SÍNDROMES ANSIOSAS E NEURÓTICAS. Profª Melissa Rodrigues de Almeida Psicopatologia II DEPSI-UFPR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SÍNDROMES ANSIOSAS E NEURÓTICAS. Profª Melissa Rodrigues de Almeida Psicopatologia II DEPSI-UFPR"

Transcrição

1 SÍNDROMES ANSIOSAS E NEURÓTICAS Profª Melissa Rodrigues de Almeida Psicopatologia II DEPSI-UFPR

2 Referências Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais (Capítulos 26 e 29) Paulo Dalgalarrondo Manual de Psiquiatria (Capítulo 12) Osvaldo P. de Almeida; Luiz Dratcu; Ronaldo Laranjeira

3 Questões conceituais Na CID 10 continua com a nomenclatura de NEUROSE Críticas a essa terminologia por sua imprecisão e conotação pejorativa Tendência em abandonar Em algumas referências: divisão entre ansiosas e neuróticas

4 Epidemiologia Afeta mais de 15% da população 40% dos pacientes terão um episódio depressivo ao longo da vida Metade ou mais das pessoas com pânico têm história familiar de pânico

5 Transtornos Ansiosos segundo a CID-10 Transtornos Fóbico-Ansiosos Agorafobia Fobias Sociais Fobias específicas Transtorno do Pânico Ansiedade Generalizada Transtorno Misto Ansioso e Depressivo Transtorno Obsessivo-Compulsivo Reações ao Estresse Grave e Transtornos de Adaptação Reação Aguda ao Estresse Estado de Estresse Pós-Traumático Transtornos de Adaptação Transtornos Dissociativos Amnésia Dissociativa Fuga Dissociativa Estupor Dissociativo Estados de Transe e de Possessão Transtornos Dissociativos do Movimento Convulsões Dissociativas Anestesia e Perda Sensorial Dissociativas Transtornos Somatoformes Transtorno de Somatização Transtorno Hipocondríaco Transtorno Neurovegetativo Somatoforme Neurastenia Síndrome de Despersonalização- Desrealização

6 Ansiedade Generalizada (F41.1) Ansiedade constante e permanente Presença de sintomas ansiosos excessivos, na maior parte dos dias por pelo menos 6 meses. Dificuldade em controlar a preocupação e a ansiedade, ligadas a pelo menos 3 dos seguintes sintomas: Inquietação ou sensação de estar com os nervos à flor da pele Cansaço fácil, fatigabilidade Dificuldade em concentrar-se, sentir branco na mente Irritabilidade, pavio curto Tensão muscular, dificuldade em relaxar Alteração do sono, dificuldade em pegar no sono ou mantê-lo Sintomas físicos: cefaléia, dores musculares, dores ou queimação no estômago, taquicardia, tontura, formigamento, sudorese fria. Sofrimento clinicamente significativo e prejuízo na vida social e ocupacional do indivíduo

7 Crises de pânico Crises abruptas e intensas de ansiedade, com descarga importante no sistema nervoso autônomo. Ataques de pânico: período de intenso desconforto ou sensação de medo, com pelo menos 4 dos critérios: Palpitações ou taquicardia Sensação de falta de ar, desconforto respiratório Sensação de asfixia ou de estar sufocando Suor das mãos, pés, faces, geralmente frio Medo de perder o controle ou enlouquecer Medo de morrer, de ter um ataque cardíaco Tremores ou abalos Formigamentos ou anestesias Tontura, instabilidade Ondas de calor ou calafrios Dor ou desconforto torácico Desrealização ou despersonalização Náusea ou desconforto abdominal

8 Transtorno de Pânico (F41.0) Ataques de pânico recorrentes e imprevisíveis Pelo menos um dos ataques seguido de período mínimo de um mês com seguintes critérios: Preocupação persistente de ter novos ataques Preocupação sobre implicações ou consequências dos ataques como perder o controle, enlouquecer, ter um infarto Ter alterações do comportamento relacionadas aos ataques Presença ou não de agorafobia associada

9 Transtorno misto ansioso e depressivo (F41.2) Presença de sintomas depressivos e ansiosos sem predominância ou intensidade de um sobre o outro Menor gravidade Se intensidade for suficiente, anota-se os dois diagnósticos Grande comorbidade entre depressão e ansiedade

10 Reação aguda ao estresse (F43.0) Transtorno transitório sem outro transtorno mental manifesto, em seguida a um stress físico e/ou psíquico excepcional, e que desaparece habitualmente em algumas horas ou em alguns dias. Ocorrência e gravidade influenciadas por fatores de vulnerabilidade individuais e pela capacidade do sujeito de fazer face ao traumatismo. Sintomatologia é tipicamente mista e variável: estado de aturdimento caracterizado por um certo estreitamento do campo da consciência e dificuldades de manter a atenção ou de integrar estímulos, e uma desorientação. Pode ser seguido por um distanciamento do ambiente ou de uma agitação com hiperatividade. Freqüentemente com sintomas neurovegetativos de uma ansiedade de pânico (taquicardia, transpiração, ondas de calor).

11 Estado de estresse pós-traumático (F43.1) Resposta retardada ou prolongada a uma situação ou evento estressante (de curta ou longa duração), de natureza excepcionalmente ameaçadora ou catastrófica, e que provocaria sintomas evidentes de perturbação na maioria dos indivíduos. Sintomas típicos: revivescência repetida do evento traumático sob a forma de lembranças invasivas ( flashbacks ), de sonhos ou de pesadelos; ocorrem num contexto durável de anestesia psíquica e de embotamento emocional, de retraimento com relação aos outros, insensibilidade ao ambiente, anedonia, e de evitação de atividades ou de situações que possam despertar a lembrança do traumatismo, hiperatividade neurovegetativa, com hipervigilância, estado de alerta e insônia, associadas freqüentemente a uma ansiedade, depressão ou ideação suicida.

12 Quadros fóbicos Medos intensos e irracionais, por situações, objetos ou animais que objetivamente não oferecem ao indivíduo perigo real e proporcional à intensidade do medo. Agorafobia (F40.0): espaços amplos ou com muitas pessoas, locais de onde possa ser difícil escapar ou auxílio de pessoas próximas não rápido Fobia social (F40.1): medo intenso e persistente de situações sociais com exposição ao contato interpessoal, cobrança de desempenho... Fobia simples ou específica (F40.2): medo intenso, persistente, irracional, desproporcional. Como, de animais, ver objetos como seringas, sangue, faca, vidros quebrados, etc.

13 Transtorno Obsessivo-Compulsivo (F42) Presença de obsessões e compulsões Obsessões: idéias, pensamentos, fantasias ou imagens persistentes, que surgem de forma recorrente na consciência, vivenciadas com angústia e como algo que invade a consciência. Indivíduo reconhece caráter irracional e absurdo do pensamento, tentando neutralizá-lo com outros pensamentos ou rituais. Compulsões: comportamentos e rituais repetitivos, como lavar as mãos inúmeras vezes, tomar banhos, verificar se portas estão trancadas, bem como atos mentais como repetir palavras mentalmente em silêncio, fazer determinadas contas, rezar, em geral em resposta a uma idéia obsessiva. Compulsões também como resposta a pensamento mágico que vincula a realização do ato compulsivo ao afastamento de evento indesejado.

14 Quadros Dissociativos (Conversão) (F44) Manifestações clínicas referentes ao corpo, à mente e ao comportamento. Perda parcial ou completa das funções normais de integração das lembranças, da consciência, da identidade e das sensações imediatas, e do controle dos movimentos corporais. Perturbação das funções físicas que normalmente estão sob o controle da vontade ou perda das sensações Histeria de conversão: sintomas e perturbações corporais variadas (paralisias, analgesias, anestesias, cegueiras, no andar, rouquidão). Histeria dissociativa: podem ocorrer alterações da consciência, com pseudocrises que se assemelham às epilépticas. Com rebaixamento da consciência.

15 Transtorno Somatoforme, Hipocondríaco e Somatização Somatoforme (F45): presença repetida de sintomas físicos associados à busca persistente de assistência médica, apesar dos médicos nada encontram de anormal e afirmam que os sintomas não têm nenhuma base orgânica. Somatização (F45.0): quando o indivíduo usa (consciente ou inconscientemente) seu corpo ou sintomas corporais para fins psicológicos ou para obter ganhos pessoais. Dores difusas, sintomas gastrintestinais, síndromes pseudoneurológicas. Pode ocorrer na presença ou não de patologias físicas. Desejo de adquirir papel de doente. Hipocondria (F45.2): Temores e preocupações intensas com a idéias de ter uma doença grave, em geral a partir de sensações corporais ou sinais físicos insignificantes. Procura constante a médicos e serviços de saúde. Sem caráter delirante.

16 Neurastenia (F48.0) Está em relativo desuso, substituída por fadiga crônica. Fadiga fácil depois de esforço físico ou mental, dores musculares, dificuldade em relaxar, sensação de fraqueza e exaustão corporal, irritabilidade, dificuldade em concentrarse, tonturas, cefaléia, insegurança. Pode haver dificuldades com o sono e sintomas depressivos.

17 Farmacologia Ansiolíticos Benzodiazepínicos Barbitúricos GABA e derivados Antagonistas do receptor 5 TH1A Beta-Bloqueadores Fitoterápicos Meprobamato Alguns anti-depressivos Paroxetina (Fobia social e TAG) Fluoxetina Transtorno Disfórico Pré-Menstrual Sertralina Transtorno de Estresse Pós- Traumático e TOC pediátrico Venlafaxina TAG

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira Transtornos Neuróticos Aspectos históricos A distinção neuroses e psicoses foi, durante

Leia mais

Professor: Tiago Luiz Pereira

Professor: Tiago Luiz Pereira Professor: Tiago Luiz Pereira Ansiedade: inquietação, agonia, aflição, préocupação, expectativa de um acontecimento inesperado e perigoso diante do qual a pessoa sente-se indefesa ou impotente. Dividem-se

Leia mais

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental TRANSTORNOS ANSIOSOS Prof. Humberto Müller Saúde Mental Porque nos tornamos ansiosos? Seleção natural da espécie Ansiedade e medo... na medida certa, ajuda! Transtornos de Ansiedade SINTOMAS: Reação exagerada

Leia mais

Legado evolutivo vital que leva um organismo a evitar ameaças, tendo um valor óbvio na sobrevivência.

Legado evolutivo vital que leva um organismo a evitar ameaças, tendo um valor óbvio na sobrevivência. ANSIEDADE E TRANSTORNOS DE ANSIEDADE MEDO E ANSIEDADE MEDO Legado evolutivo vital que leva um organismo a evitar ameaças, tendo um valor óbvio na sobrevivência. É uma emoção produzida pela percepção de

Leia mais

Neurose Ansiosa. Neurose Ansiosa. Psicopatologia Geral e Especial. Carlos Mota Cardoso

Neurose Ansiosa. Neurose Ansiosa. Psicopatologia Geral e Especial. Carlos Mota Cardoso Neurose Ansiosa 1 Angústia A angústia surge ante qualquer eventual ameaça à identidade e ao EU. Pode emergir em diversas circunstâncias, desde a mais estrita normalidade à franca psicopatologia. A angústia

Leia mais

TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA II curso Transtornos Afetivos ao Longo da Vida GETA TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA Após os transtornos de déficit de atenção/hiperatividade

Leia mais

PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL

PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL Das Informações Éticas na Participação de Médicos em Seminários, Fóruns, Conferências, Congressos e

Leia mais

IBH. PROF. Me. JEFFERSON CABRAL AZEVEDO

IBH. PROF. Me. JEFFERSON CABRAL AZEVEDO IBH PROF. Me. JEFFERSON CABRAL AZEVEDO ANSIEDADE De acordo com o DSM-IV(2009) a ansiedade pode ser entendida como uma emoção de desconforto que os seres humanos experienciam em resposta a um perigo presente

Leia mais

2 A classificação dos transtornos de ansiedade: aspectos históricos

2 A classificação dos transtornos de ansiedade: aspectos históricos 2 A classificação dos transtornos de ansiedade: aspectos históricos A vontade do Homem de entender a origem patológica da ansiedade vem de longa data, provavelmente desde a Grécia Antiga, em que as explicações

Leia mais

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência 1 - Forte desejo ou compulsão para usar a substância. 2 - Dificuldade em controlar o consumo da substância, em termos de início, término e quantidade.

Leia mais

Afinal de contas, o que é ansiedade? Mas ser ansioso não é normal? Ansiedade é uma doença?

Afinal de contas, o que é ansiedade? Mas ser ansioso não é normal? Ansiedade é uma doença? Afinal de contas, o que é ansiedade? Mas ser ansioso não é normal? Ansiedade é uma doença? Ansiedade = falta de confiança na vida No senso comum, ansiedade é igual a aflição, angústia, nervosismo, perturbação

Leia mais

Claudio C. Conti www.ccconti.com. Transtorno do Pânico e Fobias

Claudio C. Conti www.ccconti.com. Transtorno do Pânico e Fobias Claudio C. Conti www.ccconti.com Transtorno do Pânico e Fobias Transtorno do pânico definição CID-10: F41.0 [ansiedade paroxística episódica] A característica essencial deste transtorno são os ataques

Leia mais

Procedimentos médicoadministrativos em distúrbios. mentais relacionados ao trabalho

Procedimentos médicoadministrativos em distúrbios. mentais relacionados ao trabalho Procedimentos médicoadministrativos em distúrbios mentais relacionados ao trabalho Dra Ana Paula Schmidt Waldrich Médica do Trabalho CRM-SC 13.384 Doença Ocupacional Quais as formas de caracterização de

Leia mais

FADIGA, NEURASTENIA ou. Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo

FADIGA, NEURASTENIA ou. Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo FADIGA, NEURASTENIA ou TRANSTORNOS SOMATOFORMES Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo Sinais e sintomas relatados por pacientes com fadiga

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL N.º 01/2015 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL N.º 01/2015 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL N.º 01/2015 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS PROCESSO SELETIVO 07 TÉCNICO DE ENFERMAGEM (Saúde Mental e Psiquiatria) 01. C 11. E 21. D 02. E 12.

Leia mais

02/03/2011 PERSPECTIVA SINDRÔMICA

02/03/2011 PERSPECTIVA SINDRÔMICA PSICOPATOLOGIA CLASSIFICAÇÕES DIAGNÓSTICAS COMPREENSÃO DAS SÍNDROMES Profa. Dra. Marilene Zimmer Psicologia - FURG 2 Embora a psicopatologia psiquiátrica contemporânea tenda, cada vez mais, a priorizar

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA 21. Quatro pacientes diferentes foram atendidos no ambulatório, apresentando na consulta um conjunto de características colhidas durante o histórico feito

Leia mais

Transtornos da Ansiedade e Alimentares

Transtornos da Ansiedade e Alimentares Cartilha de Prevenção 1 ANS - nº31763-2 Transtornos da Ansiedade e Alimentares Janeiro/2014 Apresentação Mais uma vez a Amafresp traz aos filiados informações de suma importância para a saúde de todos.

Leia mais

Estudo de Casos. Alexandre Pereira

Estudo de Casos. Alexandre Pereira Estudo de Casos Alexandre Pereira Caso 1 Cena 1: Dona Ivone de 54 anos é encaminhada pelo seu clínico para um serviço de psiquiatria no hospital universitário da cidade onde mora. A paciente é acolhida

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Com relação à classificação diagnóstica em psiquiatria e considerando o DSM-IV-TR e a CID-10, julgue os itens a seguir. 63 O uso da L-tri-iodotironina (T3) com vistas a potencializar

Leia mais

ANSIEDADE? O QUE SAO TRANSTORNOS DE ANSIEDADE O QUE SAO TRANSTORNOS DE ANSIEDADE? SINTOMAS PSICOLÓGICOS SINTOMAS FÍSICOS

ANSIEDADE? O QUE SAO TRANSTORNOS DE ANSIEDADE O QUE SAO TRANSTORNOS DE ANSIEDADE? SINTOMAS PSICOLÓGICOS SINTOMAS FÍSICOS PRESENTS O QUE SAO TRANSTORNOS DE ANSIEDADE? stress preocupação dor de cabeça ANSIEDADE pagamentos trabalho contas O QUE SAO TRANSTORNOS DE ANSIEDADE? Indivíduos que sofrem de transtorno de ansiedade podem

Leia mais

Ética e Psicopatologia. Concurso INSS 2012

Ética e Psicopatologia. Concurso INSS 2012 Ética e Psicopatologia Concurso INSS 2012 Ética Éticaé a parte dafilosofiadedicada aos estudos dos valores morais e princípios ideais do comportamento humano.a palavra "ética" é derivada dogrego, e significa

Leia mais

Transtorno de Ansiedade. Manual Informativo

Transtorno de Ansiedade. Manual Informativo Transtorno de Ansiedade Manual Informativo O que são? Principais sintomas dos transtornos de ansiedade Transtornos associados ou comorbidades Grupo de risco Diagnóstico Tratamento variantes e dificuldades

Leia mais

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas A ansiedade é uma vivência normal que todos os seres humanos experimentam com freqüência. Estado afetivo caracterizado por uma

Leia mais

Como Usar este Livro 1

Como Usar este Livro 1 Sumário CAPÍTULO 1 Como Usar este Livro 1 PÚBLICO 1 ORGANIZAÇÃO DO LIVRO 2 CONTENDO O EXCESSO DE DIAGNÓSTICOS E EVITANDO MODISMOS 5 PROBLEMAS COM O DSM-5 5 Cuidado!: 6 A ENTREVISTA DE DIAGNÓSTICO 7 DIAGNÓSTICO

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina

RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito da Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0335.14.579-4 DATA 07/03/2014

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ANSIEDADE

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ANSIEDADE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ANSIEDADE Gabriele Gris Kelly Cristina da Silva Cardoso Luciana

Leia mais

O que é TOC? O transtorno obsessivocompulsivo,

O que é TOC? O transtorno obsessivocompulsivo, UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM 2015 O transtorno obsessivocompulsivo, conhecido popularmente pela sigla TOC, é um distúrbio psiquiátrico de ansiedade. Sua principal característica

Leia mais

Niquitin. GlaxoSmithKline. Adesivos Transdérmicos. Nicotina 7, 14 e 21 mg

Niquitin. GlaxoSmithKline. Adesivos Transdérmicos. Nicotina 7, 14 e 21 mg Niquitin GlaxoSmithKline Adesivos Transdérmicos Nicotina 7, 14 e 21 mg NiQuitin nicotina APRESENTAÇÕES Embalagens com 7 adesivos transdérmicos transparente de nicotina (7mg, 14mg ou 21mg) USO TÓPICO -

Leia mais

Doenças do Comportamento Alimentar. Filipe Pinheiro de Campos

Doenças do Comportamento Alimentar. Filipe Pinheiro de Campos NUTRIÇÃO e PATOLOGIAS ASSOCIADAS Doenças do Comportamento Alimentar Saúde e Bem Estar ATITUDES AMBIENTE FISIOLOGIA SAÚDE HEREDITARIEDADE ECONOMIA CULTURA ALIMENTAÇÃO 2 Implicações Clínicas Doenças por

Leia mais

Suicídio nos pacientes com Transtorno de Personalidade Borderline.

Suicídio nos pacientes com Transtorno de Personalidade Borderline. Suicídio nos pacientes com Transtorno de Personalidade Borderline. Instituto José Frota Messiano Ladislau Nogueira de Sousa Médico Psiquiatra - Formação no Hospital das Clínicas ( HUWC Fortaleza ) Maio

Leia mais

ESTRUTURA CEREBRAL 1. SISTEMA LÍMBICO PROBLEMAS DO SISTEMA LÍMBICO PROFUNDO

ESTRUTURA CEREBRAL 1. SISTEMA LÍMBICO PROBLEMAS DO SISTEMA LÍMBICO PROFUNDO ESTRUTURA CEREBRAL As informações de atividade cerebral aqui comentadas estão baseadas no SPECT - tomografia computadorizada de emissão de fóton único. É um estudo de medicina nuclear que olha diretamente

Leia mais

TRAUMA PSÍQUICO ORIENTAÇÕES GERAIS AOS MÉDICOS NÚCLEO DE ESTUDOS E TRATAMENTO DO TRAUMA (NET TRAUMA)

TRAUMA PSÍQUICO ORIENTAÇÕES GERAIS AOS MÉDICOS NÚCLEO DE ESTUDOS E TRATAMENTO DO TRAUMA (NET TRAUMA) TRAUMA PSÍQUICO ORIENTAÇÕES GERAIS AOS MÉDICOS NÚCLEO DE ESTUDOS E TRATAMENTO DO TRAUMA (NET TRAUMA) SERVIÇO DE PSIQUIATRIA HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE (HCPA) DEPARTAMENTO DE PSIQUIATRIA UNIVERSIDADE

Leia mais

Prevenção em saúde mental

Prevenção em saúde mental Prevenção em saúde mental Treinar lideranças comunitárias e equipes de saúde para prevenir, identificar e encaminhar problemas relacionados à saúde mental. Essa é a característica principal do projeto

Leia mais

Comitê Multidisciplinar de Saúde Mental da ITAIPU Binacional

Comitê Multidisciplinar de Saúde Mental da ITAIPU Binacional Comitê Multidisciplinar de Saúde Mental da GRAZIELI LOISE PEREIRA HOPPE FERNANDA CABRAL SCHVEITZER DENISE PERES DE ALMEIDA LEON Setembro/2013 Os transtornos psiquiátricos afetam pessoas de todas as regiões

Leia mais

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012)

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Lieke Hassink-Franke, Berend Terluin, Florien van Heest, Jan Hekman, Harm van Marwijk, Mariëlle van Avendonk traduzido do original em holandês por

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Julho de 2010 Doença mental: conceito (MENDONÇA, 2010, p.01) http://1.bp.blogspot.com/_mzpoqgwvece/srfniy_qxoi/aaaaaaaaa ba/kzmw4ym5-qq/s400/mente-humana%5b1%5d.gif

Leia mais

Aspectos da Consciência

Aspectos da Consciência Consciência Aspectos da Consciência Consciência Muitos livros definem a consciência como a percepção atual do indivíduo em relação a estímulos externos e internos isto é, de eventos do ambiente e de sensações

Leia mais

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail. 22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.com DEPRESSÃO 1. Afeta pelo menos 12% das mulheres e 8% dos homens

Leia mais

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral)

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral) Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 5- Psicofármacos e Ansiedade Ansiedade Estado desagradável de tensão, apreensão, inquietação ; Um medo às vezes de origem desconhecida; Sintomas

Leia mais

DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão

DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão - F32 Episódios depressivos Nos episódios típicos de cada um dos três graus de depressão: leve, moderado ou grave, o paciente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 - Transtorno depressivo

Leia mais

Quando o medo transborda

Quando o medo transborda Quando o medo transborda (Síndrome do Pânico) Texto traduzido e adaptado por Lucas Machado Mantovani, mediante prévia autorização do National Institute of Mental Health, responsável pelo conteúdo original

Leia mais

Dr. Eduardo Henrique Teixeira

Dr. Eduardo Henrique Teixeira Dr. Eduardo Henrique Teixeira CONCEITO Personalidade normal: Maneira (única) de cada indivíduo de reagir e de se relacionar com outros e com o ambiente. CONCEITO Personalidade anormal: Disposição, inata,

Leia mais

Fundada em 1986. Gestão Comportamental. Educação para a saúde Gestão de crise

Fundada em 1986. Gestão Comportamental. Educação para a saúde Gestão de crise MISSÃO Educar para a prevenção e condução de crises, visando a saúde emocional individual, da família e da organização. Gestão Comportamental Fundada em 1986 PAP - Programa de Apoio Pessoal Atuações em

Leia mais

1 Introdução Geral. 1.1 Neuropsicologia

1 Introdução Geral. 1.1 Neuropsicologia 1 Introdução Geral 1.1 Neuropsicologia No século XIX a idéia de se construir instrumentos para a obtenção de observações controladas, tornou-se mais aceita. A partir deste momento a primeira geração de

Leia mais

KratsPsiquê. A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc.

KratsPsiquê. A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc. DEPRESSÃO A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc. BDI- Inventário de Depressão Beck: a medição é feita por escores

Leia mais

TRANSTORNOS ANSIOSOS

TRANSTORNOS ANSIOSOS TRANSTORNOS ANSIOSOS - Disciplina de pós graduação em Psicologia Clínica 8a. aula Francisco B. Assumpção Jr. cassiterides@bol.bom.br TRANSTORNOS NEURÓTICOS: Histórico William Cullen (1785) Ordem I - Coma,

Leia mais

Transtornos de Personalidade e Implicações Forenses. Personalidade. Personalidade 26/09/2015. PUC Goiás Prof.ª Otília Loth

Transtornos de Personalidade e Implicações Forenses. Personalidade. Personalidade 26/09/2015. PUC Goiás Prof.ª Otília Loth Transtornos de Personalidade e Implicações Forenses PUC Goiás Prof.ª Otília Loth Personalidade Personalidade é uma totalidade relativamente estável e previsível de traços emocionais e comportamentais que

Leia mais

Saúde Mental do Trabalhador. Grazieli Barbier Barros Terapeuta Ocupacional Especialista em Saúde Pública e da família.

Saúde Mental do Trabalhador. Grazieli Barbier Barros Terapeuta Ocupacional Especialista em Saúde Pública e da família. Saúde Mental do Trabalhador Grazieli Barbier Barros Terapeuta Ocupacional Especialista em Saúde Pública e da família. Definição Para a OMS: Saúde é um estado de completo bem-estar físico mental e social,

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da

Leia mais

Transtorno do Pânico: a fobia das sensações corporais e suas conseqüências.

Transtorno do Pânico: a fobia das sensações corporais e suas conseqüências. Transtorno do Pânico: a fobia das sensações corporais e suas conseqüências. Marcelo da Rocha Carvalho Psicoterapeuta Centro Psicológico de Controle do Stress São Paulo Muitos são os transtornos psicológicos

Leia mais

DIOVANA TAIS LINK ENGSTER TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA

DIOVANA TAIS LINK ENGSTER TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA DIOVANA TAIS LINK ENGSTER TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA SANTA ROSA, DEZEMBRO, 2013 UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIJUÍ DEPARTAMENTO DE HUMANIDADES E EDUCACÃO

Leia mais

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015 Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

TRANSTORNO POR ESTRESSE PÓS TRAUMÁTICO

TRANSTORNO POR ESTRESSE PÓS TRAUMÁTICO TRANSTORNO POR ESTRESSE PÓS TRAUMÁTICO Presidente da Associação Psiquiátrica de Brasília -APBr - ABP. Diretor de Pós Graduação da área médica e afins da SOEBRAS. Professor convidado da Faculdade de Medicina

Leia mais

PARECER TÉCNICO. Núcleo de Apoio à Vítima de Estupro (NAVES) Rua Tibagi, 779, Gabinete 803, Centro, Curitiba PR, telefone 3250-4022.

PARECER TÉCNICO. Núcleo de Apoio à Vítima de Estupro (NAVES) Rua Tibagi, 779, Gabinete 803, Centro, Curitiba PR, telefone 3250-4022. PARECER TÉCNICO Atendendo à solicitação da Procuradora de Justiça Coordenadora do Núcleo de Apoio à Vítima de Estupro (NAVES), Dra. Rosângela Gaspari, eu, Erica A. C. M. Eiglmeier, psicóloga, venho apresentar

Leia mais

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave.

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave. NOTA TÉCNICA 65/2013 Solicitante Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câmara Cível TJMG RÉU: ESTADO DE MINAS GERAIS E MUNICÍPIO DE ITAPECERICA Data: 05/05/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura

Leia mais

Módulo 3: Clínica da Atenção Psicossocial. Unidade 2: Ansiedade e transtornos

Módulo 3: Clínica da Atenção Psicossocial. Unidade 2: Ansiedade e transtornos Módulo 3: Clínica da Atenção Psicossocial Unidade 2: Ansiedade e transtornos relacionados 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Reitor Natalino Salgado Filho Vice-Reitor Antonio José Silva Oliveira Pró-Reitoria

Leia mais

ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE

ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE Trabalho da cadeira de Psicofarmacologia do Mestrado em Psicologia Clínica 2012 André Leite Gonçalves Mestrado em Psicologia Clínica E-mail de contato:

Leia mais

Stress. Saúde Mental. ão.

Stress. Saúde Mental. ão. Saúde Mental Stress Se dura o tempo necessário para proteger o organismo de uma situação de risco, é saudável. Quando passa dias e dias sem controle, vira doença. O Stress, além de ser ele próprio e a

Leia mais

TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE CEREST ESTADUAL

TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE CEREST ESTADUAL TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE CEREST ESTADUAL Virginia Célia de B. Oliveira Psicóloga O NORMAL E O PATOLÓGICO Conceitos de Normalidade 1. O normal: Visão de saúde como o oposto à doença;

Leia mais

Saúde Mental no Trabalho

Saúde Mental no Trabalho Saúde Mental no Trabalho Disciplina de Medicina Social e do Trabalho Acadêmicos: Arthur Danila, Barbara Novaes, Caio Casella, Bruna Piloto, Bruno Zanon, Bruno Ricci Orientadora: Prof a. Dra. Débora Glina

Leia mais

Sumário 1 Diagnóstico Diferencial Passo a Passo...1 2 Diagnóstico Diferencial por Meio de Algoritmos...17

Sumário 1 Diagnóstico Diferencial Passo a Passo...1 2 Diagnóstico Diferencial por Meio de Algoritmos...17 Sumário 1 Diagnóstico Diferencial Passo a Passo...1 2 Diagnóstico Diferencial por Meio de Algoritmos...17 2.1 Algoritmo de Decisão para Baixo Desempenho Escolar... 22 2.2 Algoritmo de Decisão para Problemas

Leia mais

Dr. Gustavo Teixeira Psiquiatria da infância e adolescência

Dr. Gustavo Teixeira Psiquiatria da infância e adolescência Dr. Gustavo Teixeira Psiquiatria da infância e adolescência www.comportamentoinfantil.com EPIDEMILOGIA 10-20% da população infanto-juvenil (AACAP 2002) Blumenau 61.600 matrículas (IBGE 2008) 6.160 estudantes???

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA - UNICAMP

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA - UNICAMP Prezado aluno, Estes exercícios fazem parte de uma compilação de vários testes e provas que foram utilizadas no passado e formam uma base sólida para estudo. Tente resolvê-los sozinho, ao invés de simplesmente

Leia mais

Esta categoria global inclui as variedades comuns de esquizofrenia, juntamente com

Esta categoria global inclui as variedades comuns de esquizofrenia, juntamente com F20.0 Esquizofrenia Esta categoria global inclui as variedades comuns de esquizofrenia, juntamente com algumas variedades menos comuns e transtornos intimamente relacionados. F20.0 F20.3 Critérios gerais

Leia mais

www.saudedireta.com.br

www.saudedireta.com.br F00-F99 CAPÍTULO V : Transtornos mentais e comportamentais F00.0*Demência na doença de Alzheimer de início precoce (G30.0+) F00.1*Demência na doença de Alzheimer de início tardio (G30.1+) F00.2*Demência

Leia mais

TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS

TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS Marina Aparecida Luiz de Freitas 1 ; Sandra Cristina Catelan-Mainardes 2 RESUMO: O presente estudo

Leia mais

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total.

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total. INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões. 1. Caderno de Questões Verifique se este Caderno de Questões contém a prova de Conhecimentos Específicos referente ao cargo

Leia mais

Ansiedade em crianças e adolescentes

Ansiedade em crianças e adolescentes Ansiedade em crianças e adolescentes A ansiedade é uma parte normal do desenvolvimento das crianças. Contudo, algumas crianças/jovens sentem ansiedade de uma forma mais intensa e frequente do que a maioria

Leia mais

cloridrato de paroxetina Comprimido revestido 20mg

cloridrato de paroxetina Comprimido revestido 20mg cloridrato de paroxetina Comprimido revestido 20mg MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES AO PACIENTE cloridrato de paroxetina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÃO Comprimido revestido 20mg

Leia mais

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16 DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA A tensão do dia a dia é a causa mais freqüente das dores de cabeça mas, elas poderem aparecer por diversas causas e não escolhem idade e sexo. Fique sabendo, lendo este artigo,

Leia mais

Assunto: Fibromialgia Nº: 45/DGCG DATA: 09/09/05. Administrações Regionais de Saúde e Médicos dos Serviços Prestadores de Cuidados de Saúde

Assunto: Fibromialgia Nº: 45/DGCG DATA: 09/09/05. Administrações Regionais de Saúde e Médicos dos Serviços Prestadores de Cuidados de Saúde Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Fibromialgia Nº: 45/DGCG DATA: 09/09/05 Para: Contacto na DGS: Administrações Regionais de Saúde e Médicos dos Serviços Prestadores

Leia mais

Edith Lauridsen-Ribeiro Cássio Rogério D. L. Figueiredo São Paulo, dezembro/2011

Edith Lauridsen-Ribeiro Cássio Rogério D. L. Figueiredo São Paulo, dezembro/2011 Edith Lauridsen-Ribeiro Cássio Rogério D. L. Figueiredo São Paulo, dezembro/2011 Os transtornos mentais comuns (TMC), expressão criada por Goldberg & Huxley (1992), caracterizam-se por sintomas como insônia,

Leia mais

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell Novartis Biociências S.A. 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell nicotina APRESENTAÇÕES Embalagens com 7 adesivos transdérmicos de nicotina (7mg, 14mg ou 21mg) USO TÓPICO - USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina

RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina SOLICITANTE Drª Kellen Cristini de Sales e Souza Juíza de Direito da Comarca de Paraopeba NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0474.14.001582-4

Leia mais

alprazolam (Idoxuridina) Zydus Nikkho Farmacêutica Ltda Comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Bula do Paciente

alprazolam (Idoxuridina) Zydus Nikkho Farmacêutica Ltda Comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Bula do Paciente alprazolam (Idoxuridina) Zydus Nikkho Farmacêutica Ltda Comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Bula do Paciente alprazolam comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Medicamento Genérico Lei nº 9.787,

Leia mais

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira Revisão Continente Psiquiátrico Neurótico (Patologia da experiência ) (TOC Transtorno

Leia mais

TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO

TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO 1. O QUE É TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO? O Transtorno Obsessivo Compulsivo, ou simplesmente TOC, é um distúrbio caracterizado pela presença de obsessões e/ou compulsões.

Leia mais

Psiquiatria para o clínico Dr. André I. Petroucic Filho 07 maio 2014 Introdução Psiquiatria do dia a dia do clínico Pontos importantes sobre as principais doenças psiquiátricas Depressão, Ansiedade, Doença

Leia mais

Congestionamento e Lentidão do trânsito, Repercussão na saúde e comportamento.

Congestionamento e Lentidão do trânsito, Repercussão na saúde e comportamento. Congestionamento e Lentidão do trânsito, Repercussão na saúde e comportamento. Rodrigues Alves Jr. Dr. Dirceu Os engarrafamentos e as lentidões do trânsito nas grandes cidades parecem motivo para avaliação

Leia mais

Neurociência e Saúde Mental

Neurociência e Saúde Mental 1 DICAS PARA MELHORAR O SONO Dormir bem pode fazer toda a diferença para ir bem em uma prova, ser mais criativo no trabalho e manter uma boa memória. O sono é essencial para manter uma rotina saudável,

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran SOLICITANTE Dra. Renata Perdigão Juíza de Direito Comarca de Cristais NÚMERO DO PROCESSO Nº 112.13.002863-7 DATA 07/02/2014

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim

RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0335.14.1408-5 DATA 21/02/2014

Leia mais

Objetivo. Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva.

Objetivo. Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva. Objetivo Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva. Definição da palavra Ansiedade Comoção aflitiva de quem receia que uma coisa suceda ou não. Sofrimento de

Leia mais

1 - Noção de comportamento aditivo

1 - Noção de comportamento aditivo Módulo Nº 4 COMPORTAMENTOS ADITIVOS 1 - Noção de comportamento aditivo Entende-se por comportamento aditivo ou dependência, qualquer atividade, substância, objeto ou comportamento que se tornou o centro

Leia mais

ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação Ponto 06

ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação Ponto 06 ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação Ponto 06 Ergonomia dos Sistemas de Produção FADIGA Mario S. Ferreira Abril, 2012 Caráter Multidisciplinar da Abordagem: produtividade, condições de saúde, segurança e

Leia mais

TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE. Prof. Me. Jefferson Cabral Azevedo

TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE. Prof. Me. Jefferson Cabral Azevedo TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE Prof. Me. Jefferson Cabral Azevedo PSICOPATOLOGIA Psicopatologia é uma área do conhecimento que objetiva estudar os estados psíquicos relacionados ao sofrimento mental. É a

Leia mais

Dr. PHILIPE MACHADO DINIZ DE SOUZA LIMA CRM 52.84340-7 Psiquiatra adulto e infantil Mestrando em Saúde Coletiva IMS/UERJ

Dr. PHILIPE MACHADO DINIZ DE SOUZA LIMA CRM 52.84340-7 Psiquiatra adulto e infantil Mestrando em Saúde Coletiva IMS/UERJ Dr. PHILIPE MACHADO DINIZ DE SOUZA LIMA CRM 52.84340-7 Psiquiatra adulto e infantil Mestrando em Saúde Coletiva IMS/UERJ ANSIEDADE: uma vivência cotidiana comum. Necessária; aumenta motivação e produtividade.

Leia mais

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Alessandro Alves O amor não é aquilo que te deixa feliz, calmo e tranquilo. O nome disso é Rivotril. Frase atribuída a James Brown Benzodiazepínicos Estão entre

Leia mais

A Saúde Mental dos Trabalhadores da Saúde

A Saúde Mental dos Trabalhadores da Saúde A Saúde Mental dos Trabalhadores da Saúde Tatiana Thiago Mendes Psicóloga Clínica e do Trabalho Pós-Graduação em Saúde e Trabalho pelo HC FM USP Perita Judicial em Saúde Mental Panorama da Saúde dos Trabalhadores

Leia mais

O que você deve saber sobre

O que você deve saber sobre O que você deve saber sobre TOC Transtorno Obsessivo Compulsivo Fênix Associação Pró-Saúde Mental 1. O que é TOC? O Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma doença mental crônica (transtorno psiquiátrico),

Leia mais

Livipark (dicloridrato de pramipexol)

Livipark (dicloridrato de pramipexol) I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Livipark (dicloridrato de pramipexol) APRESENTAÇÕES Livipark (dicloridrato de pramipexol) comprimidos de 0,125 mg. Embalagem contendo 30, 60 e 100 Livipark (dicloridrato

Leia mais

III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO

III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO IVANA MAGALY LIMA ALENCAR CARVALHEIRA Psicóloga Clínica Hospitalar Neuropsicóloga - CRP 02/8461 Setembro/2010

Leia mais

Perturbação Obsessivo-Compulsiva

Perturbação Obsessivo-Compulsiva Perturbação Obsessivo-Compulsiva - Epidemiologia - - A prevalência da POC na população geral é desconhecida - 0,05% (Rudin, 1953) - aprox. 2% (Karno e Golding, 1991; Weissman, 1993) - Epidemiologia - -

Leia mais

(31) 3292 6299 www.fredericoporto.com.br

(31) 3292 6299 www.fredericoporto.com.br (31) 3292 6299 www.fredericoporto.com.br COACHING E PSICOPATOLOGIA UMA DIÁLOGO NECESSÁRIO Frederico Porto JANEIRO NO DIA 1 º DE JANEIRO ÀS 00:00 ACONTECE O BIG BANG.. SETEMBRO NO INÍCIO DE SETEMBRO SURGE

Leia mais

INVENTÁRIO DE SINTOMATOLOGIA DEPRESSIVA (AVALIADO POR CLÍNICOS) (IDS-C)

INVENTÁRIO DE SINTOMATOLOGIA DEPRESSIVA (AVALIADO POR CLÍNICOS) (IDS-C) INVENTÁRIO DE SINTOMATOLOGIA DEPRESSIVA (AVALIADO POR CLÍNICOS) (IDS-C) NOME: DATA: Faça um círculo na resposta de cada item que melhor descreva seu paciente nos últimos 7 dias. 1. Insônia Inicial: 0 Nunca

Leia mais

TRANSTORNO DE PÂNICO: ENTENDENDO MELHOR COMO ACONTECE O TRATAMENTO NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL.

TRANSTORNO DE PÂNICO: ENTENDENDO MELHOR COMO ACONTECE O TRATAMENTO NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL. TRANSTORNO DE PÂNICO: ENTENDENDO MELHOR COMO ACONTECE O TRATAMENTO NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL. * Danielle Moraes; Juliana Vieira; Marcos Fagundes. ** Cláudia Mazzoni * Alunos do curso de graduação

Leia mais