PLANEAMENTO E PROGRAMAÇÃO DO TREINO DE ATLETAS DE ½ FUNDO E FUNDO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANEAMENTO E PROGRAMAÇÃO DO TREINO DE ATLETAS DE ½ FUNDO E FUNDO"

Transcrição

1 PLM PGMÇÃ LS ½ F F

2 SPÊS BLÓGS S SÂS ½ F F 800M 1500M 3000M SÂS 5000M 10000M ½ M. M. L L FQÊ.Í L Z ÍVL B B LÁ SV B XSV 22 LÁ SV 14 B XSV FQ.. MX. 8 MS SV 6 B XSV FQ.. MX B B ÓB GLL. B B LPLÍ 2 B

3 LÁ LÁ MX XSV SV XSV SV XSV SV VÁVL SV M 6 15 SV XSV MÉ 45 3 XSV LG 2 15 M < MÉ 30 3 LG 8 30 ML 800M 1500M 3000M 3000M BS 5000M M LG > M PLM PLM PM ÓB G. LPLÍ GLLÍ FM SV FM MÉ FM XSV ½ M. M. L.. L.. MÉS ÍS MÉS VÁLS MÉS S PÇÕS MÉS MPVS

4 ½ F F Ã S SM SSÊ SVLV VÉS FS SS. MBÉM É: -FÇ; - VL; - FLXBL; -É. J GÇÃ PSS M Q S PS MSM FLSF.

5 PLFÇÃ PGMÇÃ SSÊ PLFÇÃ PLF SGF FS-S MS PSSÍVL MPVSÇÃ GZ, M PSSÍVL FM, S MS P FM LÇ BJVS MS PVM FS. P SS ÊM Q S PFM LLZS: -PP; -SPS; -PHG. PLFÇÕS MPS: - SÉG(V SPV) - Á(PLL, L LÍMP) - PV(ÉP SPV) PGMÇÃ É LBÇÃ M PJ MPL PLFÇÃ. PXM-S MS S PJS XÇÃ. É FÇÃ S MS P MPM S BJVS P XÇÃ.

6 PLM PGMÇÃ V SPV V SPV

7 PGMÇÃ ÉP SPV M LÁ FV, P SL M LÁ MPS. É SMP SQÊ ÉP ÇÃ À SG. PM VM SBL-S BJVS VLÁVS, P M P MPÇÃ. M Q MPL PL MS M PÍ PPL M Q S VM MP S BJVS. B S S SPS SS, MLS, MSLS, MLS SSSÕS. P P VS PPÇÃ LG PZ.

8 ML MSL MSL M L M L M L M L M L M L M L M L M L

9 MSL SÃ S LVM MPLS, Q GM SPMPSÇÃ S PS Q SVM GS S BJV. ZM-S P: MLS M S MSMS BJVS S SML; S SS MLS MBS PZM MLH SPMPSÇÃ S SSMS; FL PZM-S PÇÕS MLS; ÊM M ÇÃ 2 12 SMS, M ML; P S ÊX FL P MBÇÃ M M Q S GPM S SS MLS; M S SS MLS P S BJVS MM PZÇÃ. M L M L MSL ML M L P BJV ÍSS PPÇÃ BÁS: É MS FS MPÇÃ PPL PPÇÃ SPÍF: SM-S MPLM PS PPÇÃ BÁS MPÇÃ: SM-S FL PZÇÃ, VM M MM M FM L SÇÃ: SM-S PS M PÍ MPÇÕS -ML Q SV SPÀS GS SPÍFS; -SVLV PS M GL SVLV S PS SSÁS M LÇ MÁXM M SPV FV GÇÃ FÍS ML -PM Q SB QL, XP S LGS SÂS; -PVLM S MLS G; --S SVLVM S PS FÍSS S ÍVL BÁS; - SVLV PS LG PZ S PÇÕS SÃ MS S. -PVLM S MLS G MP; -PM SVLVM PS SPÍFS; -ZM-S MPÇÕS SÁS. -SÁ ÀSMPÇÕS BJV; -PVLM S MLS PÉ- MPÇÃ,MPÇÃ PÇÃ; -S S PS S M S ÍVL SVLVM MPV. SJ QL F ML PLFÇÃ LZ, SÃ MS S Q S S MSLS (7 15 S, Q S S L ÍVL)

10 ML É M SL PLFÇÃ Q B VÁS SSSÕS S. M FÇÃ ÍVL ÚM SSSÕS P ML SML P SL S 3 P M FL S 12-15, MS, P S S L ÍVL. P ML ÍSS Ú BJVS PPS P SSSÕS PMS MPL G P SSSÃ ÇÃ M G -SPÍF -MPV MLHS S PS PFÇM MÉ/L 7 S MP -MPV MLHS S PS PFÇM MÁXM 7 S JS -SPÍF FV PM PÇÕS -MÇÃ -MPLMS MÉ/BX 4 7 S MPÇÃ -MPV -GV MPÇÃ -MPÇÃ -PÇÃ MÁXM/BX 7 S PÉ- MPÇÃ -MPV -GV PPÇÃ P MPÇÃ -MPÇÃ -MÇÃ -PÇÃ L/BX 3 4 S PÇÃ -GV -MÇÃ FÇ SS GÇÃ PÇÃ BX 3 7 S

11 SSSÃ SÃ LM BÁS, X PLFÇÃ. SÃ MPSS PVS GS À ZÇÃ BJV PVM F. SGM-S SS PS, M: MG G (VLM, S S) ÇÃ: PFÇM; MÇÃ; GÇÃ PÇÃ; MPLM; MPÇÃ; L. VS SÃ JS FS XÍS GPS FM MP M FM SSSÃ. FS XÍS SPM ÀS ÇÕS S, GLM, SÃ M LÇÃ M S GS. M S BJVS SÃ : VÇÃ QM; SVLVM; PÇÃ À LM.

12 S MLS PGMÇÃ ÉP PLF-S S MLS PGMM-S ÍSS S FS MLS PGMÇÃ GS GLS PLM-S M M M G Ê LG ÉP GS S PLM-S M MPS MS S GS S () SÃ S GS M ÊFS PÍS M S M M ÊFS É M MPGM-S M M ÊFS M FÇÃ S PÍS M MP M S BJV F S PÇÕS Q PVM PM S PÍS PLÇÃ S PLÇÃ ÉMS XG, PL Q É SSÁ MS ÇÃ S MS PÇÃ GÇÃ SSM GS ÇÃ GZÇÃ S PLÇÃ S PÍ PLÇÃ SÃ LGS M M M FM L, SV P M XSSV ÇÃ P PV M SGM S SVS PÇÃ VM S PLS XLSVM LS M S MÇ M P G Z-S M SG MP PLÇÃ PZ-S M MP GSM M G S S SPSS S SSMS FS VM-S P S ÇÕS PSVS VS S GVS S PÇÕS PZM-S FM, MS MS SPLÇÃ V MS PSSÍVL, V L

13 MLG PLFÇÃ

14 P P Q L MS? M Q FS MÇÃ S? S BJVS PGMÇÃ FM MPS? MH PGMÇÃ V FLÊ PSV SMPH? FM SS XS? PGMÇÃ F LS ÓP?...

15 MÇÃ QP MS SPÍVS

16 ÊM Q S PS; ÊM Q S BM FS, S PS; VM S VLÁVS, P PVS P PPÇÃ MLH; M M FÁL L M ÓPS, SB P M SMVÇÃ; VM PSSP M PGSSÃ LVM S ÉPS S; ÊM Q S, BGM, SSMS P L. PPS: PM S: MPVS MS; MPVS SL LSSFÇÃ; SVLVM P M. P BJVS SBBJVS: SÃ VSÕS Q S LM PS É À M F PLS PPS. SÁS: SPM M ÍVL. ÊM M SMLH S S, XP MPÂ.

17 SÁ M PL LÁ FV BJV PPL SBBJV BJV SÁ

18 SBÇÃ MLS

19

20 SBÇÃ SH S MLS ategoria 1

21 GZÇÃ SBÇÃ S SSSÕS SPS VS,FS XÍS S FS MS Q ÇÃ PF MH P P LÇ BJV F P ML FZ S PÇÕS M SPV MSL ÍSS Q JÁ FMS P ML. SSM, Q PPMS BS-S S SGS PS: MÉ MÉS VS PL; ÚM SÉS; ÚM PÇÕS; MP SÂ S PÇÕS; MPS PÇÃ (MPSS MPSS)

22 ÉP 2009/2010 L: B VMB ZMB J FV MÇ 1 P S / L M / 3 F. 30 X M 20 4 MPÇÃ.. P X 5 G. MPÇÃ G S 6 M. 7 S É MPÇÃ MPÇÃ 8 S. L 9 10 M V MPÇÃ 11 M S É S G 12 P P S S 13 MPÇÃ S M 14 É S V / P 15 MPÇÃ L 16 M S. 17 V MPÇÃ Ó M 18 S B 19 F L. V Z 20 M MPÇÃ V 21 V MPÇÃ P L L. L S L 22 Ç M S 23 L X S M S S 24 S F P MPÇÃ 25 M 26 Ç S V É 27 S L S MPÇÃ 28 L. 29 V S V. S MPÇÃ

23 ÉP: 2009/2010 ML: MP..SS MSL: BÁS ia MHÃ 7/9 45 M 30 L+SS+B./S M 30 L+MSLÇÃ 9 45 M M 30 L+MSLÇÃ M H00 M M 35 L+SS+B./S M 35 L+MSLÇÃ M M 35 L+MSLÇÃ M M+P.F.G. 20 1H10 M 21 1H00 M 40 L+SS+B./S. 22 1H00 M 40 L+MSLÇÃ 23 1H00 M 40 +P.F.G. 24 1H00 M 40 L+MSLÇÃ 25 1H00 M 40 M+B./S. 26 1H00 M+P.F.G. 27 1H15 M L+SS+B./S M 30 L M 1/10 45 M 30 L+P.F.G L 3 30 L+5 S 4 MPÇÃ (Longa)

24 ÉP: 2009/2010 ML: MP..SS MSL: SPÍF ia MHÃ 19/10 50 M 30 L+ MPS 3X(3X200M) p=1 30 P=2 +100M S+P=1 20 1H00 M 21 1H00 L 18X400M p= H00 M 50 L+ É..+5X10 1 PSS/1 SL / P+B./S. 23 1H00 M 50 L+3X 24 4X1500M p=4 M 50 L 25 1H15 PG..( / / /3 25 ) 26 1H00 M 1H00 M+É..+5X10 1 PSS/1 SL / P+B./S. 27 1H00 L 20X400M p=1 28 1H10 M 1H00 M S+FÇ LLZ / LÁSS+B.S. 29 1H00 M/ 35 L+MPS 3X(5X200M) p=1 30 P=2 +100M S+P=1 30 1H10 M 1H00 M+5X 31 6X1000M p=3 M 1/11 1H20 PG.( / / /3 25 ) 2 45 M 40 L+É..+5X10 1 PSS/1 SL / P+B./S L 12X400M p= M 40 L+É..+5 S+FÇ LLZ / LÁSS+B.S. 40 L+MPS 3X(3X200M) p=1 30 P=2 100M 5 45 M/ S+P= M 40 M+2X 7 4X1000Mp=3 +5X200Mp=1 8 1H10 L 9 40 L 35 L+MPS 3X(2X100M) p=1 30 P=2-100M S+P= L 35 L+ B./S L 10X400M p= L 35 L+B./S L 35 L L+5 S 15 MPÇÃ

25 ÉP: 2009/2010 ML: MP..SS MSL: MPV ia MHÃ 23/11 30 L M 40 L+ É..+5X10 1 PSS/1 SL / P+B./S L 15X300M p= M/ 40 L S+FÇ LLZ / LÁSS+B.S M 40 L+B./S M+1500M+1000M+800M+500M+200M P=5 /3 29 1H10 L M 35 M+É..+5X10 1 PSS/1 SL / P+B./S. 1/12 35 L 10X300M p= L 35 L S+FÇ LLZ / LÁSS+B.S M/ 4X(5X200M) p=30 P= M 35 M+B./S. 5 5X1000M p=3 +5X200M p=1 6 1H00 L 7 45 M 40 L+É..+5 S+B./S L 30 L 9 30 L 8X300M p= L 30 L L L+5 S 13 MPÇÃ

Mackenzie Voluntario. Caro apoiador, Redes sociais: 8668 de 30/11/1981), que atua em solo brasileiro há 141 anos.

Mackenzie Voluntario. Caro apoiador, Redes sociais: 8668 de 30/11/1981), que atua em solo brasileiro há 141 anos. C, O Mkz Vlá é m j sl Mkz, sm fs lvs (D º 8668 3/11/1981), q m sl bsl há 141 s. Iml m 24, m m l fl ssblz, mblz g s s ss gs, gss, lbs, fsss, ls, gs ls, fs, s, mgs fmls m mvm xmçã s ms q bgm s ss m, lém

Leia mais

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS T K Dí Mz 1 (UFAL) mz.p@hm.m V C B 2 (UFAL) v2@yh.m.b M Lm Qz F 3 (UFAL) 12@hm.m RESUMO N g pm p á bvçõ z m m m pó-fbzçã jv, m m púb. O f vgçã - fmçã p zçã

Leia mais

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation Cb Gg A C B & Sgy Mkg & S P & Sv Thgy & v Qm Sm N m 2002, mp v x mp çm bjv gó, m m f óg, pb-h m mpv. Apçã hm é gó q vé xpê 20 f, q xm pçõ gã m pçõ m: G Tg, Avy, L Thg, B Lb, AT&T, SD T,. R m p m gó g,

Leia mais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais Shw C TÓPICOS Vã Gl Mé cv Mé cv O Mc Vã Ngóc Alg ú Pcp fc Rl N vç Pc Q fz Vã Gl A ESTRUTURA ECOLÓGICA CONSTRUTORA, g c l é c cçã à v pcpçã q lz écc clógc. Sb p v é pf pívl v, p g cl c fã. N çã ppc c, c

Leia mais

Í n d i c e. I n t r o d u ç ã o C o m o e u c o n f i g u r o o S P A 9 3 2? I n f o r m a ç

Í n d i c e. I n t r o d u ç ã o C o m o e u c o n f i g u r o o S P A 9 3 2? I n f o r m a ç Í I t ç ã C m f g S P A 9 3 2? I f m ç õ s R l s Itçã Est tg é m m m sé p xl stlçã, tblshtg mtçã pts Cs Smll Bsss (tg Lksys Bsss Ss). Q. Cm fg SPA932? R. O SPA932 é m sl tmt 32-btt p SPA962. C SPA932 f

Leia mais

ATIVIDADE DE SALA (02)

ATIVIDADE DE SALA (02) COLÉGIO PLÍNIO LEITE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2º Píd/2014 6º ANO ESCOLAR - ENSINO FUNDAMENTAL Nm: Pfss (): ATIVIDADE DE SALA (02) Tum: º: D: / / VALOR:... Mds ppss p suu d T Mus ds gs dés d suu d T bsvm-s m

Leia mais

O EMPREITEIRO. Copatrocínio

O EMPREITEIRO. Copatrocínio KH T M W TÃ G A N F NAL UC Lp D CA -A 1200 ÁT X A JT - / A ã 5 1 0 2 D m 26 A A ç p 27 MW c áb fz h C J F g c h Lb 290/ -116 6 1 0 y 2 w h çã f pc G pc m D x f L ª 4 G c M A Jg q A b é C gh H V V g ã M

Leia mais

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE A fl Clg, Al Glbg: l g q PÁGINA 8 N10 A 13 ú 48 bl//jh 2013 Pblçã l Fçã AlMl Bl ESCOLAS DA DIVERSIDADE Pj Fçã AlMl Bl úbl b blh lã ç fê l l l PÁGINAS 4 E 5 ARUIVO FUNDAÇÃO ARCELORMITTAL BRASIL O l Jé f

Leia mais

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE 2 PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO gpara A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE Slv BA Abl 2013 g -NTE/IAT/SEC/BA-7@gl.

Leia mais

AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO.

AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO. AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO. AFFIRMATIVE ACTIONS AND INSERTION OF HANDICAPPED PEOPLE IN THE LABOUR MARKET. E jh 2005 JORGE CAVALCANTI BOUCINHAS

Leia mais

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta ub ub ENQUADRAMENTO GERAL A f é um m u cm múp pu, qu ó é pív pv m m épc fc p um vgm qu pb m u p u u mm m p- pv m qu um cu f fm m cv g. Ex um g v u qu ó xm m m épc. T- pv m v pu f, qu mu v ã já u m m vu

Leia mais

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL)

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) Aô C Rb Aúj Jú Pgm Eã T Gg UFPA AGB-Bém j_bz@hm.m Eêvã Jé Sv Bb Pq vbb@yh.m.b 1 - INTRODUÇÃO O ém

Leia mais

M a n h ã... p r e s e n t e! L u g a r... p r e s e n t e! Q u e m... p r e s e n t e! N e n h u m... p r e s e n t e! C u í c a... p r e s e n t e!

M a n h ã... p r e s e n t e! L u g a r... p r e s e n t e! Q u e m... p r e s e n t e! N e n h u m... p r e s e n t e! C u í c a... p r e s e n t e! C a r o l i n a M a n h ã......................................................................... p r e s e n t e! L u g a r.......................................................................... p

Leia mais

U N I V E R S I D A D E C A N D I D O M E N D E S P Ó S G R A D U A Ç Ã O L A T O S E N S U I N S T I T U T O A V E Z D O M E S T R E

U N I V E R S I D A D E C A N D I D O M E N D E S P Ó S G R A D U A Ç Ã O L A T O S E N S U I N S T I T U T O A V E Z D O M E S T R E U N I V E R S I D A D E C A N D I D O M E N D E S P Ó S G R A D U A Ç Ã O L A T O S E N S U I N S T I T U T O A V E Z D O M E S T R E E S T U D O D O S P R O B L E M A S D A E C O N O M I A B R A S I L

Leia mais

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR Níc PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR A Pó-R Pq Pó-Gçã PROPESP, públc p chc, REABERTURA cb pc Rchc Dpl c b x c b P N.º 0746/2016-GR/UFAM. PROPESP vlg çõ p c

Leia mais

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto Cu A f ê glblz fçã pu u f hv u p. v ég p pl, vé pç fl pu, qul pp vçã uz. O Hj Tp P v é á v v pê âb gh lg pu u fz ppçã qu. P v u f é á lz p u l up à ê, u p p. Só é pívl l lv u v vlv pê ful à gh pu. Qul

Leia mais

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA Kll Kll Sá A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO

Leia mais

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011)

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011) l E f fl. v g. g g vg l á bé çõ v gg l x. à O v. f à l h çõ ç B E g j f q q é fz D N v D v ç l. D h. G lg v z C g í lv fé f l f P à l R l. g j l fl Já - g. S gé g ç v -l fz fé ví g gg. L. v D. A bl g z

Leia mais

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org.

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org. é pív é p já GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL c cv à +20 wwwgpgb bçã Pj gáfc gçã: Vcê v cé g, f pcfc p cc Mó Ofc I ã-cc Içõ: Vcê ã p z b c f cc P S A f p f ã A íg f, c fçõ

Leia mais

Universidade. Você na

Universidade. Você na Jl Gâ zb 2015 N. 1 Vcê Uv Alé fl M 50% públc v E Mé c f v cl. Fl cçõ fc p fl é p chg à v. Pc l b q lé f pf v l cíc ccí pp p v. 2 Vcê Uv EXPEDIENTE Jl Vcê Uv Rçã Gclly D Eçã Gclly D Fgf Gclly D T f Gclly

Leia mais

A C T A N. º I V /

A C T A N. º I V / 1 A C T A N. º I V / 2 0 0 9 - - - - - - A o s d e z a s s e t e d i a s d o m ê s d e F e v e r e i r o d o a n o d e d o i s m i l e n o v e, n e s t a V i l a d e M o n c h i q u e, n o e d i f í c

Leia mais

Minha vida está mudando.

Minha vida está mudando. U jt v vv. Mh v tá. Q á, z, t Q. 11 h t M é Alc b h l t g, c FLR DA IDAD. t ql. c l, ã, q é pcólg c z. l íc f tã é ã cêc Sb, t l t c é É, t, t b. h c M. g c p lh! t q h c Pq t, tbé c t j, q é, bc, á c.

Leia mais

INCLUSO. consulte RELÓGIO DIGITAL. Vinhedo Tel: 55 (19) 3886-3003 Daniela - (19) 3515-5673

INCLUSO. consulte RELÓGIO DIGITAL. Vinhedo Tel: 55 (19) 3886-3003 Daniela - (19) 3515-5673 ML E 9.9.235.582 O V - º37 - BL/MO/JUHO/2013 V E O O HOW-OOM EEL E M E OM.04 07 quím E LO.01 lu MELHO EÇO MEO OVE!!! M u MEO E EEU.02.08 MEE f EE ul l B Ep p qu m: m Vál 01 /m 3013 /julh 2013 LUO ul ELO

Leia mais

Guia Rápido de Consulta

Guia Rápido de Consulta fh c 2010_Ly 1 21/07/11 15:09 P 1 G Rá Cs TIPO PRODUTO/ FORMULAÇÃO PRAGA-ALVO DOSAGENS CONCENTRAÇÃO DE INGREDIENTE ATIVO RATICIDAS RODILON PELLETS CAMUNDONGOS, RATOS RATAZANAS 1 4 schês c 10 s s Dfh 0,0025%

Leia mais

P R O F E S S O R V I N I C I U S S I L V A CAP II DESIGN D E E M B A L A G E N S

P R O F E S S O R V I N I C I U S S I L V A CAP II DESIGN D E E M B A L A G E N S CAP II DESIGN D E E M B A L A G E N S LINGUAGEM V I S U A L E S T E M O M E N T O P R I M O R D I A L, O N D E A I D E N T I F I C A Ç Ã O D O P R O D U T O E R A F E I T A P E L A F O R M A D E S E U

Leia mais

ORIGINAL. Homologação de fornecedores

ORIGINAL. Homologação de fornecedores P M P-Q12 VSÃ 3 PÁG 1 5 L: M / SS: GL MSSÃ : 11/03/13 VGÊ : 11/03/15 Homologação de fornecedores Ú: Homologação de Fornecedores - Qualificação do Fornecedor - valiação de esempenho do Fornecedor ontrole

Leia mais

Gestão de Pontos do Programa GESAC - Ações de Inclusão. Digital no Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá

Gestão de Pontos do Programa GESAC - Ações de Inclusão. Digital no Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá Gã P Pg GESAC - Açõ Iluã Dgl C Culu Dvlv Pá (CEDEP) El M M Ru (EMMR) Pqu C Bíl. B M N Mé Cuçõ b.@.gv.b Pl Al R Nl Pqu-RNP pl_l@hl. Sly M Suz C FCI/Uv Bíl l@ub.b l Ru E blh flz gã p pç Pg GESAC, u çõ p

Leia mais

Mother s D. Recepção. A Festa. continua...

Mother s D. Recepção. A Festa. continua... 3 Ediçã 35 Mi 2013 Fi c i cih q s ls, fsss clbs d FC cçã di ds ãs. Cd lh d Mh's Dy fi sd ibi d cih dçã dd ls ãs. Os ls si bs fz c q d ccss c fiçã: c s cgfis, s sis s ls úss. Cd sçã fi cid c bs s s sdds

Leia mais

A C O N T R A R E F O R M A E A R E F O R M A C A T Ó L I C A N O S P R I N C Í P I O S D A I D A D E M O D E R N A 2

A C O N T R A R E F O R M A E A R E F O R M A C A T Ó L I C A N O S P R I N C Í P I O S D A I D A D E M O D E R N A 2 1 Í N D I C E A C O N T R A R E F O R M A E A R E F O R M A C A T Ó L I C A N O S P R I N C Í P I O S D A I D A D E M O D E R N A 2 A P R E S E N T A Ç Ã O : A L G U M AS N O T A S E P A L A V R A S 2

Leia mais

Maio 2013. Look at me

Maio 2013. Look at me M 2013 º15 M Dbçã g Nã p v M p Q F, q á çõ é é! Há bf p ívg, p à fé é çõ p hb... Ní A p q x MUSE b b Lk Nã j N, h vá p pçã E f O SOS E á- b g Pb Pb ÍNDICE pp Fh Té Ppá/E: Yg D M, L A M Sp Epy ê p f 5 vjg

Leia mais

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z ÇÃ ódigo escrição nid. ódigo escrição nid. Ç 1001.01 Ç 13 16 (1/4 5/16) Ç 1001.02 Ç 19 25 (1/2 3/4) Ç 1001.03 Ç 1/2 / Ç 1001.04 Ç Ã 1/2 / Ç Á 1002.01 Á Ç 1002.02 Á Ç 1002.03 Á Ç 1003.01 / Ê Ç 1003.02 /

Leia mais

EBI DA BOA ÁGUA EB1 N.º 2 DA QUINTA DO CONDE EB1/JI DO PINHAL DO GENERAL JI DO PINHAL DO GENERAL

EBI DA BOA ÁGUA EB1 N.º 2 DA QUINTA DO CONDE EB1/JI DO PINHAL DO GENERAL JI DO PINHAL DO GENERAL L I S T A D E C A N D I D A T U R A S A O C O N C U R S O D E A S S I S T E N T E O P E R A C I O N A L P U B L I C A D O N O D I Á R I O D A R E P Ú B L I C A N º 1 5 8 D E 1 4 / 8 / 2 0 1 5 A V I S O

Leia mais

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular jh g 2013 º17 M Dbçã g Nã p v Lk Eq-, ó PLAYLIST O OqS q v- p Pbé, já é! Ag, b-v à pb, vg pçõ p 18 pv. PUB PUB Iv f Ap íg g j p. C p 2 >T ív >Eh 7 Líg 40 >EF Ppçã p Ex >EF Ppçã p Uv Eg >EF Pg Eág OFERTA

Leia mais

COMPATIBILIDADE COM OS PRODUTOS ATUALMENTE NO MERCADO - Setembro2013

COMPATIBILIDADE COM OS PRODUTOS ATUALMENTE NO MERCADO - Setembro2013 COMPATIBILIDADE COM OS PRODUTOS ATUALMENTE NO MERCADO - Setembro2013 OBSERVAÇÃO : PODEM OCORRER VARIAÇÕES DE MODELOS NA MESMA MARCA DE LCD OU PLASMA, EM CASO DE DÚVIDA CONSULTAR NOSSO S.A.C - SERVIÇO DE

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - Ax A p N Vé N Vé - 30/06/204 04//203 2 - N Tí g Ag N 20/05/987 PF 7265577-40 M p 788725 - @fb g A Açã Lçã Ap p

Leia mais

A S S E M B L E I A D E F R E G U E S I A D A U N I Ã O D E F R E G U E S I A S D O C A C É M E S Ã O M A R C O S R

A S S E M B L E I A D E F R E G U E S I A D A U N I Ã O D E F R E G U E S I A S D O C A C É M E S Ã O M A R C O S R A T A N º 2 /2013 A o s t r i n t a d i a s d o m ê s d e d e z e m b r o d o a n o d e d o i s m i l e t r e z e, p e l a s v i n t e e u m a h o r a s e q u i n z e m i n u t o s r e u n i u e m s e

Leia mais

Código G R$ 51,99 ICMS

Código G R$ 51,99 ICMS f O V - º37 - MO/JUHO/JULHO/2013 MEO 2013 Vh v E ( ul) 01 04 m x ul/ Há: 14h à 21h 15 18 m ul/ Há: 13h à 20h QUÍMEO L - Ml Quml - p 0-100 mm; - Lu 0,01 mm; - 0,02mm; - 3 õ: - lg/lg, - mm/plg, - z; - u

Leia mais

BANCO DE FÓRMULAS PROF. FRED MOURA. Movimento Circular 1 T. a cp. = velocidade angular. = espaço angular. Unidades de medida

BANCO DE FÓRMULAS PROF. FRED MOURA. Movimento Circular 1 T. a cp. = velocidade angular. = espaço angular. Unidades de medida O D ÓMUL O. D MOU MU & MU Moo ul Lço Oblíuo p = lo ul * opo l - MU y y y y y s y y y = lo é = ção spço = spço ul = o H s = Ilo po = üê * opo hozol - MU = spço (l) = píoo x os = spço Il = lo = lo l = lção

Leia mais

Sobre a obra: Sobre nós:

Sobre a obra: Sobre nós: Sobre a obra: A presente obra é disponibilizada pela equipe do ebook espírita com o objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos, bem como o simples teste da qualidade da obra,

Leia mais

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO GLOSSÁRIO PREV PEPSICO A T A A ABRAPP Aã Aã I Aí I R ANAPAR A A M A A A Lí Aá S C é ç í ê çõ 13ª í ã. Açã B E F Pê P. Cí ê, ã ê. V Cê Aã P ( á). N í, - I R P Fí (IRPF), S R F, à í á, ( 11.053 2004), çã.

Leia mais

Servidor de e-mail Interno ou na Nuvem?

Servidor de e-mail Interno ou na Nuvem? Svi -il It Nv? 4 CLOUD SOLUTIONS Pgt q t p vi fz p ã p pi. Svi -il It Nv? 4 Pgt q t p vi fz p ã p pi. CLOUD SOLUTIONS Mi. S Epilit Cl. E-il é lg tã pt i i p, tã bái p fit qlq gizçã, q ã é p igi q l fi

Leia mais

mhtml:file://c:\documents and Settings\cbeirao\Ambiente de trabalho\nova pasta\oprim...

mhtml:file://c:\documents and Settings\cbeirao\Ambiente de trabalho\nova pasta\oprim... Page 1 of 21 9:! " #$"%&'&"$( &)$) '$)& '&)&*&"("" ' $(($)+"&)) "$)$* $*,( )*-)' "&'./.-&)) $ ")#$0$' 1 2$$$".,&)$)'"3 #)) &"$' )$*, )+"/&)!*&45-'"3&.' " $*/'&$ 5&("&" './ ")&)&)'$' )+" ;

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC MNT A AÇÃ NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - p p N Vé N Vé - 30/06/204 29/0/204 2 - p N Vâ Mq N 02/05/988 PF 23983487-09 AP 9362 q@fb g A Açã Lçã

Leia mais

Questionário de Exame de Saúde Específico

Questionário de Exame de Saúde Específico Qá d Exm d Súd Epcífc 1 Eá d méd p bx pã? - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -1:m 2:ã 2 Eá d méd p bx glc m l? - - - - - - - - - - - - - - 1:m 2:ã 3 Eá d méd p bx ívl d cll? - - - - - -

Leia mais

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz b - 7 º b : J L : :h://bb/b/b-gh-6/h; :h://hh/06/87 : 6-J-07 8:4:05 çã Bb b õ çã çõ Bb h:///-/ f x f çõ q ç zçã z ) ) ç çã ç z q ) ) ) f zçã b q b ó x çã ó q fz- h b! Jã b b b b L _ L! L h fh b- ç q

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

GUARITA / FACHADA GUARITA / PLANTA COBERTURA

GUARITA / FACHADA GUARITA / PLANTA COBERTURA MP i:% MP i:% MP i:.0% ÚLMO ÁO LZ O VO: OMO FÊ L00 PLJMO LVMO O PL00 PLJMO PLJMO XÇÃO O OOL O POJO FLVOPP_Levantamento_ev0..0.0.0.0.0.0.0.00.0.0.0.0.0.0.0 MOLOG FÇÃO X V. OL FO.. PO LHO V G GÇ..0... L

Leia mais

LUDMILA SANTOS DE ANDRADE

LUDMILA SANTOS DE ANDRADE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM ARQUITETURA E URBANISMO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: TECNOLOGIA A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS BIM PARA

Leia mais

P a. e s. q u i. Gestão de Recursos. I n. s s a d a s. Entrada

P a. e s. q u i. Gestão de Recursos. I n. s s a d a s. Entrada SO TS 16949:2002 A uu d pcfcçã écnc E g pná cnc d m d gã d quldd, uu d pcfcçã écnc SO TS 16949:2002 bdgm d m d quldd umv. A pcfcçã écnc SO TS 16949:2002 é bd n pncíp d gã d quldd pnd n nm NBR SO 9001:2000:

Leia mais

EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1983-2003

EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1983-2003 EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1983-23 IMPORTADO Ano VENDAS PART % EVOL % VENDAS PART % EVOL % VENDAS EVOL % 1983 1.24.25 87,16% -9,62% 15.858 12,84% 5,28%

Leia mais

Dimensões de montagem do cilindro de acordo com a norma ISO 6020/2, DIN 24554 e NF-E48-016

Dimensões de montagem do cilindro de acordo com a norma ISO 6020/2, DIN 24554 e NF-E48-016 Cilindro Hidráulico CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISO 6020/2 Dimensões de montagem do cilindro de acordo com a norma ISO 6020/2, DIN 24 e Diâmetros de Cilindros ------- e Diâmetros das Hastes dos Pistões 12

Leia mais

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

TEMA 5 2º/3º ciclo. A LIndo de perguntas. saudável? Luísa, 15 anos

TEMA 5 2º/3º ciclo. A LIndo de perguntas. saudável? Luísa, 15 anos 2º/3º cicl s O Ã Ç T N E M I d pguns u m mu um p z pdms f ps O qu sudávl? blnç d i c n c id p Sá d p d n cm p, ic mbém é g á s n v ic. Dsc ís f m f civ b id v m u i d lóics. c s impânc s g õs sb ç n s

Leia mais

ÍNDICE EPI. Por departamento / Seção. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção e e 197.

ÍNDICE EPI. Por departamento / Seção. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção e e 197. Ferramentas Elétricas Ferramentas Ferragem EPI Agronegócio Hidráulica Elétrica Químicos e Impermeabilzantes Pintura ÍNDICE Por departamento / Seção EPI Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção

Leia mais

Folheto/Encarte/Distribuição

Folheto/Encarte/Distribuição D 2 Dv X*, DT P f q y Hll K P z! 6 Il ç l, l f l lh y4 P Pl l! ç v Il q ã b 6 lh v fl h, lz l l jv x lç, ç v 76 à v: D 2,7 74 à v: lh v : : 85852 ó $ 4,5 vlh : 67 ó: 848 lh v : 2, 24, 46 : 886 ó: 857,65

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3 Ambulâncias 111 Serviço de Transporte de Doentes e Sinistrados, S.A. 03-CG-22 03-CG-23 03-CG-24 13-72-XQ 17-EM-31 19-IX-83 19-IX-86 24-EC-12 35-79-QP 35-CD-95 45-GQ-20

Leia mais

ATENÇÃO ATENCIÓN WARNING. As dimensões indicadas neste catálogo podem ser modificadas a qualquer momento sem prévio aviso.

ATENÇÃO ATENCIÓN WARNING. As dimensões indicadas neste catálogo podem ser modificadas a qualquer momento sem prévio aviso. CÁLOGO E ERMINIS PR MNGUEIRS HIRÁULICS CLOGO E CONEXIONES PR MNGUERS HIRÁULICS HIRULIC HOSE FIINGS CLOGUE ERMINIS PR MNGUEIRS HIRÁULICS ENÇÃO s dimensões indicadas neste catálogo podem ser modificadas

Leia mais

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL ESPECIAL 1 CRREI BRAZILIENSE AS MARCAS D ABUS SEXUAL MANUELA, 35 ANS: ABUSADA NA INFÂNCIA PELS NAMRADS DA MÃE MAIS SILENCIS DS CRIMES ACNTECE DENTR DE CASA, CNDENA AS VÍTIMAS A UMA DR SEM DESCANS, DESTRÓI

Leia mais

(A Themistocles Machado)

(A Themistocles Machado) (A Th Mh) BRAZL á 58 Hh Dg Bh fô gv g Bz v F Hh Pg ê h F f 598 A 585 gv L B A< Pb F Bb v v ãó f z v Phyb vz vzg f fz N v x h P Ch S; Aç h b fv T ffê fz á J? 4 REVSTA bb hb g j çõ fz v h b z ç gv g Dg Bh

Leia mais

Tabela de Preços Hora

Tabela de Preços Hora Código Barras UN Preço Grupo ACESSÓRIOS DIVERSOS 1298 1298 CARTAO DE MEMORIA M2 1GB AVULSO SEM ADAPTADOR UN 12,90 1299 1299 CARTAO DE MEMORIA M2 2GB AVULSO SEM ADAPTADOR UN 14,90 1297 1297 CARTAO DE MEMORIA

Leia mais

EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1984-2004

EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1984-2004 EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1984-24 IMPORTADO Ano VENDAS PART % EVOL % VENDAS PART % EVOL % VENDAS EVOL % 1984 1.377.446 89,84% 34,51% 155.749 1,16% 3,24%

Leia mais

Em vigor desde 03/07/2015 Máquinas e Ferramentas - 1 / 20 TABELA DE PREÇOS 3490270 MA0416 TOCHA MIG PLUS 14 2,5MT UN 70,00 1

Em vigor desde 03/07/2015 Máquinas e Ferramentas - 1 / 20 TABELA DE PREÇOS 3490270 MA0416 TOCHA MIG PLUS 14 2,5MT UN 70,00 1 Em vigor desde 03/07/2015 Máquinas e Ferramentas - 1 / 20 3490270 MA0416 TOCHA MIG PLUS 14 2,5MT UN 70,00 1 3490271 MA0417 TOCHA MIG PLUS 14 3MT UN 75,00 1 3490290 MA7043 TOCHA MIG ERGOPLUS 15 3MT UN 80,00

Leia mais

O (doce) lanche DA criança brasileira. Um retrato inédito

O (doce) lanche DA criança brasileira. Um retrato inédito O (d) l ç bl U éd É VITL é d df d pí vl b à ldd fl à dçã à dç f. Ml bé à dçã. N x f q d pó d : d bdd ç. O ú ã dd fl pl d jv dl d p. Já çã q d d d pplçã ql x. Tl ldd x çã d pf d úd d v d p d dd d. p d dd

Leia mais

A T A N º 7 /

A T A N º 7 / A T A N º 7 / 2 0 1 4 A o s d e z a s s e i s dias d o m ê s d e d e z e m b r o d o a n o d e d o i s m i l e c a t o r z e, p e l a s v i n t e h o r a s e c i n q u e n t a m i n u t o s r e u n i u

Leia mais

EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1985-2005

EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1985-2005 EVOLUÇÃO DA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL NO BRASIL Nacional e Importado - Período de 1985-25 NACIONAL IMPORTADO Ano VENDAS PART % EVOL % VENDAS PART % EVOL % VENDAS EVOL % 1985 1.359.54 89,62% -1,3% 157.476

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2011, DE 07 DE ABRIL DE 2011.

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2011, DE 07 DE ABRIL DE 2011. EDITAL DE CONCUSO ÚBLICO N.º, DE 7 DE ABIL DE. ULISSES CECCHIN, EFEITO MUNICIAL DE IBIAÇÁ, E G S, bõ g, TONA ÚBLICO b õ v phm vg x q vm x p g x q g, gm Eá. O g, úm vg, g há m, v á m, pã f m z g ã g: C

Leia mais

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação!" !" $%& '( ) %) * +, - +./0/1/+10,++$.(2

Leia mais

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA Este plano de leitura foi planejado para a leitura completa da Palavra de Deus em um ano, entretanto, você pode ler no ritmo que desejar. Se tiver mais tempo diário, faça a leitura

Leia mais

Aparelhos. Portfólio Outubro 2010 Diretoria de Negócios Empresas Data: 7/10/2010

Aparelhos. Portfólio Outubro 2010 Diretoria de Negócios Empresas Data: 7/10/2010 Aparelhos Portfólio Outubro 2010 Diretoria de Negócios Empresas Data: 7/10/2010 As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso interno. Propriedade da Vivo. Informações importantes

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 3- t D q vz? Jé Rid Mi Cpítl 1 P gt Td é di pfit p l: U liv lgl, d lid. E t d di fz d! P Hê: U di vô lá íti, vid hitói d tp q l id gt. P Hit: Ah, di d ihd, it l, it ág, it hi! P L:

Leia mais

LINHA INSTANTÂNEA (Conexões Roscadas para Tubos)

LINHA INSTANTÂNEA (Conexões Roscadas para Tubos) Linha de Conexões Instantâneas em Polímero e Metálicas Acessórios oscados Metálicos LINHA INSANÂNEA (Conexões oscadas para ubos) Conexões rápidas para aplicação pneumática, água e de vácuo; para temperaturas

Leia mais

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil xó q 3-2-9-5(2 õ K-29F5 L h 27 y B Ê ÇÕ v í hq é, xh v à hv z hq é, z x q j ÇÃ HQ LÉ Ã B ÇÃ v hq é: Ã B v, é q y í ó á õ,, q hq é í ó á q à õ (v õ q h h v ( v óx í ê ÇÃ Ç h v -22 5/6 Hz HQ LÉ, X L L LÉ

Leia mais

Revisão para o Teste

Revisão para o Teste Revisão para o Teste PROPRIEDADES COLIGATIVAS # Mudanças de estado: *fusão e solidificação sólido < > líquido (solidificação ou congelamento) *ebulição e liquefação líquido < > gasoso *sublimação e resublimação

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios sluçõs Ecícis MTEMÁTI IV LOO 0 nhcimnts lgébics pítul 0 Funçõs Tignmétics 0 p.( p-)( p-b).( p- c), n + b+ c 8+ + p 8 8.0...9..... LOO 0 0 D + D sn cs tg 0 + 0... sn +.,8.,8. sn 0. +,.,8. +, cm. sn 0 0

Leia mais

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra &xttlt 91/li á ghl á Si!lJát tjll Czi O t içõ t t Ftz lv á git lõ: I O vi t i é fit i i l t gi t fix :;:ã;"4 l ll 1tlt xit á fi " """" t i t j it z 1 t A gitçã Iti ttt v i á g l vt bt l é itt q gã i fiíi

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re O dia do benquerer José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re O dia do benquerer José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 2- t O i bq Jé Ri Mi 1 Cpítl D pi q gt t, l té q é b lgl. Algé h q ã? Etã p: ã f l, é q vê ii h tt iç vz? E ã vl fl ft ivái, pi iç lá pi q bl b. Até vê, q tbé t q vlt p. T p big, é

Leia mais

Tabela de Preços Hora

Tabela de Preços Hora Código Barras UN Preço Grupo ACESSÓRIOS DIVERSOS 1298 1298 CARTAO DE MEMORIA M2 1GB AVULSO SEM ADAPTADOR UN 12,90 1299 1299 CARTAO DE MEMORIA M2 2GB AVULSO SEM ADAPTADOR 1297 1297 CARTAO DE MEMORIA MMC

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

TABELA DE PREÇOS INDICATIVOS VENDA AO PÚBLICO MÁQUINAS PARA TRABALHAR METAL TB23-230V

TABELA DE PREÇOS INDICATIVOS VENDA AO PÚBLICO MÁQUINAS PARA TRABALHAR METAL TB23-230V TABELA DE PREÇOS INDICATIVOS VENDA AO PÚBLICO NOVEMBRO 2015 IVA EXCLUIDO MÁQUINAS PARA TRABALHAR METAL TB23-230V ENGENHOS DE FURAR 7092100023 TB 23-230V 15 559,00 7092100123 TB 23-400V 15 593,00 7092106024

Leia mais

-789P $%#$#; 68QQ-789PLM $"0368QQ 9G $=(" #$ % $":+ L84889QM+ $/K % &# $$ " P+ % #")$ $#$

-789P $%#$#; 68QQ-789PLM $0368QQ 9G $=( #$ % $:+ L84889QM+ $/K % &# $$  P+ % #)$ $#$ 036O-789P -789P $#@2#$H"#@ $%#$#; $"0368QQ 68QQ-789PLM -789PLM 7P-8Q-789P! -789P! 9PA88R A88R 9G $=(" #@" #$ % $":+ L84889QM+ $/K % $#@#$ %# @"% &# $$ "3 954-789P+ % #")$ $#$ #$%#$#$%$=("#@"#$%$":G-+$"&

Leia mais

!"#$%& %!'$%( % )' ( "$#% )("*"')%&(%$"*'"(%((%& &)#"$$' +#,)"'" -".%/"!%% -$01(.%)( 2%+3%&%( # "$#% )("*"')%&4

!#$%& %!'$%( % )' ( $#% )(*')%&(%$*'(%((%& &)#$$' +#,)' -.%/!%% -$01(.%)( 2%+3%&%( # $#% )(*')%&4 !"#$%& %!'$%( % )' ( "$#% )("*"')%&(%$"*'"(%((%& &)#"$$' +#,)"'" -".%/"!%% -$01(.%)( 2%+3%&%( # "$#% )("*"')%&4 "$%(5644%6%&()$%" ! ".%(0 8 #"$3% 6%#9&"%:! ( %!" +#!$'1: %&;# ( %# "$+$("+"$%&4-".%(!)(

Leia mais

2. A C l a s s i f i c a ção M S C 01 H i s t o r y a n d b i o g r a p h y 03 M a t h e m a t i c a l l o g i c a n d f o u n d a t i o n s 05 C o m

2. A C l a s s i f i c a ção M S C 01 H i s t o r y a n d b i o g r a p h y 03 M a t h e m a t i c a l l o g i c a n d f o u n d a t i o n s 05 C o m Áreas Científicas do Departamento de Matemática Docu mento de trab al h o 1. Introdução O D e p a r t a m e n t o d e M a t e m á t i c a e st á or g a n i z a d o e m q u a t r o S e c ç õ e s: S 8 1

Leia mais

Exercícios do item 1.6: 1) Calcule as reações nos apoios da viga abaixo.

Exercícios do item 1.6: 1) Calcule as reações nos apoios da viga abaixo. Exercícios do item 1.5: 1) Calcule a força de tração nas duas barras da estrutura abaixo. tan θ 0 1 θ1 arc tan (0,75) θ1, 87 tan θ 0 θ arc tan (1,) θ 5, 1 o x 0 : 1 cos (,87 ) cos(5,1 ) 0 0, 0,8 1 0,8

Leia mais

P r o g r a m a d e T r e in a m e n to e P a le s tr a s

P r o g r a m a d e T r e in a m e n to e P a le s tr a s P r o g r a m a d e T r e in a m e n to e P a le s tr a s D ia b e te s M e llitu s e H ip e r te n s ã o A r te r ia l Dra Fernanda Pavarini Diabetes M ellitus P o r q u e g e r e n c ia r D ia b e te

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3101 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Aldreu 96-46-HD 37-36-XP 66-NX-49 75-IS-24 78-32-MM 3102 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Amares 25-98-LI 03-88-QU

Leia mais

TAX & BUSINESS I. I N T R O D U Ç Ã O

TAX & BUSINESS I. I N T R O D U Ç Ã O i INFORMAÇÃO FISCAL Nº 8 A b r il 2013 A F I S C A L I Z A Ç Ã O C O N S T I T U C I O N A L S U C E S S I V A D O O. E. 2 0 1 3 ( A c ó r d ã o n. º 1 8 7 / 2 0 1 3, d e 5 d e A b r i l, d o T r i b u

Leia mais

ALGARISMOS ELOQÜENTES

ALGARISMOS ELOQÜENTES D ^^T^y^Q B È EDUND BTTENCURT f^ 9 \JJL JL wjlv/ T d D sé vlc ^ ^ / B9 sé^ XwJLCuXJLL- pu bu d N w «^^^ ^w^ ^^w u w WBR KCK ç wf P- p> ^-^>-^^ NN ãêv - V 0654 - V DURTE FELX gzçã d - - ( «u pu s g H ph

Leia mais

Soluções E-Procurement

Soluções E-Procurement Soluçõs -Procurm Móulos Vgs Aprsção Dspss Tomé A. Gl Jro/2003 Sumáro: Soluçõs - Procurm 2 Soluçõs - Procurm m xrp 3 Prcps Vgs 4 Solução 5 Móulo vgs 7 Móulo Rlóros Aprsção spss 8 Cls 9 Cocos Ús 10 www.scrgl.com

Leia mais

JORNAL DO BRASIL Rio de Janeiro -- Sexta-feira, 14 de setembro de 1956

JORNAL DO BRASIL Rio de Janeiro -- Sexta-feira, 14 de setembro de 1956 ufctdvmúà d BRSL D sdsf Tsu C P b S ã Sus Ms C Fs M M F Dw N Bé»;--Kf «y$

Leia mais

I g r e j a P a r o q u i a l d o C a c é m, n o C a c é m, s o b a P r e s i d ê n c i a d e C r i s t i n a S o f i a

I g r e j a P a r o q u i a l d o C a c é m, n o C a c é m, s o b a P r e s i d ê n c i a d e C r i s t i n a S o f i a A T A Nº 6 /2014 A o s v i n t e e o i t o dias d o m ê s d e n o v e m b r o do ano de dois mil e catorze, pelas v i n t e h o r a s e c i n q u e n t a m i n u t o s r e u n i u e m s e s s ã o e x t

Leia mais

Inclui. Reta numérica. Friso do alfabeto. 3 Cartazes de Português (50 70 cm) 8 Cartazes de Matemática (50 70 cm)

Inclui. Reta numérica. Friso do alfabeto. 3 Cartazes de Português (50 70 cm) 8 Cartazes de Matemática (50 70 cm) K Pfss TOP! In R nmé Fs fb 3 Czs Pês (0 70 m) 8 Czs Mmá (0 70 m) K Pfss TOP! 8 Czs Es M (0 70 m) An TOP! 4 ás. Cná TOP! Fm A 3 0 Q sáb (8 m) K Pfss TOP! 2 Cõs s núms (fm A 4 ) 2 Cõs s s (fm A 4 ) 3 Cõs

Leia mais

G. N. ocdes X EDIÇÃO DA LIVRARIA SELBACH PORTO ALEGRE

G. N. ocdes X EDIÇÃO DA LIVRARIA SELBACH PORTO ALEGRE G. N. ocdes X EDÇÃO DA LVRARA SELBACH PORTO ALEGRE NOÇÕES DE ÂRTMÉTCA PARA AS A U L A S E L E R ^ E N T A R E S P o r G u i l h e r m e N i e n a b e r 15.«EDÇÃO (ORTOGRAFA NACONAL) CiKMff DtOTAUZAOO E

Leia mais

21/07/2015 13:36:51 ARTE MODA ARTE ARQUITETURA ARQUITETURA ENTRETENIMENTO MODA DESTINO GASTRONOMIA GASTRONOMIA MODA POLINÉSIA FRANCESA. CAPA 24.

21/07/2015 13:36:51 ARTE MODA ARTE ARQUITETURA ARQUITETURA ENTRETENIMENTO MODA DESTINO GASTRONOMIA GASTRONOMIA MODA POLINÉSIA FRANCESA. CAPA 24. R 3 R R D S VL L Ó S L U D K LÃ W -S / 3 SH FW -S Ã P UL F S SP / / : 8:3 3// 8/ 3/ : 6: SPCL - PRU C VCÊ UC VU.in 7 R Ú 8 9 - R$,,9 R$ CP.in S D PP R S G GS S - R$, 9 R D : : U Q R VG D R SÃ PU L FS H

Leia mais

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o .. u p v g c C C O ) F h C I ( É, - p c c ç u u g w w p g c u F C I ã ) A U E ( C D h W k N f N h C F. z c v p ç p g u ) k M U ( E ã A M ) P S ( M P S E k M G p v h F C O ã b S Apc gc Agc Ag c R z O v

Leia mais

Aparelhos. Portfólio Setembro Diretoria de Negócios Empresas Data: 03/09/2010

Aparelhos. Portfólio Setembro Diretoria de Negócios Empresas Data: 03/09/2010 Aparelhos Portfólio Setembro 2010 Diretoria de Negócios Empresas As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso interno. Propriedade da Vivo. Informações importantes Considerar como

Leia mais

Folhas de Cálculo. O EXCEL como Folha de Cálculo

Folhas de Cálculo. O EXCEL como Folha de Cálculo Flh d Clul O qu é: U Flh d Clul é, dç, u ju d élul qu u glh u bl qu d l- vé d xõ lóg /u O qu : Ogzç ç d bl l d vl; F, í,, qu jud xu lul lx; Auzç d, vé d gç u d ódg d lul u d uld; Rç g d ç; d bl ulzd çõ

Leia mais

A Baixela Germain ao serviço da Corte no Reinado de D. Maria I *

A Baixela Germain ao serviço da Corte no Reinado de D. Maria I * A Baixela Germain ao serviço da Corte no Reinado de D. Maria I *!!"# $ % &'( )*+,&' & - '%%) - ' -%&'. % / # $* % 0 123 4 / % 56 &' -5%7%&'5 % 8 5 % 9 - %,&') &' -'- : & ) %&*% ; < = >&()*+,&'?'- 4&@0;07

Leia mais

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua]

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua] q q Off S Off S 21 ANOS 21 ANOS [ ] [ ] ÍNDICE Içã 3 P 4 Ráv Púb 5 Açã 6 1. A A Cçã 9 2. T R E C-T 17 3. Dg Phç 33 4. C-T R 41 Lh T 51 C Az - R B T R 52 Cçã E Ab Lí Tx Ab Lí L M Rh Rg Ch E A Vv C Eí Sv

Leia mais

HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL

HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL Raul Blum Este trabalho foi elaborado por três classes de alunos da Escola Superior de Teologia do Instituto Concórdia de São Paulo no final da

Leia mais

FITOPATOGÊNICOS TAXONOMIA. TAXONOMIA Identificação. Classificação. Nomenclatura FUNGOS FITOPATOGÊNICOS - TAXONOMIA TAXONOMIA

FITOPATOGÊNICOS TAXONOMIA. TAXONOMIA Identificação. Classificação. Nomenclatura FUNGOS FITOPATOGÊNICOS - TAXONOMIA TAXONOMIA - XM XM Mg mg E - V 2013 XM dfcçã lfcçã mclu mclu XM ê: hyphh Epéc: hyphh f hyphh cmm hyphh cpc ê: uum Epéc: uum xypum uum l uum mlfm EÍ MLÓ EDÇÃ EXD - cóp - bdóp - óp EDÇÃ EXD - cíd - pâgóp DL DL ML Vbd

Leia mais