Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo"

Transcrição

1 Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Priscila P. Botrel ; Juliana F. Sales,2 ; José E. B. P. Pinto ; Fabiano G. Silva,3 ; Vivian E. Nascimento ; Suzan K. V. Bertolucci. UFLA/DAG - Laboratório de Cultura de Tecidos e Plantas Medicinais. Lavras MG FESURV (Universidade de Rio Verde, GO) CEFET Laboratório de Cultura de Tecidos. Rio Verde GO RESUMO Com o objetivo de desenvolver um protocolo para indução e crescimento de calos de H. marrubioides foi desenvolvido o presente trabalho. Como explantes, utilizou-se folhas de plântulas germinadas in vitro. O meio de cultura foi o MS com 5% da concentração dos sais, suplementados com a interação de,;,; ; 5,;, e 2, M de 2,4-D com,; e, M de benzilaminopurina (BAP), 6 g.l - de ágar, suplementado com 3 g.l - de sacarose. A incubação aconteceu em sala de crescimento a 25 ºC±, em presença de 5 mol.m -2.s -, fotoperíodo de 6 horas. Verificou-se que em ausência de suplementação do meio de cultura com 2,4 não foi constatada indução de calos. Na ausência de 2,4-D e BAP ocorreu apenas formação de raízes. Concentrações de 2,4-D entre e 5, M se mostraram eficientes na indução de calos de coloração mais clara. Apenas o meio contendo 5, M de 2,4-D suportou o crescimento de calos a partir dos 2 dias após indução. Palavras-chave: Hyptis marrubioides, planta medicinal. ABSTRACT Callus induction and growth in foliar explant of Hyptis marrubioides The goal of this work was evaluating one protocol to callus induction and growth with leaves germinated in vitro. The culture medium was MS with 5% halfstrength, supplemented with interaction of 2,4-D (.;.; 2.5; 5.;. and 2. M) and BAP (.; 2.5; and. M), 6 g.l - agar, 3 g.l - sucrose. The explant was incubated growth room at 25 ºC±, 5 mol.m - 2.s - irradiation, 6 hs photoperiod. It has verified that without growth regulation did not have callus induction only roots. The concentration of. M and 5. M of 2,4-D the explant showed callus induction with light color. Only in the medium with 5. M of 2,4-D have callus growth until 2 days of culture. Keywords: Hyptis marrubioides, medicinal plant.

2 O gênero Hyptis possuindo mais de 3 espécies, exibe a maior diversidade morfológica na região de cerrado brasileiro (Harley, 988). Estas espécies são bastante aromáticas e são freqüentemente usadas para o tratamento de infecções gastrointestinais, cãimbras, dores e no tratamento de infecções de pele. Calogênese é uma cultura de massa celular, com crescimento desordenado e certo grau de diferenciação (Torres et al., 2), em resposta a uma injúria química, como concentração de sais e fitorreguladores, ou injúria física, como ferimentos nos tecidos. O presente trabalho teve como objetivo estudar condições hormonais para maximizar a produção de calos friáveis, visando futuro estudo de produção de princípios ativos desta espécie, mediante a cultura de calos e suspensão celular. MATERIAL E MÉTODOS Material vegetal e meio de cultura A partir de plântulas germinadas in vitro como descrito por Sales et al (23), foi implantado o presente trabalho. As folhas foram seccionadas e inoculadas em meio de cultura com 5% da concentração dos sais MS (Murashige e Skoog, 962), suplementados com a interação de,;,; ; 5,;, e 2, M de ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4- D) com,; e, M de benzilaminopurina (BAP). Em cada frasco foram adicionados ml de meio, solidificado com 6 g.l - de ágar, suplementado com 3 g.l - de sacarose. A incubação aconteceu em sala de crescimento a 25 ºC±, em presença de 5 mol.m -2.s -, fotoperíodo de 6 horas. Após 3 dias, o experimento foi avaliado através da área do explante original coberta com calos. Os calos formados foram repicados para o mesmo meio de cultura, onde permaneceram por mais 3 dias. Parte dos calos foram utilizados para determinar a fitomassa. Outra parte, foi repicada nos meios suplementados com e 5, M de 2,4-D. Delineamento experimental O experimento foi implantado no delineamento inteiramente cazualisado em esquema fatorial 6x3, com 3 repetições por tratamento, perfazendo 54 unidades experimentais. RESULTADOS E DISCUSSÃO Em ausência de suplementação do meio de cultura com 2,4 não foi constatada indução de calos (Figura ). Na ausência de 2,4-D e BAP verificou-se apenas formação de raízes. Relacionado a indução de calos, concentrações de 2,4-D entre e 5, M se mostraram eficientes, apesar de não diferirem em termos de formação de calos, das

3 concentrações de e 2 M (Figura 2). Por outro lado, estas concentrações mais elevadas apresentaram indução de calos mais escurecidos. Na segunda repicagem, o maior escurecimento dos calos em concentrações de e 2 M de 2,4-D descritos anteriormente, foi refletida no acúmulo de fitomassa, onde nestas concentrações de 2,4-D, independente da concentração de BAP utilizada, foi demonstrada redução significativa (Figura 3). Maiores acúmulos de fitomassa ocorreram em e M de 2,4-D, independente da concentração de BAP e 5, M de 2,4-D sem BAP. A partir da segunda repicagem, os calos foram cultivados nos meios suplementados com e 5, M de 2,4-D. Estes dois meios, apesar de não ter proporcionado os maiores acúmulos de fitomassa (Figura 3), apresentaram calos de coloração mais clara. Verificou-se a partir da quarta repicagem, aos 2 dias após indução dos calos, que o único balanço de fitorregulador eficiente na manutenção dos calos, foi 5, M de 2,4-D (Figura 4). 2,4-D ( M) 5 2 BAP ( M) Figura : Visão geral da interação de diferentes concentrações de 2,4-D x BAP em explantes foliares de Hyptis marrubioides.

4 9 Formação de calo (%) Figura 2: 2,4-D (mm) 5 2 BAP (mm) Porcentagem de explantes foliares com formação de calos após 3 dias de cultivo em meio MS, com 5% da concentração de sais, suplementados com diferentes combinações de 2,4- D/BAP.,3,25,2,5,,5 2,4-D ( M ) 5 2 Figura 2: Fitomassa fresca de calos de Hyptis marrubioides após segunda repicagem no mesmo meio de indução. Z Médias seguidas pela mesma letra maiúscula entre concentrações de 2,4-D e minúscula entre concentrações de BAP, não diferem entre si pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. LITERATURA CITADA HARLEY, R.M. Evolution and distribution of Eriope (Labiatae) and its relatives in Brasil. In- Vanzolini, P.E. and Heyer, W.R. (eds). Proceedings Patterns. Academia Brasileira de Ciências. Rio de Janeiro, p.7-8, 988.

5 MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A revised medium for rapid growth and biossays with tobacco tissue cultures. Physiology Plantarum, v.5, p , 962. SALES, J.F; PINTO, J.E.B.P; BOTREL, P.P; SILVA, F.G; BERTOLUCCI, S.K.V. I Anais do Congresso Brasileiro de Cultura de Tecidos, p. x, 23. TORRES, A.C.; FERREIRA, A.T.; SÁ, F.G.; BUSO, J.A.; CALDAS, L.S.; NASCIMENTO, A.S.; BRÍGIDO, M.M.; ROMANO, E. Glossário de biotecnologia vegetal. Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia, 2. 28p.

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Paulo Sérgio Gomes da Rocha 1 ; Antonio Sergio do Amaral 1 ; Amito José Teixeira 1, Mayara Luana Coser Zonin 2 ; Sergio Delmar dos Anjos 3. INTRODUÇÃO O estabelecimento

Leia mais

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Mariana Conceição

Leia mais

INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. INTRODUÇÃO

INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. INTRODUÇÃO Página 270 INFLUENCIA DE BAP E ANA NA FORMAÇÃO DE CALOS DE Jatropha curcas L. Wesley Machado 1, Andréa Almeida Carneiro 2 e Gracielle Teodora da Costa Pinto Coelho 3 1 Agrônomo, Pós-graduando em Biotecnologia,

Leia mais

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG.

PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO. Acadêmico PVIC/UEG do Curso de Agronomia, UnU Ipameri - UEG. PROPAGAÇÃO DO MANGOSTÃO ATRAVÉS DO CULTIVO IN VITRO Valter de Oliveira Neves Júnior1; Zélio de Lima Vieira 1; Leandro Martins Prudente1; Rafael Benetti1; Sebastião Pedro da Silva Neto 2 1 Acadêmico PVIC/UEG

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro na Multiplicação e Alongamento de Eucalyptus Saligna Smith Caroline Ribeiro Tunes 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluno do Curso de Biotecnologia; Campus

Leia mais

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2

Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 Comparação de Diferentes Sistemas de Cultivo in vitro de Jatropha curcas Rosetânia Neves da Conceição 1 e Gessiel Newton Scheidt 2 1 Aluna do Curso de Biotecnologia; Campus de Gurupi; e-mail: rncrose@hotmail.com

Leia mais

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador

Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013, Belo Horizonte Efeito de hipoclorito de sódio na desinfestação de meristemas de bastão-do-imperador Sueli Lourdes Ferreira Tarôco (1), Erivelton

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR. Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas - PGMP

MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR. Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas - PGMP MICROPROPAGAÇÃO DE VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR Paulo Roberto FARIA ; Sérgio Tadeu SIBOV ; Diego José CALDAS 2 ; Victor Fernando Rodrigues da SILVA 2 Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata).

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). Rezanio Martins Carvalho (bolsista do PIBIC/CNPq), Fabiano André Petter

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1 PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA (MALUS PRUNIFOLIA) CV. MARUBAKAIDO: EFEITO DE BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO GIBERÉLICO 1 SOUZA, Letiele Bruck de 2 ; COGO, Maurício Ricardo de Melo 2 ; SANTOS,

Leia mais

Germinação in vitro de embriões zigóticos e sementes de nim indiano (Azadirachta indica A. Juss.)

Germinação in vitro de embriões zigóticos e sementes de nim indiano (Azadirachta indica A. Juss.) Germinação in vitro de embriões zigóticos e sementes de nim indiano (Azadirachta indica A. Juss.) 1 LÉDO, A.S. 1 ; BLANK, A.F. 2 ; BARBOZA, S.B.S.C. 3 ; RANGEL, M.S.A. 4 ; LÉDO, C.A.S. 5 1Embrapa Tabuleiros

Leia mais

TÍTULO: AVALIAÇÃO DE MUDAS DE COFFEA ARABICA PRODUZIDAS EM DIFERENTES RECIPIENTES

TÍTULO: AVALIAÇÃO DE MUDAS DE COFFEA ARABICA PRODUZIDAS EM DIFERENTES RECIPIENTES TÍTULO: AVALIAÇÃO DE MUDAS DE COFFEA ARABICA PRODUZIDAS EM DIFERENTES RECIPIENTES CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: CIÊNCIAS AGRÁRIAS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DO PLANALTO

Leia mais

Cultivo in vitro de Salvia hispanica L.

Cultivo in vitro de Salvia hispanica L. Artigo original DOI: 105902/2236117015566 Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental Santa Maria, v. 19, n.2, mai-ago. 2015, p. 1555-1560 Revista do Centro de Ciências Naturais e Exatas

Leia mais

UNIFORMIZANDO A GERMINAÇÃO NA CULTURA DO CRAMBE (Crambe. abyssinica)

UNIFORMIZANDO A GERMINAÇÃO NA CULTURA DO CRAMBE (Crambe. abyssinica) UNIFORMIZANDO A GERMINAÇÃO NA CULTURA DO CRAMBE ( abyssinica) A busca por novas fontes alternativas de combustíveis tem despertado o interesse de agricultores para o cultivo de plantas com características

Leia mais

Influência do 2,4-D, nitrato de prata e ácido acetilsalicílico no cultivo in vitro de anteras de cafeeiro (Coffea arabica L.).

Influência do 2,4-D, nitrato de prata e ácido acetilsalicílico no cultivo in vitro de anteras de cafeeiro (Coffea arabica L.). Influência do 2,4-D, nitrato de prata e ácido acetilsalicílico no cultivo in vitro de anteras de cafeeiro (Coffea arabica L.). 2,4-D, Silver nitrate, and acetylsalicylic acid influence on the in vitro

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DO CULTIVO DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum) IN VITRO

PADRONIZAÇÃO DO CULTIVO DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum) IN VITRO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA 4ª Semana do Servidor e 5ª Semana Acadêmica 2008 UFU 30 anos PADRONIZAÇÃO DO CULTIVO DE ALGODÃO (Gossypium hirsutum) IN VITRO Rafael Rogério Pereira da Silva (1), Universidade

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE NITRATO DE AMÔNIO E DE URÉIA COMO FONTES DE NITROGÊNIO NA MICROPROPAGAÇÃO DE AMOREIRA-PRETA

UTILIZAÇÃO DE NITRATO DE AMÔNIO E DE URÉIA COMO FONTES DE NITROGÊNIO NA MICROPROPAGAÇÃO DE AMOREIRA-PRETA Scientia Agraria ISSN 1519-1125 (printed) and 1983-2443 (on-line) VILLA, F. et al. Utilização de nitrato de amônio e de uréia como fontes... UTILIZAÇÃO DE NITRATO DE AMÔNIO E DE URÉIA COMO FONTES DE NITROGÊNIO

Leia mais

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO

Leia mais

EFEITO DO PROCESSAMENTO E DO TEMPO DE EXTRAÇÃO NO TEOR DE ÓLEO ESSENCIAL EM FOLHAS DE HORTELÃ-DO-CAMPO

EFEITO DO PROCESSAMENTO E DO TEMPO DE EXTRAÇÃO NO TEOR DE ÓLEO ESSENCIAL EM FOLHAS DE HORTELÃ-DO-CAMPO BOTREL PP; PINTO Efeito do JEB; processamento FIGUEIREDO e FC; do ARAÚJO tempo de ACC. extração 2008. no Efeito teor do de processamento óleo essencial e em do tempo folhas de de extração hortelã-do-campo

Leia mais

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE Larissa Costa MELLO 1, Maria do Carmo Bassols RASEIRA 2, Marco Antonio DALBÓ 3, Clenilso Sehnen

Leia mais

CULTIVO IN VITRO DE SEGMENTOS NODAIS DE HORTELÃ

CULTIVO IN VITRO DE SEGMENTOS NODAIS DE HORTELÃ MICROPROPAGAÇÃO CULTIVO IN VITRO DE SEGMENTOS NODAIS DE HORTELÃ As mentas ou hortelãs são plantas perenes, raramente anuais, que se expandem mediante estolões. O fenômeno de hibridização interespecífica,

Leia mais

Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil

Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Rodrigues Soares, Joyce Dória; Almendagna Rodrigues, Filipe; Gomes de Araujo, Aparecida; Pasqual, Moacir; Aparecida

Leia mais

EFEITO NA GERMINAÇÃO E O VIGOR DE SEMENTES DE PIMENTÃO(Capsicum annum L.)EM DIFERENTES TIPOS DE SOLOS TRATADO COM HIDROPLAN. ;José C.

EFEITO NA GERMINAÇÃO E O VIGOR DE SEMENTES DE PIMENTÃO(Capsicum annum L.)EM DIFERENTES TIPOS DE SOLOS TRATADO COM HIDROPLAN. ;José C. EFEITO NA GERMINAÇÃO E O VIGOR DE SEMENTES DE PIMENTÃO(Capsicum annum L.)EM DIFERENTES TIPOS DE SOLOS TRATADO COM HIDROPLAN. Ronaldo S. Viana ;José C. Lopes Bolsista, CNPq/PIVIC, Universidade Federal do

Leia mais

AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA

AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA Fernanda Pereira de Souza 1 Eder de Souza Martins 2 Luise Lottici Krahl 3 Eduardo Alano Vieira 4 Josefino de Freitas

Leia mais

Produtividade e qualidade de diferentes genótipos de Bourbon cultivados em Minas Gerais visando à produção de cafés especiais

Produtividade e qualidade de diferentes genótipos de Bourbon cultivados em Minas Gerais visando à produção de cafés especiais Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 8., 2011, Belo Horizonte Produtividade e qualidade de diferentes genótipos de Bourbon cultivados em Minas Gerais visando à produção de cafés especiais Priscilla

Leia mais

ARTIGO. Fontes e concentrações de carboidratos no crescimento vegetativo e no enraizamento in vitro de Miltonia flavescens Lindl.

ARTIGO. Fontes e concentrações de carboidratos no crescimento vegetativo e no enraizamento in vitro de Miltonia flavescens Lindl. Revista Brasileira de Biociências Brazilian Journal of Biosciences ARTIGO Instituto de Biociências UFRGS ISSN 1980-4849 (on-line) / 1679-2343 (print) Fontes e concentrações de carboidratos no crescimento

Leia mais

EFEITO DAS ESTAÇÕES DO ANO NA CALOGÊNESE E EMBRIOGÊNESE SOMÁTICA EM OITO GENÓTIPOS DE Coffea arabica

EFEITO DAS ESTAÇÕES DO ANO NA CALOGÊNESE E EMBRIOGÊNESE SOMÁTICA EM OITO GENÓTIPOS DE Coffea arabica FITO S STÇÕS O NO N LOGÊNS MRIOGÊNS SOMÁTI M OITO GNÓTIPOS offea arabica Julieta ndréa S. lmeida, Luis arlos S. Ramos mail: lcramos@iac.sp.gov.br, Luiz arlos Fazuoli Instituto gronômico de ampinas, ampinas,

Leia mais

Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1. LED - New light source for multiplication and rooting in vitro of raspberry

Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1. LED - New light source for multiplication and rooting in vitro of raspberry PAULO SÉRGIO GOMES DA ROCHA, ROBERTO PEDROSO DE OLIVEIRA, WALKYRIA BUENO SCIVITTARO Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1 Paulo Sérgio Gomes da Rocha 2 *, Roberto Pedroso

Leia mais

TEOR E EXTRAÇÃO DE NPK EM DOIS GENÓTIPOS DE MILHO SAFRINHA SOLTEIRO E CONSORCIADO COM BRAQUIÁRIA

TEOR E EXTRAÇÃO DE NPK EM DOIS GENÓTIPOS DE MILHO SAFRINHA SOLTEIRO E CONSORCIADO COM BRAQUIÁRIA TEOR E EXTRAÇÃO DE NPK EM DOIS GENÓTIPOS DE MILHO SAFRINHA SOLTEIRO E CONSORCIADO COM BRAQUIÁRIA Adriano dos Santos (1), Neriane de Souza Padilha (2), Valdecir Batista Alves (3), Gessí Ceccon (4) Introdução

Leia mais

Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas. Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids

Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas. Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids DOI: 10.5433/1679-0359.2014v35n4p1731 Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids Luzia Yuriko Miyata 1 ; Fabíola

Leia mais

Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos

Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos Aclimatização de mudas micropropagadas de violeta africana em diferentes substratos Cícero Pereira Cordão Terceiro Neto 1 ; Fred Carvalho Bezerra 2 ; Fernando Felipe Ferreyra Hernandez 1 ; José Vagner

Leia mais

Planejamento da pesquisa científica: incerteza e estatística. Edilson Batista de Oliveira Embrapa Florestas

Planejamento da pesquisa científica: incerteza e estatística. Edilson Batista de Oliveira Embrapa Florestas Planejamento da pesquisa científica: incerteza e estatística Edilson Batista de Oliveira Embrapa Florestas Pesquisa em laboratórios na Embrapa Anos 70 Anos 80 Anos 90 Século 21 Precisão em Laboratórios:

Leia mais

ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS DA DISCIPLINA FISIOLOGIA VEGETAL PROFª CYNTHIA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE

ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS DA DISCIPLINA FISIOLOGIA VEGETAL PROFª CYNTHIA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Secretaria do Estado da Educação, da Cultura e dos Desportos - SECD UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS

Leia mais

BV581 - Fisiologia Vegetal Básica - Desenvolvimento. Aula 12b: Propagação Vegetativa

BV581 - Fisiologia Vegetal Básica - Desenvolvimento. Aula 12b: Propagação Vegetativa BV581 - Fisiologia Vegetal Básica - Desenvolvimento Prof. Marcelo C. Dornelas Aula 12b: Propagação Vegetativa A propagação vegetativa como um processo de manutenção da diversidade Ao contrário da reprodução

Leia mais

Revista Ceres ISSN: X Universidade Federal de Viçosa Brasil

Revista Ceres ISSN: X Universidade Federal de Viçosa Brasil Revista Ceres ISSN: 0034-737X ceresonline@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Soares Reis, Érika; B. P. Pinto, José Eduardo; Silva Rosado, Luciana Domiciano; Monteiro Corrêa, Ricardo Influência

Leia mais

). Segmentos nodais foram cultivados em meio nutritivo MS reduzido à metade da concentração de sais ( 1 / 2

). Segmentos nodais foram cultivados em meio nutritivo MS reduzido à metade da concentração de sais ( 1 / 2 Alongamento in ALONGAMENTO vitro de genótipos de in Eucalyptus vitro DE GENÓTIPOS DE Eucalyptus dunnii MAIDEN 545 Marcio Carlos Navroski 1 *, Lia Rejane Silveira Reiniger 2, Mariane de Oliveira Pereira,

Leia mais

EFEITO DE BAP E CINETINA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-ROXO (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos)¹

EFEITO DE BAP E CINETINA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-ROXO (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos)¹ EFEITO DE BAP E CINETINA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE IPÊ-ROXO (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos)¹ PIMENTEL, Nathalia 2 ; HEBERLE, Michele 3 ; KIELSE, Paula 4 ; LENCINA, Kelen H. 5 ; FISCHER,Hardi

Leia mais

Perfil metabólico de calos de Cedrela fissilis Vellozo (Meliaceae)

Perfil metabólico de calos de Cedrela fissilis Vellozo (Meliaceae) Perfil metabólico de calos de Cedrela fissilis Vellozo (Meliaceae) Thaise Gerber * RESUMO Cedrela fissilis Vell. (Meliaceae) é uma espécie arbórea, nativa da Floresta Atlântica, de grande interesse econômico

Leia mais

INFLUÊNCIA DA POSIÇÃO DA ESTACA NO RAMO E DO TIPO DE SUBSTRATO SOBRE O ENRAIZAMENTO DE Alternanthera brasiliana L. (Kuntze) 1

INFLUÊNCIA DA POSIÇÃO DA ESTACA NO RAMO E DO TIPO DE SUBSTRATO SOBRE O ENRAIZAMENTO DE Alternanthera brasiliana L. (Kuntze) 1 INFLUÊNCIA DA POSIÇÃO DA ESTACA NO RAMO E DO TIPO DE SUBSTRATO SOBRE O ENRAIZAMENTO DE Alternanthera brasiliana L. (Kuntze) 1 ROCHA, Bruna N. 3 ; ZULIANI, Alberi J. B. 2 ; LÖBLER, Lisiane 3 ; BERTÊ, Rosiana

Leia mais

AVALIAÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE

AVALIAÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE 34 AVALIAÇÃO DE MEIOS DE CULTURA E MÉTODOS DE DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES DE PLANTAS ADULTAS DE ERVA-MATE Santos, D.C. dos 1 E Wendling, I. 2 RESUMO - Este trabalho objetivou avaliar os efeitos de diferentes

Leia mais

INFLUÊNCIA DOS ÁCIDOS NAFTALENO ACÉTICO E ÁCIDO INDOL BUTÍRICO (AUXINAS) NO DESENVOLVIMENTO

INFLUÊNCIA DOS ÁCIDOS NAFTALENO ACÉTICO E ÁCIDO INDOL BUTÍRICO (AUXINAS) NO DESENVOLVIMENTO INFLUÊNCIA DOS ÁCIDOS NAFTALENO ACÉTICO E ÁCIDO INDOL BUTÍRICO (AUXINAS) NO DESENVOLVIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE Cyrtopodium saintlegerianum Rchb. F. (ORCHIDACEAE) RESUMO Daniella de Jesus Mendes 1

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 EFEITO DE AIA E BAP NA MULTIPLICAÇÃO DE EUCALYPTUS UROGRANDIS TÂNIA REGINA BATISTA 1, EVÂNIA GALVÃO MENDONÇA 2 ; VANESSA STEIN 3, LUCIANO VILELA PAIVA 4, BRENO RÉGIS SANTOS 5 RESUMO A área de florestas

Leia mais

Efeitos dos Antibióticos Rifampicina e Cefotaxima no Desenvolvimento de Calos de Maracurá-amarelo (Passiflora edulis f. Flavicarpa) Introdução

Efeitos dos Antibióticos Rifampicina e Cefotaxima no Desenvolvimento de Calos de Maracurá-amarelo (Passiflora edulis f. Flavicarpa) Introdução Efeitos dos Antibióticos Rifampicina e Cefotaxima no Desenvolvimento de Calos de Maracurá-amarelo (Passiflora edulis f. Flavicarpa) Daniela B. Lopes [1], Diego de M. Bento [2] ; Paulo V. Barroso [3] ;

Leia mais

DETERMINAÇÃO DE EQUAÇÕES DE REGRESSÃO OBTIDAS EM TERMÔMETROS DE GLOBO NEGRO PADRÃO E PLÁSTICO VERÃO E INVERNO

DETERMINAÇÃO DE EQUAÇÕES DE REGRESSÃO OBTIDAS EM TERMÔMETROS DE GLOBO NEGRO PADRÃO E PLÁSTICO VERÃO E INVERNO DETERMINAÇÃO DE EQUAÇÕES DE REGRESSÃO OBTIDAS EM TERMÔMETROS DE GLOBO NEGRO PADRÃO E PLÁSTICO VERÃO E INVERNO Patrícia da Silva Simão 1 ; Sandra Regina Pires de Moraes 2 ; André Luiz Ribas de Oliveira

Leia mais

Acúmulo de macronutrientes em roseiras em função do manejo do solo

Acúmulo de macronutrientes em roseiras em função do manejo do solo Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 9., 2012, Belo Horizonte Acúmulo de macronutrientes em roseiras em função do manejo do solo Iara Cristina Santos Curvelo (1), Elka Fabiana Aparecida Almeida

Leia mais

Biotecnologia da Piper hispinervium - Pimenta Longa

Biotecnologia da Piper hispinervium - Pimenta Longa PESQUISA Biotecnologia da Piper hispinervium - Pimenta Longa Rosete Pescador Patrícia Sibila Araújo Cláudio Hermes Maas Laboratório de Biotecnologia: Micropropagação Vegetativa Universidade Regional de

Leia mais

Germinação de grãos de pólen de diferentes cultivares de oliveira

Germinação de grãos de pólen de diferentes cultivares de oliveira Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013, Belo Horizonte Germinação de grãos de pólen de diferentes cultivares de oliveira Rennê Fonseca Ferreira (1), Adelson Francisco de Oliveira (2),

Leia mais

MÉTODOS DE PROPAGAÇÃO E GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE. Jatropha curcas L.

MÉTODOS DE PROPAGAÇÃO E GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE. Jatropha curcas L. MÉTODOS DE PROPAGAÇÃO E GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Jatropha curcas L. Maria Regina G. Ungaro, Centro de Grãos e Fibras, IAC, ungaro@iac.sp.gov.br Amadeu Regitano Neto, Centro de Grãos e Fibras, IAC, regitano@iac.sp.gov.br

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS: TREINAMENTO E CAPACITAÇÃO DE ALUNOS DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS NA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA VEGETAL 1

MICROPROPAGAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS: TREINAMENTO E CAPACITAÇÃO DE ALUNOS DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS NA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA VEGETAL 1 MICROPROPAGAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS: TREINAMENTO E CAPACITAÇÃO DE ALUNOS DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS NA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA VEGETAL 1 Tatiana Carvalho de Castro 2, Aline Medeiros Saavedra de Paula 3, Claudia

Leia mais

MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS -

MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS - MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS - Data limite para envio: até 08 de junho de 2014 Modalidades de apresentação: Comunicação Oral e Pôster

Leia mais

Desinfestação superficial, germinação e regeneração in vitro a partir de sementes de calêndula

Desinfestação superficial, germinação e regeneração in vitro a partir de sementes de calêndula Ciência Rural, Santa Desinfestação Maria, v.41, superficial, n.5, p.761-766, germinação mai, e 2011 regeneração in vitro a partir de sementes de calêndula. ISSN 0103-8478 761 Desinfestação superficial,

Leia mais

Comportamento de plântulas de Laelia tenebrosa Rolfe (Orchidaceae), inoculadas in vitro sob diferentes substratos

Comportamento de plântulas de Laelia tenebrosa Rolfe (Orchidaceae), inoculadas in vitro sob diferentes substratos Volumen 29, Nº 1. Páginas 103-105 IDESIA (Chile) Enero-Abril, 2011 Comportamento de plântulas de Laelia tenebrosa Rolfe (Orchidaceae), inoculadas in vitro sob diferentes substratos Behavior of Laelia tenebrosa

Leia mais

GLOBAL SCIENCE AND TECHNOLOGY (ISSN )

GLOBAL SCIENCE AND TECHNOLOGY (ISSN ) GLOBAL SCIENCE AND TECHNOLOGY (ISSN 1984-3801) RENDIMENTO DE EXPLANTES E ESTABELECIMENTO IN VITRO DE SEGMENTOS NODAIS DE Anacardium othonianum RIZZ., ORIUNDOS DE SEMENTES ARMAZENADAS POR DIFERENTES PERÍODOS

Leia mais

Conservação in vitro de Cochlospermum regium (Schrank) Pilg.- Cochlospermaceae sob regime de crescimento mínimo

Conservação in vitro de Cochlospermum regium (Schrank) Pilg.- Cochlospermaceae sob regime de crescimento mínimo 184 Conservação in vitro de Cochlospermum regium (Schrank) Pilg.- Cochlospermaceae sob regime de crescimento mínimo CAMILLO, J. 1 ; SCHERWINSKI-PEREIRA, J.E. 2* ; VIEIRA, R.F. 2 ; PEIXOTO, J.R. 1 1 Universidade

Leia mais

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS Fred Carvalho Bezerra 1 ; Tiago da Costa Silva²; Fernando Vasconcellos Meyer Ferreira²; Daniel Barbosa Araújo 3 1 Eng.

Leia mais

CALOGÊNESE E ESTABELECIMENTO DE SUSPENSÕES CELULARES DE Capsicum chinense BRS MOEMA

CALOGÊNESE E ESTABELECIMENTO DE SUSPENSÕES CELULARES DE Capsicum chinense BRS MOEMA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE CALOGÊNESE E ESTABELECIMENTO DE SUSPENSÕES CELULARES

Leia mais

Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso

Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 8., 2011, Belo Horizonte Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso Cézar Augusto Mafia Leal (1), Roberto Fontes Araujo (2),

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL. Analise Estatística

RELATÓRIO PARCIAL. Analise Estatística RELATÓRIO PARCIAL Analise Estatística ASSUNTO: Experimento Gel Estagiário: Elbert Viana Ferreira Junior Supervisor : Fausto Hissashi Takizawa Projeto Mutum Data: 09/2008 1 - APRESENTAÇÃO: Neste documento

Leia mais

Efeito do tamanho e do peso específico na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso (Jatropha curcas L.)

Efeito do tamanho e do peso específico na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso (Jatropha curcas L.) Efeito do tamanho e do peso específico na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso (Jatropha curcas L.) Gabriel Moraes Costa (1), Roberto Fontes Araujo (2), Eduardo Fontes Araujo (3), João Batista

Leia mais

Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil

Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ciência Rural ISSN: 0103-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Corrêa Monteiro, Ricardo; Pinto Brasil Pereira, José Eduardo; Bertolucci Vilela, Suzan Kelly; Reis Soares,

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VIVO E IN VITRO DE Cissus sicyoides, UMA PLANTA MEDICINAL

PROPAGAÇÃO IN VIVO E IN VITRO DE Cissus sicyoides, UMA PLANTA MEDICINAL PROPAGAÇÃO IN VIVO E IN VITRO DE Cissus sicyoides, UMA PLANTA MEDICINAL Ilka Nacif de ABREU 1, José Eduardo Brasil Pereira PINTO 2, Suzan Kelly Vilela BERTOLUCCI 2, Augusto Ramalho de MORAIS 2, Clara GEROMEL

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DA MAMA-CADELA (Brosimum gaudichaudii Tréc.), UMA PLANTA MEDICINAL DO CERRADO: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA A PRODUÇÃO DE COMPOSTOS DE INTERESSE FARMACÊUTICO Marcus Vinícius de

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE Kalanchoe blossfeldiana Poelln., VIA ORGANOGÊNESE

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE Kalanchoe blossfeldiana Poelln., VIA ORGANOGÊNESE PROPGÇÃO IN VITRO DE Kalanchoe blossfeldiana Poelln., VI ORGNOGÊNESE In vitro PROPGTION OF Kalanchoe blossfeldiana Poelln., BY ORGNOGENESIS THOMÉ, Gladis C. H. 1 ; GRESSLER, Pablo D. 2 ; SNTOS, Genise

Leia mais

INDUÇÃO E DINÂMICA DE CRESCIMENTO DE CALOS E DE SUSPENSÃO CELULAR DE Capsicum frutescens CV. STROMBOLI ELOÍSA SANTANA PAZ

INDUÇÃO E DINÂMICA DE CRESCIMENTO DE CALOS E DE SUSPENSÃO CELULAR DE Capsicum frutescens CV. STROMBOLI ELOÍSA SANTANA PAZ FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA - NCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E MEIO AMBIENTE - PGDRA INDUÇÃO E DINÂMICA DE CRESCIMENTO DE

Leia mais

Carvão ativado e estiolamento no estabelecimento in vitro de romãzeira

Carvão ativado e estiolamento no estabelecimento in vitro de romãzeira Carvão ativado e estiolamento no estabelecimento in vitro de romãzeira 1 2 3 Márcia Maria Dias, Silvia Nietsche e Marlon Cristian Toledo Pereira 2 Eng. Agr. Mestre Agronomia/Fitotecnia. E-mail: marciamaridias@yahoo.com.br

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE MUSSAENDA (Mussaenda erythrophylla cv. Rosea) 1

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE MUSSAENDA (Mussaenda erythrophylla cv. Rosea) 1 e-issn 1983-463 - www.agro.ufg.br/pat - Pesq. Agropec. Trop., Goiânia, v. 4, n. 2, p. 26-212, abr./jun. 21 PROPAGAÇÃO IN VITRO DE MUSSAENDA (Mussaenda erythrophylla cv. Rosea) 1 Jacqueline Leite Almeida

Leia mais

FLÁVIA MONIQUE DA SILVA SALES MORFOGÊNESE IN VITRO DE REBENTOS DE SISAL

FLÁVIA MONIQUE DA SILVA SALES MORFOGÊNESE IN VITRO DE REBENTOS DE SISAL UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS FLÁVIA MONIQUE DA SILVA SALES MORFOGÊNESE IN VITRO DE REBENTOS DE SISAL CAMPINA

Leia mais

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Magda Araújo Brito 1 ; Valéria Gomes Momenté²; Ildon Rodrigues do Nascimento 3 1 Aluna do Curso de Engenharia de

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA PROPAGAÇÃO VEGETATIVA IN VITRO DE CULTIVARES DE MACIEIRA WILSON BARBOSA; FERNANDO ANTONIO CAMPO DALL ORTO ; MÁRIO OJIMA; SÔNIA APARECIDA FERRAZ DE CAMPOS; ANTONIO FERNANDO CAETANO TOMBOLATO I RESUMO O

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA COMPONENTES CURRÍCULARES Código Nome Nível de Ensino 1 FTC0001 AGROECOLOGIA STRICTO

Leia mais

CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO

CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO CRESCIMENTO IN VITRO DE Dendrobium nobile LINDLEY COM ADIÇÃO DE CARVÃO ATIVADO (IN VITRO GROWTH OF Dendrobium nobile LINDLEY WITH ACTIVED CHARCOAL) Renato Fernandes Galdiano Júnior 1,2 ; Pedro Cassoli

Leia mais

Produção de pimenta cumari em relação a incidência solar

Produção de pimenta cumari em relação a incidência solar Produção de pimenta cumari em relação a incidência solar Anderson I. F. Kobayashi, Denis M. Fernandes, Abílio J. Meiato, Gustavo Pedrazzi, Amalia Estela Mozambani Centro Universitário Moura Lacerda, Caixa

Leia mais

CULTURA DE TECIDOS APLICADA À MANUTENÇÃO DE GERMOPLASMA IN VITRO E AO MELHORAMENTO GENÉTICO DO MARACUJÁ (Passiflora spp.).

CULTURA DE TECIDOS APLICADA À MANUTENÇÃO DE GERMOPLASMA IN VITRO E AO MELHORAMENTO GENÉTICO DO MARACUJÁ (Passiflora spp.). CULTURA DE TECIDOS APLICADA À MANUTENÇÃO DE GERMOPLASMA IN VITRO E AO MELHORAMENTO GENÉTICO DO MARACUJÁ (Passiflora spp.). Dra. Ilene Ribeiro da Silva Passos Pesquisador Científico -VI IAC- CPD Recursos

Leia mais

Caracterização morfológica de plântulas de Luffa cylindrica L. germinadas in vitro

Caracterização morfológica de plântulas de Luffa cylindrica L. germinadas in vitro Agropecuária Técnica (2014) Volume 35 (1): 89-93 Versão Online ISSN 0100-7467 http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/at/index Caracterização morfológica de plântulas de Luffa cylindrica L. germinadas

Leia mais

Desenvolvimento e análise sensorial de doce de leite utilizando farinha de banana verde (Musa spp.)

Desenvolvimento e análise sensorial de doce de leite utilizando farinha de banana verde (Musa spp.) Desenvolvimento e análise sensorial de doce de leite utilizando farinha de banana verde (Musa spp.) Laura Costa Vitoi NASCIMENTO 1 ; Tamiris do Rosário NASCIMENTO 1 ; Rafael Antônio Nunes COURA 1 ; Alessandra

Leia mais

Resumos do IX Congresso Brasileiro de Agroecologia Belém/PA a

Resumos do IX Congresso Brasileiro de Agroecologia Belém/PA a Resumos do IX Congresso Brasileiro de Agroecologia Belém/PA 28.09 a 01.10.2015 Acúmulo de massa fresca e seca de plântulas de tomate em função dos diferentes tipos de substratos utilizados Fresh and dry

Leia mais

A experiência da Embrapa Milho e Sorgo com análises de solo cultivado com milho transgênico

A experiência da Embrapa Milho e Sorgo com análises de solo cultivado com milho transgênico A experiência da Embrapa Milho e Sorgo com análises de solo cultivado com milho transgênico Francisco Adriano de Souza Embrapa Milho e Sorgo - CNPMS Porque nos devemos zelar pela saúde do solo? 1. Nos

Leia mais

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE Arundina bambusifolia Lindl. COM DIFERENTES POTENCIAIS HIDROGENIONICOS. Floresta, MT, Brasil. (keyli_mt@hotmail.

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE Arundina bambusifolia Lindl. COM DIFERENTES POTENCIAIS HIDROGENIONICOS. Floresta, MT, Brasil. (keyli_mt@hotmail. PROPAGAÇÃO IN VITRO DE Arundina bambusifolia Lindl. COM DIFERENTES POTENCIAIS HIDROGENIONICOS Keylijane Alves da Silva 1, Vanessa dos Santos de Mello 2, Isane Vera Karsburg 3 1 Bióloga formada pela universidade

Leia mais

Avaliação de cultivares de alface em túnel baixo de cultivo forçado, na região de Jaboticabal-SP.

Avaliação de cultivares de alface em túnel baixo de cultivo forçado, na região de Jaboticabal-SP. FIGUEIREDO, E.B.de.; MALHEIROS, E.B.; BRAZ, L.T. Avaliação de cultivares de alface em túnel baixo de cultivo forçado, na região de Jaboticabal-SP. Horticultura Brasileira, v. 20, n. 2, julho, 2002. Suplemento

Leia mais

11349 - Propagação vegetativa de Poiretia latifolia Vogel, uma espécie negligenciada

11349 - Propagação vegetativa de Poiretia latifolia Vogel, uma espécie negligenciada 11349 - Propagação vegetativa de Poiretia latifolia Vogel, uma espécie negligenciada Neglected plant species, in vitro and cutting propagation of Poiretia latifolia Vogel TEIXEIRA, Cristhian dos Santos¹;

Leia mais

Efeito de diferentes substratos na aclimatação ex vitro de mudas de Violeta Africana (Saintpaulia ionantha Wendl) 1

Efeito de diferentes substratos na aclimatação ex vitro de mudas de Violeta Africana (Saintpaulia ionantha Wendl) 1 REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 Volume 4- Número 2-2º Semestre 2004 Efeito de diferentes substratos na aclimatação ex vitro de mudas de Violeta Africana (Saintpaulia ionantha Wendl)

Leia mais

USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS E FREQUÊNCIA DE IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DE TOMATE CEREJA EM SISTEMA HIDROPÔNICO

USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS E FREQUÊNCIA DE IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DE TOMATE CEREJA EM SISTEMA HIDROPÔNICO USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS E FREQUÊNCIA DE IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DE TOMATE CEREJA EM SISTEMA HIDROPÔNICO Rodrigo de Rezende Borges Rosa 1 ; Delvio Sandri 2 1 Eng. Agrícola, Discente do Mestrando Engenharia

Leia mais

Efeito da citocinina 6-bencilaminopurina na micropropagação in vitro da mamona utilizando o genótipo BRS nordestina

Efeito da citocinina 6-bencilaminopurina na micropropagação in vitro da mamona utilizando o genótipo BRS nordestina REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 Volume 8 - Número 2-2º Semestre 2008 Efeito da citocinina 6-bencilaminopurina na micropropagação in vitro da mamona utilizando o genótipo BRS nordestina

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATIZAÇÃO DE Ocimum selloi Benth, UMA PLANTA MEDICINAL LUCILA ELIZABETH FRAGOSO MONFORT

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATIZAÇÃO DE Ocimum selloi Benth, UMA PLANTA MEDICINAL LUCILA ELIZABETH FRAGOSO MONFORT MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATIZAÇÃO DE Ocimum selloi Benth, UMA PLANTA MEDICINAL LUCILA ELIZABETH FRAGOSO MONFORT 2010 LUCILA ELIZABETH FRAGOSO MONFORT MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATIZAÇÃO DE Ocimum selloi Benth,

Leia mais

Efeitos da adubação nitrogenada de liberação lenta sobre a qualidade de mudas de café

Efeitos da adubação nitrogenada de liberação lenta sobre a qualidade de mudas de café Efeitos da adubação nitrogenada de liberação lenta sobre a qualidade de mudas de café Gabriel Avelar LAGE 1 ; Sheila Isabel do Carmo PINTO²; Iul Brinner Expedito de SOUZA³; Marcus Vinicius SANTOS 3 ; Guilherme

Leia mais

Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: 1519-5228 revbiocieter@yahoo.com.br Universidade Estadual da Paraíba Brasil

Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: 1519-5228 revbiocieter@yahoo.com.br Universidade Estadual da Paraíba Brasil Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: 1519-5228 revbiocieter@yahoo.com.br Universidade Estadual da Paraíba Brasil Terceiro Neto Pereira Cordão, Cícero; Hernandez Ferreyra, Fernando Felipe; Bezerra

Leia mais

Polpa de banana e fertilizantes comerciais no cultivo in vitro de orquídea

Polpa de banana e fertilizantes comerciais no cultivo in vitro de orquídea Polpa de banana e fertilizantes comerciais no cultivo in vitro de orquídea Banana pulp and commercial fertilizers in the in vitro cultivation of orchid Mei Ju Su 1, Jenniffer Aparecida Schnitzer 2, Ricardo

Leia mais

A presença de Outliers interfere no Teste f e no teste de comparações múltiplas de médias

A presença de Outliers interfere no Teste f e no teste de comparações múltiplas de médias A presença de Outliers interfere no Teste f e no teste de comparações múltiplas de médias CHICARELI, L.S 1 ; OLIVEIRA, M.C.N. de 2 ; POLIZEL, A 3 ; NEPOMUCENO, A.L. 2 1 Universidade Estadual de Londrina

Leia mais

CONPLANT Consultoria, Treinamento, Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola Ltda.

CONPLANT Consultoria, Treinamento, Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola Ltda. BOLETIM TÉCNICO CONPLANT 24 DE OUTUBRO DE 2016 Prezado Citricultor CONPLANT Consultoria, Treinamento, Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola Ltda. Relatos do Congresso Internacional de Citros realizado em

Leia mais

PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DA PUPUNHA EM DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTIO E ADUBAÇÃO NO NOROESTE DO PARANÁ

PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DA PUPUNHA EM DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTIO E ADUBAÇÃO NO NOROESTE DO PARANÁ PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DA PUPUNHA EM DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTIO E ADUBAÇÃO NO NOROESTE DO PARANÁ Vanessa Aline Egewarth (PRPPG-UNIOESTE), Patrícia Aparecida Favorito, Edleusa Pereira Seidel (Orientador),

Leia mais

Enraizamento de estacas de oliveira (Olea europaea L.) utilizando diferentes substratos e ácido indolbutírico

Enraizamento de estacas de oliveira (Olea europaea L.) utilizando diferentes substratos e ácido indolbutírico Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Enraizamento de estacas de oliveira (Olea europaea L.) utilizando diferentes substratos e ácido indolbutírico Paula Nogueira Curi

Leia mais

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretariado de Estado da Educação e Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEG Departamento

Leia mais

ANÁLISE DA FAVORABILIDADE DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS À OCORRÊNCIA DE MÍLDIO DA VIDEIRA NO VALE DO SÃO FRANCISCO NO PERÍODO DE 2003 A 2007

ANÁLISE DA FAVORABILIDADE DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS À OCORRÊNCIA DE MÍLDIO DA VIDEIRA NO VALE DO SÃO FRANCISCO NO PERÍODO DE 2003 A 2007 ANÁLISE DA FAVORABILIDADE DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS À OCORRÊNCIA DE MÍLDIO DA VIDEIRA NO VALE DO SÃO FRANCISCO NO PERÍODO DE 2003 A 2007 Francislene Angelotti 1, Tamara Trindade de Carvalho Santos 1, Junior

Leia mais

CRESCIMENTO VEGETATIVO DE PLANTAS JOVENS DE LARANJA VALÊNCIA SUBMETIDAS A ESTRESSE CONTÍNUO E INTERMITENTE 1

CRESCIMENTO VEGETATIVO DE PLANTAS JOVENS DE LARANJA VALÊNCIA SUBMETIDAS A ESTRESSE CONTÍNUO E INTERMITENTE 1 CRESCIMENTO VEGETATIVO DE PLANTAS JOVENS DE LARANJA VALÊNCIA SUBMETIDAS A ESTRESSE CONTÍNUO E INTERMITENTE 1 E. F. Fraga Júnior 2, R. Mauri 2 ; D. P. V. Leal 3 ; F. S. Barbosa 2 ; L. M. Vellame 3 ; R.

Leia mais

REVISTA CAATINGA ISSN 0100-316X UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO (UFERSA) Pro-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

REVISTA CAATINGA ISSN 0100-316X UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO (UFERSA) Pro-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPAGAÇÃO IN VITRO DA CULTURA DO ABACAXIZEIRO ORNAMENTAL (ANANAS LUCIDUS MILLER) Mychelle Karla Teixeira de Oliveira Estagiária da WG FRUTICULTURA LTDA. Baraúna-RN e aluna do Curso de Agronomia da UFERSA.,

Leia mais

Revista Brasileira de Ciências Agrárias ISSN: Universidade Federal Rural de Pernambuco Brasil

Revista Brasileira de Ciências Agrárias ISSN: Universidade Federal Rural de Pernambuco Brasil Revista Brasileira de Ciências Agrárias ISSN: 1981-1160 editorgeral@agraria.pro.br Universidade Federal Rural de Pernambuco Brasil Moreira, Rodrigo A.; Rodrigues, Filipe A.; Monfort, Lucila E. F.; Pires,

Leia mais

Matiello, Paiva e Figueiredo EFEITO ISOLADO E COMBINADO DE TRIAZÓIS E ESTROBILURINAS NO CONTROLE DA FERRUGEM E DA CERCOSPORIOSE EM CAFEEIROS

Matiello, Paiva e Figueiredo EFEITO ISOLADO E COMBINADO DE TRIAZÓIS E ESTROBILURINAS NO CONTROLE DA FERRUGEM E DA CERCOSPORIOSE EM CAFEEIROS Matiello, Paiva e Figueiredo EFEITO ISOLADO E COMBINADO DE TRIAZÓIS E ESTROBILURINAS NO CONTROLE DA FERRUGEM E DA CERCOSPORIOSE EM CAFEEIROS Justificativas O uso de formulações de fungicidas triazois mais

Leia mais

Fisiologia Pós-colheita de Flores. Msc. Cristiane Calaboni Doutoranda PPG Fisiologia e Bioquímica de Plantas

Fisiologia Pós-colheita de Flores. Msc. Cristiane Calaboni Doutoranda PPG Fisiologia e Bioquímica de Plantas Fisiologia Pós-colheita de Flores Msc. Cristiane Calaboni Doutoranda PPG Fisiologia e Bioquímica de Plantas Floricultura Atividade em plena expansão; Flores de corte e vaso, folhagens e paisagismo. 200

Leia mais

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1044

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1044 Página 1044 AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO FUNGICIDA TIOFANATO METÍLICO-CIPROCONAZOLE NO CONTROLE DA MANCHA DE RAMULÁRIA (RAMULARIA AREOLA) EM ALGODOEIRO Luiz Gonzaga Chitarra (Embrapa Algodão / chitarra@cnpa.embrapa.br),

Leia mais