PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO Pais e Alunos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010. Pais e Alunos"

Transcrição

1 PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010 Pais e Alunos

2 Proposta de Trabalho Ensino Médio 2010 A partir de 2010 o nosso projeto pedagógico do Ensino Médio estará ainda mais comprometido com a formação integral dos jovens, buscando prepará-los para a vida, de modo que possam encarar facilmente os desafios mais próximos: os vestibulares, o ENEM e o mercado de trabalho. Em nossa nova proposta de trabalho, a essência norteadora das ações será a valorização do trinômio Inteligência - Disciplina Desafio. Buscaremos, ao oferecer o aporte cultural e técnico necessário, que cada aluno desenvolva ao máximo as suas competências acadêmicas, alcançando níveis de alto desempenho que o ajudem a realizar o seu sonho de vida profissional. Buscamos oferecer ao jovem preocupado e comprometido com o seu futuro, a oportunidade de concretizar os seus ideais, promovendo um ambiente de estímulo ao estudo e ao desenvolvimento pessoal. Buscamos oferecer às famílias, através de uma parceria mais estreita, o acompanhamento necessário para o sucesso dos seus filhos. O novo ensino médio do Colégio Impacto está voltado para aquele jovem que sabe aonde quer chegar e quer estar preparado para grandes desafios.

3 INOVAÇÕES NA PROPOSTA DE TRABALHO Carga horária ampliada para todo o Ensino Médio NOVA CARGA HORÁRIA 2010 COMPONENTE CURRICULAR 1º. ANO 2º. ANO 3º. ANO LÍNGUA PORTUGUESA/GRAMÁTICA LINGUA PORTUGUESA/LITERATURA HISTÓRIA GERAL HISTÓRIA DO BRASIL 2 GEOGRAFIA FÍSICA QUÍMICA PRÁTICA LABORATÓRIO QUÍMICA 1 1 BIOLOGIA MATEMÁTICA ATUALIDADES EDUCAÇÃO ARTÍSTICA EDUCAÇÃO FÍSICA INGLÊS TÉCNICA DE REDAÇÃO FILOSOFIA SOCIOLOGIA TOTAL Tempo de cada aula: 50 minutos. A distribuição das aulas ocorrerá de segunda à sexta, ou seja, não haverá aula aos sábados. Assim, as turmas de: 1º. e 2º. ano terão aula todas as manhãs + 2 tardes. 3º. ano terão aula todas as manhãs + 4 tardes. HORÁRIO No turno MATUTINO, as aulas acontecerão das 07:30 às 13:00. No turno VESPERTINO, as aulas acontecerão das 14:00 às 17:35. O intervalo para almoço será das 13:00 às 14:00 e, durante o mesmo, o aluno poderá retirar-se das dependências do Colégio. Material Didático Poliedro Na busca pelo alto desempenho dos nossos alunos, pesquisamos em todo Brasil o material didático que valorizasse a importância de um Ensino Médio forte e que estivesse em consonância com a nova proposta de trabalho do nosso Ensino Médio. Em 2010, utilizaremos o material didático do Sistema de Ensino POLIEDRO, o qual está voltado para a preparação dos alunos para os maiores e mais concorridos vestibulares do Brasil, como o ITA, o IME, a FUVEST, em São Paulo, e na Bahia, a UFBA.

4 Para o 1º e 2º ano são 34 livros, 17 por ano, contendo 15 mil exercícios divididos entre eles. Para o 3º ano são 36 livros com mais de 24 mil exercícios, além de cadernos de sala compostos de teoria e exercícios elaborados pelo próprio Poliedro. Desde o início de sua trajetória o Poliedro é sinônimo de aprovação nos vestibulares mais concorridos do país, contribuindo para o ingresso de milhares de jovens nas principais universidades brasileiras. Equipe de Professores Um ensino de qualidade está diretamente relacionado a formação acadêmica e nível técnico do corpo docente. Também é imprescindível que os professores, além de técnicos, sejam educadores comprometidos com o desenvolvimento pessoal dos alunos, entendendo o seu papel influenciador na formação do caráter e no ensino do exercício da cidadania. Nossos professores formam uma equipe comprometida e capacitada a atuar na busca por resultados efetivos na relação ensino-apendizagem. Programa de Estudo Dirigido O programa de estudo dirigido consiste no acompanhamento sistemático de cada aluno no decorrer das unidades e será desenvolvido pela Coordenação Pedagógica. Será agendado um momento com cada aluno, onde o mesmo terá orientações a respeito do seu desenvolvimento e perspectiva diante do desafio mais próximo: O

5 Vestibular e o Enem. Neste momento, o aluno será incentivado a desenvolver ao máximo as suas competências, buscando estratégias de aperfeiçoamento e destaque dos seus potenciais. Usando o trinômio Inteligência Disciplina Desafio tentaremos motivar os alunos ressaltando as suas principais habilidades, bem como as principais fraquezas, orientando-os, segundo as avaliações e ao programa de Simulados, a respeito de como poderá alcançar melhores resultados.. Ciclos de Simulado Os ciclos de simulados têm por objetivo oferecer a oportunidade que o aluno necessita de adquirir a experiência necessária para enfrentar com mais calma e segurança as provas dos mais concorridos vestibulares. Mais do que isso, são uma oportunidade de verificação das estratégias de ensino para os professores e de aprendizagem para estudantes, que com a análise do resultado, podem promover ajustes que o direcionem ao alcance de melhor desempenho. Com o Sistema de Ensino Poliedro realizaremos ciclos de simulados desde o início do ensino médio, obedecendo a uma programação nacional e com a entrega do resultado no mesmo dia. 1º e 2º ano - 4 ciclos de simulado no ano 3º ano - 6 ciclos de simulado no ano Projetos por Área de Conhecimento Os projetos pedagógicos estão organizados para acontecer durante todo o ano letivo, promovendo ações periódicas de integração e socialização do conhecimento. Os projetos envolvendo todas as séries do Colégio, Natureza Viva e Impacto Cultural, continuarão acontecendo em junho e novembro, respectivamente, e atendem a filosofia do Colégio de promover a educação ambiental e a formação cultural dos alunos. Em 2010, cada matéria ou área de conhecimento programará projetos específicos que visam o aprofundamento teórico do conteúdo e o estímulo a busca por novos desafios e a vontade de ir além da sala de aula na busca do conhecimento prático e científico. Projetos já programados: Olimpíada de Física Olimpíada de Matemática Olimpíada de Química.

6 Aluno destaque Neste novo contexto, a FAMÍLIA será ainda mais valorizada. Será imprescindível a participação efetiva dos pais no acompanhamento do desempenho do aluno. Entendemos que somos uma tríade, FAMÍLIA ALUNO ESCOLA, na qual todos os elementos são indispensáveis e somente com a união dos potenciais de cada um deles podemos gerar resultados de sucesso. Pedimos atenção especial ao Manual do Aluno e da Família que será entregue no ato da matrícula. Aconselhamos que o mesmo seja lido e consultado sempre que necessário, pois contêm informações a respeito do Regimento Interno que fundamenta as nossas ações. A Família será convidada a uma reunião no início do ano letivo, onde receberá as orientações gerais sobre como proceder no acompanhamento do seu filho. No decorrer das atividades, o responsável será novamente convidado a comparecer ao Colégio nos Plantões Pedagógicos e sempre que seja necessário para tomar conhecimento de ocorrências pedagógicas e/ou disciplinares. A intenção é unir a afetividade da Família ao conteúdo provido pelos profissionais do Colégio para promover o incentivo ao aluno no alcance de resultados de alto desempenho. Vamos fazê-lo acreditar no seu potencial de crescimento e vamos oferecer orientação sobre como buscar o seu desenvolvimento pessoal. Novo Website O novo site do Colégio Impacto entrará no ar até o final do ano e, com ele, acreditamos completar os meios necessários ao nosso relacionamento com as famílias. A tríade Família, Aluno, Escola estará unida através desta rede de comunicação. Para as famílias ofereceremos acesso a todas as informações da vida estudantil do aluno. Notas, faltas, ocorrências disciplinares e pedagógicas, atividades, calendário. Para o Colégio, o será o meio de comunicação utilizado para chegar diretamente a família, comunicando-se com ela sobre situações importantes da rotina escolar, encaminhando comunicados e convites. Para os nossos alunos, o novo site será um acontecimento. Novidades como a TV Impacto com o programa Vestibulando dedicado aos alunos do ensino médio, Blogs, Galeria de Fotos e muito mais.

7 Fórum Profissionalizante Nós do Impacto entendemos que o processo de escolha da profissão é um dos mais complexos que enfrentamos na vida. São muitos os fatores influenciadores e, nesta fase, nem sempre temos a maturidade necessária para discernir entre os nossos sentimentos qual é o nosso sonho profissional. O Fórum Profissionalizante tem o objetivo de aproximar o aluno do Ensino Médio da realidade universitária e do mercado de trabalho, ajudando-os na escolha da profissão e da faculdade a freqüentar. Neste projeto são ministradas palestras reflexivas sobre temas pertinentes ao processo de tomada de decisão e as faculdades convidadas apresentam as suas opções de cursos. Ao final, esperamos que os nossos alunos compreendam melhor o mercado de trabalho, a sua dinâmica e as diversas profissões, tendo mais segurança ao decidir sobre esta próxima etapa da sua vida. Prática de YOGA O Yoga é uma prática milenar, um exercício físico e mental, bom para pessoas de todas as idades. Os seus benefícios são conhecidos e a sua prática em escolas já é uma realidade em países como os Estados Unidos, França, Canadá, entre outros. No Brasil, a professora e psicopedagoga, Lucia Sandri da Unifesp, constatou na prática os ganhos dos seus alunos: Eles melhoram a coordenação motora e a postura corporal. Emocionalmente, ganham estabilidade e capacidade de concentração, e o aprendizado na escola fica mais produtivo", Dentre tantos benefícios, os principais são: - Melhora da postura corporal e coordenação motora; - Aumento da estabilidade emocional e diminuição do stress; - Desenvolvimento da percepção; - Estímulo a criatividade e intuição; - Melhora do equilíbrio e da força; - Fortalecimento dos músculos e do sistema imunológico; - Melhora da capacidade de concentração. "A meditação, um momento de entrar em contato consigo mesmo, favorece o desenvolvimento e o aprendizado. São objetivos educacionais mais amplos, que ultrapassam a preocupação exclusivamente pedagógica. A escola se preocupa com formação do sujeito. Com a prática do Yoga o nosso objetivo é melhorar a saúde física, mental e emocional dos nossos alunos, tornando-os mais preparados para enfrentar os desafios do Ensino Médio, dos Vestibulares, da VIDA, aprendendo a lidar com situações de alto estresse.

8 Conclusão Tudo o que vimos até aqui é muito simples e muito complexo ao mesmo tempo. Com todas estas implementações estamos propondo uma mudança de paradigma. Queremos que o nosso trabalho gere resultados efetivos. Queremos que nossos alunos alcancem níveis de alto de desempenho nos exames, na vida. Tudo é muito simples porque na verdade não faremos nada de diferente do que já temos feito, do que fomos preparados para fazer e que em essência, é a nossa missão: Educar. Entretanto é bastante complexo porque faremos a mesma coisa com uma abordagem diferenciada, com uma atenção especial aos detalhes. Queremos buscar o brilho nos olhos das pessoas apaixonadas. Queremos o brilho da conquista de um desafio. Queremos o brilho da recompensa e da satisfação ao se ouvir um Obrigado ou Morro de saudades, vocês fizeram parte da minha vida. Queremos emoção e compromisso. Queremos alegrias e responsabilidades. Não basta falar, ações valem mais do que palavras. Por isso, vamos construir 2010 ressaltando que vale a pena investir em educação. Esta tem sido a nossa vida nestes 25 anos. Acreditamos no que construímos. Acreditamos no ser humano. As pessoas que nos acompanharam nestes 25 anos são co-autores da nossa história. Queremos que você continue nos ajudando a escrevê-la, fazendo parte dela. Esperamos contar com o seu brilho em 2010.

PROJETO PEDAGÓGICO ENEM / 2015

PROJETO PEDAGÓGICO ENEM / 2015 PROJETO PEDAGÓGICO ENEM / 2015 Profª Esp.Carla Menezes Coord. Pedagógica A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é uma das mais importantes do país, tendo em vista seu crescente número de candidatos

Leia mais

Guia do aluno EAP 1 ano. Descomplicando o PAS

Guia do aluno EAP 1 ano. Descomplicando o PAS Guia do aluno EAP 1 ano Descomplicando o PAS Descomplicar o PAS, para o Sagrado, não é simplesmente tornar mais fácil a aprovação de nosso aluno. É, acima de tudo, torná-lo consciente de que o mundo está

Leia mais

EDITAL 2016 - PROCESSO SELETIVO E BOLSÃO

EDITAL 2016 - PROCESSO SELETIVO E BOLSÃO EDITAL 2016 - PROCESSO SELETIVO E BOLSÃO Estimados Alunos. É com muita alegria e satisfação que publicamos o Edital 2016 do Processo Seletivo e Bolsão, para a admissão de novos alunos e distribuições de

Leia mais

Pró-Reitora de Graduação da Universidade Federal de Goiás

Pró-Reitora de Graduação da Universidade Federal de Goiás Apresentação Prezados Professores e Acadêmicos Com o objetivo de consolidar a política de estágio da Universidade Federal de Goiás, a Pró-Reitoria de Graduação, por meio da Coordenação de Estágios, realizou

Leia mais

PLANO DE AÇÃO SOE - 2014

PLANO DE AÇÃO SOE - 2014 Colégio Batista de Palmas PLANO DE AÇÃO SOE - 2014 PLANO DE AÇÃO Introdução Na instituição escolar, o orientador educacional é um dos profissionais da equipe de gestão. Ele trabalha diretamente com os

Leia mais

CATÁLOGO DO CURSO DE PEDAGOGIA Modalidade a Distância

CATÁLOGO DO CURSO DE PEDAGOGIA Modalidade a Distância CATÁLOGO DO CURSO DE PEDAGOGIA Modalidade a Distância ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Pedagogia Tempo de Integralização: Mínimo: 8 semestres Máximo: 14 semestres Nome da Mantida: Centro Universitário

Leia mais

ENSINO MÉDIO DIFERENCIAIS PEDAGÓGICOS ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO. Processo de Admissão

ENSINO MÉDIO DIFERENCIAIS PEDAGÓGICOS ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO. Processo de Admissão ENSINO MÉDIO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ESTUDANTES PARA 2015 PROPOSTAS PEDAGÓGICAS A fase da escolha de qual carreira seguir acontece, normalmente, durante o ensino médio. Tendo de vivenciar mudanças

Leia mais

Informações gerais Colégio Decisão

Informações gerais Colégio Decisão 1 Informações gerais Colégio Decisão 2 Carta da Diretora Colégio Decisão Venha, que estamos de portas abertas para você. Carta da Direção Prezados país e responsáveis, A Organização de uma escola pede

Leia mais

PSICOPEDAGOGO: QUAL É A SUA FUNÇÃO?

PSICOPEDAGOGO: QUAL É A SUA FUNÇÃO? PSICOPEDAGOGO: QUAL É A SUA FUNÇÃO? Élida Mara de Jesus Dias (PUC-SP) Resumo Este artigo tem como objetivo analisar a atuação do psicopedagogo frente às dificuldades no processo ensino-aprendizagem na

Leia mais

PRÉ - VESTIBULAR 2016. Semiextensivo Integral Semiextensivo Vespertino Extensivo Especial

PRÉ - VESTIBULAR 2016. Semiextensivo Integral Semiextensivo Vespertino Extensivo Especial PRÉ - VESTIBULAR 2016 Semiextensivo Integral Semiextensivo Vespertino Extensivo Especial INÍCIO: 28/01/2016 TÉRMINO: 28/10/2016 - Extensivo Especial 30/06/2016 - Semiextensivo CONCURSO DE BOLSAS: 23/01/2016

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU ESCOLA ESTADUAL PROF. VALNIR CHAGAS APRESENTAÇÃO DA ESCOLA

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU ESCOLA ESTADUAL PROF. VALNIR CHAGAS APRESENTAÇÃO DA ESCOLA GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU ESCOLA ESTADUAL PROF. VALNIR CHAGAS APRESENTAÇÃO DA ESCOLA A Escola Estadual Prof. Valnir Chagas, sediada à Rua Itabaiana

Leia mais

GUIA DE IMPLANTAÇÃO DA PLATAFORMA DE APRENDIZADO ADAPTATIVO GEEKIE LAB EBOOK 2015

GUIA DE IMPLANTAÇÃO DA PLATAFORMA DE APRENDIZADO ADAPTATIVO GEEKIE LAB EBOOK 2015 GUIA DE IMPLANTAÇÃO DA PLATAFORMA DE APRENDIZADO ADAPTATIVO GEEKIE LAB EBOOK 2015 APRESENTAÇÃO Neste ebook você encontrará as informações necessárias para utilizar a plataforma de Aprendizado Adaptativo

Leia mais

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: UM ATO DE AMOR E AFETIVIDADE

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: UM ATO DE AMOR E AFETIVIDADE EDUCAÇÃO INCLUSIVA: UM ATO DE AMOR E AFETIVIDADE Vera Lucia Conrado de Oliveira¹; Maria Zildaneide Gonzaga²; Elda Cristiane de Souza Lima³ ESCOLA SENADOR PAULO GUERRA/CABROBÓ-PE lucinhaconrado.77@gmail.com;

Leia mais

A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS

A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS Gisllayne Rufino Souza UFPB gisllayne.souza@gmail.com Profa. Dra. Marlene Helena de Oliveira França UFPB/Centro de Educação/Núcleo

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, SOB A FORMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, SOB A FORMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, SOB A FORMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA GUIA DO CURSO Endereço: Avenida Alberto Bins, 467 Centro Histórico Cidade / UF: Porto Alegre RS CEP: 90030 140 Telefone: (051) 3211 2100

Leia mais

Conversando sobre a REALIDADE. Propostas Educação. Ano 1 - nº 3 - Nov/15

Conversando sobre a REALIDADE. Propostas Educação. Ano 1 - nº 3 - Nov/15 Conversando sobre a REALIDADE social do BRASIL Propostas Educação Ano 1 - nº 3 - Nov/15 Partido da Social Democracia Brasileira Presidente: Senador Aécio Neves Instituto Teotônio Vilela Presidente: José

Leia mais

Informações básicas. Programa Ensino Integral

Informações básicas. Programa Ensino Integral Informações básicas Programa Ensino Integral Abril/2014 1) Premissas básicas do novo modelo de Ensino Integral O novo modelo de Ensino Integral pressupõe inovações em alguns componentes fundamentais da

Leia mais

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Ingrid Dos Santos Gonçalves 2, Sarai De Fátima Silveira De Souza 3, Andrisa Kemel Zanella 4. 1 projeto de extensão

Leia mais

Núcleo Regional de Piên

Núcleo Regional de Piên Núcleo Regional de Piên Municípios participantes Lapa Mandirituba Quitandinha Tijucas do Sul Agudos do Sul Campo do Tenente Piên Rio Negro Ações prioritárias para a região Objetivo 1: Erradicar a extrema

Leia mais

REPERCUSSÕES NO ENSINO DA ENFERMAGEM: A VISÃO DOS PROFISSIONAIS À LUZ DAS SUAS EXPERIÊNCIAS

REPERCUSSÕES NO ENSINO DA ENFERMAGEM: A VISÃO DOS PROFISSIONAIS À LUZ DAS SUAS EXPERIÊNCIAS REPERCUSSÕES NO ENSINO DA ENFERMAGEM: A VISÃO DOS PROFISSIONAIS À LUZ DAS SUAS EXPERIÊNCIAS CRIZÓSTOMO, Cilene Delgado MILANEZ, Maria Rosa de Morais SOUSA, Rejane Lúcia Rodrigues Veloso ALBUQUERQUE, Judith

Leia mais

O ESTUDANTE COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NO ENSINO SUPERIOR: entre a utopia e a realidade

O ESTUDANTE COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NO ENSINO SUPERIOR: entre a utopia e a realidade O ESTUDANTE COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NO ENSINO SUPERIOR: entre a utopia e a realidade Dulciana de Carvalho Lopes Dantas 1 INTRODUÇÃO A condição de vida das pessoas com deficiência intelectual nas fases

Leia mais

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1 Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial e à sua agenda de trabalho expressa nos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial 1. Considerando que a promoção da igualdade

Leia mais

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013 META NACIONAL 11 - Educação Profissional- Triplicar as matrículas da Educação Profissional Técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% da expansão no segmento público. Contexto

Leia mais

Parecer n 275/2009-CEDF Processo n 410.000084/2009 Interessado: Colégio Sagrado Coração de Maria

Parecer n 275/2009-CEDF Processo n 410.000084/2009 Interessado: Colégio Sagrado Coração de Maria Homologado em 21 de dezembro de 2009. DODF Nº 246, terça-feira, 22 de dezembro de 2009. PÁGINA 8 PORTARIA Nº 524, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009. DODF Nº 7, terça-feira, 12 de janeiro de 2010. PÁGINA 8 Parecer

Leia mais

INFORMATIVO DE MATRÍCULAS 2012 INFANTIL - FUNDAMENTAL - MÉDIO - CURSO PRÉ-VESTIBULAR

INFORMATIVO DE MATRÍCULAS 2012 INFANTIL - FUNDAMENTAL - MÉDIO - CURSO PRÉ-VESTIBULAR INFORMATIVO DE MATRÍCULAS 2012 INFANTIL - FUNDAMENTAL - MÉDIO - CURSO PRÉ-VESTIBULAR Formando gente feliz! Índice 04-05 06-07 08 09 10-11 12-13 14-15 16-17 18 19 20 21 22 Golfe Nota 10 Mind Lab Cambridge

Leia mais

Pós graduação EAD Área de Educação

Pós graduação EAD Área de Educação Pós graduação EAD Área de Educação Investimento: a partir de R$ 109,00 mensais. Tempo de realização da pós graduação: 15 meses Investimento: R$109,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF). Ou

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS NO PROJETO PILOTO DE FORMAÇÃO CONTINUADA PARA DOCÊNCIA NA UFRN.

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS NO PROJETO PILOTO DE FORMAÇÃO CONTINUADA PARA DOCÊNCIA NA UFRN. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS - PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DEPTO. DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS - COORDENAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES

Leia mais

A INTEGRAÇÃO DA PREVENÇÃO DAS DROGAS NO CURRÍCULO ESCOLAR

A INTEGRAÇÃO DA PREVENÇÃO DAS DROGAS NO CURRÍCULO ESCOLAR A INTEGRAÇÃO DA PREVENÇÃO DAS DROGAS NO CURRÍCULO ESCOLAR Robson Rogaciano Fernandes da Silva (Mestrando-Universidade Federal de Campina Grande) Ailanti de Melo Costa Lima (Graduanda-Universidade Estadual

Leia mais

4h diárias - 16 meses

4h diárias - 16 meses 4h diárias - 16 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM RECEPCIONISTA ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral: 4 -

Leia mais

FORMAÇÃO DE MONITORES RELACIONANDO EDUCAÇÃO FORMAL E NÃO FORMAL EM MUSEUS DE CIÊNCIA

FORMAÇÃO DE MONITORES RELACIONANDO EDUCAÇÃO FORMAL E NÃO FORMAL EM MUSEUS DE CIÊNCIA POSTER FORMAÇÃO DE MONITORES RELACIONANDO EDUCAÇÃO FORMAL E NÃO FORMAL EM MUSEUS DE CIÊNCIA Nome do Grupo de Trabalho: Educação Popular Número do Grupo de Trabalho: 06 Autora: ISABEL APARECIDA MENDES Co-autora

Leia mais

APROVADO PELO PLENÁIRO EM 03/08/2004 PARECER CEE/PE Nº 72/2004-CEB

APROVADO PELO PLENÁIRO EM 03/08/2004 PARECER CEE/PE Nº 72/2004-CEB INTERESSADO: SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC ASSUNTO : AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO. RELATOR : CONSELHEIRO ARMANDO REIS VASCONCELOS

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS. ESTÁGIO SUPERVISIONADO LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 064/2014 28/09/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 064/2014 28/09/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 064/2014 28/09/2014 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

USO DOS COMPUTADORES NOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA EDUCATIVA NA REDE ESTADUAL DE GOIÂNIA: LIMITES E POSSIBILIDADES DO AMBIENTE CYBER

USO DOS COMPUTADORES NOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA EDUCATIVA NA REDE ESTADUAL DE GOIÂNIA: LIMITES E POSSIBILIDADES DO AMBIENTE CYBER USO DOS COMPUTADORES NOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA EDUCATIVA NA REDE ESTADUAL DE GOIÂNIA: LIMITES E POSSIBILIDADES DO AMBIENTE CYBER Maria Aparecida Candine de Brito Universidade Católica de Goiás Comunicação

Leia mais

Apresentação sobre o Ensino Médio em 2016. desde 1923

Apresentação sobre o Ensino Médio em 2016. desde 1923 1 Roteiro da Apresentação: Introdução Grade Curricular Suporte à Escolha da Profissão Desenvolvimento de Competências Gerenciais Representantes Idiomas Por que estudar no Liceu? Parceria com Sistema Anglo

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE TELEMARKETING ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo

Leia mais

Inclusão Social da Pessoa com Deficiência Intelectual:

Inclusão Social da Pessoa com Deficiência Intelectual: Inclusão Social da Pessoa com Deficiência Intelectual: Educação Especial no Espaço da Escola Especial Trabalho, Emprego e Renda Autogestão, Autodefesa e Família APAE : INTEGRALIDADE DAS AÇÕES NO CICLO

Leia mais

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS Mais informações: Site PIBID: http://www.pibid.ufrn.br/ Site LEM/UFRN: http://www.ccet.ufrn.br/matematica/lemufrn/index.html E-mail do LEM/UFRN: lem2009ufrn@yahoo.com.br

Leia mais

ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA

ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA Lilliane Miranda Freitas (Faculdade de Biologia/Universidade Federal do Pará) Resumo: Este trabalho tem como

Leia mais

Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil.

Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil. 6. Humanização, diálogo e amorosidade. Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil. Santos, Marisa Alff dos 1 Resumo O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre as práticas docentes

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO AO DISCENTE REGULAMENTO

NÚCLEO DE APOIO AO DISCENTE REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO AO DISCENTE REGULAMENTO TAQUARITINGA / 2015 1 Sumário NÚCLEO DE APOIO AO DISCENTE...3 1- Formas de acesso...3 2- Estímulos à permanência...4 3- Apoio Psicopedagógico, Orientação Pedagógica

Leia mais

PALAVRAS CHAVE: Formação de Professores, Políticas Públicas, PIBID, Ensino de Física. Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN

PALAVRAS CHAVE: Formação de Professores, Políticas Públicas, PIBID, Ensino de Física. Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A EDUCAÇÃO: A IMPORTÂNCIA DO PIBID 1 NA FORMAÇÃO INICIAL

Leia mais

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO.

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. ÍNDICE APRESENTAÇÃO...04 MISSÃO E VISÃO DO SISTEMA FIEB... 06 VALORES... 08 OBJETIVOS DO PROGRAMA... 12 APROVEITAMENTO INTERNO... 14

Leia mais

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação.

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação. Colégio Tutto Amore Colégio Sapience Carinho, Amor e Educação. Trabalhamos com meio-período e integral em todos os níveis de ensino. www.tuttoamore.com.br Nossa História No ano de 1993 deu-se o ponto de

Leia mais

ASPECTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS NA EDUCAÇÃO CONTINUADA

ASPECTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS NA EDUCAÇÃO CONTINUADA ASPECTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS NA EDUCAÇÃO CONTINUADA Área Temática: Educação Responsável pelo trabalho: Tatiana Comiotto Menestrina Instituição: UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA (UDESC) Departamento:

Leia mais

METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS

METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS 1 O Método do Caso e o Ensino em Administração O uso do Método do Caso nas escolas de administração no Brasil é relativamente recente, embora não haja

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

O projeto piloto de acompanhamento pedagógico dos estudantes do CTISM/UFSM

O projeto piloto de acompanhamento pedagógico dos estudantes do CTISM/UFSM UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA O projeto piloto de acompanhamento pedagógico dos estudantes do CTISM/UFSM Mariglei Severo Maraschin CTISM/UFSM Camila Sehnem - CTISM/UFSM Débora Marschal CTISM/UFSM

Leia mais

PARTE DIVERSIFICADA 2º TRIMESTRE TEMA- CUIDAR DA CASA COMUM LEMA: A FESTA JUNINA RESGATANDO A IDENTIDADE COMUM ATRAVÉS DE DANÇAS TÍPICAS

PARTE DIVERSIFICADA 2º TRIMESTRE TEMA- CUIDAR DA CASA COMUM LEMA: A FESTA JUNINA RESGATANDO A IDENTIDADE COMUM ATRAVÉS DE DANÇAS TÍPICAS PARTE DIVERSIFICADA 2º TRIMESTRE TEMA- CUIDAR DA CASA COMUM LEMA: A FESTA JUNINA RESGATANDO A IDENTIDADE COMUM ATRAVÉS DE DANÇAS TÍPICAS Educadores: Ano/turma: 6º ao 9º anos Vespertino / Matutino Disciplina:

Leia mais

A Prática de ciências/ biologia para o incentivo dos educandos PROJETO PEDAGÓGICO: NO STRESS : DOUTORES DO FUTURO CONTRA O STRESS

A Prática de ciências/ biologia para o incentivo dos educandos PROJETO PEDAGÓGICO: NO STRESS : DOUTORES DO FUTURO CONTRA O STRESS A Prática de ciências/ biologia para o incentivo dos educandos PROJETO PEDAGÓGICO: NO STRESS : DOUTORES DO FUTURO CONTRA O STRESS Monaliza Silva Professora de ciências e biologia da rede estadual de ensino/

Leia mais

e eu. Inf.&Inf., Londrina, v.1, n.1, p.35-40, jan./jun. 1996 35

e eu. Inf.&Inf., Londrina, v.1, n.1, p.35-40, jan./jun. 1996 35 A ausência da pós-graduação stricto sensu na Região Sul e a constatação de que isso já se fazia necessário para o próprio desenvolvimento regional, que possui peculiaridades específicas e diferenciadas

Leia mais

CONSULTEC: CONSULTORIA EM PROJETOS EDUCACIONAIS E CONCURSOS LTDA

CONSULTEC: CONSULTORIA EM PROJETOS EDUCACIONAIS E CONCURSOS LTDA CARGO: PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA LÍNGUA PORTUGUESA/LITERATURA BRASILEIRA 1) 02 21) 04 2) 02 22) 03 3) 01 23) 05 4) 04 24) 01 5) 01 25) 01 6) 04 26) 03 7) 05 27) 05 8) 03 28) 04 9) 04 29) 01 10) 01 30)

Leia mais

INTERPRETANDO A GEOMETRIA DE RODAS DE UM CARRO: UMA EXPERIÊNCIA COM MODELAGEM MATEMÁTICA

INTERPRETANDO A GEOMETRIA DE RODAS DE UM CARRO: UMA EXPERIÊNCIA COM MODELAGEM MATEMÁTICA INTERPRETANDO A GEOMETRIA DE RODAS DE UM CARRO: UMA EXPERIÊNCIA COM MODELAGEM MATEMÁTICA Marcos Leomar Calson Mestrando em Educação em Ciências e Matemática, PUCRS Helena Noronha Cury Doutora em Educação

Leia mais

Colégio João Paulo I Unidade Norte e Higienópolis. Projeto Mostra Científica 2014 Vida eficiente: a ciência e a tecnologia a serviço do planeta

Colégio João Paulo I Unidade Norte e Higienópolis. Projeto Mostra Científica 2014 Vida eficiente: a ciência e a tecnologia a serviço do planeta Colégio João Paulo I Unidade Norte e Higienópolis Projeto Mostra Científica 2014 Vida eficiente: a ciência e a tecnologia a serviço do planeta Cristiano Alfredo Rupp Gilberto Ramos Colaboração:???????

Leia mais

Colégio São Judas Tadeu Rua Clarimundo de Melo, 79 - Encantado - RJ Fone +55 (21) 3296-5000

Colégio São Judas Tadeu Rua Clarimundo de Melo, 79 - Encantado - RJ Fone +55 (21) 3296-5000 ENSINO FUNDAMENTAL I DO 1º AO 5º ANO Horário: 13 às 17:30h Atividades Curriculares Aulas de Português, Leitura e Interpretação, Redação, Matemática, Ciências, História, Geografia, Artes, Informática, Inglês,

Leia mais

O NOVO ENEM E A PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DE FÍSICA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DE MACEIÓ

O NOVO ENEM E A PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DE FÍSICA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DE MACEIÓ O NOVO ENEM E A PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DE FÍSICA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DE MACEIÓ Natalya Moacyra Bittencourt Queiroz (UFAL) natalya-bittencourt@hotmail.com Elton Casado Fireman (UFAL)

Leia mais

ANEXO II EDITAL Nº 01/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura)

ANEXO II EDITAL Nº 01/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 01/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES 1

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES 1 FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES 1 A LDB, no Titulo VI, trata dos Profissionais da Educação, considerando sob essa categoria não só os professores, que são responsáveis pela gestão da sala de aula, mas

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS PROJETOS PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CURSO

DESCRIÇÃO DOS PROJETOS PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CURSO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA INSTITUTO ANÍSIO TEIXEIRA DESCRIÇÃO DOS PROJETOS PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CURSO Obs.: O plano de curso faz parte da documentação

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Câmpus Curitiba RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Câmpus Curitiba RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Câmpus Curitiba RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO ROSILENE XAVIER DA SILVA LOPES Relatório apresentado ao

Leia mais

PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências Universidade Federal de Itajubá Título da dissertação: OS MANUAIS DOS PROFESSORES DOS LIVROS DIDÁTICOS

Leia mais

VII ENCONTRO ENSINO EM ENGENHARIA

VII ENCONTRO ENSINO EM ENGENHARIA VII ENCONTRO ENSINO EM ENGENHARIA PROGRAMA COOPERATIVO EDUCAÇÃO CONTINUADA E CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES DOS CURSOS SUPERIORES DE ENGENHARIA: INICIANDO A DISCUSSÃO Sandra Maria Dotto Stump - sstump@mackenzie.com.br

Leia mais

Administração, planejamento e assessoria social: as múltiplas faces da gestão de serviços sociais

Administração, planejamento e assessoria social: as múltiplas faces da gestão de serviços sociais Administração, planejamento e assessoria social: as múltiplas faces da gestão de serviços sociais NASCIMENTO, C. C. S. 1 ;SILVEIRA, R. B. B. 2 ; MONTEFUSCO, C. 3 ; Resumo O projeto de ensino ora apresentado

Leia mais

MANUAL DE OBSERVAÇÃO PARA O EDUCADOR: CONHECENDO MELHOR A PRÁTICA PROFISSIONAL E MEUS ALUNOS

MANUAL DE OBSERVAÇÃO PARA O EDUCADOR: CONHECENDO MELHOR A PRÁTICA PROFISSIONAL E MEUS ALUNOS MANUAL DE OBSERVAÇÃO PARA O EDUCADOR: CONHECENDO MELHOR A PRÁTICA PROFISSIONAL E MEUS ALUNOS Caro leitor: O objetivo principal deste Manual de Observação para o Educador: conhecendo melhor a prática profissional

Leia mais

Diário Oficial 31 32 Diário Oficial Resolução SE 52, de 2-10-2014

Diário Oficial 31 32 Diário Oficial Resolução SE 52, de 2-10-2014 sexta-feira, 3 de outubro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (187) 31 32 São Paulo, 124 (187) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sexta-feira, 3 de outubro de 2014 Resolução

Leia mais

A real socialização do conhecimento jurídico

A real socialização do conhecimento jurídico Projeto Conhecer Direito A real socialização do conhecimento jurídico Iniciativa da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) Concurso de Práticas Exitosas Associação Nacional dos Defensores Públicos

Leia mais

MATERIAL ESCOLAR - ENSINO MÉDIO 1º ANO CONVENCIONAL

MATERIAL ESCOLAR - ENSINO MÉDIO 1º ANO CONVENCIONAL 1º ANO CONVENCIONAL Português Matemática I Filosofia Produção de Texto Matemática II Sociologia Redação Química II Literatura Geografia Biologia I Inglês História Biologia II Química I Física 1º ANO FEDERAL

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP Regulamento do Curricular Supervisionado do Curso de Graduação em Pedagogia - Licenciatura Faculdade de

Leia mais

TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES CAPÍTULO I DA NATUREZA. PARÁGRAFO ÚNICO Atividade curricular com ênfase exclusiva didático-pedagógica:

TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES CAPÍTULO I DA NATUREZA. PARÁGRAFO ÚNICO Atividade curricular com ênfase exclusiva didático-pedagógica: REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO IFRR N A regulamentação geral de estágio tem por objetivo estabelecer normas e diretrizes gerais que definam uma política

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031 COORDENADOR PEDAGÓGICO E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Polyana Marques Lima Rodrigues 1 poly90lima@hotmail.com Willams dos Santos Rodrigues Lima 2 willams.rodrigues@hotmail.com RESUMO

Leia mais

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS:

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: Art. 3º - A Escola oferece os seguintes níveis de ensino: I. Educação Infantil: de 0 a 05 anos de idade. Educação Precoce de 0 a 03 anos Educação

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

1ª Reunião de Pais Educação Infantil e Fundamental I

1ª Reunião de Pais Educação Infantil e Fundamental I 1ª Reunião de Pais Educação Infantil e Fundamental I 2016 Equipe Pedagógica Fábio Pinheiro Diretor Pedagógico Penha Botega Coordenadora Pedagógica Ednéia Camizasso Orientadora Pedagógica Francisco Dada

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO DE MELHORIA 2014 / 2017

PLANO ESTRATÉGICO DE MELHORIA 2014 / 2017 PLANO ESTRATÉGICO DE MELHORIA 2014 / 2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PRADO Plano Estratégico de Melhoria 2014/2017 O Plano de Melhoria da Escola é um instrumento fundamental para potenciar o desempenho

Leia mais

Bom dia, Formar cidadãos éticos, com

Bom dia, Formar cidadãos éticos, com Gestão Pedagógica capa Por Carolina Mainardes carolina@humanaeditorial.com.br Bom dia, Escolas assumem o desafio de ensinar valores e formar cidadãos completos, em cenário que contempla famílias compenetradas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA Tamara Nomura NOZAWA 1 Telma Lúcia Aglio GARCIA 2 Edmárcia Fidelis ROCHA

Leia mais

www.queroserprofessor.

www.queroserprofessor. www.queroserprofessor. Documento Revisado em março de 2011 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. O QUE É A MONITORIA? 3. OBJETIVOS DA MONITORIA 4. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA MONITORIA 5. INSCRIÇÃO 6. ATRIBUIÇÕES

Leia mais

Universidade Pública na Formação de Professores: ensino, pesquisa e extensão. São Carlos, 23 e 24 de outubro de 2014. ISBN: 978-85-87837-25-7.

Universidade Pública na Formação de Professores: ensino, pesquisa e extensão. São Carlos, 23 e 24 de outubro de 2014. ISBN: 978-85-87837-25-7. Curso pré-vestibular para jovens oriundo da rede pública de ensino de Catanduva e região Bruno Ruiz Gomes¹, Cristiane Silvestre Valerio¹, Gabriele Freitas¹, Isabela Rocha¹, José Eduardo Grefener filho¹,

Leia mais

Coordenadora Pedagógica Claudia Regina do Amaral Mélo Assistente de Coordenação Pedagógica - Kamilla Cardoso Santiago

Coordenadora Pedagógica Claudia Regina do Amaral Mélo Assistente de Coordenação Pedagógica - Kamilla Cardoso Santiago Coordenadora Pedagógica Claudia Regina do Amaral Mélo Assistente de Coordenação Pedagógica - Kamilla Cardoso Santiago Ensino Fundamental II 1ª aula 7h 15min às 8h 05min 2ª aula 8h 05min às 8h 55min 3ª

Leia mais

Rotinas e Regras Ensino Fundamental II e Ensino Médio

Rotinas e Regras Ensino Fundamental II e Ensino Médio SUMÁRIO A comunicação Escola e Família...2 Rotina escolar...2 Horário das aulas...3 Atrasos e horários de entrada e saída...3 I. Entrada...3 II. Saída...3 III. Saídas antecipadas...3 Faltas...4 Provas

Leia mais

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Histórias de Comunidade de Aprendizagem Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Introdução O projeto Comunidade de Aprendizagem é baseado em um conjunto de atuações de êxito voltadas para a transformação

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores FORMANDO CIDADÃOS PELA SUSTENTABILIDADE - PROJETO ECOJACQUES Andreza Menezes Nunes, Cinara

Leia mais

Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade São Lucas

Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade São Lucas Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade São Lucas 1 Art. 1º O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Faculdade São Lucas será regido pelos princípios da: I Ética profissional;

Leia mais

PARECER DOS RECURSOS

PARECER DOS RECURSOS Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual EDITAL Nº 21/2012/SED PARECER DOS RECURSOS CARGO: Conhecimentos Gerais 01) A Política

Leia mais

1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO

1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO 1 2 Sumário 1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO...4 1.1) PAA Projeto de Auxílio Aprendizagem...4 2) PROVAS E TRABALHOS...5 2.1) Provas Atrasadas...5 Como proceder:...5 2.2) Provas de Recuperação...5 2.3) Trabalhos...5

Leia mais

INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO.

INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO. INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO. Grupo PET Administração Universidade Federal de Lavras UFLA Resumo Os jovens formam o conjunto

Leia mais

FILOSOFIA BUDISTA APLICADA A EMPRESA:

FILOSOFIA BUDISTA APLICADA A EMPRESA: FILOSOFIA BUDISTA APLICADA A EMPRESA: CRESCENDO PESSOAL E PROFISSIONALMENTE. 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Onde você estiver que haja LUZ. Ana Rique A responsabilidade por um ambiente

Leia mais

Família e Educação: preocupações e desafios

Família e Educação: preocupações e desafios Estatuto da Família PL 6583/13 Anderson Ferreira (PR/PE) Família e Educação: preocupações e desafios João Malheiro Doutor em Educação pela UFRJ A primeira preocupação da sociedade deverá ser : assegurar

Leia mais

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência Projeto Grêmio em Forma relato de experiência Instituto Sou da Paz Organização fundada em 1999, a partir da campanha dos estudantes pelo desarmamento. Missão: Contribuir para a efetivação, no Brasil, de

Leia mais

Dispõe sobre: Altera disposições do Estatuto do Magistério Municipal e adota outras providências.

Dispõe sobre: Altera disposições do Estatuto do Magistério Municipal e adota outras providências. LEI COMPLEMENTAR Nº 06, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010. Dispõe sobre: Altera disposições do Estatuto do Magistério Municipal e adota outras providências. O PREFEITO CONSTITUCIONAL DO MUNICIPIO DE PICUÍ, Estado

Leia mais

OS DESAFIOS DE CONSTRUIR ESCOLAS INCLUSIVAS

OS DESAFIOS DE CONSTRUIR ESCOLAS INCLUSIVAS 1 OS DESAFIOS DE CONSTRUIR ESCOLAS INCLUSIVAS Patrícia Oliveira Fontes Pedagoga. Especialista em Educação Inclusiva. Especialista em Libras. Professora Tutora da Universidade Tiradentes (UNIT) e Professora

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO. Faculdade de Direito de Alta Floresta (FADAF)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO. Faculdade de Direito de Alta Floresta (FADAF) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO Faculdade de Direito de Alta Floresta (FADAF) 2011 SUMÁRIO Capítulo I... 4 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 4 Capítulo II... 4 DA FINALIDADE E OBJETIVOS DO NAP...

Leia mais

O PORTFÓLIO ENQUANTO INSTRUMENTO DE REFLEXÃO DA PRÁTICA DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

O PORTFÓLIO ENQUANTO INSTRUMENTO DE REFLEXÃO DA PRÁTICA DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL O PORTFÓLIO ENQUANTO INSTRUMENTO DE REFLEXÃO DA PRÁTICA DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL Telma Maria Pereira dos Santos Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia UNEB e Pós-graduada em Educação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 001/2011/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PROGRAMADAS: APROXIMAÇÃO DO ACADÊMICO DE PEDAGOGIA COM O PROFISSIONAL DO ENSINO

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PROGRAMADAS: APROXIMAÇÃO DO ACADÊMICO DE PEDAGOGIA COM O PROFISSIONAL DO ENSINO PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PROGRAMADAS: APROXIMAÇÃO DO ACADÊMICO DE PEDAGOGIA COM O PROFISSIONAL DO ENSINO Resumo HOÇA, Liliamar Universidade Positivo liliamarh@up.com.br MORASTONI, Josemary- Universidade Positivo

Leia mais

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL I - PEDAGOGO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 001/2015

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL I - PEDAGOGO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 001/2015 PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL I - PEDAGOGO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 001/2015 O SESI Piauí, assessorado pelo IEL, torna pública a realização do Processo Seletivo Interno nº 001/2015

Leia mais

Programa de Atividades de Monitoria

Programa de Atividades de Monitoria Programa de Atividades de Monitoria CAPÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS DA MONITORIA Art. 1º A atividade de monitoria é desenvolvida por discentes para aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem,

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS JUNHO/2011 CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º. Os cursos de Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

PROJETO SOCIAL CITY PETRÓPOLIS: NOVOS HORIZONTES NA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA

PROJETO SOCIAL CITY PETRÓPOLIS: NOVOS HORIZONTES NA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA 369 PROJETO SOCIAL CITY PETRÓPOLIS: NOVOS HORIZONTES NA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA Jorge Leonardo Garcia (Uni-FACEF) Sílvia Regina Viel Rodrigues (Uni-FACEF) O Ensino da Matemática Hoje As aulas típicas

Leia mais

EDITAL Nº 158, DE 11 de OUTUBRO DE 2012 SELEÇÃO DE DOCENTES ELABORAÇÃO DE QUESTÕES DAS PROVAS DO PROCESSO SELETIVO 2013/1

EDITAL Nº 158, DE 11 de OUTUBRO DE 2012 SELEÇÃO DE DOCENTES ELABORAÇÃO DE QUESTÕES DAS PROVAS DO PROCESSO SELETIVO 2013/1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi - 97110-767 Santa

Leia mais