JORNAL DO COMERCIARIO Nº 8. Julho/ agosto de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JORNAL DO COMERCIARIO Nº 8. Julho/ agosto de 2015"

Transcrição

1 Foto: Thais Alvarenga/ SECRJ JORNAL DO COMERCIARIO. Julho/ agosto de Publicação do Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro. Gestão A Hora da Mudança Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós Após 50 anos na mão dos pelegos e corruptos, SECRJ volta ao controle dos trabalhadores. Comerciários como você! 17 de junho, um dia para a história do SECRJ Página 3 Conheça os novos diretores Páginas 4 e 5 Assembleia vai aprovar pauta de mobilização Página 8

2 2 JORNAL DO COMERCIARIO Cheia de vontade de fazer tudo diferente, nova diretoria já colocou # MãosÀObra PAPO RETO A Hora da Mudança As coisas já começaram a mudar Junto com a CTB, a nova diretoria começou a trilhar um novo caminho para a organização dos trabalhadores no comércio Sim, nós conquistamos novamente a liberdade de nos organizar para lutar pelos direitos que durante tantos anos nos foram negados. Embora tenhamos tomado posse há pouco tempo, precisamos rapidamente fazer com que os trabalhadores percebam que agora têm um Sindicato que está ao seu lado para o que der e vier. Conquistamos o direito de opinar sobre aquilo que nos diz respeito enquanto comerciários. E já colocamos mãos à obra. Em julho fizemos nossa primeira assembleia geral sem a tutela dos patrões, livres para debater a pauta de reivindicações dos trabalhadores no comércio atacadista de material de construção. Vamos colocar a máquina para funcionar, sempre a favor da organização dos comerciários na luta por seus direitos. E, nesse sentido, a filiação do SECRJ à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), decidida na primeira reunião de diretoria, será fundamen- Rafael Rodrigues/ SECRJ Comerciária vota na assembleia dos atacadistas de material de construção tal para manter o Sindicato alinhado com as principais lutas da classe trabalhadora brasileira. Iniciamos nosso mandato à frente do SECRJ em um ambiente de ofensiva das elites contra os direitos dos trabalhadores e o aumento dos ataques à democracia. O fedor do golpe já se alastra pelos esgotos do Congresso Nacional. Enquanto o PL da Terceirização (PL 4330/) ataca os direitos trabalhistas, o Programa de Proteção ao Emprego, do Governo Federal, representa outro retrocesso. Somos contra tudo isso! Fazemos um chamado aos comerciários para darmos as mãos aos companheiros de todas as categorias. Juntos, vamos formar uma grande frente em defesa dos direitos dos trabalhadores e contra o golpe à democracia em nosso país. Cara nova Nosso jornal também está diferente, com um jeito mais leve. E vêm muito mais por aí. Gostou? Conte pra gente pelo CURTAS Reajuste salarial Na data base deste ano (12 de maio), o SECRJ estava sob intervenção, sem legitimidade política para negociar com os empregadores em nome da categoria. O interventor foi autorizado pela Justiça apenas a assinar o reajuste de 8,34% para compensar as perdas com a inflação. Mas a nova diretoria estuda formas de reabrir as negociações com os patrões para buscar ganhos reais acima da inflação. SECRJ amplia política de dependentes Atacadistas de material de construção O pessoal das empresas atacadistas de material de construção é uma exceção, porque têm data base em setembro. A primeira assembleia realizada pela nova gestão do SECRJ foi justamente para discutir as reivindicações deste segmento, que foi aprovada por unanimidade, incluindo reajuste salarial de 18% e redução da carga horária para 40 horas semanais. A partir de agora, tanto maridos de comerciárias quanto companheiro(a)s homoafetivos têm o direito de se associar ao SECRJ como dependentes. Até então, só esposas e filhos de comerciários tinham esse direito. Para se cadastrar, é preciso apresentar comprovantes de parentesco. Mais informações pelo tel.: (21) Ficou com alguma dúvida? Esclareça pelo WhatsApp (21) Leia mais sobre estes e outros assuntos em Expediente: SECRJ Informa é uma publicação dirigida aos empregados no comércio do Rio de Janeiro, gestão A Hora da Mudança, editada pelo Setor de Comunicação Integrada e Marketing Social do SECRJ. Presidente: Márcio Ayer. Jornalistas responsáveis: Wellington Santos (MTE 34372) e Rafael Rodrigues (MTE 7474/085 RJ). Design gráfico: Chris Boari. Colaboraram nessa edição: Diego Cotta, Luís Henrique Nascimento, Marcele Moraze, Roberta Costa e Thais Alvarenga. Impressão: Ultraset. Tiragem: 13 mil. Endereço: Rua André Cavalcanti, 33/ 9º andar Bairro de Fátima CEP Telefone: / / Facebook/ComerciáriosRJ. Na imagem da capa, membros da equipe de intervenção, da comissão eleitoral, representantes da CTB e, à frente, a nova diretoria do Sindicato

3 Capangas tentaram melar eleições, mas resposta veio nas urnas com # AHoraDaMudança ELEIÇÃO JORNAL DO COMERCIARIO A Hora da Mudança 3 Um dia para entrar na história Apesar das tentativas desesperadas dos concorrentes para impedir a eleição, comerciários elegeram nova diretoria com mais de 82% dos votos dia 17 de junho de O entrou para história do SECRJ. Após décadas de desmandos da família Mata Wellington Santos/ SECRJ Roma e da UGT, o Sindicato finalmente voltou a ter eleições limpas, democráticas e transparentes. Com regras rigorosas, forte esquema de segurança, cédulas e urnas à prova de fraudes, a votação correu sem problemas e os comerciários deram a vitória por ampla margem de votos à chapa A Hora da Mudança. Polícia Os adversários bem que tentaram tumultuar. Na madrugada antes da votação, mais de 200 vândalos pagos pelas chapas adversárias ligadas à antiga gestão invadiram e depredaram a Sede do Sindicato. Os invasores queriam destruir as urnas para melar a eleição, num dos episódios mais violentos da história do movimento sindical no Rio de Janeiro. Mas, apesar do estrago que causaram no prédio, os capangas foram impedidos pela Polícia antes que conseguissem alcançar seu objetivo, e o processo eleitoral aconteceu normalmente. Foi a primeira eleição livre do SECRJ nos últimos 50 anos. Os comerciários atenderam ao chamado e votaram nas duas urnas fixas e outras 26 itinerantes que percorreram o comércio do Rio, Miguel Pereira e Paty do Alferes. Os votos começaram a ser contados no fim da noite e, no início da tarde do dia seguinte, a comissão eleitoral anunciou o resultado: com 877 (82,4%) dos votos, a Chapa 1 A Hora da Mudança foi eleita para dirigir o Sindicato nos próximos cinco anos. As últimas horas da Era Mata Roma/ UGT 2h20 Invasão 8h Início da eleição Fim da apuração 13h divulgação do resultado < 17/6 Arquivo SECRJ Arquivo SECRJ Rafael Rodrigues/ SECRJ Reprodução da TV 18/6 Wellington Santos/ SECRJ 3h Prisão dos invasores Fim da votação 20h

4 4 Sindicato tem nova diretoria sem empresários, pelegos, rabo preso ou mutretas # AgoraValeAPena DIRETORIA O novo sempre vem Conheça os novos dirigentes do SECRJ, comerciários de verdade como você Uma diretoria sem empresários e sem rabo preso com os patrões. Finalmente o SECRJ voltou a ter comerciários de verdade no comando da entidade. Um grupo de dirigentes que reúne a experiência de quem já tem uma longa estrada na categoria com o sangue novo dos jovens comerciários. Todos com a missão de colocar o Sindicato novamente a serviço de quem rala no comércio, por meio de uma gestão democrática, que vai privilegiar as decisões coletivas e estar sempre pronta para acatar as sugestões e críticas dos sindicalizados. São eles: Márcio Ayer (presidente) Sangue Bom Material de Construção. Marcelo Black (secretário geral) Reserva. José Cláudio de Oliveira (diretor de Finanças) Supermercados Unidos. Edson Machado (diretor jurídico) Mistermix. Ana Paula Costa (diretora de Adm. e Patrimônio) Distribuidora de gás. Antônio Santos Junior (diretor de Saúde, Cultura Recreação e Lazer) Blue Man. Rosângela da Silva (diretora de Delegacias e Políticas Sociais) Wal-Mart. Vinícius Moraes Casas Bahia. Carlos Vagner Carneiro Supermercados Guanabara. Marcello Max Ricardo Eletro. Nelmo da Silva Casas Bahia. Alessandro Furtado Lojas Americanas. Janaína Borges Erika & Ignácio Cosméticos. Sônia da Silva Tele-Rio. Bruno Baldez Bramil. Fábio Silva Sapataria Leão. Tânia Herthal Centauro. Renato Bernardino Casas Bahia. Josué Ribeiro Casa & Video. Daniele Moretti Casa Bahia. Paulo Henrique da Silva (conselheiro fiscal) Seg Imagem Eletro Eletrônicos. Darlana Santiago (conselheira fiscal) Lojas Americanas. Marcelo Mainieri (conselheiro fiscal) Mister Fortune. Adriana Teixeira (conselheira fiscal) Supermercados Guanabara. Jorge de Paula Neto (conselheiro fisca) Supermercados Mundial.

5 JORNAL DO COMERCIARIO A Hora da Mudança 5 Fotos: Arquivo/ A Hora da Mudança Aleksandra de Carvalho (vice-presidenta) Supermercados Guanabara. Douglas de Freitas Ponto Frio. Fabiana Carvalho Ricardo Eletro. Bruno César Campos Supermarket. Bate papo com o novo presidente Márcio Ayer Correia Andrade tem 30 anos e mora em São Gonçalo. Filho de uma ex-funcionária da Mesbla e de um autônomo, começou a trabalhar no comércio informalmente aos 18 anos, em uma empresa de gás. Há oito anos trabalha no comércio do município do Rio, atualmente em uma loja de material de construção, no Rio Comprido. Motivado a participar da eleição do SECRJ pelo clima de mudança que tomou conta da instituição a partir da intervenção, foi eleito com mais de 80% dos votos. Márcio traz para o Sindicato o espírito de renovação e o entusiasmo de sua juventude. Em sua primeira entrevista ao Jornal do Comerciário, falou sobre seus planos para os cinco anos da nova gestão. Jornal do Comerciário O que você tem a comentar sobre a depredação do SECRJ antes da eleição? Márcio Ayer Foi banditismo sindical. Contrataram gangues para eliminar provas dos roubos milionários das gestões passadas e, principalmente, para impedir a primeira eleição democrática do Sindicato desde a ditadura militar. É o sintoma de uma doença que afeta parte do movimento sindical, que é a manutenção do poder a qualquer custo, o que acaba por afastar a entidade dos trabalhadores. JC Quais serão seus primeiros atos? Márcio Ayer Vamos colaborar com a investigação da Polícia para apurar e punir os invasores e os mandantes da depredação do Sindicato; reconstruir o que foi destruído na invasão; continuar com a auditoria das gestões passadas; fortalecer o Departamento Jurídico para melhor atender ao associado; promover uma verdadeira campanha salarial, que traga ganhos reais e mais benefícios para a categoria; além de recuperar os imóveis do Sindicato. JC Quando o comerciário vai sentir a diferença? Márcio Ayer A hora da mudança está apenas começando. Caminhamos para um novo rumo da gestão do SECRJ. Vamos trabalhar de modo transparente e em permanente diálogo com a categoria para novas conquistas. Nesse sentido, vamos ampliar Os compromissos da nova gestão Thais Alvarenga/ SECRJ a campanha de sindicalização, para mostrar a importância de um Sindicato realmente representativo, que de forma combativa e responsável lute para preservar direitos e conquistar avanços para os trabalhadores. O potencial do SECRJ é enorme. Não descansaremos até atingir o melhor para os comerciários do Rio. JC O SECRJ vai continuar filiado à UGT? Márcio Ayer Na primeira reunião de diretoria decidimos, por unanimidade, nos desfiliar da União Geral dos Trabalhadores (UGT) para nos filiar à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Democratizar o SECRJ com o fortalecimento da diretoria e das assembleias; Aumentar a importância do Sindicato no cenário nacional; Reaproximar o SECRJ dos trabalhadores; Resgatar a dignidade dos comerciários; Lutar pelos interesses da categoria; Exigir na Justiça a devolução de tudo que foi desviado pela gestão anterior. Márcio de Souza (conselheiro fisca) Supermercados Premium. Quer comentar a entrevista? Escreva para o Márcio pelo

6 6 JORNAL DO COMERCIARIO Comerciários vão voltar a sentir orgulho do SECRJ, que vai # TirarOSonoDoPatrão MEMÓRIA Os bons tempos vão voltar O SECRJ já liderou importantes conquistas sindicais no passado. Superado o apagão da Era Mata Roma, volta a ser uma entidade de luta A Hora da Mudança Em 29 de julho de 1908, um ano após a legalização dos sindicatos no Brasil, Turíbio da Costa Garcia e outros 40 trabalhadores do comércio criaram a União dos Empregados do Comércio (UEC), primeiro nome do SECRJ, para organizar as estratégias da categoria na luta por direitos. As reuniões eram secretas, para evitar represálias dos patrões. Turíbio da Costa Garcia, primeiro presidente do SECRJ) A UEC teve como embrião a Associação dos Empregados no Comércio (AEC), primeira experiência de organização dos comerciários em entidade de classe, que foi fundada em 1880, quando os sindicatos ainda eram ilegais. A primeira grande vitória veio em 1932, quando os caixeiros (como eram conhecidos os comerciários) reuniram cinco mil pessoas para exigir redução da jornada de trabalho. Getúlio Vargas os recebeu na sacada do Palácio do Catete e assinou o decreto que reduziu a jornada diária de 12 para oito horas. Semana inglesa O Sindicato liderou outras lutas históricas dos trabalhadores, como o fechamento do comércio aos sábados a partir do meio-dia e a folga aos domingos, conquista que ficou conhecida como Semana Membros da UEC, como era chamado na época o SECRJ, discutem o movimento da Semana Inglesa Hora da mudança intervenção decretada A pela Justiça encerrou esse capítulo tenebroso. As eleições foram vencidas por uma chapa formada por comerciários de verdade, que Inglesa. Na época, o SECRJ era reconhecido como um dos maiores organismos sindicais da América Latina. Decadência Em 1966, em plena Ditadura, Luisant Mata Roma assumiu a entidade na condição de interventor dos militares. Deu no que deu. Luisant ocupou o cargo por 40 anos, até morrer em Fez uma administração marcada pela falta de democracia e pela construção de uma rede de serviços assistencialistas para poucos associados, nem todos comerciários. Otton Mata Roma herdou a presidência após a morte do pai. O SECRJ seguiu ladeira abaixo, com afastamento da categoria, sucateamento do patrimônio, queda da qualidade de todos os serviços, fechamento de três refeitórios e o fim das delegacias sindicais da Tijuca, Méier, Madureira e Largo de São Francisco. A sede do SECRJ na Rua André Cavalcanti conhecem a realidade da categoria e não vão se dobrar à pressão dos patrões. Os empregados no comércio agora podem voltar a sentir orgulho de sua representação sindical, de lutas e vitórias. Faça parte dessa história você também! Comerciários em luta pela Semana Inglesa cercam o Palácio do Catete Lembrou de alguma história do SECRJ que você viveu ou ouviu falar? Mande seu causo para Vamos juntos resgatar a memória do nosso Sindicato.

7 Eles cortaram um dobrado para encarar a máfia que perdeu sua máquina de desviar dinheiro # ValeuDoutor HOMENAGEM JORNAL DO COMERCIARIO A Hora da Mudança 7 Reconhecimento aos interventores Equipe de intervenção enfrentou pressões, ameaças e todo tipo de dificuldades, mas cumpriu a missão de devolver o SECRJ aos comerciários Durante várias décadas o SECRJ foi controlado por uma máfia, na qual o poder era passado de pai pra filho, por meio de práticas violentas e ao arrepio da lei. Nesse período sombrio, o Sindicato se afastou dos seus verdadeiros objetivos e deixou a categoria comerciária refém dos desmandos dos patrões. Diante deste quadro, a Justiça do Trabalho determinou uma intervenção que afastou os antigos dirigentes e bloqueou seus bens. Foi nomeado como interventor judicial o advogado José Carlos Nunes dos Santos, com a missão de investigar o conjunto de ilegalidades da gestão Mata Roma/ UGT que lesou o patrimônio do SECRJ em milhões de reais bem como criar as condições para a realização de uma eleição sem fraudes ou manipulações. Coragem Não foi nada fácil. Era óbvio que as pessoas que tanto se beneficiaram com a roubalheira no Sindicato não perderiam sua máquina de desviar dinheiro sem ao menos espernear. Para isso, se utilizaram de sabotagem, denúncias mentirosas e muita dissimulação para tentar tirar o crédito das ações tomadas pela intervenção. Esperavam, dessa forma, criar o máximo de constrangimento possível para que a auditoria fosse prejudicada ou até mesmo interrompida. Mais do que uma manobra política, a tentativa de voltar o Ministério Público do Trabalho e os comerciários contra o interventor era, para eles, uma questão de sobrevivência. Felizmente, Nunes e os assessores da Intervenção não se deixaram intimidar. Além das cascas de banana deixadas pelo caminho, tiveram que lidar com os colaboradores da gestão Mata Roma/ UGT que continuaram infiltrados entre os funcionários. Para piorar, enfrentaram pressões e ameaças por contrariar interesses tão arraigados. Mas com coragem, competência e comprometimento, a equipe conseguiu cumprir sua missão. Respeito É claro que, Arquivo/ SECRJ O advogado José Carlos Nunes dos Santos conduziu o vitorioso processo de intervenção determinado pela Justiça do Trabalho Um dos ganhos trazidos pela intervenção para o SECRJ foi a retomada do diálogo direto com a categoria, por meio do Jornal do Comerciário, do novo site, do atendimento via WhatsApp e da fanpage no Facebook, que se tornou a mais popular do Brasil dentre todas as páginas de entidades sindicais. Aliás, entre no Face e mande uma mensagem pra gente: Facebook/ComerciáriosRJ em apenas oito meses, não seria possível recuperar uma Casa que foi saqueada durante tantas décadas. Tampouco seria tempo suficiente para resgatar o respeito e a confiança dos 400 mil trabalhadores comerciários que, por anos a fio, foram pisoteados por aqueles que deveriam defendê-los. De toda forma, durante a intervenção as dívidas foram equacionadas, o patrimônio começou a ser recuperado, os funcionários passaram a ser respeitados e o SECRJ foi devolvido aos trabalhadores em condições de voltar a defender a categoria. Ao Dr. José Carlos Nunes e a todos os membros da equipe de intervenção, nosso reconhecimento.

8 8 Está mais do que na hora de sermos JORNAL DO COMERCIARIO reconhecidos pelo tanto que ralamos. # MerecemosMais COMERCIÁRIO NA LUTA/ A Hora da Mudança Pra tirar o sono do patrão! Assembleia geral vai discutir nova pauta de reivindicações da categoria Banco de imagens Nós ganhamos pouco por tudo que fazemos pelo comércio. A nossa realidade é de longas jornadas diárias inclusive aos sábados, domingos e feriados salários achatados, sem vale refeição ou plano de saúde e, em alguns casos, em situação de grave desrespeito aos direitos trabalhistas. Está na hora de sermos reconhecidos pelo tanto que trabalhamos e nos dedicamos. E como chegamos nesse ponto!? Controlado durante 48 anos por pelegos e mafiosos, nosso Sindicato não protegia os direitos nem buscava novas conquistas para os comerciários. Mas a Hora da Mudança chegou! Após uma intervenção judicial e uma dura campanha eleitoral, o SECRJ voltou a ser dirigido por comerciários como você, que conhecem o dia a dia da categoria e vão estar na linha de frente da luta por melhores salários e mais direitos. #VemPraLuta! Para sermos capazes de enfrentar os patrões e alcançar resultados mais expressivos, precisamos de um sindicato forte. Venha fazer parte da mudança! #MerecemosMais O que merecemos Reajuste com ganho real no salários; Aumento do piso da categoria; Redução da jornada de trabalho; Fim do Banco de Horas; Auxílio alimentação; Auxílio creche; Plano de saúde e seguro de vida; Garantia de emprego nos 24 meses anteriores à aposentadoria; Benefícios integrais aos empregados menores de idade; Garantia de emprego às gestantes nos seis meses após licença maternidade. E muito mais... Assembleia Geral dia 30/07 Venha discutir esta pauta de reivindicações com a nova diretoria do SECRJ, na Assembleia Geral Extraordinária. Quando: Dia 30 de julho (quinta-feira), às 18h Onde: Sede do SECRJ (Rua André Cavalcanti, 33 Bairro de Fátima) Quer fazer parte do SECRJ? Escreva pro e marque uma visita de nossa equipe de sindicalizadores. a festa A H RA DA MUDANÇA Venha celebrar os 107 anos do SECRJ e o renascimento do Sindicato na festa de posse da nova diretoria, com ato político, música ao vivo e muita alegria Quando: dia 1º de agosto (sábado), a partir das 20h Onde: Associação dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro (Avenida Rio Branco, 120/ 2º andar - Centro - próximo à estação de metrô Carioca) Informações e convites pelo telefone: (21)

Vendedores, caixas, balconistas,

Vendedores, caixas, balconistas, 2 Papo Reto Em suas mãos Vendedores, caixas, balconistas, auxiliares, repositores e por supostos desvios. a categoria e hoje é investigado muitos outros profissionais cumprem longas jornadas para satisvenção

Leia mais

Há vagas para uma vida melhor. Sindicalize-se já!

Há vagas para uma vida melhor. Sindicalize-se já! Publicação do Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro Nº 4. Abril 2015 Há vagas para uma vida melhor. Sindicalize-se já! Conheça as principais realizações da intervenção judicial páginas

Leia mais

Jornal do SindSaúde-SP - ano XXI - nº 155 160 dezembro 2015 MOBILIZAÇÃO JUNTOS E FORTES

Jornal do SindSaúde-SP - ano XXI - nº 155 160 dezembro 2015 MOBILIZAÇÃO JUNTOS E FORTES Jornal do SindSaúde-SP - ano XXI - nº 155 160 dezembro 2015 2 0 1 5 MOBILIZAÇÃO JUNTOS E FORTES 2 0 1 6 2 Nossa Palavra #não ao golpe! O país vive uma crise política. Não é uma disputa entre petistas e

Leia mais

Supermercado Comper. Greve do Supermercado Comper

Supermercado Comper. Greve do Supermercado Comper Logotipo convertido em curvas XX X X X XX X Logotipo com fonte Abadi MT Condensed Extra Bold Greve dos Supermercados X X XX X Sindicato dos Empregados no Comércio de Florianópolis Fundado em 10 de janeiro

Leia mais

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO HQ se lga! i CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO Defender a CONSTITUINTE é um erro! Erro, por que? A direita vai aproveitar uma Constituinte

Leia mais

Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não

Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não Por que esta cartilha? Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não foram concessões patronais ou de governos, como os patrões tentam nos fazer parecer. A história da classe trabalhadora

Leia mais

Exerça o democrático direito de voto e escolha seus representantes na Fundação

Exerça o democrático direito de voto e escolha seus representantes na Fundação NÚMERO 21 ABRIL MAIO 2010 Editado pela Assessoria de Comunicação Institucional Exerça o democrático direito de voto e escolha seus representantes na Fundação 02 Candidatos a Diretor de Benefícios participam

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável Este artigo é cópia fiel do publicado na revista Nu e va So c i e d a d especial em português, junho de 2012, ISSN: 0251-3552, . Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

Negociações caminham para reajuste de 8% e 8,5% no piso Base Estatual já assinada e demais categorias caminham para o Pág.06

Negociações caminham para reajuste de 8% e 8,5% no piso Base Estatual já assinada e demais categorias caminham para o Pág.06 Negociações caminham para reajuste de 8% e 8,5% no piso Base Estatual já assinada e demais categorias caminham para o Pág.06 mesmo índice de reajuste Mai/2014 - Comerciários Campinas participam de manisfestação

Leia mais

3. Autonomia frente aos partidos e parlamentares e Independência em relação aos patrões e governos

3. Autonomia frente aos partidos e parlamentares e Independência em relação aos patrões e governos Eixo III: Programa de trabalho para a direção do SISMMAC Continuar avançando na reorganização do magistério municipal com trabalho de base, organização por local de trabalho, formação política e independência

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca ASSINATURA DO SEGURO-DESEMPREGO E

Leia mais

CARTA DE FOZ DO IGUAÇU

CARTA DE FOZ DO IGUAÇU CARTA DE FOZ DO IGUAÇU Reunidos em Foz do Iguaçu, Paraná, no dia 2 de outubro de 2015, no II Encontro dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Região Sul, 566 representantes de 215 sindicatos, 23 federações,

Leia mais

Por que defender o Sistema Único de Saúde?

Por que defender o Sistema Único de Saúde? Por que defender o Sistema Único de Saúde? Diferenças entre Direito Universal e Cobertura Universal de Saúde Cebes 1 Direito universal à saúde diz respeito à possibilidade de todos os brasileiros homens

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000096/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/01/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR064426/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.042751/2011-40 DATA DO

Leia mais

As 10 coisas que todas as campanhas vitoriosas fazem

As 10 coisas que todas as campanhas vitoriosas fazem Eleições 2012 As 10 coisas que todas as campanhas vitoriosas fazem Dicas práticas para prefeito e vereador Conquiste o diploma mais importante da sua vida Faça do blog Campanhas e Mandatos sua vantagem

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL. William Mendes,

III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL. William Mendes, III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL William Mendes, Secretário de Formação da CONTRAFCUT-CUT 1. INTRODUÇÃO No final dos anos setenta e início

Leia mais

11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. SANTOS, Volney Campos dos 1 WOITOWICZ, Karina Janz 2

11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. SANTOS, Volney Campos dos 1 WOITOWICZ, Karina Janz 2 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 3ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA DIREITOS

Leia mais

As lutas que vencemos em 2013

As lutas que vencemos em 2013 Original Órgão de divulgação do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Editoras de Livros, Publicações Culturais e Categorias Afins do Estado de São Paulo www.seel-sp.org.br seel@seel-sp.org.br Livro

Leia mais

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG SINDICATO, REALIZADA EM 05/08/2015.

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG SINDICATO, REALIZADA EM 05/08/2015. ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG, REALIZADA EM 05/08/2015. Aos dias oito do mês de agosto de dois mil e quinze, no Centro de Cultura e Eventos Prof. Ricardo Freua Bufaiçal, localizado no Campus Samambaia,

Leia mais

RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB

RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB RESOLUÇÕES DO V ENCONTRO NACIONAL DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DA CTB O Encontro Nacional do Ramo da Construção e do Mobiliário da CTB, este ano em sua 5ª edição, realizado nos dias 28 e 29 de

Leia mais

Em Foco CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES. Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05

Em Foco CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES. Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05 R Em Foco UT BRASIL CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES CUT Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05 Em Foco 02 setembro/2012 Greve surte efeito Chega

Leia mais

AMAJUM. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

AMAJUM. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Produção: Ação conjunta: Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso Parceiro:

Leia mais

VITÓRIA EM 2ª INSTÂNCIA

VITÓRIA EM 2ª INSTÂNCIA SASERS VITÓRIA EM 2ª INSTÂNCIA V O L U M E 1, E D I Ç Ã O 1 1 º S E M E S T R E / 1 2 Sindicato dos Assistentes Sociais RS A v. A l b e r t o B i n s, 3 6 2 s a l a s 4 0 5 / 4 0 6 C e n t r o P O A RS

Leia mais

Mais uma vitória rumo ao reconhecimento: Dilma sanciona Lei que institui o Dia Nacional do Vigilante

Mais uma vitória rumo ao reconhecimento: Dilma sanciona Lei que institui o Dia Nacional do Vigilante Confederação Nacional dos Vigilantes - Brasília - DF 19/06/2015 - Edição 1295 Mais uma vitória rumo ao reconhecimento: Dilma sanciona Lei que institui o Dia Nacional do Vigilante Aprovado em maio pela

Leia mais

Médicos da rede municipal de Betim começam paralisação nesta terça...

Médicos da rede municipal de Betim começam paralisação nesta terça... SUPER NOTÍCIA (/SUPER-NOTICIA) PAMPULHA (/PAMPULHA) OT BETIM (/O-TEMPO-BETIM) CADASTRAR LOGIN OT CONTAGEM (/O-TEMPO-CONTAGEM) TEMPINHO (HTTP://WWW1.OTEMPO.COM.BR/OTEMPINHO) CONCHA (HTTP://WWW.OTEMPO.COM.BR/CONCHA)

Leia mais

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org sintetel@sintetel.org.

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org sintetel@sintetel.org. CLARO S/A APRESENTA PROPOSTA VERGONHOSA Depois de enrolar ao máximo o início das negociações, a Claro S/A teve a cara de pau de oferecer APENAS 6% de reajuste salarial, índice muito abaixo da inflação.

Leia mais

CHAPA 1 - MOVIMENTO PELA RECONSTRUÇÃO DA AUDITORIA FISCAL DO TRABALHO RS VISÃO

CHAPA 1 - MOVIMENTO PELA RECONSTRUÇÃO DA AUDITORIA FISCAL DO TRABALHO RS VISÃO CHAPA 1 - MOVIMENTO PELA RECONSTRUÇÃO DA AUDITORIA FISCAL DO TRABALHO RS VISÃO Fortalecer a carreira da Auditoria-Fiscal do Trabalho, de maneira estruturada e privilegiando a participação coletiva, é o

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL 2013 PAUTA DE

CAMPANHA SALARIAL 2013 PAUTA DE CAMPANHA SALARIAL 2013 PAUTA DE REIVINDICAÇÕES ruas. Este tem sido um ano de intensas lutas, seja nas fábricas, seja nas São muitas as greves e mobilizações por melhores condições de trabalho, plano de

Leia mais

Rodada de negociação na educação básica é transferida

Rodada de negociação na educação básica é transferida Edição 10 Março de 2012 Professores do Sesi/Senai têm assembleia com falta abonada em 16/3 (sexta-feira) às 10 horas no SINPRO-SANTOS localizado na Av. Ana Costa, 145 Santos, SP. A falta abonada para comparecimento

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS SINDICATOS

AVALIAÇÃO DOS SINDICATOS SEMINÁRIOS REGIONAIS o papel da representação dos trabalhadores relatório 9 Congresso EMPREGADOS DA CELESC INTRODUÇÃO Os Seminários Regionais surgiram da necessidade de promover o debate com os celesquianos

Leia mais

Assista à cobertura do 2º dia de greve.

Assista à cobertura do 2º dia de greve. 1 de 5 12/01/2015 09:31 ISTOÉ - Independente Imprimir Brasil Edição: 2354 09.Jan.15-20:00 Atualizado em 12.Jan.15-09:31 Linha de frente Por trás da greve na Volkswagen esconde-se a primeira batalha entre

Leia mais

REGULAMENTO NORMATIVO DA ELEIÇÃO DO DIRETOR DE SAUDE DO TRABALHADORDO SINDSEMP. Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina

REGULAMENTO NORMATIVO DA ELEIÇÃO DO DIRETOR DE SAUDE DO TRABALHADORDO SINDSEMP. Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina REGULAMENTO NORMATIVO DA ELEIÇÃO DO DIRETOR DE SAUDE DO TRABALHADORDO SINDSEMP Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina Eleição triênio 2012/2015 A comissão eleitoral reunida no dia 14.08.2013

Leia mais

Vamos à luta, sabendo porque estamos lutando

Vamos à luta, sabendo porque estamos lutando Vamos à luta, sabendo porque estamos lutando Vivemos um período de crises do sistema capitalista onde a única saída para estes senhores donos do capital é privatizar as nossas vidas. Nessa sede em transformar

Leia mais

ESTATUTO DO GRÊMIO DA ESCOLA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

ESTATUTO DO GRÊMIO DA ESCOLA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Fins e Duração Artigo 1 O Grêmio Estudantil é o Grêmio geral da Escola Nossa Senhora das Graças, fundado no dia 07 de abril de 1992, com sede no estabelecimento e de duração

Leia mais

NR5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (205.000-5) DO OBJETIVO 5.1 A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA - tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho,

Leia mais

Prestação de Contas 2013

Prestação de Contas 2013 Jornal do Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo Março 2014 Nº 1039 Prestação de Contas 2013 A direção Mobilização: União e Lutas assumiu a gestão no final de outubro de 2013, enfrentando uma situação

Leia mais

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Dezembro/2003 - A discussão sobre carga horária para

Leia mais

JORNADA DAS MARGARIDAS 2013

JORNADA DAS MARGARIDAS 2013 JORNADA DAS MARGARIDAS 2013 PAUTA INTERNA 1 - ORGANIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SINDICAL 1 Assegurar condições de igualdade para homens e mulheres exercerem com autonomia o trabalho sindical nas diversas secretarias

Leia mais

CRUZ AZUL DE SÃO PAULO

CRUZ AZUL DE SÃO PAULO CRUZ AZUL DE SÃO PAULO ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR Capítulo I DA DENOMINAÇÃO SEDE FINALIDADE E DURAÇÃO Art. 1º. O Grêmio Estudantil do Colégio PM é o representativo geral da

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 9 o ano 4 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : Leia o texto e responda às questões 1 e 2. O primeiro de maio estava sendo comemorado na vila de esportes do Sindicato dos Têxteis.

Leia mais

4. Intensificar as visitas e reuniões com os colegas das unidades descentralizadas, nas capitais e no interior.

4. Intensificar as visitas e reuniões com os colegas das unidades descentralizadas, nas capitais e no interior. APRESENTAÇÃO A chapa Experiência e trabalho: a luta continua" tem como marca principal a soma. Policiais e dirigentes sindicais experientes juntam esforços com os colegas mais novos, para trabalhar por

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3420 Data: 26/03/2013 Folha: 01/03

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3420 Data: 26/03/2013 Folha: 01/03 Ata da Sessão Plenária nº 3420 Data: 26/03/2013 Folha: 01/03 1. PRESENÇAS: 1.1. Conselheiros Titulares: Adm. Wagner Siqueira Presidente Adm. Jorge Humberto Moreira Sampaio V.P. de Planej. e Desenvolv.

Leia mais

MONITORAMENTO DE POLÍTICAS PÚBLICAS 2013

MONITORAMENTO DE POLÍTICAS PÚBLICAS 2013 A PARTICIPAÇÃO DO CIDADÃO NA CONSTRUÇÃO E NO MONITORAMENTO DE POLÍTICAS PÚBLICAS AGENDA CICLO ORÇAMENTÁRIO 2013 MONITORAMENTO DE POLÍTICAS PÚBLICAS 2013 MESA DA ASSEMBLEIA Deputado Dinis Pinheiro Presidente

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

O Futuro do emprego Doméstico PROJETOS DE LEI LEGALIZE SUA DOMÉSTICA E PAGUE MENOS INSS

O Futuro do emprego Doméstico PROJETOS DE LEI LEGALIZE SUA DOMÉSTICA E PAGUE MENOS INSS PROJETOS DE LEI LEGALIZE SUA DOMÉSTICA E PAGUE MENOS INSS 1 1 Formalização de 2 milhões de empregados domésticos nos próximos 12 dias. 2 Erradicar o Trabalho Infantil Adolescente de 410 mil crianças e

Leia mais

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Março/2015 2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Não queremos saber de quem é a culpa e sim que o GDF pague o que nos deve e diante de tantas

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

PORTARIA Nº 21, DE 23 DE AGOSTO DE 2011

PORTARIA Nº 21, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 PORTARIA Nº 21, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 Estabelece a organização e funcionamento das Secretarias Sindicais SESIN e Delegados Sindicais nas Unidades Federadas. O PRESIDENTE DO SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES

Leia mais

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS PREFEITURA FAZ INFORMATIVO DA PREFEITURA DE CONTAGEM CONTAGEM - Nº 23 - JUNHO - 2010 ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS Prefeitura valoriza servidores para melhorar qualidade dos serviços Nos últimos cinco anos,

Leia mais

As bandeiras de luta do movimento sindical atual, o seu significado e importância para os trabalhadores

As bandeiras de luta do movimento sindical atual, o seu significado e importância para os trabalhadores As bandeiras de luta do movimento sindical atual, o seu significado e importância para os trabalhadores 40 HORAS SEMANAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL A luta pela redução da jornada acontece desde os primórdios

Leia mais

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A BOLETIM DA REDE Nº 97 08/04/2016 GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A nossa resposta deve ser na luta e com greve! A nossa indignação deve ultrapassar os muros das Escolas e UMEIs diante

Leia mais

Tese da AJR para o XI Congresso dos Estudantes da USP. Fora Rodas! Fora PM! Ensino público e gratuito! Poder Estudantil!

Tese da AJR para o XI Congresso dos Estudantes da USP. Fora Rodas! Fora PM! Ensino público e gratuito! Poder Estudantil! Tese da AJR para o XI Congresso dos Estudantes da USP Fora Rodas! Fora PM! Ensino público e gratuito! Poder Estudantil! Fora PM da USP! O estado de sítio na USP, com a instalação de bases da Polícia Militar

Leia mais

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES RESOLUÇÕES A Direção Nacional da CUT, reunida em Brasília no dia 05 de março de 2015, após avaliar a gravidade conjuntura nacional por ocasião da abertura do 12º CONCUT, aprovou como resolução o chamamento

Leia mais

Prezados Associados da Associação Brasileira de Psiquiatria,

Prezados Associados da Associação Brasileira de Psiquiatria, Prezados Associados da Associação Brasileira de Psiquiatria, Nos últimos dez dias a nossa ABP tem sido alvo de ataques desrespeitosos, feitos das mais variadas formas e com o intuito claro de desqualificar

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002030/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/09/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR054079/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.033057/2010-51 DATA

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA

PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA Memorial da Resistência de São Paulo PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA Cemitério de Areia Branca Endereço: Avenida Nossa Senhora de Fátima, 854 Areia Branca, Santos, SP. Classificação: Cemitério Identificação

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2016 Gestão 2014/2017

PLANO DE AÇÃO 2016 Gestão 2014/2017 INTRODUÇÃO O Plano de Ação do Sindicato-Apase adota como referencial de elaboração as Teses aprovadas no XI Fórum Sindical/2015, referendadas na Assembleia Geral Extraordinária Deliberativa de 11/12/2015.

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000946/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR031181/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.015923/2015-36

Leia mais

APCEF/SP ASSOCIAÇÃO DE PESSOAL DA CAIXA ECONOMICA FEDERAL SÃO PAULO Conselho Deliberativo

APCEF/SP ASSOCIAÇÃO DE PESSOAL DA CAIXA ECONOMICA FEDERAL SÃO PAULO Conselho Deliberativo APCEF/SP ASSOCIAÇÃO DE PESSOAL DA CAIXA ECONOMICA FEDERAL SÃO PAULO Conselho Deliberativo Ata da Reunião realizada em 24.07.2015 PAUTA: 1. Informes Administrativos e Gerais 2. Situação da FUNCEF 3. Cotidiano

Leia mais

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante:

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante: 1. ASSOCIATIVISMO 1.1. Introdução As formas associativas de trabalho no campo já eram encontradas há muito tempo atrás entre os primitivos povos indígenas da América. As grandes culturas précolombianas

Leia mais

Aalegria invadiu a Pediatria

Aalegria invadiu a Pediatria NOTÍCIAS nº 72 Outubro de 2014 Anjos da Enfermagem promovem Dia das Crianças na Santa Casa de Vitória Aalegria invadiu a Pediatria da Santa Casa de Misericórdia de Vitória na manhã de 11 de outubro, véspera

Leia mais

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu:

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte: Art. 37º... VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre associação

Leia mais

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA Sindilojas, 24 de julho de 2014 Legislação da CIPA Decreto-lei nº 7.036 de 10/11/1944 (Lei de Acidentes do Trabalho): Art. 82. Os empregadores, cujo número

Leia mais

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas Para um mundo melhor, relações compartilhadas 6 Quem coloca a roupa na lavadora? 7 Quem vai à reunião da escola dos filhos? 8 Quem vai ao supermercado fazer as compras? Responda as questões abaixo optando

Leia mais

Manual Anticorrupção GDC Alimentos S.A.

Manual Anticorrupção GDC Alimentos S.A. Manual Anticorrupção GDC ALIMENTOS S.A. SUMÁRIO MENSAGEM DO PRESIDENTE... 5 1. INTRODUÇÃO... 6 2. APLICAÇÃO... 6 3. DEFINIÇÕES... 6 4. O QUE ESTABELECE A LEI 12.846/13?... 8 4.1 Atos lesivos segundo a

Leia mais

Regime Interno da Diretoria da BM&FBOVESPA

Regime Interno da Diretoria da BM&FBOVESPA Regime Interno da Diretoria da BM&FBOVESPA REGIMENTO INTERNO DA DIRETORIA DA BM&FBOVESPA 1. Objeto O presente Regimento Interno ( Regimento ) tem o escopo de disciplinar o funcionamento do Diretoria da

Leia mais

SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO. Título I Da finalidade, sede e duração

SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO. Título I Da finalidade, sede e duração SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO Título I Da finalidade, sede e duração Art. 1º. A Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa, fundada

Leia mais

Ano 1 - nº 1 - Set/15

Ano 1 - nº 1 - Set/15 Ano 1 - nº 1 - Set/15 Conversando sobre a REALIDADE social do BRASIL Partido da Social Democracia Brasileira Presidente: Senador Aécio Neves Instituto Teotônio Vilela Presidente: José Aníbal créditos

Leia mais

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Meus queridos brasileiros e brasileiras, É com muita emoção

Leia mais

O Continente faz mobilização contra Prosegur

O Continente faz mobilização contra Prosegur Confederação Nacional dos Vigilantes - Brasília - DF 16/06/2015 - Edição 1292 O Continente faz mobilização contra Prosegur Vigilantes da Bahia entregaram carta aberta na porta da Prosegur, denunciando

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002142/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR067522/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46666.003592/2015-83 DATA

Leia mais

ÉTICA E EXERCÍCIO DAS LIBERDADES LIZETE VERILLO lizeteverillo@amarribo.org.br Brasília - 29/11/2013

ÉTICA E EXERCÍCIO DAS LIBERDADES LIZETE VERILLO lizeteverillo@amarribo.org.br Brasília - 29/11/2013 LIZETE VERILLO lizeteverillo@amarribo.org.br Brasília - 29/11/2013 ÉTICA E O EXERCÍCIO DAS LIBERDADES REFLEXÃO SOBRE A ÉTICA APLICADA AO NOSSO COTIDIANO ÉTICA E O EXERCÍCIO DAS LIBERDADES GANDHI MANIFESTAÇÕES

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE Resultados da 128ª Pesquisa CNT/MDA Brasília, 21/07/2015 A 128ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 12 a 16 de julho de 2015 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra a avaliação dos

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15

RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15 RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15 Reunida em São Paulo no dia 17 de setembro de 2015, a Comissão Executiva Nacional analisou a conjuntura recente do País e aprovou a seguinte resolução política: A oposição

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

Secretaria de Gênero e Etnia do Sindicato do Ramo Químico/Petroleiro-BA

Secretaria de Gênero e Etnia do Sindicato do Ramo Químico/Petroleiro-BA E Apresentação Esta cartilha foi feita especialmente para vocês trabalhadoras e trabalhadores do ramo químico e petroquímico. Aqui vocês vão encontrar informações sobre o Projeto de Lei 2513/2007, que

Leia mais

Manual de Defesa Pessoal do Jovem Arquiteto e Urbanista

Manual de Defesa Pessoal do Jovem Arquiteto e Urbanista Manual de Defesa Pessoal do Jovem Arquiteto e Urbanista 1 Exija formalização da relação de trabalho 1 Se você for trabalhar em empresa ou escritório, desconfie se o seu empregador não quiser formalizar

Leia mais

Estatuto do Grêmio Estudantil

Estatuto do Grêmio Estudantil Estatuto do Grêmio Estudantil CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, FINS E DURAÇÃO Art. 1 O Grêmio Estudantil, é o Grêmio Geral da Escola Estadual de, fundado no dia / /, com sede neste estabelecimento e de

Leia mais

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto.

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto. Vem pra urna! Justiça Eleitoral Cartório Eleitoral - ES www.tre-es.jus.br. #vempraurna Cartilha educativa da Justiça Eleitoral sobreo poder do voto. Material desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral

Leia mais

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS Data: 14/11/2014 Local: Sede da Fenasps Estados presentes: MG- SP- PR- RS- ES- SC- RN- CE e Oposição da BA e do DF. Nº de participantes: 65 Delegados e 10 Observadores

Leia mais

Meta dos servidores para 2011 é aprovar PCS

Meta dos servidores para 2011 é aprovar PCS Jornal Sintrajuf-PE Recife, Janeiro 2011 1 Recife, janeiro de 2011 Meta dos servidores para 2011 é aprovar PCS Os servidores do Judiciário Federal lutaram em 2010 para conseguir a aprovação o Plano de

Leia mais

PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO

PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO 2 CSB - Central dos Sindicatos Brasileiros CUT - Central Única dos Trabalhadores Força Sindical NCST - Nova Central Sindical de Trabalhadores UGT - União

Leia mais

CARTILHA TRABALHADOR DIREITO DE GREVE. Como romper o cerco? uma realização da:

CARTILHA TRABALHADOR DIREITO DE GREVE. Como romper o cerco? uma realização da: CARTILHA DO TRABALHADOR DIREITO DE GREVE Como romper o cerco? uma realização da: O que é DIREITO DE GREVE? 05 O que diz a Constituição Brasileira sobre o DIREITO DE GREVE? Como surgiu o DIREITO DE GREVE?

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. NIRE 33.3.0028205-0 CNPJ/MF Nº 08.807.432/0001-10

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. NIRE 33.3.0028205-0 CNPJ/MF Nº 08.807.432/0001-10 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. NIRE 33.3.0028205-0 CNPJ/MF Nº 08.807.432/0001-10 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 28 DE JANEIRO DE 2009 1. Data, hora e local: No 28º (vigésimo oitavo)

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 Dívidas de Agnelo serão pagas pela ordem cronológica Para atender à lei, governo reformula cronograma para quitar débitos com mais de 900 fornecedores. Um questionamento

Leia mais

MURAL- FEVEREIRO 2015. Compromisso. Av. Carlos Livieiro, 280 04186-100 São Paulo SP Fone: 11 2915.3111 www.ipirangatransportes.com.

MURAL- FEVEREIRO 2015. Compromisso. Av. Carlos Livieiro, 280 04186-100 São Paulo SP Fone: 11 2915.3111 www.ipirangatransportes.com. Compromisso Interessante A HISTÓRIA DO CARNAVAL... A história do carnaval no Brasil iniciou-se no período colonial. Uma das primeiras manifestações carnavalescas foi o entrudo, uma festa de origem portuguesa

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

Liberdade+Autonomia. se constrói com Igualdade. snmt@cut.org.br http//:paridadeja.cut.org.br PARIDADE JÁ!

Liberdade+Autonomia. se constrói com Igualdade. snmt@cut.org.br http//:paridadeja.cut.org.br PARIDADE JÁ! Liberdade+Autonomia se constrói com Igualdade snmt@cut.org.br http//:paridadeja.cut.org.br PARIDADE JÁ! A história da CUT, desde a sua fundação, em 1983, é marcada pelo compromisso com a construção da

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000955/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028972/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.009094/2013-61 DATA DO

Leia mais

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual 20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual Paulista da CONSOCIAL Prioridades Texto Diretriz Eixo Pontos 1 2 Regulamentação e padronização de normas técnicas para a elaboração dos Planos de Governo apresentados

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA EMPRESA LUZ E FORÇA SANTA MARIA S/A

CÓDIGO DE ÉTICA DA EMPRESA LUZ E FORÇA SANTA MARIA S/A CÓDIGO DE ÉTICA DA EMPRESA LUZ E FORÇA SANTA MARIA S/A O código de ética da Empresa Luz e Força Santa Maria S/A contempla as seguintes partes interessadas: empregados, fornecedores, meio ambiente, consumidores

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 9 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 07/04/2014. Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº, DE 2015. (Do Sr. Altineu Côrtes)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº, DE 2015. (Do Sr. Altineu Côrtes) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes) Propõe que a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, com auxílio do Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal

Leia mais

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade.

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade. Olá, sou Rita Berlofa dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Brasil, filiado à Contraf e à CUT. Quero saudar a todos os trabalhadores presentes e também àqueles que, por algum motivo, não puderam

Leia mais