InfoReggae - Edição 26 Oficinas AfroReggae: Expressão Corporal 31 de janeiro de Coordenador Executivo José Júnior

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "InfoReggae - Edição 26 Oficinas AfroReggae: Expressão Corporal 31 de janeiro de 2014. Coordenador Executivo José Júnior"

Transcrição

1

2 O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares. Tem por missão promover a inclusão e a justiça social, utilizando a arte, a cultura afro-brasileira e a educação como ferramentas para a criação de pontes que unam as diferenças e sirvam como alicerces para a sustentabilidade e o exercício da cidadania. O InfoReggae é uma publicação semanal e faz parte dos conteúdos desenvolvidos pela Editora AfroReggae. Sede Rio de Janeiro Rua da Lapa, nº 180 Centro Rio de Janeiro (RJ) Representação São Paulo Rua João Brícola, nº 24 18º andar Centro São Paulo (SP) Contatos facebook.com/afroreggaeoficial twitter.com/afroreggae É permitida a reprodução dos conteúdos desta publicação desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas. InfoReggae - Edição 26 Oficinas AfroReggae: Expressão Corporal 31 de janeiro de 2014 Coordenador Executivo José Júnior Gerente de Gestão e Acompanhamento de Projetos e Programas Sociais Alessandra Lins Coordenadora de Educação Mariana Uchôa Instrutores das Oficinas de Expressão Corporal Alexandre Souza Elon Silva Emerson Nunes Marcos Silva Orlando Lima Walter Mendonça Willian Marques Equipe Técnica Social Ana Cristina Silva Bruna Cruz Gerência de Informação e Monitoramento Danilo Costa Responsável Técnico do InfoReggae Thales Santos Editoração Luiz Adrien Assistência de Pesquisa Nataniel Souza Coordenação Editorial Marcelo Garcia

3 Apresentação O AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social promovendo a inclusão e a justiça para os que se encontram em vulnerabilidade, por meio da arte e da cultura. Por isso, uma das principais ferramentas de trabalho da instituição são as oficinas desenvolvidas em seus Núcleos Comunitários. O InfoReggae Rio está apresentando uma série de edições sobre as oficinas desenvolvidas, suas metodologias, objetivos esperados, experiências de trabalho, depoimentos de professores e alunos. Na última publicação da série, vamos debater o modelo de metodologia de avaliação das oficinas em que o aluno, a família e a escola do aluno avaliam as oficinas. Nesta edição, você vai conhecer as oficinas da instituição que trabalham o corpo como um instrumento de auto conhecimento e expressão cultural, são elas: oficinas de circo, tai chi chuan, capoeira e alongamento. Afro Crico. Grupo Artístico do AfroReggae fruto das Oficinas de Circo. 3

4 A importância de se conhecer e trabalhar o corpo O AfroReggae implementou oficinas de alongamento, circo, capoeira e tai chi chuan com o objetivo de proporcionar aos moradores de favelas e espaços vulneráveis uma oportunidade de trabalhar o corpo e, ao mesmo tempo, ter um contato com expressões artísticas e culturais. Conheça sobre a metodologia utilizada pela instituição assim como os benefícios que cada atividade proporciona aos alunos. Ao fim, debateremos com um dos instrutores sobre a importância de atividades, como o Circo, para o desenvolvimento social de crianças e jovens. Oficinas de Capoeira É muito bom fazer capoeira. E quando eu crescer támbém posso fazer aula de capoeira e dar para todo mundo fazer. Eu gosto muito do professor Chaveiro e do Apache que eles são muito legais. E eu to rezando para eu crescer e ser um professor de capoeira. Aluno das Oficinas de Capoeira. A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte-marcial, esporte, cultura popular e música desenvolvida, principalmente, por escravos africanos na época da colonização do Brasil. Um dos diferenciais das oficinas de capoeira é o fato de o professor unir música, dança e esporte em uma mesma atividade, possibilitando assim trabalhar uma maior variedade de capacidades como a concentração e o equilíbrio, por exemplo. Os alunos têm a possibilidade de praticar golpes da arte marcial, aprender a tocar instrumentos musicais e aprender sobre as influências da cultura afro no Brasil. Objetivo da Oficina: Nossos principais objetivos com as oficinas de capoeira são educar, disciplinar e estimular o aluno através da oficina de capoeira, levando os alunos aos seus contextos de criação e práticas da capoeira. Compreender a importância da prática esportiva para uma vida saudável. Objetivos Mensais: 4

5 Os instrutores, com o apoio de pedagogos da instituição, desenvolvem objetivos específicos para cada mês de trabalho, direcionando sempre as atividades propostas. Segue exemplo do mês de outubro de 2013: Estimular a interação entre os alunos e na sociedade em que vivem. Estimular o desenvolvimento dos alunos nas técnicas de capoeira. Metodologia: Em cada aula realiza-se exercícios específicos para a prática da capoeira dividida por faixas etárias, onde os alunos mais novos aprendem a parte mais lúdica da capoeira e os alunos intermediários aprendem técnicas de movimentos básicos como ataque, com o desenvolvimento do jogo da capoeira. Essa metodologia visa proporcionar a cada aluno, desenvolver seu grau de aprendizagem buscando uma graduação maior. Estimula-se o aprendizado e o desenvolvimento do jogo de capoeira e da roda, para ser utilizado no batizado e nas apresentações. Metas: Assim como os objetivos mensais, as metas são estabelecidas mensalmente. A partir dos objetivos estabelecidos, os professores definem quais serão as metas de forma a orientar o trabalho e a estimular os alunos a se superarem e se desenvolverem. Segue o exemplo do mês de outubro de 2013: Continuar o trabalho de jogos com esquiva, ataque e contra-ataque focado no batizado e troca de cordas. Introduzir aos alunos com maior grau exercícios nas rodas e jogos de capoeira, exercícios da sequência de bimba. Dar continuidade aos exercícios básicos que são passados em aula e usados dentro do jogo e na roda de capoeira. Trabalho com exercícios lúdicos para a prática dos jogos propostos para a roda, neste contexto trabalham-se exercícios novos com grau maior de intensidade. Iniciar exercícios dos bichos para os alunos novos e dar continuidade para os antigos para melhorar os jogos. 5

6 Aulas de Capoeira em Vigário Geral. Aulas de Capoeira em Parada de Lucas. Oficinas de Alongamento "Depois que eu comecei a fazer aula de alongamento, estou sentindo meu corpo mais relaxado e estou tendo mais flexibilidade também. Eu aprendi que alongar antes das atividades físicas é muito importante porque previne lesões. Agora toda vez que vou jogar futebol eu alongo para não ficar com dores musculares." Aluno das Oficinas de Alongamento. 6

7 O alongamento é uma atividade voltada para o aumento da flexibilidade muscular proporcionando assim uma maior amplitude dos movimentos. Outros benefícios também se destacam, como por exemplo, o relaxamento mental e muscular, uma melhor circulação sanguínea, alívio de dores musculares, etc As aulas de alongamento proporcionam aos alunos, principalmente entre os mais velhos, um contato social importante para a saúde mental e para o auxílio mútuo em situações de vulnerabilidade. Objetivo da Oficina: Promover o relaxamento para melhorar a postura, à medida que a pessoa focaliza a parte do corpo que esta sendo alongada; ativação da circulação, melhorando a oxigenação e nutrição do corpo. Público-Alvo: Adultos e Idosos Objetivo Mensais: No mês de Novembro/2013 o objetivo foi melhorar a disposição para as atividades diárias de nossos alunos. Metodologia: As indicações clássicas da realização do alongamento muscular incluem a prevenção de lesões, melhora da flexibilidade e do desempenho atlético e aplicação como coadjuvante na reabilitação de lesões musculoesqueléticas. A prática de atividade física bem orientada e realizada regularmente traz inúmeros benefícios, como maior longevidade, redução do uso de medicamentos, prevenção do declínio cognitivo, redução da frequência de quedas e fraturas, manutenção da independência e autonomia e melhoras psicológicas. Trabalhamos movimentos com oscilações controladas dos membros para atingir os limites da amplitude em posição estática e em situação de movimentação. Conteúdo: Alongamento estático; Alongamento balístico; Metas: Desenvolver o alongamento passivo estático e passivo dinâmico. 7

8 Aulas de Alongamento em Nova Era Aulas de Alongamento em Nova Era Oficinas de Circo "Eu me divirto nas aulas de circo. São bem legais. Eu sempre vou no circo e gostaria muito de poder estar no palco fazendo todas aqueles números. É bem difícil mas eu to conseguindo resultados bons já." Aluno das Oficinas de Circo. 8

9 O AfroReggae já havia tentado entre os jovens da comunidade do Cantagalo algumas opções de oficinas sem sucesso. Era preciso pensar em alguma atividade que conseguisse competir com o entretenimento da praia e das atividades culturais e esportivas do morro. A partir do encontro entre José Júnior, Coordenador Executivo do AfroReggae e o Presidente do Cirque du Soleil Guy Laliberté, em 1996, surgiu então a ideia de levar o circo para o Brasil, sendo assim, uma perfeita oportunidade para incluir no Núcleo de Cantagalo uma atividade atrativa para as crianças e jovens da comunidade. Como resultado das oficinas de Circo, os alunos que se destacam passam a fazer parte do Afro Circo, grupo artístico do AfroReggae que trabalha com a arte circense como ferramenta. Objetivo da Oficina: Divulgar o potencial educativo, formativo e lúdico das atividades circenses, mostrando a importância do Circo enquanto parte relevante da cultura corporal e como instrumento para a melhora da qualidade de vida de nossa sociedade. Por meio dos conhecimentos, atitudes, habilidades artísticas e culturais. Pretendemos estimular o desbloqueio de movimentos corporais, ampliando as possibilidades de expressão, com a incorporação de novos gestos, ativando o desenvolvimento físico, psicológico e social. Público-Alvo: Crianças e adolescentes Objetivo Mensais: Exemplo do objetivo do mês de novembro 2013: Desenvolver atividades aplicadas com técnicas circenses, estimulando a percepção das habilidades em superar obstáculos, conhecer seus limites e lidar com o outro. Metodologia: As aulas são divididas em três momentos, que são: 1º) Momento Aquecimento Neste os alunos experimentam brincadeiras populares, principalmente as que fazem parte da sua realidade, jogos com regras simples e flexíveis, focando o aquecimento corporal, estimulando a interação, a desinibição, a destreza e o raciocínio. Como exemplo destas atividades, apresentamos as diversas formas de Piques, Cabo de Guerra, Carrinho de mão, Esconde-esconde, Cobra cega, Amarelinha e outras. 9

10 2º) Momento Alongamento Nesta etapa da aula, os alunos são convidados a refletirem sobre a importância do alongamento muscular, como possibilidade de proteger os músculos e conferir a estes uma maior amplitude de movimentos para a realização das atividades posteriores (modalidades circense). Este momento da aula pode ser individual ou em duplas, sempre com a supervisão do instrutor. 3º) Momento Modalidades Aplicação das técnicas e modalidades como: Acrobacias de solo, individual ou em dupla, utilização de cama elástica para aperfeiçoamento de saltos, pirâmide humana, malabares (com bolas e claves) e Corda Bamba slack line. Esta aplicação pode se dar de maneira lúdica, onde o instrutor realiza brincadeiras envolvendo as técnicas. A exemplo disto temos as brincadeiras envolvendo as bolas e claves de malabares. Nesta brincadeira, que aqui chamaremos de Bolas em Fila, o instrutor solicita aos alunos que tentem colocar a última de uma fila de quatro ou cinco bolas, na frente da fileira, enquanto realiza o rolamento fundamento principal dos malabares - com a primeira. Cada vez que as crianças e jovens conseguiam realizar esta atividade, o professor os desafiava a aumentar o número de bolas na fileira. Esta brincadeira auxilia os alunos a relacionarem o nome do numeral citado pelo professor a sua quantidade e ainda desenvolve a coordenação motora, a lateralidade e o reflexo dos participantes. Quando a turma encontra-se em um nível mais avançado incluímos mais dois momentos, a saber: Preparação de número de apresentação; Roda de Avaliação. Utilizamos as brincadeiras populares como ferramenta na proximidade e formação de vínculo com as crianças e os adolescentes, estimulando o respeito às regras pré estabelecidas pelo grupo e oferecendo novas possibilidades para a solução de problemas. Desenvolvemos habilidades motoras e preparamos a musculatura, através de brincadeiras populares como: pique-pega e pique-ajuda, carrinho carona e cabo de guerra. Conteúdo: Técnicas de Malabares utilizando bolas com contagem (inserção de duas ou três bolas) e claves largas (inserção de três claves); Acrobacia de solo individual e em dupla Salto vertical, Frente elevado, Rolamento a dois, Roda a frente elevado, Estrela e Parada de mão; Acrobacia de trampolin Cama Elástica Revisão de saltos: afastados, Grupados e Corpados e Afastada. E inserção de saltos Piruetas e Esticadas Pirâmide Humana de três a treze integrantes; 10

11 Corda Bamba slack line. Metas: Exemplo de meta do mês de novembro/2013: Proporcionar as crianças experiências motoras diversificadas com aprendizagem das técnicas acrobáticas de base, será desenvolvido a flexibilidade, o equilíbrio contribuindo na melhoria das apresentações estimulando a capacidade do indivíduo. Oficinas de Circo em Cabo Verde Oficinas de Circo em Cabo Verde 11

12 Oficinas de Tai Chi Chuan O Tai Chi Chuan surgiu na China no século XVII, como uma arte marcial. Hoje, Tai é uma prática física e mental, que herdou milênios de cultura e pesquisa empírica sobre movimento corporal, saúde, circulação de energia e meditação. O Tai Chi Chuan pode ser um meio de levá-lo a um modo de viver mais integral e a um estado de espirito mais feliz, a um contato mais próximo consigo, e a ter mais vitalidade e saúde. Objetivo da Oficina: Com essa oficina visamos desenvolver na comunidade o estímulo à prática esportiva dentro do Tai Chi Chuan e Chi Kun, no estilo Yang, trabalhando a concentração do grupo, aflorando possíveis habilidades, transmitindo a paz e a saúde. Público-ALvo: Crianças a partir de 6 anos, jovens e adultos da comunidade. Objetivo Mensal: Assim como na oficina de Capoeira, as oficinas de Tai Chi Chuan também desenvolve objetivos mensais. Segue exemplo do objetivo do mês de Outubro/2013: As atividades visam melhorar o condicionamento físico dos alunos, de modo a beneficiar a saúde física e mental e propiciam longevidade e resistência e maior harmonia. Metodologia: Atividades sempre realizadas em grupo com alongamentos, técnicas do Tai-Chi- Chuan, caminhadas com regularidade e disciplina. Conteúdos: Exercícios de baixo impacto, relacionados à prática do Tai-Chi-chi-kwn (ginástica chinesa de efeito terapêutico e relaxante) e elaborados para a terceira idade. Metas para o próximo mês: Assim como os objetivos, as metas são mensais. Segue exemplo da meta de Novembro/2013: Manter todo o programa de ensino que foi desenvolvido no mês de Outubro. 12

13 Aula de Tai Chi Chuan em Vigário Geral Aula de Tai Chi Chuan em Vigário Geral 13

14 Conversando com quem faz Nas edições do InfoReggae sobre as oficinas, debatemos com um dos instrutores, para um melhor entendimento da prática em sala de aula. Nesta edição, conversamos com Orlando Lima, professor de circo no Afroreggae. Por que implementar aulas de Circo no AfroReggae? Orlando Lima O circo é uma atividade muito importante, pois, além de toda a alegria e diversão que ele proporciona, ele promove a interação das crianças. Uma coisa importante que reparo nas aulas é que os alunos se ajudam muito. Os exercícios que passamos são difíceis e se eles não se ajudarem, fica ainda mais difícil. Qual a metodologia utilizada nas aulas de Circo? Iniciamos as aulas com aquecimento e alongamento para não ter nenhuma distensão. Depois partimos para a prática. Cada dia o professor muda o exercício. Ensinamos os movimentos e vamos acompanhando pra ver a execução. Quando o aluno tem dificuldade de desenvolver um certo exercício, utilizamos técnicas com exercícios auxiliares. Como os alunos são avaliados? Sempre avaliamos o rendimento dos alunos, se aprenderam ou não. Se eles vão pegando os movimentos, vamos ensinando mais coisas, vamos vendo se eles estão progredindo. O acompanhamento do professor é essencial, principalmente para sacar se o aluno está seguro ou não para executar certo movimento. Como as aulas de Circo influenciam o cotidiano da criança na escola? E na família? Alguns pais já vieram comentar comigo que os alunos estão melhores na escola. O circo é uma atividade que permite ao aluno brincar, em certos momentos, e no momento de executar um exercício, ser sério e concentrado. Trabalhamos muito isso. Eles conseguem separar as coisas e isso com certeza reflete na vida deles. 14

15 Existe algum dever de casa, ou exercício que o aluno deve desenvolver em casa? Sempre estimulamos que eles treinem certos exercícios em casa para acelerar o aprendizado. Passamos exercícios, principalmente de resistência como flexão de braço e abdominal. Às vezes também pedimos que treinem parada de mão (bananeira) em casa. Nas suas aulas ocorre o encontro de alunos da comunidade com profissionais dos grupos artísticos de Circo? Como se dá essa interação e que tipo de contribuição ocorre com esse encontro? Nas nossas aulas sempre estão todos muito juntos, todos moram na mesma comunidade e todos conseguem alcançar os mesmo objetivos. Os alunos dos grupos artísticos são muito importantes como referência. Os alunos entendem que podem conseguir alcançar os movimentos que o seu vizinho consegue. Isso é muito bom para o professor quando o aluno tem essa motivação. Facilita muito a alcançar os resultados. Como é possível trabalhar inclusão social com o Circo? Nas aulas de circo todos são iguais e bem aceitos um pelos outros. Valorizamos muito o respeito. Outra coisa é que os alunos se ajudam muito, eles entendem que é importante um ajudar ao outro, e isso estimula cada vez mais o sentimento de comunidade que eles têm. Eles valorizam isso e pra nós professores é uma grande conquista. 15

16 16

InfoReggae - Edição 20 Risco Social Familiar 29 de novembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 20 Risco Social Familiar 29 de novembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

coleção Conversas #9 - junho 2014 - m i o o Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #9 - junho 2014 - m i o o Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. sou Eu Por do que coleção Conversas #9 - junho 2014 - Candomblé. tã estou sen d o o discri m i na da? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 69 ENEM 2014 30 de Janeiro de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 75 Aprendizagem Brasil 5º ano do Ensino Fundamental 13 de março de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social

Leia mais

InfoReggae - Edição 16 Grupos: Orquestra AfroReggae 25 de outubro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 16 Grupos: Orquestra AfroReggae 25 de outubro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Eu posso dizer para "NÃO" filho? meu Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens

Leia mais

coleção Conversas #11 - agosto 2014 - n a h u e s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #11 - agosto 2014 - n a h u e s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #11 - agosto 2014 - Não quero s o a negra a m e pr s s eu e n ta min Respostas r pais. So perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. h u a n ra a m cis o t r a a?

Leia mais

InfoReggae - Edição 15 Grupos: Afro Samba 18 de outubro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 15 Grupos: Afro Samba 18 de outubro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. Eu quero não parar coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - de consigo.o usar que eu drogas f o? aç e Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

InfoReggae - Edição 17 Grupos: Makala Música & Dança 01 de novembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 17 Grupos: Makala Música & Dança 01 de novembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

coleção Conversas #18 - janeiro 2015 - m m Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #18 - janeiro 2015 - m m Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #18 - janeiro 2015 - ul ç u m verdade m an o que é todo ter r or i s ta? É Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae

Leia mais

coleção Conversas #15 - NOVEMBRO 2014 - eg o. m r e é r q Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #15 - NOVEMBRO 2014 - eg o. m r e é r q Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. o coleção Conversas #15 - NOVEMBRO 2014 - Sou d advoga Será a que e é nã p o r consigo e q u e sou n m pr eg r eg o a?. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção

Leia mais

coleção Conversas #14 - outubro 2014 - e r r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #14 - outubro 2014 - e r r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. não Eu Não r que o f existe coleção Conversas #14 - outubro 2014 - a z fu e r tu r uma fa o para c ul m d im ad? e. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção

Leia mais

coleção Conversas #25 u s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #25 u s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #25 Nã Po o s s o c s on c o ig lo o c á cuidar dos m - l os e m u m a e u cl s ín p ic ais a?. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS

Leia mais

InfoReggae - Edição 32 Inclusão Digital 11 de abril de 2014. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 32 Inclusão Digital 11 de abril de 2014. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

TAI CHI CHUAN CARTA DE APRESENTAÇÃO À APMP

TAI CHI CHUAN CARTA DE APRESENTAÇÃO À APMP CARTA DE APRESENTAÇÃO À APMP APRESENTAÇÃO A Qualidade de Vida é importante para a manutenção da saúde e da paz, pois, quando um ser está bem consigo, gera ao seu redor um clima de tranqüilidade e bem-estar

Leia mais

Protagonismo Social Psicomotricidade Relacional na família, escola, empresa e na comunidade. José Leopoldo Vieira leopoldo@ciar.com.

Protagonismo Social Psicomotricidade Relacional na família, escola, empresa e na comunidade. José Leopoldo Vieira leopoldo@ciar.com. Protagonismo Social Psicomotricidade Relacional na família, escola, empresa e na comunidade José Leopoldo Vieira leopoldo@ciar.com.br 1 ...Transformar a escola é quem sabe, a longo prazo, transformar a

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 82 Desemprego 22 de maio de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA Tamara Nomura NOZAWA 1 Telma Lúcia Aglio GARCIA 2 Edmárcia Fidelis ROCHA

Leia mais

Relatório da Formação Complementar Turma do Jardim -

Relatório da Formação Complementar Turma do Jardim - Relatório da Formação Complementar Turma do Jardim - Professora Carla Pitarello da Silva Auxiliar Rita de Cassia Terrazan Coordenação Ludmila Santos Um dos objetivos da Formação Complementar da Escola

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Patrocínio Institucional. Apoio

Patrocínio Institucional. Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima

Leia mais

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Valéria Araújo Quando crianças, adolescentes, jovens e familiares do distrito da Brasilândia

Leia mais

RELATÓRIO 2012 REALIZAÇÃO:

RELATÓRIO 2012 REALIZAÇÃO: RELATÓRIO 2012 REALIZAÇÃO: Durante os últimos 4 meses de 2012, nós tivemos o prazer de conduzir o projeto Cidadão do Futuro nas comunidades de Antônio Pereira (Ouro Preto/MG), Condados (Guarapari/ES),

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 71 A Gestão Social no Brasil 13 de Fevereiro de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima

Leia mais

Grupo Cultural AfroReggae

Grupo Cultural AfroReggae Grupo Cultural AfroReggae JULHO / 2013 O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a

Leia mais

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #22 - maio 2015 - assistente social. agora? Sou E Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria da

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezados Pais e/ou Responsáveis, Estamos vivenciando o segundo bimestre letivo e o processo de aprendizagem representa pra nós, motivo de alegria e conquistas diárias. Confiram as habilidades

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima

Leia mais

Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer?

Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer? Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer? O educador pode contribuir para prevenir o abuso de drogas entre adolescentes de duas formas básicas: incentivando a reflexão e a adoção de

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina Universidade Estadual de Londrina Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Londrina 2010 1 Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Relatório final

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação.

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação. Colégio Tutto Amore Colégio Sapience Carinho, Amor e Educação. Trabalhamos com meio-período e integral em todos os níveis de ensino. www.tuttoamore.com.br Nossa História No ano de 1993 deu-se o ponto de

Leia mais

Mundo Mágico do Circo

Mundo Mágico do Circo ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR LÉO KOLHER ENSINO FUNDAMENTAL II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA PROJETO: Mundo Mágico do Circo Professora Orientadora: Simone Aparecida Ribeiro

Leia mais

O circo vai à escola

O circo vai à escola O circo vai à escola Não é nenhuma novidade trabalhar com atividades circenses em escolas, principalmente no Ensino Fundamental I - eu mesma já realizei esse trabalho há 10 anos - e o ano passado resolvi

Leia mais

Este informativo tem como objetivo apresentar aos pais e responsáveis as características e o

Este informativo tem como objetivo apresentar aos pais e responsáveis as características e o Educar-se é impregnar de sentido cada momento da vida, cada ato do cotidiano. PAULO FREIRE Este informativo tem como objetivo apresentar aos pais e responsáveis as características e o funcionamento do

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR 2014 EDUCAÇÃO FÍSICA EDUCAÇÃO FÍSICA PRODUÇÃO CULTURAL DA SOCIEDADE EXPRESSADA ATRAVÉS DO MOVIMENTO EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDOS EDUCAÇÃO FÍSICA EIXOS ESPORTE

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Planejamento Anual - 2012 Prof. Helcio Denis - CREF 002163-G/SP - G/SP - CRP-124.184-LP 5ª série 6º ano do Ensino Fundamental II Educação

Leia mais

A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR

A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Resumo A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Ana Regina Donato de Moraes 1 Lourdes Keila Casado Pulucena 2 Lucieni Vaz dos Santos 3 Aprender brincando não é apenas um passatempo, quando se trata de ensinar.

Leia mais

COMUNIDADE AQUÁTICA: EXTENSÃO EM NATAÇÃO E ATENÇÃO AO DESEMPENHO ESCOLAR EM JATAÍ-GO.

COMUNIDADE AQUÁTICA: EXTENSÃO EM NATAÇÃO E ATENÇÃO AO DESEMPENHO ESCOLAR EM JATAÍ-GO. COMUNIDADE AQUÁTICA: EXTENSÃO EM NATAÇÃO E ATENÇÃO AO DESEMPENHO ESCOLAR EM JATAÍ-GO. PEDROZA, Poliana Siqueira 1 LUIZ, Angela Rodrigues 2 SOUZA, Luís César de 3 PALAVRAS-CHAVE: natação, atividades aquáticas,

Leia mais

InfoReggae - Edição 09 Os Núcleos: Cantagalo 6 de setembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 09 Os Núcleos: Cantagalo 6 de setembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

Papo com a Especialista

Papo com a Especialista Papo com a Especialista Silvie Cristina (Facebook) - Que expectativas posso ter com relação à inclusão da minha filha portadora da Síndrome de Down na Educação Infantil em escola pública? Quando colocamos

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. e Alexsandro da Silva. 1 Andréa Carla Agnes e Silva é dinamizadora do Programa "Escola Aberta", sob orientação de Telma Ferraz Leal

1. INTRODUÇÃO. e Alexsandro da Silva. 1 Andréa Carla Agnes e Silva é dinamizadora do Programa Escola Aberta, sob orientação de Telma Ferraz Leal TÍTULO: OFICINA DE LEITURA: UMA PROPOSTA DINÂMICA PARA FORMAÇÃO DE LEITORES AUTORA: Andréa Carla Agnes e Silva 1 INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de Pernambuco Escola Aberta ÁREA TEMÁTICA: Educação 1.

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 70 A ONG brasileira está em crise? 06 de fevereiro de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através

Leia mais

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência Projeto Grêmio em Forma relato de experiência Instituto Sou da Paz Organização fundada em 1999, a partir da campanha dos estudantes pelo desarmamento. Missão: Contribuir para a efetivação, no Brasil, de

Leia mais

CIRCO ESCOLA PARAISÓPOLIS

CIRCO ESCOLA PARAISÓPOLIS CIRCO ESCOLA PARAISÓPOLIS PROJETO: POR UM MUNDO MELHOR APROVADO PELA LEI DE INCENTIVO FISCAL- ProAC ICMS/2012 O Paraisópolis é um bairro da cidade de São Paulo, localizado na zona sul e a comunidade é

Leia mais

O PROCESSO DE MUSICALIZAÇÃO NO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA ESCOLA MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE

O PROCESSO DE MUSICALIZAÇÃO NO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA ESCOLA MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE O PROCESSO DE MUSICALIZAÇÃO NO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA ESCOLA MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE Romero Bomfim dos Santos 1 ; Elida Roberta Soares de Santana²; Bruno Fernandes

Leia mais

Informações gerais Colégio Decisão

Informações gerais Colégio Decisão 1 Informações gerais Colégio Decisão 2 Carta da Diretora Colégio Decisão Venha, que estamos de portas abertas para você. Carta da Direção Prezados país e responsáveis, A Organização de uma escola pede

Leia mais

LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1

LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 Diulien Helena Pereira Rodrigues Pâmela Caroline Roberti Dos Santos Souza Walter Batista

Leia mais

Jogo recurso de motivação, interpretação, concentração e aprendizagem

Jogo recurso de motivação, interpretação, concentração e aprendizagem Jogo recurso de motivação, interpretação, concentração e aprendizagem Estado de Santa Catarina São Paulo, 18 de agosto de 2012. Jogo recurso de motivação, interpretação, concentração e aprendizagem Helena

Leia mais

PLANEJAMENTO ATELIER CULTURAL FULL DAY COLÉGIO FARROUPILHA 2015

PLANEJAMENTO ATELIER CULTURAL FULL DAY COLÉGIO FARROUPILHA 2015 PLANEJAMENTO ATELIER CULTURAL FULL DAY COLÉGIO FARROUPILHA 2015 A Lezanfan apresenta a programação de atividades de Capoeira, Yoga e Artes para o Full Day 2015 Capoeira Professor Maicon Vieira Técnico

Leia mais

BAILANDO NA TERCEIRA IDADE: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE A DANÇA EM UMA ASSOCIAÇÃO DE IDOSOS DE GOIÂNIA/GO

BAILANDO NA TERCEIRA IDADE: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE A DANÇA EM UMA ASSOCIAÇÃO DE IDOSOS DE GOIÂNIA/GO BAILANDO NA TERCEIRA IDADE: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE A DANÇA EM UMA ASSOCIAÇÃO DE IDOSOS DE GOIÂNIA/GO Palavras-chave: Idoso, práticas corporais, dança, saúde. INTRODUÇÃO Este relato foi fruto de uma

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 NATAÇÃO E DESEMPENHO ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DE UMA EXTENSÃO DA UFG COM UMA ESCOLA PÚBLICA Poliana Siqueira Pedroza 1 Luís César de Souza 2 RESUMO Comunidade Aquática é um projeto de extensão do curso de

Leia mais

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz 1 RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz Contrato: AS.DS.PV.024/2010 Empresa: SENSOTECH ASSESSORAMENTO

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula, através de atividades esportivas, artísticas e culturais. Conheça cada uma das modalidades

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 80 Memória Oral 24 de abril de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte,

Leia mais

ENTREVISTA Alfabetização na inclusão

ENTREVISTA Alfabetização na inclusão ENTREVISTA Alfabetização na inclusão Entrevistadora:Amarílis Hernandes Santos Formação: Aluna da graduação de Pedagogia USP Formada em Ciências Biológicas Mackenzie Contato: amarilishernandes@yahoo.com.br

Leia mais

Patrocínio Institucional Parcerias Apoio

Patrocínio Institucional Parcerias Apoio Patrocínio Institucional Parcerias Apoio O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO ÁREA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO ÁREA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO ÁREA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2012 7 ANO TURMAS A e B Prof. Alexandre Magno Guimarães Ementa:

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA INSCRIÇÕES EM 2014

PROCEDIMENTO PARA INSCRIÇÕES EM 2014 O Colégio Santa Maria oferece diversos cursos extracurriculares para as diferentes faixas etárias que visam e favorecem o desenvolvimento de habilidades esportivas, artísticas, linguísticas, culturais

Leia mais

ARTES CIRCENSES E EDUCAÇÃO FÍSICA: APROXIMAÇÕES POSSÍVEIS

ARTES CIRCENSES E EDUCAÇÃO FÍSICA: APROXIMAÇÕES POSSÍVEIS 1 ARTES CIRCENSES E EDUCAÇÃO FÍSICA: APROXIMAÇÕES POSSÍVEIS Kárita Cabral Machado FEF/UFG RESUMO O objetivo do presente estudo foi identificar a relação entre a educação física e as artes circenses, do

Leia mais

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um.

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um. coleção Conversas #10 - junho 2014 - Eu sou Estou garoto num de programa. caminho errado? Respostas para algumas perguntas que podem estar sendo feitas Garoto de Programa por um. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

Apresentamos a seguir dois formatos possíveis para o projeto:

Apresentamos a seguir dois formatos possíveis para o projeto: CircoFit é um projeto itinerante que estimula pais e filhos a levarem uma vida mais saudável, praticarem exercícios e cuidarem da alimentação, combinando a magia e encantamento do circo com a energia e

Leia mais

Política Municipal para o Desenvolvimento Integral da Primeira Infância na Cidade de São Paulo

Política Municipal para o Desenvolvimento Integral da Primeira Infância na Cidade de São Paulo VIVER A CIDADE QUE A GENTE AMA. FAZER A SÃO PAULO QUE A GENTE QUER. Política Municipal para o Desenvolvimento Integral da Primeira Infância na Cidade de São Paulo A importância da primeira infância O desenvolvimento

Leia mais

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem.

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem. INTRODUÇÃO O ensino da educação física no 1º nível de ensino joga um papel importante no desenvolvimento das diferentes qualidades físicas, assim como das diversas habilidades motoras dos educandos. Através

Leia mais

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO EMEFTI PROFESSOR WALDYR EMRICH PORTILHO GESTORA: GERLIANESANTANA GOUVEIA CABRAL COORD. ÁREA: ARISTÓTELES MESQUITA DE LIMA NETTO PROFESSORA SUPERVISORA: ELIZANGELA F. RODRIGUES Exposição e relato de experiências

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO INICIAL 1º, 2º E 3º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL VERSÃO PRELIMINAR

MATRIZ CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO INICIAL 1º, 2º E 3º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL VERSÃO PRELIMINAR SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃOBÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

Abordagens pedagógicas no ensino de Educação Física. Prof.ª Sara Caixeta

Abordagens pedagógicas no ensino de Educação Física. Prof.ª Sara Caixeta Abordagens pedagógicas no ensino de Educação Física Prof.ª Sara Caixeta Objetivo: Conhecer as diferentes tendências e abordagens pedagógicas da Educação física Brasileira identificando seus fundamentos

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS De acordo com o PCN e o Referencial Curricular da Educação Infantil, a instituição deve criar um ambiente

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO.

AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO. AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO. Autor: José Marcos da Silva Instituição: UFF/CMIDS E-mail: mzosilva@yahoo.com.br RESUMO A presente pesquisa tem como proposta investigar a visão

Leia mais

Enfoque JB. Ano: 5 Edição: 24 - Abril/Maio de 2013

Enfoque JB. Ano: 5 Edição: 24 - Abril/Maio de 2013 Término da Safra 2012/2013 A Safra 2012/2013 terminou com muitas metas alcançadas com as produções agrícola e industrial atingindo índices positivos. O encerramento aconteceu no dia 18/04 e como sempre

Leia mais

Palavras-chave: Educação Física. Ensino Fundamental. Prática Pedagógica.

Palavras-chave: Educação Física. Ensino Fundamental. Prática Pedagógica. EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: ANÁLISE DAS PRÁTICAS CORPORAIS NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DE ALAGOA GRANDE - PARAÍBA Waldilson Duarte Cavalcante de Barros Professor

Leia mais

COLÉGIO MATER CONSOLATRIX PROJETO DE INTERVENÇÃO DE PSICOLOGIA

COLÉGIO MATER CONSOLATRIX PROJETO DE INTERVENÇÃO DE PSICOLOGIA INTRODUÇÃO Segundo Costa (2000), o Psicólogo Escolar vai trabalhar com os problemas apresentados pelos alunos dentro e fora da escola, interagindo com pais, professores, especialistas em educação e com

Leia mais

AULA 07. Profª Matilde Flório. Concurso PMSP- 2011 Reflexões Gerais para as dissertativas (recorte...)

AULA 07. Profª Matilde Flório. Concurso PMSP- 2011 Reflexões Gerais para as dissertativas (recorte...) AULA 07 Profª Matilde Flório Concurso PMSP- 2011 Reflexões Gerais para as dissertativas (recorte...) Concurso PMSP- 2011 Reflexões Gerais para as dissertativas (recorte...) FÁBRICA DE IDÉIAS PEDAGÓGICAS

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 7ª, 8ª e 9ª classes 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Educação Física - 7ª, 8ª e 9ª classes EDITORA: INIDE IMPRESSÃO: GestGráfica, S.A. TIRAGEM:

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Educação Física do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de Educação Física do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos / 2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professor: Maristela Piccin Disciplina: Ed. Física E. Médio: 100% (64 H. Aula) Ano: 2014 Período: M/V/N

PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professor: Maristela Piccin Disciplina: Ed. Física E. Médio: 100% (64 H. Aula) Ano: 2014 Período: M/V/N PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professor: Maristela Piccin Disciplina: Ed. Física E. Médio: 100% (64 H. Aula) Ano: 2014 Período: M/V/N CONTEÚDOS ESTRUTURANTES CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA

Leia mais

Escola Municipal Padre Jaime Antunes de Souza Educação Infantil Ensino Fundamental - 1º ao 5º ano

Escola Municipal Padre Jaime Antunes de Souza Educação Infantil Ensino Fundamental - 1º ao 5º ano Escola Municipal Padre Jaime Antunes de Souza Educação Infantil Ensino Fundamental - 1º ao 5º ano Escola M. Padre Jaime A. de Souza Educação: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO com COMPROMISSO E investimento Email:

Leia mais

INCLUSÃO: POSSIBILIDADES DA PSICOLOGIA ESCOLAR RESUMO

INCLUSÃO: POSSIBILIDADES DA PSICOLOGIA ESCOLAR RESUMO INCLUSÃO: POSSIBILIDADES DA PSICOLOGIA ESCOLAR RESUMO INTRODUÇÃO: Experiência de Estágio de Núcleo Básico III com crianças do Ensino Fundamental sobre Inclusão. OBJETIVO: conscientizar a aceitação das

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores VIVENCIANDO A PRÁTICA ESCOLAR DE MATEMÁTICA NA EJA Larissa De Jesus Cabral, Ana Paula Perovano

Leia mais

MOBILIZAÇÃO SOCIAL 1. A mobilização é uma forma de intervenção social. Toda intervenção social parte do pressuposto

MOBILIZAÇÃO SOCIAL 1. A mobilização é uma forma de intervenção social. Toda intervenção social parte do pressuposto MOBILIZAÇÃO SOCIAL 1 Denise Carrera A mobilização é uma forma de intervenção social. Toda intervenção social parte do pressuposto de que a ordem social não é natural e por isso pode ser transformada. A

Leia mais

O CIRCO (RE)CRIADO POR CRIANÇAS DA 2ª SÉRIE

O CIRCO (RE)CRIADO POR CRIANÇAS DA 2ª SÉRIE O CIRCO (RE)CRIADO POR CRIANÇAS DA 2ª SÉRIE VANESSA CRISTINA SCARINGI (UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA ). Resumo O tema central deste projeto diz respeito a inserção e interação de um aluno circense numa

Leia mais

O FUTEBOL VAI À ESCOLA PROJETO INOVADOR E INEDITO. O jogo que vai iniciar as crianças em idade escolar na pratica do esporte.

O FUTEBOL VAI À ESCOLA PROJETO INOVADOR E INEDITO. O jogo que vai iniciar as crianças em idade escolar na pratica do esporte. O FUTEBOL VAI À ESCOLA PROJETO INOVADOR E INEDITO. O jogo que vai iniciar as crianças em idade escolar na pratica do esporte. 27/06/12 Projeto "O futebol vai a escola". Dominbol é um simples jogo recreativo,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PORTARIA Nº. 035/2016/GS/SEDUC/MT

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PORTARIA Nº. 035/2016/GS/SEDUC/MT ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PORTARIA Nº. 035/2016/GS/SEDUC/MT Dispõe sobre os procedimentos do processo de IMPLANTAÇÃO DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EM TEMPO INTEGRAL, para Educação Básica/MT.

Leia mais

Como aconteceu essa escuta?

Como aconteceu essa escuta? No mês de aniversário do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, nada melhor que ouvir o que acham as crianças sobre a atuação em Educação Integral realizada pela Fundação Gol de Letra!! Conheça um

Leia mais

Karatê-dô: um projeto para a vida

Karatê-dô: um projeto para a vida 102 b painel de experiências Karatê-dô: um projeto para a vida A prática do karatê como forma de desconstrução de estereótipos ligados ao idoso. / por Igor Luiz de Bello Oss! 1 O karatê pode nos trazer

Leia mais

UM OLHAR SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

UM OLHAR SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL UM OLHAR SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL COSTA, Efigênia Maria Dias 1 MONTENEGRO, Fabrícia Sousa 2 NEVES, Elidiana Oliveira das 3 SANTOS, Jefferson Silva de Barros 4 SILVA, Luiz Eduardo

Leia mais

INTRODUÇÃO. 11 3507.0500 / 11 3742.0691 www.rentapro.com.br

INTRODUÇÃO. 11 3507.0500 / 11 3742.0691 www.rentapro.com.br MENU DE MODALIDADES INTRODUÇÃO O Rent a Pro é uma empresa que disponibiliza aulas de esportes em diferentes locais, entre eles: escolas, condomínios residenciais e empresas, além de organizar eventos esportivos

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 6º ANO PROFESSORA:

Leia mais

OBJETIVO GERAL Edição 34 - Mães Brasileiras: Edição 35 - Violência Infantil:

OBJETIVO GERAL Edição 34 - Mães Brasileiras: Edição 35 - Violência Infantil: PROJETO CULTURA COM INCLUSÃO E EDUCAÇÃO Mai a Jul 2014 APRESENTAÇÃO Este relatório organizou informações referentes as atividades realizadas entre os meses de maio a julho de 2014. Todas as atividades

Leia mais

OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS

OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS APRENDER BRINCANDO INVESTIDAS DA PRÁTICA EDUCACIONAL EM ESPAÇOS NÃO ESCOLARES JUNTO AO PROGRAMA INTEGRAÇÃO AABB COMUNIDADE, UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E JOVENS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DA CIDADE DE

Leia mais