Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Inversor de Frequência SK 500E 0,25 até 160 kw Visão geral dos produtos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Inversor de Frequência SK 500E 0,25 até 160 kw Visão geral dos produtos"

Transcrição

1 Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR T Inversor de Frequência 500E 0,25 até 160 kw Visão geral dos produtos

2 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Um por todos Família de produtos 500E Segurança O 500E tem um abrangente conceito de segurança para todo os componentes de acionamento Motor, redutor e aplicação roteção térmica do motor TF (T), I 2 t Monitoramento de curto-circuito / falta à terra Monitoramento de falta de fase e magnetização Monitoramento da rotação, sentido de giro, escorregamento com realimentação por sensor Monitoramento e limitação de carga Gerenciamento de erros com armazenamento de falhas e suas condições, estatística de erros inversor de frequência Monitoramento da temperatura Monitoramento de curto-circuito / falta à terra / corrente Monitoramento de sobretensão / subtensão e fases eriféricos Monitoramento da comunicação através de controles integrados Entradas parametrizáveis para a análise de sinais de sensores Ambiente onformidade com RoHS Alta compatibilidade eletromagnética através de filtro de rede integrado (1 até 5 m de comprimento de cabo para dispositivos até 7,5 kw, 2 até 20 m de comprimento de cabo, blindado) Segurança operacional através de reservas reais e grandes contra sobrecarga 200 % arga nominal, 3,5 s / 150 % arga nominal, 60 s A família de inversores 500E da NORD Drivesystems está disponível para motores com potência nominal de 0, kw (160 kw desde meados de 2014). Devido à sua forma construtiva muito compacta ela está prédestinada para a instalação econômica em espaço no ainel Elétrico. aracterísticas como: controle Vetorial de corrente sem sensores, que assegura rotações constantes e torques muito elevados na partida em caso de cargas Variáveis. 200 % de reserva para sobrecarga, levando a maior segurança operacional em guindastes e aplicações elevatórias, um chopper de Frenagem integrado para a operação em 4 quadrantes, um filtro de rede integrado, como base para um desempenho ideal de compatibilidade eletromagnética fazem parte do equipamento básico de toda a série, assim como um ID - ou controlador de processo. Estes controladores assumem as tarefas de controle da sua aplicação de forma independente. ode-se escolher entre Inversores com fonte 24 V integrada ou conexão separada para a alimentação externa. Aparelhos com alimentação externa têm a vantagem de que o acesso aos dados de parâmetros e a comunicação através de eventuais interfaces de bus também é possível com potência desligada. Além disso, desta forma pode ser realizado um deslocamento de evacuação controlado pelo próprio inversor, um enorme ganho de segurança, não somente para acionamentos de máquinas elevatórias. Os modelos 51xE e 53xE suportam a função "arada segura conforme EN (até no máximo categoria de segurança 4, arada - categoria 0 e 1), sendo que a versão 53xE está equipada adicionalmente com o OSION, perfeito para todo o tipo de tarefa de posicionamento (relativa e absoluta). O modelo de ponta 540E / 545E por sua vez, tem função de L e suporta uma programação livre conforme IE 61131, permitindo também o acionamento de motores síncronos excitados por ímãs permanentes. Os inversores também mantêm dimensões uniformes através dos diversos equipamentos funcionais. Equipamento ágina 3 Software ágina 10 Visão geral ágina 12 onexões de comando ágina 13 Acessórios ágina 14 Dados técnicos ágina 32 2 F 3050

3 ontrole Vetorial de corrente sem sensores (ontrole ISD) para alta qualidade de controle e tempos de reação rápidos Gerenciamento de freios, freio eletromecânico do motor. hopper de Frenangem para o desvio de energia regenarativa para uma resistência de Frenagem Interface de diagnóstico RS conjuntos de parâmetros comutáveis para a utilização flexível dos ajustes de parâmetros (por ex., comutação entre acionamentos com dados de motor divergentes) Todas as funções comuns do acionamento por ex., acelerar / frear em uma rampa arâmetros com valores padrão pré-ajustados, por isso imediatamente prontos para operar Valores de indicação escaláveis Medição da resistência do estator para assegurar características de controlador ideais Função de economia de energia Mais elevada eficácia na operação com carga parcial ustos operacionais reduzidos devido à economia de energia de até 60 % Ajuste simplificado através de parâmetros Facilidade de operação: Adaptação fácil aos sistemas de comunicação através de conjuntos tecnológicos encaixáveis. Diagnóstico rápido e simples através de indicações de LED bem visíveis. onjuntos tecnológicos disponíveis para indicação, operação e parametrização IIndicação simples através de um display de LD com 14 idiomas (Opcional). Operação e parametrização simples através da estrutura lógica de parâmetros e disposição intuitiva dos elementos de comando. Versões para instalação em painel plétrico Opcional Interfaces para muitos sistemas de bus Diferentes opções de operação (caixas de interruptores, potenciômetros ou de parametrização) Versão com segurança funcional (parada segura) [a partir de 510E] Versão com interface de encoder incremental (modo servo) [a partir de 520E] Versão OSION com função de posicionamento (relativo e absoluto) [a partir de 530E] Versão com funcionalidade L e interface para encoder universal [a partir de 540E] F

4 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Economia de energia Os valores internos contam Extensa série de equipamentos Monitor de carga Monitoramento do torque de carga em função da frequência de origem Adaptação individual do monitoramento de carga para proteção contra solicitação excessiva do equipamento em determinadas faixas de frequências Acoplamento do circuito intermediário ircuito intermediário ligado a bornes para todas as versões de aparelho Efeito de economia de energia em operação equilibrada motriz ou geratriz ossível economia de resistências de frenangem U zw Funcionalidade para aplicações de elevação ontrole vetorial de corrente de alta qualidade para uma rápida e precisa resposta a variação da carga hopper de Frenangem integrado para a transformação da energia regenerativa em uma resistência de frenagem (resistência de freio opcional) ontrole e gerenciamento automático do freio eletromecânico do motor ontrolador de rocessos, controlador I Realimentação e análise de valores reais para a realização de um circuito de controle fechado (por ex., controle de fluxo, controle dançarino) Valores, I e D ajustáveis separadamente 4 F 3050

5 Modo Servo ontrole de rotação de alta qualidade Aceleração máxima possível através de realimentação direta do comportamento do rotor do motor para o inversor de frequência, obtendo também: Torque pleno até a parada (rotação 0) ontrolador digital de rotação com abrangentes possibilidades de ajuste Disponível a partir de 520E Modo evacuação ossibilidade de evacuação, mesmo sem alimentação da potência (por ex.elevador) Modeossibilidade de funcionamento de emergência com uma tensão contínua reduzida a partir de um outro sistema de alimentação (por ex. bateria) V Disponível para todos os aparelhos 5x5E Funcionamento Mestre / Escravo ontrole de um ou mais inversores escravos por um inversor mestre omunicação através de USS ou ANopen com palavra de comando e valores especificados ossível de acordo com o nível de desempenho do controle de velocidade ou do posicionamento sincronizado F

6 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Recursos opcionais arada segura STO e SS1 A segurança de pessoas e dos acionamentos são as principais considerações no funcionamento de uma máquina. Após a ativação de um circuito de segurança, através da abertura de uma carcaça de proteção ou de uma porta de proteção, deve ser assegurado que nenhuma peça rotativa do equipamento conduza a um acidente de trabalho. No caso de um motor com Inversor de frequência NORD, isto é solucionado através de um bloqueio seguro de impulsos, que fornece proteção contra o reinício do motor. Esta trava de segurança inclui uma fonte de alimentação dos disjuntores eletrônicos através de um comutador de segurança. om isso, o Inversor de frequência está pronto para ser reativado imediatamente após o fechamento do circuito de segurança, sem ser necessária uma nova inicialização. arada Segura Normas DIN EN ISO : Nível de desempenho e DIN EN 61508: SIL 3 DIN EN : Função de parada DIN EN : Funções de segurança Aplicações Máquinas-ferramenta rotativas (por ex., fresas) Sistemas fechados de deslocamento com portas de proteção Resumo das vantagens ertificado pelo TÜV NORD Torque desligado com segurança (STO) arada segura 1 (SS1) Alta disponibilidade através do constante funcionamento online Economia de componentes contatores Eliminação dos tempos de inicialização Longa vida útil através de comutação eletrônica (nenhum contato eletromecânico) Solução de baixo custo com dispositivo compacto rincípio para a realização com tecnologia do contator Desligamento de emergência Função de segurança arada Segura Desligamento de emergência arada rápida arada rápida 24 V Tensão de alimentação 24 V Relé de segurança Relé de rede Tensão de alimentação 24V omutador de segurança M Tensão de segurança 24V retificada Bloqueio de impulsos 24V Inversor de frequência 5xxE com arada Segura UVW Motor Reset Tensão de rede U N Reset Tensão de rede Disponível a partir de 510E, exceto 520E UVW U N Inversor de frequência roteção do motor M Motor 6 F 3050

7 recisão em conjunto com a lógica OSION e L OSION O Inversor de frequência com a funcionalidade intregada OSION é capaz de determinar a posição atual do acionamento através de uma interface de entrada para encoder incremental (TTL / HTL) ou encoder absoluto via ANopen (A partir do 540E também estão disponíveis: SSI, BISS, EnDat 2.1 e Hiperface ). O OSION oferece, juntamente com o posicionamento clássico ponto a ponto (posicionamento absoluto), a possibilidade de posicionamento relativo para eixos contínuos e, além disso, diversas funções tecnológicas (mesa giratória "com otimização de percurso", sincronismo, flying saw). or meio da memória de posição padrão do OSION e características tais como Teach-in, ponto de referência, redefinir posição, posição de deslocamento, posicionamento da janela de destino e Rampa S, o inversor de frequência é capaz de realizar um controle completo e independente de posicionamento. ortanto, as tarefas para o controle externo são reduzidas ao pulso de partida e de comunicação da posição de destino (através de E/S digital ou via comunicação). O inversor de frequência pode até mesmo realizar o monitoramento do posicionamento e da comunicação do estado de seu funcionamento. Aplicações Equipamentos elevatórios / aparelhos para prateleiras com comando de posições exatas Mecanismos de movimento de transportadores de material / guindastes de portal com função de sincronismo de todos os eixos acionados Funções de mesa circular para carregadores de ferramentas em máquinas Flying saw: Ligar e guiar em paralelo uma serra sobre um objeto móvel L O controle de um inversor de frequência ocorre na maioria dos casos, através de um L principal. A utilização de um L externo significa, todavia, uma necessidade adicional de espaço e custos de instalação, para realizar a comunicação entre o L e o participante (por exemplo, o inversor de frequência). ara muitos equipamentos com tarefas de acionamento relativamente simples, o tamanho é facilmente questionável para o esforço necessário. É aí que surge o 540E / 545E om funcionalidade integrada de L (suportada pela IE ), com base na linguagem AWL, e é projetada especificamente para conduzir tarefas de acionamento. om uma capacidade disponível de cálculo de cerca de 200 comandos AWL / ms e um número total de cerca de 1280 comandos no programa, esta unidade de controle é capaz de realizar uma serie de tarefas no inversor de frequência por meio de suas entradas ou de uma comunicação de rede conectada, essas informações podem ser monitoradas, avaliadas e proessadas em valores nominais apropriados para o inversor de frequencia. Além disso, uma visualização das condições do equipamento e a entrada de parâmetros especiais do cliente, são possíveis através de meios auxiliares opcionais (arameterbox, software NORDON). Aplicações ontrole / comando de um ou vários acionamentos pelo conversor Disponível a partir de 540E Disponível a partir de 530 F

8 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Versátil e sustentável O Inversor de frequência com características de Servo Interface universal para encoder A interface universal para encoder possibilita a conexão dos sistemas mais comuns de encoder ao Inversor de frequência. Esta interface para o encoder absoluto é especialmente importante para o funcionamento de motores síncronos. Além de encoders SSI e BISS (uma evolução do encoder SSI) podem ser analisados encoders EnDat com o perfil 2.1 e encoders Hiperface. Disponível a partir de 540E Operação de motor síncrono (como motor de alto rendimento) O 54xE oferece tecnologia síncrona no padrão de carcaça NORD. MSM como motor de alto rendimento Ótima relação entre os custos de produção e grau de eficiência Alto potencial de economia de energia em aplicações de bombas e ventiladores / aeradores ontrole sem encoders MSM e ASM para aplicações sofisticadas Aplicações em eixos simples com dinâmica elevada Disponível a partir de 540E 8 F 3050

9 Ficar sempre frio Sistemas de resfriamento alternativos Sistemas alternativos de refrigeração old- late e tecnologia de dissipador externo Além das versões com refrigeração standard (dissipador ou dissipador + ventilador), é possível usar os inversores 500E nas versões old-late ou tecnologia de dissipador externo. No caso da variante old-late, o elemento de refrigeração standard é substituído por uma superfície de refrigeração plana. ara conduzir o calor do Inversor, este é montado sobre uma superfície arrefecida, por ex. água, ar ou óleo. As vantagens deste sistema são a redução em aprox. 35 mm da profundidade do inversor e a dissipação melhorada da energia térmica. No caso da tecnologia de dissipador externo é fornecido, como módulo opcional, um dissipador de calor, que pode ser montado sobre o aparelho old-late. O Inversor é montado na platina e o dissipador de calor fora do painel. Tal diminui a temperatura interior do painel, podendo-se assim utilizar ventiladores mais pequenos ou até nem haver necessidade de usar ventiladores para refrigerar o painel elétrico. Opcionalmente disponível: Tecnologia de dissipador de calor externo: todos os aparelhos até tamanho 2, 2,2 kw Tecnologia old-late: todos os aparelhos até tamanho 4, 7,5 kw Sistemas de acionamento em conformidade com a ATEX, para uma maior segurança ombinações testadas e certificadas de inversores 500E e motores NORD com maior segurança estão disponíveis. Onde em operação típica do inversor, deve ser utilizado motores encapsulados para areas classificadas, uma combinação de motor de Ex e inversor 500E* podem ser empregadas por exemplo. Isso resulta em uma economia de custos considerável. O peso e o preço desse componentes é muito competitivo quando comparado com o desempenho do motor e, portanto, oferece uma solução eficiente. * Instalação do Inversor de frequência fora da zona de perigo! old-late Tecnologia de dissipador de calor externo Resumo das vantagens: Até 40 % de redução de preço para os motoredutores, em relação aos acionamentos com motores à prova de pressão Redução significativa de peso om aprovação TB para a zona 1 e a zona 2 urva característica possível de 50 Hz ou 87 Hz Faixa de controle de 5 Hz até 100 Hz Faixa de potência de 0,18 kw até 13,5 kw (potência do motor) F

10 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services onverse com especialistas Software gratuito para a nossa eletrônica Software NORDON NORD ON é um software gratuito e executável no sistema operacional Microsoft Windows (2000/ X/vista/7), tem a função de controle, parametrização e diagnóstico de todos os inversores de frequência da NORD. ontrole Através de uma interface para Windows, com todos os elementos de operação de um SimpleBox, o inversor de frequência conectado pode ser operado manualmente. É possivel habilitar o inversor e especificar um valor de velocidade. Os ajustes dos parâmetros podem ser adaptados e os parâmetros de leitura (informações e mensagens de erro) podem ser vistos. Isto permite ao usuário um recurso de apoio para cada comissionamento. arametrização om uma visão geral confortável, o usuário pode visualizar e ajustar cada parâmetro disponível. Através das respectivas opções de impressão surgem as listas de parâmetros, completas ou somente com os valores divergentes do ajuste de fábrica, de maneira impressa. Os conjuntos prontos de dados podem ser armazenados no /Laptop e arquivados para utilização posterior ou enviados por . Diagnóstico A função de osciloscópio da NORDON disponibiliza um instrumento muito útil para o ajuste ideal de sistemas de acionamento. Através de gráficos de linha, todos os valores característicos do acionamento (corrente, torque, etc.) podem ser registrados e analisados. om base nos resultados é possível ajustar o respectivo acionamento para os parâmetros ideais. rogramação do L (a partir do 540E) ara a elaboração, edição e administração de um programa de L existe, à disposição, um editor L. Os programas de L também podem ser testados (Depurados) com este editor e transferidos ao para o inversor de frequência. 10 F 3050

11 Encontrado em todos os lugares Tecnologia de acionamentos NORD na indústria NORD está representada em muitas áreas da indústria com os seus acionamentos e a tecnologia de controle destes. Sendo que a demanda de funções se estende conforme as aplicações, desde um simples controle de rotação até funções high-end com parada segura, flying saw e outros. Áreas Tratamento de efluentes Equipamentos para palcos Aplicações Aeradores Ventiladores Aparelhos pequenos Bombas ircuitos de refrigeração Transportadores Elevadores de canecas Aeroportos Máquinas elevatórias Guindastes Indústria siderúrgica Elevadores RGBs Indústria alimentícia orreias transportadoras Transporte de materiais Indústria do cimento Guindastes tipo portal Mecanismos de movimentação Indústria de bombas Equipamentos de envasamento Mineração onstrução civil arregadores de ferramentas Dispositivos distribuidores Dispositivos classificadores Moinhos Misturadores icadores F

12 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services O time completo Uma visão geral de todas as versões Funções básicas Opções 500E 505E 510E 511E 515E 520E 530E 535E 540E 545E 515E 535E Tamanho 1-4 Tamanho 5-11 ontrole vetorial de corrente sem sensores (controle ISD) Gerenciamento do freio eletromecânico do motor hopper de frenagem (resistência de frenagem opcional) Interface de diagnóstico RS conjuntos comutáveis de parâmetros Todas as funções comuns de acionamento arâmetros pré definidos com valores padrão Valores escalonáveis de exibição Medição de resistência do estator Ajuste automático de magnetização (função de economia de energia) Filtro de rede classe 2, até 5 m de cabo do motor classe 1 até tamanho 4 Funções de monitoramento Monitor de carga Ligação do circuito intermediário Funcionalidade para elevações ontrolador de rocessos / ontrolador ID oldplate até tamanho 4, dissipador externo até tamanho 2 Todos os sistemas comuns de barramento Função arada Segura ANopen integrado Evacuação Entrada para encoder incremental (modo servo) OSION Fonte de rede 24 V interna para a alimentação da placa de comando Alimentação externa 24 V para a alimentação de tensão da placa de comando Funcionalidade L Interface universal para encoder Operação de motores síncronos (MSM) 545E onjunto / versão opcional 12 F 3050

13 Os sentidos onexões de comando no inversor de frequência Bornes de comando Interfaces para transdutor angular omunicação 500E 505E 510E 511E 515E 520E 530E 535E 540E 545E 515E 535E 545E Tamanho 1-4 Tamanho 5-11 DIN DOUT Relé de aviso 2 ( 230VA, 2A) AIN AOUT TF (T) TTL RS422 HTL 4 SIN / OS SSI BISS Hiperface Endat 2.1 ANopen AN / ANopen RJ RS 485 / RS232 RJ RS 485 onexão por bornes Modbus RTU ) 1 2 Entradas e saídas digitais opcionalmente parametrizáveis como DIN ou DOUT ) 2 parametrizáveis com funções DOUT ) 3 AIN / AOUT também podem ser utilizados para sinais digitais. AIN: 0(2) 10 V, 0(4) 20 ma, apenas 54xE: adicionalmente ± 10 V ) 4 Função parametrizável através de entrada digital omunicação Bornes de comando e comunicação Interfaces para encoder Bornes de comando Bornes de comando Interfaces para encoder F

14 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Deseja um pouco mais? Kit EM ara uma conexão correta ao cabo blindado, conforme a EM, são disponibilizadas variações para todos os tamanhos de inversores. Tamanho do inversor de frequência Kit EM Número do material Tamanhos 1 e 2 EM Tamanhos 3 e 4 EM Tamanho 5 EM Tamanho 6 EM Tamanho 7 EM Tamanhos 8 e 9 EM BG10 e BG11 EM Kit de conexão Encoder HTL WK 4/2/4*680 OHM ara conexão de um encoder HTL à entrada do encoder TTL do inversor de fequência, montagem em trilho DIN. Número do material: onversor de set point +/- 10V ara conexão de um sinal analógico bipolar à entrada analógica unipolar de um inversor de frequência (até tamanho 4), montagem em trilho DIN. Número do material: F 3050

15 ada inversor de frequência oferece um local de conexão para montagem de um conjunto tecnológico do tipo TU3-. ode-se escolher entre módulos de operação e parametrização ou interfaces para sistemas de bus de campo. A montagem dos conjuntos é rápida e simples. Indicação e operação onjuntos opcionais com até 14 idiomas para indicação de avisos de status, parametrização e operação dos inversores de frequência. ara isso, além das versões para a montagem direta no inversor ou a instalação em uma porta de painel elétrico estão disponíveis as versões portáteis. Interfaces para sistemas de bus de campo A inclusão do inversor de frequência em um sistema de bus de campo (clássico ou baseado em Ethernet) é feita através da interface correspondente sob forma de um conjunto tecnológico do tipo TU Este é colocado diretamente sobre o inversor, no local de conexão do opcional tecnológico. IO - Ampliação EBIOE-2 A quantidade de entradas e saídas de série no inversor pode ser complementada por uma ampliação prevista para montagem em trilhos DIN. Nº do material: Disponível a partir de 540E Retificador eletrônico para freio EBGR-1 ara o comando direto e acionamento de um freio de bloqueio eletromecânico. Nº do material: Disponível a partir de 540E F

16 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services onjuntos tecnológicos Operação e parametrização aixas de operação onjunto Denominação Descrição Dados Nº. de material SX-0 SX - 3E SimpleBox SimpleontrolBox olocação em operação, parametrização e controle do Inversor de frequência omo SX-0 + Armazenamento dos parâmetros de um inversor + Versão de instalação para (porta de) painel elétrico I54 Indicação por LED de 7 segmentos com 4 caracteres, operação por botão único Indicação por LED de 7 segmentos com 4 caracteres, teclado AR - 3E arameterbox omo SX-0 + Armazenamento dos parâmetros de até 5 inversores + Texto simples em 14 idiomas + Versão de instalação para (porta de) painel elétrico I54 Indicação LD (iluminada) 4 linhas, teclado TU3-TR TU3-AR ontrolbox arameterbox omo SX-0 + Armazenamento dos parâmetros de um Inversor omo SX-0 + Armazenamento dos parâmetros de até 5 Inversores + Texto simples em 14 idiomas Indicação por LED de 7 segmentos com 4 caracteres, teclado Indicação LD (iluminada) 4 linhas, teclado TU3-OT otentiometerbox omando direto do inversor de frequência LIGA, DESLIGA, R/L, % SX-0 SX - 3E AR - 3E TU3-AR TU3-TR TU3-OT 16 F 3050

17 onjuntos tecnológicos BUS / omunicação rotocolos clássicos de bus de campo onjunto Denominação Descrição Nº. de material TU3-AS1 AS-Interface 4 sensores / 2 atuadores Bornes roscados de 5 e 8 polos TU3-AO ANopen Velocidade de transmissão: até 1 MBit/s onector: Sub-D9 TU3-DEV DeviceNet Velocidade de transmissão: 500 KBit/s Bornes roscados de 5 pólos TU3-IBS InterBus Velocidade de transmissão: 500 kbit/s (2Mbit/s) onector: 2 x Sub-D9 TU3-BR rofibus D Velocidade de transmissão: onector 1.5 MBaud: Sub-D TU3-BR-24V rofibus D Velocidade de transmissão: onector 12 MBaud: Sub-D9 onector 24 V através de borne Sistemas de barramento baseados em Ethernet onjunto Denominação Descrição Nº. de material TU3-ET EtherAT Velocidade de transmissão: 100 MBaud onector: 2 x RJ45 onector 24 V através de borne TU3-EI Ethernet/I Velocidade de transmissão: 100 MBaud onector: 2 x RJ45 onector 24 V através de borne TU3-NT ROFINET IO Velocidade de transmissão: 100 MBaud onector: 2 x RJ45 onector 24 V através de borne TU3-OL OWERLINK Velocidade de transmissão: 100 MBaud onector: 2 x RJ45 onector 24 V através de borne F

18 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Filtro de linha Filtro de linha do chassi Informações Gerais Os filtros de linha servem, em geral, para a redução de emissões de interferência eletromagnética. No caso dos inversores de frequência da série 500E, está integrado um filtro de linha da classe 2 (no máximo 20 m de cabo blindado do motor) ou da classe 1 (Tamanho 1-4, no máximo 5 m de cabo blindado do motor). ara comprimentos mais longos do cabo e, respectivamente, melhoria do grau de interferência das ondas de rádio, existem opções adaptáveis de diferentes filtros de rede. Filtros de linha do chassi, HLD (I20) A montagem deste filtro de linha é independente do inversor de frequência. Estes filtros de linha possibilitam uma interferência das ondas de rádio da classe 1 com, no máximo, 25 m / classe 2, com, no máximo, 50 m de comprimento de um cabo blindado do motor. 3~ 230 V 3~ 400 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo do filtro de linha I20 Número do material 0,25 1,1 kw HLD / ,5 2,2 kw HLD / ,0 5,5 kw HLD / ,5 kw HLD / kw HLD / kw HLD / ,55 2,2 kw HLD / ,0 5,5 kw HLD / ,5 kw HLD / kw HLD / ,5 kw HLD / kw HLD / kw HLD / kw HLD / kw HLD / kw HLD / kw em elaboração 18 F 3050

19 B orrente contínua [A] orrente de fuga 1 [ma] B 8 20 / / / / / / / / / / / / / / / / orrente de fuga do 1º valor: Dimensionado com oscilação máxima permitida da tensão de entrada conforme IE % orrente de fuga do 2º valor: alculado para tensão máxima de entrada e queda de 2 fases (típico para o caso de 50 Hz) F

20 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Filtro de linha Filtro de linha inferior combinado Filtro de linha inferior, filtro combinado NHD (I20) Estão à disposição até a potência do inversor de frequência de 7,5 kw (400 V). A montagem deste filtro de linha pode ocorrer na horizontal (parte inferior) do inversor de frequência. Dessa forma é reduzida a demanda de espaço. Estes filtros combinados unificam as vantagens de um filtro de linha e de uma bobina de linha em uma carcaça, e possibilitam uma interferência das ondas de rádio da classe 1 com, no máximo, 50 m / classe 2 com, no máximo, 100 m de comprimento de um cabo blindado de motor. Filtro de linha inferior, LF2 (I20) Estão à disposição até a potência do Inversor de frequência de 37 kw (400 V). A montagem deste filtro de linha pode ocorrer na horizontal (parte inferior) do inversor de frequência. Dessa forma é reduzida a demanda de espaço. Estes filtros de linha possibilitam uma interferência das ondas de rádio da classe 1 com, no máximo, 50 m / classe 2, com, no máximo, 50 m de comprimento de um cabo blindado do motor. 3~ 230 V 3~ 400 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo do filtro de linha I20 Número do material 0,25 0,75 kw NHD-480/6-F ,1 2,2 kw NHD-480/10-F ,0 4,0 kw NHD-480/16-F ,55 0,75 kw NHD-480/3-F ,1 2,2 kw NHD-480/6-F ,0 4,0 kw NHD-480/10-F ,5 7,5 kw NHD-480/16-F Filtro de linha da estrutura inferior 3~ 230 V 3~ 400 V Tipo de Inversor 5xxE... Tipo do filtro de linha I00 Número do material 5,5 7,5 kw LF2-480/45-F kw LF2-480/66-F kw LF2-480/45-F ,5 22 kw LF2-480/66-F kw LF2-480/105-F F 3050

21 B B Filtro de linha inferior combinado Filtro de linha da estrutura inferior orrente contínua [A] Indutância [mh] orrente de fuga 1 [ma] B 5,5 3 x 6,4 1 / ,5 3 x 3,7 12 / x 2,2 12 / ,3 3 x 15,3 1 / ,5 3 x 6,4 1 / ,5 3 x 3,7 12 / x 2,2 12 / orrente contínua [A] orrente de fuga 1 [ma] B / / / / / orrente de fuga do 1º valor: Dimensionado com oscilação máxima permitida da tensão de entrada conforme IE % orrente de fuga do 2º valor: alculado para tensão máxima de entrada e queda de 2 fases (típico para o caso de 50 Hz) F

22 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services B Filtro de linha Filtro de limitação de tensão, IF (I20) ara manutenção das exigências conforme a cul (mercado canadense), é estritamente necessária a utilização de um filtro apropriado de limitação de tensão. ara dispositivos de 230 V aplica-se, ainda, que o funcionamento do inversor de frequência somente é permitido com um filtro de limitação de tensão se for utilizado, adicionalmente, uma bobina de linha. Nota: ara equipamentos a partir do BG7 não é necessário nenhum filtro de limite de tensão para satisfazer os requisitos da cul. Os equipamentos atendem a essas demandas por si só. Tipo de inversor 5xxE... Tipo do filtro de linha I20 Número do material orrente contínua [A] 1 L 1 1 0,25 3,0 kw IF ,5 / 204,5 126 / ,5 / 62,5 3~ 230 V 4,0 11 kw IF ,5 / 204,5 126 / ,5 / 62,5 0,55 7,5 kw IF ,5 / 204,5 126 / / 57 3~ 400 V kw IF ,5 / 204,5 126 / / 57 1 Dimensionamento do 1º valor: Montagem no trilho Dimensionamento do 2º valor: Montagem na parede 22 F 3050

23 Bobina do circuito intermediário B Bobina do circuito intermediário DL (I00) Reduz as cargas de rede básicas de um inversor de frequência de forma semelhante a uma bobina de linha. Ela é conectada no circuito intermediário do inversor de frequência nos contatos de fácil acesso previstos e está disponível a partir de 45 kw (I00) Tipo de Inversor 5xxE... Tipo de Bobina I00 Número do material orrente contínua [A] Indutância [mh] x L x kw DL-950/ ,5 146 x 145 x kw DL-950/ ,3 170 x 175 x kw em elaboração F

24 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Bobinas de linha Informações Gerais Dependendo da instalação, pode ser necessária a utilização de Bobinas de linha para a redução de perigosos picos de energia na rede. Além disso, através da sua utilização, a realimentação da rede é minimizada e a cota da vibração harmônica é reduzida a um mínimo. A corrente de entrada também é reduzida quase ao nível da corrente de saída. É aconselhável, no caso de potência do inversor de frequência a partir 45 kw, utilizar sempre um filtro de linha. A proteção do equipamento e o desempenho da EM (compatibilidade eletromagnética) são também influenciados positivamente. Todas as bobinas têm o grau de proteção I00 e certificação UL. 1~ 230 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo de inversor 5xxE... 3~ 400 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo de bobina I00 Tipo de bobina I00 Tipo de bobina I00 Número do material 0,55 2,2 kw I1-480/ ,0 4,0 kw I1-480/ ,5 7,5 kw I1-480/ kw I1-480/ ,5 30 kw I1-480/ kw I1-480/ kw I1-480/ kw I1-480/ kw I1-480/ kw não disponível Número do material 0,25 0,75 kw I1-230/ ,1 2,2 kw I1-230/ ~ 230 V Número do material 0,25 0,75 kw I1-480/ ,1 1,5 kw I1-480/ ,2 3,0 kw I1-480/ ,0 7,5 kw I1-480/ kw I1-480/ F 3050

25 B orrente contínua [A] Indutância [mh] B 8 2 x 1, x 0, orrente contínua [A] Indutância [mh] B 6 3 x 4, x 2, x 1, x 0, x 0, orrente contínua [A] Indutância [mh] B 6 3 x 4, x 2, x 1, x 0, x 0, x 0, x 0, x 0, x 0, F

26 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Bobinas de saída Informações Gerais Grandes comprimentos dos cabos do motor (capacidade dos cabos) necessitam frequentemente da utilização de bobinas de saída adicionais na saída do inversor de frequência. Além disso, a proteção do equipamento e o desempenho da compatibilidade eletromagnética são favorecidos pela aplicação das bobinas de saída. 3~ 230 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo de bobina I00 Número do material 0,25 0,75 kw O1-460/ ,1 1,5 kw O1-460/ ,2 4,0 kw O1-460/ ,5 7,5 kw O1-460/ kw O1-480/ As bobinas de saída suportam uma frequência de impulsos de 3 a 6 khz, e uma frequência de saída de 0 a 120 Hz. Todas as bobinas têm o grau de proteção I00 e certificação UL. 3~ 400 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo de bobina I00 Número do material 0,55 1,5 kw O1-460/ ,2 3,0 kw O1-460/ ,0 7,5 kw O1-460/ kw O1-460/ ,5 30 kw O1-480/ kw O1-460/ kw O1-460/ kw O1-460/ kw O1-460/ F 3050

27 B orrente contínua [A] Indutância [mh] B 4 3 x 3, x 2, x 1, x 0, x 0, orrente contínua [A] Indutância [mh] B 4 3 x 3, x 2, x 1, x 0, x 0, x 0, x 0, x 0, x 0, F

28 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Resistores de frenagem Resistores inferiores BR4 (I40) Estão à disposição em quatro tamanhos até a potência do inversor de frequência de 7,5 kw (400 V). A montagem deste resistor de frenagem pode ser na horizontal (parte inferior) ou na vertical (lateralmente), perto do inversor de frequência. Dessa forma é reduzida a demanda de espaço. As resistências elétricas são compatíveis com as aplicações padronizadas especificadas. Resistores inferiores 230 V / 115 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo do resistor I40 Número do material 0,25 0,37 kw BR4-240/ ,55 0,75 kw BR4-150/ ,1 2,2 kw BR4-75/ ,0 4,0 kw BR4-35/ ,55 0,75 kw BR4-400/ ,1 2,2 kw BR4-220/ ,0 4,0 kw BR4-100/ V 5,5 7,5 kw BR4-60/ Monitoramento de temperatura para resistências BR4 em montagens próximas ao inversor Monitoramento de temperatura para resistências BR4 em montagens diretas abaixo do inversor de frequência F 3050

29 B Resistência [Ω] otência contínua [W] onsumo de energia* [kws] B , , , , , , , , omutador bimetal como contato omutador bimetal como contato Largura do resistor de frenagem + 10 mm (de um lado) Os dimensionamentos se aplicam ao inversor de frequência, inclusive, ao resistor de frenagem * no máx. 1,2 s uma vez dentro de 120 s F

30 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Resistores de frenagem Resistores de frenagem de chassi, BR2 (I20) Os elementos de resistência são integrados a uma carcaça em grade e devem ser conectados, separadamente, com o respectivo inversor de frequência. As resistência de freio devem ser montadas deitadas (exceto BR2-xxx/400-). Aqui deve ser utilizado um cabo blindado, que deve ser o mais curto possível. Resistores de chassi 230 V Tipo de inversor 5xxE... Tipo do resistor I20 Número do material 3,0 4,0 kw BR2-35/ ,5 7,5 kw BR2-22/ kw BR2-12/ kw BR2-9/ ,0... 4,0 kw BR2-100/ ,5... 7,5 kw BR2-60/ kw BR2-30/ V 18, kw BR2-22/ kw BR2-12/ kw BR2-8/ kw BR2-6/ kw BR2-3/ Monitoramento da temperatura para resistores BR2 (2 terminais de 4 mm 2 ) ) 1 Tipo de montagem em pé 30 F 3050

31 B B apenas BR2-xxx/400- Resistência [Ω] otência contínua [W] onsumo de energia* [kws] B , , , , , , , , , , , , omutador bimetal como contato * no máx. 1,2 s uma vez dentro de 120 s F

32 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Inversor de frequência 5xxE 1~ V e 1 / 3~ V Frequência de saída 0, ,0 Hz Tipo de inversor 5xxE... Tensão de rede Tensão de saída otência nominal do motor 230 V [kw] Frequência de impulso 3, ,0 khz apacidade de sobrecarga típica 150 % durante 60 s, 200 % durante 3,5 s Rendimento do inversor de frequência > 95 % O 0, O 1~ V, 3~ 0, O +/- 10 %, 0-2 vezes a 0, O Hz tensão da rede 0, O 1,1 Temperatura ambiente min) Grau de proteção (S1-100 % ED), (S3-70 % ED 10 I20 ontrole e regulação ontrole vetorial de corrente sem sensor (ISD), curva característica U/f linear Monitoramento da temperatura do motor I 2 t Motor (homologação UL), T / Interruptor bimetálico (não homologado UL) Tipo de inversor 5xxE A Tensão de rede otência nominal do motor 230 V [kw] 0, A 0, A 1 / 3~ V, 0, A +/- 10 %, Hz 0, A 1, A 1, A 2, A A 4, A 3~ V, 5,5 +/- 10 %, A Hz 7, A 11 3, A F 3050

33 B 2 Distância entre furos otência nominal do motor 240 V [hp] orrente nominal de saída rms[a] orrente típica de entrada rms[a] eso [kg] 1,7 8 1,4 2,2 10 1,4 3,0 13 1,4 1 4,0 18 1,4 Dimensões ( 2 ) x L x Tamanho 1: 186 (220) x 74 x ,3 23,5 1,4 otência nominal do motor 240 V [hp] orrente nominal de saída rms[a] orrente típica de entrada rms[a] eso [kg] 1,7 3,7 / 2,4 1,4 2,2 4,8 / 3,1 1,4 3,0 6,5 / 4,2 1,4 Dimensões ( 2 ) x L x Tamanho 1: 186 (220) x 74 x ,0 8,7 / 5,6 1, ,5 12,0 / 7,7 1,8 2 7,0 15,2 / 9,8 1,8 Tamanho 2: 226 (260) x 74 x ,5 19,6 / 13,3 1,8 4 12,5 17,5 2,7 5 16,0 22,4 2, ,8 8, ,2 8,0 Tamanho 3: 241 (275) x 98 x 181 Tamanho 5: 327 (357) x 162 x ,4 10,3 Tamanho 6: 367 (397) x 180 x ,0 Tamanho 7: 456 (485) x 210 x 236 F

34 NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Inversor de frequência 5xxE 3~ V Frequência de saída 0, ,0 Hz Tipo de inversor 5xxE... Tensão de rede otência nominal do motor 400 V [kw] Frequência de impulso 3, ,0 khz apacidade de sobrecarga típica 150 % durante 60 s, 200 % durante 3,5 s Rendimento do inversor de frequência > 95 % Temperatura ambiente min) Grau de proteção (S1-100 % ED), (S3-70 % ED 10 I20 ontrole e regulação ontrole de vetor de corrente sem sensor (ISD), curva característica U/f linear Monitoramento da temperatura do motor I 2 t Motor (homologação UL), T / Interruptor bimetálico (não homologado UL) A 0, A 0, A 1, A 1, A 2, A 3, A 4, A 5, A 7, A 11, A 3~ V, -20 % / +10 %, 15, A Hz 18, A 22, A 30, A 37, A 45, A 55, A 75, A 90, A 110, A 132, A* 160,0 )* em elaboração 34 F 3050

35 B 2 Distância entre furos otência nominal do motor 480 V [hp] orrente nominal de saída rms[a] orrente típica de entrada rms[a] eso [kg] Dimensões ( 2 ) x L x 3 4 1,7 2,4 1,4 1 2,3 3,2 1, ,1 4,3 1,8 2 4,0 5,6 1,8 Tamanho 1: 186 (220) x 74 x 153 Tamanho 2: 226 (260) x 74 x ,5 7,7 1,8 4 7,5 10,5 2,7 5 9,5 13,3 2, ,5 17,5 3, ,0 22,4 3, ,0 33,6 8, ,0 43,4 8, ,0 53,2 10, ,0 64,4 10, ,0 84,0 16, ,0 105,0 16, ,0 126,0 20, ,0 154,0 20, ,0 210,0 25, ,0 252,0 25, ,0 308,0 46, ,0 364,0 49,0 Tamanho 3: 241 (275) x 98 x 181 Tamanho 4: 286 (320) x 98 x 181 Tamanho 5: 327 (357) x 162 x 224 Tamanho 6: 367 (397) x 180 x 234 Tamanho 7: 456 (485) x 210 x 236 Tamanho 8: 598 (582) x 265 x 286 Tamanho 9: 636 (620) x 265 x 286 Tamanho 10: 720 (704) x 395 x ,0 448,0 52,0 Tamanho 11: 799 (783) x 395 x 292 F

36 NORD DRIVESYSTEMS GROU BR T NORD DRIVESYSTEMS BRASIL LTDA. R. Dr. Moacyr Antônio de Moraes, 127, q. Sto. Agostinho, E Guarulhos - São aulo, Brazil T: , F: , NORD DRIVESYSTEMS T, Lda. Zona Industrial de Oiã, lote 8, Oiã, Aveiro, ortugal T: , F: , Members of the NORD DRIVESYSTEMS GROU F3050 Nº do material / 4513

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Inversor de Frequência SK 500E 0,25 até 160 kw Visão geral dos produtos

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Inversor de Frequência SK 500E 0,25 até 160 kw Visão geral dos produtos Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR T Inversor de Frequência 500E 0,25 até 160 kw Visão geral dos produtos NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Um por todos Família

Leia mais

VISÃO GERAL DOS PRODUTOS LINHA SK 200E 0,25 22 kw

VISÃO GERAL DOS PRODUTOS LINHA SK 200E 0,25 22 kw Intelligent Drivesystems, Worldwide Services INVERSORES DE FREQUÊNCIA DESCENTRALIZADOS BR VISÃO GERAL DOS PRODUTOS LINHA SK 200E 0,25 22 kw Dados técnicos Acessórios 2 F 3020 BR www.nord.com NORD DRIVESYSTEMS

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais para transportadores de correia e elevadores de canecas DRIVESYSTEMS

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais para transportadores de correia e elevadores de canecas DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Redutores industriais para transportadores de correia e elevadores de canecas NORD Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Parceiros em movimento

Leia mais

Rua Guajajaras, 40 sala 306 Centro CEP 30180-100 Belo Horizonte MG Telefones: 55 31 3232-0400 Fax: 55 31 3232-0401 comercial@utili.com.

Rua Guajajaras, 40 sala 306 Centro CEP 30180-100 Belo Horizonte MG Telefones: 55 31 3232-0400 Fax: 55 31 3232-0401 comercial@utili.com. DESCRIÇÃO O PME-500-TR representa um grande avanço em sistemas para teste de disjuntores, devido ao seu avançado método de controle, acessórios disponíveis e simplicidade de uso. O equipamento economiza

Leia mais

Na Placa de Comando estão montados os circuitos para partida direta, partida direta com reversão e partida estrelatriângulo;

Na Placa de Comando estão montados os circuitos para partida direta, partida direta com reversão e partida estrelatriângulo; 1) BANCADA PRINCIPAL MODELO POL-110 Fabricada em estrutura de alumínio, constituída por dois postos de trabalho que servirão de base para utilização de qualquer um dos kits didáticos a serem adquiridos.

Leia mais

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga.

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga. IBD# D-F-2-H-KSN-BR V6 Características Alta Performance [Alto torque de partida com 150% ou mais] Com um sistema simplificado de controle vetorial e função de controle de torque automático oferece uma

Leia mais

CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS OPENLAB

CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS OPENLAB CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS OPENLAB Este sistema é formado pelos seguintes elementos, compatíveis entre si e especialmente projetados para o estudo de máquinas elétricas. Código

Leia mais

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Os Servoacionamentos WEG são utilizados nas mais diversas aplicações industriais, onde, elevada dinâmica, controle de torque, precisão de velocidade e posicionamento

Leia mais

Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 -

Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 - T e c n o l o g i a Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. INTRODUÇÃO Kit de Máquinas Elétricas Rotativas -

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM...

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM... Motores H-Compact COMPACTO, REFRIGERAÇÃO EFICIENTE A importância crescente da economia de energia, dos requerimentos ambientais, da procura por dimensões menores e das imposições dos mercados nacionais

Leia mais

Sensores e Atuadores (2)

Sensores e Atuadores (2) (2) 4º Engenharia de Controle e Automação FACIT / 2009 Prof. Maurílio J. Inácio Atuadores São componentes que convertem energia elétrica, hidráulica ou pneumática em energia mecânica. Através dos sistemas

Leia mais

Manual. MOVITRAC B Desligamento seguro Aplicações. Edição 06/2007 11468793 / BP

Manual. MOVITRAC B Desligamento seguro Aplicações. Edição 06/2007 11468793 / BP Motoredutores \ Redutores Industriais \ Conversores de freqüência \ Automação \ Service Desligamento seguro Aplicações Edição 06/007 6879 / BP Manual SEW-EURODRIVE Driving the world Índice Indicações importantes...

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais DRIVESYSTEMS. Sistema modular para maior flexibilidade

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais DRIVESYSTEMS. Sistema modular para maior flexibilidade Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Sistema modular para maior flexibilidade NORD Intelligent Drivesystems, Worldwide Services As vantagens dos redutores industriais NORD n Maior precisão

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Soluções em acionamentos para equipamentos de palco

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Soluções em acionamentos para equipamentos de palco Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Soluções em acionamentos para equipamentos de palco NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Parceiros em movimento Soluções em

Leia mais

Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas

Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas Nobreak senoidal on-line trifásico dupla conversao ~ 10 a 100 kva PERFIL Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas de 10 a 60 kva 75 e 100 kva A linha de nobreaks SMS Sinus Triphases

Leia mais

Capítulo 8 - MOTORES ELÉTRICOS

Capítulo 8 - MOTORES ELÉTRICOS Capítulo 8 - MOTORES ELÉTRICOS 8.1 - Motores de Corrente Contínua 8.2 - Motores de Corrente Alternada 8.3 - Motores Especiais 8.4 - Exercícios Propostos Na natureza a energia se encontra distribuída sob

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. PT Soluções em acionamentos para aplicações em guindastes DRIVESYSTEMS

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. PT Soluções em acionamentos para aplicações em guindastes DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Soluções em acionamentos para aplicações em guindastes NORD Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Parceiros em movimento Eficiente e seguro Não

Leia mais

COMANDOS ELÉTRICOS Este material não é destinado a comercialização.

COMANDOS ELÉTRICOS Este material não é destinado a comercialização. COMANDOS ELÉTRICOS Está apostila é usada nas aulas ministradas na matéria de comandos no curso de pósmédio mecatrônica, não se tratando de um material voltado para a qualificação. Há ainda um complemento

Leia mais

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas pequenas UNITROL 1000-7

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas pequenas UNITROL 1000-7 UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas pequenas UNITROL 1000-7 Copyright 2000 Photodisc, Inc. 5973-04 Aplicações do UNITROL 1000-7 O UNITROL 1000-7 é o último e mais compacto

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para compra

Descrição do Produto. Dados para compra Descrição do Produto A funcionalidade e versatilidade da linha de Inversores de Freqüência NXL da Altus fazem dela a solução ideal para as mais diversas aplicações. Visa atingir motores com menores potências

Leia mais

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação 857 Sistema de proteção Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação Sumário Seção Descrição Página 1.0 Funções de proteção... 1 Proteção Synchrocheck (25)... 1 Proteção

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Soluções em acionamentos para a indústria cimenteira DRIVESYSTEMS

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Soluções em acionamentos para a indústria cimenteira DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Soluções em acionamentos para a indústria cimenteira NORD Intelligent Drivesystems, Worldwide Services Parceiros em movimento Matéria-prima 2 Desmontagem

Leia mais

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW - Soft-Starter WEG O atual estado de desenvolvimento dos acionamentos elétricos concentra o resultado de um longo período de tentativas

Leia mais

PT SOLUÇÕES EM ACIONAMENTOS PARA TRANSPORTADORES DE BAGAGENS

PT SOLUÇÕES EM ACIONAMENTOS PARA TRANSPORTADORES DE BAGAGENS INTELLIGENT DRIVESYSTEMS, WORLDWIDE SERVICES BR PT SOLUÇÕES EM ACIONAMENTOS PARA TRANSPORTADORES DE BAGAGENS NORD DRIVESYSTEMS Intelligent Drivesystems, Worldwide Services SOLUÇÕES EM ACIONAMENTOS NORD

Leia mais

AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO

AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO Marcella Scoczynski Ribeiro (UTFPR/UEPG) marcella_engcomp@yahoo.com.br Matheus Safraid (UEPG) msafraid@hotmail.com Resumo Este trabalho apresenta os benefícios

Leia mais

PHD TR MD 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1.1 CARACTERÍSTICAS BÁSICAS. 1.1.1. Sistema Hot-plug e Hot-Swap de acréscimo ou desligamento de módulos;

PHD TR MD 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1.1 CARACTERÍSTICAS BÁSICAS. 1.1.1. Sistema Hot-plug e Hot-Swap de acréscimo ou desligamento de módulos; PHD TR MD 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1.1 CARACTERÍSTICAS BÁSICAS 1.1.1. Sistema Hot-plug e Hot-Swap de acréscimo ou desligamento de módulos; 1.1.2. Módulos de potência em formato rack 19, altura 3U; 1.1.3.

Leia mais

SIRIUS Innovations. Comando, Manobra e Proteção. Controle Industrial. Answers for industry.

SIRIUS Innovations. Comando, Manobra e Proteção. Controle Industrial. Answers for industry. SIRIUS Innovations Comando, Manobra e Proteção. Controle Industrial Answers for industry. Contatores até 38 A Introdução Siemens Industry Automation inovou o seu Sistema Modular SIRIUS Controles Industriais.

Leia mais

Symmetra PX. Symmetra PX 48kW Escalável de 16kW a 48kW. Proteção elétrica modular, escalável e de alta eficiência para Data Centers

Symmetra PX. Symmetra PX 48kW Escalável de 16kW a 48kW. Proteção elétrica modular, escalável e de alta eficiência para Data Centers Symmetra PX Proteção elétrica modular, escalável e de alta eficiência para Data Centers Symmetra PX 48kW Escalável de 16kW a 48kW > Proteção elétrica trifásica compacta, de alto desempenho e eficiência.

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial Prof. Daniel Hasse Robótica Industrial Aula 02 - Robôs e seus Periféricos Tipos de Sistemas de Controle Volume de Trabalho Dinâmica e Precisão dos Movimentos Sistemas de Acionamentos Garras Tipos de Sistemas

Leia mais

BZ 500 LSN Central de Incêndio. Características. Central de Incêndio LSN

BZ 500 LSN Central de Incêndio. Características. Central de Incêndio LSN BZ 500 LSN Central de Incêndio Código de Modelo Código de Pedido Descrição BZ500LSN 4 998 099 012 230 VCA, 64 zonas, espanhol BZ500LSN 4 998 013 799 230 VCA, 64 zonas, português A unidade de controle se

Leia mais

No-Break Monofásico Powerware 5125

No-Break Monofásico Powerware 5125 UNINTERRUPTABLE POWER SYSTEMS NoBreak Monofásico Powerware 5125 Dados Principais do Produto Características Sistema ABM Plus (Gerenciamento Avançado de Baterias), que dobra a vida útil das baterias Saída

Leia mais

Acionamento de Motores CA

Acionamento de Motores CA Fundação Universidade Federal ACIONAMENTOS de Mato Grosso do CA Sul 1 Acionamentos Eletrônicos de Motores Acionamento de Motores CA Prof. Márcio Kimpara Prof. João Onofre. P. Pinto Universidade Federal

Leia mais

CONVERSORES DE FREQÜÊNCIA Instruções para Instalação de Conversores de Freqüência

CONVERSORES DE FREQÜÊNCIA Instruções para Instalação de Conversores de Freqüência CONVERSORES DE FREQÜÊNCIA Instruções para Instalação de Conversores de Freqüência Edição 08.2007 A&D CS Suporte Técnico Drives HotLine Índice 1. Introdução 2. Condições Ambientais de Operação 2.1 Poluição

Leia mais

www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo.

www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo. www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo. SINAMICS V60 com servomotores 1FL5 A solução para aplicações básicas de servo A tecnologia servo-drive

Leia mais

UMG 103 Equipamento de medição universal. para montagem em trilho DIN UMG 103

UMG 103 Equipamento de medição universal. para montagem em trilho DIN UMG 103 UMG 103 UMG 103 Equipamento de medição universal para montagem em trilho DIN Os dispositivos de medição universal da família de produtos UMG 103 foram principalmente concebidos para serem utilizados em

Leia mais

Sensores - Encoder. Encoder linear Mesmo princípio de funcionamento dos encoders rotativos; Podem ser incremental ou absoluto.

Sensores - Encoder. Encoder linear Mesmo princípio de funcionamento dos encoders rotativos; Podem ser incremental ou absoluto. Sensores - Encoder Encoder linear Mesmo princípio de funcionamento dos encoders rotativos; Podem ser incremental ou absoluto. Sensores - Resolvers Usado para medição de posição angular. Princípio de funcionamento

Leia mais

1º WORKSHOP SOBRE VEÍCULO ELÉTRICO HÍBRIDO NO BRASIL

1º WORKSHOP SOBRE VEÍCULO ELÉTRICO HÍBRIDO NO BRASIL 1º WORKSHOP SOBRE VEÍCULO ELÉTRICO HÍBRIDO NO BRASIL 15 de Abril de 2003 São Paulo, SP Organizado pelo INEE VEÍCULO ELÉTRICO HÍBRIDO (VEH) O Veículo Elétrico Híbrido (VEH) usa duas ou mais fontes de potência.

Leia mais

Potencializando cada necessidade sua...

Potencializando cada necessidade sua... www.fgwilson.com Potencializando cada necessidade sua... Construção Residencial Varejo Telecomunicações Linha de 5,5 a 22 kva Desempenho I Durabilidade I Facilidade de manutenção A linha de 5,5 a 22 kva

Leia mais

WIN-SOFT STARTER. Software de simulação e especificação para soft starters SIRIUS 3RW. www.siemens.com.br/sirius. Win-Soft Starter Versão 1.

WIN-SOFT STARTER. Software de simulação e especificação para soft starters SIRIUS 3RW. www.siemens.com.br/sirius. Win-Soft Starter Versão 1. WIN-SOFT STARTER Software de simulação e especificação para soft starters SIRIUS 3RW Versão: 1.1-BR Edição: 08/2011 www.siemens.com.br/sirius Agosto 2011 Página 1 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Soft Starters

Leia mais

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Informações Gerais A linha de nobreaks TOP-DSP é um avançado Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line de dupla conversão (de acordo com a NBR 15014:2003),

Leia mais

Robótica Industrial. Projeto de Manipuladores

Robótica Industrial. Projeto de Manipuladores Robótica Industrial Projeto de Manipuladores Robôs são os típicos representantes da Mecatrônica. Integram aspectos de: Manipulação Sensoreamento Controle Comunicação 1 Robótica e Mecatrônica 2 Princípios

Leia mais

www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.02 2014 Answers for infrastructure and cities.

www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.02 2014 Answers for infrastructure and cities. www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.0 014 Answers for infrastructure and cities. Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 R-HG11-8.tif Siemens HG

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 16 SOFT START

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 16 SOFT START AULA 16 SOFT START 1- Introdução Soft-starters são utilizados basicamente para partidas de motores de indução CA (corrente alternada) tipo gaiola, em substituição aos métodos estrela-triângulo, chave compensadora

Leia mais

programa técnico Centrífugas de bateladas - Série-E A nova geração de centrífugas de bateladas reúne vários anos de experiência e

programa técnico Centrífugas de bateladas - Série-E A nova geração de centrífugas de bateladas reúne vários anos de experiência e programa técnico Centrífugas de bateladas - Série-E A nova geração de centrífugas de bateladas reúne vários anos de experiência e novos desenvolvimentos para a eficiente fabricação de açúcar. A nova geração

Leia mais

IND 1 DT MICROMASTER 430

IND 1 DT MICROMASTER 430 MICROMASTER 430 MICROMASTER 430 Uma visão geral l Inversores trifásicos de 400V projetados para aplicações com cargas de torque quadrático (bombas, ventiladores, etc.) l Quatro tamanhos de carcaça: FS

Leia mais

TBA 42/60. Tornos automáticos CNC de carros múltiplos

TBA 42/60. Tornos automáticos CNC de carros múltiplos TBA 42/60 Tornos automáticos CNC de carros múltiplos TBA 42/60 - nova geração com moderna tecnologia Os tornos automáticos CNC de carros múltiplos Ergomat TBA 42 e TBA 60 se tornaram mais versáteis e produtivos

Leia mais

3.5 mm distância entre pinos 1 contato 10 A Montagem em circuito impresso ou bases série 95

3.5 mm distância entre pinos 1 contato 10 A Montagem em circuito impresso ou bases série 95 Série 40 - Relé para circuito impresso plug-in 8-10 - 16 A Características 40.31 40.51 40.52 Relé com 1 ou 2 contatos 40.31-1 contato 10 A (3.5 mm distância pinos) 40.51-1 contato 10 A (5 mm distância

Leia mais

100% electricity. Correção automática do fator de potência

100% electricity. Correção automática do fator de potência 100% electricity Correção automática do fator de potência Correção Automática do Fator de Potência Controladores automáticos do fator de potência DCRK DCRJ Programação digital Configuração com 5 ou 7 estágios,

Leia mais

Sivacon S4. Segurança na sua forma mais elegante: O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões.

Sivacon S4. Segurança na sua forma mais elegante: O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões. Segurança na sua forma mais elegante: O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões. Sivacon S4 Tudo perfeito devido à distribuição de energia de baixa tensão da Siemens.

Leia mais

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT.

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Brochura técnica Termostatos KP Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. Um termostato KP pode ser conectado diretamente a um

Leia mais

Inversor de Freqüência

Inversor de Freqüência Descrição do Funcionamento. Inversor de Freqüência Atualmente, a necessidade de aumento de produção e diminuição de custos, se fez dentro deste cenário surgir a automação, ainda em fase inicial no Brasil,

Leia mais

Oilon ChillHeat. Desempenho otimizado na refrigeração e aquecimento

Oilon ChillHeat. Desempenho otimizado na refrigeração e aquecimento Oilon ChillHeat Desempenho otimizado na refrigeração e aquecimento As bombas de calor oferecem energia econômica e ecologicamente correta Calor residual de baixa temperatura contém energia valiosa A indústria

Leia mais

GE Energy Management Industrial Solutions. Sistema de Gerenciamento de Motores. EntelliPro. Relé Inteligente. GE imagination at work

GE Energy Management Industrial Solutions. Sistema de Gerenciamento de Motores. EntelliPro. Relé Inteligente. GE imagination at work GE Energy Management Industrial Solutions Sistema de Gerenciamento de Motores EntelliPro Relé Inteligente GE imagination at work Funcionalidade e benefícios Fase de engenharia Funcionalidades Rápida inicialização,

Leia mais

Correção MOVIDRIVE MDX60B / 61B. Edição 01/2005 LA360000 11435992 / BP

Correção MOVIDRIVE MDX60B / 61B. Edição 01/2005 LA360000 11435992 / BP Motoredutores \ Redutores Industriais \ Conversores de freqüência \ Automação \ Service MOVIDRIVE MDX60B / 6B LA360000 Edição 0/2005 4352 / BP Correção Instalação Resistores de frenagem, bobinas e filtros

Leia mais

GUIA DE APLICAÇÃO DE INVERSORES DE FREQÜÊNCIA 2ª EDIÇÃO

GUIA DE APLICAÇÃO DE INVERSORES DE FREQÜÊNCIA 2ª EDIÇÃO GUIA DE APLICAÇÃO DE INVERSORES DE FREQÜÊNCIA 2ª EDIÇÃO ÍNDICE 2ª EDIÇÃO 1 INTRODUÇÃO 1.1 Sistemas de velocidade variável 11 1.2 Sistemas de variação de velocidade tradicionais 14 1.2.1 Variadores mecânicos

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Soft-Starters SSW07 e SSW08

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Soft-Starters SSW07 e SSW08 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação IPI REDUZIDO Produto beneficiado pela Lei da Informática SSW07 e SSW08 Soft-starters são chaves de partida estática, projetadas para

Leia mais

Bosch Tecnologia em Medição. FWA 411 e 412 Bosch Alinhadores de direção de última geração para geometria de suspensão

Bosch Tecnologia em Medição. FWA 411 e 412 Bosch Alinhadores de direção de última geração para geometria de suspensão FWA 411 e 412 Bosch Alinhadores de direção de última geração para geometria de suspensão FWA 411 e 412 Bosch Alinhadores de direção de última geração para geometria de suspensão O software Microsoft Windows

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master 1 PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO Micro Master E Midi Master Preparado por ASI 1 PS 2 1. PARAMETRIZAÇÃO BÁSICA INICIAL...3 1.1 AJUSTES INICIAIS DO APARELHO...3 1.2 AJUSTE DE TEMPOS DE ACELERAÇÃO E DESACELERAÇÃO...3

Leia mais

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C I-3001 PRENSA HIDRÁULICA MANUAL 100T COM 1 MANÔMETRO NBR NM-ISO 7500-1; NBR 12767, 7680, 5739; DNER-ME091; MN 101 PALAVRA-CHAVE: Prensa, Corpos de Prova, compressão, tração, flexão, diametral Prensa manual

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

BR 116, Km 145, nº 5000 São Ciro CEP: 95059-520 Caxias do Sul RS Brasil Fone: +55 (54) 3026.3400 Fax: +55 (54) 3026.3401 www.voges.com.

BR 116, Km 145, nº 5000 São Ciro CEP: 95059-520 Caxias do Sul RS Brasil Fone: +55 (54) 3026.3400 Fax: +55 (54) 3026.3401 www.voges.com. BR, Km, nº São Ciro CEP: 99- Caxias do Sul RS Brasil Fone: + (). Fax: + (). www.voges.com.br O Grupo Voges reserva o direito de alterar as especificações técnicas deste protudo sem aviso prévio - MKT -

Leia mais

Laboratório de Física UVV

Laboratório de Física UVV 1/9 arga e Descarga de apacitores Objetivos: Levantar as curvas características de carga e descarga de capacitores; Determinar a capacitância através das curvas ln( i) tempo na carga e descarga. Equipamentos:

Leia mais

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA MANUAL DO ALUNO

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA MANUAL DO ALUNO WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA MANUAL DO ALUNO CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES

Leia mais

AULAS 03-04 UNIDADE 1 DINÂMICA DE MÁQUINAS ELÉTRICAS (DME) Prof. Ademir Nied ademir.nied@udesc.br

AULAS 03-04 UNIDADE 1 DINÂMICA DE MÁQUINAS ELÉTRICAS (DME) Prof. Ademir Nied ademir.nied@udesc.br Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Elétrica Curso de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica AULAS 03-04 UNIDADE 1 DINÂMICA DE MÁQUINAS ELÉTRICAS (DME) Prof. Ademir Nied ademir.nied@udesc.br

Leia mais

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Disciplina: Instrumentação e Automação Industrial I(ENGF99) Professor: Eduardo Simas(eduardo.simas@ufba.br) Sensores

Leia mais

Regulador Digital de Tensão DIGUREG

Regulador Digital de Tensão DIGUREG Regulador Digital de Tensão DIGUREG Totalmente digital. Software para parametrização e diagnósticos extremamente amigável. Operação simples e confiável. Ideal para máquinas de pequena a média potência.

Leia mais

Descrição B. Cilindro sensor PD 40..

Descrição B. Cilindro sensor PD 40.. Descrição B Cilindro sensor PD 40.. PT 1. Segurança 2 2. unção 3 3. Transporte 8 4. Montagem 8 5. Instalação 9 6. Comissionamento 10 7. uncionamento/operação 10 8. Eliminação de falhas / Reparação 11 9.

Leia mais

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104 UMG 104 UMG 104-Mais do que um ples Multímetro O UMG 104 equipado com um DSP de 500 MHz (processador de sinal digital) é um analisador de tensão muito rápido e potente. A varredura contínua dos 8 canais

Leia mais

Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11

Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11 Motores Energia Automação Tintas Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11 Manual de Aplicação Idioma: Português Documento: 10000122700 / 01 Manual de Aplicação para Sistema Multibombas Controle Fixo Série:

Leia mais

Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos. 2012 ROSS South America Ltda

Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos. 2012 ROSS South America Ltda Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos Prensa Pneumática Comandada por Válvula Convencional 5/2 vias Simples Solenóide Escape Área de pilotagem conectada à atmosfera através

Leia mais

Centro de Seleção/UFGD Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração.

Centro de Seleção/UFGD Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração. Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração. (A) O movimento de energia de frio dentro de um espaço onde ele é necessário. (B) A remoção de calor

Leia mais

Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia

Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia Jornadas Técnicas Novas perspectivas Drive Technology Mundo em Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia Tópicos Instalando o motor elétrico com inversor de freqüência Princípio de funcionamento

Leia mais

EXCEDENTE REATIVO (EFEITOS NAS REDES E INSTALAÇÕES)

EXCEDENTE REATIVO (EFEITOS NAS REDES E INSTALAÇÕES) EXCEDENTE REATIVO (EFEITOS NAS REDES E INSTALAÇÕES) Baixos valores de fator de potência são decorrentes de quantidades elevadas de energia reativa. Essa condição resulta em aumento na corrente total que

Leia mais

Qual gráfico expressa as intensidades das forças que a Terra exerce sobre cada satélite em função do tempo?

Qual gráfico expressa as intensidades das forças que a Terra exerce sobre cada satélite em função do tempo? 1. (Enem 2013) A Lei da Gravitação Universal, de Isaac Newton, estabelece a intensidade da força de atração entre duas massas. Ela é representada pela expressão: F G mm d 1 2 2 onde m1 e m2 correspondem

Leia mais

MEDIDAS ELÉTRICAS POL-200

MEDIDAS ELÉTRICAS POL-200 ELETROTÉCNICA INDUSTRIAL POL-100 Para atender as necessidades das aulas praticas nos cursos de engenharia elétrica, técnico em eletro eletrônico e eletrotécnico. Permite ao aluno familiarização com componente

Leia mais

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON MF 86 HS Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON 2 www.massey.com.br 4 tipos de versões e o maior número de vantagens Alavanca de múltipla ação no carregador frontal Plataforma para o operador

Leia mais

SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE

SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Bombas de Calor para A.Q.S. AQUAECO SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice Bombas de Calor para A.Q.S. Uma tecnologia de futuro Sistema eficiente de aquecimento de águas 03 Serviços de Apoio ao Cliente 04 Bomba

Leia mais

TUBINA TORRE DE ENERGIA

TUBINA TORRE DE ENERGIA Sistema Híbrido de Geração de Energia Fotovoltaica e Eólica + Utilização de fontes de energia renováveis; + Ferramenta única de marketing ("Green + Propaganda"); + Produtos inovadores com alta qualidade;

Leia mais

DeviceNet Drive Profile CFW-09

DeviceNet Drive Profile CFW-09 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas DeviceNet Drive Profile CFW09 Manual da Comunicação Manual da Comunicação DeviceNet Drive Profile Série: CFW09 Idioma: Português Versão de Software:

Leia mais

Foco. ALLROUNDER verticais. Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos. www.arburg.com

Foco. ALLROUNDER verticais. Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos. www.arburg.com Foco ALLROUNDER verticais Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos www.arburg.com Sinopse Ergonomia: sistema vertical de espaço livre com placa de fixação imóvel presa na parte de baixo, proporcionando

Leia mais

1 ATUADORES HIDRÁULICOS

1 ATUADORES HIDRÁULICOS 1 ATUADORES HIDRÁULICOS Danniela Rosa Sua função é aplicar ou fazer atuar energia mecânica sobre uma máquina, levando-a a realizar um determinado trabalho. Aliás, o motor elétrico também é um tipo de atuador.

Leia mais

Série 88970 Controlador Lógico Programável Millenium 3

Série 88970 Controlador Lógico Programável Millenium 3 Gama completa de versões Programação intuitiva Integra a mais completa biblioteca de funções pré-programadas Funções especiais disponíveis Versões expansíveis até 50 E/S, comunicação entre CLP s e intercâmbio

Leia mais

Produtos 2012. Industrial. Temporização e Controle. Predial e Residencial

Produtos 2012. Industrial. Temporização e Controle. Predial e Residencial Fabricante de relés e temporizadores desde 1954 Produtos 2012 Industrial Relés para circuito impresso Relés industriais Relés modulares de interface Bases e acessórios Temporização e Controle Relés temporizadores

Leia mais

Dosagem e mistura. Estação de dosagem gravimétrica e de mistura sincrona

Dosagem e mistura. Estação de dosagem gravimétrica e de mistura sincrona Dosagem e mistura Estação de dosagem gravimétrica e de mistura sincrona Dosagem e mistura Estação de dosagem gravimétrica e de mistura síncrona com fornecimento de material Elemento oscilante Sistema de

Leia mais

Série RB-J. Compressores de Parafuso OIL FREE para Transporte Pneumático

Série RB-J. Compressores de Parafuso OIL FREE para Transporte Pneumático Série RB-J Compressores de Parafuso OIL FREE para Transporte Pneumático EXPERIÊNCIA No GRUPO BETICO, líder nacional no fabrico e na comercialização de compressores desde 925, concebemos e fabricamos compressores

Leia mais

Compressores de parafuso

Compressores de parafuso Construídos para toda a vida Compressores de parafuso SÉRIE SM Capacidade: 0.45 a 1.20 m³/min Pressão: 7.5 a 13 bar Compressor de parafusos rotativos Máxima Eficiência e Confiabilidade Há anos os consumidores

Leia mais

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

CONHECIMENTO ESPECÍFICO CONHECIMENTO ESPECÍFICO 6. O PID (Proporcional Integral Derivativo) é comumente usado na automação industrial para se encontrar um erro entre a entrada e a saída de um processo qualquer. Nesse processo,

Leia mais

Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados

Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados Séries-R 55-75 kw/75-100 hp Compressores Rotativos 3 Um Novo Nível de Confiabilidade, Eficiência e Produtividade Os compressores de ar de parafuso

Leia mais

Fontes de Alimentação

Fontes de Alimentação Fontes de Alimentação As fontes de alimentação servem para fornecer energia eléctrica, transformando a corrente alternada da rede pública em corrente contínua. Estabilizam a tensão, ou seja, mesmo que

Leia mais

Conceitos e definições para correção do fator de potência através de carga capacitiva

Conceitos e definições para correção do fator de potência através de carga capacitiva Conceitos e definições para correção do fator de potência através de carga capacitiva anobra de capacitores Na ligação de capacitores a uma rede ocorre um processo transitório severo até que seja atingido

Leia mais

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas SYNCHROTACT 5 Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas Aplicação SYNCHROTACT 5 é a quinta geração dos equipamentos para sincronização produzidos pela ABB Switzerland

Leia mais

Máquinas Elétricas Motores de Indução. Máquinas Assíncronas (Motores de Indução)

Máquinas Elétricas Motores de Indução. Máquinas Assíncronas (Motores de Indução) Máquinas Assíncronas (Motores de Indução) Principais Características Só desenvolve torque fora da velocidade síncrona; Máquina de excitação única; Escorregamento Amplo uso Principais Limitações Máquina

Leia mais

IE3. Série S da BOGE, modelo S-3. Motor. BOGE Competence

IE3. Série S da BOGE, modelo S-3. Motor. BOGE Competence Série S da BOGE, modelo S-3 Premium IE3 Efficiency BOGE Competence A melhor qualidade ada de novo: A nova geração da Série S da BOGE 6 Detalhes da nova geração: 4 A B C Novo bloco compressor BOGE effilence

Leia mais

Ventiladores Centrífugos RadiPac EC

Ventiladores Centrífugos RadiPac EC Ventiladores Centrífugos RadiPac EC Perfeição nas Unidades de Tratamento de Ar A escolha dos Engenheiros 8 Ventilador integrado. Um conceito coerente RadiPac é ideal para... Informações reais de performance,

Leia mais

A NOVA GERAÇÃO DE AUTO BOMBA LANÇA MODELOS BSF S 32Z, 36Z E 42.5Z

A NOVA GERAÇÃO DE AUTO BOMBA LANÇA MODELOS BSF S 32Z, 36Z E 42.5Z A NOVA GERAÇÃO DE AUTO BOMBA LANÇA MODELOS BSF S 32Z, 36Z E 42.5Z Com o Peso Bruto Total (PBT) inferior a 23 TON, possibilitando uma reserva para carga de materiais para operação. Sua lança estável se

Leia mais

SELEÇÃO DE MOTORES DE CORRENTE CONTÍNUA 1GG e 1GH

SELEÇÃO DE MOTORES DE CORRENTE CONTÍNUA 1GG e 1GH PUBLICAÇÃO TÉCNICA SELEÇÃO DE MOTORES DE CORRENTE CONTÍNUA 1GG e 1GH Eng. Flávio Honda 30 de março de 2004 1. INTRODUÇÃO Atualmente, o desenvolvimento das técnicas de acionamentos de corrente alternada

Leia mais

Disjuntor a Vácuo uso Interno

Disjuntor a Vácuo uso Interno Disjuntor a Vácuo uso Interno D27 - U 1 Sumário 1. Aplicação... 3 2. Condições Normais de Serviço... 4 3. Principais Parâmetros Técnicos... 4 4. Estrutura e Operação do Disjuntor... 5 4.1. Estrutura Geral:...

Leia mais

Start Automation. altus evolução em automação

Start Automation. altus evolução em automação Start altus evolução em automação Níveis de automação Todo sistema de automação tem características únicas que exigem soluções personalizadas. Para cada necessidade específica de um projeto, a Altus possui

Leia mais

Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1. Equipamento de média tensão. Totally Integrated Power SION. Catálogo HG 11.02. Edição 2015. siemens.

Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1. Equipamento de média tensão. Totally Integrated Power SION. Catálogo HG 11.02. Edição 2015. siemens. Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 Equipamento de média tensão Totally Integrated Power SION Catálogo HG 11.0 Edição 015 siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 R-HG11-8.tif Siemens HG 11.0

Leia mais

Manual da Comunicação Profibus DP

Manual da Comunicação Profibus DP Manual da Comunicação Profibus DP Relé Inteligente Série: SRW 01 Versão de Software: V1.3X Idioma: Português Documento: 10000089150 / 00 04/2008 Sumário SOBRE O MANUAL...5 1 A REDE PROFIBUS DP...6 1.1

Leia mais