quarta-feira, 4 de maio de 2011 A CRISE DO ANTIGO REGIME O ILUMINISMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "quarta-feira, 4 de maio de 2011 A CRISE DO ANTIGO REGIME O ILUMINISMO"

Transcrição

1 A CRISE DO ANTIGO REGIME

2 Definição: movimento filosófico, intelectual e científico que contrariou as bases do Antigo Regime; Quando: século XVIII; Onde? ING (início), FRA (auge); Quem? O iluminismo representou basicamente a forma da burguesia interpretar o mundo; Características básicas: Racionalismo; Cientificismo; Antiabsolutismo; Anticlericalismo; Defesa das liberdades individuais.

3 Principais representantes do Iluminismo: A) JHON LOCKE (ING): Precursor do Iluminismo (considerado o Pai do Iluminismo). Direitos naturais e inalienáveis dos homens: vida, liberdade e propriedade. Os governos existem para preservar esses direitos. -Tábula Rasa LIBERALISMO POLÍTICO. Defesa da Monarquia Parlamentar (Constitucional);. Conhecimento = experiência e razão.

4 B) ADAM SMITH (ESC): Pai da economia. Não intervenção do Estado na Economia. Livre concorrência, lei da oferta e da procura, divisão do trabalho. Riqueza = trabalho. LIBERALISMO ECONÔMICO.

5 A CRISE DO ANTIGO REGIME

6 A CRISE DO ANTIGO REGIME

7 C) FISIOCRACIA (FRA): Versão francesa do liberalismo econômico. Não intervenção do Estado na economia. Riqueza = agricultura. Teóricos destacados: QUESNAY, GOURNAY, MIRABEU, DUPONT E TURGOT. Lema: Laissez faire, laissez passer, le monde va de luimême (Deixai fazer, deixai passar, que o mundo anda por si mesmo).

8 D) C. S. MONTESQUIEU (FRA): Divisão de poderes: executivo, legislativo e judiciário. Harmonia e autonomia entre os poderes. Submissão de TODOS perante a lei. E) J. M. VOLTAIRE (FRA): Crítica ao clero e a intolerância. Igualdade jurídica. Liberdade de expressão. Monarquia ilustrada.

9 F) J. J. ROUSSEAU (FRA): O mais importante e influente. Soberania popular. Poder = povo (democracia). Teoria do bom selvagem. G) DIDEROT e D ALEMBERT (FRA): Enciclopedistas.

10 CIRCULAÇÃO DE IDÉIAS

11 A CRISE DO ANTIGO REGIME

12 O Despotismo Esclarecido: Reis absolutistas que influenciados pelas idéias iluministas promovem reformas em seus países, porém sem abdicar de seu imenso poder. Tentativa de evitar rebeliões internas.

13 A CRISE DO ANTIGO REGIME

14 A CRISE DO ANTIGO REGIME

15 PAÍS REI MEDIDAS ÁUSTRIA JOSÉ II Fim da servidão e relativa liberdade de imprensa RÚSSIA CATARINA II Criação do ensino leigo e de uma Universidade em Moscou PRÚSSIA FREDERICO II Chamado o rei filósofo, eliminou as torturas em seu país e criou o ensino obrigatório PORTUGAL ESPANHA JOSÉ I (orientado pelo ministro Pombal) CARLOS III (orientado pelo ministro Aranda) Combate a influência inglesa na economia de seu país, incrementa a produção industrial e combate a influência política da Igreja no seu país atacando e expulsando os jesuítas do reino Reduziu a tortura e a influência da Inquisição no país e expulsou os jeusítas

16 Importância do movimento: Influenciou uma série de movimentos na Europa e fora dela que abalam definitivamente o Antigo Regime ao longo dos séculos XVIII e XIX, como por exemplo a Independência dos EUA e a Revolução Francesa; Base do pensamento contemporâneo em muitas sociedades ocidentais, no que diz respeito a organização política, econômica e social.

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora ILUMINISMO Prof.ª Maria Auxiliadora A CRISE DO ANTIGO REGIME O ILUMINISMO O Antigo Regime vigorou entre os séculos XVI a XVIII na maioria dos países europeus. Este período caracterizou-se pelo: poder absoluto

Leia mais

1B Aula 01. O Iluminismo

1B Aula 01. O Iluminismo 1B Aula 01 O Iluminismo O contexto histórico em que surgiu o Iluminismo O Iluminismo foi acima de tudo uma revolução cultural porque propôs uma nova forma de entender a sociedade e significou uma transformação

Leia mais

Aulas 1 a 2 Iluminismo

Aulas 1 a 2 Iluminismo Aulas 1 a 2 Iluminism 1.Cnceit: 2. Quand: 3. Onde? Mviment filsófic, intelectual e científic que cntrariu as bases d Antig Regime. Se caracterizu pel empenh em estender a razã cm crítica e guia de tds

Leia mais

O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO

O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO Contexto Revolução Científica do século XVII Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton Concepção racionalista do mundo Leis Naturais Crise do Antigo

Leia mais

ILUMINISMO LUZ DA RAZÃO CONTRA AS TREVAS DA IGNORÂNCIA

ILUMINISMO LUZ DA RAZÃO CONTRA AS TREVAS DA IGNORÂNCIA ILUMINISMO LUZ DA RAZÃO CONTRA AS TREVAS DA IGNORÂNCIA Conceito: O Iluminismo foi um movimento ideológico do século XVIII, que defendeu a liberdade de expressão e o fim de todo regime opressor. O Iluminismo

Leia mais

1B Aula 01. O Iluminismo

1B Aula 01. O Iluminismo 1B Aula 01 O Iluminismo O contexto histórico em que surgiu o Iluminismo O Iluminismo foi acima de tudo uma revolução cultural porque propôs uma nova forma de entender a sociedade e significou uma transformação

Leia mais

Sobre a liberdade e a autoridade

Sobre a liberdade e a autoridade ILUMINISMO Sobre a liberdade e a autoridade "Nenhum homem recebeu da natureza o direito de comandar os outros. A liberdade é um presente do céu, e cada indivíduo da mesma espécie tem o direito de gozar

Leia mais

Iluminismo. Prof. Victor Creti Bruzadelli

Iluminismo. Prof. Victor Creti Bruzadelli Prof. Victor Creti Bruzadelli Contexto histórico: Fortalecimento dos Estados Nacionais Modernos; Aumento das contradições do Antigo Regime: Absolutismo; Sociedade de ordens; Mercantilismo; Poder da Igreja.

Leia mais

Foi um movimento intelectual que surgiu durante o século XVIII na Europa, que defendia o uso da razão (luz) contra o Antigo Regime (trevas) e pregava

Foi um movimento intelectual que surgiu durante o século XVIII na Europa, que defendia o uso da razão (luz) contra o Antigo Regime (trevas) e pregava Foi um movimento intelectual que surgiu durante o século XVIII na Europa, que defendia o uso da razão (luz) contra o Antigo Regime (trevas) e pregava maior liberdade econômica e política. Antigo Regime:

Leia mais

As origens do Iluminismo

As origens do Iluminismo GISELE MASSON PPGE-UEPG As origens do Iluminismo O Iluminismo foi um conjunto de ideias que tiveram origem na Europa, no século XVII, e se desenvolveu especialmente no século XVIII, o qual ficou conhecido

Leia mais

(Uepg 2010) O liberalismo é uma corrente de pensamento econômico e político que se originou no século XVIII. A seu respeito, assinale o que for

(Uepg 2010) O liberalismo é uma corrente de pensamento econômico e político que se originou no século XVIII. A seu respeito, assinale o que for (Uepg 2010) O liberalismo é uma corrente de pensamento econômico e político que se originou no século XVIII. A seu respeito, assinale o que for correto. 01) A Riqueza das Nações, livro escrito pelo inglês

Leia mais

5 O LIBERALISMO IDEOLOGIA E REVOLUÇÃO, MODELOS E PRÁTICAS NOS SÉCULOS XVIII E XIX 4. O LEGADO DO LIBERALISMO NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX

5 O LIBERALISMO IDEOLOGIA E REVOLUÇÃO, MODELOS E PRÁTICAS NOS SÉCULOS XVIII E XIX 4. O LEGADO DO LIBERALISMO NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX 1. O liberalismo, uma ideologia centrada na defesa dos direitos humanos Liberalismo - opõe-se ao absolutismo e às tiranias - defende liberdade de iniciativa económica - promove a burguesia - defende os

Leia mais

O iluminismo ou Século das luzes

O iluminismo ou Século das luzes O iluminismo ou Século das luzes Início O contexto histórico em que surgiu o Iluminismo Burguesia e Iluminismo As luzes da razão O que o iluminismo defendia O que o iluminismo combatia Os pensadores iluministas

Leia mais

Definição O Iluminismo (também conhecido como Ilustração ou Esclarecimento) foi um movimento intelectual e filosófico que teve origens na Inglaterra d

Definição O Iluminismo (também conhecido como Ilustração ou Esclarecimento) foi um movimento intelectual e filosófico que teve origens na Inglaterra d Definição O Iluminismo (também conhecido como Ilustração ou Esclarecimento) foi um movimento intelectual e filosófico que teve origens na Inglaterra durante o século XVIII. Definição As ideias defendidas

Leia mais

UNICAMP ILUMINISMO HISTÓRIA GEAL

UNICAMP ILUMINISMO HISTÓRIA GEAL 1. (Unicamp 94) Em 1770, um advogado chamado Séguier comentava, a propósito de um movimento do século XVIII: "Os filósofos se erigiram como preceptores do gênero humano. Liberdade de pensar, eis seu brado,

Leia mais

Ciência Política - I. O Iluminismo a Teoria do Contrato Social e as origens da desigualdade entre os homens em Jean Jacques Rousseau

Ciência Política - I. O Iluminismo a Teoria do Contrato Social e as origens da desigualdade entre os homens em Jean Jacques Rousseau Ciência Política - I O Iluminismo a Teoria do Contrato Social e as origens da desigualdade entre os homens em Jean Jacques Rousseau Nasceu em : (Genebra, 28 de Junho de 1712 Ermenonville, 2 de Julho de

Leia mais

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E O LIBERALISMO ECONÔMICO

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E O LIBERALISMO ECONÔMICO A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E O LIBERALISMO ECONÔMICO Na segunda metade do século XVIII, a Inglaterra iniciou um processo que teve consequências em todo o mundo. Esse novo sistema de produção modificou as relações

Leia mais

O contexto Europeu dos séculos XVII e XVIII

O contexto Europeu dos séculos XVII e XVIII O contexto Europeu dos séculos XVII e XVIII Índice Da revolução científica aos ideais iluministas ; A difusão das ideias iluministas ; O despotismo esclarecido ; A herança do iluminismo ; Políticas de

Leia mais

Na estrutura do Estado Absolutista havia três diferentes Estados. O que é correto afirmar sobre estes estados?

Na estrutura do Estado Absolutista havia três diferentes Estados. O que é correto afirmar sobre estes estados? Questão 1 Na estrutura do Estado Absolutista havia três diferentes Estados. O que é correto afirmar sobre estes estados? a. O Primeiro Estado era representado pelos religiosos, o Segundo Estado era representado

Leia mais

As formas de controle e disciplina do trabalho no Brasil pós-escravidão

As formas de controle e disciplina do trabalho no Brasil pós-escravidão Atividade extra As formas de controle e disciplina do trabalho no Brasil pós-escravidão Questão 1 Golpe do 18 Brumário O Golpe do 18 Brumário foi um golpe de estado ocorrido na França, e que representou

Leia mais

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real.

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. O que foram os movimentos de pré-independência? Séculos XVIII e XIX grandes mudanças afetaram o Brasil... MUNDO... Hegemonia das ideias

Leia mais

HISTÓRIA MÓDULO 5 MARQUÊS DE POMBAL: O DESPÓTICO DA RAZÃO ILUMINISMO (CONTEXTO INTERNACIONAL) SÉCULO DAS LUZES

HISTÓRIA MÓDULO 5 MARQUÊS DE POMBAL: O DESPÓTICO DA RAZÃO ILUMINISMO (CONTEXTO INTERNACIONAL) SÉCULO DAS LUZES MARQUÊS DE POMBAL: O DESPÓTICO DA RAZÃO ILUMINISMO (CONTEXTO INTERNACIONAL) Este movimento surgiu na França do século XVII e defendia o domínio da razão sobre a visão teocêntrica que dominava a Europa

Leia mais

O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA 1799-1815 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS OS SIGNIFICADOS DA ASCENSÃO DE NAPOLEÃO O esgotamento político e social após 10 anos de revolução na França.

Leia mais

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: HISTÓRIA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: HISTÓRIA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL INSTITUTO GEREMARIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 3º Ano: C31 Nº Professor: Roberto Nascimento COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho Bimestral 1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Alessandra Disciplina: História Turma: 2ª Série Ensino Médio Nome: Nº: Atividade deverá ser entregue

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho de Recuperação1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Alessandra Disciplina: História Turma: 2ª Série Ensino Médio Nome: Nº: ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof. Iair. Prof. Jorge Diacópulos

IDADE CONTEMPORÂNEA A REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof. Iair. Prof. Jorge Diacópulos Prof. Jorge Diacópulos Revolução burguesa. Antecedentes/causas: IDADE CONTEMPORÂNEA Maior população da Europa Ocidental (25 milhões). 80% rural. Absolutismo parasitário Luís XVI Festas, banquetes, pensões,

Leia mais

Ciclo do ouro Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira

Ciclo do ouro Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira Ciclo do ouro Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira Formato ABNT, para citação desta apostila em trabalhos acadêmicos: PEREIRA, L. M. A. Ciclo do ouro. Curso

Leia mais

HISTÓRIA GERAL - ILUMINISMO

HISTÓRIA GERAL - ILUMINISMO 1. (Espcex (Aman) 2016) O movimento intelectual conhecido como Iluminismo ocorreu no século XVIII. Leia as informações abaixo. I. O pensamento político e econômico dos iluministas correspondia aos anseios

Leia mais

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação. AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2012/2013 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Panorâmica geral dos séculos XII e XIII. Observação directa Diálogo

Leia mais

França e as Guerras Napoleônicas. Conteúdo cedido, organizado e editado pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila

França e as Guerras Napoleônicas. Conteúdo cedido, organizado e editado pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila França e as Guerras Napoleônicas Conteúdo cedido, organizado e editado pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila A França do Século XVIII 3 a. maior economia europeia; problemas econômicos domésticos

Leia mais

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA Definição: movimento que inspirado nos princípios iluministas determinou o fim do domínio da Inglaterra sobre as chamadas 13 colônias americanas (atualmente EUA); Quando: 1776; Antecedentes/causas: EUA

Leia mais

ILUMINISMO MARCOS ROBERTO

ILUMINISMO MARCOS ROBERTO Filósofos Iluministas reunidos no salão de madame Geoffrin. Óleo sobre tela de Anicet-Charles Lemonnier, 1812 Fonte: História Viva ILUMINISMO MARCOS ROBERTO DEFINIÇÃO Corrente de pensamento dominante no

Leia mais

Formação da Economia Global

Formação da Economia Global Formação da Economia Global *Capitalismo Comercial Séculos XV e XVI Expansão Comercial Renascimento (arte, cultura, filosofia e ciências, século XIII a XVI) Matéria- prima MercanGlismo metais preciosos

Leia mais

Recordando algumas reflexões racionalistas: Descartes, Leibniz e Espinosa enalteceram a racionalidade humana. A razão é a única fonte de conhecimento

Recordando algumas reflexões racionalistas: Descartes, Leibniz e Espinosa enalteceram a racionalidade humana. A razão é a única fonte de conhecimento ILUMINISMO E O PENSAMENTO MODERNO A LUZ DA RAZÃO A razão no Iluminismo Recordando algumas reflexões racionalistas: Descartes, Leibniz e Espinosa enalteceram a racionalidade humana. A razão é a única fonte

Leia mais

O Iluminismo. defesa dos ideais de liberdade, igualdade, tolerância e justiça. Frontispício da Enciclopédia (1772)

O Iluminismo. defesa dos ideais de liberdade, igualdade, tolerância e justiça. Frontispício da Enciclopédia (1772) O Iluminismo Movimento cultural e filosófico que se desenvolveu na Europa, no século XVIII (Século das Luzes), e que se caracterizou pela afirmação do valor da Razão e do conhecimento para atingir o progresso;

Leia mais

dicionario ilustrado das revoluçoes modernas.

dicionario ilustrado das revoluçoes modernas. dicionario ilustrado das revoluçoes modernas. ABSOLUTISMO Absolutismo é um regime político em que apenas uma pessoa exerce poderes absolutos, amplos poderes, onde só ele manda, geralmente um rei ou uma

Leia mais

ARTESANATO MANUFATURA PRODUÇÃO INDUSTRIAL FERRA- MENTAS MANUAIS DIVISÃO DO TRABALHO FERRAMENTAS MECÂNICAS INDIVIDUAL TRABALHO

ARTESANATO MANUFATURA PRODUÇÃO INDUSTRIAL FERRA- MENTAS MANUAIS DIVISÃO DO TRABALHO FERRAMENTAS MECÂNICAS INDIVIDUAL TRABALHO Definição: conjunto de transformações técnicas, econômicas e sociais caracterizadas pela substituição da energia física pela mecânica, da ferramenta pela máquina e da manufatura pela fábrica. ARTESANATO

Leia mais

Revisão ª série. Roberson de Oliveira

Revisão ª série. Roberson de Oliveira Revisão 2011 3ª série Roberson de Oliveira Iluminismo - séc. XVIII 1. Definição 2. caracterização: valorização da razão oposição/superioridade em relação à fé promotora do bem-estar, do progresso e da

Leia mais

TEMA F1: O ANTIGO REGIME EUROPEU REGRA E EXCEÇÃO

TEMA F1: O ANTIGO REGIME EUROPEU REGRA E EXCEÇÃO História 8º ano Guião de Trabalho de Grupo 2º Período Nome: Data: / / TEMA F1: O ANTIGO REGIME EUROPEU REGRA E EXCEÇÃO GRUPO 1 O Antigo Regime Consulta as páginas 80-85; 94-97 do teu manual 1. Conhecer

Leia mais

Contexto. Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton. Concepção racionalista do mundo Leis Naturais

Contexto. Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton. Concepção racionalista do mundo Leis Naturais Revolução Científica do século XVII Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton Concepção racionalista do mundo Leis Naturais Contexto Crise do Antigo Regime Questionamento dos privilégios do Clero

Leia mais

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I APRESENTAÇÃO Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA (1789 Queda da Bastilha) Antecedentes: - Ideais iluministas (liberais); - Abuso de poder da nobreza; - Pompa das cortes; - Déficit orçamentário;

Leia mais

PROFESSOR (A): ASSINATURA DOS PAIS E/ OU RESPONSAVEIS:

PROFESSOR (A): ASSINATURA DOS PAIS E/ OU RESPONSAVEIS: NOME: DATA: TURMA: 8º PROFESSOR (A): ASSINATURA DOS PAIS E/ OU RESPONSAVEIS: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1º TRI DISCIPLINA: História NOTA: 1- "Todo o poder vem de Deus. Os governantes, pois, agem como ministros

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: História Série: 8 a - Ensino Fundamental Professora: Emmeline História Atividades para Estudos Autônomos Data: 25 / 4 / 2016 Aluno(a): N o :

Leia mais

Aluno(a): Nº Disciplina: História e Geografia Professor (a): Barros Dutra

Aluno(a): Nº Disciplina: História e Geografia Professor (a): Barros Dutra Aluno(a): Nº Disciplina: História e Geografia Professor (a): Barros Dutra Lista de História. Avaliação dia 03 de setembro de 2016 P1, 3º. Bimestre 2ª. Série 01. Qual das alternativas abaixo define melhor

Leia mais

Iluminismo IDADE MODERNA

Iluminismo IDADE MODERNA IDADE MODERNA Iluminismo Movimento cultural que se desenvolveu na Inglaterra, Holanda e França, e se espalhou por várias partes do Mundo, nos séculos XVII e XVIII. Nessa época, o desenvolvimento intelectual,

Leia mais

Conteúdo para recuperação do I Semestre

Conteúdo para recuperação do I Semestre Conteúdo para recuperação do I Semestre I Bimestre II Bimestre 8 ANO Antigo Regime; Iluminismo. Ideias Iluministas na América; Revolução Francesa ANTIGO REGIME Conceito foi a denominação atribuída ao período

Leia mais

Guerra Civil (1642-1648)

Guerra Civil (1642-1648) Prof. Thiago Revolução Inglesa Governo Despótico de Carlos I (1625-1648) Petição de Direitos (1628) Exigência do Parlamento Cobrança do ship money em cidades do interior desobediência ao Parlamento Guerra

Leia mais

ILUMINISMO. sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder.

ILUMINISMO. sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder. ILUMINISMO HABILIDADE 13 A li t ã d i t HABILIDADE 13 - Analisar a atuação dos movimentos sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder. Conceito Também denominado

Leia mais

Objetivo da aula: Origens da ciência econômica. A Economia Política e sua critica (aula 1 Adam Smith)

Objetivo da aula: Origens da ciência econômica. A Economia Política e sua critica (aula 1 Adam Smith) Ciências Sociais (P.I) A Economia Política e sua critica (aula 1 Adam Smith) Temática: Economia e funcionamento social: fundamentos Adam Smith. Profa. Luci Praun Objetivo da aula: Conhecer as formulações

Leia mais

Qual é o ponto de humor da charge abaixo? SOCIALISMO

Qual é o ponto de humor da charge abaixo? SOCIALISMO Qual é o ponto de humor da charge abaixo? SOCIALISMO SOCIALISMO SOCIALISMO A História das Ideias Socialistas possui alguns cortes de importância. O primeiro deles é entre os socialistas Utópicos e os socialistas

Leia mais

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO O Absolutismo ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO Regime político em que o poder está concentrado nas mãos do Rei. Rei: chefe militar, economia, chefe administrativo, controle da Igreja, poder político -> Poder

Leia mais

REVOLUÇÃO AMERICANA

REVOLUÇÃO AMERICANA REVOLUÇÃO AMERICANA 1776-1781 CONTEXTO Crise do Antigo Regime na América. Expansão dos ideais Iluministas. Liberalismo político e econômico. Crítica ao Sistema Colonial Consolidação do Estado Burguês na

Leia mais

HISTÓRIA 8º ano 1º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS

HISTÓRIA 8º ano 1º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS HISTÓRIA 8º ano 1º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS 1. Acerca do Iluminismo assinale a única alternativa incorreta. a) Muitas das ideias propostas pelos filósofos iluministas são, hoje, elementos

Leia mais

HISTÓRIA. - Curso Vocacional - 1º ANO -

HISTÓRIA. - Curso Vocacional - 1º ANO - Planificação de História - 1º ano Curso Vocacional 201/2015 p. 1 ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA HISTÓRIA - Curso Vocacional - 1º ANO - PLANIFICAÇÃO A MÉDIO E LONGO PRAZO Ano letivo de 201/2015

Leia mais

A POLÍTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO

A POLÍTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO PLATÃO (428-347 a.c.) Foi o primeiro grande filósofo que elaborou teorias políticas. Na sua obra A República ele explica que o indivíduo possui três almas que correspondem aos princípios: racional, irascível

Leia mais

1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira

1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira 1º bimestre 2010_3ª série Contemporânea Unificações tardias (Alemanha e Itália). Cap39, p. 374 até 378. Roberson de Oliveira Expansão capitalista e nacionalismo As transições tardias: Alemanha e Itália

Leia mais

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma Escola Secundária Dr. José Afonso Informação-Prova de Equivalência à Frequência História Prova 19 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

DISCIPLINA DE HISTÓRIA

DISCIPLINA DE HISTÓRIA DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 6º ano Estabelecer relações entre presente e passado permitindo que os estudantes percebam permanências e mudanças nessas temporalidades. Desenvolver o raciocínio crítico

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 7º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As Monarquias Absolutistas) Páginas Tarefa 1 A Formação do Estado Moderno 10 e 11 Mapa Mental 3 Teorias em defesa

Leia mais

1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO

1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2015 90 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO DATA: / / NOTA: NOME: N CAD. RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA 8 ANO EF TURMA 181 PROFº BRUNO 2º BIMESTRE

Leia mais

TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS

TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS Aula 01 Apontar bases tecnológicas relacionadas VOCÊ CONCORDA COM ISSO? 1 CONTEXTUALIZAÇÃO O homem como ser social. O papel das organizações na vida em sociedade. As relações

Leia mais

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento Estado: conceito e evolução do Estado moderno Santana do Livramento Objetivos da Aula Objetivo Geral Estudar o significado do Estado, sua concepção e evolução para os modelos do Estado Moderno, para a

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS

CARACTERÍSTICAS GERAIS CARACTERÍSTICAS GERAIS 1.1 CONTEXTO TRANSIÇÃO FEUDO-CAPITALISTA CRISE DO FEUDALISMO 1.2 CAUSAS EXPANSÃO DA ATIVIDADE COMERCIAL ALIANÇA REI-BURGUESIA ENFRAQUECIMENTO DO PODER CENTRAL CARACTERÍSTICAS GERAIS

Leia mais

MONARQUIA FRANCESA SÉC. XV-XVIII AUGE DO ABSOLUTISMO E ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO FRANCESA.

MONARQUIA FRANCESA SÉC. XV-XVIII AUGE DO ABSOLUTISMO E ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO FRANCESA. MONARQUIA FRANCESA SÉC. XV-XVIII AUGE DO ABSOLUTISMO E ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO FRANCESA SÉC. XVI: OS VALOIS NO PODER Guerras de religião: católicos X protestantes; Obstáculo para a centralização; Absolutistas

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2016

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2016 TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2016 ALUNO (A): TURMA: VALOR: 12,0 Nota: INSTRUÇÕES: Todas as questões devem ser respondidas a CANETA. 01- Explique por que o século XVIII acabou sendo conhecido como

Leia mais

EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONOMICO

EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONOMICO EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONOMICO Evolução do pensamento econômico Pontos a serem destacados Como era a Economia Medieval? O que foi o Mercantilismo? O que representa a escola fisiocrata? Qual a relação

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

Estão correta as afirmações: X) I, III, IV e VI b) I, II e III. c) apenas a VI d) apenas a VI e) IV, V e VI

Estão correta as afirmações: X) I, III, IV e VI b) I, II e III. c) apenas a VI d) apenas a VI e) IV, V e VI ALUNO(A):... Nº... DATA: 22/03/2012 1º TRIIMESTRE ANO: 2º TURMA:... DISCIPLINA: HISTÓRIA TEMA: ESTADO E NAÇÃO; ANTIGO REGIME E ILUMINISMO. PROFESSOR: JOAO PAULO VALOR: 8,0 1) Podemos dizer que povo e população

Leia mais

Revolução Francesa e Napoleão

Revolução Francesa e Napoleão Revolução Francesa e Napoleão Revolução Francesa e Napoleão 1. A convocação dos Estados Gerais deu início à Revolução Francesa, ocasionando um conjunto de mudanças que abalaram não só a França, mas também

Leia mais

1. Uma sociedade anacrónica

1. Uma sociedade anacrónica 1. Uma sociedade anacrónica 2.1. A França nas vésperas da Revolução Antigo Regime sociedade de ordens e de privilégios da nobreza e do clero Rei: Luís XVI nobreza: propriedade (e rendas) de ¼ das terras

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof.: Diego Gomes omonstrodahistoria.blogspot.com.

REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof.: Diego Gomes  omonstrodahistoria.blogspot.com. REVOLUÇÃO FRANCESA Prof.: Diego Gomes diegogomes.historia@gmail.com www.facebook.com/profdiegogomes/ omonstrodahistoria.blogspot.com.br/ Objetivos de Ensino/Aprendizagem Conhecer as condições socioeconômicas

Leia mais

A ERA NAPOLEÔNICA ( ) E O CONGRESSO DE VIENA

A ERA NAPOLEÔNICA ( ) E O CONGRESSO DE VIENA A ERA NAPOLEÔNICA (1799-1815) E O CONGRESSO DE VIENA FIM DA REVOLUÇÃO E EXPANSÃO FRANCESA http://historiaonline.com.br 1. Napoleão de 1769 a 1799: Patente de general com 24 anos. 1.1 Êxitos militares:

Leia mais

MERCANTILISMO. A política econômica dos Estados Modernos. Prof.: Mercedes Danza Lires Greco

MERCANTILISMO. A política econômica dos Estados Modernos. Prof.: Mercedes Danza Lires Greco MERCANTILISMO A política econômica dos Estados Modernos Prof.: Mercedes Danza Lires Greco No feudalismo, a riqueza = terra. Entre os séculos XV e XVIII, a riqueza = dinheiro. Principal atividade geradora

Leia mais

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP Unificação Italiana e Alemã Prof. Leopoldo UP Antecedentes: O Congresso de Viena(1815) Tentativa frustrada de manter o Antigo Regime. A Revolução de 1830. A Revolução Industrial se espalha por várias regiões

Leia mais

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: História II Curso: Técnico do Nível Médio Integrado em Mineração Série/Período: 2ª série Carga Horária: 2 a/s - 80h/a 67h/r

Leia mais

His. Semana. William Gabriel Renato Pellizzari (Leonardo Machado)

His. Semana. William Gabriel Renato Pellizzari (Leonardo Machado) Semana 7 William Gabriel Renato Pellizzari (Leonardo Machado) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO

Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO I- OS HOMENS DEVEM AMOR AO REI: SÃO SÚDITOS. Jacques Bossuet II- AS VIRTUDES DO HOMEM PÚBLICO SE CONFUNDEM COM AS

Leia mais

As Revoluções Francesas ( )

As Revoluções Francesas ( ) As Revoluções Francesas (1789 1815) 1. Observe a obra do pintor Delacroix, intitulada A Liberdade guiando o povo (1830), e assinale a alternativa correta. a) Os sujeitos envolvidos na ação política representada

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º ano Turma 1 1. Aulas previstas (Tempos letivos) 2. Conteúdos a leccionar

Leia mais

A ERA NAPOLEÔNICA ( ) E O CONGRESSO DE VIENA

A ERA NAPOLEÔNICA ( ) E O CONGRESSO DE VIENA A ERA NAPOLEÔNICA (1799-1815) E O CONGRESSO DE VIENA FIM DA REVOLUÇÃO E EXPANSÃO FRANCESA http://historiaonline.com.br 1. Napoleão de 1769 a 1799: Patente de general com 24 anos. 1.1 Êxitos militares:

Leia mais

Capitalismo Comercial (século XV XVIII) Expansão Marítima e Comercial. Expansão do modelo industrial Era do aço, petróleo e Eletricidade

Capitalismo Comercial (século XV XVIII) Expansão Marítima e Comercial. Expansão do modelo industrial Era do aço, petróleo e Eletricidade Marcos Machry Capitalismo Comercial (século XV XVIII) Expansão Marítima e Comercial I Revolução Industrial (1760 1860) - Capitalismo Industrial - O pioneirismo da INGLATERRA Era do carvão, ferro e vapor

Leia mais

Aula 3 O Estado. Objetivos:

Aula 3 O Estado. Objetivos: Aula 3 O Estado Objetivos: a) Conhecer a estrutura política e jurídica de um Estado; b) Conhecer a estrutura política e jurídica do Estado brasileiro; c) Relacionar o conhecimento da estrutura política

Leia mais

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2015 / 2016 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período DOMÌNIO / TEMA D O contexto europeu dos séculos XII a XIV (recuperação

Leia mais

10/03/2010 CAPITALISMO NEOLIBERALISMO SOCIALISMO

10/03/2010 CAPITALISMO NEOLIBERALISMO SOCIALISMO CAPITALISMO NEOLIBERALISMO SOCIALISMO Uma empresa pode operar simultaneamente em vários países, cada um dentro de um regime econômico diferente. 1 A ética não parece ocupar o papel principal nos sistemas

Leia mais

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O indivíduo deve lealdade e devoção ao Estado nacional compreendido como um conjunto de pessoas unidas num mesmo território por tradições, língua, cultura,

Leia mais

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral HISTÓRIA 8º ano

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral HISTÓRIA 8º ano Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral HISTÓRIA 8º ano NOME: IMPRIMA AS FOLHAS. RESOLVA AS QUESTÕES DISSERTATIVAS EM FOLHA DE PAPEL ALMAÇO OU FOLHA DE FICHÁRIO; OS TESTES PODERÃO SER RESPONDIDOS

Leia mais

Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Ficha de Disciplina Ano Lectivo 2010/2011

Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Ficha de Disciplina Ano Lectivo 2010/2011 (DESCRITOR) Estabelecimento de Ensino Unidade Orgânica Plano de Estudos Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Ciência Política Área Científica Unidade Curricular Equipa Docente Pré-Requisitos

Leia mais

PANIFICAÇÃO HISTÓRIA 8ºANO. Metas/descritores de desempenho

PANIFICAÇÃO HISTÓRIA 8ºANO. Metas/descritores de desempenho PANIFICAÇÃO HISTÓRIA 8ºANO Domínio/subdomínio EXPANSÃO E MUDANÇA NOS SÉC.XV E XVI -RUMOS DA EXPANSÃO QUATROCENTISTA Condições da prioridade portuguesa Interesses dos s sociais Descobrimentos e conquistas

Leia mais

ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA

ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA CONCEPÇÕES DA ORIGEM DO ESTADO Existem cinco principais correntes que teorizam a este respeito: A corrente teológica; A corrente familiar ou patriarcal;

Leia mais

Principais causas para revolução francesa

Principais causas para revolução francesa Revolução Francesa Principais causas para revolução francesa -Empobrecimento do povo francês guerras, luxo, empréstimos. -Cerca de 80% do povo viviam no campo em situação precária. -Os anos que antecederam

Leia mais

Iluminismo e Independência dos Estados Unidos

Iluminismo e Independência dos Estados Unidos 1. (UFMS) Classificar, delinear, dividir, sistematizar, criar um mapa mundi do saber. Esta era a ideia dos iluministas Diderot e D Alambert: ordenar o mundo em categorias em uma enciclopédia com 17 volumes

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: História Série: 8ª Ensino Fundamental Professora: Letícia História Atividades para Estudos Autônomos Data: 03 / 10 / 2016 Aluno(a): Nº: Turma:

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 8º Ano 1º/2º Bimestre 2015 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Fernanda Data: / /2015 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara História Resultado

Leia mais

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo.

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO ESTADO I Estado Antigo, Oriental ou Teocrático não se distingue o pensamento político da religião, da moral, da filosofia, ou das doutrinas econômicas. Características: a) Natureza

Leia mais

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/07 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatos históricos, ocorridos durante as crises política, econômica e militar portuguesa/européia

Leia mais

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO QUESTÃO 1. A sociedade do Antigo Regime As características sociais de cada período da história da Humanidade estão muito ligadas ao modo produção de cada

Leia mais

Sugestão de Atividades História 8º ano Unidade 4

Sugestão de Atividades História 8º ano Unidade 4 1. Sobre o despotismo esclarecido assinale a alternativa incorreta. a) Houve procura pela modernização dos Estados da parte dos monarcas europeus. b) O objetivo da modernização dos Estados era uma administração

Leia mais