Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo"

Transcrição

1 Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Priscila P. Botrel ; Juliana F. Sales,2 ; José E. B. P. Pinto ; Fabiano G. Silva,3 ; Vivian E. Nascimento ; Suzan K. V. Bertolucci. UFLA/DAG - Laboratório de Cultura de Tecidos e Plantas Medicinais. Lavras MG FESURV (Universidade de Rio Verde, GO) CEFET Laboratório de Cultura de Tecidos. Rio Verde GO RESUMO Com o objetivo de desenvolver um protocolo para indução e crescimento de calos de H. marrubioides foi desenvolvido o presente trabalho. Como explantes, utilizou-se folhas de plântulas germinadas in vitro. O meio de cultura foi o MS com 5% da concentração dos sais, suplementados com a interação de,;,; ; 5,;, e 2, M de 2,4-D com,; e, M de benzilaminopurina (BAP), 6 g.l - de ágar, suplementado com 3 g.l - de sacarose. A incubação aconteceu em sala de crescimento a 25 ºC±, em presença de 5 mol.m -2.s -, fotoperíodo de 6 horas. Verificou-se que em ausência de suplementação do meio de cultura com 2,4 não foi constatada indução de calos. Na ausência de 2,4-D e BAP ocorreu apenas formação de raízes. Concentrações de 2,4-D entre e 5, M se mostraram eficientes na indução de calos de coloração mais clara. Apenas o meio contendo 5, M de 2,4-D suportou o crescimento de calos a partir dos 2 dias após indução. Palavras-chave: Hyptis marrubioides, planta medicinal. ABSTRACT Callus induction and growth in foliar explant of Hyptis marrubioides The goal of this work was evaluating one protocol to callus induction and growth with leaves germinated in vitro. The culture medium was MS with 5% halfstrength, supplemented with interaction of 2,4-D (.;.; 2.5; 5.;. and 2. M) and BAP (.; 2.5; and. M), 6 g.l - agar, 3 g.l - sucrose. The explant was incubated growth room at 25 ºC±, 5 mol.m - 2.s - irradiation, 6 hs photoperiod. It has verified that without growth regulation did not have callus induction only roots. The concentration of. M and 5. M of 2,4-D the explant showed callus induction with light color. Only in the medium with 5. M of 2,4-D have callus growth until 2 days of culture. Keywords: Hyptis marrubioides, medicinal plant.

2 O gênero Hyptis possuindo mais de 3 espécies, exibe a maior diversidade morfológica na região de cerrado brasileiro (Harley, 988). Estas espécies são bastante aromáticas e são freqüentemente usadas para o tratamento de infecções gastrointestinais, cãimbras, dores e no tratamento de infecções de pele. Calogênese é uma cultura de massa celular, com crescimento desordenado e certo grau de diferenciação (Torres et al., 2), em resposta a uma injúria química, como concentração de sais e fitorreguladores, ou injúria física, como ferimentos nos tecidos. O presente trabalho teve como objetivo estudar condições hormonais para maximizar a produção de calos friáveis, visando futuro estudo de produção de princípios ativos desta espécie, mediante a cultura de calos e suspensão celular. MATERIAL E MÉTODOS Material vegetal e meio de cultura A partir de plântulas germinadas in vitro como descrito por Sales et al (23), foi implantado o presente trabalho. As folhas foram seccionadas e inoculadas em meio de cultura com 5% da concentração dos sais MS (Murashige e Skoog, 962), suplementados com a interação de,;,; ; 5,;, e 2, M de ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4- D) com,; e, M de benzilaminopurina (BAP). Em cada frasco foram adicionados ml de meio, solidificado com 6 g.l - de ágar, suplementado com 3 g.l - de sacarose. A incubação aconteceu em sala de crescimento a 25 ºC±, em presença de 5 mol.m -2.s -, fotoperíodo de 6 horas. Após 3 dias, o experimento foi avaliado através da área do explante original coberta com calos. Os calos formados foram repicados para o mesmo meio de cultura, onde permaneceram por mais 3 dias. Parte dos calos foram utilizados para determinar a fitomassa. Outra parte, foi repicada nos meios suplementados com e 5, M de 2,4-D. Delineamento experimental O experimento foi implantado no delineamento inteiramente cazualisado em esquema fatorial 6x3, com 3 repetições por tratamento, perfazendo 54 unidades experimentais. RESULTADOS E DISCUSSÃO Em ausência de suplementação do meio de cultura com 2,4 não foi constatada indução de calos (Figura ). Na ausência de 2,4-D e BAP verificou-se apenas formação de raízes. Relacionado a indução de calos, concentrações de 2,4-D entre e 5, M se mostraram eficientes, apesar de não diferirem em termos de formação de calos, das

3 concentrações de e 2 M (Figura 2). Por outro lado, estas concentrações mais elevadas apresentaram indução de calos mais escurecidos. Na segunda repicagem, o maior escurecimento dos calos em concentrações de e 2 M de 2,4-D descritos anteriormente, foi refletida no acúmulo de fitomassa, onde nestas concentrações de 2,4-D, independente da concentração de BAP utilizada, foi demonstrada redução significativa (Figura 3). Maiores acúmulos de fitomassa ocorreram em e M de 2,4-D, independente da concentração de BAP e 5, M de 2,4-D sem BAP. A partir da segunda repicagem, os calos foram cultivados nos meios suplementados com e 5, M de 2,4-D. Estes dois meios, apesar de não ter proporcionado os maiores acúmulos de fitomassa (Figura 3), apresentaram calos de coloração mais clara. Verificou-se a partir da quarta repicagem, aos 2 dias após indução dos calos, que o único balanço de fitorregulador eficiente na manutenção dos calos, foi 5, M de 2,4-D (Figura 4). 2,4-D ( M) 5 2 BAP ( M) Figura : Visão geral da interação de diferentes concentrações de 2,4-D x BAP em explantes foliares de Hyptis marrubioides.

4 9 Formação de calo (%) Figura 2: 2,4-D (mm) 5 2 BAP (mm) Porcentagem de explantes foliares com formação de calos após 3 dias de cultivo em meio MS, com 5% da concentração de sais, suplementados com diferentes combinações de 2,4- D/BAP.,3,25,2,5,,5 2,4-D ( M ) 5 2 Figura 2: Fitomassa fresca de calos de Hyptis marrubioides após segunda repicagem no mesmo meio de indução. Z Médias seguidas pela mesma letra maiúscula entre concentrações de 2,4-D e minúscula entre concentrações de BAP, não diferem entre si pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. LITERATURA CITADA HARLEY, R.M. Evolution and distribution of Eriope (Labiatae) and its relatives in Brasil. In- Vanzolini, P.E. and Heyer, W.R. (eds). Proceedings Patterns. Academia Brasileira de Ciências. Rio de Janeiro, p.7-8, 988.

5 MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A revised medium for rapid growth and biossays with tobacco tissue cultures. Physiology Plantarum, v.5, p , 962. SALES, J.F; PINTO, J.E.B.P; BOTREL, P.P; SILVA, F.G; BERTOLUCCI, S.K.V. I Anais do Congresso Brasileiro de Cultura de Tecidos, p. x, 23. TORRES, A.C.; FERREIRA, A.T.; SÁ, F.G.; BUSO, J.A.; CALDAS, L.S.; NASCIMENTO, A.S.; BRÍGIDO, M.M.; ROMANO, E. Glossário de biotecnologia vegetal. Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia, 2. 28p.

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Karen

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Paulo Sérgio Gomes da Rocha 1 ; Antonio Sergio do Amaral 1 ; Amito José Teixeira 1, Mayara Luana Coser Zonin 2 ; Sergio Delmar dos Anjos 3. INTRODUÇÃO O estabelecimento

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES EXPLANTES E COMBINAÇÕES DE REGULADORES VEGETAIS (BAP E ANA) NO CULTIVO IN VITRO DE Physalis pubences L.

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES EXPLANTES E COMBINAÇÕES DE REGULADORES VEGETAIS (BAP E ANA) NO CULTIVO IN VITRO DE Physalis pubences L. AVALIAÇÃO DE DIFERENTES EXPLANTES E COMBINAÇÕES DE REGULADORES VEGETAIS (BAP E ANA) NO CULTIVO IN VITRO DE Physalis pubences L. Douglas Junior Bertoncelli 1 *,2, Marisa de Cacia Oliveira 1 1 Universidade

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO DE AROEIRA-VERMELHA EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE BENZILAMINOPURINA E ACIDO NAFTALENO ACÉTICO 1

ESTABELECIMENTO IN VITRO DE AROEIRA-VERMELHA EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE BENZILAMINOPURINA E ACIDO NAFTALENO ACÉTICO 1 ESTABELECIMENTO IN VITRO DE AROEIRA-VERMELHA EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE BENZILAMINOPURINA E ACIDO NAFTALENO ACÉTICO 1 DE SOUZA, Letiele Bruck 2 ; LUCHO, Simone Ribeiro 2 ; GINDRI, Amanda Leitão 3 ;

Leia mais

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro 20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação ANAIS 21 a 23 de setembro 2016 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Mariana Conceição

Leia mais

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro 61 Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro Aparecida Gomes de Araujo¹, Milena M. de J. Ribeiro 2, Zilna B. de R. Quirino 3, Ana da S. Lédo 4, Jaci L. Vilanova-Neta

Leia mais

CRESCIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE ORQUÍDEAS SUBMETIDAS A DIFERENTES PROFUNDIDADES DE INOCULAÇÃO E CONSISTÊNCIA DO MEIO DE CULTURA

CRESCIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE ORQUÍDEAS SUBMETIDAS A DIFERENTES PROFUNDIDADES DE INOCULAÇÃO E CONSISTÊNCIA DO MEIO DE CULTURA CRESCIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE ORQUÍDEAS SUBMETIDAS A DIFERENTES PROFUNDIDADES DE INOCULAÇÃO E CONSISTÊNCIA DO MEIO DE CULTURA Jéssica A. BATISTA 1; Priscila P. BOTREL 2 ; Felipe C. FIGUEIREDO 3

Leia mais

Micropropagação de framboeseira em diferentes concentrações de ferro - NOTA -

Micropropagação de framboeseira em diferentes concentrações de ferro - NOTA - Ciência 2598 Rural, Santa Maria, v.40, n.12, p.2598-2602, dez, Oliveira 2010 et al. ISSN 0103-8478 Micropropagação de framboeseira em diferentes concentrações de ferro Adjustment of the iron concentration

Leia mais

INDUÇÃO E MULTIPLICAÇÃO in vitro DE MASSA CELULAR INDIFERENCIADA DE MENTRASTO (Ageratum conyzoides L. SIEBER)

INDUÇÃO E MULTIPLICAÇÃO in vitro DE MASSA CELULAR INDIFERENCIADA DE MENTRASTO (Ageratum conyzoides L. SIEBER) INDUÇÃO E MULTIPLICAÇÃO in vitro DE MASSA CELULAR INDIFERENCIADA DE MENTRASTO (Ageratum conyzoides L. SIEBER) Indução e multiplicação in vitro de massa celular indiferenciada... 17 INDUCTION AND in vitro

Leia mais

IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa, PB 2010 Página 289

IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa, PB 2010 Página 289 Página 289 REGENERAÇÃO IN VITRO DE UM ANFIDIPLÓIDE DE AMENDOIM COM BAIXA CAPACIDADE GERMINATIVA Mauricélia Macário Alves², Julita Maria Frota Chagas de Carvalho¹, Roseane Cavalcanti dos Santos¹, Iara Cristina

Leia mais

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA. 2

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA.   2 ANÁLISE COMPORTAMENTAL DE UM ACESSO DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EM RELAÇÃO A DOIS TIPOS DE MEIO DE CULTURA E DOSES DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL COMERCIAL Karen Cristina Fialho dos Santos 1, Antônio

Leia mais

Micropropagação de Amoreira-preta 'Cherokee I 111.Efeito de Cinetina e Meios de Cultura

Micropropagação de Amoreira-preta 'Cherokee I 111.Efeito de Cinetina e Meios de Cultura c c Micropropagação de Amoreira-preta 'Cherokee I 111.Efeito de Cinetina e Meios de Cultura Lei/a Aparecida Seües Pio Fabioia Vil/a Leonardo Perreire Dutra Grazíelle Sales Teodoro Moacir Pesque! Introdução

Leia mais

GERMINAÇÃO IN VITRO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE COROA- DE-FRADE (Melocactus zehntneri)

GERMINAÇÃO IN VITRO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE COROA- DE-FRADE (Melocactus zehntneri) GERMINAÇÃO IN VITRO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE COROA- DE-FRADE (Melocactus zehntneri) Darlyson Tavares Guimarães 1 ; Magali Haideé Pereira Martínez 1 ; Lais Tomaz Ferreira 2 ; Marina Medeiros de Araújo

Leia mais

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il.

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il. F814 Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB966928. Mariana Almeida Franca. Curitiba: 2016. 64 f. il. Orientador: João Carlos Bespalhok Filho Dissertação (Mestrado) Universidade

Leia mais

Ácido Giberélico na Cultura de Embriões Zigóticos de Coqueiro-anãoverde

Ácido Giberélico na Cultura de Embriões Zigóticos de Coqueiro-anãoverde 90 Ácido Giberélico na Cultura de Embriões Zigóticos de Coqueiro-anãoverde José Edmário dos Santos¹, Ana da S. Lédo 2, Caroline de A. Machado 3, Aparecida G. de Araujo 4, Zilna B. de R. Quirino 5, Jaci

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 AVALIAÇÃO DE DIFERENTES TEMPOS DE IMERSÃO E S DA SOLUÇÃO DE HIPOCLORITO DE SÓDIO NA ASSEPSIA DE EXPLANTES FOLIARES DE ATROVERAN Ocimum selloi Benth. LUCILA ELIZABETH FRAGOSO MONFORT 1 ; CAROLINA MARIANE

Leia mais

Controle da Contaminação in vitro de Explantes de Nim Indiano.

Controle da Contaminação in vitro de Explantes de Nim Indiano. Controle da Contaminação in vitro de Explantes de Nim Indiano. Giuseppe Serra Seca Vieira 1 ; Kicia Karinne Pereira Gomes 2 ; Ana da Silva Ledo 3 ; Arie Fitzgerald Blank 4 Bolsista FAP-SE e estagiário

Leia mais

GERMINAÇÃO DE GRÃO DE PÓLEN DE TRÊS VARIEDADES DE CITROS EM DIFERENTES PERÍODOS DE TEMPO E EMISSÃO DO TUBO POLÍNICO RESUMO

GERMINAÇÃO DE GRÃO DE PÓLEN DE TRÊS VARIEDADES DE CITROS EM DIFERENTES PERÍODOS DE TEMPO E EMISSÃO DO TUBO POLÍNICO RESUMO GERMINAÇÃO DE GRÃO DE PÓLEN DE TRÊS VARIEDADES DE CITROS EM DIFERENTES PERÍODOS DE TEMPO E EMISSÃO DO TUBO POLÍNICO Paulyene V. NOGUEIRA 1 ; Renata A. MOREIRA 2 ; Paula A. NASCIMENTO 3 ; Deniete S. MAGALHÃES

Leia mais

Produção de Batata-Semente em Sistema de Canteiros.

Produção de Batata-Semente em Sistema de Canteiros. Produção de Batata-Semente em Sistema de Canteiros. Ricardo Monteiro Corrêa 1 ; José Eduardo Brasil Pereira Pinto 1 ; Érika Soares Reis 1, Aline Beraldo Monteiro 1 ; Jorge Henrique Chagas 1 ; Hellen Cristina

Leia mais

IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY

IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY CLORETO DE Cloreto POTÁSSIO de potássio E e FOSFATO fosfato de sódio DE na multiplicação SÓDIO NA in vitro... MULTIPLICAÇÃO 37 IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY Effect of KCl and NaH 2 O on in vitro

Leia mais

Ciência Rural ISSN: Universidade Federal de Santa Maria Brasil

Ciência Rural ISSN: Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ferreira Moura, Elisa; Campos de Menezes, Ilmarina; Filgueira de Lemos, Oriel Concentrações de citocinina

Leia mais

Efeito do meio de cultura na germinação in vitro do jenipapeiro

Efeito do meio de cultura na germinação in vitro do jenipapeiro SCIENTIA PLENA VOL. 9, NUM. 10 2013 www.scientiaplena.org.br Efeito do meio de cultura na germinação in vitro do jenipapeiro C. S. Almeida 1 ; A. S. Lédo 2 ; A. G. Araújo 3 ; A. V. C. Silva 2 ; J. F. Silva

Leia mais

GERMINAÇÃO E INDUÇÃO DA CALOGÊNESE IN VITRO DE COPAÍBA. - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Viçosa - MG CEP: )

GERMINAÇÃO E INDUÇÃO DA CALOGÊNESE IN VITRO DE COPAÍBA. - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Viçosa - MG CEP: ) GERMINAÇÃO E INDUÇÃO DA CALOGÊNESE IN VITRO DE COPAÍBA Rafael Fonsêca Zanotti 1*, Fernanda Raquel Sartor 1, Kátia Ferreira Pôssa 2, Anderson Martins Pilon 1, Claudio Hiroshi Fukushima 1 1 Av. Oraida Mendes

Leia mais

INDUÇÃO DE CALOS EM TRÊS VARIEDADES DE BATATA-DOCE

INDUÇÃO DE CALOS EM TRÊS VARIEDADES DE BATATA-DOCE INDUÇÃO DE CALOS EM TRÊS VARIEDADES DE BATATA-DOCE Rômulo Magno Oliveira de Freitas Aluno de Agronomia do Departamento de Ciências Vegetais, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró-RN, Brazil;

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE MANDIOCA CULTIVADAS NO NORDESTE

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE MANDIOCA CULTIVADAS NO NORDESTE MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE MANDIOCA CULTIVADAS NO NORDESTE Ádila Melo VIDAL 1 ; Fernanda Vidigal Duarte SOUZA 2 ; Maria Angélica Pereira de Carvalho COSTA 1 Antonio da Silva SOUZA 2 1 Universidade

Leia mais

EFEITO DE DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NITROGÊNIO E DE SACAROSE SOBRE A PROPAGAÇÃO IN VITRO DA SAMAMBAIA-ESPADA [ Nephrolepis exaltata (L.

EFEITO DE DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NITROGÊNIO E DE SACAROSE SOBRE A PROPAGAÇÃO IN VITRO DA SAMAMBAIA-ESPADA [ Nephrolepis exaltata (L. EFEITO DE DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE NITROGÊNIO E DE SACAROSE SOBRE A PROPAGAÇÃO IN VITRO DA SAMAMBAIA-ESPADA [ Nephrolepis exaltata (L.) Schott ] RESUMO - Este ensaio teve como objetivo estudar a influência

Leia mais

INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. INTRODUÇÃO

INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. INTRODUÇÃO Página 270 INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. Wesley Machado 1, Andréa Almeida Carneiro 2 e Gracielle Teodora da Costa Pinto Coelho 3 1 Agrônomo, Pós-graduando em Biotecnologia,

Leia mais

Indução de brotação in vitro em curauá: sistema de cultivo e concentrações de BAP

Indução de brotação in vitro em curauá: sistema de cultivo e concentrações de BAP Indução de brotação in vitro em curauá: sistema de cultivo e concentrações de BAP Carolina Mariane Moreira 1 ; Helena Botelho de Andrade 1 ; Lucila Elizabeth F. Monfort 1 ; José Eduardo Brasil Pereira

Leia mais

ESTABELECIMENTO DE CÉLULAS EMBRIOGÊNICAS PARA REGENERAÇÃO DO ALGODOEIRO *

ESTABELECIMENTO DE CÉLULAS EMBRIOGÊNICAS PARA REGENERAÇÃO DO ALGODOEIRO * ESTABELECIMENTO DE CÉLULAS EMBRIOGÊNICAS PARA REGENERAÇÃO DO ALGODOEIRO * Julita Maria Frota Chagas Carvalho (Embrapa Algodão / julita@cnpa.embrapa.br ), Maria Jaislanny Lacerda e Medeiros (Universidade

Leia mais

Efeito das concentrações de vitaminas e reguladores de crescimento no superbrotamento da cultivar BRS-verde

Efeito das concentrações de vitaminas e reguladores de crescimento no superbrotamento da cultivar BRS-verde REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 Volume 8 - Número 2-2º Semestre 2008 Efeito das concentrações de vitaminas e reguladores de crescimento no superbrotamento da cultivar BRS-verde Nara

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Caroline Ribeiro Tunes 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluno do Curso de Biotecnologia; Campus

Leia mais

MURICI-PEQUENO (Byrsonima intermedia A. Juss.)

MURICI-PEQUENO (Byrsonima intermedia A. Juss.) 366 INDUÇÃO DE CALOS NOGUEIRA, EM EXPLANTES R. C. et al. FOLIARES DE MURICI-PEQUENO (Byrsonima intermedia A. Juss.) Calli induction from leaf explants of murici-pequeno (Byrsonima intermedia A. Juss.)

Leia mais

Desinfestação de alecrim-pimenta utilizando hipoclorito de sódio.

Desinfestação de alecrim-pimenta utilizando hipoclorito de sódio. Desinfestação de alecrim-pimenta utilizando hipoclorito de sódio. Verônica F. Amancio 1 ; Aline B. de Mendonça 1 *; Maria de F. Arrigoni-Blank 1 ; Arie F. Blank 1 ; Ana da S. Ledo 2 ; Renato Innecco 3.

Leia mais

Estabelecimento in vitro de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius Raddi) em diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP)

Estabelecimento in vitro de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius Raddi) em diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP) 300 Estabelecimento in vitro de aroeira da praia (Schinus terebinthifolius Raddi) em diferentes concentrações de 6-benzilaminopurina (BAP) PAIVA, A.M.S. * ; ALOUFA, M.A.I. Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias.

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias. MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO Tamires Oviedo 1, Fabiana Raquel Mühl 2, Neuri Antonio Feldmann 3, Anderson Rhoden 3 Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema.

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata).

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). Rezanio Martins Carvalho (bolsista do PIBIC/CNPq), Fabiano André Petter

Leia mais

REGENERAÇÃO IN VITRO DE Oncidium leucochilum BATEM. EX LINDL. (ORCHIDACEAE).

REGENERAÇÃO IN VITRO DE Oncidium leucochilum BATEM. EX LINDL. (ORCHIDACEAE). REGENERAÇÃO IN VITRO DE Oncidium leucochilum BATEM. EX LINDL. (ORCHIDACEAE). ALESSANDRO IGLIKOSKI BERNARDI 1, RODRIGO CAETANO DA SILVA 1, ANDRÉ LUÍS LOPES DA SILVA 2, AUREA PORTES FERRIANI 3. 1- Acadêmico

Leia mais

Desenvolvimento in vitro de Ocimum selloi

Desenvolvimento in vitro de Ocimum selloi Desenvolvimento in vitro de Ocimum selloi em diferentes variações do meio de cultivo MS Lucila Elizabeth Fragoso Monfort 1 ; Ivan Caldeira Almeida Alvarenga 1 ; Carolina Mariane Moreira 1 ; José Eduardo

Leia mais

Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho

Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho 303 Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho In vitro germination of seeds of mandacaruzinho Amanda Pricilla Batista Santos 1 ; Luma dos Passos

Leia mais

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013, Belo Horizonte Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Sueli Lourdes Ferreira Tarôco (1), Erivelton

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluna do Curso de Biotecnologia; Campus de Gurupi; e-mail: rncrose@hotmail.com

Leia mais

Cultivo in vitro de Salvia hispanica L.

Cultivo in vitro de Salvia hispanica L. Artigo original DOI: 105902/2236117015566 Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental Santa Maria, v. 19, n.2, mai-ago. 2015, p. 1555-1560 Revista do Centro de Ciências Naturais e Exatas

Leia mais

Camila Soares Rosa Lemes I* José Carlos Sorgato I Jackeline Schultz Soares II Yara Brito Chaim Jardim Rosa I

Camila Soares Rosa Lemes I* José Carlos Sorgato I Jackeline Schultz Soares II Yara Brito Chaim Jardim Rosa I Ciência Rural, Santa Maria, v.46, Meios n.3, de p.499-505, cultivo e sacarose mar, 2016 no crescimento inicial in vitro de Miltonia http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20150368 flavescens. 499 ISSN 0103-8478

Leia mais

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG.

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG. PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO Valter de Oliveira Neves Júnior1; Zélio de Lima Vieira 1; Leandro Martins Prudente1; Rafael Benetti1; Sebastião Pedro da Silva Neto 2 1 Acadêmico PVIC/UEG

Leia mais

DESENVOLVIMENTO in vitro DE BROTAÇÕES DE CAFEEIRO EM DIFERENTES MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO DE PLANTA

DESENVOLVIMENTO in vitro DE BROTAÇÕES DE CAFEEIRO EM DIFERENTES MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO DE PLANTA Scientia Agraria ISSN 1519-1125 (printed) and 1983-2443 (on-line) JESUS, A. M. S. et al. Desenvolvimento in vitro de brotações... DESENVOLVIMENTO in vitro DE BROTAÇÕES DE CAFEEIRO EM DIFERENTES MEIOS DE

Leia mais

Produção de Mudas de Pepino e Tomate Utilizando Diferentes Doses de Adubo Foliar Bioplus.

Produção de Mudas de Pepino e Tomate Utilizando Diferentes Doses de Adubo Foliar Bioplus. Produção de Mudas de Pepino e Tomate Utilizando Diferentes de Adubo Foliar Bioplus. Luiz Antonio Augusto Gomes 1 ; Renata Rodrigues Silva 1 ; João Aguilar Massaroto 1. 1 Universidade Federal de Lavras

Leia mais

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER Efeito Alelopático do Óleo Essencial de Citronela (Cymbopogon winterianus) Sobre a Germinação de Sementes de Picão-Preto e de Milho em Diferentes Épocas de Aplicação. MARIA LITA PADINHA CORREA 1, ANA PAULA

Leia mais

ENRAIZAMENTO IN VITRO E ACLIMATIZAÇAO EM VERMICULITA DE PIMENTA- DO-REINO (Piper nigrum L.)

ENRAIZAMENTO IN VITRO E ACLIMATIZAÇAO EM VERMICULITA DE PIMENTA- DO-REINO (Piper nigrum L.) ENRAIZAMENTO IN VITRO E ACLIMATIZAÇAO EM VERMICULITA DE PIMENTA- DO-REINO (Piper nigrum L.) AMARAL, Leila Márcia Souza ; LEMOS, Oriel Filgueira de ; MELO, Elane Cristina Amoras, ALVES, Sérgio Augusto Oliveira,

Leia mais

Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: Universidade Estadual da Paraíba Brasil

Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: Universidade Estadual da Paraíba Brasil Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: 1519-5228 revbiocieter@yahoo.com.br Universidade Estadual da Paraíba Brasil Miranda Furtado, Cristiane; Frota Chagas Carvalho, Julita Maria; Pereira de Castro,

Leia mais

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis NOGUEIRA, C. H. P (FCAV - UNESP, Jaboticabal/SP - nogueirachp@gmail.com), CORREIA, N. M. (Embrapa, Brasília/DF

Leia mais

CONVERSÃO IN VITRO DE RAÍZES E FOLHAS DE Miltonia flavescens Lindl. EM PROTOCORMOS E REGENERAÇÃO DE PLANTAS

CONVERSÃO IN VITRO DE RAÍZES E FOLHAS DE Miltonia flavescens Lindl. EM PROTOCORMOS E REGENERAÇÃO DE PLANTAS CONVERSÃO IN VITRO DE RAÍZES E FOLHAS DE Miltonia flavescens Lindl. EM PROTOCORMOS E REGENERAÇÃO DE PLANTAS Conversão in vitro de raízes e folhas de Miltonia flavescens Lindl... 53 In vitro conversion

Leia mais

INDUÇÃO IN VITRO DE RAÍZES ADVENTÍCIAS EM EXPLANTES DE SALIX (Salix humboldtiana Willdenow)

INDUÇÃO IN VITRO DE RAÍZES ADVENTÍCIAS EM EXPLANTES DE SALIX (Salix humboldtiana Willdenow) 82 INDUÇÃO IN VITRO DE RAÍZES ADVENTÍCIAS EM EXPLANTES DE SALIX (Salix humboldtiana Willdenow) IN VITRO INDUCTION OF ADVENTICIOUS ROOTS IN SALIX (Salix humboldtiana Willdenow) EXPLANTS Vespasiano Borges

Leia mais

Citocininas na multiplicação in vitro de hortelã-pimenta (Mentha x Piperita L.)

Citocininas na multiplicação in vitro de hortelã-pimenta (Mentha x Piperita L.) 533 Citocininas na multiplicação in vitro de hortelã-pimenta (Mentha x Piperita L.) ASMAR, S. A.* 1 ; RESENDE, R. F. 1 ; ARARUNA, E. C. 1 ; MORAIS, T. P. 1 ; LUZ, J. M. Q. 1 1 Universidade Federal de Uberlândia

Leia mais

SUBSTRATOS ALTERNATIVOS AO ÁGAR NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE FRAMBOESEIRA E AMOREIRA-PRETA

SUBSTRATOS ALTERNATIVOS AO ÁGAR NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE FRAMBOESEIRA E AMOREIRA-PRETA SUBSTRATOS ALTERNATIVOS AO ÁGAR NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE FRAMBOESEIRA E AMOREIRA-PRETA Juliana Padilha da Silva 1 ; Mariana Larrondo Bicca 1 ; Laura Reisdörfer Sommer 1 ; Zeni Fonseca Pinto Tomaz 1

Leia mais

Micropropagação de antúrio IAC Eidibel por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plantas (1)

Micropropagação de antúrio IAC Eidibel por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plantas (1) MARCOS VINÍCIUS MARQUES PINHEIRO et al 133 ARTIGO CIENTÍFICO Micropropagação de antúrio IAC Eidibel por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plantas (1) MARCOS VINÍCIUS MARQUES PINHEIRO (2)

Leia mais

Revista Ceres ISSN: X Universidade Federal de Viçosa Brasil

Revista Ceres ISSN: X Universidade Federal de Viçosa Brasil Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Gomes de Araújo, Aparecida; Pasqual, Moacir; Villa, Fabíola; Carvalho Costa, Fernanda ÁGUA DE COCO E POLPA DE BANANA

Leia mais

Germinação in vitro de embriões zigóticos e aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura de embrião (Hancornia speciosa Gomes)

Germinação in vitro de embriões zigóticos e aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura de embrião (Hancornia speciosa Gomes) SCIENTIA PLENA VOL. 7, NUM. 11 2011 www.scientiaplena.org.br Germinação in vitro de embriões zigóticos e aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura de embrião (Hancornia speciosa Gomes) K.

Leia mais

INFLUÊNCIA DA DESINFESTAÇÃO E MEIO DE CULTURA NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE Prosopis affinis Sprenger 1

INFLUÊNCIA DA DESINFESTAÇÃO E MEIO DE CULTURA NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE Prosopis affinis Sprenger 1 INFLUÊNCIA DA DESINFESTAÇÃO E MEIO DE CULTURA NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE Prosopis affinis Sprenger 1 ROCHA, Bruna Nery 2 ; LÖBLER, Lisiane 2 ; MARTINS, Carlos Roberto 3 1 Trabalho de Pesquisa

Leia mais

Volume do frasco e consistência do meio de cultura na multiplicação in vitro da bananeira Maçã

Volume do frasco e consistência do meio de cultura na multiplicação in vitro da bananeira Maçã Ciência Rural, Volume Santa Maria, do frasco v.40, e n.2, consistência p.255-260, do fev, meio 2010 de cultura na multiplicação in vitro da bananeira Maçã. ISSN 0103-8478 255 Volume do frasco e consistência

Leia mais

Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas

Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas 121 Artigo Científico Micropropagação de abacaxi ornamental (Ananas comosus var. bracteatus) por meio da indução ao estiolamento e regeneração de plântulas ANA CRISTINA PORTUGAL PINTO DE CARVALHO 1, EMÍLIA

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR. Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas - PGMP

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR. Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas - PGMP MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR Paulo Roberto FARIA ; Sérgio Tadeu SIBOV ; Diego José CALDAS 2 ; Victor Fernando Rodrigues da SILVA 2 Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1 PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1 SOUZA, Letiele Bruck de 2 ; COGO, Maurício Ricardo de Melo 2 ; SANTOS,

Leia mais

CRESCIMENTO DE ORQUÍDEAS EPÍFITAS IN VITRO: ADIÇÃO DE POLPA DE FRUTOS( 1 )

CRESCIMENTO DE ORQUÍDEAS EPÍFITAS IN VITRO: ADIÇÃO DE POLPA DE FRUTOS( 1 ) 51 CRESCIMENTO DE ORQUÍDEAS EPÍFITAS IN VITRO: ADIÇÃO DE POLPA DE FRUTOS( 1 ) GIULIO CESARE STANCATO ( 2* ); MÔNICA FERREIRA ABREU ( 3 ); ÂNGELA MARIA CANGIANI FURLANI ( 3 ) RESUMO Este trabalho foi desenvolvido

Leia mais

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Propagação Vegetativa de Piper hispidum Sw.

Leia mais

Soluções de condicionamento na longevidade de inflorescências de copo-de-leite colhidas em diferentes fases de abertura da espata

Soluções de condicionamento na longevidade de inflorescências de copo-de-leite colhidas em diferentes fases de abertura da espata Soluções de condicionamento na longevidade de inflorescências de copo-de-leite colhidas em diferentes fases de abertura da espata Ingrid Santos da Fonseca (1), Elka Fabiana Aparecida Almeida (2), Simone

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ BRUNO NOBUYA KATAYAMA GOBARA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ BRUNO NOBUYA KATAYAMA GOBARA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ BRUNO NOBUYA KATAYAMA GOBARA CALOGÊNESE A PARTIR DE SEGMENTOS DE EPICÓTILOS E RAÍZES DE MOGNO (Swietenia macrophylla King) CURITIBA 2011 BRUNO NOBUYA KATAYAMA GOBARA CALOGÊNESE

Leia mais

MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CHEROKEE : EFEITO DE MEIOS DE CULTURA, CINETINA E GA 3

MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CHEROKEE : EFEITO DE MEIOS DE CULTURA, CINETINA E GA 3 MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CHEROKEE : EFEITO DE MEIOS DE CULTURA, CINETINA E RESUMO ABSTRACT Fabíola Villa 1 Moacir Pasqual 2 Leila Aparecida Salles Pio 1 Grazielle Sales Teodoro 3 Luzia

Leia mais

INFLUÊNCIA DO CLORETO DE CÁLCIO NO CRESCIMENTO DE EXPLANTES DE Gypsophila paniculata L. (CARYOPHYLLACEAE), CULTIVADOS in vitro.

INFLUÊNCIA DO CLORETO DE CÁLCIO NO CRESCIMENTO DE EXPLANTES DE Gypsophila paniculata L. (CARYOPHYLLACEAE), CULTIVADOS in vitro. INFLUÊNCIA DO CLORETO DE CÁLCIO NO CRESCIMENTO DE EXPLANTES DE Gypsophila paniculata L. (CARYOPHYLLACEAE), CULTIVADOS in vitro. R. JUN TAKANE Faculdade de Agronomia "Dr.Francisco Maeda", Rua Cel. Flauziano

Leia mais

Calogênese in vitro em segmentos de epicótilo de mogno (Swietenia macrophylla King) com uso de 6-benzilaminopurina e ácido α-naftalenoacético

Calogênese in vitro em segmentos de epicótilo de mogno (Swietenia macrophylla King) com uso de 6-benzilaminopurina e ácido α-naftalenoacético SCIENTIA FORESTALIS n. 71, p. 19-24, agosto 2006 Calogênese in vitro em segmentos de epicótilo de mogno (Swietenia macrophylla King) com uso de 6-benzilaminopurina e ácido α-naftalenoacético In vitro callogenesis

Leia mais

Protocolo de Micropropagação de Cana-de-açúcar

Protocolo de Micropropagação de Cana-de-açúcar ISSN 1516-8832 Protocolo de Micropropagação de Cana-de-açúcar 128 Introdução A cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.) tem grande importância econômica na agricultura no Brasil e, mais recentemente,

Leia mais

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NA GERMINAÇÃO in vitro DE CONÍDIOS DE Aspergillus niger, AGENTE ETIOLÓGICO DO MOFO PRETO DA CEBOLA

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NA GERMINAÇÃO in vitro DE CONÍDIOS DE Aspergillus niger, AGENTE ETIOLÓGICO DO MOFO PRETO DA CEBOLA EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NA GERMINAÇÃO in vitro DE CONÍDIOS DE Aspergillus niger, AGENTE ETIOLÓGICO DO MOFO PRETO DA CEBOLA Autores: Jéssica Tainara IGNACZUK 1, Leandro Luiz MARCUZZO 2 Identificação

Leia mais

CRESCIMENTO DE CLONES DE

CRESCIMENTO DE CLONES DE CRESCIMENTO DE CLONES DE Eucalyptus EM FUNÇÃO DA DOSE E FONTE DE BORO UTILIZADA Parceria RR Agroflorestal e VM Claudemir Buona 1 ; Ronaldo Luiz Vaz de A. Silveira 1 ; Hélder Bolognani 2 e Maurício Manoel

Leia mais

ENRAIZAMENTO in vitro DO PORTA-ENXERTO DE Prunus cv. Mr. S. 1/8: CONCENTRAÇÕES DE IBA EM MEIO DE CULTURA ACRESCIDO DE ÁGAR OU VERMICULITA

ENRAIZAMENTO in vitro DO PORTA-ENXERTO DE Prunus cv. Mr. S. 1/8: CONCENTRAÇÕES DE IBA EM MEIO DE CULTURA ACRESCIDO DE ÁGAR OU VERMICULITA Original Article 60 ENRAIZAMENTO in vitro DO PORTA-ENXERTO DE Prunus cv. Mr. S. 1/8: CONCENTRAÇÕES DE IBA EM MEIO DE CULTURA ACRESCIDO DE ÁGAR OU VERMICULITA In vitro ROOTING OF Prunus ROOTSTOCK cv. Mr.

Leia mais

BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA

BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA Lucas Gomes de Souza 1, Francisco Lopes Evangelista 2, Gabriel José Lima da Silveira 3, Susana Churka Blum 4 Resumo: O

Leia mais

MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA

MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA Scientia Agraria ISSN 1519-1125 (printed) and 1983-2443 (on-line) VILLA, F. et al. Meio de cultura e reguladores... MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA

Leia mais

ORGANOGÊNESE FLORAL DO PESSEGUEIRO IN VITRO( 1 ) RESUMO

ORGANOGÊNESE FLORAL DO PESSEGUEIRO IN VITRO( 1 ) RESUMO NOTA ORGANOGÊNESE FLORAL DO PESSEGUEIRO IN VITRO( 1 ) WILSON BARBOSA( 2,3 ), FERNANDO ANTONIO CAMPO DALL'ORTO( 2,3 ) a MARIO OJIMA( 2 ) RESUMO Coletaram-se meristemas do pessegueiro 'Tropical' (Prunus

Leia mais

Propagação in vitro de orquídea: iodeto de potássio e cloreto de cobalto em meio de cultura Knudson C

Propagação in vitro de orquídea: iodeto de potássio e cloreto de cobalto em meio de cultura Knudson C 273 Propagação in vitro de orquídea: iodeto de potássio e cloreto de cobalto em meio de cultura Knudson C Joyce Dória Rodrigues Soares 1, Moacir Pasqual 2, Filipe Almendagna Rodrigues 3, Fabiola Villa

Leia mais

Efeitos do BAP e do AIA na indução e no crescimento in vitro de brotos de dez clones de palma forrageira 1

Efeitos do BAP e do AIA na indução e no crescimento in vitro de brotos de dez clones de palma forrageira 1 Efeitos do BAP e do AIA na indução e no crescimento in vitro de brotos de dez clones de palma forrageira 1 Effects of BAP and IAA on in vitro shoot initiation and growth of ten clones of palm grass Hamilton

Leia mais

CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA

CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA EFEITO DE AGENTES Efeito de agentes GELEIFICANTES geleificantes alternativos ALTERNATIVOS no meio de cultura... NO MEIO DE CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA 4 Effect of alternative

Leia mais

Evaluation of asepsis, agar concentration and culture medium composition methods for in vitro propagation of Pimpinella anisum (Linn.

Evaluation of asepsis, agar concentration and culture medium composition methods for in vitro propagation of Pimpinella anisum (Linn. Avaliação de métodos de esterilização, concentração de ágar e composição de meio de cultura para propagação in vitro de Pimpinella anisum (Linn.) Apiaceae Evaluation of asepsis, agar concentration and

Leia mais

Germinação in vitro de embriões zigóticos e sementes de nim indiano (Azadirachta indica A. Juss.)

Germinação in vitro de embriões zigóticos e sementes de nim indiano (Azadirachta indica A. Juss.) Germinação in vitro de embriões zigóticos e sementes de nim indiano (Azadirachta indica A. Juss.) 1 LÉDO, A.S. 1 ; BLANK, A.F. 2 ; BARBOZA, S.B.S.C. 3 ; RANGEL, M.S.A. 4 ; LÉDO, C.A.S. 5 1Embrapa Tabuleiros

Leia mais

MICROESTAQUIA SERIADA IN VITRO DE ERVA-MATE 1

MICROESTAQUIA SERIADA IN VITRO DE ERVA-MATE 1 MICROESTAQUIA SERIADA IN VITRO DE ERVA-MATE 1 COMIRAN, Mariane 2 ; QUADROS, Kenia Michele de 3 ;BISOGNIN, Dilson Antônio 4 ; FISCHER, Hardi 5 ;RAUBER, Marcelo 6 ;PIMENTEL, Nathália 7 1 Trabalho de Pesquisa

Leia mais

COMUNICAÇÃO REDUÇÃO DA OXIDAÇÃO NA PROPAGAÇÃO IN VITRO DA BANANEIRA MAÇÃ

COMUNICAÇÃO REDUÇÃO DA OXIDAÇÃO NA PROPAGAÇÃO IN VITRO DA BANANEIRA MAÇÃ COMUNICAÇÃO Redução da oxidação na propagação in vitro da bananeira... 1237 REDUÇÃO DA OXIDAÇÃO NA PROPAGAÇÃO IN VITRO DA BANANEIRA MAÇÃ Oxidation reduction of in vitro propagation of banana cv. Maçã plants

Leia mais

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE Larissa Costa MELLO 1, Maria do Carmo Bassols RASEIRA 2, Marco Antonio DALBÓ 3, Clenilso Sehnen

Leia mais

CONTROLE DE TOMBAMENTO DE PLÂNTULAS E MELA DO ALGODOEIRO NO OESTE DA BAHIA

CONTROLE DE TOMBAMENTO DE PLÂNTULAS E MELA DO ALGODOEIRO NO OESTE DA BAHIA Página 354 CONTROLE DE TOMBAMENTO DE PLÂNTULAS E MELA DO ALGODOEIRO NO OESTE DA BAHIA Luiz Gonzaga Chitarra 1 ; Cleiton Antônio da Silva Barbosa 2; Benedito de Oliveira Santana Filho 2 ; Pedro Brugnera

Leia mais

TEMPO DE COZIMENTO DE RAÍZES DE GENÓTIPOS DE MANDIOCA DE MESA (Manihot esculenta Crantz) SOB SISTEMA IRRIGADO E DE SEQUEIRO)

TEMPO DE COZIMENTO DE RAÍZES DE GENÓTIPOS DE MANDIOCA DE MESA (Manihot esculenta Crantz) SOB SISTEMA IRRIGADO E DE SEQUEIRO) TEMPO DE COZIMENTO DE RAÍZES DE GENÓTIPOS DE MANDIOCA DE MESA (Manihot esculenta Crantz) SOB SISTEMA IRRIGADO E DE SEQUEIRO) Rosangela Nascimento da Silva Ribeiro 1 ; Maurício Antônio Coelho Filho 2 ;

Leia mais

EFEITO DO TEMPO DE DESINFESTAÇÃO E ÉPOCAS DO ANO NO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE EXPLANTES FOLIARES DE PINHÃO-MANSO

EFEITO DO TEMPO DE DESINFESTAÇÃO E ÉPOCAS DO ANO NO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE EXPLANTES FOLIARES DE PINHÃO-MANSO EFEITO DO TEMPO DE DESINFESTAÇÃO E ÉPOCAS DO ANO NO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE EXPLANTES FOLIARES DE PINHÃO-MANSO Eduardo Regiani Libert ; Enes Furlani Junior (2) ; Aline Namie Suzuki (3) ; Luiz De Souza

Leia mais

INDUÇÃO DE MULTIBROTAÇÕES IN VITRO, A PARTIR DE GEMAS COTILEDONARES DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum L.) DA CULTIVAR CNPA

INDUÇÃO DE MULTIBROTAÇÕES IN VITRO, A PARTIR DE GEMAS COTILEDONARES DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum L.) DA CULTIVAR CNPA INDUÇÃO DE MULTIBROTAÇÕES IN VITRO, A PARTIR DE GEMAS COTILEDONARES DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum L.) DA CULTIVAR CNPA 98-1034 Adriana Carneiro Tavares (UEPB / adrianaestevam@yahoo.com.br), Morganna Pollynne

Leia mais

EFEITOS DE SUBSTRATOS E RECIPIENTES NA ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE ABACAXIZEIRO [Ananas comosus (L.) Merril] CV. PÉROLA 1

EFEITOS DE SUBSTRATOS E RECIPIENTES NA ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE ABACAXIZEIRO [Ananas comosus (L.) Merril] CV. PÉROLA 1 Pesquisa Agropecuária Tropical, 31(2): 147-151, 2001 147 EFEITOS DE SUBSTRATOS E RECIPIENTES NA ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE ABACAXIZEIRO [Ananas comosus (L.) Merril] CV. PÉROLA 1 Edvaldo Evangelista de

Leia mais

INIBIÇÃO DO ESCURECIMENTO ENZIMÁTICO DE GUARIROBA MINIMAMENTE PROCESSADA

INIBIÇÃO DO ESCURECIMENTO ENZIMÁTICO DE GUARIROBA MINIMAMENTE PROCESSADA INIBIÇÃO DO ESCURECIMENTO ENZIMÁTICO DE GUARIROBA MINIMAMENTE PROCESSADA Fernanda Pinheiro dos Santos¹, Elisângela Elena Nunes Carvalho², Bruno de Oliveira Garcia³. 1 Aluna do Curso de Engenharia de Biotecnologia

Leia mais

CARACTERÍSTICAS FÍSICO QUÍMICAS E VIDA ÚTIL DE BANANAS ARMAZENAEDAS SOB REFRIGERAÇÃO E SOB CONDIÇÃO AMBIENTE

CARACTERÍSTICAS FÍSICO QUÍMICAS E VIDA ÚTIL DE BANANAS ARMAZENAEDAS SOB REFRIGERAÇÃO E SOB CONDIÇÃO AMBIENTE CARACTERÍSTICAS FÍSICO QUÍMICAS E VIDA ÚTIL DE BANANAS ARMAZENAEDAS SOB REFRIGERAÇÃO E SOB CONDIÇÃO AMBIENTE Natally Ribeiro do Carmo 1 ; Maria Madalena Rinaldi 2 ; Raimunda Nascimento Sales 3, Ludmilla

Leia mais

CELL DIFFERENTIATION AND PLANT REGULATORS ON BANANA

CELL DIFFERENTIATION AND PLANT REGULATORS ON BANANA DILUIÇÃO CELULAR, CARACTERÍSTICAS DO MEIO DE CULTURA E BIORREATORES DE IMERSÃO TEMPORÁRIA NA DIFERENCIAÇÃO E REGENERAÇÃO DE CÉLULAS EM SUSPENSÃO DE BANANEIRA 1 TATIANE ROSA MONTEIRO 2, ZANDERLUCE GOMES

Leia mais

AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA

AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA ACTION OF THE 6-BENZYLAMINOPURINE AND OF THE LIGHT QUALITY ON THE

Leia mais

DIFERENTES MEIOS DE GERMINAÇÃO IN VITRO

DIFERENTES MEIOS DE GERMINAÇÃO IN VITRO CRESCIMENTO Crescimento INICIAL inicial DE de MANGABEIRA mangabeira (Hancornia (Hancornia speciosa Gomes)... speciosa Gomes) EM989 DIFERENTES MEIOS DE GERMINAÇÃO IN VITRO Initial growth of mangabeira (Hancornia

Leia mais

Aclimatação da bromélia Aechmea nudicaulis em diferentes substratos.

Aclimatação da bromélia Aechmea nudicaulis em diferentes substratos. Aclimatação da bromélia Aechmea nudicaulis em diferentes substratos. Alice N. Aranda-Franco 1 ; Adriana P.M. Rodriguez 1 1 Universidade de São Paulo - Centro de Energia Nuclear na Agricultura - Laboratório

Leia mais

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA.

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA. TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA Adriana Rodrigues Passos 1, Simone Alves Silva 1, Fernando Irajá Félix de Carvalho 2, Irineu Hartwig 2, Maraísa Crestani

Leia mais

Título da Pesquisa: Palavras-chave: Campus: Tipo Bolsa Financiador Bolsista (as): Professor Orientador: Área de Conhecimento: RESUMO

Título da Pesquisa: Palavras-chave: Campus: Tipo Bolsa Financiador Bolsista (as): Professor Orientador: Área de Conhecimento: RESUMO Título da Pesquisa: Estabelecimento in vitro de lichia Palavras-chave: Biotecnologia, Estabelecimento, Meio nutritivo, Explante Campus: Bambuí- Minas Gerais Tipo de Bolsa: PIBIC Financiador: CNPq Bolsista

Leia mais

Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir de Carvalho (Orientador),

Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir de Carvalho (Orientador), OBTENÇÃO DE PLÂNTULAS DO HÍBRIDO DE CATTLEYA LODDIGESII x CATTLEYA FORBESII (ORCHIDACEAE), OBTIDA A PARTIR DE DIFERENTES FONTES E CONCENTRAÇÕES DE CARBONO. Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE HIPPEASTRUM HYBRIDUM APPLE BLOSSOM, MEDIANTE ESCAMAS DUPLAS 1

MICROPROPAGAÇÃO DE HIPPEASTRUM HYBRIDUM APPLE BLOSSOM, MEDIANTE ESCAMAS DUPLAS 1 MICROPROPAGAÇÃO ARTIGO DE HIPPEASTRUM CIENTÍFICO HYBRIDUM... 35 MICROPROPAGAÇÃO DE HIPPEASTRUM HYBRIDUM APPLE BLOSSOM, MEDIANTE ESCAMAS DUPLAS 1 ANTONIO FERNANDO CAETANO TOMBOLATO 2, 3 ; ANA MARIA MOLINI

Leia mais