PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos:"

Transcrição

1 PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos: 1) No item Documentação De Qualificação Econômico-Financeira, não é exigido comprovação de capital social. Afirma-se: Tal exigência seria indispensável para este certame, pois isto assegura que a empresa vencedora possua recursos para uma boa execução dos serviços e também uma previsão para eventuais casos de reclamações trabalhistas. Resp. Compete a administração o poder discricionário para tal exigência. 2) No item DOCUMENTAÇÃO DE REGULARIDADE FISCAL, não menciona a apresentação da Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas no qual deve ser exigida de acordo com a lei 8.666/93. Resp. Não é obrigatória a exigência. 3) No que se refere a tabela 2 da minuta de contrato, perguntamos: Quais são os equipamentos e as especificações técnicas necessárias para a perfeita execução dos serviços? Resp. Na tabela 2 do anexo 5A folha 57 o valor mencionado é a estimativa de verba que a Sanasa reservou para a reposição e atualização de peças, não sendo necessário a proponente estimar valor algum neste item. Como será considerada a questão tributaria para a compra dos equipamentos? Resp. Conforme item ) Referente ao item da Minuta de Contrato O armazenamento das imagens da Sede da SANASA deverá ser feito em meio magnético de propriedade da SANASA, hoje instalados na central de monitoramento com capacidade de armazenamento por um período mínimo de 30 dias, e as de locais remotos deverão ser armazenadas nos seus locais, e se necessário a contratada devera aumentar a sua capacidade sem ônus para a SANASA. Perguntamos: Caso necessite ampliar o armazenamento de imagens, isso vai gerar ônus para a Contratante? Qual foi o calculo para elaboração do valor estimado? Resp. conforme item 6 do anexo 5A a contratada ficara responsável pela mão de obra necessárias ficarão conforme tabela 2 do anexo 5A folha 57. e as peças Isto esta previsto no valor estimado? Resp. conforme item 6 do anexo 5A a contratada ficara responsável pela mão de obra necessárias ficarão conforme tabela 2 do anexo 5A folha 57. e as peças O valor estimado atende as necessidades e atualizações da tecnologia utilizada nos equipamentos? Resp. Valores estimados pela Sanasa e suas necessidades. Em consulta ao processo anterior deste mesmo serviço PREGÃO PRESENCIAL N. 2010/182 PROTOCOLO N. 2010/54.835, o edital descrevia detalhadamente as informações e especificações técnicas dos equipamentos necessários para o monitoramento. 5) Item Durante a vigência contratual, os equipamentos/acessórios e respectivos dispositivos eletrônicos deverão ser substituídos ou modificados sempre que ocorrerem algum problema, de modo a possibilitar a eficácia dos serviços de monitoramento, sempre com autorização prévia da SANASA.. Perguntamos: 1 de 12

2 Resp: As ferramentas, instrumentos e técnicas de utilização para a realização dos serviços devem ser adequados, sendo obrigatoriedade da equipe técnica mencionado na Tabela I do anexo 5A conhece-los e utilizá-los corretamente. Quais as quantidades de equipamentos? Esclarecemos que : DESCRIÇÃO Quantidade Servidores DVR 11 Servidores Stand Alone 45 Quantidade de Câmeras 351 Central de alarmes 50 GPRS 50 Storage em cada unidade de monitoramento Storage câmeras da Sede 500Gb a 1 Tb 12tb Qual a configuração mínima destes equipamentos? Resp. Sugerimos efetuar a visita técnica. 6) De acordo com o item 9.7 alínea I - Profissional legalmente habilitado (CREA) responsável para os trabalhos em eletricidade, não é exigido em nenhum momento. Perguntamos: Não seria prudente exigir na documentação de habilitação que a empresa vencedora possua registro junto ao CREA, tendo em vista que os serviços contemplam atividades pertinentes com este conselho bem como exige o fornecimento de um profissional? Pondera-se ainda com a comissão de licitação, que licitações anteriores deste mesmo objeto era-se exigido. RESP. Não é condição para habilitação e sim para execução do contrato. 7) Referente ao item 9 - COMUNICAÇÕES DO SISTEMA, alínea 9.1 A Contratada deverá ter na sede da SANASA um link de comunicação independente para o recebimento das imagens e alarmes. Tendo em vista a não descrição dos equipamentos já instalados para este serviço, como as empresas deverão dimensionar o link de comunicação? Resp: esclarecemos que o s links atuais são : 1 linha IP dedicado de 30 Mb 1 link Speedy IP dedicado de 30 Mb 8) No que se refere à alínea Para o reembolso de pagamento das peças e equipamentos que venham a ser instalados ou substituídos no sistema em geral será utilizado o valor médio de pesquisa de mercado, realizada pela SANASA. Perguntamos: Para a troca ou reparo de peças no qual a SANASA já autorizou, após obter orçamentos, a SANASA realizará nova pesquisa de mercado e pagará um valor médio? 2 de 12

3 Resp: Os serviços só serão autorizados após a Sanasa realizar a sua pesquisa de mercado, e sua aprovação conforme item do contrato. A CONTRATADA poderá receber valor abaixo do que o aprovado pela CONTRATANTE o serviço conforme a clausula 9 contrato ? Resp: Os serviços só serão autorizados após a Sanasa realizar a sua pesquisa de mercado, e sua aprovação conforme item do contrato. 9) Item Para operacionalização do sistema de monitoramento digital em todas as unidades relacionadas, a contratada deverá disponibilizar/instalar/transferir para seu nome, as linhas telefônicas e links que estejam em nome da atual prestadora de serviço, mantendo no mínimo os itens abaixo relacionados: 50 CHIP PARA GPS COM ALARME 02 LINKS INTERNOS (FIBRA) 50 LINKS EXTERNOS 02 LINHAS TELEFÔNICAS Qual o custo estimado para os equipamentos relacionados neste item? Resp. Esclarecemos que os links de fibra já estão feitos na sede da Sanasa devendo a contratante só mantê-lo e os custos das linhas de comunicação ser dimensionados com as operadoras e deverão ser colocados na proposta Geral. 1- Para dimensionarmos a quantidade de materiais e equipamentos e para uma boa elaboração da proposta de preços solicitamos a planta dos locais de prestação de serviços. DESCRIÇÃO Quantidade Servidores DVR 11 Servidores Stand Alone 45 Quantidade de Câmeras 351 Central de alarmes 50 GPRS 50 Storage em cada unidade de monitoramento Storage câmeras da Sede 500Gb a 1 Tb 12tb Resp. Sugerimos efetuar a visita técnica. 2- A vistoria nos locais de prestação de serviços será obrigatória? Resp. Não, conforme item O engenheiro é o responsável técnico da empresa ou terá que ser contratado para ativo do contrato? Resp. Verificar item manutenção preventiva e corretiva no item de 12

4 4- Trata-se de uma prestação de serviços novo ou já existe prestação de serviços nesses locais? Resp. Esclarecemos que se trata de uma prestação de serviço já existente. 1) De acordo com o item As Empresas interessadas em participar desta licitação poderão, se desejar, efetuar visita técnica, oportunidade em que poderão sanar eventuais dúvidas referentes ao objeto deste edital e as condições para cumprimento de suas obrigações.. Tendo em vista a complexidade do objeto quantidade de locais, rotinas específicas e equipamentos necessários, a mesma deveria ser obrigatória para melhor dimensionamento de custos e formulação de proposta. Faz-se a complexidade das demandas especificas, não seria prudente exigir a visita técnica para prevenção de falhas na elaboração das propostas? Resposta: A visita técnica é facultativa e não obrigatória. 2) De acordo com o item DAS RESTRIÇÕES - subitem Que estiverem sob a aplicação da penalidade referente ao art. 87, inciso III e IV da Lei n.º 8.666/93 ou do art. 7º da Lei nº /02; Observação: A suspensão prevista no artigo 87, inciso III, aplica-se apenas no âmbito da SANASA. Este item contraria a legislação atual uma vez que ficam impedidas de participar de licitações qualquer empresa penalizada no âmbito municipal, estadual e federal, portanto devera ser revisto o edital. Resp. Trata-se de situações distintas, uma vez que art. 87 da Lei n /93 impede a empresa de participar no órgão onde foi penalizada, e o art. 7 da Lei /02 é de âmbito geral. 3) De acordo com o item DOCUMENTAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA, não existe exigência de comprovação de capital social. Afirma-se: Tendo em vista a grande expressão econômica e responsabilidade técnica da presente licitação se faz necessário que o edital exija a comprovação do patrimônio liquido ou capital social (conforme precedentes do STJ), pois além de assegurar que a vencedora do certame possui os recursos para produzir a prestação dos serviços garantira também que a mesma não sofrera grandes impactos no caso de reclamação trabalhista uma vez que a SANASA adota o procedimento de retenção do valor da ação nas faturas mensais ate a extinção da ação. Resp. Compete a administração o poder discricionário para tal exigência. 4) No item DOCUMENTAÇÃO DE REGULARIDADE FISCAL, não consta a solicitação da Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas emitida pelo Superior Tribunal do Trabalho. Esta certidão não será solicitada? De acordo com o Inciso V Artigo 29 da Lei nº 8.666/93 ela é obrigatória em processos licitatórios. RESPOSTA: Não é obrigatória a exigência. 5) De acordo com o item Os atestados de capacidade técnica/responsabilidade técnica poderão estar em nome e com CNPJ da matriz e/ou das filiais da Proponente. 4 de 12

5 Este item conflita diretamente com o item no qual diz: Sob pena de inabilitação, todos os documentos deverão estar em nome da Proponente e, preferencialmente, com número do CNPJ e com o endereço respectivo, observando-se ainda o que segue. Solicitamos revisão deste item. Resposta : Os atestados poderão estar no nome da matriz e/ou das filiais da Proponente, desde que o contenha o CNPJ. CONTRATO 6) De acordo com a MINUTA DE CONTRATO CLAUSULA TERCEIRA PREÇO: Na TABELA 02 - Valor Estimado para Peças de Reposição e Atualização consta o valor estimado para peças de reposição e atualização, porém, não existem dados suficientes para a formulação das propostas de preços, tendo em vista que não consta do edital e anexo a relação detalhada de equipamentos eletrônicos em uso na SANASA. Quais seriam os equipamentos necessários? Resp.: Na tabela 2 do anexo 5A folha 57 o valor mencionado é a estimativa de verba que a Sanasa reservou para a reposição e atualização de peças, não sendo necessário a proponente estimar valor algum neste item. Como será aferida a questão tributária na compra dos mesmos? Resp. conforme item ) De acordo com o item da Minuta de Contrato O armazenamento das imagens da Sede da SANASA deverá ser feito em meio magnético de propriedade da SANASA, hoje instalados na central de monitoramento com capacidade de armazenamento por um período mínimo de 30 dias, e as de locais remotos deverão ser armazenadas nos seus locais, e se necessário a contratada devera aumentar a sua capacidade sem ônus para a SANASA. Caso seja necessário ampliar a capacidade de armazenamento de imagens, a Contratada o fará sem ônus para a Contratante? Resp. conforme item 6 do anexo 5A a contratada ficara responsável pela mão de obra e as peças necessárias ficarão conforme tabela 2 do anexo 5A folha 57. Esta situação esta prevista no valor estimado para atualização? Resp. conforme item 6 do anexo 5A a contratada ficar responsável pela mão de obra necessárias ficarão conforme tabela 2 do anexo 5A folha 57. e as peças Qual foi o calculo utilizado para obtenção desses valores? Resp. Histórico, política e necessidade da Sanasa. O valor estimado suporta as exigências e inovações da tecnologia utilizada no monitoramento, uma vez que não existe parâmetro regular ou previsão para eventuais modernizações de equipamentos? 5 de 12

6 Resp. Valores estimados pela Sanasa e suas necessidades. Conforme consulta ao processo anterior EDITAL PREGÃO PRESENCIAL N. 2010/182 PROTOCOLO N. 2010/54.835, o mesmo contemplava exatamente todas as informações e especificações dos equipamentos utilizados. Resp. Esclarecemos que a concepção de fornecimento de serviços nos editais são diferentes. 8) De acordo com o item Durante a vigência contratual, os equipamentos/acessórios e respectivos dispositivos eletrônicos deverão ser substituídos ou modificados sempre que ocorrerem algum problema, de modo a possibilitar a eficácia dos serviços de monitoramento, sempre com autorização prévia da SANASA.. Quais equipamentos serão necessários para a realização dos serviços? Resp: As ferramentas, instrumentos e técnicas de utilização para a realização dos serviços devem ser adequados, sendo obrigatoriedade da equipe técnica mencionado na Tabela I do anexo 5A conhece-los e utilizá-los corretamente. Quais as quantidades de equipamentos? Esclarecemos que : DESCRIÇÃO Quantidade Servidores DVR 11 Servidores Stand Alone 45 Quantidade de Câmeras 351 Central de alarmes 50 GPRS 50 Storage em cada unidade de monitoramento Storage câmeras da Sede 500Gb a 1 Tb 12tb Qual a configuração mínima destes equipamentos? Resp. Sugerimos efetuar a visita técnica. 9) De acordo com o item A CONTRATADA deverá fornecer todos os materiais necessários para o sistema, incluindo as ferramentas e os instrumentos necessários para a execução dos serviços de manutenção Preventiva e Corretiva. A visita técnica não obrigatória impede o real dimensionamento dos custos. Quais materiais e equipamentos são utilizados atualmente para este serviço? 6 de 12

7 Resp. As ferramentas, instrumentos e técnicas de utilização para a realização dos serviços devem ser adequados, sendo obrigatoriedade da equipe técnica mencionado na Tabela I do anexo 5A conhece-los e utilizá-los corretamente. 10) De acordo com o item A CONTRATADA deverá realizar a recuperação das estruturas, paredes, pisos e tetos, eventualmente danificados em virtude de instalação dos equipamentos de monitoramento, bem como, a limpeza do local após a execução dos serviços, sempre que necessário. Os locais de instalação dos equipamentos de monitoramento poderão ter a necessidade de sofrer alteração física? Resp. Sim, ressaltamos que os reparos mencionados no item serão aplicados somente se a contratada realize danos por negligência e imperícia. Quais locais? Resp. conforme anexo 4. Qual a situação atual dos locais que podem vir a serem alterados? Resp. conforme item ) De acordo com o item 9.7 alínea I Profissional legalmente habilitado (CREA) responsável para os trabalhos em eletricidade, referente a este tema, não é exigido em nenhum momento a comprovação de registro da empresa licitante no conselho. Não seria correto exigir da empresa ou nos documentos de habilitação que a mesma possua registro junto ao CREA, uma vez que a licitação prevê atividades pertinentes com este conselho bem como exige o fornecimento de m profissional? Pondera-se ainda com a comissão de licitação que licitações anteriores deste mesmo objeto era-se exigido. RESP. Não é condição para habilitação e sim para execução do contrato. TERMO DE REFERENCIA 12) De acordo com o item 7 do Termo de Referencia, alínea 7.1 Equipamentos A CONTRATADA se obriga a fornecer os seguintes equipamentos: a. Aparelhos de comunicação tipo Nextel (compatível ao utilizado pela SANASA), para toda a equipe operacional, 24 (vinte e quatro) horas contínuas; b. Lanternas para todos os postos noturnos; c. Dispositivos para ronda eletrônica, de acordo com o item 5, sub item 5.1 d. Um apito para cada vigilante; e. Um cassetete para cada vigilante; e f. Um colete a prova de bala para cada vigilante. Estes equipamentos deverão ser fornecidos para todos os postos? Resp. SIM 7 de 12

8 13) Referente ao item 9 - COMUNICAÇÕES DO SISTEMA, alínea 9.1 A Contratada deverá ter na sede da SANASA um link de comunicação independente para o recebimento das imagens e alarmes. O edital não menciona quais são os equipamentos instalados atualmente na SANASA, sendo assim, como deve ser feito o dimensionamento do link de comunicação necessário para a execução do objeto contratado? Resp: esclarecemos que o s links atuais são : 1 linha IP dedicado de 30 Mb 1 link Speedy IP dedicado de 30 Mb 14) Referente ao item 10 MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA alínea 10.2 Onde houver monitoramento, a Contratada deverá executar serviços de operação do sistema, manutenção preventiva e corretiva e modernização e/ou modificação do sistema quando necessário e/ou solicitado pela SANASA. A SANASA arcará com as despesas adicionais para modernização ou modificações do sistema ou as mesmas estão previstas no valor estimado? Resp: a contratada devera realizar todo o serviço de mão de obra. 15) Referente à alínea Para o reembolso de pagamento das peças e equipamentos que venham a ser instalados ou substituídos no sistema em geral será utilizado o valor médio de pesquisa de mercado, realizada pela SANASA. Para a troca/reparo de peças no qual o serviço já foi autorizado pela SANASA, após conhecer os orçamentos apresentados, ainda assim a SANASA vai fazer uma nova pesquisa e pagar o valor médio de mercado? Resp: Os serviços só serão autorizados após a Sanasa realizar a sua pesquisa de mercado, e sua aprovação conforme item A CONTRATADA correrá o risco de receber valor abaixo do que foi aprovado pela SANASA para execução do serviço? (vide cls.9 contrato ) Resp: Os serviços só serão autorizados após a Sanasa realizar a sua pesquisa de mercado, e sua aprovação conforme item ) Referente ao item Para operacionalização do sistema de monitoramento digital em todas as unidades relacionadas, a contratada deverá disponibilizar/instalar/transferir para seu nome, as linhas telefônicas e links que estejam em nome da atual prestadora de serviço, mantendo no mínimo os itens abaixo relacionados: 50 CHIP PARA GPS COM ALARME 02 LINKS INTERNOS (FIBRA) 50 LINKS EXTERNOS 02 LINHAS TELEFÔNICAS 8 de 12

9 Onde estão previstos os custos dos equipamentos elencados neste item? Resp.: esclarecemos que os links de fibra já estão feitos na sede da Sanasa devendo a contratante só mantê-lo e os custos das linhas de comunicação deverão ser colocados na proposta Geral. 1) De acordo com o item As Empresas interessadas em participar desta licitação poderão, se desejar, efetuar visita técnica, oportunidade em que poderão sanar eventuais dúvidas referentes ao objeto deste edital e as condições para cumprimento de suas obrigações.. Tendo em vista a complexidade do objeto quantidade de locais, rotinas específicas e equipamentos necessários, a mesma deveria ser obrigatória para melhor dimensionamento de custos e formulação de proposta. Faz-se a complexidade das demandas especificas, não seria prudente exigir a visita técnica para prevenção de falhas na elaboração das propostas? Resposta: A visita técnica é facultativa e não obrigatória. 2) De acordo com a MINUTA DE CONTRATO CLAUSULA TERCEIRA PREÇO: Na TABELA 02 - Valor Estimado para Peças de Reposição e Atualização consta o valor estimado para peças de reposição e atualização, porém, não existem dados suficientes para a formulação das propostas de preços, tendo em vista que não consta do edital e anexo a relação detalhada de equipamentos eletrônicos em uso na SANASA. Quais seriam os equipamentos necessários? Resp.: Na tabela 2 do anexo 5A folha 57 o valor mencionado é a estimativa de verba que a Sanasa reservou para a reposição e atualização de peças, não sendo necessário a proponente estimar valor algum neste item. Como será aferida a questão tributária na compra dos mesmos? Resp. conforme item ) De acordo com o item da Minuta de Contrato O armazenamento das imagens da Sede da SANASA deverá ser feito em meio magnético de propriedade da SANASA, hoje instalados na central de monitoramento com capacidade de armazenamento por um período mínimo de 30 dias, e as de locais remotos deverão ser armazenadas nos seus locais, e se necessário a contratada devera aumentar a sua capacidade sem ônus para a SANASA. Caso seja necessário ampliar a capacidade de armazenamento de imagens, a Contratada o fará sem ônus para a Contratante? Resp. conforme item 6 do anexo 5A a contratada ficara responsável pela mão de obra e as peças necessárias ficarão conforme tabela 2 do anexo 5A folha 57. Esta situação esta prevista no valor estimado para atualização? 9 de 12

10 Resp. conforme item 6 do anexo 5A a contratada ficar responsável pela mão de obra necessárias ficarão conforme tabela 2 do anexo 5A folha 57. e as peças Qual foi o calculo utilizado para obtenção desses valores? Resp. Histórico, política e necessidade da Sanasa. O valor estimado suporta as exigências e inovações da tecnologia utilizada no monitoramento, uma vez que não existe parâmetro regular ou previsão para eventuais modernizações de equipamentos? Resp. Valores estimados pela Sanasa e suas necessidades. Conforme consulta ao processo anterior EDITAL PREGÃO PRESENCIAL N. 2010/182 PROTOCOLO N. 2010/54.835, o mesmo contemplava exatamente todas as informações e especificações dos equipamentos utilizados. Resp. Esclarecemos que a concepção de fornecimento de serviços nos editais são diferentes. 4) De acordo com o item Durante a vigência contratual, os equipamentos/acessórios e respectivos dispositivos eletrônicos deverão ser substituídos ou modificados sempre que ocorrerem algum problema, de modo a possibilitar a eficácia dos serviços de monitoramento, sempre com autorização prévia da SANASA.. Quais equipamentos serão necessários para a realização dos serviços? Resp. As ferramentas, instrumentos e técnicas de utilização para a realização dos serviços devem ser adequados, sendo obrigatoriedade da equipe técnica mencionado na Tabela I do anexo 5A conhece-los e utilizá-los corretamente. Quais as quantidades de equipamentos? Esclarecemos que : DESCRIÇÃO Quantidade Servidores DVR 11 Servidores Stand Alone 45 Quantidade de Câmeras 351 Central de alarmes 50 GPRS 50 Storage em cada unidade de monitoramento Storage câmeras da Sede 500Gb a 1 Tb 12tb Qual a configuração mínima destes equipamentos? 10 de 12

11 Resp. sugerimos executar visita técnica. 5) De acordo com o item A CONTRATADA deverá fornecer todos os materiais necessários para o sistema, incluindo as ferramentas e os instrumentos necessários para a execução dos serviços de manutenção Preventiva e Corretiva. A visita técnica não obrigatória impede o real dimensionamento dos custos. Quais materiais e equipamentos são utilizados atualmente para este serviço? Resp. As ferramentas, instrumentos e técnicas de utilização para a realização dos serviços devem ser adequados, sendo obrigatoriedade da equipe técnica mencionado na Tabela I do anexo 5A conhece-los e utilizá-los corretamente. 6) De acordo com o item A CONTRATADA deverá realizar a recuperação das estruturas, paredes, pisos e tetos, eventualmente danificados em virtude de instalação dos equipamentos de monitoramento, bem como, a limpeza do local após a execução dos serviços, sempre que necessário. Os locais de instalação dos equipamentos de monitoramento poderão ter a necessidade de sofrer alteração física? Resp. SIM, ressaltamos que os reparos mencionados no item serão aplicados somente se a contratada realize danos por negligência e imperícia. Quais locais? Resp. conforme anexo 4. Qual a situação atual dos locais que podem vir a serem alterados? Resp. conforme item ) Referente ao item 9 - COMUNICAÇÕES DO SISTEMA, alínea 9.1 A Contratada deverá ter na sede da SANASA um link de comunicação independente para o recebimento das imagens e alarmes. O edital não menciona quais são os equipamentos instalados atualmente na SANASA, sendo assim, como deve ser feito o dimensionamento do link de comunicação necessário para a execução do objeto contratado? Resp: esclarecemos que o s links atuais são : 1 linha IP dedicado de 30 Mb 1 link Speedy IP dedicado de 30 Mb 8) Referente à alínea Para o reembolso de pagamento das peças e equipamentos que venham a ser instalados ou substituídos no sistema em geral será utilizado o valor médio de pesquisa de mercado, realizada pela SANASA. Para a troca/reparo de peças no qual o serviço já foi autorizado pela SANASA, após conhecer os orçamentos apresentados, ainda assim a SANASA vai fazer uma nova pesquisa e pagar o valor médio de mercado? 11 de 12

12 Resp: O serviço só será autorizado após a Sanasa realizar a sua pesquisa de mercado, e sua aprovação conforme item ) Referente ao item Para operacionalização do sistema de monitoramento digital em todas as unidades relacionadas, a contratada deverá disponibilizar/instalar/transferir para seu nome, as linhas telefônicas e links que estejam em nome da atual prestadora de serviço, mantendo no mínimo os itens abaixo relacionados: 50 CHIP PARA GPS COM ALARME 02 LINKS INTERNOS (FIBRA) 50 LINKS EXTERNOS 02 LINHAS TELEFÔNICAS Onde estão previstos os custos dos equipamentos elencados neste item? Resp.: esclarecemos que os links de fibra já estão feitos na sede da Sanasa devendo a contratante só mantê-lo e os custos das linhas de comunicação deverão ser colocados na proposta Geral. a) Será exigida planilha para a comprovação da utilização de todas as obrigações exigidas na Convenção Coletiva de Trabalho vigente e na CLT Consolidação das Leis do Trabalho? Resp: Item 9.7 da Minuta de Contrato e Item do Termo de Referência b) Será exigida a Cláusula nº 70- PPR, específica da Convenção Coletiva de Trabalho vigente? Resp: Item do Termo de Referência c) Todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho serão consideradas? Resp: Item do Termo de Referência d) Tendo em vista o contido na Sumula 444 recentemente editada pelo E Tribunal Superior do trabalho, determinando o pagamento dos feriados trabalhados na jornada 12 x Esse encargo já esta previsto no preço referencial estimado para a execução do objeto do presente certame? Resp: Item 4.1 do Termo de Referência e) Tendo em vista a publicação em Diário Oficial da União em 03/12/2013 da Portaria nº /12/2013 (obrigatoriedade de pagamento de 30% de adicional de periculosidade em atividades dos profissionais de segurança patrimonial); A exigência citada acima já esta prevista no preço referencial estimado para a execução do objeto do presente certame? Resp: Tratando-se de uma portaria da União, é obrigatoriedade no território nacional. As empresas que não contemplarem tal percentual em suas planilhas de custo serão desclassificadas? Resp: Cláusula 11.1 da Minuta de Contrato 12 de 12

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATU SENSO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPOR O PROGRAMA DE EFICIÊNCIA

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 61/2008 Data: 17/12/2008 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução informatizada e integrada para o acompanhamento

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso QUESTIONAMENTO 01 BRUNA APARECIDA SOUZA AO SR. PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO CERTAME DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO, PREGÃO ELETRÔNICO Nº 100/2015 - SRP, MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS. Prezados, bom dia! A

Leia mais

Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação?

Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação? Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação? As certidões indispensáveis à participação nas licitações, conforme previsto no artigo 27 da Lei 8.666/93, são: certidão

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 11/2015 PROCESSO Nº 03110.014908/2014 55 OBJETO: Contratação

Leia mais

ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006

ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES COORDENAÇÃO-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO GERAL ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006 Ref. Processo nº 50600.009513/2006-99 OBJETO:

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração ESCLARECIMENTO V

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração ESCLARECIMENTO V MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2015 PROCESSO Nº 03110.001068/2015-41 OBJETO: Contratação de empresa prestadora de

Leia mais

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS 1. GERAL - O contrato contém todas as cláusulas essenciais e necessárias, define com precisão

Leia mais

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital.

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Senhor Licitante, Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Atenciosamente, Vera Lucia M. de Araujo Pregoeira

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Ofício nº 137/2006/CPL/SAA/SE/MEC REFERÊNCIA: Pregão nº 44/2006 Brasília, 12 de dezembro de 2006. ASSUNTO: QUESTIONAMENTOS

Leia mais

ESCLARECIMENTO nº 01

ESCLARECIMENTO nº 01 ESCLARECIMENTO nº 01 PROCESSO Nº 149/2010 PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2010 Segue esclarecimento formulado por licitante e a respectiva resposta, com base na informação prestada pela área gestora (DETIN):

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 010/2014 OBJETO Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de instalação e fornecimento de vidros temperados incolor em imóveis da Eletrobrás Distribuição Rondônia,

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS A Supervisão de Suprimentos é a responsável pelo cadastramento dos fornecedores, bem como pela renovação cadastral

Leia mais

Câmara Municipal de Cosmópolis

Câmara Municipal de Cosmópolis ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 01 INTRODUÇÃO A Câmara Municipal de Cosmópolis pretende contratar, com base na Lei nº 8.666/93, na Lei nº 10.520/02, no Decreto Municipal nº 3.769/2007, no Decreto Legislativo

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS Esclarecimento I PERGUNTA 1: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS 7.5.3. documentação técnica do fabricante dos componentes cotados, incluindo partes de manuais e catálogos, que comprovem o atendimento

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo:

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: A) RN COMERCIAL: QUESTIONAMENTOS: 1- Atualmente muitos

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 08/2015 Data: 27/5/2015 Objeto: Contratação de serviços de motoristas para atender a demanda da ANEEL na região do Distrito Federal

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 021/2015 Termo de Referência 1. DO OBJETO 1.1. Este Termo de Referência tem por objetivo a aquisição, por intermédio de licitação na modalidade de Pregão Presencial, de

Leia mais

QUESTIONAMENTOS B QUESTIONAMENTO 02

QUESTIONAMENTOS B QUESTIONAMENTO 02 QUESTIONAMENTOS B RESPOSTA: O edital previu, nos subitens 5.1.1. e 5.2. das Condições Gerais da Contratação Anexo 1 do edital, compensações financeiras e penalizações, por eventuais atrasos, e descontos,

Leia mais

PERGUNTA 1: RESPOSTA 1: PERGUNTA 2: RESPOSTA 2: PERGUNTA 3: RESPOSTA 3: PERGUNTA - 4:

PERGUNTA 1: RESPOSTA 1: PERGUNTA 2: RESPOSTA 2: PERGUNTA 3: RESPOSTA 3: PERGUNTA - 4: PERGUNTA 1: Em relação ao Anexo II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS, item 1.20 do Edital que diz Deve ser compatível com os sistemas operacionais Microsoft Windows Server 2003, Microsoft Windows Server 2008 e Linux

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PODER LEGISLATIVO

ESTADO DO TOCANTINS PODER LEGISLATIVO ESTADO DO TOCANTINS PODER LEGISLATIVO C.I N 0117/CPL/2012 Palmas, 29 de novembro de 2012. À Diretoria de Comunicação - Dicom ASSUNTO: Pedido de esclarecimentos solicitado pela empresa VISUAL SISTEMAS ELETRÔNICOS,

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES Prezada Senhora, Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. EDITAL - Item 4.12.4 inciso I - Qual documento

Leia mais

PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 01 PE Nº 03/2013

PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 01 PE Nº 03/2013 PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 01 PE Nº 03/2013 Considerando o posicionamento enviado pela área técnica desta CGU-PR, segue abaixo a resposta ao Pedido Esclarecimento nº 01 PE nº 03/2013: QUESTIONAMENTO 01:

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA Código de Classificação: 13.02.01.15 1 DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa para prestação dos serviços de cobertura securitária (seguro) para assegurar

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROJETO BÁSICO GESER Nº 04/07 FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização

Leia mais

QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA

QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA Fls. QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA Em relação aos Questionamentos efetuados pela empresa Sul América Serviços LTDA, informo que foram analisados pelo Diretor da área solicitante, Sr. Charles, e com base

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 Prezados Senhores, Brasília, 28 de novembro de 2012. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto BRA/04/044 - Implementação de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Contrato NET Empreendimentos De: Marco Tulio Monteiro Dias 01402619669 Enviado em: quarta-feira, 7 de janeiro de 2015 14:15 Para: contrato@netempreendimentos.com.br Assunto: Contrato

Leia mais

1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS 1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS 1. Qual a legislação básica que regula a prestação de serviços terceirizados? R. Constituição Federal, artigo 37, Decreto Lei 200/67, Decreto

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da contratação de serviços: 1.1 O presente Projeto Básico tem como objetivo a contratação de empresa para locação de impressoras, incluindo o fornecimento de

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais ENCARGOS SOCIAIS 1 INSS 20,00% 2 SESI ou SESC 1,50% 3 SENAI ou SENAC 1,00% 4 INCRA 0,20% 5 Salário Educação 2,50% 6 FGTS 8,00% 7 Seguro Acidente do Trabalho/SAT/INSS 3,00% 8 SEBRAE 0,60% 9 SECONCI 1,00%

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS Processo Administrativo nº 14/10/02.867 Interessado: Secretaria Municipal de Administração Assunto: Pregão Presencial nº 256/2014 Objeto: Contratação de empresa para a prestação de serviços através de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I. OBJETO.. Aquisição de memórias para servidores corporativos da Seção Judiciária do Espírito Santo. 2. ESPECIFICAÇÕES MÍNIMAS Lote Módulo de Memória de 52 Megabytes para servidores

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de serviço de fornecimento de assinatura de jornais impressos e revistas, assim como acesso às matérias on line dos respectivos jornais e revistas para

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 002/2013 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 193/2012 Órgão Processo SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA 2012007522 Modalidade Nº Data Tipo PREGAO ELETRONICO 193/2012 18/07/2012 MENOR PREÇO POR

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S E S P E C I F I C A Ç Õ E S 1) DO OBJETO: É objeto da presente licitação, a contratação de empresa para Prestação de Serviço de Auditoria externa (independente), compreendendo: 1.1 Auditoria dos registros

Leia mais

NORMA RESSARCIMENTO POR DANO ELÉTRICO

NORMA RESSARCIMENTO POR DANO ELÉTRICO PÁGINA 1 de 7 ÍNDICE DO CONTEÚDO 1. Objetivo 1 2. Norma e Documentos Complementares 1 3. Definições 1/2 4. Condições Gerais 2 5. Procedimentos 3/4/5 6. Anexo 6 7. Ficha de Vida 7 1. Objetivo: Esta norma

Leia mais

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA

DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Coordenadoria de Apoio Logístico Departamento de Apoio Operacional TERMO DE REFERÊNCIA Processo n.º E-04/. /2012. Contratação de empresa para fornecimento e instalação de sistema de gerenciamento de tráfego para elevadores do prédio da SEFAZ, localizado na Avenida Presidente Vargas, 670

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO DIVISÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA PROJETO BÁSICO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO DIVISÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA PROJETO BÁSICO ANEXO XII PROJETO BÁSICO 1) GENERALIDADES O presente Projeto Básico tem como objetivo estabelecer as normas e encargos que presidirão o desenvolvimento do trabalho de revisão/execução de aterramento e

Leia mais

TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 769/CIENTEC/2013

TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 769/CIENTEC/2013 TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 769/CIENTEC/2013 1. DO TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO 1.1 A Fundação de Ciência e Tecnologia, torna público o presente Termo de Dispensa de Licitação, autorizada no expediente

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL PREGÃO ELETRÔNICO CASA CIVIL/RJ nº PE003//14 NOTA DE ESCLARECIMENTOS DE 25/04/2014 Questão de 25 de maio de 2014, 10h29 1- A empresa MC Engenharia e Treinamentos LTDA foi fundada neste ano e ganhando esta

Leia mais

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Ref.: Processo nº 08008.000216/2014-11 Interessado: DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Objeto: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços copeiragem. Brasília, 27 de junho de 2014. RESPOSTA

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS DA CEG 1.º PARTES a) CEG: COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE

Leia mais

URBES. Esclarecimento nº 02

URBES. Esclarecimento nº 02 1 PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/15 PROCESSO CPL 2292/14 LICITAÇÃO DO TIPO MENOR PREÇO PARA REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE SINALIZAÇÃO SEMAFÓRICA. Esclarecimento nº 02 A -, através de sua Pregoeira,

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico nº 0154/2013-21 Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) Superintendência Regional no Estado de Sergipe. Impugnante: Vivo S/A A (o) Sr.(a) Pregoeiro

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas Gerenciamento do Tráfego de Internet Edital de Licitação PREGÃO PRESENCIAL Nº 34/2010 Processo SAP nº 4180/2010 Perguntas e Respostas Página 1 /15 Pergunta n o 1: Os dispositivos de filtro de conteúdo

Leia mais

Pergunta 01 No item 01 Desktops, está sendo solicitado o seguinte:

Pergunta 01 No item 01 Desktops, está sendo solicitado o seguinte: QUESTIONAMENTOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 002/2012 Pergunta 01 No item 01 Desktops, está sendo solicitado o seguinte: 1) Brilho: 250 cd/m2;interface: RF, D-sub, CVBS, S-Video no mínimo; Tendo em vista que as

Leia mais

LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC

LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO ESCLARECIMENTO 09 O SESC/ARRJ vem através

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL EDITAL 239/2009/DNIT 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

PREGÃO PRESENCIAL EDITAL 239/2009/DNIT 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS PREGÃO PRESENCIAL EDITAL 239/2009/DNIT 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS 1ª PERGUNTA: Pelo que entendemos no edital o sistema será implantado em cada unidade do DNIT, com banco de dados descentralizados

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014 CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 041/2014 OBJETO: Contratação de empresa especializada na Prestação de Serviços de Segurança Eletrônica, com monitoramento

Leia mais

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006 DECRETO Nº 23581 De 09 de janeiro de 2006 Cria a Comissão de Locação de Imóveis e estabelece procedimentos para celebração, prorrogação e rescisão de contratos de locação. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARULHOS,

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO PEGUNTAS E RESPOSTAS

TERCEIRIZAÇÃO PEGUNTAS E RESPOSTAS TERCEIRIZAÇÃO PEGUNTAS E RESPOSTAS 1 - Quem é o responsável pelo ateste das faturas de serviços continuados? O fiscal do contrato ou o gestor do contrato? R - Quem atesta as faturas é o gestor do contrato,

Leia mais

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações A Banrisul Armazéns Gerais S.A., atendendo ao disposto nos arts. 13 e 25 II da lei nº 8.666/93,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ATÍLIO VIVÁCQUA Estado do Espírito Santo

CÂMARA MUNICIPAL DE ATÍLIO VIVÁCQUA Estado do Espírito Santo CÂMARA MUNICIPAL DE ATÍLIO VIVÁCQUA ES. CONTRATO Nº. 001/2014. PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº. 018/2013. Contrato de Prestação de Serviços que celebram a CÂMARA MUNICIPAL DE ATÍLIO VIVÁCQUA e ESSENCIALNET

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO DIVISÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ANEXO XII - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO DIVISÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ANEXO XII - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO XII - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SERVIÇO DE ENGENHARIA PARA EXECUÇÃO DE EXTENSÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO PARA ATENDER A ILUMINAÇÃO PÚBLICA EM DIVERSOS LOGRADOUROS DE PORTO ALEGRE 1. GENERALIDADES O

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034.001954/2008-11 JULGAMENTO DE RECURSO Trata-se de contratação, mediante

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS

PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS Pergunta 1 Qual o valor estimado para a contratação? PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS Resposta 1 O valor estimado consta do respectivo processo licitatório, que poderá ser consultado no endereço

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009 1) Qual é a função a ser cotada? Encarregado ou líder de turma? Tal pergunta se dá, uma vez que no termo de referência se fala em encarregado

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.338/2015 PE 0652/2015

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.338/2015 PE 0652/2015 EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.338/2015 PE 0652/2015 1 - Para a realização da vistoria técnica do processo acima citado se

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1- DO OBJETO Visa este Termo de Referência à contração de empresa especializada

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 052/2010 Data: 19/11/2010 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados de atendimento remoto e presencial a usuários de tecnologia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls. Convite nº 081/2007 Fls. 1 CARTA CONVITE Processo nº 11784/05 Convite nº 081/2007 Entrega Envelopes até o dia: 15 de junho de 2007, às 14h00. Abertura Envelopes dia: 15 de junho de 2007, às 14h30. A COMISSÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA INSTALAÇÃO DE REDE DE GÁS NATURAL À NOVA USINA DE ASFALTO

TERMO DE REFERÊNCIA INSTALAÇÃO DE REDE DE GÁS NATURAL À NOVA USINA DE ASFALTO TERMO DE REFERÊNCIA INSTALAÇÃO DE REDE DE GÁS NATURAL À NOVA USINA DE ASFALTO 1. INTRODUÇÃO Este Termo de Referência tem por objetivo estabelecer as exigências técnicas e a metodologia para a contratação

Leia mais

((NG))EMPRESA VERT((CL))

((NG))EMPRESA VERT((CL)) ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA Nº 04/2015 (PERGUNTAS E RESPOSTAS) CONTRATAÇÃO DA ATUALIZAÇÃO TECNOLÓGICA DO ATUAL AMBIENTE VMWARE VSPHERE PARA A SOLUÇÃO VMWARE VCLOUD SUITE, SENDO COMPOSTA PELA ATUALIZAÇÃO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO E ESTILO - ARTEST

ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO E ESTILO - ARTEST Cotação Prévia de Preços n 002/2013 Convênio nº 35/2013 - SEBRAE/ ARTEST Menor preço Cotação Prévia de Preços na modalidade menor preço para contratação de empresa especializada nos serviços de GESTÃO

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2013 - OPME

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2013 - OPME INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2013 - OPME O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar/ISGH, Organização Social administradora do Hospital Regional do Cariri HRC E do Hospital Regional Norte -HRN, está realizando

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 Regulamenta a Lei Complementar n 975/2013 que dispõe sobre a criação do Programa ISS Tecnológico, que institui benefícios

Leia mais

ANEXO I PREGÃO PRESENCIAL N 036/2009

ANEXO I PREGÃO PRESENCIAL N 036/2009 ANEXO I PREGÃO PRESENCIAL N 036/2009 Objeto: contratação de clínica e/ou profissional especializado na área médica de psiquiatria para prestação de serviços de consultas no Centro de Especialidades de

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA COMERCIAL DE EMPRESAS CANDIDATAS À PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE SHUTTLE E TRANSPORTE LOCAL PARA O XXXI CBP CURITIBA, 2013

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA COMERCIAL DE EMPRESAS CANDIDATAS À PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE SHUTTLE E TRANSPORTE LOCAL PARA O XXXI CBP CURITIBA, 2013 I CONDIÇÕES PARA A CONCORRÊNCIA: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da concorrência é a prestação de serviços de SHUTTLE como transportadora do XXXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1.2. A ABP

Leia mais

CARTA CONVITE N 04/2012 CONVÊNIO 760683/2011 SDH/PR

CARTA CONVITE N 04/2012 CONVÊNIO 760683/2011 SDH/PR CARTA CONVITE N 04/2012 CONVÊNIO 760683/2011 SDH/PR TIPO: MENOR PREÇO O Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Glória de Ivone CEDECA-TO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro

Leia mais

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5.

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5. TERMO DE REFERÊNCIA I DO OBJETO 1.1. Contratação de pessoa jurídica especializada para prestação de serviço de limpeza e desinfecção de caixa d água para subseção de Dourados/MS do Coren/MS, conforme as

Leia mais

QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012

QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012 QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012 1) Solicito esclarecimento referente ao Pregão Presencial nº 009/2012, cujo objeto é a prestação de serviço de limpeza e conservação predial, movimentação

Leia mais

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE;

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE; TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A LOCAÇÃO DE GERADOR JUSTIFICATIVA PARA CONTRATAÇÃO DO SERVIÇO A realização dos eventos RECGASTRÔ Food Truck no Parque e Mercado do Artesão, ambos no Parque Santana, situado

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. - CERON

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. - CERON Processo: PREGÃO ELETRÔNICO N.º 060/2008 Objeto: Contratação de Empresa Especializada para a Prestação de Serviços de Comunicação de Dados/Voz/lmagens, serviços que englobam a conservação da Intranet baseada

Leia mais

PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 001/2015 TIPO: MENOR PREÇO

PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 001/2015 TIPO: MENOR PREÇO PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 001/2015 TIPO: MENOR PREÇO O INSTITUTO PATRÍCIA GALVÃO, inscrito no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda sob o nº CNPJ 05.408.004/0001-27, associação

Leia mais

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO 1 PRODUTOS 1.1 Serviço de manutenção preventiva mensal e corretiva, quando necessário, para o elevador da Unidade Operacional da Anatel no Estado de Santa Catarina UO031, situada à Rua Saldanha Marinho,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 Pergunta 1: Atualmente muitos trabalhadores que estão executando serviços dentro do Distrito Federal, moram no Entorno desse modo a cotação de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CHARQUEADAS Estado do Rio Grande do Sul

PREFEITURA MUNICIPAL DE CHARQUEADAS Estado do Rio Grande do Sul CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. _/2009 CONVITE Nº. 012/2009 PROCESSO Nº. 51030/2009 Contrato firmado entre o Município de Charqueadas e a empresa para a prestação de serviços de internet via rádio

Leia mais

CONTRATO DE MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO PROCESSO N.º 567-09.00/14-2

CONTRATO DE MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO PROCESSO N.º 567-09.00/14-2 CONTRATO DE MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO PROCESSO N.º 567-09.00/14-2 CONTRATO AJDG N.º 011/2014 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do MINISTÉRIO

Leia mais

POLÍTICA DE GARANTIA AUTORIDADE DE REGISTRO PRONOVA

POLÍTICA DE GARANTIA AUTORIDADE DE REGISTRO PRONOVA POLÍTICA DE GARANTIA AUTORIDADE DE REGISTRO PRONOVA Obrigado por adquirir um produto e/ou serviço da AR PRONOVA. Nossa Política de Garantia foi desenvolvida com objetivo de fornecer produtos e serviços

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015 Referência : Correio eletrônico, de 10/12/2014. Protocolo AUDIN-MPU nº 2308/2014. Assunto

Leia mais

Prezado (a) Associado (a),

Prezado (a) Associado (a), Prezado (a) Associado (a), Seguem abaixo os itens do Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para Atividade de Gestão de Patrimônio Financeiro no Mercado Doméstico que estão em Audiência Pública

Leia mais

a) MORTE POR ACIDENTE Garante aos beneficiários do segurado o pagamento do valor do capital contratado;

a) MORTE POR ACIDENTE Garante aos beneficiários do segurado o pagamento do valor do capital contratado; TERMO DE REFERÊNCIA Código de Classificação: 13.02.01.15 1 DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa para prestação dos serviços de cobertura securitária (seguro) para assegurar

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA A CBG Confederação Brasileira de Golfe, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada pelo

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

Contratualização de Serviços de Saúde. Gestão de Contratos

Contratualização de Serviços de Saúde. Gestão de Contratos Contratualização de Serviços de Saúde Gestão de Contratos C0NTROLE DA ADMISTRAÇÃO PÚBLICA O CONTROLE CONSTITUI PODER-DEVER DOS ÓRGÃOS A QUE A LEI ATRIBUI ESSA FUNÇÃO, PRECISAMENTE PELA SUA FINALIDADE CORRETIVA;

Leia mais

ECA, 01/12/2005, - 21! 14 18 414 21, 5.598/05), 432 21, 1º,

ECA, 01/12/2005, - 21! 14 18 414 21, 5.598/05), 432 21, 1º, Esclarecimentos 1. Ao longo de todo o edital, é informado que o processo licitatório obedecerá integralmente a Lei Complementar nº 123/2006 (Microempresas e Empresas de Pequeno Porte). Sugerimos a exclusão

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

ANEXO VIII. Referente ao Edital de Pregão nº. 009/2015 TERMO DE REFERÊNCIA. ANEXO VIII Termo de Referência Pregão Presencial nº 009/2015 Página 1 de 7

ANEXO VIII. Referente ao Edital de Pregão nº. 009/2015 TERMO DE REFERÊNCIA. ANEXO VIII Termo de Referência Pregão Presencial nº 009/2015 Página 1 de 7 ANEXO VIII Referente ao Edital de Pregão nº. 009/2015 TERMO DE REFERÊNCIA Página 1 de 7 1. DO OBJETO 1.1. A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa especializada para prestação de serviço

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

2º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS RDC Nº 001/2012

2º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS RDC Nº 001/2012 2º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS RDC Nº 001/2012 1) Em visita ao trecho, constatamos que existem diversas redes de alta tensão que deverão ser remanejadas. Estamos entendendo que a VALEC fará o remanejamento

Leia mais

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE O presente Anexo III faz parte integrante do Contrato de Credenciamento ao Sistema Elavon ( CONTRATO ) registrado no 5º Oficial de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais