Sem entusiasmo nunca se realizou nada de grandioso. RALPH EMERSON

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sem entusiasmo nunca se realizou nada de grandioso. RALPH EMERSON"

Transcrição

1

2 Sem entusiasmo nunca se realizou nada de grandioso. RALPH EMERSON 1

3 CONTEÚDO Página 04. Respondendo à questão: o que é a Master Idea? Página 12. Revendo os objetivos do projeto e a metodologia de trabalho Página 20. Explorando a essência da Companhia de Jesus: INVESTIGAÇÃO Página 55. Refletindo sobre a Companhia de Jesus: INCUBAÇÃO Página 74. Revelando a Master Idea da Companhia de Jesus: ILUMINAÇÃO Página 88. Trazendo a Master Idea à vida: ILUSTRAÇÃO 2

4 RESPONDENDO À QUESTÃO: O QUE É A MASTER IDEA? 3

5 A mente humana, uma vez ampliada por uma nova ideia, nunca mais volta ao seu tamanho original. OLIVER WENDELL HOLMES 4

6 SEJA BEM-VINDO À BRIGHTHOUSE Em 1995, Joey Reiman encerrou as atividades da sua muito bem sucedida agência e fundou a BrightHouse, acreditando que uma única e distinta ideia é mais valiosa para uma organização do que um milhão de execuções. Ele chamou essa ideia de Master Idea. A BrightHouse traz um forte pensamento estratégico para ajudar organizações a descobrirem suas Master Ideas e trazê-las à vida, interna e externamente. Nós acreditamos que distinção origina lealdade a marcas; que não se pode subestimar o valor de um amplo alinhamento em torno de um propósito comum e significativo; e que desenvolver embaixadores da marca entre os colaboradores é a estratégia mais inteligente de investimento. Líderes visionários demandam ideias que impactam a vida da sociedade, não apenas a percepção da sociedade. Essa é a nossa missão. 5

7 GRUPO TROIANO DE BRANDING A BrightHouse Brasil é a subsidiária brasileira da BrightHouse. No país, faz parte do Grupo Troiano de Branding, o primeiro grupo brasileiro 100% dedicado à gestão de marcas. Acreditamos que a gestão de marca é uma disciplina fundamental na construção de melhores organizações. Por isso, oferecemos ao mercado três empresas especializadas em marcas: Master Ideas para marcas Pesquisa e desenvolvimento de marca Avaliação econômica da marca 6

8 DEFINIÇÃO DE MARCA Para o Grupo Troiano de Branding, marca, na sua plenitude, é um conjunto organizado de percepções (cognitivo) e sentimentos (emocional), residentes no indivíduo, que faz com que um determinado bem ou serviço idealmente se torne único, indispensável e capaz de satisfazer as suas necessidades. 7

9 O QUE É A MASTER IDEA? A Master Idea tem o poder de impulsionar a marca na direção em que ela alcança o seu máximo potencial. Ela cristaliza o propósito central da marca de forma significativa, oferecendo uma bússola que indica a direção a ser seguida no futuro. A Master Idea é escavada, não criada. Ela nasce das convicções compartilhadas entre os colaboradores, da autenticidade da cultura da empresa e dos valores inerentes à organização. Quando vivida internamente e apresentada de forma sincera ao mundo externo, a Master Idea pode inflamar uma mudança cultural disseminada a todos os colaboradores, mercado e, finalmente, sociedade. 8

10 DE ONDE NASCE UMA MASTER IDEA? MASTER IDEA Passado e Presente Origem, história e valores da organização Presente e Futuro Desafios e oportunidades para a marca ser ainda mais relevante 9

11 O QUE A MASTER IDEA FAZ? Traduz o propósito da marca de forma inspiradora. Ajuda a criar um senso comum de identidade entre os colaboradores de todos os níveis e permite alinhar os vários stakeholders em torno de um mesmo propósito. Possibilita o desenvolvimento de uma estratégia de Marketing totalmente integrada ao propósito central da marca. 10

12 REVENDO OS OBJETIVOS DO PROJETO E A METODOLOGIA DE TRABALHO 11

13 O fim da arte inferior é agradar, o fim da arte média é levar, o fim da arte superior é libertar. FERNANDO PESSOA 12

14 OBJETIVOS DO PROJETO Escavar o ethos da marca: convicções compartilhadas e oportunidades de distinção que caracterizam a Companhia de Jesus hoje e oferecem uma poderosa e inspiradora visão para o futuro. Articular uma Master Idea que: É autêntica à Companhia de Jesus e consistente com seus valores. Comunica de forma clara e inspiradora o propósito que alinha e galvaniza a marca. Emerge de uma verdade universal, o que garante relevância para toda a sociedade. Sugerir uma nova proposta gráfica para a marca e fornecer um manual de uso. 13

15 ESCAVANDO A MASTER IDEA: O PROCESSO 4 I S O processo 4 I S foi desenvolvido pela BrightHouse há mais de 10 anos e é a base de todos os trabalhos de Master Idea realizados pela consultoria. As etapas deste processo são: INVESTIGAÇÃO INCUBAÇÃO ILUMINAÇÃO ILUSTRAÇÃO 14

16 ESCAVANDO A MASTER IDEA: O PROCESSO 4 I S INVESTIGAÇÃO Escavar a essência da organização para trazer clareza à questão de quem somos nós como um time e explorar o envolvimento da sociedade com a marca: Análise e releitura de estudos de inúmeros documentos e materiais de comunicação gerados pela Companhia de Jesus e suas diversas obras; Contatos com colaboradores: - Realização de 6 grupos internos de discussão: cada um com cerca de 5 participantes, foco em professores e funcionários de diversas áreas da administração da Instituição. - Entrevistas individuais com 38 Padres, Irmãos e leigos em todo Brasil (das 3 Províncias e também da Região Amazônica). 15

17 ESCAVANDO A MASTER IDEA: O PROCESSO 4 I S INCUBAÇÃO Entender o papel que a marca tem no mundo. Entrevistas em profundidade com 3 luminares: profissionais de áreas variadas que nos ajudam a ter um olhar mais inspirador sobre os desafios e oportunidades para a marca. Análise interna da equipe de trabalho da BrightHouse Brasil. 16

18 ESCAVANDO A MASTER IDEA: O PROCESSO 4 I S ILUMINAÇÃO Articular a interseção mais marcante e relevante entre a essência da marca e o seu papel no mundo: a Master Idea. Condução de Workshop com representantes da Companhia de Jesus. 17

19 ESCAVANDO A MASTER IDEA: O PROCESSO 4 I S ILUSTRAÇÃO Trazer vida à Master Idea por meio de conceitos-macro de ações focadas no público interno e externo à organização. Criação de um filme capaz de retratar a Master Idea para o público interno. Criação do livro-manifesto. Criação e ilustração de exemplos de ações que reforçam e comunicam a Master Idea interna e externamente. Sugestão de um modelo de representação visual da marca: proposta de logomarca. 18

20 EXPLORANDO A ESSÊNCIA DA COMPANHIA DE JESUS INVESTIGAÇÃO 19

21 Eu não escrevo o que quero, escrevo o que sou. CLARICE LISPECTOR 20

22 Relação das 38 pessoas entrevistadas individualmente (por região/ província, em ordem alfabética): Adilson Almeida Santos (Pe.) Antônio Carlos Oza Bertoli (Pe.) Cleomar Rebelo de Oliveira (Pe.) José de Anchieta Lima Costa (Pe.) Denir Robson Lima de Sousa Domingos Mianulli (Pe.) Geraldo Antônio C. de Almeida (Pe.) James Roberto M. do Nascimento (Pe.) João Pedro Cornado (Pe.) Jorge Luiz de Paula (Ir.) Marcos Epifânio Barbosa Lima (Ir.) Miguel de Oliveira Martins (Pe.) Fátima (Ir.) Attílio Hartmann (Pe.) Cláudio Werner Pires (Pe.) Luiz Haas (Pe.) Urbano Mueller (Pe.) Vendelino Kroetz (Ir.) 21

23 Relação das 38 pessoas entrevistadas individualmente (em ordem alfabética): Adílson Aparecido da Silva (Pe.) Alexandre R. de Souza (Pe.) Alfonso Carlos Palacio Larrauri (Pe.) Carlos Alberto Contieri (Pe.) Carlos Fritzen (Pe.) Carlos Giovanni Salomão (Pe.) Carlos James (Pe.) Ednardo Serafim Eduardo Teixeira Henriques (Pe.) Emmanuel da Silva e Araújo (Pe.) Fernanda Neves Fidel Garcia Rodrigues (Pe.) João Batista Libânio (Pe.) Josafá Siqueira (Pe.) Luiz Fernando Klein (Pe.) Mieczyslaw Smyda (Pe.) Nílson Maróstica (Pe.) Rachel Omoto Gabriel Sônia Magalhães 22

24 SOBRE OS ETHOTIC THEMES A palavra ethos tem origem grega e significa valores e hábitos. De maneira geral, ethos indica os traços característicos de um grupo, do ponto de vista social e cultural, que o diferencia de outros. Marcas têm ethos. Ele nasce das crenças compartilhadas pela organização, das conquistas de que ela se orgulha, e da realidade construída nos primeiros passos da marca. A descrição do ethos não pode surpreender aqueles que trabalham com a marca. Deve sim ser uma narrativa inspiradora, e bastante objetiva, de quem realmente somos. A Master Idea não pode contrariar os temas principais que configuram o ethos da marca. Pelo contrário, neles deve se inspirar. 23

25 SOBRE OS ETHOTIC THEMES Um princípio metodológico importante: Obviamente, reflexões conectadas a questões como fé e justiça foram bastante presentes em todo o processo de investigação: nas entrevistas, na leitura de documentos etc. Mas nosso objetivo aqui é ir além desses temas que provavelmente são muito relevantes em outras ordens religiosas também, para compreender qual o olhar e a atuação particular da Companhia de Jesus (em relação, por exemplo, a essas mesmas questões de fé e justiça). 24

26 SOBRE OS ETHOTIC THEMES Respeitando esse princípio, o trabalho revelou 5 ethothic themes. Acreditamos que são valores e uma forma de atuação presentes em relativa mais intensidade na Companhia de Jesus versus outras organizações. E que JUNTOS criam uma combinação bastante preciosa e própria da Companhia. 25

27 ETHOTIC THEMES #1 - DIÁLOGO A abertura para a alteridade; Um olhar sem preconceitos; Ouvir, compreender, trocar, colaborar; Aproximar o que estava distante, Integrar o que estava separado; Um Grupo; Que promove o diálogo entre pessoas e culturas, E de todos com Deus. 26

28 ETHOTIC THEMES #1 - DIÁLOGO Depoimentos: Nos caracteriza esse diálogo com outras culturas, outras religiões. REGIÃO AMAZÔNICA O Jesuíta não se fecha às coisas do mundo, temos essa vocação para dialogar com os problemas e desafios de cada época. PROVÍNCIA DO BRASIL NORDESTE Ninguém se liberta sozinho, ninguém liberta o outro. É o encontro que liberta. Estou falando de compreensão, empatia, colaboração... PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE 27

29 ETHOTIC THEMES #1 - DIÁLOGO Depoimentos: Uma postura chave é não impor, pois queremos que o outro se resgate como pessoa. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE Podemos ajudar o mundo a integrar os conceitos de fé e justiça, um não existe sem o outro. Não podemos ter visões estanques sobre as coisas. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE 28

30 ETHOTIC THEMES #2 - PROFUNDIDADE Saber saborear acontecimentos e conhecimentos; Examinar, sentir, vivenciar; Discernimento: a capacidade de reflexão para o Magis; Profundidade que se manifesta em escolhas conscientes, E anima o viver a fé intensamente. 29

31 ETHOTIC THEMES #2 - PROFUNDIDADE Depoimentos: É preciso saborear e sentir. Não bastam contatos superficiais com o conhecimento, com as pessoas, com Deus. REGIÃO AMAZÔNICA O grande presente de Santo Inácio foram os exercícios espirituais, um caminho profundo para fazermos escolhas de vida. PROVÍNCIA DO BRASIL MERIDIONAL Fazemos um exame criterioso em busca do Magis: o maior bem, entre os bens possíveis. PROVÍNCIA DO BRASIL NORDESTE 30

32 ETHOTIC THEMES #2 - PROFUNDIDADE Depoimentos: Em tudo amar e servir é uma frase muito importante para nós. Para mim, ela indica uma visão bastante profunda da minha vocação, uma experiência de fé intensa que atinge cada aspecto da minha vida. PROVÍNCIA DO BRASIL NORDESTE Discernimento é a palavra-chave. Muitas vezes até ajudamos outras ordens com essa capacidade de reflexão e lucidez que trazemos. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE Muito estudo, leitura, pensamento, contemplação... O Jesuíta nunca tem uma visão rasa sobre as coisas." PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE 31

33 ETHOTIC THEMES #3- FRONTEIRAS Mobilidade, prontidão para partir; Atuando nas fronteiras geográficas, intelectuais, sociais e espirituais; Pioneirismo que não tem medo de abraçar o novo, Com imaginação, coragem e ousadia, Na promoção da fé e da justiça. 32

34 ETHOTIC THEMES #3- FRONTEIRAS Depoimentos: O Jesuíta é alguém com imaginação, coragem e ousadia para desbravar. REGIÃO AMAZÔNICA O Jesuíta, por definição, deve ser alguém pronto para partir. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE Não podemos nunca esquecer que nossa atuação histórica está relacionada à expansão das fronteiras do catolicismo: na América Latina, na Ásia... PROVÍNCIA DO BRASIL NORDESTE 33

35 ETHOTIC THEMES #3- FRONTEIRAS Depoimentos: A imagem do Jesuíta como alguém sério, disciplinado e determinado vem dessa nossa disposição para o agir. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE Há muito claramente os conceitos de autonomia e responsabilidade, o que nunca pode se confundir com individualismo. O Jesuíta nunca pode ser condenado pela inação. REGIÃO AMAZÔNICA 34

36 ETHOTIC THEMES #4- ACONTECER Amor que se manifesta em ações, Na responsabilidade por fazer acontecer; Com disciplina, determinação, entrega, E a inspiração de um entusiasmo que transborda e contagia. 35

37 ETHOTIC THEMES #4- ACONTECER Depoimentos: Na Vila Farrapos, muito mais fazemos do que pensamos em fazer. PROVÍNCIA DO BRASIL MERIDIONAL Santo Inácio nos mostra que Jesus não existe para ser cultuado e sim seguido, vivido efetivamente. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE Não podemos jamais perder esse fogo, esse entusiasmo em ajudar a provocar mudanças no mundo. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE 36

38 ETHOTIC THEMES #4- ACONTECER Depoimentos: Há muito claramente os conceitos de autonomia e responsabilidade, o que nunca pode se confundir com individualismo. O Jesuíta nunca pode ser condenado pela inação. REGIÃO AMAZÔNICA A imagem do Jesuíta como alguém sério, disciplinado e determinado vem dessa nossa disposição para o agir. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE 37

39 ETHOTIC THEMES #5- DESENVOLVIMENTO Ajudar a desenvolver o melhor de cada um, Libertando todo o potencial individual; Educação, formação integral... Gostar de aprender continuamente; Valorização do humano. E mais consciência da presença de Deus; Evangelização que também é a construção de um novo mundo, Ad maiorem Dei gloriam. 38

40 ETHOTIC THEMES #5- DESENVOLVIMENTO Depoimentos: A evangelização e a justiça social trazem na essência o sentido do desenvolvimento humano, de humanização do mundo. Não somos coisas, há um manancial de riquezas em cada pessoa, pronto para ser libertado. REGIÃO AMAZÔNICA Vejo que nossa missão não é ser protagonistas, é sim formar pessoas de forma integral, para que cada uma delas possa ser um líder. Nós somos formadores de consciência. PROVÍNCIA DO BRASIL MERIDIONAL Temos um papel histórico em educação no Brasil: desde as primeiras faculdades, até colégios hoje centenários. PROVÍNCIA DO BRASIL NORDESTE 39

41 ETHOTIC THEMES #5- DESENVOLVIMENTO Depoimentos: Nossa visão é desenvolver o melhor de cada um. Não existe o ideal, a norma. O que olhamos é o seu melhor, todas as possibilidades do potencial individual. Nos grandes colégios, ajudamos os alunos a ser pessoas atuantes. No Fé e Alegria, desenvolvemos cidadãos. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE Não é só transmitir conhecimento, é aprender a aprender, olhar o novo com curiosidade, gostar de aprender continuamente. Nós nunca paramos de nos desenvolver como pessoas e cristãos. PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE 40

42 EM RESUMO: QUEM É A COMPANHIA DE JESUS? DIALÓGO PROFUNDIDADE FRONTEIRAS ACONTECER DESENVOLVIMENTO

43 A etapa de investigação também nos indicou importantes desafios que devem ser vencidos para materializar no presente os valores e crenças contidos nestes valiosos ethotic themes. 42

44 SOBRE OS DESAFIOS Identificamos 5 desafios principais: A. O desafio do foco B. O desafio das novas vocações C. O desafio da unificação D. E. O desafio do encontro de gerações O desafio da comunicação 43

45 A. O DESAFIO DO FOCO Em todo o Brasil, há queixas de que o excesso de obras - e os esforços para sua administração - afetam a mobilidade característica dos Jesuítas. Especialmente no Nordeste e na Região Amazônica, onde há uma clara demanda pela atuação social em áreas distantes dos centros urbanos, esta visão crítica se traduz em dúvidas quanto ao real impacto dos grandes colégios na missão Jesuíta. Por sua vez, em entrevistados ligados a esses mesmos colégios, observamos que o discurso acontece mais em oposição a uma miríade de pequenas obras sociais e falta de foco. Entre as consequências negativas percebidas por estas pessoas, nota-se uma redução da presença dos Jesuítas nos colégios, presença que é percebida como sendo essencial para melhores resultados na formação de jovens. Fica então a pergunta: qual o foco de atuação da Companhia? 44

46 É um absurdo: estamos na Amazônia e nossa equipe itinerante conta com apenas um Jesuíta. Como é possível dizermos em todos os documentos que essa região é uma prioridade? REGIÃO AMAZÔNICA Temos muito colégios com mais de alunos e apenas um Jesuíta envolvido diretamente. Isso tem que mudar, até porque a educação sempre foi fundamental para nós. PROVÍNCIA DO CENTRO-LESTE 45

47 B. O DESAFIO DAS NOVAS VOCAÇÕES Em função do desafio anterior, alguns entrevistados consideram como uma tarefa inevitável um esforço de priorização entre as diversas obras. E o que quase todos acreditam ser um desafio primordial é a atração e retenção de novas vocações: uma preocupação de toda a Igreja Católica atualmente, mas vista como especialmente relevante para os Jesuítas no Brasil. Há a crença, ou pelo menos a esperança, de que este projeto colabore com esta questão, trazendo uma mensagem capaz de motivar e inspirar o ingresso de jovens na Companhia. 46

48 Precisamos falar mais de perto e intensamente com os jovens, mostrar quem é o Jesuíta, como nossa missão vem ajudando a transformar o Brasil. Creio que aqui há o potencial de um chamado que vá ao encontro da alma jovem, mas que não estamos sabendo produzir. PROVÍNCIA DO BRASIL NORDESTE 47

49 C. O DESAFIO DA UNIFICAÇÃO A planejada unificação nacional é um movimento já tido como certo pelos entrevistados. Por meio dela, alguns vislumbram maiores oportunidades pessoais de ir ao encontro das fronteiras no Brasil. E, no nível organizacional, a unificação é justificada como um caminho para flexibilizar a utilização dos limitados recursos humanos da Companhia e como forma de permitir que temas de abrangência nacional sejam melhor trabalhados (notadamente a questão ecosocial amazônica e a construção de uma nova ética). Mas aqui também há importantes desafios registados: -Lidar com o receio da Província do Brasil Nordeste e da Região Amazônica em relação a uma eventual marginalização das pessoas e da realidade vivida nesses territórios. -O desafio de que a unificação não seja apenas um movimento de natureza burocrática, e sim uma oportunidade para realmente criar algo novo, alimentando a chama da missão Jesuíta no país. 48

50 A unificação vai acontecer, isso está claro. Mas o que eu temo é a centralização das decisões no Sul e Sudeste e que novamente sejamos percebidos como o resto do país. REGIÃO AMAZÔNICA Enxergo a unificação com enorme esperança. Não estamos simplesmente juntando Províncias, imagino que este é o momento de criar algo novo, revitalizando nossa atuação em todo o Brasil. PROVÍNCIA DO BRASIL NORDESTE A unificação é um fato, está dado. Mas sinto que muitos ainda querem entender melhor como exatamente esse processo irá ocorrer. PROVÍNCIA DO BRASIL MERIDIONAL 49

51 D. O DESAFIO DO ENCONTRO DE GERAÇÕES Este é um desafio típico do mundo atual, presente em várias organizações...mas ele talvez seja especialmente saliente e relevante hoje na Companhia, pois é necessária a integração máxima de todo o corpo de Jesuítas para lidar com os desafios anteriores. Exemplos de diferenças de percepções entre as gerações: COMO A GERAÇÃO MAIS JOVEM SE VÊ: Inovadores x COMO ELA ÀS VEZES É VISTA PELA GERAÇÃO MAIS MADURA: Instáveis Revolucionários Autônomos Quero estar feliz no lugar onde estou... x x x Ansiosos Dificuldade para trabalhar em equipe Não se fazem Jesuítas como antigamente... 50

52 Sinto que muitos dos dilemas que enfrentamos hoje são potencializados por uma dificuldade de diálogo entre a geração que está chegando e a que está no final da sua missão... PROVÍNCIA DO BRASIL CENTRO-LESTE 51

53 E. O DESAFIO DA COMUNICAÇÃO A grande maioria dos entrevistados aponta a comunicação como um grande desafio. Além da necessidade de inspirar novas vocações, este desafio se manifesta nos seguintes desejos: - Internamente, criar meios concretos de diálogo mais constante entre Jesuítas de diferentes regiões; - Mostrar para a sociedade que a Companhia está presente e atuante hoje no Brasil, compartilhando a alegria com os resultados já alcançados; - No âmbito dos colégios, ser capaz de comunicar um claro elemento diferenciador na proposta educacional; - Retomar a herança de liderança no uso de novos meios de comunicação e no diálogo com diferentes realidades; 52

54 Temos uma unidade do SARES na principal avenida de Manaus e não há nenhuma placa de identificação lá. Eu mesmo até pouco tempo não sabia da localização dessa unidade. Somos muito tímidos mesmo. REGIÃO AMAZÔNICA Como, por exemplo, vamos utilizar as redes sociais para falar com os jovens? E para nos comunicarmos melhor dentro da Companhia? Essas são questões do momento, sem dúvida. Será que estamos encarando-as com a importância devida? PROVÍNCIA CENTRO-LESTE Eu cito Mateus 5:16. Que a vossa luz brilhe diante dos homens, para que eles vejam as vossas boas obras. PROVÍNCIA DO BRASIL MERIDIONAL 53

55 REFLETINDO SOBRE A COMPANHIA DE JESUS INCUBAÇÃO 54

56 A viagem da descoberta consiste não em achar novas paisagens, mas em ver com novos olhos. MARCEL PROUST 55

57 LUMINARES Experts de variadas áreas de conhecimento (antropologia, filosofia, esportes, etc.) ou profissionais que enfrentam desafios de uma natureza semelhante aos detectados para a marca em estudo. E que nos ajudam a iluminar aspectos importantes em torno do propósito da marca, o seu papel no mundo. Neste projeto, conversamos com 3 luminares: pensadores de elevado gabarito, que ajudaram a enriquecer e refinar nossa visão sobre a Companhia de Jesus 56

58 LUMINARES ROBERTO GAMBINI Professor formado pela faculdade de Ciências Sociais da USP, com formação pelo Instituto C. G. Jung, de Zurique, Suíça. Autor dos livros Outros 500: uma conversa sobre a alma brasileira e a A Voz e o tempo, este último ganhador do Prêmio Jabuti. É um dos mais notáveis analistas brasileiros em atuação. 57

59 LUMINARES LUCIANO RAMOS É sociólogo e jornalista. Dedica-se à difusão do conhecimento histórico desde 1970, quando escrevia e apresentava programas de História na Rádio e Televisão Cultura de São Paulo. Na década de 1980, publicou duas coleções de livros didáticos de História Geral e do Brasil. Na década de 1990, coordenou as atividades de Comunicação Social no Ministério da Cultura e publicou obras de divulgação histórica, como José de Anchieta, pela Paulinas Editora. 58

60 LUMINARES JEAN BARTOLI Graduado em Filosofia pela Faculté de Philosophie Comparée em Paris. Graduado em Teologia pela Facoltá San Domenico em Bologna. Graduado em Ciências Econômicas pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo. Mestre e Doutor em Ciências da Religião pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo. 59

61 Um primeiro saldo importante da nossa interação com os luminares: este olhar externo, absolutamente independente, confirmou todos os ethotic themes já apresentados. 60

62 #1 - DIÁLOGO Eles têm uma capacidade impressionante de dialogar com outras culturas. E há um outro sentido do diálogo Jesuíta: aquele que sabe integrar e promover uma síntese entre aparentes opostos, como fé e ciência. LUCIANO RAMOS Os Jesuítas sempre dialogaram muito bem com novas tecnologias, também via os diversos meios de comunicação...penso até que eles seriam a ordem católica mais adequada para liderar uma presença mais intensa na TV e Internet... JEAN BARTOLI 61

63 #2- PROFUNDIDADE Os famosos Exercícios Espirituais foram uma fantástica inovação, um processo que possibilita uma experiência profunda de autoexame, que culmina em decisões de vida. ROBERTO GAMBINI Um colega Jesuíta me disse: minha formação durou 14 anos e nunca me aborreci nesse período. Essa declaração me transmite uma enorme capacidade de profundidade e maravilhamento com o aprendizado. JEAN BARTOLI 62

64 #3- FRONTEIRAS Todo mundo sabe que os Jesuítas não têm regras monásticas. Eles são formados para ser jogados na linha de frente e saber agir, se virar. JEAN BARTOLI Eles têm uma tremenda coragem de jogar nas fronteiras. E não apenas aquelas de natureza física. Não têm medo, por exemplo, de desbravar o conhecimento. São inclusive exímios praticantes do que chamaria de aventuras mentais. LUCIANO RAMOS 63

65 #4- ACONTECER Acredito que uma origem quase militar dos Jesuítas tenha moldado uma cultura que valoriza muito o fazer, a ação. Há um sentido de comprometimento muito intenso. ROBERTO GAMBINI Vejo eles como um verdadeiro exemplo de sintonia entre o discurso e a prática. Há uma tenacidade inteligente, do junco flexível que sabe se adaptar. E uma disciplina que não é a monástica, mas a dos realizadores. LUCIANO RAMOS 64

66 #5- DESENVOLVIMENTO Sinto que trazem uma crença clara de que todos podemos melhorar e que cabe a cada um de nós trilhar esse caminho de desenvolvimento. LUCIANO RAMOS Fundada por jovens extremamente idealistas, traz uma visão muita clara de que a mudança é possível, de que o desenvolvimento de uma nova sociedade está ao nosso alcance. ROBERTO GAMBINI 65

67 Junto com os luminares, a equipe do Grupo Troiano de Branding também compreendeu claramente como este conjunto único de ethotic themes pode ser extremamente precioso para o mundo de hoje. É como se esses valores da Companhia de Jesus pudessem ajudar a lidarmos com alguns dos principais dramas contemporâneos, característicos da nossa modernidade: 66

68 Dramas da modernidade Contribuição dos Jesuítas Intolerância Superficialidade Acomodação Excesso de discurso Cinismo e mediocridade Diálogo Profundidade Fronteiras Fazer acontecer Desenvolvimento humano 67

69 EXEMPLOS Meus alunos de MBA hoje são incapazes de enfrentar os grandes desafios contemporâneos. Imagino o quanto eles se beneficiariam da capacidade dos Jesuítas de dialogar e integrar opostos, de fazer um exame profundo de cenários.... JEAN BARTOLI Hoje no Brasil há um substrato da população que infelizmente equivale ao que o índio era para o europeu: praticamente um não humano. Que trabalho fantástico os Jesuítas podem fazer nessa nova fronteira geográfica e social. LUCIANO RAMOS 68

70 Finalmente, e de modo muito relevante, surge o insight de que o desafio já descrito do foco pode ser trabalhado pela definição: -De um targetprimário da marca que se organiza a partir dos limites socioeconômicos da sociedade brasileira, -e que permite um impacto diferenciado da Companhia junto a toda a sociedade brasileira. e que permite um impacto diferenciado da Companhia junto a toda a sociedade brasileira. 69

71 70

72 A combinação da vivência dos Jesuítas nessas 2 fronteiras potencialmente cria um ciclo virtuoso único e garante a manutenção de uma valiosa tensão criativa: Vejo que o movimento de formação de líderes e formadores de opinião como fundamental para viabilizar mudanças sociais. Ao mesmo tempo, mecanismos de contato efetivo com os grupos sociais menos favorecidos é o que pode inspirar a formação desses mesmos líderes. JEAN BARTOLI 71

73 72

74 REVELANDO A MASTER IDEA DA COMPANHIA DE JESUS ILUMINAÇÃO 73

75 A Master Idea que revelamos emerge naturalmente dos ethotic themes apresentados: 74

76 INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS Por meio do diálogo (ethotic theme #1) O que é profundo, vivido, sentido (ethotic theme #2) Envolve as fronteiras (ethotic theme #3) E realmente acontece (ethotic theme #4) Provocando o desenvolvimento (ethotic theme #5) 75

77 Inspirando experiências transformadoras Uma Master Idea que fala de um propósito! 76

78 Uma Master Idea que traz uma contribuição clara da Companhia de Jesus para o mundo atual: Dramas da modernidade Contribuição dos Jesuítas Intolerância Superficialidade Mediocridade Excesso de discurso INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS Cinismo e acomodação 77

79 Uma Master Idea que que ajuda a Companhia a lidar com cada um dos desafios apontados neste projeto: A. O desafio do foco B. O desafio das novas vocações C. O desafio da unificação D. E. O desafio do encontro de gerações O desafio da comunicação 78

80 # 1 O desafio do foco 79

81 # 2 O desafio das novas vocações INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS Um chamado empolgante para o encontro com Deus, um convite vibrante para ajudar a transformar as pessoas e o mundo. 80

82 # 3 O desafio da unificação INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS A Master Idea reafirma a importância das atividades realizadas nas fronteiras de cada Província. E pode ajudar a contextualizar o movimento de unificação como um momento de renovação da promessa transformadora da Companhia. 81

83 # 4 O desafio do encontro de gerações INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS A Master Idea traz o sentido do diálogo que gera experiências transformadoras, algo que pode ser contextualizado também no ambiente interno da Companhia, com a troca positiva e enriquecedora entre pontos de vista de diferentes gerações. 82

84 # 5 O desafio da comunicação INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS Inspirando : verbo no gerúndio indica a atuação no presente e a dimensão de continuidade das atividades da Companhia. Indica que instituição ajuda a fazer a diferença no Brasil HOJE! Experiências Transformadoras: a Master Idea permite o compartilhar dos múltiplos resultados positivos gerados pelas iniciativas dos Jesuítas no Brasil: nas áreas educacional, religiosa etc. Especificamente no âmbito dos colégios, a Master Idea introduz a dimensão da Pedagogia Inaciana, importante diferencial Jesuíta. 83

85 Inspirando experiências transformadoras 84

86 MANIFESTO TRADUZIDO EM FILME E se hoje não fosse apenas mais um dia? E se pudéssemos ver a vida de outra maneira? Como se tivéssemos olhos novos! Enxergar a vida a partir de um novo ângulo. Sob um olhar mais confiante... Mais vibrante... E se hoje fosse um dia de transformação? Mesmo que tudo pareça perdido, somos capazes de inverter a direção da nossa história e criar novos horizontes. E instantaneamente, tudo começa a fazer sentido. Um dia novo. Um tempo novo. Para sentir e saborear a vida internamente e intensamente. Sendo companheiros uns dos outros, como verdadeiros amigos no Senhor. Restaurando a dignidade das pessoas pela educação e pelo cuidado e contribuindo para o DESENVOLVIMENTO de seus potenciais. Cruzando todas as FRONTEIRAS! demográficas, intelectuais, sociais... 85

87 MANIFESTO TRADUZIDO EM FILME Para anunciar Boas Noticias... Levando na bagagem fé e alegria; justiça e esperança. Sendo atuais sem perder nossa história. DIALOGANDO sem preconceitos... Com o antigo e com o novo. Mergulhando com PROFUNDIDADE no cuidado do outro. Numa busca incessante pelo conhecimento, pelo sentir, pelo viver. Perdoando os causadores de nossas dores, simplesmente porque a natureza sempre nos perdoa, mesmo quando somos devastadores com ela. Contemplando Deus na essência da humanidade. AGINDO por um amor que unifica. Pelas pessoas do hoje. Pelo o que vale a pena. Pelo humano. Pelo serviço. E se hoje tudo pudesse ser MAIS? COMPANHIA DE JESUS. INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS. 86

88 TRAZENDO A MASTER IDEA À VIDA ILUSTRAÇÃO 87

89 OBJETIVO DA ILUSTRAÇÃO A seguir, apresentamos exemplos conceituais de como a Master Idea da Companhia de Jesus pode efetivamente ser traduzida em ações de comunicação. Estes conceitos não devem ser considerados como ações plenamente desenvolvidas, economicamente testadas ou de desenvolvimento obrigatório. Nosso objetivo é que estes conceitos ajudem colaboradores e parceiros a compreenderem a Master Idea da marca e sejam uma fonte de inspiração para aqueles que trabalham com ela. Vale notar que os exemplos combinam o uso de diferentes mídias e estão organizados em três momentos. 88

90 COMUNICANDO O PROPÓSITO. Estas ações revelam o propósito da Companhia de Jesus. O objetivo principal desta etapa é envolver e inspirar os diferentes stakeholders que gravitam em torno da marca. Por meio dessas ações, o propósito de Companhia de Jesus ganha vida e impacta o mercado e a sociedade. 89

91 AÇÕES GERAIS 90

92 NOVA LOGOMARCA A nova logomarca, desenvolvida durante esse projeto, será utilizada em todo material de comunicação da Companhia de Jesus. Maiores informações sobre a logomarca estão disponíveis no Manual da Marca. 91

93 SEMANA TRANSFORMADORA Nossas instituições de ensino promovem experiências transformadoras para seus alunos: imersão em comunidades carentes, no mundo das artes, etc. Para consolidar o desenvolvimento, alunos devem fazer trabalhos acadêmicos sobre como aquela experiência impactou sua vida. 92

94 CIRCUÍTO CULTURAL PADRE ANTÔNIO VIEIRA Inspirar experiências transformadoras através da cultura, enquanto resgata legado de grandes Jesuítas engajados no tema. Por exemplo, promover o Circuito Cultural Padre Antônio Vieira, com eventos literários (palestras, exposições, discussões). 93

95 JESUÍTA REPÓRTER: EXPANDINDO FRONTEIRAS Publicação online de vídeos mostrando a vida de Jesuítas pelo Brasil e mundo. Mostrar a diversidade de experiências, possibilidades de aprendizado, e profundidade de conhecimento que a vida Jesuíta proporciona. 94

96 LIVRO DE EXPERIÊNCIAS TRANSFORMADORAS Nossos alunos enviam relatos pessoais de como eles inspiraram experiências transformadoras em outras pessoas. As melhores ideias ilustram um livro de experiências transformadoras a ser compilado e editado pelos Jesuítas. 95

97 ORGULHO EM SER JESUÍTA: ALUNOS ENTREVISTANDO JESUÍTAS FAMOSOS Acreditamos que a proximidade com aqueles que já realizaram algo especial pode inspirar nossos alunos. Aqui, alunos de nossas instituições entrevistam exalunos famosos de instituições Jesuítas. O Conteúdo é publicado online (blog, Youtube) e os melhores trabalhos podem virar livro. 96

98 DISSIMINDANDO O OLHAR JESUÍTA Mostrar a profundidade Jesuíta, ajudar no desenvolvimento de companheiros Jesuítas e da população em geral através da implementação de site ou canal Youtube com vídeos de palestras de Jesuítas sobre temas de relevância para a população (cinema, teatro, artes, etc). 97

99 WEBRÁDIO JESUÍTA Expandindo fronteiras e aprofundando discussões relevantes sob prisma Jesuíta via rádio na internet. 98

100 MODERAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ECUMÊNICA Moderar encontros que promovam o diálogo de diferentes religiões sobre temas como: importância da religiosidade nos dias de hoje, fé e saúde, etc. 99

101 ESTÁGIO GLOBAL Escolher alunos com projeto de melhoria social, e enviá-los para expandir fronteiras em instituições Jesuítas em outras localidades do mundo (4 ou 5 localidades por 2 meses cada). Objetivo é que, vivendo experiências que os transformarão, eles aprendam e trabalhem em projetos que agreguem à execução futura de seus projetos no Brasil. 100

102 REPRESENTAÇÃO DIVINA Promover envio de imagens que representem sua experiência transformadora com o Divino. Estas imagens alimentarão obras de arte e comunicação, como: colagem eletrônica mostrada em sites específicos, projeção de sequência de imagens em laterais de prédios, etc. 101

103 AÇÕES INTERNAS Ações direcionadas à comunidade jesuíta 102

104 MEU ADORADO PROFESSOR Alunos e ex-alunos de instituições Jesuítas são incentivados a enviar relatos de como professores inspiraram experiências transformadoras neles.relatosserão publicados nas instituições e servirão de inspiração para consolidação da Master Idea nas instituições. 103

105 AGENTE DE TRANSFORMAÇÃO Acreditamos no potencial transformador dos professores. Nossos professores relatam histórias de experiências transformadoras com seus alunos. O Conteúdo é publicado online para referência de outros professores de instituições Jesuítas e servirá de inspiração para consolidação da Master Idea. 104

106 DUPLA INSPIRAÇÃO: PROMOVENDO DIÁLOGO E ROMPENDO FRONTEIRAS Acreditamos em fortalecer o diálogo entre Jesuítas das diversas regiões do país, ao mesmo tempo em que aumentamos a profundidade de entendimento do nosso ethos. Este programa que une duplas de Jesuítas por ciclos de 6 meses para discussão de temas relacionados aos 5 ethotic themes. Estes Jesuítas devem ser de regionais diferentes. Após 6 meses, as duplas mudam. 105

107 PONTE DIGITAL Incentivar diálogo entre alunos de instituições Jesuítas que podem ver, ouvir e conversar com alunos de outras regiões via terminal multimídia nas salas de aula ou pátio. 106

108 PROJETO SOLUCIONANDO JUNTOS Melhores alunos de instituições Jesuítas, localizados em diferentes regiões do país, discutem e propõem soluções para inspirar maior desenvolvimento do Brasil. Áreas como: ética, saúde, educação, meio ambiente, etc. 107

109 ACADEMIA DA TRANSFORMAÇÃO Treinamento presencial de Jesuítas para desenvolver/internalizar cultura baseada no ethos e na Master Idea. Formação de disseminadores da mensagem. 108

110

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões Nosso entrevistado é o Prof. Dr. Rogério da Costa, da PUC-SP. A partir de um consistente referencial teórico-filosófico, mas em uma linguagem simples,

Leia mais

Entrevista - Espiritualidade nas empresas

Entrevista - Espiritualidade nas empresas Entrevista - Espiritualidade nas empresas 1 - O que podemos considerar como espiritualidade nas empresas? Primeiramente considero importante dizer o que entendo por espiritualidade. Podemos dizer que é

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

Elaboração de Projetos

Elaboração de Projetos Elaboração de Projetos 2 1. ProjetoS Como se trabalha com projetos ALMEIDA, Maria Elizabeth. Como se trabalha com projetos. Revista TV Escola, [S.l.], n. 22, p. 35-38, 2001. Entrevista concedida a Cláudio

Leia mais

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. Outra característica marcante: Cada palestra é um projeto

Leia mais

SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes. Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes.

SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes. Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes. SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes. resultados positivos para os servidores? qualidade de vida fernando rocha wesley schunk

Leia mais

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados Comunicação e Reputação 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados 1 Introdução Ao contrário do que alguns podem pensar, reputação não é apenas um atributo ou juízo moral aplicado às empresas.

Leia mais

UniAlgar: ENSINANDO E APRENDENDO

UniAlgar: ENSINANDO E APRENDENDO Portfólio CURSOS CORPORATIVOS UniAlgar: ENSINANDO E APRENDENDO A UniAlgar, foi criada em setembro de 1998 com o objetivo de promover o desenvolvimento dos profissionais do Grupo Algar para aumentar a competitividade

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

file:///e /Voluntário%20da%20Educação%20Espírita%20-%20Entrevista%20com%20Rita%20Foelker%20(CVDEE).txt

file:///e /Voluntário%20da%20Educação%20Espírita%20-%20Entrevista%20com%20Rita%20Foelker%20(CVDEE).txt CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo http://www.cvdee.org.br Entrevista Virtual Entrevistado(a): Rita Foelker Tema: Voluntário da Educação Espírita Num. Questões: 17 Nota: O conteúdo

Leia mais

f r a n c i s c o d e Viver com atenção c a m i n h o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot

f r a n c i s c o d e Viver com atenção c a m i n h o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot Viver com atenção O c a m i n h o d e f r a n c i s c o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot 2 Viver com atenção Conteúdo 1 O caminho de Francisco 9 2 O estabelecimento

Leia mais

Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus

Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus CURSO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO E ESPIRITUAL DESCUBRA A ASSINATURA DE SUAS FORÇAS ESPIRITUAIS Test Viacharacter AVE CRISTO BIRIGUI-SP Jul 2015 Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus I SABER

Leia mais

NOSSO OLHAR QUEM SOMOS NOSSA ATUAÇÃO RESULTADOS OBTIDOS NOSSA ABORDAGEM APRESENTAÇÃO CLIENTES E PARCEIROS

NOSSO OLHAR QUEM SOMOS NOSSA ATUAÇÃO RESULTADOS OBTIDOS NOSSA ABORDAGEM APRESENTAÇÃO CLIENTES E PARCEIROS QUEM SOMOS NOSSO OLHAR NOSSA ATUAÇÃO NOSSA ABORDAGEM RESULTADOS OBTIDOS CLIENTES E PARCEIROS APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS O trabalho daassssssso consiste em atuar no desenvolvimento de grupos e indivíduos,

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

A Busca. Capítulo 01 Uma Saga Entre Muitas Sagas. Não é interessante como nas inúmeras sagas que nos são apresentadas. encontrar uma trama em comum?

A Busca. Capítulo 01 Uma Saga Entre Muitas Sagas. Não é interessante como nas inúmeras sagas que nos são apresentadas. encontrar uma trama em comum? A Busca Capítulo 01 Uma Saga Entre Muitas Sagas Não é interessante como nas inúmeras sagas que nos são apresentadas em livros e filmes podemos encontrar uma trama em comum? Alguém, no passado, deixouse

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: MODELO SISTÊMICO E COMPARTILHADO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: MODELO SISTÊMICO E COMPARTILHADO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: MODELO SISTÊMICO E COMPARTILHADO INTRODUÇÃO: As empresas corporativas atualmente desenvolvem visões e políticas que se enquadrem no conceito de desenvolvimento sustentável, responsabilidade

Leia mais

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. A maioria absoluta das avaliações obtêm excelentes resultados,

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

VI Conferencia Regional de voluntariado IAVE. Guayaquil Ecuador

VI Conferencia Regional de voluntariado IAVE. Guayaquil Ecuador VI Conferencia Regional de voluntariado IAVE Guayaquil Ecuador 2013 PerguntAção no Programa de Voluntariado Promon: conectando o conhecimento para criar, construir e transformar Autora: Marisa Villi (Assessora

Leia mais

Nós, alunos do 2º A, queremos tratar as pessoas com respeito e amor, estudar com muita dedicação e sempre pensar antes de tomar decisões.

Nós, alunos do 2º A, queremos tratar as pessoas com respeito e amor, estudar com muita dedicação e sempre pensar antes de tomar decisões. Como tratar as pessoas: de uma maneira boa, ajudar todas as pessoas. Como não fazer com os outros: não cuspir, empurrar, chutar, brigar, não xingar, não colocar apelidos, não beliscar, não mentir, não

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

COMO MONTAR UM PLANO DE VIDA E REALIZAR SONHOS

COMO MONTAR UM PLANO DE VIDA E REALIZAR SONHOS COMO MONTAR UM PLANO DE VIDA E REALIZAR SONHOS Mensagem de Reflexão Quem não sabe o que quer, corre o risco de não entender o que encontra. Primeiro: defina o que você quer. Segundo: decida o quanto você

Leia mais

18 de junho 2013 Espaço Araguari São Paulo - SP

18 de junho 2013 Espaço Araguari São Paulo - SP 18 de junho 2013 Espaço Araguari São Paulo - SP PORQUE DIÁLOGOS ENTRE GERAÇÕES? Nesta 5 a. Edição do Café com Estratégia, o tema escolhido foi Diálogos entre Gerações. Diálogos porque não há um conflito

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

OFICINA DAS MENINAS. O homem sonha, Deus quer e a obra nasce. F. Pessoa.

OFICINA DAS MENINAS. O homem sonha, Deus quer e a obra nasce. F. Pessoa. OFICINA DAS MENINAS O homem sonha, Deus quer e a obra nasce. F. Pessoa. O fruto de experiências vividas por anos de trabalho na rede social de Araraquara, legou-nos uma bagagem de inquietações que foram

Leia mais

Minha lista de sonhos

Minha lista de sonhos Licença No: # 122314/LS Fone: +55-11 5539-4719 E mail: vagner@programavirandoojogo.com.br Web: www.programavirandoojogo.com.br 2015 Minha lista de sonhos Com visão 2025 PREPARADO POR VAGNER MOLINA Rua

Leia mais

São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 ISSN 2358-0224. Podemos falar de ética nas práticas de consumo?

São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 ISSN 2358-0224. Podemos falar de ética nas práticas de consumo? São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 ISSN 2358-0224 9 772358 022003 Podemos falar de ética nas práticas de consumo? São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 164 A teologia católica e a ética no

Leia mais

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens A obra salesiana teve início em Turim, na Itália, onde Dom Bosco colocou em prática seus ideais de educação associados ao desenvolvimento

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

A criatividade a serviço do saber

A criatividade a serviço do saber A criatividade a serviço do saber Walmir Gomes A escola é o espaço responsável pelo desenvolvimento do homem como sujeito de sua história, ela deve prepará-lo para uma socialização com o meio, no entanto

Leia mais

Encontro Nacional da CVX: Para onde nos leva o Senhor? LIDERANÇA E VISIBILIDADE

Encontro Nacional da CVX: Para onde nos leva o Senhor? LIDERANÇA E VISIBILIDADE Encontro Nacional da CVX: Para onde nos leva o Senhor? São Paulo, 24 a 26 de abril de 2009 Centro Pastoral Santa Fé Grupo 1 Cynthia Pires (BH) LIDERANÇA E VISIBILIDADE RESULTADOS DOS TRABALHOS EM GRUPOS

Leia mais

A Igreja Cristocêntrica

A Igreja Cristocêntrica 9 A Igreja Cristocêntrica Palavra Episcopal Espaço de adoração e acolhimento Oficial Vaga para estágio Pela Seara Agentes do Reino Metodismo ribeirinho Atos de amor Crianças carentes, indisciplinadas e

Leia mais

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes Líderes do Coração A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes O que é? Líderes do Coração é um programa que cria espaços de estudo, reflexão e prática da arte da liderança, partindo do pressuposto

Leia mais

AMÉRICA LATINA INTRODUÇÃO

AMÉRICA LATINA INTRODUÇÃO ANDREA NACCACHE NÚCLEO DE CRIAÇÃO INTRODUÇÃO AMÉRICA LATINA Uma rede de profissionais especializada em processos criativos e de inovação, que trabalha com algumas das mais importantes marcas do planeta,

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você.

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. A HR Academy e a NextView realizaram uma pesquisa focada em geração y, com executivos de RH das principais

Leia mais

Conexão na Escola, o princípio para a Construção de Conhecimentos.

Conexão na Escola, o princípio para a Construção de Conhecimentos. Conexão na Escola, o princípio para a Construção de Conhecimentos. Elizabeth Sarates Carvalho Trindade 1 Resumo: A utilização e articulação das tecnologias e mídias pela educação no processo de aprendizagem

Leia mais

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte Comunicação O ENSINO DAS ARTES VISUAIS NO CONTEXTO INTERDISCIPLINAR DA ESCOLA ALMEIDA, Maria Angélica Durães Mendes de VASONE, Tania Abrahão SARMENTO, Colégio Hugo Palavras-chave: Artes visuais Interdisciplinaridade

Leia mais

Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil.

Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil. 6. Humanização, diálogo e amorosidade. Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil. Santos, Marisa Alff dos 1 Resumo O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre as práticas docentes

Leia mais

DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO

DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO Natália Aguiar de Menezes 1 RESUMO: Observa-se que com o passar dos anos o ensino superior

Leia mais

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE Vicente de Paulo dizia: "Que coisa boa, sem igual, praticar a Caridade. Praticá-la é o mesmo que praticar todas as virtudes juntas. É como trabalhar junto com Jesus e cooperar com ele na salvação e no

Leia mais

NOSSA MISSÃO OS PROGRAMAS METODOLOGIAS AVALIAÇÕES

NOSSA MISSÃO OS PROGRAMAS METODOLOGIAS AVALIAÇÕES Desde 1999 NOSSA MISSÃO AÇÕES DE TREINAMENTO OS PROGRAMAS METODOLOGIAS AVALIAÇÕES MISSÃO Inspirar nossos clientes para a expansão de ideias e formação de relacionamentos saudáveis e duradouros no ambiente

Leia mais

CONSTRUINDO A IDENTIDADE DE UMA EQUIPE Por: Veronica Ahrens

CONSTRUINDO A IDENTIDADE DE UMA EQUIPE Por: Veronica Ahrens CONSTRUINDO A IDENTIDADE DE UMA EQUIPE Por: Veronica Ahrens Uma das definições mais simples e de fácil compreensão sobre equipes é: um conjunto de pessoas com um objetivo em comum. Esse objetivo também

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

O COORDENADOR PEDAGÓGICO E OS DESAFIOS DA FUNÇÃO

O COORDENADOR PEDAGÓGICO E OS DESAFIOS DA FUNÇÃO 1 O COORDENADOR PEDAGÓGICO E OS DESAFIOS DA FUNÇÃO Bruna Riboldi 1 Jaqueline Zanchin Josiane Melo Ketelin Oliveira Natália Moré Paula T. Pinto Nilda Stecanela2 Samanta Wessel3 Resumo Este artigo tem por

Leia mais

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual Por: Rosana Rodrigues Quando comecei a escrever esse artigo, inevitavelmente fiz uma viagem ao meu passado. Lembrei-me do meu processo de escolha de carreira e me dei conta de que minha trajetória foi

Leia mais

EDITORIAL. Emanuela Silva De Almeida. Éryca Mendes de Araújo. Geovana Pinho de Medonça. Kátia Rosa. Iane Moraes Sobrinho.

EDITORIAL. Emanuela Silva De Almeida. Éryca Mendes de Araújo. Geovana Pinho de Medonça. Kátia Rosa. Iane Moraes Sobrinho. Página 2 EDITORIAL Emanuela Silva De Almeida Éryca Mendes de Araújo Geovana Pinho de Medonça Kátia Rosa Iane Moraes Sobrinho Francielle Yasmin Pedro Henrique Página 3 VOLUME 1, EDIÇÃO 1 Das páginas para

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DA CEMIG COM A COMUNIDADE Substitui a NO-02.15 de 23/06/2009

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DA CEMIG COM A COMUNIDADE Substitui a NO-02.15 de 23/06/2009 03/08/2010 Pág.01 POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DA CEMIG COM A COMUNIDADE Substitui a NO-02.15 de 23/06/2009 1. INTRODUÇÃO 1.1 A Política de Comunicação da CEMIG com a Comunidade explicita as diretrizes que

Leia mais

2007 Para Francisco livro em 2008 cinemas em 2015 Hoje Vou Assim 2013, lançou o livro Moda Intuitiva

2007 Para Francisco livro em 2008 cinemas em 2015 Hoje Vou Assim 2013, lançou o livro Moda Intuitiva CR I S G U E R R A p u b l i c i tá r i a, e s c r i to r a e pa l e s t r a N t e PERFIL Começou sua trajetória na internet em 2007, escrevendo o blog Para Francisco, que virou livro em 2008 e irá para

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

Captação através da fidelização: segmentar como oportunidade

Captação através da fidelização: segmentar como oportunidade Captação através da fidelização: segmentar como oportunidade A essência da vida é aproximar as pessoas. Tempo, espaço, tecnologia, números. Nada na vida é tão autossuficiente que não precise de interferência

Leia mais

Briefing O que é? Para que serve?

Briefing O que é? Para que serve? Faculdade de Tecnologia da Paraíba CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA A INTERNET DISCIPLINA DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ESTÁTICAS PERÍODO: P2 Semestre: 20082 PROFESSOR Geraldo Rodrigues

Leia mais

Você já deve ter lido varias vezes sobre, Gatilhos Mentais, pois bem, hoje vamos falar sobre isso...

Você já deve ter lido varias vezes sobre, Gatilhos Mentais, pois bem, hoje vamos falar sobre isso... Olá, tudo bem?! Nesse Mini E-book eu vou lhe passar a 1º Sacada da semana, pretendo toda semana compartilhar informações com você, pois sei bem o que é ficar na internet buscando informações e nunca encontrar

Leia mais

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki Page 1 of 7 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética & Filosofia

Leia mais

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana 93 ISSN - 1517-7807 9!BLF@FB:VWOOUWoYdZh outubro 2013 Que a saúde se difunda sobre a terra Escatologia e Exercícios Espirituais Pedro Arrupe, homem de Deus 1

Leia mais

TÓPICO DE EXEMPLO TOMADA DE DECISÃO NÃO É O QUE VOCÊ IMAGINA TÓPICOS

TÓPICO DE EXEMPLO TOMADA DE DECISÃO NÃO É O QUE VOCÊ IMAGINA TÓPICOS TÓPICOS TOMADA DE DECISÃO NÃO É O QUE VOCÊ IMAGINA Tópico Tomada de Decisão não é o que Você Imagina CoachingOurselves International Inc., 2011 0800 703 3444 coachingourselves.com.br twitter.com/coaching_br

Leia mais

Uma Perspectiva Sócio-Histórica do Processo de Alfabetização com Conscientização do Contexto Sociocultural

Uma Perspectiva Sócio-Histórica do Processo de Alfabetização com Conscientização do Contexto Sociocultural Uma Perspectiva Sócio-Histórica do Processo de Alfabetização com Conscientização do Contexto Sociocultural Camila Turati Pessoa (Universidade Federal de Uberlândia) camilatpessoa@gmail.com Ruben de Oliveira

Leia mais

Instituto Rubem Alves Plano Anual 2015

Instituto Rubem Alves Plano Anual 2015 Instituto Rubem Alves Plano Anual 2015 Proponente: Instituto Rubem Alves CNPJ nº 17.030.336/0001-08 Período: 01/01/2015 a 31/12/2015 Segmento: Patrimônio Cultural Preservação de acervos - Plano Anual Lei

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS.

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. 2 plenapropaganda portfólio quem somos 3 SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. A Plena é uma agência que atua sempre focada

Leia mais

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) - PCS A Política de Comunicação do Serviço

Leia mais

No ritmo da criação OPORTUNIDADE

No ritmo da criação OPORTUNIDADE Shutterstock POR BRUNO MORESCHI No ritmo da criação Nosso país ainda caminha a passos lentos quando o assunto é economia criativa. Mas as incubadoras podem ajudar a recuperar o tempo perdido Da música

Leia mais

A BASE DE UMA LIDERANÇA ÍNTEGRA E QUE INTEGRA

A BASE DE UMA LIDERANÇA ÍNTEGRA E QUE INTEGRA Valores: a base de uma liderança V AL OR E S : A BASE DE UMA LIDERANÇA ÍNTEGRA E QUE INTEGRA s O líder precisa ter foco no resultado e no relacionamento, ou seja, precisa contar com pessoas que queiram

Leia mais

Gestão escolar: revendo conceitos

Gestão escolar: revendo conceitos Gestão escolar: revendo conceitos Myrtes Alonso É um equívoco pensar que o desempenho da escola se expressa apenas nos resultados da aprendizagem obtidos nas disciplinas e que é fruto exclusivo do trabalho

Leia mais

Liderança e Gestão Pedagógica: foco nos resultados da aprendizagem dos alunos

Liderança e Gestão Pedagógica: foco nos resultados da aprendizagem dos alunos Liderança e Gestão Pedagógica: foco nos resultados da aprendizagem dos alunos Encontro de Lideranças do PIP - Municipal Belo Horizonte, 05 e 06 de setembro de 2013 Implementação dos CBC Secretaria de Estado

Leia mais

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Comunicação Espiritual J. C. P. Novembro de 2009 Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Resumo: Trata-se de uma comunicação pessoal de um amigo do grupo

Leia mais

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos Cursos humanizados - A Educar e Transformar se dedica ao sonho de gerar cursos para lideranças profissionais de recursos humanos, com mentalidade de humanização na administração, cursos para líderes, motivação,

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO INTRODUÇÃO No mundo corporativo, talvez nenhuma expressão tenha ganhado tanto foco quanto 'engajamento'. O RH ouve isso todo dia, o time de

Leia mais

ONG Projetos sociais meu sonho não tem fim Pesquisa - Sonhos, desejos e virtudes

ONG Projetos sociais meu sonho não tem fim Pesquisa - Sonhos, desejos e virtudes ONG Projetos sociais meu sonho não tem fim Pesquisa - Sumário Dedicatória Página 3 Introdução Página 4 Perfil do público pesquisado Página 5 Sonhos e desejos Página 8 Virtudes e pecados Página 10 Conclusões

Leia mais

O Princípio do Foco. Texto Base

O Princípio do Foco. Texto Base O Princípio do Foco Texto Base Há uma lei universal invariável determinando que todas as coisas fluem para a direção da sua atenção. Ou seja: onde estiver seu foco, estarão ali, sua energia, sua fé, sua

Leia mais

2 O curso de Design na PUC-Rio

2 O curso de Design na PUC-Rio 2 O curso de Design na PUC-Rio Devido à inserção do autor desta pesquisa no Departamento de Artes & Design da PUC-Rio como professor de diversas disciplinas do curso de graduação em Design, supervisor

Leia mais

Tudo o que você precisa saber para ter filhos éticos, inteligentes, felizes e de sucesso

Tudo o que você precisa saber para ter filhos éticos, inteligentes, felizes e de sucesso Tudo o que você precisa saber para ter filhos éticos, inteligentes, felizes e de sucesso SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 15 2. COMUNICAÇÃO E DIÁLOGO ENTRE PAIS E FILHOS 23 2.1 O problema da comunicação entre pais

Leia mais

Miguel Nicolelis: Vamos transformar o RN na Califórnia

Miguel Nicolelis: Vamos transformar o RN na Califórnia Miguel Nicolelis: Vamos transformar o RN na Califórnia Emanuel Amaral CIÊNCiA - Reconhecido internacionalmente, Miguel Nicolelis tem planos ambiciosos para o RN 05/08/2007 - Tribuna do Norte Anna Ruth

Leia mais

Joaozinho, o repórter 1. Fábio Willard de OLIVEIRA 2 Tárcio ARAUJO 3 Moises Henrique Cavalcante de ALBUQUERUQUE 4

Joaozinho, o repórter 1. Fábio Willard de OLIVEIRA 2 Tárcio ARAUJO 3 Moises Henrique Cavalcante de ALBUQUERUQUE 4 Joaozinho, o repórter 1 Fábio Willard de OLIVEIRA 2 Tárcio ARAUJO 3 Moises Henrique Cavalcante de ALBUQUERUQUE 4 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró, RN. RESUMO O documentário Joãozinho,

Leia mais

SANTA TERESA DE JESUS, UMA APROXIMAÇÃO PEDAGÓGICO-PASTORAL Por ocasião do V Centenário do Nascimento de Santa Teresa de Jesus, o Colégio Teresiano

SANTA TERESA DE JESUS, UMA APROXIMAÇÃO PEDAGÓGICO-PASTORAL Por ocasião do V Centenário do Nascimento de Santa Teresa de Jesus, o Colégio Teresiano 1 SANTA TERESA DE JESUS, UMA APROXIMAÇÃO PEDAGÓGICO-PASTORAL Por ocasião do V Centenário do Nascimento de Santa Teresa de Jesus, o Colégio Teresiano assumiu o compromisso de fazer memória da vida singular

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Artes Visuais busca formar profissionais habilitados para a produção, a pesquisa

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

De mãos dadas: RH e marketing

De mãos dadas: RH e marketing De mãos dadas: RH e marketing A união de RH e marketing é um dos melhores caminhos para a sobrevivência de uma empresa - e das próprias áreas Não é incomum, em tempos de turbulência e incertezas econômicas,

Leia mais

Gaveta de Letras 1. Trabalho submetido ao XXII Prêmio Expocom 2015, na Categoria Produção Transdisciplinar, modalidade Produção Multimídia.

Gaveta de Letras 1. Trabalho submetido ao XXII Prêmio Expocom 2015, na Categoria Produção Transdisciplinar, modalidade Produção Multimídia. Gaveta de Letras 1 Maria Anna leal MARTINS 2 Ana Roberta Amorim da SILVA 3 Edmilson Rodrigues de Souza FILHO 4 Lara TORRÊS 5 Matheus Fábio da SILVA 6 Pedro Alves Ferreira JÚNIOR 7 Arlene Carvalho de Souza

Leia mais

Este e-book é um presente para você, que assistiu à palestra no Congresso de Acessibilidade.

Este e-book é um presente para você, que assistiu à palestra no Congresso de Acessibilidade. Sou Patrícia Arantes, diretora da agência RZT Comunicação e psicanalista. Este e-book é um presente para você, que assistiu à palestra no Congresso de Acessibilidade. A comunicação eficaz se dá por uma

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi Especialização em Inovação em Tecnologias Educacionais Avaliação Encerramento 2/2014

Universidade Anhembi Morumbi Especialização em Inovação em Tecnologias Educacionais Avaliação Encerramento 2/2014 Universidade Anhembi Morumbi Especialização em Inovação em Tecnologias Educacionais Avaliação Encerramento 2/2014 Proposta Geral de Trabalho DESIGN THINKING PARA EDUCAÇÃO ALUNAS Paula Tauhata Ynemine RA

Leia mais

Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria.

Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria. 1 Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria. Quem somos: A Abrasa Associação Brasileiro-Afro-Brasileira para o Desenvolvimento da Dança, Cultura Educação e Arte, é uma Instituição

Leia mais

Espiritualidade e Saúde: avaliação de uma proposta educacional para a graduação em Medicina e Enfermagem na UNIFESP

Espiritualidade e Saúde: avaliação de uma proposta educacional para a graduação em Medicina e Enfermagem na UNIFESP Espiritualidade e Saúde: avaliação de uma proposta educacional para a graduação em Medicina e Enfermagem na UNIFESP Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde Valdir Reginato Espiritualidade

Leia mais

1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s

1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s 1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s As Leis do Universo e Seus Princípios Ninguém esta destinado a viver uma vida infeliz consumida em medo em preocupação, sofrendo com doenças

Leia mais

Art of Hosting. 8 a 12. julho de 2013. Rota Romântica Serra Gaúcha/ RS

Art of Hosting. 8 a 12. julho de 2013. Rota Romântica Serra Gaúcha/ RS Art of Hosting Rota Romântica Serra Gaúcha/ RS 8 a 12 julho de 2013 A Arte de Anfitriar conversas significativas e colher resultados que importam Uma abordagem para a Liderança Colaborativa Como potencializar

Leia mais

A ARTE DE BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Estudante de Pedagogia pela FECLESC / UECE Resumo

A ARTE DE BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Estudante de Pedagogia pela FECLESC / UECE Resumo A ARTE DE BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL Maria Elany Nogueira da Silva Estudante de Pedagogia pela FECLESC / UECE Resumo Este presente artigo pretende refletir idéias sobre o brincar na Educação Infantil,

Leia mais

Gestão do Conhecimento Case Documentar

Gestão do Conhecimento Case Documentar Gestão do Conhecimento Case Documentar GESTÃO DO CONHECIMENTO CASE DOCUMENTAR Empresa: Documentar Tecnologia e Informação Localização: R. Barão de Macaúbas 460 20º Andar Santo Antônio BH/MG Segmento: Tecnologia,

Leia mais

5 201 O LI Ó RTF PO 1

5 201 O LI Ó RTF PO 1 1 PORTFÓLIO 2015 Um pouco da trajetória do Colégio Ação1 QUANDO TUDO COMEÇOU 1993 Experientes profissionais fundaram, no bairro do Méier, a primeira unidade da rede Ação1. O foco do trabalho era a preparação

Leia mais

"Sombra e luzes a partir da prática dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola". Alciane Basílio de Almeida

Sombra e luzes a partir da prática dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola. Alciane Basílio de Almeida "Sombra e luzes a partir da prática dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola". Alciane Basílio de Almeida (Mestre em Psicologia - UCP 2014) Este trabalho tem por objetivo mostrar a relação

Leia mais

20 de março de 2014. 9h30 às 10h30. 10h30 às 11h. 10h30 às 18h30. 11h às 12h30. 11h às 12h30. 11h00 às 12h30

20 de março de 2014. 9h30 às 10h30. 10h30 às 11h. 10h30 às 18h30. 11h às 12h30. 11h às 12h30. 11h00 às 12h30 Olhar para o comportamento da Sociedade e refletir sobre o atual contexto social, econômico e político e impactos na gestão de Recursos Humanos é o mote do tema: Se assim caminha a humanidade, para onde

Leia mais

O "poder de compra" sob a ótica solidária - entrevista com Euclides André Mance *

O poder de compra sob a ótica solidária - entrevista com Euclides André Mance * O "poder de compra" sob a ótica solidária - entrevista com Euclides André Mance * A tese de uma sociedade mais justa, onde a distância entre os extremos da pirâmide social seja reduzida a padrões mínimos,

Leia mais