INAC - INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INAC - INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL"

Transcrição

1 CURSO DE RETENÇÃO DE TRIBUTOS NA CONTRATAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS (INSS, IRRF, CSLL, PIS, COFINS E ISS) Instruções Normativas 480/2004, (alterações INs 539, 706, 765, 791) e 03 e 938 do INSS e Lei /09 O INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL LTDA INAC é uma empresa estabelecida à Avenida Des. Hilton Souto Maior 6701, Cond. Cabo Branco Residence Prive, Bairro Portal do Sol, João Pessoa/PB, CEP , telefax: (0xx83) , ou Site: inscrita no CNPJ sob o nº / ,, não optante do SIMPLES, devidamente aparelhada na capacitação de recursos humanos e operando em vários setores Públicos, especializada, entre outros, no ramo de prestação de serviços de consultorias e Assessorias. Contamos, ainda, com profissionais altamente especializados em diversas áreas, com mais de 170 eventos realizados em todo território nacional, para vários Órgãos Públicos dos poderes das três esferas de governo, nas modalidades de Cursos abertos, compartilhados e in company, onde destacamos Tribunal de Contas da União TCU/ISC, STJ/DF, TSE-DF, TST-DF, além de vários Tribunais Regionais do TRE, TRT, TRF, Justiça Federal e Tribunais de Justiça de vários Estados, Tribunais de Contas de alguns Estados e Municípios, incluindo, ainda, os Órgãos do Executivo e Legislativo Federal Estadual e Municipal, podendo ser comprovado por meio de comprovantes de notas fiscais expedidas. 2. APRESENTAÇÃO O curso tem o fim específico de capacitar os servidores responsáveis pelas atividades inerentes às suas atribuições constantes do conteúdo deste evento. 3. OBJETIVOS 3.1. Oferecer conhecimentos que possibilitem a certeza do procedimento correto das atividades desenvolvidas pelos servidores Discutir analisar e orientar quanto às normas e procedimentos que permitam aos servidores aperfeiçoar os trabalhos com reflexos imediatos na produtividade Finalidade de aprimorar a qualidade dos trabalhos face às constantes fiscalizações dos Órgãos de Controle Interno e das Auditorias dos Tribunais de Contas da União, Estados e Municípios Os participantes poderão sanar suas dúvidas decorrentes de casos concretos durante a apresentação dos temas abordados. 4. PÚBLICO ALVO 4.1. Servidores Públicos Federais Estaduais e Municipais Auditores e Técnicos dos Tribunais de Contas da União; Estados, DF e Municípios Servidores que atuam nas áreas administrativas, Jurídica e Auditoria Profissionais liberais Advogados, Contadores, Administradores, Economistas, Consultores e demais profissionais envolvidos direta ou indiretamente com as questões constantes do conteúdo programático deste evento. 1

2 5. INFORMAÇÕES DO EVENTO LOCAL Hotel Ouro Branco (quatro estrelas) Tel: (83) site: - João Pessoa-PB DATA: 13 a 15/07/2011 CARGA HORÁRIA: 24 horas/aula. JORNADA DIÁRIA: 08h00min as 12h00min e de 13h30min as 17h30min. 6. RESPONSABILIDADES: 6.1. DO CONTRATANTE: a) Inscrição do participante. Acima de 5 (cinco) inscrições de um mesmo órgão a sexta será cortesia. b) Depósito na conta do INAC no Banco do Brasil S/A, Agência , conta X ou Nota de Empenho para confirmação da inscrição dos servidores devendo em seguida encaminhar os comprovantes para o telefax (83) c) No caso de CANCELAMENTOS deverão ser informados até 05 (cinco) dias antes do início do evento. Porém em caso de SUBSTITUIÇÃO de inscritos poderá ser realizada até durante a realização do evento. d) Todas as informações complementares deverão ser feitas por escrito DO CONTRATADO: a) Elaboração e reprodução do Manual específico do curso, almoço, coffee break b) Pasta para acondicionamento do manual, caneta, bloco de anotações e calculadora. c) Despesas inerentes aos honorários das horas/aula, passagens aéreas, hospedagem, locomoção urbana, impostos, contribuições e demais despesas previdenciárias do instrutor. d) Espaço físico, lap top, projetor multimídia, quadro magnético com apagador e pincel ou flip shart. e) Certificado para o participante com freqüência de no mínimo 80% da jornada. f) O INAC reserva-se o direito de adiar e/ou cancelar o curso bem como substituir o docente por motivo de força maior. 7. INVESTIMENTO Inscrição importa em R$ 1.490,00 (mil quatrocentos e noventa reais). O pagamento será efetuado após a conclusão do curso mediante nota fiscal emitida pelo INAC, devendo ser creditado no prazo de vinte dias a contar do recebimento da fatura pelo contratante, mediante depósito na Conta Corrente nº X, Agência nº do Banco do Brasil S/A. 7. INSTRUTOR ALEXANDRE MARQUES ANDRADE LEMOS - Técnico em Contabilidade; Bacharel em Direito e Advogado; Pós-graduado em Direito Processual Civil; Professor de cursos empresariais ministrados em vários Estados brasileiros, nos seguintes temas: Gestão Tributária de Contratos e Convênios; Retenções de Tributos Federais (IR, CSL, PIS, COFINS e INSS); Retenções Previdenciárias (INSS das Empresas Terceirizadas e Pessoas Físicas Autônomas); ISS Imposto sobre Serviços; As Retenções dos Órgãos e Empresas Federais PIS e COFINS Não- Cumulativos; Atualização em Legislação Tributária Federal. LIVROS PUBLICADOS: Co-autor da obra ISS LEI COMPLEMENTAR 116/2003, coordenada por Ives Gandra da Silva Martins, Ed. Juruá, 2004; Co-autor da obra 2

3 PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO, coordenada por Marcelo Magalhães Peixoto, Ed. Quartier Latin. 9. METODOLOGIA: - apresentada utilizando o método construtivista, a partir da realidade vivenciada pelo servidor quando no exercício de suas atribuições, bem como daqueles que participam para obter conhecimento dos seus direitos. 10. CONFIRMAÇÃO DO EVENTO: Mediante nota de empenho ou depósito bancário na conta do INAC ou cheque. Enviando o comprovante por meio do telefax (0xx83) CONTATOS: Por meio do telefax (83) ; tratar com Gabriel Magalhães ou Willyne Ahimed. 12. CURSOS INCOMPANY: Este curso pode ser realizado in company, adequando seu conteúdo programático de acordo com o interesse de sua instituição, na busca de otimizar as atividades objetivando o devido retorno quanto ao seu custo-benefício. 13. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: RETENÇÃO DE TRIBUTOS NA CONTRATAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS (INSS, IRRF, CSLL, PIS, COFINS E ISS) 1. ASPECTOS GERAIS DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA APLICADA À CONTRATAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS - Responsabilidades tributárias decorrentes da contratação de pessoas físicas e jurídicas - Distinção entre responsabilidade pela retenção e responsabilidade solidária - Panorama das incidências tributárias conforme a natureza jurídica do contratante (empresa privada, entidade da Administração Pública Direta e Indireta da União, Estados e Municípios). 2. RETENÇÃO NA FONTE DO INSS - Características gerais das contribuições previdenciárias incidentes sobre contratos com pessoas físicas e jurídicas. 2.1 Retenção de 11% na Cessão de Mão-de-Obra e Empreitada - Conceitos de Cessão de Mão-de-Obra e Empreitada - Serviços sujeitos à retenção - Incidência do INSS na Construção Civil - Apuração da base de cálculo da retenção - Exclusão de materiais e equipamentos - Dedução de despesas com alimentação e vale-transporte - Retenção dos prestadores de serviços optante do Simples Nacional - Dispensa de retenção 2.2 Retenção de 11% dos Contribuintes Individuais - Conceito de Contribuintes Individuais - Sujeitos passivos da retenção - Fato gerador e base de cálculo 3

4 - Limites mínimo e máximo do salário-de-contribuição - Alíquota de contribuição e alíquota de retenção - Contribuinte individual com várias fontes pagadoras 3. RETENÇÃO NA FONTE DO IRRF, CSLL, PIS E COFINS - Características gerais do Imposto de Renda, CSLL, PIS e COFINS - Panorama das incidências de IRRF, CSLL, PIS e COFINS nas contratações efetuadas por entidades privadas e públicas 3.1 Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) sobre contratos de prestação de serviços - Fato gerador do IRRF - IRRF de Pessoa Física: fato gerador, tabela progressiva, deduções - IRRF de Pessoas Jurídicas: serviços sujeitos a retenção e alíquotas - Adiantamentos e pagamentos acumulados - Período de apuração e vencimento - Dispensa de retenção na fonte - Procedimentos quanto ao prestador de serviços optante do Simples Nacional 3.2 Retenções do Poder Público Federal (Administração Direta e Indireta da União) - Lei 9.430/96, Instrução Normativa SRF 480/2004 e alterações - Retenção do IRPJ, CSLL, PIS e COFINS nas aquisições de produtos e serviços - Fato gerador e base de cálculo - Análise do quadro de alíquotas (Anexo I da IN SRF 480/2004) - Serviços com empregos de materiais - Dispensa de retenção - Aquisições através do suprimento de fundos (fundo fixo de caixa) - Optante do Simples Nacional, entidades imunes e isentas 4. RETENÇÃO NA FONTE DO ISS - IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS - Características gerais do tributo: fundamento constitucional, competência e fato gerador - Contribuintes do ISS - Campo de incidência do ISS e do ICMS. Prestação de serviços com fornecimento de mercadorias - Legislação de referência: Lei Complementar 116/2003 e Decreto-lei 406/68 - Análise e interpretação da lista de serviços anexa à LC 116/ Alíquotas máxima, mínima e alíquota fixa - Local da prestação do serviço: critérios da Lei Complementar e da Jurisprudência do STJ - Retenção na fonte: prerrogativas do Município competente - Sujeito passivo da obrigação de retenção do ISS (empresas e entidades públicas) - Serviços sujeitos à retenção obrigatória - Tratamento do optante do Simples Nacional (com as alterações da Lei Complementar 128/2008) - Locação de bens móveis e suas controvérsias 5. SIMULAÇÕES, ESTUDOS DE CASOS E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PRÁTICOS 4

5 João Pessoa-PB, / / 20. Gabriel Magalhães Diretor Geral 5

ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS PARA GESTÃO PÚBLICA COMPRAS ALMOXARIFADO - PATRIMÔNIO

ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS PARA GESTÃO PÚBLICA COMPRAS ALMOXARIFADO - PATRIMÔNIO ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS PARA GESTÃO PÚBLICA COMPRAS ALMOXARIFADO - PATRIMÔNIO O INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL LTDA INAC é uma empresa estabelecida à Avenida Des. Hilton Souto Maior 6701,

Leia mais

Apresentação. Objetivo. Público-alvo

Apresentação. Objetivo. Público-alvo Apresentação Com a nova in RFB 1.234/12 que revoga a in SRF 480/04 alteração da in RFB 971/09 pela in RFB 1.238/12 as inovações da retenção de tributos e contribuições socias Como calcular e reter tributos

Leia mais

AUDITORIA NOS PROCESSOS DE APOSENTADORIA/PENSÃO/ABONOS DE PERMANÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

AUDITORIA NOS PROCESSOS DE APOSENTADORIA/PENSÃO/ABONOS DE PERMANÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL AUDITORIA NOS PROCESSOS DE APOSENTADORIA/PENSÃO/ABONOS DE PERMANÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL APRENDA PRATICANDO NESTE EVENTO CHECK LIST DOS PROCEDIMENTOS DA AUDITAGEM

Leia mais

CURSO DE PLANEJAMENTO E AUDITORIA EM SAÚDE PÚBLICA

CURSO DE PLANEJAMENTO E AUDITORIA EM SAÚDE PÚBLICA CURSO DE PLANEJAMENTO E AUDITORIA EM SAÚDE PÚBLICA O INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL LTDA INAC é uma empresa estabelecida à Avenida Des. Hilton Souto Maior 6701, Cond. Cabo Branco Residence

Leia mais

INAC - INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL

INAC - INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL RETENÇÃO DE TRIBUTOS NA CONTRATAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS (INSS, IRRF, CSLL, PIS, COFINS E ISS) Instruções Normativas 480/2004, (alterações INs 539, 706, 765, 791) e 03 e 938 do INSS e Lei 11.941/09

Leia mais

Alexandre Marques Andrade Lemos. es ao. de Contratos e Convênios. Revista, ampliada e atualizada até maio de 2015

Alexandre Marques Andrade Lemos. es ao. de Contratos e Convênios. Revista, ampliada e atualizada até maio de 2015 Alexandre Marques Andrade Lemos r1 11111 es ao.,. u ar1a de Contratos e Convênios Retenções e encargos incidentes na contratação de pessoas ffsicas e jurídicas (INSS, IRRF, CSLL, PIS, COFINS e ISS) Revista,

Leia mais

INAC - INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL

INAC - INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL CURSO: LEGISLAÇÃO DE PESSOAL E AS IMPLICAÇÕES DO REGIME JURÍDICO DO SERVIDOR PÚBLICO RJU LEI 8112/90 ATUALIZADA OBSERVADAS AS LEIS 11.784/08 e 11.907/09 SOLUÇÃO PARA AS POLÊMICAS SOBRE RJU / REFORMA PREVIDENCIÁRIA

Leia mais

SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar ou Inexigir a licitação?

SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar ou Inexigir a licitação? SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar ou Inexigir a licitação? SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar

Leia mais

COMO FICA A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO COM A ENTRADA EM VIGOR DA LEI 13.161/2015

COMO FICA A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO COM A ENTRADA EM VIGOR DA LEI 13.161/2015 OFICINA ENFOQUE PRÁTICO COMO FICA A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO COM A ENTRADA EM VIGOR DA LEI 13.161/2015 Novo cenário; aplicação da legislação, jurisprudência e instrução processual; revisão dos

Leia mais

VERITAE CURSO. MANAD-MANUAL DE ARQUIVOS DIGITAIS ou SPED PREVIDENCIÁRIO (e-social ou e-folha)

VERITAE CURSO. MANAD-MANUAL DE ARQUIVOS DIGITAIS ou SPED PREVIDENCIÁRIO (e-social ou e-folha) VERITAE Cursos/RJ/Dezembro/2012 CURSO MANAD-MANUAL DE ARQUIVOS DIGITAIS ou SPED PREVIDENCIÁRIO (e-social ou e-folha) (Lei nº 10.666/2003; Instrução Normativa MPS/SRP nº 12/2006, que aprova o MANAD; Instrução

Leia mais

PROPOSTA DE CURSO IN COMPANY CURSO SOBRE CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS NOS CONTRATOS E CONVÊNIOS

PROPOSTA DE CURSO IN COMPANY CURSO SOBRE CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS NOS CONTRATOS E CONVÊNIOS PROPOSTA DE CURSO IN COMPANY CURSO SOBRE CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS NOS CONTRATOS E CONVÊNIOS O INSTITUTO NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL LTDA INAC é uma empresa estabelecida à Avenida Des. Hilton

Leia mais

VERITAE Cursos/RJ/Abril/2010

VERITAE Cursos/RJ/Abril/2010 VERITAE Cursos/RJ/Abril/2010 CURSO RETENÇÃO PREVIDENCIÁRIA NAS CESSÕES DE MÃO DE OBRA E NAS EMPREITADAS APLICADA ÀS EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS Inclui Módulo Especial: RETENÇÃO PREVIDENCIÁRIA E

Leia mais

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento:

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: QUESTÕES POLEMICAS: Método de Pesquisa de Preço de Serviços, Compreensão e Manejo de Planilhas para Julgamento de

Leia mais

Objetivos: Público Alvo: www.licidata.com.br gerencia@licidata.com.br (41) 3064-1100

Objetivos: Público Alvo: www.licidata.com.br gerencia@licidata.com.br (41) 3064-1100 VITÓRI A - ES 25 A 27 D E FEVEREIRO Objetivos: * Destacar os procedimentos gerenciais e operacionais que devem ser implementados para cumprir as recentes normativas sobre o assunto, em especial a IN 02/2008,

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S MANAUS/AM 11 E 12 DE DEZEMBRO DE 2014 PROFESSOR JERÔNIMO LEIRIA APRESENTAÇÃO Proporcionar aos participantes

Leia mais

Objetivo: Palestrante: Paulo Reis. Público Alvo: www.licidata.com.br gerencia@licidata.com.br (41) 3064-1100

Objetivo: Palestrante: Paulo Reis. Público Alvo: www.licidata.com.br gerencia@licidata.com.br (41) 3064-1100 MANAUS - AM 18 E 19 DE FEVEREIRO Objetivo: O Curso objetiva preparar os servidores da área de contratações da Administração Pública para a tarefa fundamental da elaboração do edital e do termo de referência,

Leia mais

Quadro Demonstrativo dos Impostos e Contribuições a serem retidos: CONFORME TABELA PROGRESSIVA PESSOA JURIDICA

Quadro Demonstrativo dos Impostos e Contribuições a serem retidos: CONFORME TABELA PROGRESSIVA PESSOA JURIDICA Prezado Credenciado, A Postal Saúde Caixa de Assistência e Saúde dos Empregados dos Correios, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos, operadora de plano de saúde na modalidade

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015 Até dia Obrigação 4 IRRF Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.01.2015,

Leia mais

Curso de pós-graduação Lato Sensu Especialização em. Gestão Tributária

Curso de pós-graduação Lato Sensu Especialização em. Gestão Tributária Curso de pós-graduação Lato Sensu Especialização em Gestão Tributária Os cursos de Especialização do INPG ampliam o conhecimento e são destinados a quem precisa atualizar-se ou qualificarse para assumir

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO SEMINÁRIO ESPECIAL PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO A ELABORAÇÃO DA PLANILHA PASSO A PASSO: ESTUDO DA LEGISLAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA E MEMÓRIA DE CÁLCULO DE CADA RUBRICA

Leia mais

Retenções na Fonte. Normas e Procedimentos para retenções de tributos municipais, estaduais e federais para prestadores de serviços

Retenções na Fonte. Normas e Procedimentos para retenções de tributos municipais, estaduais e federais para prestadores de serviços Retenções na Fonte Normas e Procedimentos para retenções de tributos municipais, estaduais e federais para prestadores de serviços Retenção na Fonte IRPJ (1,5% ). Fato Gerador - O imposto de renda na fonte

Leia mais

DEPRECIAÇÃO E REAVALIAÇÃO DO ATIVO IMOBILIZADO EM AMERICANA/SP

DEPRECIAÇÃO E REAVALIAÇÃO DO ATIVO IMOBILIZADO EM AMERICANA/SP DEPRECIAÇÃO E REAVALIAÇÃO DO ATIVO IMOBILIZADO EM AMERICANA/SP 16 Horas/Aula Realização: Incluso: LIVRO: MANUAL DE CONTROLE PATRIMONIAL NAS ENTIDADES PÚBLICAS, pasta personalizada, apostila(manual), caneta,

Leia mais

Os Tributos e Contribuições abrangidos pela Lei 10.833 de 2003 e suas respectivas alíquotas, foram os seguintes :

Os Tributos e Contribuições abrangidos pela Lei 10.833 de 2003 e suas respectivas alíquotas, foram os seguintes : Retenção de Tributos e Contribuições Federais nos pagamentos efetuados por pessoas jurídicas a outras pessoas jurídicas pelo fornecimento de bens e pela prestação de serviços Dr. Fabiano Gama Ricci* 1.Considerações

Leia mais

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7 8. Clique e veja o compromisso do dia.

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7 8. Clique e veja o compromisso do dia. Atenção 01 Aqueles contribuintes obrigados ao envio mensal do arquivo SINTEGRA à SEFAZ, devem observar a data de entrega, conforme definido pelo fisco. Atenção 02 Essas informações não substituem aquelas

Leia mais

CURSOS SOBRE TRIBUTOS MUNICIPAIS

CURSOS SOBRE TRIBUTOS MUNICIPAIS CURSOS SOBRE TRIBUTOS MUNICIPAIS O EXERCÍCIO PRÁTICO DO SERVIDOR DA FISCALIZAÇÃO MUNICIPAL CARUARU PE, 05 E 06 DE JULHO DE 2010 MACEIÓ AL, 08 E 09 DE JULHO DE 2010 EDITORIAL A Tributus Informática Ltda.

Leia mais

AGENDA DE CONTRIBUIÇÕES, TRIBUTOS E OBRIGAÇÕES

AGENDA DE CONTRIBUIÇÕES, TRIBUTOS E OBRIGAÇÕES Sinduscon Ceará - Agosto / 2014 DIAS OBRIGAÇÕES DESCRIÇÃO FUNDAMENTAÇÃO LEGAL 05 (terça-feira) IRRF RETIDO NA FONTE Recolher até o 3º dia útil após o último decêndio do mês anterior, os fatos gerados a

Leia mais

Objetivo: Palestrante: Paulo Reis. Público Alvo: www.licidata.com.br gerencia@licidata.com.br (41) 3064-1100

Objetivo: Palestrante: Paulo Reis. Público Alvo: www.licidata.com.br gerencia@licidata.com.br (41) 3064-1100 MANAUS - AM 28 E 29 DE JANEIRO Objetivo: O Curso objetiva preparar os servidores da área de contratações da Administração Pública para a tarefa fundamental da elaboração do edital e do termo de referência,

Leia mais

CURSO DE ELABORAÇÃO PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS A FUNDOS PERDIDOS.

CURSO DE ELABORAÇÃO PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS A FUNDOS PERDIDOS. CURSO DE ELABORAÇÃO PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS A FUNDOS PERDIDOS. APRESENTAÇÃO Este curso vem preencher uma lacuna há anos reclamados pelo Governo Federal, quando informa que existem recursos

Leia mais

REEQUILÍBRIO ECONÔMICO-FINANCEIRO DOS CONTRATOS ADMINISTRATIVOS: REVISÃO, REAJUSTE E REPACTUAÇÃO

REEQUILÍBRIO ECONÔMICO-FINANCEIRO DOS CONTRATOS ADMINISTRATIVOS: REVISÃO, REAJUSTE E REPACTUAÇÃO OFICINA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO REEQUILÍBRIO ECONÔMICO-FINANCEIRO DOS CONTRATOS ADMINISTRATIVOS: REVISÃO, REAJUSTE E REPACTUAÇÃO Normas aplicáveis, jurisprudência e aspectos processuais Carga

Leia mais

Julho CURSO COMPLETO DE FORMAÇÃO, CAPACITAÇÃO E ATUALIZAÇÃO EM LICITAÇÕES. 27, 28, 29 e 30

Julho CURSO COMPLETO DE FORMAÇÃO, CAPACITAÇÃO E ATUALIZAÇÃO EM LICITAÇÕES. 27, 28, 29 e 30 27, 28, 29 e 30 Julho LOCAL: Curitiba, PR CURSO COMPLETO DE FORMAÇÃO, CAPACITAÇÃO E ATUALIZAÇÃO EM LICITAÇÕES Com Dupla Certificação - Teoria e Prática de Elaboração de Termo de Referência. CURSO COMPLETO

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 Até dia Obrigação Histórico 3 IRRF Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.01.2011,

Leia mais

OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE ACORDO COM A LEI Nº 8.666/93 E COM O RDC UM PARALELO ENTRE OS REGIMES

OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE ACORDO COM A LEI Nº 8.666/93 E COM O RDC UM PARALELO ENTRE OS REGIMES OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE ACORDO COM A LEI Nº 8.666/93 E COM O RDC UM PARALELO ENTRE OS REGIMES Do planejamento e julgamento da licitação até a fiscalização dos contratos 31 de março e 1º de abril

Leia mais

O Evento. Público alvo. Local do Evento. Carga Horária: 26 horas 24 A 27 DE AGOSTO - CURITIBA/PR

O Evento. Público alvo. Local do Evento. Carga Horária: 26 horas 24 A 27 DE AGOSTO - CURITIBA/PR O Evento As contratações públicas não dispensam uma permanente reavaliação da atuação da Administração. Criar táticas de planejamento, gestão e controle é também definir o marco do interesse público. Por

Leia mais

Gestão Financeira de Entidades Sindicais

Gestão Financeira de Entidades Sindicais Gestão Financeira de Entidades Sindicais Constituição Federal Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

Leia mais

21 e 22 SEMINÁRIO NACIONAL: SANÇÕES NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS E A RESPONSABILIDADE DOS AGENTES PÚBLICOS NA VISÃO DO TCU. Setembro

21 e 22 SEMINÁRIO NACIONAL: SANÇÕES NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS E A RESPONSABILIDADE DOS AGENTES PÚBLICOS NA VISÃO DO TCU. Setembro 21 e 22 Setembro LOCAL: Belo Horizonte, MG SEMINÁRIO NACIONAL: SANÇÕES NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS E A RESPONSABILIDADE DOS AGENTES PÚBLICOS NA VISÃO DO TCU SEMINÁRIO NACIONAL: SANÇÕES NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS

Leia mais

Analista Fiscal. ICMS, IPI, ISS, PIS/Pasep e Cofins. (O único curso da região ministrado por especialistas em cada área abordada) Fernanda Silva

Analista Fiscal. ICMS, IPI, ISS, PIS/Pasep e Cofins. (O único curso da região ministrado por especialistas em cada área abordada) Fernanda Silva Analista Fiscal ICMS, IPI, ISS, PIS/Pasep e Cofins (O único curso da região ministrado por especialistas em cada área abordada) Orientadores Fernanda Silva Advogada; consultora da CPA; Pós-Graduada em

Leia mais

CURSO LICITAÇÕES, CONTRATOS E CONTROLE de OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA na ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

CURSO LICITAÇÕES, CONTRATOS E CONTROLE de OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA na ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CURSO LICITAÇÕES, CONTRATOS E CONTROLE de OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA na ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA OBJETIVOS: Proporcionar desenvolvimento profissional em Licitações e Contratos de Engenharia na Administração

Leia mais

DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples

DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples Wagner Mendes Contador, Pós-Graduado em Controladoria, Auditoria e Tributos, Consultor Tributário, Especialista em Tributos Federais, Contabilidade e Legislação

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Valores de CSRF na Cobrança Bancária por CNAB

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Valores de CSRF na Cobrança Bancária por CNAB Parecer Consultoria Tributária Segmentos Valores 25/11/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1. Instrução Normativa SRF 459/2004... 3 2.2. Instrução

Leia mais

RETENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA NA FONTE

RETENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA NA FONTE RETENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA NA FONTE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS POR PESSOA JURÍDICA APLICAÇÃO: SETOR PRIVADO E PÚBLICO 1 - INCIDÊNCIA 2 - SERVIÇOS ABRANGIDOS 2.1 - LISTA DE SERVIÇOS 2.2 FACTORING E ASSEMELHADOS

Leia mais

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 Informativo 19 - Página 285 - Ano 2009 ORIENTAÇÃO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Opção pelo SIMEI Conheça as condições para recolhimento

Leia mais

VERITAE Cursos/RJ/Abril/2012

VERITAE Cursos/RJ/Abril/2012 VERITAE Cursos/RJ/Abril/2012 CURSO CONECTIVIDADE SOCIAL, ICP BRASIL E O MANAD- MANUAL DE ARQUIVOS DIGITAIS ASPECTOS OPERACIONAIS E O LEIOUTE DA FOLHA DE PAGAMENTO Lei nº 10.666/2003; Circulares CEF 547

Leia mais

O QUE MUDA NAS LICITAÇÕES E NOS CONTRATOS COM O NOVO REGIME DAS MICROEMPRESAS

O QUE MUDA NAS LICITAÇÕES E NOS CONTRATOS COM O NOVO REGIME DAS MICROEMPRESAS O QUE MUDA NAS LICITAÇÕES E NOS CONTRATOS COM O NOVO REGIME DAS MICROEMPRESAS AS ALTERAÇÕES DA LEI COMPLEMENTAR Nº 147/14 NA LEI COMPLEMENTAR Nº 123/06 E NA LEI Nº 8.666/93 O REGIME DE PREFERÊNCIAS COM

Leia mais

Portfólio de serviços - 1

Portfólio de serviços - 1 Portfólio de serviços - 1 www.valortributario.com.br { C om experiência de quem há mais de 12 anos oferece soluções empresariais para os mais diversos segmentos, a VALOR TRIBUTÁRIO destaca-se como uma

Leia mais

https://top.solucaopublica.com.br/mantena/

https://top.solucaopublica.com.br/mantena/ 1) Acesso ao sistema NFS-e na WEB A comunidade terá acesso ao NFS-e através do Site da Prefeitura Municipal de Mantena. Para acessar o sistema da NFS-e, o contribuinte deverá acessar o site: https://top.solucaopublica.com.br/mantena/

Leia mais

Melhores práticas, análise de cláusulas

Melhores práticas, análise de cláusulas LICITAÇÕES E CONTRATOS TEMAS POLÊMICOS E OS ENTENDIMENTOS DO TCU E DOS TRIBUNAIS SUPERIORES Pesquisa de preços SRP Revisão, reajuste e repactuação Responsabilidade dos agentes Alterações do contrato Sanções

Leia mais

EIRELI ASPECTOS TRIBUTÁRIOS

EIRELI ASPECTOS TRIBUTÁRIOS EIRELI ASPECTOS TRIBUTÁRIOS André Henrique Lemos - Bacharel em Direito pela UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí. - Advogado militante em Direito empresarial. - Pós-graduado em administração tributária

Leia mais

Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa

Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa A Constituição Federal e o Estatuto Os artigos 146, 170, 179 da Constituição de 1988 contêm os marcos legais que fundamentam as medidas e ações de apoio às

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Retenção na fonte sobre adiantamento pago por PJ a outra Pessoa Jurídica

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Retenção na fonte sobre adiantamento pago por PJ a outra Pessoa Jurídica Retenção na fonte sobre adiantamento pago por PJ a outra Pessoa Jurídica 19/10/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1.

Leia mais

CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO 3 OFICINAS

CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO 3 OFICINAS CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO 3 OFICINAS 24 Horas/Aula Realização: INCLUSO: LIVROS: UM EXEMPLAR DE CADA INSTRUTOR, bolsa ecológica, apostila(manual), caneta, lápis, borracha, slides trabalhados

Leia mais

Um breve panorama contábil e tributário no Brasil por Daniel Zaidan

Um breve panorama contábil e tributário no Brasil por Daniel Zaidan Consultoria Compliance Um breve panorama contábil e tributário no Brasil por Daniel Zaidan São Paulo Brasil Alterações Contábeis no Brasil Em 2008, entrou em vigor a Lei 11.638/07 que alterou substancialmente

Leia mais

Treinamento Completo de Licitações

Treinamento Completo de Licitações Treinamento Completo de Licitações Ênfase no Pregão e SRP Carga Horária de 20 Horas 28 a 30 de Julho Fortaleza - CE *Obrigatoriedade legal de cláusulas benéficas às Microempresas. LC 123/06 e LC 147/14

Leia mais

Sumário. Apresentação, xi. 1 Introdução, 1. 2 Tributos federais e contribuições sociais, 31. Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), 31

Sumário. Apresentação, xi. 1 Introdução, 1. 2 Tributos federais e contribuições sociais, 31. Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), 31 Apresentação, xi 1 Introdução, 1 1.1 Fundamentos de contabilidade: a obrigatoriedade da escrituração contábil, 1 1.2 Fundamentos de tributos, 9 1.3 Plano de contas de referência, 20 2 Tributos federais

Leia mais

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 REGRAS E CRITÉRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DAS OPERAÇÕES DE CONTAS A PAGAR ATRAVÉS DA FADEX TERESINA PI, FEVEREIRO DE 2012 INSTRUÇÃO

Leia mais

GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS - MELHORES PRÁTICAS. 2ª Edição

GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS - MELHORES PRÁTICAS. 2ª Edição SEMINÁRIO NACIONAL GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS - MELHORES PRÁTICAS Carga Horária: 24 horas/atividade Horário: 8h30 às 18h (com intervalo para almoço) 2ª Edição Brasília, 30 de maio

Leia mais

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais

COMO FICA A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO COM A ENTRADA EM VIGOR DA LEI 13.161/2015

COMO FICA A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO COM A ENTRADA EM VIGOR DA LEI 13.161/2015 OFICINA ENFOQUE PRÁTICO COMO FICA A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO COM A ENTRADA EM VIGOR DA LEI 13.161/2015 Novo cenário; aplicação da legislação, jurisprudência e instrução processual; revisão dos

Leia mais

27 e 28. Abril LICITAÇÕES E CONTRATOS NA VISÃO DO TCU E DOS TRIBUNAIS SUPERIORES. LOCAL: Belo Horizonte - MG

27 e 28. Abril LICITAÇÕES E CONTRATOS NA VISÃO DO TCU E DOS TRIBUNAIS SUPERIORES. LOCAL: Belo Horizonte - MG 27 e 28 Abril LOCAL: Belo Horizonte - MG LICITAÇÕES E CONTRATOS NA VISÃO DO TCU E DOS TRIBUNAIS SUPERIORES LICITAÇÕES E CONTRATOS NA VISÃO DO TCU E DOS TRIBUNAIS SUPERIORES Descrição do objeto: qualidade

Leia mais

Graduação Tecnológica em Gestão Financeira, com ênfase na Gestão de Tributos - 2016/1 - TURMA 301

Graduação Tecnológica em Gestão Financeira, com ênfase na Gestão de Tributos - 2016/1 - TURMA 301 Graduação Tecnológica em Gestão Financeira, com ênfase na Gestão de Tributos - 2016/1 - TURMA 301 DESCRIÇÃO Datas e horários das aulas: De segunda a sexta-feira, das 18h45min às 22h20min. Sobre o curso

Leia mais

GESTÃO TRIBUTÁRIA E PLANEJAMENTO FISCAL MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Julho 2012. ESPM Unidade Porto Alegre

GESTÃO TRIBUTÁRIA E PLANEJAMENTO FISCAL MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Julho 2012. ESPM Unidade Porto Alegre GESTÃO TRIBUTÁRIA E PLANEJAMENTO FISCAL MANUAL DO CANDIDATO Ingresso Julho 2012 ESPM Unidade Porto Alegre Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Central de Candidatos: (51)

Leia mais

NOVAS PRESTAÇÕES DE CONTAS ANUAIS A ENVIAR AO TCE/ES EM 2016

NOVAS PRESTAÇÕES DE CONTAS ANUAIS A ENVIAR AO TCE/ES EM 2016 NOVAS PRESTAÇÕES DE CONTAS ANUAIS A ENVIAR AO TCE/ES EM 2016 Período, Carga Horária: 23.11.15 (8:30 h às 17:30 h) e 24.11.15 (8 h às 17 h), totalizando 16 horas/aulas. Local de Realização: Auditório (Espaço

Leia mais

Análise das DCASP Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Arapiraca/AL

Análise das DCASP Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Arapiraca/AL Análise das DCASP Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Arapiraca/AL Realização: Apoio: INCLUSO: Pasta personalizada CASP Online, apostila(manual), caneta, lápis, borracha, slides trabalhados

Leia mais

A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO E A

A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO E A 30 e 31 Março LOCAL: Brasília, DF A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO E A REPERCUSSÃO NA PLANILHA DE CUSTOS E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Repactuações, Reajustes e Revisões De acordo com as recentes alterações

Leia mais

Marilene Talarico Martins Rodrigues

Marilene Talarico Martins Rodrigues Marilene Talarico Martins Rodrigues Formação Acadêmica Pós-Graduação na PUC - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (créditos concluídos), nas áreas de concentração em (a) Direito Constitucional

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE FORMAÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2008 SLTI/MPOG E ATUALIZAÇÕES POSTERIORES Carga Horária de 24 Horas 14 a 16 de Setembro Brasília - DF Objetivo:

Leia mais

2.3.11.1 Forma alternativa, 108 2.3.11.2 Contabilização da compra de matéria-prima por empresa contribuinte do IPI, 109 2.3.11.3 Contabilização de

2.3.11.1 Forma alternativa, 108 2.3.11.2 Contabilização da compra de matéria-prima por empresa contribuinte do IPI, 109 2.3.11.3 Contabilização de Sumário 1 Introdução, l 1.1 Fundamentos de contabilidade: a obrigatoriedade da escrituração contábil, l 1.2 Fundamentos de tributos, 10 1.3 Plano de contas de referência, 22 2 A contabilização de tributos

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE FORMAÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2008 SLTI/MPOG Exclusivamente Atualizado com a IN 06/13 Carga Horária de 24 Horas 23 a 25 de Fevereiro Belém

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Retenção INSS por Contribuinte Individual

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Retenção INSS por Contribuinte Individual 12/05/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro de 2009... 4 3.2 Exemplo

Leia mais

Intercâmbio Nova Sistemática de Contabilização

Intercâmbio Nova Sistemática de Contabilização Nova Sistemática de Contabilização Impactos financeiros, contábeis, operacionais e fiscais Lycia Braz Moreira (lycia@fblaw.com.br) Assessoria Jurídica Unimed Federação Rio Definição O que é Intercâmbio?

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS ABRIL/2014. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Março/2014:

AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS ABRIL/2014. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Março/2014: AGENDA DE OBRIGAÇÕES FEDERAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS ABRIL/2014 03/Abril. 5ª Feira. IOF - Imposto sobre Operações Financeiras. Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de Março/2014: - Operações

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO A ELABORAÇÃO DA PLANILHA PASSO A PASSO: ESTUDO DA LEGISLAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA E MEMÓRIA DE

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA SETEMBRO DE 2015

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA SETEMBRO DE 2015 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA SETEMBRO DE 2015 Até dia Obrigação 3 IRRF Salário de Agosto de 2015 Histórico ocorridos no período de 21 a 31.08.2015, incidente sobre rendimentos de (art. 70, I, letra

Leia mais

Agenda de Obrigações Federal - Abril/2015

Agenda de Obrigações Federal - Abril/2015 Agenda de Obrigações Federal - Abril/2015 Até: Segunda-feira, dia 6 IOF Pagamento do IOF apurado no 3º decêndio de março/2015: - Operações de crédito - Pessoa Jurídica - Cód. Darf 1150 - Operações de crédito

Leia mais

Consultoria tributária

Consultoria tributária Direito Tributário Cientes das complexidades trazidas pela legislação tributária nacional e diante da necessidade trazida por seus clientes, o Vernalha Guimarães & Pereira Advogados Associados (VG&P) estruturou

Leia mais

IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9.

IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9. AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL JANEIRO DE 2016 06.01 (4ª Feira) IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9.430/1996

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Ações Necessárias para o seu Efetivo Funcionamento

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Ações Necessárias para o seu Efetivo Funcionamento SISTEMA DE CONTROLE INTERNO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Ações Necessárias para o seu Efetivo Funcionamento Período e Carga Horária: 14 e 15.02.13, das 8:30h às 17:30h, totalizando 16 horas/aulas. Local do

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO GERENCIAMENTO DE INCIDENTES E PLANEJAMENTO DE CONTINGÊNCIA

CURSO DE EXTENSÃO GERENCIAMENTO DE INCIDENTES E PLANEJAMENTO DE CONTINGÊNCIA CURSO DE EXTENSÃO GERENCIAMENTO DE INCIDENTES E PLANEJAMENTO DE CONTINGÊNCIA Edição agosto de 2015 APRESENTAÇÃO O curso GERENCIAMENTO DE INCIDENTES E PLANEJAMENTO DE CONTINGÊNCIA aborda os aspectos conceituais

Leia mais

Planilhas de Custos e Preços da IN 02/08 MPOG e suas Alterações

Planilhas de Custos e Preços da IN 02/08 MPOG e suas Alterações Planilhas de Custos e Preços da IN 02/08 MPOG e suas Alterações Campo Grande - MS Dias 15 e 16 de Julho de 2013 Grand Park Hotel Avenida Afonso Pena, 5282 - Chácara Cachoeira Objetivos: * Destacar os procedimentos

Leia mais

ISSQN E IRRF IRPJ, CSLL, PIS, COFINS

ISSQN E IRRF IRPJ, CSLL, PIS, COFINS Retenções de Tributos nos Órgãos Públicos ISSQN E IRRF IRPJ, CSLL, PIS, COFINS Palestrante: Zenaide Carvalho Administradora e Contadora, especialista em Auditoria e Controladoria, Pós-graduanda em Direito

Leia mais

1º ENCONTRO NACIONAL FORMAÇÃO DE PREÇOS EM OBRAS PÚBLICA COM O NOVO SINAPI 19 DE JUNHO DE 2015 SÃO PAULO/ SP PROFESSORES ALDO DÓREA MATTOS

1º ENCONTRO NACIONAL FORMAÇÃO DE PREÇOS EM OBRAS PÚBLICA COM O NOVO SINAPI 19 DE JUNHO DE 2015 SÃO PAULO/ SP PROFESSORES ALDO DÓREA MATTOS 1º ENCONTRO NACIONAL FORMAÇÃO DE PREÇOS EM OBRAS PÚBLICA COM O NOVO SINAPI 19 DE JUNHO DE 2015 SÃO PAULO/ SP PROFESSORES ALDO DÓREA MATTOS ANDRÉ PACHIONI BAETA TATIANA THOMÉ DE OLIVEIRA UBIRACI ESPINELLI

Leia mais

11 A redução nas taxas de juros que afetem o retorno necessário. 12 O cálculo do valor em uso de uma unidade geradora de caixa

11 A redução nas taxas de juros que afetem o retorno necessário. 12 O cálculo do valor em uso de uma unidade geradora de caixa De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o

Leia mais

CONTABILIZAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES NÃO-CUMULATIVAS AO PIS E COFINS

CONTABILIZAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES NÃO-CUMULATIVAS AO PIS E COFINS 513 CONTABILIZAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES NÃO-CUMULATIVAS AO PIS E COFINS (*) por Silvério das Neves 1 - INTRODUÇÃO - DISCUSSÃO TRIBUTÁRIA: 1.1 - CRÉDITOS DAS CONTRIBUIÇÕES NÃO-CUMULATIVAS AO PIS E A COFINS

Leia mais

Contabilidade para não Contadores. (Atualizado com as normas internacionais de contabilidade)

Contabilidade para não Contadores. (Atualizado com as normas internacionais de contabilidade) Contabilidade para não Contadores (Atualizado com as normas internacionais de contabilidade) Orientadoras Andréa Giungi Contadora; MBA em Controladoria Estratégica pela Fecap Fundação Escola de Comércio

Leia mais

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES PERÍODO DE REALIZAÇÃO E CARGA HORÁRIA O curso será realizado no período de 02 a 05 de

Leia mais

ALTERAÇÕES RECENTES NA LEGISLAÇÃO DO ICMS

ALTERAÇÕES RECENTES NA LEGISLAÇÃO DO ICMS ALTERAÇÕES RECENTES NA LEGISLAÇÃO DO ICMS PROGRAMA Utilização da carta de correção Ajuste SINIEF 01/07 e Decreto n. 51.801/07 Nota Fiscal Eletrônica NF-e (Estadual) Obrigatoriedade de uso em 2008 Ajuste

Leia mais

Normas Sistema Gestão da Informação

Normas Sistema Gestão da Informação Normas Sistema Gestão da Informação Visão Anotada INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1599, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2015 (Publicado(a) no DOU de 14/12/2015, seção 1, pág. 32) Dispõe sobre a Declaração de Débitos e

Leia mais

EVENTO PÚBLICO ALVO OBJETIVO

EVENTO PÚBLICO ALVO OBJETIVO EVENTO O curso enfoca as diversas etapas do SICONV Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse, criado e desenvolvido pelo Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão com o objetivo de propiciar

Leia mais

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR)

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) Pontos Lei Geral Como é hoje 1 Alcance da Lei A lei do Simples está voltada para os tributos federais. Os sistemas de tributação

Leia mais

IOB Setorial JURÍDICO. Sociedade de advogados - Aspectos tributários 6. EMPRESAS EM LIQUIDAÇÃO 7. EMPRESAS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL 1.

IOB Setorial JURÍDICO. Sociedade de advogados - Aspectos tributários 6. EMPRESAS EM LIQUIDAÇÃO 7. EMPRESAS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL 1. 6. EMPRESAS EM LIQUIDAÇÃO Segundo o art. 16 da Instrução Normativa DNRC em tela, ao final dos nomes dos empresários e das sociedades empresárias que estiverem em processo de liquidação, após a anotação

Leia mais

Elaboração: Nilson José da Silva. Auditor do Estado. Cristina Santos Vilella. Auditora do Estado

Elaboração: Nilson José da Silva. Auditor do Estado. Cristina Santos Vilella. Auditora do Estado Versão 1 - Cuiabá Novembro de 2005 1 Elaboração: Nilson José da Silva Auditor do Estado Cristina Santos Vilella Auditora do Estado 2 APRESENTAÇÃO A Auditoria-Geral do Estado de Mato Grosso AGE-MT após

Leia mais

IVES GANDRA DA SILVA MARTINS MARCELO MAGALHÃES PEIXOTO (Coordenadores)

IVES GANDRA DA SILVA MARTINS MARCELO MAGALHÃES PEIXOTO (Coordenadores) IVES GANDRA DA SILVA MARTINS MARCELO MAGALHÃES PEIXOTO (Coordenadores) IMPOSTO SOBRE A RENDA E PROVENTOS DE QUALQUER NATUREZA Questões pontuais do curso da APET MP Editora São Paulo, 2006 CATALOGAÇÃO NA

Leia mais

Assunto: Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF

Assunto: Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF NOTA TÉCNICA n. 003/2008/GECON Vitória, 20 de abril de 2008. Assunto: Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF Prezados (as) Senhores (as), Trata-se de orientação quanto à obrigatoriedade

Leia mais

EDITAL Nº 52/2014 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO CURSO SOBRE RETENÇÃO DO INSS DE 11% PESSOA JURÍDICA E PESSOA FÍSICA COM ÊNFASE AS NOVAS REGRAS DO ESOCIAL

EDITAL Nº 52/2014 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO CURSO SOBRE RETENÇÃO DO INSS DE 11% PESSOA JURÍDICA E PESSOA FÍSICA COM ÊNFASE AS NOVAS REGRAS DO ESOCIAL EDITAL Nº 52/2014 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO CURSO SOBRE RETENÇÃO DO INSS DE 11% PESSOA JURÍDICA E PESSOA FÍSICA COM ÊNFASE AS NOVAS REGRAS DO ESOCIAL 1. OBJETIVO DO CURSO Propiciar conhecimento sobre a

Leia mais

RDC - REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS

RDC - REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS RDC - REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÕES PÚBLICAS Como utilizar o RDC nas Contratações de Obras Públicas? Data: 04 e 05 de junho de 2014 Local: Porto Alegre/RS APRESENTAÇÃO A melhoria da qualidade na

Leia mais

Formação de Preços de Serviços Terceirizados 2 de abril de 2008

Formação de Preços de Serviços Terceirizados 2 de abril de 2008 Formação de Preços de Serviços Terceirizados 2 de abril de 2008 OBJETIVOS Analisar posicionamentos estratégicos, adotados na atualidade, sobre a análise da composição de custo de serviços para garantir

Leia mais

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social.

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Documentos que possuem validade fiscal perante o fisco

Leia mais

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Perfil do Palestrante: Contador, Consultor e Professor Universitário Colaborador do Escritório Santa Rita desde 1991 Tributação das Médias e Pequenas Empresas Como

Leia mais

Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF).

Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF). INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 974, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF). O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, no uso das atribuições

Leia mais

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL OBRIGATORIEDADE

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL OBRIGATORIEDADE FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Os artigos 578 e 579 da CLT preveem que as contribuições devidas aos sindicatos, pelos que participem das categorias econômicas ou profissionais ou das profissões liberais representadas

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO E AUDITORIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO E AUDITORIA ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA A ELABORAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS DIRETÓRIOS PARTIDÁRIOS Tendo em vista a obrigação das agremiações partidárias de prestar contas até 30 de abril de 2014, referente ao exercício

Leia mais