PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL"

Transcrição

1 PORTA DO MEZIO ARCOS DE VALDEVEZ PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Olá, sou o Lobito, a mascote da Porta do Mezio. Vem comigo descobrir as atividades que podes fazer na Porta do Mezio! 2013/2014

2 Localizado no Alto Noroeste de Portugal, com uma área que se alonga em ferradura por cerca de hectares, o Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), criado em 1971, engloba territórios dos concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Terras de Bouro e Montalegre. Em cada um destes concelhos existe uma estrutura denominada de Porta que no caso do concelho de Arcos de Valdevez localiza-se no Mezio nos limites das freguesias de Soajo e Cabana Maior. A Porta do Mezio assumiu como tema-forte a Conservação da Natureza que contribui para o acentuar da personalidade do local, alimentando meios para divulgar e facilitar o acesso ordenado à sua envolvente, definindo para isso uma coroa em função da dimensão e dos diferentes meios de locomoção, construindo uma estratégia de dispersão da procura e ao mesmo tempo de uma integração e complementaridade. Um dos objetivos da Porta do Mezio consiste na dinamização de ações de educação ambiental dirigidas aos visitantes, população local e especialmente à população escolar. Pretende-se educar os mais novos, na perspetiva de que eles possam difundir a informação junto da sua família/comunidade, e por outro lado contribuir para a educação ambiental sustentável daqueles que serão os futuros gestores/utilizadores deste território. 1

3 LOCALIZAÇÃO CONCELHO: Arcos de Valdevez FREGUESIA: Cabana Maior/Soajo COORDENADAS GEOGRÁFICAS: Long 8 18'48" W / Lat 41 53'05" N HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO HORÁRIO DE INVERNO (Outubro Março) Segunda a Domingo (09h30-17h00) HORÁRIO DE VERÃO (Abril - Setembro) Segunda a Domingo (09h30-18h00) CONTATOS Porta do Mezio Mezio Cabana Maior Telf:

4 ÍNDICE DAS ATIVIDADES I ATIVIDADES PEDAGÓGICAS CONHECES A FLORESTA? NO RASTO DOS ANIMAIS AS RÃS E O SEU HABITAT AS AVES DA NOSSA TERRA A ALDEIA E A BRANDA VAMOS APRENDER A RECICLAR?... 5 II VISITAS GUIADAS VISITA GUIADA À PORTA DO MEZIO VISITA GUIADA AO NÚCLEO MUSEOLÓGICO DO MEZIO VISITA GUIADA À VILA DO SOAJO... 6 III PERCURSOS PEDESTRES TRILHO INTERPRETATIVO DO MEZIO TRILHO INTERPRETATIVO DA FLORESTA TRILHO INTERPRETATIVO DA TRAVANCA TRILHO INTERPRETATIVO CAMINHOS DO PÃO, CAMINHOS DA FÉ... 7 IV ATIVIDADES RECREATIVAS JOGOS TRADICIONAIS PEDDY PAPER CAÇA AO TESOURO UM MISTÉRIO NA FLORESTA DO MEZIO JOGOS INFANTIS... 9 V ATIVIDADE UM DIA NA PORTA DO MEZIO... 9 VI PROGRAMA VIGILANTE DA NATUREZA... 9 VII - OUTROS SERVIÇOS

5 I ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1- CONHECES A FLORESTA? Abordagem sobre as principais árvores presentes na floresta do PNPG e as suas principais características. Realização de um pequeno percurso que têm por objetivo explorar e aprofundar conceitos relacionados com o conhecimento da floresta e com a sua boa/má utilização. 2- NO RASTO DOS ANIMAIS Abordagem sobre os principais animais presentes na floresta do PNPG e as suas principais características. Realização de um pequeno percurso onde serão demostradas várias metodologias de identificação dos animais. 3 AS RÃS E O SEU HABITAT As rãs são animais que se caracterizam por ter duas formas de vida: a fase larval e a fase adulta. Em geral, a primeira fase desses animais é de vida aquática e, assim como os peixes respiram por brânquias. Ao longo dessa fase, eles desenvolvem patas e a respiração tornase pulmonar ou cutânea (através da pele), fazendo com que possam viver tanto na água, quanto em terra firme. Esta atividade permite adquirir um conhecimento mais profundo sobre estes animais assim como a sua visualização in loco. 4

6 4 AS AVES DA NOSSA TERRA O Parque Nacional da Peneda-Gerês, com as suas características únicas, permite a observação de inúmeros exemplares de aves com tranquilidade. Esta atividade consistirá num pequeno passeio pela Mata do Mezio onde é possível observar e identificar aves. 5 A ALDEIA E A BRANDA Nas áreas de montanha, fruto da sua geografia peculiar, de formas de organização das comunidades e de uma economia tradicional específica, sempre aliada aos valores da conservação da natureza, estes elementos de raiz antropológica que se mantiveram aqui ativos até mais tarde, refletem o carácter vincado da cultura montesa, adquirem um valor suplementar e por vezes um carácter excecional. Esta atividade tem como principal objetivo descobrir, observar e descrever o quotidiano das vivências rurais nas serras da Peneda e do Soajo. 6 VAMOS APRENDER A RECICLAR? Ainda há quem se pergunte o porquê de reciclar. Mas não nos podemos esquecer de que os recursos naturais do planeta não são infindáveis, estima-se que os habitantes produzem cerca de um quilo de lixo por dia e, por conseguinte, há cada vez mais necessidade de novos espaços para aterros sanitários, os quais poluem o ar. Reciclar é um benefício inegável tanto no aspeto ambiental como energético. Esta atividade permite demonstrar como se deve reciclar o lixo assim como a criação de novos objetos através de materiais recicláveis. Nível de escolaridade: a partir do 1º ciclo 5

7 1 VISITA GUIADA À PORTA DO MEZIO II VISITAS GUIADAS A visita guiada à Porta do Mezio é de acesso restrito e controlado e é apoiado em modelos, maquetes, recriações ao vivo e estruturas de atividades lúdico-formativas. A visita a este espaço permite a visualização e interpretação do Parque da Biodiversidade, do Parque Agro-Silvopastoril das Serras da Peneda e do Soajo, do Núcleo Museológico do Mezio assim como da torre da observação. 2- VISITA GUIADA AO NÚCLEO MUSEOLÓGICO DO MEZIO Esta atividade consiste numa Interpretação do núcleo museológico do Mezio permitindo o conhecimento do núcleo megalítico assim como das Gravuras Rupestres do Gião. Estes monumentos pré-históricos atestam a ocupação deste território pelo Homem, desde há cerca de 5000 anos. Pode incluir um pequeno percurso pedestre ao núcleo megalítico. Nível de escolaridade: a partir do 1º ciclo 3-VISITA GUIADA À VILA DO SOAJO Realização de uma visita guiada à vila do Soajo, localidade situada a 5 km da Porta do Mezio. Esta atividade contempla a visita aos locais mais emblemáticos e históricos permitindo aos participantes o conhecimento desta vila assim como a sua história, lendas e vivências. Nível de escolaridade: a partir do 1º ciclo 6

8 III PERCURSOS PEDESTRES 1 - TRILHO INTERPRETATIVO DO MEZIO Realização de um percurso pedestre, com cerca de 3 km, que se desenrola junto à Porta de Mezio e que permite adquirir/aprofundar conhecimentos sobre a floresta realçando a sua importância para o equilíbrio ambiental, assim como a compreensão/interpretação das relações Homem Meio Natural. Esta atividade inclui uma pequena apresentação ou um filme sobre o PNPG. Nível de escolaridade: a partir do 1º ciclo 2 - TRILHO INTERPRETATIVO DA FLORESTA Realização de um percurso pedestre, com cerca de 2,5 Km, que permite ao participante contactar diretamente com o património natural, cultural e paisagístico do PNPG. Esta atividade inclui uma pequena apresentação ou um filme sobre o PNPG. Nível de escolaridade: a partir do 1º ciclo 3- TRILHO INTERPRETATIVO DA TRAVANCA Realização de um percurso pedestre, com cerca de 6 km, que se localiza no espaço compreendido entre o Mezio e a branda da Travanca. Este percurso desenvolve-se em partes do trajeto da grande rota, em área de montanha e de floresta autóctone, permite a compreensão e avaliação da importância da atividade agro-silvopastoril. Duração máxima: 3 horas Nível de escolaridade: a partir do 2º ciclo 4- TRILHO INTERPRETATIVO CAMINHOS DO PÃO, CAMINHOS DA FÉ Realização de um percurso pedestre, com cerca de 5 km, que se localiza na encosta nascente da Serra do Soajo. Este percurso desenvolve-se em área de montanha e de floresta autóctone e permite a compreensão e a importância da atividade agrosilvopastoril. Duração máxima: 3 horas Nível de escolaridade: a partir do 2º ciclo 7

9 IV ATIVIDADES RECREATIVAS 1 - JOGOS TRADICIONAIS Realização de vários jogos tradicionais que permitem ao participante desenvolver aspetos de natureza afetiva, intelectual e motora. 2 - PEDDY PAPER Atividade através da qual os participantes ficam a saber mais sobre o Parque Nacional e o território envolvente. Nível de escolaridade: a partir do 3º ano do 1º ciclo 3 - CAÇA AO TESOURO Atividade em que os participantes terão de desenvolver algumas atividades/provas para a descoberta do tesouro permitindo assim desenvolver nos participantes o espírito de equipa e a sua capacidade de orientação. Pretende-se de uma forma divertida e interativa dar a conhecer o Parque e os diversos espécimes de fauna e flora que o habitam. Nível de escolaridade: a partir do 3º ano do 1º ciclo 4- UM MISTÉRIO NA FLORESTA DO MEZIO Esta atividade tem como objetivo principal a descoberta de um enigma através da resolução de vários desafios através dos quais os participantes ficam a conhecer a fauna, flora e património cultural do PNPG. A atividade desenvolve nos participantes o espírito de equipa, assim como, a capacidade de orientação. Nível de escolaridade: a partir do 3º ano do 1º ciclo 8

10 5- JOGOS INFANTIS Realização de várias atividades/jogos lúdico-pedagógicos que se desenvolvem nos espaços exteriores e interiores da Porta relacionados com a fauna e a flora do PNPG. Nível de escolaridade: Pré-escolar e 1º ciclo V ATIVIDADE UM DIA NA PORTA DO MEZIO Um dia na Porta do Mezio é uma atividade que se desenvolve na Porta do Mezio em que os participantes realizam uma série de atividades em que é possível observar e interpretar alguns dos valores naturais do Parque Nacional da Peneda-Gerês. A atividade começa com a realização de um percurso pedestre, depois segue-se uma visita guiada à Porta do Mezio e por fim os participantes podem realizar uma atividade recreativa à escolha. Duração máxima: 1 dia VI PROGRAMA VIGILANTE DA NATUREZA Esta atividade tem como principal objetivo incentivar as crianças a serem futuros ambientalistas, promovendo a sua aprendizagem ao longo da vida transmitindo através de experiências vividas em áreas naturais e classificadas, como o Parque Nacional, a importância da conservação da natureza, da fauna, da flora e dos valores ecológicos, fundamentais para a educação de uma sociedade ambientalmente consciente e, em simultâneo, promover o estatuto e o papel do vigilante da natureza, enquanto agente responsável por fazer cumprir essas regras e valores. Durante a realização desta atividade os participantes terão uma aprendizagem, sobre as diferentes temáticas relacionadas com a conservação da natureza assim como a oportunidade de interagir com técnicos devidamente preparados para o efeito e passar por um sistema de avaliação que culmine com a entrega de um diploma de Vigilante da Natureza Júnior. Duração máxima: 2 dias ou 5 dias Nível de escolaridade: 3º e 4º ano do 1º ciclo e 2º ciclo 9

11 VII - OUTROS SERVIÇOS ALUGUER DE AUDITÓRIO: A Porta do Mezio disponibiliza um auditório devidamente equipado para a realização de sessões e/ou palestras. Lotação máxima: 80 Preço: consultar a Porta do Mezio CONDIÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA A MARCAÇÃO DAS ACTIVIDADES 1 - As marcações das atividades deverão ser efetuadas junto da Porta do Mezio, por telefone: ou Os pedidos de marcação encontram-se sujeitos a posterior confirmação escrita. 2 - As desistências devem ser comunicadas com um mínimo de 48 horas de antecedência. 3 - Em todas as atividades o transporte é da responsabilidade dos participantes. 4 - Os preços das atividades que se desenvolvem dentro do espaço da Porta do Mezio incluem a entrada na Porta do Mezio e a usufruição de todos os espaços e/ou serviços existentes. 5 - As atividades realizam-se durante toda a semana. 6 - Os Estabelecimentos de Ensino localizados no concelho de Arcos de Valdevez usufruem de condições especiais. 7 - No decorrer das atividades, os grupos tem de ser acompanhados pelo (s) docente (s). 10

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PORTAS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO VIDOEIRO ANO LECTIVO 2010/2011 Programa elaborado no âmbito do Projecto Gestão e Dinamização da

Leia mais

Regulamento para a utilização do PDA com receptor GPS para a realização e interpretação de percursos pedestres no PNPG

Regulamento para a utilização do PDA com receptor GPS para a realização e interpretação de percursos pedestres no PNPG Regulamento para a utilização do PDA com receptor GPS para a realização e interpretação de percursos pedestres no PNPG 1. Os PDA s com receptor GPS, adiante designados por PDA s, constituem uma ferramenta

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7

Leia mais

Atividades de educação ambiental

Atividades de educação ambiental 1213 Centro Atividades de educação ambiental Ambiental da Pena 1 Introdução / Com vista à preservação e gestão equilibrada dos recursos naturais existentes no nosso planeta e face às alterações que o mesmo

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7 5. Propostas

Leia mais

REDE MUSEOLÓGICA DO CONCELHO DE PENICHE ATIVIDADES DE SERVIÇO EDUCATIVO ANO LETIVO 2014/2015

REDE MUSEOLÓGICA DO CONCELHO DE PENICHE ATIVIDADES DE SERVIÇO EDUCATIVO ANO LETIVO 2014/2015 REDE MUSEOLÓGICA DO CONCELHO DE PENICHE ATIVIDADES DE SERVIÇO EDUCATIVO ANO LETIVO 2014/2015 A REDE MUSEOLÓGICA A é um projeto estratégico promovido pelo município que visa a qualificação, estudo, preservação

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE SACAVÉM E PRIOR. Projeto Pedagógico e de Animação de Campos de Férias

JUNTA DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE SACAVÉM E PRIOR. Projeto Pedagógico e de Animação de Campos de Férias JUNTA DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE SACAVÉM E PRIOR Projeto Pedagógico e de Animação de Campos de Férias ÍNDICE 2 Introdução Pág. 3 Princípios e Valores Pág. 3 Objetivos Gerais Pág. 4 Objetivos

Leia mais

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral Criado em 2006, o Serviço Educativo do Museu de Santa Maria de Lamas (MSML) tem desenvolvido um conjunto de actividades pedagógicas e lúdicas, no sentido de divulgar o património integrado no seu vasto

Leia mais

Plano Atividades Câmara Municipal do Funchal

Plano Atividades Câmara Municipal do Funchal 2015 Plano Atividades 1 Câmara Municipal do Funchal Departamento de Educação e Promoção Social 2 A Câmara Municipal do Funchal, no âmbito do seu Programa de Educação para a Cidadania, desenvolve, através

Leia mais

Programa de Educação Ambiental

Programa de Educação Ambiental Programa de Educação Ambiental 2015 / 2016 Escolas Centro de Formação Ambiental SEDE - Lisboa 2 Horário de Funcionamento das Actividades 2ª feira a 6ª feira: 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 17h30 4 horários:

Leia mais

Estratégia Territorial de Valorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês 2014-2020. Refoios, 16 de setembro 2014

Estratégia Territorial de Valorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês 2014-2020. Refoios, 16 de setembro 2014 Estratégia Territorial de Valorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês 2014-2020 Refoios, 16 de setembro 2014 ENQUADRAMENTO W N E Território do PNPG: MELGAÇO ARCOS DE VALDEVEZ PONTE DA BARCA TERRAS DE

Leia mais

IBERSENDER 2009 ENCONTRO IBÉRICO DE PEDESTRIANISMO PROGRAMA DO IBERSENDER 2009 ARCOS DE VALDEVEZ - PORTUGAL

IBERSENDER 2009 ENCONTRO IBÉRICO DE PEDESTRIANISMO PROGRAMA DO IBERSENDER 2009 ARCOS DE VALDEVEZ - PORTUGAL PROGRAMA DO IBERSENDER 2009 ARCOS DE VALDEVEZ - PORTUGAL ORGANIZAÇÃO: APOIO: APRESENTAÇÃO Os percursos pedestres constituem hoje equipamentos de vital importância para o conhecimento e promoção de um território,

Leia mais

REDE MUSEOLÓGICA DO CONCELHO DE PENICHE ATIVIDADES DE SERVIÇO EDUCATIVO ANO LETIVO 2012/2013

REDE MUSEOLÓGICA DO CONCELHO DE PENICHE ATIVIDADES DE SERVIÇO EDUCATIVO ANO LETIVO 2012/2013 REDE MUSEOLÓGICA DO CONCELHO DE PENICHE ATIVIDADES DE SERVIÇO EDUCATIVO ANO LETIVO 2012/2013 A REDE MUSEOLÓGICA A é um projeto estratégico promovido pelo município que visa a qualificação, estudo, preservação

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura 1 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas...

Leia mais

O Museu dos Terceiros é um museu de arte sacra, reaberto ao público em 2008 após obras significativas de restauro.

O Museu dos Terceiros é um museu de arte sacra, reaberto ao público em 2008 após obras significativas de restauro. Atividades do Serviço 2012/2013 1 O é um museu de arte sacra, reaberto ao público em 2008 após obras significativas de restauro. O Serviço e de Comunicação do Museu proporciona diversas atividades destinadas

Leia mais

Florestar Sustentabilidade da Floresta

Florestar Sustentabilidade da Floresta 1. ENQUADRAMENTO 1.1 INTRODUÇÃO O Projecto Florestar Sustentabilidade da Floresta com intervenção na região Norte (distritos de Bragança, Vila Real, Braga e área de intervenção do Parque Nacional da Peneda-Gerês)

Leia mais

Cooperativa de Ensino A Colmeia. Projeto Curricular de Escola

Cooperativa de Ensino A Colmeia. Projeto Curricular de Escola Cooperativa de Ensino A Colmeia Projeto Curricular de Escola TRIÉNIO 2010-2013 É preciso que toda a sociedade se consciencialize que ambiente é o conjunto de tudo o que envolve o Homem, incluindo o próprio

Leia mais

Politicas Municipais de Apoio à Criança

Politicas Municipais de Apoio à Criança Politicas Municipais de Apoio à Criança MUNICIPIO DA MOITA DASC / Divisão de Assuntos Sociais Projectos Dirigidos à Comunidade em Geral Bibliotecas - Biblioteca Fora d Horas - Pé Direito Juventude - Férias

Leia mais

Actividades Estação Biológica do Garducho. Maio Junho de 2009

Actividades Estação Biológica do Garducho. Maio Junho de 2009 Actividades Estação Biológica do Garducho Maio Junho de 2009 Inserir texto / índice Indíce Quem Somos Onde estamos Objectivos Principais projectos Actividades na Estação Biológica do Garducho Calendarização

Leia mais

Planificação Curricular Pré-escolar

Planificação Curricular Pré-escolar PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ciclo/ Área/ Disciplina: Pré-escolar Ano Letivo 2012/2013 Área de Formação pessoal e Social Esboço Curricular para a Educação de Infância (segundo as Orientações Curriculares

Leia mais

Educativas. Atividades. Parque Arqueológico e Museu do Côa. Programação Regular

Educativas. Atividades. Parque Arqueológico e Museu do Côa. Programação Regular Parque Arqueológico e Museu do Côa A arte rupestre do paleolítico superior do Vale do Côa é uma ilustração excepcional do desenvolvimento repentino do génio criador, na alvorada do desenvolvimento cultural

Leia mais

Sessões Temáticas. Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Viana do Castelo

Sessões Temáticas. Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Viana do Castelo Sessões Temáticas Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Viana do Castelo Apresentação O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) foi desenvolvido no âmbito do Programa Polis,

Leia mais

- 30 DE JUNHO - 10H00-12H00 ECO-BANHISTAS LOCAL: PRAIA DE OFIR - 29 DE JUNHO - 9H30-12H00 14H00 16H30 OFICINA VAMOS RECICLAR PAPEL!

- 30 DE JUNHO - 10H00-12H00 ECO-BANHISTAS LOCAL: PRAIA DE OFIR - 29 DE JUNHO - 9H30-12H00 14H00 16H30 OFICINA VAMOS RECICLAR PAPEL! - 28 DE JUNHO - 10H00-12H00 ECO-BANHISTAS LOCAL: PRAIA DE OFIR - 29 DE JUNHO - 9H30-12H00 14H00 16H30 OFICINA VAMOS RECICLAR PAPEL! - 30 DE JUNHO - 10H00-12H00 ECO-BANHISTAS LOCAL: PRAIA DE CEPÃES DESTINATÁRIOS:

Leia mais

manual do centro de educação ambiental

manual do centro de educação ambiental manual do centro de educação ambiental 1 centro de educação ambiental O Centro de Educação Ambiental (CEA) é uma infraestrutura da s do Douro e Paiva (AdDP), localizado em Lever, Vila Nova de Gaia. Desde

Leia mais

PORTAS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS Programas de eventos e actividades de visitação

PORTAS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS Programas de eventos e actividades de visitação PORTAS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS Programas de eventos e actividades de visitação PORTA DO LINDOSO Sábado - 29 de Maio Pinturas faciais (motivo das pinturas: fauna do Parque Nacional da Peneda-Gerês)

Leia mais

Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA.

Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA. Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA. Destinando a formação a alunos de todas as idades, o ensino da

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Índice 1. Objectivos gerais:... 4 2. Objectivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 5 4. Actividades Sócio-Educativas... 6 5.

Leia mais

MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA «PORTA DE LAMAS DE MOURO» www.cm-melgaco.pt

MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA «PORTA DE LAMAS DE MOURO» www.cm-melgaco.pt MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA www.cm-melgaco.pt Índice PREÂMBULO... 3 Artigo 1º Leis Habilitantes... 3 Artigo 2º Competência... 3 Artigo 3º Âmbito de Aplicação...

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO (A PREENCHER PELA COMISSÃO DO PAA) Atividade Nº AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Clube de adrez Professor Responsável Carlos Magalhães Ano letivo 2014/2015 Índice 1. Introdução 3 2. Objetivos

Leia mais

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática Trabalho Prático Designação do Projecto Proposta de Valorização da Zona Ribeirinha do Montijo Tema Cidades Saudáveis e Respostas Locais Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Leia mais

Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo -

Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo - Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo - Estudo do Meio 1º Ano 1º Período 2º Período 3º Período À descoberta de si mesmo - A sua identificação Conhecer a sua identificação Conhecer o seu nome

Leia mais

Atividade de Enriquecimento Curricular. Área: SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL. Nível escolaridade: 1º ciclo - 1º e 2º anos

Atividade de Enriquecimento Curricular. Área: SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL. Nível escolaridade: 1º ciclo - 1º e 2º anos Atividade de Enriquecimento Curricular Área: SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL Nível escolaridade: 1º ciclo - 1º e 2º anos Entidade: Associação de Defesa do Paul de Tornada - PATO A Educação Ambiental é determinante

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE Divisão de Obras, Ordenamento do Território e Ambiente 2 Conteúdo INTRODUÇÃO... 5 OBJETIVOS... 5 METODOLOGIA... 5 Figura 1. Fase de elaboração do Plano... 6 PARTICIPAÇÃO DOS

Leia mais

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014. Centro de Arqueologia de Almada

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014. Centro de Arqueologia de Almada EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014 Centro de Arqueologia de Almada Centro de Arqueologia de Almada O Centro de Arqueologia de Almada (CAA), criado em 1972, dedicou-se desde o início à investigação e divulgação

Leia mais

Atlas ambiental do município de Itanhaém 2012. Capítulo 6 - Conservação ambiental

Atlas ambiental do município de Itanhaém 2012. Capítulo 6 - Conservação ambiental Capítulo 6 - Conservação ambiental 71 72 6.1 Unidades de Conservação As Unidades de Conservação da Natureza (UCs) constituem espaços territoriais e mari- 46 55' 46 50' 46 45' nhos detentores de atributos

Leia mais

ENSINO E APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA.

ENSINO E APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. ENSINO E APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Josilene Maria de Almeida 1 ; Rosângela Miranda de Lima 2 ; Maria Sônia Lopes da Silva; Maria Anunciada

Leia mais

1. Identificação 2. Contextualização/Caracterização do grupo/justificação da planificação 1

1. Identificação 2. Contextualização/Caracterização do grupo/justificação da planificação 1 1. Identificação Agrupamento de Escolas Zona Urbana de Viseu Nº de crianças e idades abrangidas: 20 (3 aos 6 anos) Ano letivo: 2012/2013 2. Contextualização/Caracterização do grupo/justificação da planificação

Leia mais

Projeto: Férias em Movimento

Projeto: Férias em Movimento Projeto: Férias em Movimento 2012 INTRODUÇÃO Este projeto pretende ser um guia orientador da ação educativa, pedagógica e ocupacional a desenvolver ao longo das férias de Verão de 2012 na resposta de Centro

Leia mais

Guia do Professor 2014/2015. Faça do Zoo Santo Inácio a sua sala de aula!!!

Guia do Professor 2014/2015. Faça do Zoo Santo Inácio a sua sala de aula!!! Guia do Professor 2014/2015 Faça do Zoo Santo Inácio a sua sala de aula!!! A 10 minutos do Porto, mais precisamente em Vila Nova de Gaia, situa-se o Zoo Santo Inácio, o maior e mais verde parque zoológico

Leia mais

EVENTO ACTIVIDADE MONUMENTO SÍTIO LOCAL DIA HORÁRIO PARTICIPAÇÃO APOIOS INFORMAÇÕES INSCRIÇÕES LOCALIDADE

EVENTO ACTIVIDADE MONUMENTO SÍTIO LOCAL DIA HORÁRIO PARTICIPAÇÃO APOIOS INFORMAÇÕES INSCRIÇÕES LOCALIDADE Mosteiro - Sala do Capítulo Palestra a cargo do Eng. Pedro Tavares: A importância da água e o Sistema Hidráulico Cisterciense, que incidirá sobre a importância da água no geral, e em particular no "funcionamento"

Leia mais

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA Considerando que o Ensino Médio é para a maioria dos cidadãos a última oportunidade de uma educação formal em Biologia, a

Leia mais

II EDIÇÃO DO CONCURSO ESCOLAR A ÁGUA QUE NOS UNE REGULAMENTO ANO LETIVO 2013/2014

II EDIÇÃO DO CONCURSO ESCOLAR A ÁGUA QUE NOS UNE REGULAMENTO ANO LETIVO 2013/2014 Concurso Escolar A ÁGUA QUE NOS UNE II EDIÇÃO DO CONCURSO ESCOLAR A ÁGUA QUE NOS UNE REGULAMENTO ANO LETIVO 2013/2014 ÂMBITO Projeto Educativo GEA Terra Mãe, Década das Nações Unidas da Educação para o

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 EBI João Gonçalves Zarco

PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 EBI João Gonçalves Zarco PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 EBI João Gonçalves Zarco Objectivos pedagógicos e gerais do projecto VITAMINA: Proporcionar um espaço onde as famílias, por razões profissionais

Leia mais

(sheilapopoca@uol.com.br) ÁREA TEMÁTICA: Meio Ambiente

(sheilapopoca@uol.com.br) ÁREA TEMÁTICA: Meio Ambiente TÍTULO: A CRIANÇA E A MATA ATLÂNTICA AUTORES: Lima¹, Sheila Renata Alves de; Portela 1, Valdelira Maria Costa; Barbosa 2, Dilosa Carvalho de Alencar; Barbosa 3, Marlene Carvalho de Alencar. 1 Alunas de

Leia mais

ESCOLA PROFISSIONAL DE ALVITO PROJETO EDUCATIVO

ESCOLA PROFISSIONAL DE ALVITO PROJETO EDUCATIVO ESCOLA PROFISSIONAL DE ALVITO PROJETO EDUCATIVO Setembro 2013 ...A condição humana devia ser o objecto essencial de todo o ensino. (M.O. Mourin 2000) Índice 1-Introdução... 3 2 Caracterização do Meio...

Leia mais

Estratégias a utilizar

Estratégias a utilizar Introdução Ao olharmos à nossa volta e ao estarmos atentos à informação que nos chega diariamente através dos vários órgãos de comunicação social, chegamos à triste conclusão que a vida no planeta Terra

Leia mais

Centro de Arqueologia de Almada Actividades de Educação Patrimonial. Campo de Simulação Arqueológica

Centro de Arqueologia de Almada Actividades de Educação Patrimonial. Campo de Simulação Arqueológica Centro de Arqueologia de Almada Actividades de Educação Patrimonial Facilitar a apropriação de memórias colectivas pelas novas gerações. O departamento pedagógico do Centro de Arqueologia de Almada, vocacionado

Leia mais

Comercialização e Inovação em Espaços Rurais e Naturais

Comercialização e Inovação em Espaços Rurais e Naturais Comercialização e Inovação em Espaços Rurais e Naturais Paulo Almeida Lopes Roteiros do Brasil 29.Maio.2010 O projecto Oficina da Natureza OBJECTIVOS DO PROJECTO Identificar e desenvolver novas práticas

Leia mais

Projeto de Intervenção

Projeto de Intervenção Agrupamento de Escolas Carlos Amarante, Braga Projeto de Intervenção 2014/2018 Hortense Lopes dos Santos candidatura a diretora do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante, Braga Braga, 17 abril de 2014

Leia mais

Oficinas Pedagógicas: Mosteiro dos Jerónimos. Ateliê "Animais do Mundo" (Pré-escolar) - 48 alunos:

Oficinas Pedagógicas: Mosteiro dos Jerónimos. Ateliê Animais do Mundo (Pré-escolar) - 48 alunos: Oficinas Pedagógicas: Mosteiro dos Jerónimos Ateliê "Animais do Mundo" (Pré-escolar) - 48 alunos: Era uma vez um rei chamado Manuel I que gostava de animais... Através da história deste Mosteiro, iremos

Leia mais

PALAVRAS - CHAVE: Educação ambiental. Jogos. Atividades lúdicas.

PALAVRAS - CHAVE: Educação ambiental. Jogos. Atividades lúdicas. 02624 LUDICIDADE NA APRENDIZAGEM SOBRE APA DELTA DO PARNAÍBA, PI, CE, MA - BRASIL RESUMO Francinalda Maria Rodrigues da Rocha 1 Regina Célia da Rocha Carvalho 2 Niuza Alves da Costa 3 A compreensão dos

Leia mais

ARTICULANDO A EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA GLOBAL COM O ENSINO PRÉ-ESCOLAR E O 1ºCEB

ARTICULANDO A EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA GLOBAL COM O ENSINO PRÉ-ESCOLAR E O 1ºCEB ARTICULANDO A EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA GLOBAL COM O ENSINO PRÉ-ESCOLAR E O 1ºCEB PROPOSTAS DE TRABALHO PARA EXPERIMENTAR A Formação Pessoal e Social é considerada uma área transversal, dado que todas

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 JI Roberto Ivens

PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 JI Roberto Ivens PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 JI Roberto Ivens Objectivos pedagógicos e gerais do projecto VITAMINA: Assegurar o acompanhamento das na educação pré-escolar depois do

Leia mais

Guia do Professor Introdução

Guia do Professor Introdução Guia do Professor Introdução Pesquisas realizadas pelo SAEB (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica) mostram as dificuldades dos estudantes em resolver situações problemas. Essa situação é decorrente

Leia mais

1. Circuito Turístico A

1. Circuito Turístico A TURISMO DE LISBOA E VALE DO TEJO PROGRAMAS DE VISITA NO RIBATEJO 1. Circuito Turístico A Ponto de partida: Santarém Ponto de chegada: Santarém Duração: Um dia Programa para grupos 9:00H Partida de Santarém

Leia mais

OFICINAS DE APOIO PARA LEITURA E ESCRITA ATRAVÉS DA INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DA UFPB

OFICINAS DE APOIO PARA LEITURA E ESCRITA ATRAVÉS DA INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DA UFPB OFICINAS DE APOIO PARA LEITURA E ESCRITA ATRAVÉS DA INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DA UFPB CABRAL, Samara Pereira 1 ARAÚJO, Graciara Alves dos Santos 2 SOUSA, Maria do Desterro

Leia mais

ÍNDICE: 1. Introdução. 1. - Caracterização do meio 2. - Caracterização do espaço ATL... 2. - Caracterização do grupo. 3

ÍNDICE: 1. Introdução. 1. - Caracterização do meio 2. - Caracterização do espaço ATL... 2. - Caracterização do grupo. 3 ÍNDICE: 1. Introdução. 1 2. CONTEXTUALIZAÇÃO - Caracterização do meio 2 - Caracterização do espaço ATL... 2 3. Grupo - Caracterização do grupo. 3 - Caracterização da equipa/horário. 3 4. OBJETIVOS: - Objetivos

Leia mais

EXPOSIÇÕES. PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 NOVAS EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS

EXPOSIÇÕES. PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 NOVAS EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 EXPOSIÇÕES Exposições Permanentes Exposições Temporárias Vencer a Distância - Cinco Séculos de Comunicações em Portugal História dos Correios e Telecomunicações

Leia mais

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL Kelly Cristina Costa de Lima, UEPA Aline Marques Sousa, UEPA Cassia Regina Rosa

Leia mais

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE Enquadramento geral Os Programas de Educação para a Sustentabilidade têm como principal objectivo promover a educação e a sensibilização ambiental de todos

Leia mais

Casa do Povo de Porto Judeu Instituição Particular de Solidariedade Social Contribuinte n.º 512 007 136

Casa do Povo de Porto Judeu Instituição Particular de Solidariedade Social Contribuinte n.º 512 007 136 Contribuinte n.º 512 007 136 PLANO DE ACTIVIDADES ANO DE 2009 I INTRODUÇÃO A Casa do Povo de Porto Judeu, como instituição de solidariedade social, e com algum peso no desenvolvimento desta freguesia no

Leia mais

Pré-Projeto de Educação Ambiental

Pré-Projeto de Educação Ambiental Pré-Projeto de Educação Ambiental Vamos Descobrir e Valorizar o Alvão Ano 2014/15 Centro de Informação e Interpretação Lugar do Barrio 4880-164 Mondim de Basto Telefone: 255 381 2009 ou 255 389 250 1 Descobrir

Leia mais

CONFECÇÃO DE MAQUETE PARA O ENTENDIMENTO DOS RÉPTEIS E DOS ANFÍBIOS EM AULAS DE CIÊNCIAS

CONFECÇÃO DE MAQUETE PARA O ENTENDIMENTO DOS RÉPTEIS E DOS ANFÍBIOS EM AULAS DE CIÊNCIAS CONFECÇÃO DE MAQUETE PARA O ENTENDIMENTO DOS RÉPTEIS E DOS ANFÍBIOS EM AULAS DE CIÊNCIAS Antonio Santana de Souza Júnior 1 Dalva Maria da Silva 2 Jullyane Cristyna Albuquerque Gomes 2 Keylla Patrícia Rodrigues

Leia mais

Jardim Zoológico Centro Pedagógico

Jardim Zoológico Centro Pedagógico N.º 9 2008 111 (111-115) Jardim Zoológico Centro Pedagógico Vera Sequeira * [ vera_lia@netcabo.pt ] 1. Introdução Se no seu início, os zoos eram meras exposições de animais, museus vivos repletos de curiosidades,

Leia mais

MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO

MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO Câmara Municipal de Lagos Departamento de Educação, Cultura e Acção Social Serviço de Património Histórico e Museológico MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO PLANO DE ACTIVIDADES PARA AS ESCOLAS DO CONCELHO

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Vamos fazer nossa parte!

Mostra de Projetos 2011. Vamos fazer nossa parte! Mostra de Projetos 2011 Vamos fazer nossa parte! Mostra Local de: Paranavaí Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Cidade: Mirador Contato: tassiambientalmirador@gmail.com

Leia mais

ENSINO DE CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM DIFERENTES ESPAÇOS EDUCATIVOS USANDO O TEMA DA CONSERVAÇÃO DA FAUNA AMAZÔNICA.

ENSINO DE CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM DIFERENTES ESPAÇOS EDUCATIVOS USANDO O TEMA DA CONSERVAÇÃO DA FAUNA AMAZÔNICA. 1 ENSINO DE CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM DIFERENTES ESPAÇOS EDUCATIVOS USANDO O TEMA DA CONSERVAÇÃO DA FAUNA AMAZÔNICA. Clodoaldo Pires Araújo 1 Ruth Cristina Soares Gomes 2 Augusto Fachín Terán 3

Leia mais

Conceitos: A fração como coeficiente. A fração e a sua representação gráfica. Termos que compõem uma fração. Fração unidade. Fração de um número.

Conceitos: A fração como coeficiente. A fração e a sua representação gráfica. Termos que compõem uma fração. Fração unidade. Fração de um número. Unidade 1. As frações. Enquadramento Curricular em Espanha: Objetos de aprendizagem: 1.1. Conceito de fração Identificar os termos de uma fração. Escrever e ler frações. Comparar frações com igual denominador.

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEXO III

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEXO III PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE ETENSÃO PBAE / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEO III FORMULÁRIO DA VERSÃO ELETRÔNICA DO PROJETO / DA ATIVIDADE DE ETENSÃO PBAE 2016 01. Título do Projeto (Re) Educação

Leia mais

EXPRESSÃO CORPORAL: UMA REFLEXÃO PEDAGÓGICA

EXPRESSÃO CORPORAL: UMA REFLEXÃO PEDAGÓGICA EXPRESSÃO CORPORAL: UMA REFLEXÃO PEDAGÓGICA Rogério Santos Grisante 1 ; Ozilia Geraldini Burgo 2 RESUMO: A prática da expressão corporal na disciplina de Artes Visuais no Ensino Fundamental II pode servir

Leia mais

SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE 2010 RELATÓRIO FINAL

SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE 2010 RELATÓRIO FINAL SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE 2010 RELATÓRIO FINAL SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE 2010 RELATÓRIO FINAL 1 Índice Pág. 1. Sessão de Divulgação do Plano de Melhoria da Qualidade do Ar da Região Norte 3 2.

Leia mais

NOTA INTRODUTÓRIA 2 1. ENQUADRAMENTO LEGAL 3

NOTA INTRODUTÓRIA 2 1. ENQUADRAMENTO LEGAL 3 ÍNDICE NOTA INTRODUTÓRIA 2 1. ENQUADRAMENTO LEGAL 3 1.1 Formação do Pessoal Docente 3 1.2 Formação do Pessoal Não Docente 4 1.3 Formação orientada para os alunos 4 1.4 Formação orientada para os pais e

Leia mais

Rede de Centros de Educação Ambiental CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO NÚCLEO RURAL -

Rede de Centros de Educação Ambiental CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO NÚCLEO RURAL - CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO NÚCLEO RURAL - PARQUE DA CIDADE Apresentação do Centro Integrando território das freguesias de Aldoar e Nevogilde, o Parque da Cidade é o maior parque urbano do país, inserido

Leia mais

Ação Campos Eletromagnéticos - Escola Secundária de Ponte de Lima Clipping

Ação Campos Eletromagnéticos - Escola Secundária de Ponte de Lima Clipping Ação Campos Eletromagnéticos - Escola Secundária de Ponte de Lima Clipping Revista de Imprensa 1. REN e Sociedade Portuguesa de Física promovem aula prática sobre campos eletromagnéticos para alunos de

Leia mais

Introdução Freguesia de Odivelas Junta Freguesia de Odivelas Comissão Social de Freguesia de Odivelas

Introdução Freguesia de Odivelas Junta Freguesia de Odivelas Comissão Social de Freguesia de Odivelas Introdução A Freguesia de Odivelas é uma realidade complexa que a todos diz respeito, uma realidade que deve ser alvo de uma intervenção de todos que nela participam para que seja executado um trabalho

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES DO CMIA Vila do Conde 2014/2015

GUIA DE ATIVIDADES DO CMIA Vila do Conde 2014/2015 GUIA DE ATIVIDADES DO CMIA Vila do Conde 2014/2015 índice CMIA. 4 Exposições.. 11 Formações de professores 15 Jogos, Oficinas e percursos exploratórios... 17 O CMIA vai à escola. 29 Marcação de visitas.

Leia mais

Proposta de extinção do Agrupamento de Escolas de Salir e agregação ao Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita, de Loulé

Proposta de extinção do Agrupamento de Escolas de Salir e agregação ao Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita, de Loulé Proposta de extinção do de de Salir e agregação ao de Padre João Coelho Cabanita, de Loulé TOMADA DE POSIÇÃO DO CONSELHO PEDAGÓGICO Pretende o Ministério da Educação extinguir o de de Salir e agregá-lo

Leia mais

II Congresso Internacional de Educação Cientifica e Tecnológica Santo Ângelo 2012

II Congresso Internacional de Educação Cientifica e Tecnológica Santo Ângelo 2012 EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DE TRILHA INTERPRETATIVA NA O2 ECO ESPORTE COM ALUNOS DE ESCOLAS DE SANTO ÂNGELO E REGIÃO Alfieri Roberto Callegaro 1 ; Uberti Jesus O Campos Messina 2 1 URI/Santo Ângelo/Ciências

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO CAT

REGULAMENTO INTERNO DO CAT REGULAMENTO MISERICÓRDIA DA FREGUESIA DE SANGALHOS INTERNO DO CAT CAPITULO I Norma I Natureza do Estabelecimento Tipo de Estabelecimento: Centro de Acolhimento Temporário de Crianças e Jovens em Risco

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR FICHA TÉCNICA Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar Eng.º Duarte Marques Eng.ª Cristina Vieira Divisão

Leia mais

RVCC ESCOLAR BÁSICO GUIA DE APOIO

RVCC ESCOLAR BÁSICO GUIA DE APOIO RVCC ESCOLAR BÁSICO GUIA DE APOIO Este documento respeita as regras do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Privado da escolaridade, o ser humano não abdica da sua condição de produtor de conhecimentos.

Leia mais

!"#$%&'&()*(+#,-,)")*.(( /0112/01/((

!#$%&'&()*(+#,-,))*.(( /0112/01/(( !"#$%&'&()*(+#,-,)")*.(( /0112/01/((!"#$%&' +T4*.*3#"89&(PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP(1( A4&'4":".(+:;,*3#",.(PPPPPPPPPPPPPPPPPPPP(G( A4&'4":".(5.7&%".(3"(U"#64*V"(PPPP(P1F( A4&'4":".(WX),7&.(*()*(+-*3#64"(PP/1(

Leia mais

Pombal Do Mar à Serra. CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Biodiversidade e Geodiversidade Conhecer, Educar e Divulgar

Pombal Do Mar à Serra. CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Biodiversidade e Geodiversidade Conhecer, Educar e Divulgar Pombal Do Mar à Serra CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Biodiversidade e Geodiversidade Conhecer, Educar e Divulgar CONSERVAÇÃO DA NATUREZA AÇÕES E PROJETOS SUB-INDICADOR A Programa Voluntariado Jovem para as Florestas

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA ANEXO II DOMÍNIO: GESTÃO E DESENVOLVIMENTO CURRICULAR Estudex PROJETOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS PARCERIAS CALENDARIZAÇÃO Sala de estudo para o

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016 Calendarização / Mês Tema Objetivos Responsáveis pela Atividade Outubro Outono - Desenvolver o gosto pelo saber; Halloween - Valorizar diferentes formas de conhecimento, Dia Mundial da Alimentação comunicação

Leia mais

Câmara Municipal do Cadaval Saúde em Rede

Câmara Municipal do Cadaval Saúde em Rede Câmara Municipal do Cadaval Saúde em Rede Promoção da Saúde A promoção da saúde é o processo que permite capacitar as pessoas a melhorar e a aumentar o controle sobre a sua saúde (e seus determinantes

Leia mais

O JOGO NO ENSINO FUNDAMENTAL: EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO PIBID RESUMO

O JOGO NO ENSINO FUNDAMENTAL: EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO PIBID RESUMO O JOGO NO ENSINO FUNDAMENTAL: EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO PIBID Heloisa Braga dos Santos Christian Vieira de Souza RESUMO Este artigo foi elaborado com o objetivo de relatar a

Leia mais

EXPLICOLÂNDIA Centros de Estudo

EXPLICOLÂNDIA Centros de Estudo VERÃO EM GRANDE www.explicolandia.com PÁG: 2 / 8 1. QUEM SOMOS Na EXPLICOLÂNDIA durante o período de férias escolares existe um programa específico que engloba um conjunto de actividades diversificadas

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO CRITÉRIOS DE AVALIACÃO Educação Visual 5º Ano Educação Visual 6º Ano Educação Tecnológica 5º Ano Educação Tecnológica 6º Ano ANO ESCOLAR 2015 / 2016 Ano letivo de 2015 / 2016 INTRODUÇÃO Sendo a avaliação

Leia mais

REDE DE EDUCAÇÃO SMIC COLÉGIO SANTA CLARA SANTARÉM-PARÁ RESUMO DOS PROJETOS

REDE DE EDUCAÇÃO SMIC COLÉGIO SANTA CLARA SANTARÉM-PARÁ RESUMO DOS PROJETOS REDE DE EDUCAÇÃO SMIC COLÉGIO SANTA CLARA SANTARÉM-PARÁ RESUMO DOS PROJETOS PROJETO SEMEANDO VIDAS: PLANTAS QUE ALIMENTAM BABY CLASS A e B Cristiane Repolho dos Santos¹ Talita Rocha de Aguiar² A escola

Leia mais

Daniela Campioto Cyrilo Lima*, Emanuela Matos Granja*, Fabio Giordano **

Daniela Campioto Cyrilo Lima*, Emanuela Matos Granja*, Fabio Giordano ** AVALIAÇÃO SOBRE AS PRÁTICAS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL DESENVOLVIDA ATRAVÉS DO ECOTURISMO NO CAMINHO DO MAR PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO MAR NÚCLEO ITUTINGA PILÕES Daniela Campioto Cyrilo Lima*, Emanuela Matos

Leia mais

ESTA ESCOLA É O BICHO E ME ADOTA

ESTA ESCOLA É O BICHO E ME ADOTA mascotes ESTA ESCOLA É O BICHO E ME ADOTA me adota? Secretaria Especial dos Direitos Animais Ação educativa 2016-2º ciclo (final), 3º ciclo e Ensino Médio: MASCOTES ESTA ESCOLA É O BICHO E ME ADOTA Organizadora:

Leia mais

METODOLOGIA ALTERNATIVA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS

METODOLOGIA ALTERNATIVA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS METODOLOGIA ALTERNATIVA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS Jéssica de Castro Silva 1, Karla A. R. Lopes 2 1 UNIVAP/Faculdade de Educação e Artes, Rua Tertuliano Delfim Jr. 181, jessica.castro22@hotmail.coml Resumo-

Leia mais

PROJECTO PEDAGÓGICO O PLANETA TERRA. Ano Lectivo 2010/2011 COLÉGIO DA QUINTA INGLESA

PROJECTO PEDAGÓGICO O PLANETA TERRA. Ano Lectivo 2010/2011 COLÉGIO DA QUINTA INGLESA PROJECTO PEDAGÓGICO O PLANETA TERRA Ano Lectivo 2010/2011 COLÉGIO DA QUINTA INGLESA [ PROJECTO PEDAGÓGICO] 2010/2011 PROJECTO PEDAGÓGICO Levantamento Teórico Este projecto foi concebido para alargar os

Leia mais

Carta Europeia de Turismo Sustentável no Parque Nacional da Peneda Gerês. III Jornadas da Rede Ibérica Cazorla, 14-16 Fevereiro 2008

Carta Europeia de Turismo Sustentável no Parque Nacional da Peneda Gerês. III Jornadas da Rede Ibérica Cazorla, 14-16 Fevereiro 2008 III Jornadas da Rede Ibérica Cazorla, 14-16 Fevereiro 2008 Primeira AP criada em Portugal (1971) A única AP com estatuto de Parque Nacional Área 70 hectares População: 9000 habitantes Baixa Limia-Serra

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação

Regimento do Conselho Municipal de Educação Considerando que: 1- No Município do Seixal, a construção de um futuro melhor para os cidadãos tem passado pela promoção de um ensino público de qualidade, através da assunção de um importante conjunto

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro

Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro Escola Sede: E.B. 2,3 de Pegões 1. FUNCIONAMENTO DO SPO Desenvolve o seu trabalho com base em atribuições e competências legais, adaptadas ao contexto

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO EANES LOBATO Critérios de Avaliação Educação Pré Escolar Departamento Educação Pré Escolar Ano letivo 2013/2014 A avaliação do processo permite reconhecer a pertinência e sentido

Leia mais

Descontraia-se, relaxe, explore numa tranquila natureza selvagem. www.mphingwe-catapu.com

Descontraia-se, relaxe, explore numa tranquila natureza selvagem. www.mphingwe-catapu.com Descontraia-se, relaxe, explore numa tranquila natureza selvagem www.mphingwe-catapu.com Situado no coração da concessão florestal de Catapu na zona centro de Moçambique Situado a 32km a sul do Rio Zambeze,

Leia mais

Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma*

Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma* Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma* Glória Macedo, PQND do 4º Grupo do 2º Ciclo do EB e Formadora do CFAE Calvet de Magalhães, Lisboa A Reorganização Curricular do Ensino Básico

Leia mais