TRANSPORTE DE CIMENTOS ASFÁLTICOS DE PETRÓLEO (CAP) SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRANSPORTE DE CIMENTOS ASFÁLTICOS DE PETRÓLEO (CAP) SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL"

Transcrição

1 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TRANSPORTE DE CIMENTOS ASFÁLTICOS DE PETRÓLEO (CAP) LOTE 3 Versão: 001 Vigência: 02/2016 Última atualização: 02/2016

2 GRUPO TRANSPORTE DE CAP LOTE 03 A CAIXA apresenta o Grupo de Composições de Transporte de Cimentos Asfálticos de Petróleo (CAP), 4 composições. Fazem parte deste grupo os serviços de transporte de material asfáltico, em rodovia pavimentada e não pavimentada, com distâncias médias de transporte (DMT) até 100 quilômetros com caminhão de capacidade litros, ou acima de 100 quilômetros com caminhão de capacidade de litros. Página 1

3 NORMAS E LEGISLAÇÃO Portaria n do Departamento Nacional de Infra estrutura de Transportes (DNIT). COMPOSIÇÕES AFERIDAS Código / Seq. Descrição da Composição Página 03.TRAN.TRBT.001/ TRAN.TRBT.002/ TRAN.TRBT.003/ TRAN.TRBT.004/ CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE SUPERIORES A 100 KM. AF_02/2016 CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE IGUAL OU INFERIOR A 100 KM. AF_02/2016 CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA NÃO PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE SUPERIORES A 100 KM. AF_02/2016 CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA NÃO PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE IGUAL OU INFERIOR A 100 KM. AF_02/ Página 2

4 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO CLASSE: TRAN TRANSPORTES, CARGAS E DESCARGAS TIPO: 0333 TRANSPORTE MATERIAIS BETUMINOSOS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.TRAN.TRBT.001/01 Código SIPCI CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE SUPERIORES A 100 KM. AF_02/2016 Vigência: 02/2016 Última atualização: 02/2016 TxKM COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C C L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 360 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM SERPENTINA CHP DIURNO. AF_08/ L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 360 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM SERPENTINA CHI DIURNO. AF_08/2015 CHP 0, CHI 0, Transporte CAP Rodovia Não Rodovia DMT 100 KM DMT > 100 KM 2. Itens e suas características Caminhão de transporte de material asfáltico composto por cavalo mecânico e tanque de asfalto com serpentina; Motorista de caminhão e carreta. Página 3

5 3. Equipamentos Caminhão de transporte de material asfáltico litros, com cavalo mecânico de capacidade máxima de tração combinado de kg, potência 360 CV, inclusive tanque de asfalto com serpentina. 4. Critérios para quantificação dos serviços Momento de transporte do material betuminoso, sendo o peso em toneladas multiplicado pela distância média de transporte (DMT), para distâncias superiores a 100 km. 5. Critérios de Aferição Foi considerado a equação tarifária de transporte para rodovia pavimentada presente na portaria n do Departa mento Nacional de Infraestrutura de Transportes; Foi considerado no tratamento dos dados a matriz de distribuição dos produtos asfálticos (origem e destino) para todas as capitais, com exceção de Macapá, pois somente havia disponível o transporte por via fluvial, nesta localidade; Foi considerado os custos de impostos (ICMS) no serviço de transporte; Não foi considerado eventuais custos de pedágio em rodovias concessionadas; Foi levado em consideração os dados da matriz de transporte da localidade com o menor custo do binômio aquisição + transporte, para até 10 localidades com custo divulgado na ANP; Foi considerado um Fator de Tempo de Trabalho (FTT) de 80%. 6. Execução 7. Informações Complementares 8. Pendências Página 4

6 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO CLASSE: TRAN TRANSPORTES, CARGAS E DESCARGAS TIPO: 0333 TRANSPORTE MATERIAIS BETUMINOSOS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.TRAN.TRBT.002/01 Código SIPCI CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE IGUAL OU INFERIOR A 100 KM. AF_02/2016 Vigência: 02/2016 Última atualização: 02/2016 TxKM COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C C L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 330 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM MACARICO - CHP DIRNO. AF_12/ L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 330 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM MACARICO - CHI DIURNO. AF_12/2015 CHP 0, CHI 0, Transporte CAP Rodovia Não Rodovia DMT 100 KM DMT > 100 KM 2. Itens e suas Características Caminhão de transporte de material asfáltico composto por cavalo mecânico e tanque de asfalto com serpentina; Motorista de caminhão e carreta. Página 5

7 3. Equipamentos Caminhão de transporte de material asfáltico litros, com cavalo mecânico de capacidade máxima de tração combinado de kg, potência 330 CV, inclusive tanque de asfalto com serpentina. 4. Critérios para quantificação dos serviços Momento de transporte do material betuminoso, sendo o peso em toneladas multiplicado pela distância média de transporte (DMT), para distâncias inferiores a 100 km. 5. Critérios de Aferição Foi considerado a equação tarifária de transporte para rodovia pavimentada presente na portaria n do Departa mento Nacional de Infraestrutura de Transportes; Foi considerado no tratamento dos dados a matriz de distribuição dos produtos asfálticos (origem e destino) para todas as capitais, com exceção de Macapá, pois somente havia disponível o transporte por via fluvial, nesta localidade; Foi considerado os custos de impostos (ICMS) no serviço de transporte; Não foi considerado eventuais custos de pedágio em rodovias concessionadas; Foi levado em consideração os dados da matriz de transporte da localidade com o menor custo do binômio aquisição + transporte, para até 10 localidades com custo divulgado na ANP; Foi considerado um Fator de Tempo de Trabalho (FTT) de 80%. 6. Execução 7. Informações Complementares 8. Pendências Página 6

8 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO CLASSE: TRAN TRANSPORTES, CARGAS E DESCARGAS TIPO: 0333 TRANSPORTE MATERIAIS BETUMINOSOS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.TRAN.TRBT.003/01 Código SIPCI CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA NÃO PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE SUPERIORES A 100 KM. AF_02/2016 Vigência: 02/2016 Última atualização: 02/2016 TxKM COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C C L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 360 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM SERPENTINA CHP DIURNO. AF_08/ L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 360 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM SERPENTINA CHI DIURNO. AF_08/2015 CHP 0, CHI 0, Transporte CAP Rodovia Não Rodovia DMT 100 KM DMT > 100 KM 2. Itens e suas características Caminhão de transporte de material asfáltico composto por cavalo mecânico e tanque de asfalto com serpentina; Motorista de caminhão e carreta. Página 7

9 3. Equipamentos Caminhão de transporte de material asfáltico litros, com cavalo mecânico de capacidade máxima de tração combinado de kg, potência 360 CV, inclusive tanque de asfalto com serpentina. 4. Critérios para quantificação dos serviços Momento de transporte do material betuminoso, sendo o peso em toneladas multiplicado pela distância média de transporte (DMT), para distâncias superiores a 100 km. 5. Critérios de Aferição Foi considerado a equação tarifária de transporte para rodovia não pavimentada presente na portaria n do Departa mento Nacional de Infraestrutura de Transportes; Foi considerado no tratamento dos dados a matriz de distribuição dos produtos asfálticos (origem e destino) para todas as capitais, com exceção de Macapá, pois somente havia disponível o transporte por via fluvial, nesta localidade; Foi considerado os custos de impostos (ICMS) no serviço de transporte; Não foi considerado eventuais custos de pedágio em rodovias concessionadas; Foi levado em consideração os dados da matriz de transporte da localidade com o menor custo do binômio aquisição + transporte, para até 10 localidades com custo divulgado na ANP; Foi considerado um Fator de Tempo de Trabalho (FTT) de 80%. 6. Execução 7. Informações Complementares 8. Pendências Página 8

10 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO CLASSE: TRAN TRANSPORTES, CARGAS E DESCARGAS TIPO: 0333 TRANSPORTE MATERIAIS BETUMINOSOS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.TRAN.TRBT.004/01 Código SIPCI CAMINHÃO COM CAPACIDADE DE L EM RODOVIA NÃO PAVIMENTADA PARA DISTÂNCIAS MÉDIAS DE TRANSPORTE IGUAL OU INFERIOR A 100 KM. AF_02/2016 Vigência: 02/2016 Última atualização: 02/2016 TxKM COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C C L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 330 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM MACARICO - CHP DIRNO. AF_12/ L, COM CAVALO MECANICO DE CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO COMBINADO DE KG, POTÊNCIA 330 CV, INCLUSIVE TANQUE DE ASFALTO COM MACARICO - CHI DIURNO. AF_12/2015 CHP 0, CHI 0, Transporte CAP Rodovia Não Rodovia DMT 100 KM DMT > 100 KM 2. Itens e suas Características Caminhão de transporte de material asfáltico composto por cavalo mecânico e tanque de asfalto com serpentina; Motorista de caminhão e carreta. Página 9

11 3. Equipamentos Caminhão de transporte de material asfáltico litros, com cavalo mecânico de capacidade máxima de tração combinado de kg, potência 330 CV, inclusive tanque de asfalto com serpentina. 4. Critérios para quantificação dos serviços Momento de transporte do material betuminoso, sendo o peso em toneladas multiplicado pela distância média de transporte (DMT), para distâncias inferiores a 100 km. 5. Critérios de Aferição Foi considerado a equação tarifária de transporte para rodovia não pavimentada presente na portaria n do Departa mento Nacional de Infraestrutura de Transportes; Foi considerado no tratamento dos dados a matriz de distribuição dos produtos asfálticos (origem e destino) para todas as capitais, com exceção de Macapá, pois somente havia disponível o transporte por via fluvial, nesta localidade; Foi considerado os custos de impostos (ICMS) no serviço de transporte; Não foi considerado eventuais custos de pedágio em rodovias concessionadas; Foi levado em consideração os dados da matriz de transporte da localidade com o menor custo do binômio aquisição + transporte, para até 10 localidades com custo divulgado na ANP; Foi considerado um Fator de Tempo de Trabalho (FTT) de 80%. 6. Execução 7. Informações Complementares 8. Pendências Página 10

PENEIRAMENTO E ENSACAMENTO DE AREIA

PENEIRAMENTO E ENSACAMENTO DE AREIA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA PENEIRAMENTO E ENSACAMENTO DE AREIA LOTE 3 Versão: 001 Vigência: 11/2015 Última atualização:

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA COLETORES PREDIAIS LOTE 2

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA COLETORES PREDIAIS LOTE 2 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA COLETORES PREDIAIS LOTE 2 Versão: 002 Vigência: 03/2016 Última atualização: 05/2016 GRUPO

Leia mais

PAREDES E LAJES DE CONCRETO

PAREDES E LAJES DE CONCRETO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA PAREDES E LAJES DE CONCRETO ARMAÇÃO, CONCRETAGEM, ESTUCAMENTO e FORMAS LOTE 1 Versão: 002

Leia mais

INSTALAÇÃO DE PONTOS ELÉTRICOS

INSTALAÇÃO DE PONTOS ELÉTRICOS SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE PONTOS ELÉTRICOS LOTE 2 Versão: 001 Vigência: 01/2016 Última atualização:

Leia mais

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE EXECUÇÃO DE TIRANTES LOTE 3

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE EXECUÇÃO DE TIRANTES LOTE 3 CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE EXECUÇÃO DE TIRANTES LOTE 3 GRUPO EXECUÇÃO DE TIRANTES 1. Introdução A CAIXA apresenta o Grupo de Execução de Tirantes (estrutura de contenção) em 55 composições. Tirante

Leia mais

Aprimoramento SINAPI. 88º ENIC Foz do Iguaçu 12/05/2016

Aprimoramento SINAPI. 88º ENIC Foz do Iguaçu 12/05/2016 Aprimoramento SINAPI 88º ENIC Foz do Iguaçu 12/05/2016 Legislação Decreto 7.983/2013: Regras e critérios a serem seguidos pela administração pública federal para a elaboração do orçamento de referência

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DE ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DE ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DE ÁGUAS PLUVIAIS LOTE 2 Versão: 002 Vigência: 12/2014 GRUPO INSTALAÇÕES

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2 Versão: 004 Vigência: 12/2014 Última atualização: 06/2016

Leia mais

Volume 04 Revisão e Atualização do Orçamento Referencial 141

Volume 04 Revisão e Atualização do Orçamento Referencial 141 Volume 04 Revisão e Atualização do Orçamento Referencial 141 Volume 04 Revisão e Atualização do Orçamento Referencial 142 Volume 04 Revisão e Atualização do Orçamento Referencial 143 Volume 04 Revisão

Leia mais

Elementos de terraplenagem Cálculo de volumes Movimento de terra

Elementos de terraplenagem Cálculo de volumes Movimento de terra Universidade Regional do Cariri URCA Pró Reitoria de Ensino de Graduação Coordenação da Construção Civil Disciplina: Estradas II Elementos de terraplenagem Cálculo de volumes Movimento de terra Renato

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: BR-116/RS E BR-392/RS 457,30 KM PELOTAS RS ECOSUL POLO RODOVIÁRIO DE PELOTAS

RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: BR-116/RS E BR-392/RS 457,30 KM PELOTAS RS ECOSUL POLO RODOVIÁRIO DE PELOTAS RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: ECOSUL BR-116/RS E BR-392/RS POLO RODOVIÁRIO DE PELOTAS 457,30 KM PELOTAS RS ABRIL DE 2016 ÍNDICE ITEM DESCRIÇÃO PÁGINA 1. Introdução... 2 1.1.

Leia mais

NOVOS AXOR 2036 E AXOR 2041 BlueTec (4X2) MELHOR CONFORTO E RENTABILIDADE

NOVOS AXOR 2036 E AXOR 2041 BlueTec (4X2) MELHOR CONFORTO E RENTABILIDADE NOVOS AXOR 2036 E AXOR 2041 BlueTec (4X2) MELHOR CONFORTO E RENTABILIDADE Slide 1 NOVOS AXOR 2036 E 2041, MAIS MODERNOS, CONFORTÁVEIS E ECONÔMICOS Axor 2036 e 2041 agora com a exclusiva tecnologia BlueTec

Leia mais

LEI DA BALANÇA TECNOLOGIAS DE PESAGEM

LEI DA BALANÇA TECNOLOGIAS DE PESAGEM LEI DA BALANÇA TECNOLOGIAS DE PESAGEM TOLEDO DO BRASIL EXCESSO DE PESO LEGISLAÇÃO LEI DA BALANÇA FORÇA PESO CÁLCULO DE MULTAS TIPOS DE BALANÇAS REQUISITOS PARA PESAGEM SOLUÇÕES TOLEDO BIBLIOGRAFIA TOLEDO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Assis Paço Municipal Profª. Judith de Oliveira Garcez

Prefeitura Municipal de Assis Paço Municipal Profª. Judith de Oliveira Garcez Prefeitura Municipal de Assis Paço Municipal Profª. Judith de Oliveira Garcez Anexo I Termo de Referência Compreende o objeto desta REGISTRO DE PREÇOS SERVIÇO DE RECUPERAÇÃO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA,

Leia mais

Diário Oficial do Município N 5.214 - Sexta-feira - 21/10/2011 ANEXO II Anexo III Página 11 Diário Oficial do Município N 5.214 - Sexta-feira - 21/10/2011 Página 19 EXTRATO DO 1 TERMO ADITIVO AOS

Leia mais

ESTADO DE SÃO PAULO DELIBERAÇÃO ARSESP Nº 452

ESTADO DE SÃO PAULO DELIBERAÇÃO ARSESP Nº 452 DELIBERAÇÃO ARSESP Nº 452 Dispõe sobre o reajuste dos valores das Margens de Distribuição, atualização do Custo do gás e do transporte, sobre o repasse das variações dos preços do Gás e do Transporte fixados

Leia mais

ESTACAS SINAPI LOTE 1 HÉLICE CONTÍNUA, PRÉ-MOLDADA E ESCAVADA SEM FLUIDO SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

ESTACAS SINAPI LOTE 1 HÉLICE CONTÍNUA, PRÉ-MOLDADA E ESCAVADA SEM FLUIDO SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PRÉ-MOLDADA E ESCAVADA SEM FLUIDO LOTE 1 Versão: 003 Vigência:

Leia mais

SINAPI LOTE 3 EXECUÇÃO DE TIRANTES SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA

SINAPI LOTE 3 EXECUÇÃO DE TIRANTES SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA EXECUÇÃO DE TIRANTES LOTE 3 Versão: 001 Vigência: 07/2016 Última Atualização: 07/2016 GRUPO

Leia mais

Linha: Nova Friburgo (RJ) - Belo Horizonte (MG)

Linha: Nova Friburgo (RJ) - Belo Horizonte (MG) Linha: Nova Friburgo (RJ) - Belo Horizonte (MG) 1. Objeto Este projeto refere-se ao transporte rodoviário interestadual de passageiros, na ligação Nova Friburgo (RJ) - Belo Horizonte (MG). A ligação, representada

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ATERRO DE VALAS LOTE 3

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ATERRO DE VALAS LOTE 3 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ATERRO DE VALAS LOTE 3 Versão: 002 Vigência: 05/2016 Atualização: 06/2016 GRUPO ATERRO

Leia mais

Linha: Cuiabá (MT) - Aripuanã (MT) via Vilhena (RO)

Linha: Cuiabá (MT) - Aripuanã (MT) via Vilhena (RO) Linha: Cuiabá (MT) - Aripuanã (MT) via Vilhena (RO) 1. Objeto Este projeto refere-se ao transporte rodoviário interestadual de passageiros, na ligação Cuiabá (MT) - Aripuanã (MT) via Vilhena (RO), com

Leia mais

Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo

Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo De acordo com a NBR 12655, o responsável pelo recebimento do concreto é o proprietário da obra ou o responsável

Leia mais

Sistema de proteção por extintores de incêndio

Sistema de proteção por extintores de incêndio Outubro 2014 Vigência: 08 outubro 2014 NPT 021 Sistema de proteção por extintores de incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão:03 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO de Controle de Pedidos Versão 2.0 ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO GERAR RELATÓRIO Página 2 / 7 de Controle de Pedidos HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 14/11/2010 1.0 Elaboração do Documento

Leia mais

ERRATA (Minas Gerais - Julho/2013)

ERRATA (Minas Gerais - Julho/2013) DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CUSTOS DE INFRAESTRUTURA SISTEMA DE CUSTOS RODOVIÁRIOS SICRO 2 ERRATA ( - Julho/2013) Em função de erro no

Leia mais

CAIXA 87º ENIC - 2015

CAIXA 87º ENIC - 2015 SINAPI Sistema de Referência de Preços CAIXA 87º ENIC - 2015 Histórico do SINAPI 1969 1986 1997 2003 2008 2009 2013 2014 2015 Criação do SINAPI BNH/IBGE Gestão CAIXA/IBGE Sistema de Orçamentação SINAPI

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS 04 1/5 Obs: 1. Medidas em milímetros. 2. Variações nas partes não cotadas são admissíveis, desde que mantidas as características eletromecânicas especificadas nesta EMD. 3. No interior da rosca, espaço

Leia mais

GIPSITA, GESSO E SEUS DERIVADOS

GIPSITA, GESSO E SEUS DERIVADOS atualizado em 02/03/2016 alterados os itens 2.1, 2.2, 2.3, 2.4 e 3 HISTÓRICO DE ATUALIZAÇÕES DATA ATUALIZAÇÃO ITENS ALTERADOS 24/02/2016 1, 2.3 e 2.4 04/02/2016 1 e 3 19/11/2015 1, 2.1, 2.2, 2.3 e 2.4

Leia mais

LEGISLAÇÃO SANITÁRIA FEDERAL DE LEITE E DERIVADOS

LEGISLAÇÃO SANITÁRIA FEDERAL DE LEITE E DERIVADOS MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DEPARTAMENTO DE INSPEÇÃO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL SERVIÇO DE INSPEÇÃO DE LEITE E DERIVADOS LEGISLAÇÃO SANITÁRIA

Leia mais

CADERNOS TÉCNICOS ESTACA RAIZ LOTE 1

CADERNOS TÉCNICOS ESTACA RAIZ LOTE 1 CADERNOS TÉCNICOS ESTACA RAIZ LOTE 1 GRUPO ESTACA RAIZ - LOTE 01 A CAIXA apresenta o Grupo Estaca Raiz em 24 composições, que serão incorporadas ao Sistema Nacional de Pesquisas de Custos e Índices da

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FI ACOES PETROBRAS 2 12.014.083/0001-57 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FI ACOES PETROBRAS 2 12.014.083/0001-57 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO EM ACOES. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

COMPARATIVO ENTRE O DIMENSIONAMENTO DO PAVIMENTO RÍGIDO E FLEXÍVEL PARA A AVENIDA FERNANDO FERRARI

COMPARATIVO ENTRE O DIMENSIONAMENTO DO PAVIMENTO RÍGIDO E FLEXÍVEL PARA A AVENIDA FERNANDO FERRARI Associação de Ensino Superior Unificado do Centro Leste COMPARATIVO ENTRE O DIMENSIONAMENTO DO PAVIMENTO RÍGIDO E FLEXÍVEL PARA A AVENIDA FERNANDO FERRARI Msc. Flavia Regina Bianchi Engª. Isis Raquel Tacla

Leia mais

As Condições de Financiamento estabelecidas nesta Circular representarão a Condição Operacional Vigente código PO2016.

As Condições de Financiamento estabelecidas nesta Circular representarão a Condição Operacional Vigente código PO2016. Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 44/2015-BNDES Rio de Janeiro, 29 de dezembro de 2015. Ref.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing (Circulares

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DO PAPIC- EINSTEIN Nº 01/2015 A Comissão Científica do

Leia mais

no Estado do Rio de Janeiro

no Estado do Rio de Janeiro MICROEMPREENDEDORES FORMAIS E INFORMAIS NOTA CONJUNTURAL DEZEMBRO DE 2013 Nº27 no Estado do Rio de Janeiro NOTA CONJUNTURAL DEZEMBRO DE 2013 Nº27 PANORAMA GERAL De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra

Leia mais

ITEM DISCRIMINAÇÃO UNIDADE QUANTIDADE PREÇO SUB-TOTAL TOTAL. 1.1.1.1 Horas normais Hora 1.1.1.2 Horas extras Hora 1.1.1.

ITEM DISCRIMINAÇÃO UNIDADE QUANTIDADE PREÇO SUB-TOTAL TOTAL. 1.1.1.1 Horas normais Hora 1.1.1.2 Horas extras Hora 1.1.1. PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS UNITÁRIOS OPERAÇÃO DE ATERRO CONTROLADO 1 MÃO DE OBRA 1.1 MÃO DE OBRA DIRETA 1.1.1 Motorista caminhão 1.1.1.1 Horas normais Hora 1.1.1.2 Horas extras Hora 1.1.1.3 Insalubridade

Leia mais

FUNDEB Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação

FUNDEB Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação FUNDEB Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação 1 O que é o Fundeb? Fundo especial de financiamento

Leia mais

Mse. Newton Narciso Pereira Prof. Dr. Hernani Luiz Brinati

Mse. Newton Narciso Pereira Prof. Dr. Hernani Luiz Brinati ANÁLISE COMPARATIVA DO IMPACTO ECONÔMICO E AMBIENTAL ENTRE MODAIS DE TRANSPORTE Mse. Newton Narciso Pereira Prof. Dr. Hernani Luiz Brinati ROTEIRO Definição do problema; Objetivos; Considerações gerais

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TUBOS DE COBRE RÍGIDOS E FLEXÍVEIS NÚMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS ET-65-200-CPG-039 1 / 7 ESTA FOLHA DE CONTROLE INDICA

Leia mais

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO LOTE 1 Versão: 004 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ARGAMASSAS LOTE 1

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ARGAMASSAS LOTE 1 CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ARGAMASSAS LOTE 1 GRUPO ARGAMASSAS LOTE 01 A CAIXA apresenta o grupo de composições de serviços que representam a produção de argamassas, que serão incorporadas ao

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETO PROJETADO LOTE 3

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETO PROJETADO LOTE 3 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETO PROJETADO LOTE 3 Versão: 002 Vigência: 01/2016 Última atualização: 05/2016 GRUPO

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES FOTON

ESPECIFICAÇÕES FOTON ESPECIFICAÇÕES FOTON ÍNDICE Aumark 3.50AK...3 Aumark 6.50AK...5 Aumark 8.60AK...7 Comparativo...9 Força e liberdade que faltavam Mão de obra gratuita para as 3 primeiras revisões;** Motor Cummins com quatro

Leia mais

NOVO IVECO DAILY MINIBUS. A SOLUÇÃO PERFEITA PARA O TRANSPORTE DE PASSAGEIROS. DAILY É IVECO.

NOVO IVECO DAILY MINIBUS. A SOLUÇÃO PERFEITA PARA O TRANSPORTE DE PASSAGEIROS. DAILY É IVECO. NOVO IVECO DAILY MINIBUS. A SOLUÇÃO PERFEITA PARA O TRANSPORTE DE PASSAGEIROS. DAILY É IVECO. EV05012D_Catálogo_Minibus_IVECO_28x21cm.indd 1 10/10/13 16:44 EV05012D_Catálogo_Minibus_IVECO_28x21cm.indd

Leia mais

CONTRAPISO, CONTRAPISO ACÚSTICO E CONTRAPISO AUTONIVELANTE SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

CONTRAPISO, CONTRAPISO ACÚSTICO E CONTRAPISO AUTONIVELANTE SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONTRAPISO, CONTRAPISO ACÚSTICO E CONTRAPISO AUTONIVELANTE LOTE 1 Versão: 007 Vigência:

Leia mais

Novo Sistema de Custos Referenciais de Obras - SICRO Principais Inovações e Alterações Metodológicas

Novo Sistema de Custos Referenciais de Obras - SICRO Principais Inovações e Alterações Metodológicas DIREX Palestra no Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais - SICEPOT/MG Novo Sistema de Custos Referenciais de Obras - SICRO Principais Inovações e Alterações Metodológicas

Leia mais

TARIFAS AÉREAS. 13ª edição

TARIFAS AÉREAS. 13ª edição TARIFAS AÉREAS 13ª edição 18 de março de 2011 TARIFAS AÉREAS 13ª edição 18 de março de 2011 DIRETORES Carlos Eduardo Magalhães da Silveira Pellegrino Diretor-Presidente Interino Carlos Eduardo Magalhães

Leia mais

Relatório Anual sobre a Prestação do Serviço de Interruptibilidade

Relatório Anual sobre a Prestação do Serviço de Interruptibilidade sobre a Prestação do Serviço de Interruptibilidade Janeiro de 212 ÍNDICE 1 Sumário Executivo... 3 2 Enquadramento Legislativo... 4 3 Caracterização da Prestação do Serviço de Interruptibilidade... 6 4

Leia mais

Rodas Forjadas de Alumínio Alcoa

Rodas Forjadas de Alumínio Alcoa Rodas Forjadas de Alumínio Alcoa Reduza peso e aumente seus lucros Inovação está no nosso DNA PRINCIPAIS BENEFÍCIOS Aumento da capacidade de carga em até 1 tonelada Redução do desgaste dos pneus, em média,

Leia mais

LEI DA BALANÇA TECNOLOGIAS DE PESAGEM A TOLEDO EXCESSO DE PESO LEGISLAÇÃO LEI DA BALANÇA FORÇA PESO TIPOS DE VEÍCULOS CÁLCULO DA MULTA

LEI DA BALANÇA TECNOLOGIAS DE PESAGEM A TOLEDO EXCESSO DE PESO LEGISLAÇÃO LEI DA BALANÇA FORÇA PESO TIPOS DE VEÍCULOS CÁLCULO DA MULTA LEI DA BALANÇA TECNOLOGIAS DE PESAGEM A TOLEDO EXCESSO DE PESO LEGISLAÇÃO LEI DA BALANÇA FORÇA PESO TIPOS DE VEÍCULOS CÁLCULO DA MULTA TIPOS DE BALANÇAS REQUISITOS PARA PESAGEM 1 BREVE APRESENTAÇÃO DA

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRONICO N 723/2013 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UASG: 154040

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRONICO N 723/2013 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UASG: 154040 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRONICO N 723/2013 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UASG: 154040 AQUISIÇÃO DE PNEUS VIGÊNCIA: 24/03/2014 A 23/03/2015 PROCESSO: 23106.019249/2013-39 ITEM ATA QTD UN

Leia mais

Contrato de Opção de Venda sobre Índice da Taxa Média de Operações Compromissadas de Um Dia (ITC) com Lastro em Títulos Públicos Federais

Contrato de Opção de Venda sobre Índice da Taxa Média de Operações Compromissadas de Um Dia (ITC) com Lastro em Títulos Públicos Federais Contrato de Opção de Venda sobre Índice da Taxa Média de Operações Compromissadas de Um Dia (ITC) com Lastro em Títulos Públicos Federais Especificações 1. Definições Contrato (especificações): Contrato

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA PARÂMETROS DE FIXAÇÃO DE PREÇOS EM OBRAS PÚBLICAS

CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA PARÂMETROS DE FIXAÇÃO DE PREÇOS EM OBRAS PÚBLICAS CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA PARÂMETROS DE FIXAÇÃO DE PREÇOS EM OBRAS PÚBLICAS Audiência Pública - CMA/SENADO 13.04.2010 - BRASILIA-DF LDO 2010 (LEI Nº 12.017, DE 12 DE AGOSTO

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO PA nº 276 Longa Distância Brasil II

PLANO ALTERNATIVO PA nº 276 Longa Distância Brasil II A. Empresa: Telefônica Brasil S.A. PLANO ALTERNATIVO PA nº 276 Longa Distância Brasil II B. Nome do Plano: Técnico: Longa Distância Brasil II Comercial: a definir C. Identificação para a Anatel: Plano

Leia mais

TRANSPORTE HORIZONTAL E VERTICAL

TRANSPORTE HORIZONTAL E VERTICAL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TRANSPORTE HORIZONTAL E VERTICAL LOTE 3 Versão: 006 Vigência: 06/2014 Última atualização:

Leia mais

SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL- N. 3 PLANO 25 FÁCIL

SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL- N. 3 PLANO 25 FÁCIL SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA NACIONAL- N. 3 PLANO 25 FÁCIL Empresa: GVT (Global Village Telecom) Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço de Longa

Leia mais

TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO

TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO LOTE 3 Versão: 004 Vigência: 06/2015 Última atualização:

Leia mais

Noções de Topografia Para Projetos Rodoviarios

Noções de Topografia Para Projetos Rodoviarios Página 1 de 5 Noções de Topografia Para Projetos Rodoviarios Capitulos 01 - Requisitos 02 - Etaqpas 03 - Traçado 04 - Trafego e Clssificação 05 - Geometria 06 - Caracteristicas Técnicas 07 - Distancia

Leia mais

BOLETIM DE MEDIÇÃO 06 CONTRATO 4600000661 PRONTO PLAN

BOLETIM DE MEDIÇÃO 06 CONTRATO 4600000661 PRONTO PLAN BOLETIM DE MEDIÇÃO 06 CONTRATO 4600000661 PRONTO PLAN MEMÓRIA DE CÁLCULO BOLETIM DE MEDIÇÃO 06 CONTRATO 4600000661 PRONTO PLAN 1.4.1 Imprimação Impermeabilizante CM-30 m2 216,77 124,51 + 92,26 = 216,77m2

Leia mais

Especificação Técnica. Fresadora a frio W 35 DC

Especificação Técnica. Fresadora a frio W 35 DC Especificação Técnica Fresadora a frio W 35 DC Especificação Técnica Fresadora a frio W 35 DC Largura de fresagem máx. Profundidade de fresagem * 1 350 mm (opcionalmente 500 mm) 0 110 mm Tambor fresador

Leia mais

FOLHA 5. Problemas de Transportes e de Afectação

FOLHA 5. Problemas de Transportes e de Afectação FOLHA 5 Problemas de Transportes e de Afectação 1. Uma companhia de aço possui 2 minas e 3 fábricas transformadoras. Em cada mina (1 e 2) encontram-se disponíveis 103 e 197 toneladas de minério. A companhia

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCURSO

REGULAMENTO DE CONCURSO Índice 1. Objetivos... 2 2. Entidades Beneficiárias... 2 3. Dotação Orçamental... 2 4. Financiamento... 2 5. Despesas elegíveis... 3 6. Condições de Acesso ao Concurso... 3 7. Metodologia de Seleção dos

Leia mais

PINTURA (INTERNA E EXTERNA)

PINTURA (INTERNA E EXTERNA) SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA PINTURA (INTERNA E EXTERNA) LOTE 1 Versão: 004 Vigência: 06/2014 Última atualização: 11/2016

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA LOTE 1 Versão: 005 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP. Data de Vigência 01/DEZ/2005

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP. Data de Vigência 01/DEZ/2005 Página 1 de 8 CA- POP-GQ 0 OBJETIVO Padronizar os Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) em termos de redação, emissão e distribuição. APLICAÇÃO Este POP aplica-se unicamente ao Laboratório de Controle

Leia mais

COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS DO SERVIÇO DE EMBOÇO/MASSA ÚNICA INTERNA

COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS DO SERVIÇO DE EMBOÇO/MASSA ÚNICA INTERNA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS DO SERVIÇO DE EMBOÇO/MASSA ÚNICA INTERNA LOTE 1 Versão: 003 Vigência: 11/2014

Leia mais

Características Técnicas para Projeto

Características Técnicas para Projeto Características Técnicas para Projeto Projeto Geométrico É a fase do projeto de estradas que estuda as diversas características geométricas do traçado, principalmente em função da leis de movimento, características

Leia mais

Lavadora e Secadora Compactas BR 530. Acessórios de Série: Escova cilíndrica Sistema depósito em depósito. Informações técnicas

Lavadora e Secadora Compactas BR 530. Acessórios de Série: Escova cilíndrica Sistema depósito em depósito. Informações técnicas Lavadora e Secadora Compactas BR 530 Lavadora de pisos acionada manualmente com escovas rotativas para limpezas básicas, manutenção da limpeza e polimento de superficies de até 1.840 m2. Acessórios de

Leia mais

Âmbito Federal : ANP 47 / 1999 Sistema de Abastecimento de GLP à granel ANP 18 / 2004 Especificação do GLP ANP 15/ 2005 Distribuidoras de GLP

Âmbito Federal : ANP 47 / 1999 Sistema de Abastecimento de GLP à granel ANP 18 / 2004 Especificação do GLP ANP 15/ 2005 Distribuidoras de GLP Instalações de GLP Legislação Âmbito Federal : ANP 47 / 1999 Sistema de Abastecimento de GLP à granel ANP 18 / 2004 Especificação do GLP ANP 15/ 2005 Distribuidoras de GLP Âmbito Estadual : IT ou Decreto

Leia mais

2. O arquivo conterá as NFS-e emitidas em determinado período, a critério do contribuinte.

2. O arquivo conterá as NFS-e emitidas em determinado período, a critério do contribuinte. Introdução Este manual tem como objetivo apresentar o layout utilizado pelo Sistema de Notas Fiscais de Serviços Eletrônica na exportação e importação de NFS-e (Contribuintes Prefeitura e Prefeitura Contribuintes),

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA RESPONDA ÀS QUESTÕES 12 E 13 DE ACORDO COM A ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DAS FIGURAS.

PROVA DE GEOGRAFIA RESPONDA ÀS QUESTÕES 12 E 13 DE ACORDO COM A ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DAS FIGURAS. 9 PROVA DE GEOGRAFIA RESPONDA ÀS QUESTÕES 12 E 13 DE ACORDO COM A ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DAS FIGURAS. FIGURA 1: DE 14000 A 20000 ANOS ATRÁS FIGURA 2: PRESENTE Q U E S T Ã O 1 2 As figuras representam

Leia mais

PROC IBR EDIF 01.02.014/2014

PROC IBR EDIF 01.02.014/2014 INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 01.02.014/2014 01 - Fase Licitatória 01.02 - Análise das especificações, quantidades

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA LOTE 1 Versão: 005 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

Município de Bragança Câmara Municipal

Município de Bragança Câmara Municipal Publique-se no Diário da República O Presidente da Câmara DIVISÃO DE OBRAS ANÚNCIO DE CONCURSO PÚBLICO 1- IDENTIFICAÇÃO E CONTACTOS DA ENTIDADE ADJUDICANTE Designação da entidade adjudicante: Município

Leia mais

SINAPI Processo de Aprimoramento

SINAPI Processo de Aprimoramento SINAPI Processo de Aprimoramento Seminário Sinduscon/BA, CBIC e CAIXA 06/02/2015 Histórico do SINAPI 1969 1986 1997 2003 2008 2009 2013 2014 Criação do SINAPI BNH/IBGE Gestão CAIXA/IBGE Sistema de Orçamentação

Leia mais

PROCEDIMENTO DE FISCALIZAÇÃO - CONTENTORES INTERMEDIÁRIOS PARA GRANÉIS (IBC) Portaria Inmetro 250/2006 e 280/2008 Código 3368

PROCEDIMENTO DE FISCALIZAÇÃO - CONTENTORES INTERMEDIÁRIOS PARA GRANÉIS (IBC) Portaria Inmetro 250/2006 e 280/2008 Código 3368 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA- INMETRO Diretoria da Qualidade Dqual Divisão de Fiscalização e Verificação

Leia mais

DIRETORIA DE PESQUISAS DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC. Sistema de Contas Nacionais Brasil Referência 2010. Nota Metodológica nº 11

DIRETORIA DE PESQUISAS DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC. Sistema de Contas Nacionais Brasil Referência 2010. Nota Metodológica nº 11 DIRETORIA DE PESQUISAS DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC Sistema de Contas Nacionais Brasil Referência 2010 Nota Metodológica nº 11 Atividade de Construção Civil (versão para informação e comentários)

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA nº.

EDITAL DE CONCORRÊNCIA nº. EDITAL DE CONCORRÊNCIA nº. CONCESSÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO URBANO NO MUNICÍPIO DE BLUMENAU ANEO VI - MATRIZ DE RISCOS DO CONTRATO DE CONCESSÃO DE TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO DO MUNÍCIPIO

Leia mais

Transporte Fluvial e Lacustre

Transporte Fluvial e Lacustre 1 AV 4 Transporte Fluvial e Lacustre TRANSPORTE FLUVIAL Transporte Fluvial é o transporte hidroviário, realizado em rios, portanto, interior. Pode ser nacional, utilizando as vias aquáticas do país, ou

Leia mais

Ficha 1A Controle de Materiais PERÍODO:

Ficha 1A Controle de Materiais PERÍODO: Ficha 1A Controle de Materiais Produto: Código: Unidade : Dados Gerais Entrada Saída Saldo Número Ficha de Código de Outros Quantidade Valor Valor de Tipo do Número da DI Remetente ou Origem ou Origem

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA PARA MANUTENÇÃO (CONSERVAÇÃO/RECUPERAÇÃO) DE RODOVIA FEDERAL ORÇAMENTO E PLANO DE EXECUÇÃO

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA PARA MANUTENÇÃO (CONSERVAÇÃO/RECUPERAÇÃO) DE RODOVIA FEDERAL ORÇAMENTO E PLANO DE EXECUÇÃO SINAPI (JUNHO/12) REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO DNIT NOS ESTADOS DO AMAZONAS E RORAIMA PROJETO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO

Leia mais

ESTADO DE SÃO PAULO DELIBERAÇÃO ARSESP Nº 455

ESTADO DE SÃO PAULO DELIBERAÇÃO ARSESP Nº 455 DELIBERAÇÃO ARSESP Nº 455 Dispõe sobre a atualização do Custo Médio Ponderado do gás e do transporte e sobre o repasse das variações dos preços do gás e do transporte fixados nas tarifas da Deliberação

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1 / 5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:179698-2016:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Serviços de comunicação da rede de área alargada e da rede da

Leia mais

ADENDO 01 CONCORRÊNCIA PÚBLICA 20140005/DER CCC

ADENDO 01 CONCORRÊNCIA PÚBLICA 20140005/DER CCC ADENDO 01 CONCORRÊNCIA PÚBLICA 20140005/DER CCC OBJETO: LICITAÇÃO DO TIPO MENOR PREÇO PARA A EXECUÇÃO DE OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO E DUPLICAÇÃO DA RODOVIA CE 153, NA ZONA URBANA DO MUNICÍPIO DE CEDRO, COM

Leia mais

Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento.

Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento. Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento. Os preços apresentados já incluem 10% de desconto para as instituições; Aos preços indicados acresce IVA

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Aglomerados subnormais Primeiros resultados

Censo Demográfico 2010. Aglomerados subnormais Primeiros resultados Censo Demográfico 2010 Aglomerados subnormais Primeiros resultados Rio de Janeiro, 21 de dezembro de 2011 Conceito de Aglomerado Subnormal Conceito de Aglomerado Subnormal no IBGE É um conjunto constituído

Leia mais

PLANILHA DE ESPECIFICAÇÃO

PLANILHA DE ESPECIFICAÇÃO 1.1 AGITADOR MAGNÉTICO, MULTIPOSIÇÕES, COM AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS: POSIÇÕES DE AGITAÇÃO: 05. FAIXA DE VELOCIDADE: RANGE DE 50-1200 RPM QUANTIDADE MÁXIMA DE AGITAÇÃO POR POSIÇÃO: 0,5 LITROS. DISTÂNCIA

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS PARTE 1 (ESTRUTURAS SEQUENCIAIS)

LISTA DE EXERCÍCIOS PARTE 1 (ESTRUTURAS SEQUENCIAIS) LISTA DE EXERCÍCIOS PARTE 1 (ESTRUTURAS SEQUENCIAIS) 1. Elabore um algoritmo que converta um valor em dólar (US$) para real (R$). O algoritmo deverá solicitar o valor da cotação do dólar e também a quantidade

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES AQUISIÇÃO/INSTALAÇÃO DE NO-BREAK MICROPROCESSADO E BANCO DE BATERIAS CAPACIDADE 150 KVA

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES AQUISIÇÃO/INSTALAÇÃO DE NO-BREAK MICROPROCESSADO E BANCO DE BATERIAS CAPACIDADE 150 KVA ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES AQUISIÇÃO/INSTALAÇÃO DE NO-BREAK MICROPROCESSADO E BANCO DE BATERIAS CAPACIDADE 150 KVA 1 INTRODUÇÃO Este Caderno de Especificações estabelece as características gerais

Leia mais

TELHAMENTO E SERVIÇOS COMPLEMENTARES PARA COBERTURA

TELHAMENTO E SERVIÇOS COMPLEMENTARES PARA COBERTURA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TELHAMENTO E SERVIÇOS COMPLEMENTARES PARA COBERTURA LOTE 1 Versão: 001 Vigência: 06/2016

Leia mais

1.3 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE PLACA DE IDENTIFICAÇÃO DA OBRA (3,0 x 1,5 m) 74209/001 M² 4,50 236,74 295, ,69

1.3 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE PLACA DE IDENTIFICAÇÃO DA OBRA (3,0 x 1,5 m) 74209/001 M² 4,50 236,74 295, ,69 PLANILHA DE CUSTO - PAVIMENTAÇÃO EM PARALELEPÍPEDOS OBRA: PAVIMENTAÇÃO DE VIAS URBANAS DATA: ABRIL/2014 LOCAL: DIVERSAS VIAS DO DISTRITO DE NHANDUTIBA E COMUNIDADE DE CACHOEIRINHA - MANGA - MG SINAPI:

Leia mais

Painel MT-611-00008 Última Atualização 25/04/2012

Painel MT-611-00008 Última Atualização 25/04/2012 Painel MT-611-00008 Última Atualização 25/04/2012 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Visualizar os dados das avaliações do processo de cadastramento com a Petrobras; 2.

Leia mais

NORMA TÉCNICA PARA RECEBIMENTO DE BENS DE INFORMÁTICA PELA METODOLOGIA DE INSPEÇÃO POR ATRIBUTOS. Referência: NT-AI.03.05.01. Data: 17/04/2.

NORMA TÉCNICA PARA RECEBIMENTO DE BENS DE INFORMÁTICA PELA METODOLOGIA DE INSPEÇÃO POR ATRIBUTOS. Referência: NT-AI.03.05.01. Data: 17/04/2. NORMA TÉCNICA PARA RECEBIMENTO DE BENS DE INFORMÁTICA PELA METODOLOGIA DE INSPEÇÃO POR ATRIBUTOS Referência: NT-AI.03.05.01 http://www.unesp.br/ai/pdf/nt-ai.03.05.01.pdf Data: 17/04/2.001 STATUS: PRELIMINAR

Leia mais

CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO LOTE 1 Versão: 001 Vigência: 12/2015 Última

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍCIA FEDERAL EM RONDÔNIA CONTRATO 009/2006

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍCIA FEDERAL EM RONDÔNIA CONTRATO 009/2006 CONTRATO 009/2006 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM A UNIÃO, REPRESENTADA PELA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO NO ESTADO DE RONDÔNIA, E A EMPRESA CCI COMERCIO DE COMBUSTIVEIS ITAPORANGA LTDA NA FORMA ABAIXO A UNIÃO

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Exportação de NFS-e Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 20 1. Índice ÍNDICE... 2 1. INTRODUÇÃO...

Leia mais

COMPOSIÇÃO DE PREÇO UNITÁRIO

COMPOSIÇÃO DE PREÇO UNITÁRIO COMPOSIÇÃO DE PREÇO CÓDIGO: 01.000.00 SERVIÇO: DESMATAMENTO, DESTOCAMENTO, LIMPEZA ÁREA C/ ÁRVORES DE Ø ATÉ 0,15M : m² E.0.03 TRATOR DE ESTEIRAS C/ LÂMINA CAT-D8R 1,00 PROD. IMPROD. 1,00 - OPERACIONAL

Leia mais

Programa de Desenvolvimento da

Programa de Desenvolvimento da Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense Carlos Chiodini Secretário de Estado O que é o? O Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense -, tem como finalidade conceder incentivo à implantação

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO - SGI (MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO) CONTROLE DE DOCUMENTOS e REGISTROS

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO - SGI (MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO) CONTROLE DE DOCUMENTOS e REGISTROS (MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO) Procedimento CONTROLE DE DOCUMENTOS e REGISTROS PR.01 Página 1 de 3 14001: 4.4.5, 4.5.4 1. OBJETIVO Estabelecer sistemática para o processo de elaboração,

Leia mais