AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO."

Transcrição

1 AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO. AFFIRMATIVE ACTIONS AND INSERTION OF HANDICAPPED PEOPLE IN THE LABOUR MARKET. E jh 2005 JORGE CAVALCANTI BOUCINHAS FILHO. Avg. Ep D Tbh. M D Tbh p FADUSP INTRODUÇÃO A p p fê (PPD) - g q bh 1 p fçã p gçã b 2 -, f f çã v f v. A, é h g à çã, b jfv ã b pp p p xg p í p; z zã b qô q b f-h à, hpg,,.; bé bh. O p - à á ú pb f p PPD p á- f p çã ví. D- p pâ p qõ çõ 1 Iví p,, p, p, xp, vá, b p, hpp p, p, p, p, p p. 2 V 2.2

2 fv - pí q b pv g g-, p xg p b à çã. A jfv pq é pâ pçã f fí B pí q, S Nh M, p p ppçõ p p fê, x ppçã bh v pp ú DAS RELAÇÕES DE TRABALHO DAS PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA O f, gp h á (g, h, g...), vê f g, jfáv çã q f pg fçã í p. C f, fç ví ê z f çã é pã bh. A zçã bzçã ã--b f p ã p v f bh, ê f vã Nb Bbb 4, x 5, bé g gv pjíz p. I pq bh vz f bh b bfá vb 3 MELO, S Nh. O bh p p fê: çã fv. Sã P: LT, 2004, p BOBBIO, Nb. A. 8. R J: CAp, 1992 p Sg S Nh M, p, p.23, g bh p p fê p, pá xí-, vz q bh é, v, f p çã p, f q çã é, fâ, ê jv.

3 p bçã. D f, p. O p fê pq vz j bh p b xí. E g pq b á ô p p q v bh hbçã bçã f pf çõ ph v áv. P, - p pív çã b PPD, qü. E çã, M Rb H C, p g : I çã pv: p çã g, gçã bh pvá, q p çã p p p zçã, ã xí pb zçã p p; II çã v: p çã g, gçã bh pvá, q p çã p p p p zçã; III pçã bh p póp: p f çã p, bh ô, pv g f, v à pçã ô p 6. N pí, --á p hó çã f fí bh, q já p çã f é hj p bh; bgê f, q p p í g p f bf pçã g f, q á 3º óp pí. 6 CAMOLESI, M Rb H. O à ã p p fê à z gçã b. J Nvg, T,. 8,.242, Dpív hp://www1.j..b//x.p?=4928. A 10 jh 2005, p. 7.

4 2.1. ASPECTOS HISTÓRICOS A g hó, p p fê b v f q v. E g vzçõ, çõ pçõ v, qüê, pç j. E õ, gfv, p fê bçã v p q p. A- x bíb, pb-, f, q hb v p fê f ó. S Nh M 7 v f v g h v Lví, Cpí: 21, Ví 17-21, q - çã Mé p q f f f fçõ : P h h q hv g f hgá: h g, x, z h, b p, h q v pé qb, qb ã, v, ã, q v b h,, pg, q v í qb. Nh h Aã,, q hv g f, hgá p f f q Sh. A Sg E bé, g q v, v çõ x p zã ç f pfçã pç b. Df ã b p p p Gé. N Ep A, xp vzçã hê, çã çã é- q p pfçã çã. Gh Jé Pv Fg, b çã q: 7 S Nh M. O bh p p fê: píp g: çã fv. Sã P: LT, 2004, p. 27.

5 P pv g p, ç pp E, Ch ã b x ç. C f jg f f jg Tg (Tyg), b 2400 ( q) 8. E ó pb é áv p ép. Pã z pf, hg f pçã p fh b q fç. P q v v bç f -- q p h 9. Aó, p vz, f q E,, q v vv q v b, ã p çã h ç q ç 10. C S Nh M, g fóf b p f ó. S p pg gê, p é p f f bh p fá j x f ú q á- g 11. E çã bé pb gçã hê q p v f b váv, p pv pçã vg v p g f f 12. Cf S Nh M, pv gg, p ã f, p vz f p bh,, Ax G f-h pvég 8 Ap S Nh M. Op p I, b.. 10 I, b. 11 I, b. 12 I, b.

6 h g b pp bé jg v púb 13. Tp R, f v h. N Táb IV L XII Táb, q f pá p, hv çã p q fh f 14. O é q éb q Cóg Hb M, xí p fê já, gê,, p, bí p q ú vá pçã çõ pçã à fçã (L Tã). A g é p v pçã f. Ap 1530, f b pv q vgb fg vé ç é q g p p, -,, f pçõ 15. E 1531 v q f h L Pb p q jíz z vh b p p f fí é p 16. C bv S Nh M, f v 1723 q f Wkh z ã--b f. E,, ã f p vz q p á v b p p pb ã p f S Nh M. Op., p I, b. p I, b. 16 I, b. 17 I, b. p. 34.

7 N, g vz - hó pçã f fí b bh f Rvçã I. O zçã áq ú g gçã pp gz v fáb, é p. Epf q g à çõ bh, zçã ã--b f f, j b g çõ bh fz q ú à v f. Sg ã p bh h ç. (1833 Fy ; 1842, pb bh h b; 1844, bh h 10 h á; , fx j g bh h 12 h,.) C Jb Q P Cv F F Jg N, f g, p hv pb q v v 18. O ú p fê v xpv P G M, qüê f bé, q v é- Ogzçã I Tbh OIT Rçã. 22, vé q h p p vz bh p fê. Apó Sg G M çã gv, b zã p ã b g, q pv E b pí é b- p bh,, pã v p fê q jv p v, p q p bçã q f v p g. 18 CAVALCANTE, Jb Q P; JORGE NETO, F F. O p fê f bh. J Nvg, T,.5,.51, Dpív : hp://www1.j..b//x.p?=2132. A : 09 j. 2005, p.2.

8 N B, v- çã h ép G Pg q f A Ivá Pá p xí b. E 1923, OIT pvçã q bg púb pv pg p fê p g. E 1944, Rã Féf, OIT pv çã, v z pí b pg q záv f ã-b 19. E 1955 é Rçã. 99 q OIT v pá gçã p p fê bh, g ví çõ, qq q h g, bçã pf. A 20 zb 1971, Abé Nçõ U p çã D Df M 20. A çã D P P Dfê, pv p ONU 9 zb 1975, g p fê à g h (. 3º), b pv q p pj ô (.8º) 21. O 1981 f p p Nçõ U I Y f Db P ( p f) pí p U N D f Db P I, b. 20 Jb Q P Cv, p, p I, b. 22 I, b.

9 E 1982, gzçã pv Pg Açã M p P Df (Rçã 37/52, 37/12/1982), q h p bá, g p, g g fí, hbçã, p, vç ú, p çã bh, v, v çõ pv z (. 12). N g f Cvçã OIT.159, f p B vé. 129/91, q v b bçã pg p p fê 23. E 10 jh 1994 f vz Dçã S, Eph, ppçã çã p p p p fê. E 1997 fçã T Aã - çã bgçã f çã, pê pg PPD bh 24. A p vf p vçã, b gv, q f pçã p p fê, M Rb H C q gâ, p, pçã g p p à fê 25. D f, p p, f f pb b qô b j é q fê pb póp f, q p p q j fv - g. C bv Sbã G Ov: O f já é ç p bh. Nã fçã q à çõ, ã põ çã ív p v, ã fí fá, ã p p 23 I, b. 24 I, b. 25 M Rb H C. Op, p. 1.

10 v, á, vz jçã. Aé pp v f é p p fê q fç p xb fê q ã p 26. A, fq - f g p, q f-h h p p bh, q é p x p, - gâ ív. M H C bv pp q pí f ã é ô f, p f. Sg, p g fê (f p fí, ) ã ã p f qq v q xç 27. C f, f v p x pfçã p à bh í vç b à x í; ppég p p bx, f q bh. É p q ê é b pí, b vã p q fv PPD v, p pí q v pá- pá- bh. D, qv h çõ fv ABRANGÊNCIA DO CONCEITO DE PESSOA DEFICIENTE 26 OLIVEIRA, Sbã G. Pçã jí bh p fê. I: Dçã.Sã P: LT, 2000, p M Rb H CA, p, p. 4.

11 C b bv F F Jg N Jb Q P Cv, p f q ã p fê fí é q pá h pj pí ô p 28. Sg, Ogzçã M Sú (OMS) g fçã, g çõ g : ) p çã p z v p h, v.g., ê b; b) fê p fçã póg ô, p x., p çã p f ; ) vg ph z fçã, xp íp, () pá p p 29. p g: E fçã,, f v 1999, q OMS O p h p (q, ógã, b p) j fçõ (fóg, póg ). C p, h vv v. N vv v p x f v p pb fçõ p. I p g ppçã p v çõ v. A xã p,, á g pvê q ã ã. P, p é f q çõ fçõ p ã p p pvê 30. A Abé G Ogzçã Nçõ U, p vz,. 1º Dçã D Df, p p p fê g f: O f g p p pv p, p, v p, qüê fê gê ã f fí. 28 JORGE NETO, F F CAVALCANTE, Jb Q P. M D Tbh, II. 2ª çã. R J: L J, 2004, p. 970). 29 I, b, p I, b, p. 971.

12 D h, Ogzçã I Tbh f q v f p f bh b. 1º Cvçã. 159 q: E- p f p j pb b v pg q pg fq b z v fê á fí v pv. N g, b xp p f é g 1º L Pg. 9/98 q põ: C- p fê q q, p v p, gê q, fçã póg,, fóg ô pív pv çõ p, p vg p xí v x f ó-. N B,. 4 D zb 1999, çã p D , f p p fê: A. 4 º. É p

13 p f ê q q g

14 g : I f ê f í ç ã p p

15 g p h,

16 p f ç ã f í, p - b f

17 p p g, p p, p g, p,

18 p g, p p g, p, h p g, h

19 p, p ç ã ê b, p b

20 , b f g ê q, x

21 f é q ã p z f

22 p p h f ç õ ; I I f ê v p

23 b, p, q b é

24 ( B ), f p g f q ü ê 5 0 0

25 H Z, H Z, H Z H Z ; I I I f ê v

26 g, q v g q 0, 0 5

27 h h, h ç ã ó p ; q

28 ó p v b h

29 f g q 6 0 º ; ê â q

30 q ç õ ; I V f ê

31 f g f v f à é

32 , f ç ã z ç õ

33 á h b p v,

34 : ) b) ) )

35 ) f)

36 g) h) V D f ê ú p

37 ç ã f ê. E fçã g p g pã q f fçã p p p q ví í, vq pçã q E f f PROTEÇÃO LEGISLATIVA AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

38 C b A P B 31, pçã v pçã PPD v p q, ív gçã á. N âb OIT pf g : ) Cvçã.111 q çã é pg pçã; b) Rçã. 111 q p f Cvçã f çã fó pí xçã; ) Cvçã. 159 q bçã pf pg p p fê; ) Rçã. 168 q f p çõ z p Rçã N Cçã F 1988 pçã bh f p q v pá ó, q q q b pçã. E p, B pp g (. 5º, p),. 7º, XXXI (v qq çã á é ã bh p fê). 37, VIII ( q b q vá p g pg púb p p p fê fá é ã) 33. N q f à q b pçã,. 24, XIV (q pê Uã, E D F p g b pçã gçã p p fê);. 203, IV V ( ê p bçã à g, v hbçã bçã gçã à v á p p fê, b g á í q ã p pv póp bê ê- pv p fí);. 208, III (q pvê pz, pf g 31 BELTRAN, A P. D Tbh D F. Sã P: LT, 2002, p I, b, p. 33 I, b, p.

39 );. 227, II ( çã pg pvçã pz p p fê fí, b gçã p fê, p bh vvê, fçã b vç v, çã p bá qô);. 244 ( pvã q pá b pçã g, fí, ví p v, p g q) 34. P f, p gçã á b çã á F D Uv Sã P g : L , (põ b p à p p fê, gçã, b C N p Igçã P P Dfê CORDE, j v f p, p çã Mé Púb, f á pvê); L. 8069, 13 jh 1990 (E Cç A q g 66 p g p fê bh pg); L. 8213, 24 jh 1991 q. 91 1º, põ à p pg ph p g bfá b p p fê, hb, q p bh b f hb f p pz 90 (v), v, p pz, ó pá pó çã b çã h ); D , 20 zb 1999 (g L , 24 b 1989, põ b Pí N p Igçã P P Dfê, pçã, á pvê); L , 10 vb 1999 (põ b çã f pv v gçã ã, f pf, q. 1º b f p vg, f fí f píq, p p ph pqá p, g hp pqá, ); L , 14 vb 2000 (b g é bá p pçã b p p 34 I, b, p.

40 fê b z á pvê), p f, Içã Nv TEM/SIT. 20, 26 j 2001 DOU (põ b p p Fzçã Tbh xí v fzçã bh p p fê) 35. A p-, g Sbã G Ov (p. 149), L 8.666/93 q g 24, XX p çã çã, p p ógã Açã Púb, çã p fê fí, f v pv, p pçã vç f ã--b, q pç j pív p. Sb é - çã Cg N 2000 Pj L , E P N Ep, ã p P P (PT-RS), hj. R- hv q f pb í p p gv p p f PPD bh. Df, p áq INSS Lz Cá Ph D f: N é fv, b, q põ fçã ã z g, f à q h é bí. C é gçã f páv ó -, bé 27 jí px p. A, é pív xê v à PPD gçõ, v pê f. 23, II, 24, XIV, CF/88, p pçã, g, gçã PPD. N f,, v- v pê pvv Uã p g b é v bh (. 22, I, CF/88), q ã, pã, v pg fv PPD é bh. É p f pê p b bh (pvv Uã) pê p çõ bh ( ) I, b, p. 36 DIAS, Lz C Ph. O p p p fê fí bh. J Nvg T,. 4,. 39, fv Dpív hp://www1.j..b//x.p?=1212. A : 10 jh 2005., p. 5

41 Nã b ppçã g á, pçã p fê á g g ág. A zçã, p ó ã f p çã pb. Nã há g q p p gfv çã f qã. Tv, ã é b. É á z, b pçã vâ pb 37. C v C Lú A Rh: A, zh, ã é f p fz g vçõ h. A g q h ã p p p ã x g ã z q x g ã j á, q f q é á, p x, ã v px, v p p q ã hj v 38. A, v v f p p q p ú í bh p p bé p b p vçã pb. Sb, pq p p q vv vã çã bh í p bfí ô, v- p b vz pá çõ. M z vê pí Eph v v b çã f f pg. N f pí bé, L Bá Epg. 9º pvê çõ p b fv pg q h g p bh çõ p v bh Cg p R T Mq F f: v pp p p p fê vív, vz bh q p. O bh pg p fê. I: D p p fê, çã v púb (IBAP). Sã P: Mx L, p ROCHA, C Lú. A pçã b. I: Sá. Sé C CEJ: 24, C E Já, p Ap B, p. 292.

42 3. AÇÕES AFIRMATIVAS A çõ fv (çã v xpã g ffv ), bé h çõ pv (p fê pv) ã ô,, q f b çã pçã g. C f, p píp g p, í E Lb Bgê, f g zçã b, pb-, p p ã f p ív q fv p q gzv ví pvg. C C Lú A Rh 40 : C-, ã, q pb çã ã b p fv píp g jí. O q q h é ã píp vçã g, v p v p p f pv ( pváv), q ã p q g b jí. Hj, q b, p, ã é g f xí vçõ f, g b q M Jq B Bb G 41 : çã â, g, q ã v p v g x, q çõ g j h, v- pf ppçã g g p póp. O bv q çã p çã g á f v g b g é 40 ROCHA, C Lú A. Açã Afv: ú á Píp Ig Jí. I: Rv Ifçã Lgv, v. 131, j./. 1996, p GOMES, Jq B Bb. A çõ fv p pçã g fv. I: Sá. Sé C CEJ: 24, C E Já. P. 97.

43 g p. F çã q jf xp p xg p g p g ô, q, pv jç. P Bb gçã çõ fv p, p, p vçã E, zã p q p pf á EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS AÇÕES AFIRMATIVAS Sg Jq B Bb G, çõ fv f p bv E U Aé, f p gzçã ô g, g à h, à é, í f fí 43. A xpã ffv f z p p vz 1961, p ã p EUA, Jh F. Ky, q vé Exv O , Eq Epy Oppy C EEOC, bjv g p pg p q q f g çã çã(p L Mz p S Nh M, p. 124). O M Bb G q pó çõ fv EUA, hv j p p E q p p ó á púb pv v çã, õ v v à çã 42 I, Ib, p I, b, p.

44 bh, f é ã f v p g páv pí p, ç,, x g p. O p çã fz q p f pçã pçã gp pv bh 44. A g vçã çã fv, ã, 24 b 1965 q f Exv O , xg q gv f ã p b pá ó, bé pv zçã p p g bh, vé pg fv í p gê. S Nh M bv,, q fçã ê é, b f pã f p,, p g gv f, ç p ã f fó, g p p gf hó 45. Sg, p q Rh Nx pê EUA b Ah Fh, g q bhv ã Sá Tbh Gg Shz, b pj p fv f pg p qf p v gp, é q çõ fv p é bjv çã pg 46. Phph P: P Mz, pj q f h Sg pçõ, gv f v vv,, pg çã fv f f g fê x çã à h gp á (v.g. g, í, hpâ), q p p p bvâ é (g), çã pg, q fx ppçã 44 Açã fv & píp g: fçã. A xpê EUA. R J: Rv, 2001, p MELO, S Nh. Op. C. p I, b.

45 bh. Rf,, ã p q íg fxív, v zv gív, - fç b-fé p fz q p pg çã fv f 47. M b EUA j qv g xp q f à çõ fv, é gçã p gçã bé bg D Ep, b gçã çã pv 48. F Mé-S, f çã pv ffé jq, éé à p, é v ff xp q p b fv ég éé p phyq M é f p égé f péx 49. O, p S Nh M, g C C Aã çã pv f zçã pá g jí CONCEITO DE AÇÕES AFIRMATIVAS P S Nh M, çõ fv p f j pv q ã v à zçã bjv v h fv g p q h Ap S Nh M p p S Nh M. Op. C. P U fçã jí, í pá, q g f, xp, bjv fv g p fí jí, f p g f px. Ap S Nh M, p., p Op p. 131.

46 Jq G Bb, p vz, f-: j pí púb pv á pó, fv vá, b v b à çã, gê, p fê f g, b p g g f p çã p p, p bjv zçã fv g b f çã pg 51. A p b, õ põ: çõ fv p p v q v pv ê p p fvçã g p. C b C Lú A Rh, q çã fv fz p pv hj é v f g ív, q D p 52. O M Bb G q é zçã g p, fg bjv j pí fv z fçõ, pgóg póg, p b gá v é p bçã ç çã. Sg, pp fçõ á xp q v çõ fv 53. R bé q çõ fv ê bjv ã p b çã p,, b f póg, p çã p, q pp 54. O çõ fv f p é pçã v pv gp á v í v púb pv. P 51 A çõ fv p pçã g fv. I: á. C CEJ. 24, C E Já, p ROCHA, C Lú. A pçã b. I: Sá. Sé C CEJ: 24, C E Já, p A çõ fv p pçã g fv. I: á. C CEJ. 24, C E Já, p Ib. p. 106.

47 çã pv fz q pçã pçõ E bh fç, pív, h á pú. 55 P f, ú p çõ fv g Bb G h p bá, xp vv b, q v à çã p jv g gp á, q vv bq p vv, çã vçã p v. A çõ fv p çã p fê bh v xp h. 4º Cvçã. 159 OIT q f à pí bçã pf pg p fê, pí gá: E pí vá b píp g p bh f bh g. Dv--á p g p p bh f. A pv p f g g fv p bh f bh, ã v v ó çã ú AÇÕES AFIRMATIVAS NA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA Sbã G Ov 56 f çã çõ fv. 3º Cçã Rpúb 1988 hj v pv g bjv f Rpúb Fv B 55 Ib. 56 Sbã G Ov. Pçã jí bh p fê. I: Dçã.Sã P: LT, 2000, p. 146.

48 v, j á; g vv ; pbz gzçã; z g g pv b p g, ç, x,, qq f çã. Sg f b pv ppó pv ç, p çã fv, p ç f bá g p h 57. Jq B Bb ph, vb gçã g g pv 58 : A.170. ô, f vzçã bh h v v, p f g xê g, f jç, bv g píp: (...) VIII çã g g (...) IX fv p p pq p í b b q h çã Pí. A. 7º. Sã bh b, é q v à h çã : (...) XX pçã bh h, v píf,, A. 37 (...) VIII A vá p g pg púb p p p fê fá é ã. O M f q Cçã B 1988 ã pb çã, f g, p, bé zçã q fv p g I, b. 58 A çõ fv p pçã g fv. I: á. C CEJ. 24, C E Já, p.111; 59 Ib, p 112.

49 4. AÇÕES AFIRMATIVAS EM DEFESA DOS DEFICIENTES N E U, p vv çõ fv, g xp çã fv v : 1) Ah B A; 2) Rb A 1973, xg q gv f f p pg p f fí; 3) V Rj A 1974, fv pçã p v G Vã; 4) E f Hpp Ch A (1975); 5) Dvp Db A (1976); F Lb S A (1976); A wh Db A 1990, p fê à g p pg çã pg 60. N B, b bv Jq B Bb G fçã fz q b b çõ fv h B qv. Cf- çã fv. E, p pçã pí çã fv 61. S Nh M, pó p p pí çã fv B, bv ã f p g à g gp fv 62. C f, pv g q b çã p fê bh, f 2.3, vf- q pí q vçã à çã, q, g, q p pí fv vz q ã p pçã pv, ã vçã pá báv. 60 S Nh M. O bh p p fê. P A çã fv & píp g, p S Nh M. Op p. 137.

50 Ap p xpf,. 5º, p. 7º, XXXI. E q. 37, VIII;. 91 1º L A, p x pgá (. 66 L. 8069, 13 jh 1990), gzçã gv (. 24, XIV, 244 CF) çã bfí pó f(. 203, IV V;. 208, III, 227,II CF L L ) q vz, vé j gçã f, x- xí. C já f f bh p gfv vç pçã g p, ã p p p g h DAS AÇÕES AFIRMATIVAS JÁ EXISTENTES NO SERVIÇO PÚBLICO N vç púb, p é q v g(. 37, VIII) ú vg ph púb. O pv fê f g p Rg Jí Ú Sv Cv Uã, L 8.112, , q. 5, 2º, pv q à p p fê v é 20% (v p ) vg f. E xçã í p p Lz Cá Ph D q q fx p é 20% g f p pb, â, p p, p xp, q ú

51 vg f f 5, çã q p v vg q q (1 4=25%; 1 2=50%) 63. P f, h g vçã, x p á b p b p vê ú vg fx,,. Av q gê v b p p í vg, p p áx v vg 64. O g q pb bçõ g fê p q bjv q v f já q v p p q, vz f çã, ã pá, pó p xv p v, g- p 65. P f, Ph D q à PPD púb v g çõ p q z pv g çõ, v v p zçã NA INICIATIVA PRIVADA A p v z çã PPD q f pg v pv f zçã qq p ó ã p fê (. 8º L ). 63 Op. P I, b. 65 I, b. 66 I, b.

52 E q v q p çã fv ã p fó, vz q ã b h çã b, q p vg. Sg ã bfí pvê L q, g 93, z q ph g, p: A p 100 () pg á bg ph 2% ( p ) 5% ( p ) g bfá b p p fê hb, g ppçã: I é 200 pg: 2%; II : 3%; III : 4%; IV : 5%. 1ª A p bh b f hb f p pz 90 (v), v, p pz, ó pá pó çã b çã h. 2º. O Mé Tbh Pvê S vá g í b pg vg ph p b f hb, f-, q, pv pg. Lz Cá Ph D, p g v gv pp z, p qv çã pv z bh z pvá 67. O q é b p bh p PPD, v- h p, p q p b q h põ 68 Rg- bé hv v á jp f q pv, b çã p p 67 Op, p I, b.

53 bh b f hb çã b çã h, g pg 69. A O Svç Cj INSS. 90/98,, vç p bh q g pó çã q: 6.2. A p j q h já j ph, p v vg q f 4, pvá ph, f gv, q j vg. A M B vê b h p q ã p pg j v, p p çã p p bh çõ p. Sg q p v b é p pv vg x, p bh b f hb çõ xê- 70. C f, b b çã PPD p, - p á p bh já v q b p p q p p L ESTATUTO DO PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS 69 Sbã G Ov, p. P N : Df fí. Tbh b. Rçã. G pg gçã. O. 93 L. 8213/91, b çã p p bh b f hb çã b çã h, g pg, q b ã h á v fçã v. Hv f p g pg p f b q põ vg v p. 93 L 8.213/91, f çã pv pg pv bh, q p (TRT 15ª Rgã P /03 A /03 5ª T R. Jz Jã Ab Av Mh DOESP ). 70 BARROS, A M. C D Tbh. Sã P: LT, 2005, p. 117.

54 C já f, - çã 2000 Pj L ã p f hj P P, bjv çã E P N Ep, q p p g q 25 hõ b fê g pé (14,5% ppçã, g C 2000) gçã p xí 71. P pp, Pj, q á p f v p Pá Câ Dp, v v í p póp PPD. A pp ç p póp í Pj vz q pí P N Ep é z p v f. Mh, p, f pj f E P Dfê p E Df 72. Ag- q ã z h vçã à gçã q já x, p-, á, g q p f fí,, v, v úp 73. A- bé q pj E P N Ep, á q á E I, ã h p p p pv, q fá 74. A, bv R W x p p xpõ gé. N p à ú, z q f ã q pz g b ú púb pv. N çã, f q p é p fxív, â vz, f pp ív bgó WESTIN, R. Df j. I: O E Sã P, q-f, , p. A I, b. 73 I, b. 74 I, b. 75 I, b.

55 Nã b pp p, é çã E p pçã p fê é váv. Eqv f f pj çã f b. Sb pq, á q çã, já há é p f pçã à PPD. Mh,, q fz çã, -h g v pv, q fz é p bh. 4.2.DA ATUAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO NA DEFESA DOS DIREITOS DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA A 7.853, 24 b 1989, q põ,, b p à p p fê b gçã, b, g jv Mé Púb, Uã, E Míp çõ í há p jz çõ v púb à pçã v f p p fê(. 3º, p). E. 5º, bgó vçã Pq çõ v púb, v, v, q à fê p. Sg h xg pv, Mé Púb Tbh vá qq çã bh, p â é â jg ã, j v v, q v b p fê bh á. S Nh M çã xj Pq b. O f q MPT z, pí, ú

56 õ zçã p çã pb p fê bh. T v ê p pv p p fê bjv ég p f çã p p fê 76. Aé q, p ã v p p Mé Púb Tbh p pv p p pv. Q g g, MPT, v g, ppõ q j f p, p q, p záv à gçã p 77. Sg f g vg p é v ã é jíz, q p pg p í xv j 78. M ô pá -, p, T Aj C q, p ó, í xv xj SUGESTÕES O vçõ gv á. C xp p- fçã. 461 p 1º CLT f pb qpçã f fí (pg) bh í (pg), q pv ã j qv, hj v xgê, â, f j çã. E qv g p pv. 7º, XXXI, q 76 Op p Ib, b. 78 I, b, p. 168.

57 b pbçã qq çã à á é ã bh p fê. O b xp, já, é çã v f pvá p pg q z ã--b p p, vz q ó pvá vzçã bh p. Af, çã pí q pb çã çõ úx p q p b pg b p póp b bh, bf-, f fí q póp ; pg q b p f p g p í p p, ã h f h fçã p, g-h bh, g. A, pí pçã q x bh p gz p pã g í. Aq p vê- f g, b, pq pçã çõ bh p hê- g p x ç. E pq, fá pvg zã p fí. A b g bfí f g p g vz q pg b ã-b p v ã p çõ. A, p á p pçã b bh pá í p p çã f. A, çã gv vã ô pv çõ q v b qq pá ó h çã, j z fqüê q páv vê p. Af, pf Evã M p ã p p f à p çõ g 79. O, pg p g, h çõ pv ã hv çã 79 MALLET, Evã.

58 çã ã çã pg, v f ô fzê-, píp pã p pv. Aé Eph, 2.3, Fç, já hv fçã gv Jé Pé, A Sp A J: L 16 vb 2001 fé èg pv pé L L C Tv. Dé, v p à pp pv x -; pé jg éé f pp x ; b pv q é jfé p é bjf ég à 80. S p f gv é pív fçã f PPD ã v. I pq, fç q z ã g p, q f q gé p çõ, h g bh pív çã p. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS C, g õ ã pív p q hj fv bçã ã p. P, bv- p á f p p fê g vzçõ q çã p f ã é f hó. P á, - pá pzív vf há ê. 80 PÉLISSIER, J. D Tv. 21 é. Dz: P, 2002, p Tçã v: A 16 vb 2001 f g pv p g L L Cóg Tbh. Dv, ví çã ã p z pv ; v p jz f q x p xê çã, bá g pg pv q ã é jf p bjv h à qq çã.

59 E f, p ó, éb q ã f p q í f. E éb,, ã v pg pvég jfáv, p p éf p f bh, pp g q h, p pz q é bg ví vz p çõ bh. A h pgá- é pz - bh çõ q pv g há g f. E U. E é f j p h çõ fv, g N B, b pí j -, g, à h pí q, já vb p pv p pv. A pq z f p p gõ q p p çã PPD bh. E q-: fçã. 461 CLT, q pv q p qpçã f f p f (pg) f bh í (pg); çã bfí f q çã PPD v, fz q p p j vá ã p pçã g; çã g vã ô pv çã, hj v pã p pv q pg hpó; çã pçã f. P f, v- b vz z ppçã q p vív f ã g p, f, q f çã çã, b q z p bh, gh.

60

61 BIBLIOGRAFIA BARROS, A M. C D Tbh. Sã P: LT, BELTRAN, A P. D Tbh D F. Sã P: LT, BOBBIO, Nb. A. 8ª çã. R J: Cp, CAMOLESI, M Rb H. O à ã p p fê à z gçã b. J NAvg, T,. 8,.242, Dpív hp://www1.j..b//x.p?=4928. A 10 jh 2005, p. 1. CAVALCANTE, Jb Q P; JORGE NETO, F F. O p fê f bh. J Nvg, T,.5,.51, Dpív : hp://www1.j..b//x.p?=2132. A : 09 j. 2005, p.2. DIAS, Lz C Ph. O p p p fê fí bh. J Nvg T,. 4,. 39, fv Dpív hp://www1.j..b//x.p?=1212. A : 10 jh FONSECA, R T Mq.O bh pg p fê. I: D p p fê, çã v púb (IBAP). Sã P: Mx L. GOMES, Jq B Bb. A çõ fv p pçã g fv. I: Sá. Sé C CEJ: 24, C E Já. P Açã fv & píp g: fçã. A xpê EUA. R J: Rv, 2001.

62 JORGE NETO, F F CAVALCANTE, Jb Q P. M D Tbh, II. 2ª çã. R J: L J, MALLET, Evã. Dçã p bh. I: Dçã.Sã P: LT, 2000, p MELO, S Nh. O bh p p fê: píp g: çã fv. Sã P: LT, OLIVEIRA, Sbã G. Pçã jí bh p fê. I: Dçã. Sã P: LT, 2000, p PÉLISSIER, J; SUPIOT, A; JEAMMAUD, A. D Tv. 21 é. Dz: P, 2002, p ROCHA, C Lú. A pçã b. I: Sá. Sé C CEJ: 24, C E Já, p Açã Afv: ú á Píp Ig Jí. I: Rv Ifçã Lgv, v. 131, j./ WESTIN. R. Df j. I: O E Sã P, q-f, , p. A18.

DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE - QFD UM MODELO CONCEITUAL APLICADO EM TREINAMENTO

DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE - QFD UM MODELO CONCEITUAL APLICADO EM TREINAMENTO G 996 DDBM D FUÇÃ QUDD QFD UM MD U D M M h v, M M h h, hd Jã B, M F gh jbá F / D çã D v. B,.0 hh jbá MG 700000 b: h h f g h f y, w, h k f g, whh h h. h Qy F Dy ( QFD ) hq g b f g h h w. Fy, QFD y hw g

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

ba l h e m. sab e r se h a. foy, ti m Soa. s re. e m. h oss. e a. a d. tra

ba l h e m. sab e r se h a. foy, ti m Soa. s re. e m. h oss. e a. a d. tra 96 R: VS A ( ) () b C O M b q fy q S y q P v C ç z q ff q q 24 V C ç B z q q q q q í q ã f O q M ã b ::; q z R q ã q y b q fz q P R v f F N S P z (P b M 30 q G Sz çõ Pá v v Ab qq ff ã v Cô q f z z A B

Leia mais

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS T K Dí Mz 1 (UFAL) mz.p@hm.m V C B 2 (UFAL) v2@yh.m.b M Lm Qz F 3 (UFAL) 12@hm.m RESUMO N g pm p á bvçõ z m m m pó-fbzçã jv, m m púb. O f vgçã - fmçã p zçã

Leia mais

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation Cb Gg A C B & Sgy Mkg & S P & Sv Thgy & v Qm Sm N m 2002, mp v x mp çm bjv gó, m m f óg, pb-h m mpv. Apçã hm é gó q vé xpê 20 f, q xm pçõ gã m pçõ m: G Tg, Avy, L Thg, B Lb, AT&T, SD T,. R m p m gó g,

Leia mais

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org.

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org. é pív é p já GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL c cv à +20 wwwgpgb bçã Pj gáfc gçã: Vcê v cé g, f pcfc p cc Mó Ofc I ã-cc Içõ: Vcê ã p z b c f cc P S A f p f ã A íg f, c fçõ

Leia mais

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE A fl Clg, Al Glbg: l g q PÁGINA 8 N10 A 13 ú 48 bl//jh 2013 Pblçã l Fçã AlMl Bl ESCOLAS DA DIVERSIDADE Pj Fçã AlMl Bl úbl b blh lã ç fê l l l PÁGINAS 4 E 5 ARUIVO FUNDAÇÃO ARCELORMITTAL BRASIL O l Jé f

Leia mais

Maio 2013. Look at me

Maio 2013. Look at me M 2013 º15 M Dbçã g Nã p v M p Q F, q á çõ é é! Há bf p ívg, p à fé é çõ p hb... Ní A p q x MUSE b b Lk Nã j N, h vá p pçã E f O SOS E á- b g Pb Pb ÍNDICE pp Fh Té Ppá/E: Yg D M, L A M Sp Epy ê p f 5 vjg

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO

GABINETE DO SECRETÁRIO GABINT DO SRTÁRIO DITAL Nº 006/20 SLÇÃO INTRNA D DONTS ARA ATUAR NOS ROGRAAS STRUTURANTS DA SRTARIA D DUAÇÃO DO STADO DA BAHIA: NSINO ÉDIO AÇÃO IÊNIA NA SOLA, NA ONDIÇÃO D SURVISORS ONITORS/TUTORS ONLIN.

Leia mais

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular jh g 2013 º17 M Dbçã g Nã p v Lk Eq-, ó PLAYLIST O OqS q v- p Pbé, já é! Ag, b-v à pb, vg pçõ p 18 pv. PUB PUB Iv f Ap íg g j p. C p 2 >T ív >Eh 7 Líg 40 >EF Ppçã p Ex >EF Ppçã p Uv Eg >EF Pg Eág OFERTA

Leia mais

O EMPREITEIRO. Copatrocínio

O EMPREITEIRO. Copatrocínio KH T M W TÃ G A N F NAL UC Lp D CA -A 1200 ÁT X A JT - / A ã 5 1 0 2 D m 26 A A ç p 27 MW c áb fz h C J F g c h Lb 290/ -116 6 1 0 y 2 w h çã f pc G pc m D x f L ª 4 G c M A Jg q A b é C gh H V V g ã M

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua]

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua] q q Off S Off S 21 ANOS 21 ANOS [ ] [ ] ÍNDICE Içã 3 P 4 Ráv Púb 5 Açã 6 1. A A Cçã 9 2. T R E C-T 17 3. Dg Phç 33 4. C-T R 41 Lh T 51 C Az - R B T R 52 Cçã E Ab Lí Tx Ab Lí L M Rh Rg Ch E A Vv C Eí Sv

Leia mais

(A Themistocles Machado)

(A Themistocles Machado) (A Th Mh) BRAZL á 58 Hh Dg Bh fô gv g Bz v F Hh Pg ê h F f 598 A 585 gv L B A< Pb F Bb v v ãó f z v Phyb vz vzg f fz N v x h P Ch S; Aç h b fv T ffê fz á J? 4 REVSTA bb hb g j çõ fz v h b z ç gv g Dg Bh

Leia mais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais Shw C TÓPICOS Vã Gl Mé cv Mé cv O Mc Vã Ngóc Alg ú Pcp fc Rl N vç Pc Q fz Vã Gl A ESTRUTURA ECOLÓGICA CONSTRUTORA, g c l é c cçã à v pcpçã q lz écc clógc. Sb p v é pf pívl v, p g cl c fã. N çã ppc c, c

Leia mais

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz b - 7 º b : J L : :h://bb/b/b-gh-6/h; :h://hh/06/87 : 6-J-07 8:4:05 çã Bb b õ çã çõ Bb h:///-/ f x f çõ q ç zçã z ) ) ç çã ç z q ) ) ) f zçã b q b ó x çã ó q fz- h b! Jã b b b b L _ L! L h fh b- ç q

Leia mais

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil xó q 3-2-9-5(2 õ K-29F5 L h 27 y B Ê ÇÕ v í hq é, xh v à hv z hq é, z x q j ÇÃ HQ LÉ Ã B ÇÃ v hq é: Ã B v, é q y í ó á õ,, q hq é í ó á q à õ (v õ q h h v ( v óx í ê ÇÃ Ç h v -22 5/6 Hz HQ LÉ, X L L LÉ

Leia mais

LUDMILA SANTOS DE ANDRADE

LUDMILA SANTOS DE ANDRADE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM ARQUITETURA E URBANISMO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: TECNOLOGIA A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS BIM PARA

Leia mais

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO GLOSSÁRIO PREV PEPSICO A T A A ABRAPP Aã Aã I Aí I R ANAPAR A A M A A A Lí Aá S C é ç í ê çõ 13ª í ã. Açã B E F Pê P. Cí ê, ã ê. V Cê Aã P ( á). N í, - I R P Fí (IRPF), S R F, à í á, ( 11.053 2004), çã.

Leia mais

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE 2 PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO gpara A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE Slv BA Abl 2013 g -NTE/IAT/SEC/BA-7@gl.

Leia mais

GUIA DE EMPREENDEDORISMO NA FLORESTA

GUIA DE EMPREENDEDORISMO NA FLORESTA h Té Ifçã: UIA MPRNORIMO NA LORTA Cçã: b : A v f P vv Pj ub âb Iv Cuá QUAL. Pj -f : Mb P vv: u: & x, L. (Chv) AIACT - Açã vv Ig A Cg Tâg (V R) gu - çã Açõ Ag T (V R) - Açã Pug (V R) ICNB -Pqu N P-ê (PNP)

Leia mais

A RESPONSABILIDADE CIVIL AMBIENTAL DECORRENTE DA OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA ENVIRONMENTAL CIVIL LIABILITY ARISING FROM PROGRAMMED OBSOLESCENCE

A RESPONSABILIDADE CIVIL AMBIENTAL DECORRENTE DA OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA ENVIRONMENTAL CIVIL LIABILITY ARISING FROM PROGRAMMED OBSOLESCENCE A RESPONSABILIDADE CIVIL AMBIENTAL DECORRENTE DA OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA ENVIRONMENTAL CIVIL LIABILITY ARISING FROM PROGRAMMED OBSOLESCENCE Gbll C V* El N Rz** P Fh pó: 12 2017 Fh pó: 6 fb 2017 RESUMEN

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3101 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Aldreu 96-46-HD 37-36-XP 66-NX-49 75-IS-24 78-32-MM 3102 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Amares 25-98-LI 03-88-QU

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC MNT A AÇÃ NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - p p N Vé N Vé - 30/06/204 29/0/204 2 - p N Vâ Mq N 02/05/988 PF 23983487-09 AP 9362 q@fb g A Açã Lçã

Leia mais

do o de do Dn pr es i lha n har ac ord ad o... E co 1 0 uma

do o de do Dn pr es i lha n har ac ord ad o... E co 1 0 uma P R O P " E ) A D E DO C L U D L I T T E H A R I O S U MMARIO f ; õ E J ; õ E ; I \ ;; z Df < j ç f:t \ :f P ü Bz }? E CLOTIJ DE J x "? ú J f Lf P DI!; V: z z " I O PA F L ARÉNE S Pz: E:\H P HA RRC : A

Leia mais

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL)

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) Aô C Rb Aúj Jú Pgm Eã T Gg UFPA AGB-Bém j_bz@hm.m Eêvã Jé Sv Bb Pq vbb@yh.m.b 1 - INTRODUÇÃO O ém

Leia mais

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011)

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011) l E f fl. v g. g g vg l á bé çõ v gg l x. à O v. f à l h çõ ç B E g j f q q é fz D N v D v ç l. D h. G lg v z C g í lv fé f l f P à l R l. g j l fl Já - g. S gé g ç v -l fz fé ví g gg. L. v D. A bl g z

Leia mais

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação!" !" $%& '( ) %) * +, - +./0/1/+10,++$.(2

Leia mais

A discricionariedade do poder de polícia administrativa e os limites impostos pelo critério da proporcionalidade a partir dos direitos fundamentais

A discricionariedade do poder de polícia administrativa e os limites impostos pelo critério da proporcionalidade a partir dos direitos fundamentais A p pl v l p pl é ppl p f Th y f v pl pw h l p by pply f h fl gh Ml Pl Whlk* P Fh pó: 2 fb 2015 Fh pó: 30 bl 2015 RESUMO 1 O g l p á çã públ x p pl vé é ppl f f. O bjv gl é bl âb plçã p á çã públ l lgl

Leia mais

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta ub ub ENQUADRAMENTO GERAL A f é um m u cm múp pu, qu ó é pív pv m m épc fc p um vgm qu pb m u p u u mm m p- pv m qu um cu f fm m cv g. Ex um g v u qu ó xm m m épc. T- pv m v pu f, qu mu v ã já u m m vu

Leia mais

Minha vida está mudando.

Minha vida está mudando. U jt v vv. Mh v tá. Q á, z, t Q. 11 h t M é Alc b h l t g, c FLR DA IDAD. t ql. c l, ã, q é pcólg c z. l íc f tã é ã cêc Sb, t l t c é É, t, t b. h c M. g c p lh! t q h c Pq t, tbé c t j, q é, bc, á c.

Leia mais

"Oswego": Um Surto Epidêmico de Gastroenterite

Oswego: Um Surto Epidêmico de Gastroenterite "Owg": Um Eêmc Excíc E Tçã: A: F: E Av Wm Ogzçã P-Amc ú Uv ã P (Pó-R çã Pó-çã) C D C Pv OWEO : UM URTO EPIDÊMICO DE ATROETERITE * OJETIVO Aó ém xcíc á cz : m m; b m cv êmc; cc cm x q c ív víc mã; m vgçã

Leia mais

15 SENTIDOS BUFFET DE GALA 30.12.2013. FOUR VIEWS BAÍA 20h 02h VER MENU

15 SENTIDOS BUFFET DE GALA 30.12.2013. FOUR VIEWS BAÍA 20h 02h VER MENU 15 BFF G 30.12.2013 F VW BÍ 20h 02h V ua das aravilhas, 74 lha da adeira, ortugal el: (+351) 291 700 200 15 BFF G 30.12.2013 F VW BÍ 20h 02h Í 1 2 ÁV HF Õ BÇ 3 ÇÃ G 5 7 F 4 6 B À H 9 Z 8 VV FH V V B FÂ

Leia mais

UNIBR - FACULDADE SÃO SEBASTIÃO HORÁRIO - 1º SEMESTRE 2013 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA, LICENCIATURA BIOQUÍMICOS APLICADOS A EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIBR - FACULDADE SÃO SEBASTIÃO HORÁRIO - 1º SEMESTRE 2013 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA, LICENCIATURA BIOQUÍMICOS APLICADOS A EDUCAÇÃO FÍSICA B F B HÁ 203 : Ç FÍ, (*) s tividades omplementares realizarseão aos sábados de acordo com o alendário etivo 3/03/204 F Í B H B F B HÁ /204 Ç FÍ, /BH Ç FÍ HÁ ias da emana 2ª F 3ª F 4ª F 5ª F 6ª F ducação

Leia mais

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA Kll Kll Sá A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO

Leia mais

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o .. u p v g c C C O ) F h C I ( É, - p c c ç u u g w w p g c u F C I ã ) A U E ( C D h W k N f N h C F. z c v p ç p g u ) k M U ( E ã A M ) P S ( M P S E k M G p v h F C O ã b S Apc gc Agc Ag c R z O v

Leia mais

! "#" $ %&& ' ( )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36 " #89 : /&*&

! # $ %&& ' ( )%*)&&&& +,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36  #89 : /&*& ! "#" %&& ' )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) 3 4 5 6 7 36 " #89 : /&*& #" + " ;9" 9 E" " """

Leia mais

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto Cu A f ê glblz fçã pu u f hv u p. v ég p pl, vé pç fl pu, qul pp vçã uz. O Hj Tp P v é á v v pê âb gh lg pu u fz ppçã qu. P v u f é á lz p u l up à ê, u p p. Só é pívl l lv u v vlv pê ful à gh pu. Qul

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - Ax A p N Vé N Vé - 30/06/204 04//203 2 - N Tí g Ag N 20/05/987 PF 7265577-40 M p 788725 - @fb g A Açã Lçã Ap p

Leia mais

Bem-vindo! Depois de percorrer

Bem-vindo! Depois de percorrer B-! D çã O ê B, ê ê á! A, í ó, á,,,, ç. P é, á ê á. N ó á, ê á çã. D-! Tâ T ê. V ó ê. Há? - >>> >>> >>> >>> - >>> ìì - >>> >>> >>> 2 3 + TRÂNSTO DE PALAVRAS Há á õ ê. V. FRASES CÉLEBRES A ã í? Fç ê. O

Leia mais

Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo

Artigo Inicial: 4 Artigo I (A Semente é a Palavra de Deus): 9 Artigo II (Alvo de Contradição): 20 Artigo III (Novo Adão e Nova Eva): 26 Artigo 1 !" #!#!$" %&''() 2 Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo IV ("São José"): 37 Artigo V ("Corpo

Leia mais

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR Níc PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR A Pó-R Pq Pó-Gçã PROPESP, públc p chc, REABERTURA cb pc Rchc Dpl c b x c b P N.º 0746/2016-GR/UFAM. PROPESP vlg çõ p c

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 3- t D q vz? Jé Rid Mi Cpítl 1 P gt Td é di pfit p l: U liv lgl, d lid. E t d di fz d! P Hê: U di vô lá íti, vid hitói d tp q l id gt. P Hit: Ah, di d ihd, it l, it ág, it hi! P L:

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2011, DE 07 DE ABRIL DE 2011.

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2011, DE 07 DE ABRIL DE 2011. EDITAL DE CONCUSO ÚBLICO N.º, DE 7 DE ABIL DE. ULISSES CECCHIN, EFEITO MUNICIAL DE IBIAÇÁ, E G S, bõ g, TONA ÚBLICO b õ v phm vg x q vm x p g x q g, gm Eá. O g, úm vg, g há m, v á m, pã f m z g ã g: C

Leia mais

Gazeta de Coimbra , 2º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra , 2º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz Cb - 95 º Pb J R URL URh//bgb/b/UCB-GHC-69/h URh//hh/036/9 7--07 44500 vgçã g í Bb Dg UC Dg UC Pb UC õ çã v Cçõ U Bb Dg ív h//g/-/ Cf x f Cçõ U g í q ç vá zçã v z () () ç P çã ç z é g q g () í() g()

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3 Ambulâncias 111 Serviço de Transporte de Doentes e Sinistrados, S.A. 03-CG-22 03-CG-23 03-CG-24 13-72-XQ 17-EM-31 19-IX-83 19-IX-86 24-EC-12 35-79-QP 35-CD-95 45-GQ-20

Leia mais

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&'

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&' ! " #$$# ! " #$$# %! ' () #' (( * + ), (# -. / 0# () -. 1 234 3 5 3 0' (0 -. 1 1 6$ (7-. 1 - - 6,!" # 8( #( - 1 80 ## -!+ 8, #) -. ') #0 -. 1 ', #0( -. '' #0# - ($$ #0) - ($# $!"% ($, )(-! 9 (#$ )#- %

Leia mais

APROVADO EM INFARMED

APROVADO EM INFARMED L flh - C flh. P l. - C h ú, l é fê. - E f. Nã á-l : -lh jl q. COMPOSIÇÃO: C é: Czl - 200 Ex q.b.. - 1. Ebl 10, 20, 30 60 KETOMICOL - C Czl FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Kl - C 200 zl, çã l bl 20

Leia mais

Messinki PUSERRUSLIITIN EM 10 MM PUSERRUSLIITIN EM 12 MM PUSERRUSLIITIN EM 15 MM PUSERRUSLIITIN EM 18 MM PUSERRUSLIITIN EM 22 MM

Messinki PUSERRUSLIITIN EM 10 MM PUSERRUSLIITIN EM 12 MM PUSERRUSLIITIN EM 15 MM PUSERRUSLIITIN EM 18 MM PUSERRUSLIITIN EM 22 MM Messinki Tuote LVI-numero Pikakoodi PUSERRUSLIITIN EM 1551002 XV87 PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM 35 MM 10X

Leia mais

Sobre a obra: Sobre nós:

Sobre a obra: Sobre nós: Sobre a obra: A presente obra é disponibilizada pela equipe do ebook espírita com o objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos, bem como o simples teste da qualidade da obra,

Leia mais

Secretaria de Educação

Secretaria de Educação º 6/4 Á Ç H, õ 9,,, à v 9 4 F º 9.94/96, z 996, : - q vê 8 º.9, z 7, q ê - F; - h º /, q x z ív ; - í, jv h: h, vv; - z í, v 4, ív, q;. º F q à v ív, q, v 4, j v v ô Ú, v x. º ô Ú á z 4 v 4, à h, í x -,,

Leia mais

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30 Reles de Monitoramento de Corrente SIRIUS Os reles de monitoramento de corrente supervisionam não apenas os motores ou outras cargas, mas adicionam facilidades para o monitoramento da corrente ideal do

Leia mais

Universidade. Você na

Universidade. Você na Jl Gâ zb 2015 N. 1 Vcê Uv Alé fl M 50% públc v E Mé c f v cl. Fl cçõ fc p fl é p chg à v. Pc l b q lé f pf v l cíc ccí pp p v. 2 Vcê Uv EXPEDIENTE Jl Vcê Uv Rçã Gclly D Eçã Gclly D Fgf Gclly D T f Gclly

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 101 Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Aveiro - Velhos 51-81-LG 66-32-UG 73-NF-90 21-70-SQ 40-32-SU 76-IG-48 60-OV-17 01-HI-83 05-30-UR 09-79-LV 09-AO-94

Leia mais

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry.

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry. SIRIUS SENTRON SIVACON Catálogo LV 90 2009 Baixa Tensão Corte, protecção e comando Answers for industry. Interruptores de corte em carga, sistemas de barramentos SENTRON 8US Introdução Tipo 3NP 1 3K 3NJ4

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS 1. Objetivo: 1. Esta rotina permite importar para o banco de dados do ibisoft Empresa o cadastro de pessoas gerado por outro aplicativo. 2. O cadastro de pessoas pode

Leia mais

! $&% '% "' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 / " ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',!

! $&% '% ' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 /  ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',! "#$%% $&% '% "' ' '# '"''%(&%') '*'+&%'# ),'#+# ' %, # - ' # ' "%'''' ' * '. % % ', '%'# ''''') /%, 0.1 2 / " ') 33*&,% *"'",% '4'5&%64'' # ' + 7*' # + "*''''' 12''&% '''&")#'35 ''+,'#.8.&&%, 1 92 '. #

Leia mais

Gazeta de Coimbra , Outubro Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra , Outubro Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz - 90 P : J UL : U::///2/UB-GH-69/; U::///062/22825 : -N-207 2:55:7 çã B D U D U P U õ çã T çõ U B D :///-/ T çõ U q ç á zçã z () () ç P çã ç z é q () () () zçã N q U D ó D D çã á ó q é á z- à ^ $

Leia mais

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? <" 2= $>A 9. $ = = 5.

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,?  2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? < 2= $>A 9. $ = = 5. !"!"#$ %&!$'#(%)"&!'&*)+),#)&!-+.$#)/ %&! #$% $ &' 0123 ()**+,+,*& #$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 3@ #$45 6-= $,?

Leia mais

Ladrão é ferido e outro preso em troca de tiros

Ladrão é ferido e outro preso em troca de tiros j G www DÇÃ: GÂN - G TÇ- JN D f D N ã f G 9 f q N (9) N ( k Gâ) ã f í çã G (D) j új çã G : f G G Gâ ç-f ç D ç ô ç fâ É f q ç ô f T! ã ã f ã xê ã f f f q êx D G ê N j f ã ê Hj ç j q f f f ç ê f ç! N q N

Leia mais

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo a Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa o Consumior Câmara os Deputaos Praça Poeres Consultoria Legislativa Anexo

Leia mais

(""!)*+,-+.)!"!%*+/+.+)+0*!%,-/)+/!*)! (1%2(+"/+/2+,-3".!2(+(/+/!/!/2+,-!!"!%44(!%*.!+%(4!)"(/+/! 4+/!("0+5+2/+/!/!(1%2(+"!!2% 6(+

(!)*+,-+.)!!%*+/+.+)+0*!%,-/)+/!*)! (1%2(+/+/2+,-3.!2(+(/+/!/!/2+,-!!!%44(!%*.!+%(4!)(/+/! 4+/!(0+5+2/+/!/!(1%2(+!!2% 6(+ !"# $!&"' (""!)*,-.)!"!*/.)0*!,-/)/!*)! (12("//2,-3".!2((//!/!/2,-!!"!44(!*.!(4!)"(//! 4/!("052//!/!(12("!!2 6( )(!*/)7)8!"")*)9(!:" ;;< ! /(2!6!)=! " # $$ &'()*, $-./0 $10 0- #2334 * &'()2, $-./0 $10

Leia mais

!"# $% & '(!)% $# $*)%+,& #-.%#(# #(# #. %/$#0 *. #"(*$& #12 &-%(3-!& $# 2-&4#(&" %2-&5%$&" 2# &!!"(6-!& $% %/$#!& $# %#!-& #7#.

!# $% & '(!)% $# $*)%+,& #-.%#(# #(# #. %/$#0 *. #(*$& #12 &-%(3-!& $# 2-&4#(& %2-&5%$& 2# &!!(6-!& $% %/$#!& $# %#!-& #7#. RELATÓRIO FINAL !"# $% & '(!)% $# $*)%+,& #-.%#(# #(# #. %/$#0 *. #"(*$& #12 &-%(3-!& $# 2-&4#(&" %2-&5%$&" 2# &!!"(6-!& $% %/$#!& $# %#!-& #7#.8-&9 :;;< 5 -=%!7%+,&0 "(%+,& $# -%8% >& 8"#-5%(3-!& $&"

Leia mais

Índice alfabético. página: 565 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z. procura índice imprimir última página vista anterior seguinte

Índice alfabético. página: 565 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z. procura índice imprimir última página vista anterior seguinte Í é á: 565 á é í ú á í é á: 566 A A é, 376 A, 378 379 A á, 146 147 A, 309 310 A á, 305 A ( ), 311 A, 305 308 A á B, 470 A á, 384 385 A,, ç Bç, 338 340 A é, 337 Aé, 333 A, 410 419 A K, 466 A, 123 A, 32

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

Tratamento hidrófilo do permutador com produção e velocidade do ciclo de descongelamento melhorada.

Tratamento hidrófilo do permutador com produção e velocidade do ciclo de descongelamento melhorada. 05W APRESENTAÇÃO - CARATERÍSTICAS 04 SA CA/MCA SP/MSP MB/XB MC MD/XD XC Cbu -ã ã áu T hóf u uã g h M 2 gu áx ê u x -15 C A fu, u x u bx (DC-INVERTER -15ºC) Cfguã ub b z u u gé T G F ó uã é ã qu fã bóg

Leia mais

INDICE EDITORIAL... 2

INDICE EDITORIAL... 2 INDICE EDITORIAL... 2 MATÉRIA DE CAPA... 3 Nietzsche - Vida e obra... 3 Investidas contra o Deus moral obsessivo... 4 Entrevista com Paul Valadier... 4 Buscando o critério de avaliação das avaliações...

Leia mais

Operação Urbana Consorciada Água Espraiada. Diretoria de Desenvolvimento e Intervenções Urbanas Agosto 2007

Operação Urbana Consorciada Água Espraiada. Diretoria de Desenvolvimento e Intervenções Urbanas Agosto 2007 peração rbana onsorciada Água spraiada iretoria de esenvolvimento e ntervenções rbanas gosto 2007 peração rbana onsorciada Água spraiada istórico peração rbana onsorciada Água spraiada foi registrada na

Leia mais

Correção da fuvest ª fase - Matemática feita pelo Intergraus

Correção da fuvest ª fase - Matemática feita pelo Intergraus da fuvest 009 ª fase - Matemática 08.0.009 MATEMÁTIA Q.0 Na figura ao lado, a reta r tem equação y x no plano cartesiano Oxy. Além dis so, os pontos 0,,, estão na reta r, sendo 0 = (0,). Os pontos A 0,

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

$ " ( % . &/0.1 (+ 2 / */ & 4*"53 7==78&9 +! :% 5 333A 3B4 3 >! % :3 (C!4"3 .?*9E=;F;#F=#<<F#"FE 3& &>! 4 3 C43 3%;3#%<=30.!

$  ( % . &/0.1 (+ 2 / */ & 4*53 7==78&9 +! :% 5 333A 3B4 3 >! % :3 (C!43 .?*9E=;F;#F=#<<F#FE 3& &>! 4 3 C43 3%;3#%<=30.! ! " $ " %!' ( % )*!+ %),-+. /0.1 (+ 2 / */ 2-3-2 4*"53 7==789 +! :% 5 333A 3B4 3 >! % :3 (C!4"3

Leia mais

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

63789:!" #$$!%&'" %%($!)* '+($!%,'$'!)' '';! +! <' = + -.%" '$/0!)" #$!/0!)%&! + 2 4> + ; (! ; ( 8 ; ( ; *(" #+ + ; ('+ +? '

63789:! #$$!%&' %%($!)* '+($!%,'$'!)' '';! +! <' = + -.% '$/0!) #$!/0!)%&! + 2 4> + ; (! ; ( 8 ; ( ; *( #+ + ; ('+ +? ' Página 1 de 31!"#$%&'"!!"( )* +,-./(,0 " #1$,*2 34#5'+ 63789:!" #$$!%&'" %%($!)* '+($!%,'$'!)' '';! +! .12 # '1 + #%

Leia mais

Esta e outras obras disponíveis em:

Esta e outras obras disponíveis em: A VERDADEIRA HISTÓRIA DESTA CIVILIZAÇÃO DA TERRA Jé C F C AVISO DE COPYRIGHT Cy (C) 2004. Jé C F C. T. O y bz b ://www.f./y/jf ó çã bçã j y ú ã j. ã 1.0 2004-03-06 E b í : ://www.f./y/jf A VERDADEIRA HISTÓRIA

Leia mais

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL ESPECIAL 1 CRREI BRAZILIENSE AS MARCAS D ABUS SEXUAL MANUELA, 35 ANS: ABUSADA NA INFÂNCIA PELS NAMRADS DA MÃE MAIS SILENCIS DS CRIMES ACNTECE DENTR DE CASA, CNDENA AS VÍTIMAS A UMA DR SEM DESCANS, DESTRÓI

Leia mais

dno 72.'-Número &sz-sabado 14 de lulho de ^ ?Wah da Emma Campeão das vaíacías, NP_ Publica-se aos 'sabadbs 'F3P "sab d?de

dno 72.'-Número &sz-sabado 14 de lulho de ^ ?Wah da Emma Campeão das vaíacías, NP_ Publica-se aos 'sabadbs 'F3P sab d?de 7Nú &zsb 93 GDTR Lããâ R 5 ^ z Pb bb 8Ê ü%% à 93? É?ê / 333 S bõ ) b F3P b? N59 J bã àlê @ z S5 Nã 5 ] ããããà b y3338% 359 7 b? Cã NP > â â ã & â ê Nú 8 5 BZZF G 85) B! bz 5 ó b ã > z z ó R à! P? z J Sb!

Leia mais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA Condições Gerais VERSÃO 1.3 CNPJ 28.196.889/0001-43 Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41 Condições Gerais Seguro Faturamento Agrícola versão 1.3 / Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41

Leia mais

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF Henrique Leonardo Medeiros Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional Privado Câmara dos Deputados

Leia mais

Boletim de Análise de Conjuntura em Relações Internacionais S # $ % R ' (

Boletim de Análise de Conjuntura em Relações Internacionais S # $ % R ' ( Boletim de Análise de Conjuntura em Relações Internacionais S # $ % R ' ( 2 " 8 10 1& 2 )*+,-. /,. 01023*. /, 45-6*,5708-90/, : +,;, P03;,@,. 1*60. /, 7A. B,;-C-08,@

Leia mais

QUINZENA. llorelli) Ella em fe la$ v. n.

QUINZENA. llorelli) Ella em fe la$ v. n. QUNZEN O MMO D E R O SS (VCOTE DE ORELL) ::g P q g E g g F" g Nã \ F f "q " E q "E?" H x g : "S ; g? " S í x& E f$ D g 3 f j U z! F : "P S Mg R :: " E f O NTU R LS MO O E g q E f ã ; q g y g ; q f çã ;

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA SOCIAL

INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA SOCIAL ! #$ % &' () ) *%"++, -. /. 0 1 2 3 ' %1 5 - % (0 6 7 0 8 9 % 8 ) 0 1 ' 8-9:;1 % 09: . '?/ %

Leia mais

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães Diretor de Operações Adriano de Magalhães Manual de Abastecimento de Água pág. 2 !"!#$$ %"&'()*%+,%-%+,%./&01

Leia mais

! " #! $! %! " & ' ( )!! " * + " *, %

!  #! $! %!  & ' ( )!!  * +  *, % ! " #! $! % "! &' ( )!! " * + " *, % ! " # $ %!"#$%#&'()%#*&+ *', #%!-").%",')/&%001 #2% '.32"!'.)%#%2'%%4"'&)'#.)* *.'*#' 2)%#&"'&)' *'!&%5'/65*#'& &*#78% 2*5#%#2)'29:* #;!')*

Leia mais

ALPHA FIX Conectores catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 4/19/07 5:11:56 PM 4/19/07 5:11:56 PM

ALPHA FIX Conectores catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 4/19/07 5:11:56 PM 4/19/07 5:11:56 PM ALPHA FIX Conectores FAMÍLIA ALPHA FIX A família de conectores ALPHA FIX permite uma perfeita conexão para cada aplicação, proporcionando flexibilidade, facilidade e rapidez nas montagens. Os conectores

Leia mais

Manobra e Proteção de Motores. sirius. Métodos de Partida

Manobra e Proteção de Motores. sirius. Métodos de Partida anobra e Proteção de otores sirius étodos de Partida étodos de partida Índice Páginas Partida direta coordenada com fusível... e Partida direta com reversão coordenada com fúsivel... 5 e 6 Partida estrela-triângulo

Leia mais

'!"( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, ".6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # )

'!( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, .6 )) -2 7! 6))  ) 6 #$ ))! 6) 8 9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) !" #$%&& #% 1 !"# $%& '!"( )*+%, ( -. ) #) /)01 01)0) 2! ' 3.!1(,,, " 44425"2.6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 4442$ ))2 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) 44425"2 ))!)) 2() )! ()?"?@! A ))B " > - > )A! 2CDE)

Leia mais

! &! $ '()*+,-./01234435 #78!99

! &! $ '()*+,-./01234435 #78!99 1 ! ""#$ %! &! $ '()*+,-./01234435 634432 #78!99 #:;&9 2 !" # " $!" %" # $ &'()*+(,$$#% -.*/0(1)2)3425 3 Marcelo O. Coutinho de Lima 4 )*+, 9 82 "! 9!2 $ $ $?$@; *7 A> =" " ); B$" 9 $

Leia mais

mhtml:file://c:\documents and Settings\cbeirao\Ambiente de trabalho\nova pasta\oprim...

mhtml:file://c:\documents and Settings\cbeirao\Ambiente de trabalho\nova pasta\oprim... Page 1 of 21 9:! " #$"%&'&"$( &)$) '$)& '&)&*&"("" ' $(($)+"&)) "$)$* $*,( )*-)' "&'./.-&)) $ ")#$0$' 1 2$$$".,&)$)'"3 #)) &"$' )$*, )+"/&)!*&45-'"3&.' " $*/'&$ 5&("&" './ ")&)&)'$' )+" ;

Leia mais

CEASA CAMPINAS Centrais de Abastecimento de Campinas S.A.

CEASA CAMPINAS Centrais de Abastecimento de Campinas S.A. 5 /0 46 /0 /7 0 0 /0 81 9:/ //1" ;/4/9=//9/ 5?"*1 5?" 5@4//A/817:/0 B #C/ 0 46 /0 /7 0 0 /0 81 9:/ //1" ;/ 4 / 9< 0 1 =// 10/)81:/61B /9 / D +, &)&& 14 D +, %---)''$/0>1 E B #C/ : 7 @4/

Leia mais

! " "! "! # $! % & ' ()& )& * + " *

!  ! ! # $! % & ' ()& )& * +  * ! " "! "! # $! % & ' ()& )& * + " * Ficha catalográfica elaborada pelo DePT da Biblioteca Comunitária da UFSCar S586jg Silva, Efraim Oscar. João Gilberto Noll e a subversão do real (representação, deslocamentos

Leia mais

Diversão e cultura para a gurizada - Nº de outubro de é dia de comemorar

Diversão e cultura para a gurizada - Nº de outubro de é dia de comemorar Dvã l z - Nº 79-13 2013 AL I C E P S E EDIÇÃO á v ç é Pí, 13 2013.l.. 2 O f F çã jl O h çã E G Pv 15 Ró T C Cç f h ô çã ê lç l. Jé Alx Slv Jú, 8, E.M.E.F. Jã XXIII, Al Nv f v 7 8. Gl L, 10, GEO Tú, Jã

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012 ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO Rio de Janeiro Outubro 2012 ATIVIDADES EM ANDAMENTO Poço Bloco Prospecto Sonda Distância da Costa Lâmina d água Status Net Pay CY TBMT-1D/2HP BM-C-39 Tubarão Martelo

Leia mais

REGULAMENTO DAS PROVAS OFICIAIS FEDERATIVAS

REGULAMENTO DAS PROVAS OFICIAIS FEDERATIVAS REGULAMENTO DAS PROVAS OFICIAIS FEDERATIVAS ÉPOCA 2013-2014 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL !"#! $%&"% '! % ( )* % +, -- )*!"% % -. /0 1% 2 333-4 /0 1% 2 % -5 )*!"% 6 %%7-8 9 : 9 97 2 % ' )*!"% *9.

Leia mais

! &" #$& "% '()) '()' 4 )* * +, ' -./ )* 0' ( ' 1% +, 2 ' 3 -./ $ * + *,-. / #. 0! " 1 $ 2 3 # $ $ % & ' 4 " *.! " * 5 5+ * 6 7 # - 7 # ( $ % & '

! & #$& % '()) '()' 4 )* * +, ' -./ )* 0' ( ' 1% +, 2 ' 3 -./ $ * + *,-. / #. 0!  1 $ 2 3 # $ $ % & ' 4  *.!  * 5 5+ * 6 7 # - 7 # ( $ % & ' ! " # $ % ! &" #$& "% '()) * + *,-. / #. 0! " 1 $ 2 3 # $ $ % & ' '()' 4 " *.! " * 5 5+ * 6 7 # - 7 # ( $ % & ' 4 )* * +, ' -./ )* 0' ( ' 1% +, 2 ' 3 -./ $ 3 4 SUMÁRIO MATERIAL DE ATUAÇÃO PRÁTICA PARA

Leia mais

AVES DESCLASSIFICADAS CANÁRIOS DE COR

AVES DESCLASSIFICADAS CANÁRIOS DE COR CC001 852 Q FOB BB 0044 2107 06 0029 MANCHA(S) AMARELAS NA COR DE FUNDO VERMELHA CC001 6821 Q FOB FK 0289 0018 06 0030 CC001 11673 I FOB KA 0040 0078 06 0900 CC002 2286 Q FOB CE 0004 0230 06 0800 HARMONIA

Leia mais

7 * ": ) : : I* 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O* P " 7 "! M * : : # M

7 * : ) : : I* 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O* P  7 ! M * : : # M 7 ": ) : : I 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O P " 7 "! M : : # M # Q 7 97 8 ! # # I ) H3"K # : R : : 9 M ) # 9# Q ; : 9 : IM Q ; 9M O H8 7B3B K : 9 ) 4 4; 9 < : ) 9 # : M :!# ; : N : " 3 S T! S U # I T S # H3"K

Leia mais

Técnico Desporto: Jorge Vicente

Técnico Desporto: Jorge Vicente Técnico Desporto: Jorge Vicente Évora, 2010 !!" # $ %!! "#$%&''$(&#&)*$+$*,$#+-$ &$''() * $$!+,- $#.+/0$&#+1(&2+'& 3#&)*$(&4$5&*'./ '0*!$ $ 11 2 '6#+67,)+'')%$8&(+,9,)%+' $.8&6)/0$&&'&*5$15).&*6$')'6&.:6)%$(+&#;$#.+*%&

Leia mais

121,8 127,6 126,9 131,3. Sb Te I Xe 27,0 28,1 31,0 32,1 35,5 39,9 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83, Ga Ge As Se Br Kr. In Sn 114,8 118,7.

121,8 127,6 126,9 131,3. Sb Te I Xe 27,0 28,1 31,0 32,1 35,5 39,9 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83, Ga Ge As Se Br Kr. In Sn 114,8 118,7. PRVA DE QUÍMICA º 2º 3º 4º 5º 6º 7º TABELA PERIÓDICA DS ELEMENTS (IA),0 3 Li 6,9 Na 23,0 9 K 39, 2 (IIA) 4 Be 9,0 2 Mg 24,3 3 (III B) 4 5 6 7 8 9 0 2 20 2 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Ca Sc Ti V Cr Mn Fe

Leia mais