DESIGN GRÁFICO DE MATERIAIS DA AGÊNCIA DE INOVAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESIGN GRÁFICO DE MATERIAIS DA AGÊNCIA DE INOVAÇÃO"

Transcrição

1 DESIGN GRÁFICO DE MATERIAIS DA AGÊNCIA DE INOVAÇÃO Julio Teodoro da Costa Gilberto Branco Helio Gomes de Carvalho Isaura Alberton de Lima Vanessa Ishikawa Rasoto UTFPR, Curitiba, Brasil UTFPR, Curitiba, Brasil UTFPR, Curitiba, Brasil UTFPR, Curitiba, Brasil UTFPR/FAE, Curitiba, Brasil Resumo/Abstract Resumo: O presente trabalho apresenta algumas das peças gráficas produzidas para a Agência de Inovação (AGINT) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). As peças foram criadas utilizando de técnicas do processo criativo consciente, e de planejamento do design gráfico (projeto gráfico), numa tentativa de passar mensagens visuais de maneira atrativa e efetiva para o expectador, melhorando sua recepção. Abstract: This work presents some of the graphic works produced for the Innovation Agency (AGINT) Federal Technological University of Parana (UTFPR). The pieces were created using the techniques of the creative process conscious planning and graphic design (graphic design) in an attempt to pass messages so visually attractive and effective for the viewer, enhancing your reception. Palavras-chave: design gráfico, comunicação visual, processo criativo. Introdução A Universidade Tecnológica Federal do Paraná [1] é uma instituição de ensino com uma história institucional diferenciada, pois foi transformada de um centro de educação tecnológica para universidade. Assim sendo, a vocação desta jovem universidade se projeta, a partir de uma trajetória centenária, de uma educação profissional com uma forte interação com a comunidade empresarial e as demandas da sociedade. Dos mecanismos de interação com sociedade produtiva, destaca-se o papel da Agência de Inovação (AGINT - ligada a Pró- Reitoria de Relações Empresariais e Comunitárias - PROREC) no auxilio nas políticas de incentivo a participação da 1/8

2 comunidade universitária nas atividades de ensino, de pesquisa e, principalmente, de extensão. Apoiando, ainda, a transferência de tecnologia desenvolvida com os pesquisadores, estimulando o patenteamento e o registro das criações intelectuais do corpo universitário, promovendo a divulgação e a disseminação da cultura da Propriedade Intelectual [2]. Desta forma, este artigo apresenta alguns resultados dos estudos para elaboração dos trabalhos e materiais de divulgação da propriedade intelectual utilizados pela AGINT através de uma ótica do Design como atividade projetual que visa comunicar mensagens, conceitos e ideias de maneira visual. Materiais e Métodos Dentre as atividades desenvolvidas pela Agência de Inovação (AGINT) durante o biênio de 2011/2012, destacam-se os eventos dos quais alguns materiais foram elaborados e construídos, para a divulgação de suas atividades e tecnologias, utilizando técnicas de processo criativo consciente, uma junção dos estudos de processo criativo, propostos por Cecilia Salles [3] e da Semiotica proposta por Roti Nielba Turin [4]: Programa de Empreendedorismo (PROEM) da UTFPR, desenvolveu-se uma proposta de catálogo dos projetos implementados pelo programa. Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC) 2011 TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, desenvolveu-se banners e layouts contendo informações relacionadas a tecnologias assistivas desenvolvidos pela universidade. Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC) 2012 TECNOLOGIAS VERDES, desenvolveu-se layouts contendo informações relacionadas as tecnologias assistivas desenvolvidas e praticadas na universidade. Exposição de Trabalhos no I Seminário Extensão e Inovação UTFPR (I SEI), por meio de banners elaborados apresentou-se as principais atividades da Agência de Inovação à comunidade docente, discente e externa. Projeto UTFinova, projeto de extensão universitária que visa a capacitação de empresários do Paraná e Mato Grosso do Sul em temas correlatos a gestão da inovação para a competividade nas empresas, por meio de apresentações do projeto a comunidade externa e interna pela Agência de Inovação. 2/8

3 Catálogo PROEM A proposta do catálogo foi desenvolvido para apresentar as empresas incubadas na UTFPR, bem como os produtos e serviços por elas ofertados. O modelo desenvolvido procura aproximar o expectador da empresa incubada, além de tornar mais claro o ramo de atuação. Também, o catálogo apresenta-se na língua portuguesa e inglesa para potencializar o alcance da divulgação. O princípio básico para a elaboração do catálogo, vem através da vizualização de uma carteira onde seria guardadas notas de dinheiro. Paralelamente, a carteria corresponde ao catálogo e as cédulas de dinheiro correspondem as empresas, que são apresentadas em papéis individuais, dobrados e colocados dentro da carteira. O formato escolhido para a cédula foi um retângulo de proporção 2x1, dobrado em formato de janela. Este formato permite que inicialmente divulgue-se a logo da empresa bem como do Programa de Empreendedorismo e Inovação da UTFPR - PROEM. Com a abertura da cédula tem-se a a descrição da empresa, descrevendo o seu publico alvo e produtos ou serviços ofertados. Abrindo novamente a cédula, tem-se uma descrição mais detalhada dos produtos e serviços da empresa, bem como dos seus integrantes. A missão e informações para contato com a empresa também são enfocados neste parte mais interna da cédula. As informações são separadas por cores dentro de cada célula, permitindo aos interessados uma rápida localização de uma informação mais pertinente. As informações também são distribuídas nas cédulas de modo a evitar que as linhas de dobra da cédulas causem ilegibilidade. As imagens foram colocadas em áreas neutras no sentido de leitura e o contato com a empresa foi localizado no ultimo quadrante da cédula, para proporcionar uma rápida memorização da mesma, bem como, a sua localização na cédula [5]. As informações foram apresentadas utilizando: (a) fontes que garantam uma boa legibilidade [6]; (b) textos alinhados à esquerda, para facilidade das divisão em colunas e, as sessões apresentam cores complementares para destacá-las entre as mesmas e com o fundo.[5] A proposta do catálogo foi apresentada para Agência de Inovação que irá validar junto às Diretorias de Relações Empresariais e Comunitárias de cada câmpus da UTFPR. 3/8

4 Figura I alternativa de catalogo para o PROEM. Banners e layouts para FORTEC 2011 Para a participação da Agência de Inovação por meio do Fórum Nacional de gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia - FORTEC ao Fórum Internacional de Tecnologias Assistivas foi elaborado um projeto de um layout comum para todas as tecnologias assistivas desenvolvidas pela UTFPR em 2011 com base no catálogo de inovação e o interesse de pesquisadores e servidores da UTFPR por meio das suas Diretorias de Relações Empresariais e Comunitárias. Este catálogo foi elaborado procurando um link direto entre os inventores de tecnologias e as grandes empresas, para a transferencia de tecnologia e crescimento do mercado. Para a formatação dos banners foram utilizadas faixas com as cores institucionais da UTFPR, para a identificação da instituição de maneira clara e efetiva. Ao lado esquerdo da faixa vertical que divide o espaço compositivo na sessão áurea temos o texto corrido e uma imagem do produto ou serviço ofertado. Ao lado direito tem-se as logos da universidade com informações do respectivo câmpus em que a tecnologia assistiva foi desenvolvida e da Agência de Inovação. Apresenta-se também uma chamada onde uma frase resume o conteúdo do layout, uma imagem ilustrativa da tecnologia e o contato do inventor, pesquisador e da Agência de Inovação da UTFPR. Figura II - Simulação com os banner utilizados para a divulgação da AGINT e suas tecnologias. O da direita possui o layout desenvolvido para o FORTEC 2011, e o da esquerda é um banner de divulgação da AGINT. 4/8

5 Layouts para FORTEC 2012 Para o Fórum de Tecnologias Verdes foram preparados layouts para a participação de tecnologias geradas na UTFPR no catálogo FORTEC de tecnologias verdes. Este catalogo reúne tecnologias que ajudam e preservam o meio ambiente. Foi feito um levantamento de tecnologias que entrassem no escopo pelo Catálogo de Inovação da UTFPR e pelas DIREC, e foi feita a adequação dentro do layout fornecido pelo FORTEC. Figura III exemplo de página enviada para o FORTEC 2012, para ser adicionada ao catálogo de tecnologias verdes. Banners I SEI Neste seminário foram apresentadas as pesquisas que possuem potencial para alcancar o mercado por meio de um produto (inovação) e, desta forma, a atividades e atribuições da AGINT que contribuem para incentivar e proteger a propriedade intelectual de cada pesquisa desenvolvida na UTFPR. O mecanismo de atração da comunidade interna e externa para os estandes da Agência de Inovação foi a tônica intitulada pela frase inovação, doce inovação, em referência a frase lar, doce lar com um atrativo de distribuição de algodão doce aos participantes que respondiam corretamente as questões fechadas sobre temas de inovação e propriedade intelectual disponibilizadas gratuitamente pelos Totens de pesquisa da empresa incubada, SOLVIS Soluções em Engenharia Ltda, na incubadora de Inovações do Câmpus Curitiba. O proposito desta forma de integração foi aproximar e inteirar a comunidade para com a inovação e o doce, discutindo e apresentado os mecanismos de inovação e os agentes internos para a sua promoção. O banner de divulgação da Agência de Inovação apresentou um fundo indo do magenta para o roxo, com o algodão doce azul se destacando do fundo. As imagens do lado direito sugerem a cronologia do texto, 5/8

6 mostrando de forma ilustrada que as ideias inovadoras, passando pela Agência de Inovação, podem trazer recusos financeiros as pessoas que se propoem a inovar. Para o banner do dia da Inovação foi escolhido um fundo azul com algodão doce rosa, valorizando o contraste. As imagens escolhidas foram apresentadas mostrando o avanço da tecnologia representadas pelo avião, desde o 14Bis de Santos Dumont, até o marco de um ônibus espacial. Para o banner com os bens imateriais da Propriedade Intelectual temos um fundo verde e algodão doce amarelo em referência direta as cores da bandeira nacional, uma vez que são apresentadas as leis brasileiras. Figura IV - Simulação da aplicação dos banners do I SEI, onde podemos perceber algumas de suas características. Projeto UTFInova O projeto UTFInova é um projeto de extensão universitária que busca incentivar a capacitação empresarial, inovação e competitividade no mercado através da capacitação dos servidores, assim, a divulgaçao do projeto e seus beneficios é fundamental para uma adesão maior do publico interessado. Assim são previstos materiais gráficos para essa divulgação. Discussão e Conclusões Considerando o design gráfico como uma atividade projetual onde o foco é a comunicação visual de mensagens, conceitos e ideias [8], ele se mostra de grande importância para a divulgação das mensagens de maneira efetiva e agradável para os expectadores. Por ser projetual envolve o planejamento, fase onde são levados em conta vários fatores que afetem a mensagem, como público-alvo, maneiras de chamar a atenção, a percepção do expectador para com a peça gráfica, a transmissão de mensagens de maneira efetiva, entre outros inúmeros fatores que só ficam claro com a contextualização da peça gráfica. [5] Para desenvolver esses projetos desde a sua concepção inicial até a sua execução, o designer dispõe de conhecimentos em diversas áreas, com psicologia, semiótica, teoria da arte, do design, da cor, teoria da comunicação, entre várias outras áreas que possam vir melhorar o projeto. Desta forma, o designer 6/8

7 utiliza como matéria-prima todo seu repertório de ideias, e como ferramenta básica o processo criativo [3]. A partir daí os mais diferentes projetos para comunicar as mais diferentes ideias das mais diferentes formas surgem. Dentro da Agência de Inovação da UTFPR, tem-se a necessidade de divulgação das suas atividades para a sociedade produtiva da universidade, apoiando a criação, o registro e o patenteamento de criações intelectuais. Também se tem necessidade da disseminação da cultura da propriedade intelectual, através da divulgação e presença em eventos, fóruns, e atividades da área, e a divulgação das tecnologias já patenteadas, para a exploração comercial dessas criações protegidas. São varias situações com suas características especificas, assim o projeto para cada situação se fazem importantes para, primeiro, se adequar ao ambiente onde vão ser divulgadas, segundo, para chamar atenção do público e, terceiro, para transmitir as mensagens de forma efetiva. Assim sendo, cada projeto possui uma pesquisa, uma contextualização de ambiente, e é fruto de um processo onde a pesquisa, as referências adequadas e as necessidades interagem, possuindo peças de Design que tentam solucionar, da melhor maneira possível, os problemas propostos. Referências [1] UTFPR Disponível em: < Acesso em: 26 maio [2] AGINT Disponível em: <http://www.utfpr.edu.br/estruturauniversitaria/pro-reitorias/prorec/diretoriada-agencia-de-inovacao-1>. Acesso em: 06 abril [3] Salles, Cecilia Almeida. (2006), Redes de criação: construção da obra de arte, Editora Horizonte [4] Turin, roti Nielba. (2007), Aulas Introdução ao estudo das linguagens, Annablume Editora. [5] Hurlburt, Allen. (2002), Layout: Design da pagina impressa, Editora Nobel [7] Peres, Clotilde. (1982), Psicodinâmica das Cores em Comunicação, Editora Blusher [6] Bringhurst, Robert. (2005), Elementos do estilo Tipográfico, Cosac Naify 7/8

8 [8] Modena Design gráfico e interativo. Disponível em: <http://www.modenadesign.com.br/d esign_grafico>. Acesso em: 21 junho /8

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias Agência de Inovação

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias Agência de Inovação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias Agência de Inovação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias

Leia mais

CHAMADA INTERNA AGINT 01/2013 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO

CHAMADA INTERNA AGINT 01/2013 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Projeto de Patrocínio. Curitiba - PR. 7 Fórum de Tecnologia em Software Livre

Projeto de Patrocínio. Curitiba - PR. 7 Fórum de Tecnologia em Software Livre Projeto de Patrocínio Curitiba - PR 2015 2014 VI FÓRUM TECNO SOFTW LIVRE VI Fó Te So Liv 16 a 18 de setembro de 2015 Curitiba PR Brasil Sumário 1 Apresentação...1 2 Local, data e site...1 3 Público alvo...1

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA EMPRESÁRIOS DO PARANÁ E MATO GROSSO DO SUL EM EMPREENDEDORISMO INOVADOR: PROGRAMA UTFINOVA

CAPACITAÇÃO PARA EMPRESÁRIOS DO PARANÁ E MATO GROSSO DO SUL EM EMPREENDEDORISMO INOVADOR: PROGRAMA UTFINOVA CAPACITAÇÃO PARA EMPRESÁRIOS DO PARANÁ E MATO GROSSO DO SUL EM EMPREENDEDORISMO INOVADOR: PROGRAMA UTFINOVA Rosângela de Fátima Stankowitz Penteado Universidade Tecnológica Federal o Paraná, PPGTE, Curitiba,

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO CONCEPÇÃO DO CURSO O curso de Pós-graduação Lato Sensu Especialização em Propriedade Intelectual e Inovação faz parte do Programa de Capacitação dos

Leia mais

REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA

REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade regulamentar as atividades de propriedade intelectual

Leia mais

RESOLUÇÃO UNIV N o 31 DE 27 DE JULHO DE 2011.

RESOLUÇÃO UNIV N o 31 DE 27 DE JULHO DE 2011. RESOLUÇÃO UNIV N o 31 DE 27 DE JULHO DE 2011. Aprova o novo Regulamento da Agência de Inovação e Propriedade Intelectual da Universidade Estadual de Ponta Grossa, e revoga a Resolução UNIV n o 27, de 20

Leia mais

Linha Editorial da Agência de Notícias

Linha Editorial da Agência de Notícias UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Linha Editorial da Agência de Notícias Cruz das Almas BA 2012 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. RESPONSABILIDADE...3

Leia mais

PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO

PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO O Governo do Estado de Santa Catarina apresenta o Programa Catarinense de Inovação (PCI). O PCI promoverá ações que permitam ao Estado

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e com fundamento no art. 19, XX, da Lei Complementar nº 85, de 27 de dezembro de 1999, Considerando

Leia mais

Vestibular ICEC 2014! 1

Vestibular ICEC 2014! 1 Vestibular ICEC 2014! 1 Franck H. Oliveira Durgo GOMES 2 Elizângela Luiza Barbosa LUIZ 3 Weslene de Sousa MOTA 4 Mateus Pereira da SILVA 5 Steffany Verônica de Sousa DIAS 6 Thiago Sérgio PEDROSO 7 Cláudio

Leia mais

Propriedade Intelectual e Lei de Inovação questão jurídica ou gerencial? Rodolfo Politano Núcleo de Inovação Tecnológica IPEN

Propriedade Intelectual e Lei de Inovação questão jurídica ou gerencial? Rodolfo Politano Núcleo de Inovação Tecnológica IPEN Propriedade Intelectual e Lei de Inovação questão jurídica ou gerencial? Rodolfo Politano Núcleo de Inovação Tecnológica IPEN AGENDA Lei de Inovação e demais legislação. Propriedade Intelectual na Lei

Leia mais

Manual UNIPAC. de identidade visual. www.unipac.br. Normas e padrões de utilização

Manual UNIPAC. de identidade visual. www.unipac.br. Normas e padrões de utilização Manual de identidade visual Normas e padrões de utilização www.unipac.br apresentação A Universidade Presidente Antônio Carlos vem, através deste documento, apresentar e consolidar um dos bens mais valiosos

Leia mais

Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores. Foz do Iguaçu, Junho/2012

Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores. Foz do Iguaçu, Junho/2012 Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Foz do Iguaçu, Junho/2012 Trajetória 1984 Iniciativa CNPq 1987 Criação da ANPROTEC 1994 Plano Real 2001 II Conferência CTI 2007

Leia mais

2. Disseminar o conhecimento gerado no Instituto Federal do Amazonas.

2. Disseminar o conhecimento gerado no Instituto Federal do Amazonas. Extensão ETENSÃO A implementação da politica de Extensão, no Instituto Federal do Amazonas reafirma a missão deste Instituto e seu comprometimento com o desenvolvimento local e regional promovendo a integração

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1 o. O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia - NITTEC é um Órgão Executivo

Leia mais

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA!

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! Apresentação O Instituto Sicoob PR foi criado para cumprir o 7º princípio cooperativista Interesse pela comunidade. Com o suporte das Cooperativas

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012

CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012 CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012 A Coordenação do Curso de Enfermagem da Fanor- DeVry Brasil, no uso de suas atribuições,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURITIBA 2015 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA DO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA DO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA RESOLUÇÃO CS nº xx/2009 REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA DO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA RESOLVE: O Conselho Superior do Instituto Federal Farroupilha,

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale 1.1 Histórico da Prática Eficaz Por meio do Departamento

Leia mais

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 001/2015

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 001/2015 PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 001/2015 Abertura de prazo para solicitação de serviços pelas entidades cadastradas no Projeto Serviços e Cidadania e sediadas em Curitiba e Região Metropolitana O

Leia mais

FORA DA ESCOLA NÃO PODE. Cada criança e adolescente tem o direito de aprender. Manual de Aplicação de Marcas

FORA DA ESCOLA NÃO PODE. Cada criança e adolescente tem o direito de aprender. Manual de Aplicação de Marcas NÃO PODE Cada criança e adolescente tem o direito de aprender Manual de Aplicação de Marcas Sumário p1 Apresentação p15 Banners p2 Assinatura Principal p19 Faixa p3 Variações da Marca p20 Outdoor p4 Cores

Leia mais

Avanços Tecnológicos no mundo da Universidade apoiados pelos NIT: o caso da UFPI. Prof. Dr. Sérgio Henrique B. de S. Leal

Avanços Tecnológicos no mundo da Universidade apoiados pelos NIT: o caso da UFPI. Prof. Dr. Sérgio Henrique B. de S. Leal Avanços Tecnológicos no mundo da Universidade apoiados pelos NIT: o caso da UFPI Prof. Dr. Sérgio Henrique B. de S. Leal São Luis, 09 de julho de 2010 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Processo de aprendizagem contínuo

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

AUPP/UNISANTA Agência Universitária de Publicidade e Propaganda da Universidade Santa Cecília 1

AUPP/UNISANTA Agência Universitária de Publicidade e Propaganda da Universidade Santa Cecília 1 AUPP/UNISANTA Agência Universitária de Publicidade e Propaganda da Universidade Santa Cecília 1 Igor Vilchez Ramos GOMES 2 Renata ALCALDE 3 Universidade Santa Cecília, Santos, SP RESUMO A Agência Universitária

Leia mais

Estruturação do setor de Propriedade Intelectual na UFAM NIT UFAM Manaus, 29/09/2006 Missão Promover e apoiar o conhecimento gerado e desenvolvido na UFAM, para que possa ser disseminado e disponibilizado

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

Dê-se ciência, publique-se, cumpra-se.

Dê-se ciência, publique-se, cumpra-se. RESOLUÇÃO Nº 034-CONSUP/IFAM, 22 de setembro de 2014. Que aprova o Regimento do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas. O Reitor Substituto

Leia mais

Plano de gestão 2016-2019 Chapa Consolidação

Plano de gestão 2016-2019 Chapa Consolidação Plano de gestão 2016-2019 Chapa Consolidação 1. Apresentação Em novembro a comunidade do IFSC Câmpus Canoinhas elegerá seus novos dirigentes: Diretor Geral, Chefe de Departamento de Ensino, Pesquisa e

Leia mais

PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 004/2015/ PROEX/UEPB PROGRAMA DE CONCESSÃO de BOLSAS DE EXTENSÃO - PROBEX COTA: 2015-2016

PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 004/2015/ PROEX/UEPB PROGRAMA DE CONCESSÃO de BOLSAS DE EXTENSÃO - PROBEX COTA: 2015-2016 PRÓ - REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 004/2015/ PROEX/UEPB PROGRAMA DE CONCESSÃO de BOLSAS DE EXTENSÃO - PROBEX COTA: 2015-2016 A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual da Paraíba, no uso das suas

Leia mais

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014 PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014 Abertura de prazo para solicitação de serviços pelas entidades cadastradas no Projeto Serviços e Cidadania e sediadas em Curitiba e Região Metropolitana O

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

REFLEXÃO. (Warren Bennis)

REFLEXÃO. (Warren Bennis) RÉSUMÉ Consultora nas áreas de Desenvolvimento Organizacional e Gestão de Pessoas; Docente de Pós- Graduação; Coaching Experiência de mais de 31 anos na iniciativa privada e pública; Doutorado em Administração;

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE AGRONOMIA UTFPR CÂMPUS DOIS VIZINHOS

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE AGRONOMIA UTFPR CÂMPUS DOIS VIZINHOS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DA UTFPR CÂMPUS DOIS VIZINHOS DOIS VIZINHOS Outubro - 2012 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DA UTFPR CÂMPUS

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design gordongroup Sobre o gordongroup gordongroup é uma agência de marketing e comunicação de tempo integral e de balcão único, que oferece um conjunto exclusivo de serviços criativos,

Leia mais

3. DAS MODALIDADES DE BOLSA, BENEFÍCIOS E DURAÇÃO. 3.1 No PIBITI, as 02 (duas) cotas institucionais tem a duração de 11(onze) meses, podendo ser

3. DAS MODALIDADES DE BOLSA, BENEFÍCIOS E DURAÇÃO. 3.1 No PIBITI, as 02 (duas) cotas institucionais tem a duração de 11(onze) meses, podendo ser EDITAL N.º 012/2013 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO À INOVAÇÃO DO IFPR (PIBIN) PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO DO CNPq

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE O Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE visa fortalecer a missão de desenvolver a nossa terra e nossa gente e contribuir para

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES Serviços da Assessoria de Comunicação Social

GUIA DE ORIENTAÇÕES Serviços da Assessoria de Comunicação Social A Assessoria de Comunicação Social (ASCOM) da Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG é uma unidade de apoio e assessoramento da Instituição, diretamente ligada ao Gabinete da Reitoria, que dentre suas

Leia mais

Revista eletrônica DelRey On Line da Faculdade Del Rey

Revista eletrônica DelRey On Line da Faculdade Del Rey Revista eletrônica DelRey On Line da Faculdade Del Rey OBJETIVOS A Revista Eletrônica DelRey On Line - ISSN xxx, direciona-se à divulgação, publicação e informação dos trabalhos feitos pelos discentes,

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica

Núcleo de Inovação Tecnológica UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Fepagro em Foco Estruturação de NITs Porto Alegre, 07 de novembro de 2012 Núcleo de Inovação Tecnológica É o orgão integrante da estrutura da ICT com a finalidade

Leia mais

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 O Diretor Geral do Câmpus Juiz de Fora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), no uso de suas atribuições

Leia mais

Identidade Visual do Movimento #Comfiltro 1

Identidade Visual do Movimento #Comfiltro 1 Identidade Visual do Movimento #Comfiltro 1 Rafael Duarte SILVA 2 Adriely Cristiny de Lima CUNHA 3 Rita Carla da Conceição SILVA 4 Paula Apolinário ZAGUI 5 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte,

Leia mais

REGULAMENTO DO SEMINÁRIO DE INTERDISCIPLINARIDADE DO CÁLCULO -SINCAL

REGULAMENTO DO SEMINÁRIO DE INTERDISCIPLINARIDADE DO CÁLCULO -SINCAL REGULAMENTO DO SEMINÁRIO DE INTERDISCIPLINARIDADE DO CÁLCULO -SINCAL A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando que

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO As ações de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas constituem um processo educativo

Leia mais

POLÍTICA DE REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL

POLÍTICA DE REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL 1. PROPÓSITO A Fundação Bahiana para Desenvolvimento das Ciências (FBDC), mantenedora da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), vem instituir a Política de Repositório Institucional - RI,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM SAÚDE CAPÍTULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM SAÚDE CAPÍTULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM SAÚDE CAPÍTULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE Art. 1º O Núcleo de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto

Leia mais

PARANÁ ---------------------------- GOVERNO DO ESTADO PROGRAMA FORMAÇÃO DE GESTORES PARA O TERCEIRO SETOR

PARANÁ ---------------------------- GOVERNO DO ESTADO PROGRAMA FORMAÇÃO DE GESTORES PARA O TERCEIRO SETOR PARANÁ ---------------------------- GOVERNO DO ESTADO PROGRAMA FORMAÇÃO DE GESTORES PARA O TERCEIRO SETOR CURITIBA Maio 2012 1 PROGRAMA TÍTULO: Formação de Gestores para o Terceiro Setor. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

gestão do design: projeto final professor: rodrigo a. gianello aluno: wellington v. amarante jr. curso técnico de design gráfico: turma 01

gestão do design: projeto final professor: rodrigo a. gianello aluno: wellington v. amarante jr. curso técnico de design gráfico: turma 01 : projeto final professor: rodrigo a. gianello aluno: wellington v. amarante jr. curso técnico de design gráfico: turma 01 Cronograma de desenvolvimento do projeto Fases Período Março Abril Maio Junho

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Aprovação:

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA 1 - APRESENTAÇÃO Com o objetivo de estimular e promover o desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da inovação, compete à Pró - Reitoria

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

VII Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão

VII Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA VII Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão 24-26 de Novembro de 2015 Alegrete, RS Saberes que movem o Pampa Plano de Apoiadores Saberes que movem o Pampa O conhecimento

Leia mais

26 a 28 de setembro de 2014 RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ. Um evento paralelo da

26 a 28 de setembro de 2014 RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ. Um evento paralelo da 26 a 28 de setembro de 2014 RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ Um evento paralelo da Uma iniciativa inédita no cenário brasileiro, o evento Fenacargo Fórum Especial Nacional do Transporte de Cargas será realizado

Leia mais

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso?

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? i n o v a ç ã o 8 Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? Carla Conti de Freitas Yara Fonseca de Oliveira e Silva Julia Paranhos Lia Hasenclever Renata

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS NINTEC CAPÍTULO I DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SEUS FINS

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS NINTEC CAPÍTULO I DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SEUS FINS REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS NINTEC CAPÍTULO I DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SEUS FINS Art. 1º O Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade

Leia mais

Departamento de Apoio a Projetos de Inovação e Gestão de Serviços Tecnológicos DAPI PROPRIEDADE INTELECTUAL E POLÍTICA DE INOVAÇÃO NA UFMA

Departamento de Apoio a Projetos de Inovação e Gestão de Serviços Tecnológicos DAPI PROPRIEDADE INTELECTUAL E POLÍTICA DE INOVAÇÃO NA UFMA Departamento de Apoio a Projetos de Inovação e Gestão de Serviços Tecnológicos DAPI Inovação tecnológica? Propriedade Intelectual? Desenho Industrial? Registro de Software? Patente? PARA QUE SERVE TUDO

Leia mais

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar:

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar: Introdução É grande a parcela da população das nações mais desenvolvidas do mundo que está se organizando em sociedades e associações civis que defendem interesses comuns. Essas pessoas já perceberam que

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 031/2013 (PARECER Nº 031/2013 CONSUN)

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 031/2013 (PARECER Nº 031/2013 CONSUN) RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 031/2013 (PARECER Nº 031/2013 CONSUN) Dispõe sobre a criação do Programa Arte na Escola. O Presidente do Conselho Universitário CONSUN da Universidade do Contestado - UnC, no uso de

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Índice

Manual de Identidade Visual. Índice Índice Introdução Concepção Proporção da identidade visual Limite de redução Cores institucionais Tipografia institucional Versão de assinatura Cores Fundos coloridos Papelaria Aplicação em ícone para

Leia mais

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 06/2010

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 06/2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br RESOLUÇÃO

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UMA PERSPECTIVA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UMA PERSPECTIVA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UMA PERSPECTIVA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS Luis Fernando Vitorino 1, Moacir José dos Santos 2, Monica Franchi Carniello

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DA CEMIG COM A COMUNIDADE Substitui a NO-02.15 de 23/06/2009

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DA CEMIG COM A COMUNIDADE Substitui a NO-02.15 de 23/06/2009 03/08/2010 Pág.01 POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DA CEMIG COM A COMUNIDADE Substitui a NO-02.15 de 23/06/2009 1. INTRODUÇÃO 1.1 A Política de Comunicação da CEMIG com a Comunidade explicita as diretrizes que

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL PARANÁ. Metodologia de Programação Visual

INSTITUTO FEDERAL PARANÁ. Metodologia de Programação Visual INSTITUTO FEDERAL PARANÁ Metodologia de Programação Visual O que a equipe de Programação Visual faz? Projetos gráficos para divulgação institucional Identidades Visuais de campanhas e eventos + Impressos

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA ITEPA FATEPA. Mantida pelo Instituto Técnico de Educação Porto Alegre Ltda

FACULDADE DE TECNOLOGIA ITEPA FATEPA. Mantida pelo Instituto Técnico de Educação Porto Alegre Ltda FACULDADE DE TECNOLOGIA ITEPA FATEPA Mantida pelo Instituto Técnico de Educação Porto Alegre Ltda CURSO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA/MEC DE AUTORIZAÇÃO Nº 468, D.O.U.

Leia mais

CAPÍTULO II DO ESTÍMULO À CONSTRUÇÃO DE AMBIENTES ESPECIALIZADOS E COOPERATIVOS DE INOVAÇÃO

CAPÍTULO II DO ESTÍMULO À CONSTRUÇÃO DE AMBIENTES ESPECIALIZADOS E COOPERATIVOS DE INOVAÇÃO LEI Nº 3095, de 17 de Novembro de 2006 DISPÕE sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo no âmbito do Estado do Amazonas, e dá outras providências O GOVERNADOR

Leia mais

Profa. Dra. Cristina Castro Lucas de Souza Depieri

Profa. Dra. Cristina Castro Lucas de Souza Depieri Inovação e Tecnológia na Gestão Pública Profa. Dra. Cristina Castro Lucas de Souza Depieri Doutorado em Administração (UnB) Mestrado em Contabilidade e Controladoria (UFMG) Graduação em Ciências Contábeis

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO S/C LTDA ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO FSA

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO S/C LTDA ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO FSA ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO S/C LTDA ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO FSA XI SEMANA CIENTÍFICA DA FACULDADE SANTO AGOSTINHO SEC 2013 Tema: A ÉTICA NA PESQUISA NA ERA DAS INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS EDITAL

Leia mais

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008 MINAS GERAIS 12/04/2008 Diário do Judiciário Chefe de Gabinete: Dalmar Morais Duarte 11/04/2008 PRESIDÊNCIA Portaria 2.176/2008 Institucionaliza o Programa Conhecendo o Judiciário do Tribunal de Justiça.

Leia mais

Fostering the culture of innovation in the Brazilian Science and Technology Institutions and its ability to transfer knowledge to the business sector

Fostering the culture of innovation in the Brazilian Science and Technology Institutions and its ability to transfer knowledge to the business sector Promovendo a cultura de inovação nas Instituições Brasileiras de Ciência e Tecnologia e a sua capacidade de transferir conhecimento para o setor empresarial Fostering the culture of innovation in the Brazilian

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. Dispõe sobre concessão de incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte.

Leia mais

Plano de Ação da CPA

Plano de Ação da CPA Centro Universitário do Estado do Pará - CESUPA Plano de Ação da CPA Ano 2014 CPA/CESUPA 2014 C o m i s s ã o P r ó p r i a d e A v a l i a ç ã o C P A / C E S U P A APRESENTAÇÃO O plano de ações da CPA

Leia mais

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA ASSUNTOS TRATADOS Cartilha sobre produtos e serviços bancários para Micro e Pequenos Empresários Apresentação dos cases de sucesso e fracasso no setor da Construção Civil Notícias sobre o Fórum Permanente

Leia mais

COORDENADORES CARTILHA

COORDENADORES CARTILHA 2016 COORDENADORES CARTILHA 1.1 Coordenador de Negócios Liderar a equipe de negócios da FEJESC, prezar pela excelência na prestação do serviço aos parceiros e buscar novas oportunidades de patrocínio e

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Supremo Tribunal Federal Secretaria de Recursos Humanos Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoal Seção de Programas Institucionais de Desenvolvimento Obrigatoriedade: - Lei nº 11.416/2006: instituiu

Leia mais

NIT/FESP Núcleo de Inovação Tecnológica da FESP

NIT/FESP Núcleo de Inovação Tecnológica da FESP NIT/FESP Núcleo de Inovação Tecnológica da FESP GRUPO INTEGRANTE DO NIT/FESP Marisa da Silva Lemos Coordenadora do NIT/FESP Possui graduação em Fisioterapia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

POLÍTICA DE ENSINO DA FISMA

POLÍTICA DE ENSINO DA FISMA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ME FACULDADE INTEGRADA DE SANTA MARIA PRELIMINARES POLÍTICA DE ENSINO DA FISMA Santa Maria, RS Junho - 2010 1 SUMÁRIO 1. POLÍTICA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO... 1 2. POLÍTICAS DE ENSINO

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Coordenação do Curso de Publicidade e Propaganda

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Coordenação do Curso de Publicidade e Propaganda REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta as Atividades Complementares do Curso de Publicidade e Propaganda do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA

REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA 1 OBJETIVOS 1.1 Divulgar a 25ª edição do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, mais tradicional e renomada premiação

Leia mais

Serviço Público Federal. Ministério da Educação. Universidade Federal Fluminense

Serviço Público Federal. Ministério da Educação. Universidade Federal Fluminense A parte de imagem com identificação de relação rid6 não foi encontrada no arquivo. Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Edital para submissão de projetos da AGENDA

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI A implementação do Plano de Desenvolvimento Institucional, envolve além dos objetivos e metas já descritos, o estabelecimento de indicadores, como forma de se fazer o

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1. O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia - NITTEC é um Órgão Executivo

Leia mais

Lançamento Agência Stamina: o Tesouro Perdido 1

Lançamento Agência Stamina: o Tesouro Perdido 1 Lançamento Agência Stamina: o Tesouro Perdido 1 Yuri HORIGUCHI 2 Mariana MENEZES 3 Vanessa SIMÕES 4 Manuela CORRAL 5 Centro Universitário do Pará, CESUPA Resumo A Agência Stamina, especializada em ações

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001, 10 de março de 2009. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001, 10 de março de 2009. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001, 10 de março de 2009. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR Dispõe sobre a Política de uso de Softwares Livres no âmbito da UDESC O REITOR da FUNDAÇÃO

Leia mais

Manual de Identidade Visual Golin Módulo II Guia Rápido de Utilização do Logotipo / Meios Digitais. Manual de Identidade Visual junho 2010

Manual de Identidade Visual Golin Módulo II Guia Rápido de Utilização do Logotipo / Meios Digitais. Manual de Identidade Visual junho 2010 1 Manual de Identidade Visual Golin Módulo II Guia Rápido de Utilização do Logotipo / Meios Digitais Manual de Identidade Visual junho 2010 Sumário 2 A marca 3 Introdução 4 Comunicação através de Símbolos

Leia mais

MAPEAMENTO E ORGANIZAÇÃO DOS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO PARA A CONSTRUÇÃO DO CATÁLOGO DE EXTENSÃO DA FURG 2009-2012

MAPEAMENTO E ORGANIZAÇÃO DOS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO PARA A CONSTRUÇÃO DO CATÁLOGO DE EXTENSÃO DA FURG 2009-2012 MAPEAMENTO E ORGANIZAÇÃO DOS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO PARA A CONSTRUÇÃO DO CATÁLOGO DE EXTENSÃO DA FURG 2009-2012 Simone Machado Firme FURG 1 Karine Vargas Oliveira FURG 2 Michele Fernanda Silveira

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: compartilhamento de conhecimento; gestão do conhecimento; responsabilidade social.

PALAVRAS-CHAVE: compartilhamento de conhecimento; gestão do conhecimento; responsabilidade social. PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DOS SERVIDORES DA UNICENTRO, PROVARS: COMPARTILHANDO CONHECIMENTOS PARA A EFETIVAÇÃO DE UMA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL. RESUMO: O presente trabalho pretendeu verificar

Leia mais

PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO

PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO OBJETIVO A campanha teve por objetivo implantar na Instituição a cultura da responsabilidade

Leia mais

O que é Estudio Cosmica?

O que é Estudio Cosmica? Apresentacao O que é Estudio Cosmica? Criação e Concepção de Ideias e Projetos. Estudio Cosmica é um Estúdio de Criação e desenvolvimento de Ideias, Sempre Atento e antenado ao Mercado e novidades, buscando

Leia mais

groups.google.com/forum/#%21forum/professoresdemusicadobrasil Fóruns de Partilhas de Práticas em Educação Musical (FOPPEM)

groups.google.com/forum/#%21forum/professoresdemusicadobrasil Fóruns de Partilhas de Práticas em Educação Musical (FOPPEM) LINKS ÚTEIS* *Em breve, esta listagem estará atualizada em meu blog: www.darcyalcantara.blogspot.com ABEM Associação Brasileira de Educação Musical abemeducacaomusical.org.br Revistas da ABEM abemeducacaomusical.org.br/revistas.html

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DESIGNER RESIDENTE VALE DA SEDA

REGULAMENTO PROGRAMA DESIGNER RESIDENTE VALE DA SEDA REGULAMENTO PROGRAMA DESIGNER RESIDENTE VALE DA SEDA 1. OBJETIVO Selecionar até quatro designers para atuarem profissionalmente como Designers Residentes no showroom do Vale da Seda, nas condições descritas

Leia mais