técnica da Presidência Brasília, 28 de abril de 2014 UNIDAS Angélica Villa Nova de Avellar Du Rocher Carvalho Gerente-Geral de Análise Técnica da Presidência Brasília, 28 de abril de 2014 Saúde no Brasil Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado,

Leia mais

IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS

IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS Brasília, 08 de junho de 2010. Cumprimento de Contratos das Operadoras com os Laboratórios Clínicos. DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL - DIDES Gerência de

Leia mais

Benefício Plano Odontológico

Benefício Plano Odontológico ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 3.1. Planos do Benefício Odontológico... 2 3.1.1. Dental I... 2 3.1.2. Dental II... 2 3.1.3. Dental II Plus E (com porcelana)... 2

Leia mais

ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR

ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR ODONTOLOGIA Coordenadores: Paulo César Ribeiro Campus I Elias Daruis Assad Neto Campus V Duração: 8 semestres Carga Horária Total: 4700 Situação Legal: Reconhecido Dec. Federal Nº 963/1992 MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

Regulação da ANS ANS entre hospital, planos e seguros saúde. Atibaia, 21 de abril de 2010

Regulação da ANS ANS entre hospital, planos e seguros saúde. Atibaia, 21 de abril de 2010 Regulação da ANS ANS entre hospital, planos e seguros saúde Atibaia, 21 de abril de 2010 Cenário atual DESAFIOS Desafios da Sustentabilidade Pressão constante sobre os custos Incorporação de novas tecnologias

Leia mais