Living Infrastructure

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Living Infrastructure"

Transcrição

1 Living Infrastructure Guia de projeto para Data Centers

2 Índice Introdução 1 Descrição geral do Data Center 2 Seleção do projeto de módulo 3 Considerações para o Data Center típico 4 Solução 1: EoR (final de linha) 1 5 Solução 2: EoR (final de linha) 2 6 Solução 3: EoR (final de linha) 3 7 Solução 4: EoR (final de linha) 4 8 Solução 5: MoR (metade de linha) 1 9 Solução 7: MoR (metade de linha) 3 Solução 8: MoR (metade de linha) 4 Solução 9: ToR (parte superior do rack) Solução : Módulo de gabinetes 1 Solução : Módulo de gabinetes 2 Solução : Linha de infraestrutura exclusiva 1 Solução : Linha de infraestrutura exclusiva 2 Solução : Conexão cruzada centralizada Resumo Solução 6: MoR (metade de linha) 2

3 O Data Center está evoluindo constantemente; a solução Living Infrastructure da CommScope oferecerá os projetos de arquitetura destinados a potencializar a eficiência e a produtividade, prolongar a vida útil da sua rede e maximizar o rendimento dos seus investimentos. O presente guia contém uma variedade de projetos de arquitetura, cada um com um conjunto diferente de vantagens. Junto com algumas das implementações mais comuns, esses projetos o ajudarão a determinar as bases fundamentais que o seu data center necessita.

4 Introdução Os Data Centers são fundamentais para as operações de TI da maioria das organizações e exercem um papel importante no armazenamento e no acesso à informação necessária para o funcionamento da empresa. Contando a sua organização com o seu próprio Data Center ou agindo como fornecedor de serviços de terceirização sob a modalidade cloud computing, o foco do Living Infrastructure da CommScope oferece a infraestrutura necessária para apoiar os requerimentos de rede, atuais e futuros. TIA-9, a Norma de Infraestrutura de Telecomunicações para Data Centers foi publicada em e será atualizada em. Este amplo conjunto de pautas senta as bases para padronizar as operações dos data centers, mas deixa muita margem para variantes. Além disso, os fornecedores de componentes eletrônicos e de sistemas informam constantemente sobre os aspectos que devem ser considerados do ponto de vista da arquitetura, para melhorar a eficiência e as operações frente a multiplicidade de aplicações no data center. Como resultado disso, reproduzir os projetos de data centers mais eficazes é praticamente impossível. Este guia da CommScope propõe um enfoque mais razoável para abordar o desenvolvimento do data center, chamado Living Infrastructure, a partir de blocos (ou módulos) básicos. Tais módulos podem ser replicados de acordo com o tamanho do seu data center e dos seus prováveis requerimentos em matéria de cabeamento estruturado. O Guia do Living Infrastructure oferece uma série de modelos que podem ser usados como estão ou serem modificados para satisfazer suas necessidades específicas. Determinar qual é o projeto correto é muito simples. Primeiro, é preciso considerar o data center como um todo e dividi-lo em áreas que conectam o núcleo (core) com a camada de agregação e a camada de acesso com os equipamentos. Dentro de cada área, se optará por um tipo de projeto particular em função das vantagens e considerações das diferentes arquiteturas locais. Para cada tipo de projeto, são apresentados um ou dois exemplos de técnicas de implementação, com mapas levantados nos quais se mostra a localização dos equipamentos. É bom esclarecer que, se o modelo de projeto for modificado, provavelmente a localização dos equipamentos varie, assim como a lista de materiais necessários. Para efeito da sua implementação, cada módulo deve estar formado por um conjunto completo de equipamentos, incluindo os cabos e outros componentes que constituem o cabeamento estruturado, assim como os cabos de equipamentos que podem se conectar com os componentes ativos. Cada exemplo tem a sua lista correspondente de materiais. O presente guia oferece um conjunto de modelos que servem de ponto de partida para o desenvolvimento do seu Living Infrastructure. Se você desejar mais informações sobre aplicações, componentes e projeto de data centers, consulte o Enterprise Data Center Design Guide, (Guia de projeto para Data Centers corporativos ) ou aa Apresentação interativa do Living Infrastructure online, no site da CommScope: A CommScope Infrastructure Academy (Academia de Infraestrutura da CommScope) oferece cursos de capacitação certificados sobre soluções de infraestrutura para redes, disponíveis em todo o mundo. Entre as modalidades de capacitação podem ser mencionadas aulas presenciais dadas por instrutores, e também capacitação online mediante webcasts, vídeos e avaliações, que se adaptam no ritmo de cada participante. A CommScope Infrastructure Academy oferece assistência e avaliação de competências em matéria de estratégia e migração. Oferece cursos presenciais (em modernas instalações) e online no idioma local. Desta forma, a Academia oferece programas de capacitação personalizados e consultoria sobre as últimas novidades em projeto e instalação de cabeamento estruturado, normas ANSI/TIA, ISO/IEC ou CENELEC, opções e seleção de produtos, tendências do mercado, inovações e estatísticas. O curso SP88 Projeto e Engenharia de Data Centers da SYSTIMAX oferece um treinamento intensivo em projeto de data centers, que inclui normas, arquitetura e os meios adequados para aplicações com altas taxas de transferência de dados. O curso está disponível online para particulares ou como parte do pacote de capacitação Passport Package. Tal pacote oferece acesso a uma completa oferta de cursos de capacitação que abrangem instalação e projeto, e envolvem soluções gerais de cabeamento estruturado, capacitação especializada sobre fibra ótica, soluções para edifícios inteligentes, entre outros assuntos. Para obter mais informações ou receber capacitação online sobre data centers, visite a CommScope Infrastructure Academy na web ingressando no site: página 1

5 Acesso à área de equipamentos Gabinete ou linha exclusivos para componentes eletrônicos Prevê-se um crescimento incremental Os componentes eletrônicos são armazenados em gabinetes, linhas ou recintos de distribuição zonal independentes Requerem cabos mais compridos Requer flexibilidade para permitir o crescimento e as mudanças na arquitetura Descrição geral do data center Ver as soluções 1-8 Agregação Acesso à área de distribuição de equipamentos ToR (parte superior do rack) e módulo de gabinetes Alta densidade de portas dentro de cada gabinete ou rack Componentes eletrônicos de tipo blade Switches em chassi separado do chassi dos servidores Arquitetura fixa na qual não se prevê crescimento nem mudanças no cabeamento Preferem-se cabos de conexão curtos Ver as soluções 9- Conjuntos de soluções para IDA (Área de Distribuição Intermediária)/HDA (Área de Distribuição Horizontal) do Núcleo Linha de infraestrutura exclusiva Conectividade de Diretores de SAN (Rede de Área de Armazenamento) para Fiber Channel ou Rede Convergente Requer alta densidade Pouco espaço para conexões passivas; requer espaço no rack para os componentes eletrônicos A reconfiguração é mantida no mínimo Aplicações paralelas e convergentes tradicionais Equipamentos Ver as soluções e Acesso Conjuntos de soluções para IDA (Área de Distribuição Intermediária)/HDA (Área de Distribuição Horizontal) do Núcleo Área centralizada de conexões com conexão cruzada Alta densidade e grande volume de conexões de cobre e fibra ótica Uma área consolidada para a configuração; cabeamento proveniente de múltiplas localizações Ver solução página 2

6 Seleção do projeto de módulo que melhor se ajusta aos seus critérios de projeto Necessito um projeto de módulo para data center NÚCLEO/ IDA/HDA Switches Diretores Solução : Linha exclusiva de infraestrutura c/conexão cruzada Admite Ethernet IP + diretor de SAN para Fiber Channel Conexão cruzada para uma ótima administração Solução : Linha exclusiva de infraestrutura c/interconexão Admite Ethernet IP + diretor de SAN para Fiber Channel Interconexão para otimizar os requerimentos de espaço Solução : Área de conexões centralizada com conexão cruzada O esquema de configuração mais simples Localização centralizada para MACs (Movimentos, Acréscimos e Mudanças) Exposição limitada aos equipamentos ativos Página Página Página Solução 9: Solução : Solução : EDA (Área de Distribuição de Equipamentos) Gabinetes de servidores Gabinetes de armazenamento ToR (parte superior do rack) ToR Fibra ótica e cobre Switches de rede IP e Fiber Channel Arquitetura de Channel Fiber ToR Solução de mídia Linha única com conexão cruzada Módulo de gabinetes Arquitetura unificada Switches de rede que cobrem quatro gabinetes Menos componentes eletrônicos Baixa latência e potência Menos NICs e Host Bus Menos cabeamento dentro dos gabinetes Reduz o cabeamento estruturado horizontal Página Página Página Solução 1: Solução 2: EoR com conexão cruzada Solução IP EoR com interconexão Solução IP Página 5 Página 6 EoR (final de linha) Oferece o acesso mais simples aos componentes eletrônicos dentro de um módulo Solução 3: EoR com conexão cruzada Soluções IP e FC (Fiber Channel) Página 7 Solução 4: EoR com interconexão Soluções IP e FC Página 8 Gabinete exclusivo para componentes eletrônicos Maior eficiência no uso de portas Projeto sólido de cabeamento Reduz as tarefas de administração de rede Solución 5: MoR com conexão cruzada Solução IP Página 9 Solución 6: MoR com interconexão Solução IP Página MoR (metade de linha) Solución 7: Solución 8: Oferece menor ocupação de espaço na bandeja de cabos e um alcance mais padronizado dos patch cords. MoR com conexão cruzada Soluções IP e FC Página MoR com interconexão Soluções IP e FC Página página 3

7 Considerações para um data center típico, independentemente da arquitetura Os componentes eletrônicos redundantes e o cabeamento auxiliar são considerados uma configuração padrão. Além dos componentes redundantes, não se deve esquecer o cabeamento necessário para conectar os sistemas primário e secundário. O cabeamento estruturado com conexões cruzadas oferece flexibilidade, facilidade de manutenção e maior segurança. As soluções inteligentes oferecem às operadoras do data center um maior controle sobre a sua infraestrutura. Recomenda-se o uso de cabos pré-terminados, tanto para o cabeamento de cobre como o. Comparando com o campo de terminação, as soluções de fábrica possuem um maior rendimento, são instaladas mais rapidamente e são mais confiáveis. As opções de mídia e conectividade que oferecem às soluções atuais e futuras um rendimento ótimo incluem: Cabeamento de fibra LazrSPEED 550 OM4; Conectividade LC para aplicações em série; Conectividade MPO para aplicações em paralelo; Cabeamento U/UTP GigaSPEED XD de Categoria 6A. O projeto da solução deveria contemplar tanto os requerimentos atuais como as necessidades futuras, que podem incluir mais portas, banda larga maior e potenciais mudanças na arquitetura. Previsão do crescimento dos servidores É importante calcular a quantidade de portas dentro de um gabinete, uma linha de gabinetes ou um módulo para determinar a infraestrutura necessária para prestar suporte a essa base de servidores. Assim como ocorre com muitos aspectos do projeto dos data centers, não há um único conjunto de regras que contemple todas as situações; no entanto, saber quais componentes eletrônicos específicos estão instalados atualmente e quais são as expectativas de crescimento e renovação futuros, o ajudarão a planejar com maior eficácia. A quantidade de portas dentro de um gabinete fica limitada por dois fatores: 1. A densidade de potência disponível para o gabinete, a qual pode ser calculada como kw/gabinete (ou rack) e normalmente é de entre 7,5 e kw por gabinete, embora possa chegar a - kw por gabinete nas áreas de alta carga. Outra possibilidade é descrever a densidade de potência conforme a superfície do data center em pés/metros quadrados, considerando que pode haver um gabinete por cada pés quadrados (pouco menos de 2,5 metros quadrados). A quantidade de aparelhos estará limitada pela quantidade de potência disponível para alimentá-los. 2. A quantidade de portas admitidas pelo rack, em função da quantidade de unidades de rack ocupadas por servidor e a quantidade de portas por aparelho. A densidade pode variar muito, já que um servidor típico pode ocupar uma única unidade de rack, enquanto o chassi de um servidor blade pode consumir de a unidades de espaço. Para fins de cálculo, a quantidade máxima de portas será a menor entre a quantidade admitida pelo fornecimento elétrico e a quantidade de unidades de rack disponíveis. Apesar de não ser um padrão, normalmente, seria necessário contar com conexões para um alcance entre 48 e 96 portas no caso de portas de servidores U/UTP de G. Para a mídia, devem ser previstas de a 48 portas por gabinete de servidor. Outro fator que deve ser considerado é a capacidade limitada das bandejas de cabos suspensas. Independente da capacidade calculada em função dos componentes eletrônicos, o normal é que possam ser colocados no máximo 72 cabos de cobre até cada gabinete, já que os cabos troncais de cobre ocupam rapidamente o espaço disponível na bandeja. No caso dos cabos de fibra ótica, que têm um diâmetro menor, não há nenhum problema. É prevista uma densidade muito maior para as aplicações de diretor (director applications) de alta densidade, que costumam usar portas. Os cartões de diretores (director cards) podem admitir de 48 a 64 portas cada um. Considerando que há oito cartões para cada diretor e três diretores para cada gabinete, o cabeamento deve contemplar conexões para mais de 1.0 portas. Como os diretores deixam pouco espaço no rack para os equipamentos passivos, são usadas as opções com maior densidade. As considerações anteriores deveriam servir para justificar algumas das recomendações realizadas ao longo do presente guia de projeto. Embora cada projeto se encontre otimizado para aplicações diferentes, todos têm alguns pontos em comum. Em termos gerais, o presente guia oferece soluções sólidas compatíveis com as tecnologias atuais e de desenvolvimento futuro, e que facilitam o trabalho dos engenheiros, instaladores e administradores do data center. página 4

8 Solução 1: EDA Arquitetura IP EoR Linha única com conexão cruzada Solução de mídia U/UTP de Categoria 6A Os switches são colocados em gabinetes exclusivos para cobrir toda a linha de servidores A conexão cruzada oferece máxima flexibilidade e limita o contato com os componentes eletrônicos Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha Saída a distribuição horizontal (HD) com cabo troncal MPO pré-terminado O cabeamento OM4 e de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch de servidores primário Switch IP primário Capacidade adicional de portas Switch de servidores secundário Switch IP secundário Capacidade adicional de portas LINHA 1 Lista de materiais para uma linha de servidores de gabinetes 48 CPP 0 48 CPP 0* Switch IP Primário capacidade adicional de portas N/A 1 Switch IP Secundário capacidade adicional de portas N/A 1 Switch de servidores primários N/A 1 Switch de canais de servidores secundários N/A 1 Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 480 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 2U 0 0 E KIT 2U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Fila de switch GigaSPEED XD de Categoria 6A 0 InstaPATCH Cu CC2A Kxx Exx xxxxxxxx 48 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZMxxx xxx Bandeja deslizante 0G2 de 1U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPALMBMxxx 2 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 96 Organizador de cabeamento horizontal de 2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de Switch de servidores Switch IP *Replicação direta das portas dos equipamentos 600 mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página 5

9 Solução 2: EDA Arquitetura IP EoR Linha única com interconexão Solução de mídia U/UTP de Categoria 6A Os switches são colocados em gabinetes exclusivos para cobrir toda a linha de servidores A localização no final da linha facilita a administração dos equipamentos de acesso O esquema de interconexão libera espaço nos racks e limita o gasto com componentes Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha Saída do módulo com cabo troncal MPO pré-terminado compatível com Ethernet de G e 0G em distâncias de até 0 metros O cabeamento de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas para G até 0 metros Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch de servidores primário Switch IP primário Capacidade adicional de portas Switch de servidores secundário Switch IP secundário Capacidade adicional de portas LINHA 1 Lista de materiais para uma linha de gabinetes de servidores 48 CPP 0 Switch IP Primário capacidade adicional de portas N/A 1 Switch IP Secundário capacidade adicional de portas N/A 1 Switch de servidores primários N/A 1 Switch de canais de servidores secundários N/A 1 Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 480 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 2U 0 0 E KIT 2U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 1.2 Bandeja deslizante 0G2 de 1U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPALMBMxxx 2 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 96 Organizador de cabeamento horizontal de 2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de Switch de servidores Switch IP 600 mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página 6

10 Solução 3: EDA Arquitetura IP e de Fiber Channel EoR Duas (2) linhas de servidores com conexão cruzada Solução de mídia mista U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 Fibra da Linha 1 (A) Fibra da Linha 2 (A) Fibra da Linha 1 (B) Fibra da Linha 2 (B) LINHA 2 Cobre da Linha 1 Cobre da Linha 2 Os switches são colocados em uma linha exclusiva de gabinetes para cobrir toda a linha de servidores A localização no final da linha facilita a administração dos equipamentos de acesso As soluções IP e FC são colocadas em linhas diferentes A conexão cruzada oferece máxima flexibilidade e limita o contato com os componentes eletrônicos Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha Saída do módulo com cabo troncal MPO pré-terminado compatível com Ethernet de G e 0G em distâncias de até 0 metros O cabeamento OM4 e de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch IP primário Switch IP secundário LINHA 1 Trama A Trama B Lista de materiais para uma linha de gabinetes de servidores 48 CPP 0 48 CPP 0* Switch IP Primário N/A 1 Switch IP Secundário N/A 1 Switch IP Switch de Fiber Channel Primário N/A 1 Switch de Fiber Channel Secundário N/A 1 Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 864 servidores N/A N/A FPP IP 0 de 48 portas FPP IP 8/ de 4U FPP IP / de 4U Kit de painéis Evolve de 2U 0 0 E KIT 2U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 96 Switch de servidores FPP IP / de 4U HCM de 3U Fila de switch GigaSPEED XD de Categoria 6A 0 InstaPATCH Cu CC2A Kxx Exx xxxxxxxx 96 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 2.3 Bandeja deslizante 0G2 de 1U 760 Bandeja 0G2 de 4U 760 Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPALMBMxxx 4 Cabeamento troncal MPO de fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPADMBMxxx 96 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 1.4 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Organizador de cabeamento horizontal de 3U HTK--SS-3U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de *Replicação direta das portas dos equipamentos 600 mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página 7

11 Solução 4: EDA Arquitetura IP e de Fiber Channel EoR Duas (2) linhas de servidores com interconexão Solução de mídia mista U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 Fibra da Linha 1/2 A Fibra da Linha 1/2 B LINHA 2 Cobre da Linha 1 Cobre da Linha 2 Os switches são colocados em gabinetes exclusivos para cobrir toda a linha de servidores A localização no final da linha facilita a administração dos equipamentos de acesso As soluções IP e FC são colocadas em linhas diferentes O esquema de interconexão libera espaço nos racks e limita o gasto com componentes Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha Saída do módulo com cabo troncal MPO pré-terminado compatível com Ethernet de G e 0G em distâncias de até 0 metros O cabeamento OM4 e de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch IP primário Switch IP secundário LINHA 1 Trama A Trama B Lista de materiais para duas (2) linhas de gabinetes de servidores 48 CPP 0 HCM de 3U Switch IP Primário N/A 1 Switch IP Secundário N/A 1 FPP IP 0 de 48 puertos Switch IP Switch de Fiber Channel Primário N/A 1 Switch de Fiber Channel Secundário N/A 1 Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 864 servidores N/A N/A FPP IP / de 4U Kit de painéis Evolve de 2U 0 0 E KIT 2U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 96 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 2.3 Bandeja deslizante 0G2 de 1U 760 Bandeja 0G2 de 4U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPADMBMxxx 4 Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPALMBMxxx 4 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 1.6 Organizador de cabeamento horizontal de 3U HTK--SS-3U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de página 8

12 Solução 5: EDA Arquitetura IP MoR Linha única com conexão cruzada Solução de mídia U/UTP de Categoria 6A Gabinetes de servidores 1- Gabinetes de servidores - Os switches são colocados em gabinetes exclusivos para cobrir toda a linha de servidores A localização no meio da linha limita o comprimento dos cabos de conexão e o espaço ocupado na bandeja de cabos A conexão cruzada oferece máxima flexibilidade e limita o contato com os componentes eletrônicos Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha O cabeamento de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas para G até 0 metros Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch de servidores primário Switch de servidores secundário Switch de servidores primário Switch de servidores secundário Switch IP primário Switch IP secundário Switch IP primário Switch IP secundário Lista de materiais para uma linha de gabinetes de servidores 48 CPP 0 48 CPP 0* Switch IP Primário N/A 2 Switch IP Secundário N/A 2 Switch de servidores Switch IP Switch de Servidor Primário N/A 2 Switch de Servidor Secundário N/A 2 Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 960 servidores N/A N/A *Replicação direta das portas dos equipamentos Kit de painéis Evolve de 2U 0 0 E KIT 2U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Fila de switch GigaSPEED XD de Categoria 6A 0 InstaPATCH Cu CC2A Kxx Exx xxxxxxxx 96 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 2.3 Bandeja deslizante 0G2 de 1U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPALMBMxxx 2 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 96 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página 9

13 Solução 6: EDA Arquitetura IP MoR Linha única com interconexão Solução de mídia U/UTP de Categoria 6A de fibra ótica primário Os switches são colocados em gabinetes exclusivos para cobrir toda a linha de servidores A localização no meio da linha limita o comprimento dos cabos de conexão e o espaço ocupado na bandeja de cabos O esquema de interconexão libera espaço nos racks e limita o gasto com componentes Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha O cabeamento de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas para G até 0 metros Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch IP primário de fibra ótica secundário Switch IP secundário Lista de materiais para uma linha de gabinetes de servidores CPP 0 Switch IP Primário N/A 1 Switch IP Secundário N/A 1 Switch IP Switch de servidores primários N/A 2 Switch de servidores secundários N/A 2 Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 960 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 2U 0 0 E KIT 2U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 96 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 2.3 Bandeja deslizante 0G2 de 1U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPALMBMxxx 2 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 96 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de página

14 Solução 7: EDA Arquitetura IP e de Fiber Channel MoR Linha dupla com conexão cruzada Solução de mídia mista U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 Cobre de 1- Cobre de - Trama A Trama B Os switches são colocados em gabinetes exclusivos para cobrir toda a linha de servidores A localização no meio da linha limita o comprimento dos cabos de conexão e o espaço ocupado na bandeja de cabos A conexão cruzada oferece máxima flexibilidade e limita o contato com os componentes eletrônicos Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha Saída para distribuição horizontal (HD) com cabo troncal MPO pré-terminado O cabeamento OM4 e de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch de servidores primário Switch de servidores secundário Switch IP primário Switch IP secundário Trama A Trama B Lista de materiais para uma linha de gabinetes de servidores Switch IP Primário N/A 1 Switch IP Secundário N/A 1 48 CPP 0 48 CPP 0* Switch de servidores primários N/A 1 Switch de servidores secundários N/A 1 Switch IP Switch de Fiber Channel Primário N/A 1 Switch de Fiber Channel Secundário N/A 1 Switch de servidores FPP IP / de 4U FPP 0 de 1U Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 960 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 1U 0 0 E KIT 1U Kit de painéis Evolve de 2U 0 0 E KIT 2U *Replicação direta das portas dos equipamentos Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Fila de switch GigaSPEED XD de Categoria 6A 0 InstaPATCH Cu CC2A Kxx Exx xxxxxxxx 48 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 Bandeja deslizante 0G2 de 1U 760 Bandeja 0G2 de 4U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAFMBMxxx 4 Cabeamento troncal MPO de 48 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAHMBMxxx 48 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 88 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de página

15 Solução 8: EDA Arquitetura IP e de Fiber Channel MoR Linha única com conexão cruzada Solução de mídia mista U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 Cobre de 1- Cobre de - Trama A/B Os switches são colocados em gabinetes exclusivos para cobrir toda a linha de servidores A localização no meio da linha limita o comprimento dos cabos de conexão e o espaço ocupado na bandeja de cabos O esquema de interconexão libera espaço nos racks e limita o gasto com componentes Grande aproveitamento das portas: os servidores podem ser agregados com facilidade em qualquer lugar da linha Saída para distribuição horizontal (HD) com cabo troncal MPO pré-terminado O cabeamento OM4 e de Categoria 6A é compatível com os requerimentos de distância de linhas Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Switch de servidores primário Switch de servidores secundário Switch IP primário Switch IP secundário Trama A Trama B Lista de materiais para uma linha de gabinetes de servidores 48 CPP 0 Switch IP Primário N/A 1 Switch IP Secundário N/A 1 Switch IP Switch de servidores Switch de servidores primários N/A 1 Switch de servidores secundários N/A 1 Switch de Fiber Channel Primário N/A 1 Switch de Fiber Channel Secundário N/A 1 Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 960 servidores N/A N/A FPP 0 de 1U FPP IP / de 4U Kit de painéis Evolve de 1U 0 0 E KIT 1U Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Bandeja deslizante 0G2 de 1U 760 Bandeja 0G2 de 4U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAFMBMxxx 4 Cabeamento troncal MPO de 48 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAHMBMxxx 48 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 44 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas Gabinete SC U 800x00 NS Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de página

16 Solução 9: EDA Arquitetura de Fiber Channel ToR Linha única com interconexão Solução de fibra OM4 apenas Área de Fiber Channel de SAN Trama A Trama B A arquitetura unificada admite uma rede SAN (Rede de Área de Armazenamento) com Fiber Channel Os switches são colocados na parte superior de cada gabinete para cobrir apenas os servidores hospedados nesse gabinete Admite uma rede SAN (Rede de Área de Armazenamento) com Fiber Channel Fácil administração dos cabos dentro de cada gabinete Aparelho exclusivo por gabinete Escalável: podem ser agregados gabinetes adicionais com facilidade Saída para distribuição horizontal com cabo troncal MPO pré-terminado Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Trama A Trama B Lista de materiais para uma linha de servidores de gabinetes FPP 0 de 1U Switch de Fiber Channel para trama A N/A 1 Switch de Fiber Channel para trama B N/A 1 Switch ToR FPP IP / de 4U Switches ToR 1 por gabinete N/A Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 960 servidores N/A N/A Bandeja deslizante 0G2 de 1U 760 Bandeja 0G2 de 4U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 48 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAHMBMxxx 48 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 44 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página

17 Solução : EDA Arquitetura IP e de Fiber Channel ToR Linha única com gabinetes de servidores Solução de mídia mista U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 Área de IDF (distribuidor intermediário) IP Cobre de 1- Trama A Área de Fiber Channel de SAN Trama B A arquitetura unificada admite uma rede IP assim como uma SAN (Rede de Área de Armazenamento) com Fiber Channel Os switches são colocados na parte superior de cada gabinete para cobrir apenas os servidores hospedados nesse gabinete Admite tanto aplicações Ethernet IP como de Fiber Channel Fácil administração dos cabos dentro de cada gabinete Aparelho exclusivo por gabinete Escalável: podem ser agregados gabinetes adicionais com facilidade Saída para distribuição horizontal com cabo troncal MPO pré-terminado Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Trama A Trama B Lista de materiais para uma linha de servidores de gabinetes 48 CPP 0 Switch de Fiber Channel para trama A N/A 1 Switch de Fiber Channel para trama B N/A 1 Switch ToR FPP IP / de 4U Switches ToR 1 por gabinete N/A Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 9 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 1U 0 0 E KIT 1U Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Bandeja deslizante 0G2 de 1U 760 FPP 0 de 1U FPP IP / de 4U Bandeja 0G2 de 4U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPADMBMxxx 48 Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAFMBMxxx 2 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 44 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página

18 Solução : Módulo de gabinetes Arquitetura unificada Switches de rede que cobrem 4 gabinetes Duas linhas de servidores com interconexão Solução de mídia mista de cobre U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 Cabos de conexão SFP+ para conectividade de servidores Área de IDF IP para OBM/KVM Área de conexão cruzada Cobre de 1- Fibra ótica primária Fibra ótica secundária Ponto centralizado para a infraestrutura Admite IP e Fiber Channel em um mesmo lugar O cabeamento U/UTP de Categoria 6A admite distâncias maiores, de até 0 metros, para Ethernet de G da infraestrutura às linhas de servidores A fibra ótica OM4 admite Ethernet de /0G em até 0 metros e Ethernet de G em até 550 metros A conexão cruzada oferece máxima flexibilidade e limita o contato com os componentes eletrônicos Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão Lista de materiais para duas (2) linhas de servidores de gabinetes Switch ToR CPP 0 de 48 portas Switch de Fiber Channel para trama A 1 1 Switch de Fiber Channel para trama B 1 1 Switches ToR 1 por gabinete N/A Servidores por gabinete X gabinetes capacidade de 960 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 1U 0 0 E KIT 1U FPP IP / de 4U FPP 0 de 1U Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 576 Maço de cabos SFP + CS-SFPPP-0xx Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Bandeja deslizante 0G2 de 1U 760 Bandeja 0G2 de 4U Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de 48 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAHMBMxxx 48 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 44 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS 760 Gabinete SC U 800x00 NS mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de página

19 Ponto centralizado para a infraestrutura Admite IP e Fiber Channel em um mesmo lugar O cabeamento U/UTP de Categoria 6A admite distâncias maiores, de até 0 metros, para Ethernet de G, da infraestrutura às linhas de servidores A fibra ótica OM4 admite Ethernet de /0G em até 0 metros e Ethernet de G em até 550 metros A conexão cruzada oferece máxima flexibilidade e limita o contato com os componentes eletrônicos Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão LINHA DE SERVIDORES 1 LINHA DE SERVIDORES 2 Solução : Switches primários conforme sejam requeridos Portas replicadas de switches Área de IDF IP Cobre de linha de servidores 1 Cobre de linha de servidores 2 EDA IDA ou HDA do núcleo Linha de infraestrutura exclusiva para IP e FC Duas linhas de servidores com conexão cruzada Solução de mídia mista U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 LINHA DE INFRAESTRUTURA 1 Portas replicadas de switches Switches secundários conforme sejam requeridos Área de IDF de Fiber Channel de SAN Trama A para Trama A para Trama B para Trama B para linha de servidores 1 linha de servidores 2 linha de servidores 1 linha de servidores 2 Switch IP primário Switch IP secundário Switch de FC Trama A Switch de FC Trama A Switch de FC Trama B Switch de FC Trama B Lista de materiais para duas (2) linhas de servidores de gabinetes 48 CPP 0 CPP 0 de portas CPP 0 de portas* Switch IP Primário N/A 1 Switch IP Primário N/A 1 Switches de Ethernet N/A 8 Switch de Fiber Channel para trama A N/A 2 Switch de Fiber Channel para trama B N/A 2 Servidores por gabinete X 48 gabinetes capacidade de 1.9 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 1U 0 0 E KIT 1U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Fila de switch GigaSPEED XD de Categoria 6A 0 InstaPATCH Cu CC2A Kxx Exx xxxxxxxx 48 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 Bandeja deslizante 0G2 de 1U Bandeja 0G2 de 4U 760 Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPADMBMxxx 96 Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAFMBMxxx 6 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 48 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS Gabinete SC U 800x00 NS 760 Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de FPP IP / de 4U FPP 0 de 1U FPP IP / de 4U* Switch de Ethernet de 48 portas Switch IP *Replicação direta das portas dos equipamentos 600 mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página

20 Ponto centralizado para a infraestrutura Admite IP e Fiber Channel em um mesmo lugar O cabeamento U/UTP de Categoria 6A admite distâncias maiores, de até 0 metros, para Ethernet de G da infraestrutura às linhas de servidores A fibra ótica OM4 admite Ethernet de /0G em até 0 metros e Ethernet de G em até 550 metros O esquema de interconexão libera espaço nos racks e limita o gasto com componentes Os organizadores de cabeamento horizontal facilitam uma administração organizada e segura dos cabos de conexão LINHA DE SERVIDORES 1 LINHA DE SERVIDORES 2 Solução : Switch IP primário EDA IDA ou HDA do núcleo Linha de infraestrutura exclusiva para IP e FC Duas linhas de servidores com interconexão Solução de mídia mista U/UTP de Categoria 6 e fibra OM4 LINHA DE INFRAESTRUTURA 1 Área de IDF IP Switches primários conforme Switches secundários conforme sejam requeridos Cobre de linha de servidores 1 Cobre de linha de servidores 2 sejam requeridos Switch IP secundário Trama A para linha de servidores 1/2 Área de IDF de Fiber Channel de SAN Trama B para linha de servidores 1 Lista de materiais para duas (2) linhas de servidores de gabinetes FPP 0 de 1U CPP 0 de portas CPP 0 de portas* Switch IP Primário N/A 1 Switch IP Primário N/A 1 Switches de Ethernet N/A 8 Switch de Fiber Channel para trama A N/A 2 Switch de Fiber Channel para trama B N/A 2 Servidores por gabinete X 48 gabinetes capacidade de 1.9 servidores N/A N/A Kit de painéis Evolve de 1U 0 0 E KIT 1U Troncal 0 InstaPATCH Cu (cabeamento U/UTP GigaSPEED XD Plenum) CC2A Bxx Bxx xxxxxxxx 48 Cabos U/UTP 0GSE GigaSPEED XD de Categoria 6A CPCSSX2 0ZM0 Bandeja deslizante 0G2 de 1U Bandeja deslizante 0G2 de 2U Bandeja 0G2 de 4U 760 Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Módulos LC MPO de fibras 0DM LS Cabeamento troncal MPO de fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPADMBMxxx 96 Cabeamento troncal MPO de 96 fibras LazrSPEED 550 FGXMPMPAFMBMxxx 6 Cabos de conexão LC duplex LazrSPEED 550 FEXLCLCMXMxxx 48 Organizador de cabeamento horizontal de 2U HTK--SS-2U Gabinete SC U 600x00 NS Gabinete SC U 800x00 NS 760 Painel lateral de U x /1.000mm, Pack de FPP IP / de 4U Switch IP Switch de Ethernet de 48 portas *Replicação direta das portas dos equipamentos 600 mm = polegadas 800 mm = polegadas mm = polegadas página

Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica

Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica Soluções para Data Centers Os data centers multi-tenant estão transformando as

Leia mais

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada.

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. SYSTIMAX Solutions imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. 1 Toda rede deve ser administrada. A questão é COMO? A visão: Conseguir o sucesso comercial a partir de uma melhor administração de

Leia mais

Nós queremos o seu. Os melhores preços estão aqui. SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise

Nós queremos o seu. Os melhores preços estão aqui. SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise Nós queremos o seu projeto! Consulte-nos! Os melhores preços estão aqui. imvision InstaPATCH 360 Redwood SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise ImVision. Gestão de Infraestrutura. Simplificada O imvision corresponde

Leia mais

Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras. no trabalho

Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras. no trabalho Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras no trabalho Desafios da Infraestrutura de Rede para o setor Financeiro As instituições financeiras são ambientes mais exigentes do normal

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

Cabeamento Estruturado para Data Centers: Conceitos, Técnicas e Tendências

Cabeamento Estruturado para Data Centers: Conceitos, Técnicas e Tendências Cabeamento Estruturado para Data Centers: Conceitos, Técnicas e Tendências Dr. Paulo Sérgio Marin, EE/BSc, MSc. Engenheiro Eletricista Infraestrutura de TI, Telecom & Missão Crítica São Paulo, 20 de agosto

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD Simplificação da TI O Dell série MD pode simplificar a TI, otimizando sua arquitetura de armazenamento de dados e garantindo

Leia mais

Soluções de Infraestrutura de Redes para a Educação

Soluções de Infraestrutura de Redes para a Educação Soluções de Infraestrutura de Redes para a Educação Desafios da Infraestrutura de Redes para a Educação Os educadores de hoje têm uma visão sobre para onde querem levar as suas instituições. Ela consiste

Leia mais

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Abra as portas para o futuro. Com o Controlador de porta em rede AXIS A1001, estamos introduzindo

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Migração para um data center de 40 Gbps com a tecnologia QSFP BiDi da Cisco

Migração para um data center de 40 Gbps com a tecnologia QSFP BiDi da Cisco White Paper Migração para um data center de 40 Gbps com a tecnologia QSFP BiDi da Cisco Resumo Como resultado da consolidação do data center, da virtualização do servidor e de novos aplicativos que exigem

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores REPORT 04 e fevereiro de 2013 INFRAESTRUTURA FÍSICA E DATA CENTERS SUMÁRIO Introdução O que são data centers Padrões construtivos para data centers Sistemas a serem considerados na construção de data centers

Leia mais

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação.

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação. A T7 Solutions Informática e Telecomunicações atua como prestadora de serviços de Infraestrutura de TI e Telecom, com foco no desenvolvimento e implementação de soluções de Infraestrutura, Dados e Voz.

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Aula 1 Ambiente de Data Center Os serviços de comunicação em banda larga estão mais

Leia mais

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a...

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... INNOVA Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... Maximizar o rendimento e a produtividade Estar em conformidade com os padrões de qualidade e garantir a segurança dos alimentos Obter

Leia mais

Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA

Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA Detecção e investigação de ameaças avançadas. INFRAESTRUTURA DESTAQUES A infraestrutura do RSA Security Analytics Arquitetura modular para coleta distribuída Baseada em metadados para indexação, armazenamento

Leia mais

Soluções Uniprise. Dez boas razões para escolher a CommScope. www.commscope.com

Soluções Uniprise. Dez boas razões para escolher a CommScope. www.commscope.com Soluções Uniprise Dez boas razões para escolher a CommScope Gere conexões, não riscos apenas com a CommScope. Aqui na CommScope estamos orgulhosos da nossa rica história, que se remonta à desenvolvimento

Leia mais

Certificação para Parceiros de Canais Axis

Certificação para Parceiros de Canais Axis Axis Communications' Academy Certificação para Parceiros de Canais Axis O mais novo requisito para Parceiros de Soluções também é um dos seus melhores benefícios. Axis Certification Program o padrão mundial

Leia mais

Saúde. Infraestrutura de redes da área da Saúde: Soluções para hoje e para o futuro. Para saber mais, visite o site: www.commscope.

Saúde. Infraestrutura de redes da área da Saúde: Soluções para hoje e para o futuro. Para saber mais, visite o site: www.commscope. Saúde Infraestrutura de redes da área da Saúde: Soluções para hoje e para o futuro Para saber mais, visite o site: www.commscope.com Redes de comunicações: O que está em jogo na sua instituição de saúde?

Leia mais

Aula 4a - Sistemas de Cabeamento

Aula 4a - Sistemas de Cabeamento Aula 4a - Sistemas de Cabeamento Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Sistemas de Cabeamento Uma rede de computadores é um conjunto de recursos inter-relacionados e interligados com o objetivo de formar

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Introdução ao cabeamento

Leia mais

Serviço de Desenho e Implementação de Volume Virtual de HP Storage

Serviço de Desenho e Implementação de Volume Virtual de HP Storage Serviço de Desenho e Implementação de Volume Virtual de HP Storage Serviços HP CarePack Dados técnicos A configuração correta de hardware de armazenamento é crucial para ajudar a melhorar a eficácia dos

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Definição. Definição. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC

Cabeamento Estruturado. Definição. Definição. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC Cabeamento Estruturado Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC Definição Entende-se por rede interna estruturada aquela que é projetada de modo a prover uma infra-estrutura

Leia mais

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 LAN Design LAN Switching and Wireless Capítulo 1 Version 4.0 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 Objetivos do Módulo Compreender os benefícios e do uso de uma organização hierárquica

Leia mais

Normas e Padrões. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Normas e Padrões. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Normas e Padrões Prof. Marciano dos Santos Dionizio Devido à falta de padronização para cabeamento de redes, em 1991 a EIA (Electronics Industries Alliance) e a TIA (Telecomunications Industry Association)

Leia mais

Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com

Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com Hoje em dia, as empresas valorizam mais os resultados. E procuram tecnologia de próxima geração para gerar ganhos tanto na produtividade como

Leia mais

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações Laboratório de Redes. Cabeamento Estruturado Pedroso 4 de março de 2009 1 Introdução EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações de edifícios

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

Aula 4b Elementos da Infraestrutura

Aula 4b Elementos da Infraestrutura Aula 4b Elementos da Infraestrutura Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Elementos de Infra-estrutura São utilizados em projetos de sistemas de cabeamento para estabelecer o tráfego de voz, dados e imagens,

Leia mais

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 23/09/2015. Topologias Lógicas x Topologias Físicas. Cabeamento Não-estruturado aula 26/08

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 23/09/2015. Topologias Lógicas x Topologias Físicas. Cabeamento Não-estruturado aula 26/08 Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO Uma rede de computadores é um conjunto de recursos inter-relacionados e interligados com o objetivo de formar um sistema em comum. PROF. FABRICIO

Leia mais

O DATA CENTER ONDE VOCÊ ENCONTRA A CONFIANÇA QUE EXIGE E A FLEXIBILIDADE QUE PRECISA

O DATA CENTER ONDE VOCÊ ENCONTRA A CONFIANÇA QUE EXIGE E A FLEXIBILIDADE QUE PRECISA O DATA CENTER ONDE VOCÊ ENCONTRA A CONFIANÇA QUE EXIGE E A FLEXIBILIDADE QUE PRECISA A ALOG A ALOG provê e gerencia ambientes de colocation, hosting e cloud computing de alta complexidade e é o primeiro

Leia mais

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ TRIBUTAÇÃO NA NUVEM Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ PROGRAMA 1. INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS APLICÁVEIS 2. PRINCIPAIS OPERAÇÕES E ASPECTOS TRIBUTÁRIOS POLÊMICOS INTRODUÇÃO À

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS Conectividade 6A Linha de Bandejas Ópticas HDX Linha de Racks ITMAX Linha de Racks Fechados Acessórios de Organização Produtos de alta densidade FTP UTP Descarregado Azul/Branco/Bege

Leia mais

PROTEÇÃO PERIMETRAL COMPROVADA NOVO SIMPLICIDADE DE PLATAFORMA ÚNICA.

PROTEÇÃO PERIMETRAL COMPROVADA NOVO SIMPLICIDADE DE PLATAFORMA ÚNICA. SISTEMAS DE DETECÇÃO PERIMETRAL MAIS INTELIGENTES MicroPoint II Sistema de Detecção em Cercas MicroTrack II Sistema de Detecção de Cabo Enterrado MicroWave 330 Barreira de Microondas Digital PROTEÇÃO PERIMETRAL

Leia mais

A ESCOLHA CERTA. UM PARCEIRO QUE SE IMPORTA COM VOCÊ. Serviços Inteligentes

A ESCOLHA CERTA. UM PARCEIRO QUE SE IMPORTA COM VOCÊ. Serviços Inteligentes Serviços Inteligentes UM PARCEIRO QUE SE IMPORTA COM VOCÊ. Oferecemos 100 anos de liderança na inovação de imagens e em TI na área de saúde. Nossa equipe de serviços em todo o mundo trabalha junto com

Leia mais

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. CABEAMENTO ESTRUTURADO- PARTE II Cada nível do subsistema estudado no capítulo anterior foi regulamentado por normas que visam padronizar

Leia mais

Normalização Conceitos & Atualização

Normalização Conceitos & Atualização Normalização Conceitos & Atualização Prof. Dr. Paulo Sérgio Marin, Engº. Engenheiro Eletricista marin@paulomarin.com São Paulo 17/10/2013 Minhas Credenciais Prof. Dr. Paulo Marin, Engº. Estudos de pós-doutorado

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Norma 568

Cabeamento Estruturado. Norma 568 Cabeamento Estruturado Norma 568 1 Resumo Evolução da Norma; Onde e como utilizar a norma; Conhecer como a norma ANSI/EIA/TIA 568B está dividida em subsistemas; D e s c r e v e r a s c a r a c t e r í

Leia mais

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com. 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.br RESUMO A tele-medição de

Leia mais

ISO 9001:2008. Alterações e Adições da nova versão

ISO 9001:2008. Alterações e Adições da nova versão ISO 9001:2008 Alterações e Adições da nova versão Notas sobe esta apresentação Esta apresentação contém as principais alterações e adições promovidas pela edição 2008 da norma de sistema de gestão mais

Leia mais

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) JUNHO/2011 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA NORMAS AMERICANAS EIA/TIA EIA/TIA 568-B: Commercial Building Telecomunications Cabling Standard Essa norma de 2001 é a revisão da norma EIA/TIA 568-A de

Leia mais

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio 2 Access Professional Edition: a solução de controle de acesso ideal para empresas de pequeno e médio porte

Leia mais

Introdução Sistemas de Cabeamento Estruturado

Introdução Sistemas de Cabeamento Estruturado Introdução Sistemas de Cabeamento Estruturado Criação de SCE para integração entre diversos sistemas: dados, voz, imagem Linhas telefônicas transportam dados, voz e imagem em altas velocidades Redes de

Leia mais

Conceitos Básicos de Switching e Roteamento Intermediário

Conceitos Básicos de Switching e Roteamento Intermediário Estudo de Caso Conceitos Básicos de Switching e Roteamento Intermediário Cisco Networking Academy Program CCNA 3: Conceitos Básicos de Switching e Roteamento Intermediário Visão geral e objetivos O seguinte

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 45/2014 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 45/2014 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento Referência: Pregão Eletrônico n. 45/2014 Data: 06/3/2015 Objeto: Registro de Preços para fornecimento de equipamentos, componentes de solução de rede local, incluindo instalação

Leia mais

GUIA DE RECOMENDAÇÃO PARA DATACENTER. Soluções Furukawa para Data Center. Data Center. Estrutura e Topologia

GUIA DE RECOMENDAÇÃO PARA DATACENTER. Soluções Furukawa para Data Center. Data Center. Estrutura e Topologia Soluções Furukawa para Data Center Seja qual for a aplicação utilizada em seu Data Center, a Furukawa oferece soluções metálicas e ópticas e de infraestrutura para que você se preocupe somente com o seu

Leia mais

AGENDA. Conceitos. Por que o Laserway? Estudo de casos. Normas e Associações. Conclusões

AGENDA. Conceitos. Por que o Laserway? Estudo de casos. Normas e Associações. Conclusões CASES LASERWAY AGENDA Conceitos Por que o Laserway? Estudo de casos Normas e Associações Conclusões CONCEITOS A solução LASERWAY Furukawa é 100% óptica e integra cabling, equipamentos e acessórios para

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

Data Center Novas Tendências. Florianópolis 10 de outubro de 2013

Data Center Novas Tendências. Florianópolis 10 de outubro de 2013 Data Center Novas Tendências Florianópolis 10 de outubro de 2013 Está tudo crescendo tão rápido que tenho dúvidas se a infraestrutura de cabeamento do meu DC é capaz de suportar as novas velocidades de

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Administração Euber

Leia mais

Projetos de Infraestrutura e Soluções Tecnológicas www.msitelecom.com.br

Projetos de Infraestrutura e Soluções Tecnológicas www.msitelecom.com.br Projetos de Infraestrutura e Soluções Tecnológicas www.msitelecom.com.br Índice 1. MSI Telecom 2. Soluções e Serviços 3. Parceiros 4. Principais Clientes 5. Alguns de nossos Projetos A MSI Telecom A MSI

Leia mais

Introdução aos sistemas de cabeamento estruturado

Introdução aos sistemas de cabeamento estruturado Introdução aos sistemas de cabeamento estruturado Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Histórico No início da década de 80 os sistemas Mainframe dominavam o mercado. Surgem os conceitos de "Networking"

Leia mais

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos Eficiência operacional no setor público Dez recomendações para cortar custos 2 de 8 Introdução Com grandes cortes no orçamento e uma pressão reguladora cada vez maior, o setor público agora precisa aumentar

Leia mais

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado GE Intelligent Platforms Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado Na vanguarda da evolução da automação industrial. Acreditamos que o futuro da automação industrial seguirá o mesmo

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

Preparando a Infraestrutura Física de Data Centers de Recebimento para Consolidação

Preparando a Infraestrutura Física de Data Centers de Recebimento para Consolidação Preparando a Infraestrutura Física de Data Centers de Recebimento para Consolidação White Paper 175 Revisão 1 Por Neil Rasmussen > Sumário Executivo A consolidação de um ou mais data centers em um data

Leia mais

BUSINESS PARTNER EMC SERVICES PARTNER PROGRAM ESCOLHA. FLEXIBILIDADE. OPORTUNIDADE.

BUSINESS PARTNER EMC SERVICES PARTNER PROGRAM ESCOLHA. FLEXIBILIDADE. OPORTUNIDADE. BUSINESS PARTNER EMC SERVICES PARTNER PROGRAM ESCOLHA. FLEXIBILIDADE. OPORTUNIDADE. TRANSFORME SEU RELACIONAMENTO COM O CLIENTE E SUA RENTABILIDADE O EMC Services Partner Program fornece aos parceiros

Leia mais

Serviço HP SAN Deployment

Serviço HP SAN Deployment Informações técnicas Serviço HP SAN Deployment Serviços HP Care Pack O serviço HP SAN Deployment fornece a instalação e a configuração de sua rede de área de armazenamento (SAN). A HP oferece três níveis

Leia mais

Gerenciamento inteligente de dados

Gerenciamento inteligente de dados Gerenciamento inteligente de dados Sanjeet Singh Grupo de produtos de armazenamento de dados da Dell ÍNDICE Índice RESUMO EXECUTIVO... 3 O GERENCIAMENTO DE DADOS DE HOJE... 3 VISÃO DA DELL: IDM... 4 OBJETIVOS

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 6 Cabeamento Residencial Cabeamento residencial Sistema que integra os serviços de telecomunicações em uma residência: Rede local de computadores, acesso à internet, controle

Leia mais

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS)

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Hoje é fundamental para as empresas poder contar com recursos de comunicação, mobilidade, flexibilidade

Leia mais

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo.

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Desafios da vigilância por vídeo hoje O mercado de vigilância por vídeo está crescendo, impulsionado por preocupações de segurança

Leia mais

Redes de Computadores. Cabeamento Estruturado

Redes de Computadores. Cabeamento Estruturado Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 4 Propriedades desejadas de um sistema de cabeamento estruturado: Máxima independência na tecnologia de acessos a redes. Maior adequação à

Leia mais

acesse: vouclicar.com

acesse: vouclicar.com Transforme como sua empresa faz negócios, com o Office 365. Vouclicar.com A TI chegou para as pequenas e médias empresas A tecnologia é hoje o diferencial competitivo que torna a gestão mais eficiente,

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700.

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700. ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700. LOTE 1 (Único) 1 8 Disco FC de 300 GBytes, 4 Gbps, 15 Krpm E-DDM. Tecnologia Fibre Channel Enhanced Disk Drive Modules;

Leia mais

ATA de Registro de Preço. Chip & Cia. Visão Resumida

ATA de Registro de Preço. Chip & Cia. Visão Resumida ATA de Registro de Preço Chip & Cia Visão Resumida Critérios Básicos para Adesão Para que sejam aceitos pedidos de adesão os critérios mínimos abaixo deverão ser respeitados: 1. Deverão ser observados

Leia mais

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta DIMETRA IP Compact uma solução TETRA completa e compacta MOTOROLA - SEU PARCEIRO DE TECNOLOGIA CONFIÁVEL E ATUANTE Uma herança que dá orgulho As soluções TETRA da Motorola alavancam mais de 75 anos de

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI

PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI Curso: Formação para certificação MCSA em Windows Server 2012 Prepara para as provas: 70-410, 70-411 e 70-412 Em parceria com Pág. 1 Objetivo Adquirindo a formação

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Principais diferenciais do Office 365

Principais diferenciais do Office 365 Guia de compras O que é? é um pacote de soluções composto por software e serviços, conectados à nuvem, que fornece total mobilidade e flexibilidade para o negócio. Acessível de qualquer dispositivo e qualquer

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento O cabeamento horizontal Compreende os segmentos de cabos que são lançados horizontalmente entre as áreas de trabalho e as salas de telecomunicações

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O BlackBerry Mobile Voice System (BlackBerry MVS) leva os recursos do telefone do escritório aos smartphones BlackBerry. Você pode trabalhar

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados Página 1 de 10 Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÃO PROPOSTA 5 DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS INCLUSOS 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS

Leia mais

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Tipo do Produto Cabo Óptico Pré-Conectorizado Descrição Cabo Óptico de construção tipo " tight buffer" (indoor ou indoor/outdoor) ou cordão multifibra (somente indoor)

Leia mais

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Relatório elaborado sob contrato com a EMC Corporation Introdução A EMC Corporation contratou a Demartek para realizar uma avaliação

Leia mais

Dispositivos Cisco FirePOWER 8000 Series

Dispositivos Cisco FirePOWER 8000 Series Data Sheet Dispositivos Cisco FirePOWER 8000 Series Resumo do produto É difícil encontrar um dispositivo de segurança de rede com o rendimento, as opções de interface e a proteção contra ameaças ideais

Leia mais

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 1 SYMANTEC UNIVERSITY PARA PARCEIROS... 1 TREINAMENTO... 2 SERVIÇO DE INFORMAÇÕES... 4 COLABORAÇÃO... 5 Informações

Leia mais

Maio. Soluções para Centro de Dados Rexel Solutions

Maio. Soluções para Centro de Dados Rexel Solutions Maio Rexel Solutions 2 Indíce 1_Centro de Dados 2_Conceitos 3_Soluções para CD 4_Segurança dos CD 5_A nossa Missão 6_Proximidade com o Cliente 7_Marcas 8_ExpoRexel - Fabricantes 1_Centro de Dados 3 O coração

Leia mais

Programas de atendimento ao cliente SureService. Aumente sua vantagem competitiva e a lucratividade de seus negócios

Programas de atendimento ao cliente SureService. Aumente sua vantagem competitiva e a lucratividade de seus negócios Programas de atendimento ao cliente SureService Aumente sua vantagem competitiva e a lucratividade de seus negócios Suporte sob medida para se ajustar perfeitamente Aumente a eficiência, corte custos,

Leia mais

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One.

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Neste tópico, responderemos à pergunta: O que é o Business One? Definiremos o SAP Business One e discutiremos as opções e as plataformas disponíveis para executar

Leia mais

Considerações para o sucesso de um investimento em sistemas AS/RS

Considerações para o sucesso de um investimento em sistemas AS/RS Considerações para o sucesso de um investimento em sistemas AS/RS Escolha o melhor fornecedor de sistemas e tecnologia e ganhe flexibilidade, rendimento e eficiência operacional automação que traz resultados

Leia mais

redes, infraestrutura e telecom

redes, infraestrutura e telecom redes, infraestrutura e telecom Integração de soluções, projetos, implementação e manutenção de redes, infraestrutura de TI e telecom para empresas de grande e médio portes. SERVIÇOS redes, infraestrutura

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

Expansores de transmissão por Ethernet via cabo de cobre

Expansores de transmissão por Ethernet via cabo de cobre Expansores de transmissão por Ethernet via cabo de cobre Transmissão por Ethernet via cabo coaxial ou cabo Cat5 existente CopperLine é uma tecnologia avançada e exclusiva que expande redes de transmissão

Leia mais

IP Communications Platform

IP Communications Platform IP Communications Platform A Promessa de Convergência, Cumprida As comunicações são essenciais para os negócios mas, em última análise, estas são conduzidas a nível pessoal no ambiente de trabalho e por

Leia mais

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia.

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A EMPRESA A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A experiência da Future Technology nas diversas áreas de TI disponibiliza aos mercados público

Leia mais

Serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution Installation and Startup

Serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution Installation and Startup Serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution Installation and Startup HP Technology Services O serviço HP StoreEasy 1000/3000 and X1000/3000 Network Storage Solution fornece a

Leia mais

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso O switch Industrial Ethernet Cisco Catalyst 2955 garante a confiabilidade o determinismo e a segurança fundamentais para uma rede de controle de produção. A confiabilidade é obtida evitando que PLCs e

Leia mais

Suporte de alto nível, equipe atualizada e a qualidade dos equipamentos HP.

Suporte de alto nível, equipe atualizada e a qualidade dos equipamentos HP. Suporte de alto nível, equipe atualizada e a qualidade dos equipamentos HP. Av. Paulo VI, 1.922 Perdizes São Paulo - SP Tel.: (11) 3875.1000 www.mpesolucoes.com.br POR QUE CONTRATAR OS SERVIÇOS DA MPE

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

BIG-IP Gerenciamento de Tráfego de Aplicativos. Guia de Dimensionamento da Plataforma Versão 9.2.2

BIG-IP Gerenciamento de Tráfego de Aplicativos. Guia de Dimensionamento da Plataforma Versão 9.2.2 BIG-IP Gerenciamento de Tráfego de Aplicativos Guia de Dimensionamento da Plataforma Versão 9.2.2 Guia de Dimensionamento da Plataforma Resumo de Recomendação de Plataformas Plataformas 8400, 6800 e 6400

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Projetados para inteligência, segurança e confiabilidade Centros de controle de motores e distribuição de cargas de alto desempenho que atendem

Leia mais