LIGA DOS COMBATENTES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LIGA DOS COMBATENTES"

Transcrição

1 LIGA DOS COMBATENTES NÚCLEO DISTRITAL DE VIANA DO CASTELO DISCURSO EVOCATIVO DO 95º ANIVERSÁRIO DO ARMISTÍCIO DA 1ª GUERRA MUNDIAL, O 90º ANIVERSÁRIO DA FUNDAÇÃO DA LIGA DOS COMBATENTES E O 39º ANIVERSÁRIO DO FIM DA GUERRA DO ULTRAMAR Exmo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Engº José Maria Costa Todos nós sabemos, Senhor Presidente da atenção que nos dedica, e do particular interesse que coloca, em tudo, quanto a nós diz respeito. O Núcleo desta cidade da Liga dos Combatentes está muito grato, por se ter dignado presidir a esta cerimónia - facto que em si, inequivocamente demonstra, o seu apoio à missão que nos está cometida. Muito obrigado, Sr Presidente. Exmo Senhor Presidente do Núcleo Distrital de Viana do Castelo da Liga dos Combatentes, Joaquim da Rocha Martins Constantemente dá valor ao ideal que nos anima, para bem fazermos e melhor servimos. Bem haja

2 Pag 2 Exma Senhora Alferes Sónia Machado, do Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana de Viana do Castelo Exma Senhora Chefe da Polícia Laura Silva, do Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Viana do Castelo Exmo Senhor Sargento-Mor Rodrigues Padúa, da Capitania do Porto de Viana do Castelo A Direcção deste Núcleo de Viana do Castelo, da Liga dos Combatentes, agradece penhorada, a gentileza que houveram connosco, ao dignarem-se estar presentes nestas comemorações, vindo partilhar este momento evocativo. Bem hajam Exmo Senhor Coronel Carlos Anselmo de Oliveira Soares, do Núcleo Distrital de Monção da Liga dos Combatentes Exmo Senhor Mário Peixoto, da Associação de Comandos do Distrito de Viana do Castelo Exmo Senhor Manuel Pinto Oliveira, da Associação de Páraquedistas de Viana do Castelo Ilustres Convidadas e Convidados Caros Combatentes A todos, as nossas melhores saudações e os sinceros agradecimentos, por enobrecerem, com a vossa presença, este acto solene comemorativo. Gratos ficamos Desde a sua fundação, que o Núcleo da Liga dos Combatentes do Distrito de Viana do Castelo, vem assinalando neste local, o dia 11 de Novembro data do aniversário do Armistício de 1918 como corolário da aceitação pelas tropas Germânicas, do acordo proposto pelos Aliados, para por termo, à Primeira Guerra Mundial.

3 Pag 3 Na Primeira Guerra Mundial, Portugal iniciou o esforço colectivo de guerra, primeiramente, em Agosto de 1914, com expedições para África, em defesa das fronteiras das antigas províncias ultramarinas de Angola e Moçambique, ameaçadas pelas tropas Alemãs. A defesa dos territórios ultramarinos era uma prioridade nacional, assumida pelas várias sensibilidades políticas, e, os militares deram mostras, de grande bravura e valentia. Perante o alastramento da guerra na Europa, e, com a detenção de navios Germânicos na nossa costa, fez com que a Alemanha retaliasse, ao declarar-nos guerra. Em Março de 1917, num ambiente de fortes divisões e contestações civis e militares, é enviado o Corpo Expedicionário Português, para o teatro de guerra europeu, concretamente, em direcção à Flandres. A então, designada 2.ª Divisão do Corpo Expedicionário Português, constituída por cerca de 20 mil homens, aprontada em tempo limite no Centro de Instrução de Tancos, na Batalha de La Lys, em 9 de Abril de 1918, não resistiu a uma força alemã 5 vezes superior. Naquela fria e lamacenta frente europeia, o Corpo Expedicionário foi destroçado, e, Portugal acabou por perder em combate, cerca de bravos militares, entre mortos, feridos, desaparecidos e prisioneiros. Volvidos, cem anos, do início da 1ª Guerra Mundial, não há sobreviventes do Corpo Expedicionário Português enviado para Flandres, nem das forças que, no mesmo conflito, lutaram nas antigas províncias ultramarinas de Angola e Moçambique. Pretendemos, hoje homenagear e recordar aqueles combatentes portugueses que, nas fileiras dos Aliados, contribuíram como símbolo maior da nossa participação, para a salvaguarda da paz no Continente Europeu.

4 Pag 4 Ao celebrarmos mais um aniversário desta heróica data, estamos a manifestar, a nossa simpatia e solidariedade, e a fazer justiça a todos aqueles gloriosos, conhecidos e anónimos, portugueses e outros, que não hesitaram, em dar a própria vida em defesa da Pátria e dos elevados valores da amizade e solidariedade entre os povos. Depois deste 1º conflito à escala mundial, as campanhas expedicionárias de Portugal foram interrompidas durante quatro décadas. Somente, a partir dos anos 60, os Portugueses foram chamados para outras situações de guerra, entre 1961 e 1974, nas antigas províncias ultramarinas, de Angola, Guiné e Moçambique. A Guerra do então Ultramar, de 1961 a 1974, mobilizou filhos, irmãos, maridos e pais, no total de cerca de um milhão. Como todas as guerras, provocaram morte, destruição e muito sofrimento. Quase perderam a vida, há ainda, um enorme número de combatentes vivos, a merecer reconhecimento por terem dado tudo o que tinham, contam-se a sofrer com deficiências físicas permanentes, e, também, umas largas dezenas de neuróticos de guerra. A Guerra do Ultramar, foi evidentemente a que mais marcou as gerações das últimas décadas. Lutaram, por uma causa que lhes disseram ser justa, chamados para uma luta, mais tarde reconhecida de inglória, cumpriram os seus deveres, e executaram as suas missões: por obrigação moral, por crença, por imposição, por desempenho profissional, por amor à Pátria ou por perspectiva política. Só cada um, em sua consciência, conhece as verdadeiras razões, porque consumiu uma parte da sua vida, no meio do capim, ou, no mar, rios e lagos, ou no espaço aéreo africanos, para manter, pela força das armas, a nossa presença, naqueles territórios.

5 Pag 5 Acima de tudo, há sempre uma ligação imperceptível, afectiva ou moral, ligada à Nação, e, é sempre em nome da Pátria, que o soldado combate, oferecendo a sua vida a troco de nada. Neste espaço de continuidade geracional, estas comemorações passaram, também a ser extensivas, a homenagear todos os combatentes, que morreram ao serviço da Pátria, na última Campanha Ultramarina da História de Portugal. Foi um exemplo marcante, da afirmação e coragem dum povo, que, ao longo da sua quase milenar história, esteve empenhadamente presente, nos momentos decisivos do nosso país, lutando pela afirmação soberana da Pátria, com heroísmo e abnegação. As últimas duas décadas, foram marcadas por um significativo investimento nacional, em prol da ajuda humanitária e da paz internacional, tendo Portugal encetado um processo de relações de parceria, com os nossos aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) e da União Europeia, e, em missões organizadas sob a égide das Nações Unidas. Novos sacrifícios foram feitos, vidas foram interrompidas, carreiras e famílias suspensas. A participação nacional já mobilizou mais de 30 mil portugueses e portuguesas, em cerca de 30 Teatros de Operações. É, nas Forças Armadas e nas Forças de Segurança que o impacto desse empenhamento é mais visível. A participação de militares e de elementos policiais nacionais, em missões de paz produziu efeitos importantes praticamente em todos os domínios da organização e da actividade daquelas instituições. Desde 1992, ano em que se verificou a primeira vítima mortal fruto da participação numa operação de carácter humanitário em Angola e S. Tomé e Príncipe, as Forças Armadas Portuguesas já registaram dezena e meia de (16) vítimas mortais e a Guarda Nacional Republicana, 3.

6 Pag 6 Estas missões, indutoras dos desígnios pátrios, levou a que hoje, também fossem recordados, os que com tanta lealdade e coragem perderam a vida, ao serviço nas Forças Armadas Portuguesas em outras missões de defesa, de segurança, de soberania, humanitárias e de paz ou de cooperação. Por todas estes motivos, aqui nos reunimos, não só, os que fomos combatentes no ex-ultramar, e, os que mais recentemente serviram em missões humanitárias e de paz no estrangeiro, mas também, todos aqueles que, amantes da nossa História, e, envolvidos na construção de um futuro mais próspero para a sociedade portuguesa, querem ser participantes activos nesta homenagem. Estas comemorações pretendem ser, portanto, um momento de reflexão para as novas e futuras gerações, pois ele dá fé da generosidade e espírito arrojado da nossa juventude de então, de um elevado amor à Pátria e, também, imortalizando a sua heroicidade, através do seu comprometimento, para com os valores mais nobres das missões de portugalidade. Ser combatente continua a pressupor uma ligação indubitável à nação, nos seus desígnios pátrios de defesa e segurança, prosperidade e bem-estar, uma atitude regida pelo desapego pessoal, cultivando em elevado grau o patriotismo, os valores e os princípios nacionais, pilares sobre os quais subjaz a sua condição de servidor da Pátria.

7 Pag 7 A terminar recordemos um escrito de um combatente da Companhia de Caçadores 1496, que serviu na Guiné, podendo ser extensivo aos que serviram em Angola e Moçambique: Durante dois anos, lado a lado, dormimos em buracos escavados à pressa, abrigámo-nos à sombra das árvores esguias e altas, bebemos a chuva escorrida entre as folhas, o nosso sangue foi sugado pelos mosquitos, o nosso suor e algumas vezes, as nossas lágrimas ajudaram a molhar a terra ressequida Andámos dezenas, e dezenas de quilómetros em picadas, ou abrindo clareiras na mata espessa com o nosso próprio corpo, falámos com as pessoas e entendemo-las num português incipiente, com ajuda de meia dúzia de expressões na língua local, e até através da linguagem universal do gesto, pegámos ao colo tantas crianças, ajudámos a matar a fome de tantos homens e mulheres Mas também matámos Mas também morremos A este escrito, nós, aqui com certeza que podemos acrescentar, mas também se criaram laços de camaradagem e de entreajuda que perduram até aos dias de hoje. Liga dos Combatentes Valores Permanentes! Liga dos Combatentes Em Todas as Frentes! Viana do Castelo, 09 de Novembro de 2013

Os combatentes agradecem reconhecidos a presença de V. Exas.

Os combatentes agradecem reconhecidos a presença de V. Exas. DIA DO COMBATENTE NA BATALHA, EM 14 DE ABRIL DE 2007 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES Exmo. senhor Ministro da Defesa Nacional. Digna-se V. Exa. presidir a esta cerimónia evocativa do Dia do Combatente

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA

INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA Richebourg/La Couture, 13 de abril de 2012 Monsieur le Préfet du Pas-de-Calais

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE GABINETE DO PRIMEIRO-MINISTRO

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE GABINETE DO PRIMEIRO-MINISTRO REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE GABINETE DO PRIMEIRO-MINISTRO ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO, MINISTRO DA DEFESA E SEGURANÇA KAY RALA XANANA GUSMÃO POR OCASIÃO DA VISITA À ACADEMIA

Leia mais

SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DA BATALHA SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE LEIRIA

SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DA BATALHA SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE LEIRIA ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O GENERAL CEMGFA SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DA BATALHA SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE LEIRIA SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL SENHOR

Leia mais

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010 INTERVENÇÃO DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS Dr. Isaltino Afonso Morais Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010 LOCAL: Figueirinha, Oeiras REALIZADO

Leia mais

DISCURSO ABERTURA DO SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 10 DE JUNHO DE 2013, SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL;

DISCURSO ABERTURA DO SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 10 DE JUNHO DE 2013, SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL; DISCURSO ABERTURA DO SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 10 DE JUNHO DE 2013, SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA; SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL; MERITÍSSIMO JUIZ CONSELHEIRO

Leia mais

estratégicos e de segurança na África Subsariana e no Atlântico Sul As respostas adequadas e o papel das Tropas Comandos

estratégicos e de segurança na África Subsariana e no Atlântico Sul As respostas adequadas e o papel das Tropas Comandos INTERVENÇÃO DE SEXA O GENERAL CEMGFA Por ocasião do 40º Aniversário da Associação de Comandos durante o encerramento do Seminário subordinado ao tema: Os novos desafios estratégicos e de segurança na África

Leia mais

ASSEMBLEIA NACIONAL GABINETE DO PRESIDENTE

ASSEMBLEIA NACIONAL GABINETE DO PRESIDENTE ASSEMBLEIA NACIONAL GABINETE DO PRESIDENTE Discurso de S.E o Presidente da Assembleia Nacional na cerimónia de abertura da I Conferência Internacional Uma Criança, Um Cidadão. Senhora Ministra da Educação

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Tomada de posse dos órgãos sociais do Centro de Estudos EuroDefense-Portugal

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Tomada de posse dos órgãos sociais do Centro de Estudos EuroDefense-Portugal INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL Tomada de posse dos órgãos sociais do Centro de Estudos EuroDefense-Portugal Lisboa, Instituto de Defesa Nacional,

Leia mais

Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra.

Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra. Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra. No início de agosto de 1914, as potências europeias desencadearam um conflito militar que ficou conhecido, entre os contemporâneos,

Leia mais

Tributo aos Combatentes Africanos

Tributo aos Combatentes Africanos Tributo aos Combatentes Africanos Foto Google Zona Leste Sector L 3 ( a zona a sul do Rio Corubal foi abandonada em 6 de Fevereiro de 1969, durante a Operação Mabecos Bravios) Após terminado o 2º ciclo

Leia mais

Minhas senhoras e meus senhores.

Minhas senhoras e meus senhores. Minhas senhoras e meus senhores. Apresentamos hoje a Campanha Especial de Segurança Rodoviária que visa, durante o mês de Dezembro e os primeiros dias de Janeiro, valorizar a prevenção e reforçar a segurança

Leia mais

É uma enorme honra para mim assumir, hoje, o comando da Brigada de Reacção Rápida.

É uma enorme honra para mim assumir, hoje, o comando da Brigada de Reacção Rápida. Discurso tomada de posse do Major-General Fernando Serafino como Comandante da Brigada de Reacção Rápida, em Tancos a 30 de Maio de 2011. Oficiais, Sargentos, Praças e Funcionários Civis da Brigada de

Leia mais

ABERTURA DO ANO OPERACIONAL 19 DE NOVEMBRO 2015

ABERTURA DO ANO OPERACIONAL 19 DE NOVEMBRO 2015 1 ABERTURA DO ANO OPERACIONAL 19 DE NOVEMBRO 2015 Senhor Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Senhor Almirante Saldanha Lopes meu ilustre antecessor Senhor General Chefe da Casa Militar de Sua Exa.

Leia mais

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: UM DESAFIO PARA A IGUALDADE E AUTONOMIA

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: UM DESAFIO PARA A IGUALDADE E AUTONOMIA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA UM DESAFIO PARA A IGUALDADE E AUTONOMIA CENTRO CULTURAL DE BELÉM 3 DE DEZEMBRO DE 2009 MARIA GUIDA DE FREITAS FARIA 1 AGRADEÇO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 10 RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS AGRADECIMENTO

Leia mais

EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO ESTADO DE ISRAEL GABINETE DO EMBAIXADOR www.angolaembassy.org.il

EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO ESTADO DE ISRAEL GABINETE DO EMBAIXADOR www.angolaembassy.org.il EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO ESTADO DE ISRAEL GABINETE DO EMBAIXADOR www.angolaembassy.org.il DISCURSO PROFERIDO POR SUA EXCELÊNCIA O SR. ALMIRANTE FELICIANO ANTÓNIO DOS SANTOS, EMBAIXADOR DA REPÚBLICA

Leia mais

ESPAÇO(S) E COMPROMISSOS DA PROFISSÃO

ESPAÇO(S) E COMPROMISSOS DA PROFISSÃO ESPAÇO(S) E COMPROMISSOS DA PROFISSÃO 18 de Novembro de 2010 Teatro Municipal de Almada Senhora Presidente da Associação dos Profissionais de Serviços Social, Dr.ª Fernanda Rodrigues Senhoras e Senhores

Leia mais

08 e 10.02.2014 Entrega de cabazes de produtos alimentares a 26 famílias carenciadas.

08 e 10.02.2014 Entrega de cabazes de produtos alimentares a 26 famílias carenciadas. 03.01.2014- Deslocação ao Banco Alimentar Perafita para levantamento dos 04 e 06.01.2014 Entrega de cabazes de produtos alimentares a 26 famílias 10.01.2014 Presença na tomada de posse dos corpos sociais

Leia mais

Abertura da Exposição Álvaro Cunhal, no Porto Segunda, 02 Dezembro 2013 17:57

Abertura da Exposição Álvaro Cunhal, no Porto Segunda, 02 Dezembro 2013 17:57 Intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral, Porto, Acto de abertura da Exposição «Álvaro Cunhal Vida, Pensamento e Luta: Exemplo que se Projecta na Actualidade e no Futuro» Em nome do Partido Comunista

Leia mais

Folha Informativa nº 135

Folha Informativa nº 135 Folha Informativa nº 135 VISITA DA AACDN AO MUSEU DO AR EM SINTRA No seguimento do XII Congresso da AACDN, teve lugar, no dia 27 de Outubro, uma visita às instalações do Museu do Ar, situado na Base Aérea

Leia mais

Excelências, Senhores Convidados, nacionais e estrangeiros, Senhores Congressistas, Carlos Colegas, Minhas Senhoras e meus Senhores,

Excelências, Senhores Convidados, nacionais e estrangeiros, Senhores Congressistas, Carlos Colegas, Minhas Senhoras e meus Senhores, Excelências, Senhores Convidados, nacionais e estrangeiros, Senhores Congressistas, Carlos Colegas, Minhas Senhoras e meus Senhores, A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia

Leia mais

ESCRITA DE HISTÓRIA A/HISTÓRIA B/HISTÓRIA

ESCRITA DE HISTÓRIA A/HISTÓRIA B/HISTÓRIA ASSOCIAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA Proposta de correcção EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 2º Ano de Escolaridade PROVA ESCRITA DE HISTÓRIA A/HISTÓRIA B/HISTÓRIA 2ª fase GRUPO I. Anale, com base no

Leia mais

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Introdução Este trabalho foi-nos proposto na aula de Área de Projecto pela Professora. Pretendemos

Leia mais

Senhor Deputado António Almeida Santos; Exma. Senhora Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP);

Senhor Deputado António Almeida Santos; Exma. Senhora Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP); Apresentação Pública do Relatório sobre a Situação da População Mundial 2013 este ano sobre o tema "Maternidade na Infância - Respondendo aos Desafios da Gravidez na Adolescência". Mesa-Redonda "A Maternidade

Leia mais

Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10)

Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA - GERAL DO EXÉRCITO COMISSÃO DE CERIMONIAL MILITAR DO EXÉRCITO Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10)

Leia mais

Recebo com emoção o título de doutor Honoris Causa da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

Recebo com emoção o título de doutor Honoris Causa da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Discurso do Ex-Presidente Lula Outorga do Título de Doutor Honoris Causa da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira 1 de Março de 2013 Recebo com emoção o título de doutor

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na sessão de abertura da Cúpula Mundial sobre Segurança Alimentar

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na sessão de abertura da Cúpula Mundial sobre Segurança Alimentar Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na sessão de abertura da Cúpula Mundial sobre Segurança Alimentar Data: 16/11/2009 Roma, 16/11/2009 Bem... Lugo, tudo bem? Cumprimentar a

Leia mais

MENSAGEM DE NATAL PM

MENSAGEM DE NATAL PM MENSAGEM DE NATAL PM Boa noite, Como todos sabemos, os últimos 3 anos foram fortemente marcados pela resposta ao colapso financeiro de 2011. Todos sentimos no nosso dia-a-dia as dificuldades e como nos

Leia mais

20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI

20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI 20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI No dia 18 de setembro de 1865, ocorre a rendição do Paraguai, depois do cerco de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. É um bom momento para lembrarmos daquele que

Leia mais

Onde bate hoje o coração da paz?

Onde bate hoje o coração da paz? Homilia de Ano Novo 2008 Onde bate hoje o coração da paz? António Marto Catedral de Leiria 1 de Janeiro de 2008 Paz do coração e paz civil: a bênção da paz Na porta de entrada deste novo ano de 2008, que

Leia mais

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA, O PRIMEIRO MINISTRO

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA, O PRIMEIRO MINISTRO DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA, O PRIMEIRO MINISTRO Senhora D. Maria José Ritta, Presidente da Comissão Nacional para o Ano Internacional dos Voluntários, Ms. Sharon Capeling, Senhoras e Senhores congressistas

Leia mais

Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10)

Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10) VADE-MÉCUM 10 MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA - GERAL DO EXÉRCITO COMISSÃO DE CERIMONIAL MILITAR DO EXÉRCITO Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares

Leia mais

Lançamento da Versão em Língua Portuguesa do Manual Compreender os Direitos Humanos Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Lançamento da Versão em Língua Portuguesa do Manual Compreender os Direitos Humanos Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) Lançamento da Versão em Língua Portuguesa do Manual Compreender os Direitos Humanos Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) Auditório da Faculdade de Medicina Universidade Eduardo Mondlane Maputo,

Leia mais

Portugal na Grande Guerra de 1914-1918. o soldado desconhecido de África é bem mais desconhecido que o da Flandres (Arrifes, 2004: 27) 1

Portugal na Grande Guerra de 1914-1918. o soldado desconhecido de África é bem mais desconhecido que o da Flandres (Arrifes, 2004: 27) 1 Portugal na Grande Guerra de 1914-1918 Nuno Lemos Pires o soldado desconhecido de África é bem mais desconhecido que o da Flandres (Arrifes, 2004: 27) 1 Portugal participou na Grande Guerra em cinco grandes

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL

REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL PROJECTO DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA FERNANDO DA PIEDADE DIAS DOS SANTOS, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL DA REPÚBLICA DE ANGOLA, NA 130ª ASSEMBLEIA DA UNIÃO INTERPARLAMENTAR

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 63 Discurso por ocasião do jantar

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca RIO DE JANEIRO, 22 DE JANEIRO DE

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Na Casa Rosada (DISCURSO PRONUNCIADO

Leia mais

SEMINÁRIO 'AS NOVAS FRONTEIRAS E A EUROPA DO FUTURO' (24.11.2006) Braga

SEMINÁRIO 'AS NOVAS FRONTEIRAS E A EUROPA DO FUTURO' (24.11.2006) Braga 24.11.2006 SEMINÁRIO 'AS NOVAS FRONTEIRAS E A EUROPA DO FUTURO' (24.11.2006) Braga 'A EUROPA DO FUTURO NAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS' A Europa cada vez é mais requisitada no mundo em todos os domínios: cooperação

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa , Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa Porto Príncipe-Haiti, 28 de maio de 2008 Meu caro amigo, presidente René Préval, presidente da República do

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca RIO DE JANEIRO, 25 DE NOVEMBRO DE

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA. Cimeira Mundial Sobre a Sociedade da Informação

REPÚBLICA DE ANGOLA. Cimeira Mundial Sobre a Sociedade da Informação REPÚBLICA DE ANGOLA Cimeira Mundial Sobre a Sociedade da Informação Intervenção de Sua Excelência Licínio Tavares Ribeiro, Ministro dos Correios e Telecomunicações ANGOLA (Genebra, 12 de Dezembro de 2003)

Leia mais

LIGA DOS COMBATENTES IMAGEM SEMPRE RENOVADA 12 de Outubro de 2010 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES

LIGA DOS COMBATENTES IMAGEM SEMPRE RENOVADA 12 de Outubro de 2010 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES LIGA DOS COMBATENTES IMAGEM SEMPRE RENOVADA 12 de Outubro de 2010 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES A constatação da História que as sustenta, do conhecimento das ações desenvolvidas durante uma longa vivência,

Leia mais

ENS e EJNS em Portugal encruzilhadas de vida

ENS e EJNS em Portugal encruzilhadas de vida ENS e EJNS em Portugal encruzilhadas de vida Nós e as EJNS testemunho pessoal Somos a Isabel e o Paulo, casámos no dia 30 de Maio de 1992, temos duas filhas, a Patrícia com 18 anos e a Inês com 16 anos,

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Dia do Médico Moçambicano: Momento de celebração e reflexão sobre desafios da classe e do sector Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique,

Leia mais

MINISTÉRIO DA HOTELARIA E TURISMO

MINISTÉRIO DA HOTELARIA E TURISMO República de Angola MINISTÉRIO DA HOTELARIA E TURISMO DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA, DR. PAULINO BAPTISTA, SECRETÁRIO DE ESTADO PARA A HOTELARIA DA REPÚBLICA DE ANGOLA, DURANTE A VIII REUNIÃO DE MINISTROS

Leia mais

Exmo. Senhor Presidente do Pelouro do Trabalho da Confederação das Associações Económicas de Moçambique,

Exmo. Senhor Presidente do Pelouro do Trabalho da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Senhores Membros do Conselho de Ministros Excelências, Exmo. Senhor Presidente do Pelouro do Trabalho da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Exmo Senhor Secretário-geral da Organização

Leia mais

TER NOÇÃO DA CONSTRUÇÃO DE UMA NAÇÃO

TER NOÇÃO DA CONSTRUÇÃO DE UMA NAÇÃO TER NOÇÃO DA CONSTRUÇÃO DE UMA NAÇÃO Por: Edson Incopté * 18.05.2008 Como se pode desejar o desenvolvimento sem termos a real noção do que de facto aconteceu, acontece e o que realmente queremos?!

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS E PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO

CENTRO DE ESTUDOS E PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO CENTRO DE ESTUDOS E PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO Estudo Exploratório Foi lançado em Setembro de 2008 um estudo preliminar destinado à caracterização sóciodemográfica da população-alvo e a avaliar a situação

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA MONOGRAFIA

APRESENTAÇÃO DA MONOGRAFIA APRESENTAÇÃO DA MONOGRAFIA O Liceu da, os actores as estruturas e a instituição (1904-2004), Leonor Torres 10 de Novembro de 2006 Sr. Coordenador Educativo do Porto, Dr. José Eduardo Silva, em representação

Leia mais

Regimento de Guarnição N.º1

Regimento de Guarnição N.º1 NEWSLETTER Edição N.º 06/ 2015 Lápide existente no Corpo da Guarda, junto à porta principal do Castelo de S. João Baptista (do governo do Mestre de Campo Manuel de Sousa Pacheco, governador do castelo

Leia mais

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto.

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Senhor Ministro da Administração Interna. Excelência. Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Excelentíssimo Senhor Vice-Procurador Geral

Leia mais

3 de Julho 2007 Centro Cultural de Belém, Lisboa

3 de Julho 2007 Centro Cultural de Belém, Lisboa Intervenção do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Mariano Gago na abertura da Sessão pública de apresentação das actividades do Conselho Europeu de Investigação (ERC) 3 de Julho 2007

Leia mais

Preconceitos: Xenofobia, racismo, chauvinismo

Preconceitos: Xenofobia, racismo, chauvinismo Preconceitos: Xenofobia, racismo, chauvinismo Tânia Fernandes 01-07-2011 Tânia Fernandes Página 1 INTRODUÇÃO Hoje em dia cada vez mais existe preconceito entre a humanidade, olhamos de lado para pessoas

Leia mais

Prova Escrita de História A

Prova Escrita de História A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de História A 12.º ano de Escolaridade Prova 623/2.ª Fase 8 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

O que é Rotary? Tourigo, 22.10.2011 - R.C. Tondela 1

O que é Rotary? Tourigo, 22.10.2011 - R.C. Tondela 1 O que é Rotary? Rotary é uma organização de Líderes de negócios e profissionais que prestam serviços humanitários, fomentam elevado padrão de Ética em todas as Profissões e ajudam a estabelecer a Paz e

Leia mais

ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DA ABERTURA DA XIV CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DA JUSTIÇA DA CPLP

ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DA ABERTURA DA XIV CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DA JUSTIÇA DA CPLP ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DA ABERTURA DA XIV CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DA JUSTIÇA DA CPLP A propriedade da terra como fator de desenvolvimento Salão

Leia mais

Dar tempo por causas: alimentar ideias Construir alternativas para a inclusão social

Dar tempo por causas: alimentar ideias Construir alternativas para a inclusão social Dar tempo por causas: alimentar ideias Construir alternativas para a inclusão social Escola Superior Gallaecia 7 de Dezembro de 2011 Maria de Fátima Cortez Ferreira O direito à alimentação é um dos mais

Leia mais

DISCURSO DE SEXA O GENERAL CEMGFA DIA NELSON MANOELA (18 DE JULHO DE 2014) Exma.Senhora Presidente da Câmara Municipalde Setúbal;

DISCURSO DE SEXA O GENERAL CEMGFA DIA NELSON MANOELA (18 DE JULHO DE 2014) Exma.Senhora Presidente da Câmara Municipalde Setúbal; DISCURSO DE SEXA O GENERAL CEMGFA DIA NELSON MANOELA (18 DE JULHO DE 2014) Exma.Senhora Presidente da Câmara Municipalde Setúbal; Exma. Senhora Embaixadora da África do Sul Demais autoridades militares

Leia mais

Senhor Ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Senhor Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia,

Senhor Ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Senhor Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, ATO DE POSSE, 9 DE AGOSTO 2013 Emídio Gomes Presidente da CCDR-N Senhor Ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Senhor Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Senhor Secretário

Leia mais

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTROMINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DO 15º ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA NACIONAL DE TIMOR-LESTE

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTROMINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DO 15º ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA NACIONAL DE TIMOR-LESTE DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTROMINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DO 15º ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA NACIONAL DE TIMOR-LESTE Centro de Formação da Polícia em Comoro, Díli 27 de Março

Leia mais

Transcrições do <>

Transcrições do <<LIVRO OURO>> Transcrições do Neste dia 2 de Outubro de 1994, na presença de todo o povo de Melres e das cercanias, aqui estivemos, com muita honra e gosto, a testemunhar a inauguração deste magnifico

Leia mais

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 2 TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI* *Artigo 5º da Constituição Brasileira

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

Gostaria igualmente de felicitar Sua Excelência o Embaixador William John Ashe, pela forma como conduziu os trabalhos da sessão precedente.

Gostaria igualmente de felicitar Sua Excelência o Embaixador William John Ashe, pela forma como conduziu os trabalhos da sessão precedente. Discurso de Sua Excelência Manuel Vicente, Vice-Presidente da República de Angola, na 69ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas Nova Iorque, 29 de Setembro de 2014 SENHOR PRESIDENTE, SENHOR SECRETÁRIO-GERAL,

Leia mais

DISCURSO DO SR. PRESIDENTE DA UNIÃO DAS MUTUALIDADES PORTUGUESAS, DR. LUÍS ALBERTO DE SÁ E SILVA

DISCURSO DO SR. PRESIDENTE DA UNIÃO DAS MUTUALIDADES PORTUGUESAS, DR. LUÍS ALBERTO DE SÁ E SILVA DISCURSO DO SR. PRESIDENTE DA UNIÃO DAS MUTUALIDADES PORTUGUESAS, DR. LUÍS ALBERTO DE SÁ E SILVA Exmo. Senhor Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Dr. Marco António Costa; Exmo.

Leia mais

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA NOME OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTABELEÇO RELAÇÕES DE PARENTESCO : avós, pais, irmãos, tios, sobrinhos Quem pertence à nossa família? Observa as seguintes imagens. Como podes observar, nas imagens estão

Leia mais

Discurso do Embaixador Douglas M. Griffiths Por ocasião da recepção oficial de celebração do Dia da Independência dos Estados Unidos Julho de 2015

Discurso do Embaixador Douglas M. Griffiths Por ocasião da recepção oficial de celebração do Dia da Independência dos Estados Unidos Julho de 2015 Discurso do Embaixador Douglas M. Griffiths Por ocasião da recepção oficial de celebração do Dia da Independência dos Estados Unidos Julho de 2015 Excelentíssima Senhora Ministra da Saúde Caros convidados

Leia mais

2037 (XX). Declaração sobre a Promoção entre os Jovens dos Ideais de Paz, Respeito Mútuo e Compreensão entre os Povos

2037 (XX). Declaração sobre a Promoção entre os Jovens dos Ideais de Paz, Respeito Mútuo e Compreensão entre os Povos Suplemento40 Assembleia Geral 20 a Sessão 3. Sugere que o secretário-geral coopere diretamente com os secretários executivos das comissões econômicas regionais na elaboração de relatórios bienais dos avanços

Leia mais

13ª REUNIÃO DOS CHEFES DE ESTADO-MAIOR-GENERAL DAS FORÇAS ARMADAS DOS PAÍSES MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP)

13ª REUNIÃO DOS CHEFES DE ESTADO-MAIOR-GENERAL DAS FORÇAS ARMADAS DOS PAÍSES MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) 13ª REUNIÃO DOS CHEFES DE ESTADO-MAIOR-GENERAL DAS FORÇAS ARMADAS DOS PAÍSES MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) DECLARAÇÃO FINAL (MAPUTO, 20 e 21 de Abril de 2011) Em conformidade

Leia mais

O Presidente da República visitou o Hospital das Forças Armadas

O Presidente da República visitou o Hospital das Forças Armadas Crónicas Militares Nacionais Coronel Nuno Miguel Pascoal Dias Pereira da Silva A Força Aérea no apoio à população Em 2015, a Força Aérea realizou 406 missões de transporte aeromédico (488 doentes e mais

Leia mais

Em Pauta. Rio de Janeiro, RJ - Informativo online - nº 63 / janeiro e fevereiro de 2013. 244º Aniversário de criação do HCE

Em Pauta. Rio de Janeiro, RJ - Informativo online - nº 63 / janeiro e fevereiro de 2013. 244º Aniversário de criação do HCE Em Pauta / 1769 Rio de Janeiro, RJ - Informativo online - nº 63 / janeiro e fevereiro de 2013 244º Aniversário de criação do HCE O Hospital Central do Exército comemorou o seu 244º aniversário no dia 22

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 29 Discurso no almoço em homenagem

Leia mais

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional (MCTESTP) DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

Leia mais

Ministério do Interior, aprimorando estratégias para o reforço da paz, segurança e tranquilidade públicas

Ministério do Interior, aprimorando estratégias para o reforço da paz, segurança e tranquilidade públicas Ministério do Interior, aprimorando estratégias para o reforço da paz, segurança e tranquilidade públicas Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, Comandante-Chefe

Leia mais

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra. Senhor Representante de Sua Excelência o Presidente da República, General Rocha Viera, Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Leia mais

Cerimónia de Homenagem aos Membros Fundadores. E Entrega de Distinções de Mérito Económico

Cerimónia de Homenagem aos Membros Fundadores. E Entrega de Distinções de Mérito Económico 1 Cerimónia de Homenagem aos Membros Fundadores E Entrega de Distinções de Mérito Económico Sala dos Presidentes da Associação Industrial Portuguesa Lisboa, 14 de Outubro de 2010 Celebramos hoje os primeiros

Leia mais

TEMA: - DESAFIOS PARA O ACESSO INCLUSIVO E UNIVERSAL NOTA DE INFORMAÇÃO SOBRE A RESPOSTA AO ÉBOLA

TEMA: - DESAFIOS PARA O ACESSO INCLUSIVO E UNIVERSAL NOTA DE INFORMAÇÃO SOBRE A RESPOSTA AO ÉBOLA AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Telephone: +251 11 551 7700 Fax: +251 115 182 072 Website: www.au.intwww.africa-youth.org PRIMEIRA REUNIÃO DO COMITÉ TÉCNICO

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR MEDALHA ALFERES MORAES SANTOS

ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR MEDALHA ALFERES MORAES SANTOS ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR MEDALHA ALFERES MORAES SANTOS ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DECRETO Nº 18.430 São Luís, 03 de dezembro de 2001. Regulamenta o art. 158, da

Leia mais

BITTENCOURT, Carlos Machado *militar; gov. RS. 1890; min. STM 1896-1897; min. Guerra 1897.

BITTENCOURT, Carlos Machado *militar; gov. RS. 1890; min. STM 1896-1897; min. Guerra 1897. BITTENCOURT, Carlos Machado *militar; gov. RS. 1890; min. STM 1896-1897; min. Guerra 1897. Carlos Machado Bittencourt nasceu em Porto Alegre, na então província do Rio Grande do Sul, no dia 12 de abril

Leia mais

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 Maria e José levaram Jesus a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor Leituras: Genesis 15, 1-6; 21,1-3; Salmo 104 (105), 1b-2, 3.4-5.6.8-9 (R/ 7a.8a); Carta aos

Leia mais

É urgente redimensionar (oferta formativa); reorientar (especialização, prioridades); reformar.

É urgente redimensionar (oferta formativa); reorientar (especialização, prioridades); reformar. Magnifico Reitor da UÉ, Sr Secretário de Estado do Ensino Superior, Sra Representante do Presidente da Câmara, Sr Presidente da Associação Académica da UÉ, Exmas autoridades Civis, Militares e Judiciais,

Leia mais

Provão. Português 5 o ano. Por que a galinha d angola tem pintas brancas? Texto

Provão. Português 5 o ano. Por que a galinha d angola tem pintas brancas? Texto Provão Português 5 o ano Texto Por que a galinha d angola tem pintas brancas? Os mais antigos contam que esta história aconteceu durante uma das piores secas ocorridas nas savanas do sul da África. O Sol,

Leia mais

A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= 1864-1870

A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= 1864-1870 Não é possível exibir esta imagem no momento. A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= 1864-1870 É também chamada Guerra da Tríplice Aliança

Leia mais

ELEIÇÃO 2014 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA BRASIL 27 DO BRASIL QUE TEMOS PARA O BRASIL QUE QUEREMOS E PODEMOS DIRETRIZES GERAIS DE GOVERNO

ELEIÇÃO 2014 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA BRASIL 27 DO BRASIL QUE TEMOS PARA O BRASIL QUE QUEREMOS E PODEMOS DIRETRIZES GERAIS DE GOVERNO ELEIÇÃO 2014 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA BRASIL 27 DO BRASIL QUE TEMOS PARA O BRASIL QUE QUEREMOS E PODEMOS DIRETRIZES GERAIS DE GOVERNO CUMPRIR E FAZER CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO 1. Cumprir e fazer cumprir a

Leia mais

Boletim Informativo Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Alberto Chipande Nº 05, 15 de ABRIL de 2015 www.isctac.org

Boletim Informativo Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Alberto Chipande Nº 05, 15 de ABRIL de 2015 www.isctac.org Boletim Informativo Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Alberto Chipande Nº 05, 15 de ABRIL de 2015 www.isctac.org Distribuição Gratuita e Electrónica LEIA NESTA EDIÇÃO Aula de Sapiência de 2015:

Leia mais

ANO INTERNACIONAL DA JUVENTUDE

ANO INTERNACIONAL DA JUVENTUDE Os Jovens merecem um grande compromisso da nossa parte: acesso pleno à educação, atenção adequada na saúde, oportunidades de emprego e participação plena na vida pública. Ban Ki-moon Secretário Geral das

Leia mais

Polícia e o Natal das Crianças

Polícia e o Natal das Crianças Nº 4 - Março 2010 Assinatura de Protocolo - SES da PN e SS da PSP Polícia e o Natal das Crianças A o longo de muitos anos, o Serviço Social vem programando, conjuntamente com as unidades policiais e serviços,

Leia mais

UM TRÁGICO E DESNECESSÁRIO CONFLITO

UM TRÁGICO E DESNECESSÁRIO CONFLITO CAPÍTULO I UM TRÁGICO E DESNECESSÁRIO CONFLITO Está prestes a completar-se um século sobre o início do primeiro conflito mundial a Grande Guerra, como então foi designado e o princípio do fim da predominância

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

39º Aniversário da Universidade de Aveiro 17 de Dezembro de 2012

39º Aniversário da Universidade de Aveiro 17 de Dezembro de 2012 39º Aniversário da Universidade de Aveiro 17 de Dezembro de 2012 Discurso do Presidente da Associação Académica da Universidade de Aveiro Tiago Alves Gostaria de iniciar esta minha intervenção saudando

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DE BORBA CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA Feliz o homem que ama a Palavra do Senhor e Nela medita dia e noite (Sl 1, 1-2) 4º ANO da CATEQUESE 17 de Janeiro de 09 ENTRADA PROCESSIONAL

Leia mais

Discurso do Comissário Hahn, Lisboa, 11/4/2014. Senhor Presidente, senhor Primeiro-Ministro, senhores Ministros, caros amigos,

Discurso do Comissário Hahn, Lisboa, 11/4/2014. Senhor Presidente, senhor Primeiro-Ministro, senhores Ministros, caros amigos, Discurso do Comissário Hahn, Lisboa, 11/4/2014 Senhor Presidente, senhor Primeiro-Ministro, senhores Ministros, caros amigos, Portugal venceu a tormenta. Portugal atravessou a pior crise financeira da

Leia mais

PEDRAS BRANCAS usadas para indicar a inocência das pessoas ilegitimamente acusadas de crimes.

PEDRAS BRANCAS usadas para indicar a inocência das pessoas ilegitimamente acusadas de crimes. Palavras do Presidente do Supremo Tribunal Administrativo Conselheiro Manuel Fernando dos Santos Serra na Tomada de Posse de um dos Vice-Presidentes Lisboa, 14 de Julho de 2008 Os romanos, que nos legaram,

Leia mais

Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique,

Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique, Caros Convidados, Caros Colegas, Permitam-me que comece

Leia mais

RECONHECIDA PELO GOVERNO DE CABO-VERDE, CONFORME O BOLETIM OFICIAL N.º 40 I SERIE, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2001

RECONHECIDA PELO GOVERNO DE CABO-VERDE, CONFORME O BOLETIM OFICIAL N.º 40 I SERIE, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2001 PROJECTO FORUM INTERNACIONAL JUVENTUDE (FIJ)- UMA FORMA DA CIDADANIA ENCURTAR A DISTÂNCIA, FORTALECER A CIDADANIA ILHA DO SAL, REPÚBLICA DE CABO-VERDE DE 11 A 16 DE MAIO DE 2009 ACM-BREVE HISTORIAL A Associação

Leia mais

DICAinformativa. Quem pode considerar-se REFUGIADO?

DICAinformativa. Quem pode considerar-se REFUGIADO? DICAinformativa Quem pode considerar-se REFUGIADO? De acordo com a Convenção de Genebra (1951) e com a lei portuguesa, um refugiado é uma pessoa que é testemunhalmente ou comprovadamente perseguida em

Leia mais

CONCORDATA ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A SANTA SÉ

CONCORDATA ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A SANTA SÉ Resolução da Assembleia da República n.º 74/2004 Concordata entre a República Portuguesa e a Santa Sé, assinada em 18 de Maio de 2004 na cidade do Vaticano Aprova, para ratificação, a Concordata entre

Leia mais