Apresentação. Alexandre Tolstenko Nogueira.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação. Alexandre Tolstenko Nogueira. alexandre@tolstenko.net http://tolstenko.net"

Transcrição

1

2 Apresentação Alexandre Tolstenko Nogueira

3 Teoria Prática

4 Teoria XNA Pong Carregar e desenhar imagens na tela Estrutura e organização básica Colisões Componentes Camadas Facilidades

5 XNA Componentes Graphics Audio Input Framework Math Storage Network 5

6 XNA Camadas Jogos Starter Kits Código Conteúdo Componentes Framework (extensões) Modelo de Aplicação Pipeline de Conteúdo (content pipeline) Framework (núcleo) Graphics Audio Input Math Storage Network Plataforma Direct3D XACT XINPUT XCONTENT Legenda XNA já provê Você cria Comunidade

7 Facilidades (algumas) Renderização de baixo nível Recursos oferecidos Model, Mesh, Bones; Texturas, Audio, Vídeo e outros conteúdos; Efeitos e Shaders; Redes SpriteBatch para 2D e partículas BasicEffect facilita apresentar objetos 3D 7

8 Teoria XNA Pong Carregar e desenhar imagens na tela Estrutura e organização básica Colisões História Objetivo Modelagem Computacional

9 História Criadores: Nolan Bushnell e Ted Dabney O que é? O videogame Pong consiste em um console ligado a um monitor e era movido a moedinhas. 9

10 História (ou estória?) Os inventores deixaram a máquina em um bar em San Francisco, Califórnia. No dia seguinte, tiveram uma surpresa quando checaram a máquina e viram que ela estava lotada de moedas. Aquelas moedas mudaram toda a perspectiva que os criadores tinham em relação a seu invento. Aí estava o primeiro videogame lucrativo da história. Ao invés de vender a idéia para alguém, era melhor abrir o seu próprio negócio. E em 27 de Junho de 1972, a empresa Atari foi fundada. 10

11 Objetivo Objetivo: O objetivo era acertar a esfera (bola) com sua raquete (barra vertical) e lançar para o campo adversário, marcando ponto quando a bola passasse ao campo adversário. 11

12 Modelagem Computacional O que precisa para representar o PONG? Ball (ou quadrado); Paddle (ou barra); Como representar esses elementos? Retângulo Imagem ou Textura 12

13 Teoria XNA Pong Carregar e desenhar imagens na tela Estrutura e organização básica Colisões Rectangle Texture2D SpriteFont Códigos

14 Rectangle Rectangle(X, Y, Width, Height) Width (X,Y) Height 14

15 Texture2D Imagem a ser mapeada no retângulo para ser exibida na tela. 15

16 Font Implementações: Imagens; Compilado a partir de fontes. 16

17 Codigos Rectangle: Declaração: Rectangle ball_rect; Alocação: ball_rect = new Rectangle(X,Y,Width,Height) Acesso: ball_rect.x = numero_inteiro; Vector2: Declaração: Vector2 pos_texto; Alocação: pos_texto = new Vector2(X,Y) Acesso: pos_texto.x = numero_float; 17

18 Codigos Texture 2D: Declaracao: Texture2D ball; Carregamento: ball = Content.Load<Texture2D>("whitepixel"); ball = Texture2D.FromFile(GraphicsDevice, "Content/whitepixel.png"); Desenhando: spritebatch.begin(); spritebatch.draw(ball, position, Color.White); spritebatch.end(); 18

19 Codigos SpriteFont: Declaracao: SpriteFont Font; Carregamento: font= Content.Load<SpriteFont>( Fonte"); //aonde Fonte foi previamente adicionado ao projeto. Desenhando: spritebatch.begin(); spritebatch.drawstring(font, pos_texto, texto, Color.White); spritebatch.end(); Dica útil: Vector2 m_string = font.measurestring( Texto"); 19

20 Codigos Captura de dados para o teclado: public override void Update(GameTime gametime) {... KeyboardState keyboardstate = Keyboard.GetState(); } if (keyboardstate.iskeydown(keys.up)) Posicao.Y -= 10; if (keyboardstate.iskeydown(keys.down)) Posicao.Y += 10; if (keyboardstate.iskeydown(keys.left)) Posicao.X -= 10; if (keyboardstate.iskeydown(keys.right)) Posicao.X += 10;... 20

21 Teoria XNA Pong Carregar e desenhar imagens na tela Estrutura e organização básica Colisões Declarações de Variáveis Construtor Initialize LoadContent Update Draw UnloadContent

22 Estrutura e Organização Básica Váriaveis: Declaração de variáveis da classe. Construtor: Game1() -> possui o mesmo nome da classe. Executado quando se instancia um objeto do da Classe Initialize() Inicializações gerais do jogo LoadContent() Chamado sempre que é necessário carregar os recursos (conteúdos) UnloadContent() Chamado sempre que é necessário liberar os recursos (conteúdos) A cada game loop(60.ticks/seg): Update Onde se coloca a lógica principal do jogo (cálculos) Draw Onde se colocam as rotinas de desenho do jogo 22

23 Teoria XNA Pong Carregar e desenhar imagens na tela Estrutura e organização básica Colisões Retangular...

24 Colisão retangular update_objects(){ for (each_object) save_old_position(); calc new_object_position {based on velocity accel. etc.} if (collide_with_other_objects()) new_object_position = old_position(); {or if destroyed object remove it etc.} } Sintaxe XNA para Rectangle: if(rect1.intersects(rect2)) 24

25 Circular; Poligonal; OBB; AABB; Colisao recursiva por regiões; BSP; Quadtree; Octree; Vertex-in-triangle; (ad infinitum). 25

26 Teoria Prática

27 Prática Prática: Pong com colisão simples. Desafio: Pong com colisão vetorial, poligonal ou outra técnica mais avançada. 27

28 Referências 28

29 Agradecimento spritebatch.drawstring( Arial, "Obrigado Pela Atenção!", positionvect, Color.Black); 29

XNA Game Studio Express. Desenho em 2D. Aula 2. Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao. Pós s em Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos - IESB

XNA Game Studio Express. Desenho em 2D. Aula 2. Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao. Pós s em Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos - IESB XNA Game Studio Express Aula 2 Desenho em 2D Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao AlexandreLobao.com Pós s em Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos - IESB Agenda: Aula 2 Revisão Arquitetura de

Leia mais

Aula 02 Introdução ao desenvolvimento de Jogos em XNA Parte 1

Aula 02 Introdução ao desenvolvimento de Jogos em XNA Parte 1 Aula 02 Introdução ao desenvolvimento de Jogos em XNA Parte 1 1 Conhecendo o game loop em XNA A IDE Visual Studio é considerada o repositório onde devemos carregar e instalar a biblioteca de desenvolvimento

Leia mais

XNA para o Desenvolvimento de Jogos

XNA para o Desenvolvimento de Jogos XNA para o Desenvolvimento de Jogos Vinícius Godoy de Mendonça vinigodoy@pontov.com.br twitter: @ViniGodoy Ponto V! - http://www.pontov.com.br Quem sou eu? Professor dos cursos de pós graduação e graduação

Leia mais

Desenvolvimento de Jogos Utilizando XNA: um Exemplo com o Jogo SpaceX

Desenvolvimento de Jogos Utilizando XNA: um Exemplo com o Jogo SpaceX Desenvolvimento de Jogos Utilizando XNA: The Sims: Jogo Computacional como uma Ferramenta Pedagógica na Construção do Conhecimento Matemático Rúbia Juliana Gomes Fernandes - Guataçara dos Santos Junior

Leia mais

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Exibir e movimentar a espaçonave do jogador na tela do jogo.

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Exibir e movimentar a espaçonave do jogador na tela do jogo. META Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA Conteudista: André Luiz Brazil Aula 6: EXIBINDO E MOVIMENTANDO A SUA ESPAÇONAVE Exibir e movimentar a espaçonave do jogador na tela do jogo. OBJETIVOS

Leia mais

Introdução ao XNA. Curso de Jogos Digitais disciplina: Programação no XNA

Introdução ao XNA. Curso de Jogos Digitais disciplina: Programação no XNA Introdução ao XNA Paulo Sérgio Custódio, prof FMU Curso de Jogos Digitais disciplina: Programação no XNA Nas primeiras aulas do nosso curso vamos tomar contato com a biblioteca XNA de desenvolvimento de

Leia mais

Apostilas I, II e III

Apostilas I, II e III Apostilas I, II e III Autor: Lucas Mousinho da Fonseca (lucmousinho@gmail.com) Tópicos da apostila I e II: Introdução O que é o C#? Orientação a Objetos Máquina Virtual Estrutura de um programa em C# com

Leia mais

XNA Framework para desenvolvimento de jogos

XNA Framework para desenvolvimento de jogos XNA Framework para desenvolvimento de jogos Hewerson Gomes, Marcos Alberto Lopes da Silva Sistemas de Informação Centro Universitário do Triângulo (UNITRI) Av. Nicomedes Alves dos Santos 4545 38411-106

Leia mais

Carregando tela inicial antes do jogo começar

Carregando tela inicial antes do jogo começar Carregando tela inicial antes do jogo começar Para fazer isso de forma simples: 1) Você pode criar três novos atributos no jogo: jogo_iniciou - um atributo verdadeiro/falso para controlar se o jogo já

Leia mais

O XNA é uma nova plataforma de desenvolvimento de jogos baseada em.net 2.0+

O XNA é uma nova plataforma de desenvolvimento de jogos baseada em.net 2.0+ Framework 3.1. OXO Tennis for two O XNA é uma nova plataforma de desenvolvimento de jogos baseada em.net 2.0+ Restrições Soluções Usabilidade Fácil de obter Multi- plataforma.net Framework XNA Game Studio

Leia mais

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA META Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA Conteudista: André Luiz Brazil Aula 5: INICIANDO O PROJETO DE UM JOGO NO VISUAL C# Criar e testar o código de um projeto de jogo produzido através

Leia mais

GUIA PRÁTICO PARA INICIANTES MICROSOFT XNA Por: Fernando Birck ( Fergo )

GUIA PRÁTICO PARA INICIANTES MICROSOFT XNA Por: Fernando Birck ( Fergo ) GUIA PRÁTICO PARA INICIANTES MICROSOFT XNA Por: Fernando Birck ( Fergo ) 2 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. APLICATIVOS NECESSÁRIOS...4 3. CRIANDO UM PROJETO...5 4. PREPARANDO MÉTODOS...7 5. O MUNDO 3D...8

Leia mais

XNA Sokoban 3D Tutorial

XNA Sokoban 3D Tutorial XNA Sokoban 3D Tutorial 1 Índice Introdução...3 Público Alvo...3 O Jogo...3 A versão 3D...3 Mãos à obra!...4 Arquivo de Níveis...4 Geração dos artefatos gráficos...5 Texturas...5 Modelos 3D...5 Telas...6

Leia mais

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Fazer desaparecer da tela do jogo a espaçonave inimiga quando um tiro acertá-la.

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Fazer desaparecer da tela do jogo a espaçonave inimiga quando um tiro acertá-la. META Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA Conteudista: André Luiz Brazil Aula 9: TRATANDO COLISÕES DE OBJETOS NO JOGO Fazer desaparecer da tela do jogo a espaçonave inimiga quando um tiro

Leia mais

Bruno Pereira Evangelista. www.brunoevangelista.com

Bruno Pereira Evangelista. www.brunoevangelista.com Bruno Pereira Evangelista www.brunoevangelista.com 2 Classes de jogo Audio XACT Cenários 3D / Malhas 3D Vértices / Tipos de Primitivas / Convenções XNA Pipeline de processamento Classe BasicEffect Câmera

Leia mais

Bruno Pereira Evangelista.

Bruno Pereira Evangelista. Bruno Pereira Evangelista www.brunoevangelista.com 2 Estrutura do jogo Criando Jogos 2D Sistema de coordenadas 2D Sprites, Texturas Desenhando sprites Entrada de dados (Controle, Teclado, Mouse) Movendo

Leia mais

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Atirar com a espaçonave e movimentar o cenário de fundo do jogo.

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Atirar com a espaçonave e movimentar o cenário de fundo do jogo. META Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA Conteudista: André Luiz Brazil Aula 7: ACRESCENTANDO TIROS E UM CENÁRIO ESPACIAL AO SEU JOGO Atirar com a espaçonave e movimentar o cenário de

Leia mais

XNA Game Studio Express. Introdução. aos Shaders. Aula 9. Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao.com

XNA Game Studio Express. Introdução. aos Shaders. Aula 9. Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao.com XNA Game Studio Express Aula 9 Introdução aos Shaders Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao.com Pós em Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos - IESB Agenda: Aula 9 A história até aqui Revisão Matrizes

Leia mais

ENG1000 Introdução à Engenharia

ENG1000 Introdução à Engenharia ENG1000 Introdução à Engenharia Aula 02 Introdução ao Game Design Edirlei Soares de Lima Introdução O que é um jogo? Jogar uma bola contra uma parede pode ser considerado um jogo?

Leia mais

Criando um Jogo de Ping Pong no Unity tipo 2D

Criando um Jogo de Ping Pong no Unity tipo 2D Criando um Jogo de Ping Pong no Unity tipo 2D Criação do Jogo Crie um novo projeto do tipo 2D com nome PingPong2D. File New Project. Escolha o diretório e nome para salvar e como do tipo 2D. Veja abaixo:

Leia mais

Desenvolvendo jogos com MonoGame*

Desenvolvendo jogos com MonoGame* Desenvolvendo jogos com MonoGame* Por Bruno Sonnino Muitos desenvolvedores querem desenvolver jogos. E porque não? Jogos estão entre os mais vendidos na história da computação e as fortunas envolvidas

Leia mais

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Incorporar uma trilha sonora e um som de tiro ao jogo espacial.

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Incorporar uma trilha sonora e um som de tiro ao jogo espacial. META Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA Conteudista: André Luiz Brazil Aula 8: ACRESCENTANDO SONS AO SEU JOGO Incorporar uma trilha sonora e um som de tiro ao jogo espacial. OBJETIVOS

Leia mais

Jogo do NEEC. Primeiramente, criamos uma nova Actividade. File > New > Class

Jogo do NEEC. Primeiramente, criamos uma nova Actividade. File > New > Class Jogo do NEEC Jogo do NEEC Primeiramente, criamos uma nova Actividade File > New > Class Source folder: JogoDoNEEC/src Package: org.neecist.jogodoneec Name: JogoDoNEEC Superclass: android.app.activity Browse

Leia mais

Jogos Eletrônicos. Aula 01 Jogos Eletrônicos e Game Design. Edirlei Soares de Lima <edirlei.lima@uniriotec.br>

Jogos Eletrônicos. Aula 01 Jogos Eletrônicos e Game Design. Edirlei Soares de Lima <edirlei.lima@uniriotec.br> Jogos Eletrônicos Aula 01 Jogos Eletrônicos e Game Design Edirlei Soares de Lima Introdução O que é um jogo? Jogar uma bola contra uma parede pode ser considerado um jogo? Introdução

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, ARTES. Diploma: Diploma de 1º Ciclo Total ECTS: 6

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, ARTES. Diploma: Diploma de 1º Ciclo Total ECTS: 6 EISI-2312 UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, ARTES E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Curso: CINEMA, VÍDEO E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA Diploma: Diploma de

Leia mais

Desenvolvendo um jogo para Android com AndEngine

Desenvolvendo um jogo para Android com AndEngine andengine_ Desenvolvendo um jogo para Android com AndEngine Aprenda tudo sobre essa Engine e desenvolva seus próprios jogos para Android bem, veremos como funciona uma Engine para criação de jogos, quais

Leia mais

Tutorial para o Desenvolvimento de Jogos 2D usando a Linguagem Java

Tutorial para o Desenvolvimento de Jogos 2D usando a Linguagem Java Tutorial para o Desenvolvimento de Jogos 2D usando a Linguagem Java Soraia Teixeira Barbosa 1, Carlos Vitor de Alencar Carvalho 2 1 Universidade Severino Sombra, Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Leia mais

Treinamento T2Ti Jogos - Java Básico

Treinamento T2Ti Jogos - Java Básico Treinamento T2Ti Jogos - Java Básico Desenvolvendo um jogo digital em java O treinamento "Desenvolvimento de Jogos Digitais - Java Básico" tem como objetivo preparar o aluno para o desenvolvimento completo

Leia mais

WEBGIS Sistema Informativo Territorial

WEBGIS Sistema Informativo Territorial PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA WEBGIS Sistema Informativo Territorial MANUAL DE UTILIZAÇÃO Autor: Rony Camargo de Brito Primeira edição: 20-06-2008 Atualizado: 08-10-2008 Todos os Direitos Reservados

Leia mais

GraphicsLib Biblioteca Gráfica 2D. Documentação

GraphicsLib Biblioteca Gráfica 2D. Documentação GraphicsLib Biblioteca Gráfica 2D Documentação Edirlei Soares de Lima elima@inf.puc-rio.br Sumário 1 Instalação e Configuração... 4 2 Manual de Utilização... 10 2.1 Estrutura de um Programa... 10 2.2 Loop

Leia mais

SOP aplicado em um jogo tipo de corrida usando a arquitetura cliente e servidor

SOP aplicado em um jogo tipo de corrida usando a arquitetura cliente e servidor SOP aplicado em um jogo tipo de corrida usando a arquitetura cliente e servidor Resumo Alisson Rafael Appio alissonr.appio@gmail.com Aplicar o paradigma de programação Subject-Oriented Programming (SOP)

Leia mais

Simulador para Auto-escola

Simulador para Auto-escola Simulador para Auto-escola João Kleber Indena Martins 1, Marcos Danilo da Silva 2, Mauricio José Alves Bolzam 3 Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciência da Computação, Av. Shishima Hifumi,

Leia mais

Bruno Pereira Evangelista. www.brunoevangelista.com

Bruno Pereira Evangelista. www.brunoevangelista.com Bruno Pereira Evangelista www.brunoevangelista.com 2 Introdução Shaders Pipeline de Renderização Evolução dos Shaders Como Programar Shaders Programando Shaders com XNA Ferramentas Conclusões 3 Durante

Leia mais

Introdução ao Fireworks CS4

Introdução ao Fireworks CS4 Introdução ao Fireworks CS4 Profa. Flávia Pereira de Carvalho Fontes: Adobe Fireworks CS4 Design para Web Processor Alfamídia Criação de Sites: Layout e Projetos - Processor Alfamídia Crie, Anime e Publique

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos

Introdução a Programação de Jogos Introdução a Programação de Jogos Aula 07 Utilizando Imagens na PlayLib Prof. Augusto Baffa < abaffa@inf.puc-rio.br> Biblioteca Gráfica - PlayLib Conjunto de funções para criação e manipulação de formas

Leia mais

Introdução ao Fireworks CS4

Introdução ao Fireworks CS4 Introdução ao Fireworks CS4 Profa. Flávia Pereira de Carvalho Fontes: Adobe Fireworks CS4 Design para Web Processor Alfamídia Criação de Sites: Layout e Projetos - Processor Alfamídia Crie, Anime e Publique

Leia mais

Formação em game programming: 01 - Introdução à programação

Formação em game programming: 01 - Introdução à programação Formação em game programming: Para que um jogo eletrônico funcione adequadamente como foi projetado, é necessário que ele esteja corretamente programado. Todas as funções de controle de personagens e objetos

Leia mais

Utilização. de Shaders de efeitos realistas para jogos. Bruno Pereira Evangelista. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Utilização. de Shaders de efeitos realistas para jogos. Bruno Pereira Evangelista. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Utilização de Shaders para criação de efeitos realistas para jogos Bruno Pereira Evangelista Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Sumário 2/48 Apresentação pessoal Introdução Pipeline de renderização

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL PAULO LEMINSKI APOSTILA SOBRE O BROFFICE IMPRESS

COLÉGIO ESTADUAL PAULO LEMINSKI APOSTILA SOBRE O BROFFICE IMPRESS COLÉGIO ESTADUAL PAULO LEMINSKI APOSTILA SOBRE O BROFFICE IMPRESS CURITIBA 2014 2 Conteúdo Definição:... 2 Detalhando a tela:... 4 BARRA DE FERRAMENTAS DESENHO... 4 PREENCHIMENTOS... 5 RÉGUAS E GUIAS...

Leia mais

Seleção Retangular Esta é uma das ferramentas mais usadas. A seleção será indicada pelas linhas tracejadas que fazem a figura de um retângulo.

Seleção Retangular Esta é uma das ferramentas mais usadas. A seleção será indicada pelas linhas tracejadas que fazem a figura de um retângulo. O que é o Gimp? O GIMP é um editor de imagens e fotografias. Seus usos incluem criar gráficos e logotipos, redimensionar fotos, alterar cores, combinar imagens utilizando o paradigma de camadas, remover

Leia mais

Relatório final de INF2607 - Animação por Computador e Jogos

Relatório final de INF2607 - Animação por Computador e Jogos Relatório final de INF2607 - Animação por Computador e Jogos Rafael Diniz Lab. Telemídia, PUC-Rio rafaeldiniz@telemidia.puc-rio.br 3 de fevereiro de 2014 Resumo Este é o relatório final do trabalho desenvolvido

Leia mais

C D. C) Coleções: é usada para organizar o conteúdo de áudio, vídeo e imagens em pastas, buscando facilitar a montagem do storyboard.

C D. C) Coleções: é usada para organizar o conteúdo de áudio, vídeo e imagens em pastas, buscando facilitar a montagem do storyboard. 1 Windows Movie Maker XP O Windows Movie Maker é um software de edição de vídeos que permite criar e editar filmes caseiros, inserindo efeitos, músicas, legendas e transições. O vídeo pode ser criado a

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RIO GRANDE DO NORTE Programação de Computadores Um pouco de diversão - libgosu O exemplo desenvolvido nesta apresentação é o mesmo do tutorial GOSU,

Leia mais

Computação Gráfica. Renderização em Tempo Real. Erivaldo Xavier de Lima Filho desadoc@gmail.com

Computação Gráfica. Renderização em Tempo Real. Erivaldo Xavier de Lima Filho desadoc@gmail.com Computação Gráfica Renderização em Tempo Real Erivaldo Xavier de Lima Filho desadoc@gmail.com Computação Gráfica É a síntese de imagens por computador Consiste de vários passos: o Modelagem o Renderização

Leia mais

Trabalho GA - Editor de Cenário Parallax

Trabalho GA - Editor de Cenário Parallax Objetivo A tarefa consiste em criar um editor gráfico de cenários para jogos 2D com visão lateral. O editor deve permitir que o usuário trabalhe com camadas, para simular o efeito parallax. O usuário pode

Leia mais

Componentes de um Jogo Abertura, Encerramento Configuração de Dispositivos Trilha Sonora, Efeitos Sonoros Créditos, Scores, Recursos Multiplayer,...

Componentes de um Jogo Abertura, Encerramento Configuração de Dispositivos Trilha Sonora, Efeitos Sonoros Créditos, Scores, Recursos Multiplayer,... Prof. Osório / Unisinos 2005-2 Web: http://inf.unisinos.br/~osorio/jogos-gt.html Componentes de um Jogo Abertura, Encerramento Configuração de Dispositivos Trilha Sonora, Efeitos Sonoros Créditos, Scores,

Leia mais

XNA Gesture Interface Framework: Um Framework para Interfaces Gestuais em Windows Phone

XNA Gesture Interface Framework: Um Framework para Interfaces Gestuais em Windows Phone XNA Gesture Interface Framework: Um Framework para Interfaces Gestuais em Windows Phone Hugo F. De Campos, Gabriel M. Matsuda, Ricardo M. dos Santos, Luciano Silva Laboratório de Processamento Gráfico

Leia mais

PlayLib Educational Game Programming Library Documentação

PlayLib Educational Game Programming Library Documentação PlayLib Educational Game Programming Library Documentação Edirlei Soares de Lima elima@inf.puc-rio.br Sumário 1 Instalação e Configuração no Visual Studio 2010... 4 2 Estrutura de um Programa... 11 3 Loop

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Sistemas Operacionais Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Estruturas de Sistemas Operacionais Um sistema operacional fornece o ambiente no qual os programas são executados. Internamente,

Leia mais

Apostila de Windows Movie Maker

Apostila de Windows Movie Maker Apostila de Windows Movie Maker Autor: João Paulo da Silva Apostila de Windows Movie Maker Autor: João Paulo da Silva 2 Índice Introdução ao Windows Movie Maker...03 O que é o Windows Movie Maker?...03

Leia mais

MARCOS GEODÉSICOS / REFERÊNCIAS DE NÍVEL

MARCOS GEODÉSICOS / REFERÊNCIAS DE NÍVEL MARCOS GEODÉSICOS / REFERÊNCIAS DE NÍVEL MANUAL DE UTILIZAÇÃO TERMO DE USO E COMPROMISSO As informações contidas neste aplicativo Marcos Geodésicos/Referências de Nível, com exceção às monografias (para

Leia mais

Programando Jogos em Delphi Animação, Lógica e Controle versão orientada à objetos

Programando Jogos em Delphi Animação, Lógica e Controle versão orientada à objetos Programando Jogos em Delphi Animação, Lógica e Controle versão orientada à objetos Antônio Sérgio de S. Vieira 1 Corrigida e Melhorada - 2011 1. Introdução sergiosvieira@hotmail.com Este texto foi escrito

Leia mais

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos.

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. Do ábaco ao palmtop. Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. O ábaco é um instrumento mecânico usado

Leia mais

Introdução à Engenharia ENG1000

Introdução à Engenharia ENG1000 Introdução à Engenharia ENG1000 Aula 11 Utilizando Imagens na PlayLib Prof. Augusto Baffa < abaffa@inf.puc-rio.br> Baseado no material criado por Edirlei Soares de Lima Biblioteca

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos

Introdução a Programação de Jogos Introdução a Programação de Jogos Aula 08 Utilizando Sprites e Áudio na PlayLib Prof. Augusto Baffa < abaffa@inf.puc-rio.br> Biblioteca Gráfica - PlayLib Conjunto de funções para criação e manipulação

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Conteúdo s: Aspetos genéricos sobre o trabalho com imagens computacionais. Imagens computacionais e programas que criam ou manipulam esse tipo de imagens.

Leia mais

Programando Jogos com Delphi (LÓGICA, ANIMAÇÃO, CONTROLE) Autor: Antônio Sérgio de Sousa Vieira Email: sergiosvieira@hotmail.com

Programando Jogos com Delphi (LÓGICA, ANIMAÇÃO, CONTROLE) Autor: Antônio Sérgio de Sousa Vieira Email: sergiosvieira@hotmail.com Programando Jogos com Delphi (LÓGICA, ANIMAÇÃO, CONTROLE) Autor: Antônio Sérgio de Sousa Vieira Email: sergiosvieira@hotmail.com Introdução Este texto foi escrito para pessoas que se interessam pela arte

Leia mais

Introdução à Engenharia ENG1000

Introdução à Engenharia ENG1000 Introdução à Engenharia ENG1000 Aula 14 Vetores, Matrizes e Tabelas 2016.1 Prof. Augusto Baffa Introdução Até agora nós temos usado variáveis simples para armazenar valores usados

Leia mais

Interfaces Gráficas: Interações Complexas

Interfaces Gráficas: Interações Complexas Interfaces Gráficas: 21 Interações Complexas 21.5 O contexto gráfico Os componentes de uma interface gráfica são desenhados na tela do computador a partir de primitivas que permitem a construção de linhas,

Leia mais

Aula 14: Sons e imagens

Aula 14: Sons e imagens Aula 14: Sons e imagens Kaya Sumire Abe kaya.sumire@gmail.com Diego de Faria do Nascimento df.nascimento93@gmail.com 14/11/2012 Resumo As últimas aulas abordaram programas que utilizam GUI e como tratar

Leia mais

%0/"1&2$&$3*$34+/!+&.05#!.62!+& #*+!&,&'-&"$.$"#/$&

%0/1&2$&$3*$34+/!+&.05#!.62!+& #*+!&,&'-&$.$#/$& !"#$%'()( %0/"12$$3*$34+/!+.05#!.62!+ #*+!,'-"$.$"#/$ 43#3)56(76'()( 48039:/;?8#/" @0/A$""/0; BC-2BBDEF!+GEGFFBEHIG #$.+)789:;?@ 8

Leia mais

Programação Orientada a Objetos - 3º semestre AULA 08 Prof. André Moraes

Programação Orientada a Objetos - 3º semestre AULA 08 Prof. André Moraes Pág 50 Programação Orientada a Objetos - 3º semestre AULA 08 Prof. André Moraes 10 CORREÇÃO DE QUESTÕES DE AVALIAÇÃO 1 PARTE I - AVALIAÇÃO TEÓRICA 11 RESPONDA AS QUESTÕES ABAIXO: A) Qual a diferença entre

Leia mais

Capítulo 5. Figura 5.2. Conector para o monitor.

Capítulo 5. Figura 5.2. Conector para o monitor. Capítulo 5 Placas de vídeo Visão geral das placas de vídeo Esta placa está presente em todos os PCs, exceto nos que possuem placas de CPU com os circuitos de vídeo embutidos. A maioria dos PCs produzidos

Leia mais

Casamento de Padrões

Casamento de Padrões Universidade Estadual de Campinas Instituto de Computação Processamento e Análise de Imagens (MC940) Análise de Imagens (MO445) Casamento de Padrões Aluno: Alexandre Tolstenko Nogueira 072737 1. Introdução

Leia mais

Prática 19 e 20 Características de um bom jogo

Prática 19 e 20 Características de um bom jogo Prática 19 e 20 Características de um bom jogo 1. Objetivos Estudar os elementos essenciais no desenvolvimento de jogos Desenvolver um jogo em Flash 2. Recursos Necessários Computador com o programa Macromedia

Leia mais

Configurando o Gerenciamento de Cheques Recebidos. 01. Na retaguarda entre no guia cadastro > Gerais

Configurando o Gerenciamento de Cheques Recebidos. 01. Na retaguarda entre no guia cadastro > Gerais Configurando o Gerenciamento de Cheques Recebidos 01. Na retaguarda entre no guia cadastro > Gerais 1.1 Formas de Pagamento 1.2 Cadastrar Forma de Pagamento Cheque 1.3 Marcar a Opção Cheque 2.0 Configurar

Leia mais

Prática no Laboratório de Informática: Jogos no Programa Mais Educação

Prática no Laboratório de Informática: Jogos no Programa Mais Educação Prática no Laboratório de Informática: Jogos no Programa Mais Educação Escola Municipal de Ensino Fundamental Madre Teresa Laboratório com 18 máquinas com sistema operacional Linux Educacional Turma Mista

Leia mais

Ptex e outras ferramentas para modelagem de animação

Ptex e outras ferramentas para modelagem de animação Ptex e outras ferramentas para modelagem de animação Savyo Nóbrega (savyo@dsc.ufcg.edu.br) Agenda Motivação Conceitos Gerais Modelagem Matemática Mapeamento de texturas Softwares e ferramentas para modelagem

Leia mais

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual Maria Augusta Sakis Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma Máquina Virtual Máquinas virtuais são muito úteis no dia-a-dia, permitindo ao usuário rodar outros sistemas operacionais dentro de uma

Leia mais

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android (Organização do Ambiente) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

XNA Game Studio 2.0. Novidades e rede. Aula 1. Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao. AlexandreLobao.com

XNA Game Studio 2.0. Novidades e rede. Aula 1. Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao. AlexandreLobao.com XNA Game Studio 2.0 Aula 1 Novidades e rede Alexandre Santos Lobão contato@alexandrelobao AlexandreLobao.com Pós em Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos - IESB Agenda: Aulas 1 e 2 O que háh de novo no

Leia mais

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO Programa de Desenvolvimento BRASIL da SOLIDÁRIO Educação - PDE BLOG IBS Postando Resultados Mas afinal, para que serve o Blog e as postagens? Entre as escolas; Para o IBS; Para relatórios e evolução

Leia mais

Manual do KSnapshot 2

Manual do KSnapshot 2 Richard J. Moore Robert L. McCormick Brad Hards Revisão: Lauri Watts Desenvolvimento: Richard J Moore Desenvolvimento: Matthias Ettrich Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo

Leia mais

Professor: Ronilson Morais Lobo. Salvador / 2015

Professor: Ronilson Morais Lobo. Salvador / 2015 Professor: Ronilson Morais Lobo Salvador / 2015 Introdução Motivação: Criar uma metodologia, Protótipar cenários reais, Proporcionar jogos divertidos, intuitivos e colaborativos. Tecnologia, Conceitos

Leia mais

INF1771 - INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL TRABALHO 1 BUSCA HEURÍSTICA

INF1771 - INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL TRABALHO 1 BUSCA HEURÍSTICA INF1771 - INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL TRABALHO 1 BUSCA HEURÍSTICA Descrição: Durante o uma complicada batalha no 21º torneio de artes marciais, Kuririn acabou sendo morto pelo seu adversário. Agora a única

Leia mais

Técnicas para Animação de Imagens em Jogos 2D Utilizando Java

Técnicas para Animação de Imagens em Jogos 2D Utilizando Java Técnicas para Animação de Imagens em Jogos 2D Utilizando Java Silvano Maneck Malfatti 1 1 Faculdade Católica do Tocantins (FACTO) Palmas TO Brasil Malfatti@catolica-to.edu.br Resumo. Um dos recursos que

Leia mais

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO PROCESSADOR TEGRA 2

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO PROCESSADOR TEGRA 2 LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO PROCESSADOR TEGRA 2 SANTO AMARO 2011 ANGELO RAMOS JACKELINE BARBOSA JEANDERVAL SANTOS PROCESSADOR TEGRA 2 Trabalho apresentado ao Instituto Federal de Ciências e Tecnologia da

Leia mais

LIBREOFFICE: APRESENTAÇÃO COM O IMPRESS. Professor: Francisco Dantas Nobre Neto E-mail: dantas.nobre@ifpb.edu.br

LIBREOFFICE: APRESENTAÇÃO COM O IMPRESS. Professor: Francisco Dantas Nobre Neto E-mail: dantas.nobre@ifpb.edu.br LIBREOFFICE: APRESENTAÇÃO COM O IMPRESS Professor: Francisco Dantas Nobre Neto E-mail: dantas.nobre@ifpb.edu.br LibreOffice? Suíte de escritório (Office):? Conjunto de programas que permite criar textos,

Leia mais

Aula 3 TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS PROGRAMACAO E INTEGRACAO DE JOGOS I. Marcelo Henrique dos Santos

Aula 3 TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS PROGRAMACAO E INTEGRACAO DE JOGOS I. Marcelo Henrique dos Santos Aula 3 Email: marcelosantos@outlook.com marcellohenrique@outlook.com Twitter: @marcellohsantos Apresentação Comparativa Apresentação Comparativa O QUE É UMA GAME ENGINE? Apresentação Comparativa O QUE

Leia mais

A (R)evolução dos Games

A (R)evolução dos Games A (R)evolução dos Games Meu Histórico... Guilherme Camargo, 37 anos Formação em Comunicação Social pela ESPM/97 FGV, Fundação Dom Cabral, Kellogg Marketing Academy + de 15 anos de experiência em consumo

Leia mais

Desenvolvimento de uma Biblioteca de Funções para Simulação no Torque Game Engine

Desenvolvimento de uma Biblioteca de Funções para Simulação no Torque Game Engine Desenvolvimento de uma Biblioteca de Funções para Simulação no Torque Game Engine Bruno Baère Pederassi Lomba de Araujo Orientador: Bruno Feijó Dept. de Informática, PUC-Rio PIBIC Programa Institucional

Leia mais

Insight Teacher Quickstart Guide

Insight Teacher Quickstart Guide 1 2 Site de Internet: www.faronics.com E-mail: sales@faronics.com Telefone: (+1) 800-943-6422 ou (+1) 604-637-3333 Fax: (+1) 800-943-6488 ou (+1) 604-637-8188 Horário: de segunda-feira a sexta-feira, das

Leia mais

Design de Games: A importância da estética. utilizada na interface de um game.

Design de Games: A importância da estética. utilizada na interface de um game. Design de Games: A importância da estética utilizada na interface de um game. Edival Oliveira Lago Filho* Resumo: O artigo tem como objetivo, refletir sobre a importância da estética aplicada sobre o design

Leia mais

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA EE Odilon Leite Ferraz PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA AULA 1 APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA Apresentação dos Estagiários Apresentação do Programa Acessa

Leia mais

PASSO A PASSO MOVIE MAKER

PASSO A PASSO MOVIE MAKER PASSO A PASSO MOVIE MAKER Nesta etapa, você deverá apresentar o programa e ajudá-los a montarem o filme. Veja como é fácil. Siga as instruções do passo-a-passo: DICA O que é o Movie Maker? Com o Microsoft

Leia mais

Anderson Pereira, Emerson Demetrio, Fernando Mateus, Lucas Bergmann

Anderson Pereira, Emerson Demetrio, Fernando Mateus, Lucas Bergmann Anderson Pereira, Emerson Demetrio, Fernando Mateus, Lucas Bergmann Sistema Operacional E no inicio... Windows CE: - Sistema Operacional criado pela Microsoft para dispositivos sistemas embarcados (Tablet

Leia mais

Desenvolvimento de cenários 3D com estereoscopia utilizando a engine de jogos UDK Unreal Development Kit. Hipólito Douglas França Moreira

Desenvolvimento de cenários 3D com estereoscopia utilizando a engine de jogos UDK Unreal Development Kit. Hipólito Douglas França Moreira Desenvolvimento de cenários 3D com estereoscopia utilizando a engine de jogos UDK Unreal Development Kit Hipólito Douglas França Moreira Unreal Development Kit Desenvolvida para a construção de jogos,

Leia mais

Dominando Action Script 3

Dominando Action Script 3 Dominando Action Script 3 Segunda Edição (2014) Daniel Schmitz Esse livro está à venda em http://leanpub.com/dominandoactionscript3 Essa versão foi publicada em 2014-05-02 This is a Leanpub book. Leanpub

Leia mais

Escrito por Dom, 16 de Outubro de 2011 13:13 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:25

Escrito por Dom, 16 de Outubro de 2011 13:13 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:25 Preço R$ 129.00 Compre aqui Entre definitivamente para o mundo 3d com essa espetacular ferramenta. Que tal você aprender a criar um ambiente virtual, jogo, simulador... e sem precisar saber programar?

Leia mais

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Fazer explodir a espaçonave inimiga quando um tiro acertá-la.

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Fazer explodir a espaçonave inimiga quando um tiro acertá-la. META Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA Conteudista: André Luiz Brazil Aula 10: PRODUZINDO EFEITOS DURADOUROS (EXPLOSÕES) NO JOGO Fazer explodir a espaçonave inimiga quando um tiro acertá-la.

Leia mais

Ambiente Visual para o Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos

Ambiente Visual para o Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos Ambiente Visual para o Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos Diego Cordeiro Barboza 1, Júlio César da Silva 2 1 UNIFESO, Centro de Ciências e Tecnologia, Curso de Ciência da Computação, diego.cbarboza@gmail.com

Leia mais

Compositor de Impressão do QGIS

Compositor de Impressão do QGIS Compositor de Impressão do QGIS 1. Introdução O Compositor de Impressão é uma ferramenta oferecida pelo QGIS para elaborar a versão final dos mapas que serão impressos. Permite a definição de escala e

Leia mais

Visibilidade, Criação e Aplicação de Modelos de Vistas, Organização do Browser

Visibilidade, Criação e Aplicação de Modelos de Vistas, Organização do Browser Visibilidade, Criação e Aplicação de Modelos de Vistas, Organização do Browser Miriam Castanho Contier Arquitetura Esta palestra lhe mostrará: Como controlar a expressão gráfica do REVIT a partir do controle

Leia mais

Observações importantes:

Observações importantes: Fundação CECIERJ - Vice Presidência de Educação Superior a Distância Curso de Tecnologia em Sistemas de Computação Disciplina Criação de Páginas de WEB AD1 1 semestre de 2014. Observações importantes:

Leia mais

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Assuntos abordados Este módulo explora detalhes da construção de classes e objetos Construtores Implicações da

Leia mais

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama Manual do Remote Desktop Connection Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 O protocolo do Buffer de Quadro Remoto (Buffer de Quadro Remoto) 6 3 Usando o Remote Desktop

Leia mais

Harrison Kinsley Will McGugan

Harrison Kinsley Will McGugan Harrison Kinsley Will McGugan Novatec Original English language edition published by Apress, Copyright 2015 by Apress, Inc.. Portugueselanguage edition for Brazil copyright 2015 by Novatec Editora. All

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Formatos de Imagens

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Formatos de Imagens IntroduçãoàTecnologiaWeb HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage FormatosdeImagens ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger FormatosdeImagens Índice 1 FORMATOS

Leia mais