UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE LICENCIATURA EM DANÇA Coordenadora do Curso: Prof a Maria Cláudia Alves Guimarães IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Denominação do Curso: Licenciatura em Dança. 2. Título conferido: Licenciado. 3. Modalidade: Presencial. 4. Local da oferta: Campus Recife. 5. Total de vagas: 30 (em uma entrada anual). 6. Turno: Noite (e sábados pela manhã). As Eletivas acontecem das 17h às 18h50min 7. Carga horária mínima obrigatória: horas. 8. Duração: Mínimo: 08 (oito) semestres Máximo: 14 (quatorze) semestres. 9. Autorização do Curso: Aprovado pelo CCEPE em 22/04/ Resolução nº. 06/2008/CCEPE. 10. Ano de início do atual perfil curricular: OBJETIVOS DO CURSO O curso de Licenciatura em Dança forma o profissional para atuar no campo de ensino da dança, nas áreas do ensino formal (níveis fundamental e médio) ou não formal (ONGs, associações, empresas, centros culturais, etc.). Considerando a importância da relação artista-docente na formação do futuro professor, para atuar no ensino da dança enquanto área artística, o curso estimula o desenvolvimento de competências teóricas e criativas nos alunos, dando ênfase aos aspectos artísticos e pedagógicos da dança, além das competências nos aspectos da pesquisa e investigação teórica em dança. Promove o desenvolvimento da consciência corporal do graduando para lidar com a diferença, a singularidade e a diversidade de corpos no âmbito do ensino de dança na escola formal e não-formal. Objetivo Geral:

2 Instituir processos de ensino e de aprendizagem de ordem teórico-prática para a formação do educador em dança. Considerando a dança como área específica de conhecimento, pretende habilitar tecnicamente e desenvolver competências críticas, metodológicas e criativas em seus alunos, para que estes possam atuar prioritariamente na educação básica (ensino fundamental e médio), com ética, responsabilidade e consciência, como agentes formadores no campo do ensino da dança. Objetivos Específicos: a) Implementar um projeto educacional sólido e comprometido com a obtenção de excelência no exercício das atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, pertinentes ao Curso de Licenciatura em Dança; b) Criar novas possibilidades de experimentação e aprendizagem em dança; c) Formar educadores capazes de refletir criticamente sobre seu trabalho e exercê-lo de modo criativo, contribuindo assim para que a arte da dança seja mais presente na vida das pessoas e assuma seu papel de agente de transformação social; d) Desenvolver o senso crítico, a ética e a consciência das responsabilidades psicológicas, fisiológicas e sociais das atividades de dança; e) Capacitar o aluno para responder às demandas plurais do mercado de trabalho, acompanhando as mudanças aceleradas que têm lugar na sociedade e no campo artístico, bem como nas diversas áreas afins de conhecimento; f) Desenvolver a compreensão e formas de aplicação prática da inseparabilidade da teoria e da prática do cotidiano do professor, artista e público de dança; g) Estimular o aluno a estabelecer um diálogo entre a dança e outras expressões artísticas, permitindo uma interação entre diversas áreas do conhecimento. PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO O Curso de Licenciatura em Dança objetiva formar educadores habilitados para realizar a constante revisão de procedimentos criativos e pedagógicos, observando-se as implicações psicológicas, fisiológicas e sociais das atividades de dança, principalmente em ambiente escolar. Também devem estar aptos ao ensino da dança para portadores 2

3 de necessidades especiais, com consciência plena sobre a harmonia dos componentes motor, cognitivo, afetivo e emocional do ser. O profissional deve ter compromisso com a produção de novos conhecimentos artísticos e tecnologias educacionais, observando os contextos sócio-culturais de modo a estabelecer um processo pedagógico significativo para o aluno, favorecendo a valorização da auto-estima e da expressão corporal e a integração dos indivíduos na sociedade. O Licenciado em Dança deverá possuir ampla familiaridade com os processos históricos, em seus respectivos contextos artísticos, que influenciaram o desenvolvimento das artes do espetáculo, sendo capaz de refletir sobre as artes cênicas, além de ter um entendimento amplo do conceito de arte, superando hierarquias e preconceitos. CAMPO DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL O profissional graduado em Licenciatura em Dança atua como professor na educação básica, no ensino profissionalizante, nas escolas públicas e privadas e no ensino não formal (Companhias e Escolas de Dança, Fundações, Centros Culturais), podendo exercer a função de arte-educador em dança, na iniciativa pública, privada e no chamado terceiro setor (ONGs). Além de lecionar aulas de dança, esse profissional pode propor e coordenar projetos artísticos e socioculturais relacionados com a Pedagogia da Dança ou com abordagens corporais de preparação e bem-estar corporal. ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO A formação acadêmica adequada ao educador em dança envolve necessariamente a aprendizagem de uma série de conhecimentos e de práticas estabelecidos a partir das particularidades dessa arte. Assim, envolvidos no pensar e no fazer dança sob um viés pedagógico, docentes e discentes serão levados a problematizar suas experiências em relação aos contextos das artes e da sociedade. 3

4 Créditos Ch Total MANUAL INFORMATIVO DO ALUNO CAC A formação em questão supõe o acesso do educando ao estudo dos aspectos históricos e estéticos das transformações da educação, da arte e da dança, vistos em suas matrizes mais abrangentes em termos dos elementos técnicos, sociais, políticos e filosóficos. Para possibilitar e facilitar o processo de absorção crítica do conhecimento e seu exercício teórico-prático, a estrutura curricular proposta alinha-se em três eixos de organização. Cada um deles arregimenta conhecimentos e práticas a partir de critérios cronológicos, temáticos e/ou de especificidade técnica, e atua em inter-relação com os demais grupos, levando a uma soma das experiências e noções adquiridas pelos discentes. Seguem abaixo os eixos e respectivas disciplinas e cargas horárias: Eixo de Conhecimentos Pedagógicos Gerais e Específicos em Ensino de Dança Reunindo conhecimentos e técnicas de ordem metodológica, didática e pedagógica, as atividades curriculares aqui inscritas servem de apoio à pesquisa e à prática pedagógica na licenciatura. Eixo de Fundamentação e Investigação em Artes, Dança e Cultura: A fundamentação proporcionada pelas atividades curriculares deste núcleo contempla conhecimentos de ordem histórica, teórica e filosófica, estruturados de modo a dar ao aluno amplas possibilidades de contextualização e conceituação de fatos, idéias, propostas estéticas e sistemas teóricos, tidos como importantes no processo formativo do Licenciado em Dança. Eixo de Experimentação e Desenvolvimento das Linguagens da Dança: Reúne disciplinas práticas e teórico-práticas que, somadas às disciplinas teóricometodológicas, possibilitam uma sólida formação profissional para o educador em dança. CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DANÇA (PERFIL ) - Válido para os alunos ingressos a partir de CÓDIGO COMPONENTES OBRIGATÓRIOS CICLO PROFISSIONAL OU TRONCO COMUM Carga Horária Teo Prat. Pré-Requisitos Co-Requisitos 1 PERÍODO AN215 ANATOMIA PARA DANÇA

5 AR539 CONSCIÊNCIA CORPORAL E EXPRESSÃO ARTÍSTICA SF451 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO AR538 INTRODUÇÃO À DANÇA AR542 OFICINA DE DANÇA AR539 TOTAL PERÍODO IN723 ESTUDOS DO CORPO AN215 - AR541 ESTUDOS DO MOVIMENTO AR570 FUNDAMENTOS DA ARTE-EDUCAÇÃO PO492 FUNDAMENTOS PSICOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO AR544 OFICINA DE DANÇA AR542 - TOTAL PERÍODO IN724 ESTUDOS DO CORPO AN215 - AR543 ESTUDOS DO MOVIMENTO AR541 - AR545 HISTÓRIA DA DANÇA IN714 METODOLOGIAS DO ENSINO DA DANÇA AR570 - AR540 METODOLOGIAS DO ESTUDO E DA PESQUISA EM ARTES AR548 OFICINA DA DANÇA AR544 - AP493 POLÍTICAS EDUCACIONAIS - ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DA ESCOLA BÁSICA TOTAL PERÍODO AR552 DANÇAS TRADICIONAIS DO NORDESTE AR547 ESTUDOS DO MOVIMENTO AR543 - IN716 ESTÁGIO CURRICULAR EM ENSINO DE PO492, SF451 e DANÇA 1 TE707 - AR546 HISTÓRIA DA DANÇA AR545 - IN715 METODOLOGIAS DO ENSINO DA DANÇA IN714 - AR551 OFICINA DE DANÇA AR548 - TOTAL PERÍODO TE707 DIDÁTICA AR550 ESTUDOS DO MOVIMENTO AR547 - IN718 ESTÁGIO CURRICULAR EM ENSINO DE DANÇA IN716 - AR549 HISTÓRIA DA DANÇA IN725 METODOLOGIAS DO ENSINO DA DANÇA IN715 - AR571 OFICINA DE DANÇA AR551 - TOTAL PERÍODO PO493 AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM AR554 DANÇAS TRADICIONAIS NO NORDESTE AR552 - AR553 ESTUDOS DO MOVIMENTO AR550 - IN721 ESTÁGIO CURRICULAR EM ENSINO DE DANÇA IN718 - IN717 METODOLOGIAS DO ENSINO DA DANÇA IN725 - AR557 OFICINA DE DANÇA AR571 - TOTAL PERÍODO AR556 CRIAÇÃO EM DANÇA AR542, AR544, AR548 e AR551 - IN722 ESTÁGIO CURRICULAR EM ENSINO DE DANÇA IN721-5

6 AP492 GESTÃO EDUCACIONAL E GESTÃO ESCOLAR IN720 METODOLOGIAS DO ENSINO DA DANÇA IN717 - AR555 TER CUMPRIDO A TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM CARGA HORÁRIA PEDAGOGIA DA DANÇA 1 DE 1500h - TOTAL PERÍODO AR558 CRIAÇÃO EM DANÇA AR556 - LE716 INTRODUÇÃO A LIBRAS AR559 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM PEDAGOGIA DA DANÇA AR555 - TOTAL COMPONENTES ELETIVOS AR565 CULTURA E CONTEMPORANEIDADE AR562 ESTÉTICA AR568 ESTUDOS DA PERFORMANCE AR682 ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DO CORPO AR569 GESTÃO E AÇÃO CULTURAL AR005 HISTÓRIA DAS ARTES AR566 INTRODUÇÃO AOS ELEMENTOS VISUAIS E SONOROS DO ESPETÁCULO AR567 INTRODUÇÃO AOS ELEMENTOS VISUAIS E SONOROS DO ESPETÁCULO MU355 OFICINA DE MÚSICA AR563 PROCESSOS CULTURAIS NO BRASIL AR680 TÓPICOS EM HISTÓRIA DA DANÇA NO BRASIL AR561 VOZ E MOVIMENTO AR564 VOZ E MOVIMENTO OBSERVAÇÃO 1. CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO: HORAS 2. PARA COMPLEMENTAR A CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO, O ALUNO CURSARÁ HORAS EM COMPONENTES OBRIGATÓRIOS E 450 HORAS EM COMPONENTES ELETIVOS, NO PERFIL DO CURSO OU EM OUTROS CURSOS DE GRADUAÇÃO OU PÓS-GRADUAÇÃO DA UFPE E/OU EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR DEVIDAMENTE RECONHECIDAS OU, AINDA, EM ATIVIDADES COMPLEMENTARES COMO: MONITORIA, PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA OU EXTENÇÃO, INICIAÇÃO A DOCÊNCIA, PARTICIPAÇÃO EM CONGRESSOS E SEMINÁRIOS, DESDE QUE PERFAÇA UM TOTAL EQUIVALENTE A NO MÁXIMO 200 HORAS E TENHA A APROVAÇÃO DO COLEGIADO DO CURSO. Síntese de Carga Horária Componentes Obrigatórios Componentes Eletivos do Perfil 0 Componentes Eletivos Livres ou 450 Atividades Complementares * Atividades Complementares 0 Carga Horária Total * Todo aluno vinculado ao perfil obrigatoriamente participará de atividades complementares. INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR Tempo Mínimo Tempo Médio 8 semestres 9 semestres 6

7 Tempo Máximo 10 semestres ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO Conforme a Resolução 06/2005, do Conselho Coordenador de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFPE que dispõe sobre procedimentos para validação de atividades de monitoria, iniciação à docência, pesquisa e ações extensionistas, o aluno poderá receber crédito por tais atividades, inclusive participação em congressos, produções artísticas e visitas monitoradas, desde que positivamente avaliadas pelo colegiado do curso. O aluno que assim o desejar também poderá integralizar a carga horária destinada a estas atividades cursando componentes curriculares eletivos livres ou disciplinas eletivas constantes no perfil do curso, seguindo orientação da coordenação pedagógica do Curso de Licenciatura em Dança. É recomendado que esses componentes, de escolha livre, façam parte dos estudos em Artes Visuais, Artes Cênicas, Música, Comunicação Social, Letras; disciplinas das Ciências Humanas e Sociais, com ênfase em Pedagogia, Filosofia, Psicologia e Serviço Social, Sociologia e História, entre outras. Como exemplos, podem ser citados os seguintes: AR081 Folclore Brasileiro; CO271 Cultura Brasileira 1; CS004 Fundamentos de Sociologia; CS406 Sociologia da Arte; FL010 Introdução à Filosofia; FL261 Filosofia da Arte; FL269 Filosofia da Cultura; HI249 História de Pernambuco; HI276 História Social; HI277 História da Cultura; LE005 Língua Portuguesa 3; LE507 Produção de Texto; MU255 Iniciação Musical 1; MU257 Iniciação Musical 2; MU280 Iniciação Musical 3; MU450 Percepção Melódica; Compreendem todas as atividades que possam contribuir para a ampliação e o aprofundamento da experiência universitária ao nível de Ensino, Pesquisa e Extensão, através de participação em encontros científicos, acadêmicos ou artísticos, da realização de Projetos de Pesquisa, de Docência e de Extensão financiados ou não por bolsas de Iniciação à Pesquisa, de Iniciação à Docência e de Extensão, e quaisquer outras possibilidades de atuação discente academicamente válidas e reconhecidas por um sistema de créditos correspondente ao nível de envolvimento em questão. 7

8 ATIVIDADES CURRICULARES (ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO) As Atividades Curriculares do Curso de Licenciatura em Dança se subdividem em componentes curriculares teórico-práticos, que podem eventualmente ser oferecidas sob a forma de seminários, oficinas ou laboratórios, disciplinas e atividades acadêmicocientífico-culturais, tais como Monitorias, Projetos de Iniciação à Docência, Projetos de Iniciação à Pesquisa e Projetos de Extensão. Disciplinas: Objetivam a aprendizagem de diferentes conteúdos através de processos analíticos e pedagógicos, conduzidos pelo docente, com o objetivo de sistematizar conhecimentos básicos à formação do aluno. Seminários: Privilegiam experiências fundamentalmente voltadas para a pesquisa e a socialização de conhecimentos, obtidos em processos de estudo, conduzidos sob orientação docente. Oficinas: Fornecem espaços adequados ao exercício de atividades eminentemente práticas ou teórico-práticas, orientadas pelo docente, e destinadas à experimentação de conteúdos e técnicas de caráter específico nos diversos campos do saber. Laboratórios: Proporcionam espaços de pesquisa e de reflexão nos quais projetos individuais e de grupo podem ser testados e submetidos a processos de análise de vital importância para o amadurecimento físico e mental dos discentes. Atividades Acadêmico-Científico-Culturais: Compreendem todas as atividades que possam contribuir para a ampliação e o aprofundamento da experiência universitária ao nível de Ensino, Pesquisa e Extensão, através de participação em encontros científicos, acadêmicos ou artísticos, da realização de Projetos de Pesquisa, de Docência e de Extensão financiados ou não por 8

9 bolsas de Iniciação à Pesquisa, de Iniciação à Docência e de Extensão, e quaisquer outras possibilidades de atuação discente academicamente válidas e reconhecidas por um sistema de créditos correspondente ao nível de envolvimento em questão. ESTÁGIO SUPERVISIONADO As disciplinas de Estágio supervisionado compreendem as modalidades observação e regência em ensino da dança, nos níveis escolares: Educação Infantil e Ensino Fundamental no 1º, 2º, 3º e 4º ciclos; Educação para Jovens e Adultos; Ensino Médio; ambientes de ensino não formal. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Pode ser resultante de investigação teórica sobre temática pertinente ao universo da dança-educação; reflexão crítica sobre procedimentos, experimentações metodológicas, produção de material ou instrumental didático, iniciativas de produção e gestão cultural, atrelados ou não aos Estágios Curriculares Supervisionados e às disciplinas de Metodologias do Ensino da Dança, desde que evidenciem o caráter artístico-pedagógico do objeto escolhido para estudo. Pode ser encaminhado como monografia, ensaio crítico-analítico, série de artigos, memorial ou outras formas de apresentação de trabalho acadêmico aceitas pelo Colegiado do Curso. 9

Coordenadora do Curso: Profa. Maria das Vitórias Negreiros do Amaral

Coordenadora do Curso: Profa. Maria das Vitórias Negreiros do Amaral UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE ARTES VISUAIS Coordenadora do Curso: Profa. Maria das Vitórias Negreiros do Amaral IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Denominação

Leia mais

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Coordenador do Curso: Prof. Dirceu Tavares de Carvalho Lima Filho IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular CICLO GERAL OU CICLO BÁSICO AR081- FOLCLORE BRASILEIRO OBRIGATÓRIO 1 30 30 60 3 Fórmula: AR280 AR280- FOLCLORE BRASILEIRO FOLCLORE, ORIGENS, CAMPOS DE ATUAÇÃO E INTERLIGAÇÃO COM OUTRAS CIÊNCIAS, INFLUÊNCIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão RESOLUÇÃO N 125-CONSUN, de 2 de maio de 20 Aprova o projeto de criação do Curso de Licenciatura em Artes Visuais, em substituição à Habilitação em Artes Plásticas do Curso de Licenciatura em Educação Artística

Leia mais

Coordenador do Curso: Prof. Rodrigo Octávio D Azevedo Carreiro

Coordenador do Curso: Prof. Rodrigo Octávio D Azevedo Carreiro UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE CINEMA E AUDIOVISUAL Coordenador do Curso: Prof. Rodrigo Octávio D Azevedo Carreiro IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Denominação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 62 / 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Dança, Licenciatura,

Leia mais

Área de Ciências Humanas

Área de Ciências Humanas Área de Ciências Humanas Ciências Sociais Unidade: Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia (FCHF) www.fchf.ufg.br Em Ciências Sociais estudam-se as relações sociais entre indivíduos, grupos e instituições,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Artes Visuais busca formar profissionais habilitados para a produção, a pesquisa

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA

ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA Código: 03 Matriz Curricular: DANÇA - Laranjeiras - Presencial - Noturno - Licenciatura Plena Período Letivo de Entrada em Vigor 2012-1 Carga Horária: Total

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 01/2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

CURSO DE MÚSICA - BACHARELADO

CURSO DE MÚSICA - BACHARELADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE MÚSICA - BACHARELADO Coordenador do Curso: Prof. Rinaldo de Melo Fonseca IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Denominação dos Cursos:

Leia mais

Coordenador do Curso: Prof. Heitor Costa Lima da Rocha

Coordenador do Curso: Prof. Heitor Costa Lima da Rocha UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO CAC CURSO DE JORNALISMO Coordenador do Curso: Prof. Heitor Costa Lima da Rocha IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Denominação do Curso: Jornalismo.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura

Leia mais

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO 1º N1 1. Espaços e Práticas Culturais 40h N1 2. Oficina de Artes Visuais 80h N1 3. Prática de Leitura e escrita 80h

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º MU096- CANTO 1A OBRIG 0 60 60 2.0 Fórmula: MU055 MU055- PERCEPCAO RITMICA MU271- CANTO CORAL 1 OBRIG 0 30 30 1.0 Fórmula: MU096 MU096- CANTO 1A PRÁTICA DA POLIFONIA VOCAL A DUAS E TRÊS VOZES.

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí RESOLUÇÃO Nº 05 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2012 Aprova alteração da matriz curricular do curso de Pedagogia.. A PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DAS FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO IVAÍ, no uso da delegação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em,

Leia mais

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de RESOLUÇÃO Nº 014/2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Informática, da Escola Superior de Tecnologia, da Universidade do Estado do Amazonas. O REITOR, EM EXERCÍCIO, DA UNIVERSIDADE

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1. ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO 99-7233-02

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1. ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO 99-7233-02 MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA SERIADO ANUAL - MATUTINO/NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 30 h/a Prática: 30 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE. Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE. Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico Ingressantes em 2007 Dados: Sigla: Licenciatura em Educação Física Área: Biológicas

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 07/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo busca preencher

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2015 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2015 1.ª SÉRIE Curso: Graduação: Regime: EDUCAÇÃO FÍSICA MATRIZ CURRICULAR LICENCIATURA SERIADO ANUAL - NOTURNO Duração: 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA 464 Turno: VESPERTINO Currículo nº 2 Reconhecido pelo Decreto nº. 3598, de 14.02.08, D.O.E. de 14.02.08, e complementação do reconhecimento pelo Decreto nº. 5395, de 14.09.09,

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL... 4 02 INVESTIGAÇÃO PEDAGÓGICA: DIVERSIDADE CULTURAL NA APRENDIZAGEM... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA...

Leia mais

Resolução nº 048, de 18 de maio de 2015.

Resolução nº 048, de 18 de maio de 2015. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Conselho Superior Resolução nº

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇAO FÍSICA DA FAEFID / UFJF

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇAO FÍSICA DA FAEFID / UFJF 1 GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇAO FÍSICA DA FAEFID / UFJF JANEIRO DE 2007. APROVADA EM 31 DE JANEIRO DE 2007 HABILITAÇAO EM LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA (L) HABILITAÇAO EM BACHARELADO

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE I... 4 02 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 4 03 PROFISSIONALIDADE DOCENTE... 4 04 RESPONSABILIDADE

Leia mais

a importância de formar profissionais para atuar nos campos de trabalho emergentes na área;

a importância de formar profissionais para atuar nos campos de trabalho emergentes na área; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n. 66/ 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Computação, Licenciatura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO ELABORAÇÃO DO PPC INTRODUÇÃO O Projeto Pedagógico de Curso (PPC) deve orientar a ação educativa, filosófica e epistemológica do mesmo, explicitando fundamentos políticos,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 4 anos INÍCIO EM 2012.1

MATRIZ CURRICULAR 4 anos INÍCIO EM 2012.1 MATRIZ CURRICULAR 4 anos INÍCIO EM 2012.1 EIXO1 Formação docente: Profissionalização, Ética e Cidadania 1º Período Disciplina C.H.R. C.H.S. Informática Aplicada 20 20 01 01 Políticas Públicas e Organizações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS LICENCIATURA PLENA ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS O Curso de Ciências Biológicas, através

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ARTES VISUAIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ARTES VISUAIS ANEXO A SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ARTES VISUAIS REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS COMPONENTES CURRICULARES PRÁTICAS DE ENSINO DO CURSO DE LICENCIATURA

Leia mais

CRIAÇÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO

CRIAÇÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A P r ó - R e i t o r i a d e E n s i n o d e G r a d u a ç ã o Palácio da Reitoria - Rua Augusto Viana s/n - Canela - 40.110-060 - Salvador Bahia E-mails:

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 08.08.06 Vigência: Válido para ingressos a partir de 2006/1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CÓD. 435 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO MANHÃ

Aprovado no CONGRAD: 08.08.06 Vigência: Válido para ingressos a partir de 2006/1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CÓD. 435 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO MANHÃ Aprovado no CONGRAD: 08.08.06 Vigência: Válido para ingressos a partir de 2006/1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CÓD. 435 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO MANHÃ CÓD. 460 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO NOITE CURRÍCULO

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA FORMAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 16/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

RESUMO DO PROJETO DO CURSO DE PEDAGOGIA LICENCIATURA

RESUMO DO PROJETO DO CURSO DE PEDAGOGIA LICENCIATURA RESUMO DO PROJETO DO CURSO DE PEDAGOGIA LICENCIATURA MARILDE QUEIROZ GUEDES Diretora do Departamento ANA JOVINA O. VIEIRA DE CARVALHO Coordenadora de Colegiado RODRIGO KORTZ DE MENEZES Secretário do Colegiado

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DANÇA LICENCIATURA

EMENTÁRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DANÇA LICENCIATURA 1 EMENTÁRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DANÇA LICENCIATURA FTC245 - Disciplina: Corpo e Sociedade I Ementa: Um percurso histórico sobre as conceituações de corpo da antiguidade ao século XVII. FTC279 - Disciplina:

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 107/2012, que Dispõe sobre o Currículo Pleno do Curso de Pedagogia - Licenciatura, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA RESOLUÇÃO/UEPB/CONSEPE/003/2009. UNIVERSIDADE ESTADU DA PARAÍBA APROVA O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA, DO CENTRO DE EDUCAÇÃO - CEDUC, QUE REFORMULA

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução nº47/ 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia, Licenciatura, com

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR do Curso de Serviço Social

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR do Curso de Serviço Social ORGANIZAÇÃO CURRICULAR do Curso de Serviço Social O Projeto pedagógico do Curso de Serviço Social do Pólo Universitário de Rio das Ostras sua direção social, seus objetivos, suas diretrizes, princípios,

Leia mais

Ementas aprovadas nos Departamentos (as disciplinas obrigatórias semestrais estão indicadas; as demais são anuais)

Ementas aprovadas nos Departamentos (as disciplinas obrigatórias semestrais estão indicadas; as demais são anuais) UFPR SETOR DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA EMENTAS DAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS Ementas aprovadas nos Departamentos (as disciplinas obrigatórias semestrais estão indicadas; as demais são anuais) 1º ANO

Leia mais

SEM. CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITOS

SEM. CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITOS Curso de Letras Habilitação Português/Inglês Currículo 2010/01 Reconhecido pela Portaria Ministerial nº. 1.394, de 19/05/2004 Amparado pelo Decreto nº. 5773/2006, de 9/05/2006 Duração do Curso: 2.530h

Leia mais

RESOLUÇÃO 50/2004. II Estágio Curricular Supervisionado será composto pelas seguintes disciplinas:

RESOLUÇÃO 50/2004. II Estágio Curricular Supervisionado será composto pelas seguintes disciplinas: 1 O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições, de acordo com a Lei Estadual nº 7.176/97, publicada no D.O.E de 11 de setembro de 1997, combinada

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PEDAGOGIA Disciplina: Comunicação e Expressão Ementa: A leitura como vínculo leitor/texto através do conhecimento veiculado pelo texto escrito. Interpretação:

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. COORDENADORA Ângela Maria Soares Ferreira amsoares@ufv.br

EDUCAÇÃO INFANTIL. COORDENADORA Ângela Maria Soares Ferreira amsoares@ufv.br EDUCAÇÃO INFANTIL COORDENADORA Ângela Maria Soares Ferreira amsoares@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 327 Currículo do Curso de Licenciatura ATUAÇÃO O Licenciado em é formado para atender as exigências

Leia mais

Design Manual do curso

Design Manual do curso Design Manual do curso Informações gerais INFORMAÇÕES GERAIS Nome: curso de Design, bacharelado Código do currículo: 2130 Nível: curso superior de graduação Início: o curso de Design com habilitação em

Leia mais

MISSÃO DO CURSO OBJETIVOS DO CURSO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS

MISSÃO DO CURSO OBJETIVOS DO CURSO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: PEDAGOGIA - BACHARELADO MISSÃO DO CURSO O curso de Pedagogia tem como missão criar, desenvolver, sistematizar e difundir conhecimentos na área de educação

Leia mais

ARTES VISUAIS EAD APRESENTAÇÃO

ARTES VISUAIS EAD APRESENTAÇÃO ARTES VISUAIS EAD O curso de Licenciatura em Artes Visuais, ofertado na modalidade aberta e a distância, está vinculado ao Centro de Artes-CA da Universidade Federal do Espírito Santo-UFES. Com carga horária

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 72/2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Sistemas de Informação, modalidade

Leia mais

3. A ESTRUTURA CURRICULAR DA FALE

3. A ESTRUTURA CURRICULAR DA FALE 3. A ESTRUTURA CURRICULAR DA FALE 3. 1 A Estruturação do Currículo A proposta curricular apresentada é motivada por duas razões: a primeira é a necessidade de se adequar a estrutura curricular das habilitações

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

CURSO: LETRAS - LICENCIATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA

CURSO: LETRAS - LICENCIATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO: LETRAS - LICENCIATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA MISSÃO O curso de Letras - Licenciatura em Língua Portuguesa deve ter o compromisso de promover no estudante um processo contínuo de reflexão sobre o papel

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS NOTA TÉCNICA 020/2014 Indicador de adequação da formação do docente

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 01/2013 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

CURSO: Matemática. Missão

CURSO: Matemática. Missão CURSO: Matemática Missão O Curso de Licenciatura em Matemática tem por missão a formação de docentes com um novo perfil fundamentado na conexão de dois eixos, pedagógico e matemático, permeado pelos recursos

Leia mais

LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE

LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE APRESENTAÇÃO DO CURSO O curso de licenciatura em Educação Física da FAPEPE tem como objetivo formar profissionais que estejam aptos a atuarem no contexto escolar,

Leia mais

Curso de Pedagogia Portaria de Autorização ME nº 2415, de 14 de Setembro de 2001- Reconhecimento -Portaria ME. 58/2007. INÍCIO-01/08/2006 1º Semestre

Curso de Pedagogia Portaria de Autorização ME nº 2415, de 14 de Setembro de 2001- Reconhecimento -Portaria ME. 58/2007. INÍCIO-01/08/2006 1º Semestre Inciso II Programa de cada curso oferecido e demais componentes curriculares, sua duração, requisitos e critérios de Avaliação: Instituto Educacional do Estado de São Paulo Autorização de Credenciamento:

Leia mais

1º Semestre Código Disciplina Pré- Requisito

1º Semestre Código Disciplina Pré- Requisito MATRIZ CURRICULAR PARA O CURSO DE PEDAGOGIA LICENCIATURA 1º Semestre 01 Filosofia e Ética Educacional 80 h/a 02 Sociologia da Educação I 03 História da Educação I 04 Psicologia da Educação I 05 Leitura

Leia mais

Credenciada pela Portaria Ministerial nº 1734 de 06/08/2001, D.O.U. de 07/08/2001

Credenciada pela Portaria Ministerial nº 1734 de 06/08/2001, D.O.U. de 07/08/2001 ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA: EDUCAÇÃO FÍSICA (Portaria de Reconhecimento nº 428 de 28 de julho de 2014) E PEDAGOGIA (Portaria de Reconhecimento nº 286 de 21 de dezembro de 2012) ORIENTAÇÕES

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 1, DE 15 DE MAIO DE 2006. (*)

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 1, DE 15 DE MAIO DE 2006. (*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO PLENO RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 1, DE 15 DE MAIO DE 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. O Presidente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 93 DE JUNHO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº. 93 DE JUNHO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 93 DE JUNHO DE 2014 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 28/2011 Altera as Resoluções nº. 17/2006 e 21/2009 do CONSEPE, que aprovam o Projeto

Leia mais

MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 363/2010

MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 363/2010 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 363/2010 EMENTA: Estabelece o Currículo do Curso de Graduação em Pedagogia-Licenciatura Niterói. O CONSELHO DE ENSINO E

Leia mais

Proposta Universidade Nova

Proposta Universidade Nova Proposta Universidade Nova Implantar, na rede de universidades públicas brasileiras, um regime curricular de três ciclos, visando à diversificação e racionalização dos modelos de formação profissional

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Prática: 15 h/a Carga Horária: 60 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO E LICENCIATURA ARTES CÊNICAS - FACALE/UFGD

CURSO DE BACHARELADO E LICENCIATURA ARTES CÊNICAS - FACALE/UFGD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS Anexo à Resolução CEPEC Nº157 DE 06 DE SETEMBRO DE 2013. CURSO DE BACHARELADO E LICENCIATURA ARTES CÊNICAS - FACALE/UFGD ESTRUTURA

Leia mais

Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campus I Curso de Graduação em Serviço Social COMPOSIÇÃO CURRICULAR de Anual para Semestral

Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campus I Curso de Graduação em Serviço Social COMPOSIÇÃO CURRICULAR de Anual para Semestral TURNO DIURNO I - SEMESTRE Psicologia Aplicada ao Servico Social I 60 Economia Politica I 60 Metodologia Cientifica 60 Filosofia I 60 Teoria Sociologica I 60 Fundam.Historico-teorico-metod.do Serv.Soc.I

Leia mais

REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO NA UFMA: REALIDADES DISTINTAS A MESMA MÉTRICA

REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO NA UFMA: REALIDADES DISTINTAS A MESMA MÉTRICA REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO NA UFMA: REALIDADES DISTINTAS A MESMA MÉTRICA Profª. Drª. Isabel Ibarra Cabrera Pro-reitora de Ensino /PROEN/UFMA Forgrad Nordeste/ Petrolina 15, 16 e 17 de maio de 2014 Roteiro da

Leia mais

18) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA

18) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA 18) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA 18.1) Matriz curricular do turno matutino Fase 1 a N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas 01 Introdução à informática

Leia mais

FACULDADE DE PSICOLOGIA MATRIZ CURRICULAR 2013 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 3º SEMESTRE

FACULDADE DE PSICOLOGIA MATRIZ CURRICULAR 2013 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 3º SEMESTRE MATRIZ CURRICULAR 2013 1º SEMESTRE Psicologia Ciência e Profissão 4 60 12 Bases Filosóficas da Psicologia 4 72 0 Bases Sócio-Antropológicas da Psicologia 4 60 12 Anatomia Humana 4 36 36 Metodologia de

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 06/2014 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO = 07 (SETE)

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA, LICENCIATURA REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O presente

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Enfermagem, modalidade bacharelado,

Leia mais

CURSO EXCLUSIVO IBECO

CURSO EXCLUSIVO IBECO PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR EM ESTÉTICA CURSO EXCLUSIVO IBECO Destinado aos docentes que atuam ou que pretendem atuar no ensino superior e profissionalizante da área estética, o curso

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - UAB Currículo nº 1

CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - UAB Currículo nº 1 CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - UAB Turno: INTEGRAL Currículo nº 1 Autorizado pela Resolução CEPE n.º 011, de 20.03.12. Para completar o currículo pleno do curso superior de graduação em Licenciatura

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA

DIRETRIZES GERAIS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA DIRETRIZES GERAIS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA INTRODUÇÃO O Estágio Curricular foi criado pela Lei 6.494, de 7 de dezembro de 1977 e regulamentado pelo Decreto 87.497, de 18 de agosto

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA E GESTÃO EDUCACIONAL - UAB

CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA E GESTÃO EDUCACIONAL - UAB CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA E GESTÃO EDUCACIONAL - UAB Reconhecido pela Resolução CEPE n.º 230, de 16.12.08. Para completar o currículo pleno do curso superior de

Leia mais

Cursos de Pedagogia têm novas Diretrizes Curriculares Nacionais

Cursos de Pedagogia têm novas Diretrizes Curriculares Nacionais Cursos de Pedagogia têm novas Diretrizes Curriculares Nacionais O Conselho Nacional de Educação baixou a Resolução nº 1, de 15 de maio de2006, publicada no Diário 0ficial da União de 16, instituindo as

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes Unidade Universitária de Guarapuava CURRÍCULO PLENO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes Unidade Universitária de Guarapuava CURRÍCULO PLENO Unidade Universitária de Guarapuava CURSO: PEDAGOGIA: DOCÊNCIA E GESTÃO EDUCACIONAL (590 Manhã e Noite 01) SÉRIES/SEMESTRES CÓD. D. DEPTOS. DISCIPLINAS 1ª 2ª 1º 2º 1619 Didática 1620 Fundamentos Filosóficos

Leia mais

CAMPANHA NACIONALDE ESCOLAS DA COMUNIDADE - CNEC FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO FACECLA CURSO DE PEDAGOGIA

CAMPANHA NACIONALDE ESCOLAS DA COMUNIDADE - CNEC FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO FACECLA CURSO DE PEDAGOGIA CAMPANHA NACIONALDE ESCOLAS DA COMUNIDADE - CNEC FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO FACECLA CURSO DE PEDAGOGIA O curso de Pedagogia, Licenciatura da FACECLA de acordo com as Diretrizes Curriculares de

Leia mais

I - RELATÓRIO: II - ANÁLISE:

I - RELATÓRIO: II - ANÁLISE: INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO - UPE / ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA ASSUNTO: RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA RELATORA: CONSELHEIRA REGINA CÉLIA LOPES

Leia mais

PEDAGOGIA. COORDENADOR José Henrique de Oliveira jenrique@ufv.br

PEDAGOGIA. COORDENADOR José Henrique de Oliveira jenrique@ufv.br PEDAGOGIA COORDENADOR José Henrique de Oliveira jenrique@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 369 Licenciatura ATUAÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), aprovadas em 2006 pelo

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 16/2014 Aprova a estrutura curricular do Curso de Letras, modalidade licenciatura,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Letras MISSÃO DO CURSO O curso de Licenciatura em Letras do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo tem o compromisso de promover no estudante um

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 1.ª SÉRIE DE OFERTA 99-8791-04 DIDÁTICA 160 0 160 99-8792-04

MATRIZ CURRICULAR 1.ª SÉRIE DE OFERTA 99-8791-04 DIDÁTICA 160 0 160 99-8792-04 Curso: Graduação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA MATRIZ CURRICULAR SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.264, DE 24 DE ABRIL DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.264, DE 24 DE ABRIL DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.264, DE 24 DE ABRIL DE 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Serviço

Leia mais

Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia

Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia 1. Componentes curriculares O currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia engloba as seguintes dimensões. 1.1. Conteúdos de natureza teórica Estes conteúdos

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO - LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO - LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 1. APRESENTAÇÃO O curso de Educação Física da FISMA, através de sua orientação de estagio supervisionado obrigatório, vem por meio de o presente documento estabelecer as diretrizes básicas da realização

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 13/2009 Altera os Anexos e I da Resolução n. 64/2006 do CONSEPE, que aprova o Projeto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º SF451- FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO OBRIG 60 0 60 4.0 Fórmula: SF200 SF200- INTRODUCAO A EDUCACAO INTRODUÇÃO À ANÁLISE E DISCUSSÃO DO FENÔMENO EDUCATUVO, CONSIDERANDO AS RELAÇÕES ENTRE EDUCAÇÃO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE PEDAGOGIA, Licenciatura REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O presente documento

Leia mais