de 2002, permanecem com a alíquota da Cofins reduzida a zero, em que pesem as alterações introduzidas pela Lei nº , de 2004.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "de 2002, permanecem com a alíquota da Cofins reduzida a zero, em que pesem as alterações introduzidas pela Lei nº 10.865, de 2004."

Transcrição

1 DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO 4. Região Fiscal SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 1, DE 13 DE JANEIRO DE 2009 EMENTA: GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social. A empresa prestadora de serviços, (contratada) deverá elaborar GFIP no código de nº 150, onde, dentre todos os demais dados e informações obrigatórios, deverão estar relacionados os trabalhadores que prestam serviços, de forma distinta, por tomador dos serviços (contratante), consoante preceitua o Manual da GFIP para usuários do SEFIP - Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social - versão 8.4, instituídos pela Instrução Normativa RFB nº 880, de 16 de outubro de Nesta hipótese, o programa SEFIP gerará, na sistemática vigente, uma única Guia da Previdência Social - GPS por estabelecimento da empresa prestadora dos serviços (contratada). DISPOSITIVOS LEGAIS: Lei nº 8.212, de 1991, arts. 32, IV; Decreto nº 3.048, de 1999, art. 225, IV; Instrução Normativa MPS/SRP nº 03, de 2005, art. 60, VIII, Instrução Normativa RFB nº 880, de 2008 e Manual da GFIP para usuários do SEFIP - versão 8.4 FLÁVIO OSÓRIO DE BARROS Chefe em exercício SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 2, DE 16 DE JANEIRO DE 2009 EMENTA: AUTOPEÇAS. ALÍQUOTA ZERO. Independentemente do regime de tributação adotado para o IRPJ, as receitas auferidas por comerciantes atacadistas ou varejistas decorrentes das vendas dos produtos relacionados nos Anexos I e II da Lei nº , de 2002, permanecem com a alíquota da Cofins reduzida a zero, em que pesem as alterações introduzidas pela Lei nº , de DISPOSITIVOS LEGAIS: Lei nº , de 2002, art. 3º, 2º; IN SRF nº 594, art. 16, III. ASUNTO: Contribuição para o PIS/Pasep EMENTA: AUTOPEÇAS. ALÍQUOTA ZERO. Independentemente do regime de tributação adotado para o IRPJ, as receitas auferidas por comerciantes atacadistas ou varejistas decorrentes das vendas dos produtos relacionados nos Anexos I e II da Lei nº , de 2002, permanecem com a alíquota do PIS/Pasep reduzida a zero, em que pesem as alterações introduzidas pela Lei nº , de DISPOSITIVOS LEGAIS: Lei nº , de 2002, art. 3º, 2º; IN SRF nº 594, art. 16, III.

2 FLÁVIO OSÓRIO DE BARROS Chefe em exercício SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 3, DE 20 DE JANEIRO DE 2009 ASUNTO: Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI EMENTA: EMPRESA COMERCIAL. IMPORTAÇÃO. EQUIPARAÇÃO A INDUSTRIAL. SAÍDA DOS PRODUTOS. INCIDÊNCIA DO IPI. A empresa comercial que importar produtos tributados é equiparada a industrial e é contribuinte do IPI, tanto no desembaraço aduaneiro como na saída destes do estabelecimento, ainda que tais produtos não sejam submetidos a qualquer processo de industrialização. DISPOSITIVOS LEGAIS: Arts. 46, I e II, e 51, I e II, do CTN (Lei nº 5.172/66); arts. 9º, I, 24, I, e III, 34, I e II, e 38 do RIPI (Decreto nº 4.544, de 2002); PNs CST nº 367 e 452, de SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 4, DE 23 DE JANEIRO DE 2009 ASUNTO: Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários - IOF EMENTA: O IOF incide quando a instituição financeira concede financiamento ao usuário de cartão de crédito, para liquidação de obrigações, em data certa e determinada, com vencimento à vista, utilizando o cartão como meio de pagamento, por conta e ordem do titular, desde o dia da liquidação até o dia do vencimento da fatura. DISPOSITIVOS LEGAIS: Art. 7º do Decreto nº 6.306, de 2007 (RIOF), e alterações posteriores. SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 5, DE 23 DE JANEIRO DE 2009 ASUNTO: Imposto sobre a Renda de Pessoa Física - IRPF EMENTA: É isento do Imposto de Renda o valor da reserva matemática distribuído a aposentado ou pensionista portador de doença grave prevista na legislação pertinente, quando da liquidação extrajudicial de entidade fechada de previdência complementar. DISPOSITIVOS LEGAIS: Art. 6º, XIV, da Lei nº 7.713/88, e alterações; Solução de Divergência Cosit nº 28, de SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 6, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2009 EMENTA: A Certidão de Regularidade Fiscal (Certidão Negativa de Débito - CND ou a Certidão Positiva de Débito com Efeitos de Negativa - CPD-EN) cuja finalidade seja averbação de edificação no Registro de Imóveis, será expedida em nome do responsável ou responsáveis pela obra realizada, caso existam mais de um. DISPOSITIVOS LEGAIS: Lei nº 8.212, de 1991, art. 47, II;

3 Decreto nº 3.048, de 1999, art. 257, II, III e 15º; Instrução Normativa MPS/SRP nº 03, de 2005, arts. 23, V, 2º, 27, 1º e 523, II e III. SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 7, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2009 EMENTA: A Certidão de Regularidade Fiscal (Certidão Negativa de Débito - CND ou a Certidão Positiva de Débito com Efeitos de Negativa - CPD-EN) cuja finalidade seja averbação de edificação no Registro de Imóveis, será expedida em nome do responsável ou responsáveis pela obra realizada, caso existam mais de um. DISPOSITIVOS LEGAIS: Lei nº 8.212, de 1991, art. 47, II; Decreto nº 3.048, de 1999, art. 257, II, III e 15º; Instrução Normativa MPS/SRP nº 03, de 2005, arts. 23, V, 2º, 27, 1º e 523, II e III. SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 8, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2009 ASUNTO: Normas de Administração Tributária EMENTA: COFINS. NÃO-CUMULATIVIDADE. VEÍCULO DE DIVULGAÇÃO. Os custos ou despesas relativos a valores devidos pelos veículos de divulgação às agências de propaganda ou publicidade, a título de remuneração, somente podem ser utilizados na constituição de créditos, descontáveis na apuração não-cumulativa da Cofins do veículo de divulgação, quando a obrigação relativa a tais custos e despesas for, em decorrência de contrato ou disposição da legislação específica, do próprio veículo e tiver sido contraída em razão de serviços de propaganda ou publicidade diretamente aplicados ou consumidos na prestação de serviços do veículo de divulgação. Legislação: Lei nº 4.680, de 1965; Lei nº , de 2003; Decreto nº , de 1966; Instrução Normativa SRF nº 404, de 2004 DISPOSITIVOS LEGAIS: Lei nº 4.680, de 1965; Lei nº , de 2003; Decreto nº , de 1966; Instrução Normativa SRF nº 404, de SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 9, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2009 ASUNTO: Normas de Administração Tributária EMENTA: PIS/Pasep. NÃO-CUMULATIVIDADE. VEÍCULO DE DIVULGAÇÃO. Os custos ou despesas relativos a valores devidos por veículo de divulgação às agências de propaganda ou publicidade, a título de remuneração, somente podem ser utilizados na constituição de créditos, descontáveis na apuração não-cumulativa da Contribuição para o PIS/Pasep do veículo de divulgação, quando a obrigação relativa a tais custos e despesas for, em decorrência de

4 contrato ou disposição da legislação específica, do próprio veículo e tiver sido contraída em razão de serviços de propaganda ou publicidade diretamente aplicados ou consumidos na prestação de serviços do mesmo veículo. Legislação: Lei nº 4.680, de 1965; Lei nº , de 2002; Decreto nº , de 1966; Instrução Normativa SRF nº 404, de 2004 DISPOSITIVOS LEGAIS: Lei nº 4.680, de 1965; Lei nº , de 2002; Decreto nº , de 1966; Instrução Normativa SRF nº 404, de SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 10, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2009 EMENTA: BONIFICAÇÕES EM MERCADORIAS. DESCONTO INCONDICIONAL. COMPOSIÇÃO DA RECEITA BRUTA. CUSTO DAS MERCADORIAS RECEBIDAS EM BONIFICAÇÕES. As bonificações recebidas de fornecedores em forma de mercadorias podem representar descontos incondicionais, desde que constem da nota fiscal e não dependam de evento posterior à emissão do documento. Portanto, nesta hipótese, não compõem a base de cálculo da Cofins, a título de receita obtida, correspondendo a um redutor do custo de aquisição das mercadorias. Neste caso, o valor a ser registrado como estoque das mercadorias é o efetivamente despendido na aquisição destas, segundo o princípio contábil do custo como base do valor, inexistindo receita vinculada às referidas bonificações, a título de recuperação de custos. DISPOSITIVOS LEGAIS: Art. 1º, 3º, V, "a", da Lei nº , de 2003; Parecer CST/SIPR nº 1.386/82. ASUNTO: Contribuição para o PIS/Pasep EMENTA: BONIFICAÇÕES EM MERCADORIAS. DESCONTO INCONDICIONAL. COMPOSIÇÃO DA RECEITA BRUTA. CUSTO DE MERCADORIAS RECEBIDAS EM BONIFICAÇÕES. As bonificações recebidas de fornecedores em forma de mercadorias podem representar descontos incondicionais, desde que constem da nota fiscal e não dependam de evento posterior à emissão do documento. Portanto, nesta hipótese, não compõem a base de cálculo do PIS, a título de receita obtida, correspondendo a um redutor do custo de aquisição das mercadorias. Neste caso, o valor a ser registrado como estoque das mercadorias é o efetivamente despendido na aquisição destas, segundo o princípio contábil do custo como base do valor, inexistindo receita vinculada às referidas bonificações, a título de recuperação de custos. DISPOSITIVOS LEGAIS: Art. 1º, 3º, V, "a", da Lei nº , de 2002; Parecer CST/SIPR nº 1.386/82. SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 11,

5 DE 16 DE FEVEREIRO DE 2009 EMENTA: BASE DE CÁLCULO. EXCLUSÕES. A base de cálculo da Cofins é o faturamento, que corresponde à receita bruta da pessoa jurídica, assim entendida a totalidade das receitas auferidas, sendo incabível, por falta de previsão legal, a exclusão de despesas com o pagamento de taxas e comissões a empresas administradoras de cartões de crédito e/ou débito. DISPOSITIVOS LEGAIS: Art. 1º e da Lei nº , de 2003.

1ª REGIÃO FISCAL - DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO

1ª REGIÃO FISCAL - DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO 1ª REGIÃO FISCAL - DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 19, DE 30 DE JULHO DE 2008: ASSUNTO: Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários -

Leia mais

10ª REGIÃO FISCAL - DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO

10ª REGIÃO FISCAL - DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO 10ª REGIÃO FISCAL - DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 109, DE 4 DE SETEMBRO DE 2008: ASSUNTO: Regimes Aduaneiros EMENTA: ADMISSÃO TEMPORÁRIA COM PAGAMENTO PROPORCIONAL DE TRIBUTOS. Inadmissível

Leia mais

O SISTEMA TRIBUTÁRIO BRASILEIRO

O SISTEMA TRIBUTÁRIO BRASILEIRO O SISTEMA TRIBUTÁRIO BRASILEIRO Instituído pela Constituição Federal de 1988. Prevê competências tributárias distintas para cada uma das pessoas políticas: UNIÃO, ESTADOS e MUNICÍPIOS. Cria grande complexidade,

Leia mais

Agenda Tributária: de 21 a 27 de janeiro de 2016

Agenda Tributária: de 21 a 27 de janeiro de 2016 Agenda Tributária: de 21 a 27 de janeiro de 2016 Dia: 22 DCTF - Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - Mensal NOVEMBRO/2015 As pessoas jurídicas de direito privado em geral, inclusive

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos A exclusão do valor do Pedágio da base de cálculo do ICMS - do PIS e da Cofins

Parecer Consultoria Tributária Segmentos A exclusão do valor do Pedágio da base de cálculo do ICMS - do PIS e da Cofins A exclusão do valor do Pedágio da base de cálculo do ICMS - do PIS e da Cofins 28/04/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da

Leia mais

PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS

PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS I NOVAS SOLUÇÕES DE CONSULTAS. A) A FACULDADE DA DEPRECIAÇÃO ACELERADA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À PRODUÇÃO, ADQUIRIDOS A PARTIR DE 01-10- 04, PODE SER EXERCIDA DESDE

Leia mais

Relatório. Data 19 de dezembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF

Relatório. Data 19 de dezembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 376 - Cosit Data 19 de dezembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: SIMPLES NACIONAL GANHO DE CAPITAL NA ALIENAÇÃO DE BENS DO ATIVO IMOBILIZADO.

Leia mais

A desoneração da folha trocada em miúdos Qui, 25 de Outubro de 2012 00:00. 1. Introdução

A desoneração da folha trocada em miúdos Qui, 25 de Outubro de 2012 00:00. 1. Introdução 1. Introdução Com a publicação da Medida Provisória 563/12 convertida na Lei 12.715/12 e posteriormente regulamentada pelo Decreto 7.828/12, determinadas empresas de vários setores terão a contribuição

Leia mais

IN RFB 1.009/10 - IN - Instrução Normativa RECEITA FEDERAL DO BRASIL - RFB nº 1.009 de 10.02.2010

IN RFB 1.009/10 - IN - Instrução Normativa RECEITA FEDERAL DO BRASIL - RFB nº 1.009 de 10.02.2010 IN RFB 1.009/10 - IN - Instrução Normativa REEITA FEDERAL DO BRASIL - RFB nº 1.009 de 10.02.2010 D.O.U.: 11.02.2010 Adota Tabelas de ódigos a serem utilizadas na formalização da Escrituração Fiscal Digital

Leia mais

A Tributação dos Síndicos, Subsíndicos e Conselheiros (IRPF INSS)

A Tributação dos Síndicos, Subsíndicos e Conselheiros (IRPF INSS) A Tributação dos Síndicos, Subsíndicos e Conselheiros (IRPF INSS) QUAL É O CONCEITO DE SÍNDICO PREVISTO NO CÓDIGO CIVIL DE 2002? O Síndico é definido como sendo administrador do Condomínio (art. 1.346).

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 212 - Data 14 de julho de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: SIMPLES NACIONAL SIMPLES NACIONAL. ESTABELECIMENTO COMERCIAL EQUIPARADO

Leia mais

Anexo III: Aspectos Fiscais e Gerenciais de Empresas no Brasil

Anexo III: Aspectos Fiscais e Gerenciais de Empresas no Brasil Anexo III: Aspectos Fiscais e Gerenciais de Empresas no Brasil 1. Aspectos Gerais investimento: Neste capítulo vamos analisar os principais aspectos fiscais envolvidos em três momentos de um (i) Formação

Leia mais

Agenda Tributária: de 12 a 18 de maio de 2016

Agenda Tributária: de 12 a 18 de maio de 2016 Agenda Tributária: de 12 a 18 de maio de 2016 Até: Quinta-feira, dia 12 dígito do CNPJ corresponda a 2, devem efetuar o registro eletrônico dos documentos Até: Sexta-feira, dia 13 dígito do CNPJ corresponda

Leia mais

Construção Civil Regularização, Retenção e Desoneração da Folha de Pagamento

Construção Civil Regularização, Retenção e Desoneração da Folha de Pagamento Construção Civil Regularização, Retenção e Desoneração da Folha de Pagamento Delegacia da Receita Federal do Brasil Sete Lagoas Maio/2016 ABORDAGEM Construção Civil Responsabilidade pela Matrícula Retenção

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 56 - Data 20 de fevereiro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA

Leia mais

DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014.

DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014. DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DGRM Nº 29/2014 Dispõe sobre os procedimentos

Leia mais

03/03/2010 - Quarta-feira. 10/03/2010 - Quarta-feira. 15/03/2010 - Segunda-feira

03/03/2010 - Quarta-feira. 10/03/2010 - Quarta-feira. 15/03/2010 - Segunda-feira Obrigação Histórico Documento/ Formulário Código 03/03/2010 - Quarta-feira Pagamento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos IRRF geradores ocorridos no período de 21/02/10 a 28/02/10,

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 57 56 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 24 - Data 25 de fevereiro de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES DE CRÉDITO, CÂMBIO E SEGUROS OU RELATIVAS

Leia mais

INFORMAÇÕES CONCEITUAIS QUANTO AO F100

INFORMAÇÕES CONCEITUAIS QUANTO AO F100 INFORMAÇÕES CONCEITUAIS QUANTO AO F100 Neste bloco serão informadas pela pessoa jurídica, as demais operações geradoras de contribuição ou de crédito, não informadas nos Blocos A, C e D: Onde esta localizado

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA GERÊNCIA TRIBUTÁRIA SUBGERÊNCIA DE LEGISLAÇÃO E ORIENTAÇÃO TRIBUTÁRIA

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA GERÊNCIA TRIBUTÁRIA SUBGERÊNCIA DE LEGISLAÇÃO E ORIENTAÇÃO TRIBUTÁRIA PARECER N 268 / 2015 ASSUNTO: PARECER INFORMATIVO EMENTA: ICMS AUTO PEÇAS USADAS NOTA FISCAL DE ENTRADA OBRIGATORIEDADE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA VENDA PARA CONSUMIDOR FINAL INAPLICABILIDADE REDUÇÃO DE BASE

Leia mais

Agenda Tributária: de 01 a 09 de maio de 2014

Agenda Tributária: de 01 a 09 de maio de 2014 Agenda Tributária: de 01 a 09 de maio de 2014 Dia: 02 ICMS-SP - Antecipação - Aquisição Interestadual - Substituição Tributária - Simples Nacional O Contribuinte sujeito às normas do Regime Especial Unificado

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal de Transferencia de ICMS entre Estabelecimentos - MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal de Transferencia de ICMS entre Estabelecimentos - MG Nota 07/01/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Preenchimento campos da NF-e... 6 4. Conclusão... 8 5. Referências...

Leia mais

Março/ 2015. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC; São Paulo. Minas Gerais. Santa Catarina

Março/ 2015. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC; São Paulo. Minas Gerais. Santa Catarina Março/ 2015 02 a) Contribuintes optantes pelo Simples Nacional - Diferencial de alíquotas- FG Dezembro/2014; b) SIMPLES NACIONAL Pagamento Antecipado na entrada no Estado de de mercadorias sujeitas ao

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal - ECF

Escrituração Contábil Fiscal - ECF EMPRESAS LUCRO PRESUMIDO As empresas que são tributadas pelo Lucro Presumido, pagam o IRPJ e a CSLL aplicando uma alíquota de presunção, definida por lei, sobre as suas receitas, e sobre esse valor é aplicado

Leia mais

ÍNDICE. 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015... 2. 2. Exemplos Práticos... 3. 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física...

ÍNDICE. 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015... 2. 2. Exemplos Práticos... 3. 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física... ÍNDICE 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015.... 2 2. Exemplos Práticos... 3 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física... 3 2.2. Declarante 2 Rendimento pago ao exterior Fonte pagadora pessoa

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 134 - Data 2 de junho de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÃO PARA O FINANCIAMENTO DA SEGURIDADE SOCIAL - COFINS REVENDA

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAL OUTUBRO DE 2014

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAL OUTUBRO DE 2014 AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAL OUTUBRO DE 2014 Dia: 01/10/2014 IRRF/CSLL/PIS/COFINS Retidos na Fonte - Órgão Público Federal - Semanal 4ª SEMANA Os órgãos da administração pública federal direta, autarquias

Leia mais

Dezembro/ 2015. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC; Santa Catarina Minas Gerais. Federal Santa Catarina São Paulo

Dezembro/ 2015. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC; Santa Catarina Minas Gerais. Federal Santa Catarina São Paulo Dezembro/ 2015 01 02 03 04 05 07 ICMS-MG IRRF; IOF Código de Prazo de Recolhimento (CPR): 1031 FG Novembro/2015 APRENDIZAGEM - NÚMERO DE MATRÍCULAS NOVAS; SALÁRIOS. GIA/Água Natural MG - DAPI 1; ICMS-MG

Leia mais

ATENÇÃO! FAVOR VERIFICAR A SITUAÇÃO DA EMPRESA//INSTITUIÇÃO, PARA ENVIO DA DOCUMENTAÇÃO CORRETA. OBRIGAÇÕES CONFORME IN SRF 480/2004

ATENÇÃO! FAVOR VERIFICAR A SITUAÇÃO DA EMPRESA//INSTITUIÇÃO, PARA ENVIO DA DOCUMENTAÇÃO CORRETA. OBRIGAÇÕES CONFORME IN SRF 480/2004 ATENÇÃO! FAVOR VERIFICAR A SITUAÇÃO DA EMPRESA//INSTITUIÇÃO, PARA ENVIO DA DOCUMENTAÇÃO CORRETA. OBRIGAÇÕES CONFORME IN SRF 480/2004 As instituições de educação e de assistência social, sem fins lucrativos,

Leia mais

LEIAUTE ARQUIVO TEXTO GIAM ELETRÔNICA VERSÃO 9.4

LEIAUTE ARQUIVO TEXTO GIAM ELETRÔNICA VERSÃO 9.4 LEIAUTE ARQUIVO TEXTO GIAM ELETRÔNICA VERSÃO 9.4 Alterações para versão 9.4: Atualização da versão do arquivo segmento A33; Atualização da tabela de bases legais; Segmento A Informações Econômico-Fiscais

Leia mais

GIPSITA, GESSO E SEUS DERIVADOS

GIPSITA, GESSO E SEUS DERIVADOS atualizado em 02/03/2016 alterados os itens 2.1, 2.2, 2.3, 2.4 e 3 HISTÓRICO DE ATUALIZAÇÕES DATA ATUALIZAÇÃO ITENS ALTERADOS 24/02/2016 1, 2.3 e 2.4 04/02/2016 1 e 3 19/11/2015 1, 2.1, 2.2, 2.3 e 2.4

Leia mais

manual prático de retenção na fonte

manual prático de retenção na fonte manual prático de retenção na fonte imposto de renda, cide, csll, pis/pasep, cofins, previdência e iss Contador e consultor tributário Pós-graduado em Gestão de Controladoria, Auditoria e Tributos pela

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA AGOSTO DE 2013

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA AGOSTO DE 2013 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA AGOSTO DE 2013 Até dia Obrigação 5 IRRF Histórico ocorridos no período de 21 a 31.07.2013, incidente sobre rendimentos de (art. 70, I, letra "b", da Lei nº 11.196/2005):

Leia mais

Palestra. DIPJ - Lucro Presumido - Atualização 2012. Maio 2012. Elaborado por: Maria Rosângela da Silva

Palestra. DIPJ - Lucro Presumido - Atualização 2012. Maio 2012. Elaborado por: Maria Rosângela da Silva Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA. 1 - Substituição Tributária:

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA. 1 - Substituição Tributária: GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA 1 - Substituição Tributária: A substituição tributária, denominada por muitos como o instituto da substituição tributária, é uma técnica de tributação,

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2013 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 3 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das APMs - Associações de Pais e Mestres de Escolas Estaduais

Leia mais

Módulo 1 Princípios Básicos do Setor de Ene rgia Elétrica

Módulo 1 Princípios Básicos do Setor de Ene rgia Elétrica CURSO: TRIBUTAÇÃO SOBRE ENERGIA ELÉTRICA CONTÉUDO PROGRAMÁTICO Módulo 1 Princípios Básicos do Setor de Ene rgia Elétrica 1 Modelo atual do setor elétrico brasileiro a partir de 2004 2 Marcos Regulatórios

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 147 - Data 2 de junho de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTRO.

Leia mais

SUMÁRIO Capítulo 1 Seguridade Social e a Previdência Social

SUMÁRIO Capítulo 1 Seguridade Social e a Previdência Social S UMÁRIO Capítulo 1 Seguridade Social e a Previdência Social... 1 1.1. Seguridade Social... 1 1.1.1. A Saúde... 2 1.1.2. A Assistência Social... 5 1.1.3. A Previdência Social... 10 1.1.3.1. Natureza jurídica

Leia mais

ASPECTOS SOCIETÁRIOS E TRIBUTÁRIOS EM OPERAÇÕES DE M&A. Reunião Conjunta dos Comitês de Tributário e Societário 22/03/2016

ASPECTOS SOCIETÁRIOS E TRIBUTÁRIOS EM OPERAÇÕES DE M&A. Reunião Conjunta dos Comitês de Tributário e Societário 22/03/2016 ASPECTOS SOCIETÁRIOS E TRIBUTÁRIOS EM OPERAÇÕES DE M&A Reunião Conjunta dos Comitês de Tributário e Societário 22/03/2016 AGENDA EscrowAccount: 1) depósito em nome do vendedor, do comprador ou de ambos;

Leia mais

IMPOSTO DE RENDA PARA MÉDICOS COMO DECLARAR O IR 2015 DE FORMA CORRETA

IMPOSTO DE RENDA PARA MÉDICOS COMO DECLARAR O IR 2015 DE FORMA CORRETA IMPOSTO DE RENDA PARA MÉDICOS COMO DECLARAR O IR 2015 DE FORMA CORRETA Este guia é um oferecimento de O iclinic é um software online para gestão de clínicas e consultórios. Em sua constante missão de deixar

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JUNHO DE 2013

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JUNHO DE 2013 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JUNHO DE 2013 Até dia Obrigação 5 IRRF 6 Salário de Maio/2013 FGTS Dacon Histórico ocorridos no período de 21 a 31.05.2013, incidente sobre rendimentos de (art. 70,

Leia mais

Formas Jurídicas de Constituição

Formas Jurídicas de Constituição Formas Jurídicas de Constituição Conhecer os tipos de sociedade, Conhecer os procedimentos para registro e baixa de empresas, Conhecer a classificação das empresas pelo porte e o tributo federal Super

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Rendimentos Recebidos Acumuladamente x Licença Maternidade

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Rendimentos Recebidos Acumuladamente x Licença Maternidade 02/01/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 5 6. Referências... 6 7.

Leia mais

COMENTÁRIOS ÀS QUESTÕES PROPOSTAS

COMENTÁRIOS ÀS QUESTÕES PROPOSTAS COMENTÁRIOS ÀS QUESTÕES PROPOSTAS 1- Assinale a opção correta: O fato gerador do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas ocorre na data de encerramento do período-base, a) exceto para aquelas que apuram

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA ABRIL DE 2013

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA ABRIL DE 2013 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA ABRIL DE 2013 Até dia Obrigação 3 IRRF Histórico ocorridos no período de 21 a 31.03.2013, incidente sobre rendimentos de (art. 70, I, letra "b", da Lei nº 11.196/2005):

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração do Vale Pedágio nos Livros Fiscais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração do Vale Pedágio nos Livros Fiscais Parecer Consultoria Tributária Segmentos 18/12/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1. Lei Federal 10.209/2001... 3 2.2. RICMS SP... 3 3. Análise

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA MAIO DE 2015. Até dia

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA MAIO DE 2015. Até dia AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA MAIO DE 2015 Até dia Obrigação 6 IRRF Salário de Abril de 2015 Histórico ocorridos no período de 21 a 30.04.2015, incidente sobre rendimentos de (art. 70, I, letra "b",

Leia mais

ANO XXVI - 2015-1ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 06/2015

ANO XXVI - 2015-1ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 06/2015 ANO XXVI - 2015-1ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 06/2015 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA FEDERAL LEI Nº 13.097/2015 - DESTAQUES DAS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES...

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº. 38/2009 TODAS AS UNIDADES ORÇAMENTÁRIAS

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº. 38/2009 TODAS AS UNIDADES ORÇAMENTÁRIAS ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº. 38/2009 UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: RESPONSÁVEL: Com Cópia: ASSUNTO: TODAS AS UNIDADES ORÇAMENTÁRIAS Secretário Executivo Coordenador Financeiro Procedimentos de Recolhimento de Contribuição

Leia mais

18/08/2010 TRIBUTOS EM ESPÉCIE IMPOSTOS IMPOSTOS. Impostos Estaduais. Impostos Estaduais IPVA ICMS ITCMD. Legislação Comercial e Tributária

18/08/2010 TRIBUTOS EM ESPÉCIE IMPOSTOS IMPOSTOS. Impostos Estaduais. Impostos Estaduais IPVA ICMS ITCMD. Legislação Comercial e Tributária Legislação Comercial e Tributária TRIBUTOS EM ESPÉCIE IPVA ICMS ITCMD IPVA: Imposto sobre a propriedade de veículo automotor. Fato Gerador: é a propriedade do veículo automotor. Base de cálculo: valor

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA ABRIL DE 2014

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA ABRIL DE 2014 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA ABRIL DE 2014 Até dia Obrigação 3 IRRF 4 7 10 Salário de março/2014 FGTS CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Comprovante de juros sobre capital próprio-

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 21 20 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 18 - Data 4 de novembro de 2013 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA

Leia mais

Percentuais sobre a receita Revenda a varejo de combustíveis e gás natural 1,6% Venda de mercadorias ou produtos

Percentuais sobre a receita Revenda a varejo de combustíveis e gás natural 1,6% Venda de mercadorias ou produtos IRPJ - LUCRO PRESUMIDO CÁLCULO DO IMPOSTO O IRPJ sobre o Lucro Presumido será pago sobre a base de cálculo presumida, à alíquota de 15%. ADICIONAL A parcela do Lucro Presumido (ou seja, a base de cálculo)

Leia mais

Relatório. Data 17 de dezembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF

Relatório. Data 17 de dezembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 350 - Cosit Data 17 de dezembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA RETIDO NA FONTE - IRRF RETENÇÃO NA FONTE. RENDIMENTOS.

Leia mais

Até: Terça-feira, dia 6 IOF

Até: Terça-feira, dia 6 IOF Até: Terça-feira, dia 6 IOF Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de dezembro/2014: - Operações de crédito - Pessoa Jurídica - Cód. Darf 1150 - Operações de crédito - Pessoa Física - Cód. Darf 7893 -

Leia mais

PROJETO DE LEI DA CÂMARA N. 125/2015 EMENDA MODIFICATIVA N

PROJETO DE LEI DA CÂMARA N. 125/2015 EMENDA MODIFICATIVA N PROJETO DE LEI DA CÂMARA N. 125/2015 EMENDA MODIFICATIVA N O caput e 1º a 3º do artigo 18 e os Anexos I a V da Lei Complementar nº 123, de 2006, na forma prevista no art. 1º e Anexos I a VI do PLC 125/2015,

Leia mais

SIMPLES NACIONAL mediante documento único de arrecadação

SIMPLES NACIONAL mediante documento único de arrecadação Edinando Brustolin SIMPLES NACIONAL Lei Complementar nº 123/06: Art. 12. Fica instituído o Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de

Leia mais

Anexo III - Serviços A partir de 01.01.2015

Anexo III - Serviços A partir de 01.01.2015 Anexo III - Serviços A partir de 01.01.2015 TABELAS DO SIMPLES NACIONAL VIGENTES A PARTIR DE 01.01.2015 RESOLUÇÃO CGSN 94 DE 29.11.2011 (Art. 25-A e Anexo III) Art. 25-A. O valor devido mensalmente pela

Leia mais

Atualização de Folders: Produtor Rural Pessoa Física (Contribuinte Individual)

Atualização de Folders: Produtor Rural Pessoa Física (Contribuinte Individual) Atualização de Folders: Atualização nos termos da IN RFB nº 1.338/2013 Produtor Rural Pessoa Física (Contribuinte Individual) GFIP do Produtor Rural Pessoa Física (*) Quando houver exportações, deverá

Leia mais

FISCALIZAÇÃO NAS EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL

FISCALIZAÇÃO NAS EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL FISCALIZAÇÃO NAS EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL SEMINÁRIO SIMPLES NACIONAL PALESTRANTE: Antonio Eliezer Pinheiro (SEFAZ-CE) LEGISLAÇÃ ÇÃO O ção APLICADA o legal A Lei Complementar 123/2006 em seu art. 33

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital de PIS/Pasep e Cofins. Sistema Público de Escrituração Digital

Escrituração Fiscal Digital de PIS/Pasep e Cofins. Sistema Público de Escrituração Digital Escrituração Fiscal Digital de PIS/Pasep e Cofins BLOCOS DA ESCRITURAÇÃO DIGITAL PIS/Pasep e Cofins Bloco Descrição 0 Abertura, Identificação e Referencias A C D F M Documentos Fiscais - Serviços (ISS)

Leia mais

SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 303, DE 5 DE NOVEMBRO DE

SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 303, DE 5 DE NOVEMBRO DE 9ª Região Fiscal DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 303, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2008 ASSUNTO: Contribuição para o PIS/Pasep SINALIZAÇÃO EM VIAS PÚBLICAS. CONSTRUÇÃO CIVIL. SUJEIÇÃO À CUMULATIVIDADE.

Leia mais

FIOS, TECIDOS, ARTIGOS DE ARMARINHO E CONFECÇÕES. PERGUNTAS E RESPOSTAS Atualizado em 05/01/2016 Incluídas perguntas 11 e 12

FIOS, TECIDOS, ARTIGOS DE ARMARINHO E CONFECÇÕES. PERGUNTAS E RESPOSTAS Atualizado em 05/01/2016 Incluídas perguntas 11 e 12 FIOS, TECIDOS, ARTIGOS DE ARMARINHO E CONFECÇÕES PERGUNTAS E RESPOSTAS Atualizado em 05/01/2016 Incluídas perguntas 11 e 12 2 PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. Em que consiste a sistemática simplificada de tributação

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JANEIRO DE 2014

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JANEIRO DE 2014 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JANEIRO DE 2014 Até dia Obrigação Histórico 6 IRRF geradores ocorridos no período de 21 a.12.2013, incidente sobre rendimentos de (art. 70, I, letra "b", da Lei nº 11.196/2005

Leia mais

Novembro/ 2013. Santa Catarina Arquivo Eletrônico Scanc; Federal Rio Grande do Sul Santa Catarina. Rio Grande do Sul Santa Catarina São Paulo.

Novembro/ 2013. Santa Catarina Arquivo Eletrônico Scanc; Federal Rio Grande do Sul Santa Catarina. Rio Grande do Sul Santa Catarina São Paulo. Novembro/ 2013 01 Arquivo Eletrônico Scanc; 04 05 IRRF; IOF; APRENDIZAGEM NÚMERO DE MATRÍCULAS NOVAS; GIA/Água Natural; Arquivo Eletrônico Scanc; ICMS/ Débito Próprio -Distribuidora de Combustíveis; ICMS/

Leia mais

Guia de Procedimentos Bloco C (SPED PIS/COFINS) Introdução... 2

Guia de Procedimentos Bloco C (SPED PIS/COFINS) Introdução... 2 Área Fiscal Autor Prosoft Tecnologia Ltda Criação 28/02/2012 Publicação Distribuição Prosoft Tecnologia Ltda Guia de Procedimentos Bloco C (SPED PIS/COFINS) Conteúdo: Introdução... 2 Mensagem por Bloco/Registro...

Leia mais

LEGISLAÇÃO FEDERAL Lei nº 12.844/13: Comentários às Principais Alterações Tributárias

LEGISLAÇÃO FEDERAL Lei nº 12.844/13: Comentários às Principais Alterações Tributárias LEGISLAÇÃO FEDERAL Lei nº 12.844/13: Comentários às Principais Alterações Tributárias Em 19/07/2013, foi publicada no Diário Oficial da União a Lei nº 12.844, com importantes alterações em matéria tributária

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 195 - Data 2 de julho de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÃO PARA O PIS/PASEP ALÍQUOTA DE INCIDÊNCIA. FABRICANTE DE PNEUS

Leia mais

Sumário. Prefácio à 14ª Edição, xiii

Sumário. Prefácio à 14ª Edição, xiii Sumário Prefácio à 14ª Edição, xiii Introdução, 1 1 Sistema Tributário Nacional, 3 1.1 Considerações iniciais, 3 1.2 Legislação tributária, 4 1.3 Tributos conceitos e espécies, 4 1.4 Princípios constitucionais

Leia mais

Tributos Incidentes sobre o Resultado

Tributos Incidentes sobre o Resultado Tributos Incidentes sobre o Resultado Imposto de Renda Pessoa Jurídica- IRPJ Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL Impostos de Renda Pessoa Jurídica Imposto de Renda é um imposto adorado universalmente

Leia mais

Circular nº. 037/2013

Circular nº. 037/2013 Circular nº. 037/2013 SEFAZ/CE - Substituição Tributária do ICMS Material de Construção, Ferragens e Ferramentas (Decreto 31.270/2013) Tópicos principais: 1 A partir de 1 de Outubro de 2013 as empresas

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO/2014. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Janeiro/2014:

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO/2014. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Janeiro/2014: AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO/2014 05/Fevereiro. 4ª Feira. IOF - Imposto sobre Operações Financeiras. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Janeiro/2014:

Leia mais

Este ano será possível fazer a declaração no modo online através do e-cac Fatos Relevantes:

Este ano será possível fazer a declaração no modo online através do e-cac Fatos Relevantes: Este ano será possível fazer a declaração no modo online através do ecac Fatos Relevantes: 1) Caso seu interesse seja Publicar no DIÁRIO OFICIAL do MUNICÍPIO do RJ Rio de Janeiro, CLIQUE AQUI 2) Caso seu

Leia mais

2. A consulente informa que é uma empresa constituída unicamente para administrar e gerenciar programas de afiliados na internet.

2. A consulente informa que é uma empresa constituída unicamente para administrar e gerenciar programas de afiliados na internet. SOLUÇÃO DE CONSULTA SF/DEJUG nº 41, de 23 de dezembro de 2015 ISS Subitem 10.02 da Lista de Serviços da Lei nº 13.701, de 24 de dezembro de 2003. Código de serviço 06157. Serviços de intermediação de contratos

Leia mais

ANEXO V RELAÇÃO DE DOCUMENTOS RECOMENDADOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL (PORTARIA NORMATIVA Nº

ANEXO V RELAÇÃO DE DOCUMENTOS RECOMENDADOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL (PORTARIA NORMATIVA Nº UFRB ANEXO V RELAÇÃO DE DOCUMENTOS RECOMENDADOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL (PORTARIA NORMATIVA Nº 18/2012) Para cada membro do núcleo familiar colocado no formulário DECLARAÇÃO DE

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JUNHO DE 2016

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JUNHO DE 2016 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JUNHO DE 2016 Até dia Obrigação Histórico 03 IRRF Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.05.2016,

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JULHO DE 2014. c) multa ou qualquer vantagem por rescisão de contratos.

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JULHO DE 2014. c) multa ou qualquer vantagem por rescisão de contratos. Até dia Obrigação AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JULHO DE 2014 Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 30.06.2014,

Leia mais

TÍTULO VIII DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DO DOMICÍLIO TRIBUTÁRIO E DO ESTABELECIMENTO

TÍTULO VIII DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DO DOMICÍLIO TRIBUTÁRIO E DO ESTABELECIMENTO TÍTULO VIII DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DO DOMICÍLIO TRIBUTÁRIO E DO ESTABELECIMENTO Art. 487. Domicílio tributário é aquele eleito pelo sujeito passivo ou, na falta de eleição, aplicase o disposto

Leia mais

Capítulo XXVII - EFD-Contribuições 2016

Capítulo XXVII - EFD-Contribuições 2016 ARQUIVO ATUALIZADO ATÉ 31/12/2015 Capítulo XXVII - EFD-Contribuições 2016 001 O que é a EFD-Contribuições? A EFD-Contribuições é a Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Contribuição

Leia mais

ROTEIRO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS LEI DE INCENTIVO À CULTURA

ROTEIRO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS LEI DE INCENTIVO À CULTURA GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS COORDENADORIA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ROTEIRO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS LEI DE INCENTIVO À

Leia mais

QUESTÕES RELACIONADAS À DECLARAÇÃO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS EM MOEDA ESTRANGEIRA DECORRENTES DO RECEBIMENTO DE EXPORTAÇÕES (DEREX) (IN-SRF

QUESTÕES RELACIONADAS À DECLARAÇÃO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS EM MOEDA ESTRANGEIRA DECORRENTES DO RECEBIMENTO DE EXPORTAÇÕES (DEREX) (IN-SRF Coordenação-Geral de Fiscalização QUESTÕES RELACIONADAS À DECLARAÇÃO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS EM MOEDA ESTRANGEIRA DECORRENTES DO RECEBIMENTO DE EXPORTAÇÕES (DEREX) (IN-SRF nº 726/2007) 1. Quem está

Leia mais

DECRETO Nº 10.628 DE 04 DE SETEMBRO DE 2001.

DECRETO Nº 10.628 DE 04 DE SETEMBRO DE 2001. DECRETO Nº 10.628 DE 04 DE SETEMBRO DE 2001. Altera dispositivos do Decreto nº 9.513, de 14 de junho de 1996, que dispõe sobre a utilização de equipamento Emissor de Cupom Fiscal-ECF, por contribuinte

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 08/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 08/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 08/2016 Dia: 05 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

TABELA DO SIMPLES NACIONAL. ANEXO IV (Vigência a Partir de 01.01.2012)

TABELA DO SIMPLES NACIONAL. ANEXO IV (Vigência a Partir de 01.01.2012) TABELA DO SIMPLES NACIONAL ANEXO IV (Vigência a Partir de 01.01.2012) Alíquotas e Partilha do Simples Nacional - Receitas decorrentes da prestação de serviços Receita Bruta em 12 meses (em R$) Alíquota

Leia mais

(3.3.3.1) - Trimestral e Anual - Estimativa e Balanço de Suspensão e Redução.

(3.3.3.1) - Trimestral e Anual - Estimativa e Balanço de Suspensão e Redução. Programa Apuração do lucro presumido e lucro arbitrado. Introdução. (01) - Conceito. (02) - Pessoas Jurídicas autorizadas a optar. (03) - Formas de Tributação. (3.1) - Lucro Presumido. (3.2) - Lucro Arbitrado.

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 208 - Data 5 de agosto de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA JURÍDICA - IRPJ LUCRO REAL. CUSTOS

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA (CPRB) (LEI Nº 12.546/2011)

CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA (CPRB) (LEI Nº 12.546/2011) CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA (CPRB) (LEI Nº 12.546/2011) Fundamento constitucional A Constituição Federal de 1988, no 13 de seu artigo 195, acrescentado pela Emenda Constitucional

Leia mais

http://www.iobonlineregulatorio.com.br/templates/coreonline/online...

http://www.iobonlineregulatorio.com.br/templates/coreonline/online... 1 de 15 09/08/2016 14:56 Agenda de Obrigações Federal - Agosto/2016 Orientações IOB A Portaria MF nº 12/2012 estabelece que as datas de vencimento de tributos federais administrados pela Secretaria da

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 42 - Data 26 de fevereiro de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS NBS. CLASSIFICAÇÃO PARA FINS DE DECLARAÇÃO

Leia mais

RAT x FAP Lei 10666/2003, art. 10 Decretos 6042 e 6257, de 2007

RAT x FAP Lei 10666/2003, art. 10 Decretos 6042 e 6257, de 2007 RAT x FAP Lei 10666/2003, art. 10 Decretos 6042 e 6257, de 2007 1 Lei 10.666/2003 artigo 10 (RAT x FAP) A alíquota de contribuição de 1%, 2% ou 3%; destinada ao financiamento do benefício de aposentadoria

Leia mais

Como abrir uma empresa?

Como abrir uma empresa? Disciplina- Novos Negócios FONTES: 1- http://www.sebrae-rs.com.br/areaatuacao/empreendedorismo/setores/7-passos-para-abrir-minhaempresa/314.aspx 2- Entrevista com um contador 3- Boa Ideia! E Agora? 1.Situação

Leia mais

Parcelamento. Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional -PGFN Receita Federal do Brasil - RFB

Parcelamento. Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional -PGFN Receita Federal do Brasil - RFB Parcelamento Lei nº 11.941/2009 Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional -PGFN Receita Federal do Brasil - RFB Informações Gerais Origem: conversão da MP 449, de 04.12.2008. Publicação: 28.05.2009. Vedação:

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA OUTUBRO DE 2013. c) multa ou qualquer vantagem por rescisão de contratos.

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA OUTUBRO DE 2013. c) multa ou qualquer vantagem por rescisão de contratos. Até dia Obrigação AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA OUTUBRO DE 2013 Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 30.09.2013,

Leia mais

3. GPS FORMAS DE PREENCHIMENTO

3. GPS FORMAS DE PREENCHIMENTO 3. GPS FORMAS DE PREENCHIMENTO - Retenção previdenciária GUIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL GPS 1. NOME OU RAZÃO SOCIAL/FONE/ENDEREÇO: preencher com o nome da empresa prestadora de serviços em seguida acrescentando

Leia mais

AVERBAÇÃO POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

AVERBAÇÃO POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO AVERBAÇÃO POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIÇÃO DOCUMENTAÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO É o registro do tempo de serviço/contribuição

Leia mais

Decreto nº 8.137/99 Legislação Tributária de Niterói

Decreto nº 8.137/99 Legislação Tributária de Niterói Decreto nº 8.137/99 Legislação Tributária de Niterói Publicada no D.O. de 07/10/1999 Regulamenta as disposições do Art. 38 da Lei n.º 1.627, de 30 de dezembro de 1997, e dá outras providências. O PREFEITO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL COORDENAÇÃO-GERAL DO SISTEMA DE ARRECADAÇÃO E COBRANÇA

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL COORDENAÇÃO-GERAL DO SISTEMA DE ARRECADAÇÃO E COBRANÇA MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL COORDENAÇÃO-GERAL DO SISTEMA DE ARRECADAÇÃO E COBRANÇA ATO DECLARATÓRIO Nº 26, de 25 de junho de 1997. atribuições, declara: O COORDENADOR-GERAL DO SISTEMA

Leia mais

QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS IMPOSTOS MAIS IMPORTANTES - PARTE I

QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS IMPOSTOS MAIS IMPORTANTES - PARTE I QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS - PARTE I! Imposto de Renda! Lucro Presumido! Lucro Arbitrado! Lucro Real por apuração mensal! COFINS Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br) Administrador de Empresas

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 256 - Data 15 de setembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA FÍSICA - IRPF IMÓVEL ADQUIRIDO EM

Leia mais