CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924"

Transcrição

1 CONCORRÊNCIA N. 2014/01 PROTOCOLO N. 2014/9.924 OBJETO: Contratação, sob demanda, de serviços de publicidade e atividades complementares, a serem prestados por intermédio de agência de propaganda. SEGUE ABAIXO PERGUNTAS E RESPOSTAS DA CONCORRÊNCIA EM ASSUNTO: Gostaria de saber se as licitantes podem, nos quesitos Raciocínio Básico e Estratégia, utilizar imagens para ilustrar o raciocínio e se tais contariam no limite de páginas do caderno. Resposta: Raciocínio Básico: sob a forma de texto de até 05 (cinco) páginas, a licitante deverá apresentar um diagnóstico das necessidades de comunicação publicitária da SANASA e sua compreensão sobre o objeto da licitação e o problema específico de comunicação da SANASA; Estratégia de Comunicação Publicitária: sob a forma de texto de até 05 (cinco) páginas, a licitante apresentará as linhas gerais da proposta para suprir o problema específico de comunicação e alcançar os resultados e metas de comunicação desejadas pela SANASA, compreendendo: a) Explicitação e defesa do partido temático e do conceito que, a seu juízo, devem fundamentar a proposta de solução publicitária do problema específico de comunicação da SANASA; b)... Gostaria de saber também se no Inv. 3, na Capacidade de Atendimento, as licitantes podem utilizar fotos para ilustrar os objetos mencionados - e se esses contariam no número de páginas limitadas. Resposta: Capacidade de Atendimento: textos de até 20 (vinte) páginas em que a licitante apresentará: a) Relação nominal discriminando o período da prestação do serviço dos principais clientes atuais da licitante; b)...

2 > Solicitamos esclarecimento a respeito do cumprimento do subitem Ideia Criativa, transcrito abaixo: " Ideia Criativa: Apresentação pela licitante de campanha publicitária destinada a corporificar objetivamente sua proposta de solução do problema específico de comunicação, conforme explicitado em sua Estratégia de Comunicação Publicitária através de: a) Síntese da Estratégia de Comunicação Publicitária expressa sob a forma de texto de até 03 (três) páginas, com sua defesa; b) Exemplos de peças que corporifiquem a proposta de solução do problema específico de comunicação. Os exemplos de peças: Estão limitados a 05 (cinco), independentemente do meio de divulgação, do tipo ou característica da peça;" Poderão as licitantes descrever, na Ideia Criativa, as peças e materiais não exemplificados "fisicamente" que julgarem necessárias para a execução de sua estratégia de comunicação publicitária em número maior ao limite de 05 (cinco) estabelecido no subitem ? Resposta: A limitação imposta pelo subitem refere-se às peças a serem apresentadas "físicamente". Solicitamos esclarecimento a respeito do cumprimento da letra "b" do subitem do edital, transcrito abaixo: " Capacidade de Atendimento: textos de até 20 (vinte) páginas em que a licitante apresentará: a)... b) A quantificação e a qualificação, sob a forma de currículo resumido (contendo no mínimo, nome, formação e experiência), dos profissionais que serão colocados à disposição da execução do contrato, discriminando-se as áreas de estudo e planejamento, criação, produção de rádio e TV, produção gráfica, mídia e atendimento, composta minimamente por: Um Diretor de Conta; Um Gerente de Conta ou Atendimento exclusivo para o contrato; Um Diretor de Criação; Um Diretor de Arte; Um Redator; Um Revisor de Texto; Um Gerente de Mídia;

3 Um Coordenador de Produção Gráfica; Um Gerente de Planejamento; Um Profissional de Arte Final; Um Gerente Administrativo/Financeiro." O referido subitem solicita, dentre outros profissionais que serão colocados à disposição do contrato, o profissional de produção de RTV. Porém, ele não faz parte da lista de composição mínima exigida. Devemos acrescentar este profisssional à referida lista? Resposta: Sim, conforme alínea B do subitem Solicitamos esclarecimento a respeito do cumprimento da letra "a" do subitem do edital, transcrito abaixo: " Na simulação do plano de distribuição de que trata a alínea "b" do item : a) Os preços das inserções em veículos e outros meios de comunicação, a serem considerados na simulação do plano de distribuição, devem ser os de tabela cheia dos veículos e/ou de outros meios de divulgação; b)... " Tendo em mente que algumas tabelas de veículo sofrem alterações/mudam a partir do dia 1 de Abril, qual tabela cheia deverá ser utilizada para a simulação? A vigente até março de 2014? Ou a vigente a partir de 01 de abril de 2014? (com preços reajustados e coincidentes com a data agendada para a entrega das propostas da presente licitação). Resposta: Os preços das inserções em veículos de comunicação devem ser os de tabela cheia, vigentes na data de publicação do Aviso de Licitação /03/2014 PERGUNTA Se nas propostas apresentadas pelas licitantes houver mais 05 peças extrapolando o limite a ser apresentado fisicamente, elas deverão constar e estar descritas na Síntese da Estratégia de Comunicação Publicitária expressa sob a forma de texto de até 03 (três) páginas, com sua defesa? Complementando a pergunta, deverão também, ser levantados todos os custos de produção, inclusive de mídia dessas peças não exemplificadas fisicamente respeitando-se o limite total da verba e o período de veiculação?"

4 RESPOSTA: 1 - Sim, se na proposta apresentada pelas Licitantes houver mais de 5 (cinco) peças (limite a ser apresentado fisicamente ), elas também deverão estar previstas na Ideia Criativa conforme subitem , alínea a. 2 Sim, conforme subitem , alínea a e b e subitem e respectivas alíneas, deverão ser levantados os custos de produção, inclusive de mídia, de todas as peças (exemplificadas fisicamente ou não), considerando dentro da verba global e o período de veiculação Além das 5 peças que apresentaremos fisicamente podemos relacionar e contemplar no plano de mídia outras que julgarmos necessárias? Resposta: Sim, conforme subitem Um logotipo dentro de uma das peças publicitárias conta como 1 ou 2 peças? Resposta: Será computada como 2 (duas) peças No item , o edital traz na alínea a o seguinte texto: A quantificação e a qualificação, sob a forma de currículo resumido (contendo no mínimo, nome, formação e experiência), dos profissionais que serão colocados à disposição da execução do contrato, discriminando-se as áreas de estudo e planejamento, criação, produção de rádio e TV, produção gráfica, mídia e atendimento, composta minimamente por: Logo em seguida, dentro do mesmo item, o edital exige que os profissionais relacionados deverão estar, NA DATA DE APRESENTAÇÃO, em uma das 3(três) situações descritas no edital. Logo, primeiramente edital coloca tal exigência em condição futura, o que está em pleno alinhamento com a lei vigente, porém, em seguida, ferindo de morte o preceito constitucional, exige que a condição futura, anteriormente exigida, seja comprovada na data de abertura do respectivo envelope. Desta forma, a fim de prevalecer o preceito da ISONOMIA, perguntamos: A exigência estabelecida no edital, de comprovação de tal condição do quadro de

5 profissionais que serão alocados futuramente, para a execução do contrato, prevalecerá, em detrimento do princípio da ISONOMIA, e cerceando a participação igualitária entres os licitantes? Pois tal condição é absolutamente adequada por qualquer agência, uma vez que sagre-se vencedora do certame. Porém exigir tal condição de forma pré-existente, limita e ainda induz ao entendimento de direcionamento da concorrência. Pois uma vez que descreve com exatidão os cargos a serem preenchidos, e ainda exigem a devida comprovação por meio de documentação do registro em carteira, torna-se uma exigência absurda, pois é comum que na própria carteira do empregado, existam outras classificações diferentes das exigidas pelo edital. E desta forma, mesmo que a agência possua o quadro necessário, não conseguira atender tal exigência pois a exigência personalíssima é absolutamente restritiva. E desta forma, se houver a adequação por este respeitável órgão, se faz necessário a abertura de novo prazo, para que outras empresas, que se sentiram impossibilitadas de participarem deste certame, em virtude da exigência imposta, possam ter as mesmas condições de prazo, para elaboração da proposta técnica. RESPOSTA: As agências de propaganda devem ter de forma permanente equipe profissional, técnica e artística, mínima para atender seus clientes. Não pode existir agência sem tais profissionais uma vez que se trata de prestação de serviços desenvolvidos de forma continua e não trabalhos de fornecimento de bens ou produtos que podem ser adquiridos na medida de sua necessidade. A própria demonstração da capacitação técnica da agência, perante o CENP Conselho Executivo das Normas Padrão), para obter o certificado de qualificação técnica é feita também através da apresentação de seus profissionais, sem o que, o certificado não é concedido. No quesito capacidade de atendimento, o edital da SANASA-Campinas, tal como ocorre em todos os demais editais para a contratação desse tipo de serviço exige a comprovação das licitantes em indicar o porte e a tradição dos clientes atuais da agência, a experiência dos profissionais que compõem os departamentos das licitantes, adequação das instalações, da infraestrutura e dos recursos materiais que as licitantes mantêm de forma permanente e que colocarão à disposição da execução do contrato. Este conjunto de elementos é essencial à demonstração da existência real da agência como tal. Portanto, não há como deixar de exigir a comprovação das licitantes de possuir uma equipe mínima de profissionais sejam funcionários, contratados ou ainda componentes de sua estrutura societária, na prestação dos serviços diários aos seus clientes. O próprio desenvolvimento criativo e técnico da proposta técnica, exige a existência e participação desses profissionais, assim como da atuação da área financeira que colaborará na execução da proposta comercial. A relação de profissionais exigida pelo edital é mínima em relação ao número

6 desses profissionais (um profissional por atividade), mas cada um deles tem uma função primordial no exercício da atividade publicitária pelas licitantes. Quanto à solicitação de apresentação dos profissionais que atenderão eventualmente à SANASA, com seus respectivos currículos, é para que seja demonstrada a sua capacitação para tanto, e preferencialmente sua manutenção nesse atendimento, considerando que essa equipe tenha participado da elaboração das propostas. É de se ressaltar que a eventual substituição de profissionais relacionados na capacidade de atendimento não implicará em nenhuma irregularidade, desde que os profissionais que ingressem na agência tenham a qualificação técnica semelhante ou superior a dos profissionais substituídos. O que se pede no edital, é que se demonstre que a equipe de profissionais da agência seja composta das atividades essenciais a uma agência de propaganda, e os profissionais que a compõem deverão ser ou funcionários, ou profissionais contratados de forma permanente, ainda que como liberais, além da própria composição de seu quadro societário. Daí porque o edital é mantido tal como originalmente redigido e divulgado.

CÂMARA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

CÂMARA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Concorrência nº 01/2015 Objeto: Contratação de uma Agência para prestação de serviços de publicidade. Requerentes: RCCOM (RC Comunicação LTDA). FEELING COMUNICAÇÃO.

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ FECOMÉRCIO/PARANÁ SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/PARANÁ SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PARANÁ

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ FECOMÉRCIO/PARANÁ SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/PARANÁ SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PARANÁ FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ FECOMÉRCIO/PARANÁ SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/PARANÁ SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PARANÁ CONCORRÊNCIA 12/2012 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE AGÊNCIA DE PUBLICIDADE

Leia mais

Prezados, seguem abaixo questionamentos pertinentes a Concorrência FIESC nº 020/2014 Lote 2.

Prezados, seguem abaixo questionamentos pertinentes a Concorrência FIESC nº 020/2014 Lote 2. Data: 16/09/2014 Para: AOS PARTICIPANTES DA CONCORRÊNCIA 020/2014 De: FIESC COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO Assunto: Esclarecimento n. 6 Pergunta: Prezados, seguem abaixo questionamentos pertinentes a Concorrência

Leia mais

ESCLARECIMENTOS CONCORRÊNCIA Nº 01/13

ESCLARECIMENTOS CONCORRÊNCIA Nº 01/13 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Comissão Central Permanente de Licitação COPEL ESCLARECIMENTOS CONCORRÊNCIA Nº 01/13 1 - Em relação ao envelope 5 - documentos de habilitação, gostaria

Leia mais

Considerando as publicações realizadas neste documento, a Comissão informa que a data para recebimento e abertura dos envelopes fica assim agendada:

Considerando as publicações realizadas neste documento, a Comissão informa que a data para recebimento e abertura dos envelopes fica assim agendada: Florianópolis, 03 de junho de 2015. Para que todos tenham o mesmo entendimento, abaixo questionamentos formulados por empresa interessada no certame, bem como os esclarecimentos por parte do Senac/SC.

Leia mais

LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA 01/2013. Boletim 01

LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA 01/2013. Boletim 01 LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA 01/2013 Boletim 01 O SESCOOP/RS por meio da Comissão Especial de Licitação do SESCOOP/RS, no uso de suas atribuições, conferidas pela Portaria n. 09/2013 da mesma entidade, em atenção

Leia mais

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO Por João Luiz Faria Netto A nova lei conta com normas principais e obrigatórias para a contratação de agências de publicidade

Leia mais

ASSUNTO: ESCLARECIMENTOS QUANTO À CONCORRÊNCIA Nº 02/2014

ASSUNTO: ESCLARECIMENTOS QUANTO À CONCORRÊNCIA Nº 02/2014 Brasília, 7 de agosto de 2014 ASSUNTO: ESCLARECIMENTOS QUANTO À CONCORRÊNCIA Nº 02/2014 Prezados Senhores, Em resposta a questionamentos formulados pelas licitantes no âmbito da Concorrência Publica nº

Leia mais

DE AGÊNCIA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PROPAGANDA E PUBLICIDADE

DE AGÊNCIA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PROPAGANDA E PUBLICIDADE Página1 CONCORRÊNCIA Nº 001/2015/SENAR-AR/MT Ref.: CONTRATAÇÃO DE AGÊNCIA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PROPAGANDA E PUBLICIDADE Assunto: PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Interessado: XXXXXXXX XXXXXXXXX

Leia mais

NORMAS DE DILIGÊNCIA TÉCNICA DE VERIFICAÇÃO:

NORMAS DE DILIGÊNCIA TÉCNICA DE VERIFICAÇÃO: NORMAS DE DILIGÊNCIA TÉCNICA DE VERIFICAÇÃO: NORMAS DE DILIGÊNCIA TÉCNICA DE VERIFICAÇÃO: Considerando: - A Lei nº 12.232/10 estabelece no seu art. 4º que, para participar de licitações públicas, as agências

Leia mais

Senhor Luis Felipe, Sim, o entendimento está correto. Atenciosamente, Uelton Aguiar Ricardo Presidente da CPL Matr. CFMV nº 0303

Senhor Luis Felipe, Sim, o entendimento está correto. Atenciosamente, Uelton Aguiar Ricardo Presidente da CPL Matr. CFMV nº 0303 Senhor Luis Felipe, Sim, o entendimento está correto. São Paulo, 22 de março de 2013. Ao Conselho Federal de Medicina Veterinária SIA, Trecho 6, Lotes 130 e 140 Brasília/DF Ref.: CONCORRÊNCIA Nº 03/2013

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 61/2008 Data: 17/12/2008 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução informatizada e integrada para o acompanhamento

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS

CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS Pergunta 1: Com relação a qualificação econômico-financeira, o item 3.8.3.2 requer um capital social integralizado não inferior a R$ 800.000,00. Esse valor

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE

CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE 1. Questionamento: Gostaríamos de saber se nas peças layoutadas, que serão apresentadas em pranchas de até no máximo 42 X 30cm para

Leia mais

Nota Técnica nº 36/2014

Nota Técnica nº 36/2014 Nota Técnica nº 36/2014 Assunto: Licitação para contratação de agência de publicidade. Procedimentos. Caros clientes e colegas: A GEPAM, no intuito de orientar seus clientes, vem esclarecer sobre a Lei

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Secretaria das Cidades

Governo do Estado do Ceará Secretaria das Cidades NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 01 TOMADA DE PREÇOS Nº 20130004 - CIDADES OBJETO: LICITAÇÃO DO TIPO TÉCNICA E PREÇO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DO ATERRO

Leia mais

Comissão Especial de Licitação Concorrência nº 397/2010 Verificador Independente RESPOSTA AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS EM 08/02/2011

Comissão Especial de Licitação Concorrência nº 397/2010 Verificador Independente RESPOSTA AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS EM 08/02/2011 RESPOSTA AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS EM 08/02/2011 EDITAL DE LICITAÇÃO 1. É dito no item 9.6.3 que os atestados de capacitação técnica a que se refere o item 9.6.1 (I a III) deverão ser fornecidos por

Leia mais

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR Objeto da Concorrência

Leia mais

JULGAMENTO DE PROCESSO LICITATÓRIO FASE PROPOSTA TÉCNICA

JULGAMENTO DE PROCESSO LICITATÓRIO FASE PROPOSTA TÉCNICA Protocolo: 4503/2014 Processo: Concorrência Pública SESI/SENAI n.º 058/20 Objeto: CONTRATAÇÃO DE AGENCIA DE COMUNICAÇÃO Abertura: 19 03 20 1 PARTICIPANTES Nº EMPRESA HABILITAÇÃO 01 NQM COMUNICAÇÃO LTDA

Leia mais

COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES)

COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES) COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES) ATA DE REUNIÃO DA COMISSÃO DE PERMANENTE DE HABILITAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E JULGAMENTO DE LICITAÇÕES. Aos vinte

Leia mais

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD CONCORRÊNCIA PÚBLICA INTERNACIONAL Nº 02430/2008

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD CONCORRÊNCIA PÚBLICA INTERNACIONAL Nº 02430/2008 Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD CONCORRÊNCIA PÚBLICA INTERNACIONAL Contratação de empresa especializada em tecnologia da informação para o desenvolvimento de Sistema Nacional de

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS Secretaria Municipal de Gestão e Controle Departamento de Auditoria Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 LEI FEDERAL 12.232, DE 29

Leia mais

0 16 16 16 fundamentada no diagnóstico da situação e nas necessidades verificadas; c) Plano de ação, com justificativa de cada 8 16 16 16

0 16 16 16 fundamentada no diagnóstico da situação e nas necessidades verificadas; c) Plano de ação, com justificativa de cada 8 16 16 16 RELATÓRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS REFERETENTE À CONCORRÊNCIA DO TIPO TÉCNICA E PREÇO Nº 03/2010, PARA SERVIÇOS DE ASSESSORIA DE IMPRENSA, RELAÇÕES PÚBLICAS E COMUNICAÇÃO VISUAL PARA PROMOVER

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Ofício nº 077/2005/CPL/SAA/SE/MEC Brasília, 04 de maio de 2005. Aos interessados REFERÊNCIA: Concorrência

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

REGULAMENTO DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA AGÊNCIA BARU. Título I Do objeto

REGULAMENTO DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA AGÊNCIA BARU. Título I Do objeto REGULAMENTO DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA AGÊNCIA BARU Título I Do objeto Art. 1º. A Agência Experimental é um laboratório vinculado ao Curso de Comunicação Social - com habilitação

Leia mais

PODERJUD1CIÂRIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS TERMO DE REFERÊNCIA

PODERJUD1CIÂRIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS TERMO DE REFERÊNCIA PODERJUD1CIÂRIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO TERMO DE REFERÊNCIA l. DO OBJETO CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA EM CLIMA ORGANIZACIONAL PARA ATUAR EM TODAS AS UNIDADES DO PODER JUDICIÁRIO

Leia mais

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. INTRODUÇÃO Este documento contém a descrição dos procedimentos e critérios a serem adotados para avaliação, julgamento e classificação das propostas das licitantes

Leia mais

Concorrência Conjunta nº 03/2007. Perguntas e Respostas

Concorrência Conjunta nº 03/2007. Perguntas e Respostas Brasília, 02/08/2007 Concorrência Conjunta nº 03/2007 Perguntas e Respostas A Comissão Permanente de Licitação (CPL) registra a seguir perguntas de empresas interessadas em participar do certame em referência

Leia mais

Publicidade Legal x Publicidade Institucional

Publicidade Legal x Publicidade Institucional Aperfeiçoamento em Licitações Públicas e Contratos Administrativos Módulo 6: Contratação de serviços de publicidade Edinando Brustolin Graduado e mestre em Direito pela UFSC. Assessor jurídico da Federação

Leia mais

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

REGULAMENTO DA AGÊNCIA MODELO DE PUBLICIDADE. 1 - Agência Modelo

REGULAMENTO DA AGÊNCIA MODELO DE PUBLICIDADE. 1 - Agência Modelo FACULDADE ALAGOANA DE ADMINISTRAÇÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS REGULAMENTO DA AGÊNCIA MODELO DE PUBLICIDADE 1 - Agência Modelo A Agência Modelo é o espaço que permite ao aluno aplicar na prática

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº003/2014 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA GALO CANTA (AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO)

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº003/2014 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA GALO CANTA (AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO) PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº003/2014 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA GALO CANTA (AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO) A FACULDADE PROJEÇÃO, por intermédio da Escola de Negócios, torna pública

Leia mais

as cores locais formando um mosaico de sucesso

as cores locais formando um mosaico de sucesso 3º PRÊMIO DE COMUNICAÇÃO DO SISTEMA UNIMED Regulamento O presente regulamento tem a finalidade de estabelecer as normas aplicáveis ao Prêmio de Comunicação do Sistema Unimed, relativas aos participantes,

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº 1-008-12 ANEXO V CRITERIOS DE ELABORAÇÃO E JULGAMENTO DA PROPOSTA TECNICA

EDITAL DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº 1-008-12 ANEXO V CRITERIOS DE ELABORAÇÃO E JULGAMENTO DA PROPOSTA TECNICA ANEXO V CRITÉRIOS DE ELABORAÇÃO E JULGAMENTO DA PROPOSTA TÉCNICA 1. ELABORAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA 1.1 A Proposta Técnica consistirá em quatro quesitos: 1.1.1 Plano de Comunicação - a licitante apresentará

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA A CBG Confederação Brasileira de Golfe, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada pelo

Leia mais

Os anexos não serão contabilizados. O limite de 3 (três) folhas é para o texto da estratégia de mídia, sem os anexos.

Os anexos não serão contabilizados. O limite de 3 (três) folhas é para o texto da estratégia de mídia, sem os anexos. Florianópolis, 20 de janeiro de 2016. Para que todos tenham o mesmo entendimento, abaixo os questionamentos formulados por interessado na licitação Concorrência nº 23/2015, bem como os devidos esclarecimentos

Leia mais

RESPOSTAS DE QUESTIONAMENTOS - IV

RESPOSTAS DE QUESTIONAMENTOS - IV Conselho Federal de Contabilidade CPL - Comissão Permanente de Licitação SAS Quadra 05 - Bloco J Edifício CFC CEP: 70070-920 - Brasília-DF E-mail: cpl@cfc.org.br RESPOSTAS DE QUESTIONAMENTOS - IV PREGÃO

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2013. Florianópolis, 15de fevereiro de 2013.

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2013. Florianópolis, 15de fevereiro de 2013. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2013 O CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA - CRF/SC, Autarquia Federal, instituída pela Lei 3.820/60, torna público que se acha aberto, nesta unidade,

Leia mais

Respostas aos questionamentos Concorrência 2011/15697(9600) Questionamento 18 a 35 apresentados em 16, 17 e 18.04.2012.

Respostas aos questionamentos Concorrência 2011/15697(9600) Questionamento 18 a 35 apresentados em 16, 17 e 18.04.2012. Respostas aos questionamentos Concorrência 2011/15697(9600) Questionamento 18 a 35 apresentados em 16, 17 e 18.04.2012. Questionamento 18 - No Anexo 04 Roteiro para Apresentação da Proposta Técnica, são

Leia mais

PUBLICIDADE INSTITUCIONAL E A CONTRATAÇÃO LEGAL DOS SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS. Paulo Gomes de Oliveira Filho Advogados Associados

PUBLICIDADE INSTITUCIONAL E A CONTRATAÇÃO LEGAL DOS SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS. Paulo Gomes de Oliveira Filho Advogados Associados PUBLICIDADE INSTITUCIONAL E A CONTRATAÇÃO LEGAL DOS SERVIÇOS PUBLICITÁRIOS I DISPOSIÇÕES GERAIS 1 Normais legais e convencionais que regulam as licitações e as contratações de serviços publicitários: Normas

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2011 - BNDES JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS

CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2011 - BNDES JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS CONCORRÊNCIA AA Nº 03/2011 - BNDES JULGAMENTO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS No dia trinta de setembro do ano de dois mil e onze (30/09/2011), reuniram-se os membros da Comissão Especial de Licitação do BNDES,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA ATUAÇÃO COMO INSTRUTORES NOS CURSOS GESTÃO DA ESTRATÉGIA COM O USO DO

PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA ATUAÇÃO COMO INSTRUTORES NOS CURSOS GESTÃO DA ESTRATÉGIA COM O USO DO PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA ATUAÇÃO COMO INSTRUTORES NOS CURSOS GESTÃO DA ESTRATÉGIA COM O USO DO BSC E MÓDULO 2 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORGANIZACIONAL (PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo.

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo. ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO CULTURAIS A Fundação Cultural do Estado da Bahia tem como missão fomentar o desenvolvimento das Artes Visuais, Dança, Música, Teatro, Circo, Audiovisual, Culturas

Leia mais

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital.

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Senhor Licitante, Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Atenciosamente, Vera Lucia M. de Araujo Pregoeira

Leia mais

MINISTÉRIO DO TURISMO

MINISTÉRIO DO TURISMO MINISTÉRIO DO TURISMO EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2012 Processo nº 72031. 010779/2011-86 CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE 1 Edital SUMÁRIO Página 1. Disposições iniciais 04 2. Recebimento

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE CONCORRÊNCIA Nº 001/ARTESP/2013 SUMÁRIO. Edital

EDITAL DE CONCORRÊNCIA DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE CONCORRÊNCIA Nº 001/ARTESP/2013 SUMÁRIO. Edital Página 1 de 145 EDITAL DE CONCORRÊNCIA DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE CONCORRÊNCIA Nº 001/ARTESP/2013 SUMÁRIO Edital 1. Disposições iniciais 2. Recebimento e abertura das Propostas e Documentos 3. Objeto 4.

Leia mais

BNDES CONCORRÊNCIA AA Nº01/2014 - BNDES

BNDES CONCORRÊNCIA AA Nº01/2014 - BNDES BNDES CONCORRÊNCIA AA Nº01/2014 - BNDES CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE SUMÁRIO Edital Página 1. Disposições iniciais 2. Recebimento e abertura das Propostas e Documentos 3. Objeto

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA GERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E CERIMONIAL (ASCOM) EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2013

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA GERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E CERIMONIAL (ASCOM) EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2013 CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA GERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E CERIMONIAL (ASCOM) EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2013 Processo nº 0.00.002.0000358/2013-45 CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO

Leia mais

Política de doação de Mídia Social

Política de doação de Mídia Social Política de doação de Mídia Social 1.Objetivo A presente política tem como objetivo definir critérios institucionais para cada modalidade de parceria em Mídia Social estabelecida pela Rede Gazeta e adotada

Leia mais

EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2015 OBJETO:

EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2015 OBJETO: 1 EDITAL CONCORRÊNCIA Nº 01/2015 OBJETO: Concorrência Pública, do tipo Técnica e Preço, para contratação de serviços de publicidade prestados por intermédio de agência de propaganda. 2 COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, COM HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012 Inscrição e seleção dos membros da Subcomissão Técnica para licitações de serviços de publicidade EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DOS MEMBROS DA SUBCOMISSÃO TÉCNICA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET/IEG PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET/IEG PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET/IEG PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN EDITAL N 001/2015 - PROEN, de 19 de Janeiro de 2015. A Pró-Reitora de Ensino

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema Licitação: Processo administrativo 073/13 Edital - Convite 002/13 Assunto: Resposta ao recurso apresentado contra o julgamento da habilitação. Senhor Presidente do CISMEPAR, A empresa Carvalho Projetos

Leia mais

ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006

ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES COORDENAÇÃO-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO GERAL ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006 Ref. Processo nº 50600.009513/2006-99 OBJETO:

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO

CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO CAPACITAÇÃO EM SERVIÇO TEMA: ELABORAÇÃO DE PROJETOS COM FOCO NA FAMÍLIA Março/2010 ELABORAÇÃO DE PROJETOS ELABOR-AÇÃO: palavra-latim-elabore preparar, formar,ordenar AÇÃO: atuação, ato PRO-JETOS: palavra-latim-projetus

Leia mais

MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO.

MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO. PRIME MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO. A Fusão O resultado da fusão entre as agências Solution e Maiscom é a SolutionMaiscom

Leia mais

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania 1. Sobre o Projeto 1.1. O que é o Projeto Serviços e Cidadania? É um canal de serviços gratuitos que oferece apoio nas áreas de gestão, jurídica e comunicação

Leia mais

DIRETRIZES PARA PUBLICIDADE E DIVULGAÇÃO DE MATERIAL TÉCNICO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO VERSÃO: 26/08/2011

DIRETRIZES PARA PUBLICIDADE E DIVULGAÇÃO DE MATERIAL TÉCNICO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO VERSÃO: 26/08/2011 DIRETRIZES PARA PUBLICIDADE E DIVULGAÇÃO DE MATERIAL TÉCNICO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO VERSÃO: 26/08/2011 05425-070 SP Brasil 20031-170 RJ Brasil CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DOS FUNDOS DE

Leia mais

CALOURO DESTAQUE. Tema: VOLUNTARIADO

CALOURO DESTAQUE. Tema: VOLUNTARIADO CALOURO DESTAQUE Tema: VOLUNTARIADO Inspirações para o trabalho O que é voluntariado? Como os jovens atuam como voluntários? Quais são os diferenciais que a atuação voluntária leva para a atividade profissional?

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da

Leia mais

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal A Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap) torna público o regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal.

Leia mais

Agência de Propaganda

Agência de Propaganda Agência de Propaganda Um assinante do Consultor Municipal fez a seguinte consulta: As empresas de propaganda e marketing são consideradas agências? E qual seria a base de cálculo do ISS? Por ser um assunto

Leia mais

MANUAL DE PRÁTICAS COMERCIAIS PORTAL AREDE

MANUAL DE PRÁTICAS COMERCIAIS PORTAL AREDE MANUAL DE PRÁTICAS COMERCIAIS PORTAL AREDE 1. A Compra do espaço publicitário 1.1 A tabela de preços Todos os formatos publicitários do PORTAL AREDE, com suas características técnicas e seus preços estão

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho PUBLICIDADE IT. 40 09 1 / 4 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para a execução das atividades de publicidade do Crea GO. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PO. 08 Avaliação da satisfação do cliente 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

Política de doação de Mídia Social

Política de doação de Mídia Social Política de doação de Mídia Social 1.Objetivo A presente política tem como objetivo definir critérios institucionais para cada modalidade de parceria em Mídia Social estabelecida pela Rede Gazeta e adotada

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA DE TERESINA

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA DE TERESINA RECIBO DE ENTREGA DE EDITAL E SEUS ANEXOS EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 001/2013 - SEMCOM/PMT CONCORRÊNCIA PÚBLICA EMPRESA: ENDEREÇO: CNPJ DA EMPRESA: TELEFONE: FAX: E-MAIL: Recebi cópia do Edital e seus Anexos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 018 /2011/CSCI Versão: 01 Aprovação em: 17 de novembro de 2011 Ato de Aprovação: 018/2011 Unidades Responsáveis: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família. (PROESF Fase 2) SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIAS

Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família. (PROESF Fase 2) SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIAS Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família (PROESF Fase 2) SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIAS Aquisições através das Regras do Banco Mundial O Artigo 42 5º da Lei 8.666 permite que os órgãos

Leia mais

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS:

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Bacharelado em Sistemas de Informação (Reconhecido pela Portaria MEC nº 315 D.O.U. 31/12/2012) Bacharelado em Administração de Empresas (Reconhecido

Leia mais

PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS

PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS Pergunta 1 Qual o valor estimado para a contratação? PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS Resposta 1 O valor estimado consta do respectivo processo licitatório, que poderá ser consultado no endereço

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO Nº. 007/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO Nº. 007/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO Nº. 007/2014 Contratação por um período de 12 meses de uma Empresa especializada para criação, acompanhamento, planejamento de conteúdo, monitoramento do fluxo, campanhas publicitárias

Leia mais

Portfólio de Criação Espaço Experiência 1. Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5

Portfólio de Criação Espaço Experiência 1. Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5 Portfólio de Criação Espaço Experiência 1 Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

CREDENCIAMENTO Nº 2014/12284 (7421) Errata

CREDENCIAMENTO Nº 2014/12284 (7421) Errata CREDENCIAMENTO Nº 2014/12284 (7421) Errata OBJETO: Credenciamento de empresas que cumpram as exigências de habilitação, visando à contratação de serviços técnicos profissionais de engenharia e/ou arquitetura,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 005/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 005/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 005/2014 A Cáritas Brasileira Regional Ceará, organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, por intermédio de sua Comissão Permanente de Licitação, faz

Leia mais

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS 1. INTRODUÇÃO 1.1. A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO ( CDURP

Leia mais

1. DOS ERROS NA APRESENTAÇÃO DO RECURSO HIPÓTESE DE NÃO CONHECIMENTO DO RECURSO

1. DOS ERROS NA APRESENTAÇÃO DO RECURSO HIPÓTESE DE NÃO CONHECIMENTO DO RECURSO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA Ref. Processo nº 003.0.30014/2015 Concorrência nº 06/2015 ÚNICA PLANEJAMENTO EM COMUNICAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 01, de 05 de fevereiro de 2015.

EDITAL Nº 01, de 05 de fevereiro de 2015. EDITAL Nº 01, de 05 de fevereiro de 2015. PROCESSO DE INSCRIÇÕES PARA INGRESSO DE ALUNOS NOS CURSOS GRATUITOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA PARA 1º TRIMESTRE DO ANO LETIVO DE 2015 NO PROGRAMA SENAC

Leia mais

-------------------------------------- I GERAL ----------------------------------------

-------------------------------------- I GERAL ---------------------------------------- REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DO CATAVENTO E FÁBRICAS DE CULTURA -------------------------------------- I GERAL ---------------------------------------- Artigo 1º - Este regulamento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 6/2013 (ELEIÇÕES-IBDFAM) ADITIVO

RESOLUÇÃO Nº 6/2013 (ELEIÇÕES-IBDFAM) ADITIVO RESOLUÇÃO Nº 6/2013 (ELEIÇÕES-IBDFAM) ADITIVO Dispõe sobre os procedimentos, critérios, condições de elegibilidade, normas de campanha eleitoral e pressupostos de proclamação dos eleitos nas eleições do

Leia mais

DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011

DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011 DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011... RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FEITOS PELA EMPRESA AVANSYS TECNOLOGIA LTDA, CNPJ MF sob nº 04.181.950/0001-10,

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01

RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01 RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01 EMITENTE Presidência Aprovada pela Diretoria REUNIÃO DE 01/06/2005 Revisão Nº 01 Aprovada pela Diretoria REUNIÃO DE 10/01/2007 ASSUNTO Contratação de Prestação de Serviços

Leia mais

ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70.

ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70. Panambi, 22 de agosto de 2012. ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70. Considerando como tempestiva a impugnação interposta pela empresa VIVO S/A o Instituto

Leia mais

IMPUGNAÇÃO Nº 3. Em síntese, a Impugnante alegou o que segue: 2. DA IRREGULARIDADE A SER CORRIGIDA:

IMPUGNAÇÃO Nº 3. Em síntese, a Impugnante alegou o que segue: 2. DA IRREGULARIDADE A SER CORRIGIDA: IMPUGNAÇÃO Nº 3 Considerando a apresentação, por parte da empresa CONFEDERAL VIGILÂNCIA E TRANSPORTE DE VALORES LTDA., da IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO referente ao Pregão Eletrônico nº 27/2010,

Leia mais

Edital de Empresa Júnior 2013 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ

Edital de Empresa Júnior 2013 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SR-2 Sub-Reitoria de Pós-graduação e Pesquisa Edital de Empresa Júnior 2013 da UERJ Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ A Universidade

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

Diretrizes para Seleção e Avaliação de Gestores e/ou Administradores, Custodiantes e Corretoras

Diretrizes para Seleção e Avaliação de Gestores e/ou Administradores, Custodiantes e Corretoras Anexo à Política de Investimento Diretrizes para Seleção e Avaliação de Gestores e/ou Administradores, Custodiantes e Corretoras 2014 a 2018 Novembro de 2013 1 ÍNDICE 1. PROCESSO DE SELEÇÃO E AVALIAÇÃO

Leia mais

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região ESCLARECIMENTO II

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região ESCLARECIMENTO II ESCLARECIMENTO II EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA N 01/2014 SERVIÇOS DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA O Conselho Regional de Psicologia da 7ª região CRP/RS, através de sua Comissão Permanente de Licitações,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Conceituação e Objetivos

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Conceituação e Objetivos 1 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Conceituação e Objetivos O Programa de Bolsas de Iniciação Científica da FIAR é um programa centrado na iniciação científica de novos talentos entre alunos

Leia mais

RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA

RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) Estabelece Diretrizes Nacionais para a

Leia mais

Edital 01/2014 Seleção de estagiários para o Núcleo de Produção Comunicação e Artes

Edital 01/2014 Seleção de estagiários para o Núcleo de Produção Comunicação e Artes Edital 01/2014 Seleção de estagiários para o Núcleo de Produção Comunicação e Artes O NPCA torna pública a realização de processo de seleção de estagiários, destinado a graduandos dos cursos discriminados

Leia mais

MINUTA DE DEDITAL CONCORRÊNCIA - MELHOR TÉCNICA Nº 006/2014 COMPOSIÇÃO DO EDITAL

MINUTA DE DEDITAL CONCORRÊNCIA - MELHOR TÉCNICA Nº 006/2014 COMPOSIÇÃO DO EDITAL MINUTA DE DEDITAL CONCORRÊNCIA - MELHOR TÉCNICA Nº 006/2014 COMPOSIÇÃO DO EDITAL 1. DO OBJETO 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 3. APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS E DAS PROPOSTAS 4. PROPOSTA TÉCNICA 5. PROPOSTA

Leia mais