A dimensão simbólica dos processos de inclusão financeira e oferta de crédito a grupos populares

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A dimensão simbólica dos processos de inclusão financeira e oferta de crédito a grupos populares"

Transcrição

1 XI Salão de Iniciação Científica PUCRS A dimensão simbólica dos processos de inclusão financeira e oferta de crédito a grupos populares Eleonora França Teixeira 1, Matheus Schuch de Souza A 2,Fabiano Pedroso B 1, Lúcia Helena Alves Müller¹(orientador), Ana Carolina D. Escosteguy 2 (orientadora), Cristiane Mafacioli Carvalho³ (orientadora) ¹Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, PUCRS, A² Faculdade de Comunicação Social,PUCRS, B¹ Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, PUCRS, 1 PG em Ciências Sócias,PUCRS (orientadora), 2 PPG em Comunicação Social, PUCRS (orientadora), ³PG em Comunicação Social (PUCRS) Resumo O projeto em questão faz parte de uma investigação mais ampla que tem como objeto às instituições, representações e práticas sociais relacionadas ao processo de crescimento da oferta de crédito e de outros serviços financeiros às camadas de baixa renda, um fenômeno marcante no Brasil dos últimos anos. Esses processos vêm produzindo dinâmicas que têm efeitos muito significativos na sociedade brasileira contemporânea cuja compreensão, constitui, por si só, grande desafio para pesquisadores da área das ciências sociais, na medida em que estão modificando os padrões de diferenciação entre as classes sociais; alterando os papéis e as relações de poder no interior dos grupos familiares; obrigando às instituições financeiras a diversificarem os mecanismos utilizados e as formas de sua comunicação com o público, fazendo, ainda com que grandes segmentos da população incorporem novos saberes e técnicas, e introduzam novas racionalidades em suas práticas cotidianas. Nesta etapa, a pesquisa enfatiza a dimensão simbólica dos processos de financeirização da vida econômica e de incremento do acesso ao crédito por parte de grupos sociais de baixa renda. Introdução O objetivo geral da pesquisa é o de compreender como os grupos sociais de origem popular, que estão sendo incorporados ao mercado de serviços financeiros (através de políticas públicas ou da ação das instituições financeiras que concorrem no mercado), vivenciam esse processo, isto é, como os indivíduos pertencentes a esses grupos incorporam os novos recursos e instrumentos financeiros que lhes estão sendo oferecidos, em seu universo 1053

2 simbólico e em suas práticas cotidianas. Nesse caso, o recorte analítico do popular é entendido como um dos organizadores de práticas sociais e culturais, de comportamentos, de modos e estilos de vida diferenciados na sociedade contemporânea. Os objetivos específicos desse projeto são: 1) Desvendar as diferentes formas de interação entre as instituições financeiras, em especial, as de crédito, com o público de baixa renda. Identificar como as instituições financeiras estão adequando as suas formas de abordagem e as suas linguagens, para se comunicar com esse público. 2) Identificar materiais midiáticos que versem sobre as práticas financeiras, contribuindo para a formação e consolidação de novas racionalidades na vivência cotidiana dos indivíduos pertencentes às camadas populares. Metodologia A pesquisa está sendo desenvolvida através de duas frentes de trabalho. FRENTE 1 - Abordagens e interações Enfoca a relação das instituições financeiras com o público de origem popular através da análise do uso que elas fazem do espaço urbano (localização, decoração externa, disposição interna das lojas), das linguagens institucionais adotadas (cores, símbolos, uniformes) e das formas de interação que estabelecem com os clientes (abordagem, maneiras de explicar as transações, formas de interpelação e meios de contatos). Através de uma abordagem etnográfica realizada nas ruas do centro da cidade de Porto Alegre, busca identificar os instrumentos, o material e a linguagem utilizados pelos agentes de crédito na comunicação com a população de baixa renda. Também busca-se registrar o impacto do crescimento da oferta desses serviços na paisagem urbana. A fotografia também está sendo utilizada como meio de registro e de análise do contexto das interações (espacialidade, temporalidade), bem como para a caracterização social dos sujeitos envolvidos (gênero, geração, ethos de classe, etc.). Também está sendo alvo de análise o material impresso que é distribuído pelos divulgadores das financeiras. Posteriormente, serão realizadas entrevistas com trabalhadores e clientes das instituições financeiras e com demais freqüentadores dos espaços observados, a fim de desvendar os significados sociais dessas interações. 1054

3 FRENTE 2 - Representações Midiáticas Associando-se à premissa de atrair público e de que a composição social da audiência deve ter alguma correspondência na sua programação, percebemos uma busca da televisão pela incorporação de segmentos sociais de baixa renda. Além disso, observamos que a televisão é reconhecida como um dispositivo de caráter pedagógico que ensina sobre o significado de práticas e modos de usar novos produtos, como, por exemplo, abrir conta em banco, ter acesso a cartões de crédito, de poupar, de obter financiamentos, entre outras. É nesse cenário que o universo popular passa a estar no foco de atenção da mídia, dado que ela percebe que esse universo tornou-se um consumidor em potencial. Assim, pretendemos observar, especificamente, essa presença na TV aberta, mostrando que o espaço midiático constrói uma representação desses grupos sociais e está interessado em que esse segmento adote determinadas normas sociais de administração da vida econômica, configurando um determinado modelo de ser consumidor. Num primeiro momento foi feito um mapeamento da programação televisiva que, misturando informação e entretenimento, dirige-se aos grupos populares, para identificar em quais deles os agentes financeiros anunciam seus produtos e serviços, ocupando o espaço comercial tradicional, sob a forma de patrocínio, de publicidade testemunhal ou merchandising. Na segunda etapa selecionamos os programas cujo registro servirá para a análise. Resultados (ou Resultados e Discussão) FRENTE 1 - Abordagens e interações Buscando identificar como as instituições financeiras estão adequando as formas de abordagem, as linguagens, para se comunicar com o público de origem popular, até esse momento foram realizadas observações em cinco instituições de financiamento, todas localizadas entre a Rua dos Andradas, Uruguai e José Montaury, na região central de Porto Alegre. Um fato que chama a atenção é a proximidade entre as mesmas, que se situam lado a lado ou frente a frente, sendo que comum se concentrarem nos mesmos edifícios comerciais. A abordagem dos possíveis clientes por parte dos promotores de venda segue alguns padrões como o uso de uniformes das empresas, as formas de apelos, o uso de gírias, bem como a busca por certos clientes: os aposentados. Encontramos diferenças nas estruturas físicas das financeiras em relação ao espaço, a decoração, a publicidade no local, bem como na organização do material de trabalho, na iluminação e limpeza do ambiente. 1055

4 Também foi observado que na rua a presença dos promotores de vendas dos planos odontológicos, muitas vezes supera a dos trabalhadores das financeiras. Ao circularmos pelas ruas do centro recebemos um número maior de panfletos promovendo a venda de serviços dessas clínicas do que das financeiras. A abordagem desses trabalhadores segue o padrão dos promotores de vendas das financeiras e inclusive anunciam em voz alta que o pagamento do tratamento pode ser parcelado. FRENTE 2 - Representações midiáticas No levantamento preliminar foram identificados 20 programas televisivos que, pelo horário, formato (auditório) e conteúdo podem ser caracterizados como de audiência popular, que possuem esse formato de diferentes emissoras. Durante 30 dias o grupo de pesquisa se dividiu para assistir, gravar e realizar descrições desses programas, sempre enfocando a presença ou não de publicidade financeira, realizada pelos próprios apresentadores do programa, por anunciantes específicos ou sob a forma de anúncios veiculados no espaço comercial tradicional (fora do programa). A partir desse mapeamento foram eleitos três programas que possuem as características enfocadas nessa pesquisa: Caldeirão do Huck, Domingão do Faustão e Hebe. Além do patrocínio, nesses programas encontramos a inserção de publicidade relativa a produtos e serviços financeiros integrada ao conteúdo do programa, sob diversas formas. A próxima etapa da pesquisa será o registro edições desses programas para sua posterior análise. Conclusão Nessa primeira etapa da investigação foi possível verificar que as instituições financeiras estão utilizando, de forma muito intensa, os programas televisivos dirigidos ao público popular para ofertar seus produtos e serviços, seja ocupando o espaço comercial tradicional, seja sob a forma de patrocínio, de publicidade testemunhal ou merchandising. A análise dos formatos e conteúdos desses programas e de seus anúncios servirá para se compreender melhor como essas instituições estão percebendo o público que elas querem atingir, os grupos de origem popular, e em que aspectos esse público exige diferentes estratégias de comunicação por parte dessas instituições. Em relação às observações realizadas junto às financeiras localizadas nas principais ruas do centro de Porto Alegre, observamos a existência de uma oferta diversificada de crédito e empréstimos dirigido aos grupos populares. Há visivelmente um maior interesse das 1056

5 financeiras pelos aposentados, que são vistos como fornecedores de crédito para toda a família. Foram realizadas conversas informais com os clientes das financeiras encontramos pessoas que se declararam arrependidas de terem contraído empréstimo, em razão das taxas de juros serem altas. Há quem solicitou empréstimos sucessivos que fizeram da dívida uma bola de neve. Um caso interessante foi o de um militar que, durante a conversa, indicou-nos uma outra financeira, de militar da confiança dele, que oferece juros mais baratos e trabalha com os melhores bancos. Durante nossas caminhadas pelo centro, recebemos material de divulgação dessa financeira. Esse material é distribuído em frente aos quartéis tanto da Brigada Militar, como do Exército, bem como em frente à sede da Policlínica Militar de Porto Alegre. O trabalho de campo continuará a enfocar as interações entre os atores deste cenário urbano, buscando avaliar em que medida pode-se encontrar homologia social (Bourdieu, 2005) entre os divulgadores/vendedores de crédito e o público ao qual esse produto é oferecido. Referências ALMEIDA, Heloisa Buarque de. Telenovela, consumo e gênero: muitas mais coisas. Bauru, Anpocs /EDUSC, ARAÚJO, Clara; SCLON, Celi (Org.) Gênero, família e trabalho no Brasil. Rio de Janeiro, FGV, AVANZA, Martina; LAFERTÉ, Gille; PENISSAT, Etienne. O crédito entre as classes populares francesas: o exemplo de uma loja em Lens. Mana v.12 n.1, Rio de Janeiro, abr BLOCH, Maurice et al. Les usages de l argent. Terrain, Paris, v. 23, octobre BOTH, Elizabeth. Família e rede social. Rio de Janeiro, Francisco Alves, BOURDIEU, Pierre. La fabrición del habitus económico. Critica en desarrollo. Revista latinoamericana de ciencias sociales. n.2, BOURDIEU, Pierre. O Campo econômico. Política e Sociedade. Revista de Sociologia Política, n. 6, abril de (Dossiê Estado, mercado, regulação). BRUSKI e FORTUNA. Entendendo a demanda para as microfinanças no Brasil: um estudo qualitativo em duas cidades,

6 CANDIDO, Luara Fernandes de. Crédito sobre a ótica da terceira idade: significados da utilização do empréstimo pessoal para idosos. Porto Alegre, PUCRS, 2007 (TCC graduação em Ciências Sociais) CASTILHOS, Rodrigo Bisognin. Subindo o morro: consumo, posição social e distinção entre classes populares. PPGA/UFRGS, Porto Alegre, (Dissertação de mestrado). COULDRY, Nick. Reality. TV, ou o teatro secreto do neoliberalismo. In: COUTINHO, Eduardo Granja; FILHO, João Freire e PAIVA, Parquel (orgs.). Mídia e poder: ideologia, discurso e subjetividade. Rio de Janeiro: Mauad X, CUNHA, Lidiane Alves da. Renda básica de cidadania e consumo: uma análise dos programas de renda. Paper apresentado na XXIV Reunião da ABA, Recife, DE CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: 1. artes de fazer. Petrópolis RJ: Vozes, DOUGLAS, Mary; ISHERWOOD, Baron. O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro, Editora UFRJ, DUARTE, Luiz Fernando Dias e GOMES, Edlaine de Campos. Três famílias: identidade e trajetória transgeracionais nas classes populares. Rio de Janeiro: Editora FGV, DUARTE, Luiz Fernando Dias. Da vida nervosa nas classes trabalhadoras urbanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, DUFY, Caroline; WEBER, Florence. L ethnographie économique. Paris, La Découverte, FONSECA. Claudia. Família, fofoca e honra: etnografias de relações de gênero e violência em grupos populares. Porto Alegre, Editora UFRGS, FREIRE FILTHO, João. A vida privada, modos de usar: revelações e restaurações televisivas. Trabalho apresentado ao GT Comunicação e Sociabilidade, no XVIII Encontro da Compós, PUC MG, em junho de FREIRE, João et. al. O privado, o popular e o perito no talk show Casos de Família. Anais e- compós, 11 (2), maio/ago, GOMES, Itania. O embaralhamento de fronteiras entre informação e entretenimento e a consideração do jornalismo como processo cultural e histórico. In DUARTE, E. e CASTRO, M. (orgs.) Em torno das mídias: práticas e ambiências. Porto Alegre, Sulina, GOMES, Itania. Questões de método de análise do telejornalismo: premissas, conceitos, operadores de análise. Anais E-compós, abril de

7 HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo, Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, 22 (2), p , jul/dez HAMBURGUER, Esther. O Brasil antenado: a sociedade da novela. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, HOGGART, Richard. As utilizações da cultura. Lisboa, Presença, JOHNSON, Richard. O que é, afinal, estudos culturais? In SILVA, Tomas Tadeu da (org.) 1999: O que é, afinal, estudos culturais? Belo Horizonte: Autêntica. KELLNER, Douglas. A cultura da mídia: estudos culturais, identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Traduzido por Ivone Castillo Benedetti. Bauru: EDUSC, KUMAR, Anjali. (Coord.) Brasil: acesso a serviços financeiros. Rio de Janeiro, IPEA; Washinton, DC, Banco Mundial, MARTÍN-BARBERO, Jesús. América Latina e os anos recentes: o estudo da recepção em comunicação social. In SOUSA, Mauro Wilton (org.) Sujeito, o lado oculto do receptor. São Paulo: Brasiliense, MARTÍN-BARBERO, Jesús. Oficio de cartógrafo: travesías latinoamericanas de la comunicación en la cultura. Chile: Fondo de Cultura Econômica, MATTOSO, Cecília Lima de Queirós. Identidade, inserção social e acesso a serviços financeiros: um estudo na favela da Rocinha. Rio de Janeiro: COPPEAD/UFRJ, 2005 (Tese de doutorado). NERI, Marcelo Cortês (Coord.) A nova classe média. FGV, SAHLINS, Marshall. Cultura e razão prática. Rio de Janeiro, Zahar, SALEM, Tania. Tensões entre gêneros na classe popular: uma discussão com o paradigma holista. Mana. Rio de Janeiro, vol.12, nº2, p SARTI, Cynthia Andersen. A família como espelho: um estudo sobre a moral dos pobres. São Paulo, Cortez, SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo, Companhia das Letras, WEBER, Florence. Práticas econômicas e formas ordinárias de cálculo. Mana, out. 2002, vol.8, n.2, p WILLIAMS, Raymond. The analysis of culture. In: BENNET, Tony, MARTIN, Graham, MERCER, Colin e WOOLLACOTT, Janet (orgs.). Culture, Ideology and Social Process - A Reader. Londres: The Open University, 1989 [1961]. (Quando coloquei 78 estava equivocada!) 1059

8 WIZZARD. Wilson Jr. A nova mídia. Rio de Janeiro, Zahar, WOORTMANN, Klaas. Com parente não se neguceia: o campesinato como ordem moral. Anuário Antropológico. Brasília, n. 87, p.11-73, ZELIZER, Viviana. Intimité et économie. Terrain, n.45, Paris, sept (L argent em famille) ZELIZER, Viviana. Pagos y lazos socials. Critica en desarrollo. Revista latinoamericana de ciencias sociales. n.2, ZELIZER, Viviana. Repenser le marché: la construction sociale du marché aux bébés aux Estats-Unis, Actes de la Recherce en Sciences Sociales. Paris, n. 94, p. 3-26, sept ZELIZER, Viviana. The social meaning of money. New York, Basic Books,

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 190 6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALBUQUERQUE, Afonso de. Um outro quarto poder: imprensa e compromisso político no Brasil. in Revista Fronteiras estudos midiáticos, vol. 1, nº 1, dezembro de 1999. ALTHUSSER,

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E D I T A L - 2016 O Departamento de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro torna pública a abertura

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS 1 Fornecer subsídios para a construção do Mapa Conceitual da Publicidade.

OBJETIVOS GERAIS 1 Fornecer subsídios para a construção do Mapa Conceitual da Publicidade. Unidade Universitária Centro de Comunicação e Letras 95 OBJETIVOS GERAIS Fornecer subsídios para a construção do Mapa Conceitual da Publicidade. Curso Publicidade e Propaganda Eixo Disciplinar Estudos

Leia mais

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA PLANO DE DISCIPLINA 1. UNIDADE: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação 2. PROGRAMA: Pós-graduação em Televisão Digital: Informação e Conhecimento 3. NÍVEL: Mestrado Profissional 4. ÁREA DE CONCENTRAÇÃO:

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO (2013)

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO (2013) Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO (2013) I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA PROJETOS CULTURAIS CARGA HORÁRIA 72 h CURSO Biblioteconomia e Ciência SEMESTRE 5 o semestre

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 7 Referências Bibliográficas ALMEIDA, M. A O. Políticas de Ação Afirmativa na Universidade Brasileira: A Experiência do Curso de Graduação em Serviço Social da PUC-Rio. Social em Questão. Rio de Janeiro:

Leia mais

LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança.

LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança. LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança. Jaquelaine SOUSA 1 Dalva Borges de SOUZA 2 Programa de Pós-Graduação em Sociologia/Faculdade de Ciências

Leia mais

Autores. Itania Maria Mota Gomes (org.)

Autores. Itania Maria Mota Gomes (org.) Autores Itania Maria Mota Gomes (org.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros GOMES, IMM., org. Televisão e realidade [online]. Salvador: EDUFBA, 2009. 298 p. ISBN 978-85- 232-0671-0. Available from

Leia mais

Prof. Ms. Julio Cesar Fernandes II CICLO ESPM - BRASIL MÚLTIPLAS IDENTIDADES agosto de 2014

Prof. Ms. Julio Cesar Fernandes II CICLO ESPM - BRASIL MÚLTIPLAS IDENTIDADES agosto de 2014 Prof. Ms. Julio Cesar Fernandes II CICLO ESPM - BRASIL MÚLTIPLAS IDENTIDADES agosto de 2014 Indústria Cultural Teoria Crítica; Estudos Culturais; Produção cultural: obras ou serviços. Criados; Elaborados;

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003029A - História da Comunicação

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003029A - História da Comunicação Curso null - null Ênfase Identificação Disciplina 0003029A - História da Comunicação Docente(s) Vinicius Martins Carrasco de Oliveria Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

Título: A formação do professor para o uso do jornal na sala de aula no ensino

Título: A formação do professor para o uso do jornal na sala de aula no ensino Título: A formação do professor para o uso do jornal na sala de aula no ensino fundamental Resumo O projeto de iniciação científica está vinculado à pesquisa Uso do jornal em sala de aula e compreensão

Leia mais

Figura 1: Estudos de Comunicação 1880 a 1949.

Figura 1: Estudos de Comunicação 1880 a 1949. 12 Figura 1: Estudos de Comunicação 1880 a 1949. Fonte: Marques de Melo (1984) As análises vinculadas à história serão uma marca desses estudos, como demonstra Gisela Goldstein (1984), em pesquisa sobre

Leia mais

Disciplinas Optativas Jornalismo

Disciplinas Optativas Jornalismo Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Jornalismo Disciplinas Optativas Jornalismo Carga horária total de optativas: 930

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 1. EMENTA Visão epistemológica do conhecimento científico. Ciência e método: positivismo, fenomenologia, dialética. Limites da ciência. Ciência e ética. Tipos de pesquisa e sua relação com os objetos de

Leia mais

ESTUDOS CULTURAIS: RELAÇÕES ENTRE INFÂNCIA, ESCOLA E MÍDIA

ESTUDOS CULTURAIS: RELAÇÕES ENTRE INFÂNCIA, ESCOLA E MÍDIA ESTUDOS CULTURAIS: RELAÇÕES ENTRE INFÂNCIA, ESCOLA E MÍDIA Milene dos Santos Figueiredo 1 Elisete Medianeira Tomazetti 2 Resumo: Esse, trabalho, resultante de uma parte das discussões realizadas em uma

Leia mais

TV UNIVERSITÁRIA: TELEJORNALISMO ALTERNATIVO

TV UNIVERSITÁRIA: TELEJORNALISMO ALTERNATIVO TV UNIVERSITÁRIA: TELEJORNALISMO ALTERNATIVO Fabiana Piccinin 1 Esse artigo faz uma crítica ao modelo de telejornalismo adotado pelas Tvs comerciais brasileiras, apresentando uma nova proposta de jornalismo

Leia mais

AS IMPLICAÇÕES DA PAISAGEM NO AUXÍLIO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

AS IMPLICAÇÕES DA PAISAGEM NO AUXÍLIO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL AS IMPLICAÇÕES DA PAISAGEM NO AUXÍLIO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Wallace Matheus Torres Peres / UERJ w.matheustorres@bol.com.br Renan Caldas Galhardo Azevedo / UERJ renan.azevedo08@outlook.com INTRODUÇÃO O

Leia mais

Projeto de pesquisa apresentado para o Programa de Pós Graduação em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora

Projeto de pesquisa apresentado para o Programa de Pós Graduação em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora Projeto de pesquisa apresentado para o Programa de Pós Graduação em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora O COMPORTAMENTO CONSUMIDOR NAS MÍDIAS DIGITAIS: UM ESTUDO SOBRE GENEALOGIA DO PODER

Leia mais

ANEXO II: Modelo Resumo do Projeto

ANEXO II: Modelo Resumo do Projeto ANEXO II: Modelo Resumo do Projeto 1-Título: Coque Vive: Estação Digital de Difusão de Conteúdos 2-Centro: Artes e Comunicação (CAC) 3- Departamento: Comunicação Social (DCOM) 4- Nome (Professor Coordenador):

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO ÁREA EDUCAÇÃO. Área: CONCENTRAÇÃO ( ) Curso: MESTRADO ( X) DOUTORADO ( X) DOMÍNIO CONEXO ( )

PROGRAMA DE ENSINO ÁREA EDUCAÇÃO. Área: CONCENTRAÇÃO ( ) Curso: MESTRADO ( X) DOUTORADO ( X) DOMÍNIO CONEXO ( ) PROGRAMA DE ENSINO Disciplina Educação, Poder e Subjetividade: uma Leitura Filosófica Semestre Código Ano Letivo ÁREA EDUCAÇÃO Área: CONCENTRAÇÃO ( ) Curso: MESTRADO ( X) DOUTORADO ( X) DOMÍNIO CONEXO

Leia mais

DATAS DE PRÉ-MATRÍCULA

DATAS DE PRÉ-MATRÍCULA Mestrado e Doutorado em Comunicação Matrícula e Calendário acadêmico 2014.2 DATAS DE PRÉ-MATRÍCULA: 29, 30 e 31/07/2014 LOCAL: A pré-matrícula deverá ser efetivada na Secretaria do PPGCOM ou através do

Leia mais

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CÓDIGO: EDU348 DISCIPLINA: ENSINO-APRENDIZAGEM DE HISTÓRIA CARGA HORÁRIA: 45h EMENTA: Docência

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Estudos filosóficos em educação I - JP0003 PROFESSOR: Dr. Lúcio Jorge Hammes I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60 (4 créditos) II EMENTA Aborda os pressupostos

Leia mais

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Disciplinas Optativas Publicidade Carga horária total

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA PPGDIR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA PPGDIR Disciplina: METODOLOGIA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS. Regente: Prof. Dr. Paulo Fernandes Keller Carga horária: 60 horas Número de créditos: Semestre letivo: 2013.2 1. EMENTA Epistemologia das Ciências Sociais.

Leia mais

E D I T A L 2016. 1. INSCRIÇÕES 1.1. Poderão inscrever-se aqueles que concluíram curso de Mestrado em Comunicação Social ou áreas afins.

E D I T A L 2016. 1. INSCRIÇÕES 1.1. Poderão inscrever-se aqueles que concluíram curso de Mestrado em Comunicação Social ou áreas afins. PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE DOUTORADO E D I T A L 2016 O Departamento de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro torna pública a abertura

Leia mais

Spot desenvolvido para o cliente Mudança Já 1

Spot desenvolvido para o cliente Mudança Já 1 Spot desenvolvido para o cliente Mudança Já 1 Ana Paula Campos SIMÕES 2 Breno Tadeu de OLIVEIRA 3 Bruno Alexandre Campos XAVIER 4 Carolina Fernandes de Oliveira FREITAS 5 Fabiano César Magalhães SALGADO

Leia mais

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DO GEPHE - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM CAMPINA GRANDE PARAIBA

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DO GEPHE - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM CAMPINA GRANDE PARAIBA GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DO GEPHE - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM CAMPINA GRANDE PARAIBA Autora: Regina Coelli Gomes Nascimento - Professora do curso de História

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA TÍTULO: CINEMA E PUBLICIDADE: RELAÇÕES INTERTEXTUAIS E MERCADOLÓGICAS. CURSO: Programa de Mestrado em Comunicação

PROJETO DE PESQUISA TÍTULO: CINEMA E PUBLICIDADE: RELAÇÕES INTERTEXTUAIS E MERCADOLÓGICAS. CURSO: Programa de Mestrado em Comunicação PROJETO DE PESQUISA TÍTULO: CINEMA E PUBLICIDADE: RELAÇÕES INTERTEXTUAIS E MERCADOLÓGICAS CURSO: Programa de Mestrado em Comunicação LINHA DE PESQUISA: Inovações na Linguagem e na Cultura Midiática PROFESSOR

Leia mais

VII Congresso Latino-Americano de Estudos do Trabalho. O Trabalho no Século XXI. Mudanças, Impactos e Perspectivas.

VII Congresso Latino-Americano de Estudos do Trabalho. O Trabalho no Século XXI. Mudanças, Impactos e Perspectivas. VII Congresso Latino-Americano de Estudos do Trabalho. O Trabalho no Século XXI. Mudanças, Impactos e Perspectivas. GT 18 - Psicología Social Del Trabajo en América Latina: Identidades y procesos de subjetivación,

Leia mais

Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje. São Bernardo do Campo, Instituto Metodista de Ensino Superior, 1985. 42 p. MONOGRAFIA/LIVRO - NACIONAL

Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje. São Bernardo do Campo, Instituto Metodista de Ensino Superior, 1985. 42 p. MONOGRAFIA/LIVRO - NACIONAL Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje. São Bernardo do Campo, Instituto Metodista de Ensino Superior, 1985. 42 p. Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje estudo e pesquisa sobre o bairro de rudge ramos

Leia mais

A FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO NA AMÉRICA LATINA: CONE SUL - CHILE, ARGENTINA, PARAGUAI E URUGUAI

A FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO NA AMÉRICA LATINA: CONE SUL - CHILE, ARGENTINA, PARAGUAI E URUGUAI A FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO NA AMÉRICA LATINA: CONE SUL - CHILE, ARGENTINA, PARAGUAI E URUGUAI COORDENAÇÃO Prof. Dr. Antonio Joaquim Severino FINANCIAMENTO: UNINOVE Auxílio Financeiro ANO DE INÍCIO: 2010 INTRODUÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 93/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Jornalismo, Bacharelado,

Leia mais

Atualidade e crítica dos processos comunicacionais Natureza: Obrigatória CH: 60 Horas Créditos: 4 Turno: Matutino

Atualidade e crítica dos processos comunicacionais Natureza: Obrigatória CH: 60 Horas Créditos: 4 Turno: Matutino Programa de Disciplina Nome: Atualidade e Crítica dos processos comunicacionais Profa. Marta R. Maia 2015.1 Atualidade e crítica dos processos comunicacionais Natureza: Obrigatória CH: 60 Horas Créditos:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Disciplina: LINGUAGEM, DISCURSO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA Regente: Profa. Dra. Mônica da Silva Cruz Carga horária: 60h Número de créditos: 04 Semestre letivo: 2013.1 Datas: terças-feiras, das 14h30min

Leia mais

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas Referências Bibliográficas Marilda da Silva SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros SILVA, M. Complexidade da formação de professores: saberes teóricos e saberes práticos [online]. São Paulo: Editora

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima.

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima. Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público Alexia Melo Clebin Quirino Michel Brasil Gracielle Fonseca Rafaela Lima Satiro Saone O projeto Rede Jovem de Cidadania é uma iniciativa da Associação

Leia mais

PLANO DE CURSO. Curso: Mestrado em Direitos Humanos Ano: 2013 Semestre: 2º

PLANO DE CURSO. Curso: Mestrado em Direitos Humanos Ano: 2013 Semestre: 2º PLANO DE CURSO 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Direitos Unidade: NDH Humanos (Mestrado) Disciplina: Gênero e Sexualidade: (Des)Construir conceitos e Código: Núcleo:

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PLANEJAMENTO TURÍSTICO / HOTELARIA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PLANEJAMENTO TURÍSTICO / HOTELARIA Pág. 1 Caracterização Curso: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PLANEJAMENTO TURÍSTICO / HOTELARIA Período/Série: 1º Turno: Ano/Semestre letivo: 2010/2 ( ) Matutino ( ) Vespertino ( X ) Noturno Carga horária

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA Análise Qualitativa Aplicada a Estudos

Leia mais

Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação

Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação Educomunicação Comunicação-Educação Uma área emergente Pesquisa na linha do NCE/ECA/USP As pesquisas do NCE/ECA/USP buscam

Leia mais

TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA AUTOR / AUTOR: Ruy Alkmim Rocha Filho INSTITUIÇÃO / INSTITUCIÓN: Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

HISTÓRIA DA TV E O ENSINO SOBRE A TV

HISTÓRIA DA TV E O ENSINO SOBRE A TV HISTÓRIA DA TV E O ENSINO SOBRE A TV 1 Heber Ricardo da Silva & Paulo Gustavo da Encarnação UNESP/Assis Orientador: Dr. Áureo Busetto INTRODUÇÃO Este painel é o resultado de reflexões sobre conteúdos comuns

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: Licenciatura em História Disciplina: Métodos e técnicas de pesquisa Histórica Carga Horária: 45h Teórica: 45h Prática: Semestre: 23.2 Professor: Reinaldo

Leia mais

CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970

CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970 Departamento de Comunicação Social CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970 Aluno: Juliana Cintra Orientador: Everardo Rocha Introdução A publicidade

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO UNIDADE UNIVERSITÁRIA Faculdade de Ciências e Tecnologia/UNESP CURSO DE Geografia HABILITAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL Departamento de Geografia -

Leia mais

Nas Margens da Educação: imprensa feminina e urbanidade moderna na Ribeirão Preto das primeiras décadas do século XX

Nas Margens da Educação: imprensa feminina e urbanidade moderna na Ribeirão Preto das primeiras décadas do século XX Nas Margens da Educação: imprensa feminina e urbanidade moderna na Ribeirão Preto das primeiras décadas do século XX Jorge Luiz de FRANÇA * Nesta comunicação, pretendemos, por intermédio das publicações

Leia mais

Resenha Internet e Participação Política no Brasil

Resenha Internet e Participação Política no Brasil Resenha Internet e Participação Política no Brasil (Orgs. MAIA, Rousiley Celi Moreira; GOMES, Wilson; MARQUES, Paulo Jamil Almeida. Porto Alegre: Ed. Sulina, 2011.) Átila Andrade de CARVALHO 1 A democracia

Leia mais

- Ler e discutir criticamente os textos clássicos sobre a imprensa e o jornalismo;

- Ler e discutir criticamente os textos clássicos sobre a imprensa e o jornalismo; Dados de identificação: Período Letivo 2015/2 Professor VIRGINIA PRADELINA DA SILVEIRA FONSECA Disciplina SOCIOLOGIA DO JORNALISMO Sigla COM287 Créditos 4 Carga Horária 60 Súmula O jornalismo nas ciências

Leia mais

TELEVISÃO. Estudos de. Diálogos Brasil-Portugal

TELEVISÃO. Estudos de. Diálogos Brasil-Portugal TELEVISÃO Estudos de Diálogos Brasil-Portugal Conselho Editorial Alex Primo UFRGS Álvaro Nunes Larangeira UTP Carla Rodrigues PUC-RJ Cristiane Freitas Gutfreind PUCRS Edgard de Assis Carvalho PUC-SP Erick

Leia mais

PROJETO TE VEJO NA ESCOLA

PROJETO TE VEJO NA ESCOLA PROJETO TE VEJO NA ESCOLA Flávia Oliveira Machado 1 Isabela Mayara Cheida José Leonardo Gallep Maria do Carmo Palhaci (coordenadora) Maria Helena Gamas (coordenadora) RESUMO O projeto em questão visa a

Leia mais

Análise discursiva e da imagem dos indígenas que foram veiculados no jornal O Liberal nos anos de 1990 e 2011¹

Análise discursiva e da imagem dos indígenas que foram veiculados no jornal O Liberal nos anos de 1990 e 2011¹ Análise discursiva e da imagem dos indígenas que foram veiculados no jornal O Liberal nos anos de 1990 e 2011¹ ProfªDrªIvânia dos Santos Neves, Professora dos cursos de Comunicação Social e Letras e do

Leia mais

Mara Lucia da Silva 1 Marilene Parè ² Ruth Sabat.² RESUMO

Mara Lucia da Silva 1 Marilene Parè ² Ruth Sabat.² RESUMO PROREXT/PROJETO DE EXTENSÃO 2008/1 - TERRITÓRIO AFROSUL DESENVOLVENDO O DIÁLOGO ACADEMIA / ONG AFROSUL ATRAVÉS DE TRABALHO COM JOVENS DE COMUNIDADE POPULAR RESUMO Mara Lucia da Silva 1 Marilene Parè ²

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA: FEITO PARA QUAL ALUNO? Simone Antaki Moussatché UNESA

CURSO DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA: FEITO PARA QUAL ALUNO? Simone Antaki Moussatché UNESA CURSO DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA: FEITO PARA QUAL ALUNO? Simone Antaki Moussatché UNESA Introdução Com o objetivo de que as universidades se tornem instituições-guia para a construção de cenários sociais

Leia mais

Aula2 ESTUDOS CULTURAIS E EDUCAÇÃO. Marlécio Maknamara. META Conhecer aportes dos Estudos Culturais em sua conexão com a Educação.

Aula2 ESTUDOS CULTURAIS E EDUCAÇÃO. Marlécio Maknamara. META Conhecer aportes dos Estudos Culturais em sua conexão com a Educação. Aula2 ESTUDOS CULTURAIS E EDUCAÇÃO META Conhecer aportes dos Estudos Culturais em sua conexão com a Educação. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: Reconhecer os Estudos Culturais como campo

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima

Leia mais

Carlos Fabiano de Souza IFF UFF carlosfabiano.teacher@gmail.com

Carlos Fabiano de Souza IFF UFF carlosfabiano.teacher@gmail.com VIII Jornada de Estudos do Discurso NARRANDO A VIDA SOCIAL A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIOMAS: POR UM ITINERÁRIO INVESTIGATIVO NA INTERFACE TRABALHO & LINGUAGEM

Leia mais

GESTÃO SOCIAL, GOVERNANÇA E DESENVOLVIMENTO LOCAL

GESTÃO SOCIAL, GOVERNANÇA E DESENVOLVIMENTO LOCAL GESTÃO SOCIAL, GOVERNANÇA E DESENVOLVIMENTO LOCAL Abordagens e correntes no campo da Gestão Social. Papéis dos atores governamentais, da sociedade civil e do mercado no campo da Gestão Social. Governança

Leia mais

A Representação Social sobre Função e Atuação do Psicólogo Escolar/Educacional: uma proposta de investigação na escola

A Representação Social sobre Função e Atuação do Psicólogo Escolar/Educacional: uma proposta de investigação na escola A Representação Social sobre Função e Atuação do Psicólogo Escolar/Educacional: uma proposta de investigação na escola Eixo temático 2: Formação de professores e cultura digital Érico Lopes Pinheiro de

Leia mais

Palavras-chave: Mídia. Poder Simbólico. Poder Político. Rio Grande do Norte.

Palavras-chave: Mídia. Poder Simbólico. Poder Político. Rio Grande do Norte. Poder simbólico e poder político no RN: as políticas de concessões de rádio e televisão no estado do Rio Grande do Norte. Dra. Marcilia Luzia Gomes da Costa Mendes Kildare de Medeiros Gomes Holanda Resumo

Leia mais

OS RECURSOS AUDIOVISUAIS NO ESPAÇO ESCOLAR

OS RECURSOS AUDIOVISUAIS NO ESPAÇO ESCOLAR OS RECURSOS AUDIOVISUAIS NO ESPAÇO ESCOLAR Fundação Universidade Federal do Tocantins Maria Jose de Pinho mjpgon@mail.uft.edu.br Professora orientadora do PIBIC pedagogia Edieide Rodrigues Araújo Acadêmica

Leia mais

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Comunicação da UNIP

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Comunicação da UNIP EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Comunicação da UNIP Mestrado recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES,

Leia mais

A mídia de Chapecó e o consumo de equipamento de segurança

A mídia de Chapecó e o consumo de equipamento de segurança A mídia de Chapecó e o consumo de equipamento de segurança Marcia Regina Favaretto 1 ;Irme Salete Bonamigo 2 RESUMO: Este Trabalho tem como objetivo analisar como a mídia de Chapecó contribui para o consumo

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA PROGRAMA DA DSCPLNA Disciplina: Prática Código da Disciplina: Carga Horária Semestral: 45 Obrigatória: sim Eletiva: não Número de Créditos: 03 Pré-Requisitos: não EMENTA Refletir sobre a produção da prática

Leia mais

CONCEITOS A EXPLORAR. Interação social. Relações sociais de produção. Globalização. Diversidade cultural. Linguagens e suportes de texto.

CONCEITOS A EXPLORAR. Interação social. Relações sociais de produção. Globalização. Diversidade cultural. Linguagens e suportes de texto. O mundo portátil CONCEITOS A EXPLORAR F ísica Ondas eletromagnéticas: velocidade de propagação, reflexão, refração, interferência, freqüência e comprimento. Desenvolvimento tecnológico brasileiro. S ociologia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO EMENTA: Novas tendências na produção, distribuição e consumo da comunicação com vertentes no jornalismo diante nova reconfiguração capitalista em um cenário neoliberal. AVALIAÇÃO: A avalição será feita

Leia mais

TÍTULO: INCLUSÃO DIGITAL PARA A MELHOR IDADE: DESAFIOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS

TÍTULO: INCLUSÃO DIGITAL PARA A MELHOR IDADE: DESAFIOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: INCLUSÃO DIGITAL PARA A MELHOR IDADE: DESAFIOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E

Leia mais

FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROGRAMA GERAL DE COMPONENTE CURRICULAR - PGCC

FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROGRAMA GERAL DE COMPONENTE CURRICULAR - PGCC FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROGRAMA GERAL DE COMPONENTE CURRICULAR - PGCC I. Identificação Área de Concentração: Estudos do Texto e do Discurso Linha de Pesquisa: Discurso, memória e identidade Disciplina:

Leia mais

Na casa da mãe, na casa da avó: um estudo sobre a circulação de crianças.

Na casa da mãe, na casa da avó: um estudo sobre a circulação de crianças. Na casa da mãe, na casa da avó: um estudo sobre a circulação de crianças. Camila Cerqueira dos Santos SILVA (FE/UFG) camilacerqueira@hotmail.com Ivone Garcia BARBOSA (FE/UFG) ivonegbarbosa@hotmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Arte e Educação - JP0029 PROFESSOR: Ms. Clóvis Da Rolt I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h Carga Horária Prática: 15h II EMENTA A disciplina de Arte e

Leia mais

AS CRIANÇAS E SUAS NARRATIVAS AUDIOVISUAIS: UMA PESQUISA EM PROCESSO Renata Gazé UNIRIO

AS CRIANÇAS E SUAS NARRATIVAS AUDIOVISUAIS: UMA PESQUISA EM PROCESSO Renata Gazé UNIRIO AS CRIANÇAS E SUAS NARRATIVAS AUDIOVISUAIS: UMA PESQUISA EM PROCESSO Renata Gazé UNIRIO Resumo Hoje muitas crianças convivem com narrativas audiovisuais na tv, no cinema e na Internet. Como se relacionam

Leia mais

A CONFERÊNCIA de Taubaté. Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1693, ano VI, mar.1906

A CONFERÊNCIA de Taubaté. Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1693, ano VI, mar.1906 137 REFERÊNCIAS A CONFERÊNCIA de Taubaté. Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1693, ano VI, mar.1906 A ELEIÇÃO de hoje Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1694, ano VI, mar. 1906. A ELEIÇÃO Presidencial.

Leia mais

PROGRAMA REALIDADES- DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA TVU RECIFE. UM ESPAÇO PRIVILEGIADO DE CRÍTICAS, REFLEXÕES E GRANDES DEBATES SOBRE TEMAS SOCIAIS.

PROGRAMA REALIDADES- DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA TVU RECIFE. UM ESPAÇO PRIVILEGIADO DE CRÍTICAS, REFLEXÕES E GRANDES DEBATES SOBRE TEMAS SOCIAIS. PROGRAMA REALIDADES- DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA TVU RECIFE. UM ESPAÇO PRIVILEGIADO DE CRÍTICAS, REFLEXÕES E GRANDES DEBATES SOBRE TEMAS SOCIAIS. Jadiewerton Tavares da Silva (Autor); Marcelo Luiz Pelizzoli

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL SE APRENDE NA ESCOLA!

PROJETO PEDAGÓGICO: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL SE APRENDE NA ESCOLA! PROJETO PEDAGÓGICO: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL SE APRENDE NA ESCOLA! José Arimatea Barros Bezerra Universidade Federal do Ceará Cláudia Sales de Alcântara Universidade Federal do Ceará Geraldo Magela Oliveira-Silva

Leia mais

Consultoria Projeto REDES PESQUISAS E ESTUDOS SOBRE CLASSIFICAÇAO INDICATIVA

Consultoria Projeto REDES PESQUISAS E ESTUDOS SOBRE CLASSIFICAÇAO INDICATIVA PESQUISAS E ESTUDOS SOBRE CLASSIFICAÇAO INDICATIVA ÍNDICE INTRODUÇÃO METODOLOGIA Metodologia do levantamento de centros de pesquisa Metodologia do levantamento de obras de referência 3 3 3 Documento de

Leia mais

CONSELHO CURADOR EBC RECOMENDAÇÃO Nº 02/2014. Considerando o inciso I do Art. 17 da Lei 11.652 de 2008;

CONSELHO CURADOR EBC RECOMENDAÇÃO Nº 02/2014. Considerando o inciso I do Art. 17 da Lei 11.652 de 2008; CONSELHO CURADOR EBC RECOMENDAÇÃO Nº 02/2014 Dispõe sobre propostas para adequação do Plano de Trabalho 2015 da EBC. Considerando o inciso I do Art. 17 da Lei 11.652 de 2008; Considerando que o Plano de

Leia mais

EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL

EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL Ranieri Alves dos Santos 1 Vitor Freitas Santos 2 Marcos Paes Peters 3 Resumo: O presente trabalho apresenta uma abordagem interativa

Leia mais

ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951)

ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951) ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951) DÓREA, Célia Rosângela Dantas Universidade do Estado da Bahia UNEB 1. INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO. - práticas, saberes e habitus -

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO. - práticas, saberes e habitus - EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO - práticas, saberes e habitus - Fabíola Santini Takayama do Nascimento Mestranda em Educação da PUCGOIÁS e Técnica em Assuntos Educacionais do IFG - Campus Inhumas

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde Mestrado em Educação Profissional em Saúde

Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde Mestrado em Educação Profissional em Saúde Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde Mestrado em Educação Profissional em Saúde 2015 Disciplina eletiva: Concepções de Currículo, Trabalho Docente e Educação Profissional Professores

Leia mais

A CAMPANHA CONTRA A BAIXARIA NA TV: DISCUSSÃO SOBRE A CULTURA DE MASSA

A CAMPANHA CONTRA A BAIXARIA NA TV: DISCUSSÃO SOBRE A CULTURA DE MASSA Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 361 A CAMPANHA CONTRA A BAIXARIA NA TV: DISCUSSÃO SOBRE A CULTURA DE MASSA Carlos Henrique Demarchi Mestre em Comunicação/Universidade

Leia mais

6. Referências Bibliográficas

6. Referências Bibliográficas 6. Referências Bibliográficas ARENDT, Hannah. A condição Humana. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 10ª edição/1ª reimpressão, 2001.. Entre o passado e o Futuro; Tradução Mauro W. Barbosa. São Paulo:

Leia mais

O MUSEU E SUA FUNÇÃO SOCIAL PELO MAPEAMENTO DAS REDES SOCIAIS DOS MUSEUS Weidson Leles GOMES 1

O MUSEU E SUA FUNÇÃO SOCIAL PELO MAPEAMENTO DAS REDES SOCIAIS DOS MUSEUS Weidson Leles GOMES 1 O MUSEU E SUA FUNÇÃO SOCIAL PELO MAPEAMENTO DAS REDES SOCIAIS DOS MUSEUS Weidson Leles GOMES 1 Resumo: O presente Artigo busca abordar a pretensão dos museus de cumprir uma função social e a emergência

Leia mais

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Sétimo Fórum Nacional de Professores de Jornalismo Praia dos Ingleses, SC, abril de 2004 GT: Laboratório de Jornalismo Eletrônico Trabalho: TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Autora: Célia Maria Ladeira

Leia mais

MODERNIZAÇÃO E CULTURA POLÍTICA NOS CICLOS DE ESTUDOS DA ADESG EM SANTA CATARINA (1970-75) Michel Goulart da Silva 1

MODERNIZAÇÃO E CULTURA POLÍTICA NOS CICLOS DE ESTUDOS DA ADESG EM SANTA CATARINA (1970-75) Michel Goulart da Silva 1 MODERNIZAÇÃO E CULTURA POLÍTICA NOS CICLOS DE ESTUDOS DA ADESG EM SANTA CATARINA (1970-75) Michel Goulart da Silva 1 INTRODUÇÃO Este projeto tem como problema de pesquisa a relação entre os ciclos de estudos

Leia mais

Cultura Midiatizada, Experiência Estética e Mediações Culturais

Cultura Midiatizada, Experiência Estética e Mediações Culturais PROPOSTA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO Cultura Midiatizada, Experiência Estética e Mediações Culturais Proponente: Laan Mendes de Barros 1. UNIDADE: Faculdade de Arquitetura, Artes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 65, DE 11 DE MAIO DE 2012 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 257ª Reunião Extraordinária, realizada em 11 de maio de 2012, e considerando

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO - PARA ESTRANGEIROS

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO - PARA ESTRANGEIROS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO - PARA ESTRANGEIROS E D I T A L PARA ESTRANGEIROS - 2016 O Departamento de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

MÍDIA E ESPORTE: A EXPERIÊNCIA INTERDISCIPLINAR DO LABORATÓRIO DE COMUNICAÇÃO, MOVIMENTO E MÍDIA NA EDUCAÇÃO FÍSICA DO CEFD/UFSM/RS

MÍDIA E ESPORTE: A EXPERIÊNCIA INTERDISCIPLINAR DO LABORATÓRIO DE COMUNICAÇÃO, MOVIMENTO E MÍDIA NA EDUCAÇÃO FÍSICA DO CEFD/UFSM/RS MÍDIA E ESPORTE: A EXPERIÊNCIA INTERDISCIPLINAR DO LABORATÓRIO DE COMUNICAÇÃO, MOVIMENTO E MÍDIA NA EDUCAÇÃO FÍSICA DO CEFD/UFSM/RS Resumo Marli Hatje (UFSM RS) e Sérgio Carvalho (UFSM RS) Este texto trata

Leia mais

Golpe Militar: A Psicologia e o Movimento Estudantil do Rio Grande do Sul

Golpe Militar: A Psicologia e o Movimento Estudantil do Rio Grande do Sul 1919 X Salão de Iniciação Científica PUCRS Golpe Militar: A Psicologia e o Movimento Estudantil do Rio Grande do Sul Pâmela de Freitas Machado 1, Helena B.K.Scarparo 1 (orientadora) 1 Faculdade Psicologia,

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO

EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de massa. Os tipos

Leia mais

Nome do candidato TÍTULO DO PROJETO

Nome do candidato TÍTULO DO PROJETO Nome do candidato TÍTULO DO PROJETO Projeto de Pesquisa apresentado ao Programa de Pós- Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria como requisito parcial para a seleção de ingresso

Leia mais

5.1. As significações do vinho e o aumento de seu consumo

5.1. As significações do vinho e o aumento de seu consumo 5 Conclusão Para melhor organizar a conclusão desse estudo, esse capítulo foi dividido em quatro partes. A primeira delas aborda as significações do vinho e como elas se relacionam com o aumento de consumo

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Curso de Jornalismo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Área 1 Jornalismo Especializado (1 vaga) Graduação Exigida: Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo Titulação mínima exigida:

Leia mais

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde Epistemologia Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes 1º semestre 2015 3ªs feiras

Leia mais

História Oral: panorama histórico e reflexões para o presente. Profa. Dra. Suzana Lopes Salgado Ribeiro

História Oral: panorama histórico e reflexões para o presente. Profa. Dra. Suzana Lopes Salgado Ribeiro História Oral: panorama histórico e reflexões para o presente Profa. Dra. Suzana Lopes Salgado Ribeiro O que é História Oral? Processo de trabalho que privilegia o diálogo e a colaboração de sujeitos considerando

Leia mais

Música e internet: uma expressão da Cultura Livre

Música e internet: uma expressão da Cultura Livre Música e internet: uma expressão da Cultura Livre Auta Rodrigues Moreira Irene Guerra Salles Lilian Braga Carmo Luana Roberta Salazar Resumo: Atualmente, com a presença marcante das tecnologias, torna-se

Leia mais

Escola Nacional de Administração Pública Diretoria de Formação Profissional Coordenação-Geral de Formação

Escola Nacional de Administração Pública Diretoria de Formação Profissional Coordenação-Geral de Formação Curso de Formação Inicial para a Carreira de APO 2012 EIXO 3 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Disciplina: D 3.2 Administração Pública Brasileira Professora titular: Eduardo Granha Magalhães Gomes Período: 2 a 4 de

Leia mais