Características da Linguagem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Características da Linguagem"

Transcrição

1 Java Conceitos BásicosB Conceitos básicos Características da Linguagem n Java é uma Linguagem OO, contendo uma coleção de APIs para o desenvolvimento de aplicações multiplataforma Java foi lançada pela Sun em Três grandes revisões: Java Development Kit (JDK) 1.0/1.0.2 Java Development Kit (JDK) 1.1/1.1.8 Java 2 Platform ( Java 2 SDK e JRE 1.2, 1.3, 1.4, 5.0) n Java segundo a Sun MicrosystemsSimples object-oriented distribuída interpretada robusta segura architecture-neutral portável alta performance multithreaded dinâmica Características da Linguagem n Simplicidade: Poucos comandos, Ausência de goto (apesar de suportar break para label), Mecanismos de tratamento de exceção, Não permite sobrecarga de operadores, Não suporta herança múltipla, Não suporta templates, Não utiliza ponteiros, Não trabalha com unions ou estruturas; somente classes. Vetores e strings são objetos. Java só trabalha com referências! 1

2 Características da Linguagem n Orientada a Objeto Suporte completo a OOP. Define uma extensa biblioteca de classes, disponibilizadas em pacotes (packages). java.lang => classes para definição básica da linguagem (core language) java.applet => classes para implementação de Applets java.awt => classes para gráficos, texto, janelas, GUI java.awt.image => classes para processamento de imagens java.awt.event => classes para tratamento de eventos na interface GUI java.awt.swing => classes para interface GUI extensão do AWT java.awt.peer => classes para interface GUI independente de plataforma java.io => classes para input / output java.net => classes para network computing java.util => classes para tipos de dados úteis (arrays, listas, etc) Diferentemente de C++, a maioria dos tipos em Java são objetos, com exceção dos tipos: numéricos, caracter e boolean. Características da Linguagem n Distribuída Java suporta aplicações Cliente/Servidor por ser uma linguagem distribuída. Suporta vários níveis de conectividade através de classes presentes no java.net package. Suporta conexão através de sockets (socket class). Características da Linguagem n Robusta Java é uma linguagem fortemente tipada (mais que C++). Requer declaração explícita de métodos (idem ANSI-C). Não suporta ponteiros, eliminando assim a possibilidade de invasões de área e manipulação errônea com aritmética de ponteiros 2

3 Características da Linguagem n Interpretada O compilador Java gera Bytecodes ao invés de código nativo de cada máquina. Para executar um programa Java é preciso interpretar os Bytecodes, o que é feito pelo interpretador Java. Através dos Bytecodes, Java provê um formato de arquivo objeto neutro (independente de plataforma), o que permite a sua migração entre plataformas de maneira eficiente e segura. Um programa em Java pode rodar em qualquer plataforma que tenha o interpretador Java instalado e as bibliotecas de run-time. Características da Linguagem Características da Linguagem n A Plataforma Java Uma platforma é o hardware ou o software onde um programa roda. Já foi apresentado que as plataformas mais comuns são Windows XP, Linux, Solaris, e MacOS. A maioria das platformas pode ser descrita como uma combinação de sistema operacional e hardware. A platafroma Java platform differe das outras platafromas por ser uma platafroma software-only que roda sobre outras plataformas baseadas em hardware. 3

4 Características da Linguagem n A Plataforma Java A platafroma Java possui os componentes: n Java Virtual Machine (Java VM) n Java Application Programming Interface (Java API) Plataforma Java Variável n É um um dado com um identificador n Declaração: type name n O programa MaxVariablesDemo apresenta todos os tipos pre-definidos em Java e os seu valores máximo. 4

5 Tipos Primitivos de Dados Palavra Chave Descrição Tamanho/Valor Inteiros byte short int long 1 byte Inteiro curto Inteiro Inteiro longo 8 bits complemento de 2 16 bits complemento de 2 32 bits complemento de 2 64 bits complemento de 2 float double char boolean Ponto Flutuante Ponto flutuante precisão simples Ponto flutuante precisão dupla Outros tipos Um único caracter Tipo buleano 32-bit IEEE bit IEEE bit Unicode character true ou false Nomes de variáveis n Um identificador deve ser uma série de caracteres Unicode que comecem com uma letra. n Não pode ser uma palavra-chave da linguagem nem true, false ou null. n Tem que ser única em seu escopo. Tipos Primitivos x Classes n As variáveis dos tipos primitivos armazenam o valor que representam; n As classes e arrays são referências para os valores que representam. 5

6 Classes dos Números NumberDemo.java public class NumberDemo { public static void main(string args[]) { Float floatone = new Float(14.78f f); Float floattwo = Float.valueOf("1.0"); Double doubleone = new Double(1.0); int difference = floatone.compareto(floattwo); if (difference == 0) { System.out.println("floatOne is equal to floattwo."); else if (difference < 0) { System.out.println("floatOne is less than floattwo."); else if (difference > 0) { System.out.println("floatOne is greater than floattwo."); System.out.println("floatOne is " + ((floatone.equals(doubleone))? "equal" : "not equal") + " to doubleone."); Escopo de uma Variável n O escopo de uma variável é a região do programa onde pode ser acessada através somente de seu identificador. n Escopo é diferente de visibilidade, visibilidade é estabelecida para atributos de uma classe através de modificadores. n A localização onde são declaradas as variáveis define o seu escopo. 6

7 Escopo de uma variável MaxVariablesDemo /** * MaxVariablesDemo.java is an application that * compiles and runs under J2SE 5.0. * It requires no other files. */ public class MaxVariablesDemo { public static void main(string args[]) { // integers byte largestbyte = Byte.MAX_VALUE; short largestshort = Short.MAX_VALUE; int largestinteger = Integer.MAX_VALUE; long largestlong = Long.MAX_VALUE; // real numbers float largestfloat = Float.MAX_VALUE; double largestdouble = Double.MAX_VALUE; // other primitive types char achar = 'S'; boolean aboolean = true; // display them all System.out.println( "The largest byte value is " + largestbyte); System.out.println( "The largest short value is " + largestshort); System.out.println( "The largest integer value is " + largestinteger); System.out.println( "The largest long value is " + largestlong); System.out.println( "The largest float value is " + largestfloat); System.out.println( "The largest double value is " + largestdouble); if (Character.isUpperCase(aChar)) { System.out.println("The character " + achar + " is upper case."); else { System.out.println("The character " + achar + " is lower case."); System.out.println("The value of aboolean is + aboolean); MaxVariablesDemo n A saída deste programa exemplo é: The largest byte value is 127 The largest short value is The largest integer value is The largest long value is The largest float value is e+38 The largest double value is e+308 The character S is upper case. The value of aboolean is true 7

8 Variáveis Finais n São semelhantes a constantes. n São declaradas como: final int afinalvar = 0; n Uma variável final que seja declarada e não inicializada é dita uma blank final e uma vez inicializada seu valor não pode mais ser alterado: final int blankfinal;... blankfinal = 0; Operadores Aritméticos Operador Uso Descrição + - * / % op1 + op2 op1 - op2 op1 * op2 op1 / op2 op1 % op2 Soma op1 e op2; também usedo para concatenar strings Subtrai op2 de op1 Multiplica op1 por op2 Divide op1 por op2 Calcula o resto da divisão de op1 por op2 Operadores Aritméticos Operador Uso Descrição ++ op++ Incrementa op de 1; calcula a expressão que contem op antes de incrementa-lo op Incrementa op de 1; calcula a expressão que contem op depois de incrementa-lo. -- op-- Decrementa op de 1; calcula a expressão que contem op antes de decrementa-lo op Decrementa op de 1; calcula a expressão que contem op depois de decrementa-lo. 8

9 Operadores Aritméticos Unários Operador Uso Descrição + +op Promove op para int se for um byte, short, ou char - -op Aritmeticamente nega op Operadores Lógicos Operador > >= < <= ==!= Uso op1 > op2 op1 >= op2 op1 < op2 op1 <= op2 op1 == op2 op1!= op2 Descrição Retorna true se op1 é maior que op2 Retorna true se op1 é maior ou igual a op2 Retorna true se op1 é menor que op2 Retorna true se op1 é menor ou igual a op2 Retorna true se op1 é igual a op2 Retorna true se op1 não é igual a op2 Operadores Lógicos Operador Uso Descrição &&! op1 && op2 op1 op2!op Retorna true se op1 e op2 são ambos true; só irá executar op2 se op1 for true Retorna true se op1 ou op2 for true; só irá executar op2 se op1 for false Retorna true se op1 for false & ^ ~ op1 & op2 op1 op2 op1 ^ op2 ~op1 Retorna true se op1 e op2 são ambos boleanos e true; geralmente verifica op1 e op2; Se os operandos forem números,faz a operação AND bit a bit (bitwise) Retorna true se op1 e op2 são ambos boleanos e pelo menos um for true; geralmente verifica op1 e op2; Se os operandos forem números,faz a operação OU bit a bit (bitwise) Retorna true se op1 e op2 são differentes isto é, se um ou o outro operando for true (XOR). Se os operandos forem números, faz a operação XOR bit a bit (bitwise) Complemento bit a bit de op1 9

10 Operadores de Deslocamento Operador Uso Descrição << >> op1 << op2 op1 >> op2 Desloca os bits de op1 para a esquerda op2 posições; preenche com zero os bits restantes a direita. Desloca os bits de op1 para a direita op2 posições; preenche com o bit de sinal os bits restantes do lado esquerdo. >>> op1 >>> op2 Desloca os bits de op1 para a direita op2 posições; preenche com zero bits o lado esquerdo. Operadores de Atribuição Operador += -= *= /= %= &= = ^= <<= >>= >>>= Uso op1 += op2 op1 -= op2 op1 *= op2 op1 /= op2 op1 %= op2 op1 &= op2 op1 = op2 op1 ^= op2 op1 <<= op2 op1 >>= op2 op1 >>>= op2 Equivalente a op1 = op1 + op2 op1 = op1 - op2 op1 = op1 * op2 op1 = op1 / op2 op1 = op1 % op2 op1 = op1 & op2 op1 = op1 op2 op1 = op1 ^ op2 op1 = op1 << op2 op1 = op1 >> op2 op1 = op1 >>> op2 Outros Operadores Operator?: [] [] []. () (type) new instanceof Use op1? op2 : op3 type [] type[ op1 ] op1[ op2 ] op1.op2 op1(params) (type) op1 new op1 op1 instanceof op2 Description Se op1 é true, retorna op2. Caso contrario, retorna op3. Declara um array de comprimento desconhecido que contem elementos do tipo type. Declara um array de comprimento op1 que contem elementos do tipo type. Acessa o elemento na posição op2 no array op1. Os índices começam no 0 e vão até o comprimento do array minos um. É uma referência ao membro op2 de op1. Declara ou chama o método op1 com os parâmetros params. A lista de parâmetros pode ser vazia. Mascara (cast) op1 para o tipo type. Uma exceção será lançada se os tipos forem incompatíveis. Cria um novo objeto ou array. op1 pode ser um construtor ou a especificação do array. Retorna true se op1 é uma instância de op2 10

11 Precedência de Operadores postfix operators unary operators multiplicative additive shift relational equality bitwise AND bitwise exclusive OR bitwise inclusive OR logical AND logical OR conditional assignment expr++ expr-- ++expr --expr +expr -expr ~! * / % + - << >> >>> < > <= >= instanceof ==!= & ^ &&? : = += -= *= /= %= &= ^= = <<= >>= >>>= Controle Tipos loop Desvio Condicional Palavras-chave while, do-while, for if-else, switch-case Tratamento de exceção try-catch-finally, throw Interrompendo break, continue, label:, return Comandos de loop while (expression) { statement do { statement(s) while (expression); for (initialization; termination; increment) { statement(s) 11

12 Iterando em Arrays /** * ForEachDemo.java is an application that compiles and runs * under J2SE v5.0 (and *not* under earlier versions). * It requires no other files. * * See ForDemo.java for an equivalent version that doesn't * use the enhanced for language feature introduced in 5.0. */ public class ForEachDemo { int[] arrayofints = { 32, 87, 3, 589, 12, 1076, 2000, 8, 622, 127 ; for (int element : arrayofints) { System.out.print(element + " "); System.out.println(); Iterando em Arrays /** * ForDemo.java is an application that compiles and runs * under J2SE v5.0. It requires no other files. * * See ForEachDemo.java for an equivalent version that takes * advantage of the for-each feature introduced in 5.0. */ public class ForDemo { int[] arrayofints = { 32, 87, 3, 589, 12, 1076, 2000, 8, 622, 127 ; for (int i = 0; i < arrayofints.length; i++) { System.out.print(arrayOfInts[i] + " "); System.out.println(); Desvio Condicional if/else n O desvio condicional em Java é implementado através dos comandos: if (response == OK) { //code to perform OK action else { //code to perform Cancel action 12

13 Operador?: n Java também possui o operador?: if (Character.isUpperCase(aChar)) { System.out.println("The character " + achar + " is upper case."); else { System.out.println("The character " + achar + " is lower case."); Equivale a: System.out.println("The character " + achar + " is " + (Character.isUpperCase(aChar)? "upper" : "lower") + "case."); IfElseDemo.java public class IfElseDemo { int testscore = 76; char grade; if (testscore >= 90) { grade = 'A'; else if (testscore >= 80) { grade = 'B'; else if (testscore >= 70) { grade = 'C'; else if (testscore >= 60) { grade = 'D'; else { grade = 'F'; System.out.println("Grade = " + grade); SwitchDemo.java public class SwitchDemo { int month = 8; switch (month) { case 1: System.out.println("January"); break; case 2: System.out.println("February"); break; case 3: System.out.println("March"); break; case 4: System.out.println("April"); break; case 5: System.out.println("May"); break; case 6: System.out.println("June"); break; case 7: System.out.println("July"); break; case 8: System.out.println("August"); break; case 9: System.out.println("September"); break; case 10: System.out.println("October"); break; case 11: System.out.println("November"); break; case 12: System.out.println("December"); break; default: System.out.println("Not a month!"); break; 13

14 Tipos enumeráveis n Um tipo enumerável é consiste em um conjunto fixo de constantes. n Em java são definidos usando a palavra-chave enum. enum Days { SUNDAY, MONDAY, TUESDAY,WEDNESDAY, THURSDAY, FRIDAY, SATURDAY ; Strings e Caracteres n Em Java há 4 classes que manipulam caracteres: Character: uma instância desta classe pode aramzenar um caracter e possui métodos para manipular caracteres. String : uma instância desta classe é emrepgada para manipualr conjuntos de caracteres constantes. StringBuffer: é uma classe para armazenar e manipular um conjunto de caracteres não constantes. É como String, só que seu conteúdo pode ser alterado. Pode ser empregada em ambientes multi-threaded. StringBuilder: é semelhante a StringBuffer, porém deve ser empregada em ambientes com single thread. É recomendado o seu emprego ao invés da StringBuffer sempre que possível, uma vez que será mais rápida na maioria dos casos. Qual classe usar? n Se o texto for constante use String. n Se o texto poderá muda e será acessado por uma única thread,empregue a StringBuilder. n Se o texto poderá mudar e será acessado por multiplas threads, use a StringBuffer. 14

15 length x capacity n length: este método retorna o comprimento da string armazenada. n capacity:este método de acesso retorna a capacidade do StringBuffer ou StringBuilder StringsDemo.java public class StringsDemo { String palindrome = "Dot saw I was Tod"; int len = palindrome.length(); StringBuilder dest = new StringBuilder(len); for (int i = (len - 1); i >= 0; i--) { dest.append(palindrome.charat(i)); System.out.println(dest.toString()); Procurando um Caractere Método int indexof(int) int lastindexof(int) int indexof(int,int) int lastindexof(int,int) int indexof(string) int lastindexof(string) int indexof(string,int) int lastindexof(string, int) Descrição Retorna o índice da primeira (última) ocorrência do caractere especificado. Retorna o índice da primeira (última) ocorrência do caractere especificado procurando para frente (para trás) a partir de um ponto. Retorna o índice da primeira (última) ocorrência da string especificado Retorna o índice da primeira (última) ocorrência da string especificado procurando para frente (para trás) a partir de um ponto. 15

16 FilenameDemo.java public class FilenameDemo { final String FPATH = "/home/mem/index.html"; Filename myhomepage = new Filename(FPATH, '/', '.'); System.out.println("Extension = " + myhomepage.extension()); System.out.println("Filename = " + myhomepage.filename()); System.out.println("Path = " + myhomepage.path()); Comparando Strings Método boolean endswith(string) boolean startswith(string) boolean startswith(string, int) int compareto(string) int compareto(object) int comparetoignorecase(string) boolean equals(object) boolean equalsignorecase(string) boolean regionmatches(int, String, int, int) boolean regionmatches(boolean, int, String, int, int) Descrição Retorna true se a string termina/inicia com a a substring especificada. O parâmetro inteiro, quando presente indica o offset para o início da busca. Compara 2 strings e retorna uma inteiro indicando se a string é maior (> 0), igual (= 0), ou menor (< 0) que o argumento. Oeste método ignora a caixa do caractere; a e A são considerados iguais. Retorna true se a string é igual ao argumento. Testa se a região da string é igual a região do argumento. O argumento boolean define se a caixa deve ser ignorada, true sim false não. RegionMatchesDemo.java public class RegionMatchesDemo { String searchme = "Green Eggs and Ham"; String findme = "Eggs"; int len = findme.length(); boolean foundit = false; int i = 0; while (!searchme.regionmatches(i, findme, 0, len)) { i++; foundit = true; if (foundit) { System.out.println(searchMe.substring(i, i+len)); 16

17 valueof x tostring n O método valueof é empregado para converter números para String. n O métdo tostring é empregado para convertes números para String. n O método tostring é declarado em Object e sobrecarregado para o comportamento desejado n Exemplos: ToStringDemo.java ValueOfDemo.java Array n Um array é uma estrutura que armazena vários objetos do mesmo tipo. n O tamanho de um array é estabelecido quando este é criado. Criando e Usando Arrays public class ArrayDemo { int[] anarray; // declare an array of integers anarray = new int[10];// create an array of integers // assign a value to each array element and print for (int i = 0; i < anarray.length; i++) { anarray[i] = i; System.out.print(anArray[i] + " "); System.out.println(); 17

18 Array de Objetos public class ArrayOfStringsDemo { String[] anarray = { "String One", "String Two", "String Three" ; { for (int i = 0; i < anarray.length; i++) System.out.println(anArray[i].toLowerCase()); Array de Array public class ArrayOfArraysDemo { String[][] cartoons = { { "Flintstones", "Fred", "Wilma", "Pebbles", "Dino", { "Rubbles", "Barney", "Betty", "Bam Bam", { "Jetsons", "George", "Jane", "Elroy", "Judy", "Rosie", "Astro", { "Scooby Doo Gang", "Scooby Doo", "Shaggy", "Velma", "Fred", "Daphne" ; for (int i = 0; i < cartoons.length; i++) { System.out.print(cartoons[i][0] + ": "); for (int j = 1; j < cartoons[i].length; j++) { System.out.print(cartoons[i][j] + " "); System.out.println(); Copiando arrays n Use o comando arraycopy para copiar arrays. public static void arraycopy(object source, int srcindex, Object dest, int destindex, int length, 18

19 ArrayCopydemo.java public class ArrayCopyDemo { char[] copyfrom = { 'd', 'e', 'c', 'a', 'f', 'f', 'e', 'i', 'n', 'a', 't', 'e', 'd' ; char[] copyto = new char[7]; System.arraycopy(copyFrom, 2, copyto, 0, 7); System.out.println(new String(copyTo)); 19

PRDS - Programa de Residência em Desenvolvimento de Software

PRDS - Programa de Residência em Desenvolvimento de Software PRDS - Programa de Residência em Desenvolvimento de Software Laboratório de Engenharia de Software (LES) da PUC-Rio Carlos Lucena lucena@inf.puc-rio.br Rodrigo Paes rbp@les.inf.puc-rio.br Gustavo Carvalho

Leia mais

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Departamento de Informática PUC-Rio Andrew Diniz da Costa andrew@les.inf.puc-rio.br Programa Capítulo 2 Visão Geral da Tecnologia Java Aplicação Hello

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva Java 1 visão geral Vitor Vaz da Silva Introdução 1991 Um grupo de projectistas da Sun Green Team tenta criar uma nova geração de computadores portáteis inteligentes e com grande capacidade de comunicação.

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação?

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação? Algoritmos e Programação 2 Baseado no material do Prof. Júlio Pereira Machado Introdução à Programação Orientada a Objetos O que é um paradigma de programação? É um padrão conceitual que orienta soluções

Leia mais

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Orientação a Objetos em Java Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Agenda Introdução; Orientação a Objetos; Orientação a Objetos em Java; Leonardo Murta Orientação a Objetos em Java 2 Agosto/2007

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Uberlândia Programação Orientada a Objetos I Introdução a Java Sintaxe básica OO Prof. Fabiano Azevedo Dorça Em Java, cada classe dá origem a um arquivo.java contendo o código fonte.

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Capítulo 2. Fundamentos de Java

Capítulo 2. Fundamentos de Java Capítulo 2. Fundamentos de Java 1/52 Índice 2.1 - Variáveis Tipos Escopo Inicialização Casting Literais 2.2 - Operadores Aritméticos Relacionais Bit a Bit De atribuição 2.3 - Expressões, statements e blocos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Estrutura de Programação Bibliografia HORSTMANN, Cay S., CORNELL, Gray. Core Java 2 Volume

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 09 Introdução à Java Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Java: Sintaxe; Tipos de Dados; Variáveis; Impressão de Dados.

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

P n o t n ifíci c a a Un U i n ve v r e si s da d d a e d e C a C t a ól ó ica c a d o d o R i R o o d e d e J a J n a e n i e ro o PU P C U -Ri R o

P n o t n ifíci c a a Un U i n ve v r e si s da d d a e d e C a C t a ól ó ica c a d o d o R i R o o d e d e J a J n a e n i e ro o PU P C U -Ri R o Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA Curso de Especialização em Tecnologia Java UTFPR Capítulo 1 Parte 1 Introdução à tecnologia Java Ambiente de desenvolvimento Java Introdução à Tecnologia Java O que é Java?

Leia mais

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40 JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1/40 Introdução 2/40 Page 1 Programação OO Elementos do modelo OO: Abstração: é o processo de abstrair as características essenciais de um objeto real. O conjunto de características

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 1: Introdução MEEC@IST Java 1/27 História versões (1) [1995] Versão 1.0, denominada Java Development Kit (JDK) 212 classes em 8 pacotes Lento, muitos bugs, mas com Applets

Leia mais

3 Classes e instanciação de objectos (em Java)

3 Classes e instanciação de objectos (em Java) 3 Classes e instanciação de objectos (em Java) Suponhamos que queremos criar uma classe que especifique a estrutura e o comportamento de objectos do tipo Contador. As instâncias da classe Contador devem

Leia mais

Introdução à Linguagem Java

Introdução à Linguagem Java Introdução à Linguagem Java A linguagem Java surgiu em 1991 quando cientistas da Sun, liderados por Patrick Naughton e James Gosling, projetaram uma linguagem pequena para ser utilizada em eletrodomésticos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 02 APRESENTAÇÃO: Apresentação; conceitos básicos da linguagem java; estrutura

Leia mais

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS João Gabriel Ganem Barbosa Sumário Motivação História Linha do Tempo Divisão Conceitos Paradigmas Geração Tipos de Dados Operadores Estruturada vs

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

Introdução à linguagem

Introdução à linguagem A Tecnologia Java 1 Introdução à linguagem Origens do JAVA Projecto Green, programação para a electrónica de Consumo (Dezembro 1990): Pouca memória disponível Processadores fracos Arquitecturas muito diferentes

Leia mais

APOSTILA PHP PARTE 1

APOSTILA PHP PARTE 1 APOSTILA PHP PARTE 1 1. Introdução O que é PHP? PHP significa: PHP Hypertext Preprocessor. Realmente, o produto foi originalmente chamado de Personal Home Page Tools ; mas como se expandiu em escopo, um

Leia mais

Slides_Java_1 !"$ % & $ ' ' Output: Run java. Compile javac. Name of program. Must be the same as name of file. Java source code.

Slides_Java_1 !$ % & $ ' ' Output: Run java. Compile javac. Name of program. Must be the same as name of file. Java source code. Slides_Java_1!"#$!" $ % & $ Sistemas Informáticos I, 2005/2006 ( Java source code Compile javac Java bytecode Run java Output:!"#) %& Name of program. Must be the same as name of file.!"#$!"$ % & $ Where

Leia mais

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br Java - Introdução Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda O que é Java? Sun / Oracle. IDE - NetBeans. Linguagem Java; Maquina Virtual; Atividade Prática. Identificando Elementos

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Engenharia da Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dados Pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto MSc. em ciência da computação (UFPE) rosalvo.oliveira@univasf.edu.br

Leia mais

Revisão da linguagem Java

Revisão da linguagem Java Revisão da linguagem Java Laboratório de Programação Pedro Vasconcelos, DCC/FCUP Fevereiro 2015 Java TM linguagem de programação de propósito genérico desenvolvida pela Sun (e agora Oracle) suporta tipos

Leia mais

Visual Basic e Java. À primeira vista o Java é completamente diferente do Visual Basic. Realmente as duas linguagens pertencem a mundos distintos.

Visual Basic e Java. À primeira vista o Java é completamente diferente do Visual Basic. Realmente as duas linguagens pertencem a mundos distintos. Visual Basic e Java À primeira vista o Java é completamente diferente do Visual Basic. Realmente as duas linguagens pertencem a mundos distintos. No entanto, elas compartilham uma série de funcionalidades.

Leia mais

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação Primeiro Programa em Java public class OlaPessoal

Leia mais

Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br. O que é a linguagem Java?

Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br. O que é a linguagem Java? Programação Orientada a Objetos Elementos Básicos da Linguagem Java Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Definição O que é a linguagem

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br Programação Orientada a Objetos com Java Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br INTRODUÇÃO Plataforma Java Java é tanto uma linguagem de programação de alto nível quanto uma plataforma de desenvolvimento

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2014. Introdução ao Java: Definições Linguagem desenvolvida pela SUN para manter o poder computacional do C++ e promover

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto Programação para Dispositivos Móveis Aula 1 Prof. William Yamamoto Visual Studio É uma ferramenta de desenvolvimento completa que atende praticamente a todas as plataformas de desenvolvimento, como: Web

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos AULA 02 TECNOLOGIA JAVA O nome "Java" é usado para referir-se a 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos 2. Uma coleção de APIs (classes, componentes, frameworks) para o desenvolvimento de aplicações

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da Java Laboratório Aula 1 Programação orientada a objetos Profa. Renata e Cristiane Introdução a Plataforma Java O que é Java? Tecnologia Linguagem de Programação Ambiente de Execução (JVM) Tudo isso é a

Leia mais

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++ Fundamentos de Programação II Introdução à linguagem de programação C++ Prof. Rafael Henrique D. Zottesso Material cedido por Prof. Msc. Everton Fernando Baro Agenda IDE HelloWorld Variáveis Operadores

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

Lição 9 Trabalhando com bibliotecas de classes

Lição 9 Trabalhando com bibliotecas de classes Lição 9 Trabalhando com bibliotecas de classes Introdução à Programação I 1 Objetivos Ao final da lição, o estudante deverá estar apto a: Explicar o que é programação orientada a objetos e alguns de seus

Leia mais

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo Programando em C# Orientado a Objetos By: Maromo Agenda Módulo 1 Plataforma.Net. Linguagem de Programação C#. Tipos primitivos, comandos de controle. Exercícios de Fixação. Introdução O modelo de programação

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA Introdução para Iniciantes Prof. M.Sc. Daniel Calife Índice 1 - A programação e a Linguagem Java. 1.1 1.2 1.3 1.4 Linguagens de Programação Java JDK IDE 2 - Criando o primeiro

Leia mais

Conceitos Básicos da Linguagem Java. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Conceitos Básicos da Linguagem Java. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Conceitos Básicos da Linguagem Java Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Histórico do Java; Características do Java; Compilação de um Programa em Java; Modificando o Primeiro Programa em

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

Programação de Computadores II TCC-00.174/Turma A-1A

Programação de Computadores II TCC-00.174/Turma A-1A Programação de Computadores II TCC-00.174/Turma A-1A Professor Leandro A. F. Fernandes http://www.ic.uff.br/~laffernandes Conteúdo do: : Introdução ao Java Material elaborado pelos profs. Anselmo Montenegro

Leia mais

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo:

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo: Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET PADI 2015/16 Aula 1 Introdução à Plataforma.NET 1 Sumário 1. Framework.NET Arquitectura 2. Linguagem C# 2.0 Sintaxe C# vs. Java vs. C++ 3. IDE: MS Visual Studio 2005 ou superior Ferramentas Console/Win

Leia mais

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ...

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ... Programação Na Web Linguagem Java Parte II Sintaxe António Gonçalves break com o nome do bloco Nome do bloco Termina o bloco class class Matrix Matrix { private private int[][] int[][] mat; mat; public

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 2 Introdução aos aplicativos Java Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 2.1 Introdução Programação de aplicativo Java. Utilize as ferramentas do JDK para compilar

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Programação

Conceitos de Linguagens de Programação Conceitos de Linguagens de Programação Aula 07 Nomes, Vinculações, Escopos e Tipos de Dados Edirlei Soares de Lima Introdução Linguagens de programação imperativas são abstrações

Leia mais

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java Revisão OO Básico Orientação a Objetos em Java Grupo de Linguagens de Programação Departamento de Informática PUC-Rio Nomenclatura A unidade básica de programação em linguagens orientadas a objetos é a

Leia mais

Utilizem a classe Aula.java da aula passada:

Utilizem a classe Aula.java da aula passada: Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Utilizem a classe Aula.java da aula passada: public class Aula { public static void main(string[]

Leia mais

Java 2 tipos, operadores, String. Vitor Vaz da Silva

Java 2 tipos, operadores, String. Vitor Vaz da Silva Java 2 tipos, operadores, String Vitor Vaz da Silva Tipos de Dados Primitivos Inteiro byte short int long Vírgula flutuante float double Caractere char Lógico boolean Vitor Vaz da Silva 2 Inteiros Tipo

Leia mais

AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS

AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos Roque Oliveira Bezerra, M. Eng roque@das.ufsc.br Prof. Ricardo J. Rabelo ROTEIRO Introdução Fases de um programa Java Strings

Leia mais

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição Lista de Contas Lista de Contas: Assinatura null Quais são os métodos necessários? class ListaDeContas { void inserir (Conta c) { void retirar (Conta c) { Conta procurar (String num) { Listas de Contas:

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java FBV - Linguagem de Programação II Um pouco sobre Java História 1992: um grupo de engenheiros da Sun Microsystems desenvolve uma linguagem para pequenos dispositivos, batizada de Oak Desenvolvida com base

Leia mais

Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes E-mail: rxbrito@gmail.

Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes E-mail: rxbrito@gmail. Um pouco da história Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes E-mail: rxbrito@gmail.com Introdução a Linguagem Java Java

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 01 Introdução à Linguagem Java Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

Keeper of Knowledge. Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java

Keeper of Knowledge. Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java INTRODUÇÃO O objectivo deste tutorial é ensinar as regras básicas de programação em Java e facilitar a aprendizagem dos capítulos que se seguem. Qualquer dúvida sobre

Leia mais

Características de Java

Características de Java Características de Java Familiar e Simples Sintaxe parecida com C/C++; Porém mais limpa: sem ponteiros, estruturas, etc; Orientada a Objetos (OO) Prática de programação já consolidada no mercado; OO permite

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

Programação em C++: Introdução

Programação em C++: Introdução Programação em C++: Introdução J. Barbosa J. Tavares Visualização Científica Conceitos básicos de programação Algoritmo Conjunto finito de regras sobre as quais se pode dar execução a um dado processo

Leia mais

Instruções de controle: Parte 1. 2005 by Pearson Education do Brasil

Instruções de controle: Parte 1. 2005 by Pearson Education do Brasil 1 4 Instruções de controle: Parte 1 2 4.2 Algoritmos Algoritmos: As ações a executar. A ordem em que essas ações executam. Controle do programa: Especifica a ordem em que as ações são executadas em um

Leia mais

Introdução à Programação Orientada a Objetos. Programação e Sistemas de Informação

Introdução à Programação Orientada a Objetos. Programação e Sistemas de Informação Introdução à Programação Orientada a Objetos Programação e Sistemas de Informação Paradigmas de programação (1) Um paradigma de programação fornece (e determina) a visão que o programador possui sobre

Leia mais

Curso. Linguagem Java

Curso. Linguagem Java Seja Bem Vindo! Curso Linguagem Java Carga horária: 40hs 1 Dicas importantes Nunca se esqueça de que o objetivo central é aprender o conteúdo, e não apenas terminar o curso. Qualquer um termina, só os

Leia mais

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE.

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE. PROGRAMAÇÃ ÇÃO COM OBJECTOS TUDO É UM OBJECTO Programação com Objectos ÍNDICE Introdução aos objectos Polimorfismo TUDO É UM OBJECTO Interface e classes internas Instruções de controlo Guardar os objectos

Leia mais

Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br. Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java

Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br. Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java RedFoot J Dukes Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br 1 Roteiro Objetivos Plataforma Java Linguagem de Programação Maquina Virtual Tecnologias Conclusão 2 Objetivos Geral

Leia mais

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

Seminário - C# DSO II. Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2. Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo

Seminário - C# DSO II. Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2. Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo Seminário - C# DSO II Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2 Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo Roteiro Breve Histórico Plataforma.NET Características da Linguagem Sintaxe Versões

Leia mais

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência 1. Introdução Universidade Federal do ABC Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Dados, variáveis, operadores e precedência Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência Nesta

Leia mais

7/7/2010. Confiabilidade Independência de Plataforma Segurança Oak se transforma em Java

7/7/2010. Confiabilidade Independência de Plataforma Segurança Oak se transforma em Java Cay Horstmann, Gary Cornell. Core Java, Volume 1 - Fundamentos. Editora: Prentice Hall. Ano: 2007. Edição: 8 The Java Tutorials http://java.sun.com/docs/books/tutorial/ Standard Edition Revisão Geral Fernando

Leia mais

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos.

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java Pedro de Alcântara dos Santos Neto e-mail: pasn@ufpi.edu.br Home Page: http:// www.ufpi.br/pasn Relevância e Motivação Técnicas a serem utilizadas na prática

Leia mais

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Qualiti Software Processes Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Versã o 1.0 Este documento só pode ser utilizado para fins educacionais, no Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco.

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade

Leia mais

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Rafael Silva Guimarães Instituto Federal do Espírito Santo Campus Cachoeiro de Itapemirim Definição A linguagem Java foi desenvolvida pela Sun Microsystems,

Leia mais

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Conteúdo Introdução ao Ambiente de Desenvolvimento Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.2/tcc-00.226

Leia mais

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C Resumo da Introdução de Prática de Programação com C A Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional

Leia mais

Algoritmos em Javascript

Algoritmos em Javascript Algoritmos em Javascript Sumário Algoritmos 1 O que é um programa? 1 Entrada e Saída de Dados 3 Programando 4 O que é necessário para programar 4 em JavaScript? Variáveis 5 Tipos de Variáveis 6 Arrays

Leia mais

O que significa programar e a razão da sua importância. os sistemas informáticos dependem da interacção de inúmeros programas

O que significa programar e a razão da sua importância. os sistemas informáticos dependem da interacção de inúmeros programas Capítulo 1 Introdução Enquadramento da disciplina O que significa programar e a razão da sua importância basilar em qualquer curso de computação os sistemas informáticos dependem da interacção de inúmeros

Leia mais

EMENTA DO CURSO. Tópicos:

EMENTA DO CURSO. Tópicos: EMENTA DO CURSO O Curso Preparatório para a Certificação Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer (Java Básico) será dividido em 2 módulos e deverá ter os seguintes objetivos e conter os seguintes

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 5 Instruções de controle: Parte 2 Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 5.1 Introdução Instrução de repetição for Instrução de repetição do while Instrução de seleção

Leia mais