Editorial. Tempo de Avançar

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Editorial. Tempo de Avançar"

Transcrição

1

2 ANDRÉ LUIS * Ribeirão Preto reproduziu a mobilização nacional que tomou conta das ruas em junho e julho. Por aqui a principal reivindicação foi em relação ao transporte coletivo. Na Câmara Municipal recebemos os manifestantes e uma frente parlamentar passou a acompanhar o tema. Tive a oportunidade de representar os vereadores, participando de reunião na TRANSERP, na Faculdade de Administração, Economia e Contabilidade da USP (FEA), disponibilizando as planilhas e dialogando com integrantes do movimento, tanto no acampamento quanto no Palácio Rio Branco. Editorial Sindicato: presente de lutas, futuro de glórias Antes de começar esse editorial gostaríamos de destacar dois pontos. Primeiro, em história, 25 anos é um período muito curto. Quase nada. Fazendo uma analogia, é como se fosse uma criança de colo que acabara de sair da maternidade. Isso é verdade, mas na prática 25 anos podem significar muito coisa, até mesmo em história. Há fatos marcantes que perduram séculos, mas que foram criados e construídos em um curto período de tempo. O segundo ponto se refere a uma palavra muito utilizada atualmente: legado. Em tempos de Olimpíadas e Copa do Mundo ouvimos muito que esses dois eventos vão deixar um legado para a população. Legado, grosso modo explicando, é como uma herança deixada para o futuro, ou ainda algo que passa de uma geração a outra. Pois bem, dito isso, vamos incluir o Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis nesses contextos. Sim, historicamente o nosso Sindicato é muito recente. É muito novo. Vamos completar 25 anos, mas com certeza estamos escrevendo páginas de lutas e avanços que se tornarão importantes na história do serviço público municipal. É um Sindicato marcante, protagonista em várias ações de defesa do trabalhador e do serviço público. E nosso papel é o de deixar um legado de lutas e vitórias para que se torne exemplo de como agir em benefício da classe trabalhadora. Tempo de Avançar Enquanto servidor, dirigente sindical e vereador também participei das várias atividades desenvolvidas pelo nosso Sindicato tanto no tema IPM quanto na adequação da estruturação do plano de classificação de cargos, vencimentos e carreiras no Serviço Público Municipal da Administração direta e autárquica. Também, prestigiamos o Dia Nacional de Luta do movimento sindical unificado de Ribeirão Preto que, por meio das várias centrais apresentou uma pauta de reivindicações entre as quais o fim do fator previdenciário, a redução de jornada sem redução de salários, o fim das terceirizações, a criação das Secretarias Municipais da Indústria e Comércio e a do Emprego e Renda. Na questão do transporte o momento é de estudo das planilhas, avançando na observação das cláusulas contratuais, especialmente quanto à qualidade. Nas reivindicações das centrais ficou evidenciada a necessidade de colocar o trabalhador na ordem do dia. Não há como admitir a discussão de transporte, saúde, educação e qualidade nos serviços públicos sem a participação das representações trabalhistas. Já em relação à luta dos aposentados e pensionistas, lembramos que não é apenas para que a superintendência do instituto de previdência seja exercida por pessoas da carreira; o pleito maior é por dignidade, tanto de tratamento quanto nos proventos. Quanto ao coletivo de servidores, o tão esperado Plano de Carreira é uma realidade que necessita de ajustes e aperfeiçoamento em relação a algumas funções. Nas várias reuniões observamos sensível avanço que precisa agora ser concretizado através dos instrumentos legais próprios. Excluindo os vândalos e os aproveitadores de plantão, as manifestações trazem um saldo positivo e como entusiasta da participação popular e do controle social, entendo que o momento é de avançar e iniciar o salutar e exercício de reunir na mesma mesa governo, políticos, trabalhadores, empresários e sociedade civil organizada para encontrar falhas, gargalos, reduzir gorduras, desmistificar lendas e apontar caminhos e alternativas para uma cidade e um país melhores onde cada qual saiba exigir seus direitos, com a legitimidade de quem já cumpriu seus deveres. *VICE-PRESIDENTE DO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE RIBEIRÃO PRETO, GUATAPARÁ E PRADÓPOLIS. VEREADOR EM RIBEIRÃO PRETO PELO PCDOB. O jornal Atuante é uma publicação do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto e Guatapará Rua XI de Agosto, Campos Elíseos Ribeirão Preto - Fone (16) Presidente: Wagner de Souza Rodrigues - Diretor de Comunicação: Prof. Donizeti Aparecido Barbosa Coordenação do Departamento de Comunicação: Fabiano Ribeiro (MTB ) - Jornalista: Luiz A. de Moraes Júnior (MTB ) Diagramação: Ney Tosca - Tiragem: exemplares 2 ATUANTE Agosto de 2012

3 Parou! Superintendente pede exoneração após manifestação do Sindicato Sindicato, aposentados, pensionistas e trabalhadores mostraram força durante os atos realizados no IPM OSindicato realizou uma grande manifestação na sede do IPM - Instituto de Previdência dos Municipiários no fim de junho e início de julho. Os servidores estavam descontentes com a administração do então superintendente Luis Carlos Teixeira e exigiam a saída dele do cargo. Além da demissão de Teixeira, o Sindicato cobrou R$ 7 milhões devidos pelo IPM aos trabalhadores (veja entrevista do presidente Wagner Rodrigues nas páginas 6 e 7) e o pagamento de um acordo firmado com a prefeitura, durante a data-base, referente ao processo 5.15%, uma vez que todas as secretarias e autarquias estavam cumprindo o acordo, menos o IPM. COMO FOI O Sindicato iniciou as manifestações Trabalhadores ficaram em frente a sede do IPM e exigiram a saída do superintendente no dia 28 de junho, em frente à sede do IPM, na rua Visconde de Inhaúma, 258, Centro. Os trabalhadores fecharam as portas do órgão e afirmaram que só iriam parar o movimento quando o superintendente e os diretores ocupantes de cargos comissionados deixassem os cargos. Ninguém entrou para trabalhar e com isso, as atividades foram suspensas. Inconformado com a manifestação realizada pelo Sindipara uma reunião. No final ficou definido que Teixeira deixaria o cargo e a dívida referente aos 5.15% seria honrada. Dias depois Teixeira anunciou sua saída e o nome do dentista Celso Lopes, servidor de carreira foi anunciado. Um país progressista é aquele que respeita os trabalhadores que construíram essa nação. Estávamos certos. Aposentados merecem respeito, quando o Superintende chamou a policia para bater em aposentado de 70 anos era tudo ou nada. Vencemos. Parabéns aos trabalhadores por mais essa conquista, ressaltou Wagner Rodrigues, presidente do Sindicato. cato Teixeira chamou a polícia após discutir com uma aposentada idosa. Não bastasse acionar a polícia, o então superintendente entrou com uma Ação na Justiça, de Interdito Proibitório, contra o Sindicato, ou seja, pedindo na Justiça a proibição das manifestações do Sindicato e trabalhadores. As manifestações continuaram e o Governo Municipal procurou o Sindicato O então superintendente acionou a Polícia na tentativa de intimidar os trabalhadores Agosto de 2012 ATUANTE 3

4 Dia Nacional de Lutas Classe trabalhadora protestou de ponta a ponta no país Servidores municipais de Ribeirão foram às ruas do Centro Convocados pelas centrais sindicais e movimentos sociais trabalhadores e trabalhadoras realizaram no dia 11 de ju- lho, por todo o Brasil, inúmeros atos, manifestações e caminhadas no Dia Nacional de Lutas com greves e Mobilizações. Os trabalhadores levaram para as ruas as bandeiras: pelo fim do fator previdenciário; redução da jornada para 40h semanais (30h para a saúde); reforma agrária; o combate à terceirização; entre outras. Todas elas contidas na Agenda da Classe Trabalhadora, aclamada na 2ª Conclat (Conferência Nacional da Classe Trabalhadora), em junho de Em todos os estados, a CTB unificou forças com as demais centrais sindicais, estudantes, trabalhadores sem terra, e o movimento social em geral, para mostrar ao governo federal que os trabalhadores querem avançar em um projeto progressista, que defenda a valorização do traba- 4 ATUANTE Agosto de 2012

5 lho, a soberania da nação e a distribuição de renda (com apoio do Portal CTB). Em Ribeirão Preto, no dia nacional de luta, o sindicato cobra promessas do governo Uma passeata pelas principais ruas do Centro com desfecho no Palácio Rio Branco marcou o Dia Nacional de Lutas para os servidores municipais de Ribeirão Preto. No Palácio Rio Branco, sede da Prefeitura, os trabalhadores foram recebidos e ouvidos por secretários municipais. Além da pauta única reivindicada nacionalmente, os servidores municipais de Ribeirão Preto criaram uma pauta específica reivindicando: um programa municipal de habitação que atenda as necessidades dos trabalhadores com menores salários; o pagamento do prêmio incentivo acordado na data base da categoria (que ficou conhecido como 47%); regulamentação do Plano de Cargos Carreiras e Salários, fim das terceirizações em âmbito municipal; e abertura de concurso público. Foi uma manifestação positiva. Recebemos o apoio nas ruas de outras categorias. Os secretários ouviram nossas reivindicações e prometeram acelerar as discussões visando resolver as demandas, avaliou Wagner Rodrigues, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais. Trabalhadores nas escadarias do Palácio Rio Branco Agosto de 2012 ATUANTE 5

6 IPM: Entenda o caso Servidores querem uma posição clara sobre tributações do IPM que geraram polêmica A devolução do dinheiro aos trabalhadores que pagaram durante vinte anos a tributação sobre algumas gratificações e não levaram para a aposentadoria, gera muita confusão e polêmica. Para entender o caso o Jornal Atuante entrevistou o presidente Wagner Rodrigues Atuante - Presidente o que significa essas tributações do IPM? Wagner Rodrigues - O Sindicato conquistou ao longo do tempo de sua história o direito do servidor levar na aposentadoria algumas gratificações recebidas quando o trabalhador estava na ativa. Quais são essas gratificações? Wagner - São muitas e todas são muito importantes para a composição do salário desses trabalhadores. Duas gratificações chamam atenção pelo tempo de desconto executado pelo IPM, ou seja, estou falando em quase vinte anos de desconto e são elas: o Premio de Conservação de Veículos e o Critério de Assiduidade. Quais são as outras gratificações Wagner - As outras gratificações também têm o seu grau de importância, mais em relação ao tempo de tributação pelo IPM foram menores, estou falando da TARM gratificação especifica para ao SAMU e as telefonistas; gratificação do expurgo; gratificação e encarregadorias de 10, 20, 30 porcento; adicional noturno; gratificação de horas extras do DAERP que durante um ano entre 2011 e 2012 foi descontado, ou melhor, tributado sobre as férias. Afinal por que aconteceu a devolução do dinheiro? Wagner - Primeiro, temos que observar que o governo está baseando a devolução num parecer da superintendência do IPM de 2003 e pede imediatamente que o órgão gestor das aposentadorias dos servidores, cesse a tributação. Esse parecer é da administração Palocci. Veja o absurdo que desde aquela época até três meses atrás se descontava, ou melhor, tributava sobre essas gratificações. Como eram consideradas as aposentadorias se os servidores não levavam para a composição de seus salários? Wagner - Pois bem. De 2003 para cá o Sindicato ingressou com várias ações na Justiça para o recebimento das referidas gratificações. Estou falando em ações individuais, pois somente com as aposentadorias deferidas pelo órgão competente que o servidor passa a ter o direito de pleitear o que foi tributado. E por que somente agora o IPM resolveu a devolver o dinheiro? Wagner - Há três meses tivemos uma reunião do Conselho Deliberativo do IPM que tem sua composição bipartite, ou seja, governo e trabalhadores e na ocasião foi proposto a devolução dos últimos cinco anos de tributação indevida. Nossos representantes atentos na defesa dos servidores incluíram também a devolução dos tributos para os servidores. Explique melhor, se a tributação esta relacionada ao salário dos servi- 6 ATUANTE Agosto de 2012

7 dores, por que a administração também teria que ser ressarcida? Wagner - Existe uma legislação federal que regulamenta toda e qualquer tributação. Essa lei determina que a tributação do servidor após um estudo de cálculo atuarial, o percentual do trabalhador será considerado o dobro para o governo. Então, hoje nós contribuímos com 11 % e a parte patronal é de 22%. Portanto tudo que foi contribuído ou tributado pelo servidor foi também tributado em dobro para o governo. O Sindicato fez um protesto na porta do IPM sobre a não devolução desse tributo indevido. Wagner - Sim, primeiro preciso reafirmar que nossas tentativas eram para que não fosse devolvido, pois interessa mais ao servidor receber na aposentadoria, porém quando chegou ao calculo de R$ 21 milhões, sendo R$ 14 milhões para administração e R$ 7 milhões para os servidores foi impossível segurar o desejo dos trabalhadores que contribuíram e presenciaram a devolução para somente a administração. Tivemos que cobrar do IPM a devolução para os servidores. Qual a posição do sindicato dos servidores sobre o restante tributado nos salários dos servidores? Wagner - Nesse país, os governantes passam a perna nos trabalhadores, ou seja, tivemos seis prefeitos e dois deles por duas vezes e em nenhum momento cessaram o desconto e mais pensaram em devolver a tributação para os trabalhadores. Você tem noção do que é descontar por vinte anos do trabalhador motorista o prêmio de conservação e dos demais servidores o critério de assiduidade também pelos quase vinte anos e no final de seu trabalho como agente público, receber a notícia que não vai levar na aposentadoria. O Sindicato defende então a devolução total? Wagner - O Sindicato defende a incorporação das gratificações na aposentadoria, porém como houve devolução dos tributos patronais, defendemos então, que o mesmo seja devolvido para os trabalhadores. Ninguém pode pagar por tanto tempo uma conquista e no final ser enganado como se a aposentadoria fosse uma grande pirâmide financeira que quando estoura sempre arrebenta do lado mais fraco. Com essa decisão judicial, agora o trabalhador vai perder o que investiu? Wagner - Em nenhum momento eu não vi ninguém preocupado com a tributação dos trabalhadores. A grande questão é que nesse momento existe disputa de entendimento político e que tem reflexos na política central da cidade. Entendo que uma situação é a Prefeitura deixar de fazer os repasses patronais para o IPM e isso ser resolvido, conforme uma solução na Legislação de 2011 que obrigou o IPM a fazer divisão em suas massas, outra situação é uma tributação conforme o parecer exarado pelo IPM como irregular e o valor tributado pelo órgão ficar sem devolução. Dessa forma quem está pagando a divida da Prefeitura com o IPM é o servidor. Qual a melhor decisão nesse momento? Wagner - Primeiro temos que evitar uma divisão na categoria, ou seja, aqueles que pagaram e querem receber e aqueles que nada contribuíram não tem o que receber e não quer que o servidor, que teve descontos, receba. Segundo o rombo do IPM não pode ser recuperado pela contribuição indevida dos servidores. Terceiro, agora nessa fase de discussão que estamos vivendo, nós trabalhadores temos que esperar uma decisão da Justiça para receber o pagamento indevido ao IPM, se assim for a vontade todos. Agosto de 2012 ATUANTE 7

8 O jornalista Umberto Martins faz uma análise dos protestos que tomaram conta das ruas do país OBrasil viveu em junho dias de manifestações. Originado pelo reajuste no premando uma multidão de rebeldes em boa bem como aos movimentos organizados, forço da passagem do ônibus na capital paulista, medida sem rumo e sem direção. Não é de a indignação ampliou e ganhou grande dimensão, extrapolando as ruas de São Paulo e chenho evidenciaram uma crise de representati- todo incorreto concluir que as jornadas de jugando em todo o país. O clamor popular começou contra o aumento de R$ 0,20 no trans- séria e profunda, crítica e autocrítica, também vidade no País, que merece uma reflexão mais porte coletivo de São Paulo, mas bandeiras por parte do sindicalismo e, em particular, da por melhoria no serviço público, como saúde, CTB. educação e segurança, também foram alçadas. pauta mais clara e definida abriu espaço para A carência de uma direção firme e de uma As passeatas aumentaram instantaneamente. Mas ao mesmo tempo que grupos trassem no movimento com propósitos reaci- que forças de direita e extrema direita se infil- agiram pacificamente, outros partiram para o onários e golpistas. Isto não deve obscurecer confronto e vandalismo. Não foi rato ver conflitos e depredações. Grupos que agiram no mudaram o cenário político brasileiro ao mos- os aspectos positivos das manifestações, que intuito de tumultuar, sem uma clara bandeira trar que nosso povo não está tão satisfeito com Não é de todo incorreto concluir de luta. a situação do país como muitos pensavam e que as jornadas de junho Para uma análise crítica desses movimentos e tentar decifrar os objetivos de alguns A voz das ruas clama por serviços públi- demanda mudanças urgentes. evidenciaram uma crise de representatividade no País, que grupos, o Atuante ouviu o experiente jornalista Umberto Martins. Confira a entrevista. livre), saúde (fortalecimento do SUS) e educos gratuitos nas áreas de transporte (passe merece uma reflexão mais séria e profunda, cação, em contraposição aos serviços privados. Em poucas palavras, o povo quer mais crítica e autocrítica Estado e menos mercado. Isto requer a mudança da política econômica. Atuante - Que análise pode ser feita das manifestações que aconteceram em todo o país e ainda continuam em algumas cidades, como o Rio? Umberto Martins - As manifestações, caracterizadas por alguns observadores como as jornadas de junho, irromperam como um raio em céu azul, com elevado grau de espontaneísmo, surpreendendo a maioria dos atores políticos e organizações sociais, incluindo partidos políticos. As pesquisas indicam que a maioria dos que afluíram às ruas para protestar é formada por jovens trabalhadores e estudantes, com elevado grau de escolaridade. 76% declararam ao Ibope que trabalham e 52% estudam, 92% têm ensino médio ou segundo grau completo, 43% com curso superior. É preciso destacar que não foram convocados pelos sindicatos, entidades estudantis ou partidos políticos; revelam certa aversão às instituições da nossa democracia burguesa, Entrevista As manifestações de junho e seus efeitos A carência de uma direção firme e de uma pauta mais clara e definida abriu espaço para que forças de direita e extrema direita se infiltrassem no movimento com propósitos reacionários e golpistas. Alfredo Risk Manifesto nas ruas de Ribeirão E como foram o papel e a atuação da grande mídia nessas coberturas? Umberto Martins - A grande mídia, que podemos caracterizar com muita propriedade de mídia burguesa, funciona no Brasil, assim como em muitos outros países capitalistas, como um verdadeiro partido da direita neoliberal, o maior e mais influente deles. O jornalista Paulo Henrique Amorim foi muito feliz ao chamá-la de Partido da Imprensa Golpista, o PIG, sempre muito hostil com os movimentos sociais, que inicialmente tomou posição contra as manifestações. Ao perceber a fragilidade das lideranças, mudou descaradamente de posição e passou a apoiar e convocar os atos, inci- 8 ATUANTE Agosto de 2012

9 tando o povo contra os movimentos sindicais e os partidos de esquerda. Nas ruas, provocadores de extrema direita atuaram de forma organizada agredindo militantes de centrais sindicais e partidos políticos, provocando arruaça e vandalismo. Desta forma, direita e extrema direita agiram claramente no sentido de manipular o movimento, imprimindo-lhe um rumo antidemocrático e golpista. Há interesse políticos visando as próximas eleições? Você acredita que as manifestações provocarão reflexos no pleito de 2014? Umberto Martins - O objetivo das forças reacionárias é desgastar e desestabilizar o governo Dilma de forma a interromper o ciclo de mudanças iniciado em 2003 e abrir caminho ao retrocesso neoliberal em 2014 ou, quem sabe, ao golpe militar. É preciso atentar para o contexto internacional de crise do capitalismo e de acirramento da luta política na América Latina, onde iniciativas golpistas foram observadas recentemente em vários países (Venezuela, Bolívia, Equador, Honduras e Paraguai), com apoio velado ou ostensivo do imperialismo estadunidense. O Brasil não está isolado do mundo e o que se passa aqui tem conexões e repercussões óbvias na América Latina e em todo o mundo. As manifestações já provocaram uma sensível queda na popularidade do governo Dilma, mas até o momento nada indica que tenha levantado a bola da direita. As jornadas de junho foram um sinal de alarme para o governo, sinalizam que é necessário avançar nas mudanças contemplando os anseios das massas. Do contrário talvez não seja possível evitar o risco do retrocesso neoliberal, que paira como uma espada de Dâmocles sobre a cabeça das forças progressistas. E os atos tomados pelo Congresso e pela presidente Dilma. Que leitura podemos fazer? Umberto Martins - A meu ver as iniciativas adotadas até agora pelas autoridades e poderes constituídos foram tímidas e estão longe, muito longe, de satisfazer as demandas populares. O plebiscito proposto pela presidenta Dilma sobre a reforma política é positivo e merece o apoio do movimento sindical, embora não conte com o respaldo desejado da base aliada no Parlamento. Mas isto não basta. Alfredo Risk Alfredo Risk A voz das ruas clama por serviços públicos gratuitos nas áreas de transporte (passe livre), saúde (fortalecimento do SUS) e educação, em contraposição aos serviços privados. Em poucas palavras, o povo quer mais Estado e menos mercado. Isto requer a mudança da política econômica. Nesse momento, qual o papel dos movimentos sociais, em particular das centrais, sindicatos e trabalhadores? Umberto Martins - Penso que as centrais e os movimentos sindicais reagiram corretamente ao apoiar as manifestações e entrar no jogo de forma organizada mobilizando a classe trabalhadora e erguendo suas próprias bandeiras ao lado das reivindicações mais gerais do povo, como é o caso dos 10% do PIB para a educação e 10% do orçamento bruto da União para a saúde. O Dia Nacional de Luta foi o maior protesto sindical em décadas, conforme reconheceu o insuspeito jornal espanhol El País, de linhagem conservadora. Foi um sucesso, com greve geral em várias capitais (Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre, Vitória e Natal), muito embora, para variar, tenha sido desqualificada e criticada pela mídia burguesa. Foram convocados atos frente a entidades patronais contra a terceirização para 6 de agosto e não está descartada a realização de uma greve geral no dia 30 do mesmo mês se as negociações da pauta trabalhista com o governo e empresários não caminhar. O governo precisa mudar a política econômica para contemplar as demandas das centrais e do povo, reduzindo juros, pondo fim ao superávit primário, controlando o câmbio, reduzindo as desonerações e taxando as remessas de lucros e dividendos das multinacionais. Creio que cabe ao movimento sindical, numa atitude autocrítica, intensificar os esforços para atrair os jovens à luta sindical, o que também passa pela renovação das direções dos sindicatos. Isto demanda uma atenção especial dos sindicatos. Não devemos ignorar as indicações das pesquisas: a maioria dos jovens que afluíram às ruas pertence à juventude trabalhadora, são classe trabalhadora, mas não se sentem representados por entidades sindicais ou estudantis ou, ainda menos, por partidos políticos. É preciso incorporar esta juventude trabalhadora, saudavelmente rebelde, na luta política por um novo projeto de desenvolvimento e pelo socialismo, subtraindo-a da influência reacionária da ideologia burguesa propagada diuturnamente pelos monopólios midiáticos. Agosto de 2012 ATUANTE 9

10 Bodas de Prata Servidor pode comemorar: Sindicato completará 25 anos Em outubro o Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis completará 25 anos de existência. E a história desses 25 anos é rica e merece ser comemorada pela categoria. Tudo começou em 1988, com a Constituição Federal que em seu inciso VI, do artigo 37, garantiu ao servidor público civil o direito à livre associação sindical. Em Ribeirão Preto, a categoria se organizava por meio da Associação dos Servidores, que até hoje presta bons serviços aos trabalhadores. Valter Ribeiro, presidente da Associação à época, fundou o nosso Sindicato um dia após a promulgação da Constituição de Valter Ribeiro foi o nosso primeiro presidente e começou a travar batalhas em benefício do trabalhador. Valter Ribeiro também foi quem deu início à nossa sede, na rua Onze de Agosto, comprando o imóvel e começando a construir a Casa do Servidor. Depois de Valter, o Sindicato foi presidido por Nelson Barbosa, que continuou a luta em defesa da categoria. Foi Barbosa que fez a primeira reforma do prédio, tornando-o mais moderno. Após a gestão de Barbosa, o Sindicato começou a ser dirigido pela Diretoria Atuante, encabeçada por Wagner Rodrigues. Wagner deu sequência ao projeto de modernização da Casa do Trabalhador. Criou a Farmácia José Victor Nonino a Farmácia do Servidor e implementou projetos sociais e de cidadania, atingido áreas importantes como Educação, Habitação e Formação Profissional. Ampliou a interação com o trabalhador com propostas modernas de comunicação e atendimento jurídico. E o mais importante, nos últimos anos alcançou conquistas históricas como os acordos em processos judiciais (28.35% e 5.15%); aprovação do PCCS Plano de Cargos, Carreiras e Salários; Redução da Jornada de Trabalho na Saúde para 30 horas semanais sem redução de salários; reajuste em salários em todas as datas base e a valorização do aposentado e pensionista, isso sem falar nas lutas diárias em defesa do IPM, Sassom e pela qualidade no serviço público. Por tudo isso, o servidor pode comemorar os 25 anos de aniversário do Sindicato. A Diretoria Atuante preparou um calendário festivo para marcar essa data. Confira: Exposição - Será realizada uma exposição com fotos históricas e marcantes desses 25 anos. A exposição será realizada no Palace e depois se tornará itinerante. Baile do Servidor - Já se tornou tradicional. O Baile do Servidor é sucesso garantido. Neste ano será realizado no Quinta Linda, um dos ambientes mais requintados da cidade, no dia 18 de outubro. Todas as mesas foram vendidas antecipadamente, o que mostra a confiança do servidor nesse evento. Temos certeza e vamos fazer de tudo para que o Baile mais uma vez seja um grande sucesso, 10 ATUANTE Agosto de 2012

11 diz Wellington Bellinazzi, diretor de Patrimônio e um dos organizadores do baile. Publicações - Os departamentos de Comunicação e Jurídico estão elaborando algumas publicações que servirão para orientar ou mesmo registrar os 25 anos do Sindicato. Uma das publicações será um livro com comentários ao Plano de Cargos, Carreiras e Salários. O mesmo será feito com o PCCS do Magistério. Outro livro abordará os avanços em vários setores do serviço público e uma quarta publicação com fotos e momentos marcantes da categoria. Medalha - Outro evento importante será a entrega da Medalha dos 25 anos a vinte e cinco personalidades que de uma forma ou de outra contribuíram pelas lutas dos trabalhadores. O ato solene será realizado na Câmara Municipal em data a ser confirmada. Cápsula do Tempo - Como você imagina Ribeirão Preto daqui a 25 anos? E como será o serviço público em 2038? Fazendo esse exercício de imaginação, vamos confeccionar uma cápsula do tempo que será fechada no final da comemoração dos 25 anos e só será aberta quando o Sindicato completar Bodas de Ouro. Qualquer servidor poderá escrever sua carta. Site - Um novo site está sendo desenvolvido para ampliar a interação com o trabalhador. Com uma linguagem objetiva e direta, o novo canal de comunicação será amplo, modernizando o já existente. Todos esses eventos e outros serão divulgados amplamente pelo Sindicato. Acompanhe pelo site Alfredo Risk Luta do Sindicato é reconhecida no Legislativo Em suas lutas ao longo desses 25 anos, o Sindicato e o trabalhador encontraram apoio no Legislativo Municipal. Isso é um fato que não pode ser esquecido. Foram reuniões e assembléia históricas dentro daquela Casa de Leis. A Câmara Municipal sempre abriu as portas para o Sindicato e para o Servidor e os vereadores também apoiaram essas lutas. Acompanhamos grandes assembléias aqui, diz o vereador Genivaldo Gomes (PSD). É importante destacar o papel dessa atual diretoria. A maneira como age e as suas conquistas revolucionando o serviço público municipal, destaca Genivaldo. Com essas lutas em conjunto, da Câmara, Sindicato e Genivaldo Gomes trabalhadores quem ganha é a população com serviço público de qualidade, acrescenta. O vereador Jorge Parada (PT) comenta algumas conquistas da categoria. Destaco entre essas lutas o processo dos 28%, a luta para manutenção do IPM, contra as terceirizações, contra a privatização do Daerp e o PCCS, diz Parada. Nosso gabinete estará sempre aberto ao Sindicato e ao servidor. Só por exemplo, lutamos pela efetivação dos agentes comunitários de saúde e pela manutenção do Jorge Parada trabalho dos agentes do Controle de Vetores, afirma o vereador. Delegado de Polícia, portando servidor público, e vereador pelo PMDB, Samuel Zanferdini também comentou os 25 anos de existência do Sindicato. O Sindicato é uma associação de trabalhadores cuja função é defender seus interesses e assegurar a representação e a defesa dos seus associados. A livre criação de sindicatos no país é garantida pela Constituição Federal Divulgação Divulgação Samuel Zanferdini de O sindicato tem a função de negociação, assistência e a solução dos problemas que se relacionam com a categoria. Nestes 25 anos de existência do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, parabenizo toda a instituição na pessoa do seu presidente e diretoria, bem como todos os associados pelas lutas e conquistas nesse período de existência. Agosto de 2012 ATUANTE 11

12 Seccional da Educação Qualidade e (In)Segurança Giovani Martins de Souza Coordenador de CEI e membro do CAE (Conselho de Alimentação Escolar) na Educação Municipal Omunicípio de Ribeirão tem alcançado índices satisfatórios no quesito educação. Escolas têm sido construídas e existe um esforço para aumentar o número de vagas nas creches municipais. Porém, o fator essencial para que tenhamos uma educação de qualidade assentase numa política séria e eficiente de recursos humanos, o que não vem acontecendo. Desde 2009, o Sindicato dos Servidores Municipais, através da Seccional da Educação, vem cobrando da Secretaria Municipal de Educação SME uma política de contratação de quadros, por meio de concursos públicos, para que os profissionais que atuam nas unidades escolares do município não fiquem sobrecarregados e possam desenvolver seu trabalho com a máxima qualidade e eficiência. Foi assim, que ocorreram concursos para cozinheiros, para PEB I e, mais recentemente, para PEB II e III. Mas, o número de profissionais contratados tem se mostrado insuficiente para dar mais eficiência à prestação dos serviços educacionais. Ao longo do tempo, servidores adoecem, se aposentam, se licenciam por diferentes motivos, e é obrigação da Administração Pública responder adequadamente a tais questões. Mesmo tendo contratado mais de mil profissionais PEB I, fica evidente a falta de professores quando temos um número elevado desses profissionais dando aulas eventuais e/ou em substituição, o que não é adequado do ponto de vista da eficiência na prestação dos serviços públicos educacionais ou de quaisquer outras secretarias. Além disso, a Secretaria Municipal de Educação prometeu, e ainda não cumpriu, o quesito referente à criação de cargos de apoio, caso do Agente Escolar, em substituição aos antigos Inspetores de Alunos, que restam muito poucos nas escolas Donizeti Aparecido Barbosa Diretor de Comunicação e da Seccional da Educação municipais, afetando a segurança dos alunos dentro das escolas bem como a reposição dos Agentes de Segurança, pois os professores e demais profissionais da educação têm trabalhado temerosos frente aos diversos roubos que ocorreram nas escolas municipais no primeiro semestre desse ano, caso das EMEF. Prof. Jaime Monteiro de Barros, EMEF. Honorato de Luca e EMEI Ruy Escorel, onde uma professora foi roubada dentro do estacionamento, quando deixava a unidade escolar, sendo, inclusive, ferida pelo assaltante, resultando numa C.A.T. Comunicado de Acidente de Trabalho e no afastamento da professora, que sofre até hoje em razão do ocorrido, inclusive, arcando com as perdas materiais, que não foram reembolsadas pela prefeitura municipal. Houvesse a Administração Pública, no caso a SME, colocado Agentes de Segurança em todas as escolas municipais, dificilmente teríamos tais assaltos em plena luz do dia, e é obrigação da SME dar segurança para que todos os profissionais da educação desempenhem as suas funções dentro das escolas com tranquilidade. Nesse sentido, o Sindicato dos Servidores Municipais, via Seccional da Educação, aguarda o cumprimento do que foi acordado no âmbito da educação municipal, a fim de que tenhamos uma educação de qualidade, com segurança e tranquilidade para os pais, alunos e profissionais da educação que atuam diuturnamente nas escolas municipais. 12 ATUANTE Agosto de 2012

13 Prêmio Incentivo Eleição vai definir comissão que discutirá a incorporação dos 47% OSindicato dos Servidores Municipais vai realizar uma eleição entre todos os servidores da prefeitura para formar a comissão que vai discutir, com o governo municipal, a incorporação do prêmio incentivo, no percentual de 47%. O período de inscrição para participar da eleição foi aberto no dia 1º de agosto e vai se estender até o dia 16 do mesmo mês. A inscrição pode ser feita na sede do Sindicato, e só poderá participar o servidor que for sindicalizado, e não fizer parte do quadro de diretores do Sindicato. A eleição vai acontecer de 26 a 30 de agosto. A intenção do Sindicato é de democratizar o processo, estendendo a todos os trabalhadores o direito de participar da negociação. É importante que o servidor participe ativamente das decisões deliberativas da entidade que o representa. A incorporação é uma grande conquista do Sindicato e que vai beneficiar os trabalhadores. É muito bom que o servidor participe das Ogoverno municipal frustrou os mo toristas da prefeitura com as respostas negativas dos dois pedidos da categoria, a incorporação do prêmio de conservação e o pagamento de gratificação, no percentual de 20%, como é paga para alguns motoristas. Diante da negativa do governo a diretoria do Sindicato vai buscar negociações de como será incorporado os prêmio incentivo, fala a secretária geral do Sindicato, Jacira Campelo. A eleição de uma comissão vai fortalecer e legitimar as decisões que serão tomadas entre os trabalhadores e o governo municipal e, principalmente, serão criados debates coletivos na categoria. Será de extrema importância a participação dos trabalhadores, reforça o diretor de sindicalização, Valdir Avelino. Os critérios adotados para chegar ao número de integrantes que vão fazer parte da comissão por categoria foram determinados pelo número de trabalhadores por Secretaria e Autarquia. O objetivo não é segmentar a categoria e sim dar a oportunidade a todos de participar dessa discussão que é importantíssima para os servidores, fala o dire- Governo frustra trabalhadores e Sindicato vai buscar soluções Diretoria cobra posicionamento do governo soluções para os dois problemas. Reunião na sede do sindicato tor de patrimônio do Sindicato, Wellington Bellinazzi. Muitas vezes o trabalhador não entende as dificuldades enfrentadas pela nossa diretoria no momento de uma discussão importante com o governo. Também será a oportunidade de o servidor participar ativamente do processo e presenciar o nosso trabalho e as nossas dificuldades e, é claro, a nossa vitória também, comenta o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto. Incorporação do Prêmio de Conservação Sobre o prêmio de conservação o governo municipal alegou não estar encontrando meios jurídicos para a criação de uma Lei que respalde a incorporação do prêmio. O secretário da Casa Civil disse que existe uma dificuldade diante da Lei que já existe e que determina que os descontos previdenciários não incidam sobre prêmios. Mas o secretário também afirmou que vai fazer uma consulta ao Ministério da Previdência Social para saber se existe uma possibilidade de reverter a situação. Vale ressaltar que, devido as alterações que o IPM tem passado, não foi apresentado um parecer do Instituto. Se o motorista não levar o prêmio para sua aposentadoria será um grande prejuízo para a categoria, diz o vice-presidente do sindicato, Laerte Carlos Augusto. Pagamento de Gratificação Sobre o pagamento da gratificação, como já é feito para alguns motoristas, os representantes do governo municipal disseram que o pagamento não está previsto no orçamento deste ano. A proposta do governo é para que o assunto seja discutido na data base de Vamos buscar soluções para os problemas. Não podemos aceitar que os motoristas sejam prejudicados em suas aposentadorias. Já a gratificação é uma questão de isonomia, afirma a secretária geral do Sindicato, Jacira Campelo. Agosto de 2012 ATUANTE 13

14 Apartir deste mês de agosto, todos os associados do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto poderão Moradia Própria Sindicato fecha parceria com Vitta Residencial contar com benefícios especiais na aquisição de unidades dos empreendimentos da Construtora e Incorporadora Vitta Residencial, através do Programa Minha Casa, Minha Vida. Com a parceria firmada, os mais de 10 mil associados poderão usufruir de condições exclusivas que incluem assessoria jurídica e de documentação gratuitas, entrega de documentação na própria empresa do associado, preferência na escolha das unidades, brindes especiais vinculados à compra, além de ITBI e registro do imóvel gratuitos. Basta apresentar o holerite no ato da compra do imóvel, identificando que é associado ao Sindicato dos Servidores Municipais. É uma grande oportunidade para o servidor que não possui moradia própria de adquirir seu cantinho, como a gente costuma dizer. E também é uma ótima oportunidade para aquele trabalhador que pensa em investir para o futuro. Esse é mais um convênio que o Sindicato fecha para beneficiar os servidores, fala a secretária geral do Sindicato, Jacira Campelo. Nosso objetivo com este convênio com o sindicato é beneficiar seus associados com essas vantagens que garantem a realização do sonho da casa própria, explica o diretor comercial Fernando Berto. Mais informações podem ser obtidas através do telefone , na sede comercial do Vitta Residencial: Rua Nélio Guimarães, 699 Alto da Boa Vista Ribeirão Preto, no Site e na sede do Sindicato, Onze de agosto, ATUANTE Agosto de 2012

15 Diretoria Atuante se reuni para discutir a terceirização no serviço público ADiretoria Atuante se reuniu no mês de julho para discutir a terceirização no serviço público. No encontro ficou decidido que o Sindicato vai realizar assembleias setoriais em todas as Secretarias para discutir a terceirização que assola o serviço público de Ribeirão. É um momento importante, onde reunimos um número grande de diretores para debater ações do Sindicato e assuntos importantes para a categoria. Destas reuniões sempre tiramos boas diretrizes de atuação. A Diretoria Atuante está preocupada constantemente com a qualidade no serviço público e com a qualidade de vida dos trabalhadores, afirma o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues. Além da terceirização, outros assuntos importantes inerentes aos servidores municipais foram debatidos. O encontro faz parte de um calendário, pré-estabelecido, de reuniões para discutir assuntos relevantes para os servidores e novas ações do Sindicato. Queremos entender e mapear essa onda desenfreada de terceirização que invade o serviço público de Ribeirão Preto. Depois de ouvirmos os trabalhadores, vamos propor uma grande conferência para expandir as discussões sobre o assunto e envolver outros setores da sociedade civil organizada no debate, comenta o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto. Eleição para discutir o PCCS O Sindicato também definiu que vai realizar uma eleição que irá formar a comissão que vai discutir melhorias no Plano de Cargos, Carreiras e Salários conquistado pela entidade que representa os servidores na data base de O PCCS foi uma conquista imensa para os trabalhadores, mas precisamos ajustá-lo. O governo ainda não resolveu alguns problemas existentes e também não aplicou o Plano em sua totalidade. Para resolver estes detalhes e alguns problemas existentes vamos fazer uma grande eleição, formar uma comissão democrática e iniciar estas discussões importantes com o governo. Tenho certeza de que com a participação direta dos trabalhadores vamos melhorar ainda mais o PCCS, que é, sem dúvida, a maior conquista do Sindicato para os trabalhadores em 25 anos, fala Wagner Rodrigues. Agosto de 2012 ATUANTE 15

16 PCCS da Guarda Civil Municipal tem que ser implantado o mais rápido possível OSindicato dos Servidores Municipais quer que o governo municipal implante o Plano de Cargos, Carreiras e Salários específico da Guarda Civil Municipal o mais rápido possível. A Implantação do PCCS está sendo discutida desde março, quando o Sindicato entregou um projeto ao governo municipal com detalhes de como seria feito o PCCS da Guarda. O objetivo principal do projeto é organizar toda a autarquia em níveis hierárquicos distintos a serem ocupados por GCMs capacitados. O projeto foi feito pelo Sindicato e por uma comissão de trabalhadores. A importância da implantação do PCCS da Guarda está na valorização dos profissionais e melhorar o atendimento à nossa população. Quando o GCM ingressar na carreira ele saberá onde poderá chegar através de seus próprios méritos. Isso vai motivar muito os nossos trabalhadores, diz o diretor de sindicalização do Sindicato e GCM, Valdir Avelino. O lado financeiro será importante, assim como foi a implantação do PCCS para o restante da prefeitura, mas o lado OSindicato dos Servidores Municipais se reuniu na manhã de terça-feira, dia 6 de agosto, com o secretário de Planejamento, Fernando Piccolo, para cobrar investimentos na Secretaria. A reunião foi marcada pela entidade que representa os trabalhadores depois que o coordenador da Seccional da FAP, Wellington Bellinazzi, recebeu algumas reclamações de servidores sobre a falta de equipamentos importantes e adequados para o trabalho. Colocamos para o secretário a importância de se investir na Secretaria de Planejamento, pois é um setor im- motivacional será ainda mais relevante, pois o guarda terá a convicção de que se ele se preparar, estudando, fazendo cursos, o futuro será de ascensão profissional dentro da própria carreira, sem indicações políticas. A implantação do PCCS da Guarda representa uma era de meritocracia na GCM, argumentou o presidente do Sin- Sindicato cobra investimentos para a Secretaria de Planejamento dicato, Wagner Rodrigues. Várias reuniões entre as comissões (de trabalhadores e do governo) foram realizadas. As reuniões estão acontecendo. Tivemos alguns pontos de discordância, mas chegamos a um consenso que vai beneficiar a todos, finaliza Valdir. portante para a prefeitura e para o povo ribeirão-pretano. Os trabalhadores que nos procuraram disseram que falta investimento em equipamentos importantes para a realização dos trabalhos, resume Bellinazzi. Durante o encontro o secretário disse que está buscando parcerias para tentar sanar os problemas. O próprio secretário concordou que faltam alguns equipamentos. Ele disse também que já está trabalhando para solucionar os problemas. Vamos continuar acompanhando de perto esta situação. Nossa expectativa é que as soluções sejam apresentadas rapidamente, afirma o diretor de sindicalização, Valdir Avelino. 16 ATUANTE Agosto de 2012

17 Os problemas enfrentados pelos tra balhadores do DAERP em Bonfim Paulista e denunciados pelo Sindicato dos Servidores há três anos continuam dão mesma forma. O Descaso com os trabalhadores do DAERP de Bonfim Paulista continua. Quando o Sindicato fez a denúncia pela primeira vez (há três anos) a situação do local de trabalho dos servidores era muito precária. De volta ao posto do DAERP no mês de agosto, a diretoria do Sindicato constatou que nada foi feito no prédio. O local, uma antiga cadeia do distrito, está em péssimas condições de conservação. Os materiais de trabalho dos servidores encontram-se espalhados pelo chão do prédio, pois não existe um almoxarifado adequado no local. Boa parte dos instrumentos de trabalho está guardada em antigas celas. A mesa utilizada pelos funcionários para fazer suas refeições fica ao lado do banheiro. A cozinha também está em condições precárias. Seccional do DAERP Problemas denunciados pelo Sindicato há três anos continuam iguais Como pode o servidor realizar suas refeições neste local. A mesa está praticamente em frente ao banheiro e a cozinha fica ao lado. Os materiais estão espalhados pelo chão. Sem contar que os processos estão amontoados no chão e em um armário velho e quase sem condições de uso. E quando eu digo quase é por que não tem condição, mas como não existe outra opção o armário está sendo utilizado, ressalta o coordenador da Seccional do DAERP, Jorge Ferreira Radim. Problema Grave Outro problema grave encontrado pelo Sindicato dos Servidores foi a forma que alguns equipamentos estão sendo guardados. Canos que são utilizados para reparos em rede de água potável estão espalhados pelo chão, expostos a todo o tipo de contaminação. Os canos estão no jogados no chão, no tempo, sujeitos a todo tipo de contaminação. Imagine ratos fazendo suas necessidades em cima destes canos. Quem vai pagar a conta com a própria saúde será a população de Bonfim, fala Jorge. O Sindicato vai cobrar novamente da superintendência do DAERP uma solução imediata para o problema. Não dá para esperar mais. Disseram lá atrás que um local seria alugado até que um novo posto de trabalho fosse construído. Até agora nada foi alugado e nada foi construído. Os problemas têm de ser resolvidos urgentemente, ou então vamos tomar uma medida mais contundente, finaliza Jorge. Uma paralisação nos trabalhos em Bonfim Paulista não está descartada. Agosto de 2012 ATUANTE 17

18 POR DRA. REGINA MÁRCIA FERNANDES Uma questão polêmica que se encon tra na pauta de discussão das relações sociais é o casamento entre pessoas do mesmo sexo, também chamado de relação homoafetiva. Para tratarmos do assunto, no seu aspecto jurídico, temos primeiramente que arrancar o véu do preconceito ou a máscara do moralismo para entendermos que essa questão nos remete à história da civilização humana. A primeira menção histórica da realização de casamentos entre pessoas do mesmo sexo data do Impérito Romano, quando o próprio Imperador Nero envolveu-se em cerimônia de casamento com um de seus escravos. E o mesmo ocorria entre as mulheres, inclusive na China, na época das dinastias. A história do Império Romano relata ainda a união entre os guerreiros e os jovens que estavam iniciando sua vida sexual. Com a chegada do cristianismo ao poder, por volta do século II a IV, qualquer expressão de amor homossexual era tida como heresia e proibiu-se a sua prática, o que demonstra que a relação homoafetiva era comum naquela época. Os relatos históricos demonstram que a união entre pessoas do mesmo sexo existe desde o início da civilização humana. Portanto, não se trata de uma tendência da modernidade, mas de uma experiência que decorre das relações humanas, às quais o Direito não pode se abster de tratar. Departamento Jurídico Casamento entre pessoas do mesmo sexo - uma breve noção E a discussão hoje não pode se resumir à ótica simplista e dualista de ser contra ou favor, pois o que se espera é que estejamos em sintonia com a história e seus movimentos para o entendimento das manifestações sociais, da vida em sociedade. Moralismos à parte, devemos reconhecer que as pessoas, independentemente da orientação sexual, são e devem ser consideradas como cidadãos, que têm exatamente os mesmos direitos e responsabilidades. Isso inclui também, como corolário lógico, os direitos e as responsabilidades envolvidas em uma parceria civil. O parágrafo 3º do artigo 226 da Constituição Federal dispõe: Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento. E a Lei 9.278/96, também conhecida como a Lei da União Estável, em seu artigo 8º estabelece que: Os conviventes poderão, de comum acordo e a qualquer tempo, requerer a conversão da união estável em casamento, por requerimento ao Oficial do Registro Civil da Circunscrição de seu domicílio. A legislação existente prevê a conversão da união estável em casamento apenas da entidade familiar, entendida essa como a união entre o homem e a mulher. Mas em 5 de maio de 2011, o Supremo Tribunal Federal, quando do julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 4.277, por unanimidade de votos reconheceu a legalidade da união estável entre pessoas do mesmo sexo, em todo o território nacional. Referida decisão do Supremo Tribunal Federal deu uma nova e ampla interpretação ao parágrafo 3º do artigo constitucional 226, acima transcrito. Com essa decisão do STF, o conceito de entidade familiar entre o homem e a mulher passou a abranger também a união entre pessoas do mesmo sexo. E como não poderia deixar de ser, o entendimento da Suprema Corte na ação direta de inconstitucionalidade citada considerou os princípios jurídicos consagrados pela Constituição Federal como direitos fundamentais do cidadão - a liberdade, a igualdade e a proibição de qualquer forma de discriminação - para poder estender aos homossexuais o direito de se tornarem uma entidade familiar. E em 14 de maio de 2013, o CNJ - Conselho Nacional de Justiça aprovou a Resolução nº 175 que obriga os cartórios de todo o país a celebrar o casamento civil e a converter a união estável homoafetiva em casamento. Embora o direito à adoção já vinha sendo conferido timidamente pelo Judiciário a casais homossexuais, com a recente decisão do Supremo Tribunal Federal acredita-se que muitas crianças sairão dos orfanatos ou da condição de abandonados e poderão usufruir da alegria de ter uma família. * ADVOGADA E COORDENADORA DO DEPARTAMENTO JURÍDICO DO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE RIBEIRÃO PRETO, GUATAPARÁ E PRADÓPOLIS. Vitórias AÇÕES GANHAS PELO DEPARTAMENTO JURÍDICO DO SINDICATO - Processo nº 2247/2011 da 2ª Vara da Fazenda, interposta contra a Prefeitura Municipal. Com mais essa vitória o Sindicato conseguiu ganhar todas as ações coletivas pleiteando o pagamento da gratificação denominada Adiantamento do Premio Incentivo para os servidores em período de estágio probatório. - Processo nº 7615/2011 da 1ª Vara da Fazenda Pública. Essa é a primeira vitória das várias ações interpostas pleiteando o pagamento do Quinquênio e Sexta Parte tomando-se por base de cálculo o valor total da remuneração do servidor. 18 ATUANTE Agosto de 2012

19 Momentos marcantes nos 25 anos do Sindicato Nesta edição separamos três momentos marcantes na história dos 25 anos do nosso Sindicato. Começamos nos anos de 2001 e 2002 durante as negociações com o então Governo Palocci e depois vamos para 2007 com a inauguração da Farmácia José Victor Nonino, a Farmácia do Servidor, e com a luta pela revitalização do IPM. Relembre: Negociações em 2001 e 2002 Nossa História Diretores do Sindicato atentos às negociações. No detalhe o então prefeito Antônio Palocci, o ex-presidente Nelson Barbosa e a ex-diretora financeira do Sindicato, Cristina Chiachio. Mais uma reunião no Palácio envolvendo Governo e Sindicato, sendo acompanhada por vereadores e imprensa. A diretoria do Sindicato em reunião no salão principal do Palácio Rio Branco com o então secretário de Governo, Donizete Rosa. Farmácia inaugurada em 2007 A inauguração da Farmácia Dr. José Vitor Nonino, no dia 6 de março de 2007, foi uma festa, marcada pela emoção. A cerimônia foi uma homenagem justa e merecida ao médico e vicepresidente do nosso sindicato. Além da família e dos servidores, diversas autoridades prestigiaram o evento. Luta pelo IPM Sempre o Sindicato lutou pela saúde do IPM. Em 2007 foi realizado uma grande manifestação contra uma possível ameaça de se acabar com o órgão. Em destaque nossos diretores com cartazes na porta do IPM na chegada do então superintendente Paulo Pastori. Agosto de 2012 ATUANTE 19

20 Cheia de Ratos Após denúncia do Sindicato, UBDS foi reformada Programas de TV, rádio, jornais e vereadores foram conferir e constataram a denúncia. Prefeitura antecipou reforma para resolver o problema OSindicato lançou um BIS Boletim Informativo Sindical da Saúde para denunciar a existência de ratos na UBDS Central. O fato causava transtornos aos trabalhadores, bem como colocava em risco a saúde de funcionários e população que procurava pelo atendimento. O fato foi amplamente divulgado pelos nossos diretores e a imprensa, por meio de programas de rádio, TV e jornais foram conferir e constataram a veracidade dos fatos. Os vereadores também foram ao local e também, a exemplo do Sindicato, cobraram reformas na unidade. O Governo Municipal diante da pressão resolveu antecipar uma reforma e fechou a UBDS por quatro dias. A DENÚNCIA Os trabalhadores alegaram que o problema não era recente, mas estava se agravando: na sala de esterilização de equipamentos odontológicos foram encontradas fezes de ratos no interior de armários; era comum encontrar os roedores mesmo durante o expediente, inclusive uma tra- BIS - Boletim Informativo Sindical com a denúncia foi distribuído para trabalhadores e população. balhadora havia encontrado uma ninhada de ratos dentro de um fogão no refeitório da unidade. Assim que soubemos dessa situação fizemos um BIS e distribuímos para os trabalhadores e população. Também encaminhamos as denúncias para a Prefeitura, Câmara e imprensa. Era uma situação insustentável, pois as fezes de rato são extremamente nocivas a saúde dos seres humanos. Existem doenças sérias que podem ser transmitidas. Era inadmissível a presença de ratos em uma unidade de saúde onde milhares de pessoas passam semanalmente em busca de atendimento médico, explica o coordenador da Seccional da Saúde do Sindicato, Noedivaldo Bernardino. Cobramos uma reunião com o governo e que uma solução fosse dada imediatamente. Felizmente isso aconteceu. A UBDS foi reformada, mas continuamos atentos, complementa o coordenador da Seccional da Saúde, Célio Aparecido. Sindicato cobra reforma em outra unidade No mesmo BIS Boletim Informativo Sindical o Sindicato cobrou melhorias e reformas na UBDS Cuiabá. O Governo municipal anunciou que havia feito tal reforma, mas os diretores do Sindicato constataram que foram feitos apenas reparos na parte elétrica, hidráulica e uma pintura no prédio. O Sindicato cobra para que a estrutura do prédio seja modificada, para atender melhor a população e para que o trabalhador possa exercer suas atividades com qualidade. 20 ATUANTE Agosto de 2012

Plano de lutas PLENO EMPREGO

Plano de lutas PLENO EMPREGO Plano de lutas PLENO EMPREGO a) Impulsionar, junto com as outras centrais sindicais, a campanha nacional pela redução constitucional da jornada de trabalho sem redução de salários; b) Exigir a restrição

Leia mais

Por que defender o Sistema Único de Saúde?

Por que defender o Sistema Único de Saúde? Por que defender o Sistema Único de Saúde? Diferenças entre Direito Universal e Cobertura Universal de Saúde Cebes 1 Direito universal à saúde diz respeito à possibilidade de todos os brasileiros homens

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS PREFEITURA FAZ INFORMATIVO DA PREFEITURA DE CONTAGEM CONTAGEM - Nº 23 - JUNHO - 2010 ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS Prefeitura valoriza servidores para melhorar qualidade dos serviços Nos últimos cinco anos,

Leia mais

CARTA DE FOZ DO IGUAÇU

CARTA DE FOZ DO IGUAÇU CARTA DE FOZ DO IGUAÇU Reunidos em Foz do Iguaçu, Paraná, no dia 2 de outubro de 2015, no II Encontro dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Região Sul, 566 representantes de 215 sindicatos, 23 federações,

Leia mais

Nota oficial do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina,

Nota oficial do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina, Nota oficial do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina, É de conhecimento de todos que os servidores filiados ao Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina Sinjusc,

Leia mais

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Dezembro/2003 - A discussão sobre carga horária para

Leia mais

SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO E AFINS DO ESTADO DA BAHIA

SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO E AFINS DO ESTADO DA BAHIA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2014-2015 DOS EMPREGADOS DA EMPRESA ADINOR INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ADITIVOS LTDA. 1ª Cláusula - REAJUSTE SALARIAL A Empresa reajustará o salário de seus empregados em 100% (cem

Leia mais

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES 1) Já completei 25 anos como professora em sala de aula, tenho hoje 45 anos de idade, com esta idade vou aposentar

Leia mais

RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB

RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB O Encontro Nacional do Ramo da Construção e do Mobiliário da CTB, este ano em sua 5ª edição, realizado nos dias 28 e 29 de

Leia mais

Direitos LGBT: do casamento ao enfrentamento da discriminação

Direitos LGBT: do casamento ao enfrentamento da discriminação Direitos LGBT: do casamento ao enfrentamento da discriminação Publicado em 28/06/2015, às 15h26 Atualizado em 28/06/2015, às 15h58 Sérgio Costa Floro* Especial para o NE10 #LoveWins tomou conta do discurso

Leia mais

Conselho protesta contra prefeitura

Conselho protesta contra prefeitura Informativo Eletrônico da SE/CNS para os conselheiros nacionais Ano VI, Brasília, 08/04/2009. Prezado (a) conselheiro (a), Estamos encaminhando um clipping de notícias do CNS na mídia. A intenção é socializar

Leia mais

Juarez Mello,é Bacharel em Direito pela UNAMA desde 1984. Atua na

Juarez Mello,é Bacharel em Direito pela UNAMA desde 1984. Atua na ENTREVISTA JUAREZ RABELLO SORIANO DE MELLO ADVOGADO Uma visão atual do Direito coletivo do trabalho É melhor um acordo coletivo resolvido em mesa do que uma decisão proferida pelos Tribunais Advogado trabalhista

Leia mais

Em defesa da Saúde pública para todos

Em defesa da Saúde pública para todos Boletim Econômico Edição nº 57 março de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Em defesa da Saúde pública para todos 1 A saúde pública faz parte do sistema de Seguridade Social

Leia mais

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Por Antônio Augusto de Queiroz - Jornalista, analista político e diretor de Documentação do Diap Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas

Leia mais

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS Data: 14/11/2014 Local: Sede da Fenasps Estados presentes: MG- SP- PR- RS- ES- SC- RN- CE e Oposição da BA e do DF. Nº de participantes: 65 Delegados e 10 Observadores

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca ASSINATURA DO SEGURO-DESEMPREGO E

Leia mais

Regimento Interno da Articulação de Esquerda

Regimento Interno da Articulação de Esquerda Regimento Interno da Articulação de Esquerda A Articulação de Esquerda (AE) é uma tendência interna do Partido dos Trabalhadores. Existe para a defesa de um PT de luta, de massa, democrático, socialista

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL 2013 PAUTA DE

CAMPANHA SALARIAL 2013 PAUTA DE CAMPANHA SALARIAL 2013 PAUTA DE REIVINDICAÇÕES ruas. Este tem sido um ano de intensas lutas, seja nas fábricas, seja nas São muitas as greves e mobilizações por melhores condições de trabalho, plano de

Leia mais

Roda de Conversa 30/06/2015

Roda de Conversa 30/06/2015 Aconteceu em Uberaba, na Associação de Bairro São Benedito, no dia 30/06/2015 a décima nona edição da Roda de Conversa. O Evento teve a participação de aproximadamente 50 profissionais de diversos órgãos

Leia mais

Jornal do SindSaúde-SP - ano XXI - nº 155 160 dezembro 2015 MOBILIZAÇÃO JUNTOS E FORTES

Jornal do SindSaúde-SP - ano XXI - nº 155 160 dezembro 2015 MOBILIZAÇÃO JUNTOS E FORTES Jornal do SindSaúde-SP - ano XXI - nº 155 160 dezembro 2015 2 0 1 5 MOBILIZAÇÃO JUNTOS E FORTES 2 0 1 6 2 Nossa Palavra #não ao golpe! O país vive uma crise política. Não é uma disputa entre petistas e

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Análise do Projeto de Lei que dispõe sobre os planos de custeio e de benefícios do regime próprio de previdência social do Estado da Paraíba No dia 20

Leia mais

Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho!

Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho! Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho! Este documento tem o objetivo de facilitar a organização dos servidores em sua cidade e local de trabalho durante a jornada de

Leia mais

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG SINDICATO, REALIZADA EM 05/08/2015.

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG SINDICATO, REALIZADA EM 05/08/2015. ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG, REALIZADA EM 05/08/2015. Aos dias oito do mês de agosto de dois mil e quinze, no Centro de Cultura e Eventos Prof. Ricardo Freua Bufaiçal, localizado no Campus Samambaia,

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Março/2015 2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Não queremos saber de quem é a culpa e sim que o GDF pague o que nos deve e diante de tantas

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas Para um mundo melhor, relações compartilhadas 6 Quem coloca a roupa na lavadora? 7 Quem vai à reunião da escola dos filhos? 8 Quem vai ao supermercado fazer as compras? Responda as questões abaixo optando

Leia mais

O Sindicato merece respeito! Um sindicalismo moderno

O Sindicato merece respeito! Um sindicalismo moderno Por André Luiz* Editorial O Sindicato merece respeito! de por extensão influenciam a vida dos nossos trabalhadores. A nossa história conta isso e em momento algum os servidores municipais e o Sindicato

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco

Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco 1. Emprego O Banco deverá instituir medidas que visem aumentar o número de empregados, adequando o seu quadro funcional a praça e ao

Leia mais

Encontro Nacional ISONOMIA. Conquistando uma só Caixa para todos os empregados

Encontro Nacional ISONOMIA. Conquistando uma só Caixa para todos os empregados 3º o Encontro Nacional de ISONOMIA Conquistando uma só Caixa para todos os empregados ATS e licença-prêmio já! ISONOMIA, UMA LUTA DE TODOS A isonomia de direitos e benefícios entre todos os trabalhadores

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa

Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa Módulo Unidade 01 Tópico 01 Políticas na Atenção do Idoso Introdução as Políticas Públicas Políticas Públicas Ao longo do tempo o papel do Estado frente

Leia mais

DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 2001/2006 DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. IRANI CHIES, Prefeito Municipal de Carlos Barbosa, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

PREFEITO CONFÚCIO MOURA AUTORIZA:

PREFEITO CONFÚCIO MOURA AUTORIZA: PREFEITO CONFÚCIO MOURA AUTORIZA: PLANO DE SAÚDE, REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES PLANO DE SAÚDE Em audiência realizada no mês de Janeiro, o Prefeito Confúcio Moura convocou os Presidentes

Leia mais

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável Este artigo é cópia fiel do publicado na revista Nu e va So c i e d a d especial em português, junho de 2012, ISSN: 0251-3552, . Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Leia mais

Sciesp. Clipping 17.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 17.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 17.06 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK FGTS amplia teto da renda para imóvel com juro menor Famílias

Leia mais

DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011.

DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011. DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011. Regulamenta o art. 54 da Lei Complementar nº 392, de 17/12/2008, Dispõe sobre o Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Município de Uberaba e dá outras providências.

Leia mais

1- CONTRATO DE TRABALHO

1- CONTRATO DE TRABALHO 1- CONTRATO DE TRABALHO 1.1 - ANOTAÇÕES NA CARTEIRA DE TRABALHO Quando o empregado é admitido - mesmo em contrato de experiência -, a empresa tem obrigatoriamente que fazer as anotações na carteira de

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA

PREFEITURA DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA PREFEITURA DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA Palestra do secretário de Direitos Humanos e Cidadania, Rogério Sottili, no evento Diálogos em Ação: Educação Inclusiva na Cidade

Leia mais

Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas

Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas Texto construído com base em diversos trabalhos acadêmicos, dados do Cofen, dados do Coren, Fórum Nacional das 30 horas, Aben e do artigo Jornada

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 1 1. Introdução Desde

Leia mais

A importância de um plano de aposentadoria complementar

A importância de um plano de aposentadoria complementar INFORMATIVO É a melhor maneira de planejar a sua aposentadoria; Poupança com 100% de rentabilidade - Parte Patrocinadora; Rentabilidade totalmente revertida ao participante Datusprev sem fins lucrativos;

Leia mais

Em Foco CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES. Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05

Em Foco CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES. Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05 R Em Foco UT BRASIL CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES CUT Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05 Em Foco 02 setembro/2012 Greve surte efeito Chega

Leia mais

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano

Análise Semanal. Edição nº 23 10/07/15 CONJUNTURA ECONÔMICA. Mais um plano Mais um plano CONJUNTURA ECONÔMICA A chave da agenda positiva tão perseguida pelo governo federal em tempos de crise política e volta da inflação parece ser a preservação dos empregos. Na última terça-feira

Leia mais

LUTA MÉDICA ENTREVISTA: JORGE SOLLA Entrevista publicada na Revista Luta Médica nº 02 (janeiro/fevereiro de 2007)

LUTA MÉDICA ENTREVISTA: JORGE SOLLA Entrevista publicada na Revista Luta Médica nº 02 (janeiro/fevereiro de 2007) LUTA MÉDICA ENTREVISTA: JORGE SOLLA Entrevista publicada na Revista Luta Médica nº 02 (janeiro/fevereiro de 2007) Médico Pesquisador do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da Bahia.Ex-Coordenador

Leia mais

Modelos de Gestão no setor público e intervenção política

Modelos de Gestão no setor público e intervenção política Modelos de Gestão no setor público e intervenção política Agnaldo dos Santos Observatório dos Direitos do Cidadão Participação Cidadã (Instituto Pólis) Apresentação O Observatório dos Direitos do Cidadão,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013. Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013. Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013 NOME: Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS INSTRUÇÕES 1.1. A prova é individual 1.2. Leia cuidadosamente cada questão, escolha

Leia mais

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio S.I.M.S SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS SAPEZAL/MT PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SAPEZAL -20013 INTRODUÇÃO O Sindicato dos Servidores Municipais de Sapezal-SIMS/MT,

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

Abril/2012 ATUANTE 1

Abril/2012 ATUANTE 1 Abril/2012 ATUANTE 1 André Luiz* Em um dos seus últimos discursos antes de concluir seu mandato como presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva repetiu uma frase de sua autoria: Quero dizer que

Leia mais

COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO

COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO Agenda Horário Assunto Palestrante 8:00h às 8:30h Abertura da Reunião pelo Secretário da SEPOG Philipe Nottingham 8:30h às 9:30h Apresentação do Processo de Aposentadoria nova

Leia mais

que se viver com dignidade, o que requer a satisfação das necessidades fundamentais. O trabalho é um direito e um dever de todo cidadão.

que se viver com dignidade, o que requer a satisfação das necessidades fundamentais. O trabalho é um direito e um dever de todo cidadão. Osdireitosdohomemedocidadãonocotidiano (OscarNiemeyer,1990) "Suor, sangue e pobreza marcaram a história desta América Latina tão desarticulada e oprimida. Agora urge reajustá-la num monobloco intocável,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Discurso na cerimónia de regulamentação

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP LEGISLAÇÃO DE PESSOAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais Lei nº. 8.112/90 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos

Leia mais

Quero também cumprimentar a Mesa e, em nome da Central Única dos

Quero também cumprimentar a Mesa e, em nome da Central Única dos A IMPORTÂNCIA DA CONVENÇÃO Nº 158 DA OIT PARA O TRABALHADOR BRASILEIRO Arthur Henrique * Quero também cumprimentar a Mesa e, em nome da Central Única dos Trabalhadores, agradecer ao Tribunal Superior do

Leia mais

NEGOCIAÇÃO COM COREN PARA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO - PERÍODO DE 1º MAIO DE 2012 A 30 DE ABRIL DE 2013.

NEGOCIAÇÃO COM COREN PARA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO - PERÍODO DE 1º MAIO DE 2012 A 30 DE ABRIL DE 2013. NEGOCIAÇÃO COM COREN PARA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO - PERÍODO DE 1º MAIO DE 2012 A 30 DE ABRIL DE 2013. GARANTIA DA DATA BASE Fica estabelecido primeiro de maio como data base da categoria REAJUSTE SALARIAL

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

CHAPA 1. Compromisso e Ação!

CHAPA 1. Compromisso e Ação! CHAPA 1 Compromisso e Ação! Concorremos nas próximas eleições da AJURIS pela situação, com o compromisso de avançar e dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito. Temos consciência de que os tempos

Leia mais

CARTA DE SANTA MARIA

CARTA DE SANTA MARIA CARTA DE SANTA MARIA ANDES-SN: Sindicato de luta, ampliando a organização da categoria e a unidade classista dos trabalhadores. Sob a égide desse tema, realizou-se o 58º CONAD do ANDES SINDICATO NACIONAL,

Leia mais

3. Autonomia frente aos partidos e parlamentares e Independência em relação aos patrões e governos

3. Autonomia frente aos partidos e parlamentares e Independência em relação aos patrões e governos Eixo III: Programa de trabalho para a direção do SISMMAC Continuar avançando na reorganização do magistério municipal com trabalho de base, organização por local de trabalho, formação política e independência

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2001 IEL/DF - INSTITUTO EUVALDO LODI SINDAF/DF

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2001 IEL/DF - INSTITUTO EUVALDO LODI SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2001 IEL/DF - INSTITUTO EUVALDO LODI SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO QUE ENTRE SI, CELEBRAM O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE FORMAÇÃO

Leia mais

TESE AO 7º CONGRESSO DO SINDPEFAETEC: SINDPEFAETEC INDEPENDENTE, CLASSISTA E DE LUTA PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA, GRATUITA, DEMOCRÁTICA E DE QUALIDADE

TESE AO 7º CONGRESSO DO SINDPEFAETEC: SINDPEFAETEC INDEPENDENTE, CLASSISTA E DE LUTA PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA, GRATUITA, DEMOCRÁTICA E DE QUALIDADE TESE AO 7º CONGRESSO DO SINDPEFAETEC: SINDPEFAETEC INDEPENDENTE, CLASSISTA E DE LUTA PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA, GRATUITA, DEMOCRÁTICA E DE QUALIDADE Conjuntura Internacional A crise do capitalismo, iniciada

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431 LEI N.º 761/93 Dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público municipal de Alto Araguaia. O Prefeito Municipal de Alto Araguaia, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, faço saber que

Leia mais

RELATÓRIO N.º 3/2015

RELATÓRIO N.º 3/2015 RELATÓRIO N.º 3/2015 Relatório n.º 3/2015. Relator: Vicente de Paulo da Silva Sousa. Condição: Delegado escolhido em Assembleia Geral. Motivo: Participar da Reunião Ampliada da Federação Nacional dos Trabalhadores

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2016 Gestão 2014/2017

PLANO DE AÇÃO 2016 Gestão 2014/2017 INTRODUÇÃO O Plano de Ação do Sindicato-Apase adota como referencial de elaboração as Teses aprovadas no XI Fórum Sindical/2015, referendadas na Assembleia Geral Extraordinária Deliberativa de 11/12/2015.

Leia mais

BANCÁRIOS. Uma História marcada por lutas e conquistas

BANCÁRIOS. Uma História marcada por lutas e conquistas BANCÁRIOS Uma História marcada por lutas e conquistas 1 932 18/04/1932 1ª Greve dos Bancários Iniciada em Santos, formada por funcionários do Banco Banespa que reivindicavam melhorias salariais e das condições

Leia mais

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Comunicação é um direito de todos No Brasil, os meios de comunicação estão concentrados nas mãos de poucas empresas familiares que têm a

Leia mais

Avaliação do clima na escola

Avaliação do clima na escola Avaliação do clima na escola INSTRUÇÕES INICIAIS PARA O GESTOR: Avise que a pesquisa para avaliar o clima da escola é anônima. Não será preciso colocar nome, apenas identificar a qual segmento da comunidade

Leia mais

CARTILHA DA LEI DE PROTEÇÃO AO TRABALHADOR TERCEIRIZADO

CARTILHA DA LEI DE PROTEÇÃO AO TRABALHADOR TERCEIRIZADO CARTILHA DA LEI DE PROTEÇÃO AO TRABALHADOR TERCEIRIZADO Mais segurança e benefícios para 40 milhões de brasileiros Chegou a vez do trabalhador terceirizado. Depois de nove anos de debates, negociações

Leia mais

CARTILHA DA LEI DE PROTEÇÃO AO TRABALHADOR TERCEIRIZADO

CARTILHA DA LEI DE PROTEÇÃO AO TRABALHADOR TERCEIRIZADO CARTILHA DA LEI DE PROTEÇÃO AO TRABALHADOR TERCEIRIZADO Mais segurança e benefícios para 40 milhões de brasileiros Chegou a vez do trabalhador terceirizado. Depois de nove anos de debates, negociações

Leia mais

Rodada de negociação na educação básica é transferida

Rodada de negociação na educação básica é transferida Edição 10 Março de 2012 Professores do Sesi/Senai têm assembleia com falta abonada em 16/3 (sexta-feira) às 10 horas no SINPRO-SANTOS localizado na Av. Ana Costa, 145 Santos, SP. A falta abonada para comparecimento

Leia mais

11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. SANTOS, Volney Campos dos 1 WOITOWICZ, Karina Janz 2

11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. SANTOS, Volney Campos dos 1 WOITOWICZ, Karina Janz 2 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 3ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA DIREITOS

Leia mais

EXPOSIÇÃO NO ENCONTRO INTERNACIONAL DO 39º CONGRESSO DA FEDERAÇÃO NACIONAL DAS INDÚSTRIAS QUÍMICAS DA FRANÇA CGT ÊLE DE RÉ, FRANÇA, 29.04.

EXPOSIÇÃO NO ENCONTRO INTERNACIONAL DO 39º CONGRESSO DA FEDERAÇÃO NACIONAL DAS INDÚSTRIAS QUÍMICAS DA FRANÇA CGT ÊLE DE RÉ, FRANÇA, 29.04. EXPOSIÇÃO NO ENCONTRO INTERNACIONAL DO 39º CONGRESSO DA FEDERAÇÃO NACIONAL DAS INDÚSTRIAS QUÍMICAS DA FRANÇA CGT ÊLE DE RÉ, FRANÇA, 29.04.2014 Boa tarde companheiras e companheiros, Primeiramente a Central

Leia mais

Cem edições para informar e formar cidadãos!

Cem edições para informar e formar cidadãos! ParaTod Mandato do Deputado Tadeu Veneri-PT nº 100 Dezembro 2014 s Acesse: www.tadeuveneri.com.br facebook.com/tadeuveneri Edição Especial Número 100 Cem edições para informar e formar cidadãos! Do primeiro

Leia mais

REFORMA SINDICAL: PORTA PRINCIPAL PARA A TÃO FALADA REFORMA TRABALHISTA.

REFORMA SINDICAL: PORTA PRINCIPAL PARA A TÃO FALADA REFORMA TRABALHISTA. REFORMA SINDICAL: PORTA PRINCIPAL PARA A TÃO FALADA REFORMA TRABALHISTA. INTRODUÇÃO Recentemente o Governo Federal, por seu Ministro do Trabalho e Emprego, Ricardo Berzoini, um mineiro de Juiz de Fora

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR GUSTAVO BONATO FRUET PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA. Assunto: pauta de reivindicações específicas dos Educadores de 2013.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR GUSTAVO BONATO FRUET PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA. Assunto: pauta de reivindicações específicas dos Educadores de 2013. EXCELENTÍSSIMO SENHOR GUSTAVO BONATO FRUET PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA. Assunto: pauta de reivindicações específicas dos Educadores de 2013. O SISMUC - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de

Leia mais

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18)

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18) https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/178 3-educacao-amplia-interlocucao-com-representantes- do-movimento-sindical Notícia veicula no site Portal da Educação em 17/02/11 Secretária Ana Lúcia

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

Planejamento estratégico do Movimento Nossa São Paulo

Planejamento estratégico do Movimento Nossa São Paulo Planejamento estratégico do Movimento Nossa São Paulo Contribuições construídas pelo GT Juventude A avaliação das entidades e grupos que compõe o GT Juventude faz da atuação do Movimento em 2008 é extremamente

Leia mais

MENSAGEM Nº 09 /2014. Salvador, 09 de junho de 2014. Exmo. Sr. Vereador PAULO CÂMARA DD. Presidente da Câmara Municipal de Salvador Nesta

MENSAGEM Nº 09 /2014. Salvador, 09 de junho de 2014. Exmo. Sr. Vereador PAULO CÂMARA DD. Presidente da Câmara Municipal de Salvador Nesta MENSAGEM Nº 09 /2014 Salvador, 09 de junho de 2014 Exmo. Sr. Vereador PAULO CÂMARA DD. Presidente da Câmara Municipal de Salvador Nesta Senhor Presidente, Encaminho a Vossa Excelência, para apreciação

Leia mais

VAMOS CUIDAR DO BRASIL COM AS ESCOLAS FORMANDO COM-VIDA CONSTRUINDO AGENDA 21AMBIENTAL NA ESCOLA

VAMOS CUIDAR DO BRASIL COM AS ESCOLAS FORMANDO COM-VIDA CONSTRUINDO AGENDA 21AMBIENTAL NA ESCOLA VAMOS CUIDAR DO BRASIL COM AS ESCOLAS FORMANDO COM-VIDA CONSTRUINDO AGENDA 21AMBIENTAL NA ESCOLA COM-VIDA Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida na Escola Criado a partir das deliberações da I Conferência

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

JORNADA DAS MARGARIDAS 2013

JORNADA DAS MARGARIDAS 2013 JORNADA DAS MARGARIDAS 2013 PAUTA INTERNA 1 - ORGANIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SINDICAL 1 Assegurar condições de igualdade para homens e mulheres exercerem com autonomia o trabalho sindical nas diversas secretarias

Leia mais

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA A D C E F E T - R J ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA SEÇÃO SINDICAL DA A N D E S - SINDICATO NACIONAL Av. Maracanã 229 - Rio de Janeiro - RJ - CEP

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÂO DEL REI Secretaria Municipal de ADMINISTRAÇÃO Departamento de Recursos Humanos

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÂO DEL REI Secretaria Municipal de ADMINISTRAÇÃO Departamento de Recursos Humanos PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÂO DEL REI Secretaria Municipal de ADMINISTRAÇÃO Departamento de Recursos Humanos COMITÊ GERAL DE AVALIAÇÃO FUNCIONAL DE DESEMPENHO DO ESTÁGIO PROBATÓRIO Assegurado pelo Decreto

Leia mais

VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS

VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS Perguntas e resposta feitas ao jornalisa Romário Schettino Perguntas dos participantes do 6 Seminário de Direito para Jornalistas

Leia mais

Lei n.º 29/87, de 30 de Junho ESTATUTO DOS ELEITOS LOCAIS

Lei n.º 29/87, de 30 de Junho ESTATUTO DOS ELEITOS LOCAIS Lei n.º 29/87, de 30 de Junho ESTATUTO DOS ELEITOS LOCAIS A Assembleia da República decreta, nos termos dos artigos 164.º, alínea d), 167.º, alínea g), e 169.º, n.º 2, da Constituição, o seguinte: Artigo

Leia mais

Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da

Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da Câmara Municipal de Perdizes, Estado de Minas Gerais

Leia mais

O Continente faz mobilização contra Prosegur

O Continente faz mobilização contra Prosegur Confederação Nacional dos Vigilantes - Brasília - DF 16/06/2015 - Edição 1292 O Continente faz mobilização contra Prosegur Vigilantes da Bahia entregaram carta aberta na porta da Prosegur, denunciando

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002667/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/06/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR027436/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.005491/2011-61 DATA DO

Leia mais

Assunto: Pauta de Reivindicações dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Curitiba para as negociações 2011.

Assunto: Pauta de Reivindicações dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Curitiba para as negociações 2011. EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA. Assunto: Pauta de Reivindicações dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Curitiba para as negociações 2011. SISMUC - Sindicato dos Servidores

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ GABINETE DO PREFEITO LEI COMPLEMENTAR Nº 003/2014 Dispõe sobre a instituição do Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Efetivos do Município de Imperatriz, e dá outras providências. SEBASTIÃO TORRES MADEIRA, PREFEITO

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO SÃO CARLOS 2011 SUMÁRIO TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º a 3º... 3 Capítulo I Da Natureza (art. 1º)... 3 Capítulo II Da Finalidade

Leia mais