Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br"

Transcrição

1 Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos.

2 Flexões verbais e colocação pronominal Morfologia Flexão verbal Verbos (Tempo e Modo) Verbo é a palavra que, por si só, indica um fato (ação, estado, fenômeno) e situa-se no tempo. Conjugações 1.ª terminação AR (cantar) 2.ª terminação ER (beber) 3.ª terminação IR (partir) Tempos simples do indicativo Presente Pretérito Futuro Eu viajo Perfeito (Eu viajei) Imperfeito (Eu viajava) Mais-que-perfeito (Eu viajara) do presente (Eu viajarei) do pretérito (Eu viajaria) Tempos simples do subjuntivo Presente (Que eu viaje) Pretérito imperfeito (Se eu viajasse) Futuro (Quando eu viajar) Indicativo: atitude de certeza (ele virá) Modos Subjuntivo: atitude de hipótese (se ele vier) Imperativo: atitude de ordem (venha) 95

3 Formas nominais Infinitivo: terminação r (andar, vir) Gerúndio: terminação ndo (nadando, vindo) Particípio: terminações: ado/ ido (falado, partido) Formação do imperativo Imperativo afirmativo Imperativo negativo Tu e vós vêm do presente do indicativo sem o S final (tu amas ama tu / vós amais amai vós). Você, nós e vocês iguais às do presente do subjuntivo (ame você, amemos nós e amem vocês). Tem todas as cinco pessoas iguais às do presente do subjuntivo (não ames tu, não ame você, não amemos nós, não ameis vós e não amem vocês). Tempos primitivos e derivados Na conjugação de um verbo, encontramos algumas formas (ou tempos) que dão origem a outras, e assim distinguimos formas primitivas e derivadas. Os tempos (ou formas) primitivos são: presente do indicativo, pretérito perfeito do indicativo e infinitivo impessoal. Tempos derivados do presente do indicativo: presente do subjuntivo, imperativo afirmativo e imperativo negativo. Tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo: pretérito mais-que-perfeito do indicativo, pretérito imperfeito do subjuntivo e futuro do subjuntivo. Tempos derivados do infinitivo impessoal: futuro do presente, futuro do pretérito e pretérito imperfeito do indicativo. O infinitivo impessoal dá origem às três formas nominais que são: infinitivo pessoal, gerúndio e particípio. Conjugação verbal Conjugar um verbo significa enunciá-lo em todas as formas que possui. 96

4 Acompanhando a videoaula, preencha a tabela conjugando os verbos a seguir: MODO INDICATIVO Presente Ver Vir Pôr Ter MODO INDICATIVO Pretérito perfeito Ver Vir Pôr Ter MODO SUBJUNTIVO Presente Ver Vir Pôr Ter 97

5 MODO SUBJUNTIVO FUTURO Ver Vir Pôr Ter MODO IMPERATIVO Afirmativo Ver Vir Pôr Ter MODO IMPERATIVO Negativo Ver Vir Pôr Ter 98

6 Apresentamos a seguir a conjugação completa dos verbos cantar, bater, partir e pôr. MODO INDICATIVO Presente canto bato parto ponho cantas bates partes pões canta bate parte põe cantamos batemos partimos pomos cantais bateis partis pondes cantam batem partem põem Pretérito perfeito simples cantei bati parti pus cantaste bateste partiste puseste cantou bateu partiu pôs cantamos batemos partimos pusemos cantastes batestes partistes pusestes cantaram bateram partiram puseram Pretérito perfeito composto tenho cantado tens cantado tem cantado temos cantado tendes cantado têm cantado tenho batido tens batido tem batido temos batido tendes batido têm batido Pretérito perfeito composto tenho partido tens partido tem partido temos partido tendes partido têm partido tem posto tens posto tem posto temos posto tendes posto têm posto 99

7 Pretérito imperfeito cantava batia partia punha cantavas batias partias punhas cantava batia partia punha cantávamos batíamos partíamos púnhamos cantáveis batíeis partíeis púnheis cantavam batiam partiam punham Pretérito mais-que-perfeito simples cantara batera partira pusera cantaras bateras partiras puseras cantara batera partira pusera cantáramos batêramos partíramos puséramos cantáreis batêreis partíreis puséreis cantaram bateram partiram puseram Pretérito mais-que-perfeito composto tinha cantado tinhas cantado tinha cantado tínhamos cantado tínheis cantado tinham cantado tinha batido tinhas batido tinha batido tínhamos batido tínheis batido tinham batido Pretérito mais-que-perfeito composto tinha partido tinhas partido tinha partido tínhamos partido tínheis partido tinham partido tinha posto tinhas posto tinha posto tínhamos posto tínheis posto tinham posto 100

8 Futuro do presente simples cantarei baterei partirei porei cantarás baterás partirás porás cantará baterá partirá porá cantaremos batermos partiremos poremos cantareis batereis partireis poreis cantarão baterão partirão porão Futuro do presente composto terei cantado terás cantado terá cantado teremos cantado tereis cantado terão cantado terei batido terás batido terá batido teremos batido tereis batido terão batido Futuro do presente composto terei partido terás partido terá partido teremos partido tereis partido terão partido terei posto terás posto terá posto teremos posto tereis posto terão posto Futuro do pretérito simples cantaria bateria partiria poria cantarias baterias partirias porias cantaria bateria partiria poria cantaríamos batearíamos partiríamos poríamos cantaríeis bateríeis partiríeis poríeis cantariam bateriam partiriam poriam 101

9 Futuro do pretérito composto teria cantado terias cantado teria cantado teríamos cantado teríeis cantado teriam cantado teria batido terias batido teria batido teríamos batido teríeis batido teriam batido Futuro do pretérito composto teria partido terias partido teria partido teríamos partido teríeis partido teriam partido teria posto terias posto teria posto teríamos posto teríeis posto teriam posto MODO SUBJUNTIVO Presente cante bata parta ponha cantes batas partas ponhas cante bata parta ponha cantemos batamos partamos ponhamos canteis batais partais ponhais cantem batam partam ponham Pretérito imperfeito cantasse cantasses cantasse cantássemos cantásseis cantassem batesse batesses batesse batêssemos batêsseis batessem 102

10 Pretérito imperfeito partisse partisses partisse partíssemos partísseis partissem pudesse pudesses pudesse pudéssemos pudésseis pudessem Pretérito perfeito tenha cantado tenhas cantado tenha cantado tenhamos cantado tenhais cantado tenham cantado tenha batido tenhas batido tenha batido tenhamos batido tenhais batido tenham batido Pretérito perfeito tenha partido tenhas partido tenha partido tenhamos partido tenhais partido tenham partido tenha posto tenhas posto tenha posto tenhamos posto tenhais posto tenham posto Pretérito mais-que-perfeito tivesse cantado tivesses cantado tivesse cantado tivéssemos cantado tivésseis cantado tivessem cantado tivesse batido tivesses batido tivesse batido tivéssemos batido tivésseis batido tivessem batido 103

11 Pretérito mais-que-perfeito tivesse partido tivesses partido tivesse partido tivéssemos partido tivésseis partido tivessem partido tivesse posto tivesses posto tivesse posto tivéssemos posto tivésseis posto tivessem posto Futuro simples cantar bater partir puser cantares bateres partires puseres cantar bater partir puser cantarmos batermos partirmos pusermos cantardes baterdes partirdes puserdes cantarem baterem partirem puserem Futuro composto tiver cantado tiveres cantado tiver cantado tivermos cantado tiverdes cantado tivermos cantado tiver batido tiveres batido tiver batido tivermos batido tiverdes batido tivermos cantado Futuro composto tiver partido tiveres partido tiver partido tivermos partido tiverdes partido tivermos partido tiver posto tiveres posto tiver posto tivermos posto tiverdes posto tivermos posto 104

12 canta (tu) cante (você) cantemos (nós) cantai (vós) cantem (vocês) MODO IMPERATIVO Afirmativo bate (tu) bata (você) batamos (nós) batei (vós) batam (vocês) Afirmativo parte (tu) parta (você) partamos (nós) parti (vós) partam (vocês) põe (tu) ponha (você) ponhamos (nós) ponde (vós) ponham (vocês) Negativo não cantes (tu) não cante (você) não cantemos (nós) não canteis (vós) não cantem (vocês) não batas (tu) não bata (você) não batamos (nós) não batais (vós) não batam (vocês) Negativo não partas (tu) não parta (você) não partamos (nós) não partais (vós) não partam (vocês) não ponha (tu) não ponhas (você) não ponhamos (nós) não ponhais (vós) não ponham (vocês) 105

13 Formas nominais do verbo Infinitivo: cantar bater partir pôr Infinitivo impessoal Infinitivo pessoal cantar bater partir pôr cantares bateres partires pores cantar bater partir pôr cantarmos batermos partirmos pormos cantardes baterdes partirdes pordes cantarem baterem partirem porem Gerúndio: cantando batendo partindo pondo Particípio: cantado batido partido posto Pronomes Pronomes pessoais retos Número Pessoa Pronomes pessoais retos 1.ª Eu Singular 2.ª Tu 3.ª Ele/ela 1.ª Nós Plural 2.ª Vós 3.ª Eles/elas 106

14 Os pronomes tu e vós podem ser vocativos. Ó tu, que vens de longe! Ó vós, que pregais o evangelho! O pronome vós raramente é usado na linguagem coloquial do português do Brasil. Os pronomes retos funcionam geralmente como sujeito. Ele assistiu ao jogo de futebol. Pronomes pessoais oblíquos Número Pessoa Pronomes pessoais oblíquos 1.ª me, mim, comigo Singular 2.ª te, ti, contigo 3.ª o, a, lhe, se, si, ele, ela, consigo 1.ª nos, nós, conosco Plural 2.ª vos, vós, convosco 3.ª os, as, lhes, se, si, eles, elas, consigo Emprego dos pronomes oblíquos Os pronomes oblíquos se, si, consigo devem ser empregados só como reflexivos. Cada um faça por si mesmo a redação. Ela feriu-se com a faca. O aluno trouxe os livros consigo. As formas do pronome reflexivo no plural nos, vos e se, quando indicam ação mútua, recebem a denominação de pronome recíproco, pois indicam reciprocidade de ação. Nós nos olhávamos com muito amor. Amai-vos uns aos outros. 107

15 Os carros chocaram-se na esquina. Função sintática de alguns pronomes Terminação dos verbos r, s, z m ~ o, a, os, as lo, la, los, las no, na, nos, nas Para objeto direto (OD) Exemplos: Iremos comprar uma casa. Iremos comprá-la. Vendi o carro. Vendi-o. Guardamos os documentos. Guardamo-los. Fez as tarefas. Fê-las. Objeto indireto (OI) Lhe e lhes Complemento nominal (CN) Adjunto adnominal (AA) Exemplos: Ele obedece aos pais. Ele obedece-lhes. (OI) Maria sempre foi fiel a João. Maria sempre lhe foi fiel. (CN) O peixe caiu na sua rede. 108

16 O peixe caiu-lhe na rede. (AA) Me, te Nos, vos Objeto direto (OD) Objeto indireto (OI) Complemento nominal (CN) Adjunto adnominal (AA) Exemplos: Encontrou-me na festa. (OD) Pediu-me ajuda. (OI) Cortou-te o dedo. (AA) (seu) Ela sempre me foi agradável. (CN) Há casos em que os pronomes oblíquos podem contrair-se ou combinar-se entre si. me + o = mo me + a = ma te + o = to te + a = ta lhe(s) + o = lho lhe(s) + a = lha nos + o = no-lo nos + a = no-la vos + o = vo-lo vos + a = vo-la me + os = mos me + as = mas te + os = tos te + as = tas lhe(s) + os = lhos lhe(s) + as = lhas nos + os = no-los nos + as = no-las vos + os = vo-los vos + as = vo-las Exemplo: Você deu o envelope ao carteiro? Sim, dei-lho. (Dei-o ao carteiro. Ou dei-lhe o envelope. Ou dei-lho.) 109

17 Pronomes de tratamento: abreviatura e uso V.A. Vossa Alteza Príncipes, arquiduques, duques V.Ema. Vossa Eminência Cardeais V.Exa. Vossa Excelência Altas autoridades do Governo e oficiais gerais das Forças Armadas (Brasil). Qualquer pessoa a quem se quer manifestar grande respeito (Portugal). V.Maga. Vossa Magnificência Reitores das Universidades V.M. Vossa Majestade Reis e imperadores V.Exa.Revma. Vossa Excelência Reverendíssima Bispos e arcebispos V.P. Vossa Paternidade Abades, superiores de conventos V.Reva. V.Revma. Vossa Reverência Vossa Reverendíssima Sacerdotes em geral V.S. Vossa Santidade Papa V.Sa. Vossa Senhoria Funcionários públicos graduados, oficiais até coronel, pessoas de cerimônia Emprego dos pronomes de tratamento Você e os demais pronomes de tratamento, embora se refiram à segunda pessoa (aquela com quem falamos), do ponto de vista gramatical, comportam-se como pronomes de terceira pessoa. Você chegou cedo? Vossa Excelência não precisa se levantar. Vossa Excelência ou Sua Excelência? As duas formas estão corretas. Exemplos: Vossa Excelência já aprovou a escolha das cores? Sua Excelência, o governador, deverá estar presente na inauguração da ponte. No primeiro caso, empregou-se Vossa Excelência porque o interlocutor falava diretamente com a pessoa em questão. Já no segundo caso, empregou-se Sua Excelência, pois falava da pessoa em questão. 110

18 Sintaxe do pronome pessoal Os pronomes pessoais do caso reto ( eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/ elas) devem ser empregados na função sintática de sujeito e de predicativo do sujeito, podendo também ser empregados como vocativo (tu e vós). Exemplo: Eu cheguei atrasada. Na função de complemento, usam-se os pronomes oblíquos e não os pronomes retos. Exemplo: Convidei-o para a festa. Os pronomes retos (exceto eu e tu), quando precedidos de preposição, passam a funcionar como oblíquos. Nesse caso, considera-se correto seu emprego como complemento. Exemplo: Informaram a eles as novidades. As formas retas eu e tu só podem funcionar como sujeito ou predicativo. Considera-se errado seu emprego como complemento. Exemplo: Nunca houve acertos entre (eu e tu) mim e ti. Como regra prática, determina-se que as formas eu e tu, quando estiverem precedidas de preposição, não são usadas, mas sim as formas oblíquas mim e ti. Exemplo: Ninguém irá sem eu. (Errado) Ninguém irá sem mim. (Correto) 111

19 Há, no entanto, um caso em que se empregam as formas retas eu e tu mesmo precedidas por preposição: quando essas formas funcionam como sujeito de um verbo no infinitivo. Exemplos: Eu trouxe este livro para eu ler. Sujeito Eu trouxe este livro para tu leres. Sujeito As formas oblíquas o, a, os, as são sempre empregadas como complemento de verbos transitivos diretos, ao passo que as formas lhe, lhes são empregadas como complemento de verbos transitivos indiretos. Exemplos: O menino encontrou-a na rua. VTD OD O filho desobedeceu-lhe. VTI OI O pronome oblíquo pode funcionar como sujeito. Isso ocorre com os verbos deixar, fazer, ouvir, mandar, sentir e ver seguidos de infinitivo. O pronome oblíquo será sujeito desse infinitivo. Exemplos: Deixei-o sair. Sujeito Mandei-os pensarem na vida. Sujeito Colocação pronominal Os pronomes oblíquos átonos (o, a, os, as, lhe, lhes, me, te, se, nos, vos) podem ocupar três posições na oração em relação ao verbo: Antes do verbo: nesse caso tem-se a próclise e se diz que o verbo está proclítico. 112

20 Exemplos: Nunca se diz essas coisas aqui. Quero que todos me ouçam. No meio do verbo: tem-se a mesóclise e o pronome está mesoclítico. Exemplos: Pagar-se-ão todas as dívidas. Olhar-te-ei com muito carinho. Depois do verbo: tem-se a ênclise e o pronome está enclítico. Exemplos: Ouviu-se muitas conversas sobre o assunto. Compraram-me muitas flores. Próclise obrigatória Com advérbios Com conjunções subordinativas Com preposição em + gerúndio Com pronomes (menos com os pessoais retos) Nunca se diz estas coisas enquanto eu mandar aqui. Sempre lhe disse que um dia isso iria acontecer. Assim que o encontrar, avise-nos para que possamos tomar as providências. Disse-nos que se livraria daquele infortúnio sem demora. Em se tratando de festa, ela vem sem demora. Em se tratando de língua portuguesa, ele é um especialista. Tudo se findará um dia. Alguém lhe dirá a verdade quando permitir. Esse é o caso a que me referi outro dia. Isso nos interessa muito devido a sua atitude. Quem nos ajudará no trabalho doméstico? Ênclise obrigatória Com verbos no início do período Após as pausas, ponto e vírgula, vírgula e dois-pontos Querem-nos na abertura do testamento ainda hoje. Faltam-me informações indispensáveis para completar o trabalho. Compre-me estes ingredientes. A mãe saiu, deixando-os a sós. Fechou a janela, desligando-se do mundo. Depois de uma longa perseguição; deixou-me em paz. 113

21 Mesóclise obrigatória Nas mesmas situações da ênclise com verbos no futuro do presente e do pretérito A mãe sairá amanhã, deixá-los-á em paz. Encontrá-lo-ia se pudesse, para resolver aquela questão. Encontrar-me-ão na festa do próximo sábado, no clube. Casos opcionais Com pronomes pessoais retos Com substantivo e adjetivos Com as preposições A, PARA, DE + verbo no infinitivo Naquele dia de festa, ele nos encontrou no clube. Naquele dia de festa, ele encontrou-nos no clube. A mãe lhe entregou o presente só após seu aniversário. A mãe entregou-lhe o presente só após seu aniversário. A menina bonita tirou-me do sério. A menina bonita me tirou do sério. Gostei de a encontrar naquela manhã. Gostei de encontrá-la naquela manhã. Estou aqui para lhe entregar o prêmio de vencedor dos jogos. Estou aqui para entregar-lhe o prêmio de vencedor dos jogos. Colocação dos pronomes nas locuções verbais Verbo auxiliar mais verbo no infinitivo Ênclise do auxiliar Próclise do principal Ênclise do principal Vou-lhe pedir dinheiro neste mês. Vou lhe pedir dinheiro neste mês. Vou pedir-lhe dinheiro neste mês. Verbo auxiliar mais verbo no gerúndio Verbo auxiliar mais verbo no particípio Ênclise do auxiliar Próclise do principal Ênclise do principal Só ênclise do auxiliar Venho-lhe pedindo dinheiro durante o mês. Venho lhe pedindo dinheiro durante o mês. Venho pedindo-lhe dinheiro durante o mês. Tenho-lhe dito todas essas coisas durante esse ano. Tenho-lhe falado muitas coisas, mas você não me ouve. 114

22 Verbo auxiliar mais verbo no infinitivo com fator de próclise Verbo auxiliar mais verbo no gerúndio com fator de próclise Verbo auxiliar mais verbo no particípio com fator de próclise Próclise do auxiliar Ênclise do principal Próclise do auxiliar Ênclise do principal Só próclise do auxiliar Não lhe vou pedir dinheiro neste mês. Não vou pedir-lhe dinheiro neste mês. Não lhe venho pedindo dinheiro durante o mês. Não venho pedindo-lhe dinheiro durante o mês. Não lhe tenho dito todas essas coisas durante esse ano. Não lhe tenho falado muitas coisas, mas você não me ouve. Pronomes possessivos Os pronomes possessivos referem-se às pessoas do discurso, indicando ideias de posse. Número Pessoa Pronomes possessivos 1.ª Meu, minha, meus, minhas Singular 2.ª Teu, tua, teus, tuas 3.ª Seu, sua, seus, suas 1.ª Nosso, nossa, nossos, nossas Plural 2.ª Vosso, vossa, vossos, vossas 3.ª Seu, sua, seus, suas Atenção: em muitos casos, a utilização do possessivo de terceira pessoa (seu e flexões) pode deixar a frase ambígua, isto é, podemos ter dúvidas quanto ao possuidor. Ex.: O menino saiu com sua bicicleta. (Bicicleta de quem? Do menino ou do interlocutor?) Para evitar essa ambiguidade, deve-se substituir o possessivo pela forma dele (e suas flexões). O menino saiu com a bicicleta dele. 115

23 Emprego dos pronomes possessivos Pode ocorrer mudança de sentido na frase, conforme a posição do pronome possessivo. Recebi notícias suas. (Notícias sobre você) Recebi suas notícias. (Notícias transmitidas por você) O pronome possessivo nem sempre exprime ideia de posse. Ele pode ser utilizado para indicar aproximação, afeto ou respeito. Aquele homem deve ter seus sessenta anos. (Aproximação) Meu caro aluno, procure ser mais atencioso. (Afeto) Minha Senhora, sente-se aqui. (Respeito) A forma seu, quando for uma redução do pronome de tratamento senhor, não é um pronome possessivo. Seu José estava muito cansado. Os pronomes possessivos podem vir reforçados pelo uso de outra palavra, próprio, e suas flexões, quando se quer realçar a ideia de posse. Cada pessoa deve buscar sua própria essência. Pronomes demonstrativos Pronomes demonstrativos são aqueles que indicam a posição do ser no tempo e no espaço, tendo como referência as pessoas do discurso. Pessoa Variáveis Invariáveis 1.ª 2.ª 3.ª este, esta, estes, estas esse, essa, esses, essas aquele, aquela, aqueles, aquelas isto isso aquilo Atenção: os pronomes oblíquos o, a, os, as podem ser pronomes demonstrativos quando têm o significado de aquele, aquela, aqueles e aquelas, respectivamente. 116

24 Ex.: E teus filhos que não bebem e o que gosta de beber. = aquele Emprego dos pronomes demonstrativos Flexões verbais e colocação pronominal Este, esta, isto: indicam que o ser está próximo à pessoa que fala. Podem ser usados em frases com os pronomes eu, me, mim, comigo e o advérbio aqui. Este relógio que eu tenho nas mãos é de ouro. Esta caneta que está comigo é azul. Isto que está aqui comigo é um livro. Esse, essa, isso: indicam que o ser está próximo à pessoa com quem se fala. Podem aparecer com os pronomes tu, te, contigo, você, vocês e o advérbio aí. Esse relógio que tu tens nas mãos é de ouro. Essa caneta que está contigo é azul. Isso que está aí contigo é um livro. Aquele, aquela, aquilo: indicam que o ser está relativamente próximo à pessoa de quem se fala, ou distante de todas elas. Podem ser usados com os advérbios ali ou lá. Aquele relógio que está lá na vitrine é de ouro. Aquela caneta que está com o aluno da outra sala é azul. Aquilo que está ali com o professor é um livro. Os demonstrativos servem para indicar a posição temporal, revelando proximidade ou afastamento no tempo, em relação à pessoa que fala. Este, esta, isto: tempo presente em relação ao falante. Este momento é inesquecível. Pretendo fazer compras ainda nesta semana. (em + esta) Esse, essa, isso: tempo passado relativamente próximo em relação ao falante. Essa noite foi memorável. 117

25 Em fevereiro fez muito calor; nesse mês pude ir à piscina. (em + esse) Aquele, aquela, aquilo: tempo distante em relação ao falante. Aquele tempo não volta mais. Naquela noite, ele saiu e não mais voltou. (em + aquela) Os pronomes demonstrativos podem indicar o que ainda vai ser falado e aquilo que já foi falado. Devemos empregar este (e variações) e isto quando queremos fazer referência a alguma coisa que ainda vai ser falada. A situação é esta: os alunos já não estudam mais. Devemos empregar esse (e variações) e isso quando queremos fazer referência a alguma coisa que já foi falada. Sambódromo, carreata, presidenciável, esses são termos chamados de neologismos. Emprega-se este em oposição a aquele quando se quer fazer referência a elementos já mencionados. Este se refere ao mais próximo; aquele, ao mais distante. Matemática e literatura são matérias que me agradam: esta me desenvolve a sensibilidade; aquela, o raciocínio. Pronomes relativos Os pronomes relativos são aqueles que retomam um termo da oração que já apareceu antes, projetando-o em outra oração. Não conhecemos as pessoas. As pessoas chegaram. Não conhecemos as pessoas que chegaram. 118

26 Os pronomes relativos são: Variáveis: o qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quanta, quantos, quantas. Invariáveis: que, quem, onde. Emprego dos pronomes relativos O pronome relativo que é o mais usado. Refere-se a pessoas ou coisas. As pessoas que chegaram são estranhas. Os sapatos que comprei são confortáveis. O relativo que pode ser precedido pelos pronomes demonstrativos, inclusive pelo pronome o (e suas flexões) quando este estiver exercendo a função de demonstrativo. Ele não sabe o que faz. Pronome demonstrativo O pronome relativo quem refere-se à pessoa ou coisa personificada. Quando tiver antecedente explícito aparece sempre regido de preposição. Não conheço a menina de quem você falou. Este é o rapaz a quem você se referiu. Quando aparece sem antecedente é chamado de pronome relativo indefinido. Não há quem não queira ser feliz. O pronome relativo o qual (e suas flexões) refere-se à pessoa ou coisa e é empregado como substituto de que: quando o antecedente for substantivo e estiver distante do pronome relativo; Visitei o museu de minha cidade, o qual me deixou maravilhado. após preposição. Li a história da qual você me falou. (Preposição de + artigo a) 119

27 O relativo cujo equivale a do qual, de quem, de que. Concorda em gênero e número com a coisa possuída e não admite a posposição do artigo. Derrubaram as paredes cujos tijolos estavam sujos. (= delas, das paredes) Aquela é a pessoa cuja casa é bonita (= dela, da pessoa) O relativo onde indica lugar e equivale a em que, no qual, na qual, nos quais e nas quais. Esta é a casa onde moro. Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá. Atenção: onde é empregado com verbos que não dão ideia de movimento. Sempre morei na cidade onde nasci. Aonde é empregado com verbos que dão ideia de movimento e equivale a para onde, sendo resultado da combinação da preposição a + onde. Não conheço o lugar aonde você vai. O relativo quanto (e suas flexões) refere-se à pessoa ou coisa. Quando precedido de tudo, tanto, tem significado quantitativo indefinido. Falou tudo quanto queria. Coloque tantas quantas forem necessárias. Pronomes indefinidos Os pronomes indefinidos são aqueles que se referem à terceira pessoa do discurso de modo vago e impreciso. São eles: Variáveis: algum, alguma, alguns, algumas, nenhum, nenhuma, nenhuns, nenhumas, todo, toda, todos, todas, outro, outra, outros, outras, muito, muita, muitos, muitas, pouco, pouca, poucos, poucas, certo, 120

28 certa, certos, certas, vário, vária, vários, várias, quanto, quanta, quantos, quantas, tanto, tanta, tantos, tantas, qualquer, quaisquer, qual, quais, um, uma, uns, umas. Invariáveis: algo, tudo, nada (referem-se a coisas), quem, alguém, ninguém, outrem (referem-se a pessoas), onde, alhures, algures, nenhures (referem-se a lugares), cada. Além dos pronomes indefinidos, existem as locuções pronominais indefinidas: cada um, cada uma, cada qual, quem quer que, todo aquele que, toda aquela que, seja quem for, seja qual for, qualquer um, qualquer uma, tal e tal, um e outro. Emprego dos pronomes indefinidos Quando empregados antes de um nome, os pronomes todos ou todas devem estar acompanhados de artigo, exceto quando antecederem outros pronomes. Todas as pessoas viram o acidente. Todos aqueles alunos foram aprovados. Todas essas meninas compraram bonecas. O pronome todo, sem artigo, significa qualquer, cada um; no singular e junto de artigo significa inteiro. Ela chorou todo o dia. (o dia inteiro) Toda pessoa deve dormir no horário. (qualquer) O pronome qualquer é a única palavra em nossa língua que faz plural no seu interior, quaisquer. Acabou escolhendo qualquer peça. Acabou escolhendo quaisquer peças. O pronome indefinido algum (e variações) usado depois de um substantivo assume valor negativo, equivalendo a nenhum (e variações). Não recebi notícia alguma. Não tenho dinheiro algum. 121

29 Atenção: os pronomes algum, alguma e as locuções pronominais cada um, cada uma podem assumir valor afetivo quando usados em construções elípticas. Esse rapaz ainda vai lhe armar alguma. Esse rapaz lhe disse cada uma! Certo é pronome indefinido quando antecede um substantivo, podendo ou não ser precedido de artigo indefinido. Certas coisas são inexplicáveis. É classificado como adjetivo quando for posposto ao substantivo. Acabamos de eleger o homem certo. O pronome cada, invariável, assume a posição de adjetivo quando precede um substantivo ou outro pronome. Em cada lágrima, uma dor. Na ausência de um substantivo, podem-se usar expressões cada qual e cada um. Cada um deve seguir o seu caminho. Saíram o rapaz e o amigo, cada qual no seu carro. O pronome indefinido nada equivale a alguma coisa se usado em frases interrogativas. Você não quer nada? A mocinha não vai dizer nada? Dicas de estudo Utilize todo seu tempo disponível para estudar, tenha sempre o material impresso para ler no transporte, ao esperar em filas etc. Resolva exercícios sobre o tema estudado. 122

30 Faça muitos exercícios! Resolva todas as provas anteriores (conheça profundamente a banca examinadora e leia atentamente o edital). Não perca de vista que, por melhor que sejam as videoaulas, o que garante a aprovação é sua dedicação. 123

31

32 Referências AQUINO, Renato. Português para Concursos: teoria e 900 questões. 2. ed. Campus, SENA, Décio. Gramática Aplicada para Provas e Concursos. Impetus, < < < < < Dicionário eletrônico Volp: < htm?sid=23> 237

33

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ÍNDICE Pronomes...2 Pronomes Pessoais...2 Pronomes de Tratamento...3 Pronomes Possessivos...3 Pronomes Demonstrativos...3 Pronomes Indefinidos...4 Pronomes Relativos...4 Pronomes

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

PRONOMES. PRONOME - a palavra variável que substitui o substantivo (pronome substantivo) ou o acompanha (pronome adjetivo).

PRONOMES. PRONOME - a palavra variável que substitui o substantivo (pronome substantivo) ou o acompanha (pronome adjetivo). PRONOMES PRONOME - a palavra variável que substitui o substantivo (pronome substantivo) ou o acompanha (pronome adjetivo). Ex.: Paulo foi ao jogo. Ele (PRON. PESSOAL RETO SUBSTANTIVO) foi ao jogo. O acidente

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas.

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. Pág. 41 1 e 2 1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. c) Delimite as orações. Foi o presente

Leia mais

Profª.: Elysângela Neves

Profª.: Elysângela Neves Profª.: Elysângela Neves Regência É a relação sintática que se estabelece entre um termo regente ou subordinante (que exige outro) e o termo regido ou subordinado (termo regido pelo primeiro) A regência

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

CURIOSIDADES GRÁFICAS

CURIOSIDADES GRÁFICAS CURIOSIDADES GRÁFICAS 1. USO DOS PORQUÊS POR QUE: usado em frases interrogativas diretas e indiretas; quando equivale a pelo qual e flexões e quando depois dessa expressão vier escrita ou subentendida

Leia mais

As palavras: QUE, SE e COMO.

As palavras: QUE, SE e COMO. As palavras: QUE, SE e COMO. Enfocaremos, nesse capítulo, algumas particularidades das referidas palavras. Professor Robson Moraes I A palavra QUE 1. Substantivo aparece precedida por artigo e exerce funções

Leia mais

COLOCAÇÃO PRONOMINAL

COLOCAÇÃO PRONOMINAL COLOCAÇÃO PRONOMINAL COLOCAÇÃO PRONOMINAL Na utilização prática da língua, a colocação dos pronomes oblíquos é determinada pela eufonia, isto é pela boa sonoridade da frase. Por isso, em certos casos,

Leia mais

A Morfologia é o estudo da palavra e sua função na nossa língua. Na língua portuguesa, as palavras dividem-se nas seguintes categorias:

A Morfologia é o estudo da palavra e sua função na nossa língua. Na língua portuguesa, as palavras dividem-se nas seguintes categorias: MORFOLOGIA A Morfologia é o estudo da palavra e sua função na nossa língua. Na língua portuguesa, as palavras dividem-se nas seguintes categorias: 1. SUBSTANTIVO Tudo o que existe é ser e cada ser tem

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES ASPECTOS TEÓRICOS. POR QUE /POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ a) POR QUE: Equivale a POR QUAL MOTIVO ou a pelo qual e variações; vem também depois de EIS e DAÍ. b) POR QUÊ: Equivale

Leia mais

Questões de Português da Cesgranrio: prepara-se para o BNDES

Questões de Português da Cesgranrio: prepara-se para o BNDES Questões de Português da Cesgranrio: prepara-se para o BNDES 1. Indique o período em que o sinal de dois-pontos está sendo usado com a mesma finalidade da que ocorre em: Ademilton praticou uma atividade

Leia mais

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES Recorda! Verbos são palavras que refer acções ou processos praticados ou desenvolvidos por alguém. Os verbos distribu-se por vários

Leia mais

(DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina. -Marcadores de várias cores

(DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina. -Marcadores de várias cores (DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina -Marcadores de várias cores -Folhas cada qual com a sua letra ocantinhodasao.com.pt/public_html Página

Leia mais

Erros mais freqüentes

Erros mais freqüentes Lição 1 Erros mais freqüentes Extraímos de comunicações empresariais alguns erros, que passamos a comentar: 1. Caso se faça necessário maiores esclarecimentos... Apontamos duas falhas: 1. Caso se faça

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Categorias Subcategorias Unidades de registo. Situação. Sai da escola e ia para casa da minha mãe (F1) Experiência de assalto

Categorias Subcategorias Unidades de registo. Situação. Sai da escola e ia para casa da minha mãe (F1) Experiência de assalto Categorias Subcategorias Unidades de registo Experiência de assalto Situação Sai da escola e ia para casa da minha mãe (F1) Estava a ir para a escola (F2) Estava a sair da escola e quando cheguei à porta

Leia mais

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé MÚSICAS Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé Hino da Praznik Do Fá Gosto de aqui estar Sol Do E contigo brincar E ao fim vou arranjar

Leia mais

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Habilidades: Reconhecer os pronomes demonstrativos como marca em relação à posição, ao espaço e ao tempo no texto; Habilidades: Compreender os pronomes

Leia mais

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS VAMOS ESTUDAR OS VERBOS Autores: Ana Catarina; Andreia; Bibiana; Pedro Cardoso. Ano/Turma: 6º A Ano Lectivo: 2007/2008 Índice. 1 Introdução... 2 Pág. Primeira Parte 1-OS VERBOS 1.1 Conceito.. 3 1.2 Tempo.

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 1 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 1 - I Pronomes pessoais Eu Tu 1 Você 2 / ele/ela A gente 3 Nós Vós 4 Eles/ elas

Leia mais

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens.

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens. Os Serviços de Saúde Amigos das Crianças Crianças e Jovens: digam-nos o que pensam! O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

OUTROS CASOS. rsn 2007/08

OUTROS CASOS. rsn 2007/08 A Pronominalização A O João deu um livro à mãe. / O João deu-o à mãe. B O João deu um livro à mãe. / O João deu-lhe o livro. C O João deu um livro à mãe. / O João deu-lho. D A Catarina disse à mãe que

Leia mais

Professora: Lícia Souza

Professora: Lícia Souza Professora: Lícia Souza Morfossintaxe: a seleção e a combinação de palavras Observe que, para combinar as palavras loucamente, louco e loucura com outras palavras nas frases de modo que fiquem de acordo

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

Quadro Geral dos Pronomes Pessoais

Quadro Geral dos Pronomes Pessoais Os pronomes Pessoais indicam quem fala, com quem se fala e de quem se fala. Desempenham na frase funções de sujeito (eu, tu, você, ele, ela, nós, vós, vocês, eles e elas), de complemento direto (me, te,

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

Vestibular Comentado - UVA/2010.2

Vestibular Comentado - UVA/2010.2 LÍNGUA PORTUGUESA Comentários: Profs. Evaristo, Crerlânio, Vicente Júnior Texto 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Flor voltara a embalar-se

Leia mais

Enquanto dormimos. É inútil que madrugueis, que tarde Salmos 127:2

Enquanto dormimos. É inútil que madrugueis, que tarde Salmos 127:2 Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Joaquim Costa Jr 1 Enquanto dormimos. É inútil que madrugueis, que tarde 2 repouseis, Que comais o pão de dores: Aos seus amados ele o dá enquanto dormem.

Leia mais

PORTUGUÊS - CURSO REGULAR TEÓRICO PROFESSORA: CLÁUDIA KOZLOWSKI

PORTUGUÊS - CURSO REGULAR TEÓRICO PROFESSORA: CLÁUDIA KOZLOWSKI AULA 8 - PRONOMES Pronome é o vocábulo que, ao pé da letra, fica no lugar do nome (chamado de pronome substantivo) ou o determina (pronome adjetivo). Para compreender melhor a função dos pronomes, precisamos

Leia mais

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar CD UM NOVO DIA Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar Quantos momentos da vida. Me fazem ver. O que aqui dentro existe. Ouvi dizer. Luto pra conseguir, corro só pra fugir, faço o que posso, mas já não sou vencedor,

Leia mais

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro Histórias do Velho Testamento 3 a 6 anos Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro O Velho Testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

Músicas Para Casamento

Músicas Para Casamento Músicas Para Casamento 01. Você e Eu - Eliana Ribeiro 7M 7M C#m7 F#7/5+ F#7 Bm7 Quero estar com você, / Lembrar de cada momento bom; C#m7 m7 C#m7 #m7 Em7 7/9 Reviver a nossa história, nosso amor. 7M #m7/5-

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor.

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor. Capítulo 2 Ela representa um desafio. O simbolismo existe nas imagens coloridas. As pessoas apaixonam-se e desapaixonam-se. Vão onde os corações se abrem. É previsível. Mereces um lugar no meu baloiço.

Leia mais

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos A Virada: contenido Lecciones 1-100 de A Virada A Gente ACABAR de Adverbios & Adjetivos A gente vai acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar fácil (adjective) facilmente (adverb) Adverbios

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 6 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 6 I Ir Preposição para + artigo Preposição a + artigo Eu vou Para + o = para o

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA PRIMEIRA PARTE: CONCORDÂNCIA NOMINAL I. Regra Geral II. Casos Particulares I) Regra Geral: Exemplo:

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn.

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn. Professor Jailton Adjunto adnominal é o termo da oração que sempre se refere a um substantivo que funciona como núcleo de um termo, a fim de determiná-lo, indeterminá-lo ou caracterizá-lo. adj. adn. adj.

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 19 por

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal:

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal: 207. Complete com eu ou mim : CLASSES DE PALAVRAS PRONOME: - eles chegaram antes de. - há algum trabalho para fazer? - há algum trabalho para? - ele pediu para elaborar alguns exercícios; - para, viajar

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

CASOS PARTICULARES S + S + A Obs:

CASOS PARTICULARES S + S + A Obs: 1) Regra geral Palavra que acompanha substantivo concorda com ele. Ex.: O aluno. Os alunos. A aluna. As alunas. Meu livro. Meus livros. Minha pasta. Minhas pastas. Garoto alto. Garotos altos. Garota alta.

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 1 a Começa assim Este jogo começa com todos os participantes procurando as PA LAVRAS SEMENTES. E isso não é nada difícil! Basta as pessoas que vão jogar o jogo saírem conversando

Leia mais

Professor Jailton CONCORDÂNCIA VERBAL

Professor Jailton CONCORDÂNCIA VERBAL Professor Jailton CONCORDÂNCIA VERBAL CONCORDÂNCIA VERBAL Regra geral O verbo e seu sujeito deverão concordar em número e pessoa: Eu Tu Ele Os alunos sujeito cheguei. chegaste. chegou. chegaram. verbo

Leia mais

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João Upanema/RN, 03 de Agosto de 2013 1º VESTIBULAR BÍBLICO DA Livro de João Leia com atenção as instruções abaixo: 1. Verifique se o caderno de prova contém 30 (trinta) questões. Em caso negativo, comunique

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

LÍNGUA INTERATIVIDADE REVISÃO 2 INTERATIVIDADE. Unidade II. Cultura- A pluralidade na expressão humana. Aula 20. Revisão e avaliação da unidade II.

LÍNGUA INTERATIVIDADE REVISÃO 2 INTERATIVIDADE. Unidade II. Cultura- A pluralidade na expressão humana. Aula 20. Revisão e avaliação da unidade II. Unidade II Cultura- A pluralidade na expressão humana. Aula 20 Revisão e avaliação da unidade II. 2 Ervas O caule das ervas (plantas herbáceas) é geralmente verde, ao contrário das árvores e arbustos.

Leia mais

Gramática e ensino do português

Gramática e ensino do português Ação de formação Gramática e ensino do português Filomena Viegas Funções sintáticas na frase Sujeito [[Os meus primos] vivem em Santarém. [Esse rapaz alto que tu conheces] estudou no Porto. Chegaram [os

Leia mais

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter Distribuição digital, não-comercial. 1 Três Marias Teatro Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter O uso comercial desta obra está sujeito a direitos autorais. Verifique com os detentores dos direitos da

Leia mais

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas.

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. Língua Portuguesa O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. O rápido e grande avanço observado no ambiente da produção, por meio do surgimento

Leia mais

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas Português Página 71 3. Complete as frases no caderno com pronomes relativos. a) O livro * peguei da biblioteca é ótimo. b) Os doces de * mais gosto estão fresquinhos! c) A escola * estudo fica perto de

Leia mais

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS Frutos-1 Impact0 LIÇÃO 12 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS 9-11 Anos HISTÓRIA BÍBLICA João 1:12; I Pedro 3:15, 18 A Bíblia nos ensina

Leia mais

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Letras Álbum Amanhecer João da Ilha (2011) «Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Já sei que és buliçoso Trazes

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Israel Costa 1

Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Israel Costa 1 Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Israel Costa 1 MANTO QUE TRAZ DE VOLTA O QUE FOI PERDIDO. Orou Eliseu e disse: Jeová, abre os seus olhos, para que veja. Abriu Jeová os olhos do moço,

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 01 03 03 Questão : 01 03 03 A questão 01 do código 10 (01 do código 20-BCT) que corresponde à questão 03 do código 30 (03 do código 40-BCT) e a questão 03 do código 50 (03 do código 60-BCT) teve

Leia mais

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 1. Um músico muito importante do nosso país é Milton Nascimento, cantor e compositor brasileiro, reconhecido, mundialmente, como um dos mais influentes e talentosos cantores

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62

PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62 PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62 E, virando- se o Senhor, olhou para Pedro, e Pedro lembrou- se da palavra do Senhor, como lhe havia

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita Areias 19 de Janeiro de 2005 Querida Mãezita Escrevo-te esta carta para te dizer o quanto gosto de ti. Sem ti, eu não teria nascido, sem ti eu não seria ninguém. Mãe, adoro- -te. Tu és muito importante

Leia mais

Preposição e sua construção de sentido. Profª Fernanda Machado

Preposição e sua construção de sentido. Profª Fernanda Machado Preposição e sua construção de sentido Profª Fernanda Machado Conceito Preposições: ligam palavras e orações, isoladamente NÃO possuem função sintática, possuem na frase um valor semântico. A função da

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DE BORBA CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA Feliz o homem que ama a Palavra do Senhor e Nela medita dia e noite (Sl 1, 1-2) 4º ANO da CATEQUESE 17 de Janeiro de 09 ENTRADA PROCESSIONAL

Leia mais

OFICINA GRAMATICAL: FLEXÃO DO FUTURO DO CONJUNTIVO E ORACÕES CONDICIONAIS GUIÃO DE CORRECÇÃO

OFICINA GRAMATICAL: FLEXÃO DO FUTURO DO CONJUNTIVO E ORACÕES CONDICIONAIS GUIÃO DE CORRECÇÃO OFICINA GRAMATICAL: FLEXÃO DO FUTURO DO CONJUNTIVO E ORACÕES CONDICIONAIS Víctor Mércia Justino (2013) GUIÃO DE CORRECÇÃO SEQUÊNCIA DIDÁCTICA I: A FLEXÃO DO FUTURO DO CONJUNTIVO ETAPA I: Comparação dos

Leia mais

00.035.096/0001-23 242 - - - SP

00.035.096/0001-23 242 - - - SP PAGINA 1 O CARÁTER CRISTÃO 7. O CRISTÃO DEVE TER UMA FÉ OPERANTE (Hebreus 11.1-3) Um leitor menos avisado, ao ler o texto pode chegar à conclusão de que a fé cria coisas pelas quais esperamos. A fé não

Leia mais

Vai ao encontro! de quem mais precisa!

Vai ao encontro! de quem mais precisa! Vai ao encontro! 2ª feira, 05 de outubro: Dos mais pobres Bom dia meus amigos Este mês vamos tentar perceber como podemos ajudar os outros. Vocês já ouviram falar das muitas pessoas que estão a fugir dos

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 5 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 5 I Querer + verbo Achar + que Eu quero Eu acho Você/ ele/ ela quer Você/ ele/

Leia mais

Recados do Espírito. Quem receber um destes meninos em meu nome é a mim que recebe. (Mc 9, 36-37)

Recados do Espírito. Quem receber um destes meninos em meu nome é a mim que recebe. (Mc 9, 36-37) Recados do Espírito Quem receber um destes meninos em meu nome é a mim que recebe. (Mc 9, 36-37) Que a vossa fé e a vossa esperança estejam postas em Deus (1 Pe 1,21) Descarrega sobre o Senhor os teus

Leia mais

Padrão de Marido Fernando Leite 15.02.2015

Padrão de Marido Fernando Leite 15.02.2015 Padrão de Marido Fernando Leite 15.02.2015 Introdução: 16 À mulher, ele declarou: o Multiplicarei grandemente o seu sofrimento na gravidez; com sofrimento você dará à luz filhos. Seu desejo será para o

Leia mais