INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA"

Transcrição

1 INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE IÚNA ES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO O PERFIL PROFISSIONAL E SOCIOECONÔMICO DOS EGRESSOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE IÚNA ES, NO PERÍODO DE 2007 A ELENICE BERGAMIM ÍTALO JOSÉ ALVES DO MONTE Iúna 2011

2 1 Elenice Bergamim Ítalo José Alves do Monte O PERFIL PROFISSIONAL E SOCIOECONÔMICO DOS EGRESSOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE IÚNA ES, NO PERÍODO DE 2007 A Monografia apresentada ao Curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna - ES como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Administração, orientada pela professora MSc. Fernanda Matos de Moura Almeida. Iúna 2011

3 2 Elenice Bergamim Ítalo José Alves do Monte O PERFIL PROFISSIONAL E SOCIOECONÔMICO DOS EGRESSOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE IÚNA ES, NO PERÍODO DE 2007 A Monografia submetida à Comissão Examinadora designada pelo Curso de Graduação em Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES como requisito para obtenção do título de Bacharel em Administração. Banca Examinadora Professora Orientadora: MSc. Fernanda Matos de Moura Almeida INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA Professora MSc. Flávia Rodrigues de Souza INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA Professora Esp. Vanessa Del Vale Pinto INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA Aprovada em 03 de dezembro de 2011.

4 3 AGRADECIMENTO Agradeço primeiramente a Deus pelo dom da vida e por me permitir chegar até aqui. Agradeço a toda minha família em especial aos meus pais Pedro e Maria Luzia pela ajuda, apoio, compreensão, pelas preocupações, enfim, a vocês meus eternos agradecimentos. Agradeço também aos meus irmãos Agnaldo, Adilmar (saudades), Agnel e Heliane que são meus exemplos de vida e de união em família. Agradeço ao meu grande amigo e parceiro Ítalo, pelos momentos de estudo para conclusão desta pesquisa e pelos momentos de gargalhadas, às vezes até sem motivo. Agradeço a MSc. Profª. Fernanda Matos de Moura Almeida por ser um exemplo de amor à profissão, pelo desdobramento e pela grande colaboração para a execução desta pesquisa. A todos os professores da Doctum pelos ensinamentos e também a todos os funcionários que de uma forma ou de outra colaboraram com esta conquista. Aos meus colegas de turma, que tanto vou sentir falta do convívio diário. A todos o meu muito obrigada! Elenice Bergamim

5 4 AGRADECIMENTO Na vida encontramos grandes desafios. Cada passo desta jornada deve ser trilhado com garra e ousadia. Agradeço a Deus pela oportunidade de concluir mais esta graduação e pelas vitórias que me foram concedidas. Aos meus pais, Romério e Kellyanne, agradeço pelo incentivo e colaboração para meu crescimento. Aos meus irmãos por fazerem parte da minha vida. Agradeço à minha família, que direta ou indiretamente, fazem parte da minha caminhada. Aos amigos, pela eterna parceria e comemorações nos momentos de alegria. Aos novos colegas, que o convívio deste ano nos torne grandes companheiros. Aos professores e funcionários da Doctum, agradeço a partilha nestes anos. Agradeço às minhas amigas Elenice e Fernanda, pela dedicação e colaboração para realização desta pesquisa. Enfim, deixo meu reconhecimento e prestígio a todos que me apoiaram nesta conquista. Ítalo José Alves do Monte

6 5 O que nos acontece depende de nós. Tornar-se realmente grande não é algo que dependa das circunstâncias. Jim Collins

7 6 RESUMO A presente pesquisa se propôs a identificar o perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, que findaram o curso no período de 2007 a Entende-se por perfil os aspectos que caracterizam o indivíduo. Foram apresentados os conceitos, objetivos e a história da Administração, o perfil do administrador e uma abordagem socioeconômica. Analisou-se com este trabalho a trajetória profissional dos egressos do curso de Administração, identificando as áreas de atuação destes profissionais no mercado de trabalho, verificou-se a ocorrência de melhorias das oportunidades profissionais e socioeconômicas em suas vidas e analisou-se se a instituição tem cumprido seu papel conforme apresenta em sua estrutura. Os métodos adotados para realização da pesquisa foram pesquisa descritiva, bibliográfica, documental e de levantamento de dados. O instrumento de coleta de dados utilizado foi o questionário. O resultado obtido pela pesquisa é relevante pelo fato de destacar as principais mudanças ocorridas na vida profissional e socioeconômica dos egressos e demonstrar como o ensino superior ampliou a visão e as oportunidades no mercado de trabalho. Concluiu-se com esta pesquisa que os principais benefícios adquiridos com a formação acadêmica são: melhoria da qualidade de vida, crescimento e reconhecimento profissional, melhoria da condição financeira, melhores oportunidades no mercado de trabalho e desenvolvimento de diversas competências e habilidades profissionais. As principais áreas de atuação dos egressos no mercado de trabalho são: administrador de empresas, auxiliar administrativo, gerente administrativo, gestor financeiro e gestor de recursos humanos. Observou-se também a importância que a instituição tem para a região onde atua, contribuindo de forma significativa para melhoria da condição de vida dos egressos. Palavras-chave: Perfil de egressos. Curso de Administração. Faculdade Doctum Iúna-ES.

8 7 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO A ADMINISTRAÇÃO COMO CIÊNCIA CONCEITO E OBJETIVO DA ADMINISTRAÇÃO A HISTÓRIA DA ADMINISTRAÇÃO O PERFIL DO ADMINISTRADOR ABORDAGEM SOCIOECONÔMICA METODOLOGIA CARACTERIZAÇÃO DA DOCTUM CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS DADOS DEPOIMENTO DOS EGRESSOS CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS APÊNDICE ANEXO... 66

9 8 1 INTRODUÇÃO A administração é o processo de planejar, organizar, dirigir e controlar os recursos de uma organização, de modo que os objetivos propostos sejam alcançados de forma eficiente e eficaz. Sua principal tarefa é interpretar os objetivos e transformá-los em ação empresarial, utilizando-se de recursos e esforços para se atingir os objetivos em todos os níveis da organização (CHIAVENATO, 2000a). De acordo com Chiavenato (2000b, p. 04), seja nas organizações ou em qualquer outra forma de empreendimento, a eficiência e a eficácia com que as pessoas trabalham em conjunto para conseguir objetivos comuns depende diretamente da capacidade daqueles que exercem função administrativa. Drucker (2002a) considera como surgimento do primeiro surto da administração o período após a Primeira Guerra Mundial, constituindo uma das mais importantes inovações do século e a que exerce maior influência sobre os jovens estudantes de faculdades e universidades. De acordo com Voese (2007), a instituição de ensino superior permite que o indivíduo busque qualificação e preparo para o mercado de trabalho. Com a formação acadêmica, poderá agregar novas informações e conhecimentos a seu perfil. Com a formação de nível superior, o indivíduo sofrerá também outras transformações. A influência do corpo docente, as novas experiências e a diversidade cultural vividas nesta etapa irão afetar seu estado psicológico de forma significativa (VOESE, 2007). Para Voese (2007), diversos recursos contribuem para a formação do profissional. Dentre eles, destacam-se os debates em salas de aulas, acesso às novas tecnologias, amplo acervo bibliográfico e, o principal, a relação com o professor e a troca de conhecimentos e experiências durante o período de aprendizagem. Além disso, o ensino superior não serve somente para especialização do profissional, mas para que o indivíduo possa ampliar sua visão e amadurecer ideias acerca de sua conduta e postura enquanto pessoa. Chiavenato (2000a) afirma que o administrador é uma figura indispensável em todos os tipos de organizações, independente da posição gerencial que ele ocupa.

10 9 É perceptível, com determinada frequência, que muitos egressos, após a formação no ensino superior, não desenvolvem atividades relacionadas à sua área de formação. É de interesse deste trabalho verificar se os egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES fazem parte desta realidade. Para fins desta pesquisa, entende-se por egressos as pessoas que concluíram o curso superior e não mais frequentam a instituição de ensino. O Instituto Doctum de Educação e Tecnologia atua há mais de 70 anos em prol do desenvolvimento educacional. Possui diversas unidades localizadas nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, atuando também com projetos de pesquisa e extensão (DOCTUM, 2011a). A Faculdade Doctum deu início às suas atividades no município de Iúna ES no ano de 2004 com os cursos de Administração, Ciências Contábeis e Normal Superior que, posteriormente, transformou-se em Pedagogia. Todos os cursos são autorizados e reconhecidos pelo Ministério da Educação MEC (DOCTUM, 2011b). No ano de 2010, foi realizado na Faculdade Doctum de Iúna ES, um Trabalho de Conclusão de Curso TCC, cujo objetivo foi identificar o perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Ciências Contábeis. Ao se realizar a pesquisa com os egressos do curso de Administração, além de se conhecer o perfil destes egressos, poderão ser feitos diversos comparativos e análises acerca dos perfis dos egressos dos dois cursos. Assim, a faculdade irá dispor de um estudo amplo sobre os seus egressos, complementando a pesquisa existente. A partir desta iniciativa, esta pesquisa também foi realizada no curso de Pedagogia, propiciando um resultado completo dos cursos oferecidos pela faculdade Doctum Iúna. Com o intuito de conhecer a trajetória dos egressos após a formação no ensino superior, procura-se responder com esta pesquisa: Qual o perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, que findaram o curso no período de 2007 a 2010? De acordo com o dicionário da Língua Portuguesa, entende-se por perfil, o conjunto de aspectos que caracterizam um indivíduo (RIOS, 2002).

11 10 Este trabalho tem como objetivo geral: Identificar o perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, que findaram o curso no período de 2007 a Para tanto, tem-se como objetivos específicos: Analisar a trajetória profissional dos egressos do curso de Administração das turmas de 2007 a Conhecer as áreas de atuação destes profissionais no mercado de trabalho. Verificar a ocorrência de melhorias das oportunidades socioeconômicas na vida dos egressos. Analisar se a instituição tem cumprido seu papel conforme apresenta em sua estrutura (Plano de Desenvolvimento Institucional PDI e Projeto Pedagógico do Curso PPC). Os egressos formados pela Faculdade Doctum estão inseridos no contexto social do município de Iúna ES e região, tanto pela atividade profissional, quanto pelas relações sociais e econômicas. Por este fato, percebe-se a importância de conhecer a trajetória profissional dos egressos, bem como conhecer as principais mudanças ocorridas na vida profissional e socioeconômica dos mesmos. A pesquisa demonstrará o quanto a formação acadêmica oferecida pela Faculdade Doctum de Iúna ES atende as expectativas dos egressos perante o mercado de trabalho. Consequentemente, a pesquisa fornecerá informações importantes tanto aos alunos quanto à instituição de ensino, no que diz respeito à atuação dos egressos do curso de Administração. Desta forma, o trabalho servirá de referência para os atuais formandos e para os alunos que, futuramente, poderão ingressar nesta instituição. Diante deste resultado, poderá traçar-se uma perspectiva para os formandos do curso de Administração da Faculdade Doctum de Iúna ES, além da própria perspectiva vislumbrada para a profissão. A Faculdade poderá ainda realizar estudos visando compreender a demanda do mercado local, avaliando a inserção e até mesmo o desempenho de seus egressos perante o mercado. Poderá repensar posicionamentos acerca do ensino, e se utilizar dos perfis traçados para auxiliar na elaboração e revisão de seus planejamentos didáticos. Um fator importante que motivou a realização desta pesquisa foi o resultado de um de uma pesquisa realizada na faculdade Doctum Iúna, onde os autores

12 11 apresentaram o perfil dos egressos do curso de Ciências Contábeis. Logo, observou-se necessidade de traçar também o perfil dos alunos do curso de Administração para viabilizar possíveis análises por parte da Instituição. Em relação à metodologia, a pesquisa se caracteriza quanto aos objetivos propostos como descritiva, e quanto aos procedimentos e instrumentos de coleta de dados, como bibliográfica, documental e de levantamento. O objeto de estudo deste trabalho são os egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, das turmas de 2007 a 2010.

13 12 2 A ADMINISTRAÇÃO COMO CIÊNCIA 2.1 CONCEITO E OBJETIVO DA ADMINISTRAÇÃO A palavra administração significa prestar serviços ou assessorar alguém na realização de um ofício ou dever (TEIXEIRA, 2003, p. 25). Maximiano (2009) conceitua a administração como a tomada de decisão para utilização adequada de recursos e realização de objetivos. Compreende cinco processos principais: planejamento, organização, liderança, execução e controle. A administração é antes de tudo, uma ciência que estuda as organizações a fim de compreender seu funcionamento, sua evolução e seu comportamento (FAVA, 2008). Chiavenato (2000c, p. 3) diz que administração constitui a função que se desenvolve sob o comando de outro, um serviço que se presta a outro. Segundo Chiavenato (2003), as organizações nunca sobreviveriam, teriam sucesso ou até mesmo não existiriam sem a administração, pois é ela quem planeja, direciona e controla toda uma organização. Megginson, Mosley e Pietri Jr. (1998) citam a administração como ferramenta necessária a todos os tipos de atividades organizadas. A administração é universal e tende a ser aplicada em todos os tipos de organização. Podem ser citadas como sendo as dimensões da administração três funções igualmente importantes: refletir na finalidade e missão da organização, realizar um trabalho que faça com que a organização seja produtiva fazendo também que o trabalhador se realize, e guiar as repercussões sociais da organização (DRUCKER, 1998). Administrar é executar, através de pessoas, funções para se chegar a um determinado resultado esperado. É um trabalho organizado em todos os níveis a fim de se atingir todos os objetivos (TEIXEIRA, 2003). Segundo Teixeira (2003), organizar pertence à administração e segue o planejamento das empresas. Esta função é destinada a agrupar e estruturar uma empresa e assim, atingir os objetivos propostos. Ela trabalha com as pessoas

14 13 colocando cada uma em seu devido afazer e fazendo com que, desta forma, todos trabalhem com eficiência. De acordo com Faria (2009), a administração possui quatro princípios fundamentais: Planejamento: é o começo de tudo, onde o trabalho deve ser planejado e testado; Preparo: a segunda etapa do processo, onde são selecionados os trabalhadores conforme suas competências e aptidões, para então preparálos para produzirem da melhor forma o que foi planejado; Controle: controlar o andar do processo de trabalho para garantir que está sendo executado conforme o planejado; Execução: após o controle do que foi planejado é o momento de executar, distribuindo de maneira adequada as atribuições e responsabilidades. Chiavenato (2000c) conceitua as organizações como grupos de pessoas que foram formados planejadamente para atingirem objetivos em comum, e esse mesmo grupo de pessoas pode ser reformulado na medida em que se fizer necessário como, por exemplo, à medida que se descobrem novas formas de se atingir os objetivos propostos para tal organização. Um fenômeno universal no mundo moderno. É assim, segundo Melo (2007), que a Administração é considerada. Isto se deve ao fato de que as organizações necessitam, em um cenário de constante concorrência, alcançar os objetivos por meio da tomada de decisões, coordenação das atividades, condução e desenvolvimento de pessoas, proposta e realização de metas. No decorrer do século passado, algumas ferramentas de gestão surgiram tornando-se manias mundiais, mas elas desapareceram. Porém, na administração como ciência, alguns valores imprescindíveis como a ética, o trabalho em equipe e o planejamento estratégico permaneceram, e outros novos também surgiram como a responsabilidade social e ambiental, se tornando cada vez mais relevante no perfil do administrador nesse início do século XXI (WEIBLEN, 2004).

15 A HISTÓRIA DA ADMINISTRAÇÃO A história da administração iniciou-se num tempo muito remoto, por volta do ano 5000 a.c., na Suméria, quando os antigos procuravam melhorar a maneira de resolver seus problemas práticos, exercitando assim, a arte de administrar (GOMES, 2005). Para Motta (2003), a administração, de modo geral, iniciou-se no final do século XVIII, a partir da Revolução Industrial, com origem na preocupação com a produtividade. Neste período, diversas mudanças impactaram na sociedade, como o desenvolvimento das máquinas, crescimento da população, surgimento de fábricas e multiplicação das cidades. De acordo com Maximiano (2009), as teorias e técnicas da administração são decorrentes de práticas passadas. Diversos tipos de organizações criaram soluções com o intuito de atingir os objetivos e trabalhar melhor os recursos disponíveis. O QUADRO 01 demonstra as ideias precursoras de diferentes tipos de organizações no decorrer da história. Grandes Projetos Desde a.c. Administração de projetos de engenharia: cidades, pirâmides, projetos de irrigação. Exércitos Grécia Roma Renascimento Desde a.c. Organização, disciplina, hierarquia, logística, planejamento de longo prazo, formação de recursos humanos. Desde 500 a.c. Democracia, qualidade, ética, método científico. Quadro 01 Ideias precursoras da administração. Fonte: Maximiano (2009, p. 19). Entre VII a.c. e IV a.d. Administração de império multinacional, formação de executivos, grandes empresas privadas, exército profissional. Século XVI Retomada de valores humanistas, grandes empresas de comércio, invenção da contabilidade, Maquiavel. Revolução Industrial Século XVIII Invenção das fábricas, surgimento de sindicatos, início da administração como disciplina. Maximiano (2009, p. 19), apresenta a administração moderna organizada em escolas ou enfoques: Escola clássica, Enfoque comportamental e Pensamento sistêmico. Para o autor, todo estudante de administração deve conhecer pelo menos os fundamentos das ideias dos gregos, dos romanos e das organizações militares, pois como demonstra o QUADRO 01, são ideias precursoras da Administração conhecida hoje pelos estudantes de graduação.

16 15 Chiavenato (2000b) explica que o desenvolvimento da administração acompanha o contexto histórico de cada época. Nas próximas décadas, as tarefas administrativas serão cada vez mais incertas e desafiadoras, visto que passará por inúmeras transformações e mudanças, como: crescimento das organizações, concorrência mais acirrada, sofisticação da tecnologia, globalização da economia, internacionalização dos negócios, inflação mais elevada e maior visibilidade das organizações. De acordo com Megginson, Mosley e Pietri Jr. (1998, p. 59), o desenvolvimento da administração tem sido um processo evolucionário longo e complexo, que ainda está em curso e anda revolucionando a teoria e a prática da administração em todo o mundo. A administração moderna teve início nos Estados Unidos, com o movimento da administração científica de Taylor, e com os conceitos e práticas apresentadas por Fayol, na Europa Ocidental (MEGGINSON; MOSLEY; PIETRI JR., 1998). De acordo com o Conselho Federal de Administração CFA (2011a), o surgimento e reconhecimento da profissão do Administrador teve início nos Estados Unidos, no final do século XIX, com a criação da Wharton School, em No Brasil, a história do curso de Administração é recente, tendo início em Nesta mesma época, os Estados Unidos formavam em torno de 50 mil bachareis, 4 mil mestres e 100 doutores por ano, em Administração. A criação da Fundação Getúlio Vargas FGV e da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo FEA/USP contribuíram para o processo de desenvolvimento econômico do país, marcando significativamente o ensino e a pesquisa de temas econômicos e administrativos no Brasil (CFA, 2011a). O curso de Administração pioneiro da Fundação Getúlio Vargas teve sua primeira turma formada em O primeiro currículo especializado em Administração tinha forte influência americana, devido ao convênio firmado com a USAID (Agência de Desenvolvimento Internacional do Governo dos Estados Unidos) e a Universidade Estadual de Michigan (PIZZINATTO, 1999). Atualmente, o momento vivido pela profissão no Brasil não deve estar voltado somente à preparação de profissionais para empresas privadas. É necessário defender a formação de um profissional capaz de atuar em diversas formas organizacionais, como associações de bairros, cooperativas, pequenas empresas e demais formas de organização (CFA, 2011a).

17 O PERFIL DO ADMINISTRADOR O administrador é considerado recurso fundamental de uma empresa. Em vista disto, precisa aperfeiçoar-se, acompanhando o desenvolvimento da organização e da sociedade. Devem manter-se atentos e mentalmente ativos, procurando adquirir competências e habilidades que precisarão no futuro (DRUCKER, 2002a). Para Drucker (2002b), a primeira função de um administrador é fornecer resultados econômicos para uma empresa. Se o mesmo não aumentar ou pelo menos mantiver a fonte geradora de recursos econômicos, a administração deixa de ser considerada especial e rara. O administrador deve entender o que a empresa tem como objetivos e a partir daí, planejar ações empresariais através da organização, direção e controle de todas as pessoas e todas as áreas envolvidas para atingir tais objetivos (CHIAVENATO, 2000c). Por meio da abordagem de Taylor e Fayol na administração, concluiu-se, de acordo com Megginson, Mosley e Pietri Jr. (1998), que a principal responsabilidade do administrador é planejar, dirigir e controlar as ações dos subordinados, com o objetivo de obter melhores resultados. As pessoas que administram qualquer conjunto de recursos são administradores, gerentes ou gestores. Praticamente todas as pessoas, independentemente da posição ou cargo que ocupam, desempenham tarefas de administração (MAXIMIANO, 2009, p. 09). Segundo Megginson, Mosley e Pietri Jr. (1998), uma carreira administrativa pode ser muito promissora. Os cargos administrativos dão aos profissionais status e prestígio, são ocupações importantes que fogem das atividades rotineiras. Geralmente, possuem bons salários e benefícios, além de oferecer satisfação social e contato com diversas pessoas. Para Melo (2007), as diversas e numerosas atividades de um administrador precisam ser conduzidas e realizadas em áreas específicas. Dessa forma, faz-se necessário que o administrador tenha uma formação profissional que ultrapasse as salas de aula, garantindo-lhe visão ampla e sistêmica de suas funções.

18 17 De acordo com Weiblen (2004), o perfil dos administradores desse novo milênio é de um envolvimento cada vez maior em trabalhos em equipes, de rígidos limites éticos, de constante atualização e aperfeiçoamento, planejamento estratégico, de responsabilidade social e ambiental. Assim, o profissional estará garantindo a sobrevivência em um mundo cada vez mais globalizado e suscetível às turbulências econômicas que afetam a direção de diversas empresas no país. Wick e León (1997) apud Lima (2002) apresentam uma análise comparativa entre o perfil do administrador do passado e o administrador do futuro, demonstrada através do QUADRO 02: OS ADMINISTRADORES DO PASSADO Aprendiam quando alguém lhes ensinava. Achavam que o aprendizado ocorria principalmente na sala de aula. Responsabilizavam o chefe pela carreira. Não eram considerados responsáveis pelo próprio desenvolvimento. Acreditavam que sua educação estava completa ou só precisava de pequenas reciclagens. Não percebiam a ligação entre o que aprendiam e os resultados profissionais. Deixavam o aprendizado a cargo da instituição. OS ADMINISTRADORES DO TERCEIRO MILÊNIO Procuram deliberadamente aprender. Reconhecem o poder do aprendizado decorrente da experiência de trabalho. Sentem-se responsáveis pela sua própria carreira. Assumem a responsabilidade pelo seu próprio desenvolvimento. Encaram a educação como uma atividade permanente para a vida toda. Percebem como o aprendizado afeta os negócios. Decidem intencionalmente o que aprender. Quadro 02 Análise comparativa entre os administradores do passado e os administradores do terceiro milênio. Fonte: Wick e León (1997) apud Lima (2002). Melo (2007) afirma que o administrador precisa ter seu papel definido de forma bem clara. Deve saber quais conhecimentos deve possuir para se preparar para os novos desafios e quais as habilidades que lhe serão exigidas no atual mercado. O administrador deve ser um agente de mudanças em seu cotidiano, deve exercer um papel de educador e orientador capaz de modificar comportamentos, atitudes e inclusive, influenciar a cultura organizacional. Para isso, o profissional da administração precisa de criatividade, agilidade, capacidade de adaptar-se continuamente, confiança e constância em seus sistemas de gestão (MELO, 2007). De acordo com o artigo 2º da Lei de 1965, que dispõe sobre o exercício da profissão do Administrador, o mesmo poderá exercer suas atividades, como profissional liberal ou não, mediante:

19 18 a) pareceres, relatórios, planos, projetos, arbitragens, laudos, assessoria em geral, chefia intermediária, direção superior; b) pesquisas, estudos, análise, interpretação, planejamento, implantação, coordenação e controle dos trabalhos nos campos da administração, como administração e seleção de pessoal, organização e métodos, orçamentos, administração de material, administração financeira, relações públicas, administração mercadológica, administração de produção, relações industriais, bem como outros campos em que esses se desdobrem ou aos quais sejam conexos (BRASIL, 1965). A FIG. 01 demonstra, de acordo com o CFA (2011b) as principais áreas em que o egresso do curso de administração poderá atuar no atual mercado de trabalho: FIGURA 01: Áreas de atuação do Administrador Fonte: Elaborado pelos autores Segundo Braga (2004), a globalização no mercado mundial aponta perspectivas cada vez melhores para a profissão do administrador. Este, por sua vez, deverá dominar a gestão de negócios, os novos ambientes organizacionais, as mudanças nos regimes e nas modalidades de trabalho, o aumento da produtividade e da qualidade, compreensão das novas tecnologias e novos modelos de gestão, e por fim, a exigência crescente de desenvolver uma visão de futuro.

20 ABORDAGEM SOCIOECONÔMICA De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE (2010a) foi estabelecido um conjunto de indicadores sociais cujo objetivo é permitir o acompanhamento de programas de cunho social. Este conjunto de indicadores compreende informações sobre determinada população em relação ao sexo, idade, desenvolvimento, trabalho, rendimento, educação e condições de vida das famílias. Rattner (2003) conceitua os indicadores socioeconômicos como sendo estatísticas aptas a medir os elementos inerentes à condição social e do bem-estar do indivíduo. Os indicadores econômicos representam, em sua essência, dados e informações que sinalizam o comportamento do indivíduo em relação a um determinado sistema econômico (LOURENÇO; ROMERO, 2002). Durante o levantamento bibliográfico desta pesquisa, constatou-se não haver muita literatura para embasar as discussões acerca do perfil socioeconômico. Em sua maioria, as análises são descritas a partir dos resultados de outras pesquisas e do levantamento das informações. Sendo assim, são descritos a seguir alguns trabalhos voltados ao perfil socioeconômico a fim de demonstrar quais fatores são considerados nas pesquisas realizadas com este tema. Silva, Coutinho e Amarante (1999), publicaram a pesquisa sobre o Perfil Demográfico e Socioeconômico da População de Internos de um Hospital. Consideraram como sendo fatores socioeconômicos: faixa etária, estado civil, grau de escolaridade e renda. Esta pesquisa foi importante para se conhecer o perfil dos pacientes internados no hospital, obtendo resultados fundamentais para implantação de mudanças em relação à política assistencial. Um estudo realizado em 2003 por Bonomo et al. sobre Consumo Alimentar da População Adulta segundo Perfil Socioeconômico e Demográfico, teve como base para levantamento dos dados socioeconômicos na pesquisa: sexo, faixa etária, renda mensal e grau de escolaridade. O objetivo principal do trabalho está relacionado ao fator alimentar e nutricional, porém, verificou-se com este estudo o quanto os fatores sociais e econômicos podem influenciar o padrão da ingestão alimentar.

21 20 Em 2005, foi realizado pelo Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, um estudo sobre o Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 Maiores Empresas do Brasil. Para realização da pesquisa, aplicou-se um questionário aos funcionários e dirigentes destas empresas considerando como características sociais, o sexo, a faixa etária, o tempo de trabalho na empresa e o grau de escolaridade. Também em 2005, foi traçado o Perfil Socioeconômico de Jovens Metalúrgicos, comparando o resultado da pesquisa com outra já realizada sobre jovens que trabalham em montadoras com diferentes faixas etárias. Considerou-se nesta pesquisa aspectos como: sexo, estado civil, grau de escolaridade, número de filhos, renda mensal, residência, bens de consumo e tempo de atuação na empresa, verificando-se que em determinados aspectos, a situação dos jovens trabalhadores em montadoras é melhor do que a de outros jovens inseridos no mercado de trabalho, e bem superior à situação dos jovens que se encontram desempregados (RODRIGUES; MARTINS, 2005). O CFA realizou em 2006 a Pesquisa Nacional: Perfil, Formação, Atuação e Oportunidades de Trabalho do Administrador, onde foram observadas as seguintes características: a maioria dos profissionais é do sexo masculino, casado, com faixa etária de até 30 anos; são egressos de faculdades particulares, possuem especializações e ocupam cargos de gerência. Foram analisados também outros fatores como renda mensal e empregabilidade. No trabalho sobre o Perfil Social e Obstétrico das Puérperas de uma Maternidade, publicado em 2007, nota-se novamente que foram analisadas características sociais como: estado civil, grau de escolaridade, residência e número de filhos. O objetivo foi descrever o perfil social, verificando-se a possibilidade dos profissionais atuarem com programas e serviços de saúde em consonância com o perfil da população usuária (PRIMO; AMORIM; CASTRO, 2007). Em 2009, o IBGE publicou um trabalho sobre os Indicadores Sóciodemográficos e de Saúde no Brasil, em que as análises contemplaram propriedades individuais da população, como sexo, idade, educação e rendimento. Evidenciaramse principalmente as questões relacionadas à saúde, mas também a realidade das diferenças demográficas e socioeconômicas que caracterizam o país. Ainda em 2009, foi publicada uma pesquisa sobre o Levantamento do Perfil Socioeconômico de Pacientes atendidos em Clínica Odontológica, também

22 21 retratando aspectos socioeconômicos, como: sexo, estado civil, ocupação, grau de escolaridade, moradia, bens e renda. Este trabalho teve o intuito de avaliar o perfil dos pacientes atendidos na clínica e sua relação com as doenças endodônticas. Constatou-se neste estudo que a maioria dos pacientes atendidos na clínica tem baixa renda (NASSRI; SILVA; YOSHIDA, 2009). Recentemente, o IBGE (2010b) publicou um estudo sobre a Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira. Nesta pesquisa, foram abordados temas relacionados aos aspectos demográficos, de educação, domicílio, família, cor ou raça, sexo e saúde, cujo objetivo foi possibilitar um conhecimento amplo da realidade social do país. Neste ano de 2011, foi realizado um estudo por alunos de graduação em Odontologia da Universidade Federal da Paraíba, que teve como objetivo relacionar os indicadores socioeconômicos com a oferta de cobertura na Atenção Básica e de Recursos Humanos em Saúde Bucal no Brasil. Os fatores socioeconômicos considerados para realização desta pesquisa foram: idade, sexo, estado civil, número de filhos, moradia, bens, renda familiar e formação acadêmica (LIRA JÚNIOR et. al., 2011). Foi realizada, nas Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, uma pesquisa cujo objetivo principal foi identificar o perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Ciências Contábeis. A pesquisa contemplou os seguintes aspectos socioeconômicos: sexo, idade, estado civil, número de filhos, formação acadêmica, área e tempo de atuação profissional, renda, melhoria da condição de vida e principais mudanças ocorridas com a formação no ensino superior (MONTE et. al., 2011). Este trabalho serviu de parâmetro para a realização da presente pesquisa. Com base nos estudos realizados, a presente pesquisa considerou fatores semelhantes aos observados nos trabalhos citados para definir o perfil socioeconômico dos egressos do Curso de Administração. Foram avaliados aspectos relativos ao sexo, idade, estado civil, número de filhos, grau de escolaridade, renda mensal, moradia, bens e atividades de lazer, além de se verificar também o perfil profissional dos egressos.

23 22 3 METODOLOGIA A pesquisa científica é uma indagação minuciosa na procura de fatos. Sua finalidade é descobrir respostas para os problemas propostos mediante a aplicação de métodos científicos (MARKONI; LAKATOS, 2002). Segundo Gil (2007), a pesquisa caracteriza-se como o processo formal e sistemático de desenvolvimento do método científico. Pesquisar é descobrir respostas para problemas mediante o emprego de procedimentos científicos. A partir dessa conceituação, percebe-se que a pesquisa permite a obtenção de novos conhecimentos. Para Marconi e Lakatos (2003, p. 55), a pesquisa é um procedimento formal com método de pensamento reflexivo, que requer tratamento científico e se constitui no caminho para conhecer a realidade ou para descobrir verdades parciais". As pesquisas destinam-se, portanto, a mensurar as investigações realizadas para que se chegue à conclusão de um estudo acerca de determinada população (SILVA; SILVEIRA, 2008). Vergara (2007), define população como um conjunto de elementos com características que serão estudadas e que existem dois tipos de amostra: a probabilística que é baseada em procedimentos estatísticos e a não probabilística que é selecionada por tipicidade e acessibilidade. Marconi e Lakatos (2003) mencionam que a amostra é uma parcela selecionada da população. É um subconjunto do universo, sendo a forma mais rápida de analisar características de determinado grupo. A amostra por acessibilidade é caracterizada pela seleção dos elementos de estudo de acordo com a facilidade de acesso e, portanto, não leva em consideração procedimentos estatísticos (VERGARA, 2007). A presente pesquisa foi realizada com os egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, que findaram o curso no período de 2007 a 2010, com intuito de identificar o perfil profissional e socioeconômico destes novos profissionais. O número de egressos totaliza 84 pessoas, representando a população desta pesquisa.

24 23 Para conhecimento desta população, objeto de estudo do presente trabalho, foi solicitada à secretaria da instituição, uma relação dos egressos do curso de Administração das turmas de 2007 a Todos os nomes foram verificados no Livro de Colação de Grau da faculdade confirmando esse número. Conforme a relação, formaram-se 18 pessoas na primeira turma de formandos, 07 pessoas na segunda, 09 na terceira, 05 na quarta, 23 na quinta e 22 na sexta turma (ANEXO A). 3.1 CARACTERIZAÇÃO DA DOCTUM O Instituto Doctum de Educação e Tecnologia é uma rede de faculdades que, atualmente, conserva oito unidades no estado de Minas Gerais e seis unidades no estado do Espírito Santo. Em parceria com as Faculdades Integradas de Caratinga FIC proporciona tradição ao ensino de nível superior e princípios íntegros que embasam sua atuação no mercado atual (DOCTUM, 2010; DOCTUM, 2011d). No município de Iúna ES, a Faculdade Doctum está presente desde o ano de 2003, com funcionamento a partir do ano de Um dos principais focos da instituição é contribuir para a interiorização do ensino superior, primando pela qualidade, democratização e acesso à informação (DOCTUM, 2010). Como conseqüência desta interiorização, o município de Iúna ES e outros municípios circunvizinhos são beneficiados com a atuação da faculdade. Desta forma, a instituição possibilita uma minimização dos gastos e distâncias, proporcionando um ensino de qualidade aos seus futuros estudantes (DOCTUM, 2007). No início, o funcionamento da Instituição estava estruturado por meio de 02 faculdades: Faculdade de Ciências Gerenciais de Iúna ES (cursos de Administração e Ciências Contábeis) e o Instituto Superior de Educação de Iúna ES (curso Normal Superior). Em 17/01/2008, por meio da portaria nº 040, com a unificação das faculdades mencionadas, deu-se origem à denominação Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES (DOCTUM, 2010). De acordo com o Projeto Pedagógico de Curso PPC, o principal objetivo das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES é formar profissionais qualificados a atuarem e influírem no mercado de trabalho, mediante efetiva interação entre o

25 24 saber teórico, interdisciplinar e científico e a realidade prática (DOCTUM, 2010, p. 13). Segundo o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI, a instituição tem como missão fazer da interiorização do ensino superior a alavanca do desenvolvimento humano e social das comunidades, através da valorização do mérito acadêmico e de permanente compromisso social (DOCTUM, 2007, p. 08). O curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES foi autorizado pela portaria nº 1764 de 10/07/2003, sendo reconhecido pelo Ministério da Educação - MEC em junho de 2008, obtendo conceito 04, publicado pela portaria 918 de 15/07/2009 (DOCTUM, 2010). De acordo com o PPC, o curso de administração tem como missão: Contemplar a sociedade da região do Caparaó do ES e Zona da Mata Mineira em suas demandas principais, avaliando as diferenças e especificidades da região, sua economia, e considerando o impacto das novas tecnologias na prática de gestão dessa realidade (DOCTUM, 2010, p. 10). Além de formar profissionais competentes para o mercado de trabalho, o curso de Administração da Faculdade Doctum Iúna ES enfoca também a questão do ensino, da pesquisa e da extensão. Outro importante fator refere-se ao processo de ensino-aprendizagem, os recursos didáticos e pedagógicos utilizados e, principalmente, o perfil do profissional a ser formado pela instituição (DOCTUM, 2010). O intuito da formação em Administração não visa somente as características profissionais, mas também a formação de um cidadão instruído a pensar e atuar sobre os problemas atuais de sua região (DOCTUM, 2010). A formação de nível superior pretendida pelas Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES deve estar plenamente sintonizada aos mais atualizados conhecimentos do campo profissional, da ciência e da cultura, possibilitando aos alunos não apenas o acesso a uma profissão, mas a novas visões de mundo e a uma vida cultural mais rica. Deve-se manter o vínculo com sua realidade regional visando soluções para os problemas sociais, primando sempre pela sua condição de trabalhador (DOCTUM, 2010, p. 12). O currículo do curso de Administração objetiva a formação de profissionais que dominem conteúdos técnico-científicos inerentes à sua profissão, mas que

26 25 também sejam capazes de refletir sobre o fazer, repensando e aperfeiçoando continuamente a prática profissional (DOCTUM, 2010, p. 27). O curso de Administração, oferecido pela Faculdade Doctum de Iúna ES, além de buscar ampliar a capacidade analítica do aluno, visa possibilitar a formação de um quadro de referências conceituais em termos econômicos, políticos e sociais, capaz de permitir uma leitura sistêmica dos problemas brasileiros (DOCTUM, 2011c). Além das competências técnicas, é preciso obter conhecimentos que envolvam valores e atitudes. O curso de Administração visa um egresso cujo perfil tenha capacidade e aptidão para compreender as questões científicas, técnicas, sociais, financeiras, econômicas e gerenciamento qualitativo e adequado às várias áreas de atuação do administrador (DOCTUM, 2010). Para as Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, o profissional de administração necessita de visão e conhecimentos amplos para que possa adaptarse ao ambiente profissional a que for se dedicar após a sua formação acadêmica (DOCTUM, 2010). No contexto atual, o curso de administração deve permitir a formação de um profissional capacitado e com conhecimentos amplos em diferentes áreas, atendendo as necessidades do mercado. O administrador deve desenvolver habilidades que permitam acompanhar o desenvolvimento das atividades econômicas e empresariais (DOCTUM, 2010). Através dos conhecimentos obtidos na formação gerencial, espera-se que os egressos desenvolvam a capacidade de dialogar, comunicar, trabalhar em equipe, tomar decisões e que tenham condições de apresentar soluções aos problemas cotidianos da sociedade em que atua, tendo como base os conhecimentos adquiridos no período de aprendizagem (DOCTUM, 2007). O egresso do curso de administração deverá desenvolver competências necessárias para auxiliar e intervir na tomada de decisão, utilizando-se das técnicas administrativas e também da formação oferecida pelo curso. Deste modo, as decisões empresariais tendem a ser mais eficientes, eficazes e efetivas (DOCTUM, 2010). O administrador formado na Faculdade Doctum Iúna ES deverá apresentar capacidade para obter e administrar informações com talento e competência, ser capaz de pensar estrategicamente e contribuir, através de sua atuação pessoal, no

27 26 assessoramento a gestores de empresas e entidades em geral (DOCTUM, 2010, p. 16). O perfil da faculdade e principalmente dos egressos foi estudado a fim de apresentar a realidade da instituição, bem como fundamentar a discussão dos dados levantados pelos pesquisadores. 3.2 CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA De acordo com Gil (2007, p. 41), toda e qualquer classificação se faz mediante algum critério. Assim o autor aponta dois critérios de classificação para as pesquisas: com base nos fins ou objetivos e com base nos meios ou procedimentos de coleta de dados. Quanto aos fins a pesquisa é descritiva e quanto aos meios, bibliográfica, documental e de levantamento. As pesquisas descritivas procuram estudar e descrever as características de uma população ou amostra, utilizando técnicas padronizadas de coleta de dados (GIL, 2007). O estudo descritivo possibilita o desenvolvimento de análises e melhor compreensão do comportamento de diversos fatores ou elementos. Na pesquisa descritiva, o pesquisador deverá escolher com eficiência os instrumentos mais adequados para realização da coleta dos dados (OLIVEIRA, 2002). No decorrer deste trabalho, o perfil do egresso do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES é descrito, bem como as suas características profissionais e socioeconômicas, justificando a caracterização da pesquisa como descritiva. Gil (2007) explica que a pesquisa bibliográfica é aquela desenvolvida com base em material já elaborado, constituído de livros e artigos científicos. A pesquisa bibliográfica tem por finalidade conhecer as diferentes formas de contribuição científica que se realizarem sobre determinado assunto ou fenômeno (OLIVEIRA, 2002). Para Gil (2007), o desenvolvimento da pesquisa documental segue os mesmos passos da pesquisa bibliográfica. Porém, a pesquisa documental

28 27 caracteriza-se pelo uso de materiais que ainda não receberam tratamento analítico ou que ainda podem ser reelaborados. Este trabalho foi elaborado com base em estudos já publicados, utilizando-se de livros, artigos de periódicos e sites especializados, o que a classifica como bibliográfica, e também de manuais e documentos internos fornecidos pela instituição, o que a classifica como documental. Segundo Gil (2007, p. 50), a pesquisa de levantamento caracteriza-se pela interrogação direta das pessoas cujo comportamento se deseja conhecer. É o processo de captação das informações de um determinado grupo de pessoas a fim de responder o problema de pesquisa. Através da análise dos dados coletados, a pesquisa de levantamento proporciona aos pesquisadores um conhecimento direto da realidade. A instrumentação de coleta de dados em uma pesquisa é fator importante para a solução do problema que será pesquisado. A seleção dos instrumentos tem relação direta, e deve ser adequado ao problema em estudo (MARCONI; LAKATOS, 2003). Com o intuito de analisar a trajetória profissional dos egressos do curso de Administração e de verificar a ocorrência de melhorias em suas oportunidades socioeconômicas, foi utilizado um questionário como instrumento de coleta de dados, sendo este elaborado pelos pesquisadores. Marconi e Lakatos (2003) definem o questionário como um instrumento formado por várias perguntas que devem ser respondidas por escrito, e depois de preenchido, devolvido ao pesquisador. Segundo Silva e Silveira (2008), o questionário é formado pelo conjunto de questões elaboradas de forma sequencial, sistemática e dispostas em itens. As perguntas devem ser objetivas, claras e não dar margem de dupla interpretação. Oliveira (2002) apresenta o questionário como instrumento de apoio ao pesquisador, deve reunir as informações necessárias, possuir linguagem adequada, transmitir experiência e conhecimento. O questionário, após concluído, precisa ser testado antes de aplicado. O objetivo deste teste é verificar se existem falhas em sua formulação que impossibilitem ou dificultem a interpretação do respondente. Caso haja falhas, o questionário deve ser reformulado para que não haja dúvidas quanto ao seu preenchimento (MARKONI; LAKATOS, 2003).

29 28 De acordo com Silva e Silveira (2008, p. 184), o pré-teste deve ser feito com cerca de 10% do total da amostra escolhida para a pesquisa. Antes de iniciar a aplicação dos questionários para os egressos, foi realizado o pré-teste para verificar se o instrumento atenderia aos objetivos propostos pela pesquisa. Os resultados obtidos com o pré-teste foram positivos e as adaptações necessárias foram realizadas. Assim, os pesquisadores deram início à aplicação do questionário no dia 28 de setembro de A população desta pesquisa foi composta por 84 egressos. Os contatos para envio dos questionários foram obtidos por meio dos professores, colegas e também por meio da secretaria da instituição. Os questionários foram enviados a todos os respondentes de acordo com a acessibilidade dos pesquisadores, atingindo-se 100% da população. Foram aplicados de duas formas: impressos, entregues pelos pesquisadores e remetidos por , com o auxílio da professora orientadora. No primeiro momento, os questionários foram entregues impressos e por e- mail, sendo que os impressos foram entregues para os egressos selecionados de acordo com a acessibilidade dos pesquisadores, e por , enviados aos demais egressos. Observando-se pouca adesão dos respondentes, foram enviados novos e- mails após 15 dias do primeiro envio e foram impressos questionários e entregues com o auxílio de colegas da turma. Também foram feitos contatos telefônicos com o intuito de obter maior número de respostas possível. O QUADRO 03 demonstra a quantidade de questionários entregues impressos e a quantidade de questionários que foram enviados por FORMAS DE APLICAÇÃO QUANTIDADE PERCENTUAL Questionários aplicados impressos 30 35,7% Questionários aplicados por ,3% Total ,0% Quadro 03 Aplicação do instrumento de coleta de dados. Fonte: Elaborado pelos autores O prazo estabelecido pelos pesquisadores para retorno dos questionários foi 01 de novembro de 2011 para iniciar a análise e discussão dos dados. O resultado da distribuição dos 84 questionários foi: 25 questionários não retornaram aos pesquisadores e 59 questionários foram devidamente respondidos e devolvidos, representando 70,2% de retorno, número suficiente para a realização pesquisa.

30 29 Assim, a amostra desta pesquisa constituiu-se de 59 egressos. Após a coleta dos dados, os resultados obtidos foram discutidos e analisados, utilizando-se o programa Excel como ferramenta de suporte para tabulação dos dados e elaboração dos gráficos e tabelas.

31 30 4 ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS DADOS A seguir serão apresentadas todas as informações coletadas na presente pesquisa, relativas ao perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES. Os objetivos desta pesquisa foram analisar a trajetória profissional dos egressos do curso de Administração das turmas de 2007 a 2010, conhecer as áreas de atuação destes profissionais no mercado de trabalho, verificar a ocorrência de melhorias das oportunidades socioeconômicas na vida dos egressos e analisar se a instituição tem cumprido seu papel conforme apresenta em sua estrutura (Plano de Desenvolvimento Institucional PDI e Projeto Pedagógico do Curso PPC). Observa-se que o questionário aplicado aos egressos foi elaborado em conformidade com os indicadores sociais utilizados para realizações de pesquisas do IBGE relacionadas aos fatores socioeconômicos. Durante o preenchimento do questionário, o egresso pôde, em determinadas questões, optar por mais de uma alternativa. Sendo assim, justifica-se o motivo de algumas respostas apresentarem um total superior a 100%. Em relação ao perfil dos egressos, verificou-se primeiramente que 42% são do sexo masculino e 58% do sexo feminino. Observa-se com GRAF. 01 que a maioria dos egressos encontra-se na faixa etária de 18 a 30 anos. GRÁFICO 01 Faixa etária dos egressos Fonte: Dados coletados na pesquisa Entende-se por meio dos resultados apresentados, que a região onde a

32 31 instituição está inserida atualmente conta com uma geração de profissionais novos, mais atualizados e dinâmicos, trazendo novas perspectivas às organizações. Com relação ao estado civil, 52% dos egressos são solteiros, 46% são casados e 2% mantêm relacionamento em união estável. O GRAF. 02 demonstra os municípios de residência dos egressos. GRÁFICO 02 Município de residência dos egressos Fonte: Dados coletados na pesquisa Percebe-se que a maioria dos egressos reside atualmente em Iúna ES, representando 31% dos respondentes. Nota-se também que 8% dos egressos que se formaram na Doctum Iúna se mudaram para: Mutum MG, Serra ES, Venda Nova ES e Cachoeiro ES, com 2% respectivamente em cada município, mas que 61% dos egressos residem em cidades vizinhas, demonstrando a importância da instituição não só para o município de Iúna ES, mas para toda a região onde atua. Em relação ao número de filhos, verificou-se que 64% dos egressos responderam não ter filhos e 36% responderam ter filhos, sendo a média de 1 a 2 filhos para cada um. Questionou-se aos egressos em relação à participação na vida econômica da família, a TAB. 01 apresenta os resultados obtidos. TABELA 01 Participação na vida econômica da família Descrição % Não é responsável pelo sustento próprio 12% É responsável pelo sustento próprio e de toda a família 15% É responsável pelo sustento próprio e não contribui para o sustento da família 10% É responsável pelo sustento próprio e contribui parcialmente para o sustento da família 55% É responsável pelo sustento próprio e recebe ajuda financeira da família ou de outras pessoas 8% Fonte: Dados coletados na pesquisa.

33 32 Através da TAB. 01, nota-se que 55% dos egressos são responsáveis pelo sustento próprio e também contribuem para o sustento da família. De modo geral, 88% dos respondentes são responsáveis pelo sustento próprio, independente de colaborarem ou de receberem ajuda financeira da família, e apenas 12% dos egressos não são responsáveis pelo sustento próprio. Com o objetivo de se realizar uma análise econômico-financeira dos egressos, perguntou-se em que nível classificavam sua renda mensal antes de iniciar a graduação em Administração. O GRAF. 03 demonstra que 49% dos egressos possuíam renda inferior a R$ 500,00 por mês. A renda máxima neste período variava entre R$ 5.001,00 a R$ 7.000,00, e acima de R$ 7.001,00, representando 2% cada. GRÁFICO 03 Renda mensal antes de iniciar o curso de Administração Fonte: Dados coletados na pesquisa. A fim de se fazer um comparativo, perguntou-se aos egressos em que nível classificavam a renda mensal após a formação no curso de Administração. Ressalta-se que antes da graduação praticamente metade dos respondentes tinham renda financeira mínima, não ultrapassando R$ 500,00 mensais (49%). Percebe-se com o GRAF. 04 que o percentual de egressos com renda inferior a R$ 500,00 teve uma redução de 89,8% em relação ao GRAF. 03, representando atualmente, apenas 5% dos respondentes. O maior percentual após a formação está entre R$ 501,00 e R$ 1.500,00, com 42%. Após a formação, 2% dos egressos afirmaram não possuir renda, entende-se por este fato que os 2% sem renda não possuem atividade remunerada. Abaixo são demonstrados os demais percentuais de acordo com os resultados do GRAF. 04.

34 33 GRÁFICO 04 Renda mensal após o término do curso de Administração Fonte: Dados coletados na pesquisa Para Megginson, Mosley e Pietri Jr. (1998), uma carreira administrativa pode ser muito promissora. Os cargos administrativos dão aos profissionais status e prestígio, são ocupações importantes que fogem das atividades rotineiras. Geralmente, possuem bons salários e benefícios, além de oferecer satisfação social e contato com diversas pessoas. Os resultados do comparativo entre a renda mensal dos egressos antes e após a formação no curso de Administração confirmam o que os autores afirmam sobre a profissão. Com o intuito de verificar as principais mudanças relativas à formação de nível superior na vida dos egressos, buscou-se realizar um comparativo com aspectos relacionados com a vida profissional, social e econômica dos respondentes, considerando o período anterior e posterior à sua formação. Observa-se, como demonstrado na TAB. 02, que em todos os aspectos relacionados houve aumento no percentual, sendo um índice importante para avaliação de melhoria na vida dos egressos. A primeira coluna demonstra os percentuais apontados pelos egressos como fatores ou atividades relacionadas às suas vidas, sendo considerado o período anterior à formação acadêmica. Na segunda coluna, são apresentados os percentuais relativos aos mesmos aspectos, porém demonstrando as mudanças ocorridas após a graduação. Por meio da terceira coluna, foi demonstrada a variação percentual das duas primeiras, considerando as mudanças ocorridas na vida dos egressos. Percebe-se que em todos os fatores houve variação positiva, ressaltando a importância da

35 34 instituição para o desenvolvimento pessoal, profissional, social e econômico dos mesmos. TABELA 02 Comparativo das mudanças ocorridas na vida dos egressos relativas à formação de nível superior Antes da Após a Variação Nº Descrições formação formação % 1 Prática de esportes ou atividades físicas em academias 51% 64% 27% 2 Freqüência em lanchonetes, pizzarias, etc. 88% 93% 6% 3 Carteira de habilitação de trânsito 68% 85% 25% 4 Associação em clubes 37% 46% 23% 5 Plano de saúde 31% 53% 72% 6 Médico particular 61% 69% 14% 7 Escola particular para os filhos 12% 19% 57% 8 Aquisição de casa própria 31% 46% 50% 9 Reformas para melhoria de sua casa 20% 37% 83% 10 Aquisições ou trocas de automóveis ou motocicletas 34% 61% 80% 11 Antenas parabólicas ou TV por assinatura 54% 71% 31% 12 Computador ou notebook em sua residência 63% 92% 46% 13 Acesso à internet em sua residência 56% 92% 64% 14 Cursos de línguas estrangeiras (inglês, espanhol, outros) 7% 20% 200% 15 Ingresso no mercado de trabalho 75% 90% 20% 16 Surgimento de novas oportunidades de trabalho 20% 69% 242% 17 Mudança de cargo ou emprego 24% 71% 200% 18 Crescimento ou promoção na carreira profissional 17% 66% 290% 19 Empreendimento de seu próprio negócio 8% 32% 280% 20 Passeios e viagens de fim de ano, a lazer ou de férias 71% 80% 12% 21 Mudanças relacionadas ao seu estilo de vestuário 47% 71% 50% Fonte: Dados coletados na pesquisa Como principal variação destaca-se o crescimento ou promoção na carreira profissional, com aumento de 290%. Observa-se que houveram outras variações significativas, todas superiores a 100%, como: empreendimento de negócio próprio (280%), surgimento de novas oportunidades de trabalho (242%), cursos de línguas estrangeiras (200%) e mudança de cargo ou emprego (200%). Perguntou-se aos egressos qual era a formação acadêmica antes da graduação em Administração. Os resultados da pesquisa estão demonstrados no GRAF. 05.

36 35 GRÁFICO 05 Formação escolar antes do título de Bacharel em Administração Fonte: Dados coletados na pesquisa A maioria dos egressos (65%) havia concluído apenas o ensino médio e apenas 4% possuíam ensino superior (Ciências Contábeis e Pedagogia), entende-se por tanto, que a maioria dos respondentes teve como primeiro curso de graduação, a Administração. Os cursos técnicos somaram 24%, sendo que 19% eram Técnico Contábil e 5% Técnico em Administração. O GRAF. 06 demonstra a quantidade de egressos respondentes formados no decorrer dos quatro anos contemplados na pesquisa. Em comparação com a primeira e com a última turma, observa-se um aumento equivalente a 164,3% em relação ao número de egressos, sendo que 14% dos respondentes formaram-se no ano de 2007, e 37% no ano de GRÁFICO 06 Ano de formação dos egressos respondentes Fonte: Dados coletados na pesquisa Questionou-se aos respondentes se estavam frequentando ou se haviam concluído outro curso de graduação após o curso de Administração, 15% responderam positivamente e 85% não frequentaram outro curso. Os cursos de

37 36 graduação frequentados pelos 15% dos egressos estão apresentados no GRAF. 07. GRÁFICO 07 Cursos de graduação frequentados pelos egressos após o curso de Administração Fonte: Dados coletados na pesquisa Observa-se que após o curso de Administração, 6% dos respondentes concluíram o curso de Ciências Contábeis, sendo esta profissão considerada como uma importante área relacionada à Administração. Além do curso de graduação, buscou-se verificar também se os egressos concluíram ou estavam frequentando algum curso de pós-graduação para se especializarem e aprimorarem suas habilidades profissionais. Do total de respondentes, 19% afirmaram ter frequentado algum curso de pós-graduação e 81% não frequentaram. Os cursos de pós-graduação frequentados pelos egressos estão discriminados do GRAF. 08. GRÁFICO 08 Cursos de pós-graduação frequentados pelos egressos após o curso de Administração Fonte: Dados coletados na pesquisa De acordo com Drucker (2002a), o administrador precisa aperfeiçoar-se, acompanhando o desenvolvimento da organização e da sociedade, uma vez que é

38 37 considerado recurso fundamental de uma empresa. Devem manter-se atentos e mentalmente ativos, procurando adquirir competências e habilidades que precisarão no futuro. Ainda que represente uma parcela menor, observa-se interesse por parte dos egressos em estarem aprimorando seus conhecimentos e se especializando para o mercado de trabalho. As principais áreas de interesse em especialização foram as de Gestão de Políticas Públicas (7%) e Controladoria e Finanças (5%). Voese (2007) relata que a formação de nível superior provoca no indivíduo diversas transformações. A influência do corpo docente, as novas experiências e a diversidade cultural vividas nesta etapa afetam significativamente o seu estado psicológico. Com base na citação de Voese (2007), buscou-se identificar, na percepção dos egressos, qual a contribuição dos professores do ensino superior em suas vidas, não considerando somente a formação acadêmica, mas seu desenvolvimento pessoal, profissional e social como um todo. Foram apontadas algumas competências, onde os egressos pontuaram de acordo com sua visão, se essas capacidades foram ou não trabalhadas e desenvolvidas no decorrer do curso. Observa-se com a TAB. 03 que as competências relacionadas tiveram altos índices de desenvolvimento, o que indica a formação de profissionais mais adequados ao mercado, com conhecimentos e habilidades mais desenvolvidas e não somente voltadas à área técnica. Além disso, demonstra como cita o autor, o quanto os professores do ensino superior contribuem para o desenvolvimento dos egressos. TABELA 03 Desenvolvimento de capacidades profissionais dos egressos considerando a contribuição dos professores do Ensino Superior Não Desenvolveu Desenvolveu Nº Capacidades Profissionais desenvolveu um pouco muito 1 Comunicação 2% 41% 57% 2 Conhecimentos de áreas interligadas à Administração (Contabilidade, Economia, etc.) 0% 32% 68% 3 Conhecimento da Teoria da Administração 0% 31% 69% 4 Consciência de seu papel na sociedade 2% 34% 64% 5 Criatividade 8% 56% 36% 6 Enriquecimento Cultural 5% 41% 54% 7 Gestão de Pessoas 0% 41% 59% 8 Iniciativa 2% 41% 57% (Continua)

39 38 (Conclusão) 9 Liderança 7% 44% 49% 10 Organização 2% 34% 64% 11 Pensamento Crítico 0% 39% 61% 12 Pesquisa 5% 51% 44% 13 Planejamento Estratégico 2% 42% 56% 14 Raciocínio Lógico 3% 56% 41% 15 Realização de Análises 5% 54% 41% 16 Relacionamento Interpessoal 2% 39% 59% 17 Resolução de Problemas e Conflitos 2% 54% 44% 18 Tomada de Decisões 0% 37% 63% 19 Trabalho em Equipe 0% 29% 71% Fonte: Dados coletados na pesquisa Weiblen (2004) afirma que no decorrer do século passado, algumas ferramentas de gestão surgiram tornando-se manias mundiais, mas elas desapareceram. O contrário ocorreu com a Administração, considerada uma importante ciência, gerou valores imprescindíveis, como a ética, o trabalho em equipe, a tomada de decisões e o planejamento estratégico. Outros novos valores também surgiram como a responsabilidade social e ambiental, tornando-se valores cada vez mais relevantes no perfil do administrador nesse início do século XXI. Nota-se que as principais habilidades profissionais citadas por Weiblen (2004) foram apontadas pelos egressos como muito desenvolvidas: trabalho em equipe (71%), tomada de decisões (63%) e planejamento estratégico (56%). As competências apontadas como não desenvolvidas não ultrapassam a ordem de 8%, e as competências avaliadas como desenvolvidas parcialmente variam entre 29% e 56%. Todas as opções avaliadas como muito desenvolvidas excedem 41%, com exceção da criatividade (36%). De modo geral, observa-se que houve desenvolvimento das competências e habilidades profissionais dos egressos, não só decorrente do curso superior, mas também da troca de experiências com os professores, como cita Voese (2007). Para verificar o número de egressos que estão inseridos no mercado de trabalho, buscou-se identificar quais exerciam atividade remunerada atualmente. Do total de respondentes, apenas 2% não exercem atividade remunerada, e mesmo sendo questionado o motivo, não foi informado. Em relação às áreas de atuação dos egressos no mercado de trabalho,

40 39 verificou-se que 80% dos egressos exercem atividades administrativas e que 18% não exercem. O GRAF. 09 demonstra as áreas administrativas em que os egressos atuam. GRÁFICO 09 Áreas de atuação dos egressos do curso de Administração (Áreas Administrativas) Fonte: Dados coletados na pesquisa Chiavenato (2000a) afirma que o administrador é uma figura indispensável em todos os tipos de organizações, independente da posição gerencial que ele ocupa. Percebe-se por meio do GRAF. 09 que as áreas de atuação dos profissionais de administração são bem diversificadas, vão desde Auxiliar Administrativo (40%), Administradores de Empresas (39%), a Gestor de Recursos Humanos, Secretária e Agente de Negócios, com 2% cada. Apenas 2% dos egressos que trabalham na área administrativa não indicaram a atividade. Em relação aos 18% dos egressos que não exercem atividades administrativas, tem-se as seguintes atividades apontadas: TABELA 04 Áreas de atuação dos egressos do curso de Administração (Áreas Não Administrativas) Descrição % Auxiliar de Escritório de Contabilidade 19% Vendedor 18% Atendente 9% Corretor de Seguros 9% Instrutor de Trânsito 9% Produtor Rural 9% Professor de Informática 9% Servidor Público Militar Estadual 9% Técnico Agrícola 9% Fonte: Dados coletados na pesquisa

41 40 Para Maximiano (2009), praticamente todas as pessoas, independentemente da posição ou cargo que ocupam, desempenham tarefas de administração. Assim, as pessoas que administram qualquer conjunto de recursos são administradores. Megginson, Mosley e Pietri Jr. (1998) citam a administração como ferramenta necessária a todos os tipos de atividades organizadas. A administração é universal e tende a ser aplicada em todos os tipos de organização. Apesar de 18% dos egressos responderem que não exercem atividades administrativas, entende-se por meio das citações dos autores que mesmo indiretamente, suas atividades estão relacionadas à Administração, principalmente nos trabalhos desenvolvidos no cotidiano, que envolvem organização, controle e planejamento das tarefas. Observa-se que a contribuição da faculdade no desenvolvimento profissional e socioeconômico é significativo, uma vez que os conhecimentos e experiências adquiridos na graduação podem ser aplicados em outras atividades, até mesmo na vida pessoal dos egressos. O GRAF. 10 apresenta há quanto tempo os egressos exercem as atividades citadas no GRAF. 09 e na TAB. 04. Entende-se que os profissionais já possuem estabilidade no mercado de trabalho, uma vez que a maioria dos respondentes (65%) exerce suas atividades entre 01 e 05 anos. Observa-se que 16% dos egressos atuam no mercado há menos de 01 ano e apenas 9% atuam há mais de 11 anos. GRÁFICO 10 Tempo de atuação na atual atividade exercida Fonte: Dados coletados na pesquisa Ao perguntar os egressos sobre o interesse em atuar em alguma área específica de Administração, 56% responderam que tem interesse e 44% responderam que não.

42 41 Na TAB. 05 são demonstradas as áreas administrativas de interesse de atuação apontadas pelos egressos. TABELA 05 Áreas administrativas de interesse de atuação dos egressos do curso de Administração Descrição % Administração Pública 25% Administrador de Empresas 18% Recursos Humanos 15% Auxiliar Administrativo 12% Economia 9% Consultoria em Gestão Empresarial 6% Empreendimento de Negócio Próprio 3% Finanças 3% Logística 3% Marketing 3% Não indicaram opção 3% Fonte: Dados coletados na pesquisa O momento vivido pela profissão no Brasil não deve estar voltado somente à preparação de profissionais para empresas privadas. É necessário defender a formação de um profissional capaz de atuar em diversas formas organizacionais, como associações de bairros, cooperativas, pequenas empresas e demais formas de organização (CFA, 2011a). Observa-se com a TAB. 05 que as principais áreas almejadas pelos egressos são: Administração Pública, com 25% e Administração de Empresas, com 18%. As áreas menos almejadas pelos egressos são: Empreendimento de Negócio Próprio, Finanças, Logística e Marketing, com 3% cada. Apesar de manifestarem o desejo em atuar em alguma área específica da administração, 3% dos respondentes não indicaram a área pretendida. Em acordo com o CFA (2011a), a pesquisa mostra que os egressos almejam atuar em áreas diversificadas, demonstrando que os profissionais estão bem preparados para atuarem no amplo mercado de trabalho que a administração possibilita. Perguntou-se aos respondentes se participam de conselhos ou sindicatos, com o intuito de verificar se os profissionais da Administração possuem registro no órgão da classe. Verificou-se através da pesquisa que 75% não possuem registro e que 25% dos respondentes participam do Conselho Regional de Administração CRA.

43 42 Apesar da importância do registro no CRA, entende-se que o alto número de egressos que não possuem registro (75%) justifica-se pelo falo de o registro profissional não ser requisito para contratação, como no caso de profissionais Contábeis, Engenheiros, Advogados, dentre outros. Indagou-se aos egressos como eles se avaliavam profissionalmente em relação às exigências do mercado de trabalho. De acordo com o GRAF. 11, nota-se que 63% dos respondentes consideram-se profissionais que ainda se preparam e 31% consideram-se profissionais bem preparados. Com a mesma porcentagem, tem-se os profissionais que se consideram muito bem preparados e os que se consideram profissionais poucos preparados, com 3% cada. GRÁFICO 11 Classificação do egresso em relação ao nível de preparação para o mercado de trabalho Fonte: Dados coletados na pesquisa Com os resultados apresentados, percebe-se que a maioria dos egressos (63%) ainda se prepara profissionalmente para o mercado de trabalho. Fazendo-se um comparativo, observa-se como apresentado anteriormente que 15% dos participantes da pesquisa realizaram outros cursos de graduação e 19% de pósgraduação, ambos com objetivo de aprimorarem os conhecimentos e se especializarem profissionalmente. Questionou-se aos egressos quais eram as expectativas com relação à qualidade de vida e carreira profissional ao iniciarem a graduação no curso de Administração. Para obtenção de respostas mais francas, oportunizou-se um espaço para que os respondentes pudessem descrever suas expectativas. Do total de participantes da pesquisa, 17% não responderam ao questionamento. A TAB. 06 apresenta as expectativas dos 83% que responderam.

44 43 TABELA 06 Expectativas dos egressos ao iniciar a graduação no curso de Administração Descrição % Aprimorar os conhecimentos profissionais e as relações pessoais 41% Crescimento e reconhecimento profissional 41% Novas oportunidades profissionais 20% Melhoria da condição financeira 20% Melhoria da qualidade de vida 20% Melhor posicionamento no mercado de trabalho 16% Maior estabilidade profissional 8% Possuir uma formação acadêmica 6% Fonte: Dados coletados na pesquisa De acordo com Voese (2007), a instituição de ensino superior permite que o indivíduo busque qualificação e preparo para o mercado de trabalho. Com a formação acadêmica, poderá agregar novas informações e conhecimentos a seu perfil. Observa-se por meio dos resultados da TAB. 06, que a principal expectativa dos egressos era aprimorar os conhecimentos profissionais e as relações pessoais, representando 41% dos respondentes, confirmando o que cita Voese (2007). Também com 41%, foi apontado como expectativa o crescimento e reconhecimento profissional. Nota-se que mesmo com percentuais menores, todas as expectativas citadas na pesquisa são de suma importância para o desenvolvimento dos egressos. Perguntou-se aos egressos o motivo pelo qual fizeram a opção pelo curso de Administração. Destacou-se como ponto positivo o fato da instituição ter uma localização de fácil acesso, representando 58% das respostas. Apenas 2% dos respondentes alegaram ter escolhido o curso para aprofundar os conhecimentos e também 2% para ter acesso a concursos públicos. O GRAF. 12 apresenta os demais motivos de opção dos egressos pelo curso de Administração na Faculdade Doctum Iúna.

45 44 GRÁFICO 12 Motivo da opção pelo curso de Administração Fonte: Dados coletados na pesquisa Pela interiorização do ensino, o município de Iúna ES e outros municípios circunvizinhos são beneficiados com a atuação da faculdade (DOCTUM, 2007). Desta forma, percebe-se que a instituição possibilita uma redução dos gastos e distâncias, condicionando melhores oportunidades àqueles que desejam concluir um curso superior. Quando perguntado aos respondentes se teriam concluído o curso de Administração se não fosse pela Faculdade Doctum em Iúna, 25% responderam que não teriam concluído, ressaltando a importância da instituição na região. As demais respostas estão demonstradas no GRAF. 13. GRÁFICO 13 Importância da Faculdade Doctum Iúna para a região Fonte: Dados coletados na pesquisa Fazendo um comparativo com as respostas apresentadas no GRAF. 12, que trata do motivo da opção dos egressos pelo curso de Administração, ficou claro que 58% escolheram o curso na Faculdade Doctum Iúna pela localização de fácil

46 45 acesso. Através do GRAF. 13, comprova-se a importância da instituição na região, uma vez que 25% dos respondentes não teriam concluído o curso se não fosse a Faculdade Doctum em Iúna. Nota-se que a faculdade foi de fundamental importância na vida destas pessoas, pois como demonstrado nesta pesquisa, a graduação contribuiu não somente para a carreira profissional dos egressos, mas sim para seu crescimento pessoal e social. Observa-se também que 51% dos egressos continuariam a optar pelo curso de Administração mesmo que a graduação fosse feita em uma instituição de ensino cuja acessibilidade fosse menor. Desta forma, entende-se que a Administração é vista com excelentes oportunidades de mercado, sendo uma área de importante atuação e almejada pelos profissionais. A fim de se identificar em que nível a formação no ensino superior contribuiu para melhoria da condição de vida dos egressos, perguntou-se como eles classificavam essa contribuição. Na percepção de 37% dos respondentes, a formação contribuiu de forma significativa para melhoria de sua condição de vida, 53% responderam que contribuiu parcialmente, e apenas 10% afirmaram não ter contribuído. Para melhor verificar a forma como os egressos visualizam esta melhoria, foi oportunizado um espaço para que expressassem suas opiniões. Em comparativo com a TAB. 05 de que trata das expectativas de quando iniciaram o curso, percebese que as expectativas dos egressos foram alcançadas. Apesar de responderem que a formação no ensino superior contribuiu de alguma forma para melhoria de sua condição de vida, 20% dos respondente não indicaram de que forma perceberam essa contribuição. Como resultado da pesquisa, tem-se como principal melhoria apontada pelos egressos, o desenvolvimento de habilidades (raciocínio lógico, tomada de decisão, etc.), representando 28% dos respondentes. Com menores percentuais, a pesquisa apresenta o empreendimento de negócio próprio (4%) e a consciência de valores sociais e culturais (2%). Apesar de serem pontuados com percentuais menores, percebe-se que são aspectos importantes para o desenvolvimento dos mesmos. Abaixo, são demonstradas na TAB. 07 as melhorias indicadas pelos egressos:

47 46 TABELA 07 Percepção dos egressos de melhoria em sua condição de vida Descrição % Desenvolvimento de habilidades, como: Comunicação, Análise, Raciocínio Lógico, Atitude e Tomada de Decisão Melhor posicionamento e melhores oportunidades no mercado de trabalho 26% Melhoria da condição financeira 26% Conhecimentos e aptidões em áreas administrativas 21% Crescimento e reconhecimento profissional 21% Melhoria da qualidade de vida 13% Empreendimento de negócio próprio 4% Consciências dos valores sociais e culturais 2% Fonte: Dados coletados na pesquisa 28% Dentre os 10% dos egressos que responderam não ter observado nenhuma contribuição com a formação, um deles se justificou afirmando que até o momento não percebeu contribuições, devido ao fato da região não reconhecer o curso de Administração como deveria. Entende-se por meio deste argumento, que o motivo pelo qual não foi observada nenhuma contribuição por este egresso, não esteja plenamente relacionado com a formação ou com a instituição de ensino, mas também por falta de valorização da sociedade em relação a esta profissão. Complementando, Laran e Costa (2001) apresentam outro problema quando se discute o ensino de Administração no Brasil: a adequação do conhecimento à realidade local, pois muito da literatura utilizada como fonte de referência nos cursos de Administração no país são importadas e nem sempre vão estar adequadas ao ambiente econômico e cultural de onde se está inserido. Entende-se por meio destas citações, que tanto a literatura precisa se aperfeiçoar à realidade de cada região, como cada região precisa reconhecer a importância da Administração para as organizações e para a sociedade como um todo. Para identificar se a instituição atendeu as expectativas dos egressos em relação ao mercado de trabalho, foi apontado pelos respondentes o nível em que avaliam a contribuição da instituição neste aspecto. Observa-se que as respostas foram favoráveis, sendo que 85% afirmaram que a instituição atende as expectativas e 14% avaliaram como atende amplamente. Somente 2% das respostas foram desfavoráveis, dizendo que a instituição não atende as expectativas. Os resultados estão apresentados no GRAF. 14.

48 47 GRÁFICO 14 Nível em que a instituição atende as expectativas dos egressos diante do mercado de trabalho Fonte: Dados coletados na pesquisa Para 98% dos egressos, percebe-se que a instituição atendeu de forma satisfatória as expectativas que tinham no início do curso em relação ao mercado de trabalho. Por meio dos conhecimentos adquiridos e pelo desenvolvimento de habilidades e competências no decorrer do curso, muitos puderam ingressar no mercado ou até mesmo ter um melhor posicionamento devido às oportunidades de crescimento na carreira profissional. Com o intuito de verificar a satisfação dos egressos para com a Faculdade Doctum Iúna, perguntou-se aos respondentes se indicariam a instituição para outras pessoas, considerando a qualidade do ensino oferecido. Conforme apresentado no GRAF. 15 abaixo, 95% dos egressos indicariam a faculdade, e apenas 5% não indicariam. GRÁFICO 15 Egressos de Administração que indicariam a Faculdade Doctum Iúna para outras pessoas Fonte: Dados coletados na pesquisa Através dos resultados obtidos, observa-se a importância que a Faculdade

49 48 Doctum Iúna tem para toda a região, inserindo no mercado de trabalho, profissionais cada vez mais preparados e atualizados para desempenhar suas atividades. Por meio dos resultados apresentados nesta pesquisa é possível perceber a contribuição do curso superior de forma positiva para todos os respondentes. 4.1 DEPOIMENTOS DE EGRESSOS Após as respostas do questionário, oportunizou-se um espaço para que os egressos que desejassem se expressar em forma de depoimento, pudessem relatar o quanto a graduação no curso de Administração na Faculdade Doctum Iúna contribuiu para a melhoria de sua qualidade de vida, formação pessoal, profissional e socioeconômica. Nota-se com os depoimentos dos egressos que a instituição foi de grande importância na formação destas pessoas, contribuindo também para o desenvolvimento social e econômico do município e região. Abaixo, seguem os depoimentos dos egressos que desejaram se manifestar, deixando o seu depoimento. Eu não tive uma mudança de vida socioeconômica e nem profissional após a graduação, mas a minha qualidade de vida teve uma grande mudança, e a minha formação pessoal é outra, muito, mas muito melhor mesmo após o curso. Egresso de Administração Doctum Iúna Com a graduação em Administração, estou um passo a frente para o mercado de trabalho, possuo ensino superior. Além disso, me tornei uma pessoa crítica e mais interessada em oportunidades de crescimento pessoal e profissional. Egresso de Administração Doctum Iúna 2007.

50 49 O curso de graduação proporciona ao aluno outra visão da realidade do mundo em que vivemos e dos problemas sociais. É um amadurecimento gigantesco! Infelizmente isso não ocorre durante os anos anteriores que freqüentamos os bancos escolares, digo infelizmente porque a grande maioria dos estudantes que concluem o ensino médio não tem condições financeiras ou interesse (maturidade para avaliar a grande importância de uma graduação). Assim, se este pensamento crítico geralmente chega na graduação, pode-se concluir que estes alunos dificilmente terão acesso a este amadurecimento de modo amplo. Egresso de Administração Doctum Iúna O curso superior abre seus horizontes e seu relacionamento interpessoal se expande, sua capacidade de comunicação melhora significativamente, o mercado de trabalho se amplia, mas tudo isso acontece com dedicação e esforço. Egresso de Administração Doctum Iúna Quanto à questão de formação pessoal e profissional, o curso me abriu novas perspectivas que eu ainda não conhecia. Já a socioeconômica, ainda não vi os resultados que eu esperava. Cresci muito como ser humano e profissionalmente, mas não em relação a salário e empregabilidade. Egresso de Administração Doctum Iúna Primeiramente, optei pelo curso de administração por ser de fácil acesso e por necessidade de ter um curso superior. Mas hoje vejo que foi uma escolha certa, e atualmente, vejo os resultados. Por falta de tempo, ainda não me especializei, mas assim que possível, pretendo. Egresso de Administração Doctum Iúna A Faculdade Doctum Iúna para mim serviu como apoio, não importa se a faculdade é grande, reconhecida ou no caminho do crescimento. O que importa é o

51 50 tamanho do salto que darei com o apoio dado e isso só depende de cada um de nós. Egresso de Administração Doctum Iúna Após a formação no curso de Administração, ainda não mudou muita coisa em minha vida, mas espero oportunidades através do curso para que eu possa crescer profissionalmente e conquistar uma vida mais confortável e com qualidade. Egresso de Administração Doctum Iúna Logo após a graduação, o Banco Banestes insistiu para que eu continuasse a trabalhar na equipe, e o meu sonho era montar o meu próprio negócio, então resolvi me arriscar. Fiz uma pesquisa seguida do planejamento e abri um próprio negócio. Confesso que no começo não foi fácil, mas hoje já faz dois anos e graças a Deus e minha força de vontade, já estou ampliando minha loja, reformando, colocando móveis novos e o dobro de mercadoria que eu comecei. Consegui ter um bom capital de giro e também algumas reservas financeiras, conquistando assim, um bom fluxo de clientes e tendo um feedback esperado. Egresso de Administração Doctum Iúna Com a graduação, adquiri crescimento profissional e pessoal, agilidade na forma de pensar, visão mais clara e ampla do funcionamento das empresas. Sem dúvida, contribuiu ativamente em todas as áreas da minha vida. Egresso de Administração Doctum Iúna Estamos inseridos em um mercado onde é preciso inovar a cada dia, agradar clientes é uma opção para continuarmos nesse mercado, precisamos estar adaptando à melhoria. A satisfação dos nossos clientes hoje é resultado dos conhecimentos adquiridos através das pesquisas de mercado. Egresso de Administração Doctum Iúna 2009.

52 51 A Doctum, além de formar profissionais, forma pessoas, pois além de um ensino de qualidade, os professores agem como pais. Com o ensino de qualidade, ela nos proporcionou conhecimento para estarmos bem colocados no mercado. Egresso de Administração Doctum Iúna Hoje consigo pensar no futuro, me preocupar com o mercado profissionalizante, coisa que há pouco tempo atrás não faria. Egresso de Administração Doctum Iúna Quanto à qualidade de vida e formação pessoal, sinto-me mais realizada como pessoa. Quanto à vida profissional e socioeconômica, a formação acadêmica ainda não gerou transformações tão profundas, mas creio plenamente que a formação acadêmica é o melhor caminho para que essas transformações e melhorias ocorram. Egresso de Administração Doctum Iúna Após a graduação, tenho uma vida mais segura em relação ao meu dia-a-dia no sentido de boa formação e larga experiência no mercado em que atuo. Hoje sou uma pessoa melhor, sou mais comunicativo, tenho mais respeito aos profissionais que passam anos de sua vida lutando para se formarem em suas profissões e vejo o mundo com um olhar mais sustentável. Em relação ao lado profissional, agradeço muito aos meus queridos professores, que sempre estiveram presentes em nossas discussões e decisões do dia-a-dia que levávamos para a faculdade, dando assim conhecimento e experiência para que hoje nos tornássemos profissionais competentes e comprometidos com nossos negócios, clientes e com a sociedade em que vivemos. Egresso de Administração Doctum Iúna 2010.

53 52 Com o curso de Administração, melhorou a minha formação pessoal, pois me sinto mais seguro na administração da minha própria empresa. Egresso de Administração Doctum Iúna 2010.

54 53 5 CONSIDERAÇÕES FINAIS Esta pesquisa teve como objetivo identificar o perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, que findaram o curso no período de 2007 a Este objetivo foi alcançado, uma vez que a pesquisa descreveu as características profissionais e socioeconômicas dos egressos do curso. Por meio desta pesquisa, foi analisada a trajetória profissional dos egressos, sendo apresentado o perfil desde a formação anterior à graduação até o título de bacharel em Administração e suas especializações. Pode-se destacar como sendo os principais benefícios adquiridos com a formação acadêmica: melhoria da qualidade de vida, crescimento e reconhecimento profissional, melhoria da condição financeira, melhores oportunidades no mercado de trabalho e desenvolvimento de competências essenciais, como planejamento, comunicação, pensamento crítico e análises para tomada de decisões. Foram conhecidas as áreas de atuação do profissional de administração segundo a literatura, e apresentadas as áreas em que os egressos trabalham atualmente. As principais áreas de atuação destacadas na pesquisa são: administrador de empresas, auxiliar administrativo, gerente administrativo, gestor financeiro e gestor de recursos humanos. Destacou-se também a instituição Doctum Iúna como peça fundamental nesta formação por ter contribuído de forma significativa para o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida dos egressos. Da mesma forma, percebe-se a importância desta instituição para a região onde atua, uma vez que os profissionais por ela capacitados são introduzidos no meio social através do contexto profissional, cultural e econômico. Destarte, conclui-se que a instituição tem cumprido seu papel conforme apresenta em sua estrutura (Plano de Desenvolvimento Institucional PDI e Projeto Pedagógico do Curso PPC). A presente pesquisa é um importante fator de avaliação para a instituição. Por ter sido realizada com os egressos do curso de Administração das turmas de 2007 a 2010, deixa a oportunidade de se pesquisar o perfil da turma de formandos de 2011, mantendo assim, as informações atualizadas. Além disso, pode-se efetuar

55 54 comparativos com o perfil dos egressos do curso de Ciências Contábeis, a fim de se obter análises sobre os cursos gerenciais oferecidos pela instituição. O presente trabalho é também importante fator de planejamento, tanto para a instituição quanto para seus professores, uma vez que poderão utilizá-lo como base para rever metodologias aplicadas e até mesmo aprimorá-las, visando o melhor desempenho da instituição e dos profissionais por ela formados.

56 55 REFERÊNCIAS BONOMO, Élido; et.al., Consumo alimentar da população adulta segundo perfil socioeconômico e demográfico: Projeto Bambuí Disponível em: Acesso em: 26 ago BRAGA, Edner. Perspectivas da Administração e o Conhecimento Interdisciplinar Disponível em: Acesso em: 12 set BRASIL, Lei 4.769/65. Disponível em: Acesso em: 13 set CHIAVENATO, Idalberto. Administração: Teoria, Processo e Prática. 3. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2000a.. Introdução à Teoria Geral da Administração. 2. ed. rev. atual. Rio de Janeiro: Campus, 2000b.. Administração: Teoria, Processo e Prática. 3. ed. São Paulo: Makron Books, 2000c.. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7. ed. Rio de Janeiro: Campus, CONSELHO FERERAL DE ADMINISTRAÇÃO CFA. Pesquisa Nacional: Perfil, Formação, Atuação e Oportunidades de Trabalho do Administrador Disponível em: Acesso em: 13 set História da Profissão. 2011a. Disponível em: Acesso em: 09 set Campos de Atuação. 2011b. Disponível em: Acesso em: 15 nov

57 56 DOCTUM FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE IÚNA ES. Plano de Desenvolvimento Institucional PDI. Iúna, DOCTUM FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE IÚNA ES. Projeto Pedagógico de Curso PPC. Iúna, Histórico da Instituição Doctum. 2011a. Disponível em: Acesso em: 24 mar Histórico da Unidade Iúna ES. 2011b. Disponível em: Acesso em: 24 mar Curso de Administração. 2011c. Disponível em: Acesso em: 24 mar Unidades. 2011d. Disponível em: Acesso em: 09 nov DRUCKER, Peter Ferdinand. Introdução à Administração. 3. ed. São Paulo: Thomson Pioneira, Introdução à Administração. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002a.. Prática da Administração de Empresas. São Paulo: Thomson Pioneira, 2002b. FARIA, Caroline. Administração Científica Disponível em: Acesso em: 12 set FAVA, Rubens. Administração: ciência, técnica ou arte? Disponível em: Acesso em: 12 set

58 57 GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, GOMES, Lucinda Pimentel. História da Administração Disponível em: Acesso em: 12 set INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA IBGE. Indicadores Sócio-demográficos e de Saúde no Brasil Disponível em: m. Acesso em: 26 ago Indicadores Sociais Mínimos. 2010a. Disponível em: os/default_minimos.shtm. Acesso em: 26 ago Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira. 2010b. Disponível em: os/sinteseindicsociais2010/sis_2010.pdf. Acesso em: 26 ago INSTITUTO ETHOS DE EMPRESAS E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 Maiores Empresas do Brasil e Suas Ações Afirmativas Disponível em: Acesso em: 26 ago LARAN, J. A.; COSTA, F.C.X. O uso da avaliação do desempenho acadêmico de estudantes como instrumento de qualificação de cursos universitários. Revista de Administração da USP. São Paulo. v. 36. n. 4. out./dez LIRA JÚNIOR, Ronaldo; et. al. Indicadores socioeconômicos e desigualdades em Saúde Bucal no Brasil Disponível em: ce.org.br/2010/index.php?option=com_content&view=article&id=753: pesquisa-apresenta-indicadores-socioeconomicos-e-desigualdades-em-saude-bucalno-brasil&catid=37:cro-ce&itemid=50. Acesso em: 13 set LOURENÇO, Gilmar Mendes; ROMERO, Mário. Coleção Gestão Empresarial: Indicadores Econômicos Disponível em: Acesso em: 26 ago

59 58 MARCONI, Marina de Andrade. LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de Pesquisa. 5. ed. rev. e amp. São Paulo: Atlas, MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Introdução à Administração. São Paulo: Atlas, MEGGINSON, Leon C.; MOSLEY, Donald C.; PIETRI JR., Paul H. Administração: Conceitos e Aplicações. 4. ed. São Paulo: Harbra Ltda, MELO, Ângela Cristina de. O perfil do administrador na sociedade moderna, face ao grande desafio da gestão da informação Disponível em: Acesso em: 12 set MONTE, Ítalo José Alves do. et. al. O perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Ciências Contábeis das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, no período de 2007 a In: VIII SEGeT SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 2011, Resende-RJ: Anais... Resende-RJ: 19 a 22 out CD-ROM ou Disponível em: Acesso em: 09 nov MOTTA, Fernando C. Prestes. Teoria das Organizações: Evolução e Crítica. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Pioneira Thomson Learting, NASSRI, Maria Renata Giazzi; SILVA, André Silvestre da; YOSHIDA, André Tetsuhiro. Levantamento do Perfil Socioeconômico de Pacientes atendidos na Clínica Odontológica da Universidade de Mogi das Cruzes e do tratamento ao qual foram submetidos: Clínica Endodôntica Disponível em: Acesso em: 26 ago OLIVEIRA, Sílvio Luiz de. Tratado de Metodologia Científica. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, PIZZINATTO, Nádia Kassouf. Ensino de Administração e o Perfil do Administrador: Contexto Nacional e o Curso de Administração da UNIMEP

60 59 Disponível em: Acesso em: 12 set PRIMO, Cândida Caniçali; AMORIM, Maria Helena Costa; CASTRO, Denise Silveira de. Perfil Social e Obstétrico das Puérperas de uma Maternidade Disponível em: Acesso em: 26 ago RATTNER, Henrique. Indicadores Sociais e Planificação do Desenvolvimento. Revista Espaço Acadêmico Disponível em: Acesso em: 26 ago RIOS, Dermival Ribeiro. Mini dicionário escolar da língua portuguesa. São Paulo: DCL, RODRIGUES, Iram Jácome; MARTINS, Heloisa Helena T. de Souza. Perfil Socioeconômico de Jovens Metalúrgicos Disponível em: Acesso em: 26 ago SILVA, João Paulo Lyra da; COUTINHO, Evandro da S. F.; AMARANTE, Paulo Duarte. Perfil Demográfico e Socioeconômico da População de Internos dos Hospitais Psiquiátricos da Cidade do Rio de Janeiro Disponível em: Acesso em: 26 ago SILVA, José Maria da; SILVEIRA, Emerson Sena da. Apresentação de Trabalhos Acadêmicos: Normas e técnicas. 3. ed. Petrópolis: Vozes, TEIXEIRA, Elson A. Teoria Geral da Administração e Prática. Rio de Janeiro: FGV, VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. 9. ed. São Paulo: Atlas, VOESE, Simone Bernardes. Contabilidade por Atividades nos Processos da Gestão Acadêmica nas Instituições de Educação Superior Privadas. Revista Brasileira de Contabilidade. nº 168. nov./dez

61 60 WEIBLEN, Bruno. O perfil do administrador do século XXI Disponível em: Acesso em: 12 set WICK, C. W.; LEÓN, L. S. O Desafio do Aprendizado: Como fazer sua empresa estar sempre à frente do mercado. São Paulo: Nobel, 1999 apud LIMA, Solange Moreira Dias de. O perfil do administrador do presente, face às novas tecnologias da informação Disponível em: 0no%20presente.htm. Acesso em: 12 set

62 61 APÊNDICE A Questionário de Pesquisa INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA LTDA Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES Curso de Administração Este questionário é parte integrante de uma pesquisa para elaboração de um Trabalho de Conclusão de Curso das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, sob a orientação da Professora MSc. Fernanda Matos de Moura Almeida. A pesquisa tem como objetivo identificar o perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de Administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, que findaram o curso no período de 2007 a As informações aqui contidas serão utilizadas exclusivamente para fins de pesquisa. Não há necessidade de identificação por parte do respondente e todas as informações recebidas serão tratadas com confidencialidade. Contamos com a sua colaboração! PERFIL SOCIOECONÔMICO: 01 Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino 02 Faixa Etária: ( ) 18 a 30 ( ) 41 a 50 ( ) Acima de 61 ( ) 31 a 40 ( ) 51 a Estado civil: ( ) Solteiro ( ) Viúvo ( ) União Estável ( ) Casado ( ) Divorciado/separado ( ) Outra opção: 04 Você reside em: ( ) Iúna ES ( ) Ibatiba ES ( ) Ibitirama ES ( ) Lajinha MG ( ) Irupi ES ( ) Muniz Freire ES ( ) Outra opção: 05 Você tem filhos? ( ) Sim ( ) Não * Se sim, quantos? 06 Qual a sua participação na vida econômica de sua família? ( ) Não é responsável pelo sustento próprio. ( ) É responsável pelo sustento próprio e de toda a família. ( ) É responsável pelo sustento próprio e não contribui para o sustento da família.

63 62 ( ) É responsável pelo sustento próprio e contribui parcialmente para o sustento da família. ( ) É responsável pelo sustento próprio e recebe ajuda financeira da família ou de outras pessoas. ( ) Outra opção: 07 Em que nível você classifica sua renda mensal antes de iniciar o curso de Administração? ( ) Até R$ 500,00 ( ) De R$ 501,00 a R$ 1.500,00 ( ) De R$ 1.501,00 a R$ 3.000,00 ( ) De R$ 3.001,00 a R$ 5.000,00 ( ) De R$ 5.001,00 a R$ 7.000,00 ( ) Acima de R$ 7.001,00 08 Em que nível você classifica sua renda mensal após o término do curso de Administração? ( ) Até R$ 500,00 ( ) De R$ 501,00 a R$ 1.500,00 ( ) De R$ 1.501,00 a R$ 3.000,00 ( ) De R$ 3.001,00 a R$ 5.000,00 ( ) De R$ 5.001,00 a R$ 7.000,00 ( ) Acima de R$ 7.001,00 09 Nesta questão, assinale com um X as opções que você tinha acesso antes da formação acadêmica no curso de Administração ou que passou a ter acesso após a formação. Caso em algum item você tivesse acesso antes da formação, permanecendo da mesma forma após o curso, deverá assinalar ambas as alternativas. Nº Descrições 01 Prática de esportes ou atividades físicas em academias 02 Freqüência em lanchonetes, pizzarias, etc. 03 Carteira de habilitação de trânsito 04 Associação em clubes 05 Plano de saúde 06 Médico particular 07 Escola particular para os filhos 08 Aquisição de casa própria 09 Reformas para melhoria de sua casa 10 Aquisições ou trocas de automóveis ou motocicletas 11 Antenas parabólicas ou TV por assinatura 12 Computador ou notebook em sua residência 13 Acesso à internet em sua residência 14 Cursos de línguas estrangeiras (inglês, espanhol, outros) 15 Ingresso no mercado de trabalho 16 Surgimento de novas oportunidades de trabalho 17 Mudança de cargo ou emprego 18 Crescimento/promoção na carreira profissional 19 Empreendimento de seu próprio negócio Antes da formação Após a formação

64 63 20 Passeios e viagens de fim de ano, a lazer ou de férias 21 Mudanças relacionadas ao seu estilo de vestuário PERFIL PROFISSIONAL: 10 Qual a sua formação escolar antes do título de Bacharel em Administração? ( ) Ensino Médio/Científico ( ) Técnico Contábil ( ) Magistério ( ) Técnico em Administração ( ) Outro curso superior: ( ) Outra opção: 11 Em que ano concluiu sua formação no Ensino Superior? ( ) 2007 ( ) 2008 ( ) 2009 ( ) Você freqüenta ou concluiu outro curso de graduação após o curso de Administração? ( ) Sim ( ) Não * Se sim, indique qual: 13 Você freqüenta ou concluiu algum curso de pós-graduação após o curso de Administração? ( ) Sim ( ) Não * Se sim, indique qual: 14 Nesta questão, você irá assinalar com um X a alternativa mais adequada à sua realidade, considerando a contribuição dos professores do ensino superior para desenvolvimento de suas capacidades profissionais. Não poderá marcar mais de uma alternativa para a mesma pergunta. Nº Capacidades profissionais 01 Comunicação Conhecimento de áreas 02 interligadas à Administração (Contabilidade, Economia, etc.) 03 Conhecimento da teoria da Administração 04 Consciência de seu papel na sociedade 05 Criatividade 06 Enriquecimento cultural 07 Gestão de pessoas 08 Iniciativa 09 Liderança 10 Organização 11 Pensamento crítico 12 Pesquisa 13 Planejamento estratégico 14 Raciocínio lógico 15 Realização de análises 16 Relacionamento interpessoal Não desenvolveu Desenvolveu um pouco Desenvolveu muito

65 64 17 Resolução de problemas e conflitos 18 Tomada de decisões 19 Trabalho em equipe 15 Você exerce atividade remunerada? (Caso sua resposta seja NEGATIVA, não haverá necessidade de responder as questões 16 e 17). ( ) Sim ( ) Não * Se não exerce atividade remunerada, indique o motivo: 16 Se exerce atividades administrativas, qual a sua área de atuação? ( ) Administrador de empresas ( ) Gestor de Recursos Humanos ( ) Auxiliar Administrativo ( ) Gestor de Marketing e Comunicação ( ) Gestor Financeiro ( ) Outra opção: * Caso não exerça atividades administrativas, em que área trabalha atualmente? 17 - Há quanto tempo exerce tal atividade? ( ) Menos de 1 ano ( ) Entre 1 e 5 anos ( ) Entre 6 e 10 anos ( ) Acima de 11 anos 18 Você tem interesse em atuar em alguma área específica de Administração? (Independente se exerce alguma atividade remunerada atualmente). ( ) Sim ( ) Não * Se sim, qual? 19 Você participa de conselhos ou sindicatos dos profissionais de administração? ( ) Sim ( ) Não * Se sim, qual? 20 De acordo com toda a sua formação profissional, como você se observa em relação às exigências do mercado atual? ( ) Um profissional muito bem preparado ( ) Um profissional que ainda se prepara ( ) Um profissional bem preparado ( ) Um profissional pouco preparado INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR 21 Ao iniciar o curso de Administração, quais eram suas expectativas com a graduação, em relação à sua qualidade de vida e carreira profissional?

66 65 22 Por que você optou pelo Curso de Administração? Caso seja necessário, marque mais de uma alternativa. ( ) Por indicações de amigos ou de outros profissionais ( ) Por já atuar na área ( ) Por interesse ou afinidade com a profissão ( ) Por possuir um amplo mercado de trabalho ( ) Devido à localidade da instituição ser de fácil acesso ( ) Exigência por parte da empresa em que trabalha ou pretende trabalhar ( ) Outra opção: 23 Se não fosse pela Instituição Doctum em Iúna ES, você teria concluído o curso de Administração? ( ) Não teria concluído ( ) Teria concluído o curso em outra instituição ( ) Optaria por outro curso superior 24 A sua formação no Ensino Superior contribuiu para melhoria da sua condição de vida? ( ) Contribuiu parcialmente ( ) Não contribuiu ( ) Contribuiu significativamente * Se contribuiu, de que forma você percebe essa melhoria? 25 Em que nível a instituição onde se formou atende suas expectativas diante do mercado de trabalho? ( ) Não atende ( ) Atende ( ) Atende amplamente 26 Você indicaria a Faculdade Doctum Iúna ES para um amigo ou parente, acreditando na qualidade do ensino oferecido? ( ) Sim ( ) Não 27 Caso julgue necessário, faça um breve relato em forma de depoimento, abordando o modo que a graduação no curso de Administração na Faculdade Doctum Iúna ES contribuiu para melhoria de sua qualidade de vida, formação pessoal, profissional e socioeconômica. Agradecemos a atenção!

67 66 ANEXO A Lista de Formandos do Curso de Administração ANO 2007

68 ANO 2008/01 67

69 ANO 2008/02 68

70 ANO 2009/01 69

71 ANO 2009/02 70

72 ANO

O perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, no período de 2007 a 2010

O perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, no período de 2007 a 2010 O perfil profissional e socioeconômico dos egressos do curso de administração das Faculdades Unificadas Doctum de Iúna ES, no período de 2007 a 2010 Ítalo José Alves do Monte italojamonte@hotmail.com Doctum

Leia mais

O Perfil Profissional e Sócio-econômico dos Egressos do Curso de Ciências Con tábeis da Faculdade a, no Período de 2007 a 2009

O Perfil Profissional e Sócio-econômico dos Egressos do Curso de Ciências Con tábeis da Faculdade a, no Período de 2007 a 2009 O Perfil Profissional e Sócio-econômico dos Egressos do Curso de Ciências Con tábeis da Faculdade a, no Período de 2007 a 2009 Ítalo José Alves do Monte italojamonte@hotmail.com Doctum Iúna Johelma Teófilo

Leia mais

TÍTULO: PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS PROFISSIONAIS FORMANDOS DA ÁREA DE NEGÓCIOS DA FACIAP

TÍTULO: PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS PROFISSIONAIS FORMANDOS DA ÁREA DE NEGÓCIOS DA FACIAP Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS PROFISSIONAIS FORMANDOS DA ÁREA DE NEGÓCIOS DA FACIAP CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIREÇÃO ACADÊMICA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE SÃO LUIS MA 2009 DIRETORIA ACADÊMICA Diretor

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico O Coordenador Pedagógico é o profissional que, na Escola, possui o importante papel de desenvolver e articular ações pedagógicas que viabilizem

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO O Curso de Secretariado Executivo das Faculdades Integradas de Ciências Exatas Administrativas e Sociais da UPIS, reconhecido pelo MEC desde 1993, pela Portaria 905, de 24.06,1993,

Leia mais

AS PERSPECTIVAS DA PROFISSÃO CONTÁBIL PARA OS FORMANDOS EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO INSTITUTO DE ESTUDOS SUPERIORES DA AMAZÔNIA IESAM

AS PERSPECTIVAS DA PROFISSÃO CONTÁBIL PARA OS FORMANDOS EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO INSTITUTO DE ESTUDOS SUPERIORES DA AMAZÔNIA IESAM AS PERSPECTIVAS DA PROFISSÃO CONTÁBIL PARA OS FORMANDOS EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO INSTITUTO DE ESTUDOS SUPERIORES DA AMAZÔNIA IESAM Lidiane Nazaré da Silva Dias Instituto de Estudos Superiores da Amazônia

Leia mais

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS 0 UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS AS FUNÇÕES DA CONTROLADORIA E O PERFIL DO CONTROLLER NAS EMPRESAS INTEGRANTES DOS PRINCIPAIS

Leia mais

A ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO: A REALIDADE DAS EMPRESAS

A ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO: A REALIDADE DAS EMPRESAS A ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO: A REALIDADE DAS EMPRESAS Michelle Mike Nose 1, Daisy Aparecida do Nascimento Rebelatto 2 Universidade de São Paulo 1 Escola de Engenharia de São Carlos Av. Trabalhador

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL Alessandro Siqueira Tetznerl (1) : Engº. Civil - Pontifícia Universidade Católica de Campinas com pós-graduação em Gestão de Negócios

Leia mais

Pesquisa. Há 40 anos atrás nos encontrávamos discutindo mecanismos e. O setor privado de ensino sob um perspectiva de gênero.

Pesquisa. Há 40 anos atrás nos encontrávamos discutindo mecanismos e. O setor privado de ensino sob um perspectiva de gênero. Pesquisa O setor privado de ensino sob um perspectiva de gênero. Introdução Há 40 anos atrás nos encontrávamos discutindo mecanismos e políticas capazes de ampliar a inserção da mulher no mercado de trabalho.

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito CARIACICA-ES ABRIL DE 2011 FACULDADE ESPÍRITO SANTENSE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS Pesquisa direcionada a alunos egressos dos cursos

Leia mais

RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010

RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010 RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010 UBERLÂNDIA, MG JANEIRO, 2011 1 Este relatório aqui apresentado foi elaborado pela Comissão Própria de Avaliação da Faculdade

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Faculdade Figueiredo Costa 16/73

Faculdade Figueiredo Costa 16/73 16/73 CAPITULO IV GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL O Curso de Graduação em Administração deve ensejar como perfil desejado do formando, capacitação e aptidão para compreender as questões

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso

Projeto Pedagógico do Curso Projeto Pedagógico do Curso Fundamentação Diretrizes curriculares do MEC Diretrizes curriculares da SBC Carta de Princípios da UNICAP Projeto Pedagógico Institucional da UNICAP Diretrizes Curriculares

Leia mais

O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. Missão Capacitar Administradores, propiciando uma base técnico-científica que lhes permita um aprendizado hábil a absorver, processar e adequar informações

Leia mais

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES KOWALCZUK, Lidiane Mendes Ferreira - PUCPR lidianemendesf@gmail.com VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski - PUCPR alboni@alboni.com Eixo Temático: Formação de Professores

Leia mais

Prof. Daniel Bertoli Gonçalves UNISO - SOROCABA

Prof. Daniel Bertoli Gonçalves UNISO - SOROCABA Prof. Daniel Bertoli Gonçalves UNISO - SOROCABA Engenheiro Agrônomo CCA/UFSCar 1998 Mestre em Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente IE/UNICAMP 2001 Doutor em Engenharia de Produção PPGEP/UFSCar

Leia mais

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO BACHETI, Luciane Serrate Pacheco, FERNANDES, Márcia Alessandra de Souza, SILVA, Maria Izabel

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO MISSÃO DO CURSO Formar profissionais de elevado nível de consciência crítica, competência técnica empreendedora, engajamento

Leia mais

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS SALVADOR 2012 1 CONTEXTUALIZAÇÃO Em 1999, a UNIJORGE iniciou suas atividades na cidade de Salvador, com a denominação de Faculdades Diplomata. O contexto

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 2014 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

Desenvolvimento de Competências Múltiplas e a Formação Geral na Base da Educação Superior Universitária

Desenvolvimento de Competências Múltiplas e a Formação Geral na Base da Educação Superior Universitária Desenvolvimento de Competências Múltiplas e a Formação Geral na Base da Educação Superior Universitária Paulo Gabriel Soledade Nacif, Murilo Silva de Camargo Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Leia mais

2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO

2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO 2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO 2.1 IMPORTÂNCIA DA ADMINISTRAÇÃO Um ponto muito importante na administração é a sua fina relação com objetivos, decisões e recursos, como é ilustrado na Figura 2.1. Conforme

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego - PME

Pesquisa Mensal de Emprego - PME Pesquisa Mensal de Emprego - PME Dia Internacional da Mulher 08 de março de 2012 M U L H E R N O M E R C A D O D E T R A B A L H O: P E R G U N T A S E R E S P O S T A S A Pesquisa Mensal de Emprego PME,

Leia mais

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 RECURSOS HUMANOS EM UMA ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR COM PERSPECTIVA DE DESENVOLVIVENTO DO CLIMA ORGANIZACONAL: O CASO DO HOSPITAL WILSON ROSADO EM MOSSORÓ RN

Leia mais

MBA Gestão de Negócios e Pessoas

MBA Gestão de Negócios e Pessoas PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Nome do Curso MBA Gestão de Negócios e Pessoas Área de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas Nome do Coordenador do Curso e Breve Currículo: Prof.

Leia mais

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração Cursos de Administração: qualidade necessária XIV Fórum Internacional de Administração Rio de Janeiro, 18 de maio de 2015 ENSINAR, APRENDER, AVALIAR... TRAJETÓRIA DA AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO SUPERIOR CAPES avaliação

Leia mais

PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIJUÍ NO MERCADO DE TRABALHO 1

PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIJUÍ NO MERCADO DE TRABALHO 1 PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIJUÍ NO MERCADO DE TRABALHO 1 Ana Cláudia Bueno Grando 2, Eliana Ribas Maciel 3. 1 Trabalho de Conclusão de curso apresentado a banca

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ RELATÓRIO DO QUESTIONÁRIO APLICADO AO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO II SEMESTRE/2014 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA)

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Turismo

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Curso de Bacharelado em Odontologia RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: Discentes: Desempenho Docente e Projeto Pedagógico

Leia mais

TÍTULO: LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES DA EMPRESA COR BELLA- AURIFLAMA

TÍTULO: LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES DA EMPRESA COR BELLA- AURIFLAMA TÍTULO: LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES DA EMPRESA COR BELLA- AURIFLAMA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO QUADROS RESUMOS SÃO PAULO Total de profissionais: 453.665 Enfermeiros: 105.438 Auxiliares e Técnicos de Enfermagem: 348.227 QUADRO RESUMO PERFIL SÓCIO ECONOMICO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SÃO PAULO BLOCO

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT CIÊNCIAS CONTÁBEIS e ADMINISTRAÇÃO Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT maio/2014 APRESENTAÇÃO Em um ambiente onde a mudança é a única certeza e o número de informações geradas é desmedido,

Leia mais

PERFIL E HABILIDADES DOS EGRESSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS DE CURVELO

PERFIL E HABILIDADES DOS EGRESSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS DE CURVELO PERFIL E HABILIDADES DOS EGRESSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS DE CURVELO 2 PERFIL E HABILIDADES DOS EGRESSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS DE CURVELO 1 1- INTRODUÇÃO Alessandro

Leia mais

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ARQUITETURA E URBANISMO Graduar arquitetos e urbanistas com uma sólida formação humana, técnico-científica e profissional,

Leia mais

O PAPEL DA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL: um estudo de caso sobre o curso técnico em administração de cruzeiro

O PAPEL DA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL: um estudo de caso sobre o curso técnico em administração de cruzeiro O PAPEL DA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL: um estudo de caso sobre o curso técnico em administração de cruzeiro Geraldo José Lombardi de Souza, Paulo César Ribeiro Quintairos, Jorge

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO. Prof.: Daniela Pedroso Campos

FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO. Prof.: Daniela Pedroso Campos FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof.: Daniela Pedroso Campos Objetivo Geral: Compreender o que é Administração, o que os administradores fazem e quais os princípios, as técnicas e as ferramentas que direcionam

Leia mais

PERIFÉRICO OU ESTRATÉGICO, QUAL RH VOCÊ QUER SER? IESFAVI - 6/20012

PERIFÉRICO OU ESTRATÉGICO, QUAL RH VOCÊ QUER SER? IESFAVI - 6/20012 PERIFÉRICO OU ESTRATÉGICO, QUAL RH VOCÊ QUER SER? IESFAVI - 6/20012 NOSSA TRAJETÓRIA 1 ERA UMA VEZ...E O RH SURGIU! 2 - CENÁRIOS E ESTRATEGIA EMPRESARIAL 3 RH CUSTO / RH LUCRO 1- CENÁRIO E ESTRATEGIA EMPRESARIAL

Leia mais

PERFIL DO ADMINISTRADOR FORMADO NA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

PERFIL DO ADMINISTRADOR FORMADO NA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PERFIL DO ADMINISTRADOR FORMADO NA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Resumo ESTRELA, George Queiroga UNESP/FCLAR george.unir@gmail.com SILVA, Joyce Mary Adam de Paula e UNESP/FCLAR joyce@rc.unesp.br

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA.

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. Profa. Elizabeth Rodrigues Felix 1 I- INTRODUÇÃO Com dezoito anos de existência, o

Leia mais

A GESTÃO DE UM CURSO SUPERIOR: DESAFIOS OU FRUSTRAÇÕES?

A GESTÃO DE UM CURSO SUPERIOR: DESAFIOS OU FRUSTRAÇÕES? A GESTÃO DE UM CURSO SUPERIOR: DESAFIOS OU FRUSTRAÇÕES? BARREIROS, Marat Guedes Especialização em Gestão Estratégica de Recursos Humanos Coordenador de Curso, Professor Faculdade do Guarujá GODOY, Valdir

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Marketing e Vendas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Marketing e Vendas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão de Marketing e Vendas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

Tema: Práticas Inovadoras de formação: caminhos e propostas dos cursos de graduação em Engenharia da Produção

Tema: Práticas Inovadoras de formação: caminhos e propostas dos cursos de graduação em Engenharia da Produção Tema: Práticas Inovadoras de formação: caminhos e propostas dos cursos de graduação em Engenharia da Produção XX Encontro Nacional de Coordenadores de Curso de Engenharia da Produção (ABEPRO) Rio de Janeiro,

Leia mais

Gestão de Pessoas: Retrospectiva Histórica

Gestão de Pessoas: Retrospectiva Histórica Glaucia Falcone Fonseca O objetivo dessa aula é que você conheça as quatro grandes correntes existentes com relação ao tema gestão de pessoas. (Glaucia Falcone Fonseca) 1 Vimos na aula passada o que é

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Apêndice Regulamento do Projeto Empresarial REGULAMENTO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO O Projeto Empresarial constitui um momento de aquisição, construção e aprimoramento

Leia mais

Florianópolis, 2012. Expedito Michels. Mestrado Profissional em Administração Universitária (PPGAU/UFSC)

Florianópolis, 2012. Expedito Michels. Mestrado Profissional em Administração Universitária (PPGAU/UFSC) O PAPEL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO E A CONTRIBUIÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PARA A FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ADMINISTRAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO Florianópolis, 2012 Expedito Michels Mestrado Profissional

Leia mais

FACULDADE PASCHOAL DANTAS

FACULDADE PASCHOAL DANTAS FACULDADE PASCHOAL DANTAS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO ÊNFASE GESTÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO - SP NOVEMBRO DE 2008 ÍNDICE 1. Visão e Missão da FPD...3 2. ORGANIZAÇÃO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MISSÃO DO CURSO Formar profissionais de elevado nível de consciência crítica, competência técnica empreendedora, engajamento ético

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 06/08/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG Professores

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS I. Introdução Este Manual de Gestão de Cargos e Salários contempla todas as Áreas e Equipamentos da POIESIS e visa a orientar todos os níveis de gestão, quanto às

Leia mais

Plano de Trabalho 2013/2015

Plano de Trabalho 2013/2015 SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FUNDAP SEADE CEPAM CONVÊNIO SPDR USP FUNDAP SEADE CEPAM ANEXO I Plano de Trabalho 2013/2015 OUTUBRO DE 2013 I. JUSTIFICATIVAS

Leia mais

NÍVEL DE EMPREGO, ESCOLARIDADE E RENDA NO RAMO DE ATIVIDADES FINANCEIRAS, SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS, DE CAMPO MOURÃO-PR.

NÍVEL DE EMPREGO, ESCOLARIDADE E RENDA NO RAMO DE ATIVIDADES FINANCEIRAS, SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS, DE CAMPO MOURÃO-PR. NÍVEL DE EMPREGO, ESCOLARIDADE E RENDA NO RAMO DE ATIVIDADES FINANCEIRAS, SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS, DE CAMPO MOURÃO-PR Área: ECONOMIA LOPES, Janete Leige PEREIRA, Kelli Patrícia PONTILI, Rosangela

Leia mais

Palavras-chave: Transição acadêmico-profissional; formação em Psicologia; mercado de trabalho.

Palavras-chave: Transição acadêmico-profissional; formação em Psicologia; mercado de trabalho. 1 FORMAÇÃO, INSERÇÃO E ATUAÇÃO PROFISSIONAL NA PERSPECTIVA DOS EGRESSOS DE UM CURSO DE PSICOLOGIA. BOBATO, Sueli Terezinha, Mestre em Psicologia pela UFSC, Docente do Curso de Psicologia na Universidade

Leia mais

HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO

Leia mais

Design Manual do curso

Design Manual do curso Design Manual do curso Informações gerais INFORMAÇÕES GERAIS Nome: curso de Design, bacharelado Código do currículo: 2130 Nível: curso superior de graduação Início: o curso de Design com habilitação em

Leia mais

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA 2012.1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, fundada em 20 de dezembro de 1944, com o objetivo de ser um centro voltado

Leia mais

Escritório Modelo da Faculdade de Diadema

Escritório Modelo da Faculdade de Diadema Escritório Modelo da Faculdade de Diadema Profª. Vânia Amaro Gomes Coordenação de Curso DIADEMA, 2015 Introdução Atualmente há uma grande dificuldade dos alunos egressos das Faculdades em obter emprego

Leia mais

PED - PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA CIDADE DE SANTOS

PED - PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA CIDADE DE SANTOS PED - PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA CIDADE DE SANTOS MARÇO-2007 OBJETIVO Os principais objetivos desta pesquisa são: Conhecer e divulgar a situação do emprego e desemprego na cidade de Santos, de

Leia mais

2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - CPA Mantenedora: Fundação Presidente Antônio Carlos Mantida: Faculdade Presidente Antônio Carlos de Araguari

Leia mais

SCHOOL CHEF S: ESCOLA DE CULINÁRIA DE PRATOS TÍPICOS LTDA.

SCHOOL CHEF S: ESCOLA DE CULINÁRIA DE PRATOS TÍPICOS LTDA. 93 SCHOOL CHEF S: ESCOLA DE CULINÁRIA DE PRATOS TÍPICOS LTDA. ¹Camila Silveira, ¹Giseli Lima ¹Silvana Massoni ²Amilto Müller RESUMO O presente artigo tem como objetivo apresentar os estudos realizados

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

EDUFOR SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA FACULDADE EDUCACIONAL FORTALEZA EDUFOR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

EDUFOR SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA FACULDADE EDUCACIONAL FORTALEZA EDUFOR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO EDUFOR SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA FACULDADE EDUCACIONAL FORTALEZA EDUFOR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DO CENTRO DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO CEI 2013 1. APRESENTAÇÃO Ciente da necessidade

Leia mais

Gestão Estratégica de Recursos Humanos

Gestão Estratégica de Recursos Humanos Gestão Estratégica de Recursos Humanos Professor conteudista: Ricardo Shitsuka Sumário Gestão Estratégica de Recursos Humanos Unidade I 1 INTRODUÇÃO...1 1.1 Organizações...1 1.2 Modelos de organizações...4

Leia mais

TÍTULO: O SERVIÇO SOCIAL NA ÁREA PRIVADA E A ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS

TÍTULO: O SERVIÇO SOCIAL NA ÁREA PRIVADA E A ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS TÍTULO: O SERVIÇO SOCIAL NA ÁREA PRIVADA E A ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: SERVIÇO SOCIAL INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO PRETO

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E POBREZA: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE LAVRAS - MINAS GERAIS DIEGO CÉSAR TERRA DE ANDRADE 1 ; ELIAS RODRIGUES DE OLIVEIRA 2 ; MICHELLE FONSECA JACOME 3 ; CATARINA FURTADO DOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO FIC PRONATEC Canoas

Leia mais

O ENSINO DA ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL

O ENSINO DA ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL O ENSINO DA ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL Historicamente, o ensino da administração no Brasil passou por dois momentos marcados pelos currículos mínimos aprovados em 1966 e 1993, culminando com a apresentação

Leia mais

XIII ENCONTRO ANUAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL TEMA: INOVAÇÕES E INVESTIMENTOS NO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL

XIII ENCONTRO ANUAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL TEMA: INOVAÇÕES E INVESTIMENTOS NO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL XIII ENCONTRO ANUAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL TEMA: INOVAÇÕES E INVESTIMENTOS NO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL COMUNICAÇÃO SUBTEMA: QUESTÕES DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS A MATEMÁTICA

Leia mais

M B A P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M G E S T Ã O E M P R E S A R I A L

M B A P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M G E S T Ã O E M P R E S A R I A L depto. mkt. IBS FGV management CONVENIADA RESOLUÇÃO DO MEC Os cursos MBA Pós-Graduação Especialização da Fundação Getulio Vargas atendem aos requisitos da Resolução CNE / CES nº 01, de 08/06/07. Ascensão

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 1 FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO PIO XII CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 O currículo

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE COLABORADORES PQC ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE COLABORADORES PQC ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES Educação Superior no Brasil: cenários e tendências Conceitos e concepções de universidade; aspectos históricos da educação superior no Brasil; a reforma da educação superior

Leia mais

Elaboração: Comissão Própria de Avaliação CPA. Parâmetros: Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES

Elaboração: Comissão Própria de Avaliação CPA. Parâmetros: Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Faculdade de Sorocaba AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Elaboração: Comissão Própria de Avaliação CPA Parâmetros: Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Sorocaba Dezembro 2014 1 Faculdade

Leia mais

ONDE. Casa do Administrador

ONDE. Casa do Administrador Bem-Vindos! CRA RJ * Conselho Regional de Administração ONDE Casa do Administrador Um edifício de 7 andares, uma sede própria, para que os administradores tenham todo o pronto atendimento e estrutura

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Recursos Humanos 2011-1 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO LIDERANÇA AUTOCRÁTICA: O RELACIONAMENTO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 128/2014- COU/UNICENTRO. DISPOSITIVOS DO PROJETO PEDAGÓGICO APROVADO POR ESTA RESOLUÇÃO, ESTÃO ALTERADOS PELA RESOLUÇÃO Nº 26/2009-COU/UNICENTRO.

Leia mais

PROGRAMA SOCIAL COMO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE: Experiência da Unidade Móvel do SENAC PE

PROGRAMA SOCIAL COMO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE: Experiência da Unidade Móvel do SENAC PE PROGRAMA SOCIAL COMO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE: Experiência da Unidade Móvel do SENAC PE Autor(a): Ivalda Barbosa do Nascimento Mandú Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email:

Leia mais

FACULDADE DE SÃO MARCOS Credenciada pelo MEC (Portaria 1371de 23/11/2012)

FACULDADE DE SÃO MARCOS Credenciada pelo MEC (Portaria 1371de 23/11/2012) FACULDADE DE SÃO MARCOS Credenciada pelo MEC (Portaria 1371de 23/11/2012) MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2015 Este manual tem como objetivo orientar os candidatos do vestibular nas normas

Leia mais

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA NECESSÁRIA RELAÇÃO PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. Dayane

Leia mais

CONTABILIDADE SOCIAL: O BALANÇO SOCIAL EVIDENCIANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS ORGANIZAÇÕES.

CONTABILIDADE SOCIAL: O BALANÇO SOCIAL EVIDENCIANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS ORGANIZAÇÕES. Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 417 CONTABILIDADE SOCIAL: O BALANÇO SOCIAL EVIDENCIANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS ORGANIZAÇÕES. Alice da Silva

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA

ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA W.L.MOURA 1 ; L.FILIPETTO 2 ; C.SOAVE 3 RESUMO O assunto sobre inovação

Leia mais

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO ESTRATÉGIAS DE REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA É O USO INTELIGENTE DAS VÁRIAS FORMAS DE REMUNERAÇÃO, CUJO CONJUNTO ESTABELECE UM FORTE VÍNCULO COM A NOVA REALIDADE DAS ORGANIZAÇÕES

Leia mais