PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1"

Transcrição

1 PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1 SOUZA, Letiele Bruck de 2 ; COGO, Maurício Ricardo de Melo 2 ; SANTOS, Quídia 2 ; GINDRI, Amanda Leitão 3 ; FLORES, Rejane 4 1 Trabalho de Pesquisa Instituto Federal Farroupilha Campus São Vicente do Sul, RS, Brasil 2 Curso de Pós-Graduação em Produção Vegetal Instituto Federal Farroupilha Campus São Vicente do Sul, RS, Brasil 3 Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Departamento de Farmácia Industrial, Santa Maria, RS, Brasil 4 Professora Doutora do Laboratório de Cultura de Tecidos do Instituto Federal Farroupilha Campus São Vicente do Sul, RS, Brasil RESUMO O trabalho objetivou avaliar diferentes concentrações de Benzilaminopurina e ácido giberélico na propagação clonal do porta enxerto de macieira cv. Marubakaido. O meio utilizado foi o MS suplementado com GA 3 (ácido giberélico) na dosagem de 1,0 mgl -1 e BAP (Benzilaminopurina) nas dosagens de 0,5 mgl -1 e 1,0 mgl -1. Os segmentos nodais foram inoculados aos meios e levados para sala de crescimento com temperatura de 25 ±2ºC, fotoperíodo de 16/8 horas e intensidade luminosa de 40 µmolm -2 s -. Após os trinta dias de cultivo foram avaliados: a porcentagem de regeneração de brotos, o número médio de segmentos nodais e o comprimento médio de brotos. Os melhores resultados foram obtidos com as concentrações 0,5 mgl -1 de BAP e 1,0 mgl -1 de GA 3, para os parâmetros analisados. Concluindo que, tais reguladores de crescimento, promoveu um aumento significativo na taxa de multiplicação dos segmentos nodais do porta enxerto de macieira. Palavras-chave: Micropropagação; Cultuta de tecidos; Reguladores de crescimento 1. INTRODUÇÃO No Brasil, a região Sul se destaca no cultivo da macieira, mais precisamente, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde existem grandes pomares comerciais. O processo tradicional de produção de mudas de macieira é a enxertia de cultivares sobre porta-enxerto, que é um processo demorado e caro, sendo que neste processo podem ocorrer contaminações por vírus e doenças (DRIESSEN & SOUZA, 1986). Assim surge um grande interesse na multiplicação de mudas sadias. Através do uso da micropropagação in vitro pode-se obter uma grande quantidade de mudas livres de doenças, em um espaço mais 1

2 curto de tempo, em comparação com o método tradicionalmente utilizado na propagação da macieira (SCHUCH & PETERS, 1993). O porta-enxerto utilizado na macieira, foi o Marubakaido, cultivar selvagem de origem japonesa, vigorosa, de alta adaptabilidade a diferentes tipos de solo, resistente a Phytophthora sp. e ao pulgão lanígero, mais sensível a viroses, indicada para replantio ou plantio em baixa densidade (LOSSO & MONDIN, 1991). As técnicas de propagação in vitro são de grande importância para o desenvolvimento da cultura, pois além de eficientes, oferecem maior segurança com respeito ao aspecto fitossanitário das mudas produzidas (SILVEIRA et al.; 2001). Alguns tecidos demonstram dependência da presença de reguladores de crescimento exógeno no meio, enquanto outros produzem o que necessitam. As auxinas e as citocininas são classes de reguladores mais utilizadas. Entre as diferentes citocininas existentes destaca-se o BAP (Benzilaminopurina), por induzir a formação de grande número de brotos e alta taxa de multiplicação em sistemas de micropropagação (FACHINELLO et al., 1995; CALDAS et al., 1998) e as giberilinas, o ácido giberélico (GA 3 ) que estimulam o crescimento, provocam expansão celular e são efetivas no alongamento de brotações de macieiras (GEORGE, 1993). Com este trabalho objetivou-se avaliar o efeito de diferentes concentrações de BAP (Benzilaminopurina) e de GA 3 (ácido giberélico), de modo a otimizar a propagação clonal do porta-enxerto de macieira (Malus prunifolia) cv. Marubakaido. 2. METODOLOGIA O presente trabalho foi conduzido no laboratório de cultura de tecidos do Instituto Federal Farroupilha, Campus de São Vicente do Sul, RS. Foram utilizados, como explantes, segmentos nodais contendo uma gema do portaenxerto de macieira, (Malus prunifolia) cv Marubakaido, isentos de patógenos. O meio de cultura utilizado foi o MS (Murashige & Skoog, 1962), suplementado com GA3 (ácido giberélico) na dosagem de 1,0 mg L -1 para os tratamentos 2 e 4, e BAP (Benzilaminopurina) 0,5 mg L -1 para os tratamentos 1 e 2 e 1,0 mg L -1 para os tratamentos 3 e 4. O meio foi solidificado com 7 g por litro de ágar, sendo seu ph aferido para 5,8 antes da autoclavagem. Após preparado, o meio foi distribuído em tubos de ensaio (10 ml/tubo) com dimensões de 25 x 150 mm. Os tubos foram fechados com tampa de plástico e esterilizados em autoclave 2

3 horizontal, à temperatura de 120oC, durante 20 minutos. As plantas foram desinfestados com álcool 70%, e levados para câmara de fluxo laminar onde, com auxilio de pinça e bisturi foram retirados os segmentos nodais e inoculados aos tubos, os quais foram fechados e levados para sala de crescimento com temperatura de 25 ±2ºC, fotoperíodo de 16/8 horas de luz e escuro e intensidade luminosa de 40 µmolm -2 s -1, onde foram mantidos. O delineamento experimental utilizado foi completamente ao acaso, sendo seis repetições por tratamento e cada repetição formada por cinco tubos de ensaio. As avaliações ocorreram após trinta dias de cultivo, considerando porcentagem de regeneração de brotos, o número médio de segmentos nodais e o comprimento médio de brotos. 3. RESULTADOS E DISCUSSÕES Em relação aos tratamentos utilizados na cultivar de macieira, todas tiveram regeneração das brotações a partir dos trinta dias de cultivo in vitro, entretanto, apresentaram algumas diferenças. Analisando a Figura 1, verifica-se, quanto ao número médio de segmentos nodais que a taxa de multiplicação foi maior no tratamento contendo 0,5 mgl -1 de BAP e 1,0 mgl -1 de GA 3. Com a utilização, dessas concentrações, no meio de cultura obteve-se em média 96,7% de regeneração de brotos (Figura 2). Estudos realizados por Lane & McDouglad (1982) confirmam estes resultados, pois afirmam que a necessidade de fornecimento de BAP de forma exógena esta relacionada com a quantidade de citocina endógena que a cultivar possui, ou seja, o BAP do meio de cultura teria interagido com a mesma, influenciado a multiplicação dos brotos. Este efeito positivo, também é em relação a concentração do GA 3, que segundo Lane (1978) afirma que certas cultivares de macieira possuem giberilina endógenas, na qual em contato com o meio de cultura com presença deste regulador de crescimento, as plantas apresentam-se com uma ótima taxa de multiplicação. 3

4 Figura 1 - Número médio de segmentos nodais de macieira cv. Marubakaido com diferentes concentrações de BAP e GA 3. Figura 2 - Porcentagem de regeneração de brotos de macieira cv. Marubakaido com diferentes concentrações de BAP e GA 3. Quanto ao parâmetro comprimento médio dos brotos, a maior altura obtida, ocorreu nos tratamentos em que possuía as concentrações de giberilina 1,0 mgl- 1, ou seja, a maior concentração (Figura 3). Afirma Reeves et. al. (1985) que a adição de GA 3 no meio de cultura aumenta o comprimento dos brotos, pois este regulador de crescimento provoca uma expansão celular e consequentemente o alongamento dos brotos. Já a presença do BAP no 4

5 meio de cultura influenciou significativamente, pois as concentrações usadas foram de 1,0 mgl-1. Segundo Dustan et al.(1985) concentrações de BAP acima de 3,0 mgl-1 afetam a qualidade dos brotos de macieira, que no caso não ocorreu, pois as concentrações usadas estão abaixo deste parâmetro. Figura 3 - Comprimento médio dos brotos de macieira cv. Marubakaido com diferentes concentrações de BAP e GA CONCLUSÃO Pelos resultados obtidos no experimento, conclui-se que, as diferentes concentrações de Benzilaminopurina (BAP) e Acido Giberélico (GA 3 ) utilizados, promoveu um aumento significativo na taxa de multiplicação dos segmentos nodais e uma ótima propagação colonal do porta enxerto de macieira (Malus prunifolia) cv. Marubakaido. REFERÊNCIAS CALDAS, L.S.; HARADASAN, P.; FERREIRA, M.E. Meios Nutritivos. In: TORRES, A.C. & CALDAS, L.S. ed. Técnicas e aplicações da cultura de tecidos de plantas. Brasília: ABCTB/EMBRAPA - CNPH, 433p,

6 DRIESSEN, A.C.; SOUZA, J.J.C. de. Produção de mudas. In: EMPASC. Manual da cultura da macieira. Florianópolis, p. DUNSTAN, D.I.; TURNER, K.E.; LAZAROFFI, W.R. Propagation in vitro of apple rootstock M.4: effect of phytohormones on shoot quality. Plant cell, Tissue and Organ Culture, v.4, p , FACHINELLO, J.C.; HOFFMANN, A.; NACHTIGAL, J.C. et al. Propagação de plantas frutíferas de clima temperado. Editora e Gráfica Universitária - UFPEL. Pelotas, RS., p. GEORGE, E.F. Plant propagation by tissue culture. The technology. 2.ed. Edington: Exegetics, Part p. LANE, W.D. Regeneration of apple plants from shoot meristem tips. Plants Science Latters, v.13, p , 1978 LANE, W.D.; McDOUGALD, J.M. Shoot tissue culrure of apple: Comparative response of five cultivars do cytokinin and auxin. Canadian Journal of Plant Science, v.62, p , 1982 LOSSO, M; MONDIN, V. P. Sistema de produção para a cultura da macieira. DID/EMPASC. Florianópolis, p.(sistemas de Produção nº 19) MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A revised medium for rapid growth and biossays with tobacco tissue culture. Physiology Plantarum, v.15, p REEVES, D.W.; COUVILLON, G.A.; HORTON, B.D. Effect of giberellic acid (AG 3 ) on elongation and rooting of St. Julien A rootstock in vitro. Scientia Horticulturae, v.26, p , 1985 SILVEIRA, A. P.; CITADIN, I.; FORTES, G.R. de L. Multiplicação In Vitro do Porta-Enxerto de Macieira M-7 (Malus sp.) sob Diferentes Tipos e Concentrações de Auxinas. Rev. Bras. de AGROCIÊNCIA, v.7 n 2, p mai-ago, 2001 SCHUCH, M. W.; PETERS, J. A. Multiplicação in vitro de brotações de macieira. Pesq. Agropec. bras; Brasília, v.28, n.4, p , abr

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013, Belo Horizonte Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Sueli Lourdes Ferreira Tarôco (1), Erivelton

Leia mais

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG.

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG. PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO Valter de Oliveira Neves Júnior1; Zélio de Lima Vieira 1; Leandro Martins Prudente1; Rafael Benetti1; Sebastião Pedro da Silva Neto 2 1 Acadêmico PVIC/UEG

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DO PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 E CONTROLE DO CRESCIMENTO DE FUNGOS NO MEIO DE CULTURA.

PROPAGAÇÃO IN VITRO DO PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 E CONTROLE DO CRESCIMENTO DE FUNGOS NO MEIO DE CULTURA. PROPAGAÇÃO IN VITRO DO PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 E CONTROLE DO CRESCIMENTO DE FUNGOS NO MEIO DE CULTURA. Júlia Thomé1; René A. Nadal e Gabriel Werner Malkiewiez2; Aledson Rosa Torres3; Liliane

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR. Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas - PGMP

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR. Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas - PGMP MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR Paulo Roberto FARIA ; Sérgio Tadeu SIBOV ; Diego José CALDAS 2 ; Victor Fernando Rodrigues da SILVA 2 Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 EFEITO DE AIA E BAP NA MULTIPLICAÇÃO DE EUCALYPTUS UROGRANDIS TÂNIA REGINA BATISTA 1, EVÂNIA GALVÃO MENDONÇA 2 ; VANESSA STEIN 3, LUCIANO VILELA PAIVA 4, BRENO RÉGIS SANTOS 5 RESUMO A área de florestas

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Caroline Ribeiro Tunes 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluno do Curso de Biotecnologia; Campus

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA WILSON BARBOSA; FERNANDO ANTONIO CAMPO DALL ORTO ; MÁRIO OJIMA; SÔNIA APARECIDA FERRAZ DE CAMPOS; ANTONIO FERNANDO CAETANO TOMBOLATO I RESUMO O

Leia mais

MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS -

MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS - MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS - Data limite para envio: até 08 de junho de 2014 Modalidades de apresentação: Comunicação Oral e Pôster

Leia mais

INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. INTRODUÇÃO

INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. INTRODUÇÃO Página 270 INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. Wesley Machado 1, Andréa Almeida Carneiro 2 e Gracielle Teodora da Costa Pinto Coelho 3 1 Agrônomo, Pós-graduando em Biotecnologia,

Leia mais

Protocolo para desinfestação, multiplicação e enraizamento in vitro de Spathiphyllum wallisi 1

Protocolo para desinfestação, multiplicação e enraizamento in vitro de Spathiphyllum wallisi 1 Rev. Ciên. Agron., Fortaleza, v. 39, n. 01, p. 107-113, Jan.- Mar., 2008 Centro de Ciências Agrárias - Universidade Federal do Ceará www.ccarevista.ufc.br ISSN 1806-6690 Protocolo para desinfestação, multiplicação

Leia mais

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Karen

Leia mais

EFEITO DE BAP E CINETINA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-ROXO (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos)¹

EFEITO DE BAP E CINETINA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-ROXO (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos)¹ EFEITO DE BAP E CINETINA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-ROXO (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos)¹ PIMENTEL, Nathalia 2 ; HEBERLE, Michele 3 ; KIELSE, Paula 4 ; LENCINA, Kelen H. 5 ; FISCHER,Hardi

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluna do Curso de Biotecnologia; Campus de Gurupi; e-mail: rncrose@hotmail.com

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE MUSSAENDA (Mussaenda erythrophylla cv. Rosea) 1

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE MUSSAENDA (Mussaenda erythrophylla cv. Rosea) 1 e-issn 1983-463 - www.agro.ufg.br/pat - Pesq. Agropec. Trop., Goiânia, v. 4, n. 2, p. 26-212, abr./jun. 21 PROPAGAÇÃO IN VITRO DE MUSSAENDA (Mussaenda erythrophylla cv. Rosea) 1 Jacqueline Leite Almeida

Leia mais

Raíssa Fonseca. Organogênese Direta de Ipê-Branco (Tabebuia roseo-alba (Ridl.)Sand.)

Raíssa Fonseca. Organogênese Direta de Ipê-Branco (Tabebuia roseo-alba (Ridl.)Sand.) UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS - RIO CLARO Ciências Biológicas - Integral Raíssa Fonseca Organogênese Direta de Ipê-Branco (Tabebuia roseo-alba (Ridl.)Sand.)

Leia mais

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretariado de Estado da Educação e Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEG Departamento

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DO CULTIVO DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum) IN VITRO

PADRONIZAÇÃO DO CULTIVO DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum) IN VITRO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA 4ª Semana do Servidor e 5ª Semana Acadêmica 2008 UFU 30 anos PADRONIZAÇÃO DO CULTIVO DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum) IN VITRO Rafael Rogério Pereira da Silva (1), Universidade

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Paulo Sérgio Gomes da Rocha 1 ; Antonio Sergio do Amaral 1 ; Amito José Teixeira 1, Mayara Luana Coser Zonin 2 ; Sergio Delmar dos Anjos 3. INTRODUÇÃO O estabelecimento

Leia mais

11349 - Propagação vegetativa de Poiretia latifolia Vogel, uma espécie negligenciada

11349 - Propagação vegetativa de Poiretia latifolia Vogel, uma espécie negligenciada 11349 - Propagação vegetativa de Poiretia latifolia Vogel, uma espécie negligenciada Neglected plant species, in vitro and cutting propagation of Poiretia latifolia Vogel TEIXEIRA, Cristhian dos Santos¹;

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA ( 1 )

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA ( 1 ) PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA ( 1 ) WILSON BARBOSA ( 2 > 4 ), FERNANDO ANTONIO CAMPO DALL'ORTO ( 2 > 4 ), MÁRIO OJIMA ( 2 ), SÔNIA APARECIDA FERRAZ DE CAMPOS ( 3 ) e ANTONIO

Leia mais

Efeito da citocinina 6-bencilaminopurina na micropropagação in vitro da mamona utilizando o genótipo BRS nordestina

Efeito da citocinina 6-bencilaminopurina na micropropagação in vitro da mamona utilizando o genótipo BRS nordestina REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 Volume 8 - Número 2-2º Semestre 2008 Efeito da citocinina 6-bencilaminopurina na micropropagação in vitro da mamona utilizando o genótipo BRS nordestina

Leia mais

INTRODUÇÃO À CULTURA IN VITRO ASPECTOS PRÁCTICOS

INTRODUÇÃO À CULTURA IN VITRO ASPECTOS PRÁCTICOS Ana Paula Jacob INTRODUÇÃO À CULTURA IN VITRO ASPECTOS PRÁCTICOS Reguladores de Crescimento AUXINAS Naturais IAA; IBA Síntese NAA; 2,4-D; Dicamba Inibidores oxidação Fluoroglucinol; ácido ferrúlico CITOCININAS

Leia mais

MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-AMARELO (Handroanthus chrysotrichus)

MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-AMARELO (Handroanthus chrysotrichus) Pesquisas Agrárias e Ambientais doi: 1.14583/2318-767.v3n1a1 http://www.ufmt.br/nativa ISSN: 2318-767 MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-AMARELO (Handroanthus chrysotrichus) Mariane de Oliveira PEREIRA 1, Marcio

Leia mais

Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo

Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Priscila P. Botrel ; Juliana F. Sales,2 ; José E. B. P. Pinto ; Fabiano G. Silva,3 ; Vivian E. Nascimento ; Suzan K. V. Bertolucci.

Leia mais

PROPAGAÇÃO CLONAL DO EUCALIPTO Aplicações Biotecnológicas

PROPAGAÇÃO CLONAL DO EUCALIPTO Aplicações Biotecnológicas PROPAGAÇÃO CLONAL DO EUCALIPTO Aplicações Biotecnológicas ALOISIO XAVIER Professor Associado Departamento de Engenharia Florestal Universidade Federal de Viçosa - BRASIL Campinas/SP Brasil Abril - 2011

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DO MAMOEIRO: ESTAQUIA E CULTURA DE TECIDOS

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DO MAMOEIRO: ESTAQUIA E CULTURA DE TECIDOS PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DO MAMOEIRO: ESTAQUIA E CULTURA DE TECIDOS Evento: VI Simpósio do Papaya Brasileiro Omar Schmildt PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DO MAMOEIRO: ESTAQUIA E CULTURA DE TECIDOS Cultura de Tecidos:

Leia mais

Ciência Florestal ISSN: 0103-9954 cf@ccr.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil

Ciência Florestal ISSN: 0103-9954 cf@ccr.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ciência Florestal ISSN: 0103-9954 cf@ccr.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Vasconcelos Flôres, Andressa; Silveira Reiniger, Lia Rejane; Ritter Curti, Aline; Monteiro Carvalho Mori da Cunha,

Leia mais

Aluna cria professor virtual animado para processo de ensino

Aluna cria professor virtual animado para processo de ensino Aluna cria professor virtual animado para processo de ensino Imagine uma ferramenta que possa te auxiliar nas tarefas feitas no computador. Para motivar o interesse do aluno no aprendizado em ambiente

Leia mais

Ciência Florestal, Santa Maria, v. 21, n. 1, p. 175-182, jan.-mar., 2011 ISSN 0103-9954 RESUMO

Ciência Florestal, Santa Maria, v. 21, n. 1, p. 175-182, jan.-mar., 2011 ISSN 0103-9954 RESUMO Ciência Florestal, Santa Maria, v. 21, n. 1, p. 175-182, jan.-mar., 2011 ISSN 0103-9954 175 ESTABELECIMENTO E MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE Luehea divaricata Mart. & Zucc. 1 IN VITRO ESTABLISHMENT AND MULTIPLICATION

Leia mais

DESINFESTAÇÃO E ESTABELECIMENTO IN VITRO DE SEMENTES DE IPÊ AMARELO 1 RESUMO

DESINFESTAÇÃO E ESTABELECIMENTO IN VITRO DE SEMENTES DE IPÊ AMARELO 1 RESUMO DESINFESTAÇÃO E ESTABELECIMENTO IN VITRO DE SEMENTES DE IPÊ AMARELO 1 RAUBER, Marcelo A. 2 ; MAMBRIN, Ritieli 3 ; ROSA, Daniele P. 3 ; ERPEN, Lígia 3 ; HEBERLE, Michele 4 ; KIELSE, P. 5 ; LENCINA, Kelen

Leia mais

Desinfestação superficial, germinação e regeneração in vitro a partir de sementes de calêndula

Desinfestação superficial, germinação e regeneração in vitro a partir de sementes de calêndula Ciência Rural, Santa Desinfestação Maria, v.41, superficial, n.5, p.761-766, germinação mai, e 2011 regeneração in vitro a partir de sementes de calêndula. ISSN 0103-8478 761 Desinfestação superficial,

Leia mais

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA. 2

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA.   2 ANÁLISE COMPORTAMENTAL DE UM ACESSO DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EM RELAÇÃO A DOIS TIPOS DE MEIO DE CULTURA E DOSES DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL COMERCIAL Karen Cristina Fialho dos Santos 1, Antônio

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE PROTOCOLOS PARA MICROPROPAGAÇÃO DE ESPÉCIES DE BROMELIACEAE

DESENVOLVIMENTO DE PROTOCOLOS PARA MICROPROPAGAÇÃO DE ESPÉCIES DE BROMELIACEAE DESENVOLVIMENTO DE PROTOCOLOS PARA MICROPROPAGAÇÃO DE ESPÉCIES DE BROMELIACEAE Eldelon de Oliveira Pereira, Ester Ujiie Nogueira, Matheus Fonseca de Souza, Simone Paiva Caetano, Andreia Barcelos Passos

Leia mais

Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária do Estado da Paraíba S.A. - Emepa, E-mail: ailtonmmoraes@hotmail.com 3

Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária do Estado da Paraíba S.A. - Emepa, E-mail: ailtonmmoraes@hotmail.com 3 DESINFESTAÇÃO E ESTABELECIMENTO IN VITRO DE GEMAS AXILARES DE ABACAXIZEIRO Ailton Melo de Moraes, Francisco de Assis Cardoso Almeida e Jorge Cazé Filho Parte da tese de Doutorado do primeiro autor apresentada

Leia mais

UMA PLANTA MODELO. Kalanchoe daigremontiana

UMA PLANTA MODELO. Kalanchoe daigremontiana UMA PLANTA MODELO Kalanchoe daigremontiana O gênero Kalanchoe (família Crassulaceae, ordem Saxifragales) apresenta algumas interessantes adaptações a climas áridos e quentes, tais como a abertura noturna

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS MESTRADO EM PRODUÇÃO VEGETAL FERNANDA GRIMALDI PROPAGAÇÃO in vitro DE PEREIRA,

Leia mais

ACLIMATIZAÇÃO DE MUDAS DE PALMA FORRAGEIRA

ACLIMATIZAÇÃO DE MUDAS DE PALMA FORRAGEIRA ACLIMATIZAÇÃO DE MUDAS DE PALMA FORRAGEIRA Como fazer? MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO ACLIMATIZAÇÃO DE MUDAS DE PALMA FORRAGEIRA Lindomar Maria de Souza Marina Medeiros de Araújo Silva Jucilene

Leia mais

Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius

Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius 17 Workshop de Plantas Medicinais do Mato Grosso do Sul/7º Empório da Agricultura Familiar PPM Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius Felipe Ferreira 1 (IC)*, Fagner

Leia mais

65 Circular. Técnica. Autores

65 Circular. Técnica. Autores Procedimentos Para a Implantação de Um Laboratório de Cultivo de Tecidos 1 ISSN 0100-6460 65 Circular Técnica Campina Grande, PB Dezembro, 2002 Autores Julita Mª Frota Chagas Carvalho, Agrônoma, Dr. Pesquisadora

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VIVO E IN VITRO DE Cissus sicyoides, UMA PLANTA MEDICINAL

PROPAGAÇÃO IN VIVO E IN VITRO DE Cissus sicyoides, UMA PLANTA MEDICINAL PROPAGAÇÃO IN VIVO E IN VITRO DE Cissus sicyoides, UMA PLANTA MEDICINAL Ilka Nacif de ABREU 1, José Eduardo Brasil Pereira PINTO 2, Suzan Kelly Vilela BERTOLUCCI 2, Augusto Ramalho de MORAIS 2, Clara GEROMEL

Leia mais

Técnico de Laboratório Biotecnologia Vegetal

Técnico de Laboratório Biotecnologia Vegetal Técnico de Laboratório Biotecnologia Vegetal Caderno de Questões Prova Objetiva 2015 01 Para o preparo de uma solução de KCl a 2,5 mm deve-se diluir uma solução estoque que está na concentração de 20

Leia mais

Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos

Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos Cícero Pereira Cordão Terceiro Neto 1 ; Fred Carvalho Bezerra 2 ; Fernando Felipe Ferreyra Hernandez 1 ; José Vagner

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO CULTIVO IN VITRO DE BROTOS DE BATATA

MICROPROPAGAÇÃO CULTIVO IN VITRO DE BROTOS DE BATATA MICROPROPAGAÇÃO CULTIVO IN VITRO DE BROTOS DE BATATA A batata (Solanum tuberosum, família Solanaceae) é uma planta originária da região andina. No século XVI chegou à Europa onde, depois de vencer a resistência

Leia mais

AVALIAÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE

AVALIAÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE 34 AVALIAÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE Santos, D.C. dos 1 E Wendling, I. 2 RESUMO - Este trabalho objetivou avaliar os efeitos de diferentes

Leia mais

Propagação in vitro de coral-da-serra (Siphocampylus betulifolius) a partir de segmentos nodais

Propagação in vitro de coral-da-serra (Siphocampylus betulifolius) a partir de segmentos nodais Propagação in vitro de coral-da-serra... 257 Propagação in vitro de coral-da-serra (Siphocampylus betulifolius) a partir de segmentos nodais Claudimar Sidnei Fior 1, Adriana Maria Brentano 2, Janaína Alves

Leia mais

CONCENTRAÇÃO DE BENZILAMINOPURINA E AVALIAÇÃO DE PROTOCOLO PARA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE GENÓTIPOS DE BANANEIRA 1

CONCENTRAÇÃO DE BENZILAMINOPURINA E AVALIAÇÃO DE PROTOCOLO PARA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE GENÓTIPOS DE BANANEIRA 1 Pesquisa Agropecuária Tropical, 36 (1): 13-, 2006 13 CONCENTRAÇÃO DE BENZILAMINOPURINA E AVALIAÇÃO DE PROTOCOLO PARA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE GENÓTIPOS DE BANANEIRA 1 Juliana Domingues Lima 1 e Wilson

Leia mais

EFEITO DAS ESTAÇÕES DO ANO NA CALOGÊNESE E EMBRIOGÊNESE SOMÁTICA EM OITO GENÓTIPOS DE Coffea arabica

EFEITO DAS ESTAÇÕES DO ANO NA CALOGÊNESE E EMBRIOGÊNESE SOMÁTICA EM OITO GENÓTIPOS DE Coffea arabica FITO S STÇÕS O NO N LOGÊNS MRIOGÊNS SOMÁTI M OITO GNÓTIPOS offea arabica Julieta ndréa S. lmeida, Luis arlos S. Ramos mail: lcramos@iac.sp.gov.br, Luiz arlos Fazuoli Instituto gronômico de ampinas, ampinas,

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE PLANTAS DE BATATA-DOCE LIVRES DE VÍRUS A PARTIR DA REGENERAÇÃO DIRETA DE ÁPICES CAULINARES 1

RECUPERAÇÃO DE PLANTAS DE BATATA-DOCE LIVRES DE VÍRUS A PARTIR DA REGENERAÇÃO DIRETA DE ÁPICES CAULINARES 1 209 RECUPERAÇÃO DE PLANTAS DE BATATA-DOCE LIVRES DE VÍRUS A PARTIR DA REGENERAÇÃO DIRETA DE ÁPICES CAULINARES 1 Antonio Carlos Torres 2,DjalmaM.C.Teixeira 2, Antonio W. Moita 2, Magnólia de Araújo Campos

Leia mais

VIII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí VIII Jornada Científica. Propagação de calabura (Muntingia calabura L.) em duas épocas do ano

VIII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí VIII Jornada Científica. Propagação de calabura (Muntingia calabura L.) em duas épocas do ano VIII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus ambuí Propagação de calabura (Muntingia calabura L.) em duas épocas do ano Filipe Soares Nogueira¹; Jorge Estevão Machado Corrêa²; Ricardo Monteiro Corrêa³.

Leia mais

Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil

Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Rodrigues Soares, Joyce Dória; Almendagna Rodrigues, Filipe; Gomes de Araujo, Aparecida; Pasqual, Moacir; Aparecida

Leia mais

REVISTA CAATINGA ISSN 0100-316X UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO (UFERSA) Pro-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

REVISTA CAATINGA ISSN 0100-316X UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO (UFERSA) Pro-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPAGAÇÃO IN VITRO DA CULTURA DO ABACAXIZEIRO ORNAMENTAL (ANANAS LUCIDUS MILLER) Mychelle Karla Teixeira de Oliveira Estagiária da WG FRUTICULTURA LTDA. Baraúna-RN e aluna do Curso de Agronomia da UFERSA.,

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA VEGETAL

ANATOMIA E FISIOLOGIA VEGETAL ANATOMIA E FISIOLOGIA VEGETAL Relatório de Trabalhos Práticos 2012 Grupo nº4 Cláudia Soares 201105240 Cláudia Mateus 201102720 Edmundo Martins 201101526 Joana Maria Santos 201102749 Jorge Miguel Ramos

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DA MAMA-CADELA (Brosimum gaudichaudii Tréc.), UMA PLANTA MEDICINAL DO CERRADO: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA A PRODUÇÃO DE COMPOSTOS DE INTERESSE FARMACÊUTICO Marcus Vinícius de

Leia mais

APLICAÇÕES DA MICROPROPAGAÇÃO NA CLONAGEM DE Eucalyptus NO BRASIL

APLICAÇÕES DA MICROPROPAGAÇÃO NA CLONAGEM DE Eucalyptus NO BRASIL www.mag.go.cr/rev agr/inicio.htm www.cia.ucr.ac.cr Nota técnica APLICAÇÕES DA MICROPROPAGAÇÃO NA CLONAGEM DE Eucalyptus NO BRASIL Aloisio Xavier*, Wagner Campos Otoni** Palavras chave: Micropropagação,

Leia mais

GERMINAÇÃO E PROPAGAÇÃO IN VITRO

GERMINAÇÃO E PROPAGAÇÃO IN VITRO Ciência Florestal, Santa Maria, v. 22, n. 1, p. 1-9, jan.-mar., 2012 ISSN 0103-9954 GERMINAÇÃO E PROPAGAÇÃO IN VITRO DE CEREJEIRA (Amburana acreana (Ducke) A.C. Smith - FABACEAE) 1 IN VITRO GERMINATION

Leia mais

INFLUÊNCIA DA QUEBRA DE DORMÊNCIA NA GERMINAÇÃO IN VITRO DE SEMENTES DE PARICÁ

INFLUÊNCIA DA QUEBRA DE DORMÊNCIA NA GERMINAÇÃO IN VITRO DE SEMENTES DE PARICÁ INFLUÊNCIA DA QUEBRA DE DORMÊNCIA NA GERMINAÇÃO IN VITRO DE SEMENTES DE PARICÁ Andredy Murilo Trindade Amorim¹, Oriel Filgueira de Lemos², Camila Beatriz Lima de Souza ³,Dávia Rosane Rodrigues Leite 3

Leia mais

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro 20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação ANAIS 21 a 23 de setembro 2016 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

Meios nutritivos alternativos para propagação in vitro de plantas

Meios nutritivos alternativos para propagação in vitro de plantas Meios nutritivos alternativos para propagação in vitro de plantas Ricardo CABRAL 1 ; Poliane LOPES 1 ; Everton MORAIS 2 ; Mayler MARTINS 3 ; Ricardo CORRÊA 3. 1 Estudante de Engenharia de Produção e bolsista

Leia mais

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Mariana Conceição

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PIRACICABA - FATEC GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA EM BIOCOMBUSTÍVEIS

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PIRACICABA - FATEC GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA EM BIOCOMBUSTÍVEIS CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PIRACICABA - FATEC GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA EM BIOCOMBUSTÍVEIS MICROPROPAGAÇÃO DE CANA-DE-AÇÚCAR VIA ORGANOGÊNESE DIRETA DANIELA

Leia mais

Tecnologia de Alimentos. QUALIDADE DE PÊSSEGOS cv. Eldorado MINIMAMENTE PROCESSADOS E TRATADOS COM DIFERENTES ANTIOXIDANTES

Tecnologia de Alimentos. QUALIDADE DE PÊSSEGOS cv. Eldorado MINIMAMENTE PROCESSADOS E TRATADOS COM DIFERENTES ANTIOXIDANTES p. 1/5 Tecnologia de Alimentos QUALIDADE DE PÊSSEGOS cv. Eldorado MINIMAMENTE PROCESSADOS E TRATADOS COM DIFERENTES ANTIOXIDANTES 1 Rufino Fernando Flores Cantillano, 2 Maurício Seifert*, 2 Jardel Araujo

Leia mais

Desinfestação e estabelecimento in vitro de explantes de bananeira Thap maeo (sub grupo AAB) submetidos a concentrações de cloro ativo

Desinfestação e estabelecimento in vitro de explantes de bananeira Thap maeo (sub grupo AAB) submetidos a concentrações de cloro ativo DOI: 10.14295/CS.v6i4.712 Comunicata Scientiae 6(4): 412-417, 2015 Artigo e-issn: 2177-5133 www.comunicatascientiae.com.br Desinfestação e estabelecimento in vitro de explantes de bananeira Thap maeo (sub

Leia mais

CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO

CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO (IN VITRO GROWTH OF Dendrobium nobile LINDLEY WITH ACTIVED CHARCOAL) Renato Fernandes Galdiano Júnior 1,2 ; Pedro Cassoli

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO IN VITRO DE YACON (Smallanthus sonchifolius) IN VITRO MICROPROPAGATION OF YACON (Smallanthus sonchifolius)

MICROPROPAGAÇÃO IN VITRO DE YACON (Smallanthus sonchifolius) IN VITRO MICROPROPAGATION OF YACON (Smallanthus sonchifolius) 46 MICROPROPAGAÇÃO IN VITRO DE YACON (Smallanthus sonchifolius) IN VITRO MICROPROPAGATION OF YACON (Smallanthus sonchifolius) Marcelo Alvares de OLIVEIRA 1 Viviane Scarmínio BUSARCA 2 RESUMO O yacon é

Leia mais

Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas

Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas 121 Artigo Científico Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas ANA CRISTINA PORTUGAL PINTO DE CARVALHO 1, EMÍLIA

Leia mais

6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY

6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY Ciência Rural, Santa Maria, v.32, n.5, p.765-770, 2002 ISSN 0103-8478 765 6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY 6-BENZYLAMINO

Leia mais

Kaline Aguiar Gonzalez Vale

Kaline Aguiar Gonzalez Vale UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS NÚCLEO DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E MELHORAMENTO Kaline Aguiar Gonzalez Vale INTRODUÇÃO Biotecnologia???

Leia mais

Avaliação da Germinação e Crescimento de Toona ciliata var. australis

Avaliação da Germinação e Crescimento de Toona ciliata var. australis Avaliação da Germinação e Crescimento de Toona ciliata var. australis Josimar Rodrigues OLIVEIRA¹; eimar de Freitas DUARTE². ¹Graduando em Engenharia Agronômica e bolsista do CNPq Instituto Federal de

Leia mais

Avaliação de linhagens de alface tipo americana no município de Bambui-MG

Avaliação de linhagens de alface tipo americana no município de Bambui-MG Avaliação de linhagens de alface tipo americana no município de Bambui-MG Luiz Fernando Ghetti PEREIRA ¹ ; Raul Magalhães FERRAZ¹; Raiy Magalhães FERRAZ²; Luciano Donizete GONÇALVES³ 1 Estudante de Agronomia.

Leia mais

AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA

AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA ACTION OF THE 6-BENZYLAMINOPURINE AND OF THE LIGHT QUALITY ON THE

Leia mais

MEIOS DE CULTURA DESENVOLVIMENTO OU PRODUÇÃO DE MEIOS DE CULTURA. Necessidade Bactérias Leveduras

MEIOS DE CULTURA DESENVOLVIMENTO OU PRODUÇÃO DE MEIOS DE CULTURA. Necessidade Bactérias Leveduras MEIOS DE CULTURA Associação equilibrada de agentes químicos (nutrientes, ph, etc.) e físicos (temperatura, viscosidade, atmosfera, etc) que permitem o cultivo de microorganismos fora de seu habitat natural.

Leia mais

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL E MATERIAIS UTILIZADOS

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL E MATERIAIS UTILIZADOS 51 3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL E MATERIAIS UTILIZADOS 3.1. Biocidas utilizados Os compostos químicos utilizados nos experimentos de corrosão e análise microbiológica foram o hipoclorito de sódio e o peróxido

Leia mais

Propriedades físicas de um Cambissolo submetido a períodos de pastejo rotacionado

Propriedades físicas de um Cambissolo submetido a períodos de pastejo rotacionado Propriedades físicas de um Cambissolo submetido a períodos de pastejo rotacionado Rostirolla, P. 1 ; Miola, E. C. C. 2 ; Suzuki, L. E. A. S. 1 ; Bitencourt Junior, D. 3 ; Matieski, T. 1 ; Moreira, R. M.

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS PRÉ BROTADAS (MPB) DE CANA-DE-AÇUCAR EM DIFERENTE ESTRATÉGIAS DE IRRIGAÇÃO

PRODUÇÃO DE MUDAS PRÉ BROTADAS (MPB) DE CANA-DE-AÇUCAR EM DIFERENTE ESTRATÉGIAS DE IRRIGAÇÃO PRODUÇÃO DE MUDAS PRÉ BROTADAS (MPB) DE CANA-DE-AÇUCAR EM DIFERENTE ESTRATÉGIAS DE IRRIGAÇÃO L. G. Silva 1 ; E. F. Fraga Júnior 2 ; R. A. Santos 3 RESUMO: O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar,

Leia mais

ESTADO FÍSICO DO MEIO DE CULTURA NA PROPAGAÇÃO IN VITRO DE BROMELIACEAE

ESTADO FÍSICO DO MEIO DE CULTURA NA PROPAGAÇÃO IN VITRO DE BROMELIACEAE Scientia Agraria ISSN 1519-1125 (printed) and 1983-2443 (on-line) MENGARDA, L.H.G. et al. Estado físico do meio de cultura na propagação... ESTADO FÍSICO DO MEIO DE CULTURA NA PROPAGAÇÃO IN VITRO DE BROMELIACEAE

Leia mais

FONTES E DOSES DE RESÍDUOS ORGÂNICOS NA RECUPERAÇÃO DE SOLO DEGRADADO SOB PASTAGENS DE Brachiaria brizantha cv. MARANDÚ

FONTES E DOSES DE RESÍDUOS ORGÂNICOS NA RECUPERAÇÃO DE SOLO DEGRADADO SOB PASTAGENS DE Brachiaria brizantha cv. MARANDÚ FONTES E DOSES DE RESÍDUOS ORGÂNICOS NA RECUPERAÇÃO DE SOLO DEGRADADO SOB PASTAGENS DE Brachiaria brizantha cv. MARANDÚ Carlos Augusto Oliveira de ANDRADE 1 ; Rubens Ribeiro da SILVA. 1 Aluno do Curso

Leia mais

ISSN 1517-5111 Dezembro, 2002 58. Princípios da Cultura de Tecidos Vegetais

ISSN 1517-5111 Dezembro, 2002 58. Princípios da Cultura de Tecidos Vegetais ISSN 1517-5111 Dezembro, 2002 58 Princípios da Cultura de Tecidos Vegetais ISSN 1517-5111 Dezembro, 2002 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Cerrados Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

Efeito do 6- benzilaminopurina (BAP) e do ácido indolacético (AIA) na propagação in vitro da caapeba [Pothomorphe peltata (L.) Miq.

Efeito do 6- benzilaminopurina (BAP) e do ácido indolacético (AIA) na propagação in vitro da caapeba [Pothomorphe peltata (L.) Miq. 76 Efeito do 6- benzilaminopurina (BAP) e do ácido indolacético (AIA) na propagação in vitro da caapeba [Pothomorphe peltata (L.) Miq.] SCHWERTNER, A.B.S. 1 *; NAGAO, E.O. 2 ; HIDALGO, A.F. 2 ; ZAFFARI,

Leia mais

Efeito de diferentes substratos na aclimatação ex vitro de mudas de Violeta Africana (Saintpaulia ionantha Wendl) 1

Efeito de diferentes substratos na aclimatação ex vitro de mudas de Violeta Africana (Saintpaulia ionantha Wendl) 1 REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 Volume 4- Número 2-2º Semestre 2004 Efeito de diferentes substratos na aclimatação ex vitro de mudas de Violeta Africana (Saintpaulia ionantha Wendl)

Leia mais

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro 61 Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro Aparecida Gomes de Araujo¹, Milena M. de J. Ribeiro 2, Zilna B. de R. Quirino 3, Ana da S. Lédo 4, Jaci L. Vilanova-Neta

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE GERMOPLASMA DE TAIOBA (Xanthosoma sagittifolium (L.) SCHOTT)

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE GERMOPLASMA DE TAIOBA (Xanthosoma sagittifolium (L.) SCHOTT) CRISTINA SOARES DE SOUZA PROPAGAÇÃO IN VITRO DE GERMOPLASMA DE TAIOBA (Xanthosoma sagittifolium (L.) SCHOTT) Dissertação apresentada à Universidade Federal de Viçosa, como parte das exigências do Programa

Leia mais

Plásticos para Cultivo Celular

Plásticos para Cultivo Celular Linha Cultivo de Células e Tecidos Fabricada em poliestireno cristal virgem (GPPS), oferece produtos com alta transparência para ótima visualização e sem presença de contaminantes, assegurando integridade

Leia mais

CRESCIMENTO DE CULTIVARES DE ABACAXIZEIRO ACLIMATIZADO EM DIFERENTES SUBSTRATOS

CRESCIMENTO DE CULTIVARES DE ABACAXIZEIRO ACLIMATIZADO EM DIFERENTES SUBSTRATOS CRESCIMENTO DE CULTIVARES DE ABACAXIZEIRO ACLIMATIZADO EM DIFERENTES SUBSTRATOS JEFFERSON BITTENCOURT VENÂNCIO 1 ; WELLINGTON FARIAS ARAÚJO 2 ; EDVAN ALVES CHAGAS 3, JOÃO LUIZ LOPES MONTEIRO NETO 4, PATRICIA

Leia mais

Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido

Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido DOI: 10.5965/223811711532016266 Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido Protocol for micropropagation of quince BA29 in semisolid media Fernanda Grimaldi *, Aline Meneguzzi,

Leia mais

Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante

Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante Ciência 1392 Rural, Santa Maria, v.42, n.8, p.1392-1396, ago, 2012 Pasa et al. ISSN 0103-8478 Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante Light

Leia mais

Influência da Temperatura e da Salinidade no Cultivo da Microalga Dunaliella tertiolecta em Fotobiorreator Airlift

Influência da Temperatura e da Salinidade no Cultivo da Microalga Dunaliella tertiolecta em Fotobiorreator Airlift Influência da Temperatura e da Salinidade no Cultivo da Microalga Dunaliella tertiolecta em Fotobiorreator Airlift Nicéia Chies Da Fré 1, Luce Helena Kochen 1, Tobias Dierings 1, Géssica Marchese Roman

Leia mais

ACLIMATIZAÇÃO DE CULTIVARES DE ABACAXIZEIRO SOB MALHAS DE SOMBREAMENTO COLORIDAS

ACLIMATIZAÇÃO DE CULTIVARES DE ABACAXIZEIRO SOB MALHAS DE SOMBREAMENTO COLORIDAS ACLIMATIZAÇÃO DE CULTIVARES DE ABACAXIZEIRO SOB MALHAS DE SOMBREAMENTO COLORIDAS RAFAEL SOUZA MELO 1 ; JEFFERSON BITTENCOURT VENÂNCIO 2 ; WELLINGTON FARIAS ARAÚJO 3 ; EDVAN ALVES CHAGAS 4 ; NILMA BRITO

Leia mais

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE AZALÉIA Rhododendron indicum: CULTIVAR TERRA NOVA TRATADAS COM ÁCIDO INDOL- BUTÍRICO, COM O USO OU NÃO DE FIXADOR

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE AZALÉIA Rhododendron indicum: CULTIVAR TERRA NOVA TRATADAS COM ÁCIDO INDOL- BUTÍRICO, COM O USO OU NÃO DE FIXADOR ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE AZALÉIA Rhododendron indicum: CULTIVAR TERRA NOVA TRATADAS COM ÁCIDO INDOL- BUTÍRICO, COM O USO OU NÃO DE FIXADOR Elisabete Domingues Salvador 1 Sidney Osmar Jadoski 1 Juliano

Leia mais

Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil

Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Corrêa Monteiro, Ricardo; Pinto Brasil Pereira, José Eduardo; Bertolucci Vilela, Suzan Kelly; Reis Soares,

Leia mais

CONSERVAÇÃO DE SEMENTES DE CAFÉ ROBUSTA (Coffea canephora) CULTIVAR APOATÃ IAC 2258 EM FUNÇÃO DO GRAU DE UMIDADE E DO AMBIENTE

CONSERVAÇÃO DE SEMENTES DE CAFÉ ROBUSTA (Coffea canephora) CULTIVAR APOATÃ IAC 2258 EM FUNÇÃO DO GRAU DE UMIDADE E DO AMBIENTE CONSERVAÇÃO DE SEMENTES DE CAFÉ ROBUSTA (Coffea canephora) CULTIVAR APOATÃ IAC 2258 EM FUNÇÃO DO GRAU DE UMIDADE E DO AMBIENTE R. M. Torres Faculdade de Agronomia e Engenharia Floresta - FAEF A. C. S.

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO COMO SCHUCH, TÉCNICA M. W. et DE al. REJUVENESCIMENTO EM MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) CULTIVAR CLIMAX

MICROPROPAGAÇÃO COMO SCHUCH, TÉCNICA M. W. et DE al. REJUVENESCIMENTO EM MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) CULTIVAR CLIMAX 814 MICROPROPAGAÇÃO COMO SCHUCH, TÉCNICA M. W. et DE al. REJUVENESCIMENTO EM MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) CULTIVAR CLIMAX Micropropagation as a rejuvenation technique in rabbiteye blueberry (Vaccinium

Leia mais

INVESTIGAÇÃO DE FOCOS DE LEGIONELA NO SISTEMA DE AR CONDICIONADO EM DOIS HOSPITAIS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS - SC

INVESTIGAÇÃO DE FOCOS DE LEGIONELA NO SISTEMA DE AR CONDICIONADO EM DOIS HOSPITAIS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS - SC I CONGRESSO BAIANO DE ENGENHARIA AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental INVESTIGAÇÃO DE FOCOS DE LEGIONELA NO SISTEMA DE AR CONDICIONADO EM DOIS

Leia mais

Embriogênese somática em pupunha como estratégia para a multiplicação massal de genótipos selecionados

Embriogênese somática em pupunha como estratégia para a multiplicação massal de genótipos selecionados Ilheus, Setembro de 2011 I Simpósio Brasileiro da Pupunheira Embriogênese somática em pupunha como estratégia para a multiplicação massal de genótipos selecionados Dr. Douglas A. Steinmacher Introdução

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Disponível em: .

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Disponível em: <http://www.pubvet.com.br/texto.php?id=170>. PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Disponível em: . Efeito da taurina sobre o desempenho de leitões na fase de creche Oliveira, E. F.¹,

Leia mais

Uso de húmus sólido e diferentes concentrações de húmus líquido em características agronômicas da alface

Uso de húmus sólido e diferentes concentrações de húmus líquido em características agronômicas da alface Uso de húmus sólido e diferentes concentrações de húmus líquido em características agronômicas da alface Everto Geraldo de MORAIS 1 ; Chrystiano Pinto de RESENDE 2 ; Marco Antônio Pereira RESUMO LOPES

Leia mais

Produção de híbridos comerciais de tomateiro do grupo cereja cultivados no sistema hidropônico e conduzidos com diferentes números de hastes

Produção de híbridos comerciais de tomateiro do grupo cereja cultivados no sistema hidropônico e conduzidos com diferentes números de hastes Produção de híbridos comerciais de tomateiro do grupo cereja cultivados no sistema hidropônico e conduzidos com diferentes números de hastes Guilherme Brunhara Postali 1 ; Ernani Clarete da Silva 1 ; Gabriel

Leia mais

Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil

Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Chalfun, Nilton Nagib Jorge; Pio, Rafael; Rossi Cunha Júnior, Alaor; Hyuji Hiroto, Cícero; Abrahão, Enilson; Alvarenga,

Leia mais

28/10/2013. HORMÔNIOS VEGETAIS ou FITORMÔNIOS

28/10/2013. HORMÔNIOS VEGETAIS ou FITORMÔNIOS HORMÔNIOS VEGETAIS ou FITORMÔNIOS Vegetais são capazes de controlar seu desenvolvimento e crescimento de acordo com as condições ambientais, e de reagir a estímulos ambientais; Essas atividades são controladas

Leia mais