Gestão de Pontos do Programa GESAC - Ações de Inclusão. Digital no Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão de Pontos do Programa GESAC - Ações de Inclusão. Digital no Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá"

Transcrição

1 Gã P Pg GESAC - Açõ Iluã Dgl C Culu Dvlv Pá (CEDEP) El M M Ru (EMMR) Pqu C Bíl. B M N Mé Cuçõ Pl Al R Nl Pqu-RNP Sly M Suz C FCI/Uv Bíl l

2 Ru E blh flz gã p pç Pg GESAC, u çõ p g luã gl (ID) u pv u. Al x qu çõ ppçõ lfbzçã gl b fá çõ. N bu ppçã lh p luã gl p pç, blh v plçã Mlg S Flxív (MSF) ul pqu. A p u bg qulv ppv, pqu u, l, ppçã ulâ pqu pqu, b flxã ju b l b bu pl zçã p b x, fçã uçõpbl ppçã çõ (luçõ) pív. Obv-, p pç Pg GESAC, qu fqüê u p p u pqu. Ivgu-,, vg f plçã lg íf gã p pç GESAC p p ID. U pp f Pg GESAC, ful u lg lg l p u l hgê plx. Fl l gã p pç, l çã fçã, vlçã ID, u, qu g fl l juu. A plçã Mlg S Flxív vlu-,, b pu fz. A lg pu ál pfu plx u x, p í, ugã çõ ég p gçã u pu I à u ll. Ou, p lh z, p ppçã u lóg GESAC u gf pl pv u l. Plv-hv: Iluã gl, Tl, Mlg S Flxív, Pg GESAC. Plv-hv Iluã gl. Alfbzçã gl. I. Apz. Cuçã fçã. S fçã. Cê fçã.

3 1 INTRODUÇÃO Sgu Sj (2003) D (2003), f l - qul qu à I ( l glbl ) qul, pl pl lg fçã uçã (TIC). E pp v qu p u u lg pl ppulçã bl á fl pblzçã u vç ê pgóg lu l públ à ppulçã l bx, u pu uçã. P up f, Mé Cuçõ (BRASIL, 2003) âb Pg GESAC, pblz, p 2003, p pç1, à I, b lg, u ju u vç TIC vl p luã gl (ID), pfl, p u fx C, D E ó l. A p ll, p pç p uçõ uz v: lbó fá l públ, l, hp públ,,. Obv- qu x lgu p pç GESAC qu fqüê u p p u pqu, 5 (). (MIRANDA, 2006). D plçã Pg, blh flz gã p pç GESAC: u lbó u l públ l. N p GESAC bx u, l- x qu O l é p l fz fál p u bx, qu l lz p ID, ppí p ul f uá (FARIA, 2004). Epç públ qu põ qup à I, vl p úlpl u f luv. (N Gl Pg GESAC, 2008)

4 çõ ppçõ lfbzçã gl b fá çõ.. P quõ p çõ p vlv luã p blh, pçã p u l Pá u lbó fá u l públ Bíl f ul. O p pç, f 26 p DF, f l C Culu Dvlv Pá/ El Ifá C (CEDEP/EIC), Pá, lbó fá El M M Ru (EMMR), Pqu C. O p pç Pá é b à u, u gzçã uá pávl p u gã. Eá llz u plx p vlv l, u pç ã f p u bx gã. Já, El M Ru (MMR) é u l pl, p à S Euçã DF, qu, xluv, u xluí. N u l b, p u pl gl. Eu p pç GESAC, u l fç u u xpê qu pl pbl b f p, võ çõ ID. V pp lh gã p GESAC p fá u çõ ID, blh pl Mlg S Flxív (MSF) (CHECKLAND, 1999; WILSON, 1999) ul pqu. A p u bg qulv ppv, p uçã pqu f ulâ pqu pqu p póp l, z p b l, f uçõ-pbl pp çõ (luçõ) pív. N, blh ppõ, b lu MSF (CHECKLAND, 1999 WILSON, 1999), lv uçõ-pbl píf P GESAC, l z z gã p çõ ID pl P, qu f p gã pblá p fv, fz f. Ppõ uç ulu pív jáv, qu f P Iluã Dgl fê ID.

5 E lóg píf, p- l gu bjv: ) f pf qu u P (pf, upv) lu ppl uçã-pbl qu u p pç u çõ ID; b) p ppçõ vlv p (ív ll, ul fl) b ul u P pç GESAC, u pâ u pl; ) pp, b ppçõ p vlv, uç ulul pív jáv p f p pç GESAC l fê ID. P f, p- qu l p pl MSF p v b, u fê p ál gõ p GESAC, v u çõ ID. 2 CONCEITOS E DIMENSÕES SÓCIO-ECONÔMICAS E CULTURAIS Há ê é, v lg fçã uçã (TIC) I, p x u v, v f quz p p, ã b puz, fçã qu pu. N h S Ifçã Ch, ul pu z- u p f uçã çã l, f u p vul fê fçõ h.

6 (CÂMARA, 2007). Nv f puçã h, gzçã blh ppçã l z zçã u TIC uçã h f gl (gl v). Eg, ã, u x l qu gv u fçã, p é TIC, ég p pçã u. Bu-, p pçã, uçã gul ô. C f, úl é, plf pqu pg, gv u ãgv, pup luã gl. N x, ug, é 80, Sué D, p l u, f - blh, p pç. A p êx xpê, plí çã l plf p vá pí é pb. E- p l, u pç públ p u fçã p TIC, fl p u, uz gul ô pv. E v lu, qu f gu é fl, uu fí f uçã, u l, u p pç, é ppó z u l pp fçõ á p vlv ul, pl, l ô ã. (GOMEZ; HUNT; LAMOUREUX, 1999 pu BARRETO, 2008) O l ppõ- lg qu pl pv lg; bé ã uá ulu, lug p fçã p ã. (BARRETO, 2008) P qu bjv j lç, Af (2000, p.10 pu BARRETO, 2008) ppõ v çã à: f-uu : fl lv vu ll;

7 pçã: u fçã qu p fgu, p vlv vç ; gã u (ubl): vblzçã ô f p g uçã ulzçã vç l; N Bl, v p zçã fçã luã gl ã vá. O póp lfb ppulçã, ã-zçã fá, fl u hu p f uuá fçã lh pu l fçã, u. S-,, fl v çã qu g bl p uuá p pç u u pu. I qu z, p pgu bá: l u pu I à u ll? O g f - póp gfçã u pu I pl u quã. (CASTELLS, 2002) C f, uçã ulu ul- á çã p luã gl. Afl, ã f p u pu, bé, vlv pê á p llz, l, p, l lh fçõ, xg zçã, v p p víu.2 Fl-,, g Cb qu l u p é b luã gl : E luí é pz pp, qu, puz,, f, é p g â l, u â (BONILLA, 2001). O p luã gl v uvl u TIC, uufu uvl bfí z p lg. (BRASIL, 2003). P v p qul u lg fçã uçã, -, lu plz, fluã, luã

8 luã gl, qu j l u pf, u, u bblá u u u ã, blh l, l u u l, p xpl. Há vé b f pg gv p luã gl ê pl. Cí, gl, v p p fíl g. (BARRETO, 2008) Dful,, qu l, u p pç, vlv u, pul u ll. C f, vlçã gã u l, u u p pç, v p p p l, b: çõ é f-uu, pp pçã à u, çõ çã gã u ubl. A vlçã v p plx ll. Dv fl f gul qu u ll pp u ful, qu- f- f u l. Dv,, p qul l vlv çã luã gl. N, u MSF é b pu p pbl, p u ul pã, ál uz qulv. Aál,, qu p g pl çõ ppv pfu píf p p pç u u. gl, l gl luã ó-fl. A fç lóg juf-- p f êf pl lg à fçã, é u í, v puv fçã. (AUN, M.P., MOURA, M.A, 2007; CÂMARA, 2007)

9 3 O PROGRAMA GESAC O Pg GESAC é pçã v vç Bl. Svç pblz pl pl: f P º 483, 12 g 2008 (hp://bbl.bl.gv.b/publlçõ/...) p pç I, b lg. O Pg vblz qu ( l) uuá (pu), uíp bl. O 27 (v ) E Fçã ã pg, pl u hg u: z ub, z u, íg, qulbl, p f, uíp bg pl Pg F Z, l públ (PROINFO), l uá, u l (u f) l gó (MENDONÇA, 2005). O pg GESAC u- u pç uçã p u bf. Pv uvlzçã ppulçã à v lg é u l p uçã p públ ã. A pçã ã,, P GESAC é u p Pg 2005, qu á p f, up vlv pj uá, u à â (MIRANDA, 2006). O pg f u ju 12 (z) vç : Cu-TEIA: C Elô, L Duã, Sup à Pj Cuá, Gã Ch, Agê Ní, Gã Gup (Ag, Cálg, Fóu, Tf), Gê Du (CVS) Hpg Pág, pz ul u fw lv. O vç p u (TEIA): Há u uu g çã vç, f g fç up u lg pblz à u, b fç p gã ph qul vç p. T plv vç pg ã fw lv (BRASIL, 2003).

10 O Pg GESAC é hj xu p Mé Euçã (MEC), Dvlv Sl (MDS), Df (MD), Plj (MPOG) Dvlv Iú Cé Ex (MDIC). V p: Ou lv ã Iu Tlg Ifçã (ITI), Sp, ECT, B Bl, Ebp, El u é gzçõ ãgv. I fl xuçã pg, pbl vl plçã, gvbl vlv u (BRASIL, 2004). 4 A PESQUISA 4.1 A Mlg S Flxív A lg S Flxív pbl lbçã uuçã p b u uçã-pbl bí u l. D f, lg ã b ál qu u l;, plçã píp p uu p b qu u l (COSTA, 2002). A MSF ppõ à ál uçõ-pbl plx, pul, vl p v hu, bu lá-l f pbl x pp lh. Su vlv fê lg ál, b fçã z qu pl pbl l-f u l-uu, íp v hu (WILSON, 1999).

11 D u bg pqu l qulv, MSF ulz- é pqu-çã p g gu bjv (BARROS, 2004): E l b v võ u vlv; Exp uçã-pbl f pó, f ppl fl ál x qu vlv; Expl pp qu g ppl, u lçõ plçõ luçã u lh p; C l u qu p â p lh;, Ipl uç pív jáv. A lg S Flxív u qüê ág ál u uçã-pbl bu bjv, Dg Eág Mlg S Flxív (COSTA, 2002). 4.2 Cl A ál ul (GIL, 2002) f lz p u f GESAC pp pj, ló vlçã l, g, lv u I, pív Bbl Dgl Pg GESAC pl (hp://www.bl.gv.b). F ul bblgf b p ê Mlg S Flxív lv, g, blh plçã lg Dp Cê Ifçã Duçã (CID) Uv Bíl (UB). A v lz v ppl ful ál qulv l p GESAC (MARCONI, 2004). N p pç

12 CEDEP/EIC f lz l, v g lu. N lbó fá EMMR, f lz u v p v l lbó fá, pv. Iflz, ã f pívl pl quá pl lu El M Ru. 5 ANÁLISE DO PONTO DE PRESENÇA DO CEDEP/EIC 5.1 Eág I: Suçã pbl l-uu Dçã ál p pç: O p ál p pç llz C Culu Dvlv Pá (CEDEP), f l u v lz 01 bl A p v ulu u ló vlçã lb pl qup pávl GESAC Mé Cuçõ, fçõ ú up p v páv pl p pç v. A gu v f lz p u qup ulpl p p b Mé ju lu UB, bjv u põ b çõ luã gl Tl v pívl plçã Mlg S Flxív. N x, f uz v p pç, S. Wly P N, pf Fk Nu lu p. E p pç p hó x pul. Fu bl El Ifá C (EIC) - u l fá bjv u, qu p CEDEP. O lv ph u 2 gu, p p lh x vf plçã

13 luçõ. N pá, çã u GESAC v, lg à çõ pp EIC p u bé plh v CEDEP. A EIC ulz-, bé, u pv Cê Dzçã Ifá (CDI), qu é u u pj luã gl lg MEC. P lg ppl à v EIC, p pç quu í qu, ul, px f pp gl GESAC. Abx, v lgu x u qu lu í. Cx qu f pp gl GESAC: 1) Qu u pu p pç: b O u f pl EIC ã u u u fw ppá, qu v flf gl GESAC çã v fw lv; Ex bç R$ 2,00 p h pl p pu p pç, qu bjv g lv à u; Nã há h, p p lu qu p p páv pl p pç, pl IDBl u ful; A v p pç g- à v EIC, qu v vlv v CEDEP.

14 2) Qu à fuu é pblz: b. 2.. O Tl pu 8 () pu à GESAC. Ex 5 (), u p u f. T pu lbó ã bl lçã à lg ulz ul, p ã Pu 100. Nhu l pu víu; Nã há h p p páv pl p pç, vç up é p lf f pl GESAC; O pç fí bx lu ã pu. Cx qu px p pç pp gl GESAC: 1) Qu à pp El Ifá C (EIC): b. A l bjv f u fá b u Pá, b u x l R$15,00; A pçã pgóg l ulz- pul-f puçã lu é vl p uã b p vlv pj qu p p à u. 2) Qu à çõ uá EIC: 2.. A EIC pu p lz ONG GAIA21, âb pj 1º pg. Aul, 34 lu f pj b uçõ b fá Tl;

15 2.b. Evul Tl CEDEP/EIC b b u vç públ -l ( CPF, pg p, çã u) u pqu l. Sgu l, ú lu EIC uí vl. P ã á hv u u p p pç, u gj- u u fá, x ó. A zõ p p uçã ã, : (1) u póx CEDEP/EIC ã é vá fíl pu pu u I; (2) u ã bu u bá W, Pwp/MS, I Expl Exl. Nv u vç, lu u fw lv, pu; (3) Ex l fá lh qup ã ã p u póx CEDEP/EIC; (4) Há pu vçã p u á p l é Tl; (5) vulgçã v p pç, p uá pfl, pu fz Dçã Aál D Alu: T lu v v p p pç p vlv v âb pj 1º pg, vlv p ONG GAIA 21. Sgu p lu v, g l f b p pç. A ã b u xê u u çã b à u. A p lu ã u fl --. Algu v pl p vz; qu u já hv p u fá vl p u. Sgu lu, pqu p v l ã lz lv bbl l.

16 A qu b p quê p ulz pu, lu pu u p qu pã: É p p gu u b pg. Fg,, à pã lu zã pâ, u j, qu é pívl fz p pu qu u pg xg. A lu z qu g ulz I p à v l. A qu b p wb p v : wb pu pg, fubl, ú. A p b qu p u lu g vlv, p v u u, u, p, çã lj. A qu b zõ ã p vz p pç, gu gu f xp: (1) Nã b qu P v pívl b à u; (2) Nã ê p lv; (3) Dful lçã é P. O lu, gl, ê b põ b lçã pf EIC b f-uu fí é p pç. E pçã à vlçã pl GESAC qu f çõ lug f b gv: u, pu j,, pu g pg víu. 5.2 Eág II: Suçã-pbl uu - Rh Pu

17 Fg. 1: Rh Pu Iluã Dgl p pç CEDEP/EIC 5.3 Eág III: Dfçõ Fu Sub Rlv Võ u lu f ppv qu, p ál l uçã-pbl uu, p põ v vlv b p lv p g fçã j;.., u gã fv fz çõ ID p pç Pá. A ál uçã-pbl luu ulu qu võ u qu p uz qu ub f: Flux fçã GESAC, EIC CEDEP; A, g uçã f-uu é fí Tl; Cpçã ulpl u ú pf ; Mvçã u Pá p u Tl p

18 v ég blh EIC z uçã l. Sb p v, u p vlv u (u quã lv uçã pbl l uu), u fçã (p qu pbl lh uçã pbl) u í ( uçã-pbl lh). A fçã ub lv p çõ luã gl fv p pç lbçã u CATWOE u l pu u p u Dfçã Ful, ívl l plx, : U pp p pç, vblz p u GESAC, qu f u gã p çõ ID pblá u gã fv fz. C (l) u Pá A () lh g CEDEP, pf EIC T (fçã) u gã p çõ ID pblá p u gã fv fz W (vã u) Muç flux fz fçõ GESAC EIC, lh gã fuu é fí p pç, pçã pf v ég blh bfí à luã gl p pç. O ( pbl) EIC E (çõ) CEDEP, GESAC, CDI É l blh ub Mvçã u Pá p u p pç p v ég blh EIC z uçã l p,

19 ál, lv. Pupô- qu lh ul fçõ lz p ã flx u ê ub. É á lbçã u v fçã ful p ub píf u v CATWOE. El lg gu: U pp p pç, vblz p u GESAC, qu g vçã u Pá f fv p, flz v ég z blh uçã l p EIC. C (l) u Pá A () lh g CEDEP, pf EIC T (fçã) u p u u v ulz Tl W (vã u) P qu g vçã u Pá f fv p, é p p ég z blh uçã l EIC. O ( pbl) EIC E (çõ) CEDEP, GESAC, CDI 5.4 Eág IV: Ml Cul N uçã Ml Cul - ju çõ qu qu fçã ful. P qu l ul

20 p p u, é á f gu v v qu põ Ml (WILSON, 1999). C (2002) p u qüê 3 (ê) p p uçã l u: ) L v plí fçã ful; b) Oá-l lg, qüê qu v ; ) Cu u g p p l. C b Dfçã Ful, f f 05 () çõ í á p fçã gã p çõ ID pblá u gã fv fz. 4 (qu) ppçã p u vulgçã. 5.5 Eág V: Cpçã Mu Rl x Ml Cul ATIVIDADE NO MODELO CONCEITUAL (EágVI) PRESENTE NO MUNDO REAL (Eág II) C P DESEJÁVEL? O O M S E S N Í T V Á E R L I? O

21 S D A S I T U A Ç Ã O N O M U N D O R E A L ( E á g I I )

22 1) Pp Ebl v p ONG Pl A S S p G A I A 2 1 u p j 1

23 E p g u u x p l u

24 u l q u v

25 u 2) Pp bl p El qu p ulz pê p pç p qu u lu p uz pqu l Nã p C S S f

26 l u u, h v

27 p l u l p p q u

28 l. F l,, f ç ã.

29 3) Pp bl p é, çõ u u p vlv v f-uu CEDEP p ulz (glpã, l f, l p pç,...) Nã N S S ã h á u l ç õ g f v

30 v C E D E P, u

31 l j u. D v l

32 v p j q u p v

33 p f í l l u

34 l p u f v p p ç

35 p l u 4) Pp u vlv f v u (ã g- à fá) Nã P p u S S

36 v f á, q u p u

37 u l z p ê C E D E P,

38 l g u, f z u p u. (

39 P x., u, l, p

40 , v p p g

41 u u l u v, ) 5) Dvulg p pç f á l v l públ vlv Pl A l é u S S

42 á p f l g, h á

43 f p ú b l p

44 f z u v u l g ç ã

45 . 5.6 Eág VI: Ppçã Muç Pív Djáv A f u l ê qu flz v ég z blh uçã l p EIC, ul vá bl p qu buqu v vlv pu l públ v bjv píf. E- qu f p uçõ l qu já vlv blh públ v á l á ( fl) l u, l p qu luã gl ç. 1) Pp Ebl v p ONG: 1.. L b ONG çõ l qu p u l; 1.b. Dvlv pj ju l Pj 1º Epg GAIA 21. 2) Pp bl p El qu p ulz pê p pç p qu u lu p uz pqu l: 2.. L fz l l qu h ulz pu P p gup lu; 2.b. Df ju píf v pgóg p gup lu.

46 3) Pp bl p é, çõ /u u p vlv v fuu CEDEP p ulz (glpã, l f, l l,...): b. L fz é, çõ l qu vlv pj v; Dvlv pj ju. 4) Pp u vlv f v u (ã g- à fá): b. 4.. Pp, p pqu ju à u, u. P xpl, u, l, p, v p pg uulu v,. Ulz á uá p p ugõ u; Vf vbl -p pf p u p pê p pç; Dh v u /u pgóg p u qu fç u u fá qu p vlv pê l. 5) Dvulg p pç f á l v l públ vlv: 5.. A p p l, f ég píf vulgçã ju públ vlv.

47 6 ANÁLISE DO LABORATÓRIO DA EMMR 6.1. Eág I: Suçã Pbl l-uu Dçã Aál p pç: O ál Lbó Ifá El M M Ru (EMMR) Pqu C Bíl, f l p u v lz A p v u u áp v uz p lu Uv Bíl (UB/CID), u l b GESAC, l, Pf. Pl. A gu v, lz pl lu UB qu hv pp p v, u u v lbó fá l, Pf. Hub, fu p pç. Nã f f v lu l, pp uuá p pç. O Lbó EMMR p hó x pul.. A l pp -luã l u p á l. O lu qu fqü l vv uçõ z p pvçõ x b l. A pp EMMR u vvê l ã, p, b f u l gul. Sgu, El ul 50 lu qu hg à l Kb El, u p ôbu gul u pé. A hg El, lu b u k bh ( b lh) p qu fç u hg pl huv l. Apó bh, lu ã h fé hã, gu, à l ul. N há lç, lu fz fçã, pó u vl, ç v pí. O l à 05h30.

48 A g g bfí vl p bá u l lu. O lu ã fv ul l, p pó p p u pí çã é f lu pp l. A llzçã ggáf l g v p qu bu p pp l. A EMMR - u p ququ vzh póx Pqu C Bíl. A çã pf l vê pçã u p pv p xpê lu. D, fu pqu, l fuv vá px b fu, p xpl, f v fqü à pã lu. Ou xpl l uçã llzçã ggáf u pê l pl u, p u l b v à l p u lu. O lu v p ã pu à l, hj à v lbç u l qul póp lu fug. D f, f v pbl Lbó EMMR u p pç b à u u, f çã gl Pg GESAC. O Lbó EMMR fu, f, xluv p lu El uçã ã p f. O u u çõ luã gl, pá, pl qul pá ul pgóg l pp lbó fá Dçã Aál Lbó Ifá l: Sgu lbó fá, fuu é lbó f vblz p pj MEC/PROINFO, S Euçã DF GESAC (pj bjv qu f). É g u f p uçã: ú p v qub pvã. A quã guç é b p lbó ub vá vz.

49 A gu, pf l ulz lbó p v u pv pl. A pp v vlv: pqu pl I gçã blh, z l. A ul fá ul çã x ppá (W f Ww), g (Ww) u lô. A lu hg à l hu h b pu u ul. Su pp vçõ ã u ê qu pu é u bj vl. O lu ã pl fá l gu-f jl pl I. O lu qu ã b l ã v f l lg. Du ul fá, v p ul p óp pzg u p võ jg ú. Sgu, lçã u pu p fl çã blh ã é ã p p lu EMMR. Qulqu v pflz qu vlv u blh pçã é plóg lu, çã l p çã qul lu. O u xpl lu El qu f p blh u Sb Lv, qu, vul, f b. P, g vé v lbó é flzçã u fá p p pf lu. Há u ê p p pf ulz pu pá pgóg. O g f é f pu á-l u f u pá p v l pf lu. Cu ã lu qu fz u pqu I b ç vé f p ú v f p v é.

50 6.2 Eág II: Suçã-pbl uu - Rh Pu Fg. 2: Rh Pu Iluã Dgl Tl EMMR 6.3 Eág III: Dfçõ Fu Sub Rlv N zçã luã gl p pç EMMR f f ê ub lv:

51 Flux fçã GESAC EMMR; Cpçã u uçã f-uu fí é lbó fá l; Cpçã pgóg p pf l á fá uv lg fçã l ul f fl vçã á lu l p u pu. A fçã ub lv p çõ ID fv p pç EMMR lbçã u CATWOE u l pu u p u Dfçã Ful, ívl l plx, : U pp p pç EMMR, vblz p u GESAC, qu f u gã p çõ ID pblá u gã fv fz. C (l) u lu EMMR A () lbó fá l, pf çã EMMR T (fçã) u gã p çõ ID pblá p u gã fv, fz g à pp l W (vã u) É p p ég pçã u uçã f-uu é, é p lh flux fçã GESAC EMMR, é p p pgg pf p u lbó u pl f luã gl fv fz O ( pbl) EMMR E (çõ) EMMR, GESAC, SEDF

52 É l blh ub Cpçã pgóg p pf l p, ál, lv. D f, já v ál p pç, é á lbçã u v Dfçã Ful p ub píf u v CATWOE. El lg gu: U pp p pç EMMR, vblz p u GESAC, qu pv, pp luã l l, pçã pgóg p pf EMMR á fá uv lg fçã uçã l ul, f g lu pf EMMR fl vçã p u pu p. C (l) u lu EMMR A () lbó fá l, pf çã EMMR T (fçã) pf p p u lg uçã fv ulz pá pgóg qu g luã gl pp luã l l W (vã u) É p p pf l p u qu lbó fá

53 O ( pbl) EMMR E (çõ) EMMR, GESAC, SEDF 6.4 Eág IV: Ml Cul T b fçã Ful, f f 4 (qu) çõ í á p qu fçã lj Lbó EMMR u p pívl. E çõ ã váv x l públ pl. A çõ Eág C: (1A, 1B 1C), 2 3 lv çã 4.

54 6.5 Eág V: Cpçã Mu Rl x Ml Cul P DESEJÁVEL? O S S Í V E L? u pu uçã S S S S S S pu S S

55 g l S S S S, vul, p S S 6.6 Eág VI: Ppçã Muç Pív Djáv A f u l ê qu flz pçã pgóg p pf EMMR á fá uv lg fçã uçã l ul, ul ppá b l vl l p qu luã gl ç f fv p pç. 1) Eul pf vlv pj á u pl lu p vlv v pqu, luçã /u çã u pu:

56 1.. L wb b ul pj pgóg u lg l ul; 1.b. L f uã pf lu wb pl ul á l à pl; 1.. Ebl há u l xluv p pf p ppçã ul; 1.. Cuz f pçã pf u lg uçã: 1... Cp pf vlv pj pgóg lu qu ulz u lbó fá; 1... Pp ã p xpê pf. 1.. Cv pl /u p ví qu p fl pf lu (p u ju) b v u pu : 1... Pp pu p pf uv b pâ lg uçã u f; 1... Pp pu p lu uv b v u pu. 2) Ilu pj b v v lbó fá qu p f u à v pj: 2... Du ju pf çã l ppl u lbó fá pj g l. 3) Eul vulgçã vbl blh l blh lu pl I:

57 3... Dpblz p u wb ( á Pl ID Bl) fçõ b pp l blh lu. 4) L wb v lh à pp l bl u âb xpê pf, pívl, lu: 4.. C fá ju pf çã El l wb l à pp l v fê pív xpê. 7 CONSIDERAÇÕES FINAIS O p Iluã Dgl u fv é plx bg. Sgu Olv (2003), v- bu u u l çã fçã l ful p ID. V ál p pç lh p uuá P u u pu. I qu z, p pgu bá: l u pu I à u ll? O g f - póp gfçã u pu I pl u quã. A p quõ ã fçã (CASTELLS, 2002). A pqu qulv l pu f p qu ã p, p, p ID, f à plçã uç pív jáv âb GESAC. I p uã b vbl u Mlg S Flxív u ul qu p ál plçã p ID p pç (SIMÃO, 2004).

58 N qu à luõ blh, lg pp qu p qu l p póp l z p f pp u pl çã p lh. O u MSF g u á p qu l p õ b u póp l. Rl qu fg pã g GESAC u ív ul fl. A u plçã v, qu u u qu fçã g p pç (WARSCHAUER 2003).. O f u,, p çã u lg plx bg qulv, MSF, u ul p ál l GESAC lg l. Cp páv l, ph pqu quf ul u plçã u ívl pl-ég, - quõ vl, b p ô p. 8 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS AUN, M. P., MOURA, M. A. A uçã públ g: píp ppv. I: AUN, M Ph (g.) Obvó Iluã gl: çã vlçã pg gv fluã. Bl Hz: Gáf O, BARRETO, A.; PARADELLA, M.D.; ASSIS, S. Bbl Bbl públ l: b á lv p luã l. Cê Ifçã. Bíl, v.37,. 1, p.27-36, j./b.2008 BARROS, A T. P Cpv f gã h: f u uçã gvl. Dçã (M Cê Ifçã) Dp Cê Ifçã

59 Duçã, Uv Bíl, Bíl, DF, BONILLA, M Hl. O Bl lfbzçã gl. Jl Cê, 13 bl BRASIL. Mé Plj. Gv Elô. Rló í II Of Iluã Dgl, Bíl, 27-30, 2003, Vã 3. Dpívl :hp://www.gvl.gv.b/gvl/publ/w_ x. wp?p.quv=e15_202ii_of_rl_s_v3.>. A 31 u Mé Cuçõ. P º 256, 13 ç Cçã GESAC Dpívl :<hp://www.bl.gv.b/ _pg_g/ f/l.hl >. A : Pê Rpúbl. Cê Té Cê Exuv Gv Elô. Bíl, DF, Mé Cuçõ. Gã lv uá. Bíl, DF Dpívl : <hp://www.bl.gv.b/_l/g_ lv/>. A 31 u CÂMARA, M. A. I ã: luã gl u zçã? I: AUN, M Ph (g.) Obvó Iluã gl: çã vlçã pg gv fluã. Bl Hz: Gáf O, CASTELLS, Mul. A. Sã Pul: Pz T, CHECKLAND, P. Sy hkg, y p. Chh: Jh

60 Wly & S, COSTA, S. Mlg flxív. Bíl, N ul (Dpl Tóp Ep Cê Ifçã IV). Cu Póguçã Cê Ifçã, Dp Cê Ifçã Duçã, Uv Bíl. DEMO, P. Pbz Pbz. Pópl: Vz, GIL, A Cl. C Elb Pj Pqu. Sã Pul: Al, LE COADIC, Y-Fç. A Cê Ifçã. 2. Bíl, DF: Bqu L, MARCONI, M. A. LAKATOS, E. M. Mlg Cíf. 4ª E. Rv. p. Sã Pul: Al, MENDONÇA, A Vlé M. Pg GESAC: Gv Elô. I: MIRANDA,A L. C. ; SIMEÃO, El (Og. Ifçã lg:. Bíl: Uv Bíl; CID, p (Sé uçã fçã gl, 1). MIRANDA, A L. C. l. Tl gv: Iluã Alfbzçã Dgl. I: ENCONTRO DE ARQUIVOS E BIBLIOTECAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. E : SEMINÁRIO NACIONAL DE COMUTAÇÃO BIBLIOGRÁFICA. Bíl, DF, Bíl, DF: Mé Plj, 2005.Dpívl :<hp://www...b/_f// f_x.hl>. A : ju

61 MIRANDA, A L.C.. Pg GESAC: Rul pj uá Iguí, RJ. I: TELEBRASIL 2006: luçã p luã l. R J, OLIVEIRA, Cíl L. A vluçã lóg ã hu fçã: uçã u l çã f. T (Du Cê Ifçã) Ful Eu S Apl, Uv Bíl, PELLANDA, Nz M Cp; SCHLUNZEN, El T My; SCHLUNZEN JUNIOR, Klu (Og). Iluã Dgl: Afv/Cgv. R J: DP&, REZENDE, Lu V. R. O P lfbzçã fçã pj luã gl: u ál í. Dçã (M Cê Ifçã) Dp Cê Ifçã Duçã, Uv Bíl, Bíl, DF, SIMÃO, Jã B. Uvlzçã vç públ I p xí : ál í çõ gv fl f. T (M Cê Ifçã) Ful E, Açã, Cbl Cê Ifçã Duçã, Uv Bíl, SORJ, B. lu gul fçã. R J/ Bíl, DF: UNESCO, USP. Uv Sã Pul. Afl.. O qu é luã gl. Sã Pul: USP- El Fuu, []. Dpívl : hp://www..fuu.up.b/pqu/lugl/. A 31 u WILSON, B. Sy: p, hlg ppl. 2. E. Ch: Jh Wly & S, 1999.

62 WARSCHAUER, Mk. Thlgy l lu: Rhkg h gl v. Cbg, MA: MIT p

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto Cu A f ê glblz fçã pu u f hv u p. v ég p pl, vé pç fl pu, qul pp vçã uz. O Hj Tp P v é á v v pê âb gh lg pu u fz ppçã qu. P v u f é á lz p u l up à ê, u p p. Só é pívl l lv u v vlv pê ful à gh pu. Qul

Leia mais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais Shw C TÓPICOS Vã Gl Mé cv Mé cv O Mc Vã Ngóc Alg ú Pcp fc Rl N vç Pc Q fz Vã Gl A ESTRUTURA ECOLÓGICA CONSTRUTORA, g c l é c cçã à v pcpçã q lz écc clógc. Sb p v é pf pívl v, p g cl c fã. N çã ppc c, c

Leia mais

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE A fl Clg, Al Glbg: l g q PÁGINA 8 N10 A 13 ú 48 bl//jh 2013 Pblçã l Fçã AlMl Bl ESCOLAS DA DIVERSIDADE Pj Fçã AlMl Bl úbl b blh lã ç fê l l l PÁGINAS 4 E 5 ARUIVO FUNDAÇÃO ARCELORMITTAL BRASIL O l Jé f

Leia mais

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE 2 PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO gpara A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE Slv BA Abl 2013 g -NTE/IAT/SEC/BA-7@gl.

Leia mais

Módulo I MOTORES DE BUSCA NA INTERNET

Módulo I MOTORES DE BUSCA NA INTERNET Módul MOTORES E BUSCA NA NTERNET duç Pqu d ç d gé Pqu d ç B d d Ulzç d d -l F d duç -l @2007 v 1 O qu é? A é d udl d d d ud qu uç l qulqu ud d ud, d lh u C u? Avé d u ju d l (g d uç TCP/P) qu ê gd vg d

Leia mais

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA Kll Kll Sá A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO

Leia mais

GUIA DE EMPREENDEDORISMO NA FLORESTA

GUIA DE EMPREENDEDORISMO NA FLORESTA h Té Ifçã: UIA MPRNORIMO NA LORTA Cçã: b : A v f P vv Pj ub âb Iv Cuá QUAL. Pj -f : Mb P vv: u: & x, L. (Chv) AIACT - Açã vv Ig A Cg Tâg (V R) gu - çã Açõ Ag T (V R) - Açã Pug (V R) ICNB -Pqu N P-ê (PNP)

Leia mais

LUDMILA SANTOS DE ANDRADE

LUDMILA SANTOS DE ANDRADE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM ARQUITETURA E URBANISMO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: TECNOLOGIA A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS BIM PARA

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

Universidade. Você na

Universidade. Você na Jl Gâ zb 2015 N. 1 Vcê Uv Alé fl M 50% públc v E Mé c f v cl. Fl cçõ fc p fl é p chg à v. Pc l b q lé f pf v l cíc ccí pp p v. 2 Vcê Uv EXPEDIENTE Jl Vcê Uv Rçã Gclly D Eçã Gclly D Fgf Gclly D T f Gclly

Leia mais

Módulo II. Sistemas Internos de Informação. Redes e serviços de comunicação Sistema interno de informação da ESTV. Módulo II

Módulo II. Sistemas Internos de Informação. Redes e serviços de comunicação Sistema interno de informação da ESTV. Módulo II Módul S d ç Rd vç d uç S d ç d ESTV @2007 Módul v 1 Rd Svç d Cuç C d d l Cl d d d uç C b d u d Rd Eh W Tlg d à Svç @2007 Módul v 2 C d d l Tl =? U d d l é u d uç uíd vé d lgç d v ud u dv, ldd d ç lh u

Leia mais

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta ub ub ENQUADRAMENTO GERAL A f é um m u cm múp pu, qu ó é pív pv m m épc fc p um vgm qu pb m u p u u mm m p- pv m qu um cu f fm m cv g. Ex um g v u qu ó xm m m épc. T- pv m v pu f, qu mu v ã já u m m vu

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UIVRIDD FDRL D PRMBUCO PROGRM D PÓ-GRDUÇÃO M GHRI D PRODUÇÃO UTILIZÇÃO DO FLUXOGRM D PROCO PR DIGÓTICO ITGRÇÃO D CDI LOGÍTIC UPPLY CHI MGMT DIRTÇÃO UBMTID À UFP PR OBTÇÃO D GRU D MTR POR JOÉ RICRDO BRU

Leia mais

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o .. u p v g c C C O ) F h C I ( É, - p c c ç u u g w w p g c u F C I ã ) A U E ( C D h W k N f N h C F. z c v p ç p g u ) k M U ( E ã A M ) P S ( M P S E k M G p v h F C O ã b S Apc gc Agc Ag c R z O v

Leia mais

AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO.

AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO. AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO. AFFIRMATIVE ACTIONS AND INSERTION OF HANDICAPPED PEOPLE IN THE LABOUR MARKET. E jh 2005 JORGE CAVALCANTI BOUCINHAS

Leia mais

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS T K Dí Mz 1 (UFAL) mz.p@hm.m V C B 2 (UFAL) v2@yh.m.b M Lm Qz F 3 (UFAL) 12@hm.m RESUMO N g pm p á bvçõ z m m m pó-fbzçã jv, m m púb. O f vgçã - fmçã p zçã

Leia mais

A população e a televisão digital

A população e a televisão digital 1 A ulçã lvã gl Mgf qu luã u bhl Publ Pg UCEUB - C Uvá Bíl. Pf : Jé Sv Flh Bíl/DF, juh 2006. PDF wh ffy P l v www.ffy. 2 FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FASA CURSO: PUBLICIDADE E PROPAGANDA SUPERVISÃO

Leia mais

INCLUSO. consulte RELÓGIO DIGITAL. Vinhedo Tel: 55 (19) 3886-3003 Daniela - (19) 3515-5673

INCLUSO. consulte RELÓGIO DIGITAL. Vinhedo Tel: 55 (19) 3886-3003 Daniela - (19) 3515-5673 ML E 9.9.235.582 O V - º37 - BL/MO/JUHO/2013 V E O O HOW-OOM EEL E M E OM.04 07 quím E LO.01 lu MELHO EÇO MEO OVE!!! M u MEO E EEU.02.08 MEE f EE ul l B Ep p qu m: m Vál 01 /m 3013 /julh 2013 LUO ul ELO

Leia mais

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011)

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011) l E f fl. v g. g g vg l á bé çõ v gg l x. à O v. f à l h çõ ç B E g j f q q é fz D N v D v ç l. D h. G lg v z C g í lv fé f l f P à l R l. g j l fl Já - g. S gé g ç v -l fz fé ví g gg. L. v D. A bl g z

Leia mais

O EMPREITEIRO. Copatrocínio

O EMPREITEIRO. Copatrocínio KH T M W TÃ G A N F NAL UC Lp D CA -A 1200 ÁT X A JT - / A ã 5 1 0 2 D m 26 A A ç p 27 MW c áb fz h C J F g c h Lb 290/ -116 6 1 0 y 2 w h çã f pc G pc m D x f L ª 4 G c M A Jg q A b é C gh H V V g ã M

Leia mais

! "#" $ %&& ' ( )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36 " #89 : /&*&

! # $ %&& ' ( )%*)&&&& +,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36  #89 : /&*& ! "#" %&& ' )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) 3 4 5 6 7 36 " #89 : /&*& #" + " ;9" 9 E" " """

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

Folhas de Cálculo. O EXCEL como Folha de Cálculo

Folhas de Cálculo. O EXCEL como Folha de Cálculo Flh d Clul O qu é: U Flh d Clul é, dç, u ju d élul qu u glh u bl qu d l- vé d xõ lóg /u O qu : Ogzç ç d bl l d vl; F, í,, qu jud xu lul lx; Auzç d, vé d gç u d ódg d lul u d uld; Rç g d ç; d bl ulzd çõ

Leia mais

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR Níc PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR A Pó-R Pq Pó-Gçã PROPESP, públc p chc, REABERTURA cb pc Rchc Dpl c b x c b P N.º 0746/2016-GR/UFAM. PROPESP vlg çõ p c

Leia mais

Código G R$ 51,99 ICMS

Código G R$ 51,99 ICMS f O V - º37 - MO/JUHO/JULHO/2013 MEO 2013 Vh v E ( ul) 01 04 m x ul/ Há: 14h à 21h 15 18 m ul/ Há: 13h à 20h QUÍMEO L - Ml Quml - p 0-100 mm; - Lu 0,01 mm; - 0,02mm; - 3 õ: - lg/lg, - mm/plg, - z; - u

Leia mais

E v o lu ç ã o d o c o n c e i t o d e c i d a d a n i a. A n t o n i o P a i m

E v o lu ç ã o d o c o n c e i t o d e c i d a d a n i a. A n t o n i o P a i m E v o lu ç ã o d o c o n c e i t o d e c i d a d a n i a A n t o n i o P a i m N o B r a s i l s e d i me nt o u - s e u ma v is ã o e r r a d a d a c id a d a n ia. D e u m mo d o g e r a l, e s s a c

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO GLOSSÁRIO PREV PEPSICO A T A A ABRAPP Aã Aã I Aí I R ANAPAR A A M A A A Lí Aá S C é ç í ê çõ 13ª í ã. Açã B E F Pê P. Cí ê, ã ê. V Cê Aã P ( á). N í, - I R P Fí (IRPF), S R F, à í á, ( 11.053 2004), çã.

Leia mais

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation Cb Gg A C B & Sgy Mkg & S P & Sv Thgy & v Qm Sm N m 2002, mp v x mp çm bjv gó, m m f óg, pb-h m mpv. Apçã hm é gó q vé xpê 20 f, q xm pçõ gã m pçõ m: G Tg, Avy, L Thg, B Lb, AT&T, SD T,. R m p m gó g,

Leia mais

do o de do Dn pr es i lha n har ac ord ad o... E co 1 0 uma

do o de do Dn pr es i lha n har ac ord ad o... E co 1 0 uma P R O P " E ) A D E DO C L U D L I T T E H A R I O S U MMARIO f ; õ E J ; õ E ; I \ ;; z Df < j ç f:t \ :f P ü Bz }? E CLOTIJ DE J x "? ú J f Lf P DI!; V: z z " I O PA F L ARÉNE S Pz: E:\H P HA RRC : A

Leia mais

8 Atividades. para a prevenção às violências, criando laços de solidariedade e respeito às diferenças. Mark Rotko

8 Atividades. para a prevenção às violências, criando laços de solidariedade e respeito às diferenças. Mark Rotko 8 Av p pvçã à vlêc, c lç l p à fç. Mk Rk 12 14 O G EDVARD MUNCH Gu Pz CÂNDIDO PORTINARI 13 S SALVADOR DALI 15 Dg EDWARD HOOPER 2 Sú pvçã vlêc SUMÁRIO Iuçã 04 Av 1- Ví u 06 EXPEDIENTE Av 2 É vlêc? 08 Fuçã

Leia mais

Tratamento hidrófilo do permutador com produção e velocidade do ciclo de descongelamento melhorada.

Tratamento hidrófilo do permutador com produção e velocidade do ciclo de descongelamento melhorada. 05W APRESENTAÇÃO - CARATERÍSTICAS 04 SA CA/MCA SP/MSP MB/XB MC MD/XD XC Cbu -ã ã áu T hóf u uã g h M 2 gu áx ê u x -15 C A fu, u x u bx (DC-INVERTER -15ºC) Cfguã ub b z u u gé T G F ó uã é ã qu fã bóg

Leia mais

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org.

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org. é pív é p já GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL c cv à +20 wwwgpgb bçã Pj gáfc gçã: Vcê v cé g, f pcfc p cc Mó Ofc I ã-cc Içõ: Vcê ã p z b c f cc P S A f p f ã A íg f, c fçõ

Leia mais

Maio 2013. Look at me

Maio 2013. Look at me M 2013 º15 M Dbçã g Nã p v M p Q F, q á çõ é é! Há bf p ívg, p à fé é çõ p hb... Ní A p q x MUSE b b Lk Nã j N, h vá p pçã E f O SOS E á- b g Pb Pb ÍNDICE pp Fh Té Ppá/E: Yg D M, L A M Sp Epy ê p f 5 vjg

Leia mais

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL ESPECIAL 1 CRREI BRAZILIENSE AS MARCAS D ABUS SEXUAL MANUELA, 35 ANS: ABUSADA NA INFÂNCIA PELS NAMRADS DA MÃE MAIS SILENCIS DS CRIMES ACNTECE DENTR DE CASA, CNDENA AS VÍTIMAS A UMA DR SEM DESCANS, DESTRÓI

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 3- t D q vz? Jé Rid Mi Cpítl 1 P gt Td é di pfit p l: U liv lgl, d lid. E t d di fz d! P Hê: U di vô lá íti, vid hitói d tp q l id gt. P Hit: Ah, di d ihd, it l, it ág, it hi! P L:

Leia mais

BAGS LIFE BAGS FOR ENTREG

BAGS LIFE BAGS FOR ENTREG , N M DIF QU M 4 c liz v l Id v u c u Y BG LIF BG F bg v w 5 g.c y-b www. IM PDUZ LIZM PN M XP IMDI NG N MN P K Y BG BG IF F L IM PDUZ M IZ L N P M XP DI IM G N N N M P K G b v w 66 D Y BG D L L D LIF

Leia mais

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular jh g 2013 º17 M Dbçã g Nã p v Lk Eq-, ó PLAYLIST O OqS q v- p Pbé, já é! Ag, b-v à pb, vg pçõ p 18 pv. PUB PUB Iv f Ap íg g j p. C p 2 >T ív >Eh 7 Líg 40 >EF Ppçã p Ex >EF Ppçã p Uv Eg >EF Pg Eág OFERTA

Leia mais

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem Quadro de conteúdos Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano Língua Portuguesa Matemática História Geografia Ciências Naturais Arte Inglês ABC da passarinhada O alfabeto Quantidade A ideia de quantidade Eu, criança

Leia mais

Invadido o maior e o ultimo haluarte niponico nas ilhas Salo vsãn PAGINA 6

Invadido o maior e o ultimo haluarte niponico nas ilhas Salo vsãn PAGINA 6 È P Dl-P P R D-u Uã MDwl D- v R B 0 MÉ LFÔN: - N: h KDÇ -000 BPR PL -00 PRR - lg RBRL RNL R Qu-f Nvb 9 NUR : : 0 ND UUà D ú u Dg lu z u L N 0 lã l g Pul Ru Bf 6 Rp: LU LM ML u ã pg h gul flh bl 9 : p bô

Leia mais

ÍNDICE EPI. Por departamento / Seção. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção e e 197.

ÍNDICE EPI. Por departamento / Seção. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção e e 197. Ferramentas Elétricas Ferramentas Ferragem EPI Agronegócio Hidráulica Elétrica Químicos e Impermeabilzantes Pintura ÍNDICE Por departamento / Seção EPI Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção

Leia mais

Minha vida está mudando.

Minha vida está mudando. U jt v vv. Mh v tá. Q á, z, t Q. 11 h t M é Alc b h l t g, c FLR DA IDAD. t ql. c l, ã, q é pcólg c z. l íc f tã é ã cêc Sb, t l t c é É, t, t b. h c M. g c p lh! t q h c Pq t, tbé c t j, q é, bc, á c.

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3101 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Aldreu 96-46-HD 37-36-XP 66-NX-49 75-IS-24 78-32-MM 3102 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Amares 25-98-LI 03-88-QU

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO

GABINETE DO SECRETÁRIO GABINT DO SRTÁRIO DITAL Nº 006/20 SLÇÃO INTRNA D DONTS ARA ATUAR NOS ROGRAAS STRUTURANTS DA SRTARIA D DUAÇÃO DO STADO DA BAHIA: NSINO ÉDIO AÇÃO IÊNIA NA SOLA, NA ONDIÇÃO D SURVISORS ONITORS/TUTORS ONLIN.

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re O dia do benquerer José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re O dia do benquerer José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 2- t O i bq Jé Ri Mi 1 Cpítl D pi q gt t, l té q é b lgl. Algé h q ã? Etã p: ã f l, é q vê ii h tt iç vz? E ã vl fl ft ivái, pi iç lá pi q bl b. Até vê, q tbé t q vlt p. T p big, é

Leia mais

Gazeta de Coimbra ,3º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra ,3º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz Cb. - 92,3º Publ p: J. R. A. URL p: URI:hp://bl.b.u.p/publ2/UCSIB-GHC-69/.hl; URI:hp://hl.hl./036.2/22856 A : -M-207 0:2:53 A vçã ul íul Bbl D UC Dl, UC Pbl UC Ipu, pupõ çã pl v T Cçõ U Bbl D, pív hp://l.u.p/p-p/.

Leia mais

Secretaria de Educação

Secretaria de Educação º 6/4 Á Ç H, õ 9,,, à v 9 4 F º 9.94/96, z 996, : - q vê 8 º.9, z 7, q ê - F; - h º /, q x z ív ; - í, jv h: h, vv; - z í, v 4, ív, q;. º F q à v ív, q, v 4, j v v ô Ú, v x. º ô Ú á z 4 v 4, à h, í x -,,

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação!" !" $%& '( ) %) * +, - +./0/1/+10,++$.(2

Leia mais

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil xó q 3-2-9-5(2 õ K-29F5 L h 27 y B Ê ÇÕ v í hq é, xh v à hv z hq é, z x q j ÇÃ HQ LÉ Ã B ÇÃ v hq é: Ã B v, é q y í ó á õ,, q hq é í ó á q à õ (v õ q h h v ( v óx í ê ÇÃ Ç h v -22 5/6 Hz HQ LÉ, X L L LÉ

Leia mais

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL)

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) Aô C Rb Aúj Jú Pgm Eã T Gg UFPA AGB-Bém j_bz@hm.m Eêvã Jé Sv Bb Pq vbb@yh.m.b 1 - INTRODUÇÃO O ém

Leia mais

O (doce) lanche DA criança brasileira. Um retrato inédito

O (doce) lanche DA criança brasileira. Um retrato inédito O (d) l ç bl U éd É VITL é d df d pí vl b à ldd fl à dçã à dç f. Ml bé à dçã. N x f q d pó d : d bdd ç. O ú ã dd fl pl d jv dl d p. Já çã q d d d pplçã ql x. Tl ldd x çã d pf d úd d v d p d dd d. p d dd

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC MNT A AÇÃ NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - p p N Vé N Vé - 30/06/204 29/0/204 2 - p N Vâ Mq N 02/05/988 PF 23983487-09 AP 9362 q@fb g A Açã Lçã

Leia mais

(A Themistocles Machado)

(A Themistocles Machado) (A Th Mh) BRAZL á 58 Hh Dg Bh fô gv g Bz v F Hh Pg ê h F f 598 A 585 gv L B A< Pb F Bb v v ãó f z v Phyb vz vzg f fz N v x h P Ch S; Aç h b fv T ffê fz á J? 4 REVSTA bb hb g j çõ fz v h b z ç gv g Dg Bh

Leia mais

P ET A g r o n o m i a & U n i v e r s i d a d e F e d e r a l d e L a v r a s U F L A / M G 1 R E S U M O 2 I N T R O D U Ç Ã O

P ET A g r o n o m i a & U n i v e r s i d a d e F e d e r a l d e L a v r a s U F L A / M G 1 R E S U M O 2 I N T R O D U Ç Ã O P RO G R A M A P ARA REDUÇÃ O D O I M P A C T O A M B I E N T A L C A U SA D O P ELA REVERS Ã O S E X U AL E M T I L Á P I A S ( O r e o c h r o m i s n i l o t i c u s ). P ET A g r o n o m i a & P ET

Leia mais

Sobre a obra: Sobre nós:

Sobre a obra: Sobre nós: Sobre a obra: A presente obra é disponibilizada pela equipe do ebook espírita com o objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos, bem como o simples teste da qualidade da obra,

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

Não deu tempo. VL já tinha sumido no mundo. Uma coisa ninguém podia negar: VL sabia quando tinha feito algo errado. E quando era hora de dar o fora!

Não deu tempo. VL já tinha sumido no mundo. Uma coisa ninguém podia negar: VL sabia quando tinha feito algo errado. E quando era hora de dar o fora! Cítl 3 N ã ê hitói gt C t t it bih tiã. N v ã t fi t. O ã? É lh xli: t tã. C tv ih l b l g fi tl filht h vli l l i. Ei é vê vi? Cl filht ã b C filht ã g tã. M VL g. Q ig C i it hã. VL vih tá filht tbé

Leia mais

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz b - 7 º b : J L : :h://bb/b/b-gh-6/h; :h://hh/06/87 : 6-J-07 8:4:05 çã Bb b õ çã çõ Bb h:///-/ f x f çõ q ç zçã z ) ) ç çã ç z q ) ) ) f zçã b q b ó x çã ó q fz- h b! Jã b b b b L _ L! L h fh b- ç q

Leia mais

Gazeta de Coimbra , Novembro Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra , Novembro Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz Cb - 930, Nvb Publ p: J R URL p: UR:hp://bdglbup/publ2/UCSB-GHC-69/hl; UR:hp://hdlhdl/0362/22905 d : 23-J-207 05:24:42 vgçã ul g íul Bbl Dg UC Dgl, UC Pbl UC pu, pupõ çã pl v T Cdçõ U Bbl Dg, dpív hp://dglup/p-p/

Leia mais

"Oswego": Um Surto Epidêmico de Gastroenterite

Oswego: Um Surto Epidêmico de Gastroenterite "Owg": Um Eêmc Excíc E Tçã: A: F: E Av Wm Ogzçã P-Amc ú Uv ã P (Pó-R çã Pó-çã) C D C Pv OWEO : UM URTO EPIDÊMICO DE ATROETERITE * OJETIVO Aó ém xcíc á cz : m m; b m cv êmc; cc cm x q c ív víc mã; m vgçã

Leia mais

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

15 SENTIDOS BUFFET DE GALA 30.12.2013. FOUR VIEWS BAÍA 20h 02h VER MENU

15 SENTIDOS BUFFET DE GALA 30.12.2013. FOUR VIEWS BAÍA 20h 02h VER MENU 15 BFF G 30.12.2013 F VW BÍ 20h 02h V ua das aravilhas, 74 lha da adeira, ortugal el: (+351) 291 700 200 15 BFF G 30.12.2013 F VW BÍ 20h 02h Í 1 2 ÁV HF Õ BÇ 3 ÇÃ G 5 7 F 4 6 B À H 9 Z 8 VV FH V V B FÂ

Leia mais

PARANAENSE DA PRIMEIRA DIVISÃO SÉRIE PRATA PARANAENSE DA SEGUNDA DIVISÃO SÉRIE BRONZE INSCRIÇÕES INSCRIÇÕES ABERTAS ABERTAS DIA 24 DIA 28 ULTIMO DIA

PARANAENSE DA PRIMEIRA DIVISÃO SÉRIE PRATA PARANAENSE DA SEGUNDA DIVISÃO SÉRIE BRONZE INSCRIÇÕES INSCRIÇÕES ABERTAS ABERTAS DIA 24 DIA 28 ULTIMO DIA Federação Paranaense de Futebol de alão ====================================================================================== ua arechal Deodoro, 869-15º ndar - Conjs. 1505/06 - CP.: 80.060-010 Fone/Fax:

Leia mais

Conheça o Instituto Bola Pra Frente

Conheça o Instituto Bola Pra Frente p n p p v n l l? B Qu u v p p c u h l b v n Cnhç Inu Bl P Fn O Inu Bl P Fn ncu nh cpã unl fubl, Jgnh, qun l nh 11 n jgv bl n cp váz n f cnuí Inu - Gulup, Zn N R Jn - nugu n n 2000. N buc p u plc cl ju,

Leia mais

Á Ç ó á ç

Á Ç ó á ç Á Ç ó á ç É í é çã ô ã â ã á ç õ é á õ é ê ã ê çã õ ê ú õ ê ó ó ó ó ã é à çã ê é ê í é ã ó ã á ç í á é ã ó é á ó ó á ó á ã ó ã ã çã ó ê ó ê á ô ô ã ã çã ô çã ô í ê ó á ó ê çõ ê é á ê á á ç ó í çã ó ã é

Leia mais

A C T A N. º I V /

A C T A N. º I V / 1 A C T A N. º I V / 2 0 0 9 - - - - - - A o s d e z a s s e t e d i a s d o m ê s d e F e v e r e i r o d o a n o d e d o i s m i l e n o v e, n e s t a V i l a d e M o n c h i q u e, n o e d i f í c

Leia mais

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 D A T A D E A B E R T U R A : 2 9 d e d e z e m b r o d e 2 0 1 0 H O R Á R I O : 9:0 0 h o r a s L O C A L D A S E S S Ã O P Ú B L I C A: S a l a d a C P L/

Leia mais

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua]

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua] q q Off S Off S 21 ANOS 21 ANOS [ ] [ ] ÍNDICE Içã 3 P 4 Ráv Púb 5 Açã 6 1. A A Cçã 9 2. T R E C-T 17 3. Dg Phç 33 4. C-T R 41 Lh T 51 C Az - R B T R 52 Cçã E Ab Lí Tx Ab Lí L M Rh Rg Ch E A Vv C Eí Sv

Leia mais

Servidor de e-mail Interno ou na Nuvem?

Servidor de e-mail Interno ou na Nuvem? Svi -il It Nv? 4 CLOUD SOLUTIONS Pgt q t p vi fz p ã p pi. Svi -il It Nv? 4 Pgt q t p vi fz p ã p pi. CLOUD SOLUTIONS Mi. S Epilit Cl. E-il é lg tã pt i i p, tã bái p fit qlq gizçã, q ã é p igi q l fi

Leia mais

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&'

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&' ! " #$$# ! " #$$# %! ' () #' (( * + ), (# -. / 0# () -. 1 234 3 5 3 0' (0 -. 1 1 6$ (7-. 1 - - 6,!" # 8( #( - 1 80 ## -!+ 8, #) -. ') #0 -. 1 ', #0( -. '' #0# - ($$ #0) - ($# $!"% ($, )(-! 9 (#$ )#- %

Leia mais

HORÁRIO DIA DE PROVA BLOQUEIO. 00h às 16h DETALHE BARRA DA TIJUCA SÃO CONRADO PRAINHA. Ás 08h

HORÁRIO DIA DE PROVA BLOQUEIO. 00h às 16h DETALHE BARRA DA TIJUCA SÃO CONRADO PRAINHA. Ás 08h 1/5 FHMNTOS D VIS POV D U D STD DT DI D POV GO Bi ft OPBN, IPNM,, GÁV, JD, HOTO, LTO D BO VIST, SÃO ONDO, OINH, VIDIGL, B D TIJU, IO, GUTIB JOÁ 00h à 16h LGND DO MP MSULINO THO INTDITDO P O TÁFGO GL Á

Leia mais

7 * ": ) : : I* 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O* P " 7 "! M * : : # M

7 * : ) : : I* 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O* P  7 ! M * : : # M 7 ": ) : : I 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O P " 7 "! M : : # M # Q 7 97 8 ! # # I ) H3"K # : R : : 9 M ) # 9# Q ; : 9 : IM Q ; 9M O H8 7B3B K : 9 ) 4 4; 9 < : ) 9 # : M :!# ; : N : " 3 S T! S U # I T S # H3"K

Leia mais

O S I S T E M A P R O P O R C I O N A L N O N O V O Q U A D R O P O L Í T I C O E U R O P E U. A n t o n i o P a i m

O S I S T E M A P R O P O R C I O N A L N O N O V O Q U A D R O P O L Í T I C O E U R O P E U. A n t o n i o P a i m 1 O S I S T E M A P R O P O R C I O N A L N O N O V O Q U A D R O P O L Í T I C O E U R O P E U S U M Á R I O A n t o n i o P a i m I n t r o d u ç ã o 1. S i s t e m a p ro p o r c i o n a l n a E u r

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - Ax A p N Vé N Vé - 30/06/204 04//203 2 - N Tí g Ag N 20/05/987 PF 7265577-40 M p 788725 - @fb g A Açã Lçã Ap p

Leia mais

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR O Sonho de Renato O Sonho de Renato a e i o u A E I O U so nho de Re na to Eu sou Renato Valadares Batista. Tenho 14 anos. Sou filho de Pedro Batista e Luzia Valadares.

Leia mais

O (doce) lanche. brasileira. Um retrato inédito

O (doce) lanche. brasileira. Um retrato inédito O (d) l ç bl U éd É VITL çã U bíl N lb vl d l q q d f q ff d d d v lld q d l q v q x qd.tb q q lb.f q d.offd f q dl b d d x f d qbx q qq bl dl d b x d vl dl l q q q ll d v. N f dl d q q xd d blb f x f

Leia mais

Correção da fuvest ª fase - Matemática feita pelo Intergraus

Correção da fuvest ª fase - Matemática feita pelo Intergraus da fuvest 009 ª fase - Matemática 08.0.009 MATEMÁTIA Q.0 Na figura ao lado, a reta r tem equação y x no plano cartesiano Oxy. Além dis so, os pontos 0,,, estão na reta r, sendo 0 = (0,). Os pontos A 0,

Leia mais

PLANEAMENTO E PROGRAMAÇÃO DO TREINO DE ATLETAS DE ½ FUNDO E FUNDO

PLANEAMENTO E PROGRAMAÇÃO DO TREINO DE ATLETAS DE ½ FUNDO E FUNDO PLM PGMÇÃ LS ½ F F SPÊS BLÓGS S SÂS ½ F F 800M 1500M 3000M SÂS 5000M 10000M ½ M. M. L L FQÊ.Í L Z ÍVL B B LÁ SV B XSV 22 LÁ SV 14 B XSV FQ.. MX. 8 MS SV 6 B XSV FQ.. MX. -15 4 3 B B ÓB GLL. B B LPLÍ 2

Leia mais

MECANISMOS DE DEFESA DE PLANTAS CONTRA FITOPATÓGENOS

MECANISMOS DE DEFESA DE PLANTAS CONTRA FITOPATÓGENOS ECANIO DE DEFEA DA PLANTA Dç: r â ECANIO DE DEFEA DE PLANTA CONTRA FITOPATÓGENO ABIENTE DOENÇA rgr Crg FCAV/UNEP 2015 PLANTA PATÓGENO P R O C E O F I I L Ó G I C O ECANIO DE DEFEA DA PLANTA (AGRIO, 1997)

Leia mais

M a n h ã... p r e s e n t e! L u g a r... p r e s e n t e! Q u e m... p r e s e n t e! N e n h u m... p r e s e n t e! C u í c a... p r e s e n t e!

M a n h ã... p r e s e n t e! L u g a r... p r e s e n t e! Q u e m... p r e s e n t e! N e n h u m... p r e s e n t e! C u í c a... p r e s e n t e! C a r o l i n a M a n h ã......................................................................... p r e s e n t e! L u g a r.......................................................................... p

Leia mais

U N I V E R S I D A D E C A N D I D O M E N D E S P Ó S G R A D U A Ç Ã O L A T O S E N S U I N S T I T U T O A V E Z D O M E S T R E

U N I V E R S I D A D E C A N D I D O M E N D E S P Ó S G R A D U A Ç Ã O L A T O S E N S U I N S T I T U T O A V E Z D O M E S T R E U N I V E R S I D A D E C A N D I D O M E N D E S P Ó S G R A D U A Ç Ã O L A T O S E N S U I N S T I T U T O A V E Z D O M E S T R E E S T U D O D O S P R O B L E M A S D A E C O N O M I A B R A S I L

Leia mais

'!"( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, ".6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # )

'!( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, .6 )) -2 7! 6))  ) 6 #$ ))! 6) 8 9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) !" #$%&& #% 1 !"# $%& '!"( )*+%, ( -. ) #) /)01 01)0) 2! ' 3.!1(,,, " 44425"2.6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 4442$ ))2 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) 44425"2 ))!)) 2() )! ()?"?@! A ))B " > - > )A! 2CDE)

Leia mais

A T A N º 4 /2014. S e s s ã o o r d i n á r i a 30 d e j u n h o d e M a r g a r i d a M a s s e n a 1 d e 50

A T A N º 4 /2014. S e s s ã o o r d i n á r i a 30 d e j u n h o d e M a r g a r i d a M a s s e n a 1 d e 50 A T A N º 4 /2014 A o s t r i n t a d i a s d o m ê s d e j u n h o d o a n o d e d o i s m i l e c a t o r z e, p e l a s v i n t e h o r a s e t r i n t a m i n u t o s r e u n i u e m s e s s ã o o

Leia mais

EM NOME DO PAI ====================== j ˆ«. ˆ««=======================

EM NOME DO PAI ====================== j ˆ«. ˆ««======================= œ» EM NOME O PI Trnscçã Isbel rc Ver Snts Pe. Jãzinh Bm & # #6 8 j. j... Œ. ll { l l l l n me d Pi e d Fi lh ed_es & #. 2. #. _. _ j.. Œ. Œ l l l j {.. l. pí t Sn t_ mém Sn t_ mém LÓRI O PI Trnscçã Isbel

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3 Ambulâncias 111 Serviço de Transporte de Doentes e Sinistrados, S.A. 03-CG-22 03-CG-23 03-CG-24 13-72-XQ 17-EM-31 19-IX-83 19-IX-86 24-EC-12 35-79-QP 35-CD-95 45-GQ-20

Leia mais

aparelhos domésticos duchas e chuveiros elétricos duo shower quadra linha duo shower quadra nova linha lançamento ducha e chuveiro em um só produto

aparelhos domésticos duchas e chuveiros elétricos duo shower quadra linha duo shower quadra nova linha lançamento ducha e chuveiro em um só produto lh déic dch chvi léic v lih d hw qd Chvi gd lhd i cf bh DU CH d Dch ág diçã djd A- j cc clh çã d bh Dch chvi x cl iv l dch chvi ó d d hw qd b lôica diiiv glg d icliçã l q l ci Diívl 127V~/5500W 220V~/7500W

Leia mais

J u i n 2 0 0 9 L e ttr e d 'i n fo r m a ti o n n 1 9 E d i to r i al E p p u r si m u o ve «E t p o u r ta n t e l l e b o u g e» m u r m u r a G a l l i l é e s u r s o n c h a m p e s t l a r g e.

Leia mais

Uma publicação que é referência no setor

Uma publicação que é referência no setor ublic qu é rfrêci Vlt r rfiii ii frcêuc, viári, c, bitclgi, litíci, quíic fi, quit hitlr, i vi qu cl cti é u xigêci, rvit Cl Cti fc luçõ tclógic r rli brilir. C iibui irigi, ublic g rtt ghri ut, r Quli,

Leia mais

BANCO DE FÓRMULAS PROF. FRED MOURA. Movimento Circular 1 T. a cp. = velocidade angular. = espaço angular. Unidades de medida

BANCO DE FÓRMULAS PROF. FRED MOURA. Movimento Circular 1 T. a cp. = velocidade angular. = espaço angular. Unidades de medida O D ÓMUL O. D MOU MU & MU Moo ul Lço Oblíuo p = lo ul * opo l - MU y y y y y s y y y = lo é = ção spço = spço ul = o H s = Ilo po = üê * opo hozol - MU = spço (l) = píoo x os = spço Il = lo = lo l = lção

Leia mais

A C O N T R A R E F O R M A E A R E F O R M A C A T Ó L I C A N O S P R I N C Í P I O S D A I D A D E M O D E R N A 2

A C O N T R A R E F O R M A E A R E F O R M A C A T Ó L I C A N O S P R I N C Í P I O S D A I D A D E M O D E R N A 2 1 Í N D I C E A C O N T R A R E F O R M A E A R E F O R M A C A T Ó L I C A N O S P R I N C Í P I O S D A I D A D E M O D E R N A 2 A P R E S E N T A Ç Ã O : A L G U M AS N O T A S E P A L A V R A S 2

Leia mais

Manobra e Proteção de Motores. sirius. Métodos de Partida

Manobra e Proteção de Motores. sirius. Métodos de Partida anobra e Proteção de otores sirius étodos de Partida étodos de partida Índice Páginas Partida direta coordenada com fusível... e Partida direta com reversão coordenada com fúsivel... 5 e 6 Partida estrela-triângulo

Leia mais

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra &xttlt 91/li á ghl á Si!lJát tjll Czi O t içõ t t Ftz lv á git lõ: I O vi t i é fit i i l t gi t fix :;:ã;"4 l ll 1tlt xit á fi " """" t i t j it z 1 t A gitçã Iti ttt v i á g l vt bt l é itt q gã i fiíi

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

P a l a v r a s - c h a v e s : l i n g u í s t i c a, l i n g u a g e m, s o c i a b i l i d a d e.

P a l a v r a s - c h a v e s : l i n g u í s t i c a, l i n g u a g e m, s o c i a b i l i d a d e. A V A R I E D A D E L I N G U Í S T I C A D E N T R O D A S O C I E D A D E C A M P O - G R A N D E N S E N O Â M B I T O D O M E R C A D Ã O M U N I C I P A L E F E I R A C E N T R A L D E C A M P O G

Leia mais

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30 Reles de Monitoramento de Corrente SIRIUS Os reles de monitoramento de corrente supervisionam não apenas os motores ou outras cargas, mas adicionam facilidades para o monitoramento da corrente ideal do

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

Latim-runas NUMERO 5:511 Sabbadrh-BQ de dezembro de O Fundador,

Latim-runas NUMERO 5:511 Sabbadrh-BQ de dezembro de O Fundador, 1 -\(^" - UR 11 S-Q 19 - F &-(P U? y - » T D!! &Jj / P - J óó PUÇS - PU-S QURTS-ÊHS SDS - - - 1 ñ 9 1 f - - - õ j w-- 1 PRSS PP D V F* " õ» -í ( (- f õ ~ f õí ( 1 " ÍÍÉ- f S J J &/ j - f f f j S f P-!

Leia mais