A produção de conteúdos no ciberespaço: sistemas de gerenciamento de conteúdos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A produção de conteúdos no ciberespaço: sistemas de gerenciamento de conteúdos"

Transcrição

1 A produção de conteúdos no ciberespaço: sistemas de gerenciamento de conteúdos Carla Schwingel 1 Resumo: Este artigo visa discutir a produção de conteúdos na internet tendo em vista configurar-se como um ambiente complexo composto por sistemas e subsistemas integrados. Efetua o mapeamento dos sistemas de gerenciamento de conteúdos (CMS) existentes e dos utilizados para conteúdos comunicacionais. A partir de pesquisa aplicada à comunidade acadêmica ciberjornalística brasileira, espanhola e estadunidense, indica quais sistemas são utilizados no ensino e por empresas jornalísticas. Identifica os recursos dos CMSs generalistas e os quesitos indicados como fundamentais para comparação entre os sistemas ao se buscar a solução ideal para determinado projeto. Por fim, destaca as funcionalidades específicas de um sistema de publicação de conteúdos. Palavras-chave: 1. Sistema de gerenciamento de conteúdos (CMS). 2 Produção de conteúdos. 3. Ciberjornalismo. 1. A produção de conteúdos A história da internet se configura desde a definição de uma arquitetura descentralizada que possibilita a vinculação de redes e sub-redes, passando pelo desenvolvimento dos protocolos de transmissão de dados, com a criação do hipertexto vinculado a linguagens de marcação, até as questões relacionadas à publicação e às experiências de inserção de usuários na produção de conteúdos. Assim, da perspectiva deste trabalho, há duas questões a serem compreendidas na evolução das tecnologias de publicação de conteúdos para a internet. A primeira refere-se à evolução tecnológica da internet como 1 Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas (UFBA), especializada em cibercultura e ciberjornalismo. Atua na Coordenação do Fórum da Cultura Digital (Ministério da Cultura e Rede Nacional de Pesquisa, na Casa da Cultura Digital e Faculdades Anhembi-Morumbi

2 um todo, com sua estrutura em rede, suas linguagens, seus protocolos tecnológicos; a segunda à evolução tecnológica relacionada estritamente à produção de conteúdos, que acaba por estar também vinculada ao jornalismo, já que conteúdos informativos estão cada vez mais presentes na web. Hoje, diferentes sistemas e ferramentas são utilizados para a publicação de conteúdos. O próprio www é considerado um sistema tanto por técnicos quanto pelos seus primeiros analistas (BERNES LEE, 1999; WIKIPÉDIA, 2008). Na nossa compreensão, configura-se como um ambiente, no qual há várias ambiências, sistemas e subsistemas. E é nesta lógica hipertextual, de conexões em rede que a publicação de conteúdos passa a ser repensada; e é nos fluxos de informação que um ciberjornalista começa a produzir. Porém, com a crescente produção de notícias, a forma estática de publicação torna-se praticamente inviável (LÓPEZ; GAGO; PEREIRA, 2003). Tendo em vista o aumento da complexidade de sistemas internet, a facilidade de administrar conteúdos e a naturalização do uso das tecnologias pelo usuário comum, os desenvolvedores da linguagem HTML buscaram separar da forma mais eficiente possível a estrutura técnica da programação e o conteúdo inserido nela através do uso de sistemas de gerenciamento de conteúdos associados de bancos de dados. 2. Os sistemas de gerenciamento de conteúdos Os sistemas de gerenciamento de conteúdos passaram a ser utilizados na internet no final dos anos 90, começo dos anos Um SGC ou CMS (Content Management Systems), portanto, é um sistema direcionado à administração e gerenciamento do conteúdo, voltado para publicação, para os processos de seleção, aprovação e edição dos conteúdos. Sob o ponto de vista tecnológico, a melhor fonte para explicar o significado de um CMS é aquela que congrega uma das maiores comunidades de aficionados por tecnologia internet. De acordo com a Wikipédia (2008), um CMS: Integra ferramentas necessárias para criar, gerenciar (editar e inserir) conteúdo em tempo real, sem a necessidade de programação de código, cujo objetivo é estruturar e facilitar a criação, administração, distribuição, publicação e disponibilidade da informação. Sua maior característica é a grande quantidade de funções presentes. Podemos dizer que um CMS é um framework, um esque-

3 leto de website pré-programado, com recursos básicos e de manutenção e administração já prontamente disponíveis. É um sistema que permite a criação, armazenamento e administração de conteúdo de forma dinâmica, através de uma interface de usuário via Internet. Um CMS permite que empresa tenha total autonomia sobre o conteúdo e evolução da sua presença na internet e dispense a assistência de terceiros ou empresas especializadas para manutenções de rotina. Nem mesmo é preciso um funcionário dedicado (webmaster), pois cada membro da equipe poderá gerenciar o seu próprio conteúdo, diminuindo os custos com recursos humanos. A habilidade necessária para trabalhar com um sistema de gerenciamento de conteúdo não vai muito além dos conhecimentos necessários para um editor de texto. A aparência de um website criado com um CMS é customizável, através da utilização de templates que podem ser facilmente substituídos. Em suma, o grande diferencial de um CMS é permitir que o conteúdo de um website possa ser modificado de forma rápida e segura de qualquer computador conectado à Internet. Um sistema de gerenciamento de conteúdo reduz custos e ajuda a suplantar barreiras potenciais à comunicação web reduzindo o custo da criação, contribuição e manutenção de conteúdo 2. Através da pesquisa no ciberespaço, chegou-se a mais de 127 CMSs 3 generalistas disponíveis com fácil utilização e acesso, divididos nas seguintes tabelas: TABELA 1 Sistemas de Gerenciamento de Conteúdos desenvolvidos com softwares livres ou open source Item Nome Plataforma Suporte de base de dados Versão Licença 1 AdaptCMS Lite PHP MykSQL 1.1 GPL/GNU 2 Alfresco Java 3 Apache Lenya Java, XML, Apache Cocoon MySQL, Oracle, SQL Server, PostgreSQL, Informix 2.2 GPL/GNU 2.0 Apache License 4 Aqua CMS PHP MySQL 1.0 GPL/GNU 5 b2evolution PHP MySQL "Key West" GPL/GNU 6 BLOG:CMS PHP MySQL GPL/GNU 7 blosxom Perl Flat-file database 2.0 MIT 8 Bricolage Perl PostgreSQL BSD 9 CivicSpace PHP MySQL Open source 10 CMSimple PHP Flat-file database Affero 11 Contrexx Open Source edition PHP MySQL 1.2 Livre para uso não comercial 12 Cyclone3 Perl, XUL, JavaS- MySQL and any Perl DBI 3.0 GPL/GNU 2 Ver: 3 Esses são os mais conhecidos e comentados para a publicação de conteúdo editorial. No sítio CMS Matrix, que compara suas funcionalidades e é conhecido na comunidade de desenvolvedores internet como uma das referências, há atualmente a indexação de 933 CMSs. Ver:

4 13 Daisy cript, C, Java 14 Django Python Java, XML, Apache Cocoon MySQL 2.1 PostgreSQL, MySQL, Oracle e SQLite 15 Dokuwiki PHP Flat-file database 16 DotClear PHP 17 DotNetNuke ASP.NET MySQL Beta version 2.0 supports PostgreSQL Microsoft SQL Server (out-of-thebox) or any data storage system (each storage system needs a custom data provider to be installed) Apache License 0,96 BSD license GPL/GNU GPL/GNU BSD 18 Drupal PHP MySQL or PostgreSQL 6.1 GPL/GNU 19 e107 PHP MySQL GPL/GNU 20 Ekklesia 360 CMS PHP MySQL 2.8 GPL/GNU 21 Exponent PHP MySQL/PostgreSQL GPL/GNU 22 ExpressionEngine PHP MySQL ez Publish PHP Núcleo livre para uso não comercial MyS- QL/PostgreSQL/Oracle/Microsoft SQL Server 24 Fedora Java MySQL or Oracle GPL/GNU Educational Community License 25 Frog CMS PHP5 MySQL or SQLite MIT License 26 Habari PHP MySQL or SQLite Apache License 27 Hermes CMS PHP MySQL 3.2 GPL/GNU 28 ImpressCMS PHP MySQL 1.0 GPL/GNU 29 Indexhibit PHP MySQL Jahia Java 31 japs - java Agile Portal System Java, XML on Windows or Linux HyperSonic SQL, PostgreSQL, MySQL, Oracle JCDDL e JSSL HyperSonic SQL, PostgreSQL GPL/GNU 32 Joomla! PHP MySQL GPL/GNU 33 KnowledgeTree Document Management System PHP MySQL 3.5 GPL/GNU 34 Lyceum PHP MySQL GPL/GNU 35 Magnolia Java JCR GPL/GNU 36 Mambo PHP MySQL GPL/GNU 37 MediaWiki PHP MySQL, PostgreSQL 1.12 GPL/GNU 38 Midgard CMS PHP (Midgard framework) MySQL LGPL/GNU

5 39 MODx PHP MySQL GPL/GNU 40 MoinMoin Python Flat-file database GPL/GNU 41 Movable Type Perl, mod_perl, FastCGI MySQL or MS SQL server or Oracle or PostgreSQL or SQLite 4.1 GPL/GNU 42 Nucleus CMS PHP MySQL 3.32 GPL/GNU 43 Nuxeo CPS Python ZODB GPL/GNU 44 Nuxeo EP Java PostgreSQL, MySQL, Oracle, SQL Server, Ingres LGPL/GNU 45 OneCMS PHP MySQL 2.5 GPL/GNU 46 OpenACS TCL AOLserver PostgreSQL/Oracle GPL/GNU 47 OpenCms Java MySQL, Oracle, PostgreSQL, SQL Server, DB2, HSQL LGPL/GNU 48 phpcms PHP Flat-file database GPL/GNU 49 PHP-Fusion PHP MySQL GPL/GNU 50 PHP-Nuke PHP MySQL 8.0 GPL/GNU 51 phpwcms PHP MySQL GPL/GNU 52 phpwebsite PHP MySQL or PostgreSQL LGPL/GNU 53 PhpWiki PHP 54 Plone Python Flat-file database/mysql/postgresql etc. ZODB, SQLite, PostgreSQL, MySQL, Oracle via Zope GPL/GNU GPL/GNU 55 PmWiki PHP Flat-file database GPL/GNU 56 PostNuke PHP MySQL.764 GPL/GNU 57 PureEdit PHP MySQL 1.4 GPL/GNU 58 PyLucid Python MySQL, PostgreSQL, SQLite GPL/GNU 59 Radiant Ruby MySQL, PostgreSQL, SQLite MIT 60 Scoop Perl on mod_perl MySQL GPL/GNU 61 Serendipity PHP + Smarty SQLite, PostgreSQL, MySQL, MySQLi 1.2 BSD 62 SilverStripe PHP MySQL BSD 63 SiteFrame PHP + Smarty MySQL Creative Commons 64 Slash Perl on mod_perl MySQL GPL/GNU 65 SPIP PHP MySQL GPL/GNU 66 TangoCMS PHP MySQL Osprey GNU/GPL/G NU 2 67 Textpattern PHP MySQL GPL/GNU TGS Content Management TikiWiki CMS/Groupware PHP MySQL GPL/GNU PHP MySQL and others using ADOdb LGPL/GNU 70 TWiki Perl Perl DBI compatible GPL/GNU 71 Typo Ruby on Rails MySQL, PostgreSQL, SQLite MIT 72 TYPO3 PHP MySQL, PostgreSQL, Oracle GPL/GNU 73 Umbraco ASP.NET MSSQL MIT License 74 Quick.Cms.Lite PHP Flat-file database 2.0 GPL/GNU 75 WebGUI Perl on mod_perl MySQL GPL/GNU

6 76 whcms PHP MySQL GPL/GNU 77 WordPress PHP MySQL 2.5 GPL/GNU 78 Xaraya 79 XMLNuke PHP with XHTML/XML/XSLT MySQL, PostgreSQL, SQLite using ADOdb and Microsoft SQL Server with Creole GPL/GNU 80 XOOPS PHP MySQL GPL/GNU 81 XOOPS Cube PHP + Smarty MySQL BSD 82 Zena Ruby MySQL Alpha MIT FONTE Wikipédia (2008) e levantamento da autora. TABELA 02 Sistemas de Gerenciamento de Conteúdos desenvolvidos com softwares proprietários Item Nome Plataforma Suporte de base de dados Versão Preço em dólares 83 AdaptCMS Pro PHP MySQL 1.1 $25/domínio 84 AlterFiction ASP.NET SQL Server 2008 $ AspireCMS Web Content Management PHP, XML, XS- LT, Apache MySQL 4.0 A partir de $ Attributor 87 Calandra KBX.NET, Java 88 Cascade Server Java Para texto, imagem e vídeo Oracle, MySQL, SQL Server, PostGree SQL Server, Oracle, MySQL Clickability Platform 90 CommonSpot ColdFusion 91 Community Server MS Access, Oracle, SQL Server 5.0 ASP.NET SQL Server 2007 $ Contrexx PHP MySQL 1.2 $ CoreMedia CMS Java Oracle, IBM DB2, Microsoft SQL Server COMSHARP CMS.NET Microsoft SQL Server $ Docket Platform PHP MySQL 8.0x $2, Ekklesia 360 CMS PHP MySQL 2.8 $1, Ektron CMS400.NET.NET Microsoft SQL Server EPiServer.NET Microsoft SQL Ser- 5.1 Yearly License

7 FatWire Content Server F5 Publisher Software 101 GoodNews 102 IBM Workplace Web Content Management e IBM WebSphere Java Phyton J2EE or Lotus Domino ver, Oracle Oracle, Microsoft SQL Server, IBM DB2 Postgre Oracle, Microsoft SQL Server, IBM DB2, Lotus Domino Immediacy.NET Microsoft SQL Server Ingeniux CMS PHP, XML Jadu PHP and.net MS SQL Server, MySQL 106 Jalios JCMS Java Built-in $9, MarkLogic Server x XML MyCMS PHP MySQL 2.3x 109 Morello Java 110 MILENIUM Cross Media 111 Nstein PHP,.NET, HT- ML,XML 112 Notitia.NET, Java Oracle, Microsoft SQL Server Oracle, MySQL, SQL Server, PostGre NCM 113 ProFusion Ultra IS ASP SQL Server v3.1 $ Windows Share- Point Services / Microsoft Office SharePoint Server.NET Microsoft SQL Server (2000 or 2005), SQL Express Powerfront CMS ASP SQL 6.6 $5, RedDot 117 Revize CMS JAVA 118 Sherpa CMS 119 Sitefinity CMS ASP.NET Pointbase, Oracle, SQL MySQL, Oracle Database, MS SQL Server, 4.3 $1, $899/domínio 120 Site Foundry PHP MySQL 2.3 $ Sitekit CMS.NET MS SQL Server Socialtext Perl PostgreSQL 8.x Stellent 124 Traction TeamPage Java, IDocScript, XML 125 Vignette Java 126 Vinas FONTE: Wikipédia (2008) e levantamento da autora. Oracle, SQL Server, other 10g Java Built-in 3.7 Oracle, SQL Server, DB2 7.5 A partir de $5,000

8 TABELA 03 Sistemas de Gerenciamento de Conteúdos sem maiores especificações Item Nome Plataforma Suporte de base de dados Versão Licença 127 Ariadne Oracle, PostgreSQL FONTE: Wikipédia (2008). Os CMSs com destaque em negrito nas tabelas acima foram citados na pesquisa aplicada à comunidade acadêmica de ciberjornalismo do Brasil, Espanha e Estados Unidos, via formulário online (SCHWINGEL, 2008a) 4. Alguns indicados como de uso em empresas jornalísticas são: 1) o Plone 5, usado pela revista Época 6, jornal Estado de Minas 7 e Jornal do Brasil 8 ; 2) o Vignette 9, pela Globo.com 10, o Terra 11 e A Tribuna Digital (de Santos) 12. O Vignette é um dos CMS mais conhecidos e aplicados pelas organizações jornalísticas. Desenvolvido nos Estados Unidos, em Austin, Texas, começou a ser comercializado em 1995, e desde 2004 elabora o sítio web da agência espacial americana (NASA). Possui dentre seus clientes as organizações Globo, Time-Warner 13 e Fox News Digital 14 ; 3) o Drupal, aplicado no New York Observer 15 ; 4) o Word Press, pela CNN 16 e para a gestão dos conteúdos de opinião no Le Monde 17 ; 5) o Sherpa 18, utiliza- 4 No Brasil. Foram convidados 15 pesquisadores, sendo que 13 responderam ao questionário. Todos com orientação de trabalhos de pós-graduação na área. Na Espanha, foram convidados 27 pesquisadores, sendo que 18 responderam ao questionário, todos integrantes do convênio internacional de pesquisa sobre Cibermeios financiado pela CAPES/DGU (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior/Direção Geral de Universidades) e da rede de pesquisadores espanhóis em ciberjornalismo. Foram convidados 33 pesquisadores nos Estados Unidos, sendo que somente 08 responderam ao questionário, todos reconhecidos acadêmicos em suas instituições. 5 Os pesquisadores indicaram como sendo o Zope, porém, há uma precisão conceitual a ser efetuada. O Zope é um servidor de aplicações para a plataforma escrito na linguagem Python (de código aberto web). Significa Z Object Publishing Environment (Ambiente de Publicação de Objetos), sendo que o Plone é o CMS associado. A Zope Corp. desenvolve o portal Boston.com (Ver: 6 Ver: 7 Ver: Porém, após a aplicação do F5 Publish Software ao Portal UAI, a empresa de desenvolvimento 2XT customizou este CMS para o Estado de Minas, que passou a utilizá-lo. 8 Ver: 9 Ver: 10 Ver: 11 Ver: 12 Ver: 13 Ver: 14 Ver: 15 Ver: 16 Ver: 17 Ver: 18 Ver:

9 do pela versão digital do jornal Publico.es 19 e pelo Canal Sur 20 ; 6) o NewsEase, pela Startribune.com 21 ; 6) o Clickability, por vários grupos de mídia e jornais nos Estados Unidos, do Wall Street Journal 22 a NBC 23, passando pela CNN, USA Today 24, Editor&Publisher 25, Star Tribune 26, revista Dwell 27, Times Leader 28, revistas Time 29 e New York 30, dentre outros 31. Em maio de 2008, a Clickability ganhou a 33ª versão do prêmio CODiE para melhor solução em CMS, dado pela Associação da Indústria do Software e da Informação (Software & Information Industry Association SIIA) 32 nos Estados Unidos. O (7) F5 Publish Software, desenvolvido pela empresa mineira 2XT, é utilizado pelo Portal UAI 33 e vários projetos do Grupo Associados (dentre eles, o jornal Estado de Minas e a publicação dos classificados) 34, pela TV Alterosa 35 e Jornal Aqui 36. O (8) Milenium, elaborado pela espanhola Protec 37, possui clientes em vários países europeus, listando mais de 300 publicações na Espanha, Portugal, França, Suíça, Áustria, Polônia, Colômbia, México, Equador, Chile, Uruguai, Venezuela, Estados Unidos e El Salvador. Machado (2008) considera: interessante pesquisar por que a Protec não oferece sistemas para as grandes corporações como El Pais e El Mundo. Atualmente a atuação da empresa predomina entre os jornais locais na Espanha e na Ibero-américa e em jornais regionais nos Estados Unidos e no Leste Europeu Ver: 20 Ver: 21 Ver: 22 Ver: 23 Ver: 24 Ver: 25 Ver: 26 Ver: 27 Ver: 28 Ver: 29 Ver: 30 Ver: 31 Uma relação parcial de seus clientes encontra-se em Customers. Ver: 32 Ver: 33 Ver: 34 Para conferir as características dos projetos ciberjornalísticos desenvolvidos pela empresa 2XT, ver: 35 Ver: 36 Ver: 37 Ver: 38 A relação de seus clientes encontra-se em:

10 Outro CMS indicado pelos pesquisadores foi o (9) Notitia 39, desenvolvido de forma experimental na incubadora empresarial do C.E.S.A.R (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e posteriormente incorporado à empresa carioca Calandra Soluções 40. De acordo com Eduardo Saint Cleair (2008), gerente de produto, o Notitia é um CMS que está sendo descontinuado, substituído no desenvolvimento interno da empresa pelo Calandra KBX, já proposto como um gerenciador de conteúdo, pois o Notitia seria somente um publicador 41. Dos clientes de empresas jornalísticas do KBX, Saint Cleair (2008) indicou a Plano Editorial 42, de São Paulo, e o humorístico Casseta e Planeta 43 (que o utilizou de forma experimental). A Veja Online 44 continua como cliente do Notitia. Os pesquisadores também indicaram seu uso por parte do Jornal do Commercio 45, do Recife, que também utiliza o (10) Hermes CMS, desenvolvido como projeto livre por dois programadores de Brasília. O (11) Vinas, criado pela empresa Suita Sistemas 46, de Porto Alegre, utilizado pelos jornais do Grupo RBS (Zero Hora 47, Diário Gaúcho 48, A Notícia 49, Pioneiro 50, Jornal de Santa Catarina 51, Diário de Santa Maria 52, Diário Catarinense 53 ) e pela Tribuna de Minas 54 e Correio Braziliense 55, entre outros 56. Além desses, identificou-se na pesquisa o uso do CMS RedDot 57 pelo grupo o Estado de São Paulo. 39 Ver: 40 Ver: 41 Não tão adaptável aos fluxos de trabalho (workflow). 42 Ver: 43 Ver: 44 Ver: 45 Ver: 46 Ver: 47 Ver: 48 Ver: 49 Ver: 50 Ver: 51 Ver: 52 Ver: 53 Ver: 54 Ver: 55 Ver: 56 Uma relação de seus clientes, pose ser encontrada em: 57 Ver:

11 Os pesquisadores relacionaram algumas organizações de comunicação que teriam desenvolvido CMSs customizados para suas aplicações ciberjornalísticas, como A Tarde Online, a Univision, La Voz de Galícia, El Correo Gallego, Elpais.com, dentre outras 58. Além da tecnologia CMS, destaca-se por parte da comunidade acadêmica a ampla utilização do sistema blog para a publicação de conteúdos, bem como o envolvimento com projetos distintos para a elaboração de plataformas automatizadas ou mesmo somente para utilização. Foram apresentados exemplos como o Go Press 59, uma plataforma de uma empresa espanhola que atua como CMS para a criação de jornais digitais onde todos os aspectos técnicos encontram-se resolvidos. Ou seja, foi desenvolvida para a elaboração editorial e publicação de conteúdos jornalísticos. Como o Moodle 60, para a divulgação de material didático e cursos de educação à distância. E como o Ning 61, que é uma rede social com ferramentas de publicação associadas. Voltando a analisar os CMSs sob aspectos mais técnicos, os mais utilizados para a publicação de conteúdos generalistas são aqueles que operam como um modelo de trabalho, com o esqueleto, a arquitetura da informação do sítio web, para o gerenciando de conteúdos. Utilizando-se de um conjunto de regras, denominado como fluxo de trabalho (workflow), possibilitam a publicação e gerenciamento de textos, fotos, arquivos, quaisquer documentos. Alguns desses CMSs são: TABELA 04 Sistemas de Gerenciamento de Conteúdos mais utilizados para a publicação de conteúdos comunicacionais Nome Apache Cocoon Apache Jackrabbit AxKit Catalyst CherryPy Tecnologia e suporte para banco de dados Java Java Perl Perl Python 58 Outra das questões da pesquisa referia-se a empresas que desenvolvem CMS. Algumas das mencionadas: Tecnocom, Smartplay, Imaxín Software, Ozono Multimedia, Lavinia y Editio Software, Redacom, Unysis, Protec, Mais Comunicação, Brainstorm, Clickability, Lazo, Vignette, Ilimit, Calandra Soluções, Nitrus. 59 Ver: 60 Ver: 61 Ver:

12 Drupal Ekklesia 360 CMS ez Publish Jakarta Slide Joomla! Mambo Maypole Midgard MODx CMS Monk CMS OpenACS phpxcore Pier Plone RIFE SAPID CMF Seagull SilverStripe TangoCMS TYPO3 Xaraya XOOPS Cuyahoga PHP PHP e MySQL PHP e MySQL Java PHP e MySQL PHP e MySQL Perl PHP e MySQL PHP 4.1.x-5 e MySQL 3.2x-5 PHP e MySQL AOLserver e PostgreSQL ou Oracle PHP emysql Smalltalk e Seaside Python Java PHP 4/5, trabalha com MySQL PHP 4/5, trabalha com MySQL, Oracle ou PostgreSQL PHP5 e MySQL PHP e MySQL PHP e MySQL ASP.NET e MySQL, PostgreSQL, MS SQL (base em NHibernate) FONTE: Wikipédia (2008). O uso de CMS passou a ser tão disseminado na comunidade internacional internet que várias empresas começaram a incentivar seu desenvolvimento. Pelo segundo ano consecutivo, por exemplo, a Packt Publishing, editora especializada em livros para desenvolvedores de sistemas tecnológicos para a internet 62, promove um concurso para eleger o melhor CMS open source. Em 2007, o vencedor foi o Drupal, em segundo lugar ficou o Joomla e em terceiro o CMS Made Simple. Tais sistemas são desenvolvidos em PHP, a linguagem de programação mais utilizada pelas comunidades software livre 62 Ver: A editora também ficou conhecida por patrocinar projetos com software. livre.

13 e open source. Concursos como este e alguns fóruns mais técnicos servem de balizamento para muitos desenvolvedores que buscam ferramentas para implementar sítios funcionais para seus projetos. Também a própria comunidade de desenvolvimento preocupa-se com as diferenças e funcionalidades específicas de cada aplicativo. Alguns sistemas da comunidade Open Source possibilitam a comparação prévia dos CMS sem instalação 63, bastando entrar na página, informar os parâmetros do projeto, que o próprio sistema explica as funcionalidades específicas e adequação para uma melhor escolha. Um dos sítios mais conhecidos é o CMS Matrix, que lista 933 CMSs e possibilita a escolha de até 10 para comparar ao mesmo tempo. Em função das visitas e informações dos usuários, apresenta um ranking dos melhores e dos piores em relação à segurança, desempenho, suporte, facilidade de uso, gerenciamento, dentre outras funcionalidades 64. Além do Drupal e do Joomla, alguns outros CMS são muito conhecidos e utilizados no Brasil, como o Plone, o XOOPs e o Mambo 65, sendo que este foi um dos primeiros sistemas de publicação de informações a ser adotado pelo Governo Federal e especificamente pelo Ministério da Educação (JOOMLA BRASIL, 2008) 66. Porém, a maioria dos órgãos federais utiliza o Plone, cujo desenvolvimento é na linguagem Python, que requer uma infra-estrutura para banco de dados mais robusta que os demais (OFICINA PLONE, 2008). O Plone é utilizado na Agência de Notícias da Telebrás, que vem fazendo um trabalho diferenciado de linguagem hipermídia, na Serpro, no CPD da UFBA e na maioria dos órgãos federais (OFICINA PLONE, 2008). O XOOPS, por sua vez, foi implementado nos governos estaduais do Paraná e de Sergipe e pela Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) (CORREIA; SOARES; SILVA, 2008), bem como ficou mais conhecido por haver ganho o prêmio da revista Info, na categoria software CMS, em 2007 (PRÊMIO..., 2007). De acordo com análise prévia, os seguintes recursos geralmente encontram-se in- 63 Ver: 64 Ver: 65 O Joomla é um CMS desenvolvido a partir do Mambo. Foi implementado pela comunidade de desenvolvedores de softwares livres depois que o Mambo passou a ter os direitos vinculados à empresa Miro. 66 Ver:

14 tegrados aos CMS generalistas: 1) módulo de criação de blogs; 2) fórum de discussão; 3) inclusão de matérias (com feeds RSS criados automaticamente); 4) possibilidade de criar sítios de comércio eletrônico; 5) classificados; 6) bate-papo; 7) distintas programações visuais; 8) inclusão de tradução e suporte para diferentes idiomas; 9) Multi-plataformas e suporte para instalação; 10) Componentes, módulos e plugins variados. De acordo com Lapa (2004), alguns requisitos são fundamentais para se analisar e comparar sistemas de gerenciamento de conteúdos, ao se avaliar sua aplicabilidade e necessidade de utilização em determinado projeto. Seriam eles: 1) a necessidade de mecanismos para controle de fluxo de produção de conteúdos e publicação de sítios de forma flexível, de acordo com as normas, regras e fluxo de publicação das empresas; 2) a necessidade da descentralização da administração da área técnica, bem como o envolvimento e disponibilidade do pessoal de tecnologia especializado em linguagens de programação, web design e HTML, assim como haveria necessidade da administração (de conteúdos) por parte dos próprios produtores; 3) a reutilização do código-fonte de forma rápida para disponibilizar funcionalidades já existentes em novos sítios web; 4) o suporte multi-línguas; 5) a separação entre o direito de acesso e a autoria dos conteúdos;

15 6) a garantia do tempo de resposta e a escalabilidade 67 para sítios acessados por milhares de pessoas simultaneamente; 7) a possibilidade de criação e de armazenamento de layouts e templates de diferentes modelos para diferentes seções dos sítios web; 8) a integração de sítios web com os mais diversos tipos de sistemas legados 68 ; 9) a personalização dos conteúdos, permitindo que o usuário escolha que informação precisa visualizar; 10) a possibilidade de classificar as informações, permitindo o agrupamento de conteúdos semelhantes; 11) o acesso a fontes externas de informações localizadas em banco de dados; 12) a flexibilidade para criação do fluxo de trabalho posterior à sua aplicação e manutenção; 13) a capacidade de integração com ferramentas de edição de texto, planilhas eletrônicas e softwares gráficos; 14) uma escalabilidade que permita futuros serviços e incremento de novas seções e áreas de conteúdo; 15) os mecanismos de atualização simples para os responsáveis pelo conteúdo; 16) um modelo de navegação consistente de acordo com a usabilidade (NIEL- SEN, 2000); 17) alguns mecanismos para o controle de versões de conteúdo: 18) uma programação visual com área para testes antes de publicação. 67 Escalabilidade implica desempenho. É a habilidade do sistema de manipular uma porção crescente de trabalho de forma uniforme, ou estar preparado para o crescimento do mesmo. Por exemplo, isto pode se referir à capacidade de um sistema em suportar um aumento carga total quando os recursos (normalmente do hardware) são requeridos (WIKIPÉDIA, 2008). Ver: 68 Sistemas legados são aqueles anteriormente utilizados para a produção das informações.

16 Dos trabalhos comparativos analisados (LAPA, 2004; FERNANDES, 2006; CORREIA, SOARES, SILVA, 2008) 69, bem como dos de meios especializados que periodicamente fazem tal comparativo, como as revistas e cadernos de informática), pode-se inferir que outras necessidades se apresentam para a escolha do CMS a ser utilizado em cada projeto. Seriam elas: 1) a facilidade de desenvolvimento em função da competência técnica dos técnicos especializados envolvidos no projeto; 2) acesso à documentação prévia do sistema, bem como de aplicações e projetos específicos feitos a partir do sistema base; 3) ter o suporte técnico facilitado, que pode ser da comunidade de desenvolvedores através do uso de ferramentas interativas como listas de discussão, fóruns web; ou através do suporte técnico da empresa ou organização que desenvolveu o sistema; 4) facilidade de instalação e configuração do sistema; 5) condições de infra-estrutura interna (computador servidor compatível com a programação, o banco de dados, bem como espaço disponível para a inclusão dos conteúdos no banco de dados) e externa (vinculações com bancos de dados com partes do conteúdo, como mashups do Googlemaps 70, galeria de fotos do Flickr ou vídeos do You Tube). Porém, nenhum desses sistemas assim como se apresentam pode ser considerado um sistema de publicação, no sentido estrito da publicação de conteúdos ciberjornalísticos. Para isso, funcionalidades específicas precisariam estar associadas. Dentre elas, pode-se identificar: 1) integração da hipertextualidade e da multimídia em toda e qualquer publicação de forma facilitada; 2) adaptação ao sistema de apuração do cibermeio, 69 Alguns sistemas da comunidade Open Source possibilitam a comparação prévia dos CMS sem que seja instalado, como em: Também o Matrix CMS, comentado anteriormente. 70 Alguns exemplos de mashups brasileiros com o Googlemaps podem ser verificados em:

17 3) customização aos canais ou editorias do cibermeio; 4) permissão de acesso de acordo com os papéis e funções jornalísticas; 5) controle do fluxo da informação de acordo com os critérios editoriais do cibermeio; 6) diferenciação de níveis e definição do fluxo da informação para a participação do usuário. Para que um CMS generalista passe a ser um sistema de publicação, a customização é condição prévia e muito provavelmente seja necessário o desenvolvimento de funcionalidades específicas. Em um nível mais avançado em relação às narrativas hipermidiáticas, empresas como a MediaStorm 71 desenvolvem nos Estados Unidos sistemas específicos para coberturas e reportagens multimídia, apresentando funcionalidades que em um sistema generalista seriam muito complexas de se configurar. Por outro lado, em projetos ciberjornalísticos de pequeno e médio porte, com a diversidade de CMS disponíveis, de acordo com os objetivos, modelo de negócio e proposta editorial, muito provavelmente seja desperdício de tempo e de recursos humanos iniciar do zero 72 o desenvolvimento de um CMS. Dessa forma, tendo em vista as questões iniciais, buscou-se apresentar a atual configuração tecnológica da internet que possibilita a produção de conteúdos através de sistemas e subsistemas associados, principalmente a partir da utilização de CMSs. Elaborou-se um mapeamento dos CMSs existentes e dos utilizados para conteúdos comunicacionais, por empresas jornalísticas e pesquisadores e professores de ciberjornalismo no Brasil, Espanha e Estados Unidos, bem como se sistematizou as funcionalidades necessárias a serem implementadas a sistemas de publicação, de forma estrita, ou seja a aqueles sistemas adaptados ao processo de produção ciberjornalístico. 71 Ver: 72 Significa desenvolver o código-fonte do zero, sem um sistema base.

18 Referências BERNERS-LEE. T. Weaving the web. Harper: São Francisco, EUA, CORREIA, B.A.; SOARES, G.A.; SILVA, W.A. Gestão de conteúdo como apoio à produção jornalística: a construção do sistema unificado de reportagem SURF. Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Sergipe. Trabalho de conclusão de curso. FERNANDES. J. Comparação Drupal / Joomla. José Fernandes - SEO, SEM, Google, Drupal, marketing e publicidade online. Disponível em: Acessado em 15 de maio de JOOMLA BRASIL, Comunidade de desenvolvedores do Joomla. In: Acessado em 10 de dezembro de LAPA. E. Gestão de Conteúdo como apoio à Gestão do Conhecimento. Brasport: São Paulo, LÓPEZ, X.; GAGO, M.; PEREIRA, X. Arquitectura y organización de la información. In: NO- CI, J.D,; SALAVERRÍA, R. (Orgs.). Manual de Redacción Ciberperiodista. Barcelona, Ariel, p OFICINA PLONE. Criação de sites Zope-Plone. Campus Party Brasil. SERPRO. Ministrada em 14 de fevereiro de In: Acessado em 30 de janeiro de PRÊMIO INFO Software CMS. Info Online. Editora Abril. Disponível em: Acessado em 15 de junho de SCHWINGEL, C.A. Sistemas de produção de conteúdos no ciberjornalismo: a composição e a arquitetura da informação no desenvolvimento de produtos jornalísticos. Programa de Pós- Graduação em Comunicação e Cultura Contemporânea da Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008a. Tese.. Publicações Generalistas X Ciberjornalísticas: a livre publicação de conteúdos e o processo de produção ciberjornalístico. In: II Simpósio da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura. Pontifícia Universidade Católica. Nov, 2008b. São Paulo. Brasil. WIKIPÉDIA. Sistema de gerenciamento de conteúdo Wikipédia. Enciclopédia livre. Disponível em: Acessado em 15 de janeiro de 2009.

Criando sites com um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS - Content Management Systems)

Criando sites com um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS - Content Management Systems) Criando sites com um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS - Content Management Systems) Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (Content Management Systems - CMS) Entendendo o que são Servidor Web e

Leia mais

Definições: quando usar cada um?

Definições: quando usar cada um? Framework ou CMS? Definições: quando usar cada um? Framework: Uma arquitetura desenvolvida com o objetivo de atingir a máxima reutilização, representada como um conjunto de classes abstratas e concretas,

Leia mais

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Marco T. A. Rodrigues*, Paulo E. M. de Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal de Educação Tecnológica de

Leia mais

Conteúdo. Curso de Introdução ao Plone. O que é Plone. Parte I Conceitos básicos

Conteúdo. Curso de Introdução ao Plone. O que é Plone. Parte I Conceitos básicos Curso de Introdução ao Plone Conteúdo Parte I - Conceitos básicos Parte II - Interface do Plone Parte III - Gerenciamento de usuários Modulo A Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Laurimar Gonçalves

Leia mais

gerenciamento de portais e websites corporativos interface simples e amigável, ágil e funcional não dependendo mais de um profissional especializado

gerenciamento de portais e websites corporativos interface simples e amigável, ágil e funcional não dependendo mais de um profissional especializado O NetPublisher é um sistema de gerenciamento de portais e websites corporativos (intranets ou extranets), apropriado para pequenas, médias e grandes empresas. O conteúdo do website pode ser atualizado

Leia mais

Consultoria sobre Joomla!

Consultoria sobre Joomla! Consultoria sobre Joomla! Joomla! (pronuncia-se djumla) é um CMS (Content Management System) desenvolvido a partir do Mambo. É escrito em PHP e roda no servidor web Apache ou IIS e banco de dados MySQL.

Leia mais

Curso de Introdução ao Plone. Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Erick Gallani

Curso de Introdução ao Plone. Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Erick Gallani Curso de Introdução ao Plone Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Erick Gallani Conteúdo Parte I - Conceitos básicos Parte II - Interface do Plone Parte III - Gerenciamento de usuários Parte IV - Criação

Leia mais

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS Anissa CAVALCANTE 2 Jessica WERNZ 3 Márcio CARNEIRO 4, São Luís, MA PALAVRAS-CHAVE: CMS, webjornalismo, TV Vila Embratel, comunicação 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

* Técnicas Avançadas. Desenvolvimento de SOFTWARES. Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo com Joomla e Magento

* Técnicas Avançadas. Desenvolvimento de SOFTWARES. Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo com Joomla e Magento * Técnicas Avançadas Desenvolvimento de SOFTWARES Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo com Joomla e Magento * Tópicos Sistema de Gerenciamento de Conteúdo CMS. Fron-end Back-end Instalando Site e Lojas

Leia mais

O melhor do PHP. Por que PHP? CAPÍTULO 1. Uma Pequena História do PHP

O melhor do PHP. Por que PHP? CAPÍTULO 1. Uma Pequena História do PHP CAPÍTULO 1 O melhor do PHP Este livro levou bastante tempo para ser feito. Venho usando agora o PHP por muitos anos e o meu amor por ele aumenta cada vez mais por sua abordagem simplista, sua flexibilidade

Leia mais

EXPLORANDO TÉCNICAS E RECURSOS DO GERENCIADOR DE DADOS ABERTOS CKAN. TuaneFaria USP tuanefaria@yahoo.com.br

EXPLORANDO TÉCNICAS E RECURSOS DO GERENCIADOR DE DADOS ABERTOS CKAN. TuaneFaria USP tuanefaria@yahoo.com.br EXPLORANDO TÉCNICAS E RECURSOS DO GERENCIADOR DE DADOS ABERTOS CKAN Prof. Dr. José Eduardo Santarem Segundo USP santarem@usp.br TuaneFaria USP tuanefaria@yahoo.com.br Introdução Disponibilizar Dados Disponibilizar

Leia mais

Lucas Nascimento Santos

Lucas Nascimento Santos Lucas Nascimento Santos Mobile Application Developer lucassantoos56@gmail.com Resumo Lucas Nascimento Santos (@ll_ucasn), engenheiro de software. Estudante de Ciência da Computação na Universidade Salvador

Leia mais

O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo

O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo Prof. Ricardo 1 Um CMS (Content Management Systems) é um Sistema de gerenciamento de Conteúdo de websites, portais e intranet disponíveis para

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Informação no contexto administrativo Graduação em Redes de Computadores Prof. Rodrigo W. Fonseca SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA PELOTAS >SistemasdeInformação SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA

Leia mais

Construindo sítios profissionais com Mambo

Construindo sítios profissionais com Mambo 23/09/06 Construindo sítios profissionais com Mambo Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Software Livre Conceitos de CMS Mambo Configuração do Mambo Novidades Referências 2 O que é software

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

Introdução ao Plone. terça-feira, 4 de agosto de 15

Introdução ao Plone. terça-feira, 4 de agosto de 15 Introdução ao Plone Sumário O que é Gestão de Conteúdo O que é Conteúdo Principais características de um CMS O que é o Plone Tipos de conteúdo no Plone Metadados Templates Interface do portal Gestão de

Leia mais

Engenharia de Software Aplicações de Internet

Engenharia de Software Aplicações de Internet Engenharia de Software Aplicações de Internet Eduardo Santos eduardo.edusantos@gmail.com eduardo.santos@planejamento.gov.br www.softwarepublico.gov.br Histórico Por que existe a Internet? Por que existe

Leia mais

Drupal para Empresas. Descobrindo os benefícios do Drupal para o seu negócio

Drupal para Empresas. Descobrindo os benefícios do Drupal para o seu negócio Sorteio de R$400 de crédito nos cursos de Drupal! http://j.mp/sorteio400reais O que veremos nessa palestra? # Apresentação # Introdução a CMS # Conhecendo o Drupal # Drupal como solução para Empresas #

Leia mais

3 Estudo de Ferramentas

3 Estudo de Ferramentas 3 Estudo de Ferramentas Existem diferentes abordagens para automatizar um processo de desenvolvimento. Um conjunto de ferramentas pode ser utilizado para aperfeiçoar o trabalho, mantendo os desenvolvedores

Leia mais

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades

Subáreas. Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos. Formação. Experiência. Conhecimentos. Habilidades Subáreas Incubadoras tecnológicas, polos e parques tecnológicos Design Área: Inovação Perfil Profissional: Instrutor/Consultor Competências Implantação de incubadoras de empresas; Processo de seleção de

Leia mais

MOODLE é o acrónimo de "Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Executado em um AVA - Ambiente Virtual de Apresendizagem;

MOODLE é o acrónimo de Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Executado em um AVA - Ambiente Virtual de Apresendizagem; MOODLE é o acrónimo de "Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment Software livre, de apoio à aprendizagem; Executado em um AVA - Ambiente Virtual de Apresendizagem; A expressão designa ainda

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE DE VOTAÇÃO WEB UTILIZANDO TECNOLOGIA TOUCHSCREEN

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE DE VOTAÇÃO WEB UTILIZANDO TECNOLOGIA TOUCHSCREEN DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE DE VOTAÇÃO WEB UTILIZANDO TECNOLOGIA TOUCHSCREEN José Agostinho Petry Filho 1 ; Rodrigo de Moraes 2 ; Silvio Regis da Silva Junior 3 ; Yuri Jean Fabris 4 ; Fernando Augusto

Leia mais

TIRE SEU PROJETO DA GAVETA. kinghost.com.br

TIRE SEU PROJETO DA GAVETA. kinghost.com.br TIRE SEU PROJETO DA GAVETA #1 Escolha a ferramenta ideal para impulsionar seu negócio. Existem diversas ferramentas no mercado que podem lhe auxiliar na hora de montar e administrar seu negócio. São plataformas

Leia mais

ANEXO 11. Framework é um conjunto de classes que colaboram para realizar uma responsabilidade para um domínio de um subsistema da aplicação.

ANEXO 11. Framework é um conjunto de classes que colaboram para realizar uma responsabilidade para um domínio de um subsistema da aplicação. ANEXO 11 O MATRIZ Para o desenvolvimento de sites, objeto deste edital, a empresa contratada obrigatoriamente utilizará o framework MATRIZ desenvolvido pela PROCERGS e disponibilizado no início do trabalho.

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 5 Servidores de Aplicação

Leia mais

Alfamídia Web: Wordpress

Alfamídia Web: Wordpress Todos os direitos reservados para Alfamídia Prow. AVISO DE RESPONSABILIDADE As informações contidas neste material de treinamento são distribuídas NO ESTADO EM QUE SE ENCONTRAM, sem qualquer garantia,

Leia mais

Unidade IV ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS. Software livre se refere à liberdade dos usuários com relação ao software, mais precisamente:

Unidade IV ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS. Software livre se refere à liberdade dos usuários com relação ao software, mais precisamente: ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS Unidade IV DEFINIR A MELHOR SOLUÇÃO DE BANCO DE DADOS PARA AS NECESSIDADES DA EMPRESA.1 O uso das tecnologias.1.1 O software livre 1 A tecnologia de banco de dados, assim

Leia mais

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc Técnica SEO: Search engine Optimization "INDEXADOR" Web Software para Grandes Portais (Gera todo o conteúdo SEO - Otimizado nas buscas)

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

Alfresco Content Management

Alfresco Content Management Alfresco Content Management Alfresco é um sistema ECM (Enterprise Content Management) também conhecido como GED (Gestão Eletrônica de Documentos) em nosso mercado de porte corporativo para atender a empresas

Leia mais

O uso do gestor de conteúdos plone no suporte a processos de software

O uso do gestor de conteúdos plone no suporte a processos de software O uso do gestor de conteúdos plone no suporte a processos de software Fernando Silva Parreiras Objetivo Demonstrar a aplicação de ferramentas de gestão de conteúdo, especificamente o plone, no apoio a

Leia mais

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Nome e titulação do Coordenador: Coordenador: Prof. Wender A. Silva - Mestrado em Engenharia Elétrica (Ênfase em Processamento da Informação). Universidade

Leia mais

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas AGENDA O Portal Corporativo Arquitetura da Informação Metodologia de Levantamento Instrumentos Utilizados Ferramentas PORTAL CORPORATIVO Na sociedade da informação é cada vez mais presente a necessidade

Leia mais

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Jump Qgis Thuban MapServer

Leia mais

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS Conectt i3 Portais Corporativos Há cinco anos, as empresas vêm apostando em Intranet. Hoje estão na terceira geração, a mais interativa de todas. Souvenir Zalla Revista

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

BRAlarmExpert. Software para Gerenciamento de Alarmes. BENEFÍCIOS obtidos com a utilização do BRAlarmExpert:

BRAlarmExpert. Software para Gerenciamento de Alarmes. BENEFÍCIOS obtidos com a utilização do BRAlarmExpert: BRAlarmExpert Software para Gerenciamento de Alarmes A TriSolutions conta com um produto diferenciado para gerenciamento de alarmes que é totalmente flexível e amigável. O software BRAlarmExpert é uma

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE Um estudo sobre os aspectos de desenvolvimento e distribuição do SIE Fernando Pires Barbosa¹, Equipe Técnica do SIE¹ ¹Centro de Processamento de Dados, Universidade Federal de Santa Maria fernando.barbosa@cpd.ufsm.br

Leia mais

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Objetivo O objetivo do projeto é especificar o desenvolvimento de um software livre com a finalidade de automatizar a criação de WEBSITES através do armazenamento

Leia mais

CMS Content Management

CMS Content Management CMS Content Management System Pesquisa e apresentação por Kaya Sumire Abe e Leandro Forneck para o grupo PET-CoCE, tutorado pelo prof. Ricardo Lüders Seminário PET-CoCE DAINF UTFPR 1 Conhecimento Conteúdo

Leia mais

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades 1 Interagir com seus clientes por variados meios de contato, criando uma visão unificada do relacionamento e reduzindo custos. Essa é a missão do TACTIUM ecrm. As soluções

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL http://pt.wordpress.com http://.wordpress.org Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto

Leia mais

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.microsoft.com/teamsystem As informações contidas

Leia mais

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. O que é a nova infra-estrutura informação (TI) para empresas? Por que a conectividade é tão importante nessa infra-estrutura

Leia mais

Ferramentas de planejamento e acompanhamento

Ferramentas de planejamento e acompanhamento MAC5856 - Desenvolvimento de Software Livre Prof. Fabio Kon Ferramentas de planejamento e acompanhamento Comparação entre as ferramentas livres disponíveis 22 de outubro de 2009 - IME/USP Victor Williams

Leia mais

Curso de Joomla na Prática

Curso de Joomla na Prática Curso de Joomla na Prática Joomla! (pronuncia-se djumla) é um CMS (Content Management System) desenvolvido a partir do Mambo. É escrito em PHP e roda no servidor web Apache ou IIS e banco de dados MySQL.

Leia mais

AULA 01-02-03 SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS

AULA 01-02-03 SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS AULA 01-02-03 SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Curso: Sistemas de Informação (Subseqüente) Disciplina: Administração de Banco de Dados Prof. Abrahão Lopes abrahao.lopes@ifrn.edu.br História

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

Anexo I Formulário para Proposta

Anexo I Formulário para Proposta PLATAFORMA CGI.br Solicitação de Propostas SP Anexo I Formulário para Proposta Data: 05/07/2013 Versão: 1.1 Plataforma CGI.br Solicitação de Propostas - SP Anexo I Formulário para Proposta 1. Estrutura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS Guia Inicial de Acesso e Utilização Para Docentes Versão 1.0b Outubro/2010 Acesso e utilização do Ambiente Virtual de Ensino

Leia mais

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais.

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Tales Henrique José MOREIRA 1 ; Gabriel da SILVA 2 ; 1 Estudante de Tecnologia em Sistemas para

Leia mais

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas;

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas; APRESENTAÇÃO O Myself é um sistema de gerenciamento de conteúdo para websites desenvolvido pela Genial Box Propaganda. Seu grande diferencial é permitir que o conteúdo de seu website possa ser modificado

Leia mais

CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS

CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS OBJETIVO E ESCOPO 1. Informações Gerais 1.1 Objetivo geral do trabalho: desenvolvimento de novo site institucional para o Senac (www.senac.br), nas versões

Leia mais

Um estudo sobre os sistemas de gerenciamento de conteúdo de código aberto. F. Chagas C. L. de Carvalho J. C. da Silva

Um estudo sobre os sistemas de gerenciamento de conteúdo de código aberto. F. Chagas C. L. de Carvalho J. C. da Silva Um estudo sobre os sistemas de gerenciamento de conteúdo de código aberto F. Chagas C. L. de Carvalho J. C. da Silva Technical Report - RT-INF_002-08 - Relatório Técnico December - 2008 - Dezembro The

Leia mais

ANEXO 11. - Conteúdos em formato de texto puro e listas; - Conteúdos em formato de texto puro e conteúdo categorizado;

ANEXO 11. - Conteúdos em formato de texto puro e listas; - Conteúdos em formato de texto puro e conteúdo categorizado; ANEXO 11 O CMS PROCERGS Para o desenvolvimento de sites, objeto deste edital, a empresa contratada obrigatoriamente utilizará uma ferramenta CMS (Content Management Systems ou Sistema de Gestão de Conteúdo)

Leia mais

CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE

CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE Juliano Flores Prof. Wagner Walter Lehmann Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de Tecnologia da Informação (GTI0034) Prática do Módulo

Leia mais

Ferramentas de Administração. PostgreSQL

Ferramentas de Administração. PostgreSQL Ferramentas de Administração ao SGBD PostgreSQL Diego Rivera Tavares de Araújo diegoriverata@gmail.com Introdução Mas o que é PostgreSQL? Introdução as ferramentas O PostgreSQL pode ser acessado a partir

Leia mais

Desenvolvimento de Sistema WEB com orçamento ajustável

Desenvolvimento de Sistema WEB com orçamento ajustável PROPOSTA DE PROJETO Desenvolvimento de Sistema WEB com orçamento ajustável Etapas / Atividades Desenvolvimento de Site (CMS) Hospedagem de Sistema e Suporte Técnico Gerenciamento do Sistema (opcional)

Leia mais

SENADO FEDERAL Secretaria Especial do Interlegis SINTER Subsecretaria de Tecnologia da Informação SSTIN. Produto I: ATU SAAP

SENADO FEDERAL Secretaria Especial do Interlegis SINTER Subsecretaria de Tecnologia da Informação SSTIN. Produto I: ATU SAAP Produto I: ATU SAAP Documento de projeto do novo sistema. Modelo de Dados, Casos de Usos e Interface Gráfica do Sistema Pablo Nogueira Oliveira Termo de Referência nº 129275 Contrato Número 2008/000988

Leia mais

Tiago Rodrigo Marçal Murakami

Tiago Rodrigo Marçal Murakami Tiago Rodrigo Marçal Murakami Bacharel em Biblioteconomia pela USP Estudante de Administração Pública na UFOP Editor do Blog Bibliotecários sem Fronteiras - BSF Responsável pelo RABCI Estrutura e objetivo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II. Primeiro Trabalho

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II. Primeiro Trabalho UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II Primeiro Trabalho Descrição do trabalho: Escrever um Documento de Visão. Projeto: Automatização do sistema que

Leia mais

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas?

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Thuban Qgis Jump MapServer O Futuro das Tecnologias

Leia mais

ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME

ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME Revisão dos livros - ITIL Incident Management (Gerenciamento de incidentes) reduzir o tempo de indisponibilidade (downtime) dos serviços Problem Management

Leia mais

Introdução a listas - Windows SharePoint Services - Microsoft Office Online

Introdução a listas - Windows SharePoint Services - Microsoft Office Online Page 1 of 5 Windows SharePoint Services Introdução a listas Ocultar tudo Uma lista é um conjunto de informações que você compartilha com membros da equipe. Por exemplo, você pode criar uma folha de inscrição

Leia mais

Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0. Tutorial HTML. versão 4.01

Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0. Tutorial HTML. versão 4.01 Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0 Tutorial HTML versão 4.01 K O M Σ D I Copyright by Editora Komedi, 2007 Dados para Catalogação Rimoli, Monica Alvarez Chaves,

Leia mais

Edital/ Nead Nº 04/2014.

Edital/ Nead Nº 04/2014. Edital/ Nead Nº 04/2014. ANEXO 1 FUNÇÃO: TÉCNICO ADMINISTRATIVO - vagas 01 e 02 Graduados em Secretariado Executivo, Administração ou formandos do último ano de Secretariado Executivo ou Administração

Leia mais

Proposta. Soluções Comunicação Digital

Proposta. Soluções Comunicação Digital Proposta Soluções Comunicação Digital Fevereiro 2013 Proposta Proposta para fornecimento de soluções digitais para comunicação, gestão do conhecimento e aprendizagem para o CBVE. Portal Institucional Plataforma

Leia mais

Explorando o SharePoint como ferramenta de uma nova Gestão de Documentos Corporativos

Explorando o SharePoint como ferramenta de uma nova Gestão de Documentos Corporativos Explorando o SharePoint como ferramenta de uma nova Gestão de Documentos Marcos Moysés da Cunha marcos.cunha@eletrobras.com (21) 2514-5695 Gestão de Documentos SharePoint GED... caminho... Gestão de Documentos

Leia mais

1.2.4. Organizar a estrutura do site

1.2.4. Organizar a estrutura do site 1.2.4. Organizar a estrutura do site 1 Organizar a estrutura do site A organização da estrutura do site passa pela definição das ligações entre as páginas que o compõem Esta organização deve ser intuitiva

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno 1 MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno Acessando o sistema 1- Para acessar a Faculdade Interação Americana Virtual digite o seguinte endereço: http://ead.fia.edu.br/

Leia mais

Aplicação Web para comércio eletrônico institucional Guilherme CORRÊA¹; Thiago DIAS².

Aplicação Web para comércio eletrônico institucional Guilherme CORRÊA¹; Thiago DIAS². Aplicação Web para comércio eletrônico institucional Guilherme CORRÊA¹; Thiago DIAS². ¹Estudante do curso Análise e Desenvolvimento de sistemas. Instituto Federal de Minas Gerais campus Bambuí. Rod. Bambuí

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

Unidade IV ADMINISTRAÇÃO DE. Prof. Luiz Fernando

Unidade IV ADMINISTRAÇÃO DE. Prof. Luiz Fernando Unidade IV ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS Prof. Luiz Fernando A melhor solução A tecnologia passa por atualizações constantes. Uma das atividades do profissional de informática é se manter informado.

Leia mais

Caracterização Curso: Curso técnico integrado ao ensino médio integral de Informática para Internet Período / Ano:

Caracterização Curso: Curso técnico integrado ao ensino médio integral de Informática para Internet Período / Ano: Pág. 1 Caracterização Curso: Curso técnico integrado ao ensino médio integral de Informática para Internet Período / Ano: Turno: 1/2014 Carga Horária: 108 Horas relógio 144 Horas aula Ementa Matutino Professor:

Leia mais

Marcus Vinicius Russo Roberto

Marcus Vinicius Russo Roberto Marcus Vinicius Russo Roberto Produtor de Tecnologia 1 de Março de 1985 São Paulo - SP (11) 8928-1479 contato@vinirusso.info www.vinirusso.info Propriedades Minha especialidade é a pesquisa e o encontro

Leia mais

Sistema Web de Ensino Voltado aos Conteúdos da Física

Sistema Web de Ensino Voltado aos Conteúdos da Física Sistema Web de Ensino Voltado aos Conteúdos da Física Fábio Luiz P. Albini 1 Departamento de Informática, Instituto Federal do Paraná (IFPR) Curitiba, Paraná 81520-000, Brazil. fabio.albini@ifpr.edu.br

Leia mais

Id: 35719 (34 years)

Id: 35719 (34 years) Foto não disponível Id: 35719 (34 years) DADOS PESSOAIS: Gênero: Masculino Data de nascimento: 05/09/1981 País: Mozambique, Região: Maputo, Cidade: Maputo Ver CV completo Grave o CV TRABALHO DESEJADO:

Leia mais

Desenvolvendo Websites com Joomla. Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br

Desenvolvendo Websites com Joomla. Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br Desenvolvendo Websites com Joomla Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br Currículo Meu nome: Breno Leonardo G. de M. Araújo Formação: Bacharel em Sistemas de

Leia mais

Proposta de um sistema para ranqueamento para sistemas gerenciadores de conteúdo baseado em análises comparativas

Proposta de um sistema para ranqueamento para sistemas gerenciadores de conteúdo baseado em análises comparativas André Luiz França Batista Orientador: José Monserrat Neto Proposta de um sistema para ranqueamento para sistemas gerenciadores de conteúdo baseado em análises comparativas Departamento de Ciência da Computação

Leia mais

Conteúdo Programático de PHP

Conteúdo Programático de PHP Conteúdo Programático de PHP 1 Por que PHP? No mercado atual existem diversas tecnologias especializadas na integração de banco de dados com a WEB, sendo o PHP a linguagem que mais se desenvolve, tendo

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware 1. A nova infra-estrutura de tecnologia de informação Conectividade Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos Sistemas abertos Sistemas de software Operam em diferentes plataformas

Leia mais

Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06

Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06 Apresentação Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06 2 EMPRESA CDN&T Informática e Suporte Ltda, empresa que atua a mais de 15 anos no mercado

Leia mais

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS 3.INTERNET 3.1. Internet: recursos e pesquisas 3.2. Conhecendo a Web 3.3. O que é um navegador?

Leia mais

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Ana Carolina Fernandes MAXIMIANO 2 Bruno da SILVA 3 Rita de Cássia Romeiro PAULINO 4 Universidade Federal de Santa Catarina,

Leia mais

Edital/ Nead Nº 01/2014.

Edital/ Nead Nº 01/2014. Edital/ Nead Nº 01/2014. ANEXO 1 FUNÇÃO: TÉCNICO ADMINISTRATIVO - vagas 1,2 e 3 Graduados em Secretariado Executivo, Administração ou formandos do último ano de Secretariado Executivo ou Administração

Leia mais

a nova forma de fazer web

a nova forma de fazer web a nova forma de fazer web secnet a nova forma de fazer web Secnet é uma empresa formada no Uruguai, que desenvolve produtos de software e serviços de alta tecnologia, visando a satisfação total dos usuários.

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE NOTE, também conhecido como NEXNOTE, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas sob a plataforma

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01 Prof. André Lucio Competências do modulo Introdução ao sistema operacional Windows Instalação e configuração do sistema

Leia mais

Treinamento em PHP com MySQL - Fundamental

Treinamento em PHP com MySQL - Fundamental Treinamento em PHP com MySQL - Fundamental Sobre PHP PHP é uma linguagem interpretada livre, usada originalmente apenas para o desenvolvimento de aplicações presentes e atuantes no lado do servidor, capazes

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 9.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 9.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 9.1 9 OBJETIVOS OBJETIVOS A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO O que é a nova infra-estrutura de tecnologia de informação

Leia mais

Proposta Comercial. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos.

Proposta Comercial. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos. 1 1. APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA Brasília, 14 de maio de 2010. A LTDA. vem, por meio deste documento,

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar Tópicos Especiais em Informática Msc. Márcio Alencar Recursos Certamente, um dos atrativos do chamado e- Learning (ou ensino á distância com uso de ferramentas computacionais/eletrônicas), são os novos

Leia mais

Rafael O. Lamari Jr. IBM WebSphere Portal Family Sales Mastery Lotus Solution Sales Professional Tel. 11-3254.6200. Portal Corporativo

Rafael O. Lamari Jr. IBM WebSphere Portal Family Sales Mastery Lotus Solution Sales Professional Tel. 11-3254.6200. Portal Corporativo Rafael O. Lamari Jr. IBM WebSphere Portal Family Sales Mastery Lotus Solution Sales Professional Tel. 11-3254.6200 Portal Corporativo Agenda Desafio A Proposta O Produto Exemplos Cases Perguntas Agenda

Leia mais

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Banco de Dados de Músicas Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Definição Aplicação Web que oferece ao usuário um serviço de busca de músicas e informações relacionadas, como compositor, interprete,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL A coordenadoria do projeto Laboratório de Cultura Digital, vinculado ao Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, torna pública a seleção de equipe para o referido projeto, conforme previsto

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA ALINE CRISTINA DE FREITAS ANA CLÁUDIA ZANDAVALLE CAMILA RIBEIRO VALERIM FERNANDO DA COSTA PEREIRA

Leia mais

A plataforma. Sistemas de Gestão de Aprendizagem. Carlos Nunes csmnunes@gmail.com

A plataforma. Sistemas de Gestão de Aprendizagem. Carlos Nunes csmnunes@gmail.com A plataforma Sistemas de Gestão de Aprendizagem Carlos Nunes csmnunes@gmail.com O que é o Moodle? É um Sistema de Gestão de Aprendizagem (LMS) e de trabalho colaborativo, acessível através da Internet

Leia mais