Saber Viver Com HIV/AIDS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Saber Viver Com HIV/AIDS"

Transcrição

1 Saber Viver Com HIV/AIDS

2 Apresentação O Serviço de Assistência Especializada em DST/AIDS (SAE) da Secretaria Municipal de Saúde de Guaíba disponibiliza à comunidade mais um instrumento de informação a serviço da saúde. A Cartilha Saber Viver com HIV/AIDS confirma o compromisso do SAE em qualificar a vida dos guaibenses. Desde a implantação do SAE em 2002, a Secretaria de Saúde de Guaíba realiza um trabalho de prevenção e tratamento aos portadores de HIV e dos doentes de AIDS, visando oferecer uma completa infra-estrutura para garantir permanentemente uma vida melhor. Esta Cartilha traz orientações às pessoas portadoras do vírus HIV ou doentes de AIDS. Nela encontra-se, ainda, informações básicas sobre os cuidados com sua saúde e dicas para manter uma vida saudável. Ela deve servir para consulta e apoio ao autocuidado ou aos cuidadores, quando necessário. Esperamos que esta Cartilha propicie a você melhores condições no trato de sua saúde e contribua para melhorar sua qualidade de vida. Dedicamos esse trabalho a aquele/as que, mesmo não tendo alcançado a alternativa dos medicamentos anti-retrovirais, resistiram bravamente. E aqueles/as que mesmo enfrentado todas as dificuldades, encontram forças para seguir... Aderindo. Equipe SAE 2

3 O que é HIV? HIV é uma abreviação usada para o Vírus Humano da Imunodeficiência. Ele contamina as pessoas que se envolvem em situações de risco e vai, pouco a pouco, enfraquecendo o sistema de defesa do corpo. Se uma pessoa tem o HIV e não está doente ela é portadora do HIV, e já transmite o vírus aos outros. O que é AIDS? AIDS é uma doença que se manifesta pela ação do vírus HIV. O HIV destrói as defesas naturais que o organismo humano tem contra as doenças, deixando a pessoa muito fraca, podendo levar à morte. Como se pega o HIV? Relação sexual desprotegida; Compartilhamento de seringas e agulhas; Transfusões de sangue não testado; Durante a gravidez, parto e amamentação. Assim não pega: Usando sempre preservativos nas relações sexuais; Banheiros, pias e piscinas; Convivendo com alguém que tem o HIV; Abraço, aperto de mão, beijo, suor, lágrimas, saliva, espirro, picada de insetos; Compartilhando copos, pratos, talheres, roupas de cama. 3

4 Como funciona o sistema de defesa do nossso corpo Ele é formado por células de defesa chamadas CD4. Seu papel é reconhecer e neutralizar tudo o que for estranho no corpo, como vírus, bactérias e fungos causadores de doenças. Em um corpo saudável, o sistema imunológico, como também é chamado, está em equilíbrio. Bilhões de células de defesa são produzidas e eliminadas diariamente. Quando um microorganismo, causador de doenças, invade o corpo, nosso sistema de defesa inicia uma série de respostas defensivas que atuam como um escudo e eliminam o intruso em alguns dias. O vírus HIV destrói pouco a pouco a capacidade das células CD4 de desempenhar sua função normal ou eliminar os intrusos. Apesar do esforço, o corpo vai reduzindo as defesas e então aparecem as doenças oportunistas. Prevenção Use camisinha; Não reutilize ou compartilhe seringas e agulhas; Se você está grávida, faça o acompanhamento pré-natal no Posto de Saúde mais perto da sua casa. 4

5 Alguns cuidados a partir do diagnóstico Consultas médicas: Na primeira consulta, o médico solicitará exames laboratoriais, Raio- X para analisar a saúde atual do paciente; Quando o resultado dos exames estiver pronto, deverá retornar para agendar uma nova consulta para avaliar os resultados; Se não houver nenhuma intercorrência, as revisões periódicas ocorrem conforme orientação médica; Sempre que necessário, por alguma crise aguda, deverá retornar ao Serviço. Exames de acompanhamento: Para verificar o andamento da doença, são feitos os exames de: CD4/CD8: fazem a contagem das células de defesa do organismo. Carga viral: conta quantas unidades de vírus há no sangue. 5

6 Ajude o seu tratamento a funcionar O coquetel é o grande aliado na luta contra AIDS e a favor das pessoas soropositivas. Ele ajuda as células de defesa do nosso corpo (CD4) a se recuperar dos ataques do vírus e impedem que novos vírus infectem outras células. Doses diárias, em torno de 4 a 13 vezes, tornam o tratamento difícil de seguir à risca. Mas você não deve desistir, o HIV encontra diversos esconderijos para se defender do ataque das medicações. Se você para a dosagem, está ajudando-o a encontrar mais atalho: o da resistência. A prescrição médica (de 6h em 6 h; 8h em 8 h ou 12h em 12 h) é feita para manter uma quantidade de medicação na corrente sanguínea necessária para combater o HIV. Se você para ou pula doses freqüentemente, seu organismo vai se acostumando com o medicamento e o vírus vai tornado-se mais forte que a medicação. Além disso, já se sabe que essa prática tem produzido cepas (cópias de HIV) resistentes as medicações e, conseqüentemente, vírus HIV mais resistentes. O uso de preservativos nas relações sexuais, mesmo com parceiros também soropositivos, se faz necessário para evitar vírus HIV resistente. Pode ser difícil lidar como os efeitos colaterais dos medicamentos. O uso prolongado de qualquer medicação provoca ressaca, necessidade de trégüa. Isso também acontece com hipertensos, cardíacos e com outras enfermidades. Procure ajuda, converse com outras pessoas soropositiva, com o médico ou outro profissional de saúde. 6

7 Você não está sozinho. Tem muita gente que pode lhe ajudar! Saúde Mental: O choque de descobrir que você é HIV positivo pode deixá-lo com reações emocionais intensas. Enfrente seus medos, sua ansiedade, sua depressão e VIVA! Não há porque entrar em pânico. Ouça com atenção a mensagem de seu corpo. Viva um dia de cada vez. Viva o presente. Não fique pensando no que vai acontecer no futuro. Informe-se sobre sua doença. Pense claramente sobre o que está acontecendo com você e ao seu redor. Procure apoio com profissionais e com seus amigos. Lembre-se que você não está sozinho. Ajudar aos outros também o ajuda. Mantenha sua rotina normal. Seja produtivo. Movimente-se, pratique exercícios, divirta-se, faça o que você gosta. Você não está inválido. Não desista da vida! Tem muita gente que pode lhe ajudar! 7

8 Sexualidade A pessoa portadora do HIV pode continuar tendo sua vida sexual, mas sempre usando preservativos (masculino ou feminino). Cada ato sexual sem preservativo será uma provável nova exposição ao vírus, bem como a qualquer outra doença sexualmente transmissível. Vergonha? Por quê? Vergonha, medo de revelar a doença (sigilo), esquecimento, decisão de não tomar medicamento, efeitos colaterais, atividades de lazer, são motivos fortes para o esquecimento. Você tem que se fortalecer, pois não pode depender da aprovação de outras pessoas para cuidar da sua saúde. Caso alguém pergunte o que você está tomando e você não queira dizer que é um anti-retroviral, pode se responder que é uma vitamina, uma medicação homeopática, um complemento alimentar. Quando isso não inibe os curiosos e insistentes, muitos dizem: Não é da sua conta.... Essa situação faz com que muitos guardem sigilo de amigos, parentes, comunidade, trabalho, família. É necessário que você compartilhe com alguém essa experiência, alguém que você confie, que possa ajudá-lo nos momentos nos quais você pensa em desistir ou está com dúvidas quanto aos resultados do tratamento. Uma boa opção continua sendo procurar grupos de ajuda-mútua, pois você pode compatilhar com outras pessoas soropositivas suas experiências, dificuldades e soluções, além de fazer novas amizades que certamente irão lhe ajudar. 8

9 Estas expressões são importantes para você: Antiretrovirais O vírus HIV é chamado de retrovírus em virtude de uma característica biológica própria. Assim, todas as drogas capazes de combater o vírus do HIV (um retrovírus) são chamados antiretrovirais. As drogas que compõem o que chamamos de coquetel são drogas antiretrovirais. Imunodeficiência Quando há funcionamento anormal, deficiente, do nosso sistema imunológico (nossas defesas naturais às infecções). Há várias causas de imunodeficiência, como o câncer, uso de drogas como corticóides, etc. A AIDS é uma das doenças que causam imunodeficiência. Carga Viral A carga viral é o volume de vírus HIV presentes em seu organismo, em determinado volume de sangue. Atualmente, a presença de sinais clínicos de imunodeficiência, a contagem de células, mais CD4, mais a quantificação de carga viral são informações utilizadas por especialistas para se iniciar e monitorar a terapia antiretroviral. CD4 Esta sigla representa um grupo de células de defesa que tem grande importância para todos nós. Quando temos uma quantidade normal de células CD4, não temos infecções com facilidade. Quando cai o número de células CD4, ficamos expostos a inúmeras infecções. 9

10 Cepas Refere-se a uma variedade de vírus, fungos ou bactérias. O vírus HIV tem subtipos que podem apresentar diferenças entre si, ou seja, cepas diferentes. O vírus é o mesmo, porém existem variações. É como se fossem membros de uma mesma família. Coquetel É o nome popular dado ao conjunto de medicamentos que atuam nos diferentes ciclos do vírus. Também chamado de medicamentos Antiretrovirais. Efeitos Colaterais Sistemas que podem surgir com o uso de qualquer medicação utilizada pelo paciente. A maior parte dos efeitos colaterais pode ser controlada. Infecções Oportunistas Quando nossas defesas não estão trabalhando corretamente (ou seja, quando temos uma imunodeficiência) vários parasitas, fungos e bactérias aproveitam a situação para se multiplicarem dentro do nosso corpo e produzirem doença. A melhor forma de se proteger das infecções oportunistas é utilizando as drogas prescristas pelo médico. Quando o tratamento funciona bem, nossas células CD4 aumentam e nós podemos ficar livres de infecções oportunistas. 10

11 Facilite o seu tratamento Aderir ao tratamento significa encarar novas situações, novas rotinas e estabelecer uma nova organização para a sua vida e seus hábitos. O fundamental é permanecer aderindo ao tratamento. Tomar a medicação na hora indicada é importante. Para ajudar a tomar os comprimidos todos os dias, na hora indicada e sua quantidade certa, há algumas alternativas: informe a alguém que possa lembrá-lo do horário, use despertador, lembretes, tabelas, associe a alguma atividade diária, como por exemplo, um programa de televisão que costuma assistir, etc. Não reduza a dose (tomar menos comprimidos) e nem tomar de maneira alterada (pular o horário). Não duplique a dose. Esqueceu de tomar uma dose, não se desespere! Se atrasar, e o atraso foi de poucos minutos, tome a dose normalmente. Caso seja de horas, não tome em dobro, seja pontual na próxima e mantenha a dose normal. Verifique se o medicamento deve ser tomado antes ou depois das refeições. Respeite a rotina alimentar que o medicamento precisa. Se for preciso fazer jejum antes de tomar medicação e depois você sair, leve seu l a n c h e. Para reduzir alguns efeitos colaterais, beba bastante líquido. Coma alimentos coloridos. Para evitar o gosto ruim, há algumas alternativas: tome água gelada chá de maçã frio ou gelado, encha a boca com uma colher de doce antes de tomar os remédios, tome leite batido com banana, passe sal na língua de trás para frente, balas de menta, eucalípto ou canela camuflam o gosto do r e m é d i o. Quando viajar, leve sempre os medicamentos. 11

12 Cuidados Gerais Convivência: O HIV não é transmitido pela convivência familiar, social ou profissional. A vida em família deve continuar como sempre foi. Higiene: Lave sempre as suas mãos, tome banho todos os dias, não compartilhe objetos de uso pessoal como escovas de dentes, roupas íntimas, toalhas, lâminas de barbear, alicate de unhas. Materiais como absorventes, preservativos, gazes, fraldas, devem ser acondicionados em sacos de lixo e fechados. Casa: A sua casa deve ser bem ventilada, evitando a umidade, que é prejudicial à saúde. Todos os cômodos da casa devem permitir a entrada de luz solar, principalmete o seu quarto. Mantenha a casa sempre limpa, e evitando o contato com animais como aves e gatos. Evite tapetes e carpetes, pois acumulam muito pó. Cuidados com o sangue: Você deve cuidar de cortes e lesões na pele, protegendo com curativos. A pessoa que estiver lhe ajudando deve usar luvas descartáveis. Saúde bucal: São comuns lesões na boca por candidíase, leucoplasia, herpes, língua despalida, aftas e outros. Observe diariamente sua boca; se apresentar feridas, manchas, sangramentos ou qualquer outro aspecto estranho procure seu dentista. A escovação e o uso de fio dental após as refeições é imprescindível para evitar infecções. Limpeza: Siga as normas habituais, utilizando água sanitária para limpar materiais e ambientes. 12

13 Direitos Legais Direitos à saúde: A Constituição Brasileira garante o atendimento de saúde gratuito a todos os cidadãos. Direitos trabalhistas: O teste do HIV NÃO pode ser exigido como condição de admissão do trabalhador. Ninguém pode perder emprego por estar com o vírus HIV. Trabalhadores soropositivos têm direito à liberação do PIS e do FGTS, independente da rescisão contratual. Basta apresentar um atestado médico, a carteira de trabalho eo RG à Caixa Econômica Federal. O soropositivo, quando incapacitado para o trabalho, tem direito ao Auxílio-doença, aposentadoria e a deixar pensão para seus dependentes, mesmo se a doença se manifestar após a filiação. 13

14 Dicas para quem cuida de pessoas com AIDS Se surgirem dúvidas, preocupações, desânimo ou medo procure conhecer sobre o HIV/AIDS e peça apoio a pessoas habilitadas. Use luvas sempre que entrar em contato com fezes, urina, sangue, vômitos ou outras secreções de quem você está cuidando. Lave sempre muito bem as mãos com água corrente e sabão. Não compartilhe objetos de uso pessoal. Lave as roupas que contenham sangue ou secreções corporais em separado. Deixe-as de molho por meia hora em água sanitária. Ao realizar a limpeza de materiais e ambientes, use água sanitária. Objetos de corte devem ser descartados em recipientes de material resistente, como galões de plásticos ou metal e latas com tampa. Tenha cuidado ao manusear objetos afiados, com tesouras, alicates de unhas, agulhas, facas. É bom para o paciente assumir e se responsabillizar pelo seu tratamento, tomando sempre que possível os remédios por conta própria. O cuidador deve ser um orientador, sempre que possível. A pessoa portadora do HIV ou doente de AIDS necessita de muito carinho, atenção e motivação. Não esqueça de ser cauteloso em seu julgamento para evitar aborrecimentos de ambas as partes. 14

15 Serviço de Assistência Especializada em DST/HIV/AIDS (SAE) Funcionamento 13 às 17h. Atendimento de Segunda à Sexta-feira, das 8 às 12h e das Entrega de Exames Anti-HIV: Segunda-feira: Terça-feira: 8h às 11h 13h às 16h 8h às 11h Quarta-feira: 8h às 11h Entrega de medicação de Segunda à Sexta-feira até às 16h. Serviços Oferecidos Clínica Geral; Pediatria; Serviços de Enfermagem; Serviço de Assistência Social ao portador do HIV; Encaminhamento de outras necessidades. 15

16 MINISTÉRIO DA SAÚDE G U A Í B A - R S Prefeitura Municipal de Guaíba Secretaria Municipal de Saúde Serviço de Assistência Especializada em DST/AIDS UBS - Centro Rua José Montaury, s/n Guaíba - RS Fone/Fax: Material financiado com recursos do convênio com Ministério da Saúde/PN - DST/AIDS

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente Carrefour Guarujá Bárbara Pereira Quaresma Enfermeira Docente Enfª Bárbara Pereira Quaresma 2 O que é DST? Toda doença transmitida através de relação sexual. Você sabe como se pega uma DST? SEXO VAGINAL

Leia mais

VAMOS FALAR SOBRE. AIDS + DSTs

VAMOS FALAR SOBRE. AIDS + DSTs VAMOS FALAR SOBRE AIDS + DSTs AIDS A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) atinge indiscriminadamente homens e mulheres e tem assumido proporções assustadoras desde a notificação dos primeiros

Leia mais

Vírus HIV circulando na corrente sanguínea

Vírus HIV circulando na corrente sanguínea O que é AIDS? Sinônimos: hiv, síndrome da imunodeficiência adquirida, sida É uma doença que ataca o sistema imunológico devido à destruição dos glóbulos brancos (linfócitos T CD4+). A AIDS é considerada

Leia mais

HIV / Aids Orientações para pacientes e familiares

HIV / Aids Orientações para pacientes e familiares HIV / Aids Orientações para pacientes e familiares Serviço de Enfermagem Cirúrgica Este manual contou com a colaboração de: professora enfermeira Isabel Cristina Echer; enfermeiras Beatriz Guaragna, Ana

Leia mais

DIA DA LUTA CONTRA A SIDA 01 DE DEZEMBRO

DIA DA LUTA CONTRA A SIDA 01 DE DEZEMBRO DIA DA LUTA CONTRA A SIDA 01 DE DEZEMBRO Presentemente, a infeçãovih/sida não tem cura e a prevenção é a única medida eficaz. A infeçãovih/sida tem uma história relativamente recente, mas já dramática

Leia mais

Nessa hora você não vai parar para pensar se sabe tudo sobre Aids

Nessa hora você não vai parar para pensar se sabe tudo sobre Aids Nessa hora você não vai parar para pensar se sabe tudo sobre Aids 1 a Aids reduz a imunidade A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids ou SIDA) não é a doença. Ela reduz a imunidade devido à ação

Leia mais

Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Síndrome : Conjunto de sinais e sintomas que se desenvolvem conjuntamente e que indicam a existência de uma doença. A AIDS é definida como síndrome porque não tem

Leia mais

Hepatites B e C. são doenças silenciosas. VEJA COMO DEIXAR AS HEPATITES LONGE DO SEU SALÃO DE BELEZA.

Hepatites B e C. são doenças silenciosas. VEJA COMO DEIXAR AS HEPATITES LONGE DO SEU SALÃO DE BELEZA. Hepatites B e C são doenças silenciosas. VEJA COMO DEIXAR AS HEPATITES LONGE DO SEU SALÃO DE BELEZA. heto hepatite manucure.indd 1 Faça sua parte. Não deixe as hepatites virais frequentarem seu salão.

Leia mais

cartões de bolso serié 4 VIH/ SIDA

cartões de bolso serié 4 VIH/ SIDA cartões de bolso serié 4 VIH/ SIDA 1 O que é VIH? É o vírus que causa a SIDA. Vírus é um microbio muito pequeno, que não se consegue ver a olho nu, ou seja, é preciso ajuda de um microscópio. VIH significa:

Leia mais

MEU SALÃO LIVRE DAS HEP TITES. Manual de prevenção para manicures e pedicures

MEU SALÃO LIVRE DAS HEP TITES. Manual de prevenção para manicures e pedicures MEU SALÃO LIVRE DAS HEP TITES Manual de prevenção para manicures e pedicures Faça a sua parte e deixe as hepatites virais fora do seu salão de beleza As hepatites são doenças graves e, muitas vezes, silenciosas.

Leia mais

O QUE É AIDS?... 2 TESTAGEM... 3 PRINCIPAIS SINTOMAS DA AIDS... 4 SAIBA COMO SE PEGA AIDS... 5 Assim Pega... 5 Assim não pega... 5 Outras formas de

O QUE É AIDS?... 2 TESTAGEM... 3 PRINCIPAIS SINTOMAS DA AIDS... 4 SAIBA COMO SE PEGA AIDS... 5 Assim Pega... 5 Assim não pega... 5 Outras formas de O QUE É AIDS?... 2 TESTAGEM... 3 PRINCIPAIS SINTOMAS DA AIDS... 4 SAIBA COMO SE PEGA AIDS... 5 Assim Pega... 5 Assim não pega... 5 Outras formas de transmissão... 6 Acidentes ocupacionais com materiais

Leia mais

ESSA CAMPANHA VAI COLAR!

ESSA CAMPANHA VAI COLAR! ESSA CAMPANHA VAI COLAR! O selo postal é um importante veículo de comunicação dos valores de uma sociedade. Com a emissão dos 8 (oito) selos apresentados nesta Cartilha, os Correios, por meio da Filatelia,

Leia mais

A importância do tratamento contra a aids

A importância do tratamento contra a aids dicas POSITHIVAS A importância do tratamento contra a aids Por que tomar os medicamentos (o coquetel) contra o HIV? A aids é uma doença que ainda não tem cura, mas tem tratamento. Tomando os remédios corretamente,

Leia mais

AIDS / Uma epidemia em expansão

AIDS / Uma epidemia em expansão A negociação da divisão de trabalho, no cuidado com a casa, com os filhos, com a alimentação e etc.. vem sendo um dos grandes assuntos debatidos entre casais nos tempos modernos. Ainda assim, freqüentemente

Leia mais

Cuidando da Minha Criança com Aids

Cuidando da Minha Criança com Aids Cuidando da Minha Criança com Aids O que é aids/hiv? A aids atinge também as crianças? Como a criança se infecta com o vírus da aids? Que tipo de alimentação devo dar ao meu bebê? Devo amamentar meu bebê

Leia mais

Aids ou Sida? www.interaulaclube.com.br

Aids ou Sida? www.interaulaclube.com.br A UU L AL A Aids ou Sida? A Aids é uma das doenças mais comentadas e pesquisadas dos últimos anos. Mesmo com os avanços que os especialistas vêm obtendo, ainda falta explicar muitos de seus aspectos. A

Leia mais

DSTs. Como é contraída; Como evitar; Como tratar. PIBID:Fernanda Alves,Fernanda Gallon,Luciana Catardo e Priscila Faccinello

DSTs. Como é contraída; Como evitar; Como tratar. PIBID:Fernanda Alves,Fernanda Gallon,Luciana Catardo e Priscila Faccinello DSTs Como é contraída; Como evitar; Como tratar PIBID:Fernanda Alves,Fernanda Gallon,Luciana Catardo e Priscila Faccinello O que são DSTs? A sigla DSTs quer dizer doenças sexualmente transmissíveis;ou

Leia mais

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae.

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae. A Equipe Multiprofissional de Saúde Ocupacional da UDESC lembra: Dia 01 de dezembro é dia mundial de prevenção à Aids! Este material foi desenvolvido por alunos do Departamento de Enfermagem da Universidade

Leia mais

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase.

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase. O que são DSTs? DSTs significa, doenças sexualmente transmissíveis, que são passadas nas relações sexuais com pessoas que estejam com essas doenças. São DSTs, a gonorréia, a sífilis, a clamídia, o herpes

Leia mais

Instituto de Higiene e Medicina Tropical/IHMT. Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento/FLAD. Fundação Portugal - África

Instituto de Higiene e Medicina Tropical/IHMT. Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento/FLAD. Fundação Portugal - África Instituto de Higiene e Medicina Tropical/IHMT APOIO: Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento/FLAD Casa de Cultura da Beira/CCB CERjovem ATENÇAÕ MULHER MENINA! Fundação Portugal - África RESPOSTAS

Leia mais

E R BO SRA AL F S s O TS M D + A S V DIA

E R BO SRA AL F S s O TS M D + A S V DIA VAMOS FALAR SOBRE AIDS + DSTs AIDS A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) atinge indiscriminadamente homens e mulheres e tem assumido proporções assustadoras desde a notificação dos primeiros

Leia mais

O Carnaval está aí é hora de se prevenir!

O Carnaval está aí é hora de se prevenir! O Carnaval está aí é hora de se prevenir! O Carnaval está aí! Uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. A festa que chegou ao Brasil tem sua origem no entrudo português, em que,

Leia mais

QUERO SABER... FIZ O TESTE E DEU ( POSITIVO ) Como é que uma pessoa se pode proteger do VIH/sida?

QUERO SABER... FIZ O TESTE E DEU ( POSITIVO ) Como é que uma pessoa se pode proteger do VIH/sida? Como é que uma pessoa se pode proteger do VIH/sida? Para NÃO APANHAR nas relações intimas e sexuais: 1. Não fazer sexo enquanto não se sentir preparado para usar o preservativo (pode experimentar primeiro

Leia mais

Projeto Verão Sem AIDS Valorizando a Vida

Projeto Verão Sem AIDS Valorizando a Vida 1 Projeto Verão Sem AIDS Valorizando a Vida O PROJETO VERÃO SEM AIDS VALORIZANDO A VIDA foi idealizado por João Donizeti Scaboli, Diretor do da FEQUIMFAR. Iniciamos de forma pioneira em 1994, quando o

Leia mais

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau 1 Lembre-se de três coisas Não tocar Isole a pessoa doente Ligue para a linha de apoio 2 Se pensa que alguém

Leia mais

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani.

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. O que são DSTS? São as doenças sexualmente transmissíveis (DST), são transmitidas, principalmente, por contato

Leia mais

M-9-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo MANUAL POLICIAL MILITAR PROCEDIMENTOS SOBRE A SÍNDROME DE IMUNO DEFICIÊNCIA ADQUIRIDA ( AIDS )

M-9-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo MANUAL POLICIAL MILITAR PROCEDIMENTOS SOBRE A SÍNDROME DE IMUNO DEFICIÊNCIA ADQUIRIDA ( AIDS ) M-9-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo MANUAL POLICIAL MILITAR PROCEDIMENTOS SOBRE A SÍNDROME DE IMUNO DEFICIÊNCIA ADQUIRIDA ( AIDS ) Setor Gráfico do CSM/M Int 1ª Edição Impresso em 1990 (Publicado

Leia mais

Saiba o que é a sida, como se transmite, como se pode prevenir e como se trata.

Saiba o que é a sida, como se transmite, como se pode prevenir e como se trata. PORTAL DA SAÚDE Síndroma da Imunodeficiência Adquirida (SIDA) Saiba o que é a sida, como se transmite, como se pode prevenir e como se trata. O que é a sida? A sida (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida)

Leia mais

Positivo Negativo. Um guia sobre o teste do HIV. Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Fones (71) 3321-1848 / 3322-2552. Apoio:

Positivo Negativo. Um guia sobre o teste do HIV. Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Fones (71) 3321-1848 / 3322-2552. Apoio: Positivo Negativo Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Fones (71) 3321-1848 / 3322-2552 Um guia sobre o teste do HIV Apoio: SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE Coordenação Estadual de DST/AIDS Onde fazer exames

Leia mais

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS UM COMPROMISSO COM A VIDA CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS AMBULATÓRIO DE DOENÇA DE CHAGAS UNIDADE DE INSUFICIÊNCIA CARDÍACA UNIDADE DE

Leia mais

16/02/2013 ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM ABORDAGEM SINDRÔMICA DAS DST. Prof. Rivaldo lira

16/02/2013 ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM ABORDAGEM SINDRÔMICA DAS DST. Prof. Rivaldo lira ABORDAGEM SINDRÔMICA DAS DST ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM Prof. Rivaldo lira 1 2 Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas. a) São corretas apenas as afirmativas 1 e 2. b) São corretas

Leia mais

DST/HIV PASSATEMPOS. Conhecer para prevenir. Bom pra cabeça. l CAÇA-PALAVRAS l DIRETOX l DOMINOX

DST/HIV PASSATEMPOS. Conhecer para prevenir. Bom pra cabeça. l CAÇA-PALAVRAS l DIRETOX l DOMINOX DST/HIV Conhecer para prevenir Bom pra cabeça PASSATEMPOS l CAÇA-PALAVRAS l DIRETOX l DOMINOX l código secreto E MUITO MAIS! 2 coquetel Uma das grandes preocupações do Ministério da Saúde é a prevenção

Leia mais

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS ORIENTAÇÃO AOS PEDAGOGOS Todas as informações constantes nesta cartilha devem ser levadas ao conhecimento de todos os alunos,

Leia mais

Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças.

Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças. Soninho Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças. Garanta que entre os colchonetes haja meio metro

Leia mais

FÉRIAS ESCOLARES ACIDENTES DOMÉSTICOS

FÉRIAS ESCOLARES ACIDENTES DOMÉSTICOS FÉRIAS ESCOLARES X ACIDENTES DOMÉSTICOS As férias escolares exigem mais cuidados com os acidentes domésticos porque as crianças ficam mais tempo em casa e isso aumenta o risco de ocorrerem acidentes que

Leia mais

AIDS DST. cartilha. Saúde: eu cuido. Sexo: só seguro. Camisinha: EU USO. 1º DE DEZEMBRO DIA MUNDIAL DE COMBATE À AIDS. sistema:

AIDS DST. cartilha. Saúde: eu cuido. Sexo: só seguro. Camisinha: EU USO. 1º DE DEZEMBRO DIA MUNDIAL DE COMBATE À AIDS. sistema: Saúde: eu cuido. Sexo: só seguro. Camisinha: EU USO. 1º DE DEZEMBRO DIA MUNDIAL DE COMBATE À AIDS cartilha AIDS DST e S sistema: FEDERAÇÕES E SINDICATOS VINCULADOS O que são DSTs As doenças sexualmente

Leia mais

Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil.

Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil. É legal saber! Gravidez Transar uma única vez, pode engravidar? Sim. Principalmente se a mulher estiver no período fértil. Minha menstruação na desceu. Estou grávida? Depende. É importante cada mulher

Leia mais

PLANEJANDO A GRAVIDEZ

PLANEJANDO A GRAVIDEZ dicas POSITHIVAS PLANEJANDO A GRAVIDEZ Uma pessoa que vive com HIV/aids pode ter filhos biológicos? Pode. As pessoas que vivem com HIV/aids não devem abandonar seus sonhos, incluindo o desejo de construir

Leia mais

coleção Conversas #2 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #2 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #2 Positivo, o que e u faç o Deu Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo de facilitar

Leia mais

Saúde Naval CARTILHA DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS / AIDS

Saúde Naval CARTILHA DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS / AIDS Saúde Naval CARTILHA DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS / AIDS O QUE SÃO? As doenças sexualmente transmissíveis (DST) são transmitidas, principalmente, por contato sexual sem o uso de camisinha com uma

Leia mais

Apresentação. Expediente

Apresentação. Expediente Conversando sobre Sexualidade, HIV, Aids e DST Cartilha educativa sobre Aids e DST 1 Sexualidade e aids.indd 1 26/09/2013 15:50:37 Apresentação Para você, adolescente e jovem! Essa cartilha foi escrita

Leia mais

Tratamento pediátrico no INCA. Orientações aos pacientes

Tratamento pediátrico no INCA. Orientações aos pacientes Tratamento pediátrico no INCA Orientações aos pacientes 2010 Instituto Nacional de Câncer / Ministério da Saúde. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde

Leia mais

Glossário M DIA NO CAMPO DE FUTE-

Glossário M DIA NO CAMPO DE FUTE- O HIV (VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA) É UM VÍRUS QUE DANIFICA O SISTEMA DE DEFESA DO CORPO HUMANO. O HIV INFECTA AS CÉLULAS DO SISTEMA IMU- NOLÓGICO E DESTRÓI O SEU FUNCIONA- MENTO, LEVANDO À "IMUNODEFICIÊNCIA".

Leia mais

ACERTE OS PONTEIROS DA SUA SAÚDE

ACERTE OS PONTEIROS DA SUA SAÚDE ACERTE OS PONTEIROS DA SUA SAÚDE Informações sobre tratamento com Antirretrovirais TRATAMENTO ANTIRRETROVIAL Fundamental na luta contra o HIV. O tratamento da infecção pelo HIV com antirretrovirais é fundamental

Leia mais

E X P E D I E N T E. GIV Grupo de Incentivo à Vida Rua Capitão Cavalcanti, 145 Vila Mariana São Paulo Fone: 5084-0255 giv@giv.org.br www.giv.org.

E X P E D I E N T E. GIV Grupo de Incentivo à Vida Rua Capitão Cavalcanti, 145 Vila Mariana São Paulo Fone: 5084-0255 giv@giv.org.br www.giv.org. 1 2 E X P E D I E N T E GIV Grupo de Incentivo à Vida Rua Capitão Cavalcanti, 145 Vila Mariana São Paulo Fone: 5084-0255 giv@giv.org.br www.giv.org.br Diretoria: Gilvane Casimiro Edson Arata Luiz Donizete

Leia mais

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE SAÚDE BUCAL Para ter um sorriso bonito, saudável e com hálito bom, é preciso: Escovar os dentes, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado

Leia mais

2.1 COMO SE TRANSMITE O VIH

2.1 COMO SE TRANSMITE O VIH VIVER COM VIH 2.1 COMO SE TRANSMITE O VIH As formas de transmissão do VIH são: - Relação sexual anal, vaginal e oral não protegida, com alguém infectado pelo VIH; - Partilha de seringas, agulhas, escovas

Leia mais

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite HEPATITE A hepatite é uma inflamação do fígado provocada na maioria das vezes por um vírus. Diferentes tipos de vírus podem provocar hepatite aguda, que se

Leia mais

Assunto: Realização de teste rápido de HIV,Sífilis e outros agravos.

Assunto: Realização de teste rápido de HIV,Sífilis e outros agravos. PARECER Nº121/2015 PAD: Nº 43/2015 Autora: Conselheira Renata Ramalho Da Cunha Dantas Solicitante: Dr. Ronaldo Miguel Beserra Assunto: Realização de teste rápido de HIV,Sífilis e outros agravos. DO FATO

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

Respire aliviado! Tuberculose tem cura

Respire aliviado! Tuberculose tem cura Respire aliviado! Tuberculose tem cura O que é tuberculose? A tuberculose é uma doença infecciosa causada por um micróbio visível apenas ao microscópio, chamado Bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis).

Leia mais

DICAS DE SAÚDE Proteja sua família

DICAS DE SAÚDE Proteja sua família DICAS DE SAÚDE Proteja sua família Elaborado: Apoio: Saúde e o Sistema Imunológico Saber como o organismo combate os agressores e se protege, assim como conhecer os fatores que o levam a um funcionamento

Leia mais

Nome/Código arquivo: 2013_11_12 Mem.Reun.Saúde _ Escola do Evangelho Belo Monte Vitória do Xingu

Nome/Código arquivo: 2013_11_12 Mem.Reun.Saúde _ Escola do Evangelho Belo Monte Vitória do Xingu Assunto: Orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as Ações Preventivas na Área de Saúde Pública em virtude da construção da UHE Belo Monte. Redator: Èrica Silva Data: 12-11-2013 Duração: 14h30min

Leia mais

Vamos falar sobre câncer?

Vamos falar sobre câncer? Vamos falar sobre câncer? O SIEMACO sempre está ao lado dos trabalhadores, seja na luta por melhores condições de trabalho, lazer e educação ou na manutenção da saúde, visando a promoção e ascensão social.

Leia mais

Câmara Municipal de Itápolis 1

Câmara Municipal de Itápolis 1 Câmara Municipal de Itápolis 1 Apresentação Prezado Cidadão, Esta é a Cartilha da Boa Saúde de Itápolis, uma publicação da Câmara Municipal de Vereadores que tem por objetivo trazer à população informações

Leia mais

Apresentação Mobilização no combate à dengue

Apresentação Mobilização no combate à dengue Apresentação Mobilização no combate à dengue Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública do mundo. Com a temporada de chuvas, os riscos de surtos da doença ficam ainda

Leia mais

Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão. Não, porque contêm químicos e está clorada.

Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão. Não, porque contêm químicos e está clorada. Influenza A H1N1 /GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: PERGUNTA 1. Quanto tempo o vírus da gripe suína permanece vivo numa maçaneta ou superfície lisa? 2. O álcool em gel é útil para limpar as mãos? 3. Qual

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

Nome/Código arquivo: 2013_11_11 Mem_Reun_Saúde _ Associação dos Moradores e Produtores da Vila Izabel AMPRAVI - Anapu.

Nome/Código arquivo: 2013_11_11 Mem_Reun_Saúde _ Associação dos Moradores e Produtores da Vila Izabel AMPRAVI - Anapu. Assunto: Orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as Ações Preventivas na Área de Saúde Pública em virtude da construção da UHE Belo Monte. Redator: Ranney Matos dos Santos Data: 11-11-2013

Leia mais

Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial deste novo vírus, o Comitê Estadual de

Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial deste novo vírus, o Comitê Estadual de Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial deste novo vírus, o Comitê Estadual de Enfrentamento da Influenza A H1N1 elaborou esta cartilha com

Leia mais

Projeto o Saber-Fazer Feminino Agentes de Prevenção de Vargem Grande e Adjacências

Projeto o Saber-Fazer Feminino Agentes de Prevenção de Vargem Grande e Adjacências Projeto o Saber-Fazer Feminino Agentes de Prevenção de Vargem Grande e Adjacências PARE PENSE PREVINA-SE Mulheres e AIDS Você sabia que atualmente o número de mulheres e crianças vivendo com Aids tem aumentado

Leia mais

A relação entre a tuberculose e o VIH/HIV Folha Informativa

A relação entre a tuberculose e o VIH/HIV Folha Informativa NSW Health Factsheet - Portuguese A relação entre a tuberculose e o VIH/HIV Folha Informativa The connection between TB and HIV Esta é uma folha informativa sobre tuberculose (TB) e o Vírus de Imunodeficiência

Leia mais

Mulher, 35 anos, terceira gestação, chega em início de trabalho de parto acompanhada do marido que tossia muito e comentou com a enfermeira que

Mulher, 35 anos, terceira gestação, chega em início de trabalho de parto acompanhada do marido que tossia muito e comentou com a enfermeira que Mulher, 35 anos, terceira gestação, chega em início de trabalho de parto acompanhada do marido que tossia muito e comentou com a enfermeira que estava em tratamento para tuberculose. A mulher informa que

Leia mais

Hepatite C Grupo Vontade de Viver

Hepatite C Grupo Vontade de Viver Hepatite C Grupo Vontade de Viver De apoio aos Portadores de Hepatite C Apresentação Data de Fundação : 19 Maio de 2002 Formação do Grupo: Portadores e ex-portadores do vírus C Trasplantados de fígado

Leia mais

Não tem nada a ver comigo

Não tem nada a ver comigo AIDS - CONHEÇA MAIS Não tem nada a ver comigo Esta é a reação de muitos de nós. Mas a Aids existe e isto é difícil ignorar. Quem pensa que é um problema apenas dos outros, está errado. A Aids não escolhe.

Leia mais

INFLUENZA A (H1N1) CARTILHA DE RECOMENDAÇÕES Para empresas, repartições públicas e comércio em geral

INFLUENZA A (H1N1) CARTILHA DE RECOMENDAÇÕES Para empresas, repartições públicas e comércio em geral INFLUENZA A (H1N1) CARTILHA DE RECOMENDAÇÕES Para empresas, repartições públicas e comércio em geral Diante da pandemia de influenza A (H1N1) e com base no conhecimento atual sobre a disseminação mundial

Leia mais

AVISO IMPORTANTE ESTA CARTILHA ESTÁ SENDO DISTRIBUÍDA PARA TODOS OS PROFESSORES DO BLOG: http://www.sosprofessor.com.br/blog

AVISO IMPORTANTE ESTA CARTILHA ESTÁ SENDO DISTRIBUÍDA PARA TODOS OS PROFESSORES DO BLOG: http://www.sosprofessor.com.br/blog AVISO IMPORTANTE ESTA CARTILHA ESTÁ SENDO DISTRIBUÍDA PARA TODOS OS PROFESSORES DO BLOG: http://www.sosprofessor.com.br/blog DICAS PARA UTILIZAÇÃO DESTA CARTILHA 1. Você pode distribuí-la para todos os

Leia mais

Seu bebê chegou, conte com a gente. 1º mês de vida do recém-nascido.

Seu bebê chegou, conte com a gente. 1º mês de vida do recém-nascido. Seu bebê chegou, conte com a gente. 1º mês de vida do recém-nascido. A Fundação Fiat, por meio do Programa Vida Nova, elaborou este material com o intuito de relembrar para as mamães e papais as informações

Leia mais

Orientações aos Cuidadores de Pacientes Acamados

Orientações aos Cuidadores de Pacientes Acamados Orientações aos Cuidadores de Pacientes Acamados SUMÁRIO Prezado cuidador....................... 03 Algumas Sugestões Sobre Higiene Bucal e Corporal........ 04 Banho.......................................

Leia mais

AIDS e DST S. O Sindicato dos Comerciários

AIDS e DST S. O Sindicato dos Comerciários O Sindicato dos Comerciários de São Paulo e a Fequimfar apresentam este manual com dicas de saúde para o trabalhador e sua família. Aqui você terá acesso a uma série de informações sobre o problema da

Leia mais

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 O Hospital realiza uma combinação complexa de atividades especializadas, onde o serviço de Higienização e Limpeza ocupam um lugar de grande importância. Ao se entrar em um

Leia mais

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso O dente do siso começa a surgir na maioria das pessoas entre os 17 e 24 anos. Porém, em alguns, o siso não nasce completamente e causa dor, inchaços

Leia mais

O curativo do umbigo

O curativo do umbigo Higiene do bebê O curativo do umbigo Organizo meu futuro porque o presente já passou. O curativo do umbigo deve ser feito todos os dias, depois do banho, até que o cordão do umbigo seque e caia. Isso leva

Leia mais

Educação para a cidadania

Educação para a cidadania Educação para a cidadania Algumas vezes temos que conviver com os problemas. A criança aprende valores essenciais para uma vida digna e solidária, na convivência com sua família e comunidade. A melhor

Leia mais

HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS

HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS Deve-se pensar em higiene bucal do bebê desde o momento em que se introduz alguma coisa que não esteja esterilizada em sua boca, como por exemplo o bico do peito. A higiene, enquanto

Leia mais

Pensando nisso, e cumprindo meu papel de educador, fiz uma lista de perguntas e respostas, um FAQ, sobre gripe suína (H1N1).

Pensando nisso, e cumprindo meu papel de educador, fiz uma lista de perguntas e respostas, um FAQ, sobre gripe suína (H1N1). Quem tem medo da gripe suína (H1N1)? Eu tenho, tu tens, ele(a) tem, você tem, nós temos, vos tendes e eles têem. Mas ter medo de doença é natural e saudável, o que não ajuda é o pânico, o pavor e o desespero.

Leia mais

4 0 0 /2 2 0 A D A IS V E R O Ã IÇ D pelo E V L T H O L E P O Ã Ç C E F - IN E T N IE C A P O D L A U N A M

4 0 0 /2 2 0 A D A IS V E R O Ã IÇ D pelo E V L T H O L E P O Ã Ç C E F - IN E T N IE C A P O D L A U N A M MANUAL DO PACIENTE - INFECÇÃO PELO HTLV EDIÇÃO REVISADA 02/2004 pelo Este manual tem como objetivo fornecer informações aos pacientes e seus familiares a respeito da Infecção pelo HTLV. Sabemos que as

Leia mais

PARTE A. Instituto da AIDS Consentimento Informado para fazer o exame de HIV

PARTE A. Instituto da AIDS Consentimento Informado para fazer o exame de HIV DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO DE NOVA YORK Instituto da AIDS Consentimento Informado para fazer o exame de HIV O exame de HIV é voluntário. O consentimento pode ser revogado a qualquer momento, mediante

Leia mais

Unidade II Vida e ambiente Aula 7.2 Conteúdo: Doenças Sexualmente Transmissíveis.

Unidade II Vida e ambiente Aula 7.2 Conteúdo: Doenças Sexualmente Transmissíveis. Unidade II Vida e ambiente Aula 7.2 Conteúdo: Doenças Sexualmente Transmissíveis. 2 Habilidade: Conhecer as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), sua prevenção e forma de tratamento. 3 REVISÃO Métodos

Leia mais

Acesso Público a Informação de Saúde

Acesso Público a Informação de Saúde Acesso Público a Informação de Saúde Módulo HIV/AIDS O que é HIV/AIDS? HIV (Human Immunodeficiency Virus Vírus da Imuno Deficiência Humana) AIDS (Acquired Immune Deficiency Syndrome Síndrome da Imuno Deficiência

Leia mais

Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas

Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas Para entender a influenza: perguntas e respostas A comunicação tem espaço fundamental na luta contra qualquer doença. Um exemplo é o caso do enfrentamento da influenza

Leia mais

MANUAL DE CONDUTAS EM EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL A MATERIAL BIOLÓGICO

MANUAL DE CONDUTAS EM EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL A MATERIAL BIOLÓGICO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE POLÍTICAS DE SAÚDE COORDENAÇÃO NACIONAL DE DST E AIDS MANUAL DE CONDUTAS EM EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL A MATERIAL BIOLÓGICO INTRODUÇÃO O objetivo deste documento é descrever

Leia mais

altura 28,58 Prof. Bruno Pires

altura 28,58 Prof. Bruno Pires Prof. Bruno Pires HERPES BUCAL Herpes simplex tipo I (DNAdf). Vias aéreas (oral e respiratória); contato pessoapessoa; contato com objetos contaminados com o vírus. Formação de bolhas e feridas no tecido

Leia mais

Namoro, disciplina e liberdade: problematizando afetividades e sexualidades em uma Escola Família Agrícola

Namoro, disciplina e liberdade: problematizando afetividades e sexualidades em uma Escola Família Agrícola Este material foi elaborado como forma de devolução de dados em pesquisa intitulada Namoro, disciplina e liberdade: problematizando afetividades e sexualidades em uma Escola Família Agrícola realizada,

Leia mais

VIROSES. Prof. Edilson Soares www.profedilson.com

VIROSES. Prof. Edilson Soares www.profedilson.com VIROSES Prof. Edilson Soares www.profedilson.com CATAPORA OU VARICELA TRANSMISSÃO Saliva Objetos contaminados SINTOMAS Feridas no corpo PROFILAXIA Vacinação HERPES SIMPLES LABIAL TRANSMISSÃO Contato

Leia mais

SESI AMIGA. Assuntos. Gravidez Menstruação Higiene Doenças Sexualidade

SESI AMIGA. Assuntos. Gravidez Menstruação Higiene Doenças Sexualidade SEXO? Eu prefiro contar para minhas colegas do que para minha mãe ou meu pai. Eu sinto medo de conversar com eles, porque eles não gostam de conversar, não consigo, eles não conversam comigo.. SESI AMIGA

Leia mais

A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS. SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR

A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS. SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DA AIDS NO BRASIL Desde o início de 1980 até junho de 2012 foram registrados

Leia mais

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano Acompanhamento Sejam bem-vindos Nós desenvolvemos este guia para ajudá-lo a se preparar para a alta de sua criança. Muitas famílias acreditam que aprendendo e conversando antes da alta hospitalar de sua

Leia mais

Aulas só reiniciarão no dia 31 de agosto

Aulas só reiniciarão no dia 31 de agosto Informativo eletrônico do IFRS Campus Sertão Ano 01 Edição 1 Agosto de 2009 Aulas só reiniciarão no dia 31 de agosto Docentes decidiram protelar a volta às aulas de 17 para 31 de agosto em reunião na manhã

Leia mais

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre a rotina de

Leia mais

AIDS & DST s. Prevenção e controle para uma vida sexual segura.

AIDS & DST s. Prevenção e controle para uma vida sexual segura. AIDS & DST s Prevenção e controle para uma vida sexual segura. aids A aids é uma doença causada pelo HIV, vírus da imu-nodeficiência humana que destrói o sistema imunológico responsável pela defesa do

Leia mais

Apresentação. O que é Dengue Clássica?

Apresentação. O que é Dengue Clássica? Apresentação É no verão que acontecem as maiores epidemias de dengue devido ao alto volume de chuva. O Santa Casa Saúde, por meio do Programa Saúde Segura, está de olho no mosquito aedes aegypti e na sua

Leia mais

Considerando que têm ocorrido injustificadas restrições a esses direitos no País;

Considerando que têm ocorrido injustificadas restrições a esses direitos no País; Direito à Educação - PORTARIA INTERMINISTERIAL N o 796, de 29/05/1992, dos Ministros da Educação e da Saúde - Normas e procedimentos educativos referente à transmissão e prevenção da infecção pelo HIV

Leia mais

A hepatite aguda causa menos danos ao fígado que a hepatite crônica.

A hepatite aguda causa menos danos ao fígado que a hepatite crônica. Hepatites Virais O FÍGADO E SUAS FUNÇÕES. O fígado é o maior órgão do corpo humano, está localizado no lado superior direito do abdômen, protegido pelas costelas (gradio costal). É responsável por aproximadamente

Leia mais

Primeiros Cuidados. Dicas de uma Alimentação Saudável

Primeiros Cuidados. Dicas de uma Alimentação Saudável Dividindo o ambiente com os seres humanos, os bichos de estimação também precisam de cuidados especiais para não contrair doenças e, se já houver algum problema, evitar a transmissão aos seus donos. Entre

Leia mais

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS Fernando da Rocha Camara Quando discuto com meus alunos no curso de medicina, medidas para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DST), excluímos a abstinência

Leia mais

Algumas doenças infecciosas no âmbito destas atividades

Algumas doenças infecciosas no âmbito destas atividades Algumas doenças infecciosas no âmbito destas atividades Virus AIOS Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids) é a forma mais grave da infecção causada pelo Vírus da Irnunodeficiência Humana (HIV) que

Leia mais

Competências Técnicas

Competências Técnicas Missão Atender bem os clientes, com bons produtos, da maneira mais rápida possível, sempre com muita atenção, com os menores preços possíveis, em um local agradável e limpo. Competências Técnicas Formar

Leia mais

Apresentação. Rodrigo da Rocha Loures Presidente do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná

Apresentação. Rodrigo da Rocha Loures Presidente do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná CartilhaSESI-AIDS-rotary.indd 1 06.06.08 15:34:12 Apresentação A cada dia com maior intensidade, a indústria direciona suas ações para o desenvolvimento sustentável da sociedade. Este esforço coletivo

Leia mais