e técnicos na aquisição de novos equipamentos, hoje fundamentais aos Acompanhe a Evolução

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "e técnicos na aquisição de novos equipamentos, hoje fundamentais aos Acompanhe a Evolução"

Transcrição

1

2 SUMÁRIO 05 A experiência do passado, a vivência no presente, nos credencia a planejar o futuro a busca histórico institucional Os desafios vividos nos anos anteriores trouxeram como resultados no ano de 2010 o desenvolvimento, grandes conquistas, maturidade, transformação, humanização, referências, compromissos comunitários e coletivos, não 06 poderiam faltar novos desafios, tudo isto através de planejamento realizado visando o curto e longo prazo. Administração As dificuldades foram muitas, falamos principalmente da financeira, que nos limita ao desenvolvimento físico, na expansão de novos ambientes 07 e técnicos na aquisição de novos equipamentos, hoje fundamentais aos Acompanhe a Evolução objetivos traçados para o futuro. Servindo como força motriz, as dificuldades e desafios, nos levaram as conquistas como a Acreditação hospitalar nível I - (ONA), a inauguração do 09 Iniciativa Hospital Amigo da Criança 3º andar onde se encontram instaladas a ala de convênios e particulares e a nova UTI, a continuidade no processo de revitalização no atendimento humanizado, envolvendo toda a instituição e o início das residências médicas nas especialidades de Ortopedia e Traumatologia, Ginecologia e Obstetrícia. Não paramos por aí, para os anos seguintes, queremos mais desenvolvimento. Nosso objetivo de investir na saúde local e regional, 12 O Hospital Santo Antônio recebe o título de Hospital Acreditado nos credencia a buscar novas metas como: Acreditação Hospitalar nível II, novas residências médicas, instalação da Casamata, criação do Centro de Diagnóstico por Imagem CDI equipados com os aparelhos de última geração (Tomógrafo, Ressonância, etc.), reforma da ala do antigo pronto socorro, busca de novas especialidades médicas, construção de um novo prédio de 08 (oito) andares, visando à expansão do atendimento médico e hospitalar. 13 ICDS / FHB Além disso, o Instituto Catarinense de Desenvolvimento da Saúde ICDS, voltado ao treinamento, especialização e pesquisas científicas, vêm cumprindo sua missão e encontra-se em plena atividade. Estão em andamento, as residências médicas nas especialidades de Ginecologia e Obstetrícia, Clínica Médica e Ortopedia e Traumatologia, bem como, já está em fase de conclusão, a primeira turma do curso de pós-graduação MBA em Gestão Hospitalar. Para 2011 já está planejamento vários outros cursos e 14 Hospital Santo Antônio Responsabilidade Social x Sustentabilidade treinamentos de curta duração e especialização, que serão realizados com amplo sucesso. No que tange a pesquisas científicas, encontra-se em fase de projeto o credenciamento do ICDS/HSA para a realização de pesquisas clinicas. Estas metas não são impossíveis de atingir. Para tanto, devemos manter o que sempre nos norteou, ou seja, nossa história, transparência de nossos processos de gestão, visando melhorar sempre os serviços que prestamos à comunidade de Blumenau e 16 Indicadores de Resultado 19 Indicadores Financeiros Região, com muita coragem e determinação. Sabemos que, tanto o Conselho Curador, como a Diretoria Executiva, toda a administração do HSA e, outros envolvidos direta ou indiretamente com esta instituição, estão comprometidos a atingir o mesmo objetivo. Certamente, com apoio de todos, chegaremos lá. José Domingos Gavioli Presidente do Conselho Curador 03

3 HISTÓRICO INSTITUCIONAL Inaugurado em 22 de Agosto de 1860, em Blumenau, o Hospital Santo Antônio tem seus 150 anos de história associados ao desenvolvimento econômico, político e social da cidade. Dr. Hermann Otto Blumenau, fundador da cidade, em 1860 viu a necessidade de criar um espaço para o atendimento médico hospitalar com qualidade para a população da região do Vale do Itajaí. Em sua trajetória a história do hospital é marcada por erros e acertos, mas, sobretudo pelo idealismo de sempre buscar a perfeição e qualidade nos serviços oferecidos a comunidade. Visando atender a comunidade o hospital, conta com uma equipe médica de aproximadamente 150 profissionais e cerca de 550 colaboradores diretos e outros indiretos. Referência em várias especialidades médicas oncologia, ortopedia e materno-infantil para a região do Vale do Itajaí, a instituição realiza mais de atendimentos anuais e disponibiliza 195 leitos hospitalares, além de 05 salas equipadas em seu Centro Cirúrgico e salas obstéticas. A Fundação Hospitalar de Blumenau, mantenedora do Hospital Santo Antônio, é uma fundação privada sem fins lucrativos, que faz parcerias com as esferas governamentais e, por isso, grande parte de seus atendimentos são pelo Sistema Único de Saúde-SUS, o que caracteriza a instituição como um alicerce para a saúde pública da região. Nas últimas décadas o hospital tem-se organizado de forma que toda expansão, seja baseada no Plano Diretor desenvolvido em 2007, que exprime onde se pretende chegar no futuro. No ano de 2010, passou a ser a primeira instituição hospitalar da região do Vale do Itajaí a ser certificada pela Organização Nacional de Acreditação ONA, nível 1 segurança, que avalia e credencia entidades hospitalares pela qualidade de sua gestão. Visão Missão Ser instituição confiável no atendimento emergencial, geral e especializado, sendo referência em qualidade e humanização. Oferecer serviços hospitalares, com profissionais altamente qualificados, visando melhoria da qualidade de vida e satisfação da comunidade. 05

4 Administração ACOMPANHE A EVOLUÇÃO Composição Conselho Curador e as Entidades Representativas Jose Domingos Gavioli Presidente Entidade: Associação de Micros e Pequenas Empresas AMPE Luís Carlos Schmidt de Carvalho Filho Secretário Entidade: Ordem dos Advogados do Brasil - OAB Luiz Carlos Fonseca de Mello Tesoureio Entidade: Fundação Universidade Regional de Blumenau FURB Osmar Ricardo Labes Entidade: Intersindical Patronal de Blumenau e Região Ingo Ehlert Entidade: Sindicato dos Empregados em Estab. de Saúde de Blumenau Dario Tomaselli Junior Entidade: ACIB Associação Empresarial de Blumenau Dr. Cleomar Orlando Aigner Entidade: Associação Médica Nicácio Paulo Zimmermann Entidade: Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de Santa Catarina - SESCON Ademar Klemz Entidade: Câmara de Dirigentes Lojistas de Blumenau - CDL Instituiu-se no dia 22 de agosto de 1860 a Kranken-Unterstutzungs Verrein - Sociedade de Mútua Assistência em Enfermidades Início da construção do Hospital Conclusão da construção do Hospital da Caridade, hoje Hospital Santo Antônio, teve como seu primeiro médico o Dr. Francisco Valloton, que atuou até o ano de O Hospital Santo Antônio, Hospital Infantil e a Escola Auxiliar de Enfermagem foram desligados da FURB devido à criação da Fundação Hospitalar de Blumenau Uma grande enchente atingiu a cidade de Blumenau e o Hospital Santo Antônio, obrigando à desativação do Hospital em setembro de Início da campanha Santo Antônio pela Vida, com o objetivo de melhorar o espaço físico insuficiente e equipamentos inadequados Foram realizadas as seguintes obras e reformas: Travessia de Cabos de Tubulações, Pintura das Fachadas dos Prédios, ampliação do Berçário, Capela, Almoxarifado, Compras e Manutenção, SAME, Sala de Treinamento, Farmácia, Maternidade, Unidade Intermediária Neonatal, Centro Obstétrico, Centro Cirúrgico Grande marco na História do Hospital. Em 13 de junho, dia de Santo Antônio, o Hospital inaugurou um prédio de três andares intitulado Complexo Hospitalar Ronaldo Baumgarten. Com apoio da Malwee, da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau e do Instituto AVON foi inaugurado um novo serviço de Mamografia Campanha Pronto Socorro Consciente Composição Conselho Fiscal Horácio Rebelo Presidente Entidade: Poder Executivo Prefeitura Municipal de Blumenau 2009 Lançamento do ICDS Instituto Catarinense de Desenvolvimento da Saúde e curso de pós-graduação em MBA em Gestão da Saúde em parceria com o IAHCS. Edite Aparecida Adriano Entidade: Governo do Estado de Santa Catarina Secretaria Regional Saúde Ivone Gnewuch Entidade: União Blumenauense das Assoc. de Moradores UNIBLAM Jose Carlos Oechsler Entidade: Poder Legislativo Câmara Municipal de Vereadores Gerência do HSA Siegfried H. Hildebrand Gerente Geral Dr. Osionides Conte Martinez Diretor Técnico Dilene Jahn de Mello Santos Gerente de Enfermagem Letícia Hoss Schwaderer Gerente Administrativo/Financeiro 07

5 2010 Doações em comemoração ao aniversário do HSA - Doação feita pela Havana em parceria com o Circulo Italiano de Blumenau Vinte e três de novembro de 2010 O hospital Santo Antônio recebe o título de Hospital Acreditado. - Aparelho de Ultrasson do Sindicato Patronal das Indústrias de Blumenau Inauguração do Terceiro Andar e UTI A inauguração do 3º. Andar do Complexo Hospitalar Ronaldo Baumgarten é mais uma conquista para a instituição que poderá oferecer a sociedade Blumenauense uma nova Ala de Internação de Convênios e Particulares e uma nova Unidade Recordo-me de que na capa do relatório social de 2008, o nosso então presidente do conselho curador, Sr. Luís Carlos Schmidt de de Tratamento Intensivo Adulta com toda infra Carvalho filho, relata: - A médio e longo prazo, temos metas ainda mais audaciosas: conquistar a ACREDITAÇAO HOSPITALAR 1 estrutura e tecnologia para um tratamento seguro. (ONA). Nosso hospital, equipe de colaboradores e pacientes, ganharão em eficácia, qualidade e, principalmente, saúde. E isso só é possível através da transparência dos nossos processos, da publicação de números, projetos e da nossa história. Somando Lançamento do Livro - Hospital Santo Antônio 150 anos de história, olhando para o futuro. Em 2010 foi lançado o livro do Hospital Santo Antônio, com o objetivo de comemorar este aniversário documentando a história de uma instituição que tem acompanhado o desenvolvimento do muncípio de Blumenau. Baile Beneficente de 10 anos Completar 150 anos é motivo de comemoração. Por isso, como acontece todos os anos, o hospital mais uma vez em parceria com o Sr. Julio Fukakusa, comemorou o aniversário do hospital com o Baile Beneficente. tudo isso à renovação dos Conselhos com a manutenção das estratégias e fortalecimento da gestão, renovando nossa coragem e determinação em melhorar sempre os serviços que prestamos à comunidade de Blumenau e Região. É senhores! Neste momento, vale a lembrança das belas palavras do poeta lusitano Fernando Pessoa: - Deus quis, o homem sonha, a obra nasce! Tudo isso, agora, é uma realidade. O sonho tornou-se possível pela bendita nossa vontade! Gratas lembranças: Em 2009, realizamos a primeira capacitação com o facilitador Antônio Quinto Neto (IAHCS). Após, formamos o time dos multiplicadores da qual participei na condição de multiplicadora líder. Pegar este bastão não foi nada fácil para nenhum de nós! Porém, conscientes de que, para chegarmos lá, deveríamos vencer a nós mesmos. Sair da nossa zona de conforto. Acreditar em igualdade. Trabalhar em equipe. Que equipe? Após a acreditação, a única equipe que sobreviveu: a do hospital Santo Antônio. Tomando decisões em grupo, descrevendo protocolos de segurança, visando vários ângulos diferentes. No passado, equipe era o setor ao qual trabalhávamos: médica, enfermagem, administrativa, limpeza, hotelaria, manutenção, recepção, etc. Participação na Comemoração dos 160 anos do Município de Blumenau (Desfile de 2 de Setembro) Em 2010, comemorando 150 anos, o Hospital esteve também Ainda temos um árduo caminho a percorrer, para conquistarmos a excelência na acreditação Hospitalar. Mas, conhecendo o Time Santo Antônio, ao qual incluímos o nosso atual conselho curador, representado pelo Sr. José Domingos Gavioli (presidente) presente no desfile de comemoração ao aniversário de que vem atuando com firmeza, ponderação e vivenciando diuturnamente a realidade da cidade e do hospital, não temos dúvidas 160 anos do município e junto com a sociedade e seus de que chegaremos lá. colaboradores celebrou essas datas táo importantes. Acredite! Toda Blumenau colherá os frutos deste trabalho. Portanto, confie, participe e faça parte desta história! Dilene Jahn Mello Santos Homenagem recebidas pelos 150 anos. - Moção de Louvor Camara Municipal de Blumenau Gerente de Enfermagem Multiplicadora Líder da Acreditação no HSA - Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina - Moção de Louvor - Camara Mirim de Blumenau - Destaque 2010 TV Galega - AHESC e FEHOESC 1 O processo de acreditação está relacionado com a origem do termo acreditar, dar crédito, merecer confiança e adquirir credibilidade. 09

6 INICIATIVA HOSPITAL AMIGO DA CRIANÇA A Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), é um título concedido pela UNICEF e Organização Mundial de Saúde (OMS) que tem por objetivo promover, proteger e apoiar o aleitamento materno. 10 PASSOS PARA PROMOÇÃO DO ALEITAMENTO MATERNO 01 - Ter uma norma escrita sobre aleitamento materno, que deve ser rotineiramente transmitida a toda a equipe de cuidados de saúde; 02 - Treinar toda a equipe de cuidados de saúde, capacitando-a para implementar esta norma; 03 - Informar todas as gestantes sobre as vantagens e o manejo do aleitamento; 04 - Ajudar as mães a iniciar a amamentação na primeira meia hora após o parto; 05 - Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas de seus filhos; 06 - Não dar a recém-nascidos nenhum outro tipo de alimento ou bebida além do leite materno, a não ser que seja indicado pelo médico; 07 - Praticar o alojamento conjunto permitir que mães e bebês permaneçam juntos 24 horas por dia; 08 - Encorajar o aleitamento sob livre demanda; 09 - Não dar bicos artificiais ou chupetas a crianças amamentadas ao seio; 10 - Encorajar a formação de grupos de apoio à amamentação, para onde as mães devem ser encaminhadas logo após a alta do hospital ou ambulatório. PROJETO GESTAÇÃO DE RISCO Por ser referência em gestação de alto risco no Vale do Itajaí, o Hospital Santo Antônio disponibiliza a suas gestantes internadas em tratamento o Projeto Gestação de Risco. Destinado ao acompanhamento terapêutico ocupacional das gestantes, o projeto oferece canais para expressar os sentimentos e ampliar os recursos pessoais, ajudando a enfrentar a situação de hospitalização. PROJETO BELA VIDA Vamos conhecer o salão de beleza do HSA. Ele é destinado ao atendimento exclusivo de pacientes internados. Pois, tratase um programa terapêutico de motivação para cuidados com a higiene e resgate da imagem corporal. 11

7 PROJETO PIMPOLHO O projeto Pimpolho é, antes de tudo, um trabalho de humanização no atendimento às crianças. Desenvolvido pela equipe multiprofissional do HSA, tem como objetivo tornar a permanência da criança e de seu acompanhante no Hospital a mais agradável possível. O QUE É PEDAGOGIA HOSPITALAR? O projeto pedagogia Hospitalar é realizado através de um Ensino e pesquisa O Instituto Catarinense de Desenvolvimento da Saúde - ICDS foi fundado em 2009 e tem por objetivo buscar a especialização de profissionais de diversas áreas da saúde. convênio coma Secretaria de Educação do Município de Blumenau juntamente com a FURB. Esse projeto tem por objetivo atender a O primeiro passo deste instituto de ensino e pesquisa foi o lançamento do primeiro curso de especialização em nível de pós- legislações vigentes do Estatuto da Criança e do Adolescente, graduação - MBA em Gestão da Saúde, em parceria com o Instituto de Administração e Negócios da Saúde IAHCS, de Porto essa proposta de atendimento pedagógico hospitalar propõe Alegre-RS e, em 2011 formará sua primeira turma. atender as necessidades educativas específicas de todas as crianças e adolescentes hospitalizados, de modo a garantir uma assistência preocupada com as questões relativas ao processo de Mas as conquistas do instituto vão além, também em 2010, deram inicio os cursos de residência médica na área de: Ginecologia e desenvolvimento infantil, que envolve não apenas os cuidados Obstetricia; Ortopedia e Traumatologia, credenciados pelo MEC e pela SBOT Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. biológicos, mas entre outros, o acesso a aprendizagem, ao lazer e ao convívio com o meio social externo. Além disso, também foram oferecidos cursos de atualização envolvendo os hospitais da região, bem como, o público interno do hospital. Em Santa Catarina, a SED - Secretaria de Educação - baixou a portaria n.30, de 05/03/2001 que dispõe sobre a implantação de atendimento educacional na classe hospitalar para crianças e adolescentes matriculados na Pré-Escola e no Curso de Faturamento SUS. Curso de Relações Humanas e Atendimento ao Público. Ensino Fundamental, internados em hospitais. Para 2011 o Instituto já tem um projeto em andamento de lançar mais 03 cursos de pós-graduação na área da saúde e implantação do Centro de Pesquisa Clínica e o Comitê de Ética em Pesquisa. VISITA DE GESTANTES Através da parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e a Sociedade Catarinense de Saúde da Família e Comunidade, o Hospital Santo Antônio oferece a oportunidade da gestantes conhecerem a instituição e suas instalações com acompanhamento da assistente social do hospital. CLUBE VOLUNTÁRIOS O clube de Voluntários é uma ação realizada por cidadãos voluntários que realizam ações em prol dos pacientes internados. Este projeto é coordenado pela Assistente Social e tem apresentados resultados positivos nos seus 18 anos de existência. PROJETO DE GESTANTES GESTAÇÃO A2 Referência na assistência materno-infantil e integrante da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (UNICEF e Organização Mundial de Saúde), a equipe multiprofissional do HSA promove, o Projeto de Gestantes Gestação A2, com a intenção de proporcionar a integração da gestante, da família e do bebê a todo o processo de gestação. 13

8 HOSPITAL SANTO ANTÔNIO RESPONSABILIDADE SOCIAL x SUSTENTABILIDADE Cuidar do meio ambiente também é questão de saúde. Por isso o HSA tem buscado desenvolver ações de sustentabilidade fazendo com que a Natureza seja preservada. Assim assumimos a responsabilidade com o Meio Ambiente e adotamos as seguintes iniciativas: - Sistema de Captação de Dejetos Desde 2007 o hospital possui uma estação de tratamento de Esgoto (ETE) contribuindo na minização de despejo de dejetos hospitalares no Rio Itajaí-Açú. - Separação do Lixo Com o objetivo de despertar a concietização da responsabilidade socioambiental individual junto aos colaboradores, o hospital instituiu a separação dos resíduos recicláveis nos setores da instituição. Se a idéia é construir um mundo sustentável, cremos que um futuro melhor começa com atitudes responsáveis no presente. - Construção Sustentável Desde 2006 quando a instituição aprovou seu plano diretor que norteia as reformas e construções na instituição, todas as obras de melhorias são executadas com base na legislação determinada pela ANVISA, bem como no padrão de construção sustentável, visando a minimização Mesa redonda Prevenção ao Câncer de Mama Parceria com a Avon e Rede Feminina de Combate ao Câncer (Evento Outubro Rosa). de energia, contribuindo com o meio ambiente. Por isso, a construção do terceiro andar do Complexo Hospitalar Ronaldo Baumgarten, possui um sistema de captação de energia solar que usa a energia natural no interior do prédio, para aquecer as placas solares e, conseqüentemente distribuir água quente para chuveiros e torneiras. - SIPAT Em busca da melhoria na qualidade de vida e trabalho dos colaboradores do Hospital Santo Antônio, os membros da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) promovem, a cada ano, a SIPAT (Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho). Em 2010 o tema desta semana foi Doe Sangue É Fácil e Seguro, incentivando os colaboradores para um ato simples, mas que pode salvar muitas vidas. 15

9 INDICADORES DE RESULTADO Internações Atendimentos Pronto-Socorro Internações internações Internações Atendimentos Atendimentos Pronto-Socorro Cirúrgias atendimentos Ambulatoriais Cirurgias Cirurgias Atendimentos Obstetricia Ortopedia Oncologia Anos 17

10 Taxa de Permanência Hospitalar Média de Perm anência 4,50 4,00 3,50 3,00 4,20 3,01 3,10 Média de Permanência INDICADORES FINANCEIROS 2,50 FUNDAÇÃO HOSPITALAR DE BLUMENAU 2,00 1,50 1,00 HOSPITAL SANTO ANTÔNIO BALANÇO PATRIMONIAL em 31 de dezembro de ,50 0, Anos ATIVO 2010 ATIVO CIRCULANTE: ,07 Nº. Exames Exames Radiológicos Caixa 2.044,00 Bancos ,16 Aplicações de liquidez imediata ,24 Clientes ,76 Estoques ,96 Outros valores a receber ,78 Despesas antecipadas 5.156, Exames Radiológicos ATIVO NÃO CIRCULANTE: ,93 Realizável a Longo Prazo ,26 Investimentos 8.886,71 Imobilizado ,15 Intangível 5.724,81 TOTAL DO ATIVO , COMPENSAÇÃO ATIVA , Anos 19

11 FUNDAÇÃO HOSPITALAR DE BLUMENAU HOSPITAL SANTO ANTÔNIO BALANÇO PATRIMONIAL em 31 de dezembro de 2010 PASSIVO 2010 PASSIVO CIRCULANTE: ,24 FUNDAÇÃO HOSPITALAR DE BLUMENAU HOSPITAL SANTO ANTÔNIO DEMONSTRAÇÃO DO SUPERÁVIT OU DÉFICIT Exercícios findos em 31 de dezembro de 2010 RECEITA BRUTA: ,94 Serviços para convênios ,00 Auxílios, subvenções e doações ,96 Outras receitas operacionais , Fornecedores ,79 Empréstimos ,34 Salários e ordenados ,86 Impostos, taxas e contribuições ,28 Provisão para férias c/ encargos sociais ,21 Cheques a compensar e/ou devolvidos ,31 Repasses fornecedores médicos, clínicas, diversos ,68 Outros débitos ,77 PASSIVO NÃO CIRCULANTE: ,60 Empréstimos e financiamentos ,91 REFIS - Programa de recuperação fiscal ,86 FGTS - parcelamento ,15 INSS - parcelamento ,66 Provisões para contingências ,02 PASSIVO A DESCOBERTO: - ( ,84) Déficit acumulado ( ,84) TOTAL DO PASSIVO ,00 COMPENSAÇÃO PASSIVA ,37 DEDUÇÕES DA RECEITA BRUTA: ( ,39) Glosas ( ,39) RECEITA LÍQUIDA ,55 99,6% CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS ( ,99) -90,1% SUPERÁVIT BRUTO ,56 9,5% DESPESAS OPERACIONAIS: ( ,43) Despesas administrativas e gerais ( ,43) -6,5% (DÉFICIT) SUPERÁVIT ANTES DO RESULT.FINANCEIRO ,13 3,0% RESULTADO FINANCEIRO ( ,01) Receitas (despesas) financeiras líquidas ,49 1,2% Despesas com juros e atualizações de tributos/refis ( ,50) -5,2% DÉFICIT DEPOIS DO RESULTADO FINANCEIRO ( ,88) -1,1% OUTRAS RECEITAS/DESPESAS OPERACIONAIS (33.532,26) -0,1% ITENS EXTRAORDINÁRIOS - DÉFICIT LÍQUIDO DO EXERCÍCIO ( ,14) -1,2% 21

12

Pro-Bem Assessoria e Gestão Criança

Pro-Bem Assessoria e Gestão Criança Pro-Bem Assessoria e Gestão Criança Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras Exercício findo em 31 de dezembro de 2014 (Em Reais) 1 CONTEXTO OPERACIONAL A Pró-Bem é pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL REGIONAL JARAGUAENSE - FERJ BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE Valores expressos em Reais. ATIVO Notas 2010 2009

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL REGIONAL JARAGUAENSE - FERJ BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE Valores expressos em Reais. ATIVO Notas 2010 2009 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2010 2009 CIRCULANTE Caixa e bancos 422.947 20.723 Contas a receber 4 698.224 903.098 Outras contas a receber 5 3.304.465 121.908 Estoques 14.070

Leia mais

II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo

II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo Conhecendo o Grupo 18 COLÉGIOS - PR / SC / RJ / SP/ RS 1 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO - HUSF FUNCLAR FUNDAÇÃO CLARA DE ASSIS UNIFAG UNIDADE DE PESQUISA

Leia mais

0,00 0,00 CONTAS A RECEBER TERCEIROS 68.197,37 38.637,80 CONTAS A RECEBER CONTRIBUINTES 0,00 0,00 CONTAS A RECEBER ASSOCIADOS

0,00 0,00 CONTAS A RECEBER TERCEIROS 68.197,37 38.637,80 CONTAS A RECEBER CONTRIBUINTES 0,00 0,00 CONTAS A RECEBER ASSOCIADOS FUNDAÇÃO HERMON CONSOLIDADO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 Srs.Instituidores e Contribuintes: Atendendo disposições legais e estatutárias, submetemos a apreciação de V.Sas., o Balanço

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO ATIVO R$ CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 Disponibilidades 1.222.288,96 946.849,34 Mensalidades a receber 4.704.565,74 4.433.742,86 Endosso para terceiros 1.094.384,84

Leia mais

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ Origem A preocupação com as questões sociais fez com que o professor e sacerdote italiano D. Luigi Maria Verzé chegasse ao Brasil, em 1974, através do Monte

Leia mais

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR PROMOÇÃO DO PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR Ações já realizadas pela ANS desde 2004 Sensibilização do setor, promoção e participação ii em eventos para discussão com especialistas nacionais e internacionais

Leia mais

PORTARIA N.80, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2011

PORTARIA N.80, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2011 PORTARIA N.80, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2011 O Secretário de Atenção à Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a criação da Iniciativa Hospital Amigo da Criança - IHAC pela Organização Mundial da

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO FRATERNAL PELICANO CNPJ Nº 05.439.594/0001-55 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012/2011 (EM R$)

ASSOCIAÇÃO FRATERNAL PELICANO CNPJ Nº 05.439.594/0001-55 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012/2011 (EM R$) BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012/2011 (EM R$) ATIVO 2012 2011 PASSIVO E PATRIMONIO SOCIAL 2012 2011 CIRCULANTE 41.213,54 37.485,00 CIRCULANTE 12.247,91 11.914,91 EQUIVALENCIA DE

Leia mais

Fórum. Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais

Fórum. Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais Fórum Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais Centro Infantil Boldrini Nov / 2013 José Alberto Vieira Saltini Importância do Terceiro Setor É inegável a crescente importância do Terceiro

Leia mais

Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2012 Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2012 Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2012 Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA - FUNEPU CNPJ 20.054.326/0001-09 BALANÇO PATRIMONIAL PARA

Leia mais

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE ITG 2002 ENTIDADE SEM FINALIDADE DE LUCROS

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE ITG 2002 ENTIDADE SEM FINALIDADE DE LUCROS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE ITG 2002 ENTIDADE SEM FINALIDADE DE LUCROS Índice Item CONTETO 1 6 ALCANCE 7 8 RECONHECIMENTO 9 10 REGISTROS CONTÁBEIS 11 22 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 23 25 CONTAS DE

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

Instituto Lina Galvani

Instituto Lina Galvani Balanços patrimoniais Em milhares de reais Ativo 31 de dezembro de 2011 31 de dezembro de 2010 Passivo e patrimônio social 31 de dezembro de 2011 31 de dezembro de 2010 Circulante Circulante Caixa e equivalentes

Leia mais

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II Ministério da Educação Secretaria de Ensino Superior Diretoria de Hospitais Univ ersitários e Residências em Saúde A articulação da Graduação em Saúde, dos Hospitais de Ensino e das Residências em Saúde

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO BALANÇO PATRIMONIAL 02 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO PERÍODO 03 DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO 04 DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

HOSPITAL ESPIRITA JOAO MARCHESI CNPJ: 00.033.940/0001-87 BALANCO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014

HOSPITAL ESPIRITA JOAO MARCHESI CNPJ: 00.033.940/0001-87 BALANCO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 ATIVO 31/12/2014 CIRCULANTE 259.291,95 DISPONIVEL 50.120,06 BANCOS CONTA MOVIMENTO 48.703,69 APLICACOES FINANCEIRAS DE LIQUIDEZ IMEDIATA 1.416,37 DISPONIBILIDADES 0,00 NUMERÁRIOS EM TRANSITO 0,00 CREDITOS

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Diretores, Conselheiros e Associados da ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MONTE AZUL SÃO PAULO SP 1. Examinamos o Balanço Patrimonial da ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MONTE AZUL,

Leia mais

Hospital Municipal Getúlio Vargas. Financiamento

Hospital Municipal Getúlio Vargas. Financiamento Hospital Municipal Getúlio Vargas HhhhHosp Financiamento Contratualização Secretaria Estadual da Saúde Ano: R$ 12.580.973,88 Mês: R$ 1.048.414,49 Contrato de Gestão Município Sapucaia do Sul Ano: R$ 22.044.698,13

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL MISSAO AMOR CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL MISSAO AMOR CNPJ: Folha 20 BALANÇO PATRIMONIAL MISSAO AMOR Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 MISSAO AMOR Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de (Valores expressos em milhares de reais) 2009 2008

Leia mais

ASSOCIAÇÃO SAÚDE CRIANÇA FLORIANÓPOLIS

ASSOCIAÇÃO SAÚDE CRIANÇA FLORIANÓPOLIS ASSOCIAÇÃO SAÚDE CRIANÇA FLORIANÓPOLIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E DE 2011 ACOMPANHADAS DO RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS CONTEÚDO: Relatório

Leia mais

Demonstrações Contábeis referente ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2005 e Parecer dos Auditores Independentes

Demonstrações Contábeis referente ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2005 e Parecer dos Auditores Independentes CENTRO ESPÍRITA NOSSO LAR CASAS ANDRÉ LUIZ CNPJ 62.220.637/0001-40 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores membros do Conselho Deliberativo e do Conselho Fiscal: o Conselho Diretor submete à apreciação de

Leia mais

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/05/13 a 31/05/13

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/05/13 a 31/05/13 FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 17 T 1 ATIVO 42.807.744,57D 5.912.830,23 5.858.043,39 42.862.531,41D 23 T 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.202.794,33D 5.390.052,54 5.127.142,48 2.465.704,39D 30 T

Leia mais

Gestão estratégica em processos de mudanças

Gestão estratégica em processos de mudanças Gestão estratégica em processos de mudanças REVISÃO DOS MACRO PONTOS DO PROJETO 1a. ETAPA: BASE PARA IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE PERFORMANCE PROFISSIONAL, que compreenderá o processo de Análise

Leia mais

Santa Casa de Marília

Santa Casa de Marília COMO COMPROMETER AS EQUIPES NOS OBJETIVOS DE QUALIDADE E SUSTENTABILIDADE Santa Casa de Marília Kátia Ferraz Santana (por Márcio Mielo) Fundação 29 de abril de 1929 19.000 m2 de área construída 214 leitos

Leia mais

WRM Auditoria e Consultoria Ltda. - CNPJ (MF) 00.164.845/0001/12.

WRM Auditoria e Consultoria Ltda. - CNPJ (MF) 00.164.845/0001/12. Lins (SP), 12 de Março de 2.010. À SOCIEDADE DE PROMOÇÃO SOCIAL DO FISSURADO LÁBIO- PALATAL - PROFIS Rua Silvio Marchione 3-55 Bauru SP. ILMO.SR. Diretor - Presidente Encaminhando em anexo, o Relatório

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 17.488 25.888 Fornecedores e outras obrigações 17.561 5.153 Contas a receber

Leia mais

Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron - ABTLuS Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 e parecer dos auditores

Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron - ABTLuS Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 e parecer dos auditores Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron - ABTLuS Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes 18

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ: Folha 51 BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ: 19.714.203/000178 Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 CRECHE LAR DAS CRIANÇAS SSVP CNPJ: 19.714.203/000178 Demontrações

Leia mais

ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE

ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE QUADRO I BALANÇOS PATRIMONIAIS ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 4 2.630.185 2.070.467 Fornecedores 115.915 76.688 Contas

Leia mais

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Municípios participantes Adrianópolis Bocaiúva do Sul Cerro Azul Doutor Ulysses Rio Branco do Sul Tunas do Paraná Itaperuçu Campo Magro Colombo Almirante Tamandaré

Leia mais

No Brasil as entidades de interesse social só podem se constituir juridicamente na forma de associação ou fundação.

No Brasil as entidades de interesse social só podem se constituir juridicamente na forma de associação ou fundação. Gestão e Sustentabilidade para o 3 Setor Orientações Técnicas CONCEITOS No Brasil as entidades de interesse social só podem se constituir juridicamente na forma de associação ou fundação. Pessoa Jurídica:

Leia mais

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL BALANÇO PATRIMONIAL A T I V O 2013 2012 ATIVO CIRCULANTE 500.580 566.437 DISPONIBILIDADES 477.026 544.078 Caixa e Bancos Recursos Livres - Assistência Social 6.774 23.649 Bancos Recursos Terceiros - Assistência

Leia mais

A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC

A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC 1 O GRANDE OBJETIVO Aumentar a arrecadação financeira (R$) do hospital O ÚNICO MOTIVO Garantir sua sobrevivência

Leia mais

Instituto Sócrates Guanaes

Instituto Sócrates Guanaes Instituto Sócrates Guanaes Instituição de direito privado sem fins lucrativos; Fundado em 13 de julho de 2000; Qualificado como Organização Social; Reconhecido como instituição de utilidade pública municipal

Leia mais

Estado do Pará MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO CONJUNTO Nº 010/2015-MP/PGJ/CGMP

Estado do Pará MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO CONJUNTO Nº 010/2015-MP/PGJ/CGMP PROVIMENTO CONJUNTO Nº 010/2015-MP/PGJ/CGMP Define os documentos e modelos de demonstrações contábeis exigidos para prestação de contas finalística das entidades do terceiro setor sujeitas ao velamento

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE RESULTADO DA SAFRATER 01 A 04/2009 - R$

DEMONSTRATIVO DE RESULTADO DA SAFRATER 01 A 04/2009 - R$ TIÃOZINHO PRESTANDO CONTAS E AGRADECENDO Caro(a) Associado(a): Segue abaixo o Demonstrativo do Resultado Operacional de nossas atividades em 2008. Quaisquer informações ou esclarecimentos adicionais poderão

Leia mais

FUNDAÇÃO LAR HARMONIA CNPJ: 00.405.171/0001-09 NOTAS EXPLICATIVAS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013

FUNDAÇÃO LAR HARMONIA CNPJ: 00.405.171/0001-09 NOTAS EXPLICATIVAS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 FUNDAÇÃO LAR HARMONIA CNPJ: 00.405.171/0001-09 NOTAS EXPLICATIVAS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 I- OBJETIVOS DA ENTIDADE E CONTEXTO OPERACIONAL A Fundação Lar Harmonia

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA CNPJ: Folha 53 BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 CRECHE COMUNITARIA CRIANÇA ESPERANÇA Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de

Leia mais

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/01/11 a 31/01/11

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/01/11 a 31/01/11 FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 17 T 1 ATIVO 41.752.495,74D 4.036.938,36 4.262.358,02 41.527.076,08D 23 T 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.250.072,51D 3.944.278,77 4.201.929,51 992.421,77D 30 T 1.1.01

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL A SANTA CASA BH TEM TODOS OS CUIDADOS PARA VOCÊ CONQUISTAR UMA CARREIRA SAUDÁVEL. Missão Humanizar a assistência

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Sul Mineira 1 Índice Política de Sustentabilidade Unimed Sul Mineira Mas o que é Responsabilidade Social? Premissas Básicas Objetivos da Unimed Sul Mineira Para a Saúde Ambiental

Leia mais

$VVRFLDomR%UDVLOHLUDGH 7HFQRORJLDGH/X] 6tQFURWURQ$%7/X6. 'HPRQVWUDo}HVILQDQFHLUDVHP GHGH]HPEURGHHGHH SDUHFHUGRVDXGLWRUHVLQGHSHQGHQWHV

$VVRFLDomR%UDVLOHLUDGH 7HFQRORJLDGH/X] 6tQFURWURQ$%7/X6. 'HPRQVWUDo}HVILQDQFHLUDVHP GHGH]HPEURGHHGHH SDUHFHUGRVDXGLWRUHVLQGHSHQGHQWHV $VVRFLDomR%UDVLOHLUDGH 7HFQRORJLDGH/X] 6tQFURWURQ$%7/X6 'HPRQVWUDo}HVILQDQFHLUDVHP GHGH]HPEURGHHGHH SDUHFHUGRVDXGLWRUHVLQGHSHQGHQWHV 3DUHFHUGRVDXGLWRUHVLQGHSHQGHQWHV 17 de janeiro de 2003 Aos Administradores

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013, COMPARATIVAS AO EXERCÍCIO FINDO EM 31.12.2012

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013, COMPARATIVAS AO EXERCÍCIO FINDO EM 31.12.2012 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013, COMPARATIVAS AO EXERCÍCIO FINDO EM 31.12.2012 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013. CONTEÚDO I. RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES

Leia mais

II Forum PLANISA de Gestão da Saúde. Como o Hospital Mãe de Deus usa o Planejamento Estratégico como ferramenta de Gestão

II Forum PLANISA de Gestão da Saúde. Como o Hospital Mãe de Deus usa o Planejamento Estratégico como ferramenta de Gestão II Forum PLANISA de Gestão da Saúde Como o Hospital Mãe de Deus usa o Planejamento Estratégico como ferramenta de Gestão HOSPITAL MÃE DE DEUS 380 leitos 2.234 funcionários 68.000 m 2 - área construída

Leia mais

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014 PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP Maio de 2014 UMA RÁPIDA VISÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL HOJE Estrutura com grandes dimensões, complexa, onerosa e com falta de

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS Gestão de Administração e Finanças Gerência de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social Junho/2014 Desenvolvimento Sustentável Social Econômico

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA EM ONCOPEDIATRIA AMO CRIANÇA

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA EM ONCOPEDIATRIA AMO CRIANÇA ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA EM ONCOPEDIATRIA AMO CRIANÇA 2014 Entidade sem fins lucrativos, fundada em 1998 em Novo Hamburgo. Atende crianças e adolescentes, de 0 à 18 anos, residentes prioritariamente em

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO Demonstrações Contábeis Em 31

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DOS INOCENTES CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DOS INOCENTES CNPJ: Folha 47 BALANÇO PATRIMONIAL CRECHE LAR DOS INOCENTES Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de 2009 2008 CRECHE LAR DOS INOCENTES Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de (Valores expressos em milhares

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE CNPJ (MF) Nº 83.128.769/0001-17 Brusque - SC DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 Fevereiro/2011 1 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 Registro no Cartório de Títulos e Documentos em 02/10/1934. Sob o nº 1.152, Livro "A" nº 6. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 2014 2013 Variação ATIVO ATIVO CIRCULANTE Caixa - - - Banco do

Leia mais

ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente.

ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente. ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente. Evelyse Amorim Lourival Amorim Florianópolis, 11 de novembro de 2014 ITG 2002 Introdução e Principais

Leia mais

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Confederação Brasileira de Remo em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras ÍNDICE I. Relatório dos Auditores Independentes

Leia mais

CNPJ: 30.276.570/0001-70. BALANÇO PATRIMONIAL PARA OS EXERCíCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 (EXPRESSO EM REAIS) ATIVO 3.2 3.

CNPJ: 30.276.570/0001-70. BALANÇO PATRIMONIAL PARA OS EXERCíCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 (EXPRESSO EM REAIS) ATIVO 3.2 3. CNPJ: 30.276.570/0001-70 BALANÇO PATRIMONIAL PARA OS EXERCíCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 (EXPRESSO EM REAIS) ATIVO CIRCULANTE 2014 2013 DíSPONIVEL 1.399.149,86 934.204,07 CAIXA 3.1 1.501,05

Leia mais

ANEXO - CAPÍTULO III - Modelo de Publicação BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO

ANEXO - CAPÍTULO III - Modelo de Publicação BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO 200Y 200X ATIVO Contas ATIVO CIRCULANTE 12 Disponível 121 Realizável 122+123+124+125+126+127+128+129 Aplicações Financeiras 122 Aplicações Vinculadas a Provisões Técnicas 1221

Leia mais

CONCEITO. Despertar a potencialidade de indivíduos

CONCEITO. Despertar a potencialidade de indivíduos CONCEITO Despertar a potencialidade de indivíduos Utilizar a Arte como meio de comunicação e expressão e a Cultura no resgate de histórias de vida e valores 17 anos de atuação 231 mil atendimentos ARTE

Leia mais

Centro Infantil de Investigações Hematológicas Dr. Domingos A. Boldrini

Centro Infantil de Investigações Hematológicas Dr. Domingos A. Boldrini Centro Infantil de Investigações Hematológicas Dr. Domingos A. Boldrini Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2012 e Relatório dos Auditores Independentes Deloitte

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

Comentários às Mudanças Contábeis na Lei nº 6.404/76 MP nº 449/08

Comentários às Mudanças Contábeis na Lei nº 6.404/76 MP nº 449/08 Comentários às Mudanças Contábeis na Lei nº 6.404/76 MP nº 449/08 Comentários às Mudanças Contábeis na Lei nº 6.404/76 MP nº 449/08 No dia 3 de dezembro de 2008, foi editada a Medida Provisória nº 449,

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria Balanço Social 2013 Mensagem da Diretoria Em 2013 as Empresas Rio Deserto completaram 95 anos de atividades. Somos uma das empresas mais antigas da região Sul de Santa Catarina, mas não podemos ser chamadas

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 CNPJ (MF) Nº 83.128.769/0001-17 Brusque - SC DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 Fevereiro/2012 1 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE Valores expressos

Leia mais

NORMAS DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BANCO DE LEITE HUMANO

NORMAS DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BANCO DE LEITE HUMANO NORMAS DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BANCO DE LEITE HUMANO Identificar a necessidade da mãe em receber orientação quanto ao aleitamento materno adequado; Orientar as mães, acompanhantes e/ou familiares,

Leia mais

Associação Arte Despertar Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes

Associação Arte Despertar Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes PricewaterhouseCoope~ Av. Francisco Matarauo, 1400 Torre Torino Caixa

Leia mais

PREFEITURA DE XINGUARA

PREFEITURA DE XINGUARA 50/000-20 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Página de 5 Programa: 000 AÇÃO LEGISLATIVA Manutenção da CMX através do apoio financeiro às atividades legislativas, custeio de despesas administrativas,

Leia mais

Instituto Ling. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012

Instituto Ling. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012 em 31 de dezembro de 2013 e 2012. em 31 de dezembro de 2013 e 2012 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de superávit

Leia mais

INTERPRETAÇÃO DA RESOLUÇÃO CFC No. 1.409/12 ITG 2002

INTERPRETAÇÃO DA RESOLUÇÃO CFC No. 1.409/12 ITG 2002 INTERPRETAÇÃO DA RESOLUÇÃO CFC No. 1.409/12 ITG 2002 NO CONTEXTO OPERACIONAL DEVE TER OS REQUISITOS QUE ENQUADRAM A ENTIDADE COMO SEM FINS LUCRATIVOS: A) pessoas jurídicas de direito privado sem finalidade

Leia mais

CNPJ: 04.839.572/0001-00

CNPJ: 04.839.572/0001-00 Rio de Janeiro, 29 de Junho de 2012. DT-P 12/018. CNPJ: 04.839.572/0001-00 CONTÉM: PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES BALANÇO PATRIMONIAL DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO NOTAS EXPLICATIVAS Tel: (21) 2263-5189

Leia mais

Balanço Social UNINORTE 2015

Balanço Social UNINORTE 2015 Balanço Social UNINORTE 2015 Diretora Acadêmica Vanessa Voglio Igami Diretora Administra va Ká a Cris na Do o Gasparini Diretora Comercial Indira Maria Kitamura Diretor Financeiro Fábio Ricardo Leite Secretária

Leia mais

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1 Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I Atenção Básica e a Saúde da Família 1 O acúmulo técnico e político dos níveis federal, estadual e municipal dos dirigentes do SUS (gestores do SUS) na implantação

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAVALCANTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROJETO ALEITAMENTO MATERNO

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAVALCANTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROJETO ALEITAMENTO MATERNO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAVALCANTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROJETO ALEITAMENTO MATERNO APRESENTAÇÃO O aleitamento materno exclusivo (AME) é sinônimo de sobrevivência para o recém-nascido,

Leia mais

Objetivo Principal. Objetivos Secundários

Objetivo Principal. Objetivos Secundários Objetivo Principal O Personal Med Hospitalar foi resultado de um longo esforço de O&M em hospitais de vários portes e regiões do Brasil. O sistema foi concebido a partir do detalhamento de 176 processos

Leia mais

Planejamento e Controle do Lucro Empresas de Pequeno e Médio Porte

Planejamento e Controle do Lucro Empresas de Pequeno e Médio Porte Planejamento e Controle do Lucro Empresas de Pequeno e Médio Porte Profa. Dariane Reis Fraga Castanheira darianer@fia.com.br www.fia.com.br/proced Profa. Dariane Reis Fraga Castanheira 1 Objetivo Planejamento

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

ANEXO II "AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS" INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS

ANEXO II AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS ANEXO II "AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS" INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS EQUIPE DE DESINSTITCUIONALIZAÇÃO - MODALIDADE: VALOR DO PROJETO: 1. DADOS

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DA PORTARIA 1.748 CASSIANA PRATES

IMPLEMENTAÇÃO DA PORTARIA 1.748 CASSIANA PRATES IMPLEMENTAÇÃO DA PORTARIA 1.748 CASSIANA PRATES Serviço de Epidemiologia e Gerenciamento de Riscos Hospital Ernesto Dornelles Tópicos Nos próximos 25min: Hospital Ernesto Dornelles Gestão de Riscos e Segurança

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre a transformação da Universidade Virtual do Estado de Roraima UNIVIRR, para a categoria de Fundação Pública e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO. Aracaju - SE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O CIRCULANTE 160.805.445 138.417.

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO. Aracaju - SE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O CIRCULANTE 160.805.445 138.417. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O 2008 2007 CIRCULANTE 160.805.445 138.417.550 DISPONIBILIDADES 19.838.758 6.355.931 Caixa e bancos 2.931.388 3.021.874 Aplicações de liquidez imediata 16.907.370

Leia mais

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama São Paulo, 25 de julho de 2014 Minas Gerais recebeu um reforço de R$ 2,1 milhões na luta contra o câncer de mama. O

Leia mais

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS Hospital de Cancer Barretos -DE 120.000 m2 construídos HOSPITAL DEdeCANCER BARRETOS HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS A Fundação Pio XII foi instituída em 27 de novembro de 1967 e tem como objetivos primordiais:

Leia mais

CAPÍTULO I DO ÓRGÃO E SUA FINALIDADES

CAPÍTULO I DO ÓRGÃO E SUA FINALIDADES REGIMENTO INTERNO DO HOSPITAL VETERINÁRIO [adaptação à Resolução 11/98 do Conselho Universitário, de 3 de dezembro de 1998] (Aprovado em reunião da Congregação em 15-04-99 e reformulado em 27-10-2000 atendendo

Leia mais

ESTRUTURA DOS HOSPITAIS PRIVADOS...38

ESTRUTURA DOS HOSPITAIS PRIVADOS...38 APRESENTAÇÃO...13 INTRODUÇÃO...15 Breve perfil do sistema de saúde... 15 Características do SUS e da saúde suplementar... 16 Modelo de financiamento... 17 O papel central dos hospitais... 18 A necessidade

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 NOTA 01- Contexto Operacional: SIMPROEL Sindicato Municipal dos Profissionais em Educação de Lages - SC Fundado em 17/12/1997,

Leia mais

PRINCIPAIS NORTEADORES ESTRATÉGICOS DA UNIMED VALE DAS ANTAS/RS.

PRINCIPAIS NORTEADORES ESTRATÉGICOS DA UNIMED VALE DAS ANTAS/RS. UNIMED VALE DAS ANTAS, RS - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE LTDA Ramo: Cooperativa Médica de Serviços de Saúde Período de Relato: de 27/02/2014 a 24/02/2015 E-mail: rh@valedasantas.unimed.com.br / gerencia@valedasantas.unimed.com.br

Leia mais

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS. Gestão de Administração e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS. Gestão de Administração e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS Gestão de Administração e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas Desenvolvimento Sustentável Social Econômico Ambiental Lucro Financeiro Resultado Social

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno

Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno 1 Ter uma política de aleitamento materno escrita, que seja rotineiramente transmitida a toda a equipe de cuidados da saúde. 2 Capacitar toda equipe de

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico A decisão pela realização do Planejamento Estratégico no HC surgiu da Administração, que entendeu como urgente formalizar o planejamento institucional. Coordenado pela Superintendência

Leia mais

HOME. Você livre para cuidar do que mais interessa na sua empresa.

HOME. Você livre para cuidar do que mais interessa na sua empresa. HOME Você livre para cuidar do que mais interessa na sua empresa. Terceirizar serviços de portaria, limpeza, copa, entre outros é fundamental para que a empresa tenha olhos para o que realmente interessa:

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

VITAH A R Q U I T E T U R A

VITAH A R Q U I T E T U R A EXPERTISE EM PROJETOS ARQUITETÔNICOS na área da saúde SOBRE A ARQUITETURA sócios MARCIO WELLINGTON, Arquiteto/Diretor Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Anhembi Morumbi em 2003 e pós-graduado

Leia mais

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul O desempenho e os resultados alcançados pelo Sicoob Sul em comprovam as vantagens do trabalho coletivo em cooperativa. Mesmo num ano de muitas incertezas

Leia mais