LUDMILA SANTOS DE ANDRADE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LUDMILA SANTOS DE ANDRADE"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM ARQUITETURA E URBANISMO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: TECNOLOGIA A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS BIM PARA O PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO DAS OBRAS PÚBLICAS: ESTUDO DE CASO DO AUDITÓRIO E DA BIBLIOTECA DE PLANALTINA LUDMILA SANTOS DE ANDRADE BRASÍLIA- DF FEVEREIRO

2 PPG-FAU UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA MESTRADO EM ARQUITETURA E URBANISMO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: TECNOLOGIA A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS BIM PARA O PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO DAS OBRAS PÚBLICAS: ESTUDO DE CASO DO AUDITÓRIO E DA BIBLIOTECA DE PLANALTINA LUDMILA SANTOS DE ANDRADE ORIENTADOR: PROF DR NEANDER FURTADO SILVA Dçã p Pg Pó-Guçã Aquu Ub Fu Aquu Ub Uv Bí p qu p bçã íu M Aquu Ub BRASÍLIA- DF FEVEREIRO DE

3 FOLHA DE APROVAÇÃO C: Lu S A Dçã f pv Pf D N Fu Sv Fu Aquu Ub Uv Bí Pf D D Rh S A Fu Aquu Ub Uv Bí Pf D Dv Ry L Pg Fu Cuçã Uv Bí Bí DF Fv

4 Ag Agç h fí pp h ã u p A gh u ã b u óp ã Nh Th ê p pf h v Mh v v E u p u u gh u Nh u Mu u B u INHA qu ã fz E gg Agç h pp h vó A u p p p ç p Agç v p u N Fu E L p çã pçã çã ê qu u bh A u g qu v g j qu u vz pu áv S qu bh bé p vê Obg!

5 Ru A jufv xê bh qu b púb b pí O u p çã á p çá b púb u vz qu fuê u uçã uã A pbá b púb b ppv g p : quv phçá f qu pj uçã b púb A hpó p çã é buçã BIM pj b púb P ph u vv u u Auó Bb P b f u p p quv u u phçá quv xí u g p BIM D f pív buçã qu BIM p f pj b púb çã xã quv Vf bé pçã quv xí u p b CAD u p BIM qu há é ê v E bh bé fu uã v pu á çã púb qu pá uç á b púb Pv Chv: BIM; Ob Púb Ib; Quv; Eu C Auó Bb P

6 Ab Th juf f h x f h wk g u f ufh pub wk h uy Hwv u uy h bugy f f h pub wk bu h f fu y h u f h u u f h Wh pg pb f h ufh pub wk ppv h w g p f h: f quv p h-bugy h bk ph f pg u f h pub wk Th hyph f h uy h bu f y BIM h pg f pub wk T v h hyph h h y f h uy f f h Auu h Lby f P h wkhp w u p h quv u uy h p hbugy b wh h quv x uy f h g f y BIM I h w pb h bu h y BIM ff h pg f h pub wk wh g x f h quv W vfy h p uy quv h x f b- y CAD uy f h y BIM g h h u f vu Th wk p u h u f w pu y h f h pub wh w w h hg f h f h pub wk Kyw: BIM; ufh pub wk; quv; uy f f h Auu Lby f P

7 SUMÁRIO INTRODUÇÃO PROBLEMA A Dã Pb A Iê Ph-çá O Pj Equ Ob Púb HIPÓTESE O Eu C p V Hpó OBJETIVO GERAL Objv Epíf A ESTRUTURA DA DISSERTAÇÃO A PRÁTICA DA CONSTRUÇÃO CIVIL O MODELO ATUAL NA ARQUITETURA ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO (AEC) NACIONAL M Pj L Cu (DBB) NOVOS MODELOS DISPONÍVEIS A PARTIR DO USO DO BIM M Pj Cu (DB) CARACTERÍSTICAS DO PROJETO NAS OBRAS PÚBLICAS A PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 8 VANTAGENS DO USO DOS NOVOS SISTEMAS TECNOLÓGICOS NAS OBRAS PÚBLICAS O Eu Vb Eô T F Vfáv Efê REVISÃO BIBLIOGRÁFICA A DIGITALIZAÇÃO DA ARQUITETURA v

8 A P Gçã CAD p Iv Suh A Mg T NOVAS FERRAMENTAS E NOVOS PROCESSOS Pj Pá 8 Pj BIM C Tg BIM p M BIM COMO BANCO DE DADOS BIM COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DOS QUANTITATIVOS SOFTWARES COM A TECNOLOGIA BIM PRECEDENTES DE CONSTRUÇÃO COM O USO DO BIM MÉTODO DE INVESTIGAÇÃO DO ESTUDO DE CASO 8 PROCEDIMENTOS 8 SOFTWARES E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 8 O ESTUDO DE CASO E OS RESULTADOS A INFORMAÇÃO GERADA A COMPARAÇÃO DOS RESULTADOS Aá Ru Ob CONCLUSÃO E DESDOBRAMENTOS FUTUROS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ANEXOS v

9 LISTA DE FIGURAS FIGURA : PRÉDIO DA JUSTIÇA EM JUIZ DE FORA MINAS GERAIS FIGURA ETAPAS DAS ATIVIDADES TÉCNICAS DO PROJETO DE EDIFICAÇÃO E DE SEUS ELEMENTOS INSTALAÇÕES E COMPONENTES FIGURA LOCALIZAÇÃO DA OBRA EM PLANALTINA FIGURA VISTA EXTERNA DA EDIFICAÇÃO OBJETO DE ESTUDO FIGURA VISTA INTERNA DO AUDITÓRIO INACABADO FIGURA O FUTURO DA ARQUITETURA SEGUNDO NORMAN FOSTER FIGURA SISTEMA SKETCHPAD DE IVAN SUTHERLAND 8 FIGURA 8 ICOSAEDRO REGULAR FIGURA ICOSAEDRO TRUNCADO FIGURA VARIAÇÃO PARAMÉTRICA DE COLUNAS NA ARQUITETURA RENASCENTISTA FIGURA POSSIBILIDADES DA PARAMETRIZAÇÃO FIGURA OS DIFERENTES ASPECTOS ATRAVÉS DE CADA VISTA DO MODELO FIGURA OS NÍVEIS DE INFORMAÇÃO DO PROJETO FIGURA AMPLIAÇÃO DA FÁBRICA DA GM EM FLINT MICHIGAN 8 FIGURA OS MODELOS PARA CONSTRUÇÃO DA AMPLIAÇÃO DE FLINT 8 FIGURA PLANTA-BAIXA ORIGINAL DO AUDITÓRIO E BIBLIOTECA DE PLANALTINA REALIZADA NO SOFTWARE AUTOCAD 8 FIGURA CORTE DA PRANCHA ORIGINAL DO PROJETO REALIZADO NO SOFTWARE AUTOCAD 8 FIGURA 8 ELEVAÇÃO DA PRANCHA ORIGINAL DO PROJETO REALIZADO NO SOFTWARE AUTOCAD 8 FIGURA MODELAGEM DO AUDITÓRIO E BIBLIOTECA REALIZADA NO SOFTWARE REVIT 8 FIGURA MODELAGEM DA PAREDE REALIZADA NO SOFTWARE REVIT 8 FIGURA INSERÇÃO DE COMPONENTES ESTRUTURAIS REALIZADA NO SOFTWARE REVIT 8 FIGURA INSERÇÃO DE ELEMENTOS DE ESQUADRIAS REALIZADA NO SOFTWARE REVIT 88 FIGURA EXTRAÇÃO AUTOMÁTICA DE QUANTITATIVOS REALIZADA NO SOFTWARE REVIT 8 FIGURA O MODELO JÁ INCLUI OBJETOS E FAMÍLIAS DOS COMPONENTES FIGURA O MODELO JÁ INCLUI OBJETOS E FAMÍLIAS DOS COMPONENTES FIGURA VISTA INTERNA DO PÁTIO DESCOBERTO FIGURA VISTA INTERNA DA BIBLIOTECA PARA O AUDITÓRIO FIGURA 8 AS CAMADAS DE INFORMAÇÃO DO MODELO FIGURA CORRELAÇÃO ENTRE O MODELO E A TABELA DE QUANTITATIVO DO BALDRAME PELO SOFTWARE REVIT FIGURA CORRELAÇÃO ENTRE O MODELO E A TABELA DOS QUANTITATIVOS DOS REVESTIMENTOS DE PISO PELO SOFTWARE REVIT FIGURA CORRELAÇÃO ENTRE O MODELO E A TABELA DOS QUANTITATIVOS DOS ELEMENTOS ESTRUTURAIS v

10 FIGURA CORRELAÇÃO ENTRE O MODELO E A TABELA DOS QUANTITATIVOS DE ALVENARIA PELO SOFTWARE REVIT v

11 LISTA DE TABELAS TABELA TRECHO DA PLANILHA-ORÇAMENTÁRIA TABELA CONJUNTO DE PROCEDIMENTOS PARA COMPROVAR A HIPÓTESE 8 TABELA PLANILHA DE COMPARAÇÃO DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO TABELA ANÁLISE DOS ELEMENTOS DE ARQUITETURA 8 TABELA ANÁLISE COMPARATIVA DA COBERTURA E REVESTIMENTOS DA OBRA v

12 INTRODUÇÃO A pçã gáf pj quu é f p h b p qu b E pçã v u g p p uz pçã pj O qu é p pçã f u pj p g Ap vv pu gfv í é 8 ã huv uç p pá pçã uçã fçã h Cu v f g p é pçõ P pj fz pu v áu uçã gb u z f b quv O vç á puçã gáf v é uçã u vv g fçã uçã BIM (Bug If Mg) Uz qu ó u vu fçã qu á fçõ b bu p -çõ u quô D f BIM v f qu fçõ pj u ú xuçã A pbá á b púb b B é qu pp u E qu b p quu púb p bu p pb: ê phçá pj p f qu uçã púb A hpó qu b ph u u BIM f pj quv D f vg çã pp b u u BIM buu p uz ê quv

13 O bjv g çã f vf buçõ çã gh fê xã ph çá O bjv píf ã quf p quv b b qu f b b xçã quv xí pé BIM p f ê quv á N ç bjv uz u u j u b b u b hz u u Bb u Auó P N é vgçã qu b gu p: p Eh u pj b púb b p v u p; b h BIM BIM Rv p vf hpó bh p f uz BIM h p b quv O u b pçã p xçã quv f b p píu P- pb qu fç quv pg uu f ê ph pjuíz u f púb D ê ph-çá Aé qu p u BIM é pív pfç u Cuí qu buçã BIM f pj çá çã quv é x vj p Açã Púb Ou p BIM b x p qu u b çã pupçã ê fuu pqu ã uz çõ qu

14 PROBLEMA P qu bh qu fuá púb IFB u ógã v u b p xpã f óg Lá p b púb b vá A p uçã u b pp p çã púb v p v á A DIMENSÃO DO PROBLEMA A á uçã v p u á v g vu âb çã púb Há qu ã p u bé u uã u u b p u u u u g P pâ b púb b f u Cã Tpá S F v b b E ã vfu xê b u p u púb qu g qu ép px R$ bhõ R E b b v ág b A fv T p xp v b b g pí p u uçã v í Ipé u u f çõ gçõ [] O pé Juç Eu Az Mu á há p b- qu - qu u vu vá p u vçã é p qu j pb pv u uu quçã pj à u Juç u v (BRASIL p )

15 U b p u u p u up píp púb zã pí u Dv- qu u b b pv g qu Gv ã b pj (Vj Fgu ) D f u b p gf up pzçã à ppuçã: p uê fçã p pí é púb p Gv Fgu : Pé Juç Juz F M G F: A fê b púb pb v up ph çá fqu uçã ã u fu f u b çõ púb C quê x pá fqu fz çõ pju b çã qu pí ã à b púb E ppçã gv g ç qu ã há qu p f p u pb p p B S F Cã Tpá Ob Ib Ró F: pí B

16 vu çã pç qu qu E ppçã v p u g p á qu v bu fê u uçã v A p vvê gu çõ p fê bbgáf p- g p qu bu p á: ê ph-çá pj p f qu uçã púb O çã f gã çá b púb é pj quv O p pj f qu p p px vv qu h u p ê p ã p qu pá fu u qu uz p u A INCONSISTÊNCIA DA PLANILHA ORCAMENTÁRIA C v gu é fá pqu ph çá uçã púb ã A pqu à jupuê Tbu C Uã v pu gu x qu A b púb gu u ê f qu u p u u P gv uçã f vbzçã f é f pj xuv b I g fê p pj u b púb Iê f uã çã qu p qu f u (FERREIRA ) BRASIL Tbu C Uã Aã / Ógã jug: Pá R M Bj Zy Bí

17 C b pj quv á píu p u bgê O PLANEJAMENTO ESTANQUE DAS OBRAS PÚBLICAS S u pí pu uu pj Há gu vuí gçã guçã p bg çõ pj R qu âb b púb L 8/ L Cp / qu b fç púb v p pb gã f âb Açã Púb F z p vç g Dv bé pb A qu ã pj u çõ f v b bg g u ê p g v u ub N vç juí g u pí xp pj A - A pb gã f pupõ çã pj p qu pv g v pz f quíb púb up u p bê çõ qu g ú [] (LEI COMPLEMENTAR Nº DE DE MAIO DE p ) O A p L Cp N v p bu fê v pí púb U f é pj qu pb uz u fh N pá uçã púb b é u pjçã b f qu qu uz f f pçã b f f ív h u pu f p xê

18 pã ê qu ã b p E é g bçã fçõ p ã p çã u A pj qu qu bh u v p qu E é pj uçã v b é uí f NBR : v; pg ; u vb; u p; -pj; pj g; pj bá; 8 pj p xuçã E f p ã u vçõ b p xí pf Nã u f váv N v qu h f z p f pu b g p pjçã C B Lg p p pjçã bé fu Ig N v RIBA Hbk f Ahu P Mg pub 8 u qu çã p pj f v qu p: (LOGAN 8 p ) RIBA = Th Ry Iu f Bh Ah O RIBA f põ uçã h p qu R U u Cb gv p h qu pj fí púb v v u F: hp://wwwhu/thriba/abuu/abuhribapx

19 Açã: uuçã quçã fçã g fçã pf - pb à pçã; Eu g: vgçã uz pb vgçã pív uçã; Dvv: vv f u u vá uçõ pvó f ; Cuçã: uçã u u vá uçõ p qup u x pj (LOGAN 8 p ) O v pj v p ã qu f qu u fçã ág p pjçã é fçõ ã báv ã há u vç u p u vç p fh pj Lg hv u u h pp p RIBA p bh p qu C z f pj qu u óg p pj Pé qu p u f: (uçã; p bç; h bh pçõ ) (LOGAN 8 p ) Cu p Lv Ob Púb Cáu Au f qu çã u f u p u (u ég; vbzçã f; pj xuv zçã) p v ú já z p qu b qu á p u píu p (ALTOUNIAN p ) D L 8/ NBR / f bçã v ã qu ã v u u pj b (V Fgu ) A xuçã p á bg p uã pvçã p u p bh v à p xçã Pj Exuv qu pá vv xuçã b vç qu bé uz p Açã (MENDES DE BIASI p ) 8

20 Fgu Ep Av é pj fçã u çõ p F: NBR /

21 A p fgu f f p gb b púb E ã p uv qu p v f vv v é pj fçã u p A f u ég pçã u v b f p gv u çã gã P Puu C p ã fzê- N f há p qu qu ã bçã pj é v u v px u pz é fçã pçõ óg pív Df- qu pçã p b (ALTOUNIAN p ) E pçã ég v u í qu g u u qu xuçõ b pí gv A f vbzçã f pj f fv zçã b T- u pé pj ó xuçã u v u u pz xuçã b pb u pív u u g pj: P Puu L Dz B Oçá L Oç Au (ALTOUNIAN p ) A f pj xuv uã fv pj é vbzçã u xuçã vé p çã A uçã p u á p á zçã b vé p é ógã Cb f qu p ó vá pó uã ê f f p pçã pju fv b pj p p (ALTOUNIAN p ) N f bçã pj v xu f pj fuçã qu uã b p

22 xuçã b O u p u çã u xuçã N f pj ã é u pçõ púb à bçã pj f fuçã fê pj f ív háqu O u é g ê b gfv p xuçã A L 8/ xg u g A I IX A I X pfçõ p bjv A I IX Pj Bá- ju á uf ív pã qu p z b u vç u px b u vç bj çã b b çõ u é p qu gu vb é [] qu pb vçã u b fçã é pz xuçã [] (MENDES DE BIASI p ) A I X Pj xuv ju á uf xuçã p b p Açã B N Té- ABNT: (MENDES DE BIASI p 8) D L 8 p é pf pã p qu uã b u pv u p pb ph-çá h qu é p u b f N u pj f pj xuv ã u quv u f pfçõ h qu p f pã bj I v g p b qu ã u A u p p pv pj p Lçã u pf qu pp f p b púb qu é fgu páv é f g v : páv

23 pqu v b p qu á b pj (pçã pfçõ p ) é P g v u é pív ( h é) p b õ qu qu pb gã f pçã p p p pj Sb- qu ógã púb p u f b p ó u b á p u j b xuçã b E f é u pâ v f ph fzçã qu ã g xuçã b pâ pv b D p g qu b púb zã á f xuçã qu u ub ph fzçã zçã b Aqu ph upvã v p u fzçã í u upvê qu P Púb z pgv u qu g f Tbé pu qu v g qu pj p Eu P Juf- u p u p á pb qu é p qu f qu xã b p - qu x g b f up vu A L 8/ p u vz qu pj v gu qu b é ABNT u ív fó fçõ qu ã ã p í pj pá ã BIM g uz N v pív p vç xu bjv gu fê uçã b púb Ep Dá ã v qu bu pb h p pu vê pí (é Av) (ZYMLER LA ROCQUE NEIVA p )

24 P- qu b púb ê u á píf pqu ã g p L F 8/ qu pf u ógã púb v h L E xgê é pqu f L g p çã púb ju u NBR S b uçã v B A f L u ju g qu f b p p u A fê í g é uçã v ógã púb qu v à u buçõ v hê- p É b v qu u vz h gçã p á p p ó A L 8/ Sçã III D Ob Svç u pgf v qu çã v p qu f p fê uçã fçõ púb A 8 A xuçã b vç v pg- p u pv u u u f pz u xuçã (MENDES DE BIASI p ) Sb- qu Açã g g p ê f p quv up g up Pé u há uçõ gv b u é p v ív pb óg uçã u p fê pçã BIM C qu zçã é é up bgó f b L Lçõ ( X VI)

25 A I X Pj Exuv Cju á uf à xuçã p b p Açã b N Té ABNT (MENDES DE BIASI p 8) A I VI çã é [] (MENDES DE BIASI p ) C bv qu up pçã g v çã à b púb ã é f p b b Pqu L 8/ f qu çã fçõ b v p ív píf fçã p qu j pív f u u f uçã fçã A L Lçõ bé b quív ph çá A b çã pj bá xuv b p p A E çã fu u BIM u vz qu ã há pçã p p p p A - A xuçã p á bg p uã pvçã p u p bh v à p [] (MENDES DE BIASI p ) Aé b pvçã u p gu f xgê pçã p u çõ p qu j pív u b D A I I u gv é pb qu p çõ ã p pp A Nã pá pp u çã u xuçã b u vç f b á: I u pj bá u xuv p fí u juí (MENDES DE BIASI p )

26 Cf b g p- p qu p há u í v p u qup qu u pb fz p vg A ê b pçã gé Aé p há p bu u p Açã f pbá u p O S BIM p á bh u ú p bçã u pj íu qu ê fçõ á p uçã I gf qu p é pív p à xuçã fçã N pj u BIM b u v p uçã I pqu BIM p gf qu p fí u juí qu pj á qu gá fçã p p u I u u p p Açã pqu p pf u f C é p Dçã á pf Cpíu Nã p g qu u gçã f b fu pjçã uçã qu v p p qu há qu qu á Há f u guó x u : Pg N pj bá pj xuv ph çá g fí-f uj u v u b u qu ufzçã p xgê qu vã up p à çõ vz px A f pçã g f L é gu vg f gv é u g O Pg N quu f u ju j bjv xgê u uuá g b uv qu pç uí (NBR - Ebçã Pj Efçõ - Av Té )

27 v u É á qu hj u çõ g f xg u p é u pí xu u pp pj p çã qu u é bh BIM É p ã qu hj u vã gçã vg u u g up O qu p é qu há ê b pçã xçã quv P pp p fçõ v quv qu BIM pbz qu pv b u b A qu u pã qu g çã b f qu vg pí E Dçã qu uçõ qu p pb pp f óg á pív p à pçã BIM ógã púb p v pb v à u u p xê f qu pjçã uçã P ug pgu: BIM p f uçã ê quv pj b púb?

28 HIPÓTESE E p pgu b f çã Pbá bu p ph u v Dçã b uzçã BIM Açã púb uá uçã ê b púb A çã g BIM á u pu p h M p u pu b é p b qu g p uv ã uí g fçã qu ã u bu p -çõ O u BIM b púb uá g fê xuçã O BIM p ã x v h quv pç quô qu p u p b ç u vv uçã A pçã BIM p quu ógã púb pá bu p uçã u b púb qu qu uçõ b I á uzçã BIM pqu p ã p g bé fçõ é fçã u p qu ã p á uf à çã pj uçã u p ú Há u bfí p pj u BIM xp pb pçã çá p pj O vç pj xuçã b p vá bh qu fqu E á buçõ gfv p b xã fê bé p p çã

29 O BIM DPf p uv vv u quá g u h fí P fz u vçã áp pj pp p b up xgê çá A vçã p v pj u u uçã qu u qu fí O uv b vé uzçã BIM p f ív f çã P xp: qu f u p u u p O bj p f v ív hqu I é: p u ubp p u p p u á uv u quv P uçã vu b pu õ pj vã vv pj A õ p çã f pj b bu p u xã qufçã u Cqu g fí-f é b p qu b j uí pz u p u f u púb DPf é u pg qu g u u fáv uçã u f pj qu u BIM ã pb (BECK TECHNOLOGY ) F: hp://wwwbk-hgy/pu_pp 8

30 O ESTUDO DE CASO PARA VALIDAR A HIPÓTESE N vf hpó bh u u b púb b P (C v Fgu pág ) A zçã b: u fçã é u f: u Bb u Auó - u á ² A b b p p pp Dçã A çã é fçã P u BIM p p bx fh v uçã ph çá x b p b f C é h g pf á fçõ u ã ã qu u pá qu p qu uz pçã b A bu ê ph çá á bj u Dçã P pv hpó u é vgçã pv é: Cp quv g b b xí BIM Lb qu b qu f é p p xçã quv u u b pçõ b ph-çá g u uá b ú A fçã u quv u uá b p pvçã u ã hpó Dçã E é u çã v p p BIM u f çã quv p ú qu é uã çã qu p qu f

31 Fgu Lzçã Ob P F: hp://pgg/p?h=&b=w A zçã x fçã á f Su- px F E Té Agí p Iu F Cê Tg Bí Cpu P A gu - gu f uçã u fçã - b (Fgu Fgu ) Fgu V x fçã bj u F: P; F quv p Fgu V uó b F: P; F quv p

32 P quê u ê b f gu fz A fçã f gu b é p uçã á S pv p u b bjv fzá- u p u p u ê qu gã x A h fí Bb Auó P vu çã u quu p p h g qu p uçã u u uu uçã v: uu v vçã j â fu bu uu á h á p uíh é é uv bé qu - P z u b uu qu p ã há hu í gu qu p fu u I p qu u ç p f p u u Uz vv pqu é vgçã pv qu á h Cpíu IV gu p: A Eh u pj b púb b qu h u pj quô p p v u bjv p b púb u pp çã A é b f Pj Bb Auó P Dp h pv BIM REVIT p v hpó P b h BIM qu pá b u quv qu ã p ph qu é quv u Fz uz BIM h p x u b quv ç pá- qu b xu f fç x

33 OBJETIVO GERAL N bh M pu- vf há buçã u BIM f gã çá p z quv b púb çã fê xã ph çá pçã é pj b A qu u BIM p gu qu b púb j xu f gu u u f pp p N NBR - Ebçã pj fçõav é p N NBR - Ebçã pj fçõ- Aquu OBJETIVO ESPECÍFICO Aç bjv uz qufu pu quv b P O u f b pu ê b pé BIM O qu pj qu b púb u f qu píu A pb qu BIM p uçã pb f fu píu çã Nv uçã p BIM bé p uçã u BIM A ESTRUTURA DA DISSERTAÇÃO E bh Dçã á gz gu f: á píu é çã fê bbgáf x

34 O Cpíu I á u uçã u pbá bh hpó vf bjv u vã g p óg O Cpíu II p b pá pj b pív b BIM pçã u hó u uçã g g gé E gu ug p g u uã b ( pé v u x pá quô u) O Cpíu III pá BIM u u u já z p v u bé vá b p uzçã BIM b x O Cpíu IV á pçã h é vgçã O Cpíu V pá u pçã quv b BIM quv b á u b P f Cpíu VI p uõ pív b fuu Qu x u ph çá pubçã çã pj h

35 A PRÁTICA DA CONSTRUÇÃO CIVIL O MODELO ATUAL NA ARQUITETURA ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO (AEC) NACIONAL A pçã b pj f pp uzçã é uçã f u pá p u uçã v N á p uçã fçã v u fg u pjuíz E õ h pp fqu u u b ã pv ç vu p juç vá p qup pj R fç p pb u uu gz v Mé PjCuçã uzçã g p í pj p ph p u pçã f CAD (EASTMAN PAUL 8 p ) O u u é h u pp b u quê õ é p juç; b bé b v é uçã qu qup qu pj é qu ó ph p u p vé I uzçã f E uç ã áv p gh ub çã é u b b ã v p ê Agu pb u é b f à uçã fçã u p pjçã Rqu p áv p v u p g fçã vçã b u pj pp uv u u Qu á ã p u p p fz pj é p fz ququ uç p (EASTMAN PAUL 8 p )

36 A uç f vé u b p u u pçõ gáf O ã ju u p u pçõ vu p uz u I u pbb ê ê xã qu ã u fí u vv pj O ã xuçã b u u qu p v U vz qu h v õ p qup qu pj ã u pjçã u qu uzçã fç é p pz p ê u á fqu u õ qu p pj g (EASTMAN PAUL 8 p ) O pj quô b pp ã p p ú pçõ b qu v gup pbz pív p qu p u fçã É qu pív z qu u f á fg qufáv pã v MODELO PROJETAR LICITAR E CONSTRUIR (DBB) E é g Dg-B-Bu (DBB) gu (EASTMAN PAUL 8) há gu vg p p uçã b púb O bfí p çã ã: pv f p g pç pív A çã fuçã g qu pp pç p gu bfí pã pí p

37 N DBB ( ppá) u qu qu ã vv pg b bjv pj O qu pgu u é f: u p vv pj u O u f v fz pg bé óg fçã z (EASTMAN PAUL 8 p ) O qu p p p v é pj fçã: pj quá pj pvó vv u A pçã pj b ã h (p-bx fh ppv qu p ) N h b ã p ã há fçã ã p x u fçõ é qu p P p qu ã ê h fçõ v ju u p f uç f O ju f h pfçõ v h uf p f uçã ph çá P p u pív f çã pçõ qu p h u pu h h u uz x qu qu ã ã fáv u pâ h b A pá u ó quu ã fçõ p h fu f zçã b b E pá g guç ju u qu ã gu p pfçõ h Obv- qu õ qu ã pb u x ã p u ( E U) Cb qu pá uçã v v u fg fçã é já pçã f pçõ gáf h é Qu h já pju uçã gv pqu

38 guç u pá ã p v à uçã p h A pâ h b pf b p b u ç v u fçã O ju h h u pfçõ ã u p u b qu ú u quv O quv p uv bé uçã ã p b v u b qu N f zçã fçã g é á qu fç gu h p p p uçã qu p xu f bh O g fí-f á u p ju h p p pbzçã qup u Sb- qu uu h pj p f púb v p b pé ã A é qu á h pj xuçã b u h u bh E pçã h u u ubuçã p uv v b qu qu u quê ê pj u ê O u bu u p uçã f b é ô D f ã á h h p qu pb uçã f p g S h v p u p u b u qu ê ê u õ á á u p áv p g- u u pqu vã xu b upvã páv O u f p gfv (EASTMAN PAUL 8 p )

39 N ê pj ó ã b b D ú uç pj u õ pv h C uç qu u p pf p u quê v pçõ p u é pív p u uçã qu p u quõ (FLORIO p ) Ou pb u p p qu p pp çã u gfv v u pp p v pu gu fh I fqu u f qu u ã á gu uçã v bx pç çã E uçã qu bgá f uç p uv p u quíb f qu p pu E qu pj u v ú pb qu f v p u p bx fê Pé uçã v uz B p uçã b púb I v g juí qu vv p çã qu píb xê p uçã fçõ (EASTMAN PAUL 8 p -) É p b qu ã vçõ pá f pug há p v á qu pu ã pbzv f qu pbv p á p fçã pé píf BIM 8

40 NOVOS MODELOS DISPONÍVEIS A PARTIR DO USO DO BIM Dv vv v g g v p ã p h á uçã v Pj-Cu qu á p gu MODELO PROJETAR E CONSTRUIR (DB) N u g fê ê p qu pjçã çã uçã f u é qu ú pb pjçã uçã E é g Dg-Bu (DB) Pj-Cu pb p bçã pj uçã fçã (EASTMAN PAUL 8 p ) A p pâ qu pj b I v f ú é: p fí u juí qu pj á bé páv p uçã C quê p çã f fz pj uçã u f v p pqu é fá pb õ N () ppá() u p juí qup pj uçã p vv v é pj p xu uçã fçã A gu é f v fg u u b p á p uã fçã p ã há bh P u pj ã á u ju qu gu p p uçã fçã p z f b u v p çã v uí -

41 S f á à fçã pj pã f p pj I é pív pqu p u pé pf BIM; p pj fçã C h p á p qu v pçõ pj é E é Pj-Cu (DB) p qu fçõ j f f pjçã u uçã u (EASTMAN PAUL 8 p ) N x qu u qup u é páv p pj uçã é DB f x pu p uz BIM E à vg é DB qu pv BIM P qu qup DB pu fçõ pj u ú g pz f à u f õ bu -çõ p É p bv qu u vz qu uç pj f pv p uçã á p p E huv gu uç é pév à u ã pb ( pé-f ) O õ (SUERMANN p 8) P v uçã f fzçã é bf bé p u uçã áv pu g Cqu u gb uçã é uz Pé ú ph é qu pó uçã fçã ã há fxbzçã p fz uç pj p p ppá I pqu pj já hv pv bé v f b já hv O Pj-L vz gh pç E U ( Mh Exé Fç Á ) bé á vz u Ex A vg é p

42 p Dçã p fu- ju Açã Púb B Dp b p uz uçã fí f qu p p E Pj-Cu f gh p Açã Púb F Aé Rpúb Fv B u C Mg pug 888 píp fu v bh v v A A Rpúb Fv B f p uã úv E Muíp D f u á fu: IV v bh v v (SENADO FEDERAL p ) N p é Pj-Cu b Açã Púb b pb pê p u qup uz v pb õ p p v qu f pb u E é póp BIM p pé pf qu p fçõ pj fb U v v gf qu b fb qu gá p pz u u A xê qup bh qu ã vv uçã p z qu u pçã p xuçã b púb ã uz O píp u v v bu à v pv pp p puçã uçã b N x p E p u fuçã upv A Cuçã F qu E b 8 Cuçã Rpúb Fv B Tx Cu pug uub 88 çõ p E Cu é A

43 p xpçã v ô qu á à guç u v ô ( C:F: A ) O pp b v vv b ú N L 8/ qu g Lçõ C Av b qu E pp p g v gu v ô x fuçõ Fzçã Iv Pj v gu Pé L u A ( ) qu b púb v b f qu xuçã p á bg p uã pvçã p u p bh v à p E é f qu é v ppçã u u pj xuçã b A I I I qu z qu b púb u g p L qu f b p vuçã óg ã f f p A pb çã h çã b púb b qu uç á p pb qu v ê p bu p uzçã g pz p u qu pj u ú b púb b O bjv E qu Pj-Cu (DB) é qu à pçã BIM p b u vg çã p u P u qu v u (Pj-L-Cu (DBB) é qu é x qu é uz B p uçã b púb pp pqu é b é çã p f qu E é u zã p u pu í çã çõ vg pí pá- x

44 CARACTERÍSTICAS DO PROJETO NAS OBRAS PÚBLICAS Sb- qu b púb B ã g pçã pçã fu gçã qu gu pj ph fzçã xuçã pp b ó L F 8/ N u gá à f pj çã quív çã L ã bv A quu púb u z p u pj fçã ã ã qu p xu Aé u v é u g páv p ê I v à f õ p qu é páv p põ ph çá b púb O pj b u f fu f v çã à qu quu b púb D f hv p pçã pçã f pj fçõ é fçã u gf qu õ qu f p O u xê ív uçã pb é b uu çã N Dçã f píp qu píp g pj zçã é pçõ gu x ph çõ bjv gã quô ã ã f p p ê ê uu ph çá T b uv púb ã p px pqu fçã u pg p xp çõ E Ifçã é b xpê p b púb u u bh Fuá Púb F

45 g qu á z pã b pz p uã pj pf N g 8 qu f ú u vó u b qu pj bá pj xuv - já x ( I b V pu) ç ph çá ( II) pfçõ p xuçã ( IV) ã p g v u x bgó çã S pp vj p çã é u f p qu qu p ó púb E quê fu pçã v p vz h u g p v b Pé ã p gçã é u gv p pçã pj b púb Cf f p qu Pj-L-Cu fçã u uçã f p v é u pp qu uçõ púb f A pu qu çã z é qu b púb p BIM ã b b pâ çã pçã pév (g bu p g) b çã çã g pj quu bçã pj b h uá up á p bçã u quu púb f pv ô Pqu fh ququ u p qu p gfv pjuíz á z é quê p páv é qu ã u vg A p bgçõ g f qu pj bá qu u fu b hpó v

46 P L N 8/ ( X) Pj Bá: É ju á uf ív pã qu p z b u vç u px b u vç bj çã b b çõ u é p qu gu vb é qu p b p qu pb vçã u b fçã é pz xuçã (LEI N 8 Juh p ) O ju á uf p z b ã p x f hu f qu fu N í xgá pçã gáf p p pj u ph u qu v f g pçõ óg é qu qu qu j I á b qu á Sgu NBR / f à fçõ u p : Ep à pçã pçã fçõ é px pã fguçã fçã uçõ v (NBR - Ebçã Efçõ - Av Té p ) ju á à p u Pj Ap f gé à b púb v qu pj v u pp úv qu pív quõ Sh v v bçã pj qu g z h x qu h uçã Ou j qu h à pj bá D (NBR - Ebçã Pj Efçõ Aquu p ) fçõ é puz p pj bá :

47 Dv qu v à fçã ( b x ) fçã u p uv uçã Dv bv xgê h f px fu u f fçã A pçã vá b x qu qu u uzçã xpõ vg u p á pg bg á pã g bj Dv- ã pâ b pfçã p pu pj Cf gu çõ f pív pz up f px Ob Púb ã píf BIM Dv bé p é z uf h f z fuçã u çõ u p bçã pj xuv zçã b g N h pb qu pá uu çã púb ã z f qu qu u p p b f çã u pçã h f qu ã pé BIM: A pzçã pb ju h f uá p ququ çã ú T up ( pfçã pçã) u é fç fçã p uçõ O bjv pv L é çã pj p b j uu u çõ u á- p f xuçã b E uçõ v h uf h xuçã (ALTOUNIAN p )

48 D p çã qu BIM ã é á pj uv h p p í xuçã fuçõ p xp O up çã çã v f p ê v u P fx çã p z pív çõ qu f f h pj xuv (ALTOUNIAN p ) Apó í uçã BIM qu p u ju Pj-Cu ququ fçã pj é pb ú ququ uç qu u vçã u pb ú qu z qu ã há v u A çã g v hz b hu bh v é-b pç quô D f f L b z p v ê põ ê uu pçã pj xuçã b Cf L N 8 vv uçã h f f vã pã gb b f u uv z uçõ é v z uf h f z fuçã u v u f bçã pj xuv zçã b N Pj-Cu fçõ qu p ppá ã p pj é pv gu u f pj é b A fçõ ã pív í p pjçã p u pé BIM; u p uç ã uz N b é b qu f p bj uí pé p bçã uç ã pb xuv

49 A PLANILHA ORCAMENTÁRIA C já p pf b púb ç h uz quv f vç qu ã p v ju pj u- u p p ó p bv p çã bx P L N 8/ ( II) ph çá: x ç h ph qu xp pçã u quv u uá (L Lçõ C Av L N 8 Juh p ) D ququ fh u bçã uá é pb u p Nã é p qu L 8/ f ph çá qu v pv u x xg xê ph qu xp pçã quv p çã b Agu qu ã á p ub u ph-çá p: xê pj bá b pf qufçã p vç u qu ã xu A bçã ph-çá z p uçã vç xu u quv fçã u qu ã p ( p v Tb u h Ph çá qu á b u) D á ã v pup fç f bu u ph p qu f pã quv A I IX í F ; A II; A XI A II 8/ 8

50 Tb Th Ph-çá F: IFB () $ R 8 $ R $ R $ R $ R $ R $ R $ R 8 $ $ R R 8 $ R $ R 8 $ R $ R $ R 8 $ R 8 $ R $ R 8 $ R $ R / á p zçã b u u pj b quz u vz p ê C vçã çã ppõ bu á u u p uá quv p BIM bçã ph-çá TECNOLÓGICOS NAS OBRAS PÚBLICAS O v pé BIM pb pj gb b E p p õ p 8 $ R $ R $ R 8 px ph Pqu v u u qu ã $ R $ R $ R ã ç p EF $ R P M k f u C $ R $ R u F A $ R P $ R A C $ R O T E R C N O C E D S A R U T U R T S E P M k f u C 8 u A 8 / F 8 B g V 8 u b ã u u P 8 ã ç z b p I P M k f C u F A ² u p P M k f p L ² ³ g k ã ç u F B ² ³ g k ç b p P 8 / / ² P M k f v E E 8 ³ ³ ² g k 8 u SISTEMAS NOVOS DOS USO DO VANTAGENS u f P õ ç u F D pã b p

51 P f p u pív f õ u v b pg Aé u vg é uçã b b U pp g b b á pj pf uçã p L 8 bé p vçõ u pu p qu pb p pj f pb qu v ufê u p uã p O ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA SE TORNA FACILMENTE VERIFICÁVEL O p pjçã uz BIM pçã p u vb b vf í pj á ç u ã v pç u qu áv p fç A uzçã qu ú fçõ fçã vu u b u p x pâ é p bh bv pf vv pj N çã púb Eu Vb p u fçã ã p pb zçã Avé u BIM vfçõ p f f A ququ vv pj BIM p x v h quv pç qu p u p bçã ç (EASTMAN PAUL 8 p 8) A fá áp v u xuçã fçõ p pj é p qu f u é p u u p qu qu z

52 p A qu pj vu fçã pf f b p u p b u u xã h É pív pp pçõ u A v u v p pív qu pg ív h qu uçã p ã up b (EASTMAN PAUL 8 p 8) N p f pj u v b qu bj p u ppçã p u v h u f D f é pív h õ pj p u u BIM qu u b b pp A uzçã pé BIM ux bçã ç h qu puz v bfí: A fçã x v v pã pçã pçã g f b CAD; A vuzçã vç z u pv quv fçã u qu ã p fuu bçã g fí-f EFICIÊNCIA Cu bfí p pj f uxí BIM vuzçã p pp fçõ bu p -çõ p Aé qu- çã pçõ gáf O g BIM pçã é u

53 uã úp v b O pj p vuz ququ p p á v p A çõ xu pj ã uá pqu bj u ã p g pé qu gu h pçã ppçõ bu p qu vv j záv I uz uuá uç pj v h (HERMUND p ) A vg CAD BIM pu vã é uçã f qu u xu u E pp u pb qu ã p xu u f gu u wkhugh v u p uçã g puçã f px Aé pf BIM fçõ uzçã u ú vuçã g f p Cqu hvá p p u v v pj p ég uv qu h ph çá b O BIM u pb xpçã ç qu pçã b E v u p pj u á f uçã Avé çã u qu p x quv uá g fçõ u pz vbz quê uv u v óg ú u pb O BIM p gçã p pj pj Pb v gçõ p - á pj pj ç S BIM p ã qüê Qu há u f BIM p ã uâ (BLANCO p )

54 O BIM u u uçã qu p v fí pj u pz p E pb bé u u qu ã h uçõ v pív p xu b O BIM bu p u pz b Uz pbzçã pj vá p f ú g p qu b u f xuçã b é p O BIM g qu u p up pqu õ f p bh uç u f uçã Hvá u uçã pçõ ã gu h ug É u uçã b pj ê á u xuçã u (HERMUND p ) C xp u u qu uzu pé BIM Ap píu III Dçã u u pfu A p puçã V G M F Mhg uzu- BIM u ubuu f qu uçã A p v pj Pj-L-Cu u qu fzçã fçã pé çã BIM p- f (DBB) p (DB) p uçã uu p (EASTMAN PAUL 8 p -) A b vv uxí BIM ã fçõ g pj ú A é pív bçã pj pj p uv u p píf I uá bçã pj gg-fí-f Rv Cuçã M p

55 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA A DIGITALIZAÇÃO DA ARQUITETURA Ap fu ó qu ç vv pj quô p pu N fqu á vv pj p pu u pçõ A f p qu ó v u f u qu uí N pj quô p pu ã é f A f pu qu ó v uí b uí u (GROSS MARK GOLDSCHMIDT p ) N Kv u v Ahu h Dg Ag Dg Mufug u fçã Mh qu b Mk çã E fu qu qu h qu p u v à çõ é bé p p u qu f h pbv h (MITCHELL pu KOLAREVIC p ) O u pp p p pj quô pçã qu qu b pj quô ux p pu p qu pb qu p óg pb qu ã v C pu p pj qu h pçã p f u u pív CAD C pb v qu pu b p p quu p- bv qu b óg p u pç uí fu fxív b v pb xpçõ p vv (MARK p )

56 A f p pu p pj ã u pá pf pj ã u pqu vv zçã E vç g h h b xb v p f p zçã uz çã (MARK p ) O vv pu p quu pív p 8 p qu qu f é pçõ v b p p pb p h p N vv f vv u f p pu p pçã pé pj Aqu F P gup Aup p v p u pj ã p p b v pb h(fgu ) Fgu O Fuu Aquu gu N F F: hp://wwwq//xphp/bb/8--fuu quu-gu--f

57 Aé b p çã fw pé b pj fw pj p pu uxv qu g g O pu u qu qu uv p g f b D çã pb qu f v g u ó quu ã uz p ubu ph A p qu v f g bé ã f qu p pj quu P ug v pb xpçõ f Abg b pâ u qu qu xp çõ pê qu (pâ) pj A zçã g çu u pá quô vz p gu bé p quô (MARK p ) N p pzçã fçõ pqu pj p pu ã fz u qu pé qu ã xp p u ê u çã á u pu fí A fu p f pé u u - f çã pá px C çã v f ó quu hvá u p p p qup E ã f çã bg é v f qu p uç Sb- qu uç pu p v g qu é u f pfu p p pj quô pj pé ú

58 A PRIMEIRA GERAÇÃO CAD POR IVAN SUTHERLAND A p gçã f pçã pj p pu f p u f xu p pj quô pv p uçõ f pv p A p gug pgçã f Skhp vv p Iv Suh bó MIT u b v pj pu(fgu ) O p pj p v fgu fxbz f gé xp u u ju bj píf p pé b u fçã (Suh pu Mk p) E v pu çã çõ h áqu O SkhP f pu vv puçã gáf p pâ pg u f uuá é hj é uz b CAD gé Suh u u u T Du qu puçã gáf p uz p f é A Fgu bx p uuá vê b ã X Y D f - p p fçõ pá- pjá- h b Mhu Iu f Thgy

59 Fgu S SKETCHPAD Iv Suh F: hp://ux//wk//8_pf O qu gu SkhP p bu f h é v uz f pj uçã pé p f E b Iv Suh p fu çã pu uçã g h uu O p p pb g bj píf vçã p quô v p p p j u bj pf A pv qu b yu çõ ju p (MARK p ) E p bg p p pjçã pbu ú u v vgçõ b pb qu f pu p qu u u çã Dé p gu f pu f vv p ju uzçã g fí vu p p E ég u p u çã à quu v p bjv ux qu u vz qu uç p f bh fz gçõ xõ f p p j u bj pé b p A b h p f vz p qu A xpçã f fuê fxb p v p çã 8

60 qu u u pj N qu u fçõ f qu p pçõ é O é pf ç à vz ó p xp gu f fz g p p u g qu xpçõ f Cu uçõ quô ç f vz px ú p ç qu pbz vá pçõ é Tu- á ã bu p v qu gg fçõ pj quô u p u ú h Ou CAD uz f u p v ú fçã qu p p ju g bj quô pf b bb p (MARK p ) A bb qu p qu u g pçã é A çã p pu qu pçã ã gf u g vç f quu Aé ã ã x pu qu p ux f fxb xpçã f qu bçã u pj f qu pg píf p uv Agu f p u h CAD gé ã b píp qu pç vu gáf p u g pb p xpçã f

61 O qu f u p uz g p uv p p xp u p u qu p p gu fguçõ gé bu u p u (MARK p ) Sgu Mk çã - qu ê vv pu pz p p p çã uuá pu uuá E huv gu ê póp p p b u b A MODELAGEM TRIDIMENSIONAL A g g vuçã p pb vz ív v u p ux p pjçã quô A ã bu p v gé g vu pz qu gg fçõ pj quô pu qu u f f p gu v u- póx vv O pj quô f g p é v pu v é ég O pj ê õ í u pçã pb j qu b uçõ v p u õ (KALISPERIS p ) A f fz uçã fá u vg pb b v uçõ u pç p A uzçã CAD BIM p pjçã pp çã pj D f b pp

62 gh v õ pb f vu b uv çõ p p pã b qu ó é pív p f vu (DUARTE p ) A quu g ã g g g p pu u pj quô á pçõ pç çã u p pf pb pã b A uçã pb pj quô f g vé xpçã v p pç (KALISPERIS p ) A vuzçã ê õ p h pç u f O óg ô z v qu pg qu vê u p qu O p u pj quô b vu ux p BIM pb v vgçõ p uçã h pj pf I é pív p p õ p uçã vu N x pfçõ v p bjv qu ã g pj Ap vé BIM é pív pqu bj ã uí p u p bu I qu z qu u p ã é p u ó h u pg ó O BIM p p uv píf bu fçõ qu p xí ququ (FLORIO p ) N BIM g u bj í u pçã qu qu qu u v f P xp f u p vá f í qu p v á á á b b u pu C uuá

63 ã p fçõ u v fu à v O bj ã bé g S u uçã pé f p zõ uâ b qu g pv u quá ju u p p qu E v f pu bu p ug á quu u uç gfv pâ pp pj u f Aé há bé p õ h uçã v p p qu Exg- qu qu v fu b pqu g p h p u uv O gu qu é á p ê õ quu ã é u v p u Há é Zv u ( p çã u v Sb V Aquu) u pçã hí quu u á gu quu p Ru u u çã uv v hu á quu qu gu u v í á f g u vbuá qu u h P u vz quu é u g uu v uj h p h (ZEVI p ) N p pç h v vvá- Zv v qu ã hv u p p quu f qu ã vé xpê vv pç uí E pu v pb hj pçã ã p ê õ p bé qu ã u j uv pç p

64 hu bu qu é ê õ ppv x u qu Cqu bj ã g ê õ ppv P puí- g u v fz u ú f ppv f p v Ex p u é ê õ é p uv âgu vu A gu- p qu ã (ZEVI p ) Au qu pçõ púb é p pj u õ uz CAD b qu u u quív çã p póp pj quô u p A p pj fg bh- p p uv b ã p pçõ v bj gf píf N CAD b ã há f x qu ã u bu u f qu u ê xõ P á qu j f v u ph çá pv u quê u- p xuçã b N p pjçã u õ é uz u p X Y A pçã pç quu é á u p pj O pj bá v çã p : á qu f v pg f up A u p p p pu pj já u f p v b p fzá- Zv u qu çõ pçã b pj ã p u bçã Aé ã uj pçõ u é u qu pp

65 pqu ã p v à pb p bj vé é pjçõ gáf Qu qu u quu v u p qu u p p b b pp qu fh p p b u p quíb h vz vu ju p pp fí p u qu pb (ZEVI p ) Zv u p á fgá fqu bígu h b qu f pçã p pã pç quô Ap p pvé f uçã p É u qu gué vê ã pp fh çõ v p u p p gu ã pçõ quu fê pá qu qu fz qu f p u u M quu ã pvé u ju u p gu pvé p vz pç pç qu h vv (ZEVI p ) Zv u qu pçã pã quu xpv u fçã uz p u b O p é ppçõ juf p xp pç pj u vu çã p b u pã qu pç quô A p v v g pjçã bu p p h u v pçã quu Su p pp é qu p vv é á f pg u p pjçã D f - á h u p bx b v p p x fh

66 N pj ê õ pj quu - vu O ê p p qu u p vuzçã pç f O pç é p u p bá qu á v p p ã- A p f vuzçã pj p qu u h f qu ã p p A h gu é z N b b qu u pjçã p qu é v pu p v uçõ v p ég pj é pç pç qu u O f pç vz pg quu é fu u pqu quu ã é p ó g v hó u v vv p ó p u: é bé bu b vv v (ZEVI p ) Sb- qu u vu v ã é p u quv u fí É u g (:) Rp qu õ quu: gu u pfu p A g pu p u pb qu ã p pp p qu u ququ u pçã é v xp v p qu pç A é vuzçã p p pç f b xu qu xp v p p (KALISPERIS p ) Kp çã ppõ qu é u pb vh p quu b O qu g b p f f p p p gçã u v quu v í óg

67 Cu u f qu g v xp p pf á é póp uçã vuzçã fçã Cu u fí uxí pu é pív z u é g fz pu v vu qu ã p p õ f pjçã p pã bj quô É p bh uçã quu fu p xpçõ pév çã vué pj A uçã ã é p u f pçã quu u á- T- u p pb pj E fçõ pu ú pçõ p quu E ã píu gu NOVAS FERRAMENTAS E NOVOS PROCESSOS O u f pé pu quu v í u E vh uz p ú ubí v p p pj uçã (KOLAREVIC p 8)O pg g ú u u vçã f b pu A pzçã p qu pj j vv v u b vu p vu j xí fçõ á p fbçã p (KOLAREVIC p 8) U pg b pz fux fçõ ph pé p qu zçã p fçã p f f b A xpê p vv uçã ú v ubí p bu b p vç p

68 pjçã fbçã uçã fçõ Pu vv v h p pjçã á fbçã g O Guggh Ghy j pív ç ú bçõ v U g ú u pj v ç fz u v xp v (KOLAREVIC p ) Nv qu fí ã bj áv px é N u x uf pj fçã T CAD g quv g Ag CAD puz h p pg E gv quv qu p v : h-p fáv à qu f vv fçõ f p p b x C uçã D fçõ vç f px upfí f (EASTMAN PAUL 8 p ) O CAD g uuá qu ph pj u uç f h p fçã bj U fí puz p f g p f ú v f bj ( fçã ju gup ju u vá v ) U pé p p ú u ( qu v bj) u u p (qu p xgê fçã p up) A ú bg é pf pqu f qu vê p fz u pu qu b é uí qu vá xuçã (EASTMAN PAUL 8 p ) A px gu fçõ ã p g p à A xgê fçõ bj pj ã

69 b p ufu pé ó pã fçõ p uçã p fçã O v p pé g p puçã fçõ b bu p -çõ u quô Tf vb pj fí u fuçã ó O p ã fgu p fçõ b u p PROJETO PARAMÉTRICO A vçã pé ã é pá pju Há v xp u pzçã quu p xp f u gug píf quô ppçã u ó jô p gg Bg u pzçã qu çã pp õ ppçõ g f qu v b -çõ váv O v qu f v ã v xp ué fuçã u u váv C u quçõ qu ã uu A váv p ã ã pâ bj Qu v ã pâ u pu é pf (BRIDGES ) É p qu váv f gé ã ã p p f f qu à fçã f E fã f váv é qu f fã f 8

70 Exp: O gu é u p vx f gu ( Fgu 8) O u é u p vx vg p Aqu b pó u gu v vé gu ( Fgu ) Su f gu ã u p u qu pu f pg hxg (Rv Pf Má A 8 N p ) Fgu 8 I Rgu F: Rv pf á A 8 N Fgu I u F: Rv pf á A 8 N p p A quu R u v vg xp píp uu v fqu u g quu á (u ) Dg qu f h ã ã v fx ã xpõ qu f v fuçã u váv O v f p u váv çã â u u u u p xp (BRIDGES ) Uz u pzçã qu uí fçõ qu p puí ppçõ f guv çõ pá A qu bh p uv qu çã pp á u bjv f u fçã p hô À qu buí v xpã pé bh u p f v pfçõ quu á (

71 Fgu ) Fgu Vçã pé u quu F: M (8) N Fgu é pív p pzçã é p p quu Cu ã pzáv qu z qu v v pâ g u : u v â pu pf O quu R L B Ab u x fu R AEf pu g êf p f fí pp çã ppçã f- f hj: çã p u pçã p ju

72 N qu fz u pzçã á A õ quô á f p xpõ á p v xpã hv u uçã p D f g qu ug v uçõ f qu pg f p çã á (BRIDGES ) O CAD pz vg f p pé I u qu pb qu qu pu g u g qu pâ p N CAD fçõ pé p f p U xp p P pâ bj u pâ p A fçã ( pu ) p p é u ju v pâ í fçã ( upu ) é fçã uu qu p xp xp p (BRIDGES ) A pzçã é u é qu quu é f vé pfçã g p ppçõ u bj P f qu pzçã pb f quu p u p çõ D f f p g p pjçã u fu p qu f A uçã bj pé p qu xpçã pj j u é vçã pé A bu v f u bj p g xp p p u (BRIDGES ) A çã f u pv qu pz u ju váv u v f qu f O pzçã f u píu

73 u f gé A váv p v qu f f bé v qu f pçã çã Bg b pzçã u p qu p fz b p v f gé R qu pzçã qu p: é p p I á pv uu v qu fã u b pj u bfí é vv hb pj (BRIDGES ) U qu v záv p juf qu fz u çã N qu p f píp pçõ qu á uz ux p pu f qu pá xp u jug juf u h é xp u juíz A pzçã é u qu v uz vv pj quu p pâ bu p u v u u bj gé Bk Kv qu u pj pé gu : N pj pé ã pâ u pj píf qu ã f ã u f Avé buçã f v pâ f f bj u fguçã p Equçõ p u p v çõ bj f u g v (KOLAREVIC p ) D çã váv pé f f pçã A ã bj u pçã b u g v fçã Sgu Kv p- f qu pj pé pb f quu p u p çõ

74 A p píp qu u u fqu pju g p qu f N v BIM Hbk : A gu Bug If Mg E f pj pé u pv é : N pj pé vé pj u pçã u uv u p u p pj f u fí u u qu é u ju çõ g p pâ vé qu f p g v u x O bj ã f u pâ vv âgu g p: u p E çõ p qu â u v fguçã u póp pâ çõ xu (EASTMAN TEICHOLZ 8 p ) A p çã qu é qu pé qu põ f zçã çã p bj p à fí p E A ã bj u pçã b u u f O bj pé é p BIM u fçõ pjçã b bj O pé f gé pçã g g p u p pjçã u P bé g g qu võ u b pj (Fgu ) E u ã pív p p uç v u pâ píf

75 Fgu Pb Pzçã F: gphu/kx/ku/ A : /8/ A p Fgu é pív pb qu CAD pz vg f p pé A p pp u áp vuzçã v f á qu váv pâ N pé f g g ã u ju O u pzçã f qu u v ív b quu pj A g bj p f qu u uç pu v bj p h ufub (MOREIRA 8 p ) C fçõ gé g A g é g ã u ã p hu ê Qu u bj é u f ã p p p xp úp vuzçõ b U p u vçã u bj v p A õ ã p ff (EASTMAN PAUL 8 p ) A pzçã p u h f f gu çõ pá p D f qu p u ú uv qu u pj À qu bu v á xpã

76 pé bê- u p f pfçõ quu A bg pé é uí u pju qu quu ug p fçã pâ -çõ u p D f çã çã u çã u pâ u fçã bj quô (SILVA AMORIM p ) Obj pé ã f p E gu: pj pé vé fçã çõ v u ju P- u u v px bj çã A pzçã p u ju g z vé -çõ v p u O bj ê hb g u b u xp ju bu p xp uu ú O pj pé váv vé fçã çõ v u ju P- u u v px bj çã A pzçã p u ju g z vé -çõ v p u O bj ã vu à fçõ g u b u xp ju bu p xp uu ú (MOREIRA 8 p ) A g pé p bj u f g qu uz u fí u qu uç f f bj P xp u p xá u u p u up uz á z u pp p u p á p u u u u h (EASTMAN TEICHOLZ 8 p )

77 O bj p f ív f ggçã D f qu ó f u p u u p O bj p f v ív hqu P xp p u ubp p u p p gu vá u (MOREIRA 8 p ) A fuã é h pé pçã f g uçã v ê fu ã p f quu é puz bé fgu u v bg Nã p u u ju f é A pzçã v é f qu u v quu T- u bg vç PROJETO BIM O g g qu hj h BIM f Bug Dp Sy pub x J AIA p Ch Chuk E ã pf Uv Cg-M O g E uu hj u BIM : fçã v vçã p é u ppv p çã g Ququ uç j vá f p u vz p h fuu uz T h v j vã uz u f Ququ p á quv pá g çã Ev Cu u qu p xí f pv u ú b p á vu quv vfçã uz fí óg pfu u ó qu Cu g pj p h pçã vj p g qu (EASTMAN pu LAISERIN 8 EASTMAN 8 p XI)

78 O BIM ã f p p quu ú uçã v O u u v f qu BIM f u vu x qu á uí Qu p g pu g p á up uçã fbçã g zçã v á p u fçã p uv quçã p x u O BIM ug p u uçã v A pçõ g CAD ã pbv çã u vç b fçõ xçã fçã A fê fçõ b qup b vz px vz p pv ê vz CAD g uuá v fçõ p u pj f ã uu h pçõ g p fçõ (EASTMAN TEICHOLZ 8 p ) D fçõ u b BIM P ê- é á p ú g fçã é qu u pçã ê õ N BIM bj é u ó p qu p p u bu p u p fçã qu pá x (FLORIO p ) O BIM p uçã u vu fí fg u uçã A p p BIM p vu uçã v A çã qu ú p pj u fí u p p qu j pív í u pçã çã p pb

79 A g g BIM é u ju p p puçã uçã á fçõ () O p fí ã p vé pçõ g g O bj b qu ã p puçã gáf buçã p g pé O p u qu v p f á p á p bh p xp vuzçã pfçã á g (EASTMAN TEICHOLZ 8 p ) A f pjçã BIM é f pqu u u p fí ã é u pçã vu qu p N v fçõ ã b A é pív x fçõ ququ p vá- u fw u p x p bçã quv O Bug If Mg BIM u qu u p vuzçã pç pj Puz g p p b qu p gg fçõ p v f é u u puv zçã p E ã u u h Mg Ifçã Cuçã u M pé Cuçã Vu (SUERMANN p 8) E é u vg uzçã ú BIM p ubu f qu pjçã u pj p pu b fçã A Fgu bx u ú BIM p p é pív x fçõ á p u f pçã u quv 8

80 Fgu O f p vé v F hp://wwwgbyggk//vw//// D Fgu ú BIM bé pb uçã pçã U vz qu f u v u ã ju D f uá ê ê p f pbzçã h b R- qu quív pí uçã fçã A fçã bu é f p pj BIM O qu BIM v p qu fçõ fw ã g p vá f f E ã u p vuzçã p á bh u p p u p xçã Ou í ê I gf qu uç p ã ã p v p v b xí u vz qu fçã é uâ A u p bx u fh bé ã ju A uçã pí p z v ã xê f qu p pj uz p BIM

81 qu bh u ú pçã p p N ã p u é fçõ qu g ã pá u u uzçã CAD ã BIM Dv- pçã quô vu ú BIM qu é uz p pjçã f íu Dv v BIM pçã b f pj xgu I pqu bh u ú qu é u p pj A Fgu Fgu bx p ú qu p f pj fçõ pf quu gh p qu p xí ququ p p vv pj p íu Fgu O ív fçã pj F hp://wwwgbyggk//vw/8/// P u BIM ã é á f b p p bx p zçã j p pj é f h Ou p BIM é b u j fçõ á xuçã pj ã p p ú N pp f ív

82 h vuzçã p â qu u P xp á qu f pf vuz : P u á h xh qu vuz : E b fçõ v p b CONCEITO DA TECNOLOGIA BIM POR MOTERSON BIM u g Pj A p Cpu (pu g) p pqu z há é u ã há u p fçã x Nó M Cpy p qu BIM é u uçã g quu (EASTMAN TEICHOLZ 8 p ) Sgu M pé píf BIM p ç u u g v xb í hv: Dg; Ep (D); Muáv (qufvé áv pz f h pj à qu ã Dh (pfçõ çã pj uçã ph uçã xuáv u p qu f gf é Aív Aqu/gh/u pb f (AEC) uv ( (p ppá BIM p vé pvê qu hj pb áu uu á b ç ) Duáv ( uáv u f v fçã) O qu p qu BIM é f çã çã u fçõ puáv u pjçã fçã N BIM fçõ ã uz p ã puçã p é pf uçã p

83 bçã v u p bé p pj uçã fçã qu p g u u g D f ú p f p fçã uv f pj BIM COMO BANCO DE DADOS A b BIM é b qu é xb g p uv ê õ z u bu p -çõ p u fçõ p uçã qu CAD gé O BIM pé uv u fçã p vv çõ â gáf qu f ph h b b ç pfçõ A b u BIM é b qu é xb g uv ê õ z u bu p fçã qu CAD Aé ã pé é pív á- b uzçõ â pj E p u xpçã u f uv f võ u puv (FLÓRIO ) D Fó b BIM é qu f D ú ã p p u g v é ã fçõ á qu f bu p -çõ u quô A gu Fó p pé z p u p pp u p p u quã pju D f qu f p vé u u

84 b g vuz v vçõ vué pj O b ã p pp f gé bé é u u f z up f p hqu u uu fçã á u N fá- é á qu b pu u ju é p qu áv fçã Apó uçã uu b p z up fçõ g p uçõ p pçã pu (u qu gzçã) ã pg qu á- E b p vv uu gé pz z vá p pu u vá â u p pu gf fçã p p f pçõ u f vv pu O p pçã b v pj uj uz p ju ã fçõ pçõ f p ã p xp (EASTMAN KUTAY 8 p ) C p b ã xp v pb g xpçã p vá pz D ph u p pp vv v g u p gçã uçõ quô BIM COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DOS QUANTITATIVOS E N Iu f S Thgy (NIST) pubu u ó qu p v ê gã

85 u à ú uçã v px $8 bhõ ó u u px -% ú (NIST ) D ó u g Bug If Mg(BIM) f óg gã fçã pz v pb (N BIM S) A gã fçã BIM é p bá bçã f p pj qu f uz x uz fçã ú BIM P u b u BIM bf fê u u uçã Pqu b ê õ báu p uçã u p í f pjçã pfç pçõ uá xv fçã quv u pgçã O p g BIM p u pó fçã p qu xçã fçã j ú C fçã xí p á u p u xçã quv p á p xçã fçã (Buk p) U pj qu uz u uç quv U pj f BIM uz v u íp u pj bé uz gf u uçã p x pã quv E g pj ó p f hõ ó p uçã (TAKASH p ) C u f qu BM v p u gu p uçã qu p u p g

86 D p u BIM u pgá ég fçõ p quv á pv u uu xê uçã qu fç p h íu (SUERMANN p ) P v f x fçõ ú g BIM qu quv pj qu p f u f xu qu p xí u SOFTWARES COM A TECNOLOGIA BIM Há v BIM u C BIM u pu O qu f b ã í píf : u hç fí pu qu fz p u u ú quv u úp p pj uçã p u uâ v bb pç g p fçã f x h é gçã çõ D p bj bu v f uzçã (EASTMAN PAUL 8 p ) O h ã: Rv Ahu AuDk ; AhC Gphf; By Ahu By; Dg Pj Ghy Thg; O Tk Suu Tk Cp; DPf Bk Thg A gu p ppó u p h p u b Rv AuDk AhC Gphf (EASTMAN PAUL 8 p ) Rv Ahu é í vz h f u p u BIM p pj quô A fí Rv é pu g p v pj Rv Ahu Rv Suu Rv MEP

87 P f: f pz u fu é gz qu f gáv uuá pu u g v bj p bb pbz p p uv p gçã gê fçã b uzçõ h v pu uzçã uá uçã up pçõ uâ u uuá P f: g pb ó qu qu pu p gfv ph p g pj qu gby çõ çã à g pé b âgu bé ã f up p upfí uv px qu u hb g pj uv px AhC é g BIM pív A Gphf çu zçã O AhC p u v f u fw Mx p upfí uv çã (EASTMAN PAUL 8 p ) P f: pu u f uv u u é v fá qu f u pz A bb é v há u u p qu p Há u é pçõ p gê pbzçã uçã v fçã P F: T gu çã p pé p ã up g uzçõ bj g u pçã uá pçõ b bj O AhCA p u b u ó pu pb

88 g pj há u fz g pj é ví- óu f á- N vf hpó pp çã Rv Ahu f h v u g fçã p fí p p v fá xçã quv ú é u f gáv E pqu p v qu Rv Ahu vv p fçã uu quu ã b p hpó pçã u uá p xçã quv PRECEDENTES DE CONSTRUÇÃO COM O USO DO BIM E p Dçã p xpê pçã BIM u p P qu á u p qu qu j uçã u p u fçã u u pç p A gu p BIM f u u f pj uçã T pp fáb G M F Mhg E U O pj pçã fáb F çu u p u uçã v í D u ju v bfí pçã BIM p pj uçã (EASTMAN PAUL 8 p )

89 N Fgu é pív u pçã fáb GM Mhg u x pvhã g fáb p v Fgu Apçã fáb GM F Mhg F: hp://wwwgg/g?q=g+m+f+mhg&u=&h=& =&p=&v=:::&x=8&y= A GM p p Pj-Cu uzu p pj u uçã pj uçã é ú u u u uçã f pu u g BIM (EASTMAN PAUL 8 p -) A pçã f fáb h qu pj uí u pgçã p p u u v çã qu u pj v Pj-L-Cu (DBB) 8 u L-Pj u (DB) px Cu uçã pçã qu fáb GM f xu p O u ó pô ç p v 8

90 pã p h í C p vv qu u -çõ á v u vã gb b T v u pj gh v ufu O u bg fu qu pj f uí u % p çã u g b g ( ) S á uz h p g í I ó p f vv v pj gh uçã p (EASTMAN PAUL 8 p ) Dv- bv qu gh p f up % çã é f qu Pj-Lçã-Cuçã % pçã Pj-Cuçã O gh b ú f v xuçã p f pj gh uçã Sgu Fgu bx ã áv p f p v é u Pj-Cuçã p b BIM v bj p fb g vé fgá Pj-Lçã-Cuçã g u (EASTMAN 8 ) Mé Ch Cí h p CPM (-ph h) p u çã p çõ pê vá v Qu é h p uçã u v F: hp://wwwpupb/pf/av%ch

91 Fgu O p uçã pçã F F: (EASTMAN PAUL 8 p ) E gh p fgu ã ubuçã uu fux pp b qu CAD p fçõ g p ú O u fu qu ã p f v p qu qu bé u p u g p bx pã p g ju O é u pu bé zçã áv qu bh p A b bh bv p f u ú BIM qu pu bé u p u fçã pj pív õ ê é u fbçã g 8

92 MÉTODO DE INVESTIGAÇÃO DO ESTUDO DE CASO N píu p é vgçã é p vf hpó p é p p v íf Dv ju p p vf hpó vbz u pb fuu p u pqu O é vgçã h pqu é pv A pçã quv u b qu pv p p u bçã á vçã hpó A p xçã quv f b u b CAD b qu gu f xí u BIM Rv D qu u b u bj: f b b P ( Fgu pág ) PROCEDIMENTOS A h b b Bb Auó P u vu çã u pg uu h qu bé p u quu p pu u é uv qu é g h p f u pb p C é vgçã é pv ã páv b BIM p x quv uá p p p quv g D f p p f bu fçõ á p g BIM Rv qu v b 8

93 h g pj : p-bx vçõ uó bb P ( v Fgu Fgu 8) O h g p pj f p fw Au CAD qu u f uz p p vuzçã xçã fçõ P p-bx p Fgu f pív fz xçã fçõ f g pçã uv A g x p gu fçã pé p fçõ ã f p uf p fçã P f á vuzçã u pçã : p x fçõ v à u P p Fgu fçã f à u uv ó f pív vé pçã O p çã p Auó j bu u bã P fh Fgu 8 bv fçã f à pfçõ N pfçõ f pív N u ph-çá p f pfçõ qu ã v p f pçõ ( çã Ax) 8

94 Fgu P-bx g Auó Bb P z fw AuCAD F Ph pj b p qu Víu Cã 8

95 Fgu C ph g pj z fw AuCAD F Ph pj b p qu Víu Cã Fgu 8 Evçã ph g pj z fw AuCAD F Ph pj b p qu Víu Cã 8

96 A p qu bv fçõ á p g Auó Bb b fw Rv p pçã N xu gu f óg qu ã p gu Tb qu ã p xp h: Tb Cju p p pv hpó F: A () A fgu u f qu f xu p g fçã p xçã quv O p vuz Fgu bx Fgu Mg uó Bb z fw Rv F: A () 8

97 A çã g b f vá ív fçã p j h A çã p guu õ p pfçõ pé-b pj g Eã já hv pj Rv f á p gu gu p p f p çã p p f vu P xp bj p é u bj pp p g u I qu z qu bj é p p õ p gu u bé pu bu pzáv qu u j qu v pfçõ C gu Fgu f fá bv u p Fgu Mg p z fw Rv F: A () 8

98 O gu p f à çã uu p vg A uçã fí p u b pj bá uv hv f p pj uu g ( p v Fgu gu) Fgu Içã p uu z fw Rv F: A () Cf p fgu p vg v pçõ p u f bp O p p çã j p f çã fí qu p p çã O Rv p çã uá p j p p ã há g vçõ p p çã ( Fgu ) 8

99 Fgu Içã qu z fw Rv F: A () Cf fgu já é pív qu j p ê pfçõ P v p uçã u pê qu pf pj g O p gçã quv é uá O fçã u vz fz f qu p p bj pj qu p u p f quv pfçõ P xçã b quv é á p b qu ív h p N u pu- p x fçõ p uu h ( p v Fgu ) 88

100 Fgu Exçã Auá quv z fw Rv F: A () A á bfí BIM p bçã quv uá çã uz pçõ púb qu é u á z vé b quv p p pg Rv u p pçã quv p ph-çá uz p çã SOFTWARES E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS O pv uz p u uí AuCAD Rv Ahu fí Auk O AuCAD f uz p p pb vuzçã fçõ b E p Rv Ahu f uz p fçã puçã uçã g b BIM 8

101 O ESTUDO DE CASO E OS RESULTADOS A g p uv gu u p b f áp já u píu C p v Fgu Fgu Fgu O já u bj fí p F: A () Fgu O já u bj fí p F: A ()

102 Fgu V pá b F: A () Fgu V bb p uó F: A ()

103 P u fçã qu é b ú C fçã qu g p pç u fçã ( p v Fgu 8) Fgu 8 A fçã F A ()

104 A INFORMAÇÃO GERADA O quv xí fw Rv ã u f pçã bj p BIM Sã p ã p p g uv bé f p uz p p qufçã uá A g fçã uó bb P fw Rv p xçã uz ququ fçã pj pu quv A b quv g p fw Rv ã qu u E f bj u fí p p vg qu á vu C p v p Fgu bx Fgu Cçã b quv b p fw Rv F: A ()

105 P- bv p fgu qu çã fçã g u bu p xçã quv uá g p Rv f quz fz p p xu p b C çã v p b z u fçõ bu g p Há uã p u v bu é: ub j p há uã v pé-b ( Fgu ) Fgu Cçã b quv v p p fw Rv F A () Avé b g p Rv u v ub f v bh pçã u bh u é pp xã P h f xí b quv p uu pu- p u fçõ u b p vg j bu

106 A uçã p b f quzçã p p p vuzçã pã fçã qu fw p g ( Fgu ) Fgu Cçã b quv uu F: A ()

107 A Fgu gçã fçã v u v p f vuzçã O g v p j u p qu já quv b fçã ( p v Fgu ) Fgu Cçã Tb quv v p fw Rv F: A ()

108 A COMPARAÇÃO DOS RESULTADOS O quv u p vgçã f p f pçã quv g Ph çá b qu qu Rv xu u BIM zu p f vuzçã (C v Tb ) Tb Ph pçã uu F: A ()

109 N p b é pív bv pg ê p u v b vé Rv z u p áv p f púb A uu f up u Huv gu xçõ bu p b u pu fç BIM pçã u áu u Tb Aá quu F A () I % M I B T N A U Q G I R O T N A U Q D N U O Ã Ç A N I M I R C S I D I P A N I S O M S I N A B R U E D S O T N E M E L E E A R U T E T I U Q R A M E T I u u q A P ) x ( x f v â p v P / ² ) x ) x ( x ú ( x f v ) âp x ( h f ) í p u ( v v P P U / P C ² ) x ( x f v â p v P / ² ² ² ² ² ² ² ² ² ) x ( x f v â p v P / ² ) x ( x f v â p v P / ² ) ) ) x x x ( ( ( x x f x f f v v v ââ â p p p v v v P P P / / / ² ) x ( ) u ) x ( x f v â p v P / ² ² ² õ ç ( u z h õ ç v u í u J ) x ( x f v â p v P / u â x f v â p v p J U P C ) x ( õ ç ) u q ( U P C u z h õ ç v u í u J U P C 8 ² ) x 8 ( p v J / ² ) x ( p u h ) p ( í h b f g ) x u p ( p á v z v b P J / / ² v ) x x ( h f u P U P C ² ² ) x ( í u = h p u ² ) x ( ã ç v z v í v ) b x ( P 8 í ) v x ) ( â p x x f ( u b p u í h g u f ) / z ú v b p P P ( / g ó v x f u í u ) x z 8 v ( b p u / v P / 8 ã ç v z v í v b P U P C ) + x ( b p v b P U P C ) x ( 8 8 z v p b í v b P U P C ) 8 x x ( b ) x x ( p v ) x ( P / ² u q E u ² ² ² zu u v / z v â j b v A v A v A / / 8 8 8

110 D Tb - qu huv u g fç fváv u BIM p uv v Cu p gu v f qu Tb Aá pv bu v b F: A () I E D % M I B T N A U Q O Ã Ç A N I M I R C S I D j R / ã í T / 8 8 ã u í M / u P p C u / 8 ç b E u j z u h b ) ) x x (( â â C C / 8 8 p h C 8 b R / ² ²² ²² ² P v R ² ² ² ²² ² ² p ó z u x b u ) ã x ç z ( u u g í 8 k g u p é h p p C RP L / / / ² ² ² v u u P u p g u j U P C ) p P ( G P u g j P ² g p h p u j u p ) 8 x 8 ( u j L P v R ² v R g f u p P u I / 8 ² R U P p ú h p u C U P C j b ) x ( â P / 8 R U P p ú p h T G I R O T N A U Q L h F u b C D N U O M S I N A B R U E D S O T N E M E L E E A R U T E T I U Q R A U P C ã ç v u j u v u ã ç b x f f ó u C / ã ç v u j u ã ç x f b f ó h T I P A N I S M E T I

111 O v p Tb qu quv v p qu p qu u u u u v b qu qu xí u p Rv C f vz u u ² u ³ u pçã fçã j P f u u b fquê( p v Tb ) pg ê f p v hpó Aé ã x p vâ u ju fç gfv põ Rzu- T p T í % fç u gu b p E f j bé p v buçã v áx í h u uv buçã O Iv Cfç T f u p é buçã fç u b b u v fç ív (- )% u u f u ív fç % O pu qu v fç u vâ v qu uu u jçã é F u bé í Ah qu f u f h Fh (u) A buçã fquê uu u buçã h qu O v u = fu u f v p p p u buçõ fquê u bé jçã í p z qu v fquê p ê pu fquê ã pp A vâ S² é f é fç quá v çã u é T p fç é p p p bvçõ z b víu

112 Tb Tb fquê pg b F: A ()

113 C p f p b b fquê u ú p u b A b gu u ê qu b hpó O uá x á gfv f púb Tb b fquê pg ê F: A () Nú fquê fv BIM Nú fquê fv Au C ANÁLISE DOS RESULTADOS OBTIDOS P f à á u qu p pg ê quv g qu f quv xí u Rv v A ó qu fváv BIM qu xçã uá x quv é u quã x p p f púb A p fçõ b p- pb qu v f g f f xuv fu xu u u xçã quv A xçã uá quv p xã u qu ã á p xuçã b Nã há zã p çã

114 púb pg u x v qu u púb ã v pg f E çã u pg ê há qu p qu quu v v b g f p qu v f u CONCLUSÃO E DESDOBRAMENTOS FUTUROS O pg v g pj quu v quõ vã p j p vgçã f u p xpê pá qu p h ã ó gã fçã fí póp pj qu ã p v g uáv A g p -- ã g v qu qu há u p upu f p u f ux pj quô C u uu u f vã ppçã v p á AEC A á AEC f púb u çã púb - f p p qu p pqu bu uçõ f qu vçã óg pív b O pg g p gã çá p çã pçõ púb v b qu v BIM é vj p v xã pçã á pj Pqu é xã quv p é pív f p f gzçã uçã b U quu qu pç pç v

115 A á pv p pj çá b uó bb P p p vg uzçã BIM çã CAD A buçã BIM f pj quv u ê vg: A p é çã à xã ph N BIM fgu pâ bj u bu p -çõ p uçã fçã p b qu á uz p xçã uá b quv E zçã pj u fçõ ã b T fçõ pív ã p u b xçã uá quv é qu çã ppõ Açã Púb p u ê ê ph-çá A hpó f vf fváv qu uã BIM çã púb fá ufu u ph-á x quê uã b u ç p fgu g fí f A gu buçã qu vv qu u b pj vv V qu á p vu xu v u g uçã p f h bj pup pçõ quv D b u pj qu fá b p uçã buá v uçõ p z p A buçã b v pb qu B p p u pj-u E é u vuçã p u pçõ púb qu pj u v ú pb qu f v p u p bx fê I v

116 g juí qu vv p çã qu píb xê p uçã fçõ É p b qu ã vçõ pá f pug há p v á qu pu ã pbzv f qu pbv p á p fçã pé píf BIM P b fuu pb qu b quv b é x pâ P p pfu pb qu á Dçã vu vv u g qu p uz pj uçã u f u: ubuçã g fí-f pg p quv O g fí-f vé b pâ pg v f p b quv

117 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Ob C ALTOUNIAN C S OBRAS PÚBLICAS Lçã çã fzçã Uzçã B Hz: Fóu ARIDA S Cxuzg Gv Dg fdçã (M Cê Aquu Mhu Iu f Thgy Mhu BECK TECHNOLOGY INOVATION IN ALL DIMENSIONS Dpv : <hp://wwwbk-hgy/pu_pp> A : 8 JANEIRO BERGDOLL B; CHRISTENSEN P H Ov: P A Pfb/T Thugh M H Dvy 8 Dpv : <hp://wwwhvyg/> A : Ag BERGDOLL B; CHRISTENSEN P Hug Mg Pb C Cg f Eg (8-8) 8 Dpv : <hp://wwwhug/g/h/hy-pfb-h/gpb--g-g-8-8h#> A : Fv BLAKE P F Fw F: Why hu h' wk ª Eçã [S]: Th hy p BLANCO M G R Cu M S Pu p 8 Fv BRASIL S F Ró F: pí B C Tpá Ob Ib Bí p BRIDGES A Th Chg f C: A Du f Cpu App Ahu Dg Lbó Pj Aquu Fbçã Dg - FAU/UB Ggw Dpv : <hp://pfuubb///u/vwphp?=> A : Sb CALDAS L; NORFORD L Ahu C Gv Dg Sy: Ipg Egy Cup Lv h I IBPSA Cf R J: [] p -

118 CELANI G Gv Dg Sy f Hug: A Ou- Apph Dg Dg: Th Qu f Nw Pg CAAD Cf Pg Lb: [] p - CELANI G A Gá F Mg Aá Sí Aquu Cx Su: [] p 8- COBBERS A; JAHN O Pfb Hu ª Eçã [S]: Th DUARTE J P Tw h uz f hug: Th G f Sz' hu Mgu Ev Pg B: Pg Dg [S]: [] p -8 EASTMAN C BIM Hbk: A gu Bug If Ipó: Wy Pubhg 8 EASTMAN C; KUTAY A T g g b MIT JSME Wkhp 8 - ESPALLARGAS L Cíb S Nv: uçã b XV Spó Mup USJT: E Pqu Exã Sã Pu: USJT p - FERREIRA A B D H Dá B Lígu Pugu R J: Cvz B FLÓRIO W O u f g v p quu f px Du Fu Aquu Ub S Pu p FLORIO W Tg If Cu Cv: Cbu Bug If Mg P Pj Aquu III Fóu Pqu FAUMACKENZIE FRAMPTON K Hó Cí Aquu M Tuçã Jff Luz Cg ª Eçã Sã Pu: M F FRAZER J A Evuy Ahu ª Eçã L: EG B L v VII GIPS J Shp G h U: Af Pp Shp G Cpu Ah ª Eçã Sug: Bkhäu GODOI G S Gv Pj: U Eu Cp M Ag 8 f Dçã (M Aquu Cuçã) Pg

GUIA DE EMPREENDEDORISMO NA FLORESTA

GUIA DE EMPREENDEDORISMO NA FLORESTA h Té Ifçã: UIA MPRNORIMO NA LORTA Cçã: b : A v f P vv Pj ub âb Iv Cuá QUAL. Pj -f : Mb P vv: u: & x, L. (Chv) AIACT - Açã vv Ig A Cg Tâg (V R) gu - çã Açõ Ag T (V R) - Açã Pug (V R) ICNB -Pqu N P-ê (PNP)

Leia mais

DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE - QFD UM MODELO CONCEITUAL APLICADO EM TREINAMENTO

DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE - QFD UM MODELO CONCEITUAL APLICADO EM TREINAMENTO G 996 DDBM D FUÇÃ QUDD QFD UM MD U D M M h v, M M h h, hd Jã B, M F gh jbá F / D çã D v. B,.0 hh jbá MG 700000 b: h h f g h f y, w, h k f g, whh h h. h Qy F Dy ( QFD ) hq g b f g h h w. Fy, QFD y hw g

Leia mais

AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO.

AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO. AÇÕES AFIRMATIVAS E INSERÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO MERCADO DE TRABALHO. AFFIRMATIVE ACTIONS AND INSERTION OF HANDICAPPED PEOPLE IN THE LABOUR MARKET. E jh 2005 JORGE CAVALCANTI BOUCINHAS

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO

LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS RESUMO LEITURA NA EJA: ENFOQUE NOS GÊNEROS TEXTUAIS T K Dí Mz 1 (UFAL) mz.p@hm.m V C B 2 (UFAL) v2@yh.m.b M Lm Qz F 3 (UFAL) 12@hm.m RESUMO N g pm p á bvçõ z m m m pó-fbzçã jv, m m púb. O f vgçã - fmçã p zçã

Leia mais

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto Cu A f ê glblz fçã pu u f hv u p. v ég p pl, vé pç fl pu, qul pp vçã uz. O Hj Tp P v é á v v pê âb gh lg pu u fz ppçã qu. P v u f é á lz p u l up à ê, u p p. Só é pívl l lv u v vlv pê ful à gh pu. Qul

Leia mais

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation

Cleber Giorgetti Assessoria e Consultoria. Business & Strategy Marketing & Sales Products & Services Technology & Innovation Cb Gg A C B & Sgy Mkg & S P & Sv Thgy & v Qm Sm N m 2002, mp v x mp çm bjv gó, m m f óg, pb-h m mpv. Apçã hm é gó q vé xpê 20 f, q xm pçõ gã m pçõ m: G Tg, Avy, L Thg, B Lb, AT&T, SD T,. R m p m gó g,

Leia mais

ba l h e m. sab e r se h a. foy, ti m Soa. s re. e m. h oss. e a. a d. tra

ba l h e m. sab e r se h a. foy, ti m Soa. s re. e m. h oss. e a. a d. tra 96 R: VS A ( ) () b C O M b q fy q S y q P v C ç z q ff q q 24 V C ç B z q q q q q í q ã f O q M ã b ::; q z R q ã q y b q fz q P R v f F N S P z (P b M 30 q G Sz çõ Pá v v Ab qq ff ã v Cô q f z z A B

Leia mais

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o .. u p v g c C C O ) F h C I ( É, - p c c ç u u g w w p g c u F C I ã ) A U E ( C D h W k N f N h C F. z c v p ç p g u ) k M U ( E ã A M ) P S ( M P S E k M G p v h F C O ã b S Apc gc Agc Ag c R z O v

Leia mais

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta

Sazonais da Floresta ENQUADRAMENTO GERAL. Sazonais da Floresta ub ub ENQUADRAMENTO GERAL A f é um m u cm múp pu, qu ó é pív pv m m épc fc p um vgm qu pb m u p u u mm m p- pv m qu um cu f fm m cv g. Ex um g v u qu ó xm m m épc. T- pv m v pu f, qu mu v ã já u m m vu

Leia mais

O EMPREITEIRO. Copatrocínio

O EMPREITEIRO. Copatrocínio KH T M W TÃ G A N F NAL UC Lp D CA -A 1200 ÁT X A JT - / A ã 5 1 0 2 D m 26 A A ç p 27 MW c áb fz h C J F g c h Lb 290/ -116 6 1 0 y 2 w h çã f pc G pc m D x f L ª 4 G c M A Jg q A b é C gh H V V g ã M

Leia mais

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE A fl Clg, Al Glbg: l g q PÁGINA 8 N10 A 13 ú 48 bl//jh 2013 Pblçã l Fçã AlMl Bl ESCOLAS DA DIVERSIDADE Pj Fçã AlMl Bl úbl b blh lã ç fê l l l PÁGINAS 4 E 5 ARUIVO FUNDAÇÃO ARCELORMITTAL BRASIL O l Jé f

Leia mais

Maio 2013. Look at me

Maio 2013. Look at me M 2013 º15 M Dbçã g Nã p v M p Q F, q á çõ é é! Há bf p ívg, p à fé é çõ p hb... Ní A p q x MUSE b b Lk Nã j N, h vá p pçã E f O SOS E á- b g Pb Pb ÍNDICE pp Fh Té Ppá/E: Yg D M, L A M Sp Epy ê p f 5 vjg

Leia mais

(A Themistocles Machado)

(A Themistocles Machado) (A Th Mh) BRAZL á 58 Hh Dg Bh fô gv g Bz v F Hh Pg ê h F f 598 A 585 gv L B A< Pb F Bb v v ãó f z v Phyb vz vzg f fz N v x h P Ch S; Aç h b fv T ffê fz á J? 4 REVSTA bb hb g j çõ fz v h b z ç gv g Dg Bh

Leia mais

! "#" $ %&& ' ( )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36 " #89 : /&*&

! # $ %&& ' ( )%*)&&&& +,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36  #89 : /&*& ! "#" %&& ' )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) 3 4 5 6 7 36 " #89 : /&*& #" + " ;9" 9 E" " """

Leia mais

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular

Look at me PLAYLIST. julho agosto Esquece-te de tudo, menos dos teus óculos de sol. Os OqueStrada querem ver-te pular jh g 2013 º17 M Dbçã g Nã p v Lk Eq-, ó PLAYLIST O OqS q v- p Pbé, já é! Ag, b-v à pb, vg pçõ p 18 pv. PUB PUB Iv f Ap íg g j p. C p 2 >T ív >Eh 7 Líg 40 >EF Ppçã p Ex >EF Ppçã p Uv Eg >EF Pg Eág OFERTA

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org.

um outro mundo é possível e é pra já sociedade civil rumo à rio+20 GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL www.grap.org. é pív é p já GRAP GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO AO PROCESSO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL c cv à +20 wwwgpgb bçã Pj gáfc gçã: Vcê v cé g, f pcfc p cc Mó Ofc I ã-cc Içõ: Vcê ã p z b c f cc P S A f p f ã A íg f, c fçõ

Leia mais

Tratamento hidrófilo do permutador com produção e velocidade do ciclo de descongelamento melhorada.

Tratamento hidrófilo do permutador com produção e velocidade do ciclo de descongelamento melhorada. 05W APRESENTAÇÃO - CARATERÍSTICAS 04 SA CA/MCA SP/MSP MB/XB MC MD/XD XC Cbu -ã ã áu T hóf u uã g h M 2 gu áx ê u x -15 C A fu, u x u bx (DC-INVERTER -15ºC) Cfguã ub b z u u gé T G F ó uã é ã qu fã bóg

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação!" !" $%& '( ) %) * +, - +./0/1/+10,++$.(2

Leia mais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais Shw C TÓPICOS Vã Gl Mé cv Mé cv O Mc Vã Ngóc Alg ú Pcp fc Rl N vç Pc Q fz Vã Gl A ESTRUTURA ECOLÓGICA CONSTRUTORA, g c l é c cçã à v pcpçã q lz écc clógc. Sb p v é pf pívl v, p g cl c fã. N çã ppc c, c

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UIVRIDD FDRL D PRMBUCO PROGRM D PÓ-GRDUÇÃO M GHRI D PRODUÇÃO UTILIZÇÃO DO FLUXOGRM D PROCO PR DIGÓTICO ITGRÇÃO D CDI LOGÍTIC UPPLY CHI MGMT DIRTÇÃO UBMTID À UFP PR OBTÇÃO D GRU D MTR POR JOÉ RICRDO BRU

Leia mais

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO GLOSSÁRIO PREV PEPSICO A T A A ABRAPP Aã Aã I Aí I R ANAPAR A A M A A A Lí Aá S C é ç í ê çõ 13ª í ã. Açã B E F Pê P. Cí ê, ã ê. V Cê Aã P ( á). N í, - I R P Fí (IRPF), S R F, à í á, ( 11.053 2004), çã.

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3101 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Aldreu 96-46-HD 37-36-XP 66-NX-49 75-IS-24 78-32-MM 3102 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Amares 25-98-LI 03-88-QU

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO

GABINETE DO SECRETÁRIO GABINT DO SRTÁRIO DITAL Nº 006/20 SLÇÃO INTRNA D DONTS ARA ATUAR NOS ROGRAAS STRUTURANTS DA SRTARIA D DUAÇÃO DO STADO DA BAHIA: NSINO ÉDIO AÇÃO IÊNIA NA SOLA, NA ONDIÇÃO D SURVISORS ONITORS/TUTORS ONLIN.

Leia mais

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL)

A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) A ESTRADA E A PAISAGEM: COMO A ANTROPIZAÇÃO ATUA SOBRE O RELEVO (UM ENSAIO DE GEOMORFOLOGIA AMBIENTAL) Aô C Rb Aúj Jú Pgm Eã T Gg UFPA AGB-Bém j_bz@hm.m Eêvã Jé Sv Bb Pq vbb@yh.m.b 1 - INTRODUÇÃO O ém

Leia mais

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua]

Off. almanaque 21 ANOS. Sina. Off. almanaque. [circo teatro de rua] 21 ANOS. Sina. [circo teatro de rua] q q Off S Off S 21 ANOS 21 ANOS [ ] [ ] ÍNDICE Içã 3 P 4 Ráv Púb 5 Açã 6 1. A A Cçã 9 2. T R E C-T 17 3. Dg Phç 33 4. C-T R 41 Lh T 51 C Az - R B T R 52 Cçã E Ab Lí Tx Ab Lí L M Rh Rg Ch E A Vv C Eí Sv

Leia mais

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil

KV-29FS150. Manual de instruções. Conexión de equipo adicional 3-210-910-51(2) 2007 Sony Corporation Impresso no Brasil xó q 3-2-9-5(2 õ K-29F5 L h 27 y B Ê ÇÕ v í hq é, xh v à hv z hq é, z x q j ÇÃ HQ LÉ Ã B ÇÃ v hq é: Ã B v, é q y í ó á õ,, q hq é í ó á q à õ (v õ q h h v ( v óx í ê ÇÃ Ç h v -22 5/6 Hz HQ LÉ, X L L LÉ

Leia mais

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL EM EAD: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍDIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO PARA A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE 2 PROUÇÃO AUIOVISUAL EM EA: AUTORIA ENQUANTO SUBSÍIO gpara A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO OCENTE Slv BA Abl 2013 g -NTE/IAT/SEC/BA-7@gl.

Leia mais

Módulo III. Processadores de texto

Módulo III. Processadores de texto Módul F d O Pd d x Flh d Clul F d duvdd @2006 Módul v 1 Pd d x Uldd í djv Wwd d d x Ed u du Sl x Tblh u du Fç d g Fçõ gé Fçõ d x A lz l lu ú @2006 Módul v 2 Pd d x F d dh Tbl M uç Plzç d l dl Cç d lzd

Leia mais

A RESPONSABILIDADE CIVIL AMBIENTAL DECORRENTE DA OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA ENVIRONMENTAL CIVIL LIABILITY ARISING FROM PROGRAMMED OBSOLESCENCE

A RESPONSABILIDADE CIVIL AMBIENTAL DECORRENTE DA OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA ENVIRONMENTAL CIVIL LIABILITY ARISING FROM PROGRAMMED OBSOLESCENCE A RESPONSABILIDADE CIVIL AMBIENTAL DECORRENTE DA OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA ENVIRONMENTAL CIVIL LIABILITY ARISING FROM PROGRAMMED OBSOLESCENCE Gbll C V* El N Rz** P Fh pó: 12 2017 Fh pó: 6 fb 2017 RESUMEN

Leia mais

do o de do Dn pr es i lha n har ac ord ad o... E co 1 0 uma

do o de do Dn pr es i lha n har ac ord ad o... E co 1 0 uma P R O P " E ) A D E DO C L U D L I T T E H A R I O S U MMARIO f ; õ E J ; õ E ; I \ ;; z Df < j ç f:t \ :f P ü Bz }? E CLOTIJ DE J x "? ú J f Lf P DI!; V: z z " I O PA F L ARÉNE S Pz: E:\H P HA RRC : A

Leia mais

15 SENTIDOS BUFFET DE GALA 30.12.2013. FOUR VIEWS BAÍA 20h 02h VER MENU

15 SENTIDOS BUFFET DE GALA 30.12.2013. FOUR VIEWS BAÍA 20h 02h VER MENU 15 BFF G 30.12.2013 F VW BÍ 20h 02h V ua das aravilhas, 74 lha da adeira, ortugal el: (+351) 291 700 200 15 BFF G 30.12.2013 F VW BÍ 20h 02h Í 1 2 ÁV HF Õ BÇ 3 ÇÃ G 5 7 F 4 6 B À H 9 Z 8 VV FH V V B FÂ

Leia mais

7 * ": ) : : I* 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O* P " 7 "! M * : : # M

7 * : ) : : I* 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O* P  7 ! M * : : # M 7 ": ) : : I 5 6 7 < : # G I9 9 4 M N O P " 7 "! M : : # M # Q 7 97 8 ! # # I ) H3"K # : R : : 9 M ) # 9# Q ; : 9 : IM Q ; 9M O H8 7B3B K : 9 ) 4 4; 9 < : ) 9 # : M :!# ; : N : " 3 S T! S U # I T S # H3"K

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS 1. Objetivo: 1. Esta rotina permite importar para o banco de dados do ibisoft Empresa o cadastro de pessoas gerado por outro aplicativo. 2. O cadastro de pessoas pode

Leia mais

Messinki PUSERRUSLIITIN EM 10 MM PUSERRUSLIITIN EM 12 MM PUSERRUSLIITIN EM 15 MM PUSERRUSLIITIN EM 18 MM PUSERRUSLIITIN EM 22 MM

Messinki PUSERRUSLIITIN EM 10 MM PUSERRUSLIITIN EM 12 MM PUSERRUSLIITIN EM 15 MM PUSERRUSLIITIN EM 18 MM PUSERRUSLIITIN EM 22 MM Messinki Tuote LVI-numero Pikakoodi PUSERRUSLIITIN EM 1551002 XV87 PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM PUSERRUSLIITIN EM 35 MM 10X

Leia mais

Índice alfabético. página: 565 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z. procura índice imprimir última página vista anterior seguinte

Índice alfabético. página: 565 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z. procura índice imprimir última página vista anterior seguinte Í é á: 565 á é í ú á í é á: 566 A A é, 376 A, 378 379 A á, 146 147 A, 309 310 A á, 305 A ( ), 311 A, 305 308 A á B, 470 A á, 384 385 A,, ç Bç, 338 340 A é, 337 Aé, 333 A, 410 419 A K, 466 A, 123 A, 32

Leia mais

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011)

Resenhas. VIII Inverno HARDCORE. August BURNS Red Leveler (2011) SURVIVE TRINO. Evora (2009) Destroy And Revolutionize (2011) l E f fl. v g. g g vg l á bé çõ v gg l x. à O v. f à l h çõ ç B E g j f q q é fz D N v D v ç l. D h. G lg v z C g í lv fé f l f P à l R l. g j l fl Já - g. S gé g ç v -l fz fé ví g gg. L. v D. A bl g z

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM MONITOR MULTIPARAMÉTRICO PARA AFERIÇÃO DE SINAIS BIOLÓGICOS

DESENVOLVIMENTO DE UM MONITOR MULTIPARAMÉTRICO PARA AFERIÇÃO DE SINAIS BIOLÓGICOS DNVOLVMNTO D UM MONTOR MULTPARAMÉTRCO PARA AFRÇÃO D NA OLÓGCO Guv*, MMO lv*, RGQ lv*, RL Fl* * Uv Fl Ublâ, Ublâ, l -l: l_@tl. Ru: O bjtv tbl vlvt u t ultt z t xb çã, ulçã, ttu GR (Rt Glvâ Pl) u u. N jt

Leia mais

"Oswego": Um Surto Epidêmico de Gastroenterite

Oswego: Um Surto Epidêmico de Gastroenterite "Owg": Um Eêmc Excíc E Tçã: A: F: E Av Wm Ogzçã P-Amc ú Uv ã P (Pó-R çã Pó-çã) C D C Pv OWEO : UM URTO EPIDÊMICO DE ATROETERITE * OJETIVO Aó ém xcíc á cz : m m; b m cv êmc; cc cm x q c ív víc mã; m vgçã

Leia mais

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente:

Gazeta de Coimbra , 1º trimestre Publicado por: J. R. A. URL persistente: Gz b - 7 º b : J L : :h://bb/b/b-gh-6/h; :h://hh/06/87 : 6-J-07 8:4:05 çã Bb b õ çã çõ Bb h:///-/ f x f çõ q ç zçã z ) ) ç çã ç z q ) ) ) f zçã b q b ó x çã ó q fz- h b! Jã b b b b L _ L! L h fh b- ç q

Leia mais

A discricionariedade do poder de polícia administrativa e os limites impostos pelo critério da proporcionalidade a partir dos direitos fundamentais

A discricionariedade do poder de polícia administrativa e os limites impostos pelo critério da proporcionalidade a partir dos direitos fundamentais A p pl v l p pl é ppl p f Th y f v pl pw h l p by pply f h fl gh Ml Pl Whlk* P Fh pó: 2 fb 2015 Fh pó: 30 bl 2015 RESUMO 1 O g l p á çã públ x p pl vé é ppl f f. O bjv gl é bl âb plçã p á çã públ l lgl

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

Bem-vindo! Depois de percorrer

Bem-vindo! Depois de percorrer B-! D çã O ê B, ê ê á! A, í ó, á,,,, ç. P é, á ê á. N ó á, ê á çã. D-! Tâ T ê. V ó ê. Há? - >>> >>> >>> >>> - >>> ìì - >>> >>> >>> 2 3 + TRÂNSTO DE PALAVRAS Há á õ ê. V. FRASES CÉLEBRES A ã í? Fç ê. O

Leia mais

E v o lu ç ã o d o c o n c e i t o d e c i d a d a n i a. A n t o n i o P a i m

E v o lu ç ã o d o c o n c e i t o d e c i d a d a n i a. A n t o n i o P a i m E v o lu ç ã o d o c o n c e i t o d e c i d a d a n i a A n t o n i o P a i m N o B r a s i l s e d i me nt o u - s e u ma v is ã o e r r a d a d a c id a d a n ia. D e u m mo d o g e r a l, e s s a c

Leia mais

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30

RELÉS 24V CA / CC 24 240V CA/CC 3RR21 41-1AA30 3RR21 41-1AW30 3RR21 42-1AA30 3RR21 42-1AW30 Reles de Monitoramento de Corrente SIRIUS Os reles de monitoramento de corrente supervisionam não apenas os motores ou outras cargas, mas adicionam facilidades para o monitoramento da corrente ideal do

Leia mais

Gestão de Pontos do Programa GESAC - Ações de Inclusão. Digital no Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá

Gestão de Pontos do Programa GESAC - Ações de Inclusão. Digital no Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá Gã P Pg GESAC - Açõ Iluã Dgl C Culu Dvlv Pá (CEDEP) El M M Ru (EMMR) Pqu C Bíl. B M N Mé Cuçõ b.@.gv.b Pl Al R Nl Pqu-RNP pl_l@hl. Sly M Suz C FCI/Uv Bíl l@ub.b l Ru E blh flz gã p pç Pg GESAC, u çõ p

Leia mais

:- gal Ifiilg^lPl. &\ k.tr :ti.: hy. f V' m_'s:-\ m'y: . *ty&? 1-.P9» DE 1904 RIO DE JANEIRO - QUARTA-FEIRA, 28 DE DEZEMBRO

:- gal Ifiilg^lPl. &\ k.tr :ti.: hy. f V' m_'s:-\ m'y: . *ty&? 1-.P9» DE 1904 RIO DE JANEIRO - QUARTA-FEIRA, 28 DE DEZEMBRO JwÂTí L ~ Sk9SPS > ZSí p \Z SwSS S=!!S J ZJZj S>w g gp \k h ü {p\j N %v PZP LZS Z > jrü í \ à wbgg SSGNTURS NN X BRSL S íj PR XTRR í Pk ÍBJÇÍQ DS NÇS RU w whx dçb #R PBHB HgJÍS BDJ P9 9 R JNR QURTFR ZBR

Leia mais

APROVADO EM INFARMED

APROVADO EM INFARMED L flh - C flh. P l. - C h ú, l é fê. - E f. Nã á-l : -lh jl q. COMPOSIÇÃO: C é: Czl - 200 Ex q.b.. - 1. Ebl 10, 20, 30 60 KETOMICOL - C Czl FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Kl - C 200 zl, çã l bl 20

Leia mais

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry.

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry. SIRIUS SENTRON SIVACON Catálogo LV 90 2009 Baixa Tensão Corte, protecção e comando Answers for industry. Interruptores de corte em carga, sistemas de barramentos SENTRON 8US Introdução Tipo 3NP 1 3K 3NJ4

Leia mais

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem Quadro de conteúdos Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano Língua Portuguesa Matemática História Geografia Ciências Naturais Arte Inglês ABC da passarinhada O alfabeto Quantidade A ideia de quantidade Eu, criança

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC MNT A AÇÃ NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - p p N Vé N Vé - 30/06/204 29/0/204 2 - p N Vâ Mq N 02/05/988 PF 23983487-09 AP 9362 q@fb g A Açã Lçã

Leia mais

! $&% '% "' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 / " ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',!

! $&% '% ' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 /  ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',! "#$%% $&% '% "' ' '# '"''%(&%') '*'+&%'# ),'#+# ' %, # - ' # ' "%'''' ' * '. % % ', '%'# ''''') /%, 0.1 2 / " ') 33*&,% *"'",% '4'5&%64'' # ' + 7*' # + "*''''' 12''&% '''&")#'35 ''+,'#.8.&&%, 1 92 '. #

Leia mais

A população e a televisão digital

A população e a televisão digital 1 A ulçã lvã gl Mgf qu luã u bhl Publ Pg UCEUB - C Uvá Bíl. Pf : Jé Sv Flh Bíl/DF, juh 2006. PDF wh ffy P l v www.ffy. 2 FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FASA CURSO: PUBLICIDADE E PROPAGANDA SUPERVISÃO

Leia mais

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&'

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&' ! " #$$# ! " #$$# %! ' () #' (( * + ), (# -. / 0# () -. 1 234 3 5 3 0' (0 -. 1 1 6$ (7-. 1 - - 6,!" # 8( #( - 1 80 ## -!+ 8, #) -. ') #0 -. 1 ', #0( -. '' #0# - ($$ #0) - ($# $!"% ($, )(-! 9 (#$ )#- %

Leia mais

PROJETO FIC IFES PRONATEC

PROJETO FIC IFES PRONATEC NTTT FAL PÍT ANT AMP NVA VNA Mg y 799 Lz 29830-000 N Vé 27 3752-4300 PJT F F PNAT NTFAÇÃ - Ax A p N Vé N Vé - 30/06/204 04//203 2 - N Tí g Ag N 20/05/987 PF 7265577-40 M p 788725 - @fb g A Açã Lçã Ap p

Leia mais

Módulo I MOTORES DE BUSCA NA INTERNET

Módulo I MOTORES DE BUSCA NA INTERNET Módul MOTORES E BUSCA NA NTERNET duç Pqu d ç d gé Pqu d ç B d d Ulzç d d -l F d duç -l @2007 v 1 O qu é? A é d udl d d d ud qu uç l qulqu ud d ud, d lh u C u? Avé d u ju d l (g d uç TCP/P) qu ê gd vg d

Leia mais

Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo

Artigo Inicial: 4 Artigo I (A Semente é a Palavra de Deus): 9 Artigo II (Alvo de Contradição): 20 Artigo III (Novo Adão e Nova Eva): 26 Artigo 1 !" #!#!$" %&''() 2 Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo IV ("São José"): 37 Artigo V ("Corpo

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3 Ambulâncias 111 Serviço de Transporte de Doentes e Sinistrados, S.A. 03-CG-22 03-CG-23 03-CG-24 13-72-XQ 17-EM-31 19-IX-83 19-IX-86 24-EC-12 35-79-QP 35-CD-95 45-GQ-20

Leia mais

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR

PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR Níc PROPESP DIVULGA A REABERTURA DE RECONHECIMENTO DE TÍTULOS OBTIDOS NO EXTERIOR A Pó-R Pq Pó-Gçã PROPESP, públc p chc, REABERTURA cb pc Rchc Dpl c b x c b P N.º 0746/2016-GR/UFAM. PROPESP vlg çõ p c

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2011, DE 07 DE ABRIL DE 2011.

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2011, DE 07 DE ABRIL DE 2011. EDITAL DE CONCUSO ÚBLICO N.º, DE 7 DE ABIL DE. ULISSES CECCHIN, EFEITO MUNICIAL DE IBIAÇÁ, E G S, bõ g, TONA ÚBLICO b õ v phm vg x q vm x p g x q g, gm Eá. O g, úm vg, g há m, v á m, pã f m z g ã g: C

Leia mais

(""!)*+,-+.)!"!%*+/+.+)+0*!%,-/)+/!*)! (1%2(+"/+/2+,-3".!2(+(/+/!/!/2+,-!!"!%44(!%*.!+%(4!)"(/+/! 4+/!("0+5+2/+/!/!(1%2(+"!!2% 6(+

(!)*+,-+.)!!%*+/+.+)+0*!%,-/)+/!*)! (1%2(+/+/2+,-3.!2(+(/+/!/!/2+,-!!!%44(!%*.!+%(4!)(/+/! 4+/!(0+5+2/+/!/!(1%2(+!!2% 6(+ !"# $!&"' (""!)*,-.)!"!*/.)0*!,-/)/!*)! (12("//2,-3".!2((//!/!/2,-!!"!44(!*.!(4!)"(//! 4/!("052//!/!(12("!!2 6( )(!*/)7)8!"")*)9(!:" ;;< ! /(2!6!)=! " # $$ &'()*, $-./0 $10 0- #2334 * &'()2, $-./0 $10

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 101 Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Aveiro - Velhos 51-81-LG 66-32-UG 73-NF-90 21-70-SQ 40-32-SU 76-IG-48 60-OV-17 01-HI-83 05-30-UR 09-79-LV 09-AO-94

Leia mais

MECANISMOS DE DEFESA DE PLANTAS CONTRA FITOPATÓGENOS

MECANISMOS DE DEFESA DE PLANTAS CONTRA FITOPATÓGENOS ECANIO DE DEFEA DA PLANTA Dç: r â ECANIO DE DEFEA DE PLANTA CONTRA FITOPATÓGENO ABIENTE DOENÇA rgr Crg FCAV/UNEP 2015 PLANTA PATÓGENO P R O C E O F I I L Ó G I C O ECANIO DE DEFEA DA PLANTA (AGRIO, 1997)

Leia mais

dno 72.'-Número &sz-sabado 14 de lulho de ^ ?Wah da Emma Campeão das vaíacías, NP_ Publica-se aos 'sabadbs 'F3P "sab d?de

dno 72.'-Número &sz-sabado 14 de lulho de ^ ?Wah da Emma Campeão das vaíacías, NP_ Publica-se aos 'sabadbs 'F3P sab d?de 7Nú &zsb 93 GDTR Lããâ R 5 ^ z Pb bb 8Ê ü%% à 93? É?ê / 333 S bõ ) b F3P b? N59 J bã àlê @ z S5 Nã 5 ] ããããà b y3338% 359 7 b? Cã NP > â â ã & â ê Nú 8 5 BZZF G 85) B! bz 5 ó b ã > z z ó R à! P? z J Sb!

Leia mais

ÍNDICE EPI. Por departamento / Seção. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção e e 197.

ÍNDICE EPI. Por departamento / Seção. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção e e 197. Ferramentas Elétricas Ferramentas Ferragem EPI Agronegócio Hidráulica Elétrica Químicos e Impermeabilzantes Pintura ÍNDICE Por departamento / Seção EPI Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção

Leia mais

DOS ANÉIS DE J.R.R. TOLKIEN. Thiago Destro R. Ferreira

DOS ANÉIS DE J.R.R. TOLKIEN. Thiago Destro R. Ferreira AVISO AO USUÁRIO A gzçã ubmã bh mgáf DUCERE Rpó Iu Uv F Ubâ f z âmb Pj Hgf pqu mgf gu m Hó UFU f EDITAL Nº 001/2016 PROGRAD/DIREN/UFU (hp//mgfhufuwpm) O pj v à gzçã gçã pbzçã mgf Cu Hó UFU qu fzm p v C

Leia mais

Minha vida está mudando.

Minha vida está mudando. U jt v vv. Mh v tá. Q á, z, t Q. 11 h t M é Alc b h l t g, c FLR DA IDAD. t ql. c l, ã, q é pcólg c z. l íc f tã é ã cêc Sb, t l t c é É, t, t b. h c M. g c p lh! t q h c Pq t, tbé c t j, q é, bc, á c.

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

UNIBR - FACULDADE SÃO SEBASTIÃO HORÁRIO - 1º SEMESTRE 2013 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA, LICENCIATURA BIOQUÍMICOS APLICADOS A EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIBR - FACULDADE SÃO SEBASTIÃO HORÁRIO - 1º SEMESTRE 2013 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA, LICENCIATURA BIOQUÍMICOS APLICADOS A EDUCAÇÃO FÍSICA B F B HÁ 203 : Ç FÍ, (*) s tividades omplementares realizarseão aos sábados de acordo com o alendário etivo 3/03/204 F Í B H B F B HÁ /204 Ç FÍ, /BH Ç FÍ HÁ ias da emana 2ª F 3ª F 4ª F 5ª F 6ª F ducação

Leia mais

Correção da fuvest ª fase - Matemática feita pelo Intergraus

Correção da fuvest ª fase - Matemática feita pelo Intergraus da fuvest 009 ª fase - Matemática 08.0.009 MATEMÁTIA Q.0 Na figura ao lado, a reta r tem equação y x no plano cartesiano Oxy. Além dis so, os pontos 0,,, estão na reta r, sendo 0 = (0,). Os pontos A 0,

Leia mais

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães Diretor de Operações Adriano de Magalhães Manual de Abastecimento de Água pág. 2 !"!#$$ %"&'()*%+,%-%+,%./&01

Leia mais

Memórias da abjica. 30 anos de história

Memórias da abjica. 30 anos de história M 30 h BJIC çã B J (J I C gy) Sã Pu h://www..g./ ç 2014 ORGNIZDORES P L S Ew Hk Hgw É M T Fáv Nkk L M P R L Luí Bu N Vâ Pu F R Guã P REVISÃO DE TEXTO C Kw M 30 h PROJETO GRÁFICO E EDITORÇÃO L M P R L

Leia mais

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: TRADUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA Kll Kll Sá A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE FÍSICA EM GOIÁS ENQUANTO FERRAMENTA PARA A ALFABETIZAÇÃO

Leia mais

Universidade. Você na

Universidade. Você na Jl Gâ zb 2015 N. 1 Vcê Uv Alé fl M 50% públc v E Mé c f v cl. Fl cçõ fc p fl é p chg à v. Pc l b q lé f pf v l cíc ccí pp p v. 2 Vcê Uv EXPEDIENTE Jl Vcê Uv Rçã Gclly D Eçã Gclly D Fgf Gclly D T f Gclly

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012 ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO Rio de Janeiro Outubro 2012 ATIVIDADES EM ANDAMENTO Poço Bloco Prospecto Sonda Distância da Costa Lâmina d água Status Net Pay CY TBMT-1D/2HP BM-C-39 Tubarão Martelo

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? <" 2= $>A 9. $ = = 5.

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,?  2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? < 2= $>A 9. $ = = 5. !"!"#$ %&!$'#(%)"&!'&*)+),#)&!-+.$#)/ %&! #$% $ &' 0123 ()**+,+,*& #$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 3@ #$45 6-= $,?

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 3- t D q vz? Jé Rid Mi Cpítl 1 P gt Td é di pfit p l: U liv lgl, d lid. E t d di fz d! P Hê: U di vô lá íti, vid hitói d tp q l id gt. P Hit: Ah, di d ihd, it l, it ág, it hi! P L:

Leia mais

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR O Sonho de Renato O Sonho de Renato a e i o u A E I O U so nho de Re na to Eu sou Renato Valadares Batista. Tenho 14 anos. Sou filho de Pedro Batista e Luzia Valadares.

Leia mais

Sobre a obra: Sobre nós:

Sobre a obra: Sobre nós: Sobre a obra: A presente obra é disponibilizada pela equipe do ebook espírita com o objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos, bem como o simples teste da qualidade da obra,

Leia mais

Avaliação da viabilidade do emprego dos testes VIA e. cárneos

Avaliação da viabilidade do emprego dos testes VIA e. cárneos UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Programa de Pós-graduação em Ciência dos Alimentos Área de Bromatologia Avaliação da viabilidade do emprego dos testes VIA e UNIQUE (TECRA

Leia mais

Esta e outras obras disponíveis em:

Esta e outras obras disponíveis em: A VERDADEIRA HISTÓRIA DESTA CIVILIZAÇÃO DA TERRA Jé C F C AVISO DE COPYRIGHT Cy (C) 2004. Jé C F C. T. O y bz b ://www.f./y/jf ó çã bçã j y ú ã j. ã 1.0 2004-03-06 E b í : ://www.f./y/jf A VERDADEIRA HISTÓRIA

Leia mais

Ladrão é ferido e outro preso em troca de tiros

Ladrão é ferido e outro preso em troca de tiros j G www DÇÃ: GÂN - G TÇ- JN D f D N ã f G 9 f q N (9) N ( k Gâ) ã f í çã G (D) j új çã G : f G G Gâ ç-f ç D ç ô ç fâ É f q ç ô f T! ã ã f ã xê ã f f f q êx D G ê N j f ã ê Hj ç j q f f f ç ê f ç! N q N

Leia mais

AVES DESCLASSIFICADAS CANÁRIOS DE COR

AVES DESCLASSIFICADAS CANÁRIOS DE COR CC001 852 Q FOB BB 0044 2107 06 0029 MANCHA(S) AMARELAS NA COR DE FUNDO VERMELHA CC001 6821 Q FOB FK 0289 0018 06 0030 CC001 11673 I FOB KA 0040 0078 06 0900 CC002 2286 Q FOB CE 0004 0230 06 0800 HARMONIA

Leia mais

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas 3196 31 4 4D Equipamentos não integrados nos Deposito de aguas das oliveiras 29-6-2 19.75,81 151,716.257,33 637 41 4 5D Cemitérios (construções, vedações e Cemiterio de Melres - novo 31-12-29 25.887,49

Leia mais

Manobra e Proteção de Motores. sirius. Métodos de Partida

Manobra e Proteção de Motores. sirius. Métodos de Partida anobra e Proteção de otores sirius étodos de Partida étodos de partida Índice Páginas Partida direta coordenada com fusível... e Partida direta com reversão coordenada com fúsivel... 5 e 6 Partida estrela-triângulo

Leia mais

Contatores de Potência 3RT10, 3TF6

Contatores de Potência 3RT10, 3TF6 3RT10 26 3RT10 36 3RT10 65 3TF69 Contatores de otência 3RT10, 3TF6 Motores trifásicos Contator 1) otências s AC-2 / AC-3, 60 z em 220 V 380 V 440 V AC-1 (Dimensões em mm) (cv / kw) (cv / kw) (cv / kw)

Leia mais

Controle do Professor

Controle do Professor Controle do Professor Compensou as faltas CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DISCIPLINA: GEOMETRIA ANALÍTICA VETORIAL E INTRODUÇÃO À ÁLGEBRA LINEAR SÉRIE: 2º ANO TRABALHO DE COMPENSAÇÃO DE FALTAS DOS ALUNOS

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

Conectores ALPHA FIX 8WA1 e 8WH1 Conexão por parafuso

Conectores ALPHA FIX 8WA1 e 8WH1 Conexão por parafuso www.siemens.com.br/conectores es ALPHA FIX 8WA1 e 8WH1 Conexão por parafuso Família ALPHA FIX Conheça toda a família de conectores ALPHA FIX Os conectores ALPHA FIX estão disponíveis nas seguintes execuções:

Leia mais

! "!!"#$$ %#&'$"!&()#*+*,&*()%#-!*$%&%./&"*$%#$/&'*%*$*$*,0'$#!1#$$!#$%#'$&' 23%&%*!#%# 4-,&"*5 5-6#/! $! " % &'

! !!#$$ %#&'$!&()#*+*,&*()%#-!*$%&%./&*$%#$/&'*%*$*$*,0'$#!1#$$!#$%#'$&' 23%&%*!#%# 4-,&*5 5-6#/! $!  % &' ! "!!"#$$ %#&'$"!&()#+,&()%#-!$%&%./&"$%#$/&'%$$,0'$#!1#$$!#$%#'$&' 23%&%!#%# 4-,&"5 5-6#/ 55!#! $! " % &' (() 5$!7$ 55+, -%! %./ 555%$/!2#'/%##%&/!#$#!38&'$"!&()%$-!$%&%./&"$ 01-21-021314501-26-0213 555'$"!&()#'/!#9%$,&+!$&2!#$$$#%"02#'/()

Leia mais

RELAÇÃO DE TURMA I D L. E. P o r t. H i s t. G e o g r.

RELAÇÃO DE TURMA I D L. E. P o r t. H i s t. G e o g r. O UÁ U ÇÃO U 7º v 07/08 l d Bá º m º 0 B BO X X X X X X X X X X - X 004638 0 É BO X X X X X X X X X X - X 004639 03 BO O BUÃO 7 X X X X X X X X X X X - 00434 04 O O O X X X X X X X X X X - X 00470 05 O

Leia mais

ALPHA FIX Conectores catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 4/19/07 5:11:56 PM 4/19/07 5:11:56 PM

ALPHA FIX Conectores catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 catalogo conectores ALPHA FIX.in1 1 4/19/07 5:11:56 PM 4/19/07 5:11:56 PM ALPHA FIX Conectores FAMÍLIA ALPHA FIX A família de conectores ALPHA FIX permite uma perfeita conexão para cada aplicação, proporcionando flexibilidade, facilidade e rapidez nas montagens. Os conectores

Leia mais

Respostas de Exercícios Propostos

Respostas de Exercícios Propostos Respostas de Exercícios Propostos Capítulo 1: 1 a) Não é associativa É comutativa ( ) x+y x + y 2 + z (x y) z z x + y + 2z 2 2 4 ( ) y + z x (y z) x x + x+y 2 2x + y + z 2 2 4 x y x + y y + x y x 2 2 b)

Leia mais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA Condições Gerais VERSÃO 1.3 CNPJ 28.196.889/0001-43 Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41 Condições Gerais Seguro Faturamento Agrícola versão 1.3 / Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41

Leia mais