MAPAS MENTAIS. Enriquecendo Inteligências

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MAPAS MENTAIS. Enriquecendo Inteligências"

Transcrição

1

2 2 MAPAS MENTAIS Enriquecendo Inteligências Manual de Aprendizagem e Desenvolvimento de Inteligências: captação, seleção, organização, síntese, criação e gerenciamento de conhecimentos Walther Hermann & Viviani Bovo 2005

3 APRESENTAÇÃO 3 O material apresentado a seguir constitui o terceiro capítulo do livro MAPAS MENTAIS Enriquecendo Inteligências, disponibilizado gratuitamente na Internet, sobre o uso de mapas mentais como ferramenta de gerenciamento de informações e desenvolvimento de habilidades cognitivas (ferramentas da inteligência, tais como: análise, comparação, organização, classificação, generalização, síntese, memorização, criação, raciocínio, criatividade, etc.). Dando prosseguimento as propostas dos capítulos anteriores, este material visa enriquecer a compreensão sobre a abrangência de uso dessa simples e poderosa técnica de gestão do conhecimento. Esse material constitui parte do livro sobre o assunto lançado em maio de Se você recebeu obteve este arquivo é porque se cadastrou em nosso site quando solicitou o download gratuito do primeiro capítulo. Eventualmente você pode estar recebendo o arquivo de algum amigo, nesse caso, se quiser fazer parte de nossa comunidade, cadastrando-se para receber outros materiais sobre o assunto, você poderá fazer isso no link: Caso você queira adquirir o livro MAPAS MENTAIS Enriquecendo Inteligências, você poderá solicitar o seu exemplar no link O livro tem as seguintes características: Formato 16cm x 23cm 346 páginas de conteúdo (quantidade total de páginas: 372) Papel couché, colorido e ilustrado Valor de venda da edição impressa: R$ 75,00 Valor de venda da edição eletrônica (pdf): R$ 34,00 Os assuntos tratados nesse empreendimento estão divididos nas seguintes seções: Primeira Parte Fundamentos Introdução (disponível para download gratuito no link: Aprendendo a Aprender Mapas Mentais Apresentação e Exemplos Segunda Parte Desenvolvendo Habilidades Memorização Comparação, Classificação, Analogias e Metáforas Ordenação e Hierarquia de Informações Refinando sua Capacidade de Síntese Ilustrações Resgatando sua Criatividade (download gratuito em Elaborando Mapas Mentais Técnicas, Método e Sugestões Terceira Parte Conteúdos Complementares Apêndice 1 Para pais, professores e educadores Apêndice 2 Software de Mapas Mentais Apêndice 3 Programa de Enriquecimento Instrumental (PEI) Apêndice 3 Inteligências Múltiplas Apêndice 5 Focalizando sua Mente Autocinética

4 MAPAS MENTAIS Apresentação e Exemplos 4 Agora que você já está um pouco familiarizado com os mapas mentais, vamos tratar mais detalhadamente deste assunto: Mapa Mental é essencialmente um diagrama hierarquizado de informações, no qual podemos facilmente identificar as relações e os vínculos entre as informações. Neste capítulo, vamos repetir algumas idéias já propostas, não somente porque são muito importantes, mas também para permitir que a leitura desta seção possa ser feita fora da ordem seqüencial do livro. Assim, durante a revisão de alguns conceitos, apelos e evidências, você poderá fixar melhor esses princípios. Há diferentes formas de mapearmos ou registrarmos graficamente as informações, desde as menos estruturadas, como os mapas ou aglomerados (cachos) de idéias e informações ( Clustering ) até as mais complexas, tais como os fluxogramas. Veja a seguir alguns exemplos. A primeira ilustração é do Clustering (cachos) conforme a seguir:

5 5 Um outro método gráfico de registro de informações são os mapas de memória, nos quais é possível representar uma seqüência de operações (Roteiro da Estratégia de Aprendizagem de Línguas Estrangeiras, conforme proposto pelo método OLeLaS apresentado no livro Domesticando o Dragão ):

6 6 Outra possibilidade é a paisagem mental, como no exemplo abaixo, que apresenta um resumo do livro O Pequeno Príncipe :

7 7 Um sistema mais organizado, conforme mencionamos, é composto pelos fluxogramas. Eles contêm símbolos e formas determinadas que representam procedimentos, além de opções de tomada de decisão (O fluxograma é um gráfico que demonstra a seqüência operacional do desenvolvimento de um processo, o qual pode caracterizar: um trabalho a ser realizado, as definições de tempo de cada etapa, distâncias, quem está realizando o trabalho e como ele flui entre os participantes deste processo. A descrição de cada operação é inserida em uma caixa de texto que, de acordo com o seu formato e/ou cor, indica o tipo de procedimento. Isso permite ao leitor obter uma vista panorâmica do processo e compreendê-lo globalmente, inclusive as tomadas de decisão.

8 8 Há também os mapas conceituais. Eles podem conter mais de um centro e as relações podem ser expressas por linguagem, de acordo com a necessidade. Esse método possui grande flexibilidade de expressão, sendo que as próprias técnicas de anotação dependerão do conteúdo a ser tratado: Adaptação feita de IMS/SOLS Teaching Assistant Orientation, 1992

9 9 Os Diagramas de Ishikawa, originários de metodologias de gestão da qualidade (Qualidade Total, Six Sigma, etc) constituem uma ferramenta de solução de problemas bastante eficaz. Observandoos com cuidado, podemos notar uma grande semelhança estrutural com os mapas mentais, embora graficamente a disposição das informações não irradiem de um centro nem se usam cores, símbolos ou ilustrações. Veja a seguir um exemplo que pretende comparar as diversas formas de registro gráfico de informações:

10 10 E, por fim em nossa apresentação, há os mapas mentais, cujo exemplo a seguir mostra os objetivos dessa seção: Comecemos então por uma avaliação bastante simples para que você possa concluir por si mesmo o valor deste método. Desejamos que você julgue qual das duas formas de registro de informações oferece mais informação com menos ocupação de espaço e de forma mais simples. Nós vamos apresentar a seguir uma descrição por itens e tópicos, das mesmas informações disponíveis no mapa imediatamente anterior (por uma questão de praticidade, utilizamos apenas as palavraschave, sem completá-las com frases inteiras e estruturadas). Compare as duas formas de apresentação das mesmas informações; qual delas parece conter informações mais acessíveis? Objetivos deste Livro 1. CONHECER 1.1 Mapas Mentais 2. APRENDER Origem Aplicações 2.1 Funcionamento 2.2 Aplicações Estudos Pessoal Profissional 2.3 Exemplos

11 3. ESTIMULAR Criatividade 3.2 Memorização 3.3 Organização de Informações Registro Classificação Hierarquia 4. DESENVOLVER 4.1 Inteligência 4.2 "Ferramentas" Cognitivas 4.3 Substituir Velhos Paradigmas 4.4 Superar Bloqueios 5. APRIMORAR 5.1 Gerenciamento Dados Informações Tempo 5.2 Habilidade Síntese Estratégias anotação pensamento 5.3 Competências de Aprendizado mais Flexibilidade Eficácia Velocidade menos esforço Cremos que seja desnecessário repetir tais informações num texto em forma de prosa para que você faça ainda mais uma comparação, pois tais idéias já foram exploradas anteriormente e ainda serão esmiuçadas adiante. Se você desejar, pode agora experimentar elaborar um texto fluente com as idéias contidas neste mesmo mapa. Evidentemente, os mapas mentais não contêm todas as informações de um texto corrido, mas servem para nos fazer lembrar o encadeamento das informações ou servem como esqueletos para a construção de textos.

12 12 Vamos supor que você deseje montar um quebra-cabeça daqueles que possuem 2.000, ou peças (ou mesmo de peças, se for um iniciante nesse hobby )... Que resultados você imagina obter se não lhe for mostrada a imagem que deverá montar? Pois bem, a imagem ou paisagem a ser montada funciona como um guia para que você possa orientar-se melhor durante a brincadeira. Assim como o guia de ruas e avenidas que compramos para economizar tempo e dinheiro quando estamos procurando um novo local; ou como um mapa da cidade, do estado ou do país, que nos permite localizar aquilo que desejamos, os mapas mentais oferecem uma visão global de extremo valor para que possamos transitar mais facilmente através das informações eles não contêm todas as informações, mas possuem as mais importantes. Eles também nos oferecem uma imagem que utilizamos para compreendê-las de forma simples e rápida, revelando algumas de suas relações e sua hierarquia. Além disso, as principais ruas e avenidas de uma cidade, também são vias de ligação entre locais, tais como as linhas e sinalizações de um mapa mental servem para relacionar conhecimentos. Se mencionarmos algo sobre a dinâmica de nossa memória, será mais fácil compreender a importância desses vínculos: quando estamos entre amigos contando piadas, cada nova piada nos faz lembrar de outras, assim o divertimento continua... Se alguém muda de assunto para contar uma tragédia qualquer, então cada um dos amigos terá um caso para contar, como se nossa memória fosse estruturada em cachos (pastas ou diretórios) e cada conteúdo fossem as uvas (os arquivos) uma informação pode ativar um grupo de memórias semelhantes ou relacionadas de alguma forma. Por exemplo, quando adolescente fiz minha primeira viagem aos EUA em uma excursão. Durante a viagem, um frasco inteiro de colônia vazou em minha mala... Ainda hoje, mais de trinta anos depois, quando sinto aquele perfume, lembro-me imediatamente daquela viagem. Adiante vamos tratar brevemente do desenvolvimento da memória. Ela nos interessa muito, pois os mapas mentais ajudam a desenvolvê-la; tanto a capacidade quanto a estrutura, que parecem muito semelhantes. Alguns dos mais modernos modelos de explicação do funcionamento da memória em nosso cérebro, evocam as ligações elétricas e neuroquímicas (sinapses) entre os axônios e dendritos (terminações nervosas dos neurônios, células nervosas de nosso cérebro). Utilizando um pouco sua imaginação, quando você vir uma foto de um grupo de neurônios, poderá facilmente lembrar-se de um conjunto intrincado de mapas mentais, pois é assim que se parecem. As setas indicam o sentido da propagação do impulso nervoso.

13 13 Pensando sobre a memória, podemos facilmente recordar duma época em que ter conhecimento ou cultura significava ter a habilidade de memorizar fatos e informações, dos mais diversos, e repeti-los sempre que nos fosse solicitado havia uma grande ênfase no armazenamento do conteúdo. Porém, no mundo em que vivemos, há uma enorme quantidade de informações sendo produzida e sendo descartada a cada segundo: não haveria nem tempo para obtermos todas elas, e caso houvesse, seriam pouco significativas, pois muito rapidamente elas já teriam se tornado desatualizadas. Dessa forma, atualmente temos nossa memória armazenada em computadores, agendas eletrônicas, livros, etc. Já não é mais tão importante ter informações o mais valioso no presente é saber onde encontrá-las atualizadas. Assim, podemos nos concentrar em realizar aquelas atividades e tarefas que as máquinas não podem fazer: criar, intuir e planejar, além de desenvolver o senso crítico, a percepção e a sensibilidade para processarmos os conhecimentos. Tendo em conta tal cenário, este método de anotações chamado de mapeamento mental pode ser um valioso recurso no gerenciamento de informações. Sugere-se que os mapas sejam elaborados em folhas de papel deitadas (na disposição de paisagem), com algumas canetas coloridas e um pouco de tempo e imaginação, ou com o auxílio de um computador (veja no Apêndice 2 mais informações sobre softwares para elaboração de mapas mentais) como foi feito em vários dos mapas apresentados neste livro. O valor de tal ferramenta pode ser avaliado mais uma vez, caso você se lembre das últimas vezes em que tentou anotar informações em uma palestra ou seminário... Em várias dessas ocasiões, o esforço de tomar notas do que é dito nos priva da lucidez de processar as informações e despertar dúvidas, especialmente quando o palestrante fala rapidamente. E após isso, quantas vezes você recorreu às suas anotações? É uma tarefa um tanto cansativa e pouco produtiva principalmente porque, ao revermos nossas anotações, descobrimos que muitas podem não fazer sentido algum, da forma como foram anotadas. Os mapas mentais podem ser muito úteis para estas ocasiões em que temos que anotar muitas informações rapidamente. Também podem ser muito úteis para o caso da elaboração de relatórios, aulas, palestras, planejamentos de negociações, agenda, etc. Basicamente, em quaisquer situações, nas quais as informações possam ser referenciadas pelas suas palavras-chave, desenhos, diagramas ou símbolos. Mapa Mental é um valioso sistema de expressão escrita: rápido, eficaz e divertido muito útil para registrar informações nos casos de anotações de aulas ou de idéias que fluem em grande quantidade, velozmente, como no processo criativo, e que podem ser perdidas no esquecimento caso tentemos registrá-las em um texto seqüencial. Enfim, os Mapas Mentais constituem-se numa poderosa técnica de registro visual e conceitual de informações e podem ser elaborados por qualquer pessoa, em praticamente qualquer idade. Evidentemente, caso você considere o uso de ilustrações em seus mapas, certamente a sua elaboração poderá parecer muito mais demorada do que simplesmente utilizar a linguagem verbal escrita, afinal de contas, ela foi construída para substituir a escrita pictográfica e a ideográfica (a forma de escrita pictográfica é observada em culturas que utilizavam ilustrações para representar informações, como pinturas na pedra; a escrita ideográfica, mais adiantada, utilizavam símbolos e desenhos para representar idéias abstratas e fatos). No caso do uso desses recursos mais demorados, devemos considerar que eles podem ser preteridos em condições de anotação rápida e resgatados nos momentos mais oportunos em que reconstruímos nossos diagramas com a finalidade de organizarmos, processarmos, sintetizarmos e memorizarmos seus conteúdos. Pois o uso desses recursos permite uma fixação mais sólida e duradoura dos conhecimentos na memória. Além disso, você já deve ter notado como as formas lineares de redação de textos, muitas vezes obscurecem a visão global e a importância de algumas informações, que ficam perdidas num mundo de palavras. Também não estimulam o estabelecimento de novas conexões e descobertas, exceto aquelas reveladas no próprio texto. Sem a percepção geral, muitas vezes não conseguimos distinguir o que é relevante das informações acessórias...

14 14 É o caso típico daquelas pessoas cujas mensagens importantes contêm uma quantidade muito grande de informações supérfluas. Quem não conhece alguém que, quando deseja dizer algo muito importante, perde-se nos detalhes expressando-se de forma confusa e obscura e não consegue ser simples e objetivo(a)? De fato, esta seção não contém muitas novidades, comparando-se com o que já foi visto, porém servirá para mostrar em detalhes alguns recursos e qualidades dos mapas mentais que possam ter passado despercebidos. Por mais complexo que seja o conjunto de informações abordado na construção de um mapa, como no exemplo a seguir, os procedimentos para sua organização são bastante simples. Manual técnico de aviação da Boeing Aircraft condensado em um mapa de aproximadamente oito metros de comprimento! Essa iniciativa possibilitou uma economia de quase onze milhões de dólares e várias semanas de dedicação no treinamento de novos engenheiros. Foto autorizada do livro The Mind Map Book de Tony Buzan. Outra característica interessante dessa ferramenta é que ela pode ser elaborada por várias pessoas conjuntamente, desde que os símbolos, códigos e palavras-chave sejam de conhecimento de todos. Pois, em geral, os mapas mentais são diagramas de uso pessoal, já que contêm símbolos e informações dispostas na ordem e hierarquia que o usuário faz delas, exceto quando sua arquitetura é previamente comunicada como no caso dos mapas em forma de resumo que incluímos neste livro. Pessoas diferentes podem selecionar informações diferentes e organizá-las de formas diversas, a partir de sua compreensão e encadeamento de memória. Não obstante, essa forma de anotação parece ser muito mais familiar e natural para uma criança, principalmente quando essa ainda não foi adestrada nos formatos lineares de disposição das informações em textos. A utilização de palavras-chave e de recursos de vinculação de informações torna os mapas mentais mais simples, mais claros e mais práticos, principalmente antes de dominar bem a sintaxe da linguagem de textos e a habilidade de interpretá-los. Nesse caso, eles também são importantes aliados na educação especial, como no caso de disléxicos, surdos ou portadores de desabilidades. De fato, a menor quantidade de regras de sintaxe do método de mapeamento mental proporciona muito mais liberdade para criar, recriar ou adaptar informações, além de induzir à descoberta de novas relações entre os dados aparentes, a identificação de novas informações ou permitir reinserções em categorias mais gerais. As únicas regras, que mais se parecem com dicas e sugestões, são: 1) O uso de um conceito central, que possa preferencialmente ser também representado por uma ilustração ou imagem; 2) A utilização da menor quantidade possível de palavras; restringindo-se, de preferência às palavras-chave (escritas na horizontal, para facilitar a leitura), símbolos, códigos ou ilustrações, todos ligados por linhas de vinculação de informações, de acordo com sua relação;

15 15 3) O uso de cores, realces, caixas de texto, setas, agrupamentos de informações, e mesmo espaços vazios, especialmente em áreas que possam receber posteriormente mais informações devido à sua importância; 4) O aproveitamento do espaço visual para estruturar melhor a compreensão das idéias e a sua importância, de modo que informações mais gerais estejam mais próximas do centro do mapa e os detalhes sejam apresentados à medida que caminhamos para a periferia dele. De um modo geral, conforme comentamos, estas sugestões constituem-se num conjunto de regras observadas como sendo os procedimentos mais comuns utilizados por aquelas pessoas com extraordinário desempenho de aprendizagem e retenção de conhecimentos. Muitos deles descobriram tais métodos ao acaso, ou identificando quais eram as ações de melhor resultados: tais como o uso de esquemas, diagramas, indicações, etc. A pesquisa e a organização desse conjunto de estratégias foram empreendidas por Tony Buzan, um dos mais conhecidos pesquisadores do assunto. Não obstante, há alguns outros métodos, criados por outros autores, cuja natureza é bastante semelhante às propostas de Tony Buzan. Colin Rose apresentou em seu livro Accelerated Learning um modelo chamado de Mapas de Memória, que funciona como roteiros ilustrados de informações seqüenciadas. Michael Gelb, americano, palestrante e autor de vários livros, desenvolveu uma forma de ensinar o mapeamento mental, sendo pioneiro na utilização dos mapas mentais como um instrumento para o desenvolvimento da inteligência e de estratégias de pensamento. Entre várias habilidades que constituem as nossas inteligências (veja o Apêndice 6 sobre Inteligências Múltiplas, segundo Howard Gardner), o mapeamento de informações desenvolve uma grande flexibilidade de raciocínio, proporcionando aos seus usuários uma grande agilidade no detalhamento e na generalização de informações. As habilidades exercitadas nos mapas mentais contêm essencialmente cinco dos catorze instrumentos de desenvolvimento cognitivo do Programa de Enriquecimento Instrumental (PEI) criado pelo romeno radicado em Israel, Dr. Reuven Feuerstein: comparação, classificação, percepção analítica, relações transitivas e ilustrações veja mais detalhes no Apêndice 5 sobre o PEI. No passado, a aplicabilidade do PEI foi avaliada com o uso de sistemas psicométricos já obsoletos e testes de Quociente de Inteligência (QI) que, ainda assim, puderam diagnosticar um aumento de até 15 pontos no QI dos candidatos, após a aplicação do PEI. Tratando do desenvolvimento dessas habilidades cognitivas, uma das quais, também conhecida como pensamento radial (que se assemelha a um sistema de busca de vínculos entre grupos de informações armazenados em nossa memória, mecanismo valioso no uso da criatividade de 2ª ordem aquela cujo processo criativo é elaborado a partir de distorções de conhecimentos prévios ou re-contextualizações de estruturas observadas em outros campos do conhecimento), é evidente que o uso dos mapas mentais auxiliará no desenvolvimento dessas competências de forma lenta e gradativa, enquanto alteramos nossas estratégias de anotação e organização do pensamento. Isto é, enquanto o mapeamento é uma ferramenta veloz de registro de informações (pois abrevia significativamente os textos ao utilizar-se apenas das palavras-chave, símbolos e sistemas gráficos de vinculação de informações lembre-se da lei 80% da informação útil está registrada em apenas 20% das palavras de um texto em prosa), constitui-se num mecanismo lento e gradual de desenvolvimento cognitivo, porém poderoso, simples e natural. Assim, será tanto melhor quanto for exercitado desde a mais tenra idade, de modo que seja percebido, desde o início, como uma estratégia complementar na organização e estruturação do pensamento. Portanto, considerando o que expusemos até agora sobre as descobertas da ciência a respeito das especialidades do processamento cerebral, os mapas mentais apresentam-se como uma das melhores ferramentas para manipular informações (anotação e organização de pensamento) à medida que induzem o processamento coordenado de ambos hemisférios cerebrais, isto é, além de utilizarmos palavras, números, ordenações, cronologia (seqüenciamento no tempo), seqüências e linhas, tudo em preto e branco; incluímos e associamos cores, imagens, ilustrações, dimensões, símbolos, referências globais e simultâneas.

16 16 Aplicações A natureza dos mapas mentais, conforme já dissemos, está intimamente relacionada com as funções e operações da mente de encadear, relacionar, comparar, classificar, etc., ou seja, processar, de uma forma geral, as informações coletadas tanto do universo exterior (objetivas) quanto do interior (subjetivas). Dessa forma, o mapeamento mental pode ser utilizado em quase todas as atividades, nas quais o pensamento, a memória, o planejamento e a criatividade estejam envolvidos. Vamos agora relacionar algumas das principais situações em que os mapas mentais podem ser utilizados, oferecendo seus benefícios e sua simplicidade:

17 17 Telefonemas: registrando assuntos, detalhes, datas e acompanhamentos; pois é freqüente as pessoas que receberam uma ligação de alguém que solicitou providências para três assuntos diferentes, esquecerem-se de um ou dois, ou pelo menos de algum detalhe; Entrevistas de candidatos, dividindo a parte acadêmica com cores frias, e a parte da personalidade e atitudes com cores quentes, e ainda fazer o roteiro das perguntas a serem feitas; Análise de contratos: separar por cláusula com os assuntos a serem discutidos ou separar o que é negociável do que não é negociável, ou o que é desnecessário; Perfil de clientes: tempo de relacionamento com detalhes importantes para mostrar que você conhece e se lembra bem do cliente, como eventos importantes relatados por ele, nomes de esposa ou filhos, datas de comemorações, preferências. O cliente se sentirá extremamente diferenciado e importante se, após um ano sem encontrá-lo, você lembrar-se do nome de seus filhos ou de sua comida favorita ou bebida predileta; Resumo de livros: em três passos, o primeiro é folhear o livro procurando o índice, letras em itálico, tópicos principais, negritos, fotos, desenhos ou gravuras, isso deve levar cerca de 5 minutos. O segundo passo é montar o mapa mental com os capítulos ou divisões do índice nos troncos principais e as seções e subseções nas ramificações (ramos). O terceiro passo é ler o livro e completar o mapa com os detalhes que você considerar relevantes, de acordo com os seus objetivos prévios da leitura; Brain storming : é uma estratégia muito utilizada para a criação de novas idéias; nesse caso, os mapas mentais funcionam simplesmente para anotar as idéias livremente numa primeira etapa. A seguir, pode-se refazer o mapa agrupando idéias semelhantes em categorias, no caso de algumas dessas idéias serem subcategorias de outras, utilizando-se o recurso de hierarquização de informações próprio dos mapas mentais (raiz, tronco, ramos, galhos e folhas); Reuniões: para fazer uma pauta ou a ata, um plano de ação, ou ainda, durante uma negociação, trocar informações confidenciais com algum outro membro da própria equipe (caso no qual se combina, previamente, um código de comunicação utilizando-se diferentes cores de canetas com os colegas, por exemplo: se a cor verde for utilizada para indicar a opinião de uma negociação boa e a cor azul para sinalizar que a negociação não está se encaminhando conforme o esperado). Podemos ainda incluir uma lista bem mais detalhada, que inclua muito mais situações nas quais os mapas mentais podem ser úteis, entretanto, se avaliarmos os contextos acima como se fossem categorias, podemos generalizar o uso dos mapas para todas aquelas classes de atividades. Ao utilizarmos os itens anteriores para construir o mapa seguinte, observe que a inclusão de muitas informações em um único mapa pode congestioná-lo, tornando-o menos interessante. Por outro lado, enquanto recurso de resgate de informações, talvez seja conveniente incluirmos mais conteúdo em algumas ocasiões. Essa é uma das limitações do uso dos mapas: eles aceitam o que colocarmos neles! Logo, caso as idéias, relações e hierarquia não estejam bem definidas previamente, possivelmente tenhamos que reelaborá-los algumas vezes, até alcançar o grau de compactação ideal das informações do assunto tratado. Essa é uma das maiores vantagens do uso de softwares para elaboração de mapas, já que podemos alterá-los e simulá-los quantas vezes forem necessárias antes ou depois de utilizá-los.

18 18

19 Benefícios 19

20 20 Já comentamos muitas vezes os inúmeros benefícios obtidos com a utilização regular dos mapas mentais, por isso, não vamos nos alongar muito nesta seção. De um modo geral, é uma excelente ferramenta que complementa nossa linguagem escrita, enriquece nossa expressão criativa e desenvolve mais flexibilidade e recursos mentais. Outros Exemplos

21 21 O mapa acima é um resumo do livro Domesticando o Dragão Aprendizagem Acelerada de Línguas Estrangeiras ; e o seguinte é um mapa mental de resumo do livro O Pequeno Príncipe. A seguir temos um exemplo escolar bastante simples do estudo de geografia:

22 22

23 Para finalizar esta seção, apresentamos um mapa completo de resumo do que foi aqui tratado: 23

PEI aplicado à gestão do conhecimento MAPAS MENTAIS

PEI aplicado à gestão do conhecimento MAPAS MENTAIS BOAS VINDAS à palestra de PEI aplicado à gestão do conhecimento MAPAS MENTAIS Quem conhece os Mapas Mentais? Quem usa os Mapas Mentais? O QUE SÃO OS MAPAS MENTAIS? Mapa elaborado por Viviani Bovo Histórico

Leia mais

Desenvolvendo Inteligências com MAPAS MENTAIS

Desenvolvendo Inteligências com MAPAS MENTAIS BOAS VINDAS à palestra de Desenvolvendo Inteligências com MAPAS MENTAIS Quem conhece os Mapas Mentais? Quem usa os Mapas Mentais? O QUE SÃO OS MAPAS MENTAIS? Mapa elaborado por Viviani Bovo Histórico

Leia mais

I SILE-Seminário Integrado de Letras Espanhol a Distância /UFSC

I SILE-Seminário Integrado de Letras Espanhol a Distância /UFSC A história da construção do conhecimento pessoal é a história da vida de cada um de nós, pois construímos esse conhecimento de uma maneira específica e individual. A teoria a respeito dos Mapas Conceituais

Leia mais

Utilização de Mapas Conceituais para apresentações. Profª. Ms. Daniela Maria Cartoni

Utilização de Mapas Conceituais para apresentações. Profª. Ms. Daniela Maria Cartoni Utilização de Mapas Conceituais para apresentações Profª. Ms. Daniela Maria Cartoni Mapas Conceituais É uma ferramenta para organizar e representar conhecimento. É uma representação gráfica dos conceitos,

Leia mais

FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP)

FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP) FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP) 1. O que é Mapa Mental (Mind Map) é um diagrama usado para representar palavras, idéias, tarefas ou outros itens ligados a um conceito central e dispostos

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

Mapa Mental Mapa Mental feito com o software Minjet MindManager Pro

Mapa Mental Mapa Mental feito com o software Minjet MindManager Pro Mapa Mental Mapa Mental feito com o software Minjet MindManager Pro O melhor método de anotações é o denominado Mapa Mental, criado e divulgado pelo psicólogo inglês Tony Buzan. Ele mostrou que, utilizando

Leia mais

APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL

APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL Davi Shinji Mota Kawasaki (PIBIC/Fundação Araucária), José Augusto Fabri (Orientador), e-mail: davishinjik@gmail.com; fabri@utfpr.edu.br.

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

Apêndice 4 Inteligências Múltiplas

Apêndice 4 Inteligências Múltiplas Apêndice 4 Inteligências Múltiplas Por Viviani Bovo O que é ser inteligente para você? Saber fazer contas de cabeça? Lembrar-se de poemas e histórias para poder repeti-las? Passar no vestibular? Ter um

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br MANUAL DO ALUNO Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA http://www.fgf.edu.br Sala Virtual TelEduc O TelEduc é um ambiente virtual desenvolvido Unicamp para apoiar professores

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Normas para elaboração de trabalhos escolares

Normas para elaboração de trabalhos escolares Normas para elaboração de trabalhos escolares Ensino Fundamental 8 os e 9 os anos Ensino Médio fevereiro/2012 O que é um trabalho escolar? É uma atividade relacionada a um tema ou assunto sobre o conteúdo

Leia mais

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Sumário Objetivos do Blog... 2 Log-in... 3 Esqueci minha senha... 4 Utilizando o Blog... 5 Encontrando seu Blog... 5 Conhecendo o

Leia mais

Como estudar melhor?

Como estudar melhor? Universidade Federal da Paraíba Departamento de Física PET - Programa de Educação Tutorial Autores: Integrantes do grupo PET - Física/UFPB Bruno C. B. N. de Souza (ex-bolsista Geraldo F. de Santana Jr.

Leia mais

Estratégia para fazer cópias de segurança ( backup ) em nuvem

Estratégia para fazer cópias de segurança ( backup ) em nuvem 1 de 20 Estratégia para fazer cópias de segurança ( backup ) em nuvem Resolvi documentar uma solução que encontrei para fazer minhas cópias de segurança. Utilizo um software gratuito chamado Cobian Backup

Leia mais

dicas para usar o celular nas aulas

dicas para usar o celular nas aulas E-book 11 dicas para usar o celular nas aulas Sugestões de atividades com os aplicativos mais básicos e simples de um aparelho Por Talita Moretto É permitido compartilhar e adaptar este material, desde

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA. MOREIRA, Marco Antonio. Mapas Conceituais e Aprendizagem Significativa. São Paulo: Centauro, 2010.

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA. MOREIRA, Marco Antonio. Mapas Conceituais e Aprendizagem Significativa. São Paulo: Centauro, 2010. MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA MOREIRA, Marco Antonio. Mapas Conceituais e Aprendizagem Significativa. São Paulo: Centauro, 2010. OBJETIVO Abordar mapas conceituais essencialmente como

Leia mais

Future School Idiomas

Future School Idiomas Future School Idiomas Sumário Quem somos... pag 2 Sobre o curso... pag 3 Sobre a aula... pag 4 Vantagens em se fazer nosso curso on line... pag 5 Objetivo do curso... pag 6 Como entrar na sala de aula...

Leia mais

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação 1 Introdução ao Microsoft PowerPoint

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Materiais de Apoio... 4 3. Fóruns... 7 4. Entregas de Trabalho... 13 5. Escolhas... 16 6. Salas de Bate-papo... 18 7. Como criar/alterar a senha

Leia mais

MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG. www.cosemsmg-ead.org.br

MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG. www.cosemsmg-ead.org.br MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG 1 ÍNDICE 03 APRESENTAÇÃO. Dicas para estudar a distância. Funções do professor e do tutor 04 CADASTRO NO CURSO 05 ACESSO AO CURSO 07 FERRAMENTAS DE ESTUDO. Conteúdo: aulas virtuais.

Leia mais

T E C N O LO G I A E D U C AC I O N A L LOUSA EDUCACIONAL INTERATIVA

T E C N O LO G I A E D U C AC I O N A L LOUSA EDUCACIONAL INTERATIVA T E C N O LO G I A E D U C AC I O N A L LOUSA EDUCACIONAL INTERATIVA w w w. h o m e l a b. c o m.b r APRESENTAÇÃO Nos últimos anos, o perfil dos alunos no mundo tem mudado em consequência dos estímulos

Leia mais

COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS

COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS Luiz Antonio Schalata Pacheco schalata@cefetsc.edu.br Sabrina Moro Villela Pacheco sabrinap@cefetsc.edu.br EDIÇÃO PRELIMINAR Sumário 1 INTRODUÇÃO...3

Leia mais

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO Caro(a) aluno(a), seja bem-vindo às Disciplinas Online da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho e Faculdade de Educação de Bom Despacho. Em pleno século 21, na era digital, não poderíamos

Leia mais

É PROIBIDO O USO COMERCIAL DESSA OBRA SEM A AUTORIZAÇÃO DO AUTOR

É PROIBIDO O USO COMERCIAL DESSA OBRA SEM A AUTORIZAÇÃO DO AUTOR É PROIBIDO O USO COMERCIAL DESSA OBRA SEM A AUTORIZAÇÃO DO AUTOR Introdução: Aqui nesse pequeno e-book nós vamos relacionar cinco super dicas que vão deixar você bem mais perto de realizar o seu sonho

Leia mais

AGT (Avaliação de Gerenciamento de Tempo)

AGT (Avaliação de Gerenciamento de Tempo) AGT (Avaliação de Gerenciamento de Tempo) Relatório para: Suzanne Example Data concluida: 14 de junho de 2012 11:14:46 2012 PsychTests AIM Inc. Índice analítico Índice analítico 1/9 Índice analítico Índice

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

Manual do Artikulate. Andreas Cord-Landwehr Ondrila Gupta Tradução: André Marcelo Alvarenga

Manual do Artikulate. Andreas Cord-Landwehr Ondrila Gupta Tradução: André Marcelo Alvarenga Andreas Cord-Landwehr Ondrila Gupta Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 1.1 Conceito de aprendizagem................................. 5 1.2 Primeiros passos no Artikulate..............................

Leia mais

Administração pela Web Para MDaemon 6.0

Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N Technologies. Todos os Direitos Reservados. Os nomes de

Leia mais

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é:

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é: 1. CONCEITO Completo, prático e rápido. Diante do aumento da complexidade da tributação e do risco fiscal, pelos desafios de conhecimento e capacitação e pela velocidade para acompanhar mudanças na legislação,

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

As habilidades na Solução de Problemas em Matemática

As habilidades na Solução de Problemas em Matemática As habilidades na Solução de Problemas em Matemática Érica Valeria Alves O que diferencia a espécie humana das demais espécies do reino animal é a capacidade de pensar, raciocinar, formular hipóteses,

Leia mais

PROC. 02 CONTROLE DE DOCUMENTOS

PROC. 02 CONTROLE DE DOCUMENTOS 1 de 15 msgq CONTROLE DE DOCUMENTOS MACROPROCESSO GESTÃO DE PROCESSOS PROCESSO CONTROLE DE DOCUMENTOS CONTROLE DE DOCUMENTOS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS...

Leia mais

Microsoft Access XP Módulo Um

Microsoft Access XP Módulo Um Microsoft Access XP Módulo Um Neste primeiro módulo de aula do curso completo de Access XP vamos nos dedicar ao estudo de alguns termos relacionados com banco de dados e as principais novidades do novo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente Nereu Agnelo Cavalheiro contato@nereujr.com Tutorial UFMG Virtual Primeiros passos do docente Este

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO Análise do professor: Parâmetros para avaliação Ao navegar por Web sites é importante observar alguns tópicos para determinar se um site é bom ou não. Navegação, design, conteúdo, velocidade de acesso,

Leia mais

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013.

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013. Curso de atualização Educação Integral e Integrada Tutorial Moodle Belo Horizonte, 2013. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACESSANDO O AMBIENTE... 4 3. CONHECENDO O AMBIENTE... 5 3.1. CAIXAS DE UTILIDADES... 5 4.

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

Orientações para Professores. Prezado professor,

Orientações para Professores. Prezado professor, Orientações para Professores Prezado professor, No ano em que a Oficina do texto comemora 10 anos, todos os olhares se voltam para um país em especial: a África do Sul sede da Copa do Mundo de Futebol.

Leia mais

Técnicas de Memorização.

Técnicas de Memorização. Como Estudar? Técnicas de Memorização. Aprendizagem: dreamstime As estratégias de estudo que adquiriste no ensino secundário devem ser adaptadas ao ensino superior. Existem disciplinas com forte componente

Leia mais

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS]

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] 2011 [MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] Destinado a usuários que desejam vender conteúdo premium, disponível em sites de membros, através da plataforma Hotmart. Versão do documento: 1.0, 11/04/2011.

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Manual do Ambiente Moodle para Alunos

Manual do Ambiente Moodle para Alunos UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Manual do Ambiente Moodle para Alunos Versão 1.0b Setembro/2011 Direitos Autorais: Essa apostila está licenciada sob uma Licença Creative Commons 3.0 Atribuição de

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

BOLETIM GRAFT 2013 Nº 06 Setembro

BOLETIM GRAFT 2013 Nº 06 Setembro BOLETIM GRAFT 2013 Nº 06 Setembro Agenda GRAFT Está confirmado o seguinte evento para Setembro. A programação completa deste ano você encontra na nuvem do LavGRAFT. Não perca! GRAFT/CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0333604g0pbp0o

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Precisamos reinventar a forma de ensinar e aprender, presencial e virtualmente, diante de tantas mudanças na sociedade e no mundo do trabalho. Os modelos tradicionais

Leia mais

Orientações de Como Estudar Segmento II

Orientações de Como Estudar Segmento II Orientações de Como Estudar Segmento II Aprender é uma tarefa árdua que exige esforço e método e por isso organizamos algumas dicas para ajudá-lo(la) a aprender Como Estudar! Você verá que as orientações

Leia mais

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Índice 1 Introdução...2 1.1 Versão... 2 1.2 Licenciamento...2 1.3 Mensagem do Projeto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS Guia Inicial de Acesso e Utilização Para Docentes Versão 1.0b Outubro/2010 Acesso e utilização do Ambiente Virtual de Ensino

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC gdelbem@tre-sc.gov.br ; gdelbem@yahoo.com.br Proposta de valores no Planejamento Estratégico da Justiça Eleitoral Gestão

Leia mais

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH Conteúdos: Geometria, espaço e forma, grandezas e medidas. Tempo: 2 aulas de 50 minutos. Objetivos: Desenvolver a análise de espaço e forma dentro de ambientes simulados,

Leia mais

Sistema Modelix-G (Modelix-Grafix)

Sistema Modelix-G (Modelix-Grafix) Sistema Modelix-G (Modelix-Grafix) 1) Introdução 1 2) Utilizando o Sistema Modelix-G impresso (paper) 1 3) Utilizando o Sistema Modelix-G com software 4 4) Divulgando seus projetos e idéias 7 1) Introdução

Leia mais

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS BEM-VINDO Aprender inglês é um desafio, mas descobrir como aprimorá-lo não deve ser a parte mais difícil nesse processo! Anos de pesquisa

Leia mais

Instituto Adus. Tutorial de acesso e publicação na Plataforma Wiki do Instituto ADUS

Instituto Adus. Tutorial de acesso e publicação na Plataforma Wiki do Instituto ADUS Instituto Adus Tutorial de acesso e publicação na Última atualização: 9 de agosto de 05 Conteúdo Sobre o Projeto Wiki Adus... 3 Login e Acesso... 4 Editando conteúdo... 6 Dicas Avançadas... REFÊNCIAS DE

Leia mais

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery 12 Razões Para Usar Lightroom André Nery André Nery é fotógrafo em Porto Alegre. Arquitetura e fotografia outdoor, como natureza, esportes e viagens, são sua área de atuação. Há dez anos começou a ministrar

Leia mais

Como encontrar maneiras de associar um importante conteúdo didático a um software que ensine e divirta ao mesmo tempo? Estão os professores

Como encontrar maneiras de associar um importante conteúdo didático a um software que ensine e divirta ao mesmo tempo? Estão os professores Profª Levany Rogge Os softwares são considerados programas educacionais a partir do momento em que são projetados através de uma metodologia que os contextualizem no processo ensino-aprendizagem; Tajra

Leia mais

Web & Marketing Digital

Web & Marketing Digital Web & Marketing Digital MANUAL DE UTILIZAÇÃO EMAIL MARKETING 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 1.1. ESTRUTURA DO SISTEMA...PG 03 2. CONTATOS...PG 04 2.1. CRIANDO LISTA DE CONTATOS...PG 04 2.2. IMPORTANDO LISTA DE

Leia mais

Marco Antônio Moreira Instituto de Física UFRGS Porto Alegre RS Paulo Rosa Escola Estadual de Ensino Médio do Bairro Rio Branco Canoas RS

Marco Antônio Moreira Instituto de Física UFRGS Porto Alegre RS Paulo Rosa Escola Estadual de Ensino Médio do Bairro Rio Branco Canoas RS MAPAS CONCEITUAIS Marco Antônio Moreira Instituto de Física UFRGS Porto Alegre RS Paulo Rosa Escola Estadual de Ensino Médio do Bairro Rio Branco Canoas RS O que são? Em um sentido amplo, mapas conceituais

Leia mais

OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO (exceto Administradores de Conta)

OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO (exceto Administradores de Conta) OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO (exceto Administradores de Conta) 1 Bem-vindo ao Oi Conta Empresa! A Oi tem o orgulho de lançar mais um produto para nossos clientes corporativos, o Oi Conta Empresa.

Leia mais

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 94p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 94p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Ismael Sousa Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP. Graduado em Tecnologia em Segurança da Informação UNICESP. Professor de concurso da área de informática e consultor em EAD.

Leia mais

Introdução à Arte da Ciência da Computação

Introdução à Arte da Ciência da Computação 1 NOME DA AULA Introdução à Arte da Ciência da Computação Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 15 minutos Principal objetivo: deixar claro para os alunos o que é a ciência da computação e

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA Guia Prático Sistema EAD PRO-CREA Educação a Distância (EAD) Conheça a seguir algumas dicas de Netiqueta para uma convivência sociável e boas maneiras na web. Sugerimos fazer um teste para saber como você

Leia mais

ALESSANDRO RODRIGO FRANCO FERNANDO MARTINS RAFAEL ALMEIDA DE OLIVEIRA

ALESSANDRO RODRIGO FRANCO FERNANDO MARTINS RAFAEL ALMEIDA DE OLIVEIRA ALESSANDRO RODRIGO FRANCO FERNANDO MARTINS RAFAEL ALMEIDA DE OLIVEIRA INTRODUÇÃO O projeto de um banco de dados é realizado sob um processo sistemático denominado metodologia de projeto. O processo do

Leia mais

PEDAGOGIA SURDA. Por SHIRLEY VILHALVA - Surda / Professora Técnica do CAS/SED/MS E-mail: svilhalva@brturbo.com.br

PEDAGOGIA SURDA. Por SHIRLEY VILHALVA - Surda / Professora Técnica do CAS/SED/MS E-mail: svilhalva@brturbo.com.br PEDAGOGIA SURDA Por SHIRLEY VILHALVA - Surda / Professora Técnica do CAS/SED/MS E-mail: svilhalva@brturbo.com.br Alfabetizar alunos com Culturas diferentes é um choque tanto para o professor ouvinte como

Leia mais

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Tema VIDA EFICIENTE: A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA A SERVIÇO DO PLANETA Cronograma Orientações Pré-projeto Metodologia Relatório

Leia mais

FAQ Escrita de Cases

FAQ Escrita de Cases FAQ Escrita de Cases 1. Sobre o que escrever um case e com qual foco? Sua EJ poderá escrever cases de sucesso ou insucesso que tenha trazido muito aprendizado e superação, ou seja, cases distintos da realidade

Leia mais

Excel Avançado 2007 Excel Avançado 2007 1

Excel Avançado 2007 Excel Avançado 2007 1 1 Sumário: 1. Introdução...3 2. Funções...3 2.1 Função SE...4 2.2 Botão Inserir...7 2.3 Novas Funções Condicionais...8 2.4 Aninhando Funções...8 3. Análise de Dados Alternativos...9 3.1 Cenários...9 3.2

Leia mais

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes - EJEF Programa de Educação a Distância do TJMG EAD-EJEF Programa EAD-EJEF Manual do Estudante Versão

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM

ESTRATÉGIAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM Anastasiou (2004) propõe: Aula expositiva dialogada: ESTRATÉGIAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM A exposição oral centrada no professor e na lógica dos conteúdos pode ser substituída pela chamada aula dialogada,

Leia mais

Definições. Órgãos de Documentação. Classificação dos Arquivos. Quanto à Abrangência

Definições. Órgãos de Documentação. Classificação dos Arquivos. Quanto à Abrangência Definições Informação: Produto de um documento. Documento: Tudo aquilo que pode transmitir uma idéia, pensamento ou acontecimento, ou seja, uma informação. Arquivo: Lugar onde se guardam os documentos

Leia mais

MODELAGEM CONCEITUAL EM MATEMÁTICA. UMA EXPERIÊNCIA COM O USO DO SOFTWARE CMAPTOOLS

MODELAGEM CONCEITUAL EM MATEMÁTICA. UMA EXPERIÊNCIA COM O USO DO SOFTWARE CMAPTOOLS MODELAGEM CONCEITUAL EM MATEMÁTICA. UMA EXPERIÊNCIA COM O USO DO SOFTWARE CMAPTOOLS Dr. André Ricardo Magalhães andrerm@gmail.com Universidade do Estado da Bahia Brasil Modalidade: Comunicação Breve Nível

Leia mais

Projeto CONDIGITAL Mergulhando na Função Guia do Professor

Projeto CONDIGITAL Mergulhando na Função Guia do Professor Projeto CONDIGITAL Mergulhando na Função Guia do Professor Página 1 de 5 Caro(a) professor(a) Guia do Professor A utilização de jogos digitais como objetos de aprendizagem tem sido difundida atualmente

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

4 Arquitetura básica de um analisador de elementos de redes

4 Arquitetura básica de um analisador de elementos de redes 4 Arquitetura básica de um analisador de elementos de redes Neste capítulo é apresentado o desenvolvimento de um dispositivo analisador de redes e de elementos de redes, utilizando tecnologia FPGA. Conforme

Leia mais

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO....03 2 O AMBIENTE MOODLE......03 2.1 Quais as caixas de utilidade que posso adicionar?...04 2.1.1 Caixa

Leia mais

OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO

OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO 1 Bem-vindo ao Oi Conta Empresa! A Oi tem o orgulho de lançar mais um produto para nossos clientes corporativos, o Oi Conta Empresa. Nele, nossos clientes poderão acessar

Leia mais

Manual UNICURITIBA VIRTUAL para Professores

Manual UNICURITIBA VIRTUAL para Professores Manual UNICURITIBA VIRTUAL para Professores 1 2 2015 Sumário 1 Texto introdutório... 3 2 Como Acessar o UNICURITIBA VIRTUAL... 3 3 Tela inicial após login... 3 3.1) Foto do perfil... 4 3.2) Campo de busca...

Leia mais

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL NETAULA PERFIL ALUNO Caro aluno da EAD da ULBRA Para você ter acesso às salas das disciplinas ofertadas

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

edirectory ios / Android Plataforma

edirectory ios / Android Plataforma edirectory ios / Android Plataforma Criando lindos aplicativos com edirectory Uma revolução no espaço de diretórios mobile, bem vindo ao novo aplicativo do edirectory. Mobile Completamente reestruturado

Leia mais

Novell. Novell Teaming 1.0. novdocx (pt-br) 6 April 2007 EXPLORAR O PORTLET BEM-VINDO DESCUBRA SEU CAMINHO USANDO O NOVELL TEAMING NAVIGATOR

Novell. Novell Teaming 1.0. novdocx (pt-br) 6 April 2007 EXPLORAR O PORTLET BEM-VINDO DESCUBRA SEU CAMINHO USANDO O NOVELL TEAMING NAVIGATOR Novell Teaming - Guia de início rápido Novell Teaming 1.0 Julho de 2007 INTRODUÇÃO RÁPIDA www.novell.com Novell Teaming O termo Novell Teaming neste documento se aplica a todas as versões do Novell Teaming,

Leia mais

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 1 PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 Juliana Gulka Biblioteca Central da UFSC juliana.gulka@ufsc.br PREZI X POWER POINT Quando falamos em slide hoje, lembramos de powerpoint. O prezi não vai matar

Leia mais

Vamos começar nossos estudos e descobertas????????

Vamos começar nossos estudos e descobertas???????? Aula 07 RESUMO E RESENHA Vamos iniciar nossos estudos???? Você já deve ter observado que pedimos que leia determinados textos e escreva o que entendeu, solicitamos que escreva o que o autor do texto quis

Leia mais

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET 110. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

Utilizando a ferramenta de criação de aulas

Utilizando a ferramenta de criação de aulas http://portaldoprofessor.mec.gov.br/ 04 Roteiro Utilizando a ferramenta de criação de aulas Ministério da Educação Utilizando a ferramenta de criação de aulas Para criar uma sugestão de aula é necessário

Leia mais

Apresentação Prática

Apresentação Prática Apresentação Prática Este curso contém exercícios com editor de texto Word e também exemplos de acesso à Internet e deve ser utilizado para a apresentação do Método de ensino a pessoas que já tenham tido

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA Autores : Agata RHENIUS, Melissa MEIER. Identificação autores: Bolsista IFC-Campus Camboriú;

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) - - Atualizado em 29/07/20 ÍNDICE DE FIGURAS Figura Página de acesso ao SIGRA... 7 Figura 2 Portal de Cursos... 8

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 6ª Série Teoria da Computação Ciência da Computação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais