Equilíbrio. Prof a Alessandra Smaniotto. QMC Química Analítica Curso de Graduação em Farmácia Turmas 02102A e 02102B

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Equilíbrio. Prof a Alessandra Smaniotto. QMC 5325 - Química Analítica Curso de Graduação em Farmácia Turmas 02102A e 02102B"

Transcrição

1 Cap 3: Equilíbrio Químico Equilíbrio brioácido-base Prof a Alessandra Smaniotto QMC Química Analítica Curso de Graduação em Farmácia Turmas 02102A e 02102B

2 Íon hidrogênio O íon hidrogênio (H + ) éo íon mais importante nos sistemas biológicos; A [H + ] nas células e líquidos biológicos influencia a velocidade das reações químicas, a forma e função das enzimas, assim como de outras proteínas celulares e a integridade das células; A [H + ] nas células e líquidos biológicos deve estar em torno de 0,4x10-7 mol L -1.

3 Ácidos e bases Conceito de Arrhenius Ácidoétoda substância que em solução aquosa libera como cátion o íon hidrogênio (H + ). Ex.: HCl+ H 2 O H 3 O + + Cl - Baseétoda substância que em solução aquosa se dissocia liberando ânion hidroxila (OH - ). Ex.: NaOH+ H 2 O Na + + OH -

4 HCl(aq) + H 2 O(aq) H 3 O + (aq) + Cl - (aq) HClem água= ácido forte (100% dissociado) NaOH(aq) + H 2 O(aq) Na + (aq) + OH - (aq) NaOH em água= base forte (100% dissociada) Íon H + em água: Emágua, H + (aq) forma clusters. O cluster maissimples H 3 O + (aq). Usa-se ouh + (aq) ouh 3 O + (aq). Clusters H 5 O 2 + Clusters H 9 O 4 +

5 Em 1923, dois químicos, J. N. Brønstedda Dinamarca, e J. M. Lowry da Inglaterra, propuseram independentemente uma teoria sobre o comportamento ácido-base que éparticularmente útil na química analítica. Definição: Ácido é uma substância capaz de doar prótons Base é um substância capaz de receber prótons Um aspecto importante do conceito de Brønsted-Lowryéa ideia de que quando a espécie ácido cede um próton, a espécie base é formada, como mostrado pela reação: Ácido base + próton Um ácido que tenha doado um próton torna-se uma base conjugada capaz de aceitar um próton para regenerar o ácido original.

6 Similarmente, toda base produz um ácido como resultado de aceitar um próton, ou seja: Base + próton ácido Uma base que tenha recebido um próton torna-se um ácido conjugado capaz de doar um próton para regenerar o ácido original. H 2 O + HNO 2 H 3 O + + NO 2 - Base1 Ácido 2 Ácido 1 Base 2 NH 3 + H 2 O NH OH - Base1 Ácido2 Ácido1 Base2

7 Conceito de Lewis Ácidos e bases não precisam conter prótons; Ácidos são aceptores de pares de elétrons e bases são doadores. H + (aq) + :OH - (aq) H 2 O ácido de Lewis: aceptor pares de elétrons base de Lewis: doador de pares de elétrons Fe 3+ (aq) + SCN - (aq) [FeSCN] 2+( aq) ácido de Lewis: recebe base de Lewis: doa pares de pares de elétrons elétrons H 3 N + BF 3 H 3 N:BF 3 base de Lewis ácido de Lewis

8 H 2 O nas definições de Arrhenius, Lewis e Bronsted-Lowry Lewis Bronsted - Lowry Ácido Base Aceita pares de elétrons Doa pares de elétrons H + (aq) + :OH - (aq) H 2 O Doa próton [H + ] =[H 3 O + ] Aceita um próton [H + ] =[H 3 O + ] H 2 O + H 2 O H 3 O + (aq) + OH - (aq) b2 a2 a1 b1 Arrhenius Produzem íons H 3 O + (H + ) = dissolvidos em H 2 O Produzem íons OH - = dissolvidos em H 2 O

9 Espécies anfipróticas As espécies que possuem ambas as propriedades ácidas e básicas são chamadas anfipróticas. Um exemplo éo íon diidrogenofosfato, H 2 PO 4-, que se comporta como uma base na presença de um doador de próton como o H 3 O + e se comporta como um ácido na presença de um receptor de prótons como o OH - : H 2 PO H 3 O + H 3 PO 4 + H 2 O Base1 ácido2 Ácido1 base2 H 2 PO OH - HPO H 2 O Ácido1 base2 Base1 ácido2

10 Os aminoácidos simples são uma classe importante de compostos anfipróticos que contêm tanto grupos funcionais de um ácido fraco quanto de uma base fraca; Quando dissolvido em água, um aminoácido como a glicina sofre uma reação interna do tipo ácido-base para produzir um zwitterion uma espécie que possui tanto uma carga positiva quanto uma carga negativa. NH 2 CH 2 COOH NH 3+ CH 2 COO - glicina zwitterion

11 Solventes anfipróticos Comportam-se como ácidos na presença de solutos básicos e como bases diante de solutos ácidos. NH 3 + H 2 O NH 4+ + OH - base 1 ácido 2 ácido 1 base 2 HNO 2 + H 2 O H 3 O + + NO 2 - ácido 1 base 2 ácido 2 base 1 Água é um solvente anfiprótico

12 Outros solventes anfipróticos: Metanol, etanol, ácido acético anidro NH 3 + CH 3 OH NH CH 3 O - Base1 Ácido 2 Ácido 1 Base 2 HNO 2 + CH 3 OH CH 3 OH NO - 2 Ácido 2 Base1 Ácido 1 Base 2

13 Autoprotólise ou auto-ioniza ionização Os solventes anfipróticos sofrem autoprotólise; Envolve a reação espontânea de moléculas de uma substância para formar um par de íons: Base1 + Ácido 2 Ácido 1 + Base 2 H 2 O + H 2 O H 3 O + + OH - CH 3 OH + CH 3 OH CH 3 OH 2+ + CH 3 O - Autoprotólise da água é pequena à temperatura ambiente [H 3 O + ] = [OH - ] = 10-7 mol L -1

14 Força de ácidos e bases Ácidos fortes reagem completamente com o solvente, não deixando moléculas do soluto não dissociadas; Ácidos fortes são eletrólitos fortes, ou seja, possuem alto grau de dissociação α 1; A força do ácido é inversamente relacionada com a força da sua base conjugada; quanto mais forte o ácido, mais fraca será sua base conjugada.

15 Ácido forte Ácido fraco HClO 4 + H 2 O H 3 O + + ClO - 4 HCl + H 2 O H 3 O + + Cl - H 3 PO 4 + H 2 O H 3 O + + H 2 PO 4 H 3 COOH + H 2 O H 3 O + + H 3 COO - H 2 PO H 2 O H 3 O + + HPO = 4 NH H 2 O H 3 O + + NH 3 Base fraca Base forte

16 Solvente nivelador e solvente diferenciador A tendência de um solvente de aceitar ou doar prótons determina a força do soluto ácido ou básico dissolvido nele. Por exemplo, os ácidos perclórico e clorídrico são ácidos fortes em água; Se o ácido acético anidro, um receptor de prótons mais fraco, substituir a água como solvente, nenhum desses ácidos sofrerá uma dissociação total; O ácido perclóricoé, entretanto, consideravelmente mais forte que o ácido clorídrico nesse solvente, com sua dissociação sendo cerca de 5 mil vezes maior; Em um solvente diferenciador, vários ácidos se dissociam em níveis diferentes e têm forças diferentes; Em um solvente nivelador, vários ácidos dissociam-se completamente e exibem a mesma força.

17 HCl e HClO 4 H 2 O Ácido forte (dissociação completa) Solvente nivelador Vários ácidos dissociamse completamente e exibem a mesma força Solvente CH 3 COOH (receptor e-mais fraco) Ácidos fracos (dissociação parcial) HClO 4 >>>>HCl(5000x) Solvente diferenciador Vários ácidos dissociam-se em níveis diferentes e têm forças diferentes

18 Produto Iônico da água,, K W base ácido 1 2 ácido 1 base 2 H 2 O + H 2 O H 3 O + + OH - K H O OH = w 3 [ H O] 2 + K = H O OH Obs: em soluções diluídas, [H 2 O] émuito maior do que a concentração de espécies químicas em solução.

19 Logaritmo (na base 10) do inverso da concentração de íon hidrônio, ou logaritmo da concentração de H 3 O + tomado com o sinal negativo. ph = log 1/[ H O ] ph = log[ H O ] Usado porque a maioria das concentrações são menores que 1 mol L -1; 10-1 a mol L -1 (faixa comum em titulações) K H O OH w + = 3 ph + log Kw = log H3O OH + log K = ( log[ H ]) + ( log[ OH ]) w pk = ph + poh w Obs: ph + poh= 14a 25 C

20 Escala de ph NaOH, 0,1mol/L mais básico mais ácido leite de magnésia bórax água do mar sangue, lágrimas leite saliva chuva café preto vinho tomate vinagre suco de limão suco gástrico amônia

21 ph xhomeostasia Equilíbrio entre a entrada ou produção de íons hidrogênio e a livre remoção desses íons do organismo; O organismo dispõe de mecanismos para manter a [H+] e, consequentemente, o ph sanguíneo, dentro da normalidade, ou seja manter a homeostasia. Acidose ph do Sangue Arterial ph normal Alcalose 7,0 7,4 7,8 Faixa de sobrevida

22 ph dos Líquidos L Corporais Concentração de H + em meq/l ph Líquido Extracelular Sangue arterial 4.0 x Sangue venoso 4.5 x Líquido Intersticial 4.5 x Líquido Intracelular 1 x 10-3 a 4 x a 7.4 Urina 3 x 10-2 a 1 x a 8.0 HCl gástrico

ÁCIDOS E BASES. + (aq) + OH - (aq)

ÁCIDOS E BASES. + (aq) + OH - (aq) ÁCIDOS E BASES O conhecimento sobre termodinâmica, particularmente sobre as constantes de equilíbrio é de grande importância na discussão quantitativa das forças de ácidos e bases o que permite desenvolver

Leia mais

Lista de exercícios ph e soluções-tampão (II) GABARITO

Lista de exercícios ph e soluções-tampão (II) GABARITO Lista de exercícios ph e soluções-tampão (II) GABARITO 1. Qual é o ph de uma solução que tem [H + ] de: a) 1,75 x 10-5 mol/l ph = -log 1,75 x 10-5 ph = 4,76 b) 6,5 x 10-10 mol/l ph = 9,19 c) 1,0 x 10-4

Leia mais

Ácidos e bases. Aula 8 Ácidos e Bases / ph. Par ácido-base conjugado. Ácidos e bases

Ácidos e bases. Aula 8 Ácidos e Bases / ph. Par ácido-base conjugado. Ácidos e bases Aula 8 Ácidos e Bases / ph Prof. Ricardo Aparicio - IQ/Unicamp - 1s/2009 QG107 (Biologia) - 1s/2009 Definição de Brønsted-Lowry (1923) definição mais abrangente que a de Arrhenius ácidos e bases = ácidos

Leia mais

O CONCEITO DE ARRHENIUS PARA ÁCIDOS E BASES

O CONCEITO DE ARRHENIUS PARA ÁCIDOS E BASES ÁCIDOS E BASES O CONCEITO DE ARRHENIUS PARA ÁCIDOS E BASES Apresentado pelo químico, físico e matemático sueco Svante August Arrhenius (18591927) em 1887. Ácidos são substâncias que, quando dissolvidas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET/Agronomia. TUTOR: Dr. Ribamar Silva PETIANO: Rafael de Melo Clemêncio

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET/Agronomia. TUTOR: Dr. Ribamar Silva PETIANO: Rafael de Melo Clemêncio UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET/Agronomia TUTOR: Dr. Ribamar Silva PETIANO: Rafael de Melo Clemêncio Estabelecido entre uma substância e seus íons; Reação reversível Reagente

Leia mais

FUNÇÕES INORGÂNICAS. As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO

FUNÇÕES INORGÂNICAS. As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO FUNÇÕES INORGÂNICAS As substâncias são agrupadas de acordo com as suas propriedades. ÁCIDO BASE SAL ÓXIDO ÁCIDOS e BASES de ARRHENIUS Acidos são substâncias que em solução aquosa liberam H +. Ex. HCl +

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 3ª Série Turma: FG

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 3ª Série Turma: FG COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Professora: Maria Luiza 3ª Série Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 Tópicos da Aula: Substâncias que interferem no equilíbrio químico da água; Equilíbrio ácido-base; Soluções ácidas, neutras e alcalinas;

Leia mais

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Introdução a Analise Química - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

CONCEITOS MODERNOS DE ÁCIDOS E BASES

CONCEITOS MODERNOS DE ÁCIDOS E BASES CONCEITOS MODERNOS DE ÁCIDOS E BASES Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 01 Na reação segundo a equação: EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 1 1 1 3 2 2 4 NH H O NH OH a) Qual o doador de

Leia mais

Equilíbrio Ácido-Base. Ácidos e Bases Fracos

Equilíbrio Ácido-Base. Ácidos e Bases Fracos Equilíbrio Ácido-Base Ácidos e Bases Fracos ph de soluções CH 3 COOH (aq) 0,10 mol/dm 3 HCl (aq) 0,10 mol/dm 3 ph? ph= 2,9 ph= 1 [H 3 O + ] < [H 3 O + ] PORQUÊ? 2 ph de soluções Segundo Arrhenius o ácido

Leia mais

Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe

Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe A H,0 Li 7,0 Na 2,0 9 K 9,0 7 Rb 85,5 55 Cs,0 87 Fr (22) 2 2A Be 9,0 2 Mg 2,0 20 Ca 0,0 8 Sr 88,0 56 Ba 7,0 88 Ra (226) Elementos de Transição B B 5B 6B 7B 8B B 2B 5 6 7 A A 5A 6A 7A 78,5 8,0 8,0 86,0

Leia mais

5. (Espcex (Aman) 2013) Uma amostra de 5 g de hidróxido de sódio (NaOH) impuro foi dissolvida em água suficiente para formar 1L de solução.

5. (Espcex (Aman) 2013) Uma amostra de 5 g de hidróxido de sódio (NaOH) impuro foi dissolvida em água suficiente para formar 1L de solução. 1. (Enem ª aplicação 010) Alguns fatores podem alterar a rapidez das reações químicas. A seguir, destacam-se três exemplos no contexto da preparação e da conservação de alimentos: 1. A maioria dos produtos

Leia mais

LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS. Ensino Médio 3º ano. Cinética Química Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico

LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS. Ensino Médio 3º ano. Cinética Química Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS Ensino Médio 3º ano Cinética Química Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico Prof. Ricardo Finkler 2011 1) A velocidade de uma reação química depende: I. Do número de colisões

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake Soluções. Equilíbrio químico em solução aquosa Equilíbrio químico: ácidos e bases 1 ácidos e bases cf. Arrhenius Exemplo: Preparo de uma solução de HCl em água HCl (aq) + H 2 O H 3 O + (aq) + Cl (aq) íon

Leia mais

Equilíbrio Ácido-Básico. Água : solvente das reações químicas

Equilíbrio Ácido-Básico. Água : solvente das reações químicas Equilíbrio Ácido-Básico Água : solvente das reações químicas Introdução Polaridade molecular: moléculas que possuem uma maior concentração de cargas numa parte da molécula. Os elétrons são compartilhados

Leia mais

1- Reação de auto-ionização da água

1- Reação de auto-ionização da água Equilíbrio Iônico 1- Reação de auto-ionização da água A auto- ionização da água pura produz concentração muito baixa de íons H 3 O + ou H + e OH -. H 2 O H + (aq) + OH - (aq) (I) ou H 2 O + H 2 O H 3 O

Leia mais

International Junior Science Olympiad

International Junior Science Olympiad International Junior Science Olympiad IJSO Brasil 2009 Segunda Fase Gabarito Q U A D R O D E R E S P O S T A S Física Química Biologia A B C D E 01 X 02 X 03 X 04 X 05 X 06 X 07 X 08 X 09 X 10 X A B C

Leia mais

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre).

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). Ácidos Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). H + é conhecido como próton Ácidos com um próton ácido são chamados monopróticos (por

Leia mais

Roteiro de Estudos 2 trimestre - 2015 Disciplina: Química 1ª SÉRIE

Roteiro de Estudos 2 trimestre - 2015 Disciplina: Química 1ª SÉRIE Roteiro de Estudos 2 trimestre - 2015 Disciplina: Química 1ª SÉRIE Professor: Ricardo Augusto Marques da Costa O que devo saber: Unidade 6: Dissociação e ionização condutividade elétrica. Conceito de ácido,

Leia mais

Aula Teórica 3 Cálculo de ph de Ácidos Fracos e Bases Fracas

Aula Teórica 3 Cálculo de ph de Ácidos Fracos e Bases Fracas Aula Teórica 3 Cálculo de ph de Ácidos Fracos e Bases Fracas JRM Como calcular o ph de soluções de ácidos e bases fracas? Considere um ácido fraco (monoácido), HA H 2 O H OH - ------ Keq ~ 10-14 HA H A

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química - II sem/2013 Profa Ma Auxiliadora - 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 I semestre 2017 AULA 01 Equilíbrio Ácido-base Profa. Maria Auxiliadora Costa

Leia mais

Ácidos, bases e sistemas tampão

Ácidos, bases e sistemas tampão Ácidos, bases e sistemas tampão Ionização da água A água pura tem uma baixa concentração de iões hidrónio (H 3 O + ) e uma igual concentração de iões hidróxido (OH - ) Os ácidos são dadores de protões

Leia mais

]CN, se obtém uma solução: a) básica, porque K 1. . e) neutra, porque [ácido] 5 [base]. b) básica, porque K 1. . c) ácida, porque K 1

]CN, se obtém uma solução: a) básica, porque K 1. . e) neutra, porque [ácido] 5 [base]. b) básica, porque K 1. . c) ácida, porque K 1 Resolução das atividades complementares 3 Química Q43 Constante de idrólise p 4 (UEL-PR) A adição de cianeto de sódio sólido em água estabelece o equilíbrio químico: C (aq) H 2 O(,) F HCN(aq) OH 2 (aq)

Leia mais

QUÍMICA. Resolução: a) CH 4 b) Ligações de Hidrogênio. c) 3,3 10 16 L

QUÍMICA. Resolução: a) CH 4 b) Ligações de Hidrogênio. c) 3,3 10 16 L QUÍMICA ª QUESTÃO O aquecimento global é o aumento da temperatura terrestre e tem preocupado a comunidade científica cada vez mais. Acredita-se que seja devido ao uso de combustíveis fósseis e outros processos

Leia mais

PROVA DESAFIO EM QUÍMICA 04/10/14

PROVA DESAFIO EM QUÍMICA 04/10/14 PROVA DESAFIO EM QUÍMICA 04/10/14 Nome: Nº de Inscrição: Assinatura: Questão Valor Grau 1 a 2,0 2 a 2,0 3 a 2,0 4 a 2,0 5 a 2,0 Total 10,0 IMPORTANTE: 1) Explique e justifique a resolução de todas as questões.

Leia mais

a) Incorreta. O aumento da temperatura desloca o equilíbrio para o lado direito, no sentido da formação do vapor (transformação endotérmica).

a) Incorreta. O aumento da temperatura desloca o equilíbrio para o lado direito, no sentido da formação do vapor (transformação endotérmica). 01 a) Incorreta. O aumento da temperatura desloca o equilíbrio para o lado direito, no sentido da formação do vapor (transformação endotérmica). b) Incorreta. Quanto mais volátil o líquido, menor será

Leia mais

P R O V A D E Q UÍMICA I. A tabela abaixo apresenta os pontos de ebulição e a solubilidade em água de alguns álcoois e éteres importantes.

P R O V A D E Q UÍMICA I. A tabela abaixo apresenta os pontos de ebulição e a solubilidade em água de alguns álcoois e éteres importantes. 17 P R O V A D E Q UÍMICA I QUESTÃO 46 A tabela abaixo apresenta os pontos de ebulição e a solubilidade em água de alguns álcoois e éteres importantes. Composto Pe ( o C) Solubilidade em água CH 3 CH 2

Leia mais

TEORIA DE ÁCIDOS E BASES

TEORIA DE ÁCIDOS E BASES TEORIA DE ÁCIDOS E BASES Proposição de S. Arrhenius (1887) Substâncias produtoras de íons hidrogênio em água fossem chamadas de ácidos Substâncias produtoras de íons hidroxila em água fossem chamadas de

Leia mais

CONCEITO DE ÁCIDOS E BASES 1

CONCEITO DE ÁCIDOS E BASES 1 CONCEITO DE ÁCIDOS E BASES 1 1. Conceito de Arrhenius A primeira definição de ácidos e bases foi dada pelo químico sueco Svante Arrhenius ao redor de 1884: Substâncias ácidas são aquelas que em solução

Leia mais

EQUILÍBRIO ÁCIDO BASE. Profa. Marcia M. Meier QUÍMICA GERAL II

EQUILÍBRIO ÁCIDO BASE. Profa. Marcia M. Meier QUÍMICA GERAL II EQUILÍBRIO ÁCIDO BASE Profa. Marcia M. Meier QUÍMICA GERAL II 1 EQUILÍBRIO ÁCIDO BASE Ácidos e bases são dois tipos muito comuns de substâncias encontradas no laboratório e no mundo cotidiano. Inclusive

Leia mais

Equilíbrio Químico. PROF. NÚRIA Kc, Kp, Ka, Ki, Kb E ph

Equilíbrio Químico. PROF. NÚRIA Kc, Kp, Ka, Ki, Kb E ph Equilíbrio Químico PROF. NÚRIA Kc, Kp, Ka, Ki, Kb E ph 1 - "O conceito de equilíbrio é fundamental na química, mas não é exclusivo da química. Vivemos em uma situação social e econômica que constitui equilíbrio

Leia mais

QUI 326 Primeira lista de exercícios 1/2013

QUI 326 Primeira lista de exercícios 1/2013 Exercícios de revisão QUI 326 Primeira lista de exercícios 1/2013 1) Balanceie as equações abaixo: a) Cu + HNO 3 Cu (NO 3 ) 2 + NO +H 2 O b) CrO 3 + SnCl 2 + HCl CrCl 3 + SnCl 4 + H 2 O c) PbO 2 + HCl

Leia mais

H = +25,4 kj / mol Neste caso, dizemos que a entalpia da mistura aumentou em 25,4 kj por mol de nitrato de amônio dissolvido.

H = +25,4 kj / mol Neste caso, dizemos que a entalpia da mistura aumentou em 25,4 kj por mol de nitrato de amônio dissolvido. Lei de Hess 1. Introdução Termoquímica é o ramo da termodinâmica que estuda o calor trocado entre o sistema e sua vizinhança devido à ocorrência de uma reação química ou transformação de fase. Desta maneira,

Leia mais

Química - Série Concursos Públicos Curso Prático & Objetivo. Funções Inorgânicas

Química - Série Concursos Públicos Curso Prático & Objetivo. Funções Inorgânicas Funções Inorgânicas 01. Ácido de Arrhenius Substância que, em solução aquosa, libera como cátions somente íons H + (ou H 3 O + ). Nomenclatura: Ácido não-oxigenado (HxE): ácido + [nome do E] + ídrico Exemplo:

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 II semestre 2016 AULA 01 Equilíbrio Ácido-base Profa. Maria Auxiliadora

Leia mais

Equilíbrio iônico K w. /ph e poh. Equilíbrio Iônico I. Conceito de ph e poh. Equilíbrio iônico na água. Série. Ensino. Pré-Universitário Professor(a)

Equilíbrio iônico K w. /ph e poh. Equilíbrio Iônico I. Conceito de ph e poh. Equilíbrio iônico na água. Série. Ensino. Pré-Universitário Professor(a) Série Rumo ao ITA Nº 05 Ensino Pré-Universitário Professor(a) Aluno(a) Antonino Fontenelle Sede Nº TC Turma Turno Data / / Química Equilíbrio Iônico I Equilíbrio iônico K w /ph e poh Equilíbrio iônico

Leia mais

DISTÚRBIO HIDRO- ELETROLÍTICO E ÁCIDO-BÁSICO

DISTÚRBIO HIDRO- ELETROLÍTICO E ÁCIDO-BÁSICO Preparatório Concursos- 2012 DISTÚRBIO HIDRO- ELETROLÍTICO E ÁCIDO-BÁSICO Prof. Fernando Ramos Gonçalves -Msc Distúrbio hidro-eletrolítico e ácido-básico Distúrbios da regulação da água; Disnatremias;

Leia mais

Modelos Gerais de Ácidos, Bases e Reações Ácido-Base

Modelos Gerais de Ácidos, Bases e Reações Ácido-Base Modelos Gerais de Ácidos, Bases e Reações Ácido-Base Prof.: Willame Bezerra A Química dos Ácidos e Bases Os ácidos e as bases estão presentes em toda parte. Os vulcões e as fontes térmicas podem ser muito

Leia mais

Na indústria, um dos processos de obtenção do ácido sulfúrico consiste no tratamento térmico vigoroso da pirita (FeS 2

Na indústria, um dos processos de obtenção do ácido sulfúrico consiste no tratamento térmico vigoroso da pirita (FeS 2 QUÍMICA 20 Na indústria, um dos processos de obtenção do ácido sulfúrico consiste no tratamento térmico vigoroso da pirita (FeS 2 ) na presença de corrente de ar (reação de ustulação). Os produtos obtidos

Leia mais

C 5 H 12 O álcool 88g/mol. x 12,5g x = 9,94g 5CO 2 + 5H 2 O

C 5 H 12 O álcool 88g/mol. x 12,5g x = 9,94g 5CO 2 + 5H 2 O Questão 1 O esquema abaixo mostra compostos que podem ser obtidos a partir de um alceno de fórmula molecular C 5 H 10. A seguir, responda às questões relacionadas a esse esquema, considerando sempre o

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 I semestre 2017 AULA 01 Equilíbrio Ácido-base Profa. Maria Auxiliadora Costa

Leia mais

10/22/2013. Segunda Avaliação (20/11): Precipitações Fracionadas. - Precipitações Fracionadas. - Auto-Ionização da Água

10/22/2013. Segunda Avaliação (20/11): Precipitações Fracionadas. - Precipitações Fracionadas. - Auto-Ionização da Água Segunda Avaliação (20/11): - Precipitações Fracionadas - Auto-Ionização da Água - Equílíbrio Químico Tratamento Sistemático - Equilíbrio Ácido-Base e cálculos de ph - Sistemas Tamponantes - Hidrólise 1

Leia mais

UFMG - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2005 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Carbono é um elemento cujos átomos podem se organizar sob a forma de diferentes alótropos. Alótropos H de combustão a 25

Leia mais

Química Avançada 06 - Soluções

Química Avançada 06 - Soluções Química Avançada 06 - Soluções Nome: Turma: 1) (UFF-adaptada) O ácido nítrico é um importante produto industrial. Um dos processos de obtenção do ácido nítrico é fazer passar amônia e ar, sob pressão,

Leia mais

Experimento 11 - Equilíbrio químico e sistema tampão

Experimento 11 - Equilíbrio químico e sistema tampão 1 Experimento 11 - Equilíbrio químico e sistema tampão 1. INTRODUÇÃO 1.1. EQUILÍBRIO QUÍMICO As reações estudadas em química não resultam de uma conversão completa de reagentes em produtos, pois todas

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

Química C Semiextensivo V. 4

Química C Semiextensivo V. 4 Química C Semiextensivo V. Exercícios 01) E 02) B 0) D 0) C 05) B Quanto maior a constante ácida, maior a força do ácido (acidez). Assim, HF

Leia mais

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo Sgrillo.ita@ftc.br

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo Sgrillo.ita@ftc.br Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo Sgrillo.ita@ftc.br A água é a substância mais abundante nos seres vivos, perfazendo 70% ou mais da massa da maioria dos organismos. A água permeia todas as porções de

Leia mais

Energia é conservada!

Energia é conservada! Calor transferido E = q + w Variação de energia Trabalho realizado pelo sistema Energia é conservada! ENDOtérmico: o calor é transferido da VIZINHANÇA para o SISTEMA. T(sistema) aumenta enquanto T (vizinhança)

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 II semestre 2016 AULA 03 Equilíbrio Ácido-base Hidrólise de Sais Profa.

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA 33) Assinale a alternativa correta, na qual todas as substâncias são compostas e líquidas à temperatura ambiente. A O 3, O 2 ; CH 3 CH 2 OH B H 2 ; CO 2 ; CH 3 OH C H 2 O; NH 3 ; CO D H 2 O; CH 3 CH 2

Leia mais

Métodos Clássicos de Separação

Métodos Clássicos de Separação Analítica V: Aula 8 Métodos Clássicos de Separação ATENÇÃO À SEQUENCIA DAS PRÁTICAS: Prof. Rafael Sousa Departamento de Química - ICE rafael.arromba@ufjf.edu.br Notas de aula: www.ufjf.br/baccan Plano

Leia mais

PAGQuímica Equilíbrio Ácido-Base

PAGQuímica Equilíbrio Ácido-Base 1. a) defina ácidos e bases de Arrhenius, de Brønsted-Lowry e de Lewis. b) como se tem noção da força de um ácido ou de uma base? c) o quê significa na concentração de ácido em uma solução o aumento de

Leia mais

Capítulo by Pearson Education

Capítulo by Pearson Education QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Equilíbrio ácido-base David P. White Ácidos e bases: uma breve revisão Ácidos: têm gosto azedo e fazem com que os corantes mudem de cor. Bases: têm gosto amargo e são

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

QUÍMICA. Questão 01. A configuração eletrônica de um átomo X Z

QUÍMICA. Questão 01. A configuração eletrônica de um átomo X Z QUÍMICA Questão 01 A A configuração eletrônica de um átomo X Z é [ X ]. Determine: a) os valores de Z e de n, para que a configuração eletrônica [X] ns 2 (n 1)d 10 np (n+1) represente um elemento químico

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base. Controle de ph por meio de soluções tampão

Equilíbrio Ácido-base. Controle de ph por meio de soluções tampão Equilíbrio Ácido-base Controle de ph por meio de soluções tampão Conceitos Soluções tampão = são sistemas aquosos que tendem a resistir a mudanças no seu ph quando pequenas quantidades de ácido ( H + )

Leia mais

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final)

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) 01. (Uftm) Em soluções aquosas de acetato de sódio, o íon acetato sofre hidrólise: 3 l 3 CH COO (aq) + H O( ) CH COOH (aq) + OH

Leia mais

CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES

CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES Definição de Solução: Uma solução é uma mistura homogênea de um soluto (substância a ser dissolvida) distribuída através de um solvente (substância que efetua a dissolução). Existem

Leia mais

EQUILÍBRIOS: QUÍMICO E IÔNICO Profº Jaison Mattei

EQUILÍBRIOS: QUÍMICO E IÔNICO Profº Jaison Mattei EQUILÍBRIOS: QUÍMICO E IÔNICO Profº Jaison Mattei Reações completas ou irreversíveis São reações nas quais os reagentes são totalmente convertidos em produtos, não havendo sobra de reagente, ao final da

Leia mais

Metais em água. metais tem um papel crucial em. como espécies hidroxiladas, ex.: FeOH(H 2 O)

Metais em água. metais tem um papel crucial em. como espécies hidroxiladas, ex.: FeOH(H 2 O) Metais em água Para a estabilização dos elétrons mais externos os cátions metálicos em água são ligados (coordenados) a outras espécies. Assim, os metais em soluções aquosas procuram a máxima estabilidade

Leia mais

Química em Solventes não Aquosos. Prof. Fernando R. Xavier

Química em Solventes não Aquosos. Prof. Fernando R. Xavier Química em Solventes não Aquosos Prof. Fernando R. Xavier UDESC 2013 Reações químicas podem acontecer em cada uma das fases ordinárias da matéria (gasosa, líquida ou sólida). Exemplos: Grande parte das

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Química

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Química 26. Alternativa (C) Assunto: Propriedades físicas das substâncias densidade Os materiais apresentam diferentes densidades e mesma massa envolvida logo,

Leia mais

Funções Inorgânicas. Letícia R. Teixeira. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons.

Funções Inorgânicas. Letícia R. Teixeira. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. Letícia R. Teixeira Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/legalcode

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 09 TURMA FMJ

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 09 TURMA FMJ RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 09 TURMA FMJ 01. Item A III Incorreto. A torrefação não consiste em um processo de separação de misturas. IV Incorreto. A trituração não consiste em processo químico

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA. Ácido e Base

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA. Ácido e Base UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA Ácido e Base Disciplina: Química l (106201) Professora: Elisangela Passos 22 de julho de 2011 1. Teorias Ácido-Base

Leia mais

BC0307 Transformações Químicas. Equilíbrio Químico

BC0307 Transformações Químicas. Equilíbrio Químico Equilíbrio Químico - Avaliação do equilíbrio heterogêneo: K= [Ca2+ ]. [CO 3 2- ] [CaCO 3 ] H 2 O CaCO 3 (s) Ca 2+ 2- + CO 3 K. [CaCO 3 ] = [Ca 2+ ]. [CO 3 2- ] Kps = [Ca 2+ ]. [CO 3 2- ] Concentração necessária

Leia mais

Química Analítica Avançada: Volumetria de Neutralização. Prof a Lilian Silva 2011

Química Analítica Avançada: Volumetria de Neutralização. Prof a Lilian Silva 2011 Química Analítica Avançada: Volumetria de Neutralização Prof a Lilian Silva 2011 INTRODUÇÃO À VOLUMETRIA TITULAÇÃO Processo no qual uma solução padrão ou solução de referência é adicionada a uma solução

Leia mais

Volumetria ácido-base (continuação) Prof a Alessandra Smaniotto QMC 5325 - Química Analítica - Farmácia Turmas 02102A e 02102B

Volumetria ácido-base (continuação) Prof a Alessandra Smaniotto QMC 5325 - Química Analítica - Farmácia Turmas 02102A e 02102B Volumetria ácido-base (continuação) Prof a Alessandra Smaniotto QMC 5325 - Química Analítica - Farmácia Turmas 02102A e 02102B Curvas de titulação ² A curva de titulação é a representação gráfica de como

Leia mais

Disciplina de BIOQUÍMICA do Ciclo Básico de MEDICINA Universidade dos Açores 1º Ano ENSINO PRÁTICO 4ª AULA PRÁTICA

Disciplina de BIOQUÍMICA do Ciclo Básico de MEDICINA Universidade dos Açores 1º Ano ENSINO PRÁTICO 4ª AULA PRÁTICA Disciplina de BIOQUÍMICA do Ciclo Básico de MEDICINA Universidade dos Açores 1º Ano ENSINO PRÁTICO 4ª AULA PRÁTICA CONCEITO DE SOLUÇÕES TAMPÃO, ph E pk 1. Conceito de soluções tampão (ph e pk) 2. Principais

Leia mais

1. O amoníaco é uma base, segundo a teoria de Brönsted-Lowry, sendo a sua reação de ionização em água traduzida pela seguinte equação:

1. O amoníaco é uma base, segundo a teoria de Brönsted-Lowry, sendo a sua reação de ionização em água traduzida pela seguinte equação: ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS FQA FICHA DE EXERCÍCIOS DE EXAME UNIDADE 2 - QUÍMICA 10.março. 2016 11.º Ano Turma B Professor: Duração da prova: 90 minutos. NOME: Nº 1 1. O amoníaco é uma base, segundo

Leia mais

Auto-ionização da água

Auto-ionização da água ÁCIDOS E BASES Auto-ionização da água Os íons hidrônio e hidróxido A água possui uma propriedade de interesse particular no estudo de ácidos e bases: a auto-ionização. H 2 O + H 2 O H 3 O + + HO - - duas

Leia mais

Média Provas (MP) - Média Atividade Prática Supervisionada (MAPS) - Média Atividades (MA)

Média Provas (MP) - Média Atividade Prática Supervisionada (MAPS) - Média Atividades (MA) QUIMICA FUNDAMENTAL Avaliações: 23/05; 10/06; 29/07; 09/09 Média Semestral = (MP 0,7 + MAPS 0,1 + MA 0,2) Média Provas (MP) - Média Atividade Prática Supervisionada (MAPS) - Média Atividades (MA) Referências

Leia mais

ph SISTEMAS TAMPÕES Faculdade de Medicina PUC-Campinas Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes

ph SISTEMAS TAMPÕES Faculdade de Medicina PUC-Campinas Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes ph SISTEMAS TAMPÕES Faculdade de Medicina PUC-Campinas Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes ph = potencial hidrogeniônico ph = -log [H + ] Sorenson 1909 A escala de ph é logarítma; portanto, quando duas

Leia mais

Prova de Química Resolvida Segunda Etapa Vestibular UFMG 2011 Professor Rondinelle Gomes Pereira

Prova de Química Resolvida Segunda Etapa Vestibular UFMG 2011 Professor Rondinelle Gomes Pereira QUESTÃO 01 Neste quadro, apresentam-se as concentrações aproximadas dos íons mais abundantes em uma amostra de água típica dos oceanos e em uma amostra de água do Mar Morto: 1. Assinalando com um X a quadrícula

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake. Equilíbrio químico em solução aquosa. Soluções-tampão. Soluções tampão

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake. Equilíbrio químico em solução aquosa. Soluções-tampão. Soluções tampão Equilíbrio químico em solução aquosa Soluções-tampão 1 Soluções tampão Definição: soluções que podem resistir a variações significativas de ph. (se adicionamos quantidades pequenas de ácidos fortes ou

Leia mais

Universidade Federal da Paraíba Universidade Aberta do Brasil UFPB VIRTUAL COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS À DISTÂNCIA

Universidade Federal da Paraíba Universidade Aberta do Brasil UFPB VIRTUAL COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS À DISTÂNCIA CB Virtual 1 Universidade Federal da Paraíba Universidade Aberta do Brasil UFPB VIRTUAL COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS À DISTÂNCIA Caixa Postal 5046 Campus Universitário -

Leia mais

Aula 34 Equilíbrio 2 Ácido-base

Aula 34 Equilíbrio 2 Ácido-base Disciplina: Química Prof(a): Paulo Turma: TR 04/10/2017 Aula 34 Equilíbrio 2 Ácido-base Equilíbrio iônico Todo equilíbrio químico que envolve a participação de íons é denominado equilíbrio iônico. A ionização

Leia mais

PROF: Alex LISTA 3 DATA: 22/06/2011

PROF: Alex LISTA 3 DATA: 22/06/2011 NOME: PROF: Alex LISTA 3 DATA: /06/0 Estudar para segunda fase-uftm. Com a finalidade de manter uma imagem jovem, muitas pessoas eliminar as rugas do rosto utilizando a quimioesfoliação (peeling químico),

Leia mais

Concentração de soluções

Concentração de soluções Concentração de soluções Química Geral Prof. Edson Nossol Uberlândia, 02/09/2016 Solução: mistura homogênea, em nível molecular, de duas ou mais substâncias O solvente é o meio em que uma outra substância,

Leia mais

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran FCAV/ UNESP Jaboticabal Disciplina: Química Geral Assunto: Sais e Hidrólise Salina Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1. OBJETIVOS Discutir as propriedades ácido-base dos sais em soluções aquosas;

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011 FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011 APSA Nº21 11º Ano de Escolaridade 1- Classifique, justificando, as soluções aquosas dos sais que se seguem como ácidas, básicas ou neutras. a) CaCO 3 b)

Leia mais

Ácidos e Bases. Funções Inorgânicas

Ácidos e Bases. Funções Inorgânicas Ácidos e Bases Funções Inorgânicas Funções Inorgânicas As substâncias podem ser classificadas em duas classes: Substâncias orgânicas: aquelas que contém carbono. Substâncias inorgânicas: aquelas formadas

Leia mais

Química Analítica INTRODUÇÃO À QUÍMICA ANALÍTICA QUALITATIVA E QUANTITATIVA 3/9/2012. Teoria e Prática

Química Analítica INTRODUÇÃO À QUÍMICA ANALÍTICA QUALITATIVA E QUANTITATIVA 3/9/2012. Teoria e Prática Química Analítica Teoria e Prática Primeiro semestre/2012 Curso: Farmácia Prof. Wendell Coltro wendell@quimica.ufg.br http://www.quimica.ufg.br/docentes/wendellcoltro/ 1 Bloco IQ 1 Sala 220 Telefone: 3521-1097

Leia mais

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 6 ÁCIDOS E BASES

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 6 ÁCIDOS E BASES E-books PCNA Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 6 ÁCIDOS E BASES 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 6 SUMÁRIO Apresentação ------------------------------------------------- 2 Capítulo 6 ------------------------------------------------------

Leia mais

Ácidos e Bases. Ácido: vem de acidus (azedo ou adstringente) Base: vem de rebaixar (do inglês arcaico, debase)

Ácidos e Bases. Ácido: vem de acidus (azedo ou adstringente) Base: vem de rebaixar (do inglês arcaico, debase) Ácidos e Bases Ácido: vem de acidus (azedo ou adstringente) Base: vem de rebaixar (do inglês arcaico, debase) Ácidos polipróticos: São substâncias que podem doar mais do que um próton. Um exemplo

Leia mais

APROFUNDAMENTO QUÍMICA 2012 LISTA 8 ph, poh, Indicadores Ácido/Base, Conceitos Modernos de ácido/base, Reações Inorgânicas e química descritiva.

APROFUNDAMENTO QUÍMICA 2012 LISTA 8 ph, poh, Indicadores Ácido/Base, Conceitos Modernos de ácido/base, Reações Inorgânicas e química descritiva. APROFUNDAMENTO QUÍMICA 01 LISTA 8 ph, poh, Indicadores Ácido/Base, Conceitos Modernos de ácido/base, Reações Inorgânicas e química descritiva. Questão 01) O sulfato de amônio é um composto muito utilizado

Leia mais

TERMOQUÍMICA RITA SIMÕES

TERMOQUÍMICA RITA SIMÕES TERMOQUÍMICA RITA SIMÕES CONCEITOS IMPORTANTES SISTEMA -É qualquer porção do universo escolhida para observação para, estudo ou análise. ENERGIA - resultado do movimento e da força gravitacional existentes

Leia mais

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 Tópicos da Aula: Substâncias que interferem no equilíbrio químico da água; Equilíbrio ácido-base; Soluções ácidas, neutras e alcalinas;

Leia mais

Atividade de Recuperação Final de Química

Atividade de Recuperação Final de Química ENSINO MÉDIO Data: / /2014 Professora: Rosa Valor da prova/atividade: 2.0 Nota: Disciplina: Química Nome: n o : SÉRIE: 3ª Atividade de Recuperação Final de Química Rec. Final Instruções: Responder todas

Leia mais

Equilíbrio Ácido-base

Equilíbrio Ácido-base Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 I semestre 2017 AULA 03 Equilíbrio Ácido-base Hidrólise de Sais Profa. Maria

Leia mais

Propriedades Coligativas Aula 3

Propriedades Coligativas Aula 3 Propriedades Coligativas Aula 3 Um efeito coligativo é uma modificação em certas propriedades de um solvente quando nele adicionados um soluto não-volátil, o qual só depende do número de partículas (moléculas

Leia mais

Química B Extensivo V. 3

Química B Extensivo V. 3 Química B Extensivo V. 3 01) Alternativa correta: D Exercícios A água pura (destilada ) não é condutora de eletricidade pois não há presença de sais lá, mas a partir do momento que se adiciona alguma substância

Leia mais

Aulas 13 e 14. Soluções

Aulas 13 e 14. Soluções Aulas 13 e 14 Soluções Definição Solução é a denominação ao sistema em que uma substância está distribuída, ou disseminada, numa segunda substância sob forma de pequenas partículas. Exemplos Dissolvendo-se

Leia mais

Ácidos e Bases. Ácido: vem de acidus (azedo ou adstringente) Base: vem de rebaixar (do inglês arcaico, debase)

Ácidos e Bases. Ácido: vem de acidus (azedo ou adstringente) Base: vem de rebaixar (do inglês arcaico, debase) Ácidos e Bases Ácido: vem de acidus (azedo ou adstringente) Base: vem de rebaixar (do inglês arcaico, debase) Ácidos polipróticos: São substâncias que podem doar mais do que um próton. Um exemplo

Leia mais

Formas farmacêuticas líquidas - Soluções

Formas farmacêuticas líquidas - Soluções Formas farmacêuticas líquidas - Soluções Preparações líquidas: Podem conter uma ou mais substâncias químicas dissolvidas em solvente adequado ou em mistura de solventes mutuamente miscíveis ou dispersíveis.

Leia mais

Claudi Cândia /Sara Regina. Aluno(a): PROVA COMENTADA

Claudi Cândia /Sara Regina. Aluno(a): PROVA COMENTADA QUÍMICA AVALIAÇÃO Claudi Cândia /Sara Regina Aluno(a): PROVA COMENTADA III UNIDADE Nota: Série: 2 a Ensino Médio Turma: A / B / C / D Data: 14/08/2015 1. A prova é composta de 07 questões abertas e 03

Leia mais

Questão 76. Questão 78. Questão 77. alternativa D. alternativa C. alternativa A

Questão 76. Questão 78. Questão 77. alternativa D. alternativa C. alternativa A Questão 76 O hidrogênio natural é encontrado na forma de três isótopos de números de massa, 1, 2 e 3, respectivamente: 1 1 H, 2 1 H e 3 1 H As tabelas periódicas trazem o valor 1,008 para a sua massa atômica,

Leia mais