Um pouco de história

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Um pouco de história"

Transcrição

1 Aspectos da Região de Trás-os-Montes e Alto Douro A cidade de Vila Real Um pouco de história Depois de uma tentativa de fundação de povoação por D. Afonso III, que para tal lhe concedeu foral a 7 de Dezembro de 1272, somente em 1289, D. Dinis consegue povoá-la dando-lhe novo foral a 14 de Janeiro daquele ano fazendo da nova vila, cabeça de toda a antiquíssima "Terra de Panóias". Das regalias por este Rei concedidas aos seus povoadores no foral de 1289 constava que o "rico homem ou prestameiro não pousará em Vila Real e seu termo" No entanto, a nobreza tentou fixar-se na vila, o que levou os seus habitantes, em diversas épocas, a pedirem a D. Afonso IV, D. Pedro I e D. João I que lhes fossem confirmados os direitos consignados no foral Dionísio, ao que aqueles monarcas acederam. D. Manuel I renovou-lhe o foral a 22 de Junho de A 22 de Abril de 1922 foi elevada a sede de distrito e bispado e, a 20 de Junho de 1925, a cidade, pela lei nº (Dicionário Enciclopédico Lello) Repleta de testemunhos arquitectónicos e culturais, que nos fazem viajar por diversas épocas da história do nosso país, Vila Real possui actualmente uma identidade muito própria, onde harmoniosamente se conjugam as características das diferentes freguesias que constituem o seu concelho. Marcada por todas as épocas históricas, Vila Real ainda hoje conserva testemunhos das ocupações que sofreu: romanos e árabes, entre outros povos. Mas é principalmente a partir da idade média que os vestígios se tornam cada vez mais evidentes, salientando-se os monumentos de estilo românico, gótico, manuelino e barroco.

2 Localização A cidade de Vila Real situa-se bem no interior do nosso país. É capital de Distrito com o mesmo nome e, tem uma população que ronda os 50 mil habitantes numa área de cerca de 370 Km 2. Está situada na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, a 450m de altitude, sobre a margem direita do Rio Corgo, um dos afluentes do Douro. Localiza-se num planalto rodeado de altas montanhas, onde podemos realçar as serras do Marão e do Alvão, pela sua fisionomia e beleza. O Concelho de Vila Real é constituído por 30 freguesias: Abaças, Adoufe, Andrães, Arroios, Borbela, Campeã, Constantim, Ermida, Folhadela, Guiães, Justes, Lamares, Lamas de Ôlo, Lordelo, Mateus, Mondrões, Mouçós, Nogueira, Nossa Senhora da Conceição, Parada de Cunhos, São Miguel da Pena, Quintã, São Dinis, São Pedro, São Tomé do Castelo, Torgueda, Vale de Nogueiras, Vila Marim e Vilarinho da Samardã (ver mapa nº 1). Mapa nº 1 Mapa do concelho de Vila Real

3 A escola onde estamos a estagiar denomina-se Escola EB1 nº5 Quinchosos, e situa-se na freguesia urbana de S. Dinis, pertencente ao concelho de Vila Real. A freguesia de S. Dinis foi no início, dependente eclesiasticamente da freguesia de S. Marinha de Vila Marim. Actualmente esta revela-se como sendo uma freguesia autónoma em crescente evolução. Inicialmente procederemos a uma breve resenha histórica do Concelho de Vila Real. Fig.1 Panorâmica da cidade de Vila Real MONUMENTOS DA REGIÃO Vila Real é uma cidade repleta de testemunhos arquitectónicos e culturais de diversas épocas históricas do nosso país. Com uma identidade muito própria, Vila Real é marcada por todas as épocas históricas e conserva, ainda hoje, testemunhos de todas as ocupações que sofreu, romanas e árabes, entre outros povos. Mas, é a partir da Idade Média que os vestígios se tornam mais evidentes, salientando-se os movimentos de estilo românico, gótico, manuelino e barroco.

4 De seguida apresentaremos alguns dos monumentos mais importantes desta região e da cidade de Vila Real: O Santuário Rupestre de Panóias (ver fig. nº2) era um local de culto de povos autóctones que os romanos adoptaram e transformaram. É um monumento nacional desde 1910, situado num monte da freguesia de Vale de Nogueiras. É constituído por inscrições ao ar livre e cavidades abertas em vários rochedos. O Santuário de Panóias é um importantíssimo monumento de arqueologia com cerca de 2000 anos de existência. É o mais famoso santuário rupestre da época romana existente na Península Ibérica. É um templo dedicado ao Deus Serapis, cujo culto se iniciou no Egipto. Fig. nº 2 A Casa de Diogo Cão (ver fig. nº3) situa-se bem no centro de Vila Real, mais precisamente na avenida Carvalho Araújo. É um edifício de feição arquitectónica medieval. Nela terá nascido, segundo a tradição o navegador português Diogo Cão, que descobriu a foz do rio Zaire no século XV. Fig. nº 3 Da mesma época, encontramos a Igreja de São Domingos (ver fig. nº 4). Construída em 1424, é um monumento de estilo gótico. Antiga igreja do convento de São Domingos foi sagrado Sé de Vila Real em Um grande incêndio em 1837 reduziu-a às paredes, tendo sido reconstruída na década seguinte. Fig. nº 4 Como grande ex-libris de Vila Real, o Palácio de Mateus (ver fig. n.º 5) é um monumento do século XVIII, edificado por Nicolau Nasoni e é um dos mais belos exemplares de arquitectura civil barroca em Portugal. No Palácio desenvolvem-se, regularmente, actividades culturais. Para além disso o Palácio acolhe um valioso acervo museológico que pode ser visitado bem como a capela e os jardins. Fig. nº 5

5 A Capela Nova (ver fig. n.º 6), também conhecida por Igreja dos Clérigos, é de estilo barroco. No seu interior está exibida azulejaria com representação de cenas da vida de S. Pedro e São Paulo. Entre 27 a 29 de Junho de cada ano realiza-se a tradicional Feira de S. Pedro, ou dos Pucarinhos (barros pretos de Bisalhães e linhos de Agarez e Mondrões). Fig. nº 6 De origem Barroca, a Igreja de S. Pedro (ver fig. n.º 7), foi construída em 1528 a mando de D. Pedro de Castro, Abade de Mouçós, que nela tem sepultura, e restaurada em É de realçar a riqueza da talha e o tecto em caixotões. Fig. nº 7 O edifício da Câmara Municipal (ver fig. n.º 8) foi erguido pelo primeiro Conde de Amarante, no início do século XIX destinado a ser o Hospital da Misericórdia. Uns anos mais tarde Monsenhor Jerónimo Amaral, ofereceu o seu palácio para nele se instalar a casa hospitalar. O exterior deste edifício é formado por 6 arcos e uma escadaria em granito que no cimo tem uma varanda ladeada de balaústres e adornada com ânforas também de granito. Fig. nº 8 O Pelourinho (ver fig. n.º9), data da época Manuelina e é símbolo da autonomia municipal. O largo onde o Pelourinho se situa mantém, ainda hoje, o seu nome constituindo um dos pontos centrais da cidade. Em 1994, a Câmara Municipal restaurou o Pelourinho, servindose de uma antiga fotografia erguendo-o de seguida junto dos Paços do Concelho e mais tarde colocado novamente na Praça do Pelourinho. Fig. nº 9

6 Atribuída à época de transição do séc. XIII para o XIV, a Capela de São Brás (ver fig. n.º10), é um pequeno templo românicogótico. Sofreu profundas alterações no séc. XVIII, mas guarda ainda no interior duas arcas tumulares, uma das quais de estilo manuelino. Na outra comenta-se que está sepultado Lourenço Viegas, o Espadeiro, companheiro de armas de D. Afonso Henriques. Fig. nº 10 A Casa dos Marqueses de Vila Real (ver fig. n.º11), foi o local onde habitou a família dos Marqueses de Vila Real, caída em desgraça pelo seu envolvimento na conjura contra D. João IV, em Conserva ainda as ameias e a janela geminada de estilo manuelino e situa-se na Av. Carvalho Araújo. Fig. nº 11 Com oito balcões com parapeitos ameados, salta à vista a Torre de Quintela (ver fig. n.º12), de estilo gótico, construída na segunda metade do séc. XIII. Camilo Castelo Branco fez dela, fantasiosamente, um dos cenários do romance «O Anátema». Situa-se na região de Vila Marim Fig. nº 12 O Museu Numismática de Vila Real (ver fig. n.º13), é um edifício de traça setecentista. O Museu acolhe, na sua secção de Numismática, um conjunto de cerca de 30 mil moedas romanas, luso e hispano-romanas, gregas, visigóticas, bizantinas e ibéricas. Dispõe também de uma colecção de objectos arqueológicos, entre os quais algumas das misteriosas Pedras do Alvão. A sua Área de Exposições Temporárias é permanentemente animada com sessões culturais, exposições, etc. Fig. nº 13

7 Como grande obra da actualidade temos o Teatro Municipal (ver fig. n.º 14), que tem vindo a ser palco de grandes eventos culturais das várias áreas artísticas. Conta uns dos maiores auditórios do país, que inveja as mais antigas salas de espectáculos de grandes cidades como Lisboa e Porto. Para animação das noites vilarealenses existe neste mesmo edifício um café concerto onde diariamente podemos assistir a espectáculos de pequena dimensão. Fig. nº 14 Enquadramento Sócio-Económico e Cultural da População Vilarealense A actividade comercial é, sem dúvida, o sector predominante nesta cidade, seguindo-se os serviços públicos e algumas profissões liberais. Contudo, já existem indústrias que fornecem mão-de-obra a uma parte da população local. Há, ainda, uma pequena percentagem que faz parte de quadros técnicos superiores, nomeadamente da UTAD, do Teatro Municipal, do Arquivo Municipal/Distrital... A referida universidade concentra já um número considerável de pessoas oriundas de diversas zonas do país, devido à existência de diversos cursos, nomeadamente na área das engenharias.

8 Artesanato No passado todas as casas da lavoura da região tinham um tear, dos quais ainda podemos, nos dias que correm, ver vestígios em certas aldeias, como Agarez, a mais representativa, mas também Mondrões e Couto de Adoufe, entre outras, onde algumas artesãs continuam a trabalhar o linho (ver fig. n.º15). Hoje é já raro o cultivo local da planta, mas as fases subsequentes, como sejam o ripar, o espadelar, o fiar e o tecer, são ainda praticadas. Trata-se de um tipo de artesanato extremamente apreciado, nomeadamente as colchas e as toalhas. Fig. nº 15 Linhos de Agarez Um dos ex-libris de Vila Real é a olaria de Bisalhães (ver fig. n.º16), pela sua tradição secular que se prolonga até aos nossos dias. O barro é picado até se desfazer em pó, as impurezas são removidas, a mistura com a água cria a matéria-prima. Em seguida, o oleiro dá-lhe forma na roda e, antes que a peça seque, desenham-se nela flores e outros ornatos. A cozedura faz-se num forno aberto no chão. Colocadas lá as peças, cobrem-se com rama de pinheiro verde, a que se ateia o fogo. O forno é abafado com caruma, musgo e terra, para que se não libertem fumos e seja, obtida a cor negra característica. Fig nº 16 Olaria Negra de Bisalhães Gastronomia A gastronomia de Vila Real é marcada pelas sopas, a vitela, o cabrito assado com arroz no forno, as tripas aos molhos, os covilhetes, a posta maronesa, o joelho da porca, a bola de carne e os diversos enchidos (ver fig. n.º 17). No âmbito da pastelaria, o

9 destaque vai para as cristas de galo e os pastéis de Santa Clara. Ao nível da confeitaria as especiarias são as ganchas. Finalmente, os vinhos são também uma marca cultural de Vila Real. O famoso vinho do Porto, tão conhecido internacionalmente, proveniente do Douro e o de Mateus. Fig. nº17 Exposição de alguns pratos típicos desta região Festas e Acontecimentos No que respeita às festividades, começamos por referir a mais popular e conhecida que é a festa/feira de S. António, a qual se realiza em Junho, com o ponto alto no dia 13, Feriado Municipal no concelho de Vila Real. Nesta altura encontramos produtos tradicionais, concursos de gado, corridas de cavalos, diversões, arraial e várias iniciativas culturais e desportivas. A feira de S. Pedro, também conhecida por cá como feira dos pucarinhos assume também um lugar de destaque para a população de Vila Real e encerra o ciclo de festas vividas em todo o mês de Julho com real destaque na noite de 28 para 29. Com a chegada dos emigrantes vindos de muitos países da Europa e de todo o mundo, vão-se também realizando, em todas as aldeias e freguesias desta região, festas em honra dos Santos padroeiros.

10 Celebra-se também o Dia Mundial da Criança, onde as escolas do Ensino Básico participam em diversas iniciativas promovidas pelos Agrupamentos de Escolas e pela autarquia local. Muito mais se poderia dizer em relação a esta cidade, o seu património, festas e em relação às suas gentes...

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Igreja Matriz de Almodôvar A matriz é o monumento mais visitado do Concelho de Almodôvar e é dedicada a Santo Ildefonso, sendo que D. Dinis doou-a à Ordem de Santiago,

Leia mais

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante INTRODUÇÃO Algumas maravilhas de Portugal! Uma viagem ao interior de Portugal. A sua genuinidade, as suas tradições. Uma viagem por duas regiões

Leia mais

A Vila. Na vila de Barrancos

A Vila. Na vila de Barrancos Locais a visitar A Vila Na vila de Barrancos podem ainda encontrar-se belos exemplares do típico casario alentejano, de arquitectura popular: casas caiadas de branco, de piso térreo, construídas em taipa,

Leia mais

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA NOME OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTABELEÇO RELAÇÕES DE PARENTESCO : avós, pais, irmãos, tios, sobrinhos Quem pertence à nossa família? Observa as seguintes imagens. Como podes observar, nas imagens estão

Leia mais

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Dia 1 Chegada dos participantes. Transfere para Belém em autocarro com acompanhamento de guia. Em Belém, área dedicada ao período das Descobertas, iremos encontrar

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA. I Contributo histórico

PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA. I Contributo histórico PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA I Contributo histórico Ancede, população que sé estende ao longo do rio Douro, tem raízes históricas

Leia mais

VI JORNADAS DE ETNOBOTÂNICA III Fim-de-semana DA URTIGA 13,14 e 15 de Maio de 2011

VI JORNADAS DE ETNOBOTÂNICA III Fim-de-semana DA URTIGA 13,14 e 15 de Maio de 2011 VI JORNADAS DE ETNOBOTÂNICA III Fim-de-semana DA URTIGA 13,14 e 15 de Maio de 2011 PROGRAMA Segundo o autor cubano, Jorge Onélio Cardozo, o ser humano tem duas grandes fomes, a de pão e a de beleza; a

Leia mais

Programa Educativo do Centro de Arqueologia de Almada 2014/2015

Programa Educativo do Centro de Arqueologia de Almada 2014/2015 Programa Educativo do Centro de Arqueologia de Almada 2014/2015 Educação Patrimonial: Trabalho educacional centrado no Património Cultural como fonte primária de conhecimento e enriquecimento individual

Leia mais

A História de azzeittum

A História de azzeittum A História de azzeittum Azeitão é palavra derivada de azzeittum, vocábulo de origem árabe, que refere os extensos olivais encontrados quando aquele povo chegou a esta região. A primeira delimitação que

Leia mais

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /XI

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /XI Grupo Parlamentar PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /XI RECOMENDA AO GOVERNO A SUSPENSÃO DE TODAS AS ACÇÕES RELATIVAS À TRANSFERÊNCIA DE MUSEUS E À CRIAÇÃO DE NOVOS MUSEUS NO EIXO AJUDA/BELÉM, ATÉ À ELABORAÇÃO

Leia mais

Resgate da Memória ANO 2, Nº 4. ABR.2015

Resgate da Memória ANO 2, Nº 4. ABR.2015 116 A história de uma cidade pode ser contada de diversas maneiras: por meio de livros, vídeos, sons e a partir de histórias passadas de gerações em gerações. Nesta seção, a Revista buscou uma maneira

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 244/IX ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE SÃO JOÃO DA TALHA À CATEGORIA DE VILA. 1 - Localização. 2 - Razões de ordem histórica

PROJECTO DE LEI N.º 244/IX ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE SÃO JOÃO DA TALHA À CATEGORIA DE VILA. 1 - Localização. 2 - Razões de ordem histórica PROJECTO DE LEI N.º 244/IX ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE SÃO JOÃO DA TALHA À CATEGORIA DE VILA 1 - Localização A povoação de São João da Talha localiza-se no concelho de Loures, na zona oriental do concelho

Leia mais

Museu Nacional da Arte Antiga

Museu Nacional da Arte Antiga Museu Nacional da Arte Antiga Índice 1. Horários e localização: 2. Ingresso 3. História do museu 4. Informações acerca do museu 5. As 10 obras de referência do MNAA 6. Coleções 1 - Horário e Localização

Leia mais

Programa de acompanhantes

Programa de acompanhantes Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012 9:30 Saída em autocarro do Hotel Axis 10:00 Chegada a Barcelos Visita ao centro Histórico de Barcelos Programa de acompanhantes O concelho de Barcelos é um exemplo

Leia mais

VIAGEM A ESPANHA. Salamanca, Segóvia, Ávila e Toledo

VIAGEM A ESPANHA. Salamanca, Segóvia, Ávila e Toledo VIAGEM A ESPANHA Salamanca, Segóvia, Ávila e Toledo 02 a 06 de Outubro de 2012 Espanha é o segundo país do mundo com maior número de lugares declarados Património da Humanidade pela UNESCO. A lista inclui

Leia mais

Casa do Mundo Rural de Prados

Casa do Mundo Rural de Prados Casa do Mundo Rural de Prados A Casa do Mundo Rural de Prados, pretende retratar uma época em que a agricultura, associada à pastorícia eram as principais actividades económicas da população, praticando

Leia mais

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 Partidas para os locais de origem 16 de Outubro de 2015 ITINERÁRIO PROGRAMA 8 DIAS DESTAQUE PORTUGAL

Leia mais

Rota dos 3 Castelos. 2.ºAbrantes. 3.º Belver. 1.ºAlmourol. Monte da Várzea Almourol. 38 km. Almourol Abrantes. 20 Km. Abrantes Belver.

Rota dos 3 Castelos. 2.ºAbrantes. 3.º Belver. 1.ºAlmourol. Monte da Várzea Almourol. 38 km. Almourol Abrantes. 20 Km. Abrantes Belver. 2.ºAbrantes 1.ºAlmourol 3.º Belver Monte da Várzea Almourol 38 km Rota dos 3 Castelos Almourol Abrantes 20 Km Abrantes Belver 30 Km Belver Monte da Várzea 11 Km Partida: Casa Branca, Monte da Várzea 2

Leia mais

PORTUGAL. 1º. DIA -Lisboa. 2º. Dia - Sintra, Cascais e Estoril

PORTUGAL. 1º. DIA -Lisboa. 2º. Dia - Sintra, Cascais e Estoril PORTUGAL 1º. DIA -Lisboa Saída do Hotel para visita da cidade de Lisboa. Visitaremos o centro da cidade como Praça do Rossio, Avenida da Liberdade, Praça do Marquês de Pombal, Parque Eduardo VII. Colina

Leia mais

1. ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PARA TODOS

1. ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PARA TODOS 1. No âmbito das Comemorações do Dia Mundial da Arquitectura (primeira segunda-feira do mês de Outubro 01 Out 2012), o Portal da Construção Sustentável (PCS) irá promover a 1ª edição da iniciativa, em

Leia mais

Portugal. Norte de Portugal. Porto

Portugal. Norte de Portugal. Porto Portugal Com mais de oito séculos de história, Portugal tem um património cultural único que se insere numa impressionante diversidade de paisagens. Aqui, encontramos um território rico e variado, concentrado

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 126/VIII REELEVAÇÃO DE ANÇÃ À CATEGORIA DE VILA. I - Introdução

PROJECTO DE LEI N.º 126/VIII REELEVAÇÃO DE ANÇÃ À CATEGORIA DE VILA. I - Introdução PROJECTO DE LEI N.º 126/VIII REELEVAÇÃO DE ANÇÃ À CATEGORIA DE VILA I - Introdução A freguesia de Ançã foi outrora sede do município do mesmo nome, provavelmente desde a segunda metade do século XIV, usufruindo

Leia mais

MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL

MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL LOCAL DO EVENTO O XLI CONSOLDA 2015 será realizado de 12 a 15 de outubro no MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL - Rua Fonte do Boi 215 - Rio Vermelho, Salvador-BA - 41940-360 Fone: (71) 3172-9200. Mercure

Leia mais

Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa Braga

Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa Braga Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa Braga 1 Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa APRESENTAÇÃO Edifício de traça actual, construído de raiz, implantado no centro histórico de Braga, na proximidade

Leia mais

PORTUGAL EMOTIONS CASA DA CALDEIRA

PORTUGAL EMOTIONS CASA DA CALDEIRA TURISMO REGIÃO CENTRO 2014 PORTUGAL EMOTIONS CASA DA CALDEIRA Enoturismo Sabores da Rolha ROTEIRO TURÍSTICO Z. CENTRO Sabores da Rolha propõe uma visita a uma região rica em diversidade cultural e paisagística

Leia mais

Mosteiro dos Jerónimos

Mosteiro dos Jerónimos Mosteiro dos Jerónimos Guia de visita dos 6 aos 12 anos Serviço Educativo do Mosteiro dos Jerónimos/ Torre de Belém Bem-vindo ao Mosteiro dos Jerónimos A tua visita de estudo começa logo no Exterior do

Leia mais

DIRECTÓRIO DE ARQUIVOS E COLECÇÕES DOCUMENTAIS DA EX-DGEMN DATAS EXTREMAS. Comissão Administrativa das Obras do Novo Estádio de Lisboa - Arquivo

DIRECTÓRIO DE ARQUIVOS E COLECÇÕES DOCUMENTAIS DA EX-DGEMN DATAS EXTREMAS. Comissão Administrativa das Obras do Novo Estádio de Lisboa - Arquivo Estádio Nacional 163787 Comissão Administrativa das Obras do Novo Estádio de Lisboa - Arquivo 1931-1948 13,25 ml (incl. 40, 7 fotografias) Comissão para a Aquisição de Mobiliário - Arquivo / Secção de

Leia mais

Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009. Museu Nacional de Arqueologia Lisboa

Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009. Museu Nacional de Arqueologia Lisboa Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009 Museu Nacional de Arqueologia Lisboa Museu Nacional de Arqueologia APRESENTAÇÃO O Museu Nacional de Arqueologia (MNA), fundado em 1893, ocupa,

Leia mais

Centro de Investigação Gastronómica O Lagar

Centro de Investigação Gastronómica O Lagar Centro de Investigação Gastronómica O Lagar Situado à beira do Rio Mondego, este restaurante é o perfeito retiro para apreciar os verdadeiros sabores da beira numa ambiência natural e verdejante, na corrente

Leia mais

Património Natural local e regional Rios e Biodiversidade

Património Natural local e regional Rios e Biodiversidade Património Natural local e regional Rios e Biodiversidade O que é a Biodiversidade? Área de Projecto 5ºD 2010/2011 Realizado por: Inês, Mariana, Ema, Diana e José do 5ºD Trabalho iniciado com a participação

Leia mais

Training Center. Localização

Training Center. Localização Localização Este centro localiza- se no sul de Portugal (no Alentejo) e dista 190km de Lisboa e 165km de Faro. A vila onde está situado chama-se Santa Vitória e fica a apenas 30km de uma capital de districto,

Leia mais

Visita de estudo à Coruña e Santiago de Compostela

Visita de estudo à Coruña e Santiago de Compostela Visita de estudo à Coruña e Santiago de Compostela Convento de Santo Domingo Corunha Catedral Santiago de Compostela Plano da visita de estudo Primeiro Dia 8.00 h Partida da Escola 12.00 h Chegada à Coruña

Leia mais

Especialmente preparado para. Circuito da Boavista 17 19 Junho e 1-3 de July de 2011 pelo DMC Porto

Especialmente preparado para. Circuito da Boavista 17 19 Junho e 1-3 de July de 2011 pelo DMC Porto Especialmente preparado para Circuito da Boavista 17 19 Junho e 1-3 de July de 2011 pelo DMC Porto www.dmcportugal.abreu.pt ÍNDICE 1. Descrição Zona 2. Grid (Suggested Program) 3. Circuitos 4. Abreu DMC

Leia mais

Lisboa Clássica Meio-dia

Lisboa Clássica Meio-dia Lisboa Clássica Meio-dia Atrações Principais: Mosteiro dos Jerónimos*, Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Museu dos Coches*, Alfama e Rossio. *Ambos encerrados à 2ª feira e substituídos pelo Palácio

Leia mais

1 M O N Ç Ã O & M E L G A Ç O

1 M O N Ç Ã O & M E L G A Ç O 1 MONÇÃO & MELGAÇO Monção e Melgaço pertence à Região Demarcada dos Vinhos Verdes, uma das regiões vitícolas mais antigas de Portugal. Esta região centenária situa-se no noroeste de Portugal e o facto

Leia mais

Mosteiro dos Jerónimos Lisboa

Mosteiro dos Jerónimos Lisboa Mosteiro dos Jerónimos Lisboa 10 Mosteiro dos Jerónimos APRESENTAÇÃO Associado pela sua fundação às figuras de D. Manuel e de Vasco da Gama, o Mosteiro dos Jerónimos é uma obra-prima da arquitectura manuelina,

Leia mais

FICHA DE INVENTÁRIO. 3.OBSERVAÇÕES Transformações/destruições previstas Fios eléctricos visíveis na fachada.

FICHA DE INVENTÁRIO. 3.OBSERVAÇÕES Transformações/destruições previstas Fios eléctricos visíveis na fachada. FICHA DE INVENTÁRIO 1.IDENTIFICAÇÃO Designação- Imóvel Local/Endereço- Travessa do Cabido, nº2 a 6 Freguesia- Sé Nova Concelho- Coimbra Distrito- Coimbra 2.CARACTERIZAÇÃO Função Origem Habitação Função

Leia mais

Barroco Local / Espaço, Versalhes

Barroco Local / Espaço, Versalhes Barroco Local / Espaço, Versalhes O local Os palcos: a corte, a igreja, a academia O palco no reinado de Luís XIV Os palcos : a Corte, a Igreja e a Academia. A morada do rei - A Corte - tornou-se por isso

Leia mais

PAPA LÉGUAS. Distrito. Portalegre INTRODUÇÃO

PAPA LÉGUAS. Distrito. Portalegre INTRODUÇÃO PAPA LÉGUAS Distrito INTRODUÇÃO Este Diário de Viagem em Autocaravana é uma pequena contribuição para um Turismo Itinerante pelo Distrito de. Promover os sítios mais relevantes e sugerir locais para almoçar,

Leia mais

ROTEIRO TURISTICO DO ALENTEJO

ROTEIRO TURISTICO DO ALENTEJO 2014 ROTEIRO TURISTICO DO ALENTEJO ROTEIRO TIPO Enoturismo Sabores da Rolha ROTEIRO ENOTURÍSTICO ALENTEJO DIA 1 Transfere do aeroporto da Portela (Lisboa) para o hotel Miraparque, (aprox. 30m). Acolhimento

Leia mais

Festas, Feiras e Romarias

Festas, Feiras e Romarias Festas, Feiras e Romarias Feira de Velharias Feira de Velharias de Olhos de Água Data: 1.º domingo de cada mês Local: Junto ao Mercado Municipal de Olhos de Água Contato: Junta de Freguesia de Albufeira

Leia mais

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno 3.3 O Largo do Carmo e seu entorno O Largo do Carmo, como ainda é conhecido o espaço público na frente das igrejas da Ordem Primeira e Terceira do Carmo, e ao lado do Teatro Vasques. Seu entorno conserva

Leia mais

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar Junho Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar E toda aquela infância Que não tive me vem, Numa onda de alegria Que não foi de ninguém. [ ] (F. Pessoa

Leia mais

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com Co-financiamento DIA 1 - LISBOA Chegada ao Aeroporto de Lisboa e translado para o hotel. Tempo livre para os primeiros contatos com esta maravilhosa Capital Europeia, conhecida pela sua luminosidade única

Leia mais

ISCET - Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo Rua Cedofeita, 285 4050-180 Porto Tel.: 22 2053685 Fax: 22 2053744 E-Mail:

ISCET - Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo Rua Cedofeita, 285 4050-180 Porto Tel.: 22 2053685 Fax: 22 2053744 E-Mail: Bem-vindo ao ISCET, ao Porto e a Portugal Informações Gerais Guia do estudante estrangeiro: O instituto ISCET dá-te as boas-vindas e deseja-te uma óptima estadia. Para te proporcionar uma melhor integração,

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve Dossier Promocional Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

VIII Turismo. Rede Social de Pombal. 1. Alojamento. Pré-Diagnóstico Social do Concelho de Pombal 152/194

VIII Turismo. Rede Social de Pombal. 1. Alojamento. Pré-Diagnóstico Social do Concelho de Pombal 152/194 VIII Turismo O Concelho de Pombal integra-se na Região de Turismo Leiria-Fátima que abrange 8 concelhos, respectivamente: Alcobaça, Batalha, Leiria, Marinha Grande, Nazaré, Pombal, Porto de Mós e Ourém.

Leia mais

Gruta Nossa Senhora de Lourdes Parque Passo Velho do Afonso

Gruta Nossa Senhora de Lourdes Parque Passo Velho do Afonso Serra Gaúcha Brasil Gruta Nossa Senhora de Lourdes Parque Passo Velho do Afonso Histórico Religiosidade A religiosidade cultuada pelos imigrantes italianos ainda tem forte presença em Nova Araçá. O município

Leia mais

C I R C U I T O S 3 C A P I T A I S

C I R C U I T O S 3 C A P I T A I S CIRCUITOS 3 CAPITAIS Este é o convite para compreender as origens de Portugal e descobrir as suas principais cidades: Porto, património mundial, cuja história se mistura com a fundação de Portugal. Cidade

Leia mais

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti Palácio de Versailles Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti O Palácio de Versalhes (em francês Château de Versailles) é um château real localizado na cidade de Versalhes, uma aldeia

Leia mais

Fls. 1. Departamento de Administração Geral tel.: 351 + 253 + 51 51 23 / 33 fax: 351 + 253 + 51 51 34 e-mail: camaraguimaraes@mail.telepac.

Fls. 1. Departamento de Administração Geral tel.: 351 + 253 + 51 51 23 / 33 fax: 351 + 253 + 51 51 34 e-mail: camaraguimaraes@mail.telepac. Fls. 1 EDITAL ANTÓNIO MAGALHÃES, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES, FAZ SABER, em cumprimento do disposto no art.º 91º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei 5-A/2002,

Leia mais

Confira o roteiro completo da viagem a Portugal

Confira o roteiro completo da viagem a Portugal Confira o roteiro completo da viagem a Portugal Domingo, 28 de Abril: Chegada ao Aeroporto de Lisboa e transfer de ônibus para Hotel. Alojamento no Hotel Pestana Palace 5 estrelas, um dos melhores de Lisboa,

Leia mais

FLORENÇA. Data do Sec. I a. C.

FLORENÇA. Data do Sec. I a. C. FLORENÇA Data do Sec. I a. C. Cópia do Sec. XIX Pianta della Catena A cidade nasce da política, da observação do que existe, dos levantamentos feitos e da meditação na realidade a cidade não nasce, vai-se

Leia mais

Dias Templários de Castelo Branco

Dias Templários de Castelo Branco Dias Templários de Castelo Branco 4,5,6 e 7 de Julho de 2013 Castelo Branco será, a partir desta data (1215), a única possessão templária de que os Mestres e os membros mais importantes da Ordem fizeram

Leia mais

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa 18 Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva APRESENTAÇÃO Instalado no Palácio

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhora e Senhores Membros do Governo

Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhora e Senhores Membros do Governo Turismo Ex.mo Senhor Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma, dos Açores Com a intenção de contrariar a desertificação, fenómeno preocupante nas ilhas pequenas com especial incidência na

Leia mais

PENSANDO JÁ O CENTRO HISTÓRICO? A INTERVENÇÃO DA DGEMN NA SÉ DO PORTO (1929-1982)

PENSANDO JÁ O CENTRO HISTÓRICO? A INTERVENÇÃO DA DGEMN NA SÉ DO PORTO (1929-1982) PENSANDO JÁ O CENTRO HISTÓRICO? A INTERVENÇÃO DA DGEMN NA SÉ DO PORTO (1929-1982) MARIA LEONOR BOTELHO DCTP-FLUP mlbotelho@letras.up.pt 5 Dez 2013 17º Aniversário da Classificação do Centro Histórico do

Leia mais

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS P7 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA OLIVEIRA P8 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DO

Leia mais

Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação

Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação Índice I II III Nota histórica Informação sobre o espaço Descrição Planta Capacidade Equipamento disponível Outras informações úteis Localização

Leia mais

Índice. ficha técnica. 3...origem do nome. 4...locais para isitar. 5...locais de repouco. 6...locais de lazer. 7...locais de alimentação

Índice. ficha técnica. 3...origem do nome. 4...locais para isitar. 5...locais de repouco. 6...locais de lazer. 7...locais de alimentação Cascais Índice 3...origem do nome 4...locais para isitar 5...locais de repouco 6...locais de lazer 7...locais de alimentação ficha técnica Director: Catarina Lagareiro Director adjunto: Susana Gonçalves

Leia mais

Um Passeio pela Cidade

Um Passeio pela Cidade Um Passeio pela Cidade Possuidora de um rico património histórico, Beja convida todos os que a visitam a calcorrear calmamente as suas ruas. Não hesite em aceitar este convite e descubra tudo o que esta

Leia mais

Em 2014, os dez principais mercados da RAEM foram como segue: Países e regiões Número de Percentagem (%)

Em 2014, os dez principais mercados da RAEM foram como segue: Países e regiões Número de Percentagem (%) Turismo A indústria do turismo é o pilar mais importante da economia de Macau. Para concretizar o objectivo de longo prazo da construção de Macau como Centro Mundial de Turismo e Lazer, a Direcção dos

Leia mais

Rota dos Descobrimentos Portugueses

Rota dos Descobrimentos Portugueses LAGOS CENTRO HISTÓRICO Rota dos Descobrimentos Portugueses A epopeia dos descobrimentos portugueses, e em especial a fase henriquina, constitui um dos marcos de maior relevância na história da cidade de

Leia mais

Agenda 2014, 2.º semestre

Agenda 2014, 2.º semestre Agenda 2014, 2.º semestre julho 2013 de 27 de junho a 27 de julho Exposição de pintura «As Idades da Mulher» de Maria Guia Pimpão Local: Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques Organização: C. M. Lousã Apoio:

Leia mais

DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul. DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul SUPLEMENTO ESPECIAL

DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul. DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul SUPLEMENTO ESPECIAL SEXTA-FEIRA, 01/04/2011 DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul www.aquies.com.br»» @folhadocaparao»» facebook.com/grupofolhadocaparao QUARTA-FEIRA, 15/02/2012 DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro

Leia mais

a. Na Idade Média, a principal riqueza que um homem poderia possuir era a terra. No texto, identifique

a. Na Idade Média, a principal riqueza que um homem poderia possuir era a terra. No texto, identifique Atividade extra Vivendo a vida do seu jeito Questão 1 A agricultura para consumo era, no feudalismo, a atividade principal. O comércio, muito reduzido. As terras não tinham valor de troca, de mercado,

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 171/IX ELEVAÇÃO DE CUSTÓIAS À CATEGORIA DE VILA. Enquadramento geográfico e evolução histórica e sócio-económica

PROJECTO DE LEI N.º 171/IX ELEVAÇÃO DE CUSTÓIAS À CATEGORIA DE VILA. Enquadramento geográfico e evolução histórica e sócio-económica PROJECTO DE LEI N.º 171/IX ELEVAÇÃO DE CUSTÓIAS À CATEGORIA DE VILA Enquadramento geográfico e evolução histórica e sócio-económica Embora registos documentais permitam observar uma ocupação préhistórica

Leia mais

HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 10

HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 10 HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 10 HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 11 Refúgios na natureza O clima ameno que se faz sentir durante todo o ano em Portugal convida-nos a desfrutar em pleno dos bons momentos

Leia mais

Após muitos anos como Operadora de Turismo, o Clube Viajar começou a sua atividade como operador de Incoming sob o nome de PORTUGAL HOLIDAYS.

Após muitos anos como Operadora de Turismo, o Clube Viajar começou a sua atividade como operador de Incoming sob o nome de PORTUGAL HOLIDAYS. Após muitos anos como Operadora de Turismo, o Clube Viajar começou a sua atividade como operador de Incoming sob o nome de PORTUGAL HOLIDAYS. Assim, foram selecionados profissionais experientes nessa área

Leia mais

Aldeia de Açores. Os pontos de Interesse de Açores: Igreja Matriz Monumento de Nossa Senhora de Açor Pelourinho Largo Casas Brasonadas

Aldeia de Açores. Os pontos de Interesse de Açores: Igreja Matriz Monumento de Nossa Senhora de Açor Pelourinho Largo Casas Brasonadas Aldeia de Açores A aldeia dos açores fica a cerca de 10 km de Celorico da Beira. Em tempos foi sede de um Episcopado Visigótico, manteve outrora o estatuto de vila. Durante séculos tem sido local de peregrinação

Leia mais

Património cultural Museus. http://www.cmpedrogaogrande.pt/index.php?option=com_content&view=a. rticle&id=132&itemid=123. rticle&id=132&itemid=123

Património cultural Museus. http://www.cmpedrogaogrande.pt/index.php?option=com_content&view=a. rticle&id=132&itemid=123. rticle&id=132&itemid=123 Atelier Túllio Victorino Sertã / Cernache do Bonjardim CASA MUSEU COMENDADOR MANUEL NUNES CORRÊA MUSEU PEDRO CRUZ MUSEU DE ARTE SACRA (Misericórdia) Museu Arqueologia Mação Centro Geodésico de Portugal

Leia mais

FEIRAS, FESTAS e ROMARIAS / 2015. Concelho dos Arcos de Valdevez

FEIRAS, FESTAS e ROMARIAS / 2015. Concelho dos Arcos de Valdevez FEIRAS, FESTAS e ROMARIAS / 2015 Concelho dos Arcos de Valdevez JANEIRO S. Gonçalo Vilela 10 Santo Amaro Ázere 15 Santo Amaro Monte Redondo 15 S. Sebastião Sistelo 17 e 18 Dia das Fogeuiras Guilhadeses

Leia mais

A sustentabilidade da paisagem em Tomar

A sustentabilidade da paisagem em Tomar A sustentabilidade da paisagem em Tomar A Cerca e a Mata Nacional dos Sete Montes como espaço verde, urbano, que enquadra, protege e valoriza o património único do Castelo e do Convento de Cristo Fernando

Leia mais

ANTECEDENTES E EVOLUÇÃO

ANTECEDENTES E EVOLUÇÃO Bandeira Nacional ANTECEDENTES E EVOLUÇÃO 5 D. Afonso Henriques (1143-1185) Segundo a tradição, durante as primeiras lutas pela Independência de Portugal, D. Afonso Henriques teria usado um escudo branco

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES LICENCIATURA DE ARTE - CONSERVAÇÃO E RESTAURO HISTÓRIA DAS ARTES METÁLICAS ANO LECTIVO 2013/2014 Docente: Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa OBJECTIVOS:

Leia mais

20,98 km2. 3,8 Hab/km2. Idanha-a-Nova. 11,6 km. Paulo Jorge Paiva Monteiro. Var. Total 0-14 15-24 25-64 65 ou mais -20,25-50,00-25,00-37,50-2,56

20,98 km2. 3,8 Hab/km2. Idanha-a-Nova. 11,6 km. Paulo Jorge Paiva Monteiro. Var. Total 0-14 15-24 25-64 65 ou mais -20,25-50,00-25,00-37,50-2,56 1. TERRITÓRIO Área Densidade Populacional (2001) 20,98 km2 3,8 Hab/km2 Anexas - Concelho Distância à sede de Concelho Idanha-a-Nova 11,6 km 2. ÓRGÃOS EXECUTIVOS DA FREGUESIA Presidente Paulo Jorge Paiva

Leia mais

13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES

13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES 2011 13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES PROGRAMA VIAGEM AOS AÇORES 13 A 21 DE SETEMBRO DE 2011 1.º Dia 13 de Setembro FUNCHAL/ PONTA DELGADA / TERCEIRA Comparência dos senhores participantes no Aeroporto

Leia mais

Índice. 1 O Nascimento do Porto...30

Índice. 1 O Nascimento do Porto...30 Índice Parte I O Porto da Penaventosa...15 1 Introdução...16 2 O Portuense...18 3 A Cidade e as suas Mensagens...22 4 As Armas da Cidade...23 5 O Solo e os Recursos Hídricos do Porto...24 Capítulo I Da

Leia mais

No Açor em redor do xisto

No Açor em redor do xisto No Açor em redor do xisto Casas de negro vestidas No meio de serras erguidas Mulheres de negro trajadas Rostos marcados De rugas sulcadas. M. Teresa Sá Carvalho [48] ROTAS DA REGIÃO Jan Fev Mar 2012 ELM

Leia mais

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia)

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia) MUSEU DO CARRO ELÉTRICO Inaugurado em 1992, o Museu do Carro Elétrico nasceu da dedicação e voluntarismo de um pequeno grupo de entusiastas e apaixonados por este meio de transporte coletivo, impulsionados

Leia mais

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho *JACINTO GUERRA, de Brasília para o Portal de Aboim da Nóbrega Em 1967, quando o Dr.Laércio Rodrigues lançou seu livro História de Bom Despacho origens e formação,

Leia mais

Programa exemplo 2 para 3 Noites / 4 Dias. Terra Fria Transmontana. Primavera / Verão 2012

Programa exemplo 2 para 3 Noites / 4 Dias. Terra Fria Transmontana. Primavera / Verão 2012 Programa exemplo 2 para 3 Noites / 4 Dias Terra Fria Transmontana Primavera / Verão 2012 (Bragança, Miranda do Douro, Parque do Douro Internacional (Arribas), Parque Natural de Montesinho, Vinhais e Parque

Leia mais

PORTUGAL AUTÊNTICO (12 dias)

PORTUGAL AUTÊNTICO (12 dias) Um roteiro exclusivo, para conhecer o autêntico Portugal, o seu povo, sua cultura e sua maravilhosa gastronomia. Viva uma experiência inesquecível em uma vinícola, pisando uvas e degustando de um vinho

Leia mais

SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30

SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30 SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30 Semana Portuguesa 8 a 12 09 Dia 8 Toni Santos Dia 9 Gaiteiros do Liz + Vitor Sérgio e Comp.ª Dia 10 Grupo de Baile Medley Dia 11

Leia mais

Museu de Arte Sacra da Sé

Museu de Arte Sacra da Sé 1 Museu de Arte Sacra da Sé Algumas notas sobre a história deste Museu e também sobre a filosofia que presidiu ao actual projecto museológico Fig.1 Museu de Arte Sacra de Évora - Exterior 1. Sua história

Leia mais

15 RESTAURANTES ADERENTES - EMENTAS RESTAURANTE NASCENTE DO CORGO. Endereço: Rua António José d Ávila. Vila Pouca de Aguiar

15 RESTAURANTES ADERENTES - EMENTAS RESTAURANTE NASCENTE DO CORGO. Endereço: Rua António José d Ávila. Vila Pouca de Aguiar 15 RESTAURANTES ADERENTES - EMENTAS RESTAURANTE NASCENTE DO CORGO Endereço: Rua António José d Ávila. Vila Pouca de Aguiar GPS: lat. 41,501134 long. -7,643733 Telefone/ Reservas: 259417294 ou 932512809

Leia mais

PROPOSTA DE EXCURSÕES EM GRUPO PRIVADO

PROPOSTA DE EXCURSÕES EM GRUPO PRIVADO PROPOSTA DE EXCURSÕES EM GRUPO PRIVADO 1. CHICHEN-ITZA COM ALMOÇO PRIVADO Situada a 205 km de Cancún, Chicchen- Itza é a zona arqueológica em melhor estado de conservação, a mais interessante e a capital

Leia mais

as s FESTIVAL DE ARTES

as s FESTIVAL DE ARTES as s ARTES MÚSICA WORKSHOPS SOLIDÁRIO FESTIVAL DE ARTES Festival ASAS Apresentação: ATB e Município de Penela Conceito Método Objetivos Cronograma/programação Projetos de intervenção social A região de

Leia mais

AS NOSSAS EMBARCAÇÕES

AS NOSSAS EMBARCAÇÕES Trabalho de Projecto AS NOSSAS EMBARCAÇÕES Disciplinas intervenientes: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, História e Geografia de Portugal, Educação Visual e Tecnológica. Tópicos que podem ser tratados

Leia mais

Fig. 3 Mapa do percurso para a Igreja de São Pedro (12)

Fig. 3 Mapa do percurso para a Igreja de São Pedro (12) Local nº: 12 Zona Histórica: Escadaria e Igreja de São Pedro Rua do Castelo Coordenadas GPS: 38º53 59.733 ; 9º2 19.614 38.899901, -9.038814 Fig. 1 Igreja de São Pedro Fig. 2 Quadro de azulejos da Igreja

Leia mais

Ano VI N.º 22. Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente. Quinta-Feira 28 de Julho de 2011

Ano VI N.º 22. Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente. Quinta-Feira 28 de Julho de 2011 Ano VI N.º 22 Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente Quinta-Feira 28 de Julho de 2011 Bandeira Azul Hasteada na Ribeira Quente A Praia do Fogo da Ribeira Quente recebeu no dia 28 de

Leia mais

PROJECTO Nº 522/IX ELEVAÇÃO DA ALDEIA DE VILA FRANCA DAS NAVES DO CONCELHO DE TRANCOSO À CATEGORIA DE VILA.

PROJECTO Nº 522/IX ELEVAÇÃO DA ALDEIA DE VILA FRANCA DAS NAVES DO CONCELHO DE TRANCOSO À CATEGORIA DE VILA. PROJECTO Nº 522/IX ELEVAÇÃO DA ALDEIA DE VILA FRANCA DAS NAVES DO CONCELHO DE TRANCOSO À CATEGORIA DE VILA. 1. Caracterização geográfica e demográfica Vila Franca das Naves localiza-se na parte sul do

Leia mais

Situação existente CÂMARA MUNICIPAL DA RIBEIRA GRANDE CASA - MUSEU DA FREIRA DO ARCANO PROJECTO DE EXECUÇÃO MEMÓRIA DESCRITIVA

Situação existente CÂMARA MUNICIPAL DA RIBEIRA GRANDE CASA - MUSEU DA FREIRA DO ARCANO PROJECTO DE EXECUÇÃO MEMÓRIA DESCRITIVA Situação existente A cidade da Ribeira Grande, cabeça de um concelho que este ano celebra o meiomilénio de existência, é das mais notáveis construções urbanas açóricas, e constitui uma das mais originais

Leia mais

Perfil do visitante de Évora

Perfil do visitante de Évora Perfil do visitante de Évora Universidade de Évora Escola de Ciências Sociais Maria do Rosário Borges Maria Noémi Marujo Jaime Serra Évora, Maio de 2012 41-60 anos (45%) Idade 21-40 anos (39%) Habilitações

Leia mais

PROJETO FINANCIADO POR:

PROJETO FINANCIADO POR: PROJETO FINANCIADO POR: EDV TOUR TOURS TOURS TOUR EDV ENTRE DOURO E VOUGA O Entre Douro e Vouga está, ao nível turístico, abrangido pelo região de Turismo do Porto e Norte de Portugal. Venha viver atividades

Leia mais

ATRATIVOS TURÍSTICOS Museu da Água Francisco Salgot Castillon Instalado em 1887, no local que abrigou a primeira Estação de Captação e Bombeamento de água da cidade. O museu ocupa uma área de 12 mil m²

Leia mais

PRIMAVERA EM PORTUGAL 13 DIAS

PRIMAVERA EM PORTUGAL 13 DIAS PRIMAVERA EM PORTUGAL 13 DIAS 1º Dia 14 Abr - BELO HORIZONTE / LISBOA Apresentação no aeroporto internacional Tancredo Neves, para embarque com a TAP-Air Portugal com destino a Lisboa. (Jantar a bordo).

Leia mais

Distrito de Faro Concelho de Olhão PARQUE NATURAL DA RIA FORMOSA

Distrito de Faro Concelho de Olhão PARQUE NATURAL DA RIA FORMOSA Distrito de Faro Concelho de Olhão PARQUE NATURAL DA RIA FORMOSA Galinha sultana porphyrio porphyrio HISTORIAL Data da Fundação: 1991 Breve Historial: O Centro de Educação Ambiental de Marim foi criado

Leia mais

PÃO UM PATRIMÓNIO PARA O FUTURO

PÃO UM PATRIMÓNIO PARA O FUTURO PÃO UM PATRIMÓNIO PARA O FUTURO Objectivos 1. Breve retrospectiva da História do Pão; 2. O Pão na especificidade da Serra da Estrela e Beira Interior; 3. Despistar as potencialidades deste produto como

Leia mais