Um simples desejo Um futuro melhor

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Um simples desejo Um futuro melhor"

Transcrição

1 Um simples desejo Um futuro melhor RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2013

2 INTRODUÇÃO Desde que a Crown Holdings Inc. apresentou o primeiro relatório de sustentabilidade em 2011, nós elevamos o nosso conceito de sustentabilidade para um outro nível. Estamos fabricando mais produtos do que nunca, e continuamos a expandir nossa marca. Contudo, estamos utilizando menos recursos e menos energia, reduzindo nosso impacto ambiental. Em nossos 120 anos de história, nunca fizemos tanto, tão bem, com tão pouco. Nosso principal produto a lata metálica é uma das razões do nosso enorme sucesso em sustentabilidade. O metal é a embalagem mais sustentável do mundo. Os componentes primários de nossos produtos, alumínio e aço, são abundantes e infinitamente recicláveis, e nenhum outro material possui uma taxa tão alta de reciclabilidade. Outra razão do sucesso da Crown está relacionada aos nossos colaboradores, e por isto continuamos a investir em sua segurança e bem-estar. Como parte desse compromisso, criamos o Prêmio de Sustentabilidade do Presidente em 2012, para homenagear os funcionários e reconhecer a liderança em sustentabilidade em nossas empresas. O nosso sucesso nos diz que estamos no caminho certo. Pretendemos relatar nossos esforços em sustentabilidade em um ciclo de dois anos, sendo o próximo relatório previsto para o ano de Enquanto isso, continuaremos construindo o nosso sucesso, trabalhando e reconhecendo os nossos colaboradores e fornecedores que nos ajudam a fazer a diferença. As informações em nosso relatório refletem os anos fiscais de 2011 e 2012 e inclui dados de empresas terceiras assim como, dados internos. Utilizamos as Diretrizes G3 da Iniciativa de Relatórios Globais (GRI, em inglês), Nível de Aplicação C, como base para o nosso relatório e temos incorporado dados de nossas três divisões operacionais, assim como, três sedes regionais. Os principais items do relatório incluem: consumo de materias, emissões de VOC, consumo de energia, emissões de gases de efeito estufa diretos e indiretos, resíduos reciclados, resíduos enviados para disposição ou tratamento e emissões NO x. As seguintes páginas fornecem um resumo de nosso relatório. Para baixar o relatório completo, disponível em Inglês, visite 1 de 9

3 SOBRE NÓS A Crown iniciou suas operações em 1892, com o desenvolvimento da crown cork, conhecida como tampa de garrafa, que revolucionou a indústria cervejeira, aumentando a data de validade das cervejas engarrafadas. Desde essa época, temos expandido nosso portfólio para incluir latas de aço de aerossol, latas e tampas de alumínio e aço para bebidas, latas e tampas de alumínio e aço para alimentos, tampas de fechamento à vácuo, rolhas metálicas e embalagens de aço decorativas. Desdo o inicio, nossa meta é ajudar nossos clientes ao redor do mundo a construírem suas marcas e se conectarem com os seus consumidores. Fazemos isso através da criação de embalagens inovadoras, mais atrativas e convenientes, estimulando o engajamento do consumidor. A Crown Holdings, Inc. (NYSE: CCK) é uma empresa de capital aberto, operando em 41 países, com 149 plantas e funcionários. Nossa sede global fica na Filadélfia, Pensilvânia, EUA. Nossas vendas líquidas em 2012 foram de $8,5 bilhões. Nas páginas sete e oito de nosso relatório completo, estão disponíveis para consulta a divisão de nossas vendas por região e linha de produtos. Nesse período do relatório, a Crown adquiriu a participação em três joint ventures, aumentou a sua participação para 60% em duas outras joint ventures, e adquiriu a participação minoritária na Hellas Can. Nós também abrimos seis novas empresas, fechamos cinco outras, obtivemos o controle acionário em 11 fábricas de embalagens especiais da Ásia e entramos em uma joint venture de latas de alimentos na Tailândia. Além disso, foram realizadas expansões de capacidade em sete fábricas. Os benefícios do metal A lata de metal é nosso principal produto e é a representação da sustentabilidade. Ela preserva os alimentos e as bebidas melhor do que qualquer outro tipo de embalagem. Os alimentos enlatados são colhidos no pico da maturação e embalados dentro de horas, fornecendo alimentos prontos para consumo, nutritivos, estáveis e sem necessidade de refrigeração. As latas são hermeticamente fechadas, eliminando a necessidade de adicionar conservantes, protegendo o alimento da contaminação microbiológica e dos efeitos degradantes da luz. As latas de metal também são fáceis de transportar porque são empilhadas facilmente e não exigem refrigeração. A reciclabilidade é, sem dúvida, a maior vantagem do metal sobre outras formas de embalagem. Os metais alumínio e minério de ferro são abundantes e as embalagens de metal são 100% recicláveis, sem perda das propriedades físicas. Em reconhecimento a esse fato, o Reino Unido e a União Europeia listaram o metal como um Recurso Permanente na legislação (BS 8905; EU 2011/2068 (INI)). A infraestrutura de reciclagem de metais é mais bem estabelecida que qualquer outro material de embalagem, e as taxas de reciclagem ao redor do mundo para aço e alumínio continuam a crescer. Abaixo estão alguns fatos importantes a respeito do metal e a reciclagem: Nos EUA, a reciclagem de metais atingiu a taxa de 67% em , a maior taxa desde os anos 90. Aproximadamente 62 bilhões de latas nacionais e importadas foram recicladas em 2012, 1 ComunicadodeimprensaconjuntodaAssociaçãodeAlumínio,InstitutodeFabricantesdeLatas(CMI,eminglês) edoinstitutodeindústriasdereciclagemdesucata(isri,eminglês)d24deoutubrode de 9

4 economizando energia equivalente a 19 milhões de barris de petróleo bruto - o suficiente para abastecer mais de 1,7 milhões de carros por um ano inteiro. A reciclagem de latas de aço na América do Norte cresceu de 15% em 1988, para 71% em Somente naquele ano, mais de 1,3 milhões de toneladas de folhas de flandres foram recicladas. Cada tonelada de aço reciclado conserva quilos de minério de ferro, 635 quilos de carvão e 54 quilos de calcário 2. A taxa de reciclagem geral para latas de alumínio para bebidas na União Europeia (incluindo países EFTA e Turquia) aumentou em 2,4% para 66,7% em Nesse ano, pelo menos 24 bilhões de latas foram recicladas, reduzindo o gás estufa total em 2,5 milhões de toneladas. Isso é equivalente a remover um milhão de automóveis da estrada por um ano 3. De acordo com a Associação de Produtores Europeus de Aço para Embalagens (APEAL, em inglês), as residências europeias reciclaram 2,6 milhões de toneladas de embalagens de aço em 2011, correspondendo a uma taxa média de 74%. A energia economizada é equivalente a quase metade do consumo anual de eletricidade da Bélgica. Ao longo de nossa história, a Crown tem sido a líder no desenvolvimento de embalagens inovadoras com a sustentabilidade em mente. Nossa meta sempre foi criar embalagens amigáveis tanto para o usuário quanto para o ambiente. Alguns exemplos de nossas inovações incluem: SuperEnd Beverage End - Uma incrível tecnologia que reduz o uso de metal em 10%. Mais de 400 bilhões de unidades foram produzidas economizando mais de toneladas de alumínio, toneladas de vernizes e cerca de toneladas de gases de efeito estufa. 360 End A primeira lata de bebidas do mundo com tampa totalmente removível, transformando as latas em copos, eliminando a necessidade de utilização de copos e resíduos associados a ela. BICAN Uma tecnologia aerossol que incorpora uma embalagem interna de plástico para manter o produto e o propulsor completamente separado, eliminando a possibilidade do produto secar ou endurecer, aumentando seu tempo de vida e eficiência. EarthSafe Dispensing System Projetado para se adequar às diretrizes do Quadro de Meios Aéreos da Califórnia, essa tecnologia inovadora de armazenamento permite uma substituição mais eficiente dos propulsores de hidrocarbonetos tradicionais com ar comprimido. Easylid Closure Um fechamento de latas de tinta com tampa de metal com um anel externo de plástico, eliminando a necessidade de chaves de fenda ou outras ferramentas para abri-las. FreeFlow End Uma tampa de lata, com abertura dupla para um fluxo suave do líquido e uma melhor experiência ao consumidor. FreshCan Um conceito para tecnologia de indução de autoclave de latas de alimentos, que reduz os custos e energia, enquanto aprimora a cor, sabor e textura de alguns alimentos. Orbit Closure Um design revolucionário, que reduz o torque de abertura, facilitando significativamente a abertura de embalagens de vidro para consumidores de todas as idades. Além das inovações acima, a maioria das pesquisas e os esforços de desenvolvimento da Crown estavam focados na redução do peso da embalagem, que é o processo de redução da quantidade de metal e de revestimentos usados em nossos produtos. Nós implementamos mais de 100 desses projetos por ano, ajudando a empresa e os clientes a reduzir custos e a garantir a sustentabilidade dos nossos produtos. 2 InstitutodeReciclagemdeAço 3 ComunicadodeimprensadaAssociaçãodeAlumínioEuropeiaD16deJulhode de 9

5 ESTRUTURA PARA SUSTENTABILIDADE NA CROWN O programa de Desempenho de Classe Mundial da Crown (WCP, em inglês) serve como estrutura conceitual para segurança, inovação e eficiência. O WCP é um programa global que exige que nossos funcionários e fornecedores aumentem os padrões de desempenho no maior nível possível. O WCP consiste de sete dimensões: 1. Qualidade em Primeiro Lugar 2. Atendimento o Cliente 3. Meio Ambiente, Saúde e Segurança 4. Trabalho em Equipe 5. Gerenciamento da Inovação 6. Processos de Produção 7. Gerenciamento de Cadeia de Fornecimento A segurança é uma das principais prioridades na Crown e está intrinsicamente ligada à consciência ambiental e à sustentabilidade. A Crown dissemina os seguintes princípios em todos nossos empreendimentos: 1. Atender a todos os Requisitos Legais e normas de Meio Ambiente, Saúde e Segurança. 2. Construir uma cultura de segurança. 3. Promover a conservação de recursos naturais e prevenção da poluição. 4. Exigir que os funcionários tenham responsabilidade com o meio ambiente, saúde e segurança. 5. Monitorar nosso desempenho e nos esforçar para alcançar zero acidentes e zero impactos. A Crown desenvolveu uma Cultura de Segurança Total em todos os nossos processos. Nós promovemos práticas seguras de trabalho, encorajando os funcionários a identificar práticas e comportamentos inseguros. Temos implementado vários programas e procedimentos para garantir um local de trabalho seguro, tais como: Estabelecendo um Departamento de Meio Ambiente, Saúde e Segurança (EHS, em inglês) centralizado, para direcionar as iniciativas de nível corporativo e regionais. Realizando treinamentos de segurança e auditorias nas plantas da Crown. Realizando encontros práticos de segurança para funcionários em cada planta da Crown. Reconhecendo a excelência em segurança. Realizando de análises de perigo para tarefas individuais, em todas as plantas da Crown. Definindo procedimentos exigentes de segurança para contratados e terceiros. Monitorando a segurança dos contratados.. Fornecendo treinamento ergonômico para reduzir e eliminar lesões por esforços repetitivos. Implementando um sistema para investigações de acidentes e incidentes. Para criação de uma cultura de segurança madura em nossa empresa, a Crown estabeleceu os Círculos de Segurança em suas plantas em toda a Europa. O Círculo de Segurança é um grupo de funcionários do mesmo departamento que se encontram para revisar os acidentes, incidentes e quase-acidentes. Cada círculo discute as opções de segurança e fornece feedback para os diretores, em uma base trimestral.. Através da campanha de Círculo de Segurança, a Crown está promovendo o engajamento dos colaboradores e o diálogo com a meta de obter zero acidentes. 4 de 9

6 NOSSO COMPROMISSO EM AÇÃO Desde nosso primeiro relatório, ciclo , a Crown reduziu o uso de materias, recursos e energia, mesmo com o crescimento de suas operações. Em outras palavras, estamos fazendo mais com menos, que é o significado de sustentabilidade. Uma Observação Sobre Nossos Cálculos Em nosso Relatório anterior de Sustentabilidade, nós apresentamos nosso uso total das matérias primas e o total de emissões por ano. Para esse relatório, e os subsequentes, nós representaremos esses números de uma nova maneira, reformulamos os dados de padronizando os consumos e as emissões por bilhões de unidades produzidas. É importante observar que os dados não foram alterados como resultado - nós simplesmente apresentamos de uma maneira que oferece uma maior clareza, ajustando as alterações anuais em nosso mix de produtos. Como a Crown produz uma variedade de latas e tampas, em diferentes tamanhos e diferentes metais, servindo diferentes mercados, nós desenvolvemos um conjunto de fatores de conversão para transformar os volumes de produção da lata e tampa, para volumes ou unidades, equivalentes a produção de uma lata de bebida de alumínio de 12 onças (350 ml). Esta alteração irá representar mais exatamente a utilização de matérias-primas e as emissões ao longo do tempo, como estes parâmetros variam significativamente dentro de uma linha de produto específico, com o tamanho da embalagem e entre as aplicações no mercado Detalhes sobre essa nossa nova forma de avaliação podem ser encontrados em As páginas 25 e 26 do nosso Relatório de Sustentabilidade contêm gráficos que demonstram os consumos de alguns dos principais recursos usados no processo de fabricação de lata. Abaixo estão os principais dados encontrados: Consumo de Materiais O consumo total por unidade produzida continua com tendência de queda devido a otimização de peso de vernizes e vedantes. Os dados incluem a conversão de vernizes sem Bisfenol A intencional no período do relatório 4. Metal O consumo de aço por unidade é enormemente estável devido aos fatores concorrentes, enquanto as atividades de redução de peso significantes realizados para lightweighting são equilibradas pela maior produção de embalagens de tamanhos menores. O consumo de alumínio por unidade aumentou ligeiramente, devido a instalação de novas linhas utilizando espessura de metal padrão e o aumento de produção de latas de tamanhos diferentes. Emissões de VOC As emissões de VOC (Compostos orgânicos voláteis) estão diretamente ligadas aos processos de aplicação de vernizes e a redução dessa emissão no período do relatório é um resultado direto dos 4 SemBPAintencionalsignificaqueoBisfenolAnãoestáincluídocomoumasubstânciaformulada,istoé,nãoé utilizadointencionalmente. 5 de 9

7 programas de minimização, como o uso de vernizes base água, aprimoramento na aplicação da camada de verniz e o investimento em tecnologias com um controle mais eficiente. Consumo de Energia Consumo de energia total, por unidade, continua reduzindo. Foram realizados trabalhos significantes para melhorar o consumo de energia através de novas instalações de fornos, melhorias em plantas já instaladas e consolidação da capacidade. Emissões GEE (Gas Efeito Estufa) diretas e indiretas As emissões GEE totais, por unidade, continuam reduzindo, apesar da nova capacidade instalada em locais onde o impacto do GEE por kwh é maior, menor eficiência na inicialização de novas linhas e maior produção de tamanhos de latas especiais, que geralmente rodam em menores velocidades. Resíduos Reciclados No último período do relatório, a Crown reciclou toneladas a mais de material (2012 vs. 2010). Entretanto, nossa maior fonte de material reciclado, de longe, é a sucata de metal dos processos de fabricação de lata. Como resultado, nossa quantidade normal de material reciclado por unidade continua a mesma. Disposição de Resíduos A geração de resíduos total, por unidade, está reduzindo. No período atual do relatório, houve também uma mudança na destinação de alguns resíduos, com envio de resíduos para geração de energia ao invés da disposição final (aterro ou incineração). Emissões NO x As emissões de NO x, por unidade, são diretamente proporcionais ao consumo de gás em fornos de secagem. A redução desse consumo no período do relatório é um resultado direto dos programas de eficiência energética em nossas instalações. Dentre os esforços podemos citar a diminuição do tempo de inatividade no processo de secagem da lata, utilizando oxidantes mais eficientes e o aprimoramento da recuperação do calor. Prêmio de Sustentabilidade do Presidente da Crown Em 2012, nós lançamos o primeiro Prêmio Anual de Sustentabilidade do Presidente da Crown. Esse programa reconhece lideranças destacáveis em nossas instalações de produção, nas áreas de economia, ambiente e sustentabilidade social. Segue abaixo a lista dos vencedores. Prêmio de Sustentabilidade Econômica - reconhecendo plantas que reduzem o uso dos principais recursos, como energia, água, frete e combustível, ajudando a Crown a gerenciar o aumento dos custos e a sustentar seu desempenho financeiro (excluindo a redução de metal através da lightweighting). o A planta de latas para alimentos, em Owatonna, Minnesota (EUA), desenvolveu um novo método para reduzir as concentrações de verniz externo em mais de 18%. o A planta de latas para bebidas, em Patras, Grécia, lançou um grande programa de redução de energia. o A planta de latas para bebidas, em Xangai, China, implementou uma iniciativa de economia de eletricidade, que reduziu o uso total, apesar do aumento de volumes de produção. 6 de 9

8 Prêmio de Sustentabilidade Ambiental - reconhecendo as plantas que minimizaram o impacto de suas operações, reduziram o consumo de material e aumentaram a reciclagem ou reuso. o A instalação de Weirton, West Virginia (EUA) desenvolveu uma Equipe de Prevenção de Poluição, focada na reciclagem com objetivo da redução da disposição de resíduos. o A planta em Nocera, Itália, reduziu o uso de produtos de limpeza em 45% e a geração de resíduos perigosos em mais de 70%, diminuindo as emissões de solventes e minimizando exposição dos operadores aos mesmos. o A planta em Huizhou, China reduziu as emissões de gás e melhorou a qualidade do ar e o uso de energia. Prêmio de Sustentabilidade Social - reconhecendo as plantas que impactam positivamente o bem-estar de sua força de trabalho e/ou comunidade. o A planta em Owatonna, Minnesota (EUA) obteve um Índice de Saúde e Segurança de 100% e uma taxa zero de acidentes com afastamento. o O programa de treinamento de aprendizes na instalação de produção de aerossóis, em Sutton, Reino Unido, formou engenheiros de qualidade, fornecendo posições e postos de trabalho permanentes com oportunidades para desenvolvimento pessoal. o A planta em Tuas, Cingapura, implementou iniciativas de segurança e bem-estar, que melhoraram o bem-estar dos colaboradores. Iniciativas de Energia (alguns exemplos) Nosso negócio de bebidas na Europa implementou um programa de gerenciamento de energia em Janeiro de 2011, em 14 plantas. Reduzimos o uso de energia em 5% por mil latas, de 2010 a Uma redução adicional de 5,5% foi obtida em 2012, comparado com Diversas plantas da Crown nas Américas investiram em melhorias em eficiência energética, para economia de energia na iluminação, lâmpadas e detectores de movimento. Seguindo um programa de aprimoramento em 2011, a instalação da Crown em Mijdrecht, Holanda, reduziu em 20% a energia utilizada para gerar ar comprimido. Nossa instalação em Goleniow, Polônia, implementou um projeto de recuperação de energia em 2012 utilizando compressores como uma fonte de calor. Ao identificar e compartilhar as melhores práticas na economia de energia, a Divisão da Ásia- Pacífico da Crown reduziu a energia em aproximadamente 3%, por latas, de 2011 a Nossa Mão de Obra Global A Crown valoriza a diversidade de idéias, pontos fortes e interesses originadas de sua mão-de-obra global. Com isso em mente, estamos comprometidos com a saúde e bem-estar de nossos funcionários, assim como, de suas famílias e comunidades em que trabalham. Nós também buscamos criar locais de trabalho seguros e sem acidentes, ajudando nossos funcionários a alcançar seu mais alto potencial. O futuro de nossa empresa depende da continuação de nossos esforços para atrair e manter uma mão de obra talentosa. Uma das maneiras de fazer isso, é através de nossos programas de aprendizagem, que geralmente são esforços conjuntos com escolas vocacionais locais, colégios e universidades. Os destaques desse programa estão detalhados nas páginas 35 e 36 de nosso relatório completo, incluindo uma história de como três aprendizes que trabalhavam com nossa subsidiária CMB Engenharia ganharam uma medalha de excelência no Torneio Internacional WorldSkills. A Crown também estimula o crescimento de seus colaboradores oferecendo aos funcionários uma combinação de programas de treinamento obrigatórios e voluntários. Tais como: 7 de 9

9 Cursos online 24 horas por dia, 7 dias por semana Os programas Crown Leading Edge (CLE) para desenvolvimento de futuros líderes Os cursos de inglês para estrangeiros Treinamentos de Lean Manufacturing (manufatura enxuta) e certificação Six Sigma Programas de Desenvolvimento de Gerenciamento (MDP, em inglês) e Programas de Desenvolvimento de Liderança Iniciais (ELDP, em inglês) Formação de supervisores Programas Treinamento do Treinador Reembolso de matrícula para programas de graduação Os programas de treinamento da Crown geralmente são mais exigentes que requisitos legais na maioria dos países em que operamos. Nossa meta é dar aos nossos funcionários uma oportunidade para um plano de carreira a longo prazo na Crown não só um emprego. De fato, 80% de nossos gerentes estão na posição atual como resultado de promoções internas. Buscamos contratar a gerência-sênior das comunidades locais onde operamos. Aproximadamente 65% da nossa gerência-sênior vêm de comunidades locais, em nossas operações na América do Norte e Europa. Em nossas operações da Ásia Pacífico, aproximadamente 35% dos gerentes-sênior vêm de comunidades locais. Criando uma Cultura de Saúde Na Crown, nos dedicamos a criar uma cultura de saúde e bem-estar para nossos funcionários, suas famílias e suas comunidades. Nós oferecemos um número de programas que direcionam bem-estar físico, mental e social, incluindo: Feiras de saúde voluntárias Dias de Saúde e Bem-estar Exames médicos e teste de audição anuais e bianuais Acesso para academias de ginástica A Crown oferece um amplo programa de bem-estar para os funcionários dos EUA, para incentivar proativamente a manutenção da saúde. Esse programa busca educar os funcionários e suas famílias, fornecendo uma avaliação inicial de saúde, seguida por uma consulta particular com um médico da equipe e um plano de ação para direcionar quaisquer questões críticas. Além disso, cada uma das 32 instalações nos EUA possui um Comitê de Bem-Estar, que fornece programas de educação e treinamento em diversos tópicos de saúde, desde câncer até eliminação do tabagismo. A Crown também implementou um Treinamento de Fator Humano nas plantas da Europa. Esse treinamento ajuda a identificar os tipos de personalidades para potenciais comportamentos inseguros. Apoiando Nossas Comunidades A Crown busca ser um vizinho responsável nas comunidades onde operamos. Focamos nossas atividades no favorecimento de proteção ambiental, educação, ciência, saúde, bem-estar e outras questões sociais. Alguns exemplos de nossos esforçosincluem o seguinte: Nossa instalação em Connellsville, Pensilvânia, patrocina uma experiência de uma semana para estudantes locais do ensino médio, ensinando princípios básicos de negócios e desenvolvimento de negócios. Apoio à educação de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM, em inglês), em escolas de ensino médio, próximas às nossas instalações nos EUA. 8 de 9

10 Nossa planta em Izmit, Turquia, realiza doações para a Associação para Suporte da Vida Contemporânea (CYDD, em inglês), dedicada à promoção da educação, particularmente para meninas de zonas rurais. Nossa Indústria no Trabalho A Crown obteve grandes avanços na área de sustentabilidade e colaborou com a indústria de embalagens metálicas, como um todo, para gerar um maior impacto. Por exemplo: Lightweighting Como um resultado dos esforços intensos da indústria, as latas de alumínio agora pesam 30% menos que há 35 anos atrás 5 e as embalagens de aço pesam 40% a menos que há 30 anos atrás 6. Estudos de Avaliação de Ciclo de Vida (LCA, em inglês) - a Crown participou em um estudo recente, avaliando a pegada de carbono de seis grupos de produtos, incluindo latas de aço para alimentos. Os resultados mostraram que a pegada de carbono das latas de aço para alimentos foi reduzida em 30%, em um período de oito anos. O estudo foi conduzido pela TNO, Organização Holandesa para Pesquisas Científicas Aplicadas e o relatório final foi revisado por Bernard de Caevel, especialista em LCA. A Crown apoiou a campanha Cans Get You Cooking, um programa de anos múltiplos lançado nos EUA, para mostrar os diversos benefícios de cozinhar com alimentos enlatados e as diversas maneiras encontradas para fazer refeições deliciosas e nutritivas. # # # 5 AAssociaçãodeAlumínio 6 APEAL(AssociaçãodosProdutoresEuropeusdeAçoparaEmbalagens) 9 de 9

Sumário. p.3. 1 I SUEZ environnement. p.8. 2 I SUEZ environnement, pronta a revolução dos recursos. p.14

Sumário. p.3. 1 I SUEZ environnement. p.8. 2 I SUEZ environnement, pronta a revolução dos recursos. p.14 Apresentação corporativa Março de 2015 Sumário 1 I SUEZ environnement Pontos chaves e figuras 2 I SUEZ environnement, pronta a revolução dos recursos Estamos prestes a começar a revolução dos recursos

Leia mais

Performance com Propósito. A promessa da PepsiCo

Performance com Propósito. A promessa da PepsiCo Performance com Propósito A promessa da PepsiCo Performance com Propósito A promessa da PepsiCo Na PepsiCo, Performance com Propósito significa gerar crescimento sustentável através do investimento em

Leia mais

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política Global Novartis 1 de março de 2014 Versão HSE 001.V1.PT 1. Introdução Na Novartis, nossa meta é ser líder em Saúde, Segurança e Meio Ambiente (HSE).

Leia mais

PRINCÍPIOS COMERCIAIS DE HSEC

PRINCÍPIOS COMERCIAIS DE HSEC PRINCÍPIOS COMERCIAIS DE HSEC CONDUZINDO E EXPANDINDO NOSSOS NEGÓCIOSDE UMA MANEIRA RESPONSÁVEL E SUSTENTÁVEL HSEC APPROACH INTRODUCAO SOBRE NÓS A Trafigura é líder no mercado global de commodities. Suprimos,

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER Conceito LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER É uma área da logística que atua de forma a gerenciar e operacionalizar o retorno de bens e materiais, após sua venda e consumo, às suas origens, agregando

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL Guia KIP Green Eco A cor da KIP É VERDE A KIP tem um compromisso com o desenvolvimento de projetos de produtos que promovam a saúde e a sustentabilidade ambiental. A nossa meta é melhorar e aprimorar de

Leia mais

COPROCESSAMENTO SOLUÇÃO SEGURA E DEFINITIVA PARA A DESTINAÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE RESÍDUOS

COPROCESSAMENTO SOLUÇÃO SEGURA E DEFINITIVA PARA A DESTINAÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE RESÍDUOS COPROCESSAMENTO SOLUÇÃO SEGURA E DEFINITIVA PARA A DESTINAÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE RESÍDUOS COPROCESSAMENTO: PROCESSO DE RECICLAGEM Processo de valorização de resíduos, que consiste no reaproveitamento/reciclagem

Leia mais

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I

Textos de apoio. Ciências. Ensino Fundamental I Textos de apoio Ciências Ensino Fundamental I 1 Latas de aço O mercado para reciclagem No Brasil, assim como no resto do mundo, o mercado de sucata de aço é bastante sólido, pois as indústrias siderúrgicas

Leia mais

auxiliamos nossos clientes a identificar as vantagens competitivas e as oportunidades em um ambiente complexo e em constante evolução.

auxiliamos nossos clientes a identificar as vantagens competitivas e as oportunidades em um ambiente complexo e em constante evolução. Meio ambiente A gestão ambiental da KPMG no Brasil tem como base a nossa Global Green Initiative (GGI), que define a atuação e os compromissos da rede de firmasmembro conforme três aspectos principais:

Leia mais

Perguntas e Respostas Prêmio Petrobras SMES IV Edição

Perguntas e Respostas Prêmio Petrobras SMES IV Edição Perguntas e Respostas Prêmio Petrobras SMES IV Edição 1. Qual o objetivo do Prêmio Petrobras SMES IV Edição? O Prêmio Petrobras SMES IV Edição tem por objetivo estimular a força de trabalho da Companhia

Leia mais

Correlação entre os requisitos do Sistema de Gestão do Programa Atuação Responsável e o Responsible Care Management System Requirements - ACC

Correlação entre os requisitos do Sistema de Gestão do Programa Atuação Responsável e o Responsible Care Management System Requirements - ACC Correlação entre os requisitos do Sistema de Gestão do Programa Atuação Responsável e o Responsible Care Management System Requirements - ACC Sistema de Gestão do AR 2012 - ABIQUIM Responsible Care Management

Leia mais

Parcerias. São parceiros estratégicos no desenvolvimento das UREs:

Parcerias. São parceiros estratégicos no desenvolvimento das UREs: Institucional A Unidade de Recuperação Energética (URE) Barueri é um empreendimento da Foxx Haztec, empresa líder em serviços ambientais no Brasil com atuação nas áreas de resíduos sólidos, consultoria

Leia mais

e Gestão de Riscos Alicerces firmes para o crescimento sustentável Compromissos internacionais assumidos Sustentabilidade Ambiental

e Gestão de Riscos Alicerces firmes para o crescimento sustentável Compromissos internacionais assumidos Sustentabilidade Ambiental 8 Sustentabilidade resultado 31 e Gestão de Riscos A Companhia reconhece que suas atividades influenciam as comunidades nas quais opera e se compromete a atuar de forma proativa para monitorar e mitigar

Leia mais

Nossa História. Ajudando o mundo a produzir os alimentos de que precisa

Nossa História. Ajudando o mundo a produzir os alimentos de que precisa Nossa História Ajudando o mundo a produzir os alimentos de que precisa O desafio é imenso: acabar com a fome, dobrar a produção de alimentos até 2050 e ajudar a reduzir o impacto ambiental da agricultura

Leia mais

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2008/2010. Vonpar - Divisão Bebidas

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2008/2010. Vonpar - Divisão Bebidas RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 200/200 Neste documento você terá o extrato em números dos dados contidos no Relatório de Sustentabilidade 200/200 da Vonpar. Conforme a versão digital animada (disponível

Leia mais

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis.

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. GNV Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. REUNIÃO DE ESPECIALISTAS SOBRE TRANSPORTE URBANO SUSTENTÁVEL MODERNIZAR E TORNAR ECOLÓGICA A FROTA DE TÁXIS NAS CIDADES LATINO AMERICANAS

Leia mais

RECICLAGEM DE ALUMÍNIO: PREPARAÇÃO DA SUCATA PARA REFUSÃO

RECICLAGEM DE ALUMÍNIO: PREPARAÇÃO DA SUCATA PARA REFUSÃO 1 FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI NADIR DIAS DE FIGUEIREDO ANDRÉ AMANTINO DIAS EUFRÁSIO HERBERT VIERA RONCON LEANDRO MAGALHÃES F. CHAGAS RECICLAGEM DE ALUMÍNIO: PREPARAÇÃO DA SUCATA PARA REFUSÃO OSASCO 2012

Leia mais

ALTERNATIVAS DE DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS. Apresentação: Ana Rosa Freneda Data: 17/10/2014

ALTERNATIVAS DE DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS. Apresentação: Ana Rosa Freneda Data: 17/10/2014 ALTERNATIVAS DE DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS Apresentação: Ana Rosa Freneda Data: 17/10/2014 3 Elos Soluções Ambientais Alternativa para otimizar a destinação de resíduos: Crescente necessidade das

Leia mais

CAU/SP. Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo

CAU/SP. Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo CAU/SP Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo Estudo para implantação do SGA, PE e A3P Sistema de Gestão Ambiental do CAU/SP Programa de Ecoeficiência do CAU/SP Agenda Ambiental na Administração

Leia mais

Lixo. A vida é repleta de Química, Física, História e todas outras ciências que estudamos. Da mesma maneira, o ENEM, aborda os conteúdos que

Lixo. A vida é repleta de Química, Física, História e todas outras ciências que estudamos. Da mesma maneira, o ENEM, aborda os conteúdos que Lixo 1 A vida é repleta de Química, Física, História e todas outras ciências que estudamos. Da mesma maneira, o ENEM, aborda os conteúdos que estudamos em temáticas que rementem ao nosso cotidiano. Dessa

Leia mais

RECICLAGEM: ECONOMIA X MEIO AMBIENTE

RECICLAGEM: ECONOMIA X MEIO AMBIENTE RECICLAGEM: ECONOMIA X MEIO AMBIENTE DANIELLE PATRÍCIA NASCIMENTO DE OLIVEIRA (IC) 1 ILTON SÁVIO BATISTA MARTINS (PG) 1 JACKSON DA SILVA SANTOS (PG) 1 KATIA LIDIANE DA SILVA (IC) 1 MARIA DO CÉU AZEVEDO

Leia mais

POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO

POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO Política da QUALIDADE A satisfação do cliente está na base das operações do Grupo Volvo. A Qualidade é um pré

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

Perfil das empresas. Porte da Empresa. Tipo de indústria. (NA) (%) Média 84 55 De 100 a 499 funcionários Grande 69 45 500 ou mais funcionários

Perfil das empresas. Porte da Empresa. Tipo de indústria. (NA) (%) Média 84 55 De 100 a 499 funcionários Grande 69 45 500 ou mais funcionários Perfil das empresas Porte da Empresa (NA) Média 84 De 00 a 499 funcionários Grande 69 4 00 ou mais funcionários 3 00 Tipo de indústria (NA) Indústria/agência de embalagens 33 Usuária de embalagens 02 67

Leia mais

Aço. o desafio da sustentabilidade

Aço. o desafio da sustentabilidade Aço o desafio da sustentabilidade Conteúdo extraído do Relatório de Sustentabilidade 2014 da ArcelorMittal, disponível em corporate.arcelormittal.com/sustainability/2014-report Editado pela Comunicação

Leia mais

Reciclagem Energética. Alternativa para destinação de Resíduos Sólidos Urbanos

Reciclagem Energética. Alternativa para destinação de Resíduos Sólidos Urbanos Reciclagem Energética Alternativa para destinação de Resíduos Sólidos Urbanos Claudio Marcondes Engenheiro de Materiais com especialização em Polímeros pela Universidade Federal de São Carlos. Pós graduado

Leia mais

O sucesso da política depende do forte comprometimento de cada um dos envolvidos no processo, de governo e empresas até consumidores.

O sucesso da política depende do forte comprometimento de cada um dos envolvidos no processo, de governo e empresas até consumidores. ECONOMIA - 19/08/14 BRIEFING DE POSICIONAMENTO SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 1. CONTEXTO Posicionamento geral para quaisquer entrevistas realizadas no âmbito da terceira edição do projeto

Leia mais

Regulamento do Prêmio Petrobras SMES - IV Edição

Regulamento do Prêmio Petrobras SMES - IV Edição Regulamento do Prêmio Petrobras SMES - IV Edição A atitude sustentável faz a diferença! 1. Apresentação Ser sustentável é agir a favor da vida, da dignidade humana, da sobrevivência de todos os seres vivos,

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 SOJA BRASILEIRA A soja é a principal cultura agrícola do Brasil - 28 milhões de ha (25% da área mundial plantada)

Leia mais

Gestão de Emissões de Gases de Efeito Estufa. Fabio Abdala Gerente de Sustentabilidade, ALCOA

Gestão de Emissões de Gases de Efeito Estufa. Fabio Abdala Gerente de Sustentabilidade, ALCOA Gestão de Emissões de Gases de Efeito Estufa Fabio Abdala Gerente de Sustentabilidade, ALCOA 2º. DEBATE SOBRE MINERAÇÃO TJ/PA e PUC/SP Tribunal de Justiça do Pará - Belém, 30/09/2011 Gestão Estratégica

Leia mais

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2010

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2010 Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2010 Resumo Este documento apresenta o Inventário corporativo de Emissões Diretas e Indiretas

Leia mais

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade 1. Introdução O ciclo dos produtos na cadeia comercial não termina quando, após serem usados pelos consumidores, são descartados. Há muito se fala em reciclagem e reaproveitamento dos materiais utilizados.

Leia mais

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Projetados para inteligência, segurança e confiabilidade Centros de controle de motores e distribuição de cargas de alto desempenho que atendem

Leia mais

EXPLORE SEUS POTENCIAIS. Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros da FG Wilson.

EXPLORE SEUS POTENCIAIS. Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros da FG Wilson. Expanda seu portfólio de produtos e aumente o seu negócio com a marca líder GLOBAL na indústria. EXPLORE SEUS NEGÓCIOS POTENCIAIS Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros

Leia mais

Balanço Sustentável. Balanço Sustentável

Balanço Sustentável. Balanço Sustentável Balanço Sustentável ÍNDICE SUSTENTABILIDADE PARA A SONDA IT...03 PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS...05 CONHEÇA AS AÇÕES SUSTENTÁVEIS DA SEDE DA SONDA IT...06 DATA CENTER PRÓPRIO...13 ASPECTOS AMBIENTAIS...15 Sustentabilidade

Leia mais

Sinopse sobre sustentabilidade em 2009. Em todos os locais onde for preciso. Executive Summary

Sinopse sobre sustentabilidade em 2009. Em todos os locais onde for preciso. Executive Summary Sinopse sobre sustentabilidade em 2009 Em todos os locais onde for preciso. Executive Summary X Uma mensagem do Presidente do Conselho, Diretor Superintendente e Presidente Este é o sexto ano do nosso

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

Mensagens ambientais da HP

Mensagens ambientais da HP Mensagens ambientais da HP Definição da promessa Projeto para o meio ambiente Por ser líder ambiental há décadas no setor tecnológico, a HP faz a diferença com um projeto abrangente de estratégia ambiental,

Leia mais

PROGRAMA MAXION WHEELS DE SUSTENTABILIDADE

PROGRAMA MAXION WHEELS DE SUSTENTABILIDADE PROGRAMA MAXION WHEELS DE SUSTENTABILIDADE Marcelo Rodrigues Dias Carneiro IOCHPE-MAXION S.A.- Divisão Maxion Wheels - Fumagalli RESUMO No mundo atual, o tema sustentabilidade é bastante discutido e incentivado

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2013 Ford Nome fantasia: Ford - CNPJ: 03.470.727/0001-20 Tipo da empresa: Matriz Setor econômico: C. Indústrias de transformação

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO Política de SEGURANÇA Política de SEGURANÇA A visão do Grupo Volvo é tornar-se líder

Leia mais

O desafio: A vantagem da Videojet:

O desafio: A vantagem da Videojet: Nota de aplicação Tinta Tintas coloridas para embalagens de ponto de venda O desafio: O ambiente de varejo é um mercado em constante evolução, com maior ênfase na embalagem, que não só protege os produtos

Leia mais

REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO

REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO 1) Analise as alternativas sobre aspectos relacionados ao lixo e marque (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas. ( ) O lixo é caracterizado como tudo aquilo

Leia mais

www.oxiteno.com PERFIL INSTITUCIONAL AGO/2014 ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANIA

www.oxiteno.com PERFIL INSTITUCIONAL AGO/2014 ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANIA www.oxiteno.com PERFIL INSTITUCIONAL ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANIA AGO/2014 Criando soluções que promovem a evolução do mundo. INOVAÇÃO para transformar a vida das pessoas. Com atuação no

Leia mais

FUNDAMENTOS DA GESTÃO

FUNDAMENTOS DA GESTÃO A Ultrapar realizou em 2011 um programa de comunicação e disseminação do tema sustentabilidade entre seus colaboradores, com uma série de iniciativas voltadas para o engajamento e treinamento das pessoas.

Leia mais

Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini

Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini O lixo é conhecido como os restos das atividades humanas considerados inúteis, indesejáveis e descartáveis. No entanto, separado nos seus

Leia mais

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade Carla Fernanda Mueller, carla@deps.ufsc.br 1. Introdução O ciclo dos produtos na cadeia comercial não termina quando, após serem usados pelos consumidores,

Leia mais

Fornecer inovação usando uma estratégia padronizada de PLM O Teamcenter e o NX aumentam a produtividade e contribuem para o sucesso da missão

Fornecer inovação usando uma estratégia padronizada de PLM O Teamcenter e o NX aumentam a produtividade e contribuem para o sucesso da missão Fornecer inovação usando uma estratégia padronizada de PLM O Teamcenter e o NX aumentam a produtividade e contribuem para o sucesso da missão AT K Siemens PLM Software www.siemens.com/plm Desafios comerciais

Leia mais

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 VII Recicle CEMPRE Ricardo Rolim Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná

Leia mais

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA Importância da Logística O lugar da Logística nas Empresas A logística diz respeito à criação de valor; O valor em logística é expresso em termos de tempo e lugar. Produtos e serviços

Leia mais

RELATÓRIO DE COMPENSAÇÃO DE EMISSÕES DE CO 2

RELATÓRIO DE COMPENSAÇÃO DE EMISSÕES DE CO 2 RELATÓRIO DE COMPENSAÇÃO DE EMISSÕES DE CO 2 XIV Simpósio Nacional de Auditoria de Obras Públicas (SINAOP) Centro de Eventos do Pantanal - Cuiabá 1 Novembro 2011 Nome do Evento: XIV SINAOP 2011 Cuiabá

Leia mais

Dados de Meio Ambiente

Dados de Meio Ambiente Relatório de Administração da Diretoria para 00 A BIC e o Meio Ambiente A conduta ética com relação aos nossos funcionários, consumidores, clientes, fornecedores e acionistas é um princípio operacional

Leia mais

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Avaliação de Ciclo de Vida Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Todo produto tem uma história Cada produto que chega às nossas mãos passa por diversos processos diferentes

Leia mais

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática A Abiquim e suas ações de mitigação das mudanças climáticas As empresas químicas associadas à Abiquim, que representam cerca

Leia mais

Código de Fornecimento Responsável

Código de Fornecimento Responsável Código de Fornecimento Responsável Breve descrição A ArcelorMittal requer de seus fornecedores o cumprimento de padrões mínimos relacionados a saúde e segurança, direitos humanos, ética e meio ambiente.

Leia mais

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são produzidos canetas, lápis,

Leia mais

PRÊMIO ESTANDE SUSTENTÁVEL ABF EXPO 2014

PRÊMIO ESTANDE SUSTENTÁVEL ABF EXPO 2014 PRÊMIO ESTANDE SUSTENTÁVEL ABF EXPO 2014 1. APRESENTAÇÃO Com o intuito de disseminar práticas de responsabilidade socioambiental entre as empresas do sistema de franchising, a Associação Brasileira de

Leia mais

2012 - Panorama Energético: Perspectivas para 2040

2012 - Panorama Energético: Perspectivas para 2040 212 - Panorama Energético: Perspectivas para Índice Fundamentos globais 2 Residencial/comercial 3 Transportes 4 Industrial 5 Geração de eletricidade 6 Emissões 7 Fornecimento e tecnologia 8 Conclusão 9

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.estadao.com.br Data: 23-02-2010 Imagem Corporativa Femsa traz 5 cervejas europeias do portfólio da Heineken SÃO PAULO - A Femsa está trazendo ao Brasil cinco cervejas europeias

Leia mais

Unilever Brazil Sustentabilidade Cada Gesto Conta

Unilever Brazil Sustentabilidade Cada Gesto Conta Unilever Brazil Sustentabilidade Cada Gesto Conta 01/06/2011 A Visão da Unilever Trabalhamos para criar um futuro melhor todos os dias. Ajudamos as pessoas a se sentirem bem, bonitas e a aproveitarem mais

Leia mais

QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011

QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011 QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011 AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL QUÍMICA SUSTENTÁVEL PILARES BRASKEM FUTURO VISÃO E ESTRATÉGIA AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL QUÍMICA

Leia mais

Empresarial: uma nova visão. Abril de 2010

Empresarial: uma nova visão. Abril de 2010 A Novelis e a Sustentabilidade t d Empresarial: uma nova visão Abril de 2010 2 Grupo Aditya Birla International Operations 13 Countries JV Sunlife Financial inc. Receita de US$ 28 bilhões Mais de 100.000

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 Relatório de Sustentabilidade 2014 Sumário Executivo Março de 2015 A Brasil Kirin Jovem, mas cheia de história A Brasil Kirin faz parte de um dos maiores grupos de bebidas do mundo, a japonesa Kirin Holdings

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 Relatório de Sustentabilidade 2014 Sumário Executivo Março de 2015 BrKirin_RAS2014_Compacta.indd 1 02/06/15 13:03 A Brasil Kirin Jovem, mas cheia de história A Brasil Kirin faz parte de um dos maiores

Leia mais

LANXESS AG. Rainier van Roessel Membro da Diretoria. Sustentabilidade em Borrachas: Hoje e Amanhã. Painel 1 Discurso de Abertura

LANXESS AG. Rainier van Roessel Membro da Diretoria. Sustentabilidade em Borrachas: Hoje e Amanhã. Painel 1 Discurso de Abertura LANXESS AG Rainier van Roessel Membro da Diretoria Sustentabilidade em Borrachas: Hoje e Amanhã Painel 1 Discurso de Abertura LANXESS Rubber Day São Paulo (Favor verificar em relação à apresentação) 23

Leia mais

Resíduo Zero e alternativas à incineração. TATIANA BARRETO SERRA Promotora de Justiça

Resíduo Zero e alternativas à incineração. TATIANA BARRETO SERRA Promotora de Justiça Resíduo Zero e alternativas à incineração TATIANA BARRETO SERRA Promotora de Justiça SÃO PAULO 28/05/2015 Desequilíbrio: padrões de produção e consumo dos séculos XX e XXI Necessidades do consumidor Melhorias

Leia mais

VEICULAR COMO VOCÊ DECIDE A COMPRA DO SEU CARRO

VEICULAR COMO VOCÊ DECIDE A COMPRA DO SEU CARRO VEICULAR A COMPRA DO? COMO VOCÊ DECIDE SEU CARRO Como você decide a compra do seu carro? A escolha de um veículo é resultado de uma análise que considera várias características. O preço é certamente uma

Leia mais

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011 Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011 Resumo Este documento apresenta o Inventário corporativo de Emissões Diretas e Indiretas

Leia mais

Workshop Embalagem & Sustentabilidade

Workshop Embalagem & Sustentabilidade Workshop Embalagem & Sustentabilidade São Paulo/2013 Eduardo Lima Agenda Alumínio e Sustentabilidade - Conceito Embalagens de alumínio Diferenciais das embalagens de alumínio PNRS Reciclagem de alumínio

Leia mais

Indicadores Ambientais

Indicadores Ambientais Indicadores Ambientais / Desempenho Em, publicámos o nosso primeiro Relatório Ambiental, como forma de divulgar os nossos esforços e resultados na área da protecção ambiental. A presente publicação deve

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental Sistema de Gestão Ambiental Universidade Federal do Espírito Santo UFES Centro Tecnológico Curso de Especialização em Gestão Ambiental Professora Flavia Nogueira Zanoni MSc em Controle de Poluição Ambiental

Leia mais

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida.

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Plástico é Energia Esta cidade que você está vendo aí de cima tem uma população aproximada de 70.000 mil habitantes e

Leia mais

Não é um sector específico (Pequenas e médias empresas em geral) - Go to 3

Não é um sector específico (Pequenas e médias empresas em geral) - Go to 3 INQUÉRITO EUROPEU DAS PME E O MEIO-AMBIENTE Bem-vindo ao inquérito europeu sobre as PMEs e o meio-ambiente. O questionário deve demorar entre 5-10 minutos para ser concluído. Obrigado! Instituto Tecnológico

Leia mais

Printronix T5000r apoia Iniciativas de Sustentabilidade em conformidade com a ENER GY STAR ENERGY STAR ENERGY STAR e Equipamentos de Imagem

Printronix T5000r apoia Iniciativas de Sustentabilidade em conformidade com a ENER GY STAR ENERGY STAR ENERGY STAR e Equipamentos de Imagem Printronix T5000r apoia Iniciativas de Sustentabilidade em conformidade com a Por Andy Edwards, diretor de desenvolvimento de impressoras Térmicas/RFID, Printronix Sustentabilidade é a palavra da moda

Leia mais

Elaboração Item 2 inclusão do PG-C-01 Programa Integrado de SSTMA Item 2 Codificação dos documentos de referência

Elaboração Item 2 inclusão do PG-C-01 Programa Integrado de SSTMA Item 2 Codificação dos documentos de referência Página 1 de 9 DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REV DATA ALTERAÇÃO OBSERVAÇÃO 00 01 20/05/2009 30/09/2009 16/12/09 Elaboração Item 2 inclusão do PG-C-01 Programa Integrado de SSTMA Item 2 Codificação dos documentos

Leia mais

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Nós Apostamos nosso Legado na CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Por aproximadamente 75 anos, a Thermo King ofereceu produtos e desempenho superiores para seus clientes. E com o Precedent estamos elevando esta

Leia mais

PROGRAMA DE PARCERIA EM ECOEFICIÊNCIA

PROGRAMA DE PARCERIA EM ECOEFICIÊNCIA PROGRAMA DE PARCERIA EM ECOEFICIÊNCIA O QUE É SUSTENTABILIDADE PARA O GRUPO BOTICÁRIO? É UMA FORMA DE FAZER NEGÓCIOS QUE NOS COLOCA SEMPRE À FRENTE DE NOSSO TEMPO. É PELO OLHAR DA SUSTENTABILIDADE QUE

Leia mais

SUSTENTABILIDADE 2014

SUSTENTABILIDADE 2014 SUSTENTABILIDADE 2014 Rutivo de no CONSTRUIR, PLANTAR E TRANSFORMAR Nosso objetivo vai além de ser responsável pelo processo construtivo de nossas obras, procuramos estimular e disseminar o conceito de

Leia mais

Programa de Gestão. Ambiental. Cartilha. Ambiental

Programa de Gestão. Ambiental. Cartilha. Ambiental Programa de Gestão Ambiental Cartilha Ambiental Índice Responsabilidade Ambiental 1. Responsabilidade Ambiental 2. Organograma 4. Política Ambiental 6. Coleta Seletiva Interna 12. Dicas Importantes A preocupação

Leia mais

Regulamento da Categoria 1: Ação Social: Cuidado com o Meio Ambiente e Bem-Estar

Regulamento da Categoria 1: Ação Social: Cuidado com o Meio Ambiente e Bem-Estar Regulamento da Categoria 1: Ação Social: Cuidado com o Meio Ambiente e Bem-Estar PARTICIPANTES Empresas ou organizações não-governamentais (ONGs) legalmente constituídas no Brasil. PRÉ-REQUISITOS Poderão

Leia mais

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Consumo Consciente Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Uma mudança do bem Para nós da Rossi, o consumo consciente é algo vital para a sustentabilidade da sociedade e para o futuro do nosso

Leia mais

Redução do impacto ambiental através das práticas lean Autor: Lando Tetsuro Nishida.

Redução do impacto ambiental através das práticas lean Autor: Lando Tetsuro Nishida. Redução do impacto ambiental através das práticas lean Autor: Lando Tetsuro Nishida. O sistema de gerenciamento ambiental está se tornando cada vez mais uma prioridade na gestão das empresas. Em diversas

Leia mais

Gestão Ambiental Aurora Alimentos

Gestão Ambiental Aurora Alimentos Aurora Alimentos Chapecó (SC) Gestão Ambiental Aurora Alimentos Categoria Gestão Ambiental 1. Sobre a organização participante: Razão social: - COOPERATIVA CENTRAL OESTE CATARINENSE Nome fantasia: - AURORA

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA QUALIDADE DE VIDA CIPA 5 S SUSTENTABILIDADE SMS RESPONSABILIDA DE SOCIAL

SAÚDE E SEGURANÇA QUALIDADE DE VIDA CIPA 5 S SUSTENTABILIDADE SMS RESPONSABILIDA DE SOCIAL SAÚDE E SEGURANÇA QUALIDADE DE VIDA CIPA 5 S SUSTENTABILIDADE SMS RESPONSABILIDA DE SOCIAL Para REFLEXÃO Exemplo de aspectos ambientais significativos Descarga de efluentes líquidos Disposição de

Leia mais

GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL

GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL O QUE MUDA COM A APROVAÇÃO DA P.N.R.S.? Engo. Eleusis Di Creddo Gerente de Meio Ambiente e Destinação Final SOLVI PARTICIPAÇÕES S.A. ecreddo@solvi.com Realização:

Leia mais

Gestão dos resíduos sólidos, reciclagem e sustentabilidade ambiental

Gestão dos resíduos sólidos, reciclagem e sustentabilidade ambiental Gestão dos resíduos sólidos, reciclagem e sustentabilidade ambiental Grupo: Fabiana Augusta César Irene Benevides Vinícius Tôrres Pires Samira Chantre Gestão de Resíduos Sólidos Gestão/gerir:Administrar,dirigir,

Leia mais

Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa. Prof. Dr. Douglas Wittmann. São Paulo - 2015

Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa. Prof. Dr. Douglas Wittmann. São Paulo - 2015 Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa Prof. Dr. Douglas Wittmann São Paulo - 2015 Prof. Dr. Douglas Wittmann Doutor em Ciências (USP). Mestre em Engenharia de Produção (UNIP). Pós-graduado em

Leia mais

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 Capítulo I CONCEITOS GERAIS SOBRE EMBALAGEM 1. Introdução 2 2. As funções da embalagem 2 3. Classificação das embalagens 5 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 5. O ambiente e a embalagem

Leia mais

Entrevista Inovação em dose dupla

Entrevista Inovação em dose dupla Entrevista Inovação em dose dupla Por Juçara Pivaro Foto: L. R.Delphim Uma importante aquisição no setor de empresas fornecedoras de ingredientes ocorreu em 2012, unindo duas grandes forças desse mercado,

Leia mais

Grupo Familiar Mulliez

Grupo Familiar Mulliez Grupo Familiar Mulliez Grupo Adeo adeo é um verbo em latim que significa: Eu vou em direção a Eu me aproximo Representa ao mesmo tempo a importância individual de cada colaborador e a nossa força enquanto

Leia mais

Técnicas passivas; Técnicas ativas.

Técnicas passivas; Técnicas ativas. Definição: a conservação de energia deve ser entendida como a utilização de uma menor quantidade de energia para a obtenção de um mesmo produto ou serviço através da eliminação do desperdício; Técnicas

Leia mais

Atestado de Conformidade NR 12

Atestado de Conformidade NR 12 TÜV Rheinland do Brasil TÜV Rheinland é um organismo de certificação, inspeção, gerenciamento de projetos e treinamento, que foi fundada na Alemanha em 1872 com o objetivo de proteger os trabalhadores

Leia mais

Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento

Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná (Guaraná Antarctica) Maior

Leia mais

CRESCIMENTO DE VOLUME

CRESCIMENTO DE VOLUME CRESCIMENTO DE VOLUME 12% EM 2009 42 A Oxiteno iniciou 2009 com uma escala significativamente maior, como resultado do programa de investimentos em ampliação de sua capacidade produtiva conduzido nos últimos

Leia mais

Energia, tecnologia e política climática: perspectivas mundiais para 2030 MENSAGENS-CHAVE

Energia, tecnologia e política climática: perspectivas mundiais para 2030 MENSAGENS-CHAVE Energia, tecnologia e política climática: perspectivas mundiais para 2030 MENSAGENS-CHAVE Cenário de referência O estudo WETO apresenta um cenário de referência que descreve a futura situação energética

Leia mais

Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS

Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS 4 2º INVENTÁRIO BRASILEIRO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA 5 PERSPECTIVAS E DESAFIOS 6

Leia mais

Marco Antonio Lazaro OBJETIVO SUMARIO EXPERIENCIA PROFISSIONAL MEMBRO HONORÁRIO DO CONAMA - 2006/2008.

Marco Antonio Lazaro OBJETIVO SUMARIO EXPERIENCIA PROFISSIONAL MEMBRO HONORÁRIO DO CONAMA - 2006/2008. Marco Antonio Lazaro Avenida 7, 1643 Fone: (19) 9757 9338 ou (19) 3534 5401 CEP 13503 255 Rio Claro SP e-mail: malazaro@vivax.com.br OBJETIVO MEMBRO HONORÁRIO DO CONAMA - 2006/2008. SUMARIO Larga experiência

Leia mais