I S T R E L A T Ó R I O D E C O A C H I N G 0 8 / R E S U M O O D A R O T U T P r o g r a m a T u t o r a d o A g o s t o

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "I S T R E L A T Ó R I O D E C O A C H I N G 0 8 / 0 9 - R E S U M O O D A R O T U T P r o g r a m a T u t o r a d o A g o s t o 2 0 0 9"

Transcrição

1 TUTORADO IST RELATÓRIO DE COACHING 08/09 - RESUMO Programa Tutorado A g o s t o

2 Programa Tutorado Índice 1 C oa c hi ng Obj e c ti v o 2 C oor de na dor e s 3 Ponto de Situação Parte 1 4 Ponto de Situação: Parte II 5 Sugestões

3 Coaching O Coaching é um processo continuado e planeado de aperfeiçoamento pessoal e profissional, baseado na aprendizagem-acção. A necessidade de facultar uma resposta mais célere e em tempo útil às solicitações e dificuldades encontradas pelos Tutores esteve na base da criação de um conjunto de actividades de coaching. Estas actividades incluem, entre outras: Acompanhamento das actividades de Tutoria; Apoio individualizado ao Tutor; Resolução de dificuldades apresentadas por Tutores e Tutorandos; Formação dos Tutores. Estas actividades, por sua vez, demonstraram ser uma importante ferramenta para monitorizar e acompanhar de perto as actividades do Programa e dos próprios Tutores, permitindo a constante adaptação do Tutorado à realidade de cada Curso. Objectivo O presente relatório pretende apresentar um resumo das actividades de coaching realizadas no decorrer do 1º e 2º Semestre 08/09 com base nos 12 relatórios individuais de cada semestre, elaborados pela Dr.ª Isabel Gonçalves, Coordenadora da Equipa Técnica do Tutorado, para os seguintes Cursos: LEMAT; MEBIOM; MEFT; LEAMB; MEAERO; LEMAC; LEIC; LERC; MEC; MEQB; MEMEC; MA; LEAN; MEEC; LEGM e LEGI 1

4 Coordenadores O Coordenador do Tutorado é responsável por adaptar o Programa à realidade do Curso e acompanhar a sua execução. Siglas MEEC MEMec MEC MA LEGI LEMat MEAero MEQ MEB MEFT LERC MEBiom LEGM LEAN LEAmb LMAC LEIC - A Cursos Coordenador de Curso Coordenador do Tutorado Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica Prof.ª Leonel Sousa Prof. Luís Miguel Silveira Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica Prof. Hélder Rodrigues Prof. Hélder Rodrigues Mestrado Integrado em Engenharia Civil Prof. Borges Pires Prof. Dídia Covas Mestrado Integrado em Arquitectura Prof. António Ferreira Prof. Nuno Matos Silva Licenciatura em Engenharia de Gestão Industrial Prof. Paulo Dias Correia Prof. Isabel Prdro Licenciatura em Engenharia de Materiais Prof. Fernando Margarido Prof. Fernando Margarido Mestrado Integrado em Engenharia Aeroespacial Prof. Luís Costa Campos Prof. Fernando Lau Mestrado Integrado em Engenharia Quimica Prof. Sebastião Silva Alves Prof. Jorge Leitão Mestrado Integrado em Engenharia Biológica Prof.ª Isabel Sá Correia Prof. Jorge Leitão Mestrado Integrado em Engenharia Física Tecnológica Prof. João Seixas Prof. Lídia Ferreira Licenciatura em Engenharia de Redes de Comunicações Prof. José Brázio Sem Coordenador Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica Prof. Paulo Freitas Prof. Paulo Freitas Licenciatura em Engenharia Geológica e de Minas Prof. Garcia Pereira Prof. Carlos Guimarães Licenciatura em Engenharia e Arquitectura Naval Prof. Falcão de Campos Prof. Falcão de Campos Licenciatura em Engenharia do Ambiente Prof. José Gonçalves Matos Prof.ª Ana Galvão Licenciatura Bolonha em Matemática Aplicada e Computação Prof. Miguel Abreu Prof. João Pimentel Nunes Licenciatura em Engenharia Informática e de Computadores - Alameda Prof. Pavão Martins Sem Coordenador 2

5 Ponto de Situação O Programa do Tutorado, passo a passo, vai conseguindo chegar de forma eficaz a quase todos os cursos, como iremos verificar numa análise ao Coaching realizado aos vários cursos neste ano lectivo de 2008/2009. Embora tenhamos começado com um 1º semestre calmo, em termos de adesão e actividades efectuadas, o nosso olhar atento permitiu-nos identificar algumas insuficiencias e reagir, nalguns casos ainda atempadamente. Assim, mediante o feedback recebido no final do 1º semestre, foram marcadas reuniões com os Tutores e respectivos coordenadores de Tutorado de cada curso, sendo que os únicos que ficaram de fora foram os resistentes LEIC e LERC. Verificando que muitos alunos não aderiam ao programa por desconhecimento das suas vantagens, no início do 2º semestre realizaram-se várias Acções de Divulgação do Programa de Tutorado pelas salas de aula dos 1º anos de todos os cursos abrangidos. Essas acções consistiam numa apresentação da equipa e respectivo programa, explicando as vantagens de aderir ao Tutorado como forma de motivar os alunos a participarem. Foram divulgadas as nossas actividades de formação gerais, como os workshops destinados aos Tutorandos, sendo possível uma inscrição prévia ou consulta do programa através do site No final foi entregue o questionário MSLQ Questionário de Estratégia de Motivação para a Aprendizagem, que tem a particularidade de traçar um perfil dos alunos enquanto estudantes, através de uma resposta individualizada via , permitindo que, mediante a identificação dos seus pontos fortes e fracos, os alunos rentabilizem as suas capacidades. 3

6 Ponto de Situação Nas reuniões realizadas no final do 1º semestre alguns Tutores mostraram-se interessados em acompanhar a equipa nas Acções de Divulgação, o que se revelou francamente positivo, pelo facto dos Tutores se darem a conhecer aos seus Tutorandos (foram os casos de MEFT e LEMAC). Outro grande avanço deve-se ao facto de se terem feito programas de intervenção à medida das dificuldades reveladas por cada curso. Especificando: MEBIOM e MEFT - workshop De Bom a Excelente ; apenas MEFT - workshop IST WE CAN ; MEAERO - workshop De Bom a Excelente realizado no âmbito da disciplina de Seminário II, em colaboração com o Prof. Fernando Lau; MEMEC - workshop Portfolio ; e por fim MA, embora o workshop delineado tivesse ficado em standby devido ao excesso de actividades extra elaboradas pelos alunos naquele semestre (Projecto Relâmpago). Cada um destes workshops, embora alguns com a mesma denominação, foram adequados e adaptados às necessidades de cada curso revelando-se ferramentas bastante eficazes para colmatar as insuficiências identificadas no 1º semestre. Ainda um caso específico foi o de LEAMB, no qual foi elaborada uma Newsletter, com o apoio de Rita Melo, colaboradora do nosso programa, com informações sobre a empregabilidade na área de ambiente. Desta forma, vimos o programa a evoluir no sentido certo, apenas com a resistência de alguns cursos (LERC e LEIC) que não se prevê muito duradoura, dado que no final do 2º semestre foram realizadas reuniões, no sentido de planear o próximo ano lectivo. 4

7 Sugestões Ano 09/10 No próximo ano lectivo, é importante conseguir chegar mais e melhor a todos os cursos, implementar o programa nos poucos cursos que ainda não estão integrados e adaptá-lo às necessidades específicas de cada curso. Procuraremos, igualmente, tentar que os Tutores sejam professores dos alunos, preferencialmente, no 1º ano ou que exista um contacto logo inicial com os mesmos de forma a que ambos se conheçam tornando o relacionamento mais fácil e acessível. Vamos, naturalmente, continuar a apostar na formação dos Tutores nas áreas em que mais existem solicitações, como por exemplo, Coaching, Técnicas de Comunicação Oral, etc. Também nos propomos a aumentar o leque de formações e workshops disponíveis para os alunos, abrangendo mais áreas de interesse e capacitando-os a ultrapassar as dificuldades sentidas em cada curso. 5

8 Programa Tutorado n Redacção/ Produção gráfica: Rita Melo e Lúcia Coelho s Coordenação: Isabel Gonçalves

RELATÓRIO DE COACHING. Ano Lectivo 2009/2010

RELATÓRIO DE COACHING. Ano Lectivo 2009/2010 RELATÓRIO DE COACHING Ano Lectivo 2009/2010 Lúcia Coelho Isabel Gonçalves (Coord. GATu) Julho, 2010 0 Índice 1 Introdução... 3 2 Objectivos... 4 3 Actividades... 5 4 Cursos... 6 LEAN... 6 LEGI... 7 LEGM...

Leia mais

Carta de Apresentação

Carta de Apresentação Carta de Apresentação Assunto: 26ª Edição da Jobshop AEIST A Associação dos Estudantes do através do seu Gabinete de Emprego, Formação e Empreendedorismo (GEFE) tem o prazer de vos convidar a participar

Leia mais

PÁGINA 241 CRONOLOGIA DO PROGRAMA DE TUTORADO (PT) DO IST

PÁGINA 241 CRONOLOGIA DO PROGRAMA DE TUTORADO (PT) DO IST CRONOLOGIA DO PROGRAMA DE TUTORADO (PT) DO IST PÁGINA 241 XO Ano Lectivo 2002/03 Fórum Insucesso Académico no IST (GEP/NAMP) Participação no Congresso Internacional Desenvolvimento e Aprendizagem: do Ensino

Leia mais

O Sistema de Créditos ECTS

O Sistema de Créditos ECTS O Sistema de Créditos ECTS Isabel Nunes Gabinete de Estudos e Planeamento Coord. Marta Pile Maio 2001 Índice 1. O Sistema de Créditos ECTS 1 1.1. ECTS/Sistema em vigor 1 1.2. Declaração de Bolonha 2 1.3.

Leia mais

Relatórios de Actividades de Coaching

Relatórios de Actividades de Coaching AVALIAÇÃO DO PROGRAMA Relatórios de Actividades de Coaching O Coaching é um processo continuado e planeado de aperfeiçoamento pessoal e profissional, baseado na aprendizagem-acção. O Coach, no âmbito de

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 13897152 ALEXANDRE RIBEIRO DA SILVA Colocado em 0701 9011 11279428 ANA CATARINA MELO DE ALMEIDA Colocada em 0902 14423301 ANA CATARINA VITORINO DA SILVA Colocada em 0604 9229 14306028 ANA JOÃO REMÍGIO

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

Plano de Acções de Melhoria Avaliação da Implementação

Plano de Acções de Melhoria Avaliação da Implementação www.anotherstep.pt Plano de Acções de Melhoria Avaliação da Implementação CAF - CommonAssessment Framework (Estrutura Comum de Avaliação) Escola Secundária de Manuel da Fonseca Índice ÍNDICE... II OBJECTIVO...

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 AREA DE FORMAÇÃO - ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA Foi possível no decorrer de 2008 encontrar na ÁREA DE FORMAÇÃO uma estabilidade ao nível dos recursos humanos que proporcionou

Leia mais

3242 Instituto Politécnico de Tomar - Escola Superior de Tecnologia de Tomar. Concurso Nacional de Acesso 2007-3ª Fase - Candidatos Colocados

3242 Instituto Politécnico de Tomar - Escola Superior de Tecnologia de Tomar. Concurso Nacional de Acesso 2007-3ª Fase - Candidatos Colocados 9089 Engenharia Civil 13354712 01 ANA CATARINA PIRES SIMÕES FERREIRA DE CAMPOS 13571627 01 ANA RITA PINHO SOUTO 13219144 01 ANDRÉ FILIPE DA SILVA AMORIM 13273974 01 ANTÓNIO FRANCISCO MERCÊ FRAGOSO 12806209

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

Disciplina: Projecto I Subgrupo: Arquitectura e Sistemas Computacionais / Electrónica e Automação / Redes e Sistemas de Telecomunicações

Disciplina: Projecto I Subgrupo: Arquitectura e Sistemas Computacionais / Electrónica e Automação / Redes e Sistemas de Telecomunicações Curso de Engenharia Electrónica e Redes de Computadores Licenciatura Bi-etápica Disciplina: Projecto I Subgrupo: Arquitectura e Sistemas Computacionais / Electrónica e Automação / Redes e Sistemas de Telecomunicações

Leia mais

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E Alexandre Garcia Franco Ana Filipa dos Anjos Soares Ana Filipa Martins Antunes Ana Rita Fragoso Jordão André Daniel Andrade Nunes dos Santos Beatriz Alexandra da Silva Oliveira Beatriz Henriques Xavier

Leia mais

Nota prévia. Serviço de apoio às aulas. Artigo 1

Nota prévia. Serviço de apoio às aulas. Artigo 1 Gabinete de Organização Pedagógica Regulamento para a Prestação de Serviços de Apoio Audiovisual pelo Gabinete de Organização Pedagógica (GOP) Nota prévia O serviço de Apoio Audiovisual do GOP destina-se,

Leia mais

Projecto Nacional Educação para o Empreendedorismo

Projecto Nacional Educação para o Empreendedorismo Projecto Nacional Educação para o Empreendedorismo Instrumento de avaliação A. Projecto da escola A.1. Apresentação do Projecto da escola Caros colegas da Comissão, No âmbito do processo de monitorização,

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO E DESIGN MULTIMÉDIA. Gabinete da Qualidade Observatório da Qualidade Agosto 2008

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO E DESIGN MULTIMÉDIA. Gabinete da Qualidade Observatório da Qualidade Agosto 2008 AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO E DESIGN MULTIMÉDIA Agosto 08 de Comunicação e Design Multimédia 08 ÍNDICE 1. Introdução 5 2. População e Amostra 5 3. Apresentação de Resultados 6 3.1. Opinião dos alunos

Leia mais

Base de Dados para Administrações de Condomínios

Base de Dados para Administrações de Condomínios Base de Dados para Administrações de Condomínios José Pedro Gaiolas de Sousa Pinto: ei03069@fe.up.pt Marco António Sousa Nunes Fernandes Silva: ei03121@fe.up.pt Pedro Miguel Rosário Alves: alves.pedro@fe.up.pt

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA Curso: Biologia e Biotecnologia Sara Catarina Oliveira da Silva Curso: Ciência e Tecnologia Alimentar Paulo Sérgio de Carvalho Curso: Engenharia Agronómica Marcelo Filipe da Cunha

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência

Ministério da Educação e Ciência 14827117ANA CATARINA DA SILVA LOUREIRO 14848155ANA MARGARIDA MIRANDA FERREIRA DA Colocada em 110Universidade do SILVA 920Línguas, Literaturas e Culturas 14853122ANA MARISA DE SOUSA NETO Colocada em 111Universidade

Leia mais

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Relatório Resumo Junho de 2012 Índice 1. Objectivo... 3 2. Enquadramento... 3 3. Trabalho realizado... 3 4. Dados síntese da Licenciatura

Leia mais

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade

Leia mais

Abril de Relatório de Avaliação do Workshop Gestão de Tempo. Ano Letivo 2013/2014. Gabinete de Apoio ao Tutorado

Abril de Relatório de Avaliação do Workshop Gestão de Tempo. Ano Letivo 2013/2014. Gabinete de Apoio ao Tutorado Abril de 2014 Relatório de Avaliação do Workshop Gestão de Tempo Ano Letivo 2013/2014 Gabinete de Apoio ao Tutorado ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Avaliação Workshop Gestão de Tempo - 2013/2014... 4 3. Conclusão...

Leia mais

Escola Secundária 3º Quinta das Palmeiras Educação Visual Ano Lectivo 2011/2012

Escola Secundária 3º Quinta das Palmeiras Educação Visual Ano Lectivo 2011/2012 Escola Secundária 3º Quinta das Palmeiras Educação Visual Ano Lectivo 2011/2012 Relatório Individual de cada aluno Breve síntese [1º Período] Nome Ana Carolina Fernandes Oliveira Nº 1 A aluna, Ana Carolina,

Leia mais

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS)

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Relatório de Actividades do ano letivo 2014/15 A Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS), tutelada pela API e apoiada pelo Ministério da Educação,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

Certificado de Presença em Evento no ISEP

Certificado de Presença em Evento no ISEP *** Adam Silva *** ***c527078fe56b04280dcae9cc3541593d73d82015c12f65f060135ed5*** *** Adulcínio Adulcínio Duarte Rodrigues *** ***09d09b00214962ffdfefa4e2473001b55ffba6c7bbdc74ef3063ec95*** *** Alberto

Leia mais

Acordo de Parceria. Plano Estratégico Concelhio de Prevenção das Toxicodependências (PECPT)

Acordo de Parceria. Plano Estratégico Concelhio de Prevenção das Toxicodependências (PECPT) Acordo de Parceria Plano Estratégico Concelhio de Prevenção das Toxicodependências (PECPT) 1. O presente Acordo pretende formalizar a parceria a estabelecer entre a Câmara Municipal de Odivelas, através

Leia mais

Programa para a Inclusão e Desenvolvimento Progride. ParticipAR Inovação para a Inclusão em Arraiolos"

Programa para a Inclusão e Desenvolvimento Progride. ParticipAR Inovação para a Inclusão em Arraiolos Programa para a Inclusão e Desenvolvimento Progride ParticipAR Inovação para a Inclusão em Arraiolos" Relatório de Avaliação SEGURANÇA NA INTERNET (SESSÕES PARA ALUNOS) Arraiolos 12\04\ 07 O Agrupamento

Leia mais

REFORÇAR Objectivo 1. Melhorar a divulgação da missão/visão para o agrupamento de escolas em toda a comunidade educativa

REFORÇAR Objectivo 1. Melhorar a divulgação da missão/visão para o agrupamento de escolas em toda a comunidade educativa CORECARD > MONITORIZAÇÃO Organização e Processos de Gestão Estratégica Liderar e criar uma cultura de escola Melhorar a divulgação da missão/visão para o agrupamento de escolas em toda a comunidade educativa

Leia mais

VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA

VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA CAPA VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA Uma região Uma cidade Muitas vontades Alfredo da Silva 1987-1990 Luis Filipe 1991-1996 Luis Veiga 1997-2002 João Fernandes Antunes 2003-2008 Jorge Martins 2009-2011 Vitor

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

MESTRADO EM. Métodos Quantitativos e Gestão

MESTRADO EM. Métodos Quantitativos e Gestão MESTRADO EM Métodos Quantitativos em Economia e Gestão ANO LECTIVO 2011/2012 Mestrado em Métodos Quantitativos em Economia e Gestão Apresentação O Mestrado em Métodos Quantitativos em Economia e Gestão

Leia mais

Engenharia Informática

Engenharia Informática Engenharia Informática Cálculo Financeiro e Contabilidade 2005/2006 rbr@isep.ipp.pt rolando@dei.isep.ipp.pt Rolando Rodrigues Cálculo Financeiro e Contabilidade Programa Metodologias -De ensino/aprendizagem

Leia mais

MESA DA ASSEMBLEIA REGIONAL 3º MANDATO 2008/2011

MESA DA ASSEMBLEIA REGIONAL 3º MANDATO 2008/2011 MESA DA ASSEMBLEIA REGIONAL Maria da Graça Carvalho da Silva Machado Especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica 1º Secretário Nuno Miguel Agostinho Baptista 1 Enfermeiro 2º Secretário José

Leia mais

ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

Fevereiro de 2012. Relatório de Avaliação das Sessões de Relaxamento. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado

Fevereiro de 2012. Relatório de Avaliação das Sessões de Relaxamento. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado Fevereiro de 2012 Relatório de Avaliação das Sessões de Relaxamento Ano Letivo 2011/2012 Gabinete de Apoio ao Tutorado ÍNDICE 1. Introdução & Enquadramento... 3 2. Avaliação 1º semestre de 2011/2012...

Leia mais

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas 2010/2011

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas 2010/2011 Candidatura Estado Aluno Nome Aproveitamento R. Candidatura 224563 Entregue 224378 Entregue 90874 Ana Luísa Vieira Soares Falta matrícula e 104407 Ana Manuela Matos Magalhães Sim Alojar 235605 Aberta 110101

Leia mais

Instituto de Geografia e Ordenamento do Território Horários 2015/2016

Instituto de Geografia e Ordenamento do Território Horários 2015/2016 1º SEMESTRE Turma Docente 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª Sala - 1.º Dia Sala - 2.º Dia Introdução à Geografia Física Introdução à Geografia Humana Introdução ao Planeamento Territorial (PGT) Conceitos e Perspectivas

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado : A 137 1 Adriana Manuela Gomes Pinheiro 14 S S 20 2 Alexandra Pereira Ferreira 28 3 Ângelo Rafael Araújo Gomes S 28 4 Beatriz da Costa Oliveira S 2 5 Domingos Gonçalo Ferreira

Leia mais

Curso de Gestão Para Empresários e Directores

Curso de Gestão Para Empresários e Directores Curso de Gestão Para Empresários e Directores Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso de Gestão para Empresários

Leia mais

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T A cooperação Bilateral Angola - Portugal: estado atual e reforço futuro WORKSHOP PROGRAMA HORIZONTE 2020: COOPERAÇÃO EM INVESTIGAÇÃO E INOVAÇÃO ENTRE ANGOLA E A UNIÃO EUROPEIA Luanda, 3 e 4 de outubro

Leia mais

Produção Multimédia Interactiva

Produção Multimédia Interactiva Produção Multimédia Interactiva Candidaturas 2012/13 secretaria@ipa.univ.pt http://pmi.ipa.univ.pt www.ipa.univ.pt IPA Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos No IPA prosseguimos os seguintes

Leia mais

Programa Uma Janela Aberta à Família Avaliação 2008

Programa Uma Janela Aberta à Família Avaliação 2008 1. Introdução Programa Uma Janela Aberta à Família Avaliação 2008 O programa Janela Aberta à Família baseia-se no pressuposto que a família é a entidade que exerce a maior influência na educação das crianças,

Leia mais

UNIVERSIDADE POPULAR DO PORTO

UNIVERSIDADE POPULAR DO PORTO ACÇÃO DE FORMAÇÃO MEMÓRIAS DO TRABALHO A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA E DA HISTÓRIA ORAL RELATÓRIO FINAL Enquadramento A acção de formação Memórias do trabalho a preservação da memória e da história oral realizou-se

Leia mais

REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ISVOUGA - INSTITUTO SUPERIOR DE ENTRE O DOURO E VOUGA

REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ISVOUGA - INSTITUTO SUPERIOR DE ENTRE O DOURO E VOUGA REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ISVOUGA - INSTITUTO SUPERIOR DE ENTRE O DOURO E VOUGA O Estatuto de Carreira do Pessoal Docente do Ensino Superior Politécnico (ECPDP), na redacção

Leia mais

INDAGAR E REFLECTIR PARA MELHORAR. Elisabete Paula Coelho Cardoso Escola de Engenharia - Universidade do Minho elisabete@dsi.uminho.

INDAGAR E REFLECTIR PARA MELHORAR. Elisabete Paula Coelho Cardoso Escola de Engenharia - Universidade do Minho elisabete@dsi.uminho. INDAGAR E REFLECTIR PARA MELHORAR Elisabete Paula Coelho Cardoso Escola de Engenharia - Universidade do Minho elisabete@dsi.uminho.pt Este trabalho tem como objectivo descrever uma experiência pedagógica

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012 14472273 ANA CARLA MELO VALADÃO Colocada em 0911 14595437 ANA ISABEL TERRA SILVA Colocada em 3101 9084 14541457 ANA MARIA DE SOUSA MARTINS Colocada em 7220 8149 14314779 ANDRÉ ALVES HOMEM Colocado em 0130

Leia mais

REGULAMENTO FORMAÇÃO INTERNA DE INFORMÁTICA 2011. MICROSOFT EXCEL (2 níveis) E POWERPOINT (1 nível) OBJETIVO: FORMANDOS: FORMADOR:

REGULAMENTO FORMAÇÃO INTERNA DE INFORMÁTICA 2011. MICROSOFT EXCEL (2 níveis) E POWERPOINT (1 nível) OBJETIVO: FORMANDOS: FORMADOR: REGULAMENTO FORMAÇÃO INTERNA DE INFORMÁTICA 2011 MICROSOFT EXCEL (2 níveis) E POWERPOINT (1 nível) OBJETIVO: Os cursos destinam se a todos os colaboradores que tenham necessidade de utilizar o Excel e

Leia mais

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Nome Profissão Instituição A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Adelino Torres Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade

Leia mais

LICENCIATURA EM GESTÃO CONTROLO DA QUALIDADE

LICENCIATURA EM GESTÃO CONTROLO DA QUALIDADE LICENCIATURA EM GESTÃO 1º Ano 2º semestre CONTROLO DA QUALIDADE Elaborado por: João Gilberto Ramos Abreu 2089506 Nádia Andrade Abreu 2038907 Sónia Vieira da Silva - 2043407 Funchal Abril de 2008 "Criatividade

Leia mais

Nome Disciplina Módulos Data Hora Sala Vigilante Rafael Gaspar Daniela Cabral Tiago Castro Diogo Paulino. 2-Q2 13/01/2014 16h25min

Nome Disciplina Módulos Data Hora Sala Vigilante Rafael Gaspar Daniela Cabral Tiago Castro Diogo Paulino. 2-Q2 13/01/2014 16h25min Rafael Gaspar Daniela Cabral Diogo Paulino Matemática João Quinteiro 7 3/0/04 6hmin Bruno Sá Paulo Santos Isabel Esteves Mónica Lindo V Física e Química -Q 3/0/04 6hmin João Rodrigues Inglês 3/0/04 6hmin

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

Relatório. Turística

Relatório. Turística Relatório anual de avaliação de curso Gestão do Lazer e da Animação Turística 2008 2009 Estoril, Março 200 Francisco Silva Director de Curso de GLAT Conteúdo Introdução... 3 2 Dados do Curso... 3 3 Avaliação

Leia mais

O QUE PRECISA PARA SER UM BOM TUTOR

O QUE PRECISA PARA SER UM BOM TUTOR O QUE PRECISA PARA SER UM BOM TUTOR Bem-vindo: O Professor será a primeira cara do IST a comunicar com os cerca de 15 alunos de seu curso que lhe foram atribuídos pelo fénix. Reunimos para si um conjunto

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 (4ª Reunião Extraordinária 03/ Março / 2015) De acordo com a deliberação nº2 do Conselho de Gestão, de 28 de outubro de 2010, o Conselho Técnico-Científico da ESSA

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA 2007/2008 DEPARTAMENTO Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial CURSO Mestrado em Engenharia e Gestão Industrial (2.º Ciclo) 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt 1 Junho de 2007 até à actualidade BPLD&A, Borges da Ponte, Linhares Dias & Associados, Sociedade de Advogados, R.L.

joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt 1 Junho de 2007 até à actualidade BPLD&A, Borges da Ponte, Linhares Dias & Associados, Sociedade de Advogados, R.L. M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome FURTADO SOUSA, JOÃO MIGUEL Morada Telefone Fax Correio electrónico Profissional: jfs@bpldadvogados.com / joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt Nacionalidade

Leia mais

PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores

PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores A pretende impulsionar as actividades de Responsabilidade Social em Angola, contribuindo para o seu desenvolvimento.

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

GereComSaber. Desenvolvimento de Sistemas de Software. Universidade do Minho Conselho de Cursos de Engenharia Licenciatura em Engenharia Informática

GereComSaber. Desenvolvimento de Sistemas de Software. Universidade do Minho Conselho de Cursos de Engenharia Licenciatura em Engenharia Informática Universidade do Minho Conselho de Cursos de Engenharia Licenciatura em Engenharia Informática Desenvolvimento de Sistemas de Software Ano Lectivo de 2009/10 GereComSaber Ana Duarte, André Guedes, Eduardo

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado:

Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado: Departamento de Educação Física F e Desporto SEMINÁRIO Educação Física e Desporto O Processo Bolonha, Estágios e Saídas Profissionais 26 de Junho de 2007 Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado: Jorge

Leia mais

Departamento de Sistemas e Informática. Licenciatura em Engenharia Informática Industrial EDP

Departamento de Sistemas e Informática. Licenciatura em Engenharia Informática Industrial EDP Departamento de Sistemas e Informática Licenciatura em Engenharia Informática Industrial Projecto ARC Ano Lectivo de 2006/2007 EDP Processamento das Leituras dos Contadores de Electricidade dos Consumidores

Leia mais

Titulares de Curso Superior 9119 Engenharia Informática Vagas 1

Titulares de Curso Superior 9119 Engenharia Informática Vagas 1 9119 Engenharia Informática Vagas 1 curso acompanhado de cópia para ser autenticada pelos Académicos e aí entregue. Final Resultado Final 1 303 Hélio David de Pinho Branco 134 Colocado --- Titulares de

Leia mais

Projecto Mil Escolas e Portal www.aguaonline.net Feira do Ambiente de Paços de Ferreira 10 a 13 Setembro de 2009

Projecto Mil Escolas e Portal www.aguaonline.net Feira do Ambiente de Paços de Ferreira 10 a 13 Setembro de 2009 www.aguaonline.net Projecto Mil Escolas e Portal www.aguaonline.net Feira do Ambiente de Paços de Ferreira 10 a 13 Setembro de 2009 Administrador da Águas do Douro e Paiva, Prof. Arménio Pereira, em visita

Leia mais

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação LEARNING MENTOR Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219 Perfil do Learning Mentor Módulos da acção de formação 0. Pré-requisitos para um Learning Mentor 1. O papel e a função que um Learning Mentor

Leia mais

Curso de Formação para Dinamização de workshops

Curso de Formação para Dinamização de workshops Curso de Formação para Dinamização de workshops Ficha Informativa Curso de Formação para Cientistas 1. A Empresa A Science4you é uma empresa 100% Nacional que nasceu em Janeiro de 2008. É considerada uma

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Rede Social de Aljezur Plano de Acção (2009) Equipa de Elaboração do Plano de Acção de 2009 / Parceiros do Núcleo Executivo do CLAS/Aljezur Ana Pinela Centro Distrital

Leia mais

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique.

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Um mar de oportunidades Mestrado em Gestão Portuária Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique A ENIDH é a Escola Superior pública portuguesa que assegura a formação de

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

Índice. CAPÍTULO III - Regime Financeiro Artigo 17.º Gestão Financeira do CICF Artigo 18.º Verbas do CICF

Índice. CAPÍTULO III - Regime Financeiro Artigo 17.º Gestão Financeira do CICF Artigo 18.º Verbas do CICF Regulamento do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) Homologado na reunião do Conselho Científico em 23 de Junho de 2010 1 Índice CAPÍTULO I - Disposições Gerais Artigo 1.º Natureza

Leia mais

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010 26 A 29 de abril. GUIMARãES 2010 geotecnia e desenvolvimento sustentável Convite A Sociedade Portuguesa de Geotecnia (SPG) e o Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho (DEC-UM) têm a honra

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2010

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2010 14088159 ALEXANDRA MANUEL SILVA RICO Colocada em 1103 Universidade do Porto - Faculdade de Ciências 9223 Química 14162914 ANA BARBARA GONÇALVES TEIXEIRA Colocada em 3042 Instituto Politécnico de Bragança

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA

RELATÓRIO DE AUDITORIA Entidade Auditada: BIBLIOTECA MUNICIPAL SANTA MARIA DA FEIRA Tipo de Auditoria: Auditoria Interna Data da Auditoria: 09.12.2014 Duração: 1 dia Locais Auditados: Av. Dr. Belchior Cardoso da Costa / 4520-606

Leia mais

PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO COMO UM MEIO DE MOTIVAÇÃO. Celina Pinto Leão Universidade do Minho cpl@dps.uminho.pt

PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO COMO UM MEIO DE MOTIVAÇÃO. Celina Pinto Leão Universidade do Minho cpl@dps.uminho.pt PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO COMO UM MEIO DE MOTIVAÇÃO Celina Pinto Leão Universidade do Minho cpl@dps.uminho.pt O evidente decréscimo de conhecimento básico de matemática por parte dos alunos nos cursos de engenharia,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2009

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2009 INSTITUTO POLITÉCNICO DO CÁVADO E DO AVE ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2009 PROJECTO EM SIMULAÇÃO EMPRESARIAL Índice Introdução 1 Recursos Humanos afectos ao PSE... 3 1.1 Caracterização...

Leia mais

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa Programa de Licenciaturas Internacionais / (23 Dezembro de 2011) 1. Introdução 2. Objectivos 3. Organização e procedimentos 4. Regime de Titulação do Programa de Licenciaturas Internacionais /UL 5. Regime

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

SERVIÇOS ACADÉMICOS Concursos Provas Maiores de 23 - Escola Superior Agrária ANO LETIVO-2014/2015. B.I. Nome #Escola #Curso Curso

SERVIÇOS ACADÉMICOS Concursos Provas Maiores de 23 - Escola Superior Agrária ANO LETIVO-2014/2015. B.I. Nome #Escola #Curso Curso Concursos Provas Maiores de 23 - Escola Superior Agrária B.I. Nome #Escola #Curso Curso 10594637 Helena Maria Carvalho 3041 9085 Enfermagem Veterinária 12579235 Susana Manuela Miguel Sieiro 3041 9086 Engenharia

Leia mais

1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO

1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO 1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO A actual transformação do mundo confere a cada um de nós professores, o dever de preparar os nossos alunos, proporcionando-lhes as qualificações básicas necessárias a indivíduos

Leia mais

Curso de Engenharia Informática. Disciplina de Bases de Dados I

Curso de Engenharia Informática. Disciplina de Bases de Dados I Curso de Engenharia Informática Disciplina de Bases de Dados I Docente: Prof ª Elsa Rodrigues Alunos: João Miguel Faleiro Caixinha (Aluno 5946) José Luis Ribeiro Barriga (Aluno 5952) Beja, 30 de Abril

Leia mais

PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA

PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA OLHAR PARA VER OBJECTIVOS O desafio passa por analisar o meio construído segundo as suas

Leia mais

Reconhecimento de graus académicos - pares instituições PT/BR - Universidade dos Açores

Reconhecimento de graus académicos - pares instituições PT/BR - Universidade dos Açores Reconhecimento de graus académicos - pares instituições PT/BR - Universidade dos Açores posterior à implementação do Universidade dos Açores Engenharia Agronómica UFMT Engenharia agrícola e ambiental Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INFORMÁTICA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INFORMÁTICA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular INFORMÁTICA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão das Organizações Desportivas 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

Lista de estudantes da UA galardoados na cerimónia de abertura do ano lectivo 2007/2008. BOLSAS DE ESTUDO MELHORES CALOIROS (Manutenção de Bolsa)

Lista de estudantes da UA galardoados na cerimónia de abertura do ano lectivo 2007/2008. BOLSAS DE ESTUDO MELHORES CALOIROS (Manutenção de Bolsa) Lista de estudantes da UA galardoados na cerimónia de abertura do ano lectivo 2007/2008 BOLSAS DE ESTUDO MELHORES CALOIROS (Manutenção de Bolsa) Por terem obtido sempre, desde a sua entrada na Universidade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO FISIOTERAPIA NO ENVELHECIMENTO ESTESL/APF 2015/2016

PÓS-GRADUAÇÃO FISIOTERAPIA NO ENVELHECIMENTO ESTESL/APF 2015/2016 PÓS-GRADUAÇÃO FISIOTERAPIA NO ENVELHECIMENTO ESTESL/APF 015/016 Dias Horas MÓDULO I Funcionalidade e Envelhecimento I PROFESSOR Horas 6ªf 7 Mar 17h-1h Introdução à Gerontologia; Princípios Fundamentais

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 14870896 ANA CATARINA DE JESUS RIBEIRO Não colocada 14583084 ANA CATARINA DA ROCHA DIAS Não colocada 14922639 ANA CATARINA SOARES COUTO Colocada em 7230 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO LICENCIATURA EM ENGENHARIA E GESTÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ( T

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA. Faculdade de Ciências e Tecnologia Diário da República, 2 série N.º 186 26 de Setembro de 2006. Resolução n.

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA. Faculdade de Ciências e Tecnologia Diário da República, 2 série N.º 186 26 de Setembro de 2006. Resolução n. UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências e Tecnologia Diário da República, 2 série N.º 186 26 de Setembro de 2006 Resolução n.º 94/2006 Por resolução do conselho directivo da Faculdade de Ciências

Leia mais

Relatório Final da Acção de Formação

Relatório Final da Acção de Formação Acção de Formação: Sustentabilidade na Terra e Energia na Didáctica das Ciências Contexto: utilização da Web 2.0 aplicada à didáctica do ensino das Ciências Relatório Final da Acção de Formação Centro

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

Plano de Formação Interno. Acções Internas- 2012. Índice da apresentação: 1. Apresentação das acções internas.

Plano de Formação Interno. Acções Internas- 2012. Índice da apresentação: 1. Apresentação das acções internas. Plano de Formação Interno Acções Internas- 2012 Índice da apresentação: 1. Apresentação das acções internas. 1. Tecnologias de Informação 2. Relacionamento Interpessoal 3. Segurança e Saúde dos colaboradores

Leia mais

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO A disciplina de Seminário/Estágio, do 3º ano da Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular LIDERANÇA, COACHING E NEGOCIAÇÃO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular LIDERANÇA, COACHING E NEGOCIAÇÃO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular LIDERANÇA, COACHING E NEGOCIAÇÃO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e

Leia mais