FLORENÇA. Data do Sec. I a. C.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FLORENÇA. Data do Sec. I a. C."

Transcrição

1 FLORENÇA Data do Sec. I a. C.

2 Cópia do Sec. XIX Pianta della Catena

3 A cidade nasce da política, da observação do que existe, dos levantamentos feitos e da meditação na realidade a cidade não nasce, vai-se formando, como um conjunto estruturado, relacionado com a região à volta. Leon Battista Alberti no seu tratado sobre arquitectura

4 Florença está situada a 230km de Roma e ocupa uma área de 105km2. Foi fundada por motivos militares e comerciais.

5 O fenómeno principal no urbanismo de Florença foi o florescimento entre os séculos XV e XVI do movimento Renascentista, um movimento que buscava sobretudo a renovação cultural. Como palco principal deste movimento, Florença reviveu a antiga cultura greco-romana, pensamento da época era voltado a filosofia grega e das realizações artísticas.

6 Os anéis fortificados de defesa se expandiram sucessivamente com a finalidade de colocar as cidades fora do alcance dos projécteis de artilharia. Limitadas em seu crescimento pelas novas muralhas, as cidades foram forçadas a se concentrar em áreas reduzidas e congestionadas.

7

8 Encastoada no coração de Florença, Santa Maria del Fiore o Duomo ou catedral de Florença domina a cidade com a enorme cúpula, cujo tamanho representa bem a típica determinação florentina em se distinguir em tudo, e até hoje nenhum edifício da cidade a ultrapassa em altura.

9

10 Brunelleschi conhecia a cúpula do Panteão de Roma, e foi nesta obra que foi buscar sua inspiração. Seu objectivo era levantar uma cúpula que servisse de referência para a cidade, e desde sua construção é unanimemente considerada um dos poucos monumentos perfeitos.

11 . A cúpula de Santa Maria del Fiore foi concebida de tal maneira que a significação global do monumento, fosse a expressão não mais da antiga sociedade medieval que havia construído o templo, mas sim de uma nova sociedade florentina, daí sua importância vital na panorâmica de todo o urbanismo da cidade.

12 A Praça Durante toda a Renascença, qualquer que seja a forma da cidade, o seu centro é sempre uma praça, ou um sistema de praças para onde convergem ruas. Apesar de não ser um magistral exemplo de composição urbana, a praça da catedral de Santa Maria del Fiore, surge como excepcional devido à convergência das ruas na praça, um impressionante número de 14 no total.

13

14 o plano urbano estabelece-se na base de dois traçados teóricos: um, virtual, feito de linhas direitas, que radiam, tendo a sua origem na cúpula da catedral e relacionando as diversas igrejas ou praças contíguas, no espírito do plano de Sisto V.O segundo é mais material e realista, desenhando um anel poligonal que passa por cima do rio e que liga todos os espaços principais, prolongando-os, por vezes, até a periferia. É uma composição urbana de base simbólica e voluntária, que ordena a cidade e que oferece múltiplas possibilidades de desenvolvimento.

15

16 Os Jardins É fundamental assinalarmos aqui, a importância desempenhada pelos jardins no período Renascentista como um todo. Inspiravam-se quase todos no tratado de Leon Battista Alberti, De re aedificatoria (1485), que era baseado, neste domínio, sobre a certeza, inspirada em Plínio, o Jovem, e em Vitrúvio, segundo a qual <<a beleza era o resultado da harmonia>> que existe, por definição, na natureza.

17 No caso específico de Florença, um exemplo ideal de jardins, são os Jardins Boboli, criados para os Medici em 1550, um ano após a compra do Palácio Pitti. Excelente exemplo de jardinagem estilizada do Renascimento, possui sebes em buxo desenhadas simetricamente e que conduzem a bosques bravios, de azevinho e ciprestes, destinados a criar contraste entre o artificial e o natural. A concepção dos Jardins Boboli foi utilizada como base para todos os jardins reais da Europa, incluindo Versalhes.

18

19 CONCLUSÃO: Grande parte de Florença, data do Renascimento mas a zona oriental da cidade mantém uma nítida influência medieval com ruas confusas e vielas escondidas. Por breve período serviu de capital da Itália unificada ( ). Durante o Sec. XIII enriqueceu graças à indústria e comércio têxtil. Os contactos comerciais com o mundo árabe levaram Fibonacci, matemático Pisano a introduzir no ocidente os algarismos árabes; seguiu-se a nova compreensão da geometria e os arquitectos começaram a construir novos e ambiciosos edifícios que ainda hoje são motivo de orgulho e respeito por toda a Itália. O urbanismo, a história da arquitectura e da arte de Florença, é uma herança artística que tem inspirado o povo que nela vive como multidões de turistas que a admiram

20 Bibliografia: Delfane, Charles. A Grande História da Cidade (Da Mesopotâmia aos Estados Unidos). Instituto Piaget, Florença e Toscana. Guia American Express, ed. Civilização,

O RENASCIMENTO FOI UM MOVIMENTO CULTURAL, OCORRIDO NO INÍCIO DA IDADE MODERNA E QUE FEZ RENASCER A CULTURA GRECO-ROMANA

O RENASCIMENTO FOI UM MOVIMENTO CULTURAL, OCORRIDO NO INÍCIO DA IDADE MODERNA E QUE FEZ RENASCER A CULTURA GRECO-ROMANA O RENASCIMENTO FOI UM MOVIMENTO CULTURAL, OCORRIDO NO INÍCIO DA IDADE MODERNA E QUE FEZ RENASCER A CULTURA GRECO-ROMANA IDADE ANTIGA CULTURA GRECO-ROMANA ANTROPOCÊNTRICA ANTROPO = Homem CÊNTRICA = centro

Leia mais

A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a

A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a difusão de variadas formas artísticas inspiradas no mundo

Leia mais

BIBLIOGRAFIA BÁSICA: ARGAN, Giulio Carlo. Clássico anticlássico: o Renascimento de Brunelleschi a Brueguel. Tradução Lorenzo Mammi. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. p. 141-155 e 197-203. HEYDENREICH,

Leia mais

História da Arte - Linha do Tempo

História da Arte - Linha do Tempo História da Arte - Linha do Tempo PRÉ- HISTÓRIA (1000000 A 3600 a.c.) Primeiras manifestações artísticas. Pinturas e gravuras encontradas nas paredes das cavernas. Sangue de animais, saliva, fragmentos

Leia mais

AS CIDADES ITALIANAS DA RENASCENÇA

AS CIDADES ITALIANAS DA RENASCENÇA AS CIDADES ITALIANAS DA RENASCENÇA O novo modelo de projeção estabelecido no início do século XV se aplica teoricamente a todo gênero de objetos, desde os artefatos menores à cidade e ao território. Mas

Leia mais

TURISMO E BEM ESTAR NA ITÁLIA TERMAS DE EUGANEE

TURISMO E BEM ESTAR NA ITÁLIA TERMAS DE EUGANEE TURISMO E BEM ESTAR NA ITÁLIA TERMAS DE EUGANEE C Um pedaço do paraíso espera por você no Spa Euganean, cúmplices as águas termais, os tratamentos terapêuticos e regenerativos e a exuberante beleza das

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO

EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO TEXTO O termo Renascimento é comumente aplicado à civilização européia que se desenvolveu entre 1300 e 1650. Além de reviver a antiga cultura greco-romana, ocorreram nesse

Leia mais

Centro Regional das Beiras. Licenciatura em Arquitectura

Centro Regional das Beiras. Licenciatura em Arquitectura UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Licenciatura em Arquitectura ANO LECTIVO 2009-2010 HISTÓRIA DO URBANISMO DE PARIS BARROCO E PLAN DES ARTISTES VICTOR MANUEL LOPES JUSTINO DISCIPLINA:

Leia mais

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO Aula 3.2-2 1. A Anunciação é uma das obras mais conhecidas de Leonardo da Vinci. Feita por volta do ano de 1472, ela retrata uma das cenas bíblicas mais famosas de todos os tempos. Escreva nas linhas abaixo

Leia mais

HISTÓRIA E TEORIA ARQ. PAISAGISMO E URBANISMO I

HISTÓRIA E TEORIA ARQ. PAISAGISMO E URBANISMO I HISTÓRIA E TEORIA ARQ. PAISAGISMO E URBANISMO I União Educacional do Norte Faculdade Uninorte Professora: Edinete Oliveira Arquiteta e Urbanista Tema: A ignorância da Arquitetura & As várias idades do

Leia mais

Viagem de trem de um dia à Florença saindo de Milão

Viagem de trem de um dia à Florença saindo de Milão Viagem de trem de um dia à Florença saindo de Milão Operador: Viator Inc Dias de Saída na Semana Moeda: US$ Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom Dias Limite para Venda: 3 X X X X X X X Quantidade mínima de passageiros

Leia mais

Itália berço do Renascimento

Itália berço do Renascimento RENASCIMENTO CULTURAL XIV e XVI Itália berço do Renascimento How does Late Linha Gothic art create do the tempo bridge between Byzantine and Renaissance art? Bizantino Virgin and Child Gótico Virgin and

Leia mais

Dificilmente se encontraria também melhor temática para nos debruçarmos sobre o futuro jurídico da União, neste período de perplexidades várias.

Dificilmente se encontraria também melhor temática para nos debruçarmos sobre o futuro jurídico da União, neste período de perplexidades várias. É com enorme satisfação que iniciamos hoje, no salão nobre do Supremo Tribunal de Justiça (S.T.J.) de Portugal, este debate sobre o futuro da justiça europeia. Dificilmente se encontraria local mais adequado:

Leia mais

Arte Renascentista. Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr. http://www.mural-2.com

Arte Renascentista. Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr. http://www.mural-2.com Arte Renascentista Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr. http://www.mural-2.com ARTE É UM TODO ORGÂNICO E ORDENADO, DIRIGIDO POR LEIS PRÓPRIAS, QUE REGEM, QUER OS ELEMENTOS DO MACROCOSMO, DOS ASTROS, QUER DO

Leia mais

MATEMÁTICA E ARTE NO RENASCIMENTO ITALIANO: UM ENSAIO TEÓRICO SOBRE A PERSPECTIVA LINEAR

MATEMÁTICA E ARTE NO RENASCIMENTO ITALIANO: UM ENSAIO TEÓRICO SOBRE A PERSPECTIVA LINEAR MATEMÁTICA E ARTE NO RENASCIMENTO ITALIANO: UM ENSAIO TEÓRICO SOBRE A PERSPECTIVA LINEAR Fábio Rodrigues Silva Universidade Federal de Uberlândia fabiorodrigues@mat.pontal.ufu.br Enio Marques Muniz Junior

Leia mais

História. Cultura Renascentista

História. Cultura Renascentista Cultura Renascentista Índice Clique sobre tema desejado: Origem e conceito Origem e conceito Origem Itália Crise feudal (séc. XIV-XVI) Florença Centro do renascimento Conceito Movimento de renovação cultural,

Leia mais

CONCEITOS A EXPLORAR. Estética. História da arte. Renascimento. Renascimento e humanismo. Florença e os Medici. Igreja e Estado na era moderna.

CONCEITOS A EXPLORAR. Estética. História da arte. Renascimento. Renascimento e humanismo. Florença e os Medici. Igreja e Estado na era moderna. CONCEITOS A EXPLORAR A rte Estética. História da arte. Renascimento. H istória Renascimento e humanismo. Florença e os Medici. F ísica As cidades italianas: história urbana e da arquitetura. Igreja e Estado

Leia mais

ARTE PALEOCRISTÃ PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS. Arte Paleocristã Arte Bizantina Arte Islâmica - ESPIRITUALIDADE

ARTE PALEOCRISTÃ PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS. Arte Paleocristã Arte Bizantina Arte Islâmica - ESPIRITUALIDADE Arte Paleocristã Arte Bizantina Arte Islâmica ARTE PALEOCRISTÃ ARTE PALEOCRISTÃ Também chamada de Arte das Catacumbas, desenvolveu-se dentro do Império Romano, quando surgiram os primeiros núcleos cristãos.

Leia mais

Renascimento. Prof. Adriano Portela

Renascimento. Prof. Adriano Portela Renascimento Prof. Adriano Portela O que é o Renascimento? Dados Início: século 14 Local: Península Itálica Se estendeu até o século 17 por toda Europa. Artistas, escritores e pensadores exprimiam em suas

Leia mais

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti Palácio de Versailles Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti O Palácio de Versalhes (em francês Château de Versailles) é um château real localizado na cidade de Versalhes, uma aldeia

Leia mais

HISTÓRIA DA FORMA URBANA

HISTÓRIA DA FORMA URBANA Vítor Oliveira HISTÓRIA DA FORMA URBANA Aulas de Morfologia Urbana História da forma urbana 1. A cidade Grega 2. A cidade Romana 3. A cidade Medieval 4. A cidade do Renascimento 5. A cidade Barroca 6.

Leia mais

O Renascimento Cultural

O Renascimento Cultural O Renascimento Cultural Antecedentes Renascimento comercial e urbano; Ascensão social da burguesia (lucro e sucesso individual) Mecenato; Expansão Marítima e Comercial; Novas descobertas científicas; Conquista

Leia mais

Disciplina de Matemática Professora: Dora Almeida

Disciplina de Matemática Professora: Dora Almeida Disciplina de Matemática Professora: Dora Almeida Escola Secundária de D. Luísa de Gusmão Trabalho elaborado por: -Andreia Domingos nº 4 -Cátia Santos nº 7 10ºB 1 O que é o Número de Ouro...pág 3, 4 e

Leia mais

Museu de Arte Sacra da Sé

Museu de Arte Sacra da Sé 1 Museu de Arte Sacra da Sé Algumas notas sobre a história deste Museu e também sobre a filosofia que presidiu ao actual projecto museológico Fig.1 Museu de Arte Sacra de Évora - Exterior 1. Sua história

Leia mais

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL Curso Superior de Tecnologia em Construção de Edifícios MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL Prof. Leandro Candido de Lemos Pinheiro leandro.pinheiro@riogrande.ifrs.edu.br Porque construir? Necessidade de se

Leia mais

Visita de estudo à Coruña e Santiago de Compostela

Visita de estudo à Coruña e Santiago de Compostela Visita de estudo à Coruña e Santiago de Compostela Convento de Santo Domingo Corunha Catedral Santiago de Compostela Plano da visita de estudo Primeiro Dia 8.00 h Partida da Escola 12.00 h Chegada à Coruña

Leia mais

Escola Secundária e Artística António Arroio HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES

Escola Secundária e Artística António Arroio HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES Escola Secundária e Artística António Arroio Prova 824 / 8 Páginas Prova de Equivalência à Frequência de HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES 12º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei Nº 74/2004) Duração da Prova

Leia mais

O Urbanismo Clássico. Séculos XVII e XVIII

O Urbanismo Clássico. Séculos XVII e XVIII O Urbanismo Clássico Séculos XVII e XVIII Urbanismo Clássico Realizações Legislação Prá?ca administra?va Filósofos, arquitetos e médicos Urbanismo Clássico Recusa do Gigan?smo Urbano Paris 500 mil habitantes

Leia mais

A Itália é um país com mais de trinta séculos de história. Foi, de facto, sede de grandes civilizações que influenciaram profundamente a evolução de

A Itália é um país com mais de trinta séculos de história. Foi, de facto, sede de grandes civilizações que influenciaram profundamente a evolução de HISTÓRIA DA ITÁLIA A Itália é um país com mais de trinta séculos de história. Foi, de facto, sede de grandes civilizações que influenciaram profundamente a evolução de toda a cultura ocidental. Berço da

Leia mais

ARTES: A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX

ARTES: A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX ARTES: A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX Neoclassicismo ou Academicismo: * Últimas décadas do século XVIII e primeiras do XIX; * Retoma os princípios da arte da Antiguidade grecoromana; * A

Leia mais

VIAGEM A ESPANHA. Salamanca, Segóvia, Ávila e Toledo

VIAGEM A ESPANHA. Salamanca, Segóvia, Ávila e Toledo VIAGEM A ESPANHA Salamanca, Segóvia, Ávila e Toledo 02 a 06 de Outubro de 2012 Espanha é o segundo país do mundo com maior número de lugares declarados Património da Humanidade pela UNESCO. A lista inclui

Leia mais

ESCAPADA ITALIANA COM PREÇO ARRASADOR

ESCAPADA ITALIANA COM PREÇO ARRASADOR ESCAPADA ITALIANA COM PREÇO ARRASADOR 07 NOITES DE HOTEL 04 ESTRELAS COM CAFÉ DA MANHÃ TRASLADOS - VISITAS E 01 JANTAR (CONFORME A PROGRAMAÇÃO) CIA AÉREA:TAP Saídas: Rio de Janeiro ou São Paulo Passageiros

Leia mais

chamados de números racionais.

chamados de números racionais. O Período Pré-Industrial e a Geometria Euclidiana Os números racionais Com o sistema de numeração hindu ficou fácil escrever qualquer número, por maior que ele fosse. 0, 13, 35, 98, 1.024, 3.645.872. Como

Leia mais

E quem garante que a História é uma carroça abandonada numa beira de estrada? (Hollanda, C. B; Milanes, P. Canción por la unidad latinoamericana.

E quem garante que a História é uma carroça abandonada numa beira de estrada? (Hollanda, C. B; Milanes, P. Canción por la unidad latinoamericana. E quem garante que a História é uma carroça abandonada numa beira de estrada? (Hollanda, C. B; Milanes, P. Canción por la unidad latinoamericana.) O termo História foi utilizado pelos gregos antigos.

Leia mais

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa:

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa: Neoclassicismo Questão 01 De acordo com a tendência neoclássica, uma obra de arte só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos

Leia mais

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica 0 O que é Filosofia? Essa pergunta permite muitas respostas... Alguns podem apontar que a Filosofia é o estudo de tudo ou o nada que pretende abarcar tudo.

Leia mais

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda;

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda; ARTE PRÉ-HISTÓRICA PALEOLÍTICO INFERIOR aproximadamente 5.000.000 a 25.000 a.c.; controle do fogo; e instrumentos de pedra e pedra lascada, madeira e ossos: facas, machados. PALEOLÍTICO SUPERIOR instrumentos

Leia mais

História da Arquitetura

História da Arquitetura Subdivisão da História da Arte - estudo da evolução histórica da arquitetura. Seus princípios Idéias Realizações Cronologia 1. Pré-História Arquitetura neolítica 2. Antigüidade Arquitetura egípcia Arquitetura

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM Duração da Prova: 45 minutos (cada módulo) Módulos Categorias/Conteúdos

Leia mais

HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL. Prof.ª Mayara Moraes Custódio

HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL. Prof.ª Mayara Moraes Custódio HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL Prof.ª Mayara Moraes Custódio HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL A história da engenharia confunde-se com a história da própria

Leia mais

A História da Grécia Antiga se estende do século XX a.c. até o século II a.c. quando a região foi conquistada pelos romanos.

A História da Grécia Antiga se estende do século XX a.c. até o século II a.c. quando a região foi conquistada pelos romanos. HISTÓRIA ANTIGA Grécia I - formação Situada no sul da Europa (Península balcânica), numa região de relevo acidentado e um arquipélago no Mar Egeu, a Grécia foi palco de uma civilização que se desenvolveu

Leia mais

(professora Elisabete eguerato@globo.com) A MATEMÁTICA NA CHINA NOS DIFERENTES PERÍODOS

(professora Elisabete eguerato@globo.com) A MATEMÁTICA NA CHINA NOS DIFERENTES PERÍODOS (professora Elisabete eguerato@globo.com) A MATEMÁTICA NA CHINA NOS DIFERENTES PERÍODOS A HISTÓRIA CHINESA De 2000 a 600 a.c. China Antiga De 600 a.c. a 221 d.c. China Clássica De 221 a 1911 China Imperial

Leia mais

a. Na Idade Média, a principal riqueza que um homem poderia possuir era a terra. No texto, identifique

a. Na Idade Média, a principal riqueza que um homem poderia possuir era a terra. No texto, identifique Atividade extra Vivendo a vida do seu jeito Questão 1 A agricultura para consumo era, no feudalismo, a atividade principal. O comércio, muito reduzido. As terras não tinham valor de troca, de mercado,

Leia mais

Antropocentrismo (do grego anthropos, "humano"; e kentron, "centro") é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do

Antropocentrismo (do grego anthropos, humano; e kentron, centro) é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do ARTE GÓTICA A Arte Gótica se desenvolveu na Europa entre os séculos XII e XV e foi uma das mais importantes da Idade Média, junto com a Arte Românica. Ela teve grande influencia do forte Teocentrismo (O

Leia mais

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes 4ª FASE Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Unidade II Natureza-Sociedade: questões ambientais 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia

A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia ONDE MORAS? Ilustração de Capa, Madalena Matoso, 2009 ONDE MORAS? UMA PROPOSTA Tópicos para a intervenção inicial Maria da Conceição Moita A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia

Leia mais

RENASCIMENTO ITALIANO

RENASCIMENTO ITALIANO ARTES / 2º ANO PROF.MÍLTON COELHO RENASCIMENTO ITALIANO Contexto histórico O termo significa reviver os ideais greco-romanos; na verdade o Renascimento foi mais amplo, pois aumentou a herança recebida

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise LISTA DE RECUPERAÇÃO 8º ANO Nota: 1) A arte barroca ganhou espaço e passou a inaugurar um novo período na arte européia, que já havia experimentado

Leia mais

MILÃO VENEZA FLORENÇA ROMA

MILÃO VENEZA FLORENÇA ROMA MILÃO VENEZA FLORENÇA ROMA VIAGEM EM TREM Data de Chegada a Milão Diárias ITINERÁRIO Dia 1 MILÃO Chegada ao aeroporto e traslado ao hotel escolhido. Vá até à praça do Duomo. Chegada à estação de trem e

Leia mais

A Idade Média e O Renascimento

A Idade Média e O Renascimento Estes textos são produzidos sob patrocínio do Departamento Cultural da Clínica Naturale.Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.

Leia mais

A Arte do Renascimento

A Arte do Renascimento A Arte do Renascimento Estas duas pinturas têm o mesmo tema mas são muito diferentes. Porquê? Nossa Senhora e Criança (Idade Média) Nossa Senhora e Criança (Renascimento) Surgiu em Itália: Séc. XV (Quattrocento)

Leia mais

RENASCIMENTO em Florença. Prof. Dr. Percival Tirapeli

RENASCIMENTO em Florença. Prof. Dr. Percival Tirapeli RENASCIMENTO RENASCIMENTO EM em Florença FLORENÇA E MILÃO Prof. Dr. Percival Tirapeli As cidades medievais eram construídas sobre cumes com muralhas. As cidades renascentistas eram cortadas por rios e

Leia mais

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 14 HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 15 FOTOS: Miguel Serradas Duarte FOTOS: Miguel Serradas Duarte Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO

Leia mais

BÉLGICA. As Feitorias Portuguesas na Flandres. Bruxelas * Brugges * Ghant * Antuérpia. Leuven * Maline * Aachen * Maastricht

BÉLGICA. As Feitorias Portuguesas na Flandres. Bruxelas * Brugges * Ghant * Antuérpia. Leuven * Maline * Aachen * Maastricht BÉLGICA As Feitorias Portuguesas na Flandres Bruxelas * Brugges * Ghant * Antuérpia Leuven * Maline * Aachen * Maastricht 5 Dias / 4 Noites 1º Dia LISBOA / BRUXELAS Comparência no Aeroporto da Portela

Leia mais

PLANO DE ESTRUTURA URBANA DO MUNICÍPIO DE MAPUTO

PLANO DE ESTRUTURA URBANA DO MUNICÍPIO DE MAPUTO PLANO DE ESTRUTURA URBANA DO MUNICÍPIO DE MAPUTO Seminário sobre Pobreza Urbana Maputo, 16 de Abril de 2009 RAZOES E FILOSOFIA DO PEUMM O PEUM é o primeiro plano de ordenamento urbano elaborado pelo próprio

Leia mais

Encontro Internacional. Barcelona. 10,11 e 12 Junho 2010

Encontro Internacional. Barcelona. 10,11 e 12 Junho 2010 Encontro Internacional Barcelona 10,11 e 12 Junho 2010 Quinta-feira 10: -19:00h: Chegada ao hotel (ainda sem determinar) e check-in. -20:00h: Percurso turístico nos nossos barcos pela montanha de Montjüic,

Leia mais

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 08: PROVA CMSM SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 08: PROVA CMSM SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br MATEMÁTICA PARA VENCER Apostilas complementares APOSTILA 08: PROVA CMSM SIMULADA Pré-Curso www.laercio.com.br APOSTILA 08 Colégio Militar 6º ano PROVA CMSM SIMULADA PRÉ-CURSO COLÉGIO MILITAR DE SANTA MARIA,

Leia mais

Significado do termo Paisagismo ou Arquitetura Paisagística

Significado do termo Paisagismo ou Arquitetura Paisagística Significado do termo Paisagismo ou Arquitetura Paisagística Definição de Paisagem Natural / Cultural 1. Consideramos Paisagem todo o espaço que se abrange num lance de vista, e que é delimitado pela linha

Leia mais

Renascimento Cultural

Renascimento Cultural Renascimento Cultural Séculos XIV ao XVII Prof. Dieikson de Carvalho Renascimento Cultural Contexto histórico Transição da Idade Média para Idade Moderna. Século XIV ao XVII. Resultado do Renascimento

Leia mais

Catálogo. Série de Livros de Sumários da Licenciatura de História - Variante de Arte

Catálogo. Série de Livros de Sumários da Licenciatura de História - Variante de Arte Catálogo Série de Livros de Sumários da Licenciatura de História - Variante de Arte Nível de Descrição Designação Datas de Produção Arte Clássica 1981/3/24-1981/6/2 História da Arte Moderna em Portugal

Leia mais

ILUMINAÇÃO NATURAL BREVE RETROSPECTIVA HISTÓRICA

ILUMINAÇÃO NATURAL BREVE RETROSPECTIVA HISTÓRICA ILUMINAÇÃO NATURAL BREVE RETROSPECTIVA HISTÓRICA A HISTÓRIA DA ILUMINAÇÃO NATURAL NA ARQUITETURA FAZ PARTE DA PRÓPRIA HISTÓRIA DA ARQUITETURA EGITO ANTIGO 2780 A.C A 2280 A.C. O GRANDE TEMPLO DE AMMON,

Leia mais

ALSÁCIA E FLORESTA NEGRA

ALSÁCIA E FLORESTA NEGRA ALSÁCIA E FLORESTA NEGRA STRASBOURG * COLMAR * FREIBURG * TITISEE Luxembourg * Baden-Baden * Heidelberg 7 Dias / 6 Noites 1º DIA LISBOA / LUXEMBOURG Comparência no Aeroporto da Portela. Formalidades e

Leia mais

Leonardo da Vinci. Auto-retrato de Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci. Auto-retrato de Leonardo da Vinci Leonardo da Vinci Auto-retrato de Leonardo da Vinci Introdução Leonardo da Vinci, artista renascentista italiano, nasceu em 15/04/1452. Existem algumas dúvidas sobre a cidade de seu nascimento: para alguns

Leia mais

Índice. ficha técnica. 3...origem do nome. 4...locais para isitar. 5...locais de repouco. 6...locais de lazer. 7...locais de alimentação

Índice. ficha técnica. 3...origem do nome. 4...locais para isitar. 5...locais de repouco. 6...locais de lazer. 7...locais de alimentação Cascais Índice 3...origem do nome 4...locais para isitar 5...locais de repouco 6...locais de lazer 7...locais de alimentação ficha técnica Director: Catarina Lagareiro Director adjunto: Susana Gonçalves

Leia mais

Urbanismo em Braga Dos Romanos ao Renascimento

Urbanismo em Braga Dos Romanos ao Renascimento Índice Objectivos... 2 Introdução... 3 As origens urbanas de Braga... 4 Evolução da paisagem urbana de Braga... 6 Planificação - Renascimento... 8 O Paço Arquiepiscopal... 10 Conclusão:... 11 Netgrafia...

Leia mais

Mosteiro dos Jerónimos

Mosteiro dos Jerónimos Mosteiro dos Jerónimos Guia de visita dos 6 aos 12 anos Serviço Educativo do Mosteiro dos Jerónimos/ Torre de Belém Bem-vindo ao Mosteiro dos Jerónimos A tua visita de estudo começa logo no Exterior do

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

Escola Secundária de Dona Luísa de Gusmão 10º B

Escola Secundária de Dona Luísa de Gusmão 10º B Escola Secundária de Dona Luísa de Gusmão 10º B David nº9 Ricardo Pereira nº15 Sílvia nº19 1 Introdução...3 O que é o número de ouro...4, 5 e 6 Quem foi Leonardo Fibonacci...7 Leonardo Da Vinci...8 O número

Leia mais

La Bella Itália e a Romântica França

La Bella Itália e a Romântica França Saída: 21 de Setembro de 2015 Duração: 19 noites Itália (Roma, Assis, Florença, Pádua, Veneza, Verona, Milão), França (Chamonix, Lyon, Beaune, Cotê D or, Dijon, Epernay e Paris). 01º DIA (21/09) RIO DE

Leia mais

Turistas enchem Lisboa e prometem voltar à capital. Filipe Morais, Diário de Notícias, 11 de Agosto de 2006

Turistas enchem Lisboa e prometem voltar à capital. Filipe Morais, Diário de Notícias, 11 de Agosto de 2006 Turistas enchem Lisboa e prometem voltar à capital Filipe Morais, Diário de Notícias, 11 de Agosto de 2006 Vêm de todo o lado, atraídos pela lendária hospitalidade portuguesa, mas sobretudo pelo clima,

Leia mais

HISTÓRIA - 6º AO 9º ANO

HISTÓRIA - 6º AO 9º ANO A FORMAÇÃO DO CURRÍCULO DA REDE O solicitou-nos uma base para colocar em discussão com os professores de história da rede de São Roque. O ponto de partida foi a grade curricular formulada em 2008 pelos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARTE MODERNA Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARTE MODERNA Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARTE MODERNA Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular HISTÓRIA

Leia mais

1º Ano Artes 4ª Aula 2015 Prof. Juventino

1º Ano Artes 4ª Aula 2015 Prof. Juventino 1º Ano Artes 4ª Aula 2015 Prof. Juventino Contrapondo-se a Egípcia vida pósmortem. Arte grega fundamenta-se na inteligência Os governantes não eram deuses, mas seres mortais Usavam a razão e o senso de

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CIÊNCIAS HUMANAS 3º ANO FILOSOFIA FILOSOFIA NA HISTÓRIA

Leia mais

Universidade Fernando Pessoa. Composição II 1º Trabalho. Centro de Congressos Columbus Ohio EU 1988-1993. Peter Eisenman

Universidade Fernando Pessoa. Composição II 1º Trabalho. Centro de Congressos Columbus Ohio EU 1988-1993. Peter Eisenman Centro de Congressos Columbus Ohio EU 1988-1993 1993 Universidade Fernando Pessoa Composição II 1º Trabalho José Paulo M. Loureiro - 13990 Centro de Congressos Columbus Ohio EU -1988-19931993 Introdução

Leia mais

Os Números Pitagóricos

Os Números Pitagóricos Os Números Pitagóricos O Mestre Pitágoras de Samos trouxe a Ciência dos Números do Oriente ao Ocidente e explicava aos Recém-Iniciados o significado e o valor destes Números. Filosoficamente, atestava

Leia mais

Total aulas previstas

Total aulas previstas ESCOLA BÁSICA 2/3 DE MARTIM DE FREITAS Planificação Anual de História do 7º Ano Ano Lectivo 2011/2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS TURMA Tema 1.º Período Unidade Aulas Previas -tas INTRODUÇÃO À HISTÓRIA: DA ORIGEM

Leia mais

TÁCIUS FERNANDES PROFESSOR. Itália berço do Renascimento

TÁCIUS FERNANDES PROFESSOR. Itália berço do Renascimento RENASCIMENTO CULTURAL XIV e XVI TÁCIUS FERNANDES PROFESSOR Itália berço do Renascimento Renascimento Antropocentrismo Racionalismo Humanismo e individualismo Em oposição à cultura feudal, o Renascimento

Leia mais

O Problema da Projecção. Antonio L. Bajuelos Departamento de Matemática Universidade de Aveiro

O Problema da Projecção. Antonio L. Bajuelos Departamento de Matemática Universidade de Aveiro O Problema da Projecção Antonio L. Bajuelos Departamento de Matemática Universidade de Aveiro Introdução Ao longo de séculos, artistas, engenheiros, projectistas e arquitectos tem tentado resolver as dificuldades

Leia mais

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 27.09.06 HISTÓRIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 27.09.06 HISTÓRIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO Simulado 5 Padrão FUVEST Aluno: N o do Cursinho: Sala: HISTÓRIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO 1. Aguarde a autorização do fiscal para abrir o caderno de questões e iniciar a prova. 2. Duração

Leia mais

FUNDAÇÃO MINERVA CULTURA ENSINO E INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NOTA EXPLICATIVA

FUNDAÇÃO MINERVA CULTURA ENSINO E INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NOTA EXPLICATIVA NOTA EXPLICATIVA DA AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS NO ÂMBITO DO 1º CICLO DE ESTUDOS DO CURSO DE LICENCIATURA/MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITECTURA, CONDUCENTE AO GRAU DE LICENCIADO EM CIÊNCIAS DA ARQUITECTURA.

Leia mais

Projecto de Candidatura da Universidade de Coimbra a Património Mundial

Projecto de Candidatura da Universidade de Coimbra a Património Mundial Projecto de Candidatura da Universidade de Coimbra a Património Mundial 1 Coimbra - 1941 Coimbra - 2001 2 Pólo II - Estado actual Pólo III - Estado actual 3 Pólo I - Estado actual 4 Pólo I - Estado actual

Leia mais

IDADE MÉDIA ARTE GÓTICA

IDADE MÉDIA ARTE GÓTICA IDADE MÉDIA ARTE GÓTICA A partir do século XII, após as cruzadas, tem início na Europa uma economia fundamentada no comércio. Isso faz com que o centro da vida social se desloque do campo para a cidade

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Os Muros que Dividem as Fronteiras e os Homens

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Os Muros que Dividem as Fronteiras e os Homens Conteúdo: Os Muros que Dividem as Fronteiras e os Homens Habilidade: Verificar as características e consequências das construções e divisões entre países como: Muralha da China; Iêmen e Arábia Saudita;

Leia mais

C I R C U I T O S 3 C A P I T A I S

C I R C U I T O S 3 C A P I T A I S CIRCUITOS 3 CAPITAIS Este é o convite para compreender as origens de Portugal e descobrir as suas principais cidades: Porto, património mundial, cuja história se mistura com a fundação de Portugal. Cidade

Leia mais

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA QUESTÃO 01 De uma forma inteiramente inédita, os humanistas, entre os séculos XV e XVI, criaram uma nova forma de entender a realidade. Magia e ciência,

Leia mais

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados PRESIDENCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Assunto: DISCURSO DO EXMO. SUBCHEFE DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL 6 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP UNIDADE DE ESTUDO 06 OBJETIVOS - Localizar, na História, a Idade Média;

Leia mais

Alunos do 5º Ano Turma B

Alunos do 5º Ano Turma B Alunos do 5º Ano Turma B Boa tarde e Bem Vindos! 1 Todos conhecem a Prof.ª Isabel O meu nome é Alexandre e trabalho na empresa 2 Estamos aqui para vos apresentar o Projecto Concurso Escola Alerta! 3 O

Leia mais

Aulas 15 Império Bizantino

Aulas 15 Império Bizantino Aulas 15 Império Bizantino DeOlhoNoEnem H5 - Identificar as manifestações ou representações da diversidade do patrimônio cultural e artístico em diferentes sociedades.(catedral de Santa Sofia) H12 - Analisar

Leia mais

P R O G R A M A. M ó d u l o d e G e o m e t r i a D e s c r i t i v a ( 2 4 h o r a s )

P R O G R A M A. M ó d u l o d e G e o m e t r i a D e s c r i t i v a ( 2 4 h o r a s ) DEPARTAMENTO DE ARTE E DESIGN C U R S O L I V R E 2 0 0 9 P R E P A R A Ç Ã O P A R A A S P R O V A S D E A V A L I A Ç Ã O D E D E S E N H O E G E O M E T R I A D E S C R I T I V A E DE H I S T Ó R I

Leia mais

(10 dias / 9 noites) ROTEIRO PARA GRUPOS. (Catedral, Teatro Scala, Castelo Sfarzesco, compras na Galeria Vittorio Emanuele)

(10 dias / 9 noites) ROTEIRO PARA GRUPOS. (Catedral, Teatro Scala, Castelo Sfarzesco, compras na Galeria Vittorio Emanuele) O Melhor da Itália Norte e Sul da Itália (12 dias / 11 noites) (10 dias / 9 noites) ROTEIRO PARA GRUPOS DIA 1 MILÃO Desembarque em Milão. Recepção e traslado ao hotel. Após check-in hotel, tempo livre

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO. 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores.

LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO. 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores. LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores. 2. Como acontecia a aprendizagem nas escolas no período medieval? Quem era apto

Leia mais

- Transição da Idade Média para Idade Moderna

- Transição da Idade Média para Idade Moderna Renascimento - Transição da Idade Média para Idade Moderna - Movimento que começou na Itália por volta do século XV devido ao grande desenvolvimento econômico das cidades italianas (Genova, Veneza, Milão,

Leia mais

Newton Bignotto. Maquiavel. Rio de Janeiro

Newton Bignotto. Maquiavel. Rio de Janeiro Newton Bignotto Maquiavel Rio de Janeiro Introdução No ano em que nasceu Maquiavel, 1469, Florença vivia um período agitado. Embora ainda fosse formalmente uma república, a cidade era de fato administrada

Leia mais

Prof.: Thiago Oliveira

Prof.: Thiago Oliveira Prof.: Thiago Oliveira O Renascimento foi um conjunto de transformações (Sociais, Econômicas, Políticas, Religiosas, Científicas e Artísticas) ocorridas na Europa a partir do Séc. XI, tendo seu auge durante

Leia mais

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2 Educação Matemática Prof. Andréa Cardoso 2013/2 UNIDADE I Educação Matemática e Ensino HISTÓRIA DA ESCOLA Quando e como surgiram as escolas? ESCOLA, do grego SKHOLE que significa LAZER EDUCAR, do latim

Leia mais

MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL

MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL LOCAL DO EVENTO O XLI CONSOLDA 2015 será realizado de 12 a 15 de outubro no MERCURE SALVADOR RIO VERMELHO HOTEL - Rua Fonte do Boi 215 - Rio Vermelho, Salvador-BA - 41940-360 Fone: (71) 3172-9200. Mercure

Leia mais

17º Congresso de Iniciação Científica O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO EM PORTUGAL NO SÉCULO XVI E SUAS APLICAÇÕES NA CARTOGRAFIA MARÍTIMA

17º Congresso de Iniciação Científica O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO EM PORTUGAL NO SÉCULO XVI E SUAS APLICAÇÕES NA CARTOGRAFIA MARÍTIMA 17º Congresso de Iniciação Científica O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO EM PORTUGAL NO SÉCULO XVI E SUAS APLICAÇÕES NA CARTOGRAFIA MARÍTIMA Autor(es) FLÁVIA DE ALMEIDA LUCATTI Orientador(es) JOANA DARC DA SILVA

Leia mais

PARTICIPAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR PARTICIPAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR. R$ 54 bilhões VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO TOTAL DE ESTABELECIMENTOS

PARTICIPAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR PARTICIPAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR. R$ 54 bilhões VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO TOTAL DE ESTABELECIMENTOS Os dados mostram uma estrutura agrária ainda concentrada no país: os estabelecimentos não familiares, apesar de representarem 15,6% do total dos estabelecimentos, ocupavam 75,7% da área ocupada. A área

Leia mais