Powertrain WEG: Inovação a serviço da eficiência e redução de emissão em veículos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Powertrain WEG: Inovação a serviço da eficiência e redução de emissão em veículos"

Transcrição

1 Powertrain WEG: Inovação a serviço da eficiência e redução de emissão em veículos

2 Fábricas e Filiais Do primeiro prédio ao parque instalado total Brasil Argentina Chile Colômbia Venezuela Peru México Estados Unidos Portugal Espanha Itália França Áustria Reino Unido Alemanha Bélgica Holanda Suécia Emirados Árabes Rússia Índia China Cingapura Japão Austrália África do Sul Argentina México EUA Alemanha Áustria Portugal China Museu WEG (primeira fábrica) Índia África do Sul

3 Colaboradores De 3 fundadores a mais de 29 mil colaboradores 18% 18% de colaboradores no exterior 82%

4 Faturamento (Em R$ milhões)

5 Investimentos (R$ milhões) FOCO: Novos Mercados 457 Novos Negócios e Novas Fábricas Aumento da Capacidade de Produção e Produtividade Desenvolver Recursos Humanos Tecnologia da Informação P & D Obs: não estão considerados os investimentos em aquisições de empresas.

6 Capacidade de inovação tecnológica Tecnologia avança num ritmo acelerado, WEG mantém posição de liderança INVESTIMENTOS CONSISTENTES EM P&D (R$ Milhões) 2,3% 2,4% 2,5% 2,3% 1,7% 1,6% 1,8% 2,0% 1,5% 2,4% 2,0% 2,6% 2,3% 2,7% Parceria com as melhores escolas de engenharia no Brasil e no mundo Comitê de Tecnologia para discussão de inovações tecnológicas na área eletro-eletrônica Pesquisa & Desenvolvimento Receita Líquida

7 Capacitação Técnica Engenheiros na WEG: Graduados: 694 (51%) Especialistas: 356 (26%) Mestres e Doutores: 140 (10%) Estudantes de Engenharia: realizando curso de especialização 50 mestrandos 01 doutorando Certificações de Produtos e Processos European Argentina Australia Belgium Canada Colombia Community Brazil U.K. France Germany China Italy USA South Africa Norway Mexico Iran Spain Russia Mexico U.K. France Germany USA Suad Arabia

8 Sistemas de Tração Elétrica WEG.

9 Tração Elétrica WEG Veículos Leves Especiais: Dock-Dock, Pratyko Ônibus Articulado 100% Baterias Geração e Propulsão Naval Tipo PSV Guarujá SP Trólebus - SP Palio, Pompeo, e Inauguração Eletroposto Veículos utilitários Ônibus H2 RJ Locomotivas AC e Micropocessadas Vitória ES Ônibus Articulado Híbrido Gás GNV. Caxias Sul- RS Ônibus Híbrido Etanol Itaipu Binacional Maglev Cobra UFRJ Caminhão Híbrido Bondes Santa Teresa Saveiro Elétrica Jaraguá Sul Barco Solar UFSC

10 Propulsão Diesel-Elétrica (Híbrido Série Naval) Sistemas WEG em BT e MT para propulsão e geração de energia para navios tipo PSV Platform Supply Vessels - Navios de Apoio a Plataforma Estaleiros: Navship: 22 navios Wilson Sons: 19 navios Aliança: 6 navios Eisa: 4 navios Erin: 3 navios Ebin: 2 navios Potencias instaladas para geração/ propulsão: Transnave: 1 navio até 4,6 MW por navio

11 Sistema de Propulsão WEG Diesel Electric Propulsion System Propulsão principal Motores WEG Alta confiabilidade; Comprovado nas condições de operação e ambiente mais rigorosas; Reduz o consumo e emissão; Possibilita melhor arranjo ( lay-out ) Geração diesel Gerador WEG Thrusters laterais com Motores WEG Automação e Inversores WEG

12 Powertrain WEG: Inovação em inversores de tração Geração 4 (CVW900): Geração 1 (CFW-09): - Refrigerado a ar - Chopper de frenagem externo - 360kW em 280 kg - Rede CAN Geração 2 (CFW-09): - Refrigerado a ar, - Chopper de frenagem interno - 320kW em 280 kg - Rede CAN Geração 3 (CFW11): - Refrigerado a água, - Chopper de frenagem interno - 300kW em 75 kg - Rede CAN - Refrigerado a água - Chopper de frenagem interno - 300kW em 75kg - Rede CAN - Já disponível (2014) IP 66 11

13 Powertrain WEG: Inovação em motores de tração Geração 4: - Refrigerado a água - 200kW/400kW kg - IP66 Geração 1: - Refrigerado a ar - 165kW/330kW kg Geração 2: - Refrigerado a água, - 165kW/330kW kg Geração 3: - Refrigerado a água, - 165kW/330kW kg - IP66 12

14 Tração Elétrica WEG Trólebus Trólebus Veículos cada vez mais modernos, e confortáveis. 20 na METRA são piso baixo, com ar condicionado e tomada para passageiros. Baterias de autonomia: independente da rede até a próxima subestação (cerca de 7km); Status: Em operação, cerca de 220 veículos, em várias configurações

15 Tração Elétrica WEG Ônibus Híbrido Híbrido BR Construído em parceria entre Mercedes-Benz, Eletra e WEG. Resultado: 20% de economia de combustível Motor diesel Proconve P7 ( Euro V) Opera também 100% com Diesel de Cana

16 Tração Elétrica WEG Ônibus elétrico puro com bateria de lítio ( E-Bus ) Ônibus elétrico com bateria de lítio Primeiro do mundo com chassi 18m e elétrico puro ; Iniciativa METRA: empresa tradicional na operação e desenvolvimento de veículos inovadores; Integração: ELETRA Conta com a última geração de inversor e motor de tração WEG refrigerados a água, supercompactos. Sistema de tração recupera 30% da energia da frenagem e recarrega as baterias; Já transportou mais de 90 mil passageiros, desde janeiro/2014; Autonomia operacional de 200km, com recargas de conveniência em Diadema (5min = + 11km)

17 Tração Elétrica WEG Ônibus a hidrogênio Ônibus híbrido hidrogênioelétrico Projeto UFRJ: Primeira unidade com tração WEG montada pela UFRJ, lançada na Rio + 20 (2012) com chassi e carroceria Busscar; Projeto Consórcio Ônibus Hidrogênio : 3 ônibus com carroceria Marcopolo, chassi MAN, célula combustível Ballard, integração Tutto, baterias de lítio da Valence e tração elétrica WEG; Tração WEG agora vai equipar estas três unidades, esperadas operação no final de 2014/ início de 2015; Os próximos 3 são veículos para operação na METRA, onde já existe um ônibus com tração importada e posto de recarga/ eletrólise;

18 Diagrama de Controle Exemplo de comunicação, supervisão e controle Em qualquer configuração de veículo (híbrido ou elétrico), a possibilidade de integração é total; Inversores WEG contam com: Entradas Digitais Saídas Digitais Entradas Analógicas Saídas Analógicas Comunicação em rede (Ex. CAN) A integração dos componentes é fácil, rápida, e atende plenamente a operação de qualquer veículo;

19 Tração Elétrica Veículos Elétricos Especiais Veículos Leves Linha CVW 300 Inversor CVW300 IP66 Foco em veículos como: Carrinhos de golfe Rebocadores Industriais Empilhadeiras Elétricas Veículos urbanos especiais ( Prátiko ) Alimentado em bateria de 24 a 72Vdc, Correntes 100A, 200A e 400A ( pico ) Motores AC indução (4,4kW a 12kW) IP55 Motores podem ser fabricados customizados, por exemplo com flange para acoplamento a diferencial Dana ou Graziano que são padrões do mercado, ou para transmissão por correias; Já disponível para venda

20 Powertrain WEG: MAIS Inovação novo MODELO Inversor de tração CVW500 Corrente máxima 550A CVW500 Potência máxima 160 kwp Tensão 200Vcc à 430Vcc Grau de proteção IP66 / Comunicação CAN Destinado a micro-ônibus, caminhões urbanos, veículos médios Disponível: início de 2015 Vantagens Marketing institucional. Elétrico Puro: entrega com emissão zero valor ao cliente. Híbrido: menor emissão de poluentes e menor consumo. Ciclo anda-para : mais eficiente, regenerando energia à bateria. Possíveis clientes: Correios, Natura, indústrias de bebidas e supermercados. 19

21 Powertrain WEG: MAIS Inovação novo MOTOR Alta concentração de potência Desenvolvimento e Otimização Potência máxima 63 kwp Potencia em regime 31,5kW Apenas 42kg 752 W/kg (melhor marca do mercado) Grau de proteção IP66 / Comunicação CAN Destinado a veículos médios-pequenos furgões, van Vantagens Marketing institucional. Elétrico Puro: entrega com emissão zero valor ao cliente. Híbrido: menor emissão de poluentes e menor consumo. Ciclo anda-para : mais eficiente, regenerando energia à bateria. Possíveis clientes: Correios, Natura, indústrias de bebidas e supermercados. 20

22 Uma visão de futuro: Powertrain elétrico integrado em rede eficiente e sustentável Fonte: Fraunhofer-Institut für Integrierte Systeme und Bauelementetechnologie (IISB) 21

23 Uma visão de futuro: Powertrain elétrico integrado em rede eficiente e sustentável DC em instalação predial Estamos cercados por equipamentos que usam DC: computador, TV, celular...; Lâmpadas LED (DC) são mais eficientes; Distribuição em DC: menores perdas, maior eficiência; Visão de futuro: energia fotovoltaica (DC) interligada a rede com baterias (DC) e sistema de recarga de veículo elétrico (DC) Fonte: Fraunhofer-Institut für Integrierte Systeme und Bauelementetechnologie (IISB) 22

24 Hélcio Makoto Morikossi Diretor Comercial WEG Equipamentos Elétricos S/A - Automação

Nosso Negócio. Tintas líquidas e em pó e vernizes eletroisolantes. Serviços. Variação de Velocidade. Geração De Energia. Subestações.

Nosso Negócio. Tintas líquidas e em pó e vernizes eletroisolantes. Serviços. Variação de Velocidade. Geração De Energia. Subestações. 1. INSTITUCIONAL Nosso Negócio Serviços Geração De Energia Variação de Velocidade Subestações Motores Transformadores Componentes elétricos Geradores Quadros Elétricos Automação Industrial Tintas líquidas

Leia mais

Se depender da gente o céu continuará azul

Se depender da gente o céu continuará azul Se depender da gente o céu continuará azul ELETRA INDUSTRIAL LTDA Empresa brasileira que desenvolve tecnologia de tração elétrica para veículos urbanos de passageiro. Fabricamos: Trólebus Ônibus Elétrico

Leia mais

Unidades de negócios. Eficiência Energética no Segmento Plástico. Sidnei Amano. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia.

Unidades de negócios. Eficiência Energética no Segmento Plástico. Sidnei Amano. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Unidades de negócios Eficiência Energética no Segmento Plástico Sidnei Amano Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição

Leia mais

Eficiência Energética no parque fabril WEG

Eficiência Energética no parque fabril WEG Eficiência Energética no parque fabril WEG Motores Tintas Unidades de Negócio Automação Energia Transmissão & Distribuição NEGÓCIO WEG A Solução Global com máquinas elétricas e automação para a indústria

Leia mais

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações Ônibus Informação à imprensa Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações 10 de junho de 2013 Veículo tem tecnologia nacional e baixa emissão de poluentes A Eletra, empresa brasileira

Leia mais

Gestão de Processos de Negócio. Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM

Gestão de Processos de Negócio. Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM Gestão de Processos de Negócio Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM Dezembro de 2012 A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia Apresentação

Leia mais

Os ônibus atuais preparados para o futuro

Os ônibus atuais preparados para o futuro ELETRA Tecnologia de Tração Elétrica Os ônibus atuais preparados para o futuro Instituto de Engenharia São Paulo, 21/10/2013 Se depender da gente o céu continuará azul VANTAGENS ÔNIBUS ELÉTRICOS Redução

Leia mais

CONSÓRCIO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO ÔNIBUS A CÉLULA A COMBUSTÍVEL HIDROGÊNIO PARA TRANSPORTE URBANO NO BRASIL

CONSÓRCIO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO ÔNIBUS A CÉLULA A COMBUSTÍVEL HIDROGÊNIO PARA TRANSPORTE URBANO NO BRASIL -1 - NOSSO CONSÓRCIO AES ELETROPAULO, empresa brasileira, maior distribuidora de eletricidade da América Latina, será responsável por: (i) especificação e aprovação da sub-estação elétrica; (ii) conecção

Leia mais

Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22

Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22 Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22 Sebastião Lauro Nau Dia da Inovação na Indústria IEL/SC FIESC - Fpolis/SC 18/07/12 CONTEÚDO 1. UM POUCO SOBRE A WEG 2. DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA WEG - Brasil - ISO 50001 - Melhorar o desempenho energético de forma sistematizada e continuada

PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA WEG - Brasil - ISO 50001 - Melhorar o desempenho energético de forma sistematizada e continuada PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA WEG - Brasil - ISO 50001 - Melhorar o desempenho energético de forma sistematizada e continuada História 16 de setembro de 1961 Werner Ricardo Voigt, Eggon João da Silva

Leia mais

Segundo Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol

Segundo Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol Segundo Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol Rio de Janeiro 17 e 18 de Setembro de 2015 CELSO RIBEIRO BARBOSA DE NOVAIS Chefe da Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável & Coordenador

Leia mais

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos 2 de julho de 2008 São Paulo - SP Antonio Nunes Jr ABVE- Associação Brasileira do Veículo Elétrico Como, em transporte, responder aos desafios da

Leia mais

Ônibus Híbrido Plug-In a Etanol Antonio Otélo Cardoso

Ônibus Híbrido Plug-In a Etanol Antonio Otélo Cardoso Ônibus Híbrido Plug-In a Etanol Antonio Otélo Cardoso Diretoria Técnica de ITAIPU Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável Visão de Futuro: Ônibus eficientes, emissão ZERO! Os ônibus são um dos principais

Leia mais

Inovação Tecnológica na WEG

Inovação Tecnológica na WEG Seminário Inovação e Desenvolvimento Econômico Como superar a dependência tecnológica brasileira? Inovação Tecnológica na WEG Siegfried Kreutzfeld Diretor Superintendente WEG Equipamentos Elétricos S.A.

Leia mais

Motors Automation Energy Transmission and Distribution Coatings. Processo de Internacionalização

Motors Automation Energy Transmission and Distribution Coatings. Processo de Internacionalização Motors Automation Energy Transmission and Distribution Coatings Processo de Internacionalização História Fundação da Eletromotores Jaraguá 16 de setembro de 1961 Cada vez mais se consolidando como fornecedor

Leia mais

Energias Renováveis e Eficiência Energética

Energias Renováveis e Eficiência Energética Energias Renováveis e Eficiência Energética Unidades de Negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Fábricas e Filiais Do primeiro prédio ao parque instalado total Argentina Chile

Leia mais

Tecnologia de Tração Elétrica

Tecnologia de Tração Elétrica REV.00 01 Tecnologia de Tração Elétrica Veículos a Bateria Trólebus Híbridos Hidrogênio Fuel Cel ou Pilha a Combustível 02 Veículos a Bateria VANTAGENS 1. TOTALMENTE ELÉTRICO. POLUIÇÃO PRATICAMENTE ZERO.

Leia mais

Soluções em Propulsão & Tração Elétrica

Soluções em Propulsão & Tração Elétrica Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net 2 www.weg.net Eficiência é criar soluções sustentáveis A WEG acredita na utilização racional dos recursos naturais e na preservação

Leia mais

Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011. Engº Fernando Iervolino

Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011. Engº Fernando Iervolino Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011 Engº Fernando Iervolino Fontes de Informação: ANFAVEA Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores http://www.anfavea.com.br/

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS Luis Eduardo Machado¹ Renata Sampaio Gomes ² Vanessa F. Balieiro ³ RESUMO Todos sabemos que não é possível haver regressão nas tecnologias

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

TOSHIBA INFRAESTRUTURA AMÉRICA DO SUL. Rafaele D. Nicolotti Abril, 2014

TOSHIBA INFRAESTRUTURA AMÉRICA DO SUL. Rafaele D. Nicolotti Abril, 2014 TOSHIBA INFRAESTRUTURA AMÉRICA DO SUL Rafaele D. Nicolotti Abril, 2014 TOSHIBA CORPORATION Fundada em Tóquio, em 1875 Nr. de funcionários: 206.087 Áreas de atuação: - Infraestrutura e energia - Médica

Leia mais

Vantagens do Veículo Híbrido:

Vantagens do Veículo Híbrido: Vantagens do Veículo Híbrido: VANTAGENS PARA O OPERADOR É um veículo que não tem câmbio, sua aceleração e frenagem é elétrica, o motor a combustão, além de pequeno, opera numa condição ideal (rotação fixa).

Leia mais

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870 Toshiba Corporation 1. Principais Características Matriz: Toshiba Corporation Localização: Minato-Ku, Tóquio, Japão Ano de fundação: 1875 Internet: www.toshiba.co.jp Faturamento (2000): US$ 47.950 mi Empregados

Leia mais

O HIDROGÊNIO COMO VETOR ENERGÉTICO

O HIDROGÊNIO COMO VETOR ENERGÉTICO XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica CREEM 2005 O HIDROGÊNIO COMO VETOR ENERGÉTICO MSc. Paulo F. P. Ferreira Lab. de Hidrogênio - Unicamp O HIDROGÊNIO COMO VETOR ENERGÉTICO Premissa

Leia mais

Unidades de negócios. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Tintas

Unidades de negócios. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Tintas FIESC Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Fábricas e Filiais Do primeiro prédio ao parque instalado total Brasil Argentina Chile Colômbia Venezuela Peru México

Leia mais

Volvo Buses Volvo Buses

Volvo Buses Volvo Buses O Grupo Volvo é um dos líderes mundiais na fabricação de caminhões, ônibus, equipamentos de construção, motores marítimos e industriais. Volvo na América dos Sul Volvo Colômbia Bogotá Volvo Peru Lima Mack

Leia mais

MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL

MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL O FUTURO DAS CIDADES A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL É FUNDAMENTAL PARA EVITAR O CAOS MOBILIDADE - CENÁRIO NO BRASIL Aumento da população urbana Tráfego intenso nas grandes

Leia mais

WEG Depto Negócios em Energia Solar. Eng. Casiano Rodrigo Lehmert (47) 3276 4707 casianorl@weg.net

WEG Depto Negócios em Energia Solar. Eng. Casiano Rodrigo Lehmert (47) 3276 4707 casianorl@weg.net WEG Depto Negócios em Energia Solar Eng. Casiano Rodrigo Lehmert (47) 3276 4707 casianorl@weg.net Autoprodução Solar: Vale a pena? Visão mundial Visão Brasil Evolução Mercado Energia Solar Europa Potencial

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo. Paulo R. Feldmann- FEA USP

Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo. Paulo R. Feldmann- FEA USP Mobilidade Urbana e Competidores do Motor de Combustão Interna: o desafio da eficiência versus o custo Paulo R. Feldmann- FEA USP Nossa experiência no IEE A recarga da bateria de 1 V.E. requer 24 kwh equivalente

Leia mais

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões:

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões: Electrolux AB 1. Principais Características Matriz: Electrolux AB Localização: Estocolmo, Suécia Ano de fundação: 1901 Internet: www.electrolux.com Faturamento (2000): US$ 11.537 mi Empregados (2000):

Leia mais

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família.

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família. CONHEÇA A ADT A empresa que protege seus bens e sua família. NOSSA EMPRESA MAIOR EMPRESA ESPECIALIZADA EM SEGURANÇA E INCÊNDIO A ADT pertence à Tyco, a maior empresa de segurança e incêndio do mundo, com

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio AGENDA HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00

Leia mais

Agenda Internacional 2009

Agenda Internacional 2009 Agenda Internacional 2009 CNI: estratégia institucional Visão Estratégica Mapa Estratégico Uma visão sobre o futuro do país e da indústria (2007-2015) Identifica prioridades estratégicas Participação de

Leia mais

Seminário GVcev Franquias: Modelo de Negócio para o Varejo. Sérgio Barbi - ABF

Seminário GVcev Franquias: Modelo de Negócio para o Varejo. Sérgio Barbi - ABF Seminário GVcev Franquias: Modelo de Negócio para o Varejo Sérgio Barbi - ABF Histórico do Franchising no Brasil 1960 Yázigi abre a primeira franquia no Brasil; Na década seguinte, o McDonald s abre o

Leia mais

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística 13 de abril de 2009 1 O Papel da Tecnologia para o Futuro da GM Jaime Ardila Presidente, GM do Brasil & Operações Mercosul 2 O Papel da Tecnologia

Leia mais

esta oportunidade é para você

esta oportunidade é para você esta oportunidade é para você 26.000 colaboradores em mais de Empresa listada na FORTUNE países Projetos sociais na AMÉRICA DO SUL beneficiam mais de 230.000 PESSOAS POR ANO QUARTA EMPRESA MAIS INOVADORA

Leia mais

HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO

HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO Veículo elétrico híbrido projetado por Ferdinand Porsche em 1900 Thomas Edson inspecionando um carro elétrico em 1913 1832 a 1839 Robert Anderson Eficiência energética Facilidade

Leia mais

GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL

GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL Unidades de negócios GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Unidades de negócios Motores Automação Energia

Leia mais

Tecnologia de powertrain elétrico e auxiliares para veículos pesados. Drive Systems para aplicação Mobil

Tecnologia de powertrain elétrico e auxiliares para veículos pesados. Drive Systems para aplicação Mobil Tecnologia de powertrain elétrico e auxiliares para veículos pesados Drive Systems para aplicação Mobil September 13, 2013 Plataforma para Veículos Elétricos Linha Pesada Aplicação Mobil Veículos e Implementos

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00 Almoço

Leia mais

Avanços do Projeto Cidade Inteligente Búzios

Avanços do Projeto Cidade Inteligente Búzios Avanços do Projeto Cidade Inteligente Búzios São Paulo, 27 de novembro de 2013 Weules Correia Coordenador Técnico do Projeto Cidade Inteligente Búzios Ampla Energia e Serviços SA Enel: um operador internacional

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Alternadores Síncronos Linha AN10 Novo Alternadores Síncronos Linha AN10 Os alternadores da linha AN10 foram desenvolvidos para aplicação em

Leia mais

I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano: 66,55% acum. 12 meses: 68,50%

I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano: 66,55% acum. 12 meses: 68,50% dez/12 fev/13 abr/13 jun/13 ago/13 out/13 dez/12 fev/13 abr/13 jun/13 ago/13 out/13-870 -953-919 -937-1.015-601 -623-714 -780-780 -860-266 Novembro de edição n. 28 I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano:

Leia mais

As diretrizes de consumo no Brasil

As diretrizes de consumo no Brasil As diretrizes de consumo no Brasil A visão do consumidor Luiz Goes A GS&MD Gouvêa de Souza Consultoria Empresarial Canais de distribuição / Centrais e redes de negócios/ Controladoria e finanças / Crédito

Leia mais

17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA

17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA 17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA PALESTRA FALTA DE COMPETITIVIDADE DO BRASIL FRENTE AO MERCADO EXTERNO JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO Porto Alegre, 24 de JUNHO de 2015 2 - TEORIAS No

Leia mais

Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos

Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos Suzana Kahn Ribeiro Programa de Engenharia de Transportes COPPE/UFRJ IVIG Instituto Virtual Internacional de Mudanças Climáticas Estrutura

Leia mais

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida Soluções inteligentes em energia Energia para a vida O Brasil e o mundo contam com a nossa energia. A Prátil é uma empresa de soluções inteligentes em energia, que atua nos segmentos de infraestrutura

Leia mais

Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013

Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013 Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013 Qual o impacto do Compliance para o desenvolvimento? Qual o impacto do Compliance para o desenvolvimento? Econômico Como o Compliance das empresas

Leia mais

Células de combustível

Células de combustível Células de combustível A procura de energia no Mundo está a aumentar a um ritmo alarmante. A organização WETO (World Energy Technology and Climate Policy Outlook) prevê um crescimento anual de 1,8 % do

Leia mais

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida para ser a melhor opção em custo/benefício, a Torre Luminosa Compacta - TLC-60 combina tecnologia e performance na medida ideal

Leia mais

XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES

XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES Sílvia Velázquez São Paulo, 17 de setembro de 2009. Resíduos Urbanos e Agrícolas Briquetes

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria VII Seminário ABMR&A da Cadeia Produtiva de Carne Bovina Feicorte 2007 Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria Médica Veterinária Andréa Veríssimo M. Appl. Sc. Farm Management Lincoln

Leia mais

APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS

APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC II Workshop Tecnológico APOIO TECNOLÓGICO PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA DE NAVIPEÇAS Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo IPT Apoio tecnológico

Leia mais

Eficiência energética nas políticas nacionais das maiores economias mundiais

Eficiência energética nas políticas nacionais das maiores economias mundiais Agenda 1 2 3 4 5 Panorama sobre eficiência energética Eficiência energética nas políticas nacionais das maiores economias mundiais Políticas brasileiras de eficiência energética Eficiência energética na

Leia mais

PLC 116/10. Eduardo Levy

PLC 116/10. Eduardo Levy PLC 116/10 Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania Comissão de Assuntos Econômicos Comissão de Educação, Cultura

Leia mais

Luiz Carlos T. de Carvalho Assessor Chefe de Comércio e Investimentos Subsecretaria de Relações Internacionais Secretaria de Estado da Casa Civil

Luiz Carlos T. de Carvalho Assessor Chefe de Comércio e Investimentos Subsecretaria de Relações Internacionais Secretaria de Estado da Casa Civil Luiz Carlos T. de Carvalho Assessor Chefe de Comércio e Investimentos Subsecretaria de Relações Internacionais Secretaria de Estado da Casa Civil Governo do Estado do Rio de Janeiro A SUBSECRETARIA DE

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Corporativo Informação à Imprensa Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Data: 23 de outubro de 2011 De forma inédita na indústria automobilística nacional, a Mercedes- Benz

Leia mais

TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5

TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5 TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5 A-0082-09B_CAT_tapeteseguranca_ACE_01.indd 1 02.12.09 11:13:57 Tapetes de Segurança - SMS 4 / SMS 5 Tapetes de segurança são utilizados para a proteção humana na máquina

Leia mais

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Encontro Econômico Brasil-Alemanha Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Jackson Schneider Presidente Anfavea Blumenau, 19 de novembro de 2007 1 Conteúdo 2 1. Representatividade

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Interfaces de Operação (IHMs)

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Interfaces de Operação (IHMs) Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Interfaces de Operação (IHMs) Tecnologia que Simplifica Processos As Interfaces de Operação WEG são projetadas para atender aos processos

Leia mais

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão 4Pro A oferta mais competitiva, desenhada para empresas e profissionais que lhe garante os melhores resultados 2 cartões de telemóvel com comunicações ilimitadas para todas as redes nacionais, para uma

Leia mais

PESQUISA GESTOR GLOBAL FDC 2012

PESQUISA GESTOR GLOBAL FDC 2012 PESQUISA GESTOR GLOBAL FDC 2012 INTRODUÇÃO O aumento da internacionalização lança o desafio cada vez maior para as empresas atraírem e reterem líderes capazes de viver em ambientes complexos e compreender

Leia mais

Plataformas Aéreas de Trabalho & Manipuladores Telescópicos

Plataformas Aéreas de Trabalho & Manipuladores Telescópicos Plataformas Aéreas de Trabalho & Manipuladores Telescópicos Mills, uma História Entrelaçada ao Desenvolvimento do Brasil Fundada em 1952, a Mills tornou-se líder na prestação de serviços e soluções de

Leia mais

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Nós Apostamos nosso Legado na CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Por aproximadamente 75 anos, a Thermo King ofereceu produtos e desempenho superiores para seus clientes. E com o Precedent estamos elevando esta

Leia mais

Experiências em Redes Inteligentes Institutos Lactec e UFPR. Por Rodrigo Jardim Riella riella@lactec.org.br

Experiências em Redes Inteligentes Institutos Lactec e UFPR. Por Rodrigo Jardim Riella riella@lactec.org.br Experiências em Redes Inteligentes Institutos Lactec e UFPR Por Rodrigo Jardim Riella riella@lactec.org.br Agenda Os Institutos Lactec Projetos nas áreas de Smart Grids Piloto Programa Smart Grid Light

Leia mais

II SEMINÁRIO NACIONAL PEQUENAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E MICROGERAÇÃO

II SEMINÁRIO NACIONAL PEQUENAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E MICROGERAÇÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA II SEMINÁRIO NACIONAL PEQUENAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E MICROGERAÇÃO Luiz Eduardo Barata Secretário-Executivo CÂMARA DOS DEPUTADOS Brasília, 22 de setembro de 2015 Energia

Leia mais

Tecnologia aplicada aos veículos comerciais Nelson Kayano

Tecnologia aplicada aos veículos comerciais Nelson Kayano Tecnologia aplicada aos veículos comerciais Nelson Kayano Netz Engenharia Automotiva 06/10/2015 Drivers da mobilidade TCO Custos fixos Pessoal Custos variáveis Combustível Lubrificantes Pneus Manutenção

Leia mais

Grupos Geradores OnPower para Locação.

Grupos Geradores OnPower para Locação. Grupos Geradores OnPower para Locação. Você é o protagonista desse sucesso OnPower é uma montadora de usinas termelétricas modulares e grupos geradores que atua exclusivamente com motores e alternadores

Leia mais

Objetivo. 0 Conceitos. 0 Funcionalidades. 0 Desafios. 0 Experiências de Implantação

Objetivo. 0 Conceitos. 0 Funcionalidades. 0 Desafios. 0 Experiências de Implantação Objetivo 0 Conceitos 0 Funcionalidades 0 Desafios 0 Experiências de Implantação Smart Grid Conceitos 0 NÃO é só Medição Eletrônica e Telecom!! 0 Envolve conhecimentos sobre: 0 Tecnologia, Padrões, Normas

Leia mais

Fundo de Ajuda a Funcionários Pedido de Subsídio

Fundo de Ajuda a Funcionários Pedido de Subsídio Fundo de Ajuda a Funcionários Pedido de Subsídio O Fundo de Ajuda a Funcionários da MeadWestvaco foi concebido para atender às necessidades imediatas de funcionários impactados, durante as primeiras semanas

Leia mais

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE Volvo HÍBRIDO Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE O DESAFIO VERDE O cuidado com o meio ambiente está no centro das discussões da agenda social em todo o mundo. Cada vez mais,

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net Tecnologia para minimizar o consumo das indústrias. Sustentabilidade para maximizar a qualidade de vida das pessoas. O sol é uma

Leia mais

MBA em Logística. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22

MBA em Logística. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 MBA em Logística Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 Prof. MBA em Logística Prof. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 NOMENCLATURA DE CARGAS Classificação de Cargas Classes de Cargas Sub-Classes

Leia mais

Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001

Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001 Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001 George Alves Soares Chefe da Assessoria Corporativa e de Novos Negócios em Eficiência Energética

Leia mais

Brasil é o maior fabricante

Brasil é o maior fabricante Produtos No Brasil a fabricação artesanal do primeiro ônibus é atribuída aos imigrantes italianos e irmãos Luiz e Fortunato Grassi. Em 1904 eles fabricavam carruagens em São Paulo e em 1911 encarroçaram

Leia mais

Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo. Maio 2011, Rio de Janeiro

Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo. Maio 2011, Rio de Janeiro Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo Maio 2011, Rio de Janeiro Três principais questões ambientais Crise global de petróleo Emissões de CO2 Poluição do Ar 40%dos combustíveis fósseis líquidos

Leia mais

ASPECTOS GERAIS DA ENERGIA NUCLEAR E A ESTRUTURA DO SETOR NUCLEAR NO PAÍS

ASPECTOS GERAIS DA ENERGIA NUCLEAR E A ESTRUTURA DO SETOR NUCLEAR NO PAÍS ASPECTOS GERAIS DA ENERGIA NUCLEAR E A ESTRUTURA DO SETOR NUCLEAR NO PAÍS Apresentação no Senado Federal Aquilino Senra COPPE/UFRJ 23/03/2011 AS PRINCIPAIS ÁREAS DA ENGENHARIA NUCLEAR TECNOLOGIA NUCLEAR

Leia mais

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia PUCRS -REGINP -ANPROTEC Experiência da Braskem Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas Porto Alegre, 26 Out 2011 AGENDA A BRASKEM

Leia mais

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Transferência de tecnologia da Mercedes-AMG para a Cigarette Racing Informação à Imprensa O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Data: 19 de fevereiro de 2013

Leia mais

Veículo Elétrico: uma soluçã o transporte urbano. Fortaleza-CE 17 Set 2010

Veículo Elétrico: uma soluçã o transporte urbano. Fortaleza-CE 17 Set 2010 Veículo Elétrico: uma soluçã ção o tecnológica para o transporte urbano Fortaleza-CE 17 Set 2010 Agenda Introdução Por que Veículo Elétrico? Classificação dos Veículos Elétricos Impacto no Sistema Elétrico

Leia mais

JORGE PINTO CEO da CAETANOBUS

JORGE PINTO CEO da CAETANOBUS JORGE PINTO CEO da CAETANOBUS NOVO MODO DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS RODOVIÁRIO, MAIS EFICIENTE EM TERMOS ENERGÉTICOS, MAIS EFICIENTE NA AFETAÇÃO DOS RECURSOS, NOMEADAMENTE DOS FUNDOS PÚBLICOS

Leia mais

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Luiz Fernando Rolla Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Nossa base de acionistas assegura liquidez América do Norte Canadá Estados Unidos México Europa Luxemburgo

Leia mais

Financiamentos à exportação 2003-2015

Financiamentos à exportação 2003-2015 Financiamentos à exportação 2003-2015 BNDES participa de política de Estado Sistema brasileiro de apoio às exportações Conselho de Ministros Comitê Operacional Seguro de crédito à exportação Financiamento

Leia mais

Revitalização da Indústria Fonográfica no Brasil

Revitalização da Indústria Fonográfica no Brasil Revitalização da Indústria Fonográfica no Brasil Impacto Positivo de uma Redução de Tributos para Empresas e Consumidores Rio de Janeiro, 27 de maio de 2009 Em 2008, o mercado brasileiro de CDs e DVDs

Leia mais

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1 OBJETO Contratação de seguro veicular para riscos diversos do Ônibus a Célula Combustível de Hidrogênio para Transporte Urbano no Brasil, resultado da para a primeira fase

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

APL- Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento.

APL- Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. APL- Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. Atuação do Sebrae Brasília, 04 de dezembro de 2013 Unidade Central 27 Unidades Estaduais 613 Pontos de Atendimento 6.554 Empregados 9.864 Consultores

Leia mais

Experiências Mundias com Trólebus

Experiências Mundias com Trólebus 2 Seminário de Trólebus São Paulo Brasil Maio 2013 Experiências Mundias com Trólebus Eleonora Pazos UITP Head of Latin America Office UITP União Internacional de Transporte Público Plataforma mundial 3.400

Leia mais

POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL

POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL Aníbal Durães de Almeida Júnior 1 ; Paula Leopoldino de Barros 1 ; Guilherme Wilson da Conceição 1 ; Richele Cabral Gonçalves 1 ; 1 FETRANSPOR

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções WEG para Automação de Processos

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções WEG para Automação de Processos Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Os sistemas de controle WEG garantem alto desempenho dos processos industriais, facilidade de operação e ganho de produtividade através de tecnologia

Leia mais

Serviços de telefonia. condições de prestação

Serviços de telefonia. condições de prestação Serviços de telefonia móvel: preços e condições de prestação Audiência pública na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal Ercio Alberto Zilli Presidente Executivo

Leia mais

Técnicas passivas; Técnicas ativas.

Técnicas passivas; Técnicas ativas. Definição: a conservação de energia deve ser entendida como a utilização de uma menor quantidade de energia para a obtenção de um mesmo produto ou serviço através da eliminação do desperdício; Técnicas

Leia mais

Volvo do Brasil. Volvo do Brasil

Volvo do Brasil. Volvo do Brasil Responsável pelos negócios da marcanaaméricado Sul No Brasil desde 1934 Fábrica de Curitiba: 1977 Fábrica de Pederneiras: 1975 3000 empregados Mais de 160 mil veículos vendidos Faturamento: R$ 4,7 bi (2008)

Leia mais