OFFSHORE EM SERVIÇO E.R. OFFSHORE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OFFSHORE EM SERVIÇO E.R. OFFSHORE"

Transcrição

1 OFFSHORE EM SERVIÇO E.R. OFFSHORE N E HAMBURGO

2 SABEMOS O QUE ESTÁ EM JOGO NAS ATIVIDADES OFFSHORE. É POR ISSO QUE TEMOS UM FORTE COMPROMISSO COM A SEGURANÇA DE NOSSAS OPERAÇÕES E COM A PROMOÇÃO DOS PADRÕES DE QUALIDADE, TREINAMENTO E RESPONSABILIDADE AMBIENTAL. COM A NOSSA JOVEM FROTA DE PSVS E AHTSS DE ALTA TECNOLOGIA E UMA EQUIPE ALTAMENTE QUALIFICADA E ESTÁVEL DE ESPECIALISTAS MOTIVADOS E EXPERIENTES ESTAMOS PRONTOS PARA ENFRENTAR SEUS DESAFIOS MARÍTIMOS OFFSHORE. NOSSOS SERVIÇOS 2

3 E.R. Offshore Perfil A E.R. Offshore faz parte do Grupo E.R. A E.R. Schiffahrt dedica-se historicamente às embarcações de contêiners. A empresa se diversificou para offshore em Para essa finalidade, foi fundada a E.R. Offshore. A E.R. Offshore é uma empresa de gerenciamento de embarcações que controla uma frota de 13 OSV em serviço. 320 membros da tripulação e funcionários em terra dedicam-se à prestação de serviços seguros e profissionais aos nossos clientes. 3

4 Liderança da Empresa KAI NAUMANN Diretor Geral Kai Naumann é responsável pelas áreas das Finanças e Tecnologia. Além de suas obrigações comerciais, administra os funcionários tanto em terra como no mar. Iniciou sua carreira como auditor interno da RWE Dea AG. Mais tarde trabalhou como auditor de consórcio em um grande número de fusões internacionais, em colaboração com outras empresas internacionais de petróleo e de gás. Em 2004 foi nomeado Analista de Ativos Sénior para a equipa de gerenciamento da carteira do Grupo. Mais recentemente, na qualidade de CFO, teve um papel essencial na fundação da RWE Offshore Logistics Company GmbH, Hamburgo. IAN PERROTT Diretor Geral Ian Perrott é responsável pelo fretamento e comercialização da frota de abastecimento de plataformas e navios de manuseio de âncoras. Na indústria naval há aproximadamente 40 anos e com mais de 30 anos de experiência na atividade offshore. Trabalhou durante cinco anos como intermediário offshore para a Stewart Offshore Service Ltd. em Londres e Aberdeen. Gerente de afretamento da frota AHTS do Mar do Norte da Maersk Co. Ltd. Em 1990 passou para a Sealion Shipping Ltd., onde exerceu as funções de Diretor Comercial e Co-Diretor Geral. 4

5 Saúde, Segurança, Proteção Ambiental e Qualidade (SSAQ) Nos focamos nos mais elevados padrões de segurança, qualidade e responsabilidade ambiental. A E.R. Offshore promove uma cultura de segurança e consciência ambiental como parte integrante da rotina do trabalho diária de todos. Cuidamos - de nossos funcionários e de suas famílias, de nossos fretadores e de seu pessoal e equipamento e de todos à nossa volta. Os nossos gerentes e executivos têm a responsabilidade especial de promover e dar credibilidade à nossa cultura de segurança, praticando-a de forma visível e criando um ambiente que incentive as práticas seguras e a consciência ambiental. Consideramos que esta é uma responsabilidade prioritária sempre! 5

6 Certificações e filiações Registro Avançado FPAL para elementos de gerenciamento de Saúde & Segurança, Meio ambiente e Competência & Formação Fornecedor Nº: ISOA (International Support Vessel Owners Association) IMCA (International Marine Contractors Association) MSF (Marine Safety Forum) A E.R. Offshore participa no UN Global Compact 6

7 Início de 2006 Novembro de 2006 A E.R. Offshore entra no mercado offshore ao encomendar seis PSVs UT755 à STX Europe, Noruega. O grupo Erck Rickmers forma uma joint-venture na qual cada uma tem participação de 50% com o Grupo norueguês OSM Maritime, gerenciando oito PSVs encomendados pelo grupo. Junho de 2008 Setembro de 2008 As duas primeiras novas embarcações offshore, os navios de abastecimento de plataformas, "ER Aalesund" e "ER Stavanger", são batizados no estaleiro da Aker na Noruega. O grupo E.R. adquire todas as ações remanescentes da OSM Schiffahrt GmbH & Cie. KG da antiga joint-venture com a OSM Norway. A OSM Schiffahrt é renomeada E.R. Offshore GmbH & Cie. KG. Final de 2006 Fevereiro de 2007 A empresa adquire de terceiros, três modernos PSVs. A E.R. Offshore inaugura a nova sede em Hamburgo de onde administra agora suas operações diárias de suas embarcações offshore A E.R. Offshore encomenda PSVs e AHTSs adicionais. Outubro de 2008 A lista de encomendas de navios da empresa continua crescendo, incluindo agora quatro PSVs dois navios tipo UT 755 e dois UT 776 adicionais mais oito rebocadores de manuseio de âncoras, todos a serem entregues em No Brasil, a E.R. Offshore estabelece a sua subsidiária E.R. Offshore Navegação Ltda., e contrata um representante local / capitão dos portos brasileiro A E.R. Offshore emprega cerca de 320 pessoas em terra e no mar. 7

8 2 PSV 2 PSV Escritório Local da ERO N E HAMBURGO 3 PSV Sede da ERO S W MACAÉ 2 AHTS 4 PSV ÁREA DE OPERAÇÕES ATUAL 8

9 2 AHTS 11 PSV UT 786 CD UT 755 LN VS 470 MK II UT 776 CD ALTA TECNOLOGIA NO MAR 9

10 UT 786 CD Desenho Classe Comprimento total Largura Calado padrão Porte bruto Velocidade Motor principal UT 786 CD DNV GL +1A1, E0, SF, DK+, HL(2,8), LFL*, BWM-T, DYNPOS AUTR, CLEAN, ICE C, COMF-V(3), NAUT-OSV(A), FIFI II, OILREC, STANDBY VESSEL 86.0 m 19.9 m 6.8 m 3,600 tdw 18.0 kn Posicionamento dinâmico DP 2 Combate a incêndio FiFi 2 Óleo combustível 1,170 m³ Água de lastro 3,350 m³ Água de perfuração 3,050 m³ Lama líquida 700 m³ Granel seco 235 m³ Água salgada 1,020 m³ Recuperação de óleo 1,350 m³ Espaço de convés 660 m³ Carga de convés Carga de convés máx Equipamento de reboque & manuseio de âncoras Grua e convés Bergen Diesel B32:40V12P, 2 x 6,000 kw 10 t/m² 1,200 t AHT-WINCH - TWO DRUMS LOAD 400t / 500t, 2nd WINCH - TWO DRUMS LOAD 138t / 170t, TUGGER WINCHES 2 x 24t 1 x 15 t, 2 x 5 t 10

11 Desenho Classe Comprimento total Largura Calado padrão Porte bruto Velocidade Motor principal UT 755 LN DNV GL +1A1, SF, E0, DK(+), HL(2,8), DYNPOS AUTR, CLEAN, FI-FI 1, TMON 73.6 m 16.0 m 5.8 m 3,240 tdw 14.5 kn MaK 6M25, 2 x 1,980 kw Posicionamento dinâmico DP 2 Combate a incêndio FiFi 1 Óleo combustível 980 m³ Água de lastro 1,340 m³ Água de perfuração 1,340 m³ Lama líquida 980 m³ Granel seco 320 m³ Água salgada 390 m³ Espaço de convés 680 m³ Carga de convés 5 t/m² Carga de convés máx 1,600 t Grua e convés 1 x 3 t UT 755 LN 11

12 Desenho VS 470 MK II Classe DNV GL +1A1 SF E0 DYNPOS-AUT DK(+) HL(2.5) FiFi 1 VS 470 MK II Comprimento total 73.4 m Largura 16.6 m Calado padrão 6.5 m Porte bruto 3,544 tdw Velocidade 15.2 kn Motor principal Wärtsilä Vasa 6R32LND, 2 x 2,250 kw Posicionamento dinâmico DP 1 / DP 2 Combate a incêndio FiFi 1 Óleo combustível 1,099 m³ Água de lastro 694 m³ Água de perfuração 730 m³ Lama líquida 1,072 m³ Granel seco 340 m³ Água salgada 850 m³ Espaço de convés 700 m³ Carga de convés 5 t/m² Carga de convés máx 1,550 t 12

13 Desenho Classe UT 776 CD Det Norske Veritas +1A1,E0,SF,DK+,HL(2,8),DYNPOS AUTR, CLEAN, COMF-V(3), FIFI 1, OILREC Comprimento total 93.0 m Largura 20.0 m Calado padrão 6.2 m Porte bruto 4,488 tdw Velocidade 16.8 kn Motor principal Bergen Diesel C25:33L6A, 4 x 1,740 kw Posicionamento dinâmico DP 2 Combate a incêndio FiFi 1 Óleo combustível 1,150 m³ Água de lastro 2,400 m³ Água de perfuração 760 m³ Lama líquida 1,100 m³ Granel seco 300 m³ Água salgada 600 m³ Metanol / Glicol / Carga aquecida 150 m³ Recuperação de óleo 1,000 m³ Espaço de convés 1,000 m³ Carga de convés 10 t/m² Carga de convés máx 3,000 t UT 776 CD Grua e convés 2 x 3 t

14 Visão da Empresa e Declaração de Missão Missão Esforçamo-nos por ser o fornecedor preferencial da indústria do petróleo e gás das embarcações de abastecimento offshore e serviços associados, respeitando os mais altos padrões de segurança, qualidade, confiabilidade e sustentabilidade, enquanto continuamos a desenvolver nossas competências e nossos sistemas técnicos e de recursos humanos. Visão Ao estabelecer normas de segurança, competência, sustentabilidade e práticas de contratação justas, aspiramos tornar-nos um líder global na prestação serviços marítimos de qualidade para a indústria do petróleo e gás. Atingiremos o crescimento contínuo por estarmos no lugar certo, na hora certa, mantendo-nos a par da tecnologia e colocando nosso pessoal em primeiro lugar, motivando-os a se destacarem e a tornar-nos o melhor e mais bem sucedido prestador de serviços. 14

15 OFFSHORE EM SERVIÇO N E HAMBURGO 15

16 E.R. OFFSHORE GmbH & Cie. KG Hohe Bleichen 12 D Hamburgo Telefone:

2 Descrição da Empresa Focal

2 Descrição da Empresa Focal 2 Descrição da Empresa Focal 2.1 Origem e história da DNV A Det Norske Veritas 2 (DNV) é uma fundação global e independente, com o objetivo de salvaguardar a vida, a propriedade e o meio ambiente. Fundada

Leia mais

O MERCADO DE APOIO OFFSHORE

O MERCADO DE APOIO OFFSHORE O MERCADO DE APOIO OFFSHORE MARÇO / 2010 Histórico da atividade de Apoio Marítimo Título do no Brasil Slide 120 100 80 60 40 20 0 13 1968 a 1975 Implantação As primeiras descobertas de petróleo em mar

Leia mais

HORNBECK OFFSHORE FROTA DP-2 OSV

HORNBECK OFFSHORE FROTA DP-2 OSV HORNBECK OFFSHORE FROTA DP-2 OSV HORNBECK OFFSHORE SERViCES APRESENTA A NOVA FROTA HOSMAX, SUAS MAIS MODERNAS EMBARCAÇÕES DE APOIO MARÍTIMO (CLASSE 300 PÉS). ESTES PSVs DP-2, BANDEIRAS AMERICANAS EM CONFORMIDADE

Leia mais

Automation Engineering and Technical Support

Automation Engineering and Technical Support Automation Engineering and Technical Support SKM é uma empresa de engenharia, fabricação e serviço, 100% brasileira e, desde 1992, esta focada em fornecer soluções abrangentes e serviços para a Marinha

Leia mais

CENÁRIO ATUAL, DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA O SEGMENTO DE APOIO OFFSHORE ABEAM ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE APOIO MARÍTIMO

CENÁRIO ATUAL, DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA O SEGMENTO DE APOIO OFFSHORE ABEAM ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE APOIO MARÍTIMO CENÁRIO ATUAL, DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA O SEGMENTO DE APOIO OFFSHORE ABEAM ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE APOIO MARÍTIMO ABEAM Associação Brasileira das Empresas de Apoio MaríImo A navegação

Leia mais

Embarcações de Apoio Offshore e Barcos de Trabalho

Embarcações de Apoio Offshore e Barcos de Trabalho Embarcações de Apoio Offshore e Barcos de Trabalho - Líder Mundial em C Em 2012, a tornou-se a primeira classificadora do mundo a possuir mais de 200 milhões de toneladas de arqueação bruta em seu registro.

Leia mais

Projeto de Nacionalização de Baleeiras - PROMINP E&P 11

Projeto de Nacionalização de Baleeiras - PROMINP E&P 11 Projeto de Nacionalização de Baleeiras - PROMINP E&P 11 Sergio Granati Rib Offshore Serviços Técnicos de Petróleo Ltda. Garibaldi - RS Novembro/2007 Rib Offshore Fabricante de embarcações e produtos voltados

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE Resultados da Indústria da Construção Naval Brasileira 2010

SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE Resultados da Indústria da Construção Naval Brasileira 2010 1 Carteiras de encomendas dos estaleiros brasileiros 2010 Obras em andamento Carteiras de encomendas dos estaleiros RJ Empreendimentos TPB Particip. % Rio de Janeiro EISA 26 1.276.600 Rio Nave 2 3.000

Leia mais

Confiança e segurança em locação e serviços para indústria do petróleo. www.kl-offshore.no

Confiança e segurança em locação e serviços para indústria do petróleo. www.kl-offshore.no Confiança e segurança em locação e serviços para indústria do petróleo www.kl-offshore.no A K.Lund Offshore é um fornecedor forte e confiável de compressores e equipamentos de elevação de carga para a

Leia mais

SMIT, SERVIÇOS MARÍTIMOS DE MOÇAMBIQUE, LIMITADA PARCEIRO MOÇAMBICANO DE SOLUÇÕES MARÍTIMAS

SMIT, SERVIÇOS MARÍTIMOS DE MOÇAMBIQUE, LIMITADA PARCEIRO MOÇAMBICANO DE SOLUÇÕES MARÍTIMAS SMIT, SERVIÇOS MARÍTIMOS DE MOÇAMBIQUE, LIMITADA PARCEIRO MOÇAMBICANO DE SOLUÇÕES MARÍTIMAS 2 QUEM SOMOS 3 UMA EMPRESA LOCAL QUE REÚNE REQUESITOS INTERNACIONAIS A Smit Serviços Marítimos de Moçambique

Leia mais

SKM é uma empresa de engenharia, industrialização e serviço, 100% brasileira e, desde 1992, esta focada em fornecer soluções abrangentes e serviços

SKM é uma empresa de engenharia, industrialização e serviço, 100% brasileira e, desde 1992, esta focada em fornecer soluções abrangentes e serviços Engenharia de Automação & Assistência Técnica SKM é uma empresa de engenharia, industrialização e serviço, 100% brasileira e, desde 1992, esta focada em fornecer soluções abrangentes e serviços para a

Leia mais

PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA

PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA Parte l Rev TRANSPORTE DE ALUNOS ATIVIDADES DIDÁTICAS EM TRÂNSITO ATIVIDADES DIDÁTICAS TEMÁTICAS Arquitetura Naval catamarã para transporte de passageiros/alunos embarcação de

Leia mais

Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo. Aspectos Legais Highlights

Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo. Aspectos Legais Highlights Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo Aspectos Legais Highlights Agosto/2015 ABEAM Quemsomos Fundada em 1977, ABEAM representa 43 empresas que operam embarcações de apoio marítimo no Brasil

Leia mais

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público nº 345 novembro 2014 Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público Odebrecht 70 anos: histórico e perspectivas em Óleo e Gás Foz Saneatins passa a se chamar Odebrecht Ambiental Saneatins

Leia mais

LIDERANÇA. Gardline Marine

LIDERANÇA. Gardline Marine LIDERANÇA A OceanPact é uma empresa brasileira dedicada ao gerenciamento e resposta a emergências e ao desenvolvimento e implantação de soluções ligadas ao meio ambiente marinho e costeiro, principalmente

Leia mais

Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas. 19 de novembro de 2013

Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas. 19 de novembro de 2013 Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas 19 de novembro de 2013 Agenda PNG 2013-2017 Política de Conteúdo Local da Petrobras Oportunidades de Negócio Ações de Fomento

Leia mais

MAR - Registo Internacional de Navios da Madeira

MAR - Registo Internacional de Navios da Madeira MAR - Registo Internacional de Navios da Madeira MAR: Registo Internacional de Navios da Madeira S.D.M. - Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, S.A. Rua da Mouraria, n.º 9-1.º P. O. Box 4164, 9001-801

Leia mais

ESTALEIRO EISA MOMENTO ATUAL E PERSPECTIVAS APIMEC 26/03/2013

ESTALEIRO EISA MOMENTO ATUAL E PERSPECTIVAS APIMEC 26/03/2013 ESTALEIRO EISA MOMENTO ATUAL E PERSPECTIVAS APIMEC 26/03/2013 SUMÁRIO O GRUPO O EISA PROJETOS MILITARES SYNERGY ENTERPRISES -Shipbuilding & Repair -Offshore repair and conversions shipyards SYNERGY RESOURCES

Leia mais

BMS Manual. Manual do Sistema de Gestão de Negócios

BMS Manual. Manual do Sistema de Gestão de Negócios BMS Manual Manual do Sistema de Gestão de Negócios MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DE NEGÓCIOS (BMS) VERSÃO 001-2012 DG-QA-MN-0001 O Grupo DOF Manual do Sistema de Gestão de Negócios O GRUPO DOF MANUAL DO

Leia mais

Contribuição para o Aperfeiçoamento de uma Política para a Indústria Naval e a Marinha Mercante

Contribuição para o Aperfeiçoamento de uma Política para a Indústria Naval e a Marinha Mercante Contribuição para o Aperfeiçoamento de uma Política para a Indústria Naval e a Marinha Mercante NOVAS CONSTRUÇÕES Eng. Agenor C. Junqueira Leite Presidente Trabalhos Publicados -Política Governamental

Leia mais

Augusto Mendonça Presidente

Augusto Mendonça Presidente Augusto Mendonça Presidente Quem somos ABENAV - Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore A ABENAV foi criada por uma iniciativa do SINAVAL e os principais estaleiros nacionais

Leia mais

A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro.

A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro. comprometimento A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro. Oferecemos todo tipo de serviços e soluções associados à preparação

Leia mais

SECTOR NAVAL QUAL O RUMO?

SECTOR NAVAL QUAL O RUMO? SECTOR NAVAL QUAL O RUMO? 1 CONSTRUÇÃO NAVAL & OFFSHORE CORE BUSINESS & KNOW-HOW As capacidades demonstradas ao longo dos projectos têm levado ao aumento da confiança dos nossos clientes e garantido a

Leia mais

Segurança. Excelência operacional. Satisfação do cliente

Segurança. Excelência operacional. Satisfação do cliente Superando Exceeding Expectations as expectativas Segurança Excelência operacional Satisfação do cliente Visão: Como a operadora offshore de preferência, iremos além do esperado para alcançar um local de

Leia mais

Informação de Imprensa

Informação de Imprensa Informação de Imprensa L Fundação Espaço ECO apresenta ferramentas de gestão que tornam possível a medição da sustentabilidade Com análise de dados científicos precisos, organização colabora para a melhor

Leia mais

Quem somos. ANA LUIZA CRUZ VIZACO alc@kvcvlaw.com.br Skype: ana.luiza.cruz.vizaco. BASHIR KARIM VAKIL bkv@kvcvlaw.com.br Skype: bashir.karim.

Quem somos. ANA LUIZA CRUZ VIZACO alc@kvcvlaw.com.br Skype: ana.luiza.cruz.vizaco. BASHIR KARIM VAKIL bkv@kvcvlaw.com.br Skype: bashir.karim. O nosso objetivo Fundado em 2011, por dois ex-sócios de um escritório renomado do Rio de Janeiro, Karim Vakil & Cruz Vizaco Advogados é um escritório boutique que visa estabelecer-se como uma alternativa

Leia mais

Petrobras - PNG 2015/2019 Mercado de Embarcações de Apoio no Brasil. Rio de Janeiro 27 de Agosto de 2015

Petrobras - PNG 2015/2019 Mercado de Embarcações de Apoio no Brasil. Rio de Janeiro 27 de Agosto de 2015 Petrobras - PNG 2015/2019 Mercado de Embarcações de Apoio no Brasil Rio de Janeiro 27 de Agosto de 2015 Cláudio Araújo Gerente Geral de Contratações E&P - Serviços 2ª Conferência OAB/RJ de Direito Marítimo

Leia mais

Sua empresa ainda desmonta equipamentos industriais para avaliação de suas condições internas?

Sua empresa ainda desmonta equipamentos industriais para avaliação de suas condições internas? Sua empresa ainda desmonta equipamentos industriais para avaliação de suas condições internas? Reduza custos: Para garantir a durabilidade dos equipamentos, ações de manutenção preditiva e preventiva se

Leia mais

A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore

A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore A Siderurgia brasileira de aços planos e o Atendimento ao Mercado Naval e Offshore Workshop de Tecnologia de Construção Naval e Offshore PROMINP Firjan, 24 de Junho de 2009 Sergio Leite de Andrade Vice

Leia mais

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Coordenadoria de Conteúdo Local Marintec South America / 12ª Navalshore, 12/08/15 A Política de Conteúdo Local Definição: Política

Leia mais

A Empresa. Missão. Visão. Valores

A Empresa. Missão. Visão. Valores A Empresa Com um know-how de 10 anos de excelência em Treinamento Transcultural e Linguístico, a CTL tem se especializado em Comunicação Corporativa e Relações Internacionais e oferece uma variedade de

Leia mais

A Marinha Mercante do Brasil. Agosto / 2015

A Marinha Mercante do Brasil. Agosto / 2015 A Marinha Mercante do Brasil Agosto / 2015 Informações sobre o Syndarma Fundado em 5 de outubro de 1934, é a representação oficial da navegação marítima comercial do Brasil. Abriga duas associações: a

Leia mais

UM PROFISSIONAL DIFERENCIADO

UM PROFISSIONAL DIFERENCIADO UM PROFISSIONAL DIFERENCIADO W W W. R I G C R E W B A Y. C O M O ENGENHEIRO SUBMARINO O Engenheiro Submarino, ou Subsea Engineer, é o profissional responsável pela manutenção e operação dos equipamentos

Leia mais

The Oil Finance Specialists

The Oil Finance Specialists Release 18 th March 2013 O Renascimento da Construção Naval Brasileira Posição do Brasil no mercado mundial O cenário da construção naval mundial se mostra cada vez mais volátil, com a China e Coréia se

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa Apresentação Corporativa Nossa Empresa A TerraMar Treinamentos foi fundada no ano de 2009, objetivando o atendimento às empresas do setor marítimo no tocante aos treinamentos de segurança, aprimoramento

Leia mais

Syndarma e ANP discutem o uso do biodiesel nos motores marítimos

Syndarma e ANP discutem o uso do biodiesel nos motores marítimos Syndarma e ANP discutem o uso do biodiesel nos motores marítimos O Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima - Syndarma, como representante de uma significativa parcela das empresas de navegação

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - MTE. Resolução Normativa nº 72/2006 COORDENAÇÃO GERAL DE IMIGRAÇÃO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - MTE. Resolução Normativa nº 72/2006 COORDENAÇÃO GERAL DE IMIGRAÇÃO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - MTE Resolução Normativa nº 72/2006 COORDENAÇÃO GERAL DE IMIGRAÇÃO DIRETRIZES DA RESOLUÇÃO 72 Aumentar a competitividade internacional da navegação marítima e do setor

Leia mais

Augusto Mendonça Presidente

Augusto Mendonça Presidente Augusto Mendonça Presidente Quem somos ABENAV - Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore A ABENAV foi criada por uma iniciativa do SINAVAL e os principais estaleiros nacionais

Leia mais

EDISON CHOUEST OFFSHORE ESPÍRITO SANTO BRASIL 2012

EDISON CHOUEST OFFSHORE ESPÍRITO SANTO BRASIL 2012 EDISON CHOUEST OFFSHORE ESPÍRITO SANTO BRASIL 2012 EDISON CHOUEST OFFSHORE BASE DE APOIO LOGÍSTICO OFFSHORE ITAPEMIRIM - ES Sumário Quem Somos Presença no Brasil O Projeto Itapemirim, ES O Projeto Conceitual

Leia mais

CODIN COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CODIN COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CODIN COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Panorama da Indústria Naval e Offshore 26.03.2013 Indústria Naval Brasileira Source: SINAVAL RIO GRANDE DO SUL EBR Estaleiros do

Leia mais

Offshore. Exploração Produção Suprimento

Offshore. Exploração Produção Suprimento Offshore Exploração Produção Suprimento MAN Diesel & Turbo O principal impulsionador da indústria offshore Motores para Propulsão MAN Grupos geradores MAN r/min Engine type r/min Engine type 500-514 L51/60DF

Leia mais

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br Inovação Tecnológica Frente aos Desafios da Indústria Naval Brasileira Isaias Quaresma Masetti Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br ... O maior obstáculo à indústria

Leia mais

MATRIZ DE GERENCIAMENTO DE RISCOS

MATRIZ DE GERENCIAMENTO DE RISCOS UNIDADE MARÍTIMA Unidade Marítima de Perfuração Alaskan Star REV. 00 DATA Ago/2008 FOLHA 1 / 14 M1 Seguir programa de inspeção e manutenção dos equipamentos e linhas. Inspeções Periódicas e Programas de

Leia mais

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS 2003 É criada a G-COMEX ÓLEO & GÁS com o objetivo de prover soluções logísticas sob medida para o mercado de óleo, gás, energia e indústria

Leia mais

Unternehmen Weishaupt

Unternehmen Weishaupt 2 1 Max Weishaupt GmbH Casa Matriz Fundada em 1932 pelo Senador Max Weishaupt em Schwendi, a 30 km de Ulm, na Alemanha do Sul. Empresa familiar com mais de 80 anos. 1932 fábrica metalúrgica. Desde 1952

Leia mais

Mercado de Créditos de Carbono Fases dos Projetos MDL

Mercado de Créditos de Carbono Fases dos Projetos MDL Mercado de Créditos de Carbono Fases dos Projetos MDL BRITCHAM SP 18/08/06 São Paulo samuel barbosa 3 DET NORSKE VERITAS Introdução FUNDAÇÃO - Fundação independente estabelecida na Noruega em 1864. OBJETIVO

Leia mais

EBGL - Especial Básico de Navio-Tanque para Gás Liquefeito MB MARTINS 18 de 01/FEV/2013 18/FEV/2015 CIAGA

EBGL - Especial Básico de Navio-Tanque para Gás Liquefeito MB MARTINS 18 de 01/FEV/2013 18/FEV/2015 CIAGA INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PARA APLICAR CURSOS DO ENSINO PROFISSIONAL MARÍTIMO PARA AQUAVIÁRIOS (DIVULGAÇÃO INTERNET E INTRANET) CURSO EMPRESAS CREDENCIADAS PORTARIA Nº VALIDADE OE VINCULADO ASOM Curso

Leia mais

Relatório INDÚSTRIA NAVAL VOLUME IV. Julho de 2009

Relatório INDÚSTRIA NAVAL VOLUME IV. Julho de 2009 Relatório de Acompanhamento Setorial INDÚSTRIA NAVAL VOLUME IV Julho de 2009 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO SETORIAL INDÚSTRIA NAVAL Volume IV Equipe: José Augusto Gaspar Ruas Vanessa Moraes Lugli Pesquisadores

Leia mais

APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS

APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC II Workshop Tecnológico APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo IPT Apoio tecnológico

Leia mais

7.1.1 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA EMISSÃO DO AIT ATESTADO DE INSCRIÇÃO TEMPORÁRIA DE EMBARCAÇÃO ESTRANGEIRA

7.1.1 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA EMISSÃO DO AIT ATESTADO DE INSCRIÇÃO TEMPORÁRIA DE EMBARCAÇÃO ESTRANGEIRA 7.1.1 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA EMISSÃO DO AIT ATESTADO DE INSCRIÇÃO TEMPORÁRIA DE EMBARCAÇÃO ESTRANGEIRA 1) Requerimento ao CP/DL. 2) Ofício/carta da empresa contendo razão social do armador, proprietário,

Leia mais

INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA

INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA UM NOVO MOMENTO DA INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA ENSEADA. A QUALIDADE, A PRODUTIVIDADE E A TECNOLOGIA DOS MELHORES ESTALEIROS DO MUNDO AGORA NO BRASIL Resultado da associação entre Odebrecht, OAS, UTC e Kawasaki,

Leia mais

A POLUIÇÃO DO AR POR NAVIOS

A POLUIÇÃO DO AR POR NAVIOS A POLUIÇÃO DO AR POR NAVIOS A crescente preocupação da comunidade internacional com a proteção do meio ambiente tem trazido à baila a poluição do ar causada pelas embarcações. Em conseqüência, o Anexo

Leia mais

PLATEC Plataformas Tecnológicas

PLATEC Plataformas Tecnológicas Programa de Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor de Óleo e Gás - MULTIFOR PLATEC Plataformas Tecnológicas Barcos de Apoio Offshore Porto Alegre - RS em 26/03/2013 ONIP - MULTIFOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

O ESTALEIRO BRASILEIRO COM TECNOLOGIA ITALIANA

O ESTALEIRO BRASILEIRO COM TECNOLOGIA ITALIANA O ESTALEIRO BRASILEIRO COM TECNOLOGIA ITALIANA O COMEÇO - 2001 O Começo 2001 Em 2001 o estaleiro Italiano RODRIQUEZ CANTIERI NAVALI ganha um contrato de construção de dez catamarãs em alumínio para o armador

Leia mais

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 348, DE 2007 (MENSAGEM N o 437, de 2006) Aprova o texto consolidado da Convenção Internacional para a Prevenção

Leia mais

Prestamos consultoria para novos entrantes no mercado e interessados;

Prestamos consultoria para novos entrantes no mercado e interessados; www.macnor.com.br A empresa Estabelecida em 2002, a Macnor Marine representa um seleto número de empresas européias, em sua maioria Norueguesas, fabricantes tradicionais de equipamentos para a Indústria

Leia mais

Karen Luiza Batista da Costa (UFF/Macaé) Denise Cristina de Oliveira Nascimento (UFF/Macaé) Ailton da Silva Ferreira (UFF/Macaé)

Karen Luiza Batista da Costa (UFF/Macaé) Denise Cristina de Oliveira Nascimento (UFF/Macaé) Ailton da Silva Ferreira (UFF/Macaé) WWWCONVIBRAORG Importação de embarcações marítimo às atividades de petróleo em uma empresa de Macaé Karen Luiza Batista da Costa (UFF/Macaé) Denise Cristina de Oliveira Nascimento (UFF/Macaé) Ailton da

Leia mais

CFMA CENTRO DE FORMAÇÃO MARITIMA DE ANGOLA. Prospecto do curso 2013/14

CFMA CENTRO DE FORMAÇÃO MARITIMA DE ANGOLA. Prospecto do curso 2013/14 CFMA CENTRO DE FORMAÇÃO MARITIMA DE ANGOLA Prospecto do curso 2013/14 Patrocinado pela: Índice STCW Primeiros Socorros Básicos... 4 STCW Prevenção de Incêndios e Combate a Incêndios... 5 STCW Segurança

Leia mais

Petróleo e Marítimo. Custo Total de Propriedade Sistemas de Propulsão e Geração de Energia. Rodrigo Feria Gerente de Vendas 11/09/2015

Petróleo e Marítimo. Custo Total de Propriedade Sistemas de Propulsão e Geração de Energia. Rodrigo Feria Gerente de Vendas 11/09/2015 Petróleo e Marítimo Custo Total de Propriedade Sistemas de Propulsão e Geração de Energia 11/09/2015 Rodrigo Feria Gerente de Vendas 1 11/09/2015 2 Sumário Custo Total de Propriedade Definição O que deve

Leia mais

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014 Os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País As Políticas Industrial e de Inovação no setor de Petróleo e Gás Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho

Leia mais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Wôlmer Ezequiel Jéferson Bachour falou sobre as demandas do mercado de construção naval Atualmente,

Leia mais

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Transferência de tecnologia da Mercedes-AMG para a Cigarette Racing Informação à Imprensa O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Data: 19 de fevereiro de 2013

Leia mais

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO Objetivo Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de óleo e gás no Brasil e no exterior. 1 Desafios Históricos:

Leia mais

Augusto Mendonça Presidente

Augusto Mendonça Presidente Augusto Mendonça Presidente Quem somos ABENAV - Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore A ABENAV foi criada por uma iniciativa do SINAVAL e os principais estaleiros nacionais

Leia mais

Certificação de Equipamentos para Uso em Navios e Plataformas

Certificação de Equipamentos para Uso em Navios e Plataformas Certificação de Equipamentos para Uso em Navios e Plataformas Fernando Bouças Gerente de Desenvolvimento de Negócios São Paulo/SP 12/04/2013 Certificação de Equipamentos Os equipamentos devem ser certificados

Leia mais

Willis Latin American Energy Conference

Willis Latin American Energy Conference Willis Latin American Energy Conference Planejamento Financeiro e Gestão de Riscos outubro 2012 Cátia Diniz Gerente Setorial de Seguros Internacionais Estas apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side

PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side Programa de Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor de Óleo e Gás - MULTIFOR PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side São Paulo - 16/10/2013 ONIP - MULTIFOR

Leia mais

FEMAR 137 de 20/MAI/2015 20/MAI/2017 CIAGA FEMAR. FATEC-JAHU 169 de 17/JUL/2014 17/JUL/2016 CFTP

FEMAR 137 de 20/MAI/2015 20/MAI/2017 CIAGA FEMAR. FATEC-JAHU 169 de 17/JUL/2014 17/JUL/2016 CFTP Marinha do Brasil Diretoria de Portos e Costas INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PARA APLICAR CURSOS DO ENSINO PROFISSIONAL MARÍTIMO PARA AQUAVIÁRIOS (DIVULGAÇÃO INTERNET E INTRANET) CURSO EMPRESAS CREDENCIADAS

Leia mais

SINAVAL Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore

SINAVAL Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore SINAVAL Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore Cenário da construção naval brasileira Balanço de 2014 e visão para 2015 Conteúdo Página Apresentação 2 FMM 6 Navios de

Leia mais

FleetBroadband. O referencial em comunicações móveis via satélite

FleetBroadband. O referencial em comunicações móveis via satélite FleetBroadband O referencial em comunicações móveis via satélite A toda velocidade para um futuro com banda larga FleetBroadband é o primeiro serviço de comunicações marítimas a fornecer voz e dados em

Leia mais

PRINCÍPIOS COMERCIAIS DE HSEC

PRINCÍPIOS COMERCIAIS DE HSEC PRINCÍPIOS COMERCIAIS DE HSEC CONDUZINDO E EXPANDINDO NOSSOS NEGÓCIOSDE UMA MANEIRA RESPONSÁVEL E SUSTENTÁVEL HSEC APPROACH INTRODUCAO SOBRE NÓS A Trafigura é líder no mercado global de commodities. Suprimos,

Leia mais

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO WWW.ARTMT.PT

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO WWW.ARTMT.PT ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO WWW.ARTMT.PT PRINCIPAIS ÁREAS DE INTERVENÇÃO 01. Contratos de manutenção 02. Manutenção e reparação 2.1 Manutenção e reparação industrial 2.2 Manutenção e reparação eléctrica 2.3

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA HEMIR

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA HEMIR APRESENTAÇÃO DA EMPRESA HEMIR QUEM SOMOS Somos uma empresa de Montagem Industrial e Manutenção, especializada em isolamento térmico e acústico, sistemas de acomodações e refrigeração, envolvendo projeto

Leia mais

ANÁLISE DA OPERAÇÃO DE NAVIOS PORTA CONTÊINERES EM VELOCIDADE REDUZIDA

ANÁLISE DA OPERAÇÃO DE NAVIOS PORTA CONTÊINERES EM VELOCIDADE REDUZIDA ANÁLISE DA OPERAÇÃO DE NAVIOS PORTA CONTÊINERES EM VELOCIDADE REDUZIDA Jorge Alberto Nuñez Gainza e-mail: coqui124@hotmail.com Hernani L.Brinati e-mail: hlbrinat@usp.br RESUMO Nos últimos 5 anos, o preço

Leia mais

PRINCIPAIS ESTALEIROS BELÉM MANAUS POLOS DE CONSTRUÇÃO NAVAL NA AMAZÔNIA MANAUS BELÉM Localização estratégica para atender ao mercado interno e externo -maior proximidade geográfica com Caribe, USA e Europa

Leia mais

energia de forma simples

energia de forma simples energia de forma simples www,fgwilson,com LINHA DE 8,5 A 290 KVA Desempenho I Durabilidade I Manutenção A vida moderna é complicada, mas garantir o fornecimento de energia para seu negócio pode ser algo

Leia mais

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

contexto estratégico, económico e empresarial

contexto estratégico, económico e empresarial A Marina de Albufeira Uma história de 10 anos A Marina e a cidade de Albufeira, uma relação de futuro 1997 2001 2020 A Marina de Albufeira - descrição Albufeira Algarve - Portugal 475 postos de amarração

Leia mais

PARTE A - IMPLEMENTAÇÃO 1 GERAL. 1.1 Definições. As seguintes definições se aplicam às Partes A e B deste Código.

PARTE A - IMPLEMENTAÇÃO 1 GERAL. 1.1 Definições. As seguintes definições se aplicam às Partes A e B deste Código. PREÂMBULO 1 O propósito deste Código é estabelecer um padrão internacional para a operação e gerenciamento seguros de navios e para a prevenção da poluição. 2 A Assembleia adotou a Resolução A.443(XI),

Leia mais

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010.

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010. Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário Porto Alegre, agosto de 2010. APOIO AO Polo Naval - Rio Grande Atuação integrada do Governo, por meio da SEINFRA e SEDAI, voltada

Leia mais

Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta do Departamento de Engenharia Civil, UFPE, Engenheira Civil, Mestre

Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta do Departamento de Engenharia Civil, UFPE, Engenheira Civil, Mestre VI-093 SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA NAS ÁREAS DE MEIO AMBIENTE, QUALIDADE, SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL UMA ABORDAGEM PRÁTICA NA INDÚSTRIA PETROFLEX-CABO/PE Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta

Leia mais

Os investimentos do BNDES nas áreas de infraestrutura, logística e energia

Os investimentos do BNDES nas áreas de infraestrutura, logística e energia Os investimentos do BNDES nas áreas de infraestrutura, logística e energia Quando analisamos de perto os investimentos do BNDES nos itens de infraestrutura, logística e energia, fica evidente que há uma

Leia mais

Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013

Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013 Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013 Gerente de Relações Institucionais Marcio Mendonça Cruz Revitalização Revitalização da da indústria indústria

Leia mais

A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro

A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro Rio de Janeiro Localização Sudeste do Brasil (56% do PIB nacional) Área 43.90 km 2 (0,5% do território brasileiro) População 5,4 Mi (8,4% do total)

Leia mais

1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES

1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES 1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES FEV - 2013 Mercado de atuação do EEP descobertas do pré-sal: o Brasil se transformou no grande mercado para diversos equipamentos

Leia mais

SISTEMAS DE REABASTECIMENTO DE HELICÓPTEROS EM INSTALAÇÕES OFFSHORE

SISTEMAS DE REABASTECIMENTO DE HELICÓPTEROS EM INSTALAÇÕES OFFSHORE Soluções Confiáveis através de Engenharia Inovadora SISTEMAS DE REABASTECIMENTO DE HELICÓPTEROS EM INSTALAÇÕES OFFSHORE Empresa certificada pelo American Bureau of Shipping. Introdução Sypack é uma organização

Leia mais

2. O afretamento de navios

2. O afretamento de navios 2. O afretamento de navios Pretende-se nesse capítulo introduzir o conceito de afretamento de navios, cuja contratação de navios para transporte de cargas tem diversas peculiaridades inerentes a esse mercado.

Leia mais

CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL

CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL 2013 APRESENTAÇÃO 1. Cronologia, core business & know-how 2. O Estaleiro 2.1 Principais vias de acesso e localização estratégica 2.2 Como chegar 2.3 Infraestruturas 3. Reparação

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR NÁUTICA INFANTE D. HENRIQUE

ESCOLA SUPERIOR NÁUTICA INFANTE D. HENRIQUE ESCOLA SUPERIOR NÁUTICA INFANTE D. HENRIQUE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MARÍTIMA REGULAMENTOS E DIREITO MARÍTIMO Classificação de Navios Apontamentos compilados por: João Emílio Índice 1. Sociedades Classificadoras...

Leia mais

Sumário. 4 Editorial. 6 Relatório PN. 8 Indústria Naval. 76 Offshore. 80 Navegação. 86 Marinha do Brasil. 88 Portos e Logística.

Sumário. 4 Editorial. 6 Relatório PN. 8 Indústria Naval. 76 Offshore. 80 Navegação. 86 Marinha do Brasil. 88 Portos e Logística. Sumário 4 Editorial 6 Relatório PN 8 Indústria Naval 76 Offshore 80 Navegação 86 Marinha do Brasil 88 Portos e Logística 120 Estudo 122 Port & Export 124 Calendário 125 Produtos e Serviços CAPA 08 Pulso

Leia mais

Controladores de temperatura

Controladores de temperatura Controladores de temperatura - Aplicações Controls A/S - Assegura eficiência no controle dos sistemas de aquecimento, refrigeração e ventilação. Clorius Controls: solução para o controle de temperatura

Leia mais

Especialistas Internacionais nos Setores de Petróleo, Gás, Energia e Marítimo

Especialistas Internacionais nos Setores de Petróleo, Gás, Energia e Marítimo Especialistas Internacionais nos Setores de Petróleo, Gás, Energia e Marítimo Índice 2. Índice 3. Visão Geral, Missão, Valores e Objetivos 4. O nosso Objetivo 5. Localização de nossos escritórios 6-7.

Leia mais

Trabalho pesado em águas turbulentas Tecnologia Offshore. Soluções Completas em Comando e Acionamento

Trabalho pesado em águas turbulentas Tecnologia Offshore. Soluções Completas em Comando e Acionamento Trabalho pesado em águas turbulentas Tecnologia Offshore Soluções Completas em Comando e Acionamento Trabalho pesado em águas turbulentas. A quem você procura se precisa de soluções de acionamento para

Leia mais

Curso Embarcações de Apoio Marítimo Logística Offshore

Curso Embarcações de Apoio Marítimo Logística Offshore Curso Embarcações de Apoio Marítimo Logística Offshore Autor: Prof. Josué Octávio Plácido Mathedi Instituição de Ensino: METHODUS - Ensino a Distância Descrição: O curso aborda os princípios básicos de

Leia mais

NApOc 'Ary Rongel' suspende para a Antártica

NApOc 'Ary Rongel' suspende para a Antártica NApOc 'Ary Rongel' suspende para a Antártica Por Guilherme Wiltgen O Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel (H 44) suspendeu ontem da Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ) sob acenos, lágrimas e muita emoção

Leia mais

Apoio Marítimo no Brasil

Apoio Marítimo no Brasil Desafios do Setor de Apoio Marítimo no Brasil SETEMBRO / 2010 Apoio Marítimo no Brasil 109 empresas brasileiras autorizadas pela ANTAQ; Cerca de 50empresas operando (de fato) no apoio marítimo; 24 empresas

Leia mais

Conheça nossa empresa

Conheça nossa empresa Conheça nossa empresa Damaeq - 2015 Compromisso com o mercado nacional, e internacional, tendo como principais características a integridade, coerência, transparência, ética e exigência para alcançar os

Leia mais

Pre-designed Steam Turbines

Pre-designed Steam Turbines Industrial Power Pre-designed Steam Turbines Turbinas a vapor compactas para a faixa de potência até 12 MW Scan the QR code with the QR code reader in your mobile! siemens.com / energy / steamturbines

Leia mais

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras Visão e Missão da Petrobras Visão 2020 Ser uma das cinco maiores

Leia mais

A-frames Capacidade de içamento de 40-350mT Raio de trabalho customizado para adequar a qualquer modelo de embarcação. Courtesy of Cameron

A-frames Capacidade de içamento de 40-350mT Raio de trabalho customizado para adequar a qualquer modelo de embarcação. Courtesy of Cameron OFFSHORE 1 Embarcações de Apoio Offshore A TTS oferece uma gama completa de equipamentos de manuseio de carga para embarcações offshore, incluindo soluções avançadas para compensação ativa de movimento.

Leia mais