PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master"

Transcrição

1 1 PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO Micro Master E Midi Master Preparado por ASI 1 PS

2 2 1. PARAMETRIZAÇÃO BÁSICA INICIAL AJUSTES INICIAIS DO APARELHO AJUSTE DE TEMPOS DE ACELERAÇÃO E DESACELERAÇÃO AJUSTE DOS LIMITES DE FREQÜÊNCIA DO INVERSOR OPÇÕES DE CONTROLE DE VELOCIDADE COMANDO VIA PAINEL FRONTAL COMANDO VIA ENTRADA ANALÓGICA COMANDO VIA ENTRADAS DIGITAIS - FREQÜÊNCIAS FIXAS COMANDO VIA ENTRADAS DIGITAIS - POTENCIÔMETRO MOTORIZADO SOMA DE VALORES DE REFERÊNCIA COMANDO À DISTÂNCIA DO INVERSOR VIA ENTRADAS DIGITAIS MODOS DE FRENAGEM DESLIGANDO O MOTOR POR INÉRCIA FREANDO RAPIDAMENTE O MOTOR FRENAGEM BRUSCA ATRAVÉS DA INJEÇÃO DE CORRENTE CONTÍNUA FRENAGEM RESISTIVA AJUSTES DA PARTIDA E ACIONAMENTO DE CARGAS AJUSTE DO INVERSOR PARA PARTIDA E ACIONAMENTO DE CARGAS PESADAS COMPENSAÇÃO DO ESCORREGAMENTO DO MOTOR PARAMETRIZAÇÃO DAS SAÍDAS DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA PARAMETRIZANDO AS SAÍDAS DIGITAIS DO INVERSOR PARAMETRIZANDO A SAÍDA ANALÓGICA PARAMETRIZAÇÃO PLUS DO MICRO/MIDI MASTER INIBIÇÃO DA FREQÜÊNCIA DE RESSONÂNCIA PARTIDA AUTOMÁTICA ACIONAMENTO DE UM FREIO MECÂNICO EXTERNO ALTERANDO A FREQÜÊNCIA DE CHAVEAMENTO DO PWM ALTERANDO O MODO DE REGULAÇÃO REDUÇÃO DA POTÊNCIA PARA PROTEÇÃO DO MOTOR CONTRA SOBRETEMPERATURA ATIVAÇÃO DA SUPERVISÃO DO PTC COMANDO REMOTO VIA COMUNICAÇÃO SERIAL COM PROTOCOLO USS VERIFICAÇÃO DE ALARMES E FALHAS OCORRIDAS ARMAZENAMENTO DAS ALTERAÇÕES NOS PARÂMETROS DE FÁBRICA...9

3 3 1. Parametrização básica inicial 1.1 Ajustes iniciais do aparelho P009 = 3 - Retira a proteção contra alteração de parâmetros P101 = 1 - Ajusta o aparelho para rede 60 Hz e potência do motor em CV P944 = 1 - Reseta o aparelho para configurá-lo em 60 Hz P009 = 3 - Depois de resetado, retirar novamente a proteção contra alteração P082 = Rotação nominal do motor (ver a placa de características do motor) P083 = Corrente nominal do motor (idem) P084 = Tensão nominal do motor (idem) P085 = Potência nominal do motor em CV (ver a placa de características) P088 = 1 - Leitura da resistência ôhmica dos enrolamentos estatóricos; ou P089 = valor da resistência ôhmica por fase do enrolamento do motor 1.2 Ajuste de tempos de aceleração e desaceleração P002 = tempo de aceleração para operação normal P003 = tempo de desaceleração para operação normal P004 = arredondamento das rampas (curva em forma de S ) P017 = habilita/desabilita arredondamento nas reduções de freqüência P033 = tempo de aceleração para operação JOG P034 = tempo de desaceleração para operação JOG P051 a P055 = 16 - troca das rampas principais pelas rampas de JOG (neste caso, o borne cujo parâmetro que o define estiver em 16 (8 até 12) deve estar em nível lógico High ) 1.3 Ajuste dos limites de freqüência do inversor P012 = freqüência mínima de operação P013 = freqüência máxima de operação

4 4 2. Opções de controle de velocidade 2.1 Comando via painel frontal P007 = 1 - botões do painel frontal desbloqueados P006 = 0 - operação via painel frontal P005 = valor de referência digital de freqüência P011 = habilita memorização no parâmetro P005 da última alteração da freqüência 2.2 Comando via entrada analógica Chave SW1 - define se a referência analógica é em tensão ou corrente P006 = 1 - operação via entrada analógica P021 = freqüência correspondente ao menor valor da referência analógica P022 = freqüência correspondente ao maior valor da referência analógica P023 = define o tipo da referência analógica (0/2-10 V ou 0/4-20 ma) P051 a P055 = 13 (somente um dos parâmetros) - bloqueia a entrada analógica (neste caso, o borne cujo parâmetro que o define estiver em 13 (8 até 12) deve estar em nível lógico High ) 2.3 Comando via entradas digitais - freqüências fixas P006 = 2 - operação digital remota P052 a P055 = 6 - operação via freqüências fixas pré-programadas P041 a P044 = valores fixos de freqüência P045 = especificação do sentido de giro das freqüências fixas de P041 a P044 P053 a P055 = 17 - operação com freqüências fixas com codificação binária P046 a P049 = valores fixos de freqüência para codificação binária P050 = especificação do sentido de giro das freqüências fixas de P046 a P Comando via entradas digitais - potenciômetro motorizado P006 = 2 - operação digital remota P051 a P055 = 11 (somente um dos parâmetros) - comando aumenta freqüência P051 a P055 = 12 (somente um dos parâmetros) - comando diminui freqüência (duas entradas digitais não podem estar com a mesma parametrização 11 ou 12)

5 5 2.5 Soma de valores de referência P006 = 0 ou 2 - operação digital P024 = 1 - adiciona referência analógica a referências digitais (comando pelos botões frontais, freqüências fixas ou ao potenciômetro motorizado) 2.6 Comando à distância do inversor via entradas digitais P007 = 0 - transfere o comando do painel frontal para as entradas digitais Ajustando qualquer um dos parâmetros P051 a P055 para os seguintes valores, as funções abaixo descritas podem ser conseguidas comandando via bornes 8 a 12: Valor Função 1 LIGA inversor sentido horário 2 LIGA inversor sentido anti-horário 3 Reversão de rotação 7 LIGA JOG sentido horário 8 LIGA JOG sentido anti-horário 9 Seleciona o comando à distância do inversor 10 Quitação de falhas 14 Bloqueio da tecla P

6 6 3. Modos de frenagem 3.1 Desligando o motor por inércia P051 a P055 = 4 (somente um dos parâmetros) - modo de frenagem OFF2 - habilitado quando um dos bornes 8 a 12 estiver em nível lógico Low 3.2 Freando rapidamente o motor P051 a P055 = 5 (somente um dos parâmetros) - modo de frenagem OFF3 - habilitado quando um dos bornes 8 a 12 estiver em nível lógico Low 3.3 Frenagem brusca através da injeção de corrente contínua P073 = porcentagem do torque de frenagem no motor (a frenagem CC é habilitada ao retirar o comando de LIGA do inversor - o tempo de aplicação de corrente contínua no motor é definido pelo parâmetro P003) P051 a P055 = 15 (somente um dos parâmetros) - ativa o freio CC pelas entradas digitais sem a necessidade de desabilitar o comando LIGA do inversor 3.4 Frenagem resistiva A frenagem resistiva é recomendada para acionamentos de cargas com alta inércia ou tempos de frenagem muito curtos. P075 = valor da resistência ôhmica do resistor de frenagem (estando em 0 a frenagem resistiva é desabilitada) P070 = Fator de serviço do resistor de frenagem (disponível em algumas versões de software)

7 7 4. Ajustes da partida e acionamento de cargas 4.1 Ajuste do inversor para partida e acionamento de cargas pesadas P078 = ajuste da porcentagem da corrente nominal do motor para acionamento de cargas pesadas, aumentando o conjugado do motor para operação em baixas freqüências P079 = ajuste da porcentagem da corrente nominal do motor para partida de cargas pesadas, aumentando o conjugado de partida disponível para o motor P072 = ajusta o limite de escorregamento do motor para evitar a perda de sincronismo. Alcançado o limite de escorregamento o inversor reduz a freqüência até que o escorregamento volte a estar em valores aceitáveis 4.2 Compensação do escorregamento do motor P071 = altera a freqüência de saída do inversor para compensar o escorregamento através do ajuste da porcentagem do escorregamento nominal do motor 5. Parametrização das saídas do inversor de freqüência 5.1 Parametrizando as saídas digitais do inversor P061 = define a função da saída a relé 1 P062 = define a função da saída a relé 2 P065 = valor de corrente (A) para a função 9 das saídas digitais 5.2 Parametrizando a saída analógica P025 = seleciona qual informação será enviada para a saída analógica, bem como o tipo de sinal de saída (0 a 20 ma ou 4 a 20 ma)

8 8 6. Parametrização PLUS do MICRO/MIDI MASTER 6.1 Inibição da freqüência de ressonância P014 = frequência que deve ser inibida 6.2 Partida automática P015 = 1 - Parte o inversor automaticamente ao estabelecer a alimentação do aparelho. Ativada somente se o comando LIGA estiver fechado P018 = 1 - O inversor faz cinco tentativas para partir automaticamente após ocorrência de falha. Caso a falha não esteja quitada após as tentativas, o aparelho permanece em estado de falha. Ativada somente se o comando LIGA estiver fechado. 6.3 Acionamento de um freio mecânico externo P061 ou P062 = 4 - ativação de freio externo P063 = tempo de retardo para desconexão do freio externo na partida - após o comando LIGA o inversor fornece freqüência mínima e o freio externo fica fechado durante o período de tempo definido neste parâmetro. Ultrapassado este período, o freio é desconectado e o inversor acelera o motor. P064 = tempo de retardo para desconexão do freio externo na parada - após o comando DESLIGA o inversor fornece freqüência mínima e o freio externo fica fechado durante o período de tempo definido neste parâmetro. Ultrapassado este período, o freio é desconectado e o inversor é desligado. 6.4 Alterando a freqüência de chaveamento do PWM P076 = código que define a frequência de pulsação do PWM 6.5 Alterando o modo de regulação P077 = define a relação freqüência/tensão utilizada para cada tipo de carga. As opções são: 0 - Característica U/f linear - cargas de característica de torque constante 1 - Regulação FCC - ajuste automático ao tipo de carga acionado 2 - Característica U/f quadrática - para cargas que centrifugam fluidos

9 9 6.6 Redução da potência para proteção do motor contra sobretemperatura P074 = define a redução de potência para proteger motores auto-ventilados contra sobretemperatura 6.7 Ativação da supervisão do PTC P087 = 1 - ativa a proteção por PTC do motor 6.8 Comando remoto via comunicação serial com protocolo USS P091 = endereço do escravo na rede de comunicação P092 = define a velocidade de transmissão P093 = especifica o intervalo de tempo máximo entre dois telegramas P094 = valor de referência de freqüência nominal para a interface serial P095 = define a resolução de freqüência compatível com o protocolo USS P910 = define se o comando será local ou remoto via interface serial 6.9 Verificação de alarmes e falhas ocorridas P930 = armazena a última falha ocorrida P931 = armazena o último alarme ocorrido 6.10 Armazenamento das alterações nos parâmetros de fábrica P971 = habilita/desabilita armazenar as alterações realizadas nos parâmetros após desligada a alimentação do inversor (disponível em algumas versões de software)

FOXDRIVE-Série Mini FOXCONTROL CONTROLES REMOTOS INDUSTRIAIS. Manual de Operação

FOXDRIVE-Série Mini FOXCONTROL CONTROLES REMOTOS INDUSTRIAIS. Manual de Operação FOXCONTROL CONTROLES REMOTOS INDUSTRIAIS Uma INDÚSTRIA 100% Brasileira a serviço da Indústria no Brasil!!!!!! FOXCONTROL TEM A SOLUÇÃO!!! Fone: (41)3575-1020 foxcontrol@foxcontrol.com.br ww.foxcontrol.com.br

Leia mais

MICROMASTER MM4. Usando o Controle de Malha Fechada (PID) Edição 08.2002. IND 1 Drives technology Suporte Técnico Drives Hotline

MICROMASTER MM4. Usando o Controle de Malha Fechada (PID) Edição 08.2002. IND 1 Drives technology Suporte Técnico Drives Hotline s MICROMASTER MM4 Usando o Controle de Malha Fechada (PID) Edição 08.2002 IND 1 Drives technology Suporte Técnico Drives Hotline USANDO O CONTROLE DE MALHA FECHADA NO MM4 O que é controle de malha fechada

Leia mais

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga.

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga. IBD# D-F-2-H-KSN-BR V6 Características Alta Performance [Alto torque de partida com 150% ou mais] Com um sistema simplificado de controle vetorial e função de controle de torque automático oferece uma

Leia mais

MANUAL. - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio.

MANUAL. - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. 1 P/N: AKDMP16-4.2A DRIVER PARA MOTOR DE PASSO MANUAL ATENÇÃO: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio.

Leia mais

FACILITY TOP HÍBRIDA. Manual Técnico MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES MONDIALE. P19165 - Rev. 1

FACILITY TOP HÍBRIDA. Manual Técnico MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES MONDIALE. P19165 - Rev. 1 MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES P19165 - Rev. 1 MONDIALE 1 ÍNDICE DIAGRAMA DE CONEXÕES...4 Principais características... 5 Funções do led SN...5 Entrada PARA Trava...6 botões (+)

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE

Leia mais

DRIVER MOTOR DE PASSO AKDMPD8/220

DRIVER MOTOR DE PASSO AKDMPD8/220 DRIVER MOTOR DE PASSO AKDMPD8/220 D8/220-8.2A MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMPD8/220-8.2A Atenção: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Akiyama Tecnologia se reserva

Leia mais

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A V01R12 Atenção: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Akiyama Tecnologia se reserva no direito de fazer alterações sem aviso

Leia mais

Inversor de Frequência Série XF Standard

Inversor de Frequência Série XF Standard Inversor de Frequência Série XF Standard Manual de Instruções Software: v2.7.5 AGEON Electronic Controls +55 [48] 3028-8878 www.ageon.com.br ageon@ageon.com.br 2 1. SUMÁRIO 1. SUMÁRIO 1. SUMÁRIO... 3 2.

Leia mais

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-3.5A

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-3.5A MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-3.5A V01R12 Atenção: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Akiyama Tecnologia se reserva no direito de fazer alterações sem aviso

Leia mais

Conhecer as características de conjugado mecânico

Conhecer as características de conjugado mecânico H4- Conhecer as características da velocidade síncrona e do escorregamento em um motor trifásico; H5- Conhecer as características do fator de potência de um motor de indução; Conhecer as características

Leia mais

Sistema Multibombas Controle Móvel CFW-11

Sistema Multibombas Controle Móvel CFW-11 Motores Energia Automação Tintas Sistema Multibombas Controle Móvel CFW-11 Manual de Aplicação Idioma: Português Documento: 10000122732 / 01 Manual de Aplicação para Sistema Multibombas Controle Móvel

Leia mais

SSW-05 Micro Soft-starter

SSW-05 Micro Soft-starter Motores Automação Energia Tintas Micro Soft-starter g Compacto g Digital - DSP g Fácil operação g Elevado rendimento g By-pass incorporado REPLACE ME BY A PICTURE! Soft-Starters são chaves de partida estática,

Leia mais

PLANILHA DE PROPOSTA

PLANILHA DE PROPOSTA 0001 012186 INVERSOR DE FREQUENCIA 144 AMPERES / 220 VCA Inversor de freqüência para aplicação em motor elétrico trifásico com corrente nominal de serviço 140A, tensão nominal 220V, temperatura de funcionamento

Leia mais

AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR

AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR MANUAL DE OPERAÇÃO AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR STC-BR REV-002 Atenção: Modificações futuras serão reportadas através das Informações de Serviço (I.S.). Este documento é propriedade

Leia mais

Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11

Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11 Motores Energia Automação Tintas Sistema Multibombas Controle Fixo CFW-11 Manual de Aplicação Idioma: Português Documento: 10000122700 / 01 Manual de Aplicação para Sistema Multibombas Controle Fixo Série:

Leia mais

Atenção Leia antes de ligar o motor

Atenção Leia antes de ligar o motor -- Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Guia Rápido WManet Drive System Atenção Leia antes de liar o motor Leia atentamente este manual antes de instalar e confiurar os equipamentos

Leia mais

ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA)

ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA) ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA) 1. Introdução 1.1 Inversor de Frequência A necessidade de aumento de produção e diminuição de custos faz surgir uma grande infinidade de equipamentos desenvolvidos

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

MANUAL. Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio.

MANUAL. Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. 1 P/N: AKDMP5-1.7A DRIVER PARA MOTOR DE PASSO MANUAL ATENÇÃO Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. 2 SUMÁRIO

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET Especificação Técnica 1. Objeto Aquisição de 1 (um) NOBREAK DE POTÊNCIA 5 kva Obs.: Os atributos técnicos abaixo relacionados são de atendimento obrigatório. A nomenclatura

Leia mais

Modo Execução. Modo Parametrizacão

Modo Execução. Modo Parametrizacão 1/7 Introdução O HM206 é um indicador para operar com comunicações RS485. O HM206 pode operar como escravo (slave) de rede fornecendo os dados ou operando comandado por outros sistemas ou como mestre (master)

Leia mais

vacon nx inversores de frequência manual de aplicação all in one

vacon nx inversores de frequência manual de aplicação all in one vacon nx inversores de frequência manual de aplicação all in one 2 vacon CONTEÚDO MANUAL DE APLICAÇÃO VACON NX "All in One" ÍNDICE 1 Aplicação Básica 2 Aplicação Padrão 3 Aplicação de Controle Local/Remoto

Leia mais

Escola de Educação Profissional SENAI Visconde de Mauá

Escola de Educação Profissional SENAI Visconde de Mauá Escola de Educação Profissional SENAI Visconde de Mauá Automação Industrial Porto Alegre, Maio de 2014 Revisão: A Prof Vander Campos Conhecer os princípios básicos do inversor de frequência; Saber interpretar

Leia mais

2. Selecione Reset para caso deseje resetar todos os parâmetros para fábrica, antes de realizar o comissionamento: no YES OK

2. Selecione Reset para caso deseje resetar todos os parâmetros para fábrica, antes de realizar o comissionamento: no YES OK SINAMICS G120 Comissionamento rápido Henrique Barlera Objetivo: Guia de comissionamento rápido para o inversor de frequência SINAMICS G120, utilizando a unidade de controle CU240B-2, CU240E-2 ou CU230P-2

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para compra

Descrição do Produto. Dados para compra Descrição do Produto A funcionalidade e versatilidade da linha de Inversores de Freqüência NXL da Altus fazem dela a solução ideal para as mais diversas aplicações. Visa atingir motores com menores potências

Leia mais

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO O controlador CDE4000 é um equipamento para controle de demanda e fator de potência. Este controle é feito em sincronismo com a medição da concessionária, através dos dados

Leia mais

Regulador Digital de Tensão DIGUREG

Regulador Digital de Tensão DIGUREG Regulador Digital de Tensão DIGUREG Totalmente digital. Software para parametrização e diagnósticos extremamente amigável. Operação simples e confiável. Ideal para máquinas de pequena a média potência.

Leia mais

MICROMASTER 420. Português. Guia Prático

MICROMASTER 420. Português. Guia Prático MICROMASTER 420 Guia Prático Português Este Guia Prático permite fazer o comissionamento do MICROMASTER 420 de forma fácil e eficiente. Para obter informações técnicas mais detalhadas, favor consultar

Leia mais

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW05 Plus Micro Soft-Starter Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net SSW05 Plus - Micro Soft-Starters Soft-starters são chaves de partida estática, projetadas para a aceleração,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 26/2013. Página: 1/6

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 26/2013. Página: 1/6 Página: 1/6 2 MOTOBOMBA SUBMERSÍVEL DE ROTOR SEMI-ABERTO Motobomba submersível de rotor semi-aberto em ferro fundido GG 15, corpo e tampa da bomba em ferro fundido GG 15. Selo mecânico ¾"de carbeto de

Leia mais

Objetivo: Orientar sobre o passo a passo de comissionamento rápidos do inversor Micromaster 440

Objetivo: Orientar sobre o passo a passo de comissionamento rápidos do inversor Micromaster 440 Micromaster 440 Comissionameto rápido Bruno Firmino- 24/03/2014 Objetivo: Orientar sobre o passo a passo de comissionamento rápidos do inversor Micromaster 440 Aviso: Este documento apresenta dicas e exemplos

Leia mais

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC.

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente alternada 110/220V. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

DeviceNet Drive Profile CFW-09

DeviceNet Drive Profile CFW-09 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas DeviceNet Drive Profile CFW09 Manual da Comunicação Manual da Comunicação DeviceNet Drive Profile Série: CFW09 Idioma: Português Versão de Software:

Leia mais

Apostila de Programação POSONIC

Apostila de Programação POSONIC Apostila de Programação POSONIC Programação de Usuário Senha Usuário Mestre: 474747 Cadastro de usuário [ENTER] + cod.mestre + Nº de alocação [01] + senha nova + [ENTER] Alteração de senha de usuário [ENTER]

Leia mais

Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT

Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT GUIA DE INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT Rua Arno Waldemar Dohler, 957 CEP 89.219-030 89.219 Joinville-SC Fone: (047) (047 3441-7751 Fax: (047) 3026-3060

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA)

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA) AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA) FOLHA DE ROTEIRO - 02 DISCIPLINA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ALUNO EXPERIMENTO AULA DE CAMPO TIPO DE ATIVIDADE AULA PRÁTICA DEMONSTRAÇÃO NOME DA ATIVIDADE INSTALAÇÃO

Leia mais

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC.

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente contínua. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

Tutorial 122 CP DUO Inversor WEG (RS485 Protocolo MODBUS - DUO Master)

Tutorial 122 CP DUO Inversor WEG (RS485 Protocolo MODBUS - DUO Master) Tutorial 122 CP DUO Inversor WEG (RS485 Protocolo MODBUS - DUO Master) Este documento é propriedade da ALTUS Sistemas de Informática S.A., não podendo ser reproduzido sem seu prévio consentimento. Altus

Leia mais

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Inversor de Frequência CFW-10. Manual do Usuário

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Inversor de Frequência CFW-10. Manual do Usuário Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Inversor de Frequência CFW-10 Manual do Usuário MANUAL DO INVERSOR DE FREQÜÊNCIA Série: Software: Idioma: Documento: ATENÇÃO! Sumário

Leia mais

Sistemas indicadores e transmissores de PRESSÃO DIFERENCIAL PARA SALAS LIMPAS MODELO VEC-PP-LED

Sistemas indicadores e transmissores de PRESSÃO DIFERENCIAL PARA SALAS LIMPAS MODELO VEC-PP-LED INTERNO INSTRUMENTO PARA EMBUTIR Sistemas indicadores e transmissores de PRESSÃO DIFERENCIAL PARA SALAS LIMPAS MODELO VEC-PP-LED Aplicação : Especialmente em salas limpas, pois podem ser embutidas em paredes

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

IND 1 DT MICROMASTER 430

IND 1 DT MICROMASTER 430 MICROMASTER 430 MICROMASTER 430 Uma visão geral l Inversores trifásicos de 400V projetados para aplicações com cargas de torque quadrático (bombas, ventiladores, etc.) l Quatro tamanhos de carcaça: FS

Leia mais

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp Plus foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE ENERGIA

RECUPERAÇÃO DE ENERGIA FRENAGEM RECUPERAÇÃO DE ENERGIA Em certos trabalhos efetuados por motores elétricos, há ocasiões em que o motor deixa de ser necessário e há energia de sobra a qual poderá, porventura ser aproveitada.

Leia mais

Etc. DRIVE CA CC BUS. Saída CA controlada. Alimentação CA

Etc. DRIVE CA CC BUS. Saída CA controlada. Alimentação CA Controla a velocidade do motor de zero até a frequência máxima nominal ou até superiores. Controla o torque no motor. O inversor recebe a alimentação CA e converte em CC, depois converte novamente em CA.

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA 2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA A instalação de máquinas diversas requer uma grande gama de dispositivos que possibilitem o perfeito funcionamento, de preferência o mais automatizado possível,

Leia mais

Referência: PDF.102600-FQG Revisão: 1 Arquivo : PDF10260002.doc Atualizado em: 07/07/2008

Referência: PDF.102600-FQG Revisão: 1 Arquivo : PDF10260002.doc Atualizado em: 07/07/2008 Descritivo Funcional MFB600-FQG - Módulo Gerador de Pulso e Freqüência Programável Referência: PDF.102600-FQG Revisão: 1 Arquivo : PDF10260002.doc Atualizado em: 07/07/2008 Índice 1. Objetivo...2 2. Aplicação...2

Leia mais

Inversor de Freqüência

Inversor de Freqüência Descrição do Funcionamento. Inversor de Freqüência Atualmente, a necessidade de aumento de produção e diminuição de custos, se fez dentro deste cenário surgir a automação, ainda em fase inicial no Brasil,

Leia mais

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3

Leia mais

Manual de Parametrização pela IHM

Manual de Parametrização pela IHM Manual de Parametrização pela IHM Liberando acesso para modo de parametrização Pressione o botão para aparecer à seguinte tela: A senha de fábrica é: 0000 Caso tenha alterado a senha, coloque a senha atual.

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO 9: Acionamento de Motores Assíncronos Trifásicos e Monofásicos Objetivo: Verificar alguns tipos de acionamento de motores elétricos de indução trifásicos e monofásicos. Teoria: Os motores elétricos,

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

CR20C. Manual do Usuário

CR20C. Manual do Usuário CR20C Manual do Usuário Descrição Geral Controlador para ar condicionado CR20C O CR20C é um controlador digital microprocessado de baixo custo e de fácil programação e instalação. O seu avançado software

Leia mais

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Manual do Usuário Versão 3.9f 2 ÍNDICE PÁG. 1 APRESENTAÇÃO...03 2 DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO...04 2.1 ROTINA INICIAL DE AVALIAÇÃO DA REDE ELÉTRICA...04 2.2 TROCA DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica Apostila de Automação Industrial Elaborada pelo Professor M.Eng. Rodrigo Cardozo Fuentes Prof. Rodrigo

Leia mais

Revisão. Gerador Síncrono Tensão induzida no enrolamento do estator

Revisão. Gerador Síncrono Tensão induzida no enrolamento do estator Revisão Gerador Síncrono Tensão induzida no enrolamento do estator Revisão Motor de Indução Geração do campo girante do estator Revisão Motor de Indução Velocidade de rotação do campo girante do estator

Leia mais

Manual de Instruções específicas

Manual de Instruções específicas Manual de Instruções específicas PT Instruções de instalação: PT Instruções para extracção do filtro anti-gordura Vidro desmontável superior Vidro desmontável 1) Fases para a extracção do vidro superior:

Leia mais

Boletim Técnico Dezembro / 2012

Boletim Técnico Dezembro / 2012 Página 01/07 TÍTULO: INFORMATIVO DE SUBSTITUIÇÃO DO MODELO DO INVERSOR DE FREQUÊNCIA DO MOTOR VENTILADOR DAS LINHAS SCROLL SUMÁRIO: Esta publicação visa informar a substituição do Modelo do Inversor de

Leia mais

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA MANUAL DO ALUNO

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA MANUAL DO ALUNO WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA MANUAL DO ALUNO CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES

Leia mais

Chamada Telefônica: Esta função complementa o Anti-furto acessando remotamente as funções de equipamento.

Chamada Telefônica: Esta função complementa o Anti-furto acessando remotamente as funções de equipamento. Página 1 de 7 C:\ BloqueioCelular\ Manuais\ Bt4000Plus\ BT4000PlusManualOperacao\BT4000PlusManOperacao.doc 1-INTRODUÇÃO O Bloqueador via Celular CERRUNS BT4000 Plus é um sistema de segurança que permite

Leia mais

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br A SUPPLIER Indústria e Comércio de Eletroeletrônicos Ltda é uma empresa constituída com o objetivo de atuar no setor das Indústrias Eletroeletrônicas, principalmente na fabricação de fontes de alimentação

Leia mais

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Os Servoacionamentos WEG são utilizados nas mais diversas aplicações industriais, onde, elevada dinâmica, controle de torque, precisão de velocidade e posicionamento

Leia mais

- Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio.

- Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. Easy Servo Driver MANUAL Atenção: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. Sumário 1. LEGENDA DE PART-NUMBER...

Leia mais

Manual de funcionamento Esteira transportadora

Manual de funcionamento Esteira transportadora Manual de funcionamento Esteira transportadora Sumário 1. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 2 2. ITENS DO SISTEMA... 3 2.1. PLACA DE COMANDO... 3 2.1.1. Sinalizador... 3 2.1.2. Botão pulsador... 3 2.1.3. Chave comutadora...

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048. Discadora por Celular HERA HR2048 Manual do Usuário Índice: Paginas: 1. Introdução 03 1.1 Visão Geral 03 2. Características 04 3. Funcionamento 04, 05 e 06 3.1 Mensagens 06 e 07 4. Instalação da Discadora

Leia mais

SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK

SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK ONLINE DUPLA CONVERSÃO 3,2 a 20 kva INDICADO PARA CARGAS CRÍTICAS Expansão de autonomia Bivolt, Monovolt 220V e Tri-Mono zero 8 proteções para a carga contra problemas da

Leia mais

TECHFONE PORTEIRO ELETRÔNICO

TECHFONE PORTEIRO ELETRÔNICO IMPORTANTE: TECHFONE PORTEIRO ELETRÔNICO GUIA DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO A PARTIR DA VERSÃO TEC7 A MAXCOM reserva-se o direito de alterar este guia sem prévio aviso. Alterações feitas serão inseridas

Leia mais

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 42BEspecificação Técnica LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 3 / 6 / 8 / 10 / 12 / 15 / 20 kva 38BEngetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Atendimento ao consumidor: (31) 3359-5800 Web: Hwww.engetron.com.br

Leia mais

Inversor GV3000/SE CA para Operação Volts/Hertz e Vetorial Manual de Referência e Start-up do Software Versão 6.0. Manual de Instruções D2-3359-2PT

Inversor GV3000/SE CA para Operação Volts/Hertz e Vetorial Manual de Referência e Start-up do Software Versão 6.0. Manual de Instruções D2-3359-2PT Inversor GV3000/SE CA para Operação Volts/Hertz e Vetorial Manual de Referência e Start-up do Software Versão 6.0 Manual de Instruções D2-3359-2PT As informações contidas neste manual estão sujeitas à

Leia mais

Nota Técnica 003/2010

Nota Técnica 003/2010 Nota Técnica 003/2010 Produto: Crowbar Aplicação: Acionamento da resistência de descarga em motores síncronos Serão discutidos os tópicos a seguir: 1) Conceito de Motores Síncronos 2) Determinação da Resistência

Leia mais

CFW08 Inversor de Frequência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

CFW08 Inversor de Frequência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas CFW08 Inversor de Frequência Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net O inversor de frequência CFW08 é um acionamento de velocidade variável, destinado ao controle e variação

Leia mais

Motores Automação Energia Tintas. CFW-10 Inversores de Freqüência

Motores Automação Energia Tintas. CFW-10 Inversores de Freqüência Motores Automação Eneria Tintas Inversores de Freqüência www.we.net Inversores de Freqüência Destinados ao controle e variação da velocidade de motores elétricos de indução trifásicos, os inversores da

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas, falha de disjuntor e energização inadvertida Por Geraldo Rocha e Paulo Lima*

Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas, falha de disjuntor e energização inadvertida Por Geraldo Rocha e Paulo Lima* 30 Capítulo VI Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas, falha de disjuntor e energização inadvertida Por Geraldo Rocha e Paulo Lima* Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Ethernet CFW500. Manual do Usuário

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Ethernet CFW500. Manual do Usuário Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Ethernet CFW500 Manual do Usuário Manual do Usuário - Ethernet Série: CFW500 Idioma: Português Nº do Documento: 10003256298 / 00 Build 323 Data

Leia mais

Eletromecânicos de Manutenção Industrial

Eletromecânicos de Manutenção Industrial Eletromecânicos de Manutenção Industrial Motor de passo a passo 2013/ 2014 1 Motores passo a passo Os motores de passo são dispositivos eletromecânicos que convertem pulsos elétricos em movimentos mecânicos

Leia mais

Easy Lab. Manual do usuário Revisão 1.2 01/11/14. www.dma.ind.br. DMA Electronics 1

Easy Lab. Manual do usuário Revisão 1.2 01/11/14. www.dma.ind.br. DMA Electronics 1 Easy Lab Manual do usuário Revisão 1.2 01/11/14 www.dma.ind.br DMA Electronics 1 A DMA ELECTRONICS projeta e fabrica sistemas para aquisição e registro de dados com conexão a um computador do tipo PC.

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Soft-Starter SSW-07 / SSW-08. Manual de Programação

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Soft-Starter SSW-07 / SSW-08. Manual de Programação Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas SoftStarter SSW07 / SSW08 Manual de Programação Manual de Programação Série: SSW07 / SSW08 Idioma: Português N º do Documento: 0899.5530

Leia mais

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW - Soft-Starter WEG O atual estado de desenvolvimento dos acionamentos elétricos concentra o resultado de um longo período de tentativas

Leia mais

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Nível de Óleo para Transformadores e reatores MNO, é um equipamento microprocessado de alta precisão que indica o nível de óleo em escala

Leia mais

Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva

Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva 1. Características gerais 1.1. Sistema de alimentação ininterrupta trifásico, especificado para no mínimo 160 kva, na configuração SINGELO, contendo banco

Leia mais

Seu manual do usuário STORM A97 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5133861

Seu manual do usuário STORM A97 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5133861 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Servos - Analo gicos e Digitais - Funcionamento, uso e diferenças entre eles!

Servos - Analo gicos e Digitais - Funcionamento, uso e diferenças entre eles! Servos - Analo gicos e Digitais - Funcionamento, uso e diferenças entre eles! É importante lembrar que esta matéria serve para qualquer tipo de servo utilizado em aeromodelismo. Figura 1 Um dos diversos

Leia mais

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input.

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para detecção de acionamentos e monitoração de sensores. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. Possui seis entradas digitais optoacopladas com indicação de

Leia mais

ARTA Regulador de Tensão Analógico

ARTA Regulador de Tensão Analógico MANUAL DE OPERAÇÃO ARTA Regulador de Tensão Analógico Revisão 02 de 08/06/10 Direitos Reservados à Todas as informações contidas neste manual são de uso exclusivo da Equipamentos Eletrônicos Ltda. não

Leia mais

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO ÍNDICE Especificações... 3 INSTALAÇÃO... 3 Operação...

Leia mais

Manual de Instruções. Rastreador Via Satelite para Automóveis e Caminhões

Manual de Instruções. Rastreador Via Satelite para Automóveis e Caminhões Manual de Instruções Manual de Instruções Esta embalagem contém: Módulo AT1000 1 relé de potência 1 alto falante 1 antena GPS 1 antena GSM 1 soquete p/ relé com cabo 1 conector com cabo Manual de instruções

Leia mais

SINUS DOUBLE II BLACK

SINUS DOUBLE II BLACK SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK ONLINE DUPLA CONVERSÃO 3,2 a 20 kva INDICADO PARA CARGAS CRÍTICAS Expansão de autonomia Bivolt, Monovolt 220V e Tri-Mono zero 8 proteções para a carga contra problemas da

Leia mais

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8 1 ÍNDICE Apresentação...3 Vantagens...3 Instalação...4 Informações Técnicas...5 Especificações Técnicas......8 2 APRESENTAÇÃO: O SS100 é um rastreador desenvolvido com os mais rígidos padrões de qualidade

Leia mais

Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 -

Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 - T e c n o l o g i a Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. INTRODUÇÃO Kit de Máquinas Elétricas Rotativas -

Leia mais

CR20I MANUAL DO USUÁRIO

CR20I MANUAL DO USUÁRIO CR20I MANUAL DO USUÁRIO R Índice Descrição Geral... 3 Aplicações... 3 Características Técnicas... 3 Modo de Operação... 3 Programação... 4 Esquema de Ligações... 9 Dimensões (mm)... 10 2 Indicador CR20IG

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

Inversores de freqüência. Introdução

Inversores de freqüência. Introdução Inversores de freqüência Introdução Desde que os primeiros motores surgiram, os projetistas perceberam uma necessidade básica, controlar sua velocidade, várias técnicas foram utilizadas ao longo dos anos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03 1 Introdução: Os indicadores possuem uma entrada analógica configurável por software, que permite a conexão de diverstos tipos de sensores de temperatura e outras grandezas elétricas sem a necessidade

Leia mais

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO0081

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO0081 BT RVT 46 i Setembro / 214 Página 1/8 TÍTULO: INFORMATIVO DO MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO81 PARA A FAMÍLIA SPLITÃO SÉRIE EiV (INVERTER) ESTE BOLETIM TÉCNICO CANCELA E SUBSTITUI O BT RVT

Leia mais