Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros"

Transcrição

1 Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito perfeito simples Pretérito perfeito composto Pretérito imperfeito Pretérito mais-que-perfeito simples Pretérito mais-que-perfeito composto Futuro Futuro com verbo ir Futuro do presente simples Futuro do presente composto Futuro do pretérito simples Futuro do pretérito composto

2 Modo: subjuntivo O modo subjuntivo expressa um fato incerto, duvidoso, acidental ou irreal, dependendo da vontade e sentimento de quem o emprega. A noção de tempo (presente, passado e futuro) não é exata como a usada no modo indicativo. O modo subjuntivo é usado especialmente em orações subordinadas, ou seja, orações que dependem de outra para ter um sentido completo. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito perfeito Pretérito imperfeito Pretérito mais-que-perfeito Futuro Futuro simples Futuro composto

3 Modo: imperativo O modo imperativo é empregado para expressar ordem, conselho, convite, súplica ou pedido. Como no modo imperativo falamos diretamente a um interlocutor, as pessoas verbais usadas são: tu (usado em algumas regiões do Brasil), você, vós (não mais usado na fala nem na escrita, mas pode ser encontrado em textos antigos), vocês. Afirmativo Negativo Mapa das formas nominais As formas nominais do verbo não exprimem nem o tempo e nem o modo, pois elas dependem do contexto em que aparecem. Infinitivo impessoal Infinitivo pessoal Gerúndio Particípio

4 Modo: indicativo Uso, Emprego e Formação Presente Presente Muito usado na fala e na escrita. 1. Indicar um fato ou ação que acontece no momento da fala. Exemplo: Português é difícil. 2. Descrever um fato ou estado permanente. Exemplo: A Terra gira em torno do Sol. 3. Indicar ação habitual. Geralmente é usado com advérbio. Exemplo: Eu ando no parque de manhã. 4. Dar realismo a fatos passados. Exemplo: Os portugueses descobrem o Brasil em Indicar futuro próximo. Geralmente é usado com advérbio. Exemplo: Nós viajamos amanhã para Paris. 6. Substituir o Imperativo, quando indica pedido. Exemplo: Você pega aquele livro, por favor. É formado adicionando-se ao radical dos verbos regulares as seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -o, -a, -amos, -am; 2ª conjugação (-er): -o, -e, -emos, -em; 3ª conjugação (-ir): -o, -e, -imos, -em 1 1 Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês) Passado (=Pretérito) Pretérito perfeito simples Muito usado na fala e na escrita. 1. Indicar uma ação, geralmente não habitual, que aconteceu antes do momento da fala. O fato começou e terminou no passado distante ou próximo. Exemplo: Eu falei com o Jorge ontem. É formado adicionando-se ao radical dos verbos regulares as seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -ei, -ou, -amos, -aram; 2ª conjugação (-er): -i, -eu, -emos, -eram; 3ª conjugação (-ir) -i, -iu, -imos, -iram 1 1 Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

5 Modo: indicativo Uso, Emprego e Formação Pretérito perfeito composto Usado apenas com advérbios como: recentemente, ultimamente, nestes dias, desde, etc. Na língua oral, é frequentemente substituído pelo presente contínuo. 1. Indicar a repetição ou a continuidade de um fato que começou no passado e continua no presente. Exemplo: Eles têm saído cedo de casa desde que venderam o carro. É formado com o presente do indicativo do verbo TER + o particípio do verbo principal. Também pode ocorrer a formação com o verbo VIR + gerúndio (-ndo) do verbo principal. Exemplos: Você tem trabalhado muito ultimamente. (fala e escrita) Você vem trabalhando muito ultimamente. (fala e escrita) Pretérito imperfeito Muito usado na fala e na escrita. 1. Descrever fatos habituais ou repetidos no passado. Os fatos terminaram no passado. Exemplo: Quando eu era criança, visitava meus avôs todos os domingos. 2. Descrever pessoas, fatos ou coisas no passado. Exemplo: Ela vestia uma calça preta e uma blusa branca. 3. Indicar época ou tempo no passado. Exemplo: Era uma hora quando eles chegaram. 4. Indicar duas ou mais ações no passado que acontecem ao mesmo tempo, quando a mais longa é interrompida por uma outra curta (geralmente a ação mais curta é usada no pretérito perfeito.). Exemplo: Eles estudavam quando acabou a luz. = Eles estavam estudando quando acabou a luz. 5. Descrever ação planejada e não realizada. Muito usado como o verbo IR. Exemplo: Eu ia sair, mas desisti por causa da chuva. 6. Narrar fábulas, lendas ou contos no passado. Exemplo: Era uma vez uma princesa chamada Bianca. É formado adicionando-se ao radical dos verbos regulares as seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -ava, -ava, -ávamos, -avam; 2ª e 3ª conjugações (-er / -ir): -ia, -ia, -íamos, -iam 1 1 Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês)

6 Modo: indicativo Uso, Emprego e Formação Pretérito mais-que-perfeito simples Usado apenas na escrita. 1. Expressar um fato já concluído em relação a outro também no passado. Exemplo: Ele saíra quando começou a chover. É formado substituindo-se a terminação -aram da 3ª pessoa do plural (vocês, eles, elas) do pretérito perfeito simples pelas seguintes terminações para as três conjugações (-ar/ -er / -ir): -ra, -ra, -ramos, -ram 1. 1 Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês) Pretérito mais-que-perfeito composto 1. Expressar um fato já concluído em relação a outro também no passado. Exemplo: Ele tinha saído quando começou a chover. É formado com o pretérito imperfeito do verbo TER (ou haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

7 Modo: indicativo Uso, Emprego e Formação Futuro Futuro com verbo ir Muito usado na fala e na escrita. 1. Indicar tempo futuro. Codifica modalidade de intenção, desejo ou certeza na expressão de um fato. Exemplo: Eu estou com sono e por isso vou dormir. É formado como o presente do verbo IR + o infinitivo impessoal do verbo principal (pode ser qualquer verbo da língua, exceto os verbos IR e VIR). O futuro com IR é considerado uma locução verbal. Futuro do presente simples 1. Indicar fatos de realização provável, pois há alguma condição. Exemplo: Se eu tiver dinheiro, viajarei. 2. Indicar incerteza, dúvida, suposição. Exemplo: Será que vai chover? É formado adicionando-se ao infinitivo impessoal as seguintes terminações para as três conjugações (-ar/ -er / -ir): -ei, á, -emos, -ão. Aplica-se essa regra a todos os verbos com exceção de fazer, dizer e trazer. Assim, esses últimos verbos modificam-se para far-, dir-, e trar- + as terminações acima.

8 Modo: indicativo Uso, Emprego e Formação Futuro do presente composto Usado mais na escrita que na fala. 1. Ação futura terminada antes de outra também futura. Exemplo: Eles terão terminado a reforma da casa quando o verão começar. 2. Possibilidade de uma ação já ter terminado. Exemplo: Às 22 horas, eles já terão embarcado. É formado com o futuro simples do verbo TER (ou haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal. Futuro do pretérito simples 1. Indicar um fato futuro em relação a um fato passado. Exemplo: O gerente falou que o meu cartão de crédito chegaria até as 8 horas. 2. Expressa um fato não realizado ou que talvez não se realize na oração principal. Exemplo: Viajaríamos se eles permitissem. 3. Exprimir incerteza ou dúvida sobre fatos passados. Exemplo: Quem estaria lá, então, quando eu telefonei? 4. Expressar surpresa ou indignação em orações exclamativas ou interrogativas. Exemplo: Quem faria esse tipo de coisa? 5. Expressar desejo no presente em tom polido. Exemplo: Você gostaria de sair conosco? É formado adicionando-se ao infinitivo impessoal as seguintes terminações para as três conjugações (-ar/ -er/ -ir): -ia, -ia, -íamos, -iam. Aplica-se essa regra a todos os verbos com exceção de fazer, dizer e trazer. Assim, esses últimos verbos modificam-se para far-, dir-, e trar- + as terminações acima.

9 Modo: indicativo Uso, Emprego e Formação Futuro do pretérito composto 1. Indicar que um fato teria acontecido no passado por causa de uma condição. Exemplo: Se você estudasse teria tirado uma boa nota na prova. 2. Exprimir incerteza sobre fatos passados em orações interrogativas. Exemplo: Quem teria feito isto? 3. Exprimir possibilidade de um fato passado. Exemplo: Teria sido melhor nunca ter conhecido aquelas pessoas. É formado com o futuro do pretérito simples do verbo TER (ou haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

10 Modo: subjuntivo Presente Presente 1. Indicar presente ou futuro, dependendo do significado do verbo. Exemplo: Que bom que eles estejam felizes [presente]. Na fala, também podemos dizer: Que bom que eles estão felizes. (no presente do indicativo). Esperamos que eles viajem. [futuro]. É formado substituindo-se a terminação -o da 1ª pessoa do singular do presente do indicativo pelas seguintes terminações: 1ª conjugação (-ar): -e, -e, -emos, -em; 2ª e 3ª conjugações (-er/ -ir): -a, -a, -amos, -am 1. Aplica-se essa regra a todos os verbos com exceção de: dar, ir, ser, estar, querer, saber e haver. 1 Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês) Passado (=Pretérito) Pretérito perfeito Ele pode exprimir: 1. Passado, supostamente concluído em relação ao tempo em que se fala. Exemplo: Talvez eles tenham saído mais cedo. Na fala informal, também podemos dizer: Talvez eles saíram mais cedo. (no pretérito perfeito simples). 2. Futuro, indicando fato terminado em relação a outro fato futuro. Exemplo: É possível que eles já tenham saído de casa quando você voltar. Na fala informal, também podemos dizer: É possível que eles já terão saído de casa quando você voltar. É formado com o presente do subjuntivo do verbo TER (ou haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

11 Modo: subjuntivo Pretérito imperfeito 1. Indicar uma ação simultânea ou futura em relação ao tempo do verbo da oração principal, que pode ser o pretérito perfeito simples, o pretérito imperfeito ou o futuro do pretérito do indicativo. Exemplos: [pretérito perfeito simples] Duvidei que eles estudassem para a prova. [pretérito imperfeito] Queria que eles ficassem mais tempo comigo. [futuro do pretérito] Gostaria que você telefonasse para ele agora. É formado substituindo-se a terminação -ram da 3ª pessoa do plural (vocês, eles, elas) do pretérito perfeito simples do indicativo pelas seguintes terminações para as três conjugações: -sse, -sse, -ssemos, -ssem 1. 1 Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês) Pretérito mais-que-perfeito 1. Expressar uma ação anterior à outra ação passada, em relação ao tempo do verbo na oração principal, que pode ser o pretérito perfeito simples, o pretérito imperfeito ou o futuro do pretérito do indicativo. Exemplos: [pretérito perfeito simples] Duvidei que eles tivessem estudado para a prova. [pretérito imperfeito] Queria que eles tivessem ficado mais tempo comigo. [futuro do pretérito] Gostaria que você tivesse telefonado para ele. É formado com o pretérito imperfeito do subjuntivo do verbo TER (ou haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

12 Modo: subjuntivo Futuro Futuro simples 1. Indicar eventualidade no futuro, sendo que o verbo da oração principal pode estar no presente ou no futuro do presente do indicativo. Exemplos: [presente] Você pode fazer o que quiser. [futuro do presente do indicativo] Você poderá fazer o que quiser. É formado substituindo-se a terminação -ram da 3ª pessoa do plural (vocês, eles, elas) do pretérito perfeito simples do indicativo pelas seguintes terminações para as três conjugações: -r, -r, -rmos, -rem 1. 1 Foram consideradas as seguintes pessoas verbais: eu, você (ele, ela, a gente), nós, vocês (eles, elas, vocês) Futuro composto 1. Indicar uma ação futura que se passa anteriormente à outra ação também futura, sendo que o verbo da oração principal deve estar sempre no futuro do presente do indicativo. Exemplo: Tudo será explicado depois que eles tiverem terminado as investigações. É formado com o futuro simples do subjuntivo do verbo TER (ou haver, mais comum na escrita) + o particípio do verbo principal.

13 Modo: imperativo É usado na fala e na escrita. Afirmativo O imperativo afirmativo é formado da seguinte maneira: Tu (segunda pessoa do singular) vem do presente do indicativo sem o s final*. Você (terceira pessoa do singular), nós (primeira pessoa do plural) e vocês (terceira pessoa do plural) vêm do presente do subjuntivo sem nenhuma alteração. Exemplos: -ar -er -ir Canta (tu) Come tudo (tu) Sai daqui (tu) Cante (você) Coma tudo (você) Saia daqui (você) Cantemos (nós) Comamos tudo (nós) Saiamos daqui (nós) Cantem (vocês) Comam tudo (vocês) Saiam daqui (vocês) * Embora tu, como pronome pessoal, não seja usado em todo o Brasil, sua forma no imperativo é muito usada. É usado na fala e na escrita. Negativo O imperativo negativo tem a conjugação de suas pessoas igual à do presente do subjuntivo + a negativa (não) antes da forma verbal. Exemplos: -ar -er -ir Não cantes (tu)* Não comas tudo (tu)* Não saias daqui (tu)* Não cante (você) Não coma tudo (você) Não saia daqui (você) Não cantemos (nós) Não comamos tudo (nós) Não saiamos daqui (nós) Não cantem (vocês) Não comam tudo (vocês) Não saiam daqui (vocês) * Esta forma quase não é usada na língua oral.

14 Modo: formas nominais É usado na fala e na escrita. Infinitivo impessoal Assume forma de substantivo. Exemplo: Andar faz bem a saúde. Vem depois da preposição de + adjetivo. Exemplo: Esta lição está fácil de entender. O infinitivo impessoal não possui uma pessoa gramatical. É a forma que aparece no dicionário. É mais usado na escrita que na fala. Infinitivo pessoal É usado quando: 1. O sujeito do infinitivo é igual ao da oração principal. Exemplo: Para sabermos a lição nós precisamos estudar. 2. O sujeito do infinitivo é diferente do sujeito da oração principal e aparece claramente antes do infinitivo. Exemplo: Ouvi os professores comentarem isso. 3. Quando se deseja indeterminar o sujeito. Nesse caso, o verbo fica na terceira pessoa do plural (vocês, eles, elas). Exemplo: Eu ouvi falarem de você. O infinitivo pessoal possui pessoa gramatical, ou seja, ele apresenta um sujeito e o verbo é flexionado, mas não na primeira (eu) e terceira pessoas do singular (você, ele, ela).

15 Modo: formas nominais É usado na fala e na escrita. Gerúndio É usado: 1. Ao lado do verbo principal para indicar ação simultânea. Exemplo: Saiu cantando sem prestar atenção no eu dizia. 2. É usado após a oração principal para expressar ação posterior. Exemplo: Chovia sem parar em São Paulo, inundando várias ruas. O gerúndio pode ser simples ou composto: Simples: apresenta ação de aspecto não concluído. Exemplo: Chorando, chamava pela mãe. Composto: apresenta ação de caráter concluído. Exemplo: Tendo entendido que não era bem-vindo, saiu sem dizer nada. O gerúndio simples é formado substituindo-se o -r final do infinitivo impessoal por -ndo em todos os verbos. O gerúndio composto é formado com o verbo TER (ou haver, mais comum na escrita) no gerúndio, ou seja, tendo + o particípio do verbo principal.

16 Modo: formas nominais É usado na fala e na escrita. Particípio Pode ser usado: Com o verbo auxiliar TER (ou haver, mais comum na escrita) + particípio do verbo principal. Exemplo: Ele tem falado sobre seus problemas ultimamente. Com os verbos SER ou ESTAR. Neste caso, ele concorda em número e gênero com a palavra a que se refere. Exemplos: Um documento foi apresentado na reunião. Um documento está anexado ao pedido de compra. Muitos documentos foram apresentados na reunião. Alguns documentos estão anexados ao pedido de compra. Uma carta foi apresentada na reunião. Uma carta está anexada ao pedido de compra. Várias cartas foram apresentadas na reunião. Umas cartas estão anexadas ao pedido de compra. O particípio é formado substituindo-se o -r do infinitivo impessoal da seguinte forma: Verbos regulares em -ar por -ado. Verbos regulares em -er e -ir por -ido. O verbo vir tem o gerúndio e o particípio iguais: vindo. Os verbos irregulares precisam ser estudados verbo por verbo. Este arquivo, denominado _1, não apresenta todos os empregos de cada forma verbal possíveis, mas sim a maior parte que é usada no dia-a-dia. Para mais informações, consultar uma gramática da língua portuguesa ou um livro sobre verbos. Referência bibliográfica: Ryan, Maria Aparecida. Conjugação dos Verbos em Português: prático e eficiente. Editora Ática, São Paulo, SP, 1984.

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática O verbo O verbo O que é? Palavra variável em pessoa, número, tempo, modo e voz que exprime um processo, isto é, aquilo que se passa no tempo. Pode exprimir: Ação Estado Mudança de estado Fenômeno natural

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 11 por

Leia mais

Língua Portuguesa VERBO Parte I

Língua Portuguesa VERBO Parte I Língua Portuguesa VERBO Parte I Conceito geral: Verbo é a palavra que expressa ação, estado, mudança de estado ou indica fenômeno da natureza. Verbo Quando se pratica uma ação, a palavra que representa

Leia mais

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo.

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. RESUMÃO 2º SIMULADO DE PORTUGUÊS Aula 05 Adjetivo e suas flexões Adjetivo = palavra que qualifica o substantivo. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. Os adjetivos

Leia mais

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER Vejamos os exemplos de concordância do verbo ser: 1. A cama eram (ou era) umas palhas. Isto são cavalos do ofício. A pátria não é ninguém: são todos. (Rui Barbosa).

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 19 por

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves EMPREGO DO VERBO Nesse tutorial veremos como deve ser empregado o verbo nos modos indicativo, subjuntivo e imperativo, bem como suas formas nominais. MODO INDICATIVO É o modo verbal que expressa um fato

Leia mais

Gramática Eletrônica

Gramática Eletrônica Lição 7 Verbos Outra classe de palavras que merece atenção especial é o verbo, já que apresenta muitas dificuldades. Verbo significa palavra, portanto é essencial à nossa comunicação. Verbo é a palavra

Leia mais

Sistema Verbal da Língua Portuguesa

Sistema Verbal da Língua Portuguesa Sistema Verbal da Língua Portuguesa Segundo Celso Cunha em seu livro Nova Gramática do Português Contemporâneo, verbo é uma palavra de forma variável que exprime o que se passa, ou seja, um acontecimento

Leia mais

Atividade Extraclasse

Atividade Extraclasse INSTITUTO PRESBITERIANO DE EDUCAÇÃO Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa 7º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse A GANSA QUE PUNHA OVOS DE OURO Um homem possuía

Leia mais

Orações reduzidas. Bom Estudo!

Orações reduzidas. Bom Estudo! Orações reduzidas Bom Estudo! Orações reduzidas São orações construídas com as formas nominais do verbo infinitivo (terminação em -r), gerúndio (terminação em -ndo) e particípio (terminação em -ado/ -ido),

Leia mais

Verbos impessoais e unipessoais

Verbos impessoais e unipessoais Página 1 de 15 impessoais e unipessoais Impessoais: são os verbos que não se conjugam na 1ª pessoa (eu e nós) e na 2ª pessoa (tu e vós). Normalmente, são usados na 3ª pessoa do singular. Os principais

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 9 por completo

Leia mais

04) Verbos Defectivos Verbos defectivos são aqueles que não possuem conjugação completa. São defectivos abolir, banir, colorir, demolir, exaurir,

04) Verbos Defectivos Verbos defectivos são aqueles que não possuem conjugação completa. São defectivos abolir, banir, colorir, demolir, exaurir, 04) Verbos Defectivos Verbos defectivos são aqueles que não possuem conjugação completa. São defectivos abolir, banir, colorir, demolir, exaurir, explodir, extorquir, falir, acontecer, suceder, ocorrer,

Leia mais

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS VAMOS ESTUDAR OS VERBOS Autores: Ana Catarina; Andreia; Bibiana; Pedro Cardoso. Ano/Turma: 6º A Ano Lectivo: 2007/2008 Índice. 1 Introdução... 2 Pág. Primeira Parte 1-OS VERBOS 1.1 Conceito.. 3 1.2 Tempo.

Leia mais

TABELA de VERBOS NUPETE - MOVOCO. TEMPO Os tempos verbais dividem-se e subdividem-se em: PRETÉRITO PERFEITO PRETÉRITO IMPERFEITO

TABELA de VERBOS NUPETE - MOVOCO. TEMPO Os tempos verbais dividem-se e subdividem-se em: PRETÉRITO PERFEITO PRETÉRITO IMPERFEITO TABELA de VERBOS NUPETE - MOVOCO NÚMERO Singular e Plural PESSOA, tu, ele/ela, nós vós, eles/elas TEMPO Os tempos verbais dividem-se e subdividem-se em: divisões PRESENTE PRETÉRITO subdivisões PRESENTE

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 5 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 5 I Querer + verbo Achar + que Eu quero Eu acho Você/ ele/ ela quer Você/ ele/

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque.

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. Ex. Ele não precisa do microfone, para que todos o ouçam. I) Proporcional: funciona como adjunto adverbial

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos A Virada: contenido Lecciones 1-100 de A Virada A Gente ACABAR de Adverbios & Adjetivos A gente vai acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar fácil (adjective) facilmente (adverb) Adverbios

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 3 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 3 I Pronomes possessivos Ele Eles Ela Elas Dele Deles Dela Delas Observação: Dele(s)

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

A Morfologia é o estudo da palavra e sua função na nossa língua. Na língua portuguesa, as palavras dividem-se nas seguintes categorias:

A Morfologia é o estudo da palavra e sua função na nossa língua. Na língua portuguesa, as palavras dividem-se nas seguintes categorias: MORFOLOGIA A Morfologia é o estudo da palavra e sua função na nossa língua. Na língua portuguesa, as palavras dividem-se nas seguintes categorias: 1. SUBSTANTIVO Tudo o que existe é ser e cada ser tem

Leia mais

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as.

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as. FICHA DA SEMANA 5º ANO A / B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 5. Conjugação Verbal

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 5. Conjugação Verbal Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 5 Conjugação Verbal Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido com o objetivo de permitir

Leia mais

Prazer em Conhecê-lo. APRENDA Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto

Prazer em Conhecê-lo. APRENDA Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto EU E VOCÊ Unidade 1 01 Prazer em Conhecê-lo Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto 02 Frases: Afirmativa, Negativa, Interrogativa Artigos: Definidos e Indefinidos Substantivos e Adjetivos

Leia mais

Pretérito Perfeito Composto do Indicativo

Pretérito Perfeito Composto do Indicativo Pretérito Perfeito Composto do Indicativo Pretérito perfeito composto formas Forma-se o Pretérito perfeito composto do indicativo com o verbo auxiliar ter no presente do indicativo e o particípio passado

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES Recorda! Verbos são palavras que refer acções ou processos praticados ou desenvolvidos por alguém. Os verbos distribu-se por vários

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 6 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 6 I Ir Preposição para + artigo Preposição a + artigo Eu vou Para + o = para o

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais

教 育 暨 青 年 局 以 中 文 為 教 學 語 言 的 初 中 回 歸 教 育 自 薦 學 生 ( 初 中 三 年 級 ) 特 別 總 考 試 複 習 提 綱. 葡 文 Português 科 (2007 年 7 月 ) Gramática 文 法.

教 育 暨 青 年 局 以 中 文 為 教 學 語 言 的 初 中 回 歸 教 育 自 薦 學 生 ( 初 中 三 年 級 ) 特 別 總 考 試 複 習 提 綱. 葡 文 Português 科 (2007 年 7 月 ) Gramática 文 法. 教 育 暨 青 年 局 以 中 文 為 教 學 語 言 的 初 中 回 歸 教 育 自 薦 學 生 ( 初 中 三 年 級 ) 特 別 總 考 試 複 習 提 綱 葡 文 Português 科 (2007 年 7 月 ) Formas da Prova 考 試 形 式 ` : Escrita e oral 筆 試 及 口 試 Duração das Provas 考 試 時 間 : Escrita

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 1 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 1 - I Pronomes pessoais Eu Tu 1 Você 2 / ele/ela A gente 3 Nós Vós 4 Eles/ elas

Leia mais

PARFOR 2014 CURSO INTENSIVO DE ATUALIZAÇÃO DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS LÍNGUA MATERNA FLUP

PARFOR 2014 CURSO INTENSIVO DE ATUALIZAÇÃO DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS LÍNGUA MATERNA FLUP PARFOR 2014 CURSO INTENSIVO DE ATUALIZAÇÃO DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS LÍNGUA MATERNA FLUP Semântica 28/jan/2014 António Leal a.leal006@gmail.com AGENDA Semântica Frásica: Tempo (considerações gerais)

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 7 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 7 I Ser + adjetivo Estar + adjetivo Eu sou Eu estou Você/ ele/ ela é Você/ ele/

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 10 por

Leia mais

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas que indicam circunstâncias de : causa, consequência, condição,

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros s de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 14 por completo

Leia mais

Português -7º ano Profª Marta NO ACAMPAMENTO DOS VERBOS

Português -7º ano Profª Marta NO ACAMPAMENTO DOS VERBOS Português -7º ano Profª Marta NO ACAMPAMENTO DOS VERBOS - Agora iremos visitar o Campo de Marte, onde vivem acampados os Verbos, uma espécie muito curiosa de palavras. Depois dos Substantivos são os Verbos

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

E) ( ) CIENTISTAS DO CANADÁ DESCOBRIRAM QUE OS RATOS QUE SE SENTIAM PROTEGIDOS PELA MÃE ERAM MAIS TRANQUILOS.

E) ( ) CIENTISTAS DO CANADÁ DESCOBRIRAM QUE OS RATOS QUE SE SENTIAM PROTEGIDOS PELA MÃE ERAM MAIS TRANQUILOS. LISTÃO DE ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 7º ano Nome: VERBOS - MODO IMPERATIVO 1. Leia o texto: A GENTE NÃO QUER SÓ COMIDA! Vocês viram que uns cientistas do Canadá estudaram os ratos e descobriram uma

Leia mais

PLANO DE AULA SEMANAL

PLANO DE AULA SEMANAL DISCIPLINA: Língua Inglesa SÉRIE: 1ª Série do Ensino Fundamental Turmas: L, M e K TEMPO: 4 aulas de 45 minutos. Para cada turma DATAS: 04/05/2009 / 05/05/2009-11/05/2009 / 12/05/2009-18/05/2009 / 19/05/2009-25/05/2009

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

Pretéritos mais-que-perfeitos do Indicativo

Pretéritos mais-que-perfeitos do Indicativo Pretéritos mais-que-perfeitos do Indicativo Pretérito mais-que-perfeito composto formas Forma-se o Pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo com o verbo auxiliar ter ou haver no imperfeito do

Leia mais

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data:

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: Listagem Conteúdos: 6º ano ensino fundamental Morfologia Fonética

Leia mais

Morfologia. Estrutura das Palavras. Formação de Palavras. Prof. Dr. Cristiano Xinelági Pereira

Morfologia. Estrutura das Palavras. Formação de Palavras. Prof. Dr. Cristiano Xinelági Pereira Morfologia Estrutura das Palavras Formação de Palavras Prof. Dr. Cristiano Xinelági Pereira Morfologia Estrutura das Palavras Morfemas Lexicais I. Radical É o elemento irredutível e comum a todas as palavras

Leia mais

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e escritos à maneira adequada do padrão da língua materna;

Leia mais

Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos

Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos O SUBJUNTIVO EM ORAÇÕES SUBORDINADAS: DESCRIÇÃO SINTÁTICA PELA TEORIA X-BARRA Mário Márcio Godoy Ribas (UEMS) marcioribas@gmail.com Nataniel dos Santos Gomes (UEMS) natanielgomes@hotmail.com 1. Considerações

Leia mais

3º BIMESTRE 2ª Avaliação de Linguagens Aula 145 Revisão e avaliação de Linguagens

3º BIMESTRE 2ª Avaliação de Linguagens Aula 145 Revisão e avaliação de Linguagens 2 3º BIMESTRE 2ª Avaliação de Linguagens Aula 145 Revisão e avaliação de Linguagens 3 Brincadeiras tradicionais Numa sociedade cada vez mais industrializada os jogos de computador e brinquedos eletrônicos

Leia mais

Nome: nº Data: 7º ano Profa.:Juliana Sanches

Nome: nº Data: 7º ano Profa.:Juliana Sanches 1 Nome: nº Data: 7º ano Profa.:Juliana Sanches Conteúdo: - Predicação Verbal; - Modo e Tempo Verbal; - Vozes Verbais. Trabalho para Recuperação 01. Leia a tira. a) Na oração Queria mandar um alô para o

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Lição 1. R- Olá, meu nome é Rafael, sou de São Paulo e sou novo aqui. Estou morando nessa casa aqui.

Lição 1. R- Olá, meu nome é Rafael, sou de São Paulo e sou novo aqui. Estou morando nessa casa aqui. Lição 1 Texto Rafael é novo em Curitiba. Ele veio procurar trabalho. Ele quer trabalhar como arquiteto. Ele tem uma família, mas a família ainda está em São Paulo. O vizinho novo dele chama-se Marcos.

Leia mais

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica:

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica: Revisão sobre: - Orações complexas: coordenação e subordinação. - Análise morfológica e análise sintáctica. - Conjugação verbal: pronominal, reflexa, recíproca, perifrástica. - Relação entre palavras.

Leia mais

Colocação pronominal. Colocação pronominal. Ênclise Próclise Mesóclise

Colocação pronominal. Colocação pronominal. Ênclise Próclise Mesóclise Colocação pronominal Colocação pronominal Ênclise Próclise Mesóclise 1 Ênclise colocação depois do verbo - tendência natural do português europeu: Fez-se um silêncio profundo na sala. Vai-te embora! Foi-se

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS As orações subordinadas substantivas são as palavras

Leia mais

PRONOME. Pronome- palavra que substitui ou acompanha um nome. Pronome adjetivo Quando acompanha um substantivo Minha mãe foi ao supermercado.

PRONOME. Pronome- palavra que substitui ou acompanha um nome. Pronome adjetivo Quando acompanha um substantivo Minha mãe foi ao supermercado. Pronome- palavra que substitui ou acompanha um nome Pronome substantivo Substitui um substantivo Ana nasceu. Alguém nasceu. Pronome adjetivo Quando acompanha um substantivo Minha mãe foi ao supermercado.

Leia mais

Planificação anual Ano letivo: 2015/2016

Planificação anual Ano letivo: 2015/2016 Planificação anual Período: 1.º Ano Número total de aulas previstas: 75-78 Competências Compreensão oral: seleção da mensagens emitidas em situação de presença, sobre temas familiares para os alunos e

Leia mais

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto JANELA A U L A 7 Tal pai, tal filho Cenatexto Acabada a assembléia da comunidade de Júpiter da Serra, em que se discutiu a expansão da mineradora, dona Ana volta para casa com o Samuel, seu garotinho.

Leia mais

Sem o acento, uma frase como essa teria seu sentido alterado, pois, em "Saiu a francesa", "a francesa" é o sujeito da oração.

Sem o acento, uma frase como essa teria seu sentido alterado, pois, em Saiu a francesa, a francesa é o sujeito da oração. OBS.: A locução prepositiva "à moda de" tem uma peculiaridade: nela se costuma observar a elisão do substantivo feminino "moda", mas, mesmo nos casos em que isso ocorre, mantém-se o acento de crase. Ex.:

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

Observação directa: ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL SECUNDÁRIO DISCIPLINA: PLNM (A1) ANO: 11º ANO LECTIVO 2010/2011

Observação directa: ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL SECUNDÁRIO DISCIPLINA: PLNM (A1) ANO: 11º ANO LECTIVO 2010/2011 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL SECUNDÁRIO DISCIPLINA: PLNM (A1) ANO: 11º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES ASPECTOS TEÓRICOS. POR QUE /POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ a) POR QUE: Equivale a POR QUAL MOTIVO ou a pelo qual e variações; vem também depois de EIS e DAÍ. b) POR QUÊ: Equivale

Leia mais

NOME: 9º ANO EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE CONTEÚDO: CONCORDÂNCIA NOMINAL E VERBAL

NOME: 9º ANO EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE CONTEÚDO: CONCORDÂNCIA NOMINAL E VERBAL NOME: 9º ANO EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE CONTEÚDO: CONCORDÂNCIA NOMINAL E VERBAL 1. Reescreva, em seu caderno, as frases abaixo, completando-as com o verbo e o tempo entre parênteses: a) Ele disse que dois

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

Frequentemente você utiliza certos termos que não

Frequentemente você utiliza certos termos que não 10 Não se distraia demais Frequentemente você utiliza certos termos que não dão o mínimo problema na hora da fala, mas que, na escrita, podem fazê-lo oscilar entre uma forma ou outra. Ainda há muita gente

Leia mais

Ficha de trabalho/ treino 7º ano de escolaridade Modos verbais: indicativo, imperativo e conjuntivo

Ficha de trabalho/ treino 7º ano de escolaridade Modos verbais: indicativo, imperativo e conjuntivo Ficha de trabalho/ treino 7º ano de escolaridade Modos verbais: indicativo, imperativo e conjuntivo 1. Observa uma lista de indicações para uma correta operação de lavagem dos dentes. 1. Pegar na escova

Leia mais

Preposição e sua construção de sentido. Profª Fernanda Machado

Preposição e sua construção de sentido. Profª Fernanda Machado Preposição e sua construção de sentido Profª Fernanda Machado Conceito Preposições: ligam palavras e orações, isoladamente NÃO possuem função sintática, possuem na frase um valor semântico. A função da

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ÍNDICE Pronomes...2 Pronomes Pessoais...2 Pronomes de Tratamento...3 Pronomes Possessivos...3 Pronomes Demonstrativos...3 Pronomes Indefinidos...4 Pronomes Relativos...4 Pronomes

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Morfologia classe de palavras. Edmon Neto de Oliveira

Morfologia classe de palavras. Edmon Neto de Oliveira Morfologia classe de palavras 9 Edmon Neto de Oliveira e-tec Brasil Português Instrumental META Abordar os aspectos morfológicos da língua. OBJETIVO Ao final do estudo desta aula, você deverá ser capaz

Leia mais

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br SINTAXE ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi Profa. Me. Luana Lemos 1 FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO FRASE unidade mínima de comunicação. Ex: Nós estudamos muito. Frase nominal exprime uma visão estática do

Leia mais

CONCORDÂNCIA NOMINAL

CONCORDÂNCIA NOMINAL CONCORDÂNCIA NOMINAL Concordância nominal é a concordância de nomes entre si. A que vai nos interessar particularmente é a concordância do adjetivo com o substantivo. Primeiro caso: Preste atenção a este

Leia mais

AULA PRÁTICA DE LÍNGUA PORTUGUESA AULA DE VERBOS TURMA CALVET PROF. EDUARDO SABBAG

AULA PRÁTICA DE LÍNGUA PORTUGUESA AULA DE VERBOS TURMA CALVET PROF. EDUARDO SABBAG AULA PRÁTICA DE LÍNGUA PORTUGUESA AULA DE VERBOS TURMA CALVET PROF. EDUARDO SABBAG 1. Na frase: ''Fale bem o português do Brasil.'' O verbo fale está no imperativo afirmativo e indica que o ouvinte é você

Leia mais

2 Revisão de literatura

2 Revisão de literatura 21 2 Revisão de literatura Realizaremos nessa primeira parte deste capítulo a apresentação disponível para alunos e professores em livros didáticos de PL2E e em Gramáticas (não apenas nas tradicionais,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO COMENTÁRIOS À PROVA DO TJRS OFICIAL DE JUSTIÇA Questão 01 Crase As três lacunas devem ser preenchidas exclusivamente com artigos definidos femininos. Observe-se cada caso: na primeira lacuna, o verbo contemplar

Leia mais

Temario Serie 1. Introducción / Lección 1. Competencias: Gramática: Vocabulario: Las Introducciones. Nombres Tudo bem!

Temario Serie 1. Introducción / Lección 1. Competencias: Gramática: Vocabulario: Las Introducciones. Nombres Tudo bem! Temario Serie 1 Introducción / Lección 1 Introducciones Nombres Tudo bem! Las Introducciones > muito prazer, tudo bem, com licença Vocabulario: com licença por favor obrigado, obrigada muito prazer bom

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. O MELHOR DE CALVIN /Bill Watterson MÃE, O

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

Pretérito Imperfeito do Indicativo

Pretérito Imperfeito do Indicativo Pretérito Imperfeito do Indicativo eu tu você ele ela nós vós vocês eles elas Pretérito Imperfeito do Indicativo formas -ar falava falavas falava falávamos faláveis falavam Verbos regulares -er / -ir comia

Leia mais

INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS

INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS GRAMÁTICAS: 1. ALMEIDA, Napoleão Mendes de. Gramática Metódica da Língua Portuguesa. Editora Saraiva. 2. ANDRÉ, Hildebrando A. de. Gramática Ilustrada. Editora Moderna. 3. BECHARA,

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: Nome do (a) Aluno (a): Ano: 3º Componente Curricular: Língua Portuguesa Professor

Leia mais

Problemas Notacionais da Língua

Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Neste encontro, analisaremos algumas particularidades que nossa língua apresenta e, muitas vezes, devem ter deixado você com dúvidas. É muito

Leia mais

Como percebemos a duração do que é descrito por um verbo? *

Como percebemos a duração do que é descrito por um verbo? * Como percebemos a duração do que é descrito por um verbo? * 1.Nesta actividade, vamos estudar de que forma os verbos podem significar situações com durações diferentes. Quando consultamos o dicionário,

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS

ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS Nome do Aluno (a): Ano: 2011 E.F. ( X ) E.M. ( ) Turma: 7 ano DATA / / Disciplina: Língua Portuguesa Professor (a): Daniely Lana Assinatura dos pais: ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS Instruções: A proposta

Leia mais

GRAMÁTICA EMPREGO DA VÍRGULA

GRAMÁTICA EMPREGO DA VÍRGULA GRAMÁTICA EMPREGO DA VÍRGULA Prof. Gina Maciel EXERCÍCIO II - O USO DA VÍRGULA 1. Marque a alternativa que corresponde ao uso correto da vírgula neste texto: "Marta queria comprar biscoitos mas não encontrou

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

Concordância Nominal. 1. Regra Geral. 2. Regras Especiais. 3. Exercícios. 1. Regra Geral

Concordância Nominal. 1. Regra Geral. 2. Regras Especiais. 3. Exercícios. 1. Regra Geral Aula 15 GRAMÁTICA Concordância Nominal 1. Regra Geral. 2. Regras Especiais. 3. Exercícios. 1. Regra Geral Já estudamos um pouco de concordância verbal em nossas aulas sobre oração sem sujeito, em relação

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

Página 556 01. a) Porque concordam com o substantivo tarefas (plural). b) Porque concorda com extinção (singular).

Página 556 01. a) Porque concordam com o substantivo tarefas (plural). b) Porque concorda com extinção (singular). Página 556 a) Porque concordam com o substantivo tarefas (plural). b) Porque concorda com extinção (singular). c) Sim, porque concorda com tarefas [uma tarefa das tarefas mais tradicionais e importantes

Leia mais