Fruto das Nossas Mãos Fruit of Our Labours

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fruto das Nossas Mãos Fruit of Our Labours"

Transcrição

1 Fruto das Nossas Mãos Fruit of Our Labours 2011 RELATÓRIO & CONTAS ANNUAL REPORT Sogrape, SGPS, S.A.

2 Fruto das nossas mãos A produção de vinho é um processo complexo, lento e cuidadoso, que depende do conhecimento acumulado ao longo de várias gerações e do empenho de muitas pessoas. Neste Relatório e Contas de 2011, quisemos prestar uma homenagem sentida a todos aqueles que, na Sogrape, dedicam o seu dia-a-dia à produção de vinhos de qualidade. É nas mãos deles, nas mãos de todos nós, que depositamos a qualidade dos nossos vinhos e a excelência e distintividade das nossas Marcas. São mãos de confiança do passado, do presente e do futuro. Fruit of Our Labours Wine production is a complex and slow process requiring care and dedication, which is dependent on knowledge accumulated over generations and the contribution of many people. In this Report and Accounts for 2011 we wanted to pay a special tribute to all those at Sogrape who dedicate their daily efforts to the production of quality wines. Every member of the Sogrape team contributes, and shares in the responsibility for the quality of our wines and the excellence and the distinctiveness of our brands. Together we share confidence in the past, the present and the future.

3 Fruto das Nossas Mãos Fruit of Our Labours 2011 RELATÓRIO & CONTAS ANNUAL REPORT Sogrape, SGPS, S.A.

4 ÍNDICE DE CONTEÚDOS TABLE OF CONTENTS 6 Palavras do Presidente Visão Sogrape Message from the Chairman Sogrape Vision 62 Demonstrações Financeiras Consolidadas Consolidated Financial Statements 12 Factos Relevantes Highlights 64 Demonstrações da Posição Financeira Consolidada Statements of Consolidated Financial Position Principais Indicadores de Actividade Key Performance Indicators Orgãos Sociais Sogrape, SGPS, S.A. Governing Bodies, SGPS, S.A Demonstrações dos Resultados Consolidados Consolidated Income Statements Demonstrações do Rendimento Integral Consolidado Statements of Consolidated Comprehensive Income Demonstrações Consolidadas das Alterações no Capital Próprio Consolidated Statements of Changes in Equity 19 Organigrama Principais Sociedades Organization Chart Main Companies 69 Demonstrações dos Fluxos de Caixa Consolidados Statements of Consolidated Cash Flows 20 Orgãos de Gestão Management 70 Anexo às Demonstrações Financeiras Consolidadas Notes to the Consolidated Financial Statements 26 Relatório Consolidado de Gestão Consolidated Management Report 166 Pareceres e Certificação Statements and Certification Relatório & Contas Annual Report 2011

5 Trabalhar a terra e tratar as vinhas tem tanto Working the land and treating the vines Visão Sogrape 1 de ciência quanto de intuição. requires both science and intuition. A perícia e inovação dependem fortemente Sogrape Vision The expertise and innovation depend mainly do conhecimento e da experiência das pessoas que conhecem a terra e a vinha como as suas mãos. on the knowledge and experience of people who know the terroir and the vine as well as the back of their own hands.

6 PALAVRAS DO PRESIDENTE MESSAGE FROM THE CHAIRMAN Senhores accionistas, Com o ano de 2012 já a arrancar e sinais que vão merecer por certo a nossa melhor atenção, é chegado o momento de apresentar o que foi a actividade e resultados da Sogrape SGPS e das suas participadas no ano de Os documentos de prestação de contas consolidadas elucidam bem o que somos neste momento - um Grupo com presença internacional, com um negócio de Vinhos de qualidade e marcas premium e focado na conquista de posições de liderança em mercados prioritários. Sei bem, por que acompanho com o mais vivo interesse, o que estes resultados significam de empenho, criatividade e profissionalismo de uma grande equipa. Tenho a certeza de que continuaremos nesta senda apesar das condições adversas que se sentem em Portugal e no mercado em geral. O privilégio dos anos que levo na Sogrape dá-me também capacidade de leitura para interpretar e valorizar adequadamente o que podem ser hoje os constrangimentos, nomeadamente nacionais, do nosso negócio de Vinhos. E o ano de 2011 revelou bem o que podem ser esses constrangimentos. Estejamos sim disponíveis para surpreender - em Portugal e em qualquer outra parte - o nosso Consumidor, criando novos Vinhos - novas marcas mas também, porque não, novas origens. E sempre mantendo aqueles níveis de confiança que o Consumidor demonstra cada vez que nos prefere. Dear shareholders, With 2012 well underway we need to pay close attention to the economic situation and our response to it. But for now it is time to present the 2011 results for Sogrape SGPS and its subsidiaries. The consolidated accounts clearly show our company s performance at this moment in time. We are an international company, with a premium wine business, marketing and promoting its premium brands, to achieve leadership in priority markets. I follow our company s activities with close interest and I know that our results for 2011 indicate the persistence, creativity and professionalism of our great team. I am certain that we will continue along this path, despite the adverse conditions in Portugal and the market in general. I have been privileged to work for Sogrape for many years, and this gives me the knowledge and experience to interpret and to accurately assess today s constraints, principally domestic, for our wine business. Throughout 2011 the nature of these constraints was clearly revealed. May we always be capable of surprising our consumers, in Portugal and elsewhere, of creating new wines, new brands and of course finding new wine regions. We always work hard to maintain consumer confidence which is rewarded, time and again, by repeat business as consumers make us their preferred choice. 6 Fernando Guedes Presidente do Conselho de Administração Sogrape, SGPS, S.A. Chairman of the Board of Directors Sogrape, SGPS, S.A. SOGRAPE

7 Com muito gosto aqui assinalo o lançamento já em 2012 de um novo vinho DOC Douro que recebeu a marca Legado. Acompanhei de perto a sua preparação, conheço bem as velhas vinhas de onde vêm as uvas que lhe deram origem e devo confessar, com uma ponta de orgulho, que encontro neste vinho o feitiço daquelas paragens monumentais e insólitas da Quinta do Caêdo, no Vale do Rio Douro. Este Legado ilustra bem a aliança sempre nova que mantemos com o Consumidor e que nos poderá levar a bom porto. A hora é portanto de aceitar as exigências da conjuntura e delas tirar o melhor proveito. À data em que escrevo estas palavras encontra-se já formalizada uma transacção que reputo de elevado significado para a estratégia de crescimento da Sogrape, a aquisição em Espanha da Bodegas LAN, na qual se inclui uma relevante operação de vinhos de Rioja e ainda os vinhos da marca Santiago Ruiz nas Rias Baixas. Estou certo de que esta operação constitui um sinal forte daquele optimismo que nos deve mobilizar para enfrentarmos os graves desafios nacionais que se nos deparam. Avintes, 2 de Abril de 2012 I am pleased to announce the launch of a new wine in 2012, Legado DOC Douro. I have followed this project closely and know the vineyards where the old vines grow to produce the grapes for this wine. I am proud, I must confess, of the way in which this wine has brought together the charm of the magnificent and extraordinary wines of Quinta do Caêdo, in the Douro valley. This Legado illustrates perfectly the way in which we develop our portfolio to sustain our existing consumers and attract new followers. The development of our extensive wine portfolio underpins our successful strategy for growth. However, it is important to understand fully the urgency of the current economic situation and adapt accordingly and maximise any possible advantage. As I write, we have just completed a transaction that is of great significance for Sogrape s growth strategy. I am referring to our acquisition, in Spain, of Bodegas LAN, with its excellent range of Rioja wines as well as the Santiago Ruiz brand in the Rias Baixas. I am certain that this transaction is a strong sign of the optimism with which we will face the significant and serious national challenges to continue to take the company forward. Avintes April 2nd, 2012 RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

8 8 SOGRAPE

9 VISÃO SOGRAPE SOGRAPE VISION Ser uma empresa familiar de vinhos de qualidade, sustentada no desenvolvimento de marcas Premium de volume, focada na conquista de posições de liderança nos mercados prioritários das origens seleccionadas. To be a family-owned quality wine company, sustained in the development of Premium volume brands and focused in leadership positions in the priority markets of selected origins. Da esquerda para a direita From left to right: Fernando da Cunha Guedes, Manuel da Cunha Guedes, Salvador da Cunha Guedes e Fernando Guedes RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

10 Relatório & Contas Annual Report 2011 A uva representa a conquista sobre todos os desafios lançados pela natureza. Cada cacho colhido implica trabalho árduo e complexo, mas há sempre umas mãos atentas que o recebem. The grape represents the conquest over all the challenges nature has to offer. Each bunch that is harvested reflects arduous and complex work, which on arrival at the winery, is handled with the utmost care to maximise its characteristics.

11 Informação Institucional 2 Corporate Information

12 FACTOS RELEVANTES HIGHLIGHTS OS NÚMEROS DO ANO YEAR FIGURES 4 27% REDUÇÃO DA DÍVIDA LÍQUIDA REDUCTION OF NET DEBT GEOGRAFIAS DE PRODUÇÃO PRODUCTION LOCATIONS 6,4 milhões de euros INVESTIMENTO EM ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS INVESTMENT IN TANGIBLE FIXED ASSETS 1.253ha ÁREA TOTAL DE VINHA EM PRODUÇÃO VINES IN PRODUCTION RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO NET PROFITS FOR THE YEAR 16% PESO DAS ORIGENS DO NOVO MUNDO NO VOLUME DE NEGÓCIOS DO GRUPO SHARE OF NEW WORLD WINE SALES IN THE GROUP SALES REVENUE 1.429ha ÁREA TOTAL DE VINHA PLANTADA PLANTED VINES 1,1 RÁCIO DÍVIDA LÍQUIDA / EBITDA NET DEBT TO EBITDA RATIO 953 NÚMERO MÉDIO DE COLABORADORES AVERAGE NUMBER OF EMPLOYEES 57,83% 37% RÁCIO DE AUTONOMIA FINANCEIRA EQUITY TO TOTAL ASSETS RATIO CRESCIMENTO DA PRODUÇÃO DA FRAMINGHAM GROWTH IN FRAMINGHAM PRODUCTION VOLUME DE NEGÓCIOS REVENUE SOGRAPE

13 FACTOS RELEVANTES HIGHLIGHTS ORIGEM DO VOLUME DE NEGÓCIOS POR REGIÃO (EM PERCENTAGEM) ORIGIN OF REVENUE BY REGION (IN PERCENTAGE) EUROPE ,9 pp ,1% 66,2% 68,6% 72,8% A Sogrape é a maior empresa portuguesa do sector vitivinícola, com capital 100% português, mas com presença nos 5 continentes. ASIA & PACIFIC ,3 pp ,1% 2,8% 2,5% 1,9% CENTRAL & NORTH AMERICA ,8 pp 15,8% 18,6% 16,0% 14,0% AFRICA ,2 pp ,5% 4,3% 5,2% 4,8% SOUTH AMERICA ,3 pp ,5% 8,2% 7,7% 6,5% Sogrape is the largest portuguese wine company, with 100% portuguese equity, but with branches in all 5 continents. RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

14 Depois de em 2010 a Sogrape ter recebido o prémio de European Winery of the Year pela Wine Enthusiast Magazine, o ano de 2011 trouxe mais um troféu de reconhecimento internacional, o Portuguese Producer of the Year atribuído pela International Wine & Spirit Competition IWSC É mais um reconhecimento da excelência do trabalho que a Sogrape tem vindo a desenvolver na produção de vinhos de qualidade, que lhe propiciam um lugar de destaque entre os principais players mundiais. São prémios como estes que encorajam a Sogrape a apostar continuamente na produção sustentável de vinhos de qualidade, apostando na inovação dos processos como ferramenta para atingir a excelência dos seus vinhos. Neste ambiente desafiante, próprio de uma época de mudanças constantes, rápidas e imprevisíveis, e num contexto macroeconómico adverso, a Sogrape manteve-se focada em atingir um desempenho operacional de excelência durante o ano de Os resultados alcançados demonstram a força das suas marcas e reflectem os efeitos de uma correcta estratégia de alargamento da sua presença geográfica no mercado. A Sogrape fechou o ano com um volume de negócios próximo de 180 milhões de Euros, com uma quebra face ao ano anterior causada pela forte exposição do negócio a Portugal e a perda de competitividade do sector exportador Argentino. Following Sogrape s European Winery of the Year award in 2010 from the Wine Enthusiast Magazine, 2011 brought another internationally recognised trophy, the Portuguese Producer of the Year awarded by the International Wine & Spirit Competition ( IWSC) It is further recognition of the excellence that Sogrape brings to the premium wine business, and highlights our reputation amongst the principal world players. It is awards such as these that encourage Sogrape to commit itself totally to the sustainable production of quality wines, by focusing on innovating processes as a tool to achieve excellence in our wines. Within this challenging environment, constant rapid and unpredictable changes under adverse macroeconomic conditions throughout 2011, Sogrape has continued to focus on achieving excellent operational performance. The results obtained demonstrate the strength of our brands and reflect the effects of our core strategy to increase its geographic diversity within the market. Sogrape closed the year with revenues of approximately 180 million, which is a decrease on the previous year. Strong business exposure to Portugal and the decline in the competitiveness of its Argentine exports are the main reasons for this result. 14 SOGRAPE

15 DESEMPENHO GLOBAL POSITIVO Resultado líquido consolidado ascendeu a 10,3 milhões de Euros, obtendo um crescimento de sensivelmente 10% face a 2010; Dívida líquida consolidada de 25,4 milhões de Euros, o que representa uma diminuição de cerca de 9,3 milhões de Euros face ao ano anterior; Múltiplo de Dívida Líquida / EBITDA de 1,1 reflexo dos elevados fluxos operacionais gerados, da eficiente política de investimentos e contenção da política de dividendos. SÓLIDA EVOLUÇÃO OPERACIONAL 2011 foi o primeiro exercício, após aquisição das subsidiárias no Chile e Nova Zelândia, em que todas as unidades operacionais apresentaram EBITDA positivos; A Sogrape passou a deter 100% do capital de Stevens Garnier, empresa que distribui uma parcela significativa das marcas do Grupo no mercado do Reino Unido; A distribuição própria do Grupo representou em 2011 aproximadamente metade das suas vendas totais; Mesmo numa conjuntura adversa, Mateus Rosé apresentou novamente um desempenho positivo, com crescimento de 0,5% nas vendas; A marca chilena de posicionamento premium da Sogrape, Los Boldos, registou em 2011 um crescimento de 2 dígitos (+12,9%) em valor, superando o comportamento do sector. OUTROS ACONTECIMENTOS Investimentos superiores a 5 milhões de Euros na área produtiva, com vista ao aumento da capacidade de vinificação e melhoria qualitativa da produção; Atendendo à importância do mercado dos EUA, foi desenvolvido um estudo de orientação estratégica para a Evaton, com vista à definição das grandes linhas de orientação para o crescimento e desenvolvimento futuro das marcas do Grupo neste mercado; Arranque do projecto de Desenho de Políticas e Modelo de Gestão Internacional de Capital Humano, com vista à uniformização de sistemas e da harmonização de linguagens e conceitos, normas e procedimentos entre as diversas empresas do Grupo; 2011 marca o início do processo de adopção de garrafas mais leves, com menor quantidade de vidro (e consequente redução da emissão de CO2). O ANO DE 2011 TROUXE MAIS UM TROFÉU DE RECONHECIMENTO INTERNACIONAL, O PORTUGUESE PRODUCER OF THE YEAR ATRIBUÍDO PELA INTERNATIONAL WINE & SPIRIT COMPETITION IWSC BROUGHT ANOTHER INTERNATIONALLY RECOGNISED TROPHY, THE PORTUGUESE PRODUCER OF THE YEAR AWARDED BY THE INTERNATIONAL WINE & SPIRIT COMPETITION (IWSC) 2011 POSITIVE GLOBAL PERFORMANCE Consolidated net profit was 10.3 million, an increase of approximately 10% on 2010; Consolidated net debt of 25.4 million, representing a decrease of 9.3 million on the previous year; The ratio of Net Debt to EBITDA of 1.1 reflects high operating cash flows, an efficient investment policy, and the restricted dividend policy. SOLID PERFORMANCE BY OPERATING UNITS 2011 was the first year since the acquisition of the subsidiaries in Chile and New Zealand in which all operating units presented positive EBITDAs; Sogrape now owns 100% of the capital of Stevens Garnier, a company that distributes a significant share of the Group s brands in the United Kingdom; Business generated by the Group s distribution channel represented around half of its total sales in 2011; Even under adverse conditions Mateus Rosé once again demonstrated positive results with growth of 0.5% in sales; Los Boldos, the Sogrape s Premium Chilean brand registered growth of 12.9% in value in 2011, exceeding the current industry average. OTHER INFORMATION Investments in production exceeded 5 million, and were focussed on increasing winemaking capacity and improving production quality; In view of the importance of the US market, a study for Evaton was carried out, with the aim of defining the major strategies for future growth and development of the Group s brands in this market; The project Desenho de Políticas e Modelo de Gestão Internacional de Capital Humano [Design of an International Model for Human Resource Management Policies] was started with the aim of standardising systems, standards, processes, language and concepts amongst the Group s companies; The adoption of lightweight bottles with less glass (and a consequent reduction in CO2) was begun in RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

16 PRINCIPAIS INDICADORES DE ACTIVIDADE KEY PERFORMANCE INDICATORS CAPITAIS PRÓPRIOS EQUITY DÍVIDA LÍQUIDA NET DEBT AUTONOMIA FINANCEIRA EQUITY TO TOTAL ASSETS M % M % % pp Var Var Var VOLUME DE NEGÓCIOS REVENUE MARGEM BRUTA GROSS MARGIN RESULTADO LÍQUIDO NET PROFIT M M % - 5% M % Var Var Var SOGRAPE

17 PRINCIPAIS INDICADORES DE ACTIVIDADE KEY PERFORMANCE INDICATORS CRESCIMENTO DO VOLUME DE NEGÓCIOS POR EMPRESA EM 2011 REVENUE GROWTH BY COMPANY 2011 M -4% -12% +13% +17% -19% 0% +80% N/A N/A Volume de Negócios Revenue 2010 Sogrape Vinhos (Portugal) Finca Flichman (Argentina) Viña Los Boldos (Chile) Framingham (Nova Zelândia) (New Zeland) Evaton (EUA) (USA) Vinus (Angola) IW Hong Kong (China) Stevens Garnier (Reino Unido) (United Kingdom) Ajustamentos de Consolidação (Consolidation Adjustments) Volume de Negócios Revenue 2011 CRESCIMENTO DO EBITDA POR EMPRESA EM 2011 EBITDA GROWTH BY COMPANY 2011 M +1% -44% +151% +571% -25% -28% +65% N/A N/A EBITDA 2010 Sogrape Vinhos (Portugal) Finca Flichman (Argentina) Viña Los Boldos (Chile) Framingham (Nova Zelândia) (New Zeland) Evaton (EUA) (USA) Vinus (Angola) IW Hong Kong (China) Stevens Garnier (Reino Unido) (United Kingdom) Ajustamentos de Consolidação (Consolidation Adjustments) EBITDA 2011 RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

18 Da esquerda para a direita From left to right: Francisco José Garcia de Valadares Souto, Fernando Guedes, Fernando da Cunha Guedes, Salvador da Cunha Guedes ORGÃOS SOCIAIS SOGRAPE, SGPS, S.A. GOVERNING BODIES SOGRAPE, SGPS, S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO BOARD OF DIRECTORS Presidente Chairman Fernando Guedes Vice-Presidente Vice-Chairman Salvador da Cunha Guedes Francisco José Garcia de Valadares Souto Fernando da Cunha Guedes MESA DA ASSEMBLEIA GERAL SHAREHOLDERS GENERAL MEETING Presidente Chairman João Vieira de Castro CONSELHO FISCAL STATUTORY AUDIT COMMITTEE Presidente Chairman Maria Cândida de Oliveira Sousa Morais Luis Augusto Nunes de Almeida Bandeira Fernando Manuel Pires de Matos Suplente Substitute Luis Guilherme de Noronha e Távora Pinheiro Torres REVISOR OFICIAL DE CONTAS STATUTORY EXTERNAL AUDITOR Deloitte & Associados, SROC S.A. Representada por: Represented by: Jorge Manuel Araújo de Beja Neves or by Nuno Miguel Santos Figueiredo Suplente Substitute Paulo Alexandre Rocha Silva Gaspar Secretário da Sociedade Company Secretary João Manuel Lima Engrácia Antunes Suplente Substitute Orlando da Rocha Duarte Secretário Secretary Fernando Cerqueira Magro 18 SOGRAPE

19 ORGANIGRAMA - PRINCIPAIS SOCIEDADES ORGANIZATION CHART - MAIN COMPANIES SOGRAPE SGPS, S.A. EUROPA EUROPE AMÉRICA DO SUL SOUTH AMERICA AMÉRICA DO NORTE NORTH AMERICA ÁFRICA AFRICA OCEÂNIA OCEANIA ÁSIA PACÍFICO ASIA PACIFIC PORTUGAL ESPANHA SPAIN REINO UNIDO UNITED KINGDOM LUXEMBURGO LUXEMBOURG ARGENTINA CHILE ESTADOS UNIDOS UNITED STATES ANGOLA NOVA ZELÂNDIA NEW ZEALAND CHINA HONG KONG Sogrape Vinhos, S.A. Iberian Vintners, SA Geo G. Sandeman Sons & Co. Limited IW Investments, S.A. Finca Flichman, S.A. Viña Los Boldos Limitada Evaton, Inc Vinus Distribuição de Vinhos e Bebidas Lda. Framingham Wines, Limited IW Hong Kong Sogrape Distribuição, S.A. Sandeman Jerez, SL Stevens Garnier Ltd. A.A. Ferreira, S.A. Sandeman & Cia, S.A. Quinta do Sairrão Soc. Agrícola S.A. RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

20 Da esquerda para a direita From left to right: George Thomas David Sandeman, Francisco Miguel Teixeira de Sousa Ferreira, António José Oliveira Bessa, Bernardo José Azeredo Noronha de Brito e Faro ORGÃOS DE GESTÃO MANAGEMENT PORTUGAL COMISSÃO EXECUTIVA EXECUTIVE COMITEE Francisco Miguel Teixeira de Sousa Ferreira António José Oliveira Bessa George Thomas David Sandeman Bernardo José Azeredo Noronha de Brito e Faro DIRECTORES MANAGERS Coordenação de Produção Production Coordination António Carlos Pacheco Lobato de Faria Operações Operations António Paulo Manso Preto Rodrigues Controlo de Gestão Management Control António Pedro Farinha da Costa Sistemas de Informação Information Systems Carlos Alberto Gomes Alves Electromecânica Electromechanics Francisco Xavier Rebello de Andrade Viticultura Viticulture João Nuno Barbosa de Vasconcellos Porto Vendas Mercados Externos International Sales José Júlio Silva Martins Recursos Humanos Human Resources Jorge Manuel Carvalho Barbas Produção Jerez Production Sherry José Moreno Silvetti Qualidade Quality Luis Manuel Simões Silva Enologia Vinhos do Porto e Douro Oenology Douro and Porto Wines Luis Magalhães da Mota de Sottomayor 20 SOGRAPE

21 Ricardo Rebelo Pedro Sottomayor Tom Trolove Enologia Dão e Vinhos Verdes Oenology Dão and Vinhos Verdes Manuel António Monte Freitas Vieira Distribuição Nacional Domestic Distribution Manuel Sousa Pinto Almeida Coordenação Viticultura e Enológica Viticulture and Oenological Coordination Miguel Cunha Teixeira Pessanha Marketing Vinhos do Porto e Espirituosas Marketing Port Wine and Spirits Raul Lello Ramos Pinto Marketing Marketing Rita Vilas-Boas Montanha Pinto Financeira Finance Victor Manuel Castro Rocha Património e Manutenção Real Estate and Maintenance Vítor António Junqueira Ribeiro Cerqueira ARGENTINA ADMINISTRADORES EXECUTIVOS EXECUTIVE DIRECTORS Ricardo Jorge Antunes Rebelo Pedro Maria Magalhães Lançós de Sottomayor DIRECTORES MANAGERS Vendas Mercados Externos International Sales Jorge Degese Produção Production Juan Evangelista Enologia Oenology Luis Cabral de Almeida Administrativa/Financeira Administration & Finance Manuel Mallou Distribuição Nacional Domestic Distribution Norberto Gidekel CHILE ADMINISTRADOR EXECUTIVO EXECUTIVE DIRECTOR Ricardo Jorge Antunes Rebelo DIRECTORES MANAGERS Administrativa/Financeira Administration & Finance Florbela Pacheco de Barros Comercial Sales Lucas Rodrigue Produção Production Stephane Geneste NOVA ZELÂNDIA NEW ZEALAND DIRECTOR GERAL GENERAL MANAGER Tom Trolove RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

22 Miguel Oliveira Pinto em cima above: Filipe Carvalho, Jorge Manuel Torres em baixo below: Luís Gândara da Silva, Matthew Douglas DISTRIBUIÇÃO INTERNACIONAL INTERNATIONAL DISTRIBUTION ADMINISTRADOR EXECUTIVO EXECUTIVE DIRECTOR Miguel Duarte de Oliveira Pinto ADMINISTRADORES EXECUTIVOS LOCAIS LOCAL EXECUTIVE DIRECTORS Estados Unidos United Sates Luis Fernando Ferreira Gândara da Silva Angola Jorge Manuel Gaspar Pinheiro Torres China (Hong Kong) Filipe Décio Veiga Freitas de Carvalho* Reino Unido United Kingdom Matthew Douglas DIRECTORES CORPORATIVOS CORPORATE MANAGERS Assessoria Jurídica Legal Counsel João Manuel Lima Engrácia Antunes Relações Públicas Institucionais Institutional Public Relations Manuel Pedro da Cunha Guedes Planeamento Estratégico e Controlo de Gestão Strategic Planning and Control Luís José Gradim da Silva Martins * À data de 16 de Março ocupa a posição de Administrador Executivo da Viña Los Boldos Chile Executive Director at Viña Los Boldos (Chile) as at 16th of March 22 SOGRAPE

23 RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

24 EQUIPA DE ENOLOGIA OENOLOGY TEAM Miguel Pessanha Alentejo e Mateus Alentejo and Mateus PORTUGAL Luis Sottomayor Douro e Porto Douro and Port PORTUGAL Manuel Vieira Dão e Vinhos Verdes Dão and Vinhos Verdes PORTUGAL 24 SOGRAPE

25 Luís de Almeida Mendonza e Tupungato Mendonza and Tupungato ARGENTINA Stephane Geneste Requínoa CHILE Andrew Hedley Marlborough NOVA ZELÂNDIA NEW ZEALAND RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

26 Relatório & Contas Annual Report 2011 Da uva ao vinho, transporta-se a história da terra e das mãos que a trabalham para uma garrafa. Este processo de transformação é a passagem do testemunho para uma nova história, em que o vinho passa a ser o protagonista. From the grape to the wine, there is the essence of the terroir and the hands which worked to encapsulate it in a bottle. This transformation process into a wine takes us to the next chapter of the story, in which the wine becomes the key focus.

27 Relatório Consolidado de Gestão 3 Consolidated management Report

28 RELATÓRIO CONSOLIDADO DE GESTÃO CONSOLIDATED MANAGEMENT REPORT Ao Accionista, Dando cumprimento ao disposto na lei e nos estatutos, apresenta-se o relatório de gestão e as demonstrações financeiras consolidadas, relativos ao exercício de 2011, pretendendo-se com tais documentos reflectir a evolução do conjunto de sociedades detidas pela Sogrape SGPS, S.A. (adiante designado por Sogrape ou por Grupo) que actuam no âmbito da produção e comercialização de vinhos e outras bebidas. ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO O ano de 2011 ficou marcado por um abrandamento da economia mundial, cujo comportamento foi fortemente influenciado pelo aprofundar da crise da dívida da Zona Euro, pelas alterações geopolíticas recentes e pela ocorrência de catástrofes naturais, nomeadamente, a verificada no Japão no início do ano. Estes factores conduziram à existência de um cenário de elevada incerteza na acção dos agentes económicos, com consequentes efeitos penalizadores no sector financeiro e na economia real. Na Zona Euro, assistiu-se a um pedido de resgate financeiro de Portugal à comunidade internacional e a um segundo pedido da Grécia depois de, em 2010, este último país e a Irlanda já terem recorrido ao referido mecanismo de apoio. Tornou-se iminente o contágio a outras economias da Zona Euro, nomeadamente, Espanha e Itália. Esta envolvente degradou a confiança dos agentes económicos, tendo prejudicado o acesso ao financiamento e colocando em causa a sobrevivência do Euro como moeda. Dear Shareholder, In compliance with legal and statutory obligations, we present this management report and consolidated financial statements for the financial year, These documents reflect the performance of the group of companies led by Sogrape SGPS, S.A. (hereinafter referred to as Sogrape or the Group), which are engaged in the production, sales and marketing of wines and other beverages. MACROECONOMIC OVERVIEW The year 2011 was marked by a slowdown in the world economy, which was strongly influenced by the depth of the Eurozone debt crisis, and by the recent geopolitical changes and natural disasters, specifically in Japan at the beginning of the year. These factors led to a situation of increased uncertainty in the activity of the economic community, with consequent penalising effects on the financial sector and the economy as a whole. In the Eurozone, Portugal asked for a financial bailout from the international community. In addition Greece made a second request for finance after both it, and Ireland, applied to the support mechanism in This quickly spread to other economies in the Eurozone, namely Spain and Italy. This development led the economic community to lose confidence, prejudicing access to finance, and putting the survival of the euro as a currency in doubt. 28 SOGRAPE

29 As informações de carácter macroeconómico mais recentes para a Zona Euro apontam para um crescimento de 1,5% em 2011 e de apenas 0,1% para No caso de uma maior deterioração deste cenário, associada à quebra do crédito concedido e num quadro de diminuição das pressões inflacionistas, mantém-se em aberto a possibilidade de o Banco Central Europeu proceder a uma descida adicional dos juros de referência face ao actual nível de 1%. A economia portuguesa, de principal relevância para os negócios da Sogrape, viu o ano de 2011 pautado pela necessidade de pedido de resgate solicitado pelo Estado Português junto do Fundo Monetário Internacional, do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia, e pela realização de eleições antecipadas que conduziram à entrada em funções de um novo Governo. Este pedido implicou a formalização de um Programa de Assistência Económica e Financeira, pelo qual o Governo de Portugal se comprometeu a adoptar medidas de ajustamento dos desequilíbrios macroeconómicos, tendo em vista a consolidação acelerada das contas do Estado e o cumprimento de um exigente calendário de reformas estruturais. Os sintomas de depressão da economia Portuguesa agudizaram-se, apontando os indicadores mais recentes para uma recessão de 1,5% em 2011, com destaque para uma quebra de cerca de 6% no consumo privado, a maior desde que há registos. Em 2011 o cumprimento dos objectivos orçamentais apenas foi atingido pelo recurso a medidas significativas e de carácter extraordinário, sendo expectável que a política orçamental continue fortemente restritiva em 2012, com o objectivo de assegurar o cumprimento dos compromissos internacionais. Most recent macroeconomic data for the Eurozone, point towards a growth of 1.5% in 2011 and only 0.1% in The European Central Bank left itself open to the possibility of a further reduction in interest rates (current level 1%), in the event of a major deterioration in this situation, linked to a decrease in credit and an environment of lower inflationary pressures. In 2011, the Portuguese economy, of great relevance to Sogrape, saw the Portuguese state to having to request financial assistance from the International Monetary Fund, the European Central Bank and the European Commission, as well as the anticipated parliamentary elections which brought in a new government. This request involved a formalised Economic Adjustment Programme, in which the Portuguese Government committed itself to adopting macroeconomic easing measures, to accelerate the consolidation of government accounts, and fulfil a demanding timetable of structural reforms. The symptoms of depression in the Portuguese economy were becoming more acute, with recent additional indicators pointing to a recession of 1.5% in 2011, that highlights a fall of around 6% in private consumption, the highest since records began. Fulfilment of budget objectives in 2011 was only achieved by resorting to considerable extraordinary measures, and it is forecast that the budget will continue to be limited in 2012 because of the need to fulfil international monetary commitments. RELATÓRIO & CONTAS 2011 ANNUAL REPORT

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Dezembro de 2013 Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Relatório Gestão Sumário Executivo 2 Síntese Financeira O Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA apresenta em 31 de Dezembro de 2013, o valor de 402

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution Marcas representadas Represented brands Aposta na competência Focus on competence Mercados de atuação Marketplaces Angola Angola Brasil Brazil

Leia mais

Touriga Nacional Vantagens e Constrangimentos de uma comunicação centrada nesta casta

Touriga Nacional Vantagens e Constrangimentos de uma comunicação centrada nesta casta Touriga Nacional Vantagens e Constrangimentos de uma comunicação centrada nesta casta Vila Real 04 de Novembro de 2014 Touriga Nacional Atributos Casta de identidade própria, fácil de reconhecer no copo

Leia mais

nº 3 Novembro 2009 MERCADOS O VINHO NOS E.U.A. BREVE CARACTERIZAÇÃO DO SECTOR

nº 3 Novembro 2009 MERCADOS O VINHO NOS E.U.A. BREVE CARACTERIZAÇÃO DO SECTOR nº 3 Novembro 29 MERCADOS O VINHO NOS E.U.A. BREVE CARACTERIZAÇÃO DO SECTOR O VINHO NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA BREVE CARACTERIZAÇÃO DO SECTOR Índice 1. INTRODUÇÃO 2 2. PRODUÇÃO 3 3. EXPORTAÇÃO 5 4.

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 PORTUGAL Economic Outlook Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 Portugal: Adaptação a um novo ambiente económico global A economia portuguesa enfrenta o impacto de um ambiente externo difícil,

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

1. THE GROUP TODAY INDEX 1. O GRUPO HOJE 2. VISÃO ESTRATÉGICA

1. THE GROUP TODAY INDEX 1. O GRUPO HOJE 2. VISÃO ESTRATÉGICA 1 INDEX 1. O GRUPO HOJE 2. VISÃO ESTRATÉGICA 3. PRIORIDADES ESTRATÉGICAS 3.1 Concretizar o Potencial da Biedronka 3.2 Assegurar o Crescimento de Longo Prazo 1. THE GROUP TODAY 4. EXPLORAR TODO O POTENCIAL

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

PRODUTIVIDADE DO TRABALHO E COMPETITIVIDADE: BRASIL E SEUS CONCORRENTES

PRODUTIVIDADE DO TRABALHO E COMPETITIVIDADE: BRASIL E SEUS CONCORRENTES PRODUTIVIDADE DO TRABALHO E COMPETITIVIDADE: BRASIL E SEUS CONCORRENTES Eduardo Augusto Guimarães Maio 2012 Competitividade Brasil 2010: Comparação com Países Selecionados. Uma chamada para a ação África

Leia mais

As Estatísticas do Banco de Portugal, a Economia e as Empresas

As Estatísticas do Banco de Portugal, a Economia e as Empresas 30 11 2012 As Estatísticas do Banco de Portugal, a Economia e as Empresas Teodora Cardoso 1ª Conferência da Central de Balanços Porto, 13 Dezembro 2010 O Banco de Portugal e as Estatísticas O Banco de

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Relatório de Gestão & Contas - Ano 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO. Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda.

Relatório de Gestão & Contas - Ano 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO. Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda. RELATÓRIO DE GESTÃO Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda. 2012 ÍNDICE DESTAQUES... 3 MENSAGEM DO GERENTE... 4 ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO... 5 Economia internacional... 5 Economia Nacional... 5

Leia mais

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico da Guarda R E L AT Ó R I O D E AT I V I D A D E P R O F I S S I O N A L N A J. V A R G A S - G A B I N E T E T É C N I C O D E G E S T Ã O E

Leia mais

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion Fazemos parte do processo de retalho de moda com o objetivo de aumentar as suas vendas Desde a fundação em 1980 que somos um operador ativo e inovador,

Leia mais

Em 1981, Leonor Roquette(neta de Constantino de Almeida) e o seu marido Jorge Roquette assumiram a maioria do capital e a gestão da propriedade e com

Em 1981, Leonor Roquette(neta de Constantino de Almeida) e o seu marido Jorge Roquette assumiram a maioria do capital e a gestão da propriedade e com Porto, 12 de Março de 2013 A QUINTA DO CRASTO estálocalizada na Região Demarcada do Douro, bem junto ao rio, com 130 hectares dos quais 70 hectares de vinhas da mais alta qualidade. A empresa possui outras

Leia mais

Imprimir // Print. Página Anterior // Previous Page. Página Seguinte // Next Page. Índice // Table of Contents. Fechar // Close

Imprimir // Print. Página Anterior // Previous Page. Página Seguinte // Next Page. Índice // Table of Contents. Fechar // Close RELATÓRIO E CONTAS REPORT & ACCOUNTS 09 Imprimir // Print Página Anterior // Previous Page Página Seguinte // Next Page Índice // Table of Contents Fechar // Close RELATÓRIO E CONTAS REPORT & ACCOUNTS

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

Sogrape, SGPS, S.A. Relatório & Contas Annual Report 2010. Quinta da Lêda Douro

Sogrape, SGPS, S.A. Relatório & Contas Annual Report 2010. Quinta da Lêda Douro Sogrape, SGPS, S.A. Relatório & Contas Annual Report 2010 Quinta da Lêda Douro Quinta dos Carvalhais Dão ÍNDICE DE CONTEÚDOS TABLE OF CONTENTS RELATÓRIO & CONTAS 2010 ANNUAL REPORT 2010 4 Palavras do Presidente

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO 30 JUNHO 20 1 BREVE ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO 1º semestre de 20 No contexto macroeconómico, o mais relevante no primeiro

Leia mais

Catálogo casa de banho l WC accessories. gestos que apetecem l tempting gestures

Catálogo casa de banho l WC accessories. gestos que apetecem l tempting gestures Catálogo casa de banho l WC accessories gestos que apetecem l tempting gestures VALENÇA BRAGA A NOSSA MISSÃO......VALORIZAR E ENGRADECER A TUPAI PORTO AVEIRO ÁGUEDA - COIMBRA GPS - N 40.58567º W 8.46558º

Leia mais

Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA

Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA December 2011 Espírito Santo Investment Bank Somos: A unidade de Banca de Investimento do Grupo Banco Espírito Santo O Banco de Investimento de

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre

Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre Maia, 31 de Julho de 2008 Desempenho afectado por desvalorização dos activos ditada pelo mercado Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre Rendas cresceram 4,5% numa base

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

Um conceito exclusivo de Decoração de Interiores An exclusive concept of Interior Design

Um conceito exclusivo de Decoração de Interiores An exclusive concept of Interior Design Um conceito exclusivo de Decoração de Interiores An exclusive concept of Interior Design 01 - Lista de Casamentos - Desenhos: Concepts, boarders e 3D 02 Ideais Casa&Cpa TheVintageHouseCompany Enquadramento

Leia mais

Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N.º 11 Novembro 2014. Gabinete de Estratégia e Estudos Ministério da Economia

Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N.º 11 Novembro 2014. Gabinete de Estratégia e Estudos Ministério da Economia Boletim Mensal de Economia Portuguesa N.º 11 Novembro Gabinete de Estratégia e Estudos Ministério da Economia GPEARI Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais Ministério

Leia mais

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE)

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Países em recessão oficial (dois trimestres consecutivos) Países em recessão não-oficial (um trimestre) Países com desaceleração econômica de mais

Leia mais

Finanças para Não Financeiros

Finanças para Não Financeiros www.pwc.pt/academy Finanças para Não Financeiros Academia da PwC Este curso permite-lhe compreender melhor as demonstrações financeiras, os termos utilizados e interpretar os principais indicadores sobre

Leia mais

Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise. - Carlos Paz Professor Associado ISG -

Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise. - Carlos Paz Professor Associado ISG - Novos Economistas 2012 Saídas Profissionais em Tempo de Crise - Carlos Paz Professor Associado ISG - Agenda Introdução O Tempo de Crise Debate sobre saídas profissionais Conclusões 2 Accenture Accenture:

Leia mais

A. FULL NAMES OF THE MEMBERS OF THE BOARD OF DIRECTORS, CHARTERED ACCOUNTANT AND THE BOARD OF GENERAL MEETING

A. FULL NAMES OF THE MEMBERS OF THE BOARD OF DIRECTORS, CHARTERED ACCOUNTANT AND THE BOARD OF GENERAL MEETING JERÓNIMO MARTINS, SGPS, S.A. Public Company Largo Monterroio Mascarenhas, n.º 1, 9.º andar, Lisboa Share Capital: Euro 629,293,220.00 Registered at the Commercial Registry of Lisbon and Corporate Tax No.:

Leia mais

no Sistema Financeiro Carlos David Duarte de Almeida Vice-Presidente do Conselho de Administração

no Sistema Financeiro Carlos David Duarte de Almeida Vice-Presidente do Conselho de Administração As consequências do Orçamento Estado 2010 no Sistema Financeiro Carlos David Duarte de Almeida Vice-Presidente do Conselho de Administração As consequências do OE 2010 no Sistema Financeiro Indice 1. O

Leia mais

BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001

BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 2 RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 ASPECTOS MAIS RELEVANTES: SIGNIFICATIVO CRESCIMENTO DA ACTIVIDADE DESIGNADAMENTE A CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO 4Q08 Results Conference Call Friday: March 13, 2008 Time: 12:00 p.m (Brazil) 11:00 a.m (US EDT) Phone: +1 (888) 700.0802 (USA) +1 (786) 924.6977 (other countries)

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil October, 2013 Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil AGENDA Visão da Industria de Seguros (Brasil x Mundo) Drivers que movem a Indústria Análise da Penetração da Indústria

Leia mais

Apresentação da nova Equipa de Gestão. Lisboa, 4 Dezembro 2007

Apresentação da nova Equipa de Gestão. Lisboa, 4 Dezembro 2007 Apresentação da nova Equipa de Gestão Lisboa, 4 Dezembro 2007 Agenda 1. Enquadramento 2. Proposta de nova Equipa de Gestão 3. Outra informação relevante 4. Conclusão 2 Millennium bcp: 1985 2007 Da criação

Leia mais

EM CADA VINHO, UMA VIAGEM. IN EVERY WINE, A JOURNEY.

EM CADA VINHO, UMA VIAGEM. IN EVERY WINE, A JOURNEY. EM CADA VINHO, UMA VIAGEM. IN EVERY WINE, A JOURNEY. RELATÓRIO & CONTAS ANNUAL REPORT 2013 SOGRAPE SGPS, S.A. São cinco os países onde a Sogrape está atualmente a produzir. Aqui, as nossas vinhas crescem

Leia mais

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos A SAP aumenta a um ritmo de 14% as receitas de software e de serviços relacionados com software em 2008 e apresenta um crescimento nas receitas totais de

Leia mais

MARCAS INTEMPORAIS TIMELESS BRANDS

MARCAS INTEMPORAIS TIMELESS BRANDS MARCAS INTEMPORAIS TIMELESS BRANDS RELATÓRIO ANUAL ANNUAL REPORT 2014 SOGRAPE SGPS, S.A. MARCAS INTEMPORAIS Ao longo dos mais de 70 anos de história, a Sogrape escreveu o seu percurso criando e desenvolvendo

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Informação 8 de Fevereiro de 2011 Campanha institucional do grupo Portucel Soporcel arranca hoje O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Arranca hoje a nova campanha institucional

Leia mais

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado Políticas Públicas Lélio de Lima Prado Política Cambial dez/03 abr/04 ago/04 dez/04 abr/05 ago/05 Evolução das Reservas internacionais (Em US$ bilhões) dez/05 abr/06 ago/06 dez/06 abr/07 ago/07 dez/07

Leia mais

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 27/09 Turismo 27/09 Taxas de Juro 21/09 Energia 19/09 Taxas de Juro 15/09 Economia 12/09 Economia INE divulgou Viagens turísticas de residentes 2.º Trimestre de 2006 http://www.ine.pt/prodserv/destaque/2006/d060927/d060927.pdf

Leia mais

O ESCONDIDO VALOR ECONÓMICO DOS SEGUROS

O ESCONDIDO VALOR ECONÓMICO DOS SEGUROS O ESCONDIDO VALOR ECONÓMICO DOS SEGUROS A economia mundial, em 2011, ficou marcada pela crise da dívida soberana de países da zona euro, pela desalavancagem do setor bancário devido a maiores exigências

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Trabalho de pesquisa: Afectação do Crédito para Investimento, Estabilidade e Crescimento: Lições do Banco de Desenvolvimento Brasileiro

Trabalho de pesquisa: Afectação do Crédito para Investimento, Estabilidade e Crescimento: Lições do Banco de Desenvolvimento Brasileiro O que podem os países africanos aprender com o desenvolvimento e crescimento inclusivo no Brasil? Trabalho de pesquisa: Afectação do Crédito para Investimento, Estabilidade e Crescimento: Lições do Banco

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2012

RELATÓRIO DE GESTÃO 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO 2012 NATURTEJO EMPRESA DE TURISMO - EIM MARÇO, CASTELO BRANCO 2013 Nos termos legais e estatutários, vimos submeter a apreciação da assembleia Geral o Relatório de Gestão, as contas,

Leia mais

Brazil and Latin America Economic Outlook

Brazil and Latin America Economic Outlook Brazil and Latin America Economic Outlook Minister Paulo Bernardo Washington, 13 de maio de 2009 Apresentação Impactos da Crise Econômica Situação Econômica Brasileira Ações Contra-Cíclicas Previsões para

Leia mais

Advisory Human Capital & Tax Services Family Business. Pensar a Família, Pensar o Negócio

Advisory Human Capital & Tax Services Family Business. Pensar a Família, Pensar o Negócio Advisory Human Capital & Tax Services Family Business Pensar a Família, Pensar o Negócio Realidade das Empresas Familiares Na PricewaterhouseCoopers há muito que reconhecemos nas empresas familiares um

Leia mais

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Helena McDonnell e Magda Gabriel Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Cambridge Institute Página 1 Especialistas em Consultoria

Leia mais

Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio

Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio Formação Profissional Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio Assessoria de Gestão, Lda Controlo Interno e Auditoria Interna No actual contexto de crise, em que as organizações estão

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2013

RELATÓRIO DE GESTÃO 2013 RELATÓRIO DE GESTÃO 2013 NATURTEJO EMPRESA DE TURISMO - EIM MARÇO, CASTELO BRANCO 2014 Nos termos legais e estatutários, vimos submeter a apreciação da assembleia Geral o Relatório de Gestão, as contas,

Leia mais

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa?

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa? Porque é que o Turismo é essencial para a Economia Portuguesa? 14 milhões de hóspedes Vindos do Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Brasil, EUA Num leque de países que alarga ano após ano. 9,2 % do

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

Enhancing opportunities

Enhancing opportunities www.pwc.com/pt Enhancing opportunities Tourism, Hospitality and Leisure in Portugal and Cape Verde 2 PwC Qualquer que seja o seu posicionamento e objectivos no sector do Turismo e Lazer, estamos habilitados

Leia mais

AGENDA: Highlights Operational Performance Stock Market Business Strategy and Outlook

AGENDA: Highlights Operational Performance Stock Market Business Strategy and Outlook 0 Disclaimer This presentation contains forward-looking statements relating to the prospects of the business, estimates for operating and financial results, and those related to Cia. Hering's growth prospects.

Leia mais

COMUNICADO. Bank Millennium na Polónia apresenta Resultados de 2005

COMUNICADO. Bank Millennium na Polónia apresenta Resultados de 2005 BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Praça D. João I, 28, Porto Mat. CRC do Porto: 40.043 NIPC: 501.525.882 Capital Social Registado: 3.588.331.338 Euros COMUNICADO Bank Millennium na

Leia mais

Acelerar o desenvolvimento das cidades inteligentes em Portugal. Concurso Cidades Analíticas 2015 Urban Analytics Award 2015

Acelerar o desenvolvimento das cidades inteligentes em Portugal. Concurso Cidades Analíticas 2015 Urban Analytics Award 2015 Cidades Analíticas Acelerar o desenvolvimento das cidades inteligentes em Portugal Concurso Cidades Analíticas 2015 Urban Analytics Award 2015 Apresentação da candidatura: Candidato Luis Maia Oliveira

Leia mais

Relatório & C o n t a s de

Relatório & C o n t a s de Relatório & C o n t a s de 2010 Garantia Seguros Relatório & Contas de 2010 2 RELATÓRIO & CONTAS DE 2010 GARANTIA SEGUROS - RELATÓRIO & CONTAS DE 2010 3 Senhores Accionistas, No cumprimento dos preceitos

Leia mais

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES Crescimento de volume de negócios: + 5.1% a valores e taxas

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA ALTRI, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 10.45 HORAS

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA ALTRI, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 10.45 HORAS ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA ALTRI, SGPS, S.A. DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO RELATIVA AO PONTO SEGUNDO DA ORDEM DOS TRABALHOS O Conselho de Administração da ALTRI, SGPS, S.A. propõe à Assembleia Geral

Leia mais

High Play. Disney Institute. Disney @ Lisbon. Magic file. Outras Informações. Contactos

High Play. Disney Institute. Disney @ Lisbon. Magic file. Outras Informações. Contactos 1 20 Disney @ Magic file 2 20 HIGH PLAY A Consultores é uma empresa com um grande dinamismo que já em fase de expansão internacional, possuí uma visão clara do seu futuro no mercado: A melhoria contínua

Leia mais

O EBITDA no 4T13 foi de 9,6 M, o que corresponde a uma margem EBITDA de 7 %

O EBITDA no 4T13 foi de 9,6 M, o que corresponde a uma margem EBITDA de 7 % DESTAQUES página 3 O total de Proveitos Operacionais foi de 592,9 M, a registar uma subida de 15 % quando comparado com o ano anterior, a refletir um crescimento significativo no volume de negócio das

Leia mais

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt JOSE GABRIEL REGO jgrego@netcabo.pt Resumo My main objective is to develop my career in order to deepen the experience I accumulated over the years based in the development of practical and theoretical

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008 Certificação de Sistemas de Gestão ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008 Sumário 1. Certificação de Sistemas de Gestão Qualidade (ISO 9001:2000); 2. Certificação de Sistemas de Gestão Ambiental (ISO 14001:2004);

Leia mais

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 96,3 milhões em 2014

Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 96,3 milhões em 2014 Maia - Portugal, 5 de Março de 2015 Sonae Sierra regista um Resultado Líquido de 96,3 milhões em 2014 Resultado Direto atinge 52,7 milhões EBIT de 106,1 milhões Resultado Indireto atinge 43,6 milhões Dois

Leia mais

Banco Santander Totta, S.A.

Banco Santander Totta, S.A. NINTH SUPPLEMENT (dated 26 October 2011) to the BASE PROSPECTUS (dated 4 April 2008) Banco Santander Totta, S.A. (incorporated with limited liability in Portugal) 5,000,000,000 (increased to 12,500,000,000)

Leia mais

Distintos Membros dos Órgãos Sociais da Banca Comercial; Chegamos ao final de mais um ano e, por isso, é oportuno, fazer-se um

Distintos Membros dos Órgãos Sociais da Banca Comercial; Chegamos ao final de mais um ano e, por isso, é oportuno, fazer-se um Sr. Vice-Governador do BNA; Srs. Membros do Conselho de Administração do BNA; Distintos Membros dos Órgãos Sociais da Banca Comercial; Sr Representante das Casas de Câmbios Srs. Directores e responsáveis

Leia mais

01 _ Enquadramento macroeconómico

01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico O agravamento da crise do crédito hipotecário subprime transformou-se numa crise generalizada de confiança com repercursões nos mercados

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS XXI Encontro de Lisboa entre as Delegações dos Bancos Centrais dos Países de Língua Oficial Portuguesa à Assembleia Anual do FMI/BM Banco de Portugal 19 de Setembro de 2011 Intervenção do Ministro de Estado

Leia mais

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1

RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1 COMUNICADO Página 1 / 9 RESULTADOS CONSOLIDADOS A 30 DE JUNHO DE 2005 1 09 de Setembro de 2005 (Os valores apresentados neste comunicado reportam-se ao primeiro semestre de 2005, a não ser quando especificado

Leia mais

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas)

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas) COMUNICADO 9M 2015 (Contas não auditadas) 30 novembro 2015 1 1. EVOLUÇÃO DOS NEGÓCIOS 1.1. ÁREA FINANCEIRA A Área Financeira do Grupo concentra as atividades financeiras, incluindo a Orey Financial e as

Leia mais

Conference Call 2Q13 and 1H13 Results

Conference Call 2Q13 and 1H13 Results Conference Call 2Q13 and 1H13 Results 2 Performance in the Negócios Internacionais Negócios domestic Nacionais and USA,Europa e international markets Exportações Márcio Utsch Net Revenue 3 Net revenue

Leia mais

Prova Escrita de Economia A VERSÃO 1. 10.º e 11.º Anos de Escolaridade. Prova 712/1.ª Fase. Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Prova Escrita de Economia A VERSÃO 1. 10.º e 11.º Anos de Escolaridade. Prova 712/1.ª Fase. Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Economia A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 712/1.ª Fase 12 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business

Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business Information economics Internet strategic positioning Price discrimination Versioning Price matching The future of B2C InformationManagement

Leia mais

Resultados 1ºTrimestre 2009

Resultados 1ºTrimestre 2009 Informação Privilegiada Resultados 1ºTrimestre 2009 Estabilidade de Resultados Operacionais As contas apresentadas são não auditadas, consolidadas e reportadas em International Financial Reporting Standards

Leia mais

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil 2009-2010 SALARY GUIDE Brazil Conteúdo Introdução...1 Finance and Accounting...2 Engineering...3 Sales & Marketing...4 Technology...5 Banking...6 Banking (Continued)...7 Insurance...8 About Robert Half...9

Leia mais

5º Seminário. Propostas da campanha nacional. A Política Ambiental no Sector Energético Português. 3 de Julho de 2008

5º Seminário. Propostas da campanha nacional. A Política Ambiental no Sector Energético Português. 3 de Julho de 2008 5º Seminário A Política Ambiental no Sector Energético Português 3 de Julho de 2008 Propostas da campanha nacional Índice da apresentação - O que é a RFA - RFA Europeia - Exemplos e comparação com PT -

Leia mais

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata:

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: Vaga: Estagiário Área Jurídica Área: Legal Department O Departamento Jurídico é uma área dinâmica que possui

Leia mais

Fundos de Pensões. Fernando Isaac Paquete Especialista Independente em Assuntos Regulatórios fisaacpaquete@hotmail.com

Fundos de Pensões. Fernando Isaac Paquete Especialista Independente em Assuntos Regulatórios fisaacpaquete@hotmail.com Fundos de Pensões Fernando Isaac Paquete Especialista Independente em Assuntos Regulatórios fisaacpaquete@hotmail.com 1. Cenário global das pensões 2. Sistema multi-pilar de pensões 3. Desenho e tipos

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

DANDO MUNDOS AO MUNDO, ORGULHO DE SER PORTUGUÊS.

DANDO MUNDOS AO MUNDO, ORGULHO DE SER PORTUGUÊS. DANDO MUNDOS AO MUNDO, ORGULHO DE SER PORTUGUÊS. José Neiva Correia nasceu e cresceu na Quinta de Porto Franco, que já existia no concelho de Alenquer antes da formação de Portugal (1143), estando na sua

Leia mais

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros SUMÁRIO Produção de seguro directo No terceiro trimestre de, seguindo a tendência evidenciada ao longo do ano, assistiu-se a uma contracção na produção de seguro directo das empresas de seguros sob a supervisão

Leia mais

// gaiato private label

// gaiato private label // gaiato private label // a empresa // the company A Calçado Gaiato é uma empresa prestadora de serviços no setor de calçado, criada em 2000 por Luís Pinto Oliveira e Mário Pinto Oliveira, sócios-fundadores

Leia mais

INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL (Não Auditada) Sede: R. GENERAL NORTON DE MATOS, 68, PORTO NIPC: 502 293 225

INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL (Não Auditada) Sede: R. GENERAL NORTON DE MATOS, 68, PORTO NIPC: 502 293 225 INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL (Não Auditada) Empresa: COFINA, SGPS, S.A. Sede: R. GENERAL NORTON DE MATOS, 68, PORTO NIPC: 502 293 225 Período de referência: Valores em Euros 1º Trimestre 3º Trimestre

Leia mais

2012 RELATÓRIO & CONTAS ANNUAL REPORT

2012 RELATÓRIO & CONTAS ANNUAL REPORT ANOS YEARS 2012 RELATÓRIO & CONTAS ANNUAL REPORT SOGRAPE, SGPS, S.A. MARCOS DA NOSSA HISTÓRIA REFERÊNCIAS PARA O NOSSO FUTURO Em 70 anos, a Sogrape conquistou uma posição ímpar na produção vitivinícola.

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 67/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 67/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E Paternoster Square Londres ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS Francisco Cary 19 de Maio de 2011 O Mercado dos Países

Leia mais

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO?

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Desde a crise económica e financeira mundial, a UE sofre de um baixo nível de investimento. São necessários esforços coletivos

Leia mais

Definição de competitividade

Definição de competitividade TRIBUTAÇÃO E COMPETITIVIDADE VII Jornadas do IPCA 25.11.2006 Claudia Dias Soares Universidade Católica Portuguesa Definição de competitividade EC 2004: a sustained rise in the standards of living of a

Leia mais