The relationship between quality of life and physical activity in college students attending a physical education course

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "The relationship between quality of life and physical activity in college students attending a physical education course"

Transcrição

1 EISSN doi: /fpj e The relationship between quality of life and physical activity in college students attending a physical education course Original Article Fabrício Cieslak 1 Gustavo Levandoski 2 Suelen Meira Góes 1 Thiago Krzesinski dos Santos 1 Guanis de Barros Vilela Junior 3,4,5 Neiva Leite 1 1 Universidade Federal do Paraná - UFPR 2 Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC 3 Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG 4 Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP 5 Faculdades Integradas Metropolitanas de Campinas - METROCAMP Cielask F, Levandoski G, Góes SM, Santos TK, Vilela Jr GB, Leite N. The relationship between quality of life and physical activity in college students attending a physical education course. Fit Perf J. 2007;6(6): ABSTRACT: Introduction: The present study aimed to identify the relationship between quality of life (QL) and physical activity (PA) in college students attending a Physical Education Course. Materials and Methods: The research had a traverse and descriptive method, with 85 college students (46 male and 39 female) from Ponta Grossa - PR municipal district. The level of PA (physical activity) by IPAQ (brief version) and QL were measured applying the WHOQOL-Bref. To verify association between sex and PA the test quisquare was used. In the WHOQOL analysis the U test of Mann-Whitney was used to examine the possible differences between sexes and to measure internal consistency the coeffi cient Alpha of Cronbach was used, for the analysis of relationship between PA and QL the Spearman s Rho correlation was used, with signifi cance of p <0.05. Results: The results were satisfactory for PA (most of the participants were classifi ed as very active ) and QL (however the environmental domain presented the worst indexes in both sexes). Relationship between PA and QL was found just for the masculine sex. Conclusion: We also consider the necessity of carrying out prospective studies referring to the variables which were found and of investing in public policies which would focus on better life conditions for the population. Keywords: physical activity, quality of life, WHOQOL. Correspondence to: Travessa Coração de Maria, n. 92 Curitiba - PR CEP Submitted: August / 2007 Accepted: Octuber / 2007 Copyright 2008 por Colégio Brasileiro de Atividade Física, Saúde e Esporte Fit Perf J Rio de Janeiro Nov/Dec

2 RESUMO Relação do nível de qualidade de vida e atividade física em acadêmicos de educação física Introdução: O presente estudo visou identificar as relações entre qualidade de vida (QV) e atividade física (AF) em acadêmicos do curso de Educação Física. Materiais e Métodos: A pesquisa teve método transversal e descritivo, com 85 acadêmicos (46 do sexo masculino e 39 do sexo feminino) do município de Ponta Grossa (PR). Mensuraram-se o nível de AF pelo IPAQ (versão curta), e a QV por intermédio do WHOQOL-Bref. Para verificar as associações de sexo e AF foi utilizado o teste qui-quadrado, na análise do WHOQOL foi empregado o teste U de Mann-Whitney para examinar as possíveis diferenças entre os sexos e para consistência interna foi utilizado o coeficiente Alfa de Cronbach, para análise das relações entre AF e QV foi empregada a correlação de Spearman rho, com significância de p<0,05. Resultados: Os resultados foram satisfatórios para AF, de modo que a maioria dos participantes foi classificada como muito ativos, e QV de uma forma geral, sendo que o domínio ambiental apresentou os piores índices em ambos os sexos. Foram encontradas relações de AF e QV apenas para o sexo masculino. Conclusão: Considera-se a necessidade de estudos prospectivos referentes as variáveis deste estudo, além de investimentos em políticas públicas que evidenciem melhores condições de vida na população. Palavras-chave: atividade física, qualidade de vida, WHOQOL. RESUMÉN Relación del nivel de calidad de vida y actividad física en académicos de educación física Introducción: El actual estudio tuvo como objetivo para identificar a las relaciones entre la calidad de la vida (QV) y la actividad física (AF) en el académico del curso de la Educación Física. Materiales y Métodos: La investigación tenía método transversal y descriptivo, con 85 académico (46 del sexo masculino y 39 del sexo femenino) de la ciudad de Ponta Grossa (PR). Mensuraram el nivel del AF para el IPAQ (versión corta), y el QV para el intermediario del WHOQOL-Bref. Verificar las asociaciones del sexo y del AF la prueba era qui-cuadrado usado, en el análisis del WHOQOL estaba la prueba usada U de Mann-Whitney para examinar las diferencias posibles entre los sexos y para la consistencia interna fue utilizado el coeficiente del alfa de Cronbach, para el análisis de las relaciones entre el AF y el QV fue utilizado la correlación de rho del Spearman, con la significación de p< 0,05. Resultados: Los resultados habían sido satisfactorios para el AF, de la manera que clasificaron a la mayoría de los participantes como muy activa, y del QV de una forma general, siendo que el dominio ambiente presentó los índices peores en ambos los sexos. Las relaciones del AF y del QV solamente para el sexo masculino habían sido encontradas. Conclusión: Se considera necesidad de referir estudios de los prospectivos las variables de este estudio, más allá de inversiones en las políticas públicas que evidencian condiciones de la vida mejores en la población. Palabras clave: actividad física, calidad de la vida, WHOQOL. INTRODUCTION The term quality of life (QL) is treated under several glances, as the science, common sense, objective or subjective point of view or in individual and collective approaches. In the context of health, the support is in the understanding of the fundamental human needs, materials, spiritual and it has in the concept of promotion of health its more relevant focus. In the specifi c analysis of QL in health, its centrality is in the capacity to live without diseases and to overcome the diffi culties of the states or morbidity conditions 1. The World Organization of the Health (WOH) considers QL as being: the individual s perception of his position in the life in the context of the culture and system of values in which he lives and in relation to his objectives, expectations, patterns and worries 2. One of the possible ways for the determination of QL is using the instrument World Health Organization Quality of Life (WHO- QOL), which has been used recently in national studies 3,4 and international 5,6, for the determination of the countless factors related to QL. Considered one of the instruments more used, WHOQOL-100 is a complex protocol, constituted of 100 questions regarding to 6 aspects: spirituality, physical, independence level, psychological, social relationships and environment 2. However, in the interest of the use an instrument of fewer complexes and of easy applicability, it was developed the WHOQOL-Bref, a questionnaire (with the same essence of WHOQOL -100) containing 26 questions bounded to four domains mentioned previously, being them: physical, psychological, social relationships and environment 7. The protocol presents high acceptance, being tested and validated at several countries, also in Brasil 8. QL can also be visualized of multidimensional form, being constituted of parameters modifi ed or not, inserted in the man s daily, as an individual way are regarding the hereditariness and to the lifestyle (alimentary habits, control of the stress, habitual physical activity, relationships and preventive behavior) simultaneously with the parameters social-environmental (home, transport, safety, environment, among others) 9. Seeking for a greater search for ideal QL, and considering that this concept is usually used as synonym of the health condition 10,11, the study of the determinants factors of the health it becomes relevant for better understanding of QL. Several studies have been demonstrated the relation of the lack of physical activity (PA) as an infl uential negative factor on the health condition, predisposing to a larger incidence of diseases 12,13. According to Bauman & Craig 14 and Hallal et al. 15, the low taxes of PA verifi ed in the last decades could be one of the main risk factors modifi ed associates to the high cases of morbidity and mortality, increasing the prevalence of several chronic-degenerative diseases, mental disturbances and premature death. This theme has been used in several actual studies 6,16,17, however it is verifi ed the insuffi ciency of researches relating QL to other infl uential variables, like PA, in this context, this research had as objective, to relate the level of QL and PA in students of the course of Physical Education of the municipal district of Ponta Grossa - PR. MATERIALS AND METHODS Participants The present research of observing character, descriptive and traverse it was accomplished in the municipal district of Ponta Grossa, year of Fit Perf J, Rio de Janeiro, 6, 6, 358, Nov/Dec 2007

3 The participant subjects are from 85 students of Physical Education Course, being 46 of the male and 39 of the female, with medium age of years. All of them were informed on the used procedures, possible benefi ts and risks regarding the execution of the study, conditioning their later participation. Only the participants who obeyed the following criteria were included: (1) the appropriate completion of the research instruments; (2) condition voluntary participative in the process by signing the term of formal consent. Instruments The level of QL was determined through the use of WHOQOL- Bref, a questionnaire composed by 26 relative questions to the last fi fteen previous days to the evaluation. Two questions refer to the individual perception of the quality life and the others are subdivided in 4 domains, each one of the 24 aspects that compose the original instrument acting (WHOQOL -100), being them: (a) Domain I - Physical: pain and discomfort, energy and fatigue, sleep and rest, mobility, activities of the daily life, dependence of medication or treatments and work capacity; (b) Domain II - Psychological: positive feelings, think, learn, memory and concentration, self-esteem, body image and appearance, negative feelings, spirituality, religion and personal faiths; (c) Domain III - Social Relationships: personal relationships, social support (base), sexual activity; (d) Domain IV - Environment: physical security and protection, atmosphere in the home, fi nancial resources, cares of health and social: readiness and quality, opportunity to acquire new information and abilities, participation in, and recreation / leisure opportunities, physical atmosphere: pollution, noise, traffi c, climate and transport 7. For measurement of the level of PA the International Questionnaire of Physical Activity(IPAQ), short version was used, that investigates the degree of PA of the respondent s last seven days, this instrument is constituted of questions regarding frequency of PA vigorous, moderate and walk done in the last week by the interviewee and it is separated in fi ve categories according to the classifi cation of the condition of AF: sedentary, insuffi ciently active A, insuffi ciently active B, active and very active 18. Statistical Analysis The data regarding the questionnaire of QL were analyzed as the criteria proposed by the australian version of WHOQOL 19. The verifi cation of the consistence interns (in other words, the degree for which the items inside of a domain they are cohesive and homogeneous in content) was obtained through the trustworthy s coeffi cient of Alfa Cronbach (α). According to Streiner 20, this coeffi cient is being used thoroughly to attest the reliability of the answers obtained in analyses accomplished through questionnaires. Its variability is understood between 0.00 (reliability absence) to 1.00 (perfect reliability). Measures of central tendency, variability and percentile were used. To verify the normality of the data of QL the test of Shapiro- Wilk was made, confi rmed the normality absence the test U of Mann-Whitney was used for comparison of QL among the sexes, Chi-square test was applied to compare the proportions between the sexes for the level of PA and the correlation of Spearman Rho was used to verify the relationship of QL on PA. The statistical procedures of the present study were accomplished by Statistical Package for Social Sciences (SPSS, version 13.0) it goes Windows, with signifi cance level fastened in p < RESULTS The value of the consistence interns of the answers of the questionnaire was obtained through the trustworthy coeffi cient Alpha of Cronbach; the found values present a good trustworthy (Table 1). Table 1. Values of the trustworthy coefficients obtained through the answers of the questionnaire WHOQOL. Consistence Interns Masculine (n=46) Feminine (n=39) Alfa Cronbach Coefficients The measures of central tendency presented in a general way a satisfactory QL for both genders, so that, the male students obtained the largest values for the physical domain and the female students for the domain of social relationships. The environmental domain presented the smallest indexes for the two genders. The comparison between the genders identifi ed differences in the Domain III. Social Relationships, in that the women presented larger indexes than the men (p = 0.027). However, for the Domain I - Physical (p = 0.298), Domain II - Psychological (p = 0.712), Domain IV - Environment (p = 0.198) and general QL (p = 0.629) they were not found signifi cant differences (Table 2). The percentile of male PA levels demonstrates that most of the students is classifi ed as very active (Graphic 1). In the same way, the female students are classifi ed as very active in larger percentile (Graphic 2). In general, the male students present larger values in relation to the levels of PA, however, for the participants of this study the level of PA didn t present associations with the sex for the Chi-square test (p=0.109). The values of the correlations indicate strong relationships among the variables of QL: Domain I - Physical, Domain II - Psychological, Domain III - Social Relationships, Domain IV - Environment and General QL (p < 0.001). They were found signifi cant correlations for the levels of PA with the Domain III - Social Relationships (p=0.037), Domain IV Environment (p=0.043) and General Table 2. Values of WHOQOL-Bref presented by domains expressed on average and standard deviation quality life masculine M+SD (n=46) feminine M+SD (n=39) Domain I - physical 77.2± ±12.5 Domain II - psychological 72.0± ±14.8 Domain III social relationships 73.9±16.9* 79.7±16.1* Domain IV - environment 61.0± ±12.5 general quality life 71.0± ±14.0 p < 0.05 Fit Perf J, Rio de Janeiro, 6, 6, 359, Nov/Dec

4 Graph 1. Values of the male students PA levels (IPAQ) (n =46) expressed in percentile. Graph 2 - Values of the female students PA levels (IPAQ) (n =39) expressed in percentile QL (p=0.049), besides tendencies of relationships among PA (p < 0.10 and > 0.05) with the Domain I - Physical (p=0.057) and the Domain II - Psychological (p=0.083) (Table 3) The values of the correlations indicate strong relationships among the variables of QV: Domain I. Physical, Domain II. Psychological, Domain III. Social Relationships, Domain IV. Middle-atmosphere and General QV (p < 0.001). Between the levels of AF and the variables of QV they were not found signifi cant relationships (Table 4). DISCUSSION Several are the meanings attributed to the good Quality of Life (QL), where diffi cultly an unanimity is gotten among the same community s, who will say of an entire society. In that context, some elements are showed in most of the opinions as: safety, happiness, leisure, health, stable fi nancial condition, family, love and work. The researchers elaborated methods for study of those meanings, fi nding a group of parameters related to the term QL, among them: cultural aspects, historical and social classes, group of material conditions and no-materials, differences for age groups and conditions of the people s health or of a comunity 21. In this study, the dimensions physical, psychological, social relationships and environment were considered. In general, the students QL established results relatively satisfactory for both sexes, having signifi cant differences just in the Domain III - Social Relationships, where the women presented larger index (p = 0.027). The results for the Domain III- Social Relationships (X = 79.7) presents similarity with other researchs 22, in the analysis of Saupe et al. 23 with 825 nursing students were found superior values for the present domain (X=75.8). In research done by Cieslak et al. 24, the analysis of the QL of the Ponta Grossa-PR municipality students, they obtained the highest values for this domain, demonstrating a favorable point for this population. The male students refl ected their superiority for the Domínio I - Physical (X = 77.2), identifying equivalence to the study of Nunes & Freire 25, that accomplished a transverse observacional study in the QL evaluation of the 237 surgeon-dentists of the Municipal Secretary of Health of Goiânia-GO, in 2004, showing the higher average score average for this domain (X = 70.3).Como a população da pesquisa refere-se a estudantes de Educação Física, podemos considerar que os resultados podem ter sido infl uenciados diretamente ou indiretamente pelo conhecimento da prática da atividade física e seus benefícios. As the population of the research refers to students of Physical Education, we can consider that the results might have been infl uenced directly or indirectly by the knowledge of the practice of the physical activity and their benefi ts. Table 3 - Values of the correlations (R) between the domains of QV and the level of AF for the masculine sex (n =46). Domain I Domain II Domain III Domain IV General QL PA Level Domain I 1 Domain II 0.969* 1 Domain III 0.976* 0.974* 1 Domain IV 0.976* 0.981* 0.976* 1 General QL 0.988* 0.990* 0.992* 0.992* 1 PA Level 0.283*** 0.258*** 0.308** 0.300** 0.292** 1 * p < 0.01; ** p < 0.05; 0.05 < p < 0.10 Table 4 - Values of the correlations (R) between the domains of QV and the level of AF for the feminine sex (n =39). Domain I Domain II Domain III Domain IV General QL PA Level Domain I 1 Domain II 0.981* 1 Domain III 0.971* 0.971* 1 Domain IV 0.987* 0.986* 0.983* 1 General QL 0.993* 0.992* 0.980* 0.997* 1 PA Level *p < Fit Perf J, Rio de Janeiro, 6, 6, 360, Nov/Dec 2007

5 For the two genders, masculine (X=61.0) and feminine (X=63.5) they were identifi ed the worst results in the Domain IV - Environment, corroborating the values found in the study of Gordia et al. 26, where were analyzed 65 individuals male belonging to the Brazilian army, in the municipal districts of Lapa-PR (37 individuals) and Ponta Grossa-PR (28 individuals). In the same way, Wang et al. 6 in the evaluation of QL of 13,083 adults from Taiwan, were observed the largest offenses in the results for this domain in both genders, and thus, the main vulnerable aspect of participants in this study. The analyses of the information regarding the levels of PA demonstrated that the men present a more active lifestyle when compared the women, corroborating the results of other studies 15,27, however they were not found signifi cant differences among the sexes, what characterizes similarity with others evidences 28,29. The relationships between level of PA and QL presented signifi cant correlations just for the male students, this factor might have been infl uenced by the number of participants involved in this study, so that, the questionnaires are commonly instruments applied in epidemic samples and, above all IPAQ has been demonstrating diffi culties in the results in studies with low number of participants 30. However, even with the possible limitations presented, this research seems to be one of the fi rst reports about the relationship between QL and PA in Brazilians. FINAL CONSIDERATIONS As knowing the diffi cult process that involves the measurement of PA and QL, the present study made possible a refl exive vision of the analysis of this concept in the Physical Education university students. Through the results obtained in this research, we can infer that the university students of the Physical Education course of the municipal district of Ponta Grossa-PR presented satisfactory levels of PA and QL in a general way. And, for this study most of the participants is inserted in an active lifestyle, for QL the domain social relationships just revealed signifi cant differences among the genders and in the environmental domain they were found the worst values for the two appraised groups. Possible relationships were demonstrated between PA and QL just for the male students, fact that it characterizes the need of referring prospective studies the possible associations among those variables. The considerations on QL of this research attest equivalence with other analyses and it demonstrate the need of investments in public politics, so that, the current societies possess serious structural problems, mainly related to economical factor, education and in the extent of the health. REFERENCES 1. Minayo MCS, Hartz ZMA, Buss PM. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciênc saúde coletiva. 2000; 5(1): The WHOQOL Group. The World Health Organization Quality of Life Assessment (WHOQOL): position paper from The World Health Organization. Soc Sci and Med.1995; 41(10): Cieslak F, Elsangedy HM, Krinski K, Buzzachera CF, Vitorino DC, Vilela Junior GB, et al. Estudo da qualidade de vida de mulheres idosas participantes do programa da universidade aberta a terceira idade na cidade de Ponta Grossa PR. Buenos Aires: [atualizada em 2007 out; acesso em 2007 nov 23]. [1 tela]. Efdeportes.com. Disponível em : efdeportes.com/efd113/estudo-da-qualidade-de-vida-de-mulheres-idosas.htm. 4. Gordia AP, Quadros TMB, Vilela Junior GB, Souza EA, Cabral C, Morais TB, et al. Comparação da qualidade de vida de mulheres idosas praticantes e não praticantes de exercício físico. Buenos Aires: [atualizada em 2007 mar; acesso em 2007 nov 23]. [1 tela]. Efdeportes.com. Disponível em: <http://www.efdeportes.com/efd106/mulheres-idosaspraticantes-de-exercicio-fisico.htm>. 5. Saxena S, Carlson D, Billington R, Orley J. The WHO Quality Assesment Instrument (WHOQOL-Bref): the importance of its items for cross-cultural research. Qual Life Res. 2001; 20(2): Wang WC, Yao G, Tsai YJ, Wang JD, Hsieh CL. Validating, improving relaibility, and estimating correlation of the four subscales in the WHOQOL-Bref using multidimensional Rasch analysis. Qual Life Res 2006; 15 (4): The WHOQOL Group. Development of the World Health Organization WHOQOL-Bref. Quality of Life Assesment. Physicol Méd 1998; 28 (3): Fleck MPA, Louzada S, Xavier M, Chachamovich E, Vieira G, Santos L, et al. Aplicação da Versão em Português do Instrumento Abreviado de Avaliação da Qualidade de Vida WHOQOL-Bref. Rev saúde pública 2000; 34(2): Nahas MV. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. 3ª ed. Midiograf. Londrina, Guyatt GH, Feeny DH, Patrick DL. Measuring health-related quality of life. Ann Intern Med. 1993; 118 (8): World Health Organization. Quality of life assessment: annotaded bibliography. Geneva: World Health Organization; Yancey AK, Wold CM, Mccarthy WJ, Weber MD, Lee B, Simon PA, et al. Physical inactivity and overweight among Los Angeles county adults. Am J Prev Med 2004; 27(2): Alexander A, Bergman P, Hagstromer M, Sjostrom M. IPAQ environmental module; reliability testing. Journal Public Health 2006; 14 (2): Bauman A, Craig CL. The place of physical activity in the WHO global strategy on diet and physical activity. Int J Behav Nutr and Phys Act. 2005; 2: Hallal PC, Matsudo SM, Matsudo VKR, Araújo TL, Andrade DR, Bertoldi AD. Physical activity in adults from two brazilian areas: similarities and differences. Cad de saúde pública. 2005; 21(2): Eljedi A, Mikolajczyk RT, Kraemer A, Laaser U. Health-related quality of life in diabetic patients and controls without diabetes in refugee camps in the Gaza strip: a cross-sectional study. BMC Public Health. 2006; 268(6): Tsutsumi A, Izutsu T, Kato S, Islam A, Yamada HS, Kato H, et al. Reliability and validity of the Bangla version of WHOQOL-Bref in an adult population in Dhaka, Bangladesh. Psychiatry Clin Neurosci. 2006; 60 (4) Matsudo SM, Araújo T, Matsudo VKR, Andrade D, Andrade E, Oliveira L, et al. Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ): estudo de validade e reprodutibilidade no Brasil. Rev brasileira de atividade física saúde 2001; 6(2): The Australian Centre for Posttraumatic Mental Health [homepage na internet]. Melbourne: Trauma related research, training and policy development; [1 tela]. Disponível em: <http://www.acpmh.unimelb.edu.au/whoqol/whoqol-bref_5.html. 20. Streiner D. Starting at the beginning: an introduction to coefficient alpha and internal consistency. J Pers Assess. 2003; 80(1): Gonçalves A, Vilarta R (org.) Qualidade de vida e atividade física explorando teoria e prática. 1ª ed. Barueri: Manole, Penteado RZ, Pereira IMTB. Qualidade de vida e saúde vocal de professores. Rev de saúde pública. 2007; 41(2): Saupe R, Nietche EA, Cestan ME, Giorgi MDM, Krahl M. Qualidade de vida dos acadêmicos de enfermagem. Rev. Latino-Americana de Enfermagem. 2004; 12(4): Cieslak F, Barchaki CF, Levandoski G, Vilela Junior GB, Elsangedy HM, Krinski K, et al. Avaliação do índice de qualidade de vida dos estudantes do Centro de Educação Básica para Jovens e Adultos(CEEBJA) Ponta Grossa-PR. Anais do I Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. 2006; 1(1): Nunes MF, Freire MCM. Qualidade de vida de cirurgiões-dentistas que atuam em um serviço público. Revista de saúde pública. 2006; 40(6): Gordia AP, Quadros TMB, Vilela Junior GB. Quality of life and physical fitness of individuals in the brazilian army. The FIEP Bulletin (Special Edition): 2006; 76: Barros MV, Nahas MV. Comportamentos de risco, auto-avaliação do nível de saúde e percepção de estresse entre trabalhadores da indústria. Revista de saúde pública. 2001; 35 (6): Hallal PC, Victora CG, Wells JCK, Lima RC. Physical inactivity: prevalence and associated variables in Brazilian adults. Med Sci Sports Exerc. 2003; 35(11): Domingues MR, Araújo CLP, Gigante DP. Conhecimento e percepção sobre exercício físico em uma população adulta urbana do sul do Brasil. Cad saúde pública. 2004; 20(1): Pardini R, Matsudo S, Araújo T, Matsudo VKR, Andrade E, Braggion G, et al. Validação do questionário internacional de nível de atividade física (IPAQ versão 6) : estudo piloto em adultos jovens brasileiros. Rev bras de ciênc e mov. 2001; 9(3): Fit Perf J, Rio de Janeiro, 6, 6, 361, Nov/Dec

Relação do nível de qualidade de vida e atividade física em acadêmicos de educação física

Relação do nível de qualidade de vida e atividade física em acadêmicos de educação física EISSN 1676-5133 Artigo Original: Fitness Relação do nível de qualidade de vida e atividade física em acadêmicos de educação física Fabrício Cieslak 1 facieslak@gmail.com Gustavo Levandoski 2 gustavocref10123@hotmail.com

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES PARA A QUALIDADE DE VIDA DOS PRATICANTES DE BIKE INDOOR

CONTRIBUIÇÕES PARA A QUALIDADE DE VIDA DOS PRATICANTES DE BIKE INDOOR Revista CPAQV - Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida - ISSN: 2178-7514 v.1, n. 2, 2009 CONTRIBUIÇÕES PARA A QUALIDADE DE VIDA DOS PRATICANTES DE BIKE INDOOR Thiago Vinicius Krzesinski Guanis

Leia mais

SUMÁRIO. Página LISTA DE TABELAS LISTA DE FIGURAS

SUMÁRIO. Página LISTA DE TABELAS LISTA DE FIGURAS i DEDICATÓRIA Dedico esse trabalho aos meus pais Helcio (in memorian) e Alina, com todo meu amor e gratidão, por tudo que fizeram por mim ao longo de minha vida. Desejo poder ter sido merecedor do esforço

Leia mais

Revista CPAQV - Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida - ISSN: 2178-7514 v.1, n. 2, 2009

Revista CPAQV - Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida - ISSN: 2178-7514 v.1, n. 2, 2009 Revista CPAQV - Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida - ISSN: 2178-7514 v.1, n. 2, 2009 QUALIDADE DE VIDA DE COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO SUPERMERCADISTA DA CIDADE DE PONTA GROSSA

Leia mais

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Universidade de Lisboa Faculdade de Medicina de Lisboa MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Catarina Isabel Fonseca Paulos Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses 2005 Esta dissertação

Leia mais

INTERESSE DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PELAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

INTERESSE DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PELAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO E SAÚDE FACES CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA INTERESSE DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PELAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ítalo Ferreira Costa Orion Moreira Orientador(a):

Leia mais

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA CENTRO REGIONAL DE BRAGA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES II Ciclo de Estudos em Ciências da

Leia mais

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil.

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Valéria M. Azeredo Passos, Janaina Caldeira Pereira, Sandhi Maria Barreto INTRODUCTION Type 2 diabetes

Leia mais

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire Volunteer Profile Questionnaire 1 Índice 1 VOLUNTEER PROFILE QUESTIONNAIRE... 1.1 Country... 1. AGE... 1. GENDER... 1..1 GENDER vs... 1. Qualification... 1..1 QUALIFICATION GREECE VS PORTUGAL... 1. Are

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

Universidade da Beira Interior Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação

Universidade da Beira Interior Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação Universidade da Beira Interior Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação DISSERTAÇÃO DE MESTRADO APRESENTADA À UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR COMO REQUISITO PARA A OBTENÇÃO

Leia mais

Qualidade de vida: Interpretação da sintaxe do SPSS para análise de dados do WHOQOL-100

Qualidade de vida: Interpretação da sintaxe do SPSS para análise de dados do WHOQOL-100 Rev. salud pública. 11 (5): 836-841, 2009 836 REVISTA DE SALUD PÚBLICA Volumen 11(5), Octubre 2009 Nota Técnica/Technical Note Qualidade de vida: Interpretação da sintaxe do SPSS para análise de dados

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia - PPGECT

Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia - PPGECT Dança: Proposta para o ensino e desenvolvimento da aptidão física na disciplina de Qualidade de Vida nos cursos de engenharia do UTFPR Campus Cornélio Procópio Sônia Maria Rodrigues Selma Rodrigues Druzini

Leia mais

ESTRESSE OCUPACIONAL E BURNOUT EM PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ

ESTRESSE OCUPACIONAL E BURNOUT EM PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ - FRANCINE MILENE ROMÃO ESTRESSE OCUPACIONAL E BURNOUT EM PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ I t a j a í / SC 2009 FRANCINE MILENE

Leia mais

Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana

Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana Universidade Técnica de Lisboa Faculdade de Motricidade Humana O Método Pilates e os seus Efeitos em Termos de Autoeficácia na Musculatura do Pavimento Pélvico em Mulheres com Incontinência Urinária de

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL RELAÇÃO DA ETNIA COM A HIPERTENSÃO ARTERIAL EM PACIENTES RESGISTRADOS NO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE HIPERTENSOS E DIABÉTICOS

Leia mais

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH Duolao Wang; Ameet Bakhai; Angelo Del Buono; Nicola Maffulli Muscle, Tendons and Ligaments Journal, 2013 Santiago A. Tobar L., Dsc. Why to determine the

Leia mais

Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis

Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis TEODORO B. K.; ROBERTO T. N.; BRASIL D. M. E SOUZA L. B.; SOUZA M. C.; PAULETTO M. C. A. C.; MAMED J. A.; SBRAVATE-MARTINS C.

Leia mais

Journal of Public Health

Journal of Public Health Universidade de São Paulo Faculdade de Saúde Pública VOLUME 34 NÚMERO 2 ABRIL 2000 p. 178-83 Revista de Saúde Pública Journal of Public Health Aplicação da versão em português do instrumento abreviado

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU

A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU PERCEPTION OF STUDENTS PERFORMANCE OF TEACHERS OF SCIENCE

Leia mais

UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO VERSUS. Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto - Especialização em Actividades de Academia

UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO VERSUS. Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto - Especialização em Actividades de Academia UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO QUALIDADE DE SERVIÇO E AUTO-PERCEPÇÃO FÍSICA VERSUS RETENÇÃO E FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto - Especialização em Actividades

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Atividade Física x Exercício Físico Atividade Física: é qualquer movimento corporal com gasto energético acima do nível de

Leia mais

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANALYSIS OF ALIGNMENT AMONG SOCIAL BALANCE AND SUSTAINABILITY REPORT OF THREE

Leia mais

Qualidade de vida percebida por indivíduos fisicamente ativos e sedentários

Qualidade de vida percebida por indivíduos fisicamente ativos e sedentários INDERDONATO e GREGUOL Artigo original 1 Qualidade de vida percebida por indivíduos fisicamente ativos e sedentários Perceived quality of life by physically active and sedentary people INTERDONATO GC, GREGUOL.

Leia mais

T Ã O B O M Q U A N T O N O V O

T Ã O B O M Q U A N T O N O V O D I S S E R T A Ç Ã O D E M E S T R A D O M A S T E R I N G D I S S E R T A T I O N A V A L I A Ç Ã O D A C O N D I Ç Ã O D E T Ã O B O M Q U A N T O N O V O U M A A P L I C A Ç Ã O E N V O L V E N D O

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii

Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii Agradecimentos Um trabalho destes só é possível com a colaboração, participação e esforço conjugado de um elevado

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS Kamila Karoliny Ramos de Lima 1, Josimar dos Santos Medeiros 2. Resumo Entre as principais doenças de evolução

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013 Carlos Souza & Cristina Silva Population: 10,6 million. According to INE (National Institute of Statistics) it is estimated that more than 2 million

Leia mais

CELSO GALLIZA PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO PREDIAL NO PODER JUDICIÁRIO DE SANTA CATARINA

CELSO GALLIZA PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO PREDIAL NO PODER JUDICIÁRIO DE SANTA CATARINA CELSO GALLIZA PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO PREDIAL NO PODER JUDICIÁRIO DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS SC 2008 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA

Leia mais

Fábio da Silva Abrate

Fábio da Silva Abrate Fábio da Silva Abrate Elaboração de um Questionário para Avaliar as Variáveis Determinantes do Endividamento de Estudantes Universitários no Cartão de Crédito: Um Estudo Piloto Adaptado para o Mercado

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

Dor Crónica Lombar. A. Teresa Jeremias. Dor Crónica Lombar. Modelo Preditivo dos Resultados da Fisioterapia

Dor Crónica Lombar. A. Teresa Jeremias. Dor Crónica Lombar. Modelo Preditivo dos Resultados da Fisioterapia Dor Crónica Lombar A.Teresa Jeremias A. Teresa Jeremias Dor Crónica Lombar Modelo Preditivo dos Resultados da Fisioterapia Dissertação de Mestrado em Fisioterapia Relatório de Projecto de Investigação

Leia mais

AVALIANDO A QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS IDOSAS UTILIZANDO PARÂMETROS SUBJETIVOS

AVALIANDO A QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS IDOSAS UTILIZANDO PARÂMETROS SUBJETIVOS AVALIANDO A QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS IDOSAS UTILIZANDO PARÂMETROS SUBJETIVOS Ms. HELENA BRANDÃO VIANA Centro Universitário Adventista Campus 3 E-mail: hbviana@uol.com.br RESUMO Este trabalho analisou

Leia mais

ÍNDICE GERAL Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Revisão geral da literatura.. 24 Capítulo 3 Considerações instrumentais

ÍNDICE GERAL Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Revisão geral da literatura.. 24 Capítulo 3 Considerações instrumentais RESUMO O presente estudo pretende responder à questão de determinar os factores aptos a promover o desportivismo e as competências pró-sociais no desporto infanto-juvenil. Partindo da escolha e validação

Leia mais

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires - Año 16 - Nº 158 - Julio de 2011. http://www.efdeportes.com/

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires - Año 16 - Nº 158 - Julio de 2011. http://www.efdeportes.com/ Motivos para a prática do handebol no município de Rebouças, PR 1 Motivos para la práctica del balonmano en el municipio de Rebouzas, PR Reasons for the practice of handball in the city of Rebouças, PR

Leia mais

II Simpósio de Pesquisa em Educação e Mostra de TCs de 21 a 25 de novembro de 2011 EIXO TEMÁTICO. 2 - Corpo e movimento: perspectivas na educação

II Simpósio de Pesquisa em Educação e Mostra de TCs de 21 a 25 de novembro de 2011 EIXO TEMÁTICO. 2 - Corpo e movimento: perspectivas na educação EIXO TEMÁTICO 2 - Corpo e movimento: perspectivas na educação 16 A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO CORPORAL NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Aline Ramos Lilian Dias De Oliveira Ferreira Prof.

Leia mais

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA.

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. TORREZANI, Samuel Paulo 1 PAZINATO, Mateus Francisco 2 TRINDADE, Flavio Hubner 3 NEVES, Bianca Pereira das 4 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISAS EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS GEORGE PINHEIRO RAMOS

FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISAS EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS GEORGE PINHEIRO RAMOS FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISAS EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS GEORGE PINHEIRO RAMOS FATORES DETERMINANTES E INFLUENCIADORES DE COMPRA DA MÚSICA GOSPEL VITÓRIA 2013 2 GEORGE PINHEIRO RAMOS

Leia mais

A DISLEXIA COMO DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM SOB A ÓTICA DO PROFESSOR UM ESTUDO DE CASO

A DISLEXIA COMO DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM SOB A ÓTICA DO PROFESSOR UM ESTUDO DE CASO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO A DISLEXIA COMO DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM SOB A ÓTICA DO PROFESSOR UM ESTUDO DE CASO NEUZA APARECIDA GIBIM PONÇANO Presidente Prudente SP

Leia mais

Formação continuada de professores em escolas organizadas em ciclo

Formação continuada de professores em escolas organizadas em ciclo Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC Elisangela da Silva Bernado Formação continuada de professores em escolas organizadas em ciclo Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como

Leia mais

6º FÓRUM FEBRABAN DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SUSTENTABILIDADE NA GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL DUPONT DO BRASIL

6º FÓRUM FEBRABAN DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SUSTENTABILIDADE NA GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL DUPONT DO BRASIL 6º FÓRUM FEBRABAN DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SUSTENTABILIDADE NA GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL DUPONT DO BRASIL 21 DE OUTUBRO DE 2009 Drª Lorene Marciano - IHS 2 DUPONT NO BRASIL Presença

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE GRADUANDOS EM EDUCAÇÃO FÌSICA: COMPARAÇÃO ENTRE SEXOS

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE GRADUANDOS EM EDUCAÇÃO FÌSICA: COMPARAÇÃO ENTRE SEXOS Recebido em: 3/13/2010 Emitido parece em: 22/3/2010 Artigo original AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE GRADUANDOS EM EDUCAÇÃO FÌSICA: COMPARAÇÃO ENTRE SEXOS Joilson Meneguci, Lucas Marques Pereira, Priscila

Leia mais

Estimating the SF-6D value set for a population based sample of Brazilians

Estimating the SF-6D value set for a population based sample of Brazilians Estimating the SF-6D value set for a population based sample of Brazilians Luciane Cruz, Suzi Camey, Juliana Hoffmann, John Brazier, Donna Rowen, Marcelo Fleck, Carisi Polanczyk Federal University of Rio

Leia mais

Adaptação do questionário internacional de atividade física para idosos

Adaptação do questionário internacional de atividade física para idosos ARTIGO ORIGINAL DOI: 10.5007/1980-0037.2010v12n6p480 Adaptação do questionário internacional de atividade física para idosos Adaptation of the international physical activity questionarie for the elderly

Leia mais

Português 207 Portuguese for Business

Português 207 Portuguese for Business Português 207 Portuguese for Business Spring 2012: Porugal and the EU Instructor: Jared Hendrickson Office: 1149 Van Hise Office Hours: Monday and Thursday, 11:00 am-12:00 pm e-mail: jwhendrickso@wisc.edu

Leia mais

UNIVERSIDADE DE COIMBRA Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física. Jogos e Emoções

UNIVERSIDADE DE COIMBRA Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física. Jogos e Emoções UNIVERSIDADE DE COIMBRA Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física Jogos e Emoções Expressão Emocional em situações reais de jogos do Domínio Psicomotor João Carlos Fernandes Pessoa Gonçalves

Leia mais

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo Renato das Chagas Benevenuto Restrições intrapessoais para o lazer em turismo por idosos no Rio de Janeiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Administração

Leia mais

[i] Luis Manuel Cabral Lages O Clima de Segurança na Casa Pia de Lisboa I.P.

[i] Luis Manuel Cabral Lages O Clima de Segurança na Casa Pia de Lisboa I.P. [i] À Isabel, e a toda a família que sempre me transmitiu a perseverança necessária para a concretização de todos os objectivos de vida. [ii] AGRADECIMENTOS Ao longo deste percurso tive o privilégio de

Leia mais

Promoting Physical Activity and Healthy Eating in Brazilian High Schools

Promoting Physical Activity and Healthy Eating in Brazilian High Schools Promoting Physical Activity and Healthy Eating in Brazilian High Schools A Cross-cultural l Randomized d Intervention ti Study Markus V. Nahas - UFSC Mauro V. G. de Barros - UPE Maria Alice A. de Assis

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: INGRESSANTES E CONCLUINTES

QUALIDADE DE VIDA DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: INGRESSANTES E CONCLUINTES Recebido: 29/08/2012 Emitido parece: 02/10/2012 Artigo original QUALIDADE DE VIDA DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: INGRESSANTES E CONCLUINTES Lídia Acyole de Souza 1,2, Lauane Lacerda Inês 1, Thaís Alves

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA DE DEFICIENTES VISUAIS

QUALIDADE DE VIDA DE DEFICIENTES VISUAIS Medicina, Ribeirão Preto, 39 (2): 260-264, abr./jun. 2006 ARTIGO ORIGINAL QUALIDADE DE VIDA DE DEFICIENTES VISUAIS QUALITY OF LIFE OF VISUALLY IMPAIRED PEOPLE Zélia Z L C Bittencourt, Eduardo Luiz Hoehne

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census Authors: Nilza Oliveira Martins Pereira (principal author), Tereza Cristina Nascimento Araujo, Valéria Beiriz, Antonio Florido- IBGE The definition

Leia mais

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps Mariane Alves Dal Santo marianedalsanto@udesc.br Francisco Henrique de Oliveira chicoliver@yahoo.com.br Carlos Loch cloch@ecv.ufsc.br Laboratório de Geoprocessamento GeoLab Universidade do Estado de Santa

Leia mais

Profª. Vera Maria Ramos de Vasconcellos Instituto de Psicologia - UFF

Profª. Vera Maria Ramos de Vasconcellos Instituto de Psicologia - UFF Suely de Almeida Batista Dessandre A educação moral possível: o conflito como estratégia para a autonomia Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de

Leia mais

Atividade física. Sexo Capital Total n % IC 95%

Atividade física. Sexo Capital Total n % IC 95% Atividade física Resultados De acordo com o nível de atividade física verificada no total da amostra, o percentual de indivíduos classificados como insuficientemente ativos foi maior em João Pessoa (55,1%)

Leia mais

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Renata Céli Moreira da Silva Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa

Leia mais

AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA DE CRIANÇAS DO ENSINO PRÉ-ESCOLAR DA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DA AZAMBUJA

AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA DE CRIANÇAS DO ENSINO PRÉ-ESCOLAR DA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DA AZAMBUJA AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA DE CRIANÇAS DO ENSINO PRÉ-ESCOLAR DA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DA AZAMBUJA Clara Monteiro 1, Filipa Franco 2, Ana Santos 2, Sara Neves 2 & Ana Neves 1 1 Departamento de Tecnologia

Leia mais

HÁBITOS ALIMENTARES DOS UNIVERSITÁRIOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA FACULDADE DE APUCARANA - FAP

HÁBITOS ALIMENTARES DOS UNIVERSITÁRIOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA FACULDADE DE APUCARANA - FAP HÁBITOS ALIMENTARES DOS UNIVERSITÁRIOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO DA FACULDADE DE APUCARANA - FAP JAROSKEVICZ, L.; MARIN, T. Resumo: A fase da adolescência e adulta é o momento de maior impacto na vida do indivíduo

Leia mais

FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO SERVIÇO NA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA RENATO AUGUSTO PEDREIRA LEONNI EM SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO-BA.

FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO SERVIÇO NA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA RENATO AUGUSTO PEDREIRA LEONNI EM SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO-BA. UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MBA EXECUTIVO EM SAÚDE- GESTÃO HOSPITALAR KARLA MICHELLINE OLIVEIRA BOAVENTURA FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO

Leia mais

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

ANTÓNIA CADIJATU ALVES DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS NO CONTEXTO DA REFORMA DO APARELHO DO ESTADO: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE BRASIL/GUINÉ BISSAU

ANTÓNIA CADIJATU ALVES DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS NO CONTEXTO DA REFORMA DO APARELHO DO ESTADO: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE BRASIL/GUINÉ BISSAU UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ANTÓNIA CADIJATU ALVES DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS NO CONTEXTO DA REFORMA DO APARELHO DO ESTADO: ESTUDO

Leia mais

Educação Ambiental no Ensino Fundamental a Partir da Percepção do Corpo Docente em Rio Verde - GO 1.

Educação Ambiental no Ensino Fundamental a Partir da Percepção do Corpo Docente em Rio Verde - GO 1. Educação Ambiental no Ensino Fundamental a Partir da Percepção do Corpo Docente em Rio Verde - GO 1. Priscila Paulino da Silva 2 e Paula Andrea N. dos Reys Magalhães 3 1 Artigo apresentado à Faculdade

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA ESCOLA SUPERIOR DE ALTOS ESTUDOS

INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA ESCOLA SUPERIOR DE ALTOS ESTUDOS INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA ESCOLA SUPERIOR DE ALTOS ESTUDOS Envolvimento parental e nível sociocultural das famílias: Estudo comparativo num agrupamento escolar Marco Sérgio Gorgulho Rodrigues Dissertação

Leia mais

Finanças Comportamentais: Diferenças a tolerância de risco entre cônjuges Replicando uma pesquisa e propondo alternativas complementares

Finanças Comportamentais: Diferenças a tolerância de risco entre cônjuges Replicando uma pesquisa e propondo alternativas complementares Roberto Carneiro Gurgel Nogueira Finanças Comportamentais: Diferenças a tolerância de risco entre cônjuges Replicando uma pesquisa e propondo alternativas complementares Dissertação de Mestrado Dissertação

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E AS ATIVIDADES FÍSICAS DE AVENTURA NA NATUREZA COMO CONTEÚDO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO FUNDAMENTAL

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E AS ATIVIDADES FÍSICAS DE AVENTURA NA NATUREZA COMO CONTEÚDO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO FUNDAMENTAL ISBN: 85-85253-69-X Livro de Memórias do IV Congresso Científico Norte-nordeste CONAFF EDUCAÇÃO AMBIENTAL E AS ATIVIDADES FÍSICAS DE AVENTURA NA NATUREZA COMO CONTEÚDO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO

Leia mais

Avaliação dos níveis de ansiedade de uma amostra de escolares no Rio de Janeiro através da Escala Multidimensional de Ansiedade para Crianças

Avaliação dos níveis de ansiedade de uma amostra de escolares no Rio de Janeiro através da Escala Multidimensional de Ansiedade para Crianças Renata Ribeiro Alves Barboza Vianna Avaliação dos níveis de ansiedade de uma amostra de escolares no Rio de Janeiro através da Escala Multidimensional de Ansiedade para Crianças Dissertação apresentada

Leia mais

SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO)

SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO) SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO) 4th scientific meeting of the ORE-HIBAM. September 2011 4a Scientific Meeting ORE-HYBAM

Leia mais

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Desenvolvimento de serviços na área de educação: uma aplicação de análise conjunta nos cursos de mestrado em administração de empresas DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEPARTAMENTO

Leia mais

ARTIGO ORIGINAL. boa pela maioria dos profissionais, que se sentem satisfeitos. Resumo

ARTIGO ORIGINAL. boa pela maioria dos profissionais, que se sentem satisfeitos. Resumo 1806-4280/08/37-03/13 Arquivos Catarinenses de Medicina Arquivos Catarinenses de Medicina Vol. 37, n o. 3, de 2008 13 ARTIGO ORIGINAL Perfil sócio-demográfico e da situação de trabalho dos médicos atuantes

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA E ETIOLÓGICA DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA E COMPLICAÇÕES RENAIS

ANÁLISE ECONÔMICA E ETIOLÓGICA DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA E COMPLICAÇÕES RENAIS ANÁLISE ECONÔMICA E ETIOLÓGICA DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA E COMPLICAÇÕES RENAIS MARTOS, Natália Martinez; HALBE, Ricardo natymm@gmail.com Centro de Pós-Graduação Oswaldo Cruz Resumo: O número

Leia mais

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS:

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: BIOÉTICA ANA BERNARDO SEARA CARDOSO A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DA REALIDADE PORTUGUESA Resumo da dissertação apresentada para a obtenção do grau de Mestre

Leia mais

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância?

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? por Manuel Neves-e-Castro,M.D. Clinica de Feminologia Holistica Website: http://neves-e-castro.pt Lisboa/Portugal Evento Cientifico Internacional

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Inglês 6º Ano de Escolaridade Prova 06 / 2.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. 2014 Prova 06/ 2.ª F.

Leia mais

A elaboração da presente dissertação foi apoiada, em parte, por um financiamento da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, no

A elaboração da presente dissertação foi apoiada, em parte, por um financiamento da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, no Dissertação de Mestrado em Psicologia, especialização em Psicologia Desportiva, sob a orientação conjunta do Prof. Doutor José Fernando da Silva Azevedo Cruz e do Prof. Doutor Leandro da Silva Almeida.

Leia mais

Fatores determinantes para a

Fatores determinantes para a Fatores determinantes para a contratação do serviço de treinamento personalizado na cidade de Santos, SP Factores determinantes para la contratación del servicio de entrenamiento personalizado en la ciudad

Leia mais

A ESCOLA: PRINCIPAL FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DE UMA CONSCIENCIA COLETIVA VOLTADA PARA UMA VIDA SUSTENTÁVEL

A ESCOLA: PRINCIPAL FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DE UMA CONSCIENCIA COLETIVA VOLTADA PARA UMA VIDA SUSTENTÁVEL A ESCOLA: PRINCIPAL FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DE UMA CONSCIENCIA COLETIVA VOLTADA PARA UMA VIDA SUSTENTÁVEL Islanny Alvino Leite 1 Aécio Melo de Morais 2 Kely Dayane Silva do Ó 1 Clarany Alvino Leite 3 RESUMO:

Leia mais

INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON

INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON WELLINGTON LUNZ INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON Dissertação apresentada à Universidade Federal de Viçosa, como parte das exigências

Leia mais

Qualidade de vida em estudantes de psicologia. Quality of life in students of psychology

Qualidade de vida em estudantes de psicologia. Quality of life in students of psychology informação ano 15, n, 15 jan./dez. 2011 Copyright 2011 Instituto Metodista de Ensino Superior CNPJ 44.351.146/0001-57 Qualidade de vida em estudantes de psicologia Quality of life in students of psychology

Leia mais

ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL

ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL Federal University of Pernambuco Recife PE - Brazil ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL Juciela C. SANTOS and Andrea F.T

Leia mais

Universidade de São Paulo USP Departamento de Engenharia de Produção EESC Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Universidade de São Paulo USP Departamento de Engenharia de Produção EESC Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção Universidade de São Paulo USP Departamento de Engenharia de Produção EESC Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção APLICAÇÃO DOS ESTILOS DE APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO DE EQUIPES :um estudo de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO A VEICULAÇÃO, CIRCULAÇÃO E QUALIDADE DAS INFORMAÇÕES SOBRE CIÊNCIA NOS BLOGS BRASILEIROS

Leia mais

Qualidade de vida e esgotamento profissional entre docentes da rede pública de Ensino Médio e Fundamental no Sul do Brasil

Qualidade de vida e esgotamento profissional entre docentes da rede pública de Ensino Médio e Fundamental no Sul do Brasil ARTIGO ARTICLE 2401 Qualidade de vida e esgotamento profissional entre docentes da rede pública de Ensino Médio e Fundamental no Sul do Brasil Quality of life and burnout among public high school and primary

Leia mais

Young Talent for Sciences Program

Young Talent for Sciences Program 1 Young Talent for Sciences Program J. B. M. Maria, Oliveira P. R. M., Oliveira P. A. W, M. S. Dahmouche, V. Cascon (presenter), V. F. Guimarães and P.C. B. Arantes Fundação CECIERJ Rua Visconde de Niterói,

Leia mais

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NO LAGO JABOTI

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NO LAGO JABOTI FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NO LAGO JABOTI COELHO, J.C; FONTOURA, R.S; PEREIRA, C.A; DOBICZ, A.F; TORRES, A.A.S. Resumo O presente estudo tende em verificar as principais causas

Leia mais

Criança e jornalismo: um estudo sobre as relações entre crianças e mídia impressa especializada infantil

Criança e jornalismo: um estudo sobre as relações entre crianças e mídia impressa especializada infantil Josy Fischberg Criança e jornalismo: um estudo sobre as relações entre crianças e mídia impressa especializada infantil Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Sobrepeso, obesidade e importância da prática de atividade física em um grupo de crianças

Sobrepeso, obesidade e importância da prática de atividade física em um grupo de crianças Sobrepeso, obesidade e importância da prática de atividade física em um grupo de crianças Overweight, obesity and the importance of physical activity in a group of children Soraia Dias Alves Aluna do curso

Leia mais

TEMPO, FEMININO E IDENTIDADE : A IMAGEM FEMININA NA VELHICE

TEMPO, FEMININO E IDENTIDADE : A IMAGEM FEMININA NA VELHICE Mônica Carvalho Pinto Boclin TEMPO, FEMININO E IDENTIDADE : A IMAGEM FEMININA NA VELHICE Departamento de Psicologia Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Mônica Carvalho Pinto Boclin TEMPO,

Leia mais

FATORES RELACIONADOS COM O NÍVEL DE ANSIEDADE EM ATLETAS DE FUTEBOL FEMININO

FATORES RELACIONADOS COM O NÍVEL DE ANSIEDADE EM ATLETAS DE FUTEBOL FEMININO FATORES RELACIONADOS COM O NÍVEL DE ANSIEDADE EM ATLETAS DE FUTEBOL FEMININO (FACTORS RELATED TO THE ANXIETY LEVEL IN FOOTBALL FEMALE ATHLETES) Marcos Vinicius Dias Munhóz 1 ; Claudia Teixeira-Arroyo 1,2

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ESTILO DE VIDA EM ADULTOS JOVENS UNIVERSITÁRIOS RESUMO

AVALIAÇÃO DO ESTILO DE VIDA EM ADULTOS JOVENS UNIVERSITÁRIOS RESUMO AVALIAÇÃO DO ESTILO DE VIDA EM ADULTOS JOVENS UNIVERSITÁRIOS COELHO, Janaina 1 PEREIRA JÚNIOR, Altair Argentino 2 RESUMO O presente estudo teve como objetivo, verificar o estilo de vida dos universitários

Leia mais

COMPORTAMENTOS NÃO SAUDÁVEIS ASSOCIADOS À INATIVIDADE FÍSICA NO LAZER EM TRABALHADORES DAS INDÚSTRIAS DO SUL DO BRASIL

COMPORTAMENTOS NÃO SAUDÁVEIS ASSOCIADOS À INATIVIDADE FÍSICA NO LAZER EM TRABALHADORES DAS INDÚSTRIAS DO SUL DO BRASIL COMPORTAMENTOS NÃO SAUDÁVEIS ASSOCIADOS À INATIVIDADE FÍSICA NO LAZER EM TRABALHADORES DAS INDÚSTRIAS DO SUL DO BRASIL Autores: Rodrigo de Rosso Krug (1), Giovâni Firpo Del Duca (1), Kelly Samara da Silva

Leia mais

Contribution of the top boat game for learning production engineering concepts

Contribution of the top boat game for learning production engineering concepts Contribution of the top boat game for learning production engineering concepts Carla Sena Batista, Fabiana Lucena Oliveira, Enily Vieira do Nascimento, Viviane Da Silva Costa Novo Research Problem: How

Leia mais

INFLUÊNCIAS DA KINESIOTAPING NO DESEMPENHO DO SALTO EM DISTÂNCIA, EM INDIVÍDUOS SADIOS JOVENS

INFLUÊNCIAS DA KINESIOTAPING NO DESEMPENHO DO SALTO EM DISTÂNCIA, EM INDIVÍDUOS SADIOS JOVENS 1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA-UnB FACULDADE DE CEILÂNDIA-FCE CURSO DE FISIOTERAPIA JOÃO RAFAEL FREITAS DA SILVA INFLUÊNCIAS DA KINESIOTAPING NO DESEMPENHO DO SALTO EM DISTÂNCIA, EM INDIVÍDUOS SADIOS JOVENS

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

Avaliação da qualidade de vida em idosas residentes em ambientes urbano e rural

Avaliação da qualidade de vida em idosas residentes em ambientes urbano e rural Qualidade de vida idosas residentes em ambientes urbano e rural 103 Avaliação da qualidade de vida em idosas residentes em ambientes urbano e rural Assessment of the quality of life of elderly women living

Leia mais