PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 EBI João Gonçalves Zarco

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 EBI João Gonçalves Zarco"

Transcrição

1 PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 EBI João Gonçalves Zarco Objectivos pedagógicos e gerais do projecto VITAMINA: Proporcionar um espaço onde as famílias, por razões profissionais ou outras, possam deixar com proveito e em segurança as suas crianças; Dar resposta de uma forma geral e dentro do âmbito de actividade, às necessidades apresentadas pelos Encarregados de Educação, convidando-os a participar nas diversas actividades promovidas; Receber e preparar a adaptação das crianças que ingressaram no primeiro, segundo, ou que partam agora para o terceiro ciclo; Promover um espaço lúdico e criativo às crianças durante os períodos não lectivos, auxiliando na realização dos trabalhos de casa, na implementação de ateliers das demais expressões e na dinamização de jogos; Contribuir para a construção de uma sólida formação humana, nomeadamente no que diz respeito à vida em comunidade e em família; Incrementar a relação da criança com o grupo; Desenvolver a imaginação e a criatividade; Dar a conhecer diferentes formas culturais e artísticas mostrando-lhes as suas potenciais capacidades; Ajudar a integração de crianças com necessidades educativas especiais; Promover o relacionamento e entendimento intercultural; Proporcionar actividades físicas que sejam úteis em termos de desenvolvimento corporal e de concentração; Dar a todas as crianças, mesmo às de famílias sem capacidade financeira, a possibilidade de frequentar a CAF, analisando esses pedidos caso a caso e isentando se for preciso de qualquer pagamento; Tornar a nossa a Melhor Escola mobilizando os recursos possíveis para dentro das nossas possibilidades e em colaboração com a Coordenação da Escola e as entidades próximas da Escola, criar as condições físicas e pedagógicas ideais, conducente ao sucesso escolar e humano dos alunos. Para além disso pretende-se que crianças e família sintam este espaço efectivamente como uma segunda casa, e que nele possam ser felizes.. VITAMINA EBI João Gonçalves Zarco Plano Anual de 1

2 1º Ciclo Horário das atividades da CAF 1º Ciclo em período letivo Funciona de segunda a sexta-feira, entre as 07h30 e as 19h30, encerra as suas atividades aos sábados e domingos, todos os feriados nacionais, no feriado do concelho de Oeiras, sexta-feira Santa, véspera de Natal e 1ª quinzena do mês de Agosto. Organização das atividades da C.A.F. 1º Ciclo em período lectivo 07h30 09h00 17h30 19h30 Acolhimento das crianças na sala da C.A.F.; Receção das crianças da C.A.F. do 1º ciclo; apoio aos trabalhos de casa; actividades lúdicopedagógicas; brincadeira livre Plano Semanal geral da C.A.F. 1º Ciclo (durante o período letivo) Segunda Terça Quarta Quinta Sexta 17h45 19h30 Apoio aos TPC Apoio aos TPC Apoio aos TPC Apoio aos TPC Jogo 18h00 19h30 17h45 18h30 Jogo das Missões Futebol Jogo de Roda Natação Momento da Leitura Ginástica Acrobática Desenho/Pintura da História Natação Ginástica Acrobática 2º Ciclo Horário das atividades da CAF 2º Ciclo em período letivo Funciona de segunda a sexta-feira, entre as 07h30 e as 19h30, encerra as suas atividades aos sábados e domingos, todos os feriados nacionais, no feriado do concelho de Oeiras, sexta-feira Santa, véspera de Natal e 1ª quinzena do mês de Agosto Organização das atividades da C.A.F. 2º Ciclo em período lectivo 07h30 08h15 14h15 17h30 17h30 19h30 Acolhimento das crianças na sala da C.A.F; Apoio especializado aos trabalhos de casa; hora do estudo; brincadeira livre; jogos ; Jogos no exterior Nota: Tendo em conta que se trata de uma CAF de 2º Ciclo, em que os jovens têm alguma liberdade e independência na promoção de atividades, não existe uma planificação conforme acontece com o 1º Ciclo. Neste período, os jovens têm diversos jogos de tabuleiro na sala, bem como equipamentos de desporto que podem utilizar no espaço exterior. Pelo menos, uma vez por semana, são realizadas actividades orientadas pelos nossos educadores. VITAMINA EBI João Gonçalves Zarco Plano Anual de 2

3 Organização das CAF durante as pausas letivas 07h30 10h00 10h00 10h30 10h30 12h00 12h00 13h00 13h00 15h00 15h00 15h30 15h30 19h30 Acolhimento das crianças na Escola Lanche da manhã Início das atividades programadas lúdico-pedagógicas Almoço programadas lúdico-pedagógicas Lanche da tarde programadas lúdico-pedagógicas Recursos Físicos Para a implementação da CAF será necessário a atribuição de uma sala, WC e espaço exterior. A VITAMINAR adquire todo o material, pedagógico e lúdico que se considere necessário para o desenvolvimento das atividades. A VITAMINAR responsabiliza-se pela manutenção e limpeza dos espaços utilizados. Recursos Humanos Catarina Oliveira Coordenadora da CAF Catarina Garrido Técnica de apoio ao estudo Patrícia Almeida Professora de Ensino Básico, 1º e 2º ciclo Patrícia Prazeres Psicóloga e Animadora Sócio-Cultural Fábio Oliveira Silva Professor de Ed. Física Tiago Benzinho Psicólogo/ Professor de Lúdico-Expressivas Daniel Sá da CAF Cristina Sá Auxiliar de Ação Educativa Supervisão Joana Cidade Diretora Pedagógica VITAMINA EBI João Gonçalves Zarco Plano Anual de 3

4 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE ATIVIDADES Calendarização Tema Objetivos Intervenientes Crescer a Brincar ; orientada. Estimular a criatividade e imaginação; Trabalhar a auto-estima e auto-confiança; Promover os relacionamentos interpessoais; Reforçar a noção de grupo; Trabalhar regras. Jogar com alegria Aprender a Fazer Jogo ; Jogos Lúdicos; Jogos Tradicionais; Jogos com água; Jogo das Emoções Jogos de Vila; Jogos Temáticos; Gincanas Workshops/Ateliers/ Oficinas: Dança; Culinária; Digichocolate; Histórias; Exp. Plástica; Exp. Musical; Exp. Dramática; Modelagem de Balões; Pinturas Faciais. Estimular o espirito de equipa Promover o brincar e os relacionamentos interpessoais Fomentar a auto-confiança e auto-estima. Promover actividades de cooperação, a competição; Trabalhar as regras. Promover a expressão plástica, dramática e musical, sensibilizando para a utilização de materiais reciclados; Estimular a criatividade, o trabalho de grupo, o desenvolvimento das competências pessoais, sociais e cognitivas, a exploração da linguagem e da expressão corporal, assim como o poder de improvisação. VITAMINA EBI João Gonçalves Zarco Plano Anual de 4

5 Períodos Letivos Fazer os TPC Apoio aos Trabalhos de Casa O apoio ao estudo permite auxiliar e motivar as crianças para as matérias curriculares leccionadas nos períodos lectivos. Pausas Letivas À descoberta de novas aventuras Passeios: Jardins; Parques; Cidades; Museus Promover o conhecimento e aprendizagem; Fomentar as interacções entre o grupo de crianças. Pausas Letivas O Cinema vem à escola Sessões de cinema na Escola, uma vez por semana Criar um momento de descontracção e relaxamento, estando relacionado com a temática da semana. Praia: Julho Chegou o Verão Jogos de Praia; Banho do Pijama; Esculturas na Areia. Piscinas: Oceânica; Santarém Promover actividades lúdicas fora do contexto escolar; Fortalecer os relacionamentos interpessoais; Permitir às crianças uma aproximação às férias que passam com a família. VITAMINA EBI João Gonçalves Zarco Plano Anual de 5

PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 JI Roberto Ivens

PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 JI Roberto Ivens PROJETO PEDAGÓGICO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano lectivo 2014/2015 JI Roberto Ivens Objectivos pedagógicos e gerais do projecto VITAMINA: Assegurar o acompanhamento das na educação pré-escolar depois do

Leia mais

Plano Anual de Actividades

Plano Anual de Actividades Plano Anual de Actividades (Actividades de Tempos Livres) Jardim de Infância e Escola EB1 da Quinta das Indias Jardim de Infância e Escola EB1 de Alpriate Escola EB1 do Cabo de Vialonga Ano Lectivo 2012/2013

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL

PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL A vida é a arte de pintar e sentir a nossa própria história. Somos riscos, rabiscos, traços, curvas e cores que fazem da nossa vida uma verdadeira obra de arte! Autor

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO CENTRO DE FÉRIAS DESPORTIVAS DE VERÃO N OS MOCHOS - 2013 - PROJETO DINAMIZADO PELA ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DE ESPINHO PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO Espinho, 2 de Maio de 2013 ÍNDICE Página Introdução 3

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura 1 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas...

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO Artigo 1º Objectivo e Âmbito 1. Os (SPO) constituem um dos Serviços Técnico-Pedagógicos previsto no artigo 25º alínea a) do Regulamento Interno

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7 5. Propostas

Leia mais

Politicas Municipais de Apoio à Criança

Politicas Municipais de Apoio à Criança Politicas Municipais de Apoio à Criança MUNICIPIO DA MOITA DASC / Divisão de Assuntos Sociais Projectos Dirigidos à Comunidade em Geral Bibliotecas - Biblioteca Fora d Horas - Pé Direito Juventude - Férias

Leia mais

Plano Anual de Actividades 2010

Plano Anual de Actividades 2010 Plano Anual de Actividades 2010 Janeiro Fevereiro 24 Horas a Nadar 13 e 14 de Fevereiro 24 Horas a nadar na Piscina Municipal de Tondela; Aberto a toda a comunidade do concelho de Tondela. Março Páscoa

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR SUMÁRIO

DEPARTAMENTO CURRICULAR DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR SUMÁRIO SUMÁRIO 1. FUNDAMENTAÇÃO...2 2. OBJETIVOS...2 3. COMPETÊNCIAS DA AUTARQUIA...2 4. HORÁRIO DAS ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA...3 5. RECURSOS HUMANOS...3 5.1. Funcionários... 3 5.2. Departamento

Leia mais

SABICHÃO SALTITÃO. Como chegar até nós: Centro de Estudo e Parque de Diversão, Lda. Rua da Quintã, Frossos, Braga

SABICHÃO SALTITÃO. Como chegar até nós: Centro de Estudo e Parque de Diversão, Lda. Rua da Quintã, Frossos, Braga Centro de Estudo e Parque de Diversão, Lda. Como chegar até nós: Rua da Quintã, Frossos, Braga sabichaosaltitao.pt sabichaosaltitao@gmail.com 253 673 352 Aprender brincando, é o nosso lema! Justamente

Leia mais

Associação Pomba Da Paz IPSS Espaço Comunitário. Projecto Educativo

Associação Pomba Da Paz IPSS Espaço Comunitário. Projecto Educativo Associação Pomba Da Paz IPSS Espaço Comunitário Projecto Educativo Educadora: Susana Gonçalves Sala Branca Auxiliar: Paula Balanga Ano lectivo: 2006/07 Educadora Susana Gonçalves 1 Na vida, o importante

Leia mais

PROJETO ANUAL DA LUDOTECA

PROJETO ANUAL DA LUDOTECA O FAZ DE CONTA PROJETO ANUAL DA LUDOTECA ANO LECTIVO 2014/2015 Inês Matos ÍNDICE I- INTRODUÇÃO 3 II- PROJETOS 5 2.1. Semana da Alimentação 4 2.2. Formação Técnica 6 2.3. Acompanhamento às famílias 6 2.4.

Leia mais

Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar. e no Ensino Básico Relatório-Síntese. Agrupamento de Escolas n.º 1 de Évora

Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar. e no Ensino Básico Relatório-Síntese. Agrupamento de Escolas n.º 1 de Évora Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar e no Ensino Básico Relatório-Síntese Agrupamento de Escolas n.º 1 de Évora AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE ÉVORA CÓDIGO 135537 CONCELHO DE ÉVORA DELEGAÇÃO REGIONAL

Leia mais

Ano Lectivo 2012/2013. Clube de Xadrez/Jogos Matemáticos. Responsáveis do Projeto: Rosário Alves e José Palma.

Ano Lectivo 2012/2013. Clube de Xadrez/Jogos Matemáticos. Responsáveis do Projeto: Rosário Alves e José Palma. Ano Lectivo 2012/2013 1. Nome ou Titulo do projeto Clube de Xadrez/Jogos Matemáticos 2. Agencia de Execução Nome: Escola Básica Fialho de Almeida Responsáveis do Projeto: Rosário Alves e José Palma. 3.

Leia mais

ÍNDICE: 1. Introdução. 1. - Caracterização do meio 2. - Caracterização do espaço ATL... 2. - Caracterização do grupo. 3

ÍNDICE: 1. Introdução. 1. - Caracterização do meio 2. - Caracterização do espaço ATL... 2. - Caracterização do grupo. 3 ÍNDICE: 1. Introdução. 1 2. CONTEXTUALIZAÇÃO - Caracterização do meio 2 - Caracterização do espaço ATL... 2 3. Grupo - Caracterização do grupo. 3 - Caracterização da equipa/horário. 3 4. OBJETIVOS: - Objetivos

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Índice 1. Objectivos gerais:... 4 2. Objectivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 5 4. Actividades Sócio-Educativas... 6 5.

Leia mais

Jardim de Infância Professor António José Ganhão

Jardim de Infância Professor António José Ganhão Jardim de Infância Professor António José Ganhão Jardim de Infância nº2 ( Brejo ) Jardim de Infância do Centro Escolar de Samora Correia Agrupamento de Escolas de Samora Correia Direcção Executiva Conselho

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE SACAVÉM E PRIOR. Projeto Pedagógico e de Animação de Campos de Férias

JUNTA DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE SACAVÉM E PRIOR. Projeto Pedagógico e de Animação de Campos de Férias JUNTA DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE SACAVÉM E PRIOR Projeto Pedagógico e de Animação de Campos de Férias ÍNDICE 2 Introdução Pág. 3 Princípios e Valores Pág. 3 Objetivos Gerais Pág. 4 Objetivos

Leia mais

Departamento de Ciências da Educação Licenciatura em Educação de Infância 3º Ano

Departamento de Ciências da Educação Licenciatura em Educação de Infância 3º Ano Departamento de Ciências da Educação Licenciatura em Educação de Infância 3º Ano Programa da disciplina de Oficina de Materiais Educativos Ano lectivo 2008/2009 3 horas semanais Docente: Prof. Doutor Paulo

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR MÊS Setembro TEMA Adaptação das Crianças PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR ACTIVIDADES PEDAGÓGICAS

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE PAIS DE EIXO. çzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopa

ASSOCIAÇÃO DE PAIS DE EIXO. çzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopa qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbn mqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl

Leia mais

Atividades de Enriquecimento do Currículo (AEC)

Atividades de Enriquecimento do Currículo (AEC) Atividades de Enriquecimento do Currículo (AEC) INTRODUÇÃO: De acordo com o DL 91/2013, artº 14º e os despachos normativos da organização do ano letivo n.s 7 e 7-A/2013 e o recente despacho de organização

Leia mais

ENCONTRO TEATRO ESCOLA

ENCONTRO TEATRO ESCOLA PROJECTO: XXIX ENCONTRO TEATRO ESCOLA PROMOTOR: IDENTIFICAÇÃO Nome da entidade: Escola Básica D. José I Endereço (rua, n.º, C.P.): Rua Santo António de Arenilha, 24, 8900-275 Vila Real de St. António Telef:

Leia mais

Arte e solidariedade aos olhos das crianças

Arte e solidariedade aos olhos das crianças Junta de Freguesia de Santa Maria dos Olivais Plano de Atividades Componente de Apoio à Família 2012/2013 Arte e solidariedade aos olhos das crianças Se a criança não receber a devida atenção, em geral,

Leia mais

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015/2016 PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015-2016 POR UM AGRUPAMENTO DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA JI Fojo EB 1/JI Major David Neto EB 2,3 Prof. José Buísel E.S. Manuel Teixeira Gomes

Leia mais

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Arraiolos Outubro 2008 Introdução O presente documento apresenta

Leia mais

Projeto: Férias em Movimento

Projeto: Férias em Movimento Projeto: Férias em Movimento 2012 INTRODUÇÃO Este projeto pretende ser um guia orientador da ação educativa, pedagógica e ocupacional a desenvolver ao longo das férias de Verão de 2012 na resposta de Centro

Leia mais

Caderno Estadias 2012 WWW.UPAJE.PT UPAJE 2012. União Para Acção Cultural Juvenil Educativa

Caderno Estadias 2012 WWW.UPAJE.PT UPAJE 2012. União Para Acção Cultural Juvenil Educativa WWW.UPAJE.PT Caderno 2012 UPAJE 2012 União Para Acção Cultural Juvenil Educativa 2012 1 desenvolvimento educação confiança conhecimento qualidade Descrição 1. Apresentação da Associação 2. Programas Escolas

Leia mais

Despertar os sentidos!

Despertar os sentidos! Despertar os sentidos! Tudo o que conhecemos chega-nos, de uma forma ou de outra, através de sensações sobre as realidades que nos rodeiam. Esta consciência sensorial pode e deve ser estimulada! Quanto

Leia mais

CATL-Oficina da Criança

CATL-Oficina da Criança Santa Casa da Misericórdia Mértola Centro Infantil Toda A CRIANÇA É UM ARTISTA AO SEU MODO. Precisamos oferecer um monte de possibilidades muitos materiais, muitas linguagens, pois possuir muitas linguagens

Leia mais

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant A equipa somos nós Ano letivo 2015/2016 Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant Projeto curricular escola Ano letivo 2015/2016 Entende-se

Leia mais

PESQUISA DOCUMENTAL Metodologia da pesquisa Autodocumentação Estudo das novas tecnologias Documentos informáticos

PESQUISA DOCUMENTAL Metodologia da pesquisa Autodocumentação Estudo das novas tecnologias Documentos informáticos Conceição Castro Professora do 4.ºGrupo (Mat. e C. da Natureza) EBI Torre de Dona Chama ANEXO 1 PESQUISA DOCUMENTAL Metodologia da pesquisa Autodocumentação Estudo das novas tecnologias Documentos informáticos

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL TEIXEIRA GOMES

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL TEIXEIRA GOMES Inovação e Qualidade Plano de Ação Estratégico - 2012/2013 ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL TEIXEIRA GOMES PROJECTO DE INTERVENÇÃO PLANO DE ACÇÃO ESTRATÉGICO 2012/2013 Escola de Oportunidades e de Futuro Telmo

Leia mais

PROJECTO PEDAGÓGICO SABICHÕES - 2011/2012 INDICE

PROJECTO PEDAGÓGICO SABICHÕES - 2011/2012 INDICE PROJECTO PEDAGÓGICO SABICHÕES - 2011/2012 INDICE 1. Caracterização do grupo 2. Organização do Espaço e do Tempo 3. Tema e fundamentação teórica do projecto o Mundo dos animais em vias de extinção da sala

Leia mais

PROJETO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA

PROJETO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE GUEIFÃES JI DE GUEIFÃES JI DEAZENHA NOVA CENTRO ESCOLAR GUEIFÃES / VERMOIM PROJETO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA ANO LETIVO 2011/2012 1. Introdução A escola enquanto

Leia mais

natura Campo de ferias surf adventures acampamento Verao 2010 Programa de Ocupação de Tempos Livres naturasines actividades de ar livre

natura Campo de ferias surf adventures acampamento Verao 2010 Programa de Ocupação de Tempos Livres naturasines actividades de ar livre acampamento Verao 2010 naturasines actividades de ar livre Programa de Ocupação de Tempos Livres Vem apanhar umas ondas connosco! A Naturasines, propõe um Programa de Férias em regime de acampamento, a

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO D. MANUEL I, BEJA

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO D. MANUEL I, BEJA ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO D. MANUEL I, BEJA Plano Estratégico de Melhoria 2011-2012 Uma escola de valores, que educa para os valores Sustentabilidade, uma educação de, e para o Futuro 1. Plano Estratégico

Leia mais

Plano de Férias de Verão

Plano de Férias de Verão Plano de Férias de Verão 1ª Semana Heróis 15/6 16/6 17/6 5.ª Feira 18/6 19/6 Recepção às crianças Atelier de expressão plástica Cartoons Acampamento de Heróis 38 12h00/13h00 Almoço Almoço (Autocarro +

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO (A PREENCHER PELA COMISSÃO DO PAA) Atividade Nº AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Clube de adrez Professor Responsável Carlos Magalhães Ano letivo 2014/2015 Índice 1. Introdução 3 2. Objetivos

Leia mais

10. Equipamentos e Serviços Sociais

10. Equipamentos e Serviços Sociais 68 10. Equipamentos e Serviços Sociais A rede de equipamentos e serviços sociais existentes no concelho de Vidigueira constitui uma realidade resultante do esforço e envolvimento de entidades de diversa

Leia mais

XXXII ENCONTRO NACIONAL DE TEATRO NA ESCOLA

XXXII ENCONTRO NACIONAL DE TEATRO NA ESCOLA Projecto: XXXII ENCONTRO NACIONAL DE TEATRO NA ESCOLA SOBREDA, 04, 05, 06 e 07 de Maio - 2011 1- ENTIDADES PROMOTORAS: IDENTIFICAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ELIAS GARCIA Rua Manuel Parada, 2819-505 Sobreda

Leia mais

PROJECTO EDUCATIVO DA CRECHE

PROJECTO EDUCATIVO DA CRECHE PROJECTO EDUCATIVO DA CRECHE Uma proposta educativa própria de uma instituição e a forma global como se organiza para proporcionar às crianças o desenvolvimento do seu potencial, a experienciá-lo e a vivenciá-lo.

Leia mais

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2014 Refª: 008 Tempos Livres em Segurança Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email

Leia mais

Plano Anual de Actividades 2011/2012 CRECHE

Plano Anual de Actividades 2011/2012 CRECHE Plano Anual de Actividades 2011/2012 CRECHE 1 Fundamentação Teórica O Plano Anual de Actividades constituiu, em conjunto com o Projecto Educativo e o Regulamento Interno, um dos principais instrumentos

Leia mais

O Plano de Educação Ambiental 2013 2015 pretende enriquecer a aposta da Câmara Municipal da Maia na Educação Ambiental e na Educação para o

O Plano de Educação Ambiental 2013 2015 pretende enriquecer a aposta da Câmara Municipal da Maia na Educação Ambiental e na Educação para o O Plano de Educação Ambiental 2013 2015 pretende enriquecer a aposta da Câmara Municipal da Maia na Educação Ambiental e na Educação para o Desenvolvimento Sustentável, promovendo a participação de toda

Leia mais

- NORMAS DE FUNCIONAMENTO -

- NORMAS DE FUNCIONAMENTO - - NORMAS DE FUNCIONAMENTO - O Colégio Laranja e Meia destina-se a receber crianças dos 3 meses aos 6 anos. Horário - Abertura : 8.30 horas - Encerramento : 19 horas As actividades pedagógicas decorrem

Leia mais

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral Criado em 2006, o Serviço Educativo do Museu de Santa Maria de Lamas (MSML) tem desenvolvido um conjunto de actividades pedagógicas e lúdicas, no sentido de divulgar o património integrado no seu vasto

Leia mais

Normas de Funcionamento do Projeto FÉRIAS ATIVAS OBJECTIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO

Normas de Funcionamento do Projeto FÉRIAS ATIVAS OBJECTIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO Normas de Funcionamento do Projeto FÉRIAS ATIVAS OBJECTIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO As presentes Normas têm por objetivo regulamentar as questões de funcionamento das Atividades a realizar nos períodos de

Leia mais

EB1/PE da Lourencinha Plano Anual de Actividades 2009/2010

EB1/PE da Lourencinha Plano Anual de Actividades 2009/2010 Introdução Enquadramento legal Plano Anual de Escola - o documento elaborado e aprovado pelos órgãos de administração e gestão da escola que define, em função do Projecto Educativo e Projecto Curricular

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE ALCABIDECHE. Índice. Actividades de Tempos Livres... 4. Colectividades... 7. Acção Social... 8. Salubridade e Cemitério...

JUNTA DE FREGUESIA DE ALCABIDECHE. Índice. Actividades de Tempos Livres... 4. Colectividades... 7. Acção Social... 8. Salubridade e Cemitério... 1 Índice Introdução... 2 Educação... 3 Actividades de Tempos Livres... 4 Cultura... 5 Desporto... 6 Colectividades... 7 Acção Social... 8 Salubridade e Cemitério... 10 Toponímia... 11 Obras... 12 Rede

Leia mais

Agrupamento de Escolas D. Lourenço Vicente. Proposta para apoio em Terapia da Fala e Psicologia

Agrupamento de Escolas D. Lourenço Vicente. Proposta para apoio em Terapia da Fala e Psicologia Proposta para apoio em Terapia da Fala e Psicologia Centro de Apoio e Intervenção no Desenvolvimento Infantil PROJETO AIDI I. Exposição Na atualidade, os recursos técnicos disponíveis nos jardins-de-infância

Leia mais

Plano Anual de Actividades

Plano Anual de Actividades 2016 2016 CENTRO SOCIAL DA SÉ CATEDRAL DO PORTO Plano Anual de Actividades Resposta Social: Centro Comunitário Porto, 2016 1. INTRODUÇÃO O presente plano tem como objectivo definir e delinear estratégias

Leia mais

Curso : Curso de Especialização Tecnológica em Psicogerontologia Codigo:7205. Ano Lectivo 2014-15. Codigo U.C. Ano Curricular Sem. U.C.

Curso : Curso de Especialização Tecnológica em Psicogerontologia Codigo:7205. Ano Lectivo 2014-15. Codigo U.C. Ano Curricular Sem. U.C. Curso : Curso de Especialização Tecnológica em Psicogerontologia :7205 Ano Curricular Sem.. Nome da. 1 Anual 201244 Psicologia do Desenvolvimento 1 Anual 201245 Psicologia da Saúde e das Relações Interpessoais

Leia mais

CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA A QUINTA DOS SONHOS PROJECTO EDUCATIVO

CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA A QUINTA DOS SONHOS PROJECTO EDUCATIVO CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA A QUINTA DOS SONHOS PROJECTO EDUCATIVO Ano lectivo 2009/2010 Índice 1. Projecto Educativo o que é? 2. Caracterização da Instituição 2.1 Sala de creche 2.2 Salas de Jardim de Infância

Leia mais

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro Programação de Actividades Julho 02 (4ª) 15h00 Edifício Américo Marinho Hum! Hum! Hum! Que delícia!, sessão I 04 (6ª) 15h00 Auditório Municipal Augusto Cabrita Atelier de Movimento, sessão I 07 (2ª) 15h00

Leia mais

Casa do Povo de Óbidos - Creche e Jardim de Infância Ano lectivo de 2011/2012 1

Casa do Povo de Óbidos - Creche e Jardim de Infância Ano lectivo de 2011/2012 1 PROJECTO DE VALÊNCIA DE CRECHE Ano lectivo de 2011/2012 1 Índice 1-INTRODUÇÃO... 1 2-PRINCÍPIOS GERAIS E OBJECTIVOS PEDAGÓGICOS DA CRECHE... 2 3-ÁREAS DE CONTEÚDO... 4 3.1 - ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E

Leia mais

Promover o sucesso escolar e educativo

Promover o sucesso escolar e educativo Viver em família na escola Escola Comunidade Educativa Organização caracterizada pelos princípiosp de aprender a ser, aprender a aprender, de educação para a vida e de educação educação permanente. Promover

Leia mais

Plano Anual de Actividades

Plano Anual de Actividades 2015 2015 CENTRO SOCIAL DA SÉ CATEDRAL DO PORTO Plano Anual de Actividades Resposta Social: Centro Comunitário Porto, 2015 1. INTRODUÇÃO O presente plano tem o intuito de programar estrategicamente a intervenção

Leia mais

Projeto de Intervenção

Projeto de Intervenção Agrupamento de Escolas Carlos Amarante, Braga Projeto de Intervenção 2014/2018 Hortense Lopes dos Santos candidatura a diretora do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante, Braga Braga, 17 abril de 2014

Leia mais

Bibliotecas Públicas e Formação de Utilizadores

Bibliotecas Públicas e Formação de Utilizadores Bibliotecas Públicas e Formação de Utilizadores Experiência da Biblioteca Municipal de Armando Correia Janeiro 8 CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA Direcção Municipal de Desenvolvimento Social Departamento de

Leia mais

Férias de Verão no Museu da CARRIS Semanas Temáticas Expressão Plástica Expressão Corporal Expressão Musical

Férias de Verão no Museu da CARRIS Semanas Temáticas Expressão Plástica Expressão Corporal Expressão Musical A ação educativa nas Semanas Temáticas do Museu da CARRIS é vocacionada para crianças e jovens adolescentes. Propõe a realização de atividades lúdicas e interativas que estimulem o pensamento, sensações

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Arronches. Metas Estratégicas para a Promoção da Cidadania ACTIVA e do Sucesso Escolar

Agrupamento de Escolas de Arronches. Metas Estratégicas para a Promoção da Cidadania ACTIVA e do Sucesso Escolar Agrupamento de Escolas de Arronches Metas Estratégicas para a Promoção da Cidadania ACTIVA e do Sucesso Escolar João Garrinhas Agrupamento de Escolas de Arronches I. PRINCIPIOS, VALORES E MISSÃO DO AGRUPAMENTO

Leia mais

AGENDA DAS VISITAS AGRUPAMENTOS

AGENDA DAS VISITAS AGRUPAMENTOS AGENDA DAS VISITAS AGRUPAMENTOS 8h45 9h00-11h00 11h00-12h30 12h30 14h30-16h30 17h00-18h00 18h00 1.º dia Chegada à escola-sede do Agrupamento Sessão de apresentação do Agrupamento pela Direcção e primeira

Leia mais

Planificação Anual. Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação. Registo e produções - Confiança

Planificação Anual. Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação. Registo e produções - Confiança Planificação Anual Professor: Gabriela Maria R. D. T. L. C. Silva Disciplina: Ano: préescolar Turma: I Ano letivo: 2014-2015 Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação Facilitar a adaptação

Leia mais

TEXTO DA COMUNICAÇÃO. Palmela THEKA: Aprender Partilhando, Partilhar Aprendendo

TEXTO DA COMUNICAÇÃO. Palmela THEKA: Aprender Partilhando, Partilhar Aprendendo TEXTO DA COMUNICAÇÃO Palmela THEKA: Aprender Partilhando, Partilhar Aprendendo Este projecto foi concebido no início do ano escolar de 2004/2005 quando decorria o segundo ano do processo de constituição

Leia mais

PROJECTO DE REALIZAÇÃO

PROJECTO DE REALIZAÇÃO APPEUC Associação de Professores de Português dos Estados Unidos e Canadá MONTREAL 2007 13, 14 e 15 de Abril de 2007 no Hotel Auberge Universel em Montreal PROJECTO DE REALIZAÇÃO Comissão Organizadora:

Leia mais

C E N T R O C U L T U R A L E S O C I A L D E S A N T O A D R I Ã O REGULAMENTO INTERNO CATL-ACR

C E N T R O C U L T U R A L E S O C I A L D E S A N T O A D R I Ã O REGULAMENTO INTERNO CATL-ACR C E N T R O C U L T U R A L E S O C I A L D E S A N T O A D R I Ã O REGULAMENTO INTERNO CATL-ACR A P R O V A D O E M A S S E M B L E I A G E R A L E M 1 1. 0 3. 2 0 1 6 ( A p ó s a s r e v i s õ e s e

Leia mais

CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO

CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO TABELA DE TAXAS E LICENÇAS CAPÍTULO VIII APROVEITAMENTO DE BENS DESTINADOS A UTILIZAÇÃO DO PÚBLICO Utilização das instalações do complexo municipal de piscinas de Santa Marta de Penaguião (Art. 5º do Regulamento

Leia mais

Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar do Lombo de São João [Ribeira Brava] Projeto Educativo de Escola 2012-2015

Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar do Lombo de São João [Ribeira Brava] Projeto Educativo de Escola 2012-2015 Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar do Lombo de São João [Ribeira Brava] Projeto Educativo de Escola 2012-2015 Escola Básica do 1º Ciclo com Pré- Escolar do Lombo de São João - Ribeira Brava 1 Índice Introdução...

Leia mais

Projeto Educativo. Creche Humanus C.A.M. Resposta Social Creche D O C. 0 0 3. 0 2. C R E. Página 1 de 11. Funcionamento com apoio:

Projeto Educativo. Creche Humanus C.A.M. Resposta Social Creche D O C. 0 0 3. 0 2. C R E. Página 1 de 11. Funcionamento com apoio: Projeto Educativo Creche Humanus C.A.M. 1 de 11 Índice Introdução... 3 Quem somos?...3 As Dimensões do Projeto Educativo Dimensão Global da Criança.. 5 Dimensão Individual.... 6 Dimensão das Aquisições..

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016 Calendarização / Mês Tema Objetivos Responsáveis pela Atividade Outubro Outono - Desenvolver o gosto pelo saber; Halloween - Valorizar diferentes formas de conhecimento, Dia Mundial da Alimentação comunicação

Leia mais

ESCOLA PORTUGUESA DE MACAU ATIVIDADES DE COMPLEMENTO CURRICULAR 2015 / 2016

ESCOLA PORTUGUESA DE MACAU ATIVIDADES DE COMPLEMENTO CURRICULAR 2015 / 2016 Danças Folclóricas Portuguesas Prof. Sílvia Brás Grupo Inic. 14:30 16:00 Grupo Av. 16:00 17:30 1º, 2º e 3º Ciclos Danças e Cantares Tradicionais Portugueses. Celebração de tradições. Participação em espetáculos.

Leia mais

Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA.

Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA. Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA. Destinando a formação a alunos de todas as idades, o ensino da

Leia mais

REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL Maria dos Prazeres Nunes 1 INTRODUÇÃO No Brasil a expansão da educação ocorre de forma lenta, mas, crescente nas últimas décadas. Com base nas determinações

Leia mais

A nossa missão: Valorização dos tempos livres contribuindo para o desenvolvimento individual e social de uma forma educativa e cultural.

A nossa missão: Valorização dos tempos livres contribuindo para o desenvolvimento individual e social de uma forma educativa e cultural. O Campo de Férias DECOJovem é promovido pela DECO em colaboração com a UPAJE, enquanto entidade organizadora e creditada pelo Instituto Português do Desporto e Juventude para a organização de atividades

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEVANTE DA MAIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEVANTE DA MAIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEVANTE DA MAIA Escola Básica e Secundária do Levante da Maia PLANO DE OCUPAÇÃO PLENA DE TEMPOS ESCOLARES 2013-2017 Crescer, Saber e Ser Página 0 (Anexo I) ÍNDICE I. Nota Introdutória

Leia mais

PROJETO DE ACOMPANHAMENTO DE DESPORTO ESCOLAR

PROJETO DE ACOMPANHAMENTO DE DESPORTO ESCOLAR UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA ESCOLA SECUNDÁRIA FERNANDO NAMORA Ano Letivo 2012/2013 PROJETO DE ACOMPANHAMENTO DE DESPORTO ESCOLAR - Badminton - Orientadores: Professor

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO K CRECHE K PRÉ-ESCOLAR K 1º CICLO DE ENSINO BÁSICO K ATL

REGULAMENTO INTERNO K CRECHE K PRÉ-ESCOLAR K 1º CICLO DE ENSINO BÁSICO K ATL REGULAMENTO INTERNO K CRECHE K PRÉ-ESCOLAR K 1º CICLO DE ENSINO BÁSICO K ATL O Centro Social Paroquial de São João das Lampas, adiante também designado por Centro Social ou simplesmente Centro, é uma Instituição

Leia mais

AAAF Jardim de Infância EB1/JI Santo António Plano Anual de Atividades 2015/2016

AAAF Jardim de Infância EB1/JI Santo António Plano Anual de Atividades 2015/2016 EB1/JI INSCRIÇÕES para AAAF JI (apoio on-line) Lançamento do Ano Letivo (Pausa Letiva Setembro) PAIS / ESCOLA Abertura do Ano Letivo Apresentação do Projeto Pedagógico Ginástica (destinada a todas Dança

Leia mais

Projeto Educativo APRENDIZ DE VIAJANTE

Projeto Educativo APRENDIZ DE VIAJANTE C.A.T.L. do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Poiares Cáritas Diocesana de Coimbra Projeto Educativo APRENDIZ DE VIAJANTE Ano I SABER + de MIM Triénio 2016/2018 Centro A.T.L. do 1º, 2º e 3º ciclo

Leia mais

ANEXO III REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

ANEXO III REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ANEXO III REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Artigo 1.º Âmbito 1 - O presente regulamento de avaliação de desempenho aplica-se a todos os docentes que se encontrem integrados na carreira. 2 - A avaliação

Leia mais

MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DOS ESTÁGIOS

MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DOS ESTÁGIOS INSTI INSTUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA MARIA DO CARMO D AGUIAR

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA MARIA DO CARMO D AGUIAR APRESENTAÇÃO DA EMPRESA MARIA DO CARMO D AGUIAR QUEM SOMOS NASCEMOS EM 1997 Fruto da firme convicção de que a Educação é pilar fundamental na construção de um futuro melhor e da forte vontade de intervir

Leia mais

Plano de Actividades 2011

Plano de Actividades 2011 Plano de Actividades 2011 Associação de Reabilitação e Integração Ajuda PLANO DE ACTIVIDADES 2011 No ano de 2011, a Direcção da ARIA, continuará a desenvolver a missão estatutária da Instituição, promovendo

Leia mais

A importância do animador sociocultural na Escola Agrupamento de Escolas de Matosinhos Sul

A importância do animador sociocultural na Escola Agrupamento de Escolas de Matosinhos Sul 1 A importância do animador sociocultural na Escola Agrupamento de Escolas de Matosinhos Sul Margarida Soares (*) O Agrupamento de Escolas Matosinhos Sul tem três animadores socioculturais afectos ao Projecto

Leia mais

Projecto de Sensibilização à Língua Inglesa para a Educação Pré-Escolar

Projecto de Sensibilização à Língua Inglesa para a Educação Pré-Escolar Projecto de Sensibilização à Língua Inglesa para a Educação Pré-Escolar Julho de 2005 LÍNGUA INGLESA NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Enquadramento do Projecto e objectivos inerentes Este projecto de Língua Inglesa

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014 ÍNDICE I INTRODUÇÃO... 1 II CALENDÁRIO ESCOLAR... 2 III ÁREAS DE INTERVENÇÃO... 3 1 PLANEAMENTO E ORGANIZAÇÃO ESCOLAR... 3 1.1- PREPARAÇÃO DO ANO ESCOLAR... 3 1.2 ABERTURA

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação do Concelho de Marvão. Preâmbulo

Regimento do Conselho Municipal de Educação do Concelho de Marvão. Preâmbulo Regimento do Conselho Municipal de Educação do Concelho de Marvão Preâmbulo A Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para

Leia mais

Plano Atividades Câmara Municipal do Funchal

Plano Atividades Câmara Municipal do Funchal 2015 Plano Atividades 1 Câmara Municipal do Funchal Departamento de Educação e Promoção Social 2 A Câmara Municipal do Funchal, no âmbito do seu Programa de Educação para a Cidadania, desenvolve, através

Leia mais

O nascimento e o batismo de Ana Maria Javouhey celebram-se, respetivamente, a 10 e 11 de novembro, que foram, este ano, num sábado e num domingo.

O nascimento e o batismo de Ana Maria Javouhey celebram-se, respetivamente, a 10 e 11 de novembro, que foram, este ano, num sábado e num domingo. O nascimento e o batismo de Ana Maria Javouhey celebram-se, respetivamente, a 10 e 11 de novembro, que foram, este ano, num sábado e num domingo. Mas, não podendo esquecer estes dois dias tão importantes

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DA BAIXA DA BANHEIRA

ESCOLA SECUNDÁRIA DA BAIXA DA BANHEIRA ESCOLA SECUNDÁRIA DA BAIXA DA BANHEIRA Ano lectivo 2010 / 2011 Introdução De modo a dar cumprimento à legislação em vigor, tendo como base os objectivos do Projecto Educativo: Diminuir o Insucesso e abandono

Leia mais

Avaliação do Projecto Curricular

Avaliação do Projecto Curricular Documento de Reflexão Avaliação do Projecto Curricular 2º Trimestre Ano Lectivo 2006/2007 Actividade Docente desenvolvida Actividade não lectiva Com base na proposta pedagógica apresentada no Projecto

Leia mais

Programa Educativo Individual

Programa Educativo Individual Programa Educativo Individual Ano Lectivo 2008/2009 1. Identificação do Aluno 2.1. Nome: 2.2. Data de Nascimento: 2.3. Morada: 2.4. Concelho: 2.5. Código Postal: 2.6. Telefone: 2.7. Email: 2.8. Situação

Leia mais

Atividades do Projeto Educação para a Saúde

Atividades do Projeto Educação para a Saúde Atividades do Projeto Educação para a Saúde A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que a saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, não consistindo somente numa ausência de

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS AMAJARI ANEXO III

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS AMAJARI ANEXO III PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS AMAJARI ANEXO III FORMULÁRIO DA VERSÃO ELETRÔNICA DO PROJETO / ATIVIDADE DE EXTENSÃO PBAEX 2016 01. Título do Projeto Implantação e desenvolvimento

Leia mais

ANEXO I (DO REGULAMENTO INTERNO DO COLÉGIO BOM JESUS) CRECHE ARTIGO PRIMEIRO. Destinatários

ANEXO I (DO REGULAMENTO INTERNO DO COLÉGIO BOM JESUS) CRECHE ARTIGO PRIMEIRO. Destinatários ANEXO I (DO REGULAMENTO INTERNO DO COLÉGIO BOM JESUS) CRECHE ARTIGO PRIMEIRO Destinatários A idade mínima para a frequência da Creche é de 3 meses de idade. ARTIGO QUARTO Áreas da Creche 1. A valência

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas de Marco de Canaveses 2010/2011. A Coordenadora: Maria José Castro Inácio. Ano Lectivo 201o/2011 1

Agrupamento Vertical de Escolas de Marco de Canaveses 2010/2011. A Coordenadora: Maria José Castro Inácio. Ano Lectivo 201o/2011 1 Agrupamento Vertical de Escolas de Marco de Canaveses 2010/2011 A Coordenadora: Maria José Castro Inácio Ano Lectivo 201o/2011 1 Pode não passar de uma banalidade de senso comum, mas nem por isso é menos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede 1. Identificação DEPARTAMENTO: Pré-Escolar PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES - PROPOSTA DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO - 2010 / 2011 Coordenador(a):

Leia mais