Ações de Imprensa em 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ações de Imprensa em 2010"

Transcrição

1

2

3 Ações de Imprensa em 2010 segunda onda da pandemia do SAMU avanço de doenças endêmicas com o maior número de casos no mundo tabagismo

4 no país e outras drogas

5 da Opas dos brasileiros Brasil Econômico

6 parceria contra a tuberculose

7

8 Popular dos hospitais federais no Rio de Janeiro

9 com transferência de tecnologia Brasil campanha nacional de combate à doença dos brasileiros

10

11

12 C A M P A N H A Influenza: Prevenção Presente em todos os países do mundo, a gripe Influenza é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus transmissível de uma pessoa para outra, por via respiratória. Há pelo menos 400 anos, esse vírus vem causando epidemias e, eventualmente, pandemias. Em 11 de junho de 2009, a Organização Mundial da Saúde admitiu oficialmente a ocorrência de uma pandemia de gripe causada por um novo subtipo A (H1N1). Preocupado em deter o avanço da doença no país, o Ministério da Saúde desenvolveu não só uma campanha de vacinação, mas também uma campanha de prevenção. A ideia era apresentar não apenas a vacina como uma arma poderosa que o Estado coloca a serviço da população, mas também conscientizar que a participação de todos era fundamental. O conceito Gripe. Quanto mais prevenção, mais proteção. foi criado tendo como suporte um grande inventário de peças como filmes, spots, anúncios, cartazes e mobiliário urbano, além de ações promocionais. Foi utilizado um recurso visual que demonstrava a presença do vírus nas situações mais cotidianas. A constatação dessa realidade era o argumento necessário para mudar o comportamento das pessoas por meio da adoção de hábitos higiênicos muito simples, como, por exemplo, lavar as mãos regularmente. Mas a contribuição mais importante da campanha foi a mudança de percepção de que a responsabilidade pela saúde pública está nas mãos de cada um.

13 Filme 1 30 Filme 2 30 Filme 3 30 Praguinha Anúncios

14 Flyer Mobiliários Urbanos Banners Cartaz

15 C A M P A N H A Hanseníase O Brasil vem reduzindo sistematicamente os casos de hanseníase. Essa diminuição pode ser observada por meio do número de casos novos em menores de 15 anos, que podem estar transmitindo a doença na família e na vizinhança, silenciosamente. Esse é o principal indicador de monitoramento da endemia, porque permite detectar focos de transmissão ativa da doença. E o resultado é animador. Em um período de 5 anos, foi constatada uma sensível diminuição, da ordem de 25%. A tendência de queda no registro de casos novos nessa faixa etária é consistente. Contudo, é preciso intensificar as parcerias e as ações de comunicação e educação, no sentido de divulgar os sintomas da doença, a disponibilidade do seu tratamento e a possibilidade de cura. Devido à resposta positiva da população nos anos anteriores, o Ministério da Saúde utilizou a mesma estratégia com a campanha publicitária da linha Saúde É Bom Saber, na qual dúvidas comuns sobre a doença são esclarecidas de forma objetiva e prática. Soma-se à participação de personagens reais dando seus testemunhos de como, onde e por que conseguiram vencer a hanseníase. Diversas peças, como folhetos informativos para a população e folhetos para os profissionais de saúde e agentes comunitários, filmes para TV, spots para rádio e cartazes foram desenvolvidas, veiculadas e distribuídas para diminuir a desinformação que ainda persiste no país

16 Filme 30 Folder Cartaz

17 C A M P A N H A Crack Dando continuidade ao trabalho iniciado no final de 2009, o Ministério da Saúde manteve os seus esforços no sentindo de combater o consumo do crack. O que antes era visto como uma droga de meninos de rua e população de baixa renda, começa agora a invadir toda a sociedade brasileira e a se materializar como um sério problema de saúde pública. Na segunda fase da campanha de prevenção, levada a cabo pelo Ministério da Saúde, foram trabalhados os aspectos invasivos da droga no âmbito familiar e o impacto da mesma sobre os membros dessa família. Porém, assim como ocorre na vida real, as peças abordaram a situação como um fato futuro, consequência de uma decisão errada, mas que pode ser revertida. Para todos, sem exceção, sempre há a opção de dizer não para o crack. Mostrar de forma dramática um dos possíveis destinos de quem opta pelo caminho da droga foi o recurso escolhido para enfatizar o lado nefasto do crack. A campanha nessa fase também teve suporte de jingles, que foram desenvolvidos inicialmente como músicas para serem executadas nas rádios.

18 Filme 1 30 Filme 2 30 COM O CRACK, VOCÊ PERDE TUDO O QUE TEM. SÓ O QUE SOBRA É O PRÓPRIO CRACK. O crack tem alto potencial de levar a dependência em pouco tempo. Em até 12 segundos, esta droga atinge o sistema nervoso, provocando efeitos rápidos e passageiros de euforia e agitação. Mas, após cinco minutos, o efeito diminui, causando depressão e fi ssura - a necessidade de mais uma pedra. Um dependente pode consumir mais de 10 pedras por dia. E, consumido em grande quantidade, o crack pode causar paranoia e até levar à morte. Converse sobre o assunto com familiares, amigos e outras pessoas que você conhece. Afi nal, o crack é um problema de todos nós. Se precisar, peça ajuda. Ligue ou acesse Nunca experimente o crack. Ele causa dependência e mata. Anúncios

19 C A M P A N H A Empreendedor Individual A Previdência Social é um seguro que garante a renda do contribuinte e de sua família em casos de doença, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice, com benefícios diversos, como o salário-maternidade, salário-família, auxílio-reclusão, reabilitação profissional, perícia médica, auxílio-doença, auxílio-acidente, pensão por morte, aposentadoria por invalidez e aposentadoria por tempo de serviço. Ela é, atualmente, o maior instrumento distribuidor de renda do Brasil, atendendo diretamente mais de 25 milhões de pessoas e, indiretamente, outras 55 milhões. Ao contribuir para a Previdência Social, o segurado tem direito aos benefícios oferecidos por meio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que alcança mais de 80 milhões de pessoas, o que representa mais de 45% da população. Entretanto, muitos brasileiros ainda trabalham informalmente, sem qualquer tipo de registro. Isso é ruim para todos. Para o país, que tem o seu desenvolvimento limitado, e para os trabalhadores, que ficam sem acesso a muitos benefícios, como a própria Previdência Social, entre outras tantas vantagens que só o segurado contribuinte tem. Pensando em mudar esse cenário, foi criado o Programa Empreendedor Individual. O objetivo era facilitar a formalização de 11 milhões de brasileiros, homens e mulheres, que vivem de pequenos negócios ou da prestação de serviço. Vale destacar que esse tipo de regularização profissional tem influência direta e efetiva na saúde pública do país. Afinal, trabalhadores que exercem os ofícios dentro da regularidade contam com benefícios que lhe asseguram uma vida mais saudável e têm a garantia de, em caso se doença, não ficarem e nem deixarem desamparados seus familiares. Para divulgar o programa e atingir a meta de um milhão de adesões em 2010, os ministérios da Saúde e da Previdência Social realizaram uma campanha de veiculação nacional com anúncios, spots e filme de

20 Filme 30 Anúncio Anúncio

21 C A M P A N H A Carnaval: Prevenção Aids Segundo pesquisas realizadas pelo Programa Nacional DST/Aids do Ministério da Saúde, os jovens são bem informados sobre a importância do preservativo como forma de evitar a aids, porém, não se sentem vulneráveis à doença, e isso faz com que o uso do preservativo acabe assumindo um papel menos importante do que deveria. Mesmo com um percentual de utilização na primeira transa considerado bom (61%), o fato é que, tratando-se de prevenção contra a aids, esse número deveria ser o mais próximo possível dos 100%. O jovem precisa incorporar o preservativo de forma mais contundente à sua vida sexual. Pensando nesse desafio, a campanha do Ministério da Saúde para o Carnaval de 2010 teve como público prioritário os jovens. A ação deveria falar com todos, mas trouxe dois públicos prioritários, as mulheres jovens e os jovens HSH homens que fazem sexo com outros homens. Isso porque, por diferentes motivos, esses dois grupos foram os que apresentaram maior aumento nos números de casos. A campanha de comunicação trouxe uma inovação: foi dividida em duas etapas, durante e depois do carnaval. Na primeira fase, foi enfatizado o uso do preservativo, com peças específicas voltadas para os públicos mencionados. Na segunda fase, com o término do carnaval, o objetivo foi estimular a testagem do HIV. Nessa etapa, as peças tinham um enfoque mais amplo e eram voltadas para o público em geral. O lado inusitado da campanha estava na protagonista de todas as fases, a camisinha, que ganhou vida, atitude e voz, dublada pela atriz Luana Piovani. O conceito da campanha trabalhou em harmonia com o comportamento dos jovens de hoje estipular juízo de valor, colocando o preservativo como peça fundamental de qualquer relação: Camisinha, com amor, paixão ou só sexo mesmo. Use sempre. Filmes para TV, spot de rádio, mídia exterior, além de cartazes e folders informativos, fizeram o enxoval de peças da campanha.

22 Filme 1 30 Filme 2 30 Mobiliários Urbanos Filme 3 30 Folders Cartaz

23 C A M P A N H A Dengue 2009/2010 A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde estima que 2,5 bilhões de pessoas estão sob risco de contrair dengue e que ocorram anualmente cerca de 50 milhões de casos. O Brasil apresenta, ainda, mais um fator favorável ao mosquito transmissor da dengue: o clima tropical. Por isso mesmo, os esforços contra a doença devem ser contínuos, batendo sempre nas teclas da mobilização e prevenção. Afinal, todos devem estar sempre unidos e alertas para que o trabalho e investimento não sejam em vão. Entre os meses de agosto e setembro de 2009, foi realizada uma pesquisa em alguns estados brasileiros para avaliar o entendimento da população sobre a mais recente campanha de combate à dengue. Entre outras coisas, esse estudo mostrou que o espírito de mobilização e coletividade deveria ser seguido, visto que a dengue é um problema de todos e, consequentemente, todos devem trabalhar juntos para combatê-la. A logomarca também foi bem avaliada, não só pelo seu formato, que lembra um alvo, como também por suas cores atraentes, fortes e quentes. Com base nessa pesquisa, e apoiado no cenário positivo de redução de 50% nos casos da doença em todo o país, foi planejada a nova campanha de combate à dengue para o período 2009/2010. O conceito continuou o mesmo: Brasil unido contra a dengue. A mobilização também permaneceu norteando as ações, porém, agora dando ainda mais ênfase à gravidade da doença. Dessa forma, a nova campanha, que contou com um investimento de mais de R$ 22,8 milhões, tinha no selo/marca Brasil unido contra a dengue o grande destaque e a população mobilizada como o grande herói dessa batalha. Um grande diferencial foi o carimbo Dengue Mata. Foi ele que deu o tom de seriedade do problema e deixou toda a comunicação mais impactante.

24 Mobiliário Urbano Anúncios Outdoor Busdoor

25 C A M P A N H A Tuberculose Em 2009, o Brasil reduziu a incidência da tuberculose e melhorou sua posição na lista das 22 nações que concentram 80% dos casos da doença no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse excelente resultado pode ser atribuído a uma série de ações desenvolvidas pelo Ministério da Saúde, que classificou o enfrentamento da doença como prioridade absoluta. A criação do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, PNCT, e a descentralização do atendimento ao paciente, realizada em parceria com estados e municípios, promoveram um rigoroso combate à doença em todo o país. No entanto, para que tais iniciativas permaneçam apresentando um balanço positivo, era preciso dar continuidade ao trabalho de informação e esclarecimento à população. Mais uma vez, uma campanha publicitária foi reforçada, abordando o tema tuberculose dentro da linha Saúde É Bom Saber. Nesse formato já consagrado com perguntas e respostas, foram produzidos filmes, spots, folhetos e cartazes que estimulavam não apenas o tratamento, mas, também, a prevenção e o controle da doença

26 Filme 30 Folder Cartaz

27 C A M P A N H A Influenza: Vacinação Quando o assunto é vacinação, o mundo todo reconhece a saúde pública do Brasil. Nosso país está livre da varíola, poliomielite e sarampo. Realizamos também a maior campanha contra rubéola do mundo. Mas, em 2009, uma nova variação do vírus da gripe, a Influenza H1N1, deixou o mundo inteiro em alerta. Era preciso se prevenir. Enquanto a vacina não havia sido desenvolvida, o Ministério se pautou em conscientizar a população das formas de contágio e prevenção da doença. Passado este período, depois da vacina estar disponível, havia chegado a hora de vacinar os brasileiros. Seguindo todas as recomendações da OMS quanto aos grupos de risco a serem vacinados, a campanha de vacinação começou. Usando o conceito Quanto mais prevenção, mais proteção, a comunicação utilizou personalidades conhecidas para se aproximar ainda mais do público. A campanha foi dividida em duas fases. A primeira, focada em esclarecimento e preparação, teve a participação do ator Marco Nanini. A segunda fase teve como objetivo convocar os grupos específicos de vacinação. Para as grávidas, foi escolhida a atriz Vanessa Giácomo, que estava no fim de sua primeira gestação. Para os portadores de doenças crônicas, falou o ator Rodrigo Lombardi, que tinha alto apelo popular por causa de seu papel na novela de maior sucesso na época. Para as crianças de 6 meses a 2 anos, foi escolhida a atriz Ingrid Guimarães, que apareceu acompanhada de sua filha de um ano de idade. Quem falou para os jovens de 20 a 29 anos foi a atriz Fernanda Paes Leme. Para os idosos portadores de doenças crônicas, contamos com a participação do casal Paulo Goulart e Nicete Bruno, que também protagonizou a campanha de vacinação de idosos contra a gripe comum, realizada durante o mesmo período. E, por fim, para o público adulto de 30 a 39, foi escolhido o carismático ator Leandro Hassum. Em paralelo, durante as duas fases da campanha, foram veiculados comerciais com o médico Drauzio Varela esclarecendo dúvidas da população. A extensa campanha contou com diversos filmes, spots para rádio, anúncios em jornais e revistas e mobiliários urbanos, além de peças para públicos específicos, como os profissionais de saúde. O Ministério também se mobilizou para informar a população indígena, usando, para isso, o rádio amador, fazendo comunicados em língua indígena para diversas aldeias. E graças a todos esses esforços de comunicação, dos profissionais e parceiros, esta se tornou a maior campanha de vacinação contra a Influenza H1N1 do mundo.

28 Preparação / Esclarecimento Filme 30 Convocação Idosos com Doenças Crônicas Filme 30 Convocação Crianças Filme 30 Convocação Adultos de 30 a 39 anos Filme 30 Convocação Gestantes Filme 30 Perguntas e Respostas Filme 30 Convocação Doentes Crônicos Filme 30 Informativo Filme 30 Convocação Jovens de 20 a 29 anos Filme 30 Comunicado Filme

29 Anúncios Mobiliários Urbanos Folder

30 Cartaz Mobiliário Urbano Outdoor Banners

31 C A M P A N H A Hipertensão Apesar de todos os esforços realizados no sentido de esclarecer e chamar a atenção para os perigos da hipertensão, dados recentes apontam que a doença tem avançado no país. Em 2006, 21,5% da população apresentava os sintomas e, em 2009, esse número passou para 24,4%. Entre as causas apontadas para esse aumento, além das questões genéticas, são determinantes a alimentação com baixo consumo de frutas e verduras e o alto consumo de carnes gordas e refrigerantes, além de um modo de vida sedentário sem a prática de atividade física. Ou seja, o controle da doença, que não tem cura, depende muito mais da mudança de certos hábitos do que do atendimento médico. Diante de tal problema, o Ministério da Saúde realizou uma campanha publicitária com duas linhas criativas: a primeira está centrada na prevenção da doença, explorando o conceito Prevenir a hipertensão é uma escolha. Só depende de você. Filmes, anúncios, cartazes, folder, banner e jingle foram produzidos com o objetivo de conscientizar sobre a necessidade da adoção de hábitos saudáveis, como reduzir o sal, praticar atividades físicas, controlar o peso e medir a pressão. A segunda campanha é voltada para os hipertensos e foi desenvolvida num formato já consagrado, dentro da linha Saúde É Bom Saber, dando ênfase ao controle da doença e ao seu tratamento. Cartazes, anúncios, folder e banner foram criados abordando o assunto de forma didática e bem explicativa.

32 Escolhas Prevenção Saúde é bom saber! Filme 30 Cartaz Banner Cartaz Folder Folder Anúncio

33 C A M P A N H A Licença Maternidade Em 2008, foi sancionada a lei nº /08, que altera a licença-maternidade de quatro para seis meses, em caráter facultativo, para as trabalhadoras da iniciativa privada e da administração pública federal. A lei criou o Programa Empresa Cidadã. O Programa Empresa Cidadã foi regulamentado em janeiro de Com ele, todas as empresas privadas tributadas com base no lucro real podem aderir à licença-maternidade de seis meses. Elas recebem incentivos fiscais do Governo Federal correspondentes aos dois meses a mais de licença. Não são apenas as empresas que são sensíveis a números. Suas funcionárias também. Assim, a partir de um raciocínio lógico, a campanha mostra como a mudança de 120 para 180 dias de licença faz diferença para a mulher, seu filho e, consequentemente, para a empresa em que ela trabalha. Uma cadeia produtiva onde o bem-estar e a segurança de um influenciam diretamente no bom funcionamento do outro. Por isso, o conceito usado foi: Licença-maternidade de 6 meses. Faz bem para a sua funcionária, faz bem para a sua empresa. A campanha foi composta por comercial para TV, spot de rádio, peças de internet, anúncio em jornais e revistas, marketing para empresários, cartazes para gestantes e elevamídia.

34 Filme 30 Cartaz Anúncios

35 C A M P A N H A Vila Saúde A Vila Saúde é um lugar como muitos outros no Brasil, cheio de gente batalhadora e que está sempre de bem com a saúde. Em seu dia a dia, a Vila passa por situações que nos ensinam, de uma forma bem divertida, como lidar com os mais variados assuntos de saúde. Em 2010, junto com novos moradores, novas situações chegaram à Vila, trazendo ainda mais informação para o brasileiro. Os temas, novamente, traziam assuntos em evidência: Vacinação, SAMU e UPA, Brasil Sorridente e Estratégia Saúde da Família. Mas, dessa vez, o projeto foi além e tratou também de um assunto bastante polêmico, as Drogas. Todos os episódios foram exibidos voluntariamente em parceria com TVs, circuitos internos de televisão, escolas, sindicatos, entidades de classe, grupos comunitários etc.

36 Brasil Sorridente Filme 5 Vacinação Filme 5 Drogas Filme 5 Saúde da Família Filme 5 UPA e SAMU Filme

37 C A M P A N H A UPA 24h / SAMU 192 O Brasil possui o maior sistema público de saúde do mundo. Daí a complexidade em seu gerenciamento e também a necessidade de estar sempre atento na busca de soluções para reduzir as deficiências e aprimorar o atendimento à população. Para desafogar os hospitais e atender às urgências com agilidade e eficiência, o Governo Federal está implementando as Unidades de Pronto Atendimento UPAs 24h. Equipes especializadas atendem a todos os casos de urgência e emergência, inclusive os encaminhados pelo SAMU 192. Na UPA 24h, os pacientes são avaliados e classificados quanto ao seu risco. Os mais graves, primeiro. Para divulgar os serviços de urgência e emergência, e explicar à população como, onde e quando utilizá-los, foi criada uma campanha publicitária. Com conceito simples e direto, explicita o diferencial na prontidão do atendimento: UPA 24h e SAMU 192. Sempre a postos para atender às urgências explorado em filmes, spots, anúncios, mobiliário urbano, outdoor, cartaz, folder, hotsite e banners de internet. Cada peça seguiu uma linguagem própria e adequada, para transmitir a mensagem da forma mais simples e didática possível

38 Filme 1 30 Filme 2 30 Mobiliário Urbano Folder Cartaz Anúncio

39 C A M P A N H A Vacinação Infantil 1ª Fase Para o ano de 2010, a mobilização para manter a poliomielite longe das crianças continua. Para que isso aconteça, as políticas de saúde pública não poupam esforços. Foram investidos R$ 11,4 milhões nesse trabalho contínuo e eficiente para que a paralisia não volte a registrar casos no país. Assim como em 2009, a campanha estava preparada para vacinar quase 15 milhões de crianças, ou seja, 95% das crianças com idade abaixo dos 5 anos. O personagem mais querido dos pequenos nessa época, o Zé Gotinha, não podia ficar de fora. E como a primeira fase da campanha aconteceria exatamente em época da Copa do Mundo, foi criado o Time do Zé Gotinha. Sob o conceito Vacinou, é Gol!, todas as crianças com menos de 5 anos eram convocadas a tomar a vacina e entrar para o time que luta contra a paralisia infantil.

40 Filme 30 Anúncio Mobiliário Urbano Outdoor Cartaz Figurinhas

41 C A M P A N H A Doação de Sangue Para responder ao desafio de aumentar o número de doadores e torná-los doadores habituais, a campanha de comunicação buscou valorizar um dos mais importantes momentos da vida, o nascimento, nesse caso, utilizado na forma de um termo popular: o renascimento. Nosso objetivo foi mostrar para toda a sociedade que o ato de doar sangue é muito maior do que pode parecer. Doar sangue é dar a chance para até 4 pessoas nascerem novamente. O conceito desse raciocínio é descrito na frase: Doe sangue e faça alguém nascer de novo. A estratégia foi sensibilizar o público para a importância do ato de doar sangue. A campanha procurou mostrar outro lado que nem sempre é enaltecido nas campanhas de doação: o impacto que o sangue recebido tem para a vida do receptor. Ao fazer isso, a campanha conseguiu mostrar também o destino da doação, trazendo mais credibilidade para o pedido. A coerência da parte criativa com a premissa estratégica veio justamente da utilização de crianças recém-nascidas que representariam, na forma de licença poética, os receptores após terem suas vidas salvas pela doação de sangue. A campanha, além do filme de 30 segundos que mostrava diferentes pessoas que nasceram de novo, também teve sua estratégia baseada em um hotsite no qual depoimentos reais, de pessoas que tiveram suas vidas salvas por doações de sangue, relatavam suas experiências e agradeciam àqueles que as fizeram nascer de novo. Além disso, a campanha foi composta por spot para rádio, peças destinadas à mídia exterior, painéis digitais em elevadores, folder e cartazes

42 Filme 30 Mobiliários Urbanos Anúncio Mala a Direta Cartaz

43 C A M P A N H A Doença Falciforme No ano de 2010, o descobrimento da doença falciforme completou 100 anos, e essa marca coincide com os avanços que o Ministério da Saúde conquistou no diagnóstico e no tratamento da doença, o que forneceu base para o lançamento de uma campanha informativa. O Brasil é uma referência mundial nesse tema. As pessoas com doença falciforme apresentam sintomas muito diversificados. Enquanto algumas podem apresentar sintomas brandos, outras, em sua maioria, têm sintomas graves, que podem levar à morte. Por mais que a doença falciforme tenha uma grande prevalência na população negra, ela é ainda relativamente desconhecida. Para marcar a data e trazer o assunto para a pauta de discussão dos profissionais de saúde e da sociedade como um todo, o Ministério da Saúde criou uma campanha voltada para celebrar os 100 anos de diagnóstico e, ao mesmo tempo, explicar o que é a doença, seus sintomas e tratamento. O autocuidado é outro elemento do tratamento que tem grande importância, já que depende de uma atitude positiva do paciente para com a patologia. As peças contavam com pessoas voluntárias que têm a doença falciforme ou, de alguma maneira, convivem com alguém que tem a doença. Para as mães de recém-nascidos, foram criadas peças específicas com a intenção de estimular a realização do teste do pezinho, principal forma de detecção da doença nos bebês. Em todas as peças, independentemente do público ao qual elas eram dirigidas, existe a orientação para procurar a unidade de saúde. Além de cartazes e folders, a campanha teve peças de mídia exterior para produção via parcerias e peças dirigidas aos profissionais de saúde

44 Cartazes Mobiliário Urbano Folder Faixa

45 C A M P A N H A Influenza: Resultados Depois de passar pelo desafio de imunizar a população brasileira contra a nova gripe, era necessário apresentar ao Brasil os resultados do imenso trabalho realizado, já que alcançamos a marca de maior campanha de vacinação do mundo contra a Influenza H1N1, com porcentagem de vacinação da população mais alta que países desenvolvidos, como os EUA e a Inglaterra. A campanha criada teve como objetivo transmitir ao brasileiro a grandeza do marco alcançado através dos esforços de todos os brasileiros, mas também lembrando que os cuidados contra a doença, como a higiene das mãos e o não compartilhamento de objetos de uso pessoal, precisavam ser mantidos. O conceito Eu fiz a minha parte contra a Influenza H1N1 reforçou a participação de toda a sociedade nessa conquista. No filme da campanha, adultos, crianças, idosos, gestantes e profissionais de saúde formam uma grande bandeira do Brasil com post its onde lemos o conceito da campanha. A trilha do filme foi um animado jingle, que, aproveitando a ocasião da Copa do Mundo, reforçava de maneira alegre a vitória do povo brasileiro. Outras peças foram criadas, como mobiliário urbano, anúncios de jornal e revista etc

46 Filme 30 Portas de Elevador Faixa Anúncio Mobiliário Urbano Painel e Post its

47 C A M P A N H A Semana Mundial de Aleitamento Materno O balanço das campanhas de aleitamento materno, desenvolvidas nos últimos 7 anos, apresentou números animadores. De acordo com a II Pesquisa de Prevalência de Aleitamento Materno nas Capitais Brasileiras e Distrito Federal, a duração do aleitamento materno exclusivo revelou o aumento surpreendente do período de um mês. Em 1999, a duração era de 24 dias e, em 2008, passou a ser de 54 dias uma alta que representa o dobro do número anterior. O estudo também mostrou um aumento do índice de aleitamento materno exclusivo em crianças menores de quatro meses. Em 1999, era de 35%, passando para 52% em E no total de recém-nascidos analisados, 67,7% mamaram na primeira hora de vida. Esses resultados apontam para duas conclusões. Primeiro, ainda há muito por fazer, mas estamos no caminho certo para consolidar o aleitamento materno como um hábito consciente nas mães brasileiras. Segundo, o sucesso das campanhas de amamentação justifica a sua continuidade e legitimidade. Por isso, a campanha de 2010 ganha um ar de otimismo e proximidade do público materno. O conceito Amamente. Dê ao seu filho o que há de melhor ressalta a importância da amamentação de forma simples, direta e clara. As campanhas anteriores privilegiavam madrinhas famosas, na maioria das vezes, atrizes e cantoras. Este ano, a madrinha é uma mulher comum, uma mãe que teve o parto e todo o acompanhamento em um Hospital Amigo da Criança, Wanessa Cristina da Silva, e sua filha, Letícia Vitória da Silva, com um mês. Além dela, mais três grávidas reais estarão presentes em peças como filme para TV, spot para rádios, anúncios, cartazes, folder e mídia exterior. Foi desenvolvida também uma comunicação específica para profissionais de saúde, divulgando e incentivando a adoção dos 10 passos para o sucesso da amamentação, por meio de anúncios e marketing.

48 Filme 30 Mobiliário Urbano Anúncio Faixa Banners

49 C A M P A N H A Vacinação Infantil 2ª Fase A Campanha Nacional de Vacinação Infantil é feita anualmente, em duas etapas, para crianças com menos de cinco anos. Essa ação tem o objetivo de manter a poliomielite erradicada do Brasil. O tom publicitário da primeira fase da campanha tratava de futebol, já que a data da vacinação coincidia com o início da Copa do Mundo. Já na segunda fase, com data de vacinação para 14 de agosto, o tema foi outro. O clima da Copa passou, mas não podíamos deixar de lembrar a importância da segunda dose. Sob o conceito Não vai esquecer a segunda dose, hein?, a campanha foi ao ar com um filme diferente. A novidade, dessa vez, é que a campanha foi elaborada em animação 3D. Inspirada no desenho animado Toy Story, retrata o quarto de uma criança que, enquanto dorme tranquilamente, tem seus brinquedos liderados pelo Zé Gotinha, envolvendo a criançada de forma encantadora e convidando a todos para alcançar o objetivo: vacinar mais de 14 milhões de crianças. A campanha marcou a evolução do Zé Gotinha, que ganhou repercussão internacional, sendo comentado em um dos principais sites de 3D do mundo, o 3Dtotal.com, onde foi apelidado como Joe Little Drop. E, apesar de tudo estar em clima de brincadeira e fantasia, os resultados foram bem reais: atingimos a nossa meta, vacinando crianças em 90% dos municípios brasileiros, segundo dados do Datasus/MS

50 Filme 30 Mobiliário Urbano Cartaz Flyer

51 C A M P A N H A Doação de Órgãos Nos últimos anos, o país vem apresentando uma série de avanços na área de transplantes de órgãos e tecidos. Este resultado positivo se observa em diversos aspectos, seja no desenvolvimento de novas técnicas científicas, na elaboração de leis para promover as doações e a criação de toda uma infraestrutura adequada à captação e distribuição dos órgãos. O ano de 2009 registrou a maior taxa de doação de órgãos da história do Sistema Nacional de Transplantes no país. No entanto, o número de doadores continua menor do que a necessidade de órgãos para transplante. Pesquisa realizada na cidade de São Paulo revelou que boa parte das pessoas demonstra simpatia para a doação. O problema é que essas mesmas pessoas não comunicam sua vontade à família, que, em última instância, é a responsável legal pela decisão de doar os órgãos ou não. O Ministério da Saúde lançou, em 2010, uma campanha publicitária para estimular a doação, orientando as pessoas a comunicarem essa decisão à família. Por isso, todas as peças traziam a mensagem: Converse com seus familiares. A vontade é sua. A decisão é deles. E, também, o conceito Basta uma palavra de solidariedade para salvar toda uma vida. A partir daí, foi elaborada uma estratégia criativa com elementos de alto valor emocional. A utilização da imagem de uma menina no leito do hospital apresentava o receptor de órgãos em sua forma mais real e humana. Soma-se ainda a força poética dos versos da música-tema da campanha, Carinhoso, de Pixinguinha. Na TV, um filme apresentava pacientes, médicos e enfermeiros cantando a canção, que ganhou uma versão para o rádio. Anúncios, cartazes e folders traziam o conceito Seja doador de órgãos. E, só assim, serei feliz. Bem feliz. A campanha teve ainda desdobramentos para profissionais de saúde, web e marcou presença nas ruas em outdoors e mobiliário urbano

Ações de Comunicação Realizadas pelo Ministério da Saúde de 2007 a 2010

Ações de Comunicação Realizadas pelo Ministério da Saúde de 2007 a 2010 Ações de Comunicação Realizadas pelo Ministério da Saúde de 2007 a 2010 O período entre 2007 e 2010 foi de grande desafio para a comunicação. Além de inovar em campanhas tradicionais do setor, como amamentação,

Leia mais

A saúde do tamanho do Brasil

A saúde do tamanho do Brasil A saúde do tamanho do Brasil BREVE HISTÓRIA DE UMA LONGA CAMINHADA A saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Essa conquista social, incorporada à Constituição Federal de 1988 e construída a partir

Leia mais

Comunicação de Governo Redes Sociais e Convergência de Mídias Ministério da Saúde

Comunicação de Governo Redes Sociais e Convergência de Mídias Ministério da Saúde Comunicação de Governo Redes Sociais e Convergência de Mídias Ministério da Saúde Abordagem A comunicação do Ministério Circulação aposta Correio na Braziliense internet e na convergência de mídias para

Leia mais

9, 16 e 23 de outubro. www.mackenzievoluntario.com.br. No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1

9, 16 e 23 de outubro. www.mackenzievoluntario.com.br. No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1 9, 16 e 23 de outubro www.mackenzievoluntario.com.br No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1 O Projeto O Mackenzie Voluntário é um projeto de voluntariado que visa à prática da cidadania por meio do

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015. Menos mulheres estão doando leite materno em Manaus, diz Fiocruz

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015. Menos mulheres estão doando leite materno em Manaus, diz Fiocruz Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015 Portal D24 AM- Saúde 20 de maio de 2015. Fonte: http://new.d24am.com/noticias/saude/menos-mulheres-estaodoando-leite-materno-manaus-fiocruz/134218 Menos

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade. Contrata Consultor na modalidade

Contrata Consultor na modalidade. Contrata Consultor na modalidade Contrata Consultor na modalidade PROJETO 914/BRZ/1138 EDITAL Nº 19/2014 Publicação de perfil(is) para contratação de profissional(is) na(s) área(s), cuja(s) vaga(s) está(ão) disponível (is) na página da

Leia mais

Transmissão do HIV/aids e sífilis de mães para seus bebês

Transmissão do HIV/aids e sífilis de mães para seus bebês 09 dezembro de 2010 Transmissão do HIV/aids e sífilis de mães para seus bebês Mais da metade das novas infecções pelo HIV/aids que ocorrem no Brasil atinge adolescentes e jovens com idade entre 15 e 24

Leia mais

McDia Feliz. São Paulo, junho 2003. Finalista na Categoria Grande Empresa

McDia Feliz. São Paulo, junho 2003. Finalista na Categoria Grande Empresa McDia Feliz São Paulo, junho 2003 1 McDia Feliz: 15 anos de luta contra o câncer infanto-juvenil no Brasil A cultura de Responsabilidade Social do McDonald s faz parte da filosofia mundial da empresa,

Leia mais

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais.

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Fonte: Agência Fiocruz 1. Há casos de influenza A (H1N1) no Brasil? Não. Até

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

o pensar e fazer educação em saúde 12

o pensar e fazer educação em saúde 12 SUMÁRIO l' Carta às educadoras e aos educadores.................5 Que história é essa de saúde na escola................ 6 Uma outra realidade é possível....... 7 Uma escola comprometida com a realidade...

Leia mais

ELIMINE A PÓLIO AGORA: ENTRE PARA A HISTÓRIA HOJE

ELIMINE A PÓLIO AGORA: ENTRE PARA A HISTÓRIA HOJE ELIMINE A PÓLIO AGORA: ENTRE PARA A HISTÓRIA HOJE 23 de outubro de 2015 ELIMINE A PÓLIO AGORA: Quanto falta para vivermos em um mundo livre da pólio? O que precisamos fazer para chegar lá? Como a família

Leia mais

II. AÇÕES ESTRATÉGICAS REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL

II. AÇÕES ESTRATÉGICAS REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL O PACTO NACIONAL PELA REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL * I. ESTRATÉGIAS PARA IMPLEMENTAÇÃO ARTICULAÇÃO COM A SOCIEDADE CIVIL FORTALECENDO O CONTROLE SOCIAL O envolvimento de diferentes atores

Leia mais

Ano 5 nº 17 dezembro 2009 www.unicef.org.br

Ano 5 nº 17 dezembro 2009 www.unicef.org.br As notícias do UNICEF para todos UNI uni é é um boletim informativo do UNI do UNICEF Brasil Ano 5 nº 17 dezembro 2009 www.unicef.org.br O que você fez hoje? O UNICEF acaba de lançar uma campanha especial

Leia mais

MS divulga retrato do comportamento sexual do brasileiro

MS divulga retrato do comportamento sexual do brasileiro MS divulga retrato do comportamento sexual do brasileiro Notícias - 18/06/2009, às 13h08 Foram realizadas 8 mil entrevistas com homens e mulheres entre 15 e 64 anos. A análise das informações auxiliará

Leia mais

Unimed Porto Alegre. Lucia Campos Pellanda. medicinapreventiva@unimedpoa.com.br

Unimed Porto Alegre. Lucia Campos Pellanda. medicinapreventiva@unimedpoa.com.br Unimed Porto Alegre Lucia Campos Pellanda medicinapreventiva@unimedpoa.com.br Unimed Porto Alegre Quantidade de usuários Área de abrangência PERFIL UNIMED > 650 mil Porto Alegre, Região Metropolitana e

Leia mais

cidade, envolvemos os cidadãos nas questões que afetam a vida de todos nós. Incentivamos a não

cidade, envolvemos os cidadãos nas questões que afetam a vida de todos nós. Incentivamos a não Eu pratico, e você? APRESENTAÇÃO Desde 2009, a RÁDIO ITATIAIA realiza, em parceria com empresas, um importante convite à sociedade mineira. Mais do que um projeto, o PRATIQUE GENTILEZA é uma convocação

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO Organização Nacional de Defesa Animal

PLANO DE COMUNICAÇÃO Organização Nacional de Defesa Animal PLANO DE COMUNICAÇÃO Organização Nacional de Defesa Animal Ana Cristina Almeida Isis Refosco Samael Bredow Tiago Zaniratti Apresentação A ONDA luta pelos direitos animais desde 2002, quando ela surgiu

Leia mais

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ MINISTÉRIO DA SAÚDE IMPACTO DA VIOLÊNCIA NA SAÚDE DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ VOCÊ É A PEÇA PRINCIPAL PARA ENFRENTAR ESTE PROBLEMA Brasília - DF 2008

Leia mais

NOTA CIENTÍFICA: A EVOLUÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL E A AMPLITUDE E COMPLEXIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

NOTA CIENTÍFICA: A EVOLUÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL E A AMPLITUDE E COMPLEXIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NOTA CIENTÍFICA: A EVOLUÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL E A AMPLITUDE E COMPLEXIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Ana Iva Corrêa Brum Barros 1 Rayana de Carvalho Freitas 2 Prof. Esp. Gilmar dos Santos Soares

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

23b/2010. Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I

23b/2010. Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I 23b/2010 Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I Índice Objeto...03 Contexto...04 Fato Principal...05 Relação total de

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DO MÉDICO I- Realizar consultas clínicas aos usuários de sua área adstrita; II- Participar das atividades de grupos de controle

Leia mais

PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA

PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA 2012 PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA CASE: Projeto Campanha de Combate à Dengue CATEGORIA: Comunicação FUNCIONÁRIO: Adriana Boscov e Aline Gislene de Oliveira Sumário INTRODUÇÃO... 3

Leia mais

O mosquito da dengue pode matar. E é ainda mais perigoso para gestantes. Proteja-se.

O mosquito da dengue pode matar. E é ainda mais perigoso para gestantes. Proteja-se. O mosquito da dengue pode matar. E é ainda mais perigoso para gestantes. Proteja-se. 2015 2 Mobilização contra a microcefalia O governo federal está mobilizado para enfrentar o aumento de casos de microcefalia

Leia mais

INSTITUTO PATRÍCIA GALVÃO

INSTITUTO PATRÍCIA GALVÃO INSTITUTO PATRÍCIA GALVÃO Comunicação e Mídia Pesquisa Instituto Patrícia Galvão IBOPE, em parceria com o UNIFEM ATITUDES FRENTE AO CRESCIMENTO DA AIDS NO BRASIL Aumento da AIDS em mulheres está entre

Leia mais

Ministério da Saúde cria o Programa Nacional de Segurança do Paciente para o monitoramento e prevenção de danos na assistência à saúde

Ministério da Saúde cria o Programa Nacional de Segurança do Paciente para o monitoramento e prevenção de danos na assistência à saúde Ministério da Saúde cria o Programa Nacional de Segurança do Paciente para o monitoramento e prevenção de danos na assistência à saúde Rede Sentinela Desde 2011, 192 hospitais da Rede Sentinela monitoram

Leia mais

Mobilização contra a microcefalia

Mobilização contra a microcefalia Mobilização contra a microcefalia O governo federal está mobilizado para enfrentar o aumento de casos de microcefalia no país. Até novembro de 2015, mais de mil bebês nasceram com suspeita deste grave

Leia mais

SAÚDE Transformar Laramara Convergys Projeto PAI Pronto Atendimento Itinerante Globalstar listagem oficial de todos os medicamentos gené- ricos

SAÚDE Transformar Laramara Convergys Projeto PAI Pronto Atendimento Itinerante Globalstar listagem oficial de todos os medicamentos gené- ricos Há cinco anos no Brasil, a Convergys elegeu a inclusão de portadores de deficiência como causa. Mundialmente, são mais de 125 projetos apoiados pela Convergys. Desde 2002, incentivamos ações que tenham

Leia mais

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Universidade de Cuiabá - UNIC Núcleo de Disciplinas Integradas Disciplina: Formação Integral em Saúde SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Profª Andressa Menegaz SUS - Conceito Ações e

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

CAMPANHA PARTO NORMAL. Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente.

CAMPANHA PARTO NORMAL. Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente. CAMPANHA PARTO NORMAL Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente. Cenário Dados fornecidos à ANS pelas empresas que comercializam planos de assistência à saúde demonstram que a proporção de cesarianas

Leia mais

A Conciliação. A Campanha 2015. Objetivos da Campanha

A Conciliação. A Campanha 2015. Objetivos da Campanha A Conciliação A Semana Nacional da Conciliação é uma ação institucional do CNJ que ocorre desde 2008. Essa iniciativa, já consolidada, conta com a participação de demais tribunais brasileiros e terá logomarca

Leia mais

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Módulo 4: Captação de recursos (parte 1) André Fonseca Santo André / maio 2009 Captação de recursos Fases anteriores à captação Preparação do projeto

Leia mais

Nome/Código arquivo: 2013_11_11 Mem_Reun_Saúde _ Associação dos Moradores e Produtores da Vila Izabel AMPRAVI - Anapu.

Nome/Código arquivo: 2013_11_11 Mem_Reun_Saúde _ Associação dos Moradores e Produtores da Vila Izabel AMPRAVI - Anapu. Assunto: Orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as Ações Preventivas na Área de Saúde Pública em virtude da construção da UHE Belo Monte. Redator: Ranney Matos dos Santos Data: 11-11-2013

Leia mais

FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS

FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS BRASIL 8,5 milhões de Km²; 192 milhões de habitantes; 26 Estados e 01 Distrito Federal; 5.564 municípios (70,3 % com menos de 20.000 habitantes);

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA Função no Projeto: Contratação de consultoria especializada para desenvolver e implementar estratégias de impacto e sustentabilidade da Campanha Coração Azul no

Leia mais

Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente

Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente 29 de julho de 2015 Capacitação em segurança do paciente para a vigilância sanitária SESA-PR Rosângela Gomes Benevides Coordenadora de

Leia mais

RESUMO FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

RESUMO FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE RESUMO As franquias que apresentam um alto grau de proximidade, exposição e envolvimento com a comunidade, possuem conhecimento da sua

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos Agenda de Compromissos Governo Federal e Municípios 1. Erradicar a extrema pobreza e a fome 2. Educação básica de qualidade para todos 3. Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres

Leia mais

Experiência: Projeto Bombeiros da Vida

Experiência: Projeto Bombeiros da Vida Experiência: Projeto Bombeiros da Vida Ministério da Saúde- Ministro Barjas Negri Secretária de Políticas de Saúde: Cláudio Duarte da Fonseca Área da Saúde da Criança : Ana Goretti Kalume Maranhão Equipe:

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS APRESENTAÇÃO Em Dezembro de 2004 por iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Paraná o CPCE Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial nasceu como uma organização

Leia mais

ÁREAS DE ENFOQUE PRINCÍPIOS GERAIS

ÁREAS DE ENFOQUE PRINCÍPIOS GERAIS PORTUGUESE (PT) ÁREAS DE ENFOQUE PRINCÍPIOS GERAIS A Fundação Rotária atesta que: 1. Suas metas visam aumentar a eficácia na outorga de subsídios e garantir a qualidade dos projetos; 2. As declarações

Leia mais

MANUAL DE PESSOAL MÓDULO 40 : PROGRAMA NACIONAL DE PREVENÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA AIDS E DST

MANUAL DE PESSOAL MÓDULO 40 : PROGRAMA NACIONAL DE PREVENÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA AIDS E DST CAP : 1 1 MÓDULO 40 : PROGRAMA NACIONAL DE PREVENÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA AIDS E DST CAPÍTULO 1 : APRESENTAÇÃO 1. FINALIDADE Estabelecer diretrizes gerais para a operacionalização do Programa Nacional de

Leia mais

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE Um modelo de assistência descentralizado que busca a integralidade, com a participação da sociedade, e que pretende dar conta da prevenção, promoção e atenção à saúde da população

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Nº de Inscrição Nome ASSINALE A RESPOSTA

Leia mais

Editoria: Geral Manaus Hoje

Editoria: Geral Manaus Hoje Editoria: Geral Manaus Hoje Beneficiários do Bolsa Família 12 Editoria: Notícias www.portalamazonia.com.br Campanha de vacinação contra H1N1 é prorrogada ( ) Press-release da assessoria de imprensa (X)

Leia mais

Os Desafios da VISA. Prof. Ismar Araujo de Moraes Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFF Médico Veterinário S/SUBVISA-RIO

Os Desafios da VISA. Prof. Ismar Araujo de Moraes Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFF Médico Veterinário S/SUBVISA-RIO Os Desafios da VISA Prof. Ismar Araujo de Moraes Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFF Médico Veterinário S/SUBVISA-RIO Cabe a ANVISA o controle de portos aeroportos e fronteiras CRISE ECONÔMICA

Leia mais

Alcance dos ODMs pelo Brasil Metas da Saúde. Dr. Jarbas Barbosa Secretário de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde

Alcance dos ODMs pelo Brasil Metas da Saúde. Dr. Jarbas Barbosa Secretário de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Alcance dos ODMs pelo Brasil Metas da Saúde Dr. Jarbas Barbosa Secretário de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Brasília- DF, 25 de abril de 2012 ObjeHvos de Desenvolvimento do Milênio - ODM Obje%vo

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

Clipping Eletrônico Terça-feira - dia 01 /07/2014. Jornal Acrítica Caderno Cidade - Página C3 dia 01 de julho de 2014

Clipping Eletrônico Terça-feira - dia 01 /07/2014. Jornal Acrítica Caderno Cidade - Página C3 dia 01 de julho de 2014 Clipping Eletrônico Terça-feira - dia 01 /07/2014 Av. Mário Ypiranga, 1695 Adrianópolis Jornal Acrítica Caderno Cidade - Página C3 dia 01 de julho de 2014 Portal Em Tempo - dia 30 de junho de 2014. Fonte

Leia mais

PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015

PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015 Brasília - DF 2012 1 O presente Plano

Leia mais

Clipping Eletrônico Domingo dia 28/09/2014

Clipping Eletrônico Domingo dia 28/09/2014 Clipping Eletrônico Domingo dia 28/09/2014 Jornal Em Tempo Dia a Dia - Pág. B4-28/09/2014 Legenda : Base do Samu está fechada à espera de equipamentos Jornal Em Tempo Economia - Pág. A9-27/09/2014 Jornal

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

Outdoor: Semana Mundial de Aleitamento Materno 1

Outdoor: Semana Mundial de Aleitamento Materno 1 RESUMO Outdoor: Semana Mundial de Aleitamento Materno 1 Adriely Cristiny de Lima CUNHA 2 Rafael Duarte SILVA 3 Rita Carla da Conceição SILVA 4 Paula Apolinário ZAGUI 5 Universidade Do Estado do Rio Grande

Leia mais

1º de Dezembro Dia Mundial de Lutra Contra a Aids. Una-se a esta causa! Diga não ao preconceito e a discriminação.

1º de Dezembro Dia Mundial de Lutra Contra a Aids. Una-se a esta causa! Diga não ao preconceito e a discriminação. 1º de Dezembro Dia Mundial de Lutra Contra a Aids. Una-se a esta causa! Diga não ao preconceito e a discriminação. Estaremos vivendo e aprendendo com a Aids, afastando a diferença, entendendo que a epidemia

Leia mais

Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende *

Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende * Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende * Voluntariado é a expressão da participação da sociedade na vida pública mais significativa da atualidade. Os movimentos de participação

Leia mais

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Comunicação é um direito de todos No Brasil, os meios de comunicação estão concentrados nas mãos de poucas empresas familiares que têm a

Leia mais

1. Aspectos Epidemiológicos

1. Aspectos Epidemiológicos 1. AspectosEpidemiológicos A influenza é uma infecção viral que afeta principalmente o nariz, a garganta, os brônquiose,ocasionalmente,ospulmões.sãoconhecidostrêstiposdevírusdainfluenza:a,b e C. Esses

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

PROJETOS DE EXTENSÃO

PROJETOS DE EXTENSÃO PROJETOS DE EXTENSÃO Título do Projeto Descrição Público - Alvo Medicina e Arte Realizam-se sessões cinema, voltados para a área de medicina e Acadêmicos e Funcionários da FMJ em seguida são feitos debates

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA Vitória, ES Janeiro 2010. 1ª Revisão Janeiro 2011. 2ª Revisão Janeiro 2012. POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA REDE GAZETA IDENTIDADE CORPORATIVA Missão

Leia mais

Mais de 1,2 milhão de visitantes únicos por mês, com mais de 3,5 milhões de visualizações mensais.

Mais de 1,2 milhão de visitantes únicos por mês, com mais de 3,5 milhões de visualizações mensais. Mais de 1,2 milhão de visitantes únicos por mês, com mais de 3,5 milhões de visualizações mensais. O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que assumiu o desafio de ter um Sistema

Leia mais

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 31 Rio Pesquisa - nº 18 - Ano V SAÚDE Conhecer o passado para cuidar do

Leia mais

17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO. 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo

17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO. 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo 17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo APRESENTAÇÃO O 17º Festival Brasileiro de Cinema Universitário acontecerá de 6 a 12 de agosto de 2012,

Leia mais

ESSA CAMPANHA VAI COLAR!

ESSA CAMPANHA VAI COLAR! ESSA CAMPANHA VAI COLAR! O selo postal é um importante veículo de comunicação dos valores de uma sociedade. Com a emissão dos 8 (oito) selos apresentados nesta Cartilha, os Correios, por meio da Filatelia,

Leia mais

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC Resumo da ONG O CADI Palhoça é uma instituição não governamental cujo objetivo é executar, articular e fomentar ações e projetos que facilitem o desenvolvimento de comunidades. Desenvolve projetos em 6

Leia mais

Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1

Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1 Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1 Juliana Paul MOSTARDEIRO 2 Rondon Martim Souza de CASTRO 3 Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS. RESUMO O Projeto Jornalismo

Leia mais

CARLOS CANDIDO. Quem sou? PORTFOLIO

CARLOS CANDIDO. Quem sou? PORTFOLIO CARLOS CANDIDO Quem sou? Serviços Portfólio Social PORTFOLIO APRESENTAÇÃO O portfolio a seguir representa uma compilação dos trabalhos que desenvolvi ao longo da minha carreira de publicitário e gestor

Leia mais

PROGRAMA EMBRAER DE VOLUNTARIADO Fazer o bem faz bem!

PROGRAMA EMBRAER DE VOLUNTARIADO Fazer o bem faz bem! MAIS INFORMAÇÕES Entre em contato com a equipe do Instituto Embraer: Ramais 2766, 5701 ou 3611 (SJK) E-mail institutoembraer@embraer.com.br Envio de mensagens pelo Fale Conosco do site www.institutoembraer.com.br

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo DISCURSO PROFERIDO PELO VEREADOR NATALINI NA 195ª SESSÃO ORDINARIA, REALIZADA EM 16/11/10 GRANDE EXPEDIENTE O SR. NATALINI (PSDB) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Vereadores, paulistanos que nos acompanham

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

PROVA PRÁTICA ACS CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE MARACANAÚ

PROVA PRÁTICA ACS CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE MARACANAÚ QUESTÃO 01 O Agente Comunitário de Saúde tem como objetivo principal contribuir para a qualidade de vida das pessoas e da comunidade. Analise as opções abaixo e marque a alternativa incorreta: A) Conhecer

Leia mais

Campeão do UNICEF para as Crianças Brasileiras

Campeão do UNICEF para as Crianças Brasileiras As notícias do UNICEF para todos UNI uni é é um boletim informativo do UNI do UNICEF Brasil Ano 3 nº 9 outubro 2007 www.unicef.org.br Fundo das Nações Unidas para a Infância - SEPN 510 - Bloco A - 2º andar

Leia mais

PARECER DA COMISSÃO DE SAÚDE, CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL

PARECER DA COMISSÃO DE SAÚDE, CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL PARECER DA COMISSÃO DE SAÚDE, CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL Projeto de Lei nº 019 de 13 de setembro de 2013 AUTOR: Poder Legislativo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Institui a

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 Palestras informativas Promover ações educativas para a promoção do voluntariado transformador. Mobilizar voluntários. Toda a comunidade de Curitiba e Região Metropolitana

Leia mais

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas.

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas. ÁLCOOL E JOVENS O que um jovem precisa saber para evitar problemas. Cerveja, vinhos, caipirinha, chope: elementos da vida cotidiana de muita gente. Essas bebidas ajudam a celebrar datas festivas, a selar

Leia mais

É uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus A (H1N1).

É uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus A (H1N1). INFLUENZA (GRIPE) SUÍNA INFLUENZA SUÍNA É uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus A (H1N1). Assim como a gripe comum, a influenza suína é transmitida, principalmente, por meio de tosse, espirro

Leia mais

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM Faça parte desse abraço A Fundação Solidariedade ponto focal do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento,braço social do Sistema Correio de Comunicação, é uma Associação

Leia mais

Esfera: 20 Função: 10 - Saúde Subfunção: 302 - Assistência Hospitalar e Ambulatorial UO: 36901 - Fundo Nacional de Saúde

Esfera: 20 Função: 10 - Saúde Subfunção: 302 - Assistência Hospitalar e Ambulatorial UO: 36901 - Fundo Nacional de Saúde Programa 1444 Vigilância, Prevenção e Controle de Doenças e Agravos Numero de Ações 24 Ações Orçamentárias 20AC Incentivo Financeiro a Estados, Distrito Federal e Municípios para Ações de Prevenção e Qualificação

Leia mais

Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças

Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças META Até 2015, ter detido a propagação do HIV/Aids e começado a inverter a tendência atual. 6a META Alcançar, até, o acesso universal ao tratamento para

Leia mais

Contribuição à Educação em Sexualidades Jan. a Dez. de 2012. Coordenação

Contribuição à Educação em Sexualidades Jan. a Dez. de 2012. Coordenação Contribuição à Educação em Sexualidades Jan. a Dez. de 2012 Coordenação Apoio OBJETIVO GERAL Ouvir os jovens como sujeitos de direitos sexuais e reprodutivos para construção de linguagens que correspondam

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

AÇÕES DE PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. Reunião Nacional 18/05/2007

AÇÕES DE PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. Reunião Nacional 18/05/2007 AÇÕES DE PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Reunião Nacional 18/05/2007 Proposta do trabalho em grupo Construindo um Manual de Promoção da Alimentação Saudável em nível local Objetivos: Atualizar as ações

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação)

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação) MINISTÉRIO DA SAÚDE Manual para Implantação do Programa Peso Saudável (Versão preliminar - em fase de diagramação) Brasília DF 2013 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO

Leia mais

AUDIENCIA PÚBLICA SENADO FEDERAL COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS. Dr. Aguinaldo Nardi Presidente da SBU

AUDIENCIA PÚBLICA SENADO FEDERAL COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS. Dr. Aguinaldo Nardi Presidente da SBU AUDIENCIA PÚBLICA SENADO FEDERAL COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Dr. Aguinaldo Nardi Presidente da SBU Senado Federal, 16 de maio de 2013 PNAISH - Primórdios. 1988 Criação do SUS Constituição Federal - Art.

Leia mais

Força Nacional do SUS. Reunião CIT Fev/2012

Força Nacional do SUS. Reunião CIT Fev/2012 Força Nacional do SUS Reunião CIT Fev/2012 SUMÁRIO DA APRESENTAÇÃO 1. Contexto de criação da FN- SUS 2. Escopo de Atuação, Acionamento, Níveis de resposta, Recursos disponíveis e Plano de estruturação

Leia mais

TRADUÇÃO NÃO OFICIAL

TRADUÇÃO NÃO OFICIAL UNASUL/CMRE/RESOLUÇÃO/Nº 28/2012 MEDIANTE A QUAL É RESOLVIDO APRESENTAR PARA A APROVAÇÃO DO CONSELHO DE CHEFAS E CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA UNIÃO DAS NAÇÕES SUL-AMERICANAS A AGENDA DE AÇÕES PRIORITÁRIAS

Leia mais

Campanhas, Atividades Semanais, Comemorações, Avanços e Desafios. Para o ano de 2015

Campanhas, Atividades Semanais, Comemorações, Avanços e Desafios. Para o ano de 2015 Campanhas, Atividades Semanais, Comemorações, Avanços e Desafios Para o ano de 2015 O Plano Anual de Saúde de 2015 guarda uma característica própria: é o espelho da programação do PMS 2014/2017 aplicado

Leia mais

CATEGORIA: ATENDIMENTO AO CLIENTE BOAS PRÁTICAS:

CATEGORIA: ATENDIMENTO AO CLIENTE BOAS PRÁTICAS: EXPRESSO GUANABARA S/A - CNPJ: 41.550.112/0001-01 END. ROD BR 116 KM 04 N 700 MESSEJANA FORTALEZA/CE CATEGORIA: ATENDIMENTO AO CLIENTE 2011 BOAS PRÁTICAS: MELHORIA DA QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS AOS

Leia mais

A IMAGEM DA PROPAGANDA NO BRASIL

A IMAGEM DA PROPAGANDA NO BRASIL A IMAGEM DA PROPAGANDA NO BRASIL Terceira medição ano 2006 Pesquisa encomendada ao IBOPE pela ABP- Associação Brasileira de Propaganda Série histórica iniciada em 2002 Principais objetivos - Avaliar a

Leia mais

Jornal do Commercio - PE Dia para livrar criança da pólio

Jornal do Commercio - PE Dia para livrar criança da pólio Dia para livrar criança da pólio VACINAÇÃO Campanha contra poliomielite começa hoje e vai até dia 31. Existem no Estado cerca de 10 mil pontos de imunização Pais de crianças de 6 meses até 5 anos de idade

Leia mais

Apresentação do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS)

Apresentação do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS) Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 Apresentação do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS) Arthur Chioro Ministro da Saúde Preparação conjunta com as cidades-sede Brasília DF Cuiabá MT Curitiba

Leia mais

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens

Leia mais

CARACTERÍSTCAS DOS ATENDIMENTOS AOS PACIENTES COM GRIPE H1N1 EM UM SERVIÇO DE REFERÊNCIA

CARACTERÍSTCAS DOS ATENDIMENTOS AOS PACIENTES COM GRIPE H1N1 EM UM SERVIÇO DE REFERÊNCIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 CARACTERÍSTCAS DOS ATENDIMENTOS AOS PACIENTES COM GRIPE H1N1 EM UM SERVIÇO DE REFERÊNCIA Regina Lúcia Dalla Torre Silva 1 ; Marcia helena Freire Orlandi

Leia mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais sz propaganda um novo começo. propaganda sz um novo começo. sz consulting maximizando resultados sz branding além da marca sz design e muito mais sz webdesign sem portas fechadas Planejamento estratégico,

Leia mais

2016 Edital Fundo Fale Sem Medo. Instituto Avon ELAS Fundo de Investimento Social

2016 Edital Fundo Fale Sem Medo. Instituto Avon ELAS Fundo de Investimento Social 2016 Edital Fundo Fale Sem Medo Instituto Avon ELAS Fundo de Investimento Social Dezembro, 2015 Fundo Fale Sem Medo Resultado da parceria entre o Instituto Avon e o ELAS Fundo de Investimento Social, o

Leia mais