Mitos da Acessibilidade Web

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mitos da Acessibilidade Web"

Transcrição

1 SAPO Codebits 2008 Magda Joana Silva

2 Acessibilidade Web igualdade de acesso a Web sites a pessoas com limitações

3 Acessibilidade Web igualdade de acesso a Web sites a pessoas com limitações proporcionar um melhor acesso à informação de Web sites a todos os utilizadores da Internet

4 Acessibilidade Web Se um Web site não for completamente acessível, então prover uma versão alternativa de conteúdo equivalente

5 Acessibilidade Web Pessoas com limitação ou incapacidade visual Cegueira Dificuldade de visão Daltonismo

6 Acessibilidade Web Pessoas com limitação ou incapacidade auditiva Surdez Dificuldade de audição

7 Acessibilidade Web Pessoas com limitação física Deficiência motora Dificuldade de coordenação motora Pouca sensibilidade ao tacto

8 Acessibilidade Web Pessoas com limitações cognitivas ou neurológicas Dislexia Défice de atenção Limitações intelectuais Problemas de memória Doenças mentais Epilepsia Magda Joana Silva SAPO Codebits 2008

9 Acessibilidade Web Todos os utilizadores no geral Cansaço, lesões Tipo de ligação à Internet Sistema operativo em uso Web browser em uso Dispositivo de acesso à Internet A língua nativa Magda Joana Silva SAPO Codebits 2008

10 Acessibilidade Web Perspectivas Responsabilidade social

11 Acessibilidade Web Perspectivas Responsabilidade social?

12 Acessibilidade Web Perspectivas Responsabilidade social Desenvolvimento técnico Financeira Aplicação tecnológica Legal

13 Acessibilidade Web Perspectiva de Desenvolvimento Técnico Uso de CSS Maior facilidade na mudança do layout Maior rapidez na mudança do layout

14 Acessibilidade Web Perspectiva Financeira Maior acessibilidade => aumento do número de visitantes Uso de CSS + Qualidade do HTML => optimização do Web site para motores de busca Uso de CSS => rapidez na leitura de páginas Garantia de Acessibilidade => símbolo de qualidade

15 Acessibilidade Web Perspectiva da Aplicação Tecnológica Existência de conteúdo equivalente de imagens, flash e javascript => maior adaptabilidade a MIDs (Mobile Internet Device: PDA, SmartPhone, ipod touch, Tablet,...) Magda Joana Silva SAPO Codebits 2008

16 Acessibilidade Web Perspectiva Legal Resolução do Conselho de Ministros 155/ sítios da Internet do Governo e dos serviços e organismos públicos da administração central sejam escolhidas de forma a permitirem ou facilitarem o seu acesso pelos cidadãos com necessidades especiais, devendo respeitar o nível de conformidade «A» sítios da Internet do Governo e dos serviços e organismos públicos da administração central que impliquem a prestação de serviços transaccionais aos cidadãos respeitem o nível de conformidade «AA»... das directrizes sobre a acessibilidade do conteúdo da web, desenvolvidas pelo World Wide Web Consortium (W3C) Magda Joana Silva SAPO Codebits 2008

17 Conformidade Web Web Content Accessibility Guidelines: WCAG 2.0 Percepção do conteúdo Operabilidade Compreensão Robustez

18 Conformidade Web Web Content Accessibility Guidelines: Conformidade Níveis de conformidade: A, AA, AAA Páginas completas Processos completos Diferentes tipos de tecnologias alternativas Não interferência

19 Acessibilidade e Conformidade Web Acessibilidade é igual a Conformidade

20 Acessibilidade e Conformidade Web Acessibilidade é igual a Conformidade Acessibilidade contém a Conformidade

21 Acessibilidade e Conformidade Web Acessibilidade é igual a Conformidade Acessibilidade contém a Conformidade uma página acessível está perto de ser conforme

22 Tornar um Web site Acessível Escrever um bom código HTML

23 Tornar um Web site Acessível Escrever um bom código HTML?

24 Tornar um Web site Acessível Ter um bom conteúdo Claro e objectivo Sem erros ortográficos Textos pequenos

25 Tornar um Web site Acessível Ter uma boa estruturação conteúdo Menus bem identificados e agrupados por contexto Links bem identificados e com títulos descritivos Utilização de títulos que situem o contexto do conteúdo Sequência lógica na apresentação do conteúdo Boa legendagem dos formulários? Magda Joana Silva SAPO Codebits 2008

26 Tornar um Web site Acessível Ter uma boa estruturação conteúdo (cont.) Bom contraste de cores Fluidez do design Uma boa leitura dos conteúdos quando os estilos associados à página estão desactivados Design consistente entre as páginas do mesmo Web site Magda Joana Silva SAPO Codebits 2008

27 Tornar um Web site Acessível Implementação Uso de CSS Evitar o uso de tabelas, e quando necessárias, utilizar labels para identificar o conteúdo? Utilizar estilos que permitam o reajustamento de tamanho de fontes

28 Tornar um Web site Acessível Implementação Garantir a boa leitura das páginas em diferentes browsers Utilizar conteúdo equivalente em imagens, gráficos, scripts, ficheiros multimédia,? Proporcionar skip links?

29 Tornar um Web site Acessível Implementação Criar uma página com indicações da acessibilidade do Web site? Utilizar teclas de atalho? Utilizar acrónimos? Utilizar tabindex?

30 Tornar um Web site Acessível O que não fazer durante a implementação Utilizar longas descrições nos atributos alt e title Utilizar caracteres aleatórios para separar links Usar texto para preencher campos vazios em formulários Utilizar pop ups Sobrecarregar as páginas com informação e

31 Acessibilidade Web implica Bom Senso

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais problemas de acessibilidade na Internet. Apresentar as principais deficiências e as tecnologias de apoio.

Leia mais

Acessibilidade na Web

Acessibilidade na Web Acessibilidade na Web Departamento de Computação - UFS Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Lucas Augusto Carvalho lucasamcc@dcomp.ufs.br Prof. Rogério Vídeo Custo ou Benefício? http://acessodigital.net/video.html

Leia mais

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Conceitos e Importância Projeto e desenvolvimento de Web acessível Acessibilidade É o processo e as técnicas usadas para criar

Leia mais

Adaptação de materiais digitais. Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com

Adaptação de materiais digitais. Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com Adaptação de materiais digitais Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com Plano da sessão Tópicos Duração Documentos acessíveis: porquê e para quem. Diretrizes de acessibilidade Navegabilidade, legibilidade

Leia mais

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para:

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para: Deficiências Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla Tem dificuldade para: ver a tela usar o mouse usar o teclado ler um texto ouvir um som navegar

Leia mais

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web Introdução sobre Acessibilidade na web Acessibilidade na web é o consumo da informação por qualquer pessoa por qualquer tipo de meio de acesso. Para que serve a web? A web serve para compartilhar informação.

Leia mais

Estudo Conformidade dos sítios web da AP Central com as Web Content Accessibility Guidelines 1.0 do W3C

Estudo Conformidade dos sítios web da AP Central com as Web Content Accessibility Guidelines 1.0 do W3C Estudo Conformidade dos sítios web da AP Central com as Web Content Accessibility Guidelines 1.0 do W3C (análise comparativa 2008 / 2010) Jorge Fernandes / UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento,

Leia mais

Acessibilidade Web - Ponto da Situação das Maiores Empresas Portuguesas

Acessibilidade Web - Ponto da Situação das Maiores Empresas Portuguesas Apresentação do Estudo Acessibilidade Web Ponto da Situação das maiores empresas Portuguesas 17 de Setembro de 2009 Átrio da Casa do Futuro da Fundação Portuguesa das Comunicações Acessibilidade Web -

Leia mais

Alvaiázere INFOACESSIBILIDADE. Plano Local de Promoção da Acessibilidade do Município de Alvaiázere FASE II - PLANO DAS CONDIÇÕES DE ACESSIBILIDADE

Alvaiázere INFOACESSIBILIDADE. Plano Local de Promoção da Acessibilidade do Município de Alvaiázere FASE II - PLANO DAS CONDIÇÕES DE ACESSIBILIDADE Alvaiázere Plano Local de Promoção da Acessibilidade do Município de Alvaiázere INFOACESSIBILIDADE 8 284 8.1. WEB Depois de avaliada a acessibilidade do site da responsabilidade da Câmara Municipal de

Leia mais

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo.

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo. MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com URL: http://esganarel.home.sapo.pt GABINETE: 1G1 - A HORA DE ATENDIMENTO: SEG. E QUA. DAS 11H / 12H30 (MARCAÇÃO

Leia mais

CSS. Oficina de CSS Aula 10. Cascading Style Sheets. Cascading Style Sheets Roteiro. Cascading Style Sheets. Cascading Style Sheets W3C

CSS. Oficina de CSS Aula 10. Cascading Style Sheets. Cascading Style Sheets Roteiro. Cascading Style Sheets. Cascading Style Sheets W3C Roteiro Oficina de Aula 10 s Selos de conformidade Prof. Vinícius Costa de Souza www.inf inf.unisinos..unisinos.br/~vinicius outubro de 2006 W3C São um conjunto de normas, diretrizes, recomendações, notas

Leia mais

Adaptando o Plone para Plataformas Móveis. Fabiano Weimar dos Santos e Giuseppe Romagnoli

Adaptando o Plone para Plataformas Móveis. Fabiano Weimar dos Santos e Giuseppe Romagnoli Adaptando o Plone para Plataformas Móveis Adaptando o Plone para plataformas móveis Adaptando o Plone para plataformas móveis Fabiano FabianoWeimar Weimardos dossantos Santos Os amigos me chamam de Os

Leia mais

Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação

Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação ANEXO AO CADERNO DE ENCARGOS MÉTODO DE AVALIAÇÃO DOS WEB SITES DA ADMINISTRAÇÃO DIRECTA E INDIRECTA DO ESTADO Documento disponível em www.si.mct.pt

Leia mais

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI 2ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI Patrocinador Principal Patrocinadores Globais APDSI 2ª Conferência Internet, Negócio

Leia mais

Acessibilidade Web. Ivo Gomes

Acessibilidade Web. Ivo Gomes Acessibilidade Web Ivo Gomes 1 O que é a Acessibilidade Web? Permi'r que todos os u'lizadores tenham acesso ao site. Independentemente de terem alguma necessidade especial. Independentemente de terem algum

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO INTRODUÇÃO AO MACROMEDIA DREAMWEAVER MX 2004 O Macromedia Dreamweaver MX 2004 é um software que permite a criação de páginas de Internet profissionais, estáticas

Leia mais

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível SIEP / RENAPI Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Setembro de 2009 Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Cuidados em geral Separar adequadamente

Leia mais

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição Criação de páginas p Unidade 4 UNIDADE 4: Criação de Páginas P Conceitos básicosb Técnicas de implantação de páginas p Criação de páginas p Programa de edição : Frontpage Programa de animação gráfica :

Leia mais

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Avaliação Passos para Site Acessível -Seguir padrões Web; -Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade; -Realizar avaliação de acessibilidade.

Leia mais

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Arte X Engenharia Desenvolver Sistema Web é arte? A Web oferece espaço para arte...... mas os usuários também desejam

Leia mais

+Acesso Ferramenta para análise da Acessibilidade em sítios Web

+Acesso Ferramenta para análise da Acessibilidade em sítios Web +Acesso Ferramenta para análise da Acessibilidade em sítios Web P.A. Alves 1 y R.A. Esteves 2 1 Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Bragança, http://www.estig.ipb.pt/homepages/palves

Leia mais

2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º e 8º Anos de escolaridade)

2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º e 8º Anos de escolaridade) Escola Básica e Secundária de Velas Linhas de Exploração do Quadro de da Disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Oferta de Escola 2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º

Leia mais

A importância dos padrões para a WEB e o ASA. Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli

A importância dos padrões para a WEB e o ASA. Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli A importância dos padrões para a WEB e o ASA Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli Agenda INTRODUÇÃO FUNCIONAMENTO MOTIVAÇÃO SISTEMA Siga os padrões Internet e Dê ASAs a seu site Castro no site: http://asa.nic.br

Leia mais

P.V. Descrição Ocorrências Linhas

P.V. Descrição Ocorrências Linhas Relatório da URL: http://www.cultura.gov.br Erros Prioridade. 22 36 37 38 39 40 45 46 50 53 59 63 32 33 369 39 395 459 460 472 473 474 476.6 Assegurar a acessibilidade do conteúdo de frames, fornecendo

Leia mais

Grupo CGD escolhe SharePoint Server 2007 para criar portal web de nova geração

Grupo CGD escolhe SharePoint Server 2007 para criar portal web de nova geração Caso de sucesso Microsoft Grupo CGD escolhe SharePoint Server 2007 para criar portal web de nova geração Sumário País: Portugal Sector: Financeiro Perfil do Cliente A Caixa Geral de Depósitos (CGD) é actualmente

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Teste rveras@unip.br Aula 11 Agenda Usabilidade Compatibilidade Validação Resolução de tela Velocidade de carregação Acessibilidade Testes Nesta etapa do projeto do web site

Leia mais

O Programa ACESSO é membro da European Design for All eaccessibility Network (EDeAN)

O Programa ACESSO é membro da European Design for All eaccessibility Network (EDeAN) Estudo de Caso Conformidade dos sítios Web do Arquivo Distrital do Porto, da Biblioteca Nacional Digital e do Instituto Português de Museus com as Directrizes de Acessibilidade do W3C Fórum sobre Acessibilidades

Leia mais

Avaliação do site lisbonfancytour.pt

Avaliação do site lisbonfancytour.pt Avaliação do site lisbonfancytour.pt Gerado a 21 de Novembro de 2015 19:20 PM O resultado é de 59/100 Conteúdo SEO Título Transfers Lisboa Cumprimento : 16 Perfeito, o Título contém entre 10 e 70 caracteres.

Leia mais

Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. 215 Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. www.governoeletronico.gov.br Recomendações de Acessibilidade para

Leia mais

UFCD 0152 Estrutura de um sítio para Internet

UFCD 0152 Estrutura de um sítio para Internet INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, IP DELEGAÇÃO REGIONAL DO NORTE CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE VIANA DO CASTELO-SERVIÇO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL UFCD 0152 Estrutura de um sítio

Leia mais

Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL

Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL Web para todos De acordo com Cifuentes(2000), Caplan(2002) e Dias (2003), entende-se por acessibilidade à rede

Leia mais

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais.

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Tales Henrique José MOREIRA 1 ; Gabriel da SILVA 2 ; 1 Estudante de Tecnologia em Sistemas para

Leia mais

UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB

UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB Alan Francisco de Souza¹, Claudete Werner¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil alanfsouza.afs@gmail.com,

Leia mais

WebDesign. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br. Escola CDI de Videira

WebDesign. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br. Escola CDI de Videira WebDesign Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Entendendo Alguns Conceitos Antes de prosseguirmos é importante ter em mente o motivo pelo

Leia mais

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 André Luiz Andrade Rezende ¹ ¹Rede de Pesquisa e Inovação em Tecnologias Digitais (RENAPI) Doutorando em Educação e Contemporaneidade (UNEB) Estes slides são concedidos sob uma

Leia mais

Interface BVS-Site. Arquiteturta e Personalização da Interface

Interface BVS-Site. Arquiteturta e Personalização da Interface Interface BVS-Site Arquiteturta e Personalização da Interface Julio Takayama takayama@bireme.ops-oms.org Desenho Gráfico e Interfaces DGI-GA BIREME/PAHO/WHO Tópicos Arquitetura da BVS Modelo de Interfaces

Leia mais

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo Introdução Recursos de acessibilidade principais Navegação usando

Leia mais

Projeto Inclusivo de Sítios: Por quê? Para quem?

Projeto Inclusivo de Sítios: Por quê? Para quem? 1 Projeto Inclusivo de Sítios: Por quê? Para quem? 05/2008 Ana Isabel Bruzzi Bezerra Paraguay Faculdade de Saúde Pública / USP anaparaguay@gmail.com Miriam Hitomi Simofusa SERPRO - miriamhs@gmail.com Augusto

Leia mais

Humano-Computador (IHC)

Humano-Computador (IHC) 1 INF1403 Introdução a Interação Humano-Computador (IHC) Turma 3WA Professora: Clarisse Sieckenius de Souza Acessibilidade: Uma questão de lei e direitos humanos 15/Mar/2010 Stephen Hawking um dos maiores

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso de Educação e Formação Tipo 3 Nível 2

PLANIFICAÇÃO ANUAL ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso de Educação e Formação Tipo 3 Nível 2 PLANIFICAÇÃO ANUAL ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso de Educação e Formação Tipo 3 Nível 2 Itinerário de Formação: 34101.Práticas Técnico-Comerciais Saída Profissional: Empregado/a Comercial Componente de

Leia mais

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos Design Web Estrutura e estética: Organiação, layout, cores e tipos Apresentação: Estrutura e Estética Organiação Navegação Layout Cores e Tipografia! " Representação e Apresentação Representação Utiliar

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INFORMÁTICA Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INFORMÁTICA Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular INFORMÁTICA Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Comunicação e Multimédia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Acessibilidade. Profa. Renata Pontin de Mattos Fortes

Acessibilidade. Profa. Renata Pontin de Mattos Fortes Acessibilidade Profa. Renata Pontin de Mattos Fortes 1 Acessibilidade 2 Roteiro Acessibilidade Acessibilidade na Informática Inclusão Digital Design da Interação e Acessibilidade 3 Acessibilidade Definição

Leia mais

Tiago/Costa/ Web & Graphic Designer

Tiago/Costa/ Web & Graphic Designer Tiago/Costa/ Web & Graphic Designer Proposta comercial de 2 sites dinâmicos com painel de controle para: CDV Indíce Premissa Front-end Back-end Metodologia Manutenção preventiva Cronograma Investimento

Leia mais

Barreiras Virtuais no Governo Electrónico em Portugal

Barreiras Virtuais no Governo Electrónico em Portugal Barreiras Virtuais no Governo Electrónico em Portugal Ezequiel Silva 1, Joaquim Faias 1, Carla Teixeira Lopes 1 ezequielsilva@interportas.com, jfaias@estsp.ipp.pt, ctl@estsp.ipp.pt 1 Escola Superior de

Leia mais

Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis. SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C.

Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis. SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C. Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C.br Um pouco do W3C É um consórcio internacional, criado em 1994 por Tim

Leia mais

Avaliação do site ddrspielzeug.com

Avaliação do site ddrspielzeug.com Avaliação do site ddrspielzeug.com Gerado a 29 de Outubro de 2015 20:12 PM O resultado é de 54/100 Conteúdo SEO Título DDR Spielzeug Webseite DDRspielzeug Spielzeug der DDR Ostspielzeug Spielzeugsammler

Leia mais

6º Semestre de SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. - 6 Inscritos -

6º Semestre de SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. - 6 Inscritos - 6º Semestre de SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - 6 Inscritos - Tema: [Área 9]: Comunidade - Tema: 4. Iniciativas para a redução das desigualdades sociais Título: Aplicação de IHC para Inclusão Social e Digital

Leia mais

Avaliação do site novintandis.com

Avaliação do site novintandis.com Avaliação do site novintandis.com Gerado a 08 de Setembro de 2015 14:45 PM O resultado é de 45/100 Conteúdo SEO نوین تندیس Título Cumprimento : 10 Perfeito, o Título contém entre 10 e 70 caracteres. Descrição

Leia mais

Plone na Plataforma Mobile. Fabiano Weimar dos Santos e Giuseppe Romagnoli

Plone na Plataforma Mobile. Fabiano Weimar dos Santos e Giuseppe Romagnoli Plone na Plataforma Mobile Plone na Plataforma Mobile Plone na Plataforma Mobile Fabiano FabianoWeimar Weimardos dossantos Santos Os amigos me chamam de Os amigos me chamam dexiru Xiru Mestre em Inteligência

Leia mais

O que torna a Web interessante?? Web Design: Visão Geral e Diretrizes. O que torna a Web interessante?? Qual o desafio?? Usuários detestam...

O que torna a Web interessante?? Web Design: Visão Geral e Diretrizes. O que torna a Web interessante?? Qual o desafio?? Usuários detestam... O que torna a Web interessante?? Web Design: Visão Geral e Diretrizes??? Interação Usuário-Computador (SCE-224) Prof. Rudinei Goularte O que torna a Web interessante?? Informação não-linear Textos + Gráficos

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. HTML - Introdução

Desenvolvimento em Ambiente Web. HTML - Introdução Desenvolvimento em Ambiente Web HTML - Introdução O que é HTML? HTML é uma linguagem para descrever a estrutura de uma página WEB. Ela permite: Publicar documentos online com cabeçalhos, texto, tabelas,

Leia mais

Acessibilidade Introdução. M. Cecília C. Baranauskas Instituto de Computação

Acessibilidade Introdução. M. Cecília C. Baranauskas Instituto de Computação Acessibilidade Introdução M. Cecília C. Baranauskas Instituto de Computação Acessibilidade - Demo Esta parte é baseada no video em http://www.doit.wisc.edu/accessibility/video Liste os principais problemas

Leia mais

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Aula 1 Desenvolvimento Web Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Plano de Aula Ementa Avaliação Ementa Noções sobre Internet. HTML

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 Domínios de referência Competências Conteúdos Calendarização Conceitos Essenciais e

Leia mais

MÓDULO MULTIMÉDIA. Text PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo.

MÓDULO MULTIMÉDIA. Text PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo. MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com URL: http://esganarel.home.sapo.pt Text GABINETE: 1G1 - A HORA DE ATENDIMENTO: SEG. E QUA. DAS 11H / 12H30

Leia mais

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

Usabilidade e Acessibilidade dos Museus Online. Ivo Gomes

Usabilidade e Acessibilidade dos Museus Online. Ivo Gomes Usabilidade e Acessibilidade dos Museus Online Ivo Gomes Análise aos websites dos Museus Nacionais Em colaboração com o Público Digital Análise aos websites dos Museus Nacionais O Público Digital pediu

Leia mais

DICAS PARA DESENVOLVER SITE ACESSÍVEL

DICAS PARA DESENVOLVER SITE ACESSÍVEL DICAS PARA DESENVOLVER SITE ACESSÍVEL Este arquivo contém dicas para o desenvolvimento de uma página acessível e de acordo com as normas W3C (World Wide Web). Para uma boa compreensão destas dicas é necessário

Leia mais

Acessibilidade no SIEP (Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica) Módulo de Acessibilidade Virtual CEFET Bento Gonçalves RS Maio 2008 ACESSIBILIDADE À WEB De acordo com Cifuentes (2000),

Leia mais

Instalação e Manutenção de Microcomputadores

Instalação e Manutenção de Microcomputadores Instalação e Manutenção de Microcomputadores Conceitos básicos Técnicas de implantação de páginas na Web Criação de páginas Programa de edição Web: FrontPage Programa de animação gráfica Web: Flash Programa

Leia mais

Fórum da Acessibilidade Web 2014

Fórum da Acessibilidade Web 2014 Fórum da Acessibilidade Web 2014 27 de novembro de 2014 Sala Polivalente Fundação Portuguesa das Comunicações Apoio Patrocinadores Globais APDSI Fórum da Acessibilidade Web 2014 27 de novembro de 2014

Leia mais

Avaliação do site nanitesmedia.com

Avaliação do site nanitesmedia.com Avaliação do site nanitesmedia.com Gerado a 05 de Fevereiro de 2016 14:00 PM O resultado é de 43/100 Conteúdo SEO Título Nanites Media Pvt. Ltd. Cumprimento : 23 Perfeito, o Título contém entre 10 e 70

Leia mais

Avaliação do site aperojoke.com

Avaliação do site aperojoke.com Avaliação do site aperojoke.com Gerado a 28 de Setembro de 2015 06:43 AM O resultado é de 73/100 Conteúdo SEO Título Apéro Joke : livraison de boissons et alcools à domicile 06 Cumprimento : 59 Perfeito,

Leia mais

A importância da acessibilidade como mediadora da informação na internet para os deficientes visuais 1. Roberta Lucas SCATOLIM 2

A importância da acessibilidade como mediadora da informação na internet para os deficientes visuais 1. Roberta Lucas SCATOLIM 2 A importância da acessibilidade como mediadora da informação na internet para os deficientes visuais 1 Roberta Lucas SCATOLIM 2 RESUMO A Interação Humano - Computador permite a avaliação e solução de problemas

Leia mais

Dissertação de Mestrado apresentada por Manuel Francisco Pinelo Fernandes Martins

Dissertação de Mestrado apresentada por Manuel Francisco Pinelo Fernandes Martins Avaliação da Acessibilidade dos Sítios Web das Mil Maiores Empresas Portuguesas e das Principais Instituições Financeiras a operar no Mercado Português. Dissertação de Mestrado apresentada por Manuel Francisco

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas/Gerente de Projetos contato@pedrofcarvalho.com.br OCP Oracle 10g ITIL FoundationV3 PROJETO DE WEB SITE

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas/Gerente de Projetos contato@pedrofcarvalho.com.br OCP Oracle 10g ITIL FoundationV3 PROJETO DE WEB SITE PROJETO DE WEB SITE EAP Estrutura Analitica de Projeto Preparação Estudar as particularidades do serviço e do cliente; Observar projetos semelhantes (Beanchmark); Definir metas e estratégias; Elaborar

Leia mais

Avaliação do site qiwork.pt

Avaliação do site qiwork.pt Avaliação do site qiwork.pt Gerado a 03 de Dezembro de 2015 16:54 PM O resultado é de 55/100 Conteúdo SEO Título QIWORK. Creative Studio Cumprimento : 25 Perfeito, o Título contém entre 10 e 70 caracteres.

Leia mais

GUIA PARA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS ACESSÍVEIS

GUIA PARA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS ACESSÍVEIS GUIA PARA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS ACESSÍVEIS Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia da Universidade de Aveiro Breve tutorial com um conjunto de orientações técnicas para a produção

Leia mais

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA. Reflexão 6. 0792 Criação de páginas para a web em hipertexto

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA. Reflexão 6. 0792 Criação de páginas para a web em hipertexto Reflexão 6 0792 Criação de páginas para a web em hipertexto Início 08.04.2014 fim 11.04.2014 Elaborar páginas para a web, com recurso a hipertexto. Conceitos gerais de HTML Ficheiros HTML Estrutura da

Leia mais

1.2.4. Organizar a estrutura do site

1.2.4. Organizar a estrutura do site 1.2.4. Organizar a estrutura do site 1 Organizar a estrutura do site A organização da estrutura do site passa pela definição das ligações entre as páginas que o compõem Esta organização deve ser intuitiva

Leia mais

Conceitos Sistema da informação e comunicação N.º de Aulas

Conceitos Sistema da informação e comunicação N.º de Aulas PLANIFICAÇÃO AGRUPAMENTO ANUAL - DE TECNOLOGIAS ANO ESCOLAS LECTIVO DR. VIEIRA DE CARVALHO 9º ANO 2008/2009 DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Tecnologias 1º Período Conceitos Sistema da informação e comunicação

Leia mais

Apostila Active Brasil de Webdesign. Daniel de Menezes Gularte Omar Queiroz. 2002 Apostila de Webdesign ver. 1 rev. 0. Curso de Web Design

Apostila Active Brasil de Webdesign. Daniel de Menezes Gularte Omar Queiroz. 2002 Apostila de Webdesign ver. 1 rev. 0. Curso de Web Design APOSTILA WEBDESIGN Apostila Active Brasil de Webdesign Daniel de Menezes Gularte Omar Queiroz A livre distribuição dessa cópia está proibida, sendo de material exclusivo do curso de Webdesign da Active

Leia mais

HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web;

HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web; HTML Introdução Introdução ao HTML HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web; É uma linguagem de hipertexto; Permite escrever texto de forma estruturada, que está

Leia mais

Avaliação do site taximonacoprestige.com

Avaliação do site taximonacoprestige.com Avaliação do site taximonacoprestige.com Gerado a 13 de Novembro de 2015 00:32 AM O resultado é de 44/100 Conteúdo SEO Título Taxi Monaco Prestige Cumprimento : 20 Perfeito, o Título contém entre 10 e

Leia mais

Fazendo a Web falar: HTML5, WAI-ARIA e NVDA. Reinaldo Ferraz W3C Brasil

Fazendo a Web falar: HTML5, WAI-ARIA e NVDA. Reinaldo Ferraz W3C Brasil Fazendo a Web falar: HTML5, WAI-ARIA e NVDA Reinaldo Ferraz W3C Brasil Em breve Acessibilidade na Web: A quem se destina? Cegos - daltônicos - baixa visão Deficiência auditiva Deficiência motora Estatísticas

Leia mais

Guia para produção de conteúdos digitais acessíveis modalidade b-learning 2011 edição EU4ALL

Guia para produção de conteúdos digitais acessíveis modalidade b-learning 2011 edição EU4ALL Guia para produção de conteúdos digitais acessíveis modalidade b-learning 2011 edição EU4ALL ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Ficha técnica Autores: Manuela Francisco

Leia mais

Introdução. João Sá Marta 1 1/28/10

Introdução. João Sá Marta 1 1/28/10 Introdução CMS (Sistema de gestão de conteúdos) para WEB Possui um sistema de gestão de utilizadores e de permissões avançado Editor de páginas de fácil utilização Permite a adição de módulos de modo a

Leia mais

e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico

e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ae-MAG

Leia mais

Tendências Web Estatísticas da rede. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br

Tendências Web Estatísticas da rede. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br Tendências Web Estatísticas da rede Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio

Leia mais

Estudo comparativo de diferentes linguagens de interfaces baseadas em XML

Estudo comparativo de diferentes linguagens de interfaces baseadas em XML Estudo comparativo de diferentes linguagens de interfaces baseadas em XML Ricardo Alexandre G. C. Martins, José Carlos Ramalho, and Pedro Rangel Henriques \{ram,jcr,prh\}@di.uminho.pt Departamento de Informática

Leia mais

HTML5 E WEB SEMÂNTICA, A WEB COM SIGNIFICADO

HTML5 E WEB SEMÂNTICA, A WEB COM SIGNIFICADO HTML5 E WEB SEMÂNTICA, A WEB COM SIGNIFICADO Djalma Gonçalves Costa Junior¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí - PR - Brasil djalma.g.costajr@gmail.com wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

ACESSIBILIDADE EM WEBSITES GOVERNAMENTAIS NA ÁREA PREVIDENCIÁRIA DIOGO CAMBRAIA NUNES

ACESSIBILIDADE EM WEBSITES GOVERNAMENTAIS NA ÁREA PREVIDENCIÁRIA DIOGO CAMBRAIA NUNES ACESSIBILIDADE EM WEBSITES GOVERNAMENTAIS NA ÁREA PREVIDENCIÁRIA DIOGO CAMBRAIA NUNES Porto Alegre 2008 DIOGO CAMBRAIA NUNES ACESSIBILIDADE EM WEBSITES GOVERNAMENTAIS NA ÁREA PREVIDENCIÁRIA Trabalho de

Leia mais

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza Brasília, 21 de Setembro de 2011 e-mag Acessibilidade Conceitos Por que acessibilidade? e-mag Histórico Versão 3.0

Leia mais

ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas

ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas ESCOLA: Dr. Solano de Abreu DISCIPLINA:TIC ANO: 1 ANO 2013/2014 CONTEÚDOS Conceitos básicos Informática

Leia mais

Avaliação do site uxace.com

Avaliação do site uxace.com Avaliação do site uxace.com Gerado a 22 de Dezembro de 2015 15:04 PM O resultado é de 56/100 Conteúdo SEO Título uxace: User Experience Architect Creative Executive Cumprimento : 53 Perfeito, o Título

Leia mais

HTML. Tópicos. Tags. Páginas WEB Arquitectura Definição HTML. O documento HTML Estrutura do documento Meta comandos Ferramentas de edição de HTML

HTML. Tópicos. Tags. Páginas WEB Arquitectura Definição HTML. O documento HTML Estrutura do documento Meta comandos Ferramentas de edição de HTML HTML Tópicos Páginas WEB Arquitectura Definição HTML Tags O documento HTML Estrutura do documento Meta comandos Ferramentas de edição de HTML Arquitectura Browser Pedido de resolução nome End. IP Pedido

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web 2010 HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Elementos da Seção do Cabeçalho

Introdução à Tecnologia Web 2010 HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Elementos da Seção do Cabeçalho IntroduçãoàTecnologiaWeb2010 HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage ElementosdaSeçãodoCabeçalho ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger

Leia mais

Design responsivo para WEB com Bootstrap. Fernando Freitas Costa dovernando@gmail.com Especialista em Gestão e Docência Universitária/UNIFIMES

Design responsivo para WEB com Bootstrap. Fernando Freitas Costa dovernando@gmail.com Especialista em Gestão e Docência Universitária/UNIFIMES Design responsivo para WEB com Bootstrap Fernando Freitas Costa dovernando@gmail.com Especialista em Gestão e Docência Universitária/UNIFIMES Assunto de hoje... Um pouco de História... Por que me preocupar

Leia mais

Aplicações Web Acessíveis. Carlos Rafael Gimenes das Neves

Aplicações Web Acessíveis. Carlos Rafael Gimenes das Neves Aplicações Web Acessíveis Carlos Rafael Gimenes das Neves Por onde vamos... Preocupe-se com o visual Lembra do teclado? Um mundo de faz de conta Juntando tudo: um controle acessível Bons links e referências

Leia mais

Análise Comparativa dos Recursos e Diferenças das Tecnologias de Programação HTML5 e HTML4

Análise Comparativa dos Recursos e Diferenças das Tecnologias de Programação HTML5 e HTML4 Análise Comparativa dos Recursos e Diferenças das Tecnologias de Programação HTML5 e HTML4 Guilherme Miranda Martins 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil

Leia mais

ESTRATÉGIAS /ACTIVIDADES. Fazer uma abordagem teórica e simples

ESTRATÉGIAS /ACTIVIDADES. Fazer uma abordagem teórica e simples Conhecer os conceitos básicos relacionados com as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Conhecer a terminologia relacionada com as TIC Caracterizar informação Identificar e caracterizar as áreas

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Informática Especialização em Desenvolvimento de Sistemas para Web

Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Informática Especialização em Desenvolvimento de Sistemas para Web Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Informática Especialização em Desenvolvimento de Sistemas para Web Acessibilidade em sites de bibliotecas universitárias públicas do

Leia mais

0777 Processador de Texto

0777 Processador de Texto 0777 Processador de Texto Objectivo (s) Utilizar aplicações informáticas de processamento de texto. Processador de texto conceitos gerais Criação de um documento Abertura de documentos Gravação de documentos

Leia mais

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet...

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet... internet 1 http://www.uarte.mct. internet...... pag.. 2 abrir o programa...... pag.. 3 ecrã do internet explorer... pag.. 4 ligações...... pag.. 5 escrever um endereço de internet... pag.. 6 voltar à página

Leia mais

6.2. Programas para utilização dos serviços da Internet

6.2. Programas para utilização dos serviços da Internet 6.2. Programas para utilização dos serviços da Internet 1 Programas para utilização dos serviços da Internet A Internet proporciona aos utilizadores um conjunto de serviços Para que eles os possam utilizar,

Leia mais

Coleção - Análises de email marketing em clientes de email

Coleção - Análises de email marketing em clientes de email Coleção - Análises de email marketing em clientes de email Introdução Nesta quinta edição da Coletânea de Análises de Email Marketing em Clientes de Email, apresentamos o estudo do Windows Mail, um cliente

Leia mais